Issuu on Google+

1


2


Arte&Foto

A foto acima foi tirada pelo fotógrafo José Lemes, no Parque do Sabiá, que como todo amante da arte de fotografar, faz questão de registrar fatos curiosos. Nome popular da ave: Socozinho Nome científico: Butorides striatus Família: Ardeidae O Socozinho (Butorides striatus) é uma ave aquática muito comum em áreas alagadas das Américas e em grande parte do mundo. Tal espécie chega a medir até 36 cm de comprimento, possuindo capuz e topete nucal negros, pescoço acinzentado, peito com estrias ferrugem, dorso estriado de marrom, pernas amarelas e curtas. É uma ave geralmente solitária, podendo associar-se a outros indivíduos no período de reprodução, formando colônias de nidificação. Também é conhecida pelos nomes de ana-velha, garça-socoí, maria-mole, socó-boi, socó-criminoso, socó-estudante, socoí, socó-mijão, socómirim e socó-tripa. Agradecimentos ao José Lemes que nos cedeu esta foto. Obrigado aos leitores que nos enviaram mensagens sobre esta página. Mande a foto curiosa que você tirou, e caso seja aprovada pela editoria será publicada sem pagamento de cachê ou cobrança de algum numerário por parte da revista.

Se você registrou um momento que merece ser compartilhado com os demais leitores, nos envie a foto em alta resolução para o e-mail: artefoto@revistadystaks.com.br com a descrição e a data da fotografia. OBS: Não pagamos e nem cobramos nada para publicação. Aqui o artista é você!

3


A matéria especial de capa dessa edição retrata a importância do marketing e mostra como essa ferramenta pode ser útil e abrangente. Em destaque também fatos marcantes que ocorreram durante o mês de maio, como a coletiva de imprensa do ex - prefeito Odelmo Leão, que depois de oito meses sem falar com os veículos de comunicação, recebe a imprensa, e lança publicação dos oito anos de mandato em Uberlândia. E por falar em mandato o Deputado Estadual Tenente Lúcio presta contas dos seus mandatos. No que diz respeito a eventos na Câmara Municipal de Uberlândia, destacamos o primeiro encontro sobre a criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro, onde foram discutidos os benefícios para os municípios participantes. Além de mostrar as pessoas e entidades que foram os homenageados através da Comenda Virgílio Galassi. Quanto à saúde vale comemorar o dia Nacional do Combate ao Glaucoma, em destaque evento de prevenção e dicas sobre os fatores de risco; Araguari recebe Cursos Profissionalizantes com nova Instituição de ensino, que vem a contribuir com o setor de educação da cidade e com o mercado de trabalho. Boa leitura!

....................................................................................................................................................................................... Com o objetivo de mostrar o valor do Marketing para todos os setores, a revista traz nessa edição uma matéria especial de capa que destaca a importância de suas ferramentas. Diante de um mercado disputado, para que as empresas se atentam e não percam participação no meio, retratamos o quanto o Marketing pode ser abrangente e necessário para ganhar vantagem competitiva. Destacamos depoimentos de pessoas e empresas que utilizam dessa ferramenta de maneira inteligente e eficaz. Onde são citadas estratégias e ações planejadas que foram indispensáveis e que deram certo. Acerte o alvo. Criação: João Pacheco Foto: Peterson Santos

28 34 44 48 50 54 56 58 60/62 61

IN SOCIETY CLOSE SOCIAL COMPORTAMENTO REFLEXÃO MENSAGENS FRASES CORRESPONDÊNCIAS NOTAS PONTO DE VISTA

.......................................................................................................................................................................................

Odelmo Leão recebe a imprensa e apresenta resultados de sua gestão

06

Faculdade do Trabalho chega em Araguari

26

Cerimônia de outorga da Comenda Virgílio Galassi

30

Deputado Tenente Lúcio e seus trabalhos

36

....................................................................................................................................................................................... Anuncie na Dystak’s 2ª capa R$ 10.000,00 | 3ª capa R$ 10.000,00 | 4ª capa R$ 15.000,00 | Uma página determinada R$ 8.000,00 | Uma página indeterminada R$ 6.000,00 | Meia página R$ 5.000,00 Um terço de página R$ 4.000,00 | Selo por página R$ 2.000,00 Fale conosco: revistadystaks@revistadystaks.com.br

....................................................................................................................................................................................... DIRETOR - Gleiner Mendonça Machado | gleiner@revistadystaks.com.br | SUPERINTENDENTE E EDITOR - Mauro Mendonça dos Santos | mauromendonca@revistadystaks.com.br DESIGN GRÁFICO - João dos Santos Pacheco | joao@revistadystaks.com.br | DIVISÃO COMERCIAL - Peterson Santos | peterson@revistadystaks.com.br SECRETÁRIA - Vanessa Melazzo | vanessa@revistadystaks.com.br | COORDENADORA DE PRODUÇÃO - Lorraine Alves | lorraine@revistadystaks.com.br FOTOGRAFIA - Gleiner Mendonça | gleiner@revistadystaks.com.br | COLABORADORA - Menissa Nascimento - menissa@revistadystaks.com.br | IMAGENS - www.sxc.hu Av. Vasconcelos Costa, 2468 | PABX (34) 3238-4333 | FA X (34) 3238-4025| Bairro Daniel Fonseca | CEP 38400-452 | Uberlândia - MG | www.revistadystaks.com.br

4


5


Odelmo Leão com Felipe Attiê, Wilson Pinheiro e Vilmar Resende mostrando a publicação que registrou os oito anos de seu mandato

Partido Progressista lança Revista da gestão Odelmo Leão Aconteceu no dia 9 de maio coletiva de imprensa na sede do PP (Partido Progressista) no bairro Fundinho, em Uberlândia. Com o objetivo de lançar publicação sobre os oito anos do mandato de Odelmo Leão, com início em 2005 e término em 2012. Com iniciativa da Fundação Milton Campos a Revista foi lançada com a preocupação de mostrar aos brasileiros um modelo de gestão progressista. Além da presença de Odelmo Leão na mesa principal, também estavam reunidos os vereadores Vilmar Resende, Felipe Attiê e Wilson Pinheiro. O encontro também reuniu os ex-secretários da Prefeitura durante a liderança de Odelmo. Estavam presentes Aldorando Dias de Sousa, Marli da Silva Vieira Melazzo, Ana Paula Junqueira, Iracema Barbosa Marques, Walquíria Borges Naves Lorena, Mônica Debs, Gladstone Rodrigues da Cunha, Carlos Nazareno, o diretor do Procon, Franco Cristiano, o publicitário Orestes Gonçalves, Rosenvaldo Ramos, Rosalina Vilela e outros. Ao apresentar a Revista, o ex-prefeito disse que achou justo fazer o lançamento aqui na cidade primeiro em respeito à imprensa e as pessoas que o ajudaram durante a administração. “Faço questão de lançar em primeira mão aqui na cidade de Uberlândia, porque é um lugar que considero muito e que tive o apoio do povo que sempre me aplaudiu e me ajudou a conseguir os mais de 90% de popularidade, me elevando à categoria de administração modelo durante dois mandatos à frente do município ”. A Revista Com assinatura feita por Francisco Turra, presidente da Fundação Milton Campos, responsável por mostrar os grandes feitos dos administradores executivos do PP, a Revista traz fotos e textos explicativos das obras executadas nas duas administrações de Odelmo Leão. O ex-prefeito discursou sobre cada item e falou sobre os fatos que aconteceram após as eleições de 2012. Ele comentou

6

como surgiu a inicativa da Fundação em produzir a Revista. “Nós fomos procurados por mais de 70 prefeitos de quase todos os estados brasileiros que estavam interessados em saber como foi a administração que nos conduziu a conquistar tanta popularidade em Uberlândia. Ao tomar conhecimento do nosso trabalho, a Fundação mandou confeccionar uma Revista e um vídeo muito interessante. Esse material está sendo distribuído em todo o Brasil a todos os prefeitos, vereadores, deputados e diretórios do PP”. Odelmo explica como está sendo distribuído o conteúdo da Revista e mostra que na primeira página o presidente da Fundação faz algumas colocações apresentando esse trabalho. Já na segunda página ele relata que faz agradecimentos a Deus, ao povo de Uberlândia, aos servidores públicos municipais, aos agentes políticos e também um agradecimento especial ao ex-governador Aécio Neves e ao atual governador Antônio Anastasia, além de relatar o que foi feito para a saúde pública de Uberlândia. “Nesta Revista destacamos também toda a implantação da saúde pública que fizemos para melhoria dos atendimentos na cidade. Citamos os hospitais, primeiro o Municipal, que na minha avaliação é um hospital modelo no Brasil, como também o Madrecor que ajudei como deputado federal a liberar os recursos para que ele fosse reconstruído e inaugurado na minha gestão. Sempre disse que, a partir da inauguração, as pessoas necessitadas de atendimento hospitalar em Uberlândia passariam a ter uma instituição própria e as vagas do Hospital Escola de Medicina seriam abertas aos pacientes da região. Foram feitos mais de vinte e cinco mil atendimentos no Hospital Municipal, mais de seis mil cirurgias, mais de cinco mil partos, enfim, exames de tomografia, de ressonância, todos esses exames eram feitos na Medicina. A partir do momento em que o Hospital Municipal foi entregue, automaticamente foram abertas vagas para o atendimento regional. Esta foi a nossa colaboração para a saúde pública de


Odelmo Leão comentando sobre os benefícios alcançados na sua gestão

de dezoito mil casas à população Uberlandense. Fizemos mais de quatro mil regularizações, inclusive em bairros como Minas Gerais, Luizote de Freitas, Segismundo Pereira e outros”. No que se refere ao desenvolvimento econômico Leão diz que alcançou os maiores indicadores depois da capital, superiores aos indicadores nacionais. “Não deu para colocar na Revista todos os novos investimentos que fizemos em Uberlândia, mas existem alguns como a Zona Franca de Manaus, as ampliações inclusive de empresas que aqui estavam e outros investimentos que já foram iniciados. Um exemplo é a AMBEV, que não vinha para Uberlândia. Descobrimos que iria para Uberaba ou Itumbiara, então fomos atrás, trouxemos o pessoal aqui, eles vieram com um pouco de resistência no início, mas finalmente bateram o martelo e a empresa está sendo instalada. Então é isso que esta Revista do Partido Progressista e da Fundação Milton Campos vai levar a todas as instituições progressistas do país”. Desabafo

Leão desabafa após se ausentar da mídia por oito meses, em meio a boatos que foram espalhados a respeito dessa ausência. “Por respeito, desde que passaram as eleições em 7 de outubro de 2012, procurei não mais dar entrevistas. Isto foi algo que pratiquei para que as coisas pudessem caminhar em nossa cidade com muita tranquilidade. Este foi meu desejo e sempre vou agir assim quando achar necessário. Ouvi comentários de que gastei antecipadamente o dinheiro destinado ao hospital, que teria dinheiro disponível até o mês de maio. Isto não é verdade, o convênio assinado no mês de maio de 2012 Imprensa e ex-secretários da prefeitura presentes na sede do PP em Uberlândia era para fazer parte das despesas do ano em vigência. Mas houve atraso Uberlândia, o modelo que nós tivemos que implantar nos oito na assinatura do contrato, que ocorreu tardiamente e como anos. Inclusive o município chegou a gastar de 26 a 30% do consequência, todo o recurso deste convênio devia ser aplicado orçamento próprio enquanto a constituição diz que o município no ano de 2012, que foi o ocorrido. Nós temos instituições zelosas e sérias em nossa cidade, e caso não tivesse acontecido teria que aplicar apenas 15%”. O ex-Prefeito também comenta sobre outros benefícios que como estou falando, o Ministério Público já teria imputado uma trouxe para a cidade no período em que administrou. Foram ação contra minha pessoa por improbidade administrativa”. Outro comentário também relacionado à saúde que o excitados por ele os programas sociais dos idosos, das crianças, os cursos profissionalizantes, a área de infraestrutura com -prefeito ouviu e se defendeu, diz respeito aos medicamentos. benefícios que foram feitos nas principais avenidas, travessas, “Disseram que não deixamos remédios, isso também não é viadutos, enfim, todos estes registrados no memorial. Leão verdade. Nós deixamos estoques de remédios para os dois também destaca os trabalhos feitos no trânsito e na habita- primeiros meses e só não deixamos mais porque durante a ção: “lutamos por dois anos solicitando um novo sistema de transição, quem comandava nos entregou o ofício dizendo que transporte. Novos carros foram colocados na frota que hoje é não era para prorrogar nenhum contrato de remédio que tivesse modelo para o país. Na categoria acessibilidade, recebemos majoração de preços. Não posso fazer de livre e espontânea vários reconhecimentos inclusive da ONU, temos uma frota vontade o aditamento de um contrato, sendo que a adminis100% acessível. Quanto à área da habitação, entregamos mais tração que assumiria não me autorizaria a fazer”.

7


Marketing

Por: Luzia Castelo Branco

Quando se fala em marketing logo se imagina vendas, mas o marketing está além, porque tem a ver com diagnóstico, informação, estratégia e também está relacionado às ferramentas de comunicação que podem ser utilizadas de forma integrada com todos os departamentos de uma empresa.

8


Para retratar a importância do marketing para as organizações falamos com empresários de sucesso em Uberlândia, educadores, consultores, pessoas de destaque e com experiência no que diz respeito ao assunto e a comunicação, pessoas que usam estratégias, ferramentas eficazes, que planejam ações diárias para entender e encantar seus clientes. Tatiana Parreira, publicitária e especialista em marketing, professora nos cursos de graduação e de MBA em Gestão de Marketing e Comunicação Integrada na ESAMC, também trabalha como gestora da Maestro Gestão de Ideias, possui experiência com projetos focados no lançamento de novos produtos, gestão mercadológica, comunicação e construção de marca. Ela conta como aplicar o marketing de maneira bem sucedida. “O processo de trabalho com gestão de marketing apresenta muitas possibilidades de implantação. O correto é fazer antes um bom diagnóstico, seguido de uma avaliação da empresa A professora e empresária Tatiana Parreira e do setor para verificar se esta empresa já está madura o sufi-

Marketing proporciona sucesso às empresas que o utilizam de maneira eficaz ciente para entender as ferramentas de marketing e para observar se a organização está preparada para o desenvolvimento desse trabalho”. Segundo Tatiana é comum as pessoas confundirem comunicação com gestão de marketing, sendo que a gestão é um processo bem mais amplo do que comunicação. Por isso é importante verificar qual a real necessidade da empresa através do diagnóstico. “Se a empresa decidir trabalhar com marketing ela terá uma série de ferramentas para colocar em prática e contribuir para que esteja adequada com a realidade, com os desafios e oportunidades de mercado. Outra situação será ter um departamento de comunicação que também vai trabalhar dentro da esfera de marketing com um nível mais específico e com ações mais pontuais, não necessariamente envolvendo o negócio como um todo. Por isso depende da maturidade e do momento de cada empresa para aplicar essas ferramentas e colher um resultado mais aprimorado”. Outro aspecto relevante para a professora é a informação, também considerado essencial para a eficácia do marketing e da comunicação, que precisa ser visto de uma maneira estratégica, porque podem ser usados a favor dos negócios durante a tomada de decisão. “Nesta fase de excesso de informações e da rapidez com que elas chegam, há uma maneira de acompanhar e filtrar informações internas e externas através de uma ferramenta de marketing chamada SIM (Sistema de Informação de Marketing), possibilitando que essas empresas tenham níveis melhores de informações estruturadas com respaldo para suas decisões. É preciso transformar essas informações em conhecimento para os tomadores de decisões, porque uma diferenciação com uma

9


posição sólida ocorre através de decisões que são tomadas ao longo do tempo”, afirma Tatiana Parreira. Diante de um cenário de constantes mudanças por causa do avanço tecnológico, vieram as novas mídias e o acesso ao consumo de novos segmentos com diversificação de públicos, gerando novos desafios principalmente para os profissionais de marketing. No que diz respeito às novas mídias, Tatiana Parreira afirma que as empresas estão se preparando para isso e se adaptando, porque há várias possibilidades no mercado. Ela explica que há interações do consumidor com vários tipos de mídias, como as digitais que estão crescendo, incluindo o mobile que é a comunicação através de aparelhos móveis, mas também há interações com as mídias tradicionais como impresso, TV e outras. “Ainda ocorre muito investimento nas mídias tradicionais, porque elas têm funções e aplicabilidades diferentes das digitais. Sempre terão fases de mudanças e as empresas vão se adaptar. Existem tecnologias que vieram pra ficar, mas também outras que foram com a rapidez que vieram”. Quanto à diversificação de públicos, a professora afirma que ocorre devido às mudanças culturais e sociais. Ela cita como exemplo o público da terceira idade que tem crescido bastante, mas que tem dificuldades em encontrar produtos especializados. Outro exemplo é o público infantil com uma demanda crescente pelo poder de influência na decisão de compra, inclusive pelo próprio consumo. Segundo Tatiana, houve uma mudança cultural que fez com que esse público mais jovem fosse valorizado. “Em relação às classes sociais, houve uma ascensão ao consumo, mas que ainda está havendo um ajuste no sentido de como consumir. Apesar de questões econômicas, o consumo está acontecendo. O ideal é conhecer como atender esses públicos porque são necessidades diferentes”, ressalta Tatiana Parreira. Entender as gerações favorece relacionamento e convivência

da população de mais de 65 anos (de 9% em 2010 para cerca de 20% em 2050), cabe às organizações e seus líderes saber Alzira Almeida é psicóloga de formação com mestrado em aproveitar o interesse desse grupo de profissionais em buscar Política, Planejamento e Gestão da Educação pela UNB (Univer- uma segunda carreira e exercitar novas funções, como também sidade de Brasília). Professora universitária, com experiência em cabe aos profissionais do marketing ficar atentos a esse público gestão acadêmica, foi reitora da Unitri, atuou como consultora do promissor”, afirma Alzira Almeida. MEC/INEP para fins de avaliação instituEm relação ao comportamento vale cional, foi diretora da ACIUB (Associação lembrar que há uma necessidade de se Comercial e Industrial de Uberlândia) nas entender e se adaptar com as diferenças gestões de 2000/2002 e 2006/2008. alheias, principalmente quando se trata Desde 2009 atua como sócia-diretora de questões como relacionamento, neda Rhaizes Espaço de Formação Aberta. gócios e de trabalho em grupo. Alzira A psicóloga fala sobre o aumento conta que as diferenças das caracteda expectativa de vida, onde comenta rísticas entre as gerações podem gerar sobre um público que está em evidência, conflitos. “Trata-se de uma equação o da terceira idade, e também destaca desafiadora, tanto para as empresas um fator que precisa ser observado com como para as lideranças na gestão de atenção por se tratar de relacionamento, seus talentos”. Como forma de lidar fator esse que tem a ver com comporcom essas diferenças, ela ressalta que tamento por estar ligado às gerações. a melhor maneira será conhecer e enQuando se trata da terceira idade tender cada uma das gerações, para nota-se o aumento da expectativa de que haja adaptação no relacionamento, vida, onde os idosos mostram o desejo favorecendo nos âmbitos profissionais de permanecer saudáveis e expressam e pessoais. “Quando se entende as A psicóloga e empresária Alzira Almeida a vontade de trabalhar o maior tempo diferenças entre as gerações, fica mais possível. Como também demonstram a fácil essa adaptação, podendo conciliar vontade de consumir produtos que os atendam bem, gerando o entusiasmo do jovem empreendedor e o conhecimento de uma oportunidade de mercado para quem quiser investir nesse quem tem décadas de experiência, especialmente para lidar público. Atualmente ocorre que a insuficiência de trabalhadores com conflitos, fazer reestruturações e garantir as condições de preparados para cuidar dos idosos gera uma grande oportuni- sustentabilidade para as organizações”. dade de desenvolvimento de serviços especializados. “A par da Alzira explica que essas diferenças que ocorrem nas famílias, inquietante mudança demográfica, com o expressivo crescimento nas instituições educacionais e organizações das mais diversas

10


naturezas, exigem um movimento de olhar o outro com os olhos do tempo para saber como agir nas relações. “Cada geração é produto da época em que vive, é formada em contextos absolutamente diferentes em sua forma de pensar, agir e trabalhar. Isso quer dizer que as características do contexto em que cada geração foi formada influenciam suas atitudes e comportamentos”. Alzira destaca as gerações e suas características, fazendo a análise de cada uma delas:

O ânimo combativo dos Boomers São denominados Boomers as pessoas nascidas entre os anos de 1946 a 1964. Definidos como uma das gerações mais ativas e menos egoístas de todos os tempos, os Boomers estiveram na “vanguarda da expansão da liberdade individual”. A postura de desconfiança diante da autoridade, aliada a um acentuado senso de justiça, impulsionou-os a lutar pelas mudanças sociais e transformou-os na força dominante no cenário político. Do ponto de vista cultural, a identidade dos Boomers foi marcada pela televisão e pelo rock’n roll. Como a primeira geração a crescer em frente à TV, eles compartilharam eventos e fatos marcantes com as pessoas do seu grupo etário, estabelecendo um vínculo até então nunca visto em gerações anteriores. Unidos pelo consumismo, influenciaram a economia com seu enorme poder de gasto e continuarão a influenciar, especialmente por seu estilo de vida saudável e paixão por tecnologia. Sua disposição para atualizar-se e rever crenças reflete a importância que atribuem à oportunidade de fazer algo significativo e de ocupar suas vidas. Ao participarem de grupos de trabalho com os mais novos, sentem-se estimulados a trocar experiência e a tirar o máximo de proveito do que eles têm a oferecer. Dessa forma, sentem que estão retribuindo à sociedade o que lhes foram proporcionados ou realizando sonhos deixados para trás. Na verdade, o motivo maior, agora, é a satisfação pessoal.

11


O pragmatismo da geração X São denominadas geração X as pessoas nascidas entre os anos de 1965 a 1980. Coincidindo com o período em que as mulheres estavam dedicadas às suas carreiras, abrindo espaço no mercado de trabalho, seus filhos tiveram que aprender precocemente a serem independentes e autossuficientes; conviver com o stress dos pais excessivamente dedicados ao trabalho e a conquistar uma estabilidade financeira, mesmo que para isso fosse necessário sacrificar o tempo dedicado à família e ao lazer. Influenciados por esse contexto, os profissionais X possuem um estilo bastante peculiar por serem criteriosos na avaliação de projetos, precisam saber como e por que trabalhar neles; seu perfil é resultante da combinação das seguintes características: paradoxais porque precisam de certa dose de apoio e referência, ao mesmo tempo em que têm total aversão a um estilo de supervisão que afete sua liberdade de movimento; individualistas, oscilam entre a necessidade de ficar sozinhos e de comunicar suas ideias e sentimentos e são inclinados a inovar, têm forte necessidade de encontrar sentido nas pequenas coisas do cotidiano, de ter clareza das etapas do que fazem, de ter feedback constante do que produzem e criam. Em razão dessas características, devem ser desafiados a cumprir objetivos e não prazos, relacionar-se com as atividades, tendo no líder um aliado importante para o seu desenvolvimento pessoal e profissional e realizá-las num ambiente de liberdade para pensar e agir por conta própria. Essa forma de gestão valoriza sua capacidade de ser flexível, de adaptar-se a mudanças e de consolidar um jeito colaborativo de trabalhar. A interatividade da geração Y São denominados geração Y as pessoas nascidas entre os anos de 1981 a 2000. Para os integrantes dessa geração,

12

viver em um mundo eminentemente virtual e global significa ser capaz de acompanhar o dinamismo e a velocidade com que a informação é transmitida. Cresceram desenvolvendo tarefas múltiplas e, por isso, são rápidos, inteligentes e contra as categorizações tradicionais de raça, sexo, religião e posição social. Utilizam diferentes canais de comunicação para fortalecer seus relacionamentos e por em prática ações de transformação do mundo em um lugar melhor para se viver. Seu perfil é resultante da combinação das seguintes características: Inquietos, ansiosos, impacientes com o excesso de direção e com as etapas próprias de um processo; são paradoxais, precisam estar seguros das etapas que enfrentarão em uma tarefa antes de executá-la; são capazes de reter a ideia básica central e não o todo, em função da dificuldade de selecionar e correlacionar as informações; têm afinidade com pessoas idosas, trabalham bem com as idealistas e valorizam as empresas que se preocupam com as questões sociais e a preservação do planeta. Para assegurar bons resultados no desempenho dos profissionais da geração Y é indispensável manter o equilíbrio entre supervisão, orientação e liberdade. Relacionamento abre portas para o sucesso

Celso Machado é um profissional bem sucedido principalmente na área da comunicação. Ele se destaca através da facilidade com a qual tem em se comunicar com o público. É autor de mais de quinhentos e setenta textos, como cronista, onde expõe sua criatividade semanalmente no Jornal Correio há dez anos e já publicou dois livros. Atualmente tem uma empresa que se dedica a projetos culturais e memória empresarial, onde em um dos projetos ele é apresentador do programa de TV “Uberlândia de Ontem e Sempre”, que completou quatrocentas edições e também lançou a quarta edição do Almanaque Uberlândia de Ontem e Sempre, onde retrata a valorização e resgate da história da cidade. Com seu olhar criativo, Celso Machado explica como consegue ser bem sucedido em todos os veículos de comunicação que atua e como faz para encantar seu público. “Costumo mostrar um lado diferente daquilo que as pessoas não prestam atenção, sob o olhar de buscar, aprender e escutar em diferentes ambientes sempre observando. Imagino O escritor e empresário Celso Machado de outra forma, aquilo que é aparente, mas que as pessoas não percebem. Essa


é uma das características que gosto de passar, gosto muito da gosta de ouvi-las. Ele também destaca a importância do públicuriosidade. Mostrar o outro lado do cotidiano sobre o que é co. “Trabalho com uma equipe maravilhosa que me atende em comum”. tudo que preciso. Também valorizo muito o público, porque os O comunicador comenta que o relacionamento é algo muito leitores e os telespectadores são coautores de tudo que faço. valioso em que as pessoas precisam estabelecer uma relação de Tento contribuir, estar disponível, gosto verdadeiramente de confiança com informações verdadeiras, com costume de serem estar com pessoas e de escrever com o coração até mais do que bem tratadas e de serem ouvidas. “A atenção é um produto escas- com palavras”, ressalta. so hoje, as pessoas gostam de ser chamadas pelo nome, querem ser compreendidas ou no mínimo serem aceitas. Considero-me Empresa visualiza necessidade de mercado bem sucedido, mas porque sempre procurei ter excelentes relae amplia carteira de clientes cionamentos. Não tenho vergonha de me aproximar de alguém, de expor minhas ideias, de externar meus sentimentos e de ser O empresário e artista plástico Eriberto Angeli Gussoni (Beto) como sou”, ressalta Celso Machado. atua no mercado publicitário desde a Em meio a seus projetos culturais ele retradécada de 70. É sócio-proprietário da RB ta a história da vida das pessoas, traz à tona Propaganda, onde administra junto com o sentimento de vivência e ativa a lembrança seu filho Marcel Gussoni. A empresa está delas, explica Celso Machado. “Toda pessoa no mercado há 22 anos, onde apresenta tem uma história bonita, o que falta é ouvir e um crescimento médio de 7% ao ano. repercutir. As pessoas são muito consumistas A agência atende clientes de pequeno, e imediatistas, o que tento fazer em nossos médio e grande porte, como Center projetos é valorizar aquilo que merece ser vaShopping, Barolo, Nidera Sementes, lorizado. Meus novos amigos não são novos, Jiva Tecnologia e empresas do grupo mas quando busco a história de vida deles, Algar. “Atendemos clientes de outros percebo que tem conhecimento, lição e muita estados, incluindo São Paulo, Goiás e sabedoria. É uma fonte maravilhosa para ser Mato Grosso”. O empresário Eriberto Angeli Gussoni (Beto) absorvida. Tenho a curiosidade de conhecer, Beto destaca a necessidade das orgasaber como as pessoas fizeram as coisas e o nizações de se adaptarem ao crescimenque é importante para elas, aprendo demais com isso”. to do mercado e comenta sobre a importância de se atentar às Celso Machado reconhece a importância de sua equipe e oportunidades de demandas que cada setor oferece. afirma trabalhar com pessoas mais qualificadas do que ele, diz Gussoni conta que para satisfazer o cliente ele faz algo a que abre espaço para que elas mostrem seus talentos e que mais, ele visualiza a necessidade de mercado e tenta ser o mais

13


completo possível. “Atendemos um público variado e além de fazermos campanhas publicitárias, oferecemos serviços voltados para a comunicação empresarial e também organizamos eventos promocionais e institucionais junto com os clientes. A empresa se formata conforme a necessidade do público. Quando os clientes procuram a agência, eles buscam aumentar participação de mercado, conquistar novos clientes, mas também buscam estreitar o relacionamento”, afirma. O empresário explica que com o crescimento da cidade o mercado aumentou e está mais competitivo, bem como as necessidades dos clientes também aumentaram. Em busca de atender essa demanda, a empresa acompanha as tendências e trabalha de maneira inovadora. “O marketing está relacionado a todo o trabalho que é feito na agência. Valorizamos o dom, mas unimos criatividade com informações estratégicas para obter resultados positivos”. No que diz respeito ao investimento em marketing, normalmente os resultados aparecem em médio e longo prazo. Gussoni diz que às vezes é comum acontecer de alguns clientes serem resistentes, pelo fato de não terem meios eficazes de medirem os resultados ou até mesmo porque dependem dos tipos de negócios que atuam. Como consequência, esse cliente começa a perder participação de mercado, porque no mesmo segmento várias empresas investem. Já o cliente que faz esse tipo de investimento e utiliza de ferramentas certas para mensurar o retorno, ele alcança crescimento. “Marketing não é apenas venda, tem todo um planejamento de conceito e reforço de marca, também está relacionado com a construção do nome no mercado, porque o público está mais atento e as empresas são observadas. O consumidor busca e acompanha informações”, ressalta Gussoni.

da empresa é a marca e que através dela conquistamos credibilidade. Atualmente utilizamos mídias televisivas e mídias impressas do segmento, principalmente as de maior relevância no Brasil. O retorno tem sido positivo, através de alguns produtos estamos entre as marcas que são lembradas nacionalmente”, afirma. Além do reforço da marca a empresa se preocupa também com a qualidade do produto e com os clientes. Pergher explica que para atender bem o cliente é preciso que seja feito um trabalho forte nos pontos de vendas, mostrando o diferencial do produto. “Oferecemos variedade e qualidade, somos uma empresa inovadora, com o maior mix de produtos de limpeza do Brasil, são mais de mil e quinhentos itens. Mostramos o quanto nosso produto é bom porque não abrimos mão de manter a qualidade. O consumidor quer algo que seja bom e conhecido, um produto que tenha credibilidade”. O empresário afirma que para ter sucesso, é necessário ter uma boa equipe de marketing, finanças, comercial, recursos humanos, logística, onde todos os departamentos trabalhem de maneira integrada. “Não existe fórmula para o sucesso, mas acredito em princípio empresarial, no constante investimento no próprio negócio. Nossas empresas trabalham em sinergia, também incluímos dedicação, persistência, acompanhamento e não perdemos o foco, para não tirar a energia vital da empresa. Mesmo quando a empresa estiver consolidada, não se pode parar de investir nela”, ressalta. Sustentabilidade gera vantagem competitiva

Quem trabalha com marketing normalmente monitora o mercado com frequência e acompanha as mudanças que podem influenciar seus negócios e também as novidades. Uma das tendências do marketing para 2013 que está em evidência é a Empresa é reconhecida nacionalmente questão da sustentabilidade. no setor em que atua Com experiência de mais de sete anos de atuação em Marketing e Comunicação Empresarial, especialista em Gestão Avançada de Empresário há 25 anos, Marcos Pergher administra junto com Negócios, Marcos Antônio Fernandes Teixeira, que trabalha como seu irmão Fábio Pergher o grupo Start Química, que é composto consultor de negócios na Susthenta Inovação em Comunicação, por 12 empresas que atuam no setor de limpeza com mais de mil fala sobre sustentabilidade. e quinhentos itens. Atende vários estados do Brasil gerando em “A tendência das empresas é a de se preocupar com quesmédia mil e setecentos emtões sustentáveis e o conceito pregos diretos e indiretos. Já de sustentabilidade é baseado está com projeto de expansão no tripple bottom line, ou tripé onde planeja atender o setor da sustentabilidade, que visa de cosméticos e nos próximos atingir efetivos resultados em três anos se instalar em uma três dimensões: viabilidade ecoárea nova adquirida no final nômica, justiça social e equilíbrio de 2012. ambiental. Este posicionamento Pergher fala da importânempresarial é cada vez mais vacia de uma marca para a imalorizado por seus acionistas, cogem das empresas e comenta laboradores, clientes e a própria sobre a relevância da mídia. comunidade”, explica Marcos Ele conta que investe com Teixeira. frequência em vários tipos de O consultor afirma que para mídia, tanto para divulgar a a empresa ser considerada ecomarca Start em campanhas nomicamente viável precisa ter nacionais, como para reforçáprodutos de boa qualidade, -la. Inclusive ele lembra que preços acessíveis, melhores lua empresa costuma estar em cros, trazendo automaticamente evidência, presente em evena perenidade. “Empresários tos sociais e diversos tipos focados em acabar com a conde veículos de comunicação, corrência ou em colocar preços como em mídias esportivas exorbitantes para capitalizar, através de patrocínios. “Invesestão fadados a interromper O empresário Marcos Pergher timos muito em mídia porque suas atividades, mas aqueles sabemos que a grande força que conseguem administrar

14


os custos de produção, custos do relacionamento com o cliente e ainda conseguem obter melhores lucros, vão se destacar”. Em relação à justiça social, Teixeira diz que atualmente não basta se preocupar com a responsabilidade social, a empresa tem que buscar soluções que possam contribuir para o desenvolvimento da sociedade. É preciso inserir ações que reflitam na comunidade. “Fazer justiça social não é mais a relação da empresa com a sociedade, O consultor Marcos Antônio Fernandes Teixeira mas a sociedade com profundidade. Assim essa sociedade passa a advogar a favor da empresa nos momentos de crise. Essa comunidade que teve a justiça social promovida faz com que a empresa tenha o diferencial competitivo”, ressalta. Quanto ao equilíbrio ambiental, ele explica que também é necessário avaliar o lado comportamental, que seria a parte interna da empresa. “É necessário ter dentro das organizações uma educação ambiental que as pessoas repliquem nas suas casas, para que elas vejam a empresa como uma referência. É importante traduzir de maneira simples essa atuação socialmente correta para que a comunidade tenha melhor prática”.

No âmbito externo, essa tendência à sustentabilidade já reflete nos negócios, no mercado financeiro, os bancos oferecem taxas mais atrativas para empresas que trabalham com processos produtivos sustentáveis. “Ao fechar negócios ou firmar parcerias, quem segue esse padrão de sustentabilidade opta por empresas que tenham o mesmo perfil, que estejam atuando de maneira sustentável, possibilitando vantagem competitiva”, conclui Teixeira. Instituição financeira se destaca em meio ao mercado desafiador Apesar de atuar em um setor de constante mudança e muito competitivo, Augusta Maria Mendes Mota, diretora da Mota Serviços, empresa que está no mercado financeiro há 13 anos, dribla os desafios e atende todo o estado de Minas Gerais com cento e vinte lojas. A empresária conta que no mercado financeiro o que ela mais encontra é desafio, porque é um setor

A professora e empresária Augusta Maria Mendes Mota

15


que oscila muito, mas diz estar preparada para as mudanças. Ela diz que para ter bons resultados envolvem fatores importantes como ter controle de investimento, acompanhar receitas e despesas, se preparar com recursos, ter estrutura para superar fases difíceis. “A empresa tem que ter o olho do dono junto. Nesse setor tem muitas empresas que abrem e fecham as portas rapidamente, que fazem promessas e não cumprem, então elas precisam saber com quem estão trabalhando. Nossa empresa auxilia os clientes da concorrência que fecharam as portas. Temos um nome que é referência e foi conquistado com muito trabalho. Se sairmos do padrão nós perdemos, é uma conquista diária”. Para auxiliar na divulgação do nome da empresa e para monitorar o mercado, Augusta investe em uma equipe de marketing. “Acreditamos que o marketing é a alma da empresa, temos um departamento especialmente para isso, porque é muito importante que o cliente tenha confiança na organização, para que desperte nele a certeza de que está lidando com uma instituição séria. A função do marketing na nossa empresa é a de mostrar o que somos”, afirma Augusta. Investidora nos projetos esportivos do Uberlândia Esporte, Uberaba Sport e Clube Atlético Patrocinense pela Mota Serviços - Banco BMG, Augusta destaca a importância da responsabilidade social: “fazemos patrocínios para o esporte porque é uma forma de tirar as pessoas da rua e diminuir a violência, assumir o nosso papel social. Outro investimento de real importância é na educação, onde anualmente fazemos premiações às crianças do primeiro e segundo grau que participam dos concursos promovidos e sempre patrocinados pela Mota Serviços”. Outro fator relevante para a empresária são os colaboradores. Ela conta que investe nos funcionários e agentes, trabalhando a motivação, além de oferecer premiações significativas. “A motivação é muito importante, fazemos campanhas para os

16

funcionários porque eles merecem o reconhecimento. No último ano distribuímos mais de cem mil reais em prêmios, que foram entregues em uma festa fantástica no mês de dezembro”, afirma Augusta. Empresário fideliza clientes com prestação de serviço Com seu banco de ideias criativas e bem sucedidas, Odomires Mendes de Paula já idealizou e participou da O empresário Odomires Mendes de Paula criação de projetos que contribuíram para a benfeitoria da cidade de Uberlândia. Ele fundou o Vila Olímpica, foi responsável pela criação do Bairro São Jorge, sócio fundador do Hospital do Triângulo e do PLAM (Plano de Assistência Médica). Atualmente é sócio-majoritário do Liverpool e do Tangará Country Clube, que se destacam no mercado. Odomires fala sobre a importância de identificar a necessidade do cliente e explica como o Tangará Country Clube se destacou em relação aos demais clubes que foram lançados na mesma época e permanece há 33 anos. “Na inauguração do Clube o grande atrativo foi o bosque, composto por uma reserva da mata atlântica com a extensão de sessenta mil metros quadrados e nascentes centenárias de águas. Hoje nos preocupamos em atender as necessidades dos associados e fazermos ações diferentes. Dentre os diferenciais


temos o estacionamento de onze mil metros quadrados, que inclusive acaba de receber recapeamento asfáltico, farmácia que vende medicamentos a preço de custo para os associados. Disponibilizamos de convênio médico com consulta a preço baixo com mais de 50 médicos conveniados. Temos convênios

com clubes fora de Uberlândia com descontos de até 50%”. Odomires conta que é essencial ter um olhar voltado para os clientes com a iniciativa de identificar o que eles querem além de oferecer serviços e comodidades a todos. “Oferecemos uma gama de prestações de serviços e fazemos promoções, recreações

17


e eventos. Nos preocupamos com a satisfação dos associados que são os clientes do Tangará”, afirma. O empresário explica que o marketing é necessário para todo tipo de negócio, que é uma maneira das empresas divulgarem seus produtos, serviços e marcas, mas, lembra que é um conjunto de ações, como pesquisar mercado, identificar o concorrente, se preocupar com a qualidade do produto, do ponto de venda, com a entrega da mercadoria e principalmente do atendimento. Odomires ressalta a importância do investimento em motivação e treinamento dos colaboradores. “Para melhorar o nível da qualidade do atendimento, as empresas precisam treinar e motivar seus funcionários constantemente porque o mercado está carente nesse aspecto. Para que essas ações sejam colocadas em prática de maneira eficaz, é necessário investimento em marketing, e quem não se atentar a isso dificilmente terá sucesso”. Nota-se a amplitude do marketing e o quanto suas ferramentas podem ser usadas a favor das pessoas e das organizações. Cada um a sua maneira, mas que as utilizam estrategicamente, seja para entender o setor em que atua, para identificar o público, promover seus produtos e posicionar suas marcas. APP atua com responsabilidade social A propaganda é umas dessas ferramentas de comunicação utilizadas pelo marketing. Para falar sobre esse assunto, o vice-presidente da APP (Associação dos Profissionais de Propaganda), Carlos Magno Ribeiro D’armada, conta o que a Associação proporciona para esse setor e como está a estimativa de investimento em propaganda, na cidade de Uberlândia. A APP foi fundada no Brasil em 1937 e há 12 anos instalou sua sede em Uberlândia, hoje consolidada como uma das mais importantes entidades de classe da região atendendo mais de 100 associados de todo o setor da propaganda. “Atualmente representamos associados em todos os veículos de comunicação da cidade. Atendemos em média 80% das produtoras de áudio e vídeo, 70% dos veículos de comunicação e 65% das agências de publicidade, além de um número expressivo de fornecedores que estão na APP. Temos ainda os sócios efetivos (profissionais autônomos) e estudantes, mas o número que prefiro destacar é a participação ativa de 20 a 30% dos associados em nossas reuniões quinzenais e em todos os projetos”. Além de atender e representar os associados, a APP desenvolve projetos diferenciados para a interação dos profissionais de propaganda. Segundo D’armada, a Instituição traz benefícios para os que atuam nesse meio, os quais são bem planejados visando o relacionamento e a interação através de campanhas institucionais e sociais, como também eventos inovadores que favorecem a troca de experiências, a profissionalização e o crescimento desse setor. A APP oferece ciclos de palestras e treinamentos, núcleos de agências, informações sobre o segmento, explicativos de como contratar uma agência e como pesquisar dados salariais, promove encontros como Café com Negócios, feijoadas, churrascos, happy nights, almoços executivos, entre outros, além de disponibilizar conteúdos informativos através dos veículos de comunicação como TV APP, portal e blog, redes sociais, revista e coluna Canto do Galo. A entidade também se preocupa em firmar parcerias e relacionamentos com outras instituições como FIEMG, ACIUB, CDL, ANCHAM, SEBRAE, Sindicato Rural, UCVB, além da presença em ações junto com os poderes públicos municipais e estaduais. Inclusive a APP está trabalhando junto com o SEBRAE/MG na realização do projeto EMCOM (Empreendedorismo na Comunicação), que foi implantado em 2013 com duração de três anos. O objetivo desse projeto é focar no desenvolvimento do negócio da indústria de comunicação em Uberlândia. Essa parceria foi apresentada aos associados em Novembro de 2012, onde o SEBRAE diagnosticou como deve ser feito todo o processo de ações que visa melhorar o relacionamento operacional entre agências, veículos, fornecedores e anunciantes. Além de orientar através de palestras, debates e encontros de negócios. “Essa parceria contribui muito para a APP e para o setor de comunicação, porque nos possibilita uma visão diferenciada da gestão interna desse relacionamento entre agências e a parte operacional. Além de orientar, o SEBRAE também disponibilizará recursos financeiros durante esses três anos para que esse projeto seja desenvolvido”, afirma D’armada. A APP também se preocupa com os consumidores, a exemplo disso, D’armada conta sobre o projeto social que possibilitou prêmios para a associação. “Nosso grande ‘case’ de sucesso é a campanha de responsabilidade social Compra Consciente, que além de levar informação e orientar o consumidor, foi adotada por outras APP’s no Brasil e já ganhou dois prêmios de grande destaque”.

18


O projeto Compra Consciente visa significa menos da metade da média orientar as pessoas para que elas não nacional. caiam no consumo exagerado. Ele foi “Temos grandes empresas em nosidealizado pela diretora de Responsaso mercado que não investem nada em bilidade Social da APP, Helen Novaes ações de marketing. Apenas no distrito junto com Rosane Lucho, que compõe industrial são inúmeras multinacioo núcleo diretor. nais que não fazem nem um anúncio Dentre os temas que foram abordapara o aniversário da cidade. Temos dos, os que foram destaque e contributambém o que chamo de “gigantes íram para a premiação da APP foram: adormecidos”, empresas estagnadas Desperdício de Alimentos, campanha que estão sendo engolidas pelo merveiculada em 2012, mas que foi recocado e não fazem nada, não tomam nhecida através de premiação no início atitude e parece que estão em estado de 2013 pelo programa Fast Vídeo em terminal em seu ciclo de vida. Mas o Ribeirão Preto; e o tema Controle Finanmelhor é ver marcas locais que são desceiro Familiar que foi responsável pelo taques em pesquisas, que enfrentam reconhecimento de uma campanha veiconcorrentes nacionais sem medo, que culada em 2012. Esse tema proporcionou crescem em participação de mercado e à APP, na categoria Responsabilidade Sodão uma verdadeira lição que investir O vice-presidente da APP Carlos Magno Ribeiro D’armada cial, o prêmio Tubal Siqueira, que é uma em marketing dá resultado”, conclui iniciativa da TV Integração. A cerimônia D’armada. ocorreu no dia 22 de maio desse ano, em sua oitava edição no De acordo com os depoimentos, conclui-se que os empresários Center Convention. e as pessoas bem sucedidas estão à frente porque investem em Quanto à estimativa de investimento em marketing e propa- marketing e comunicação, algo considerado relevante atualmente, ganda na cidade, D’armada diz que periodicamente e criterio- pois além da concorrência, as organizações precisam se preocusamente, de 20 a 25% das empresas de médio e grande porte par com a satisfação e retenção dos clientes, porque o público de Uberlândia investem em ações de marketing. O negócio da consumidor está cada dia mais criterioso e bem informado. Há a propaganda movimenta na cidade sete milhões e vinte mil reais necessidade também de se preparar para atender esse público, por mês, distribuídos em veículos de comunicação como TV, de maneira a pensar nos colaboradores, porque ao trabalhar com rádio, outdoor, jornais, revistas, produção (áudio, vídeo, fotos pessoas motivadas e com equipes preparadas, acontece algo e impressos) e agências (criação, produção e honorários), que inimitável: a vantagem competitiva sustentável.

19


Entrevista

Por Luzia Castelo Branco

20


Gleiner Mendonça nos bastidores do programa Dystak’s na TV

Dystak’s na TV comemora 200 edições O programa Dystak’s na TV completou duzentas edições, com a cobertura de mais de quinhentos eventos sociais em quatro anos de atuações bem sucedidas. Há quatro anos cobrindo eventos sociais em Uberlândia e região, o publicitário, apresentador e presidente da Rede Dystak’s de Comunicação, Gleiner Mendonça Machado, nos fala sobre sua experiência a frente do programa Dystak’s na TV, com mais de duzentas edições veiculadas. Ele conta o segredo de seu reconhecimento perante o público e dá dicas sobre como obter sucesso no setor da comunicação. Como surgiu a ideia de fazer um programa de TV voltado para a sociedade? Gleiner: Na verdade o programa já tinha sido criado nos anos 90 quando meu pai fazia a apresentação em canal aberto, no entanto, com tantas tarefas a serem desenvolvidas na Revista Dystak’s ele preferiu dar prioridade ao impresso, optando por não continuar com o programa. Anos depois eu recebi a missão de apresentá-lo em uma de nossas festas para alavancar ainda mais aquele momento e mostrar através da TV a força de nossa marca. Daí eu me encantei pelas câmeras e tento passar ao público toda a energia que realmente existe nos eventos sócios

21


empresariais e com isso acho que foi um casamento que deu certo. Com relação ao conteúdo do programa tenho a dizer que nós damos sequência na TV ao trabalho que é realizado na Revista junto à sociedade, e com certeza tem dado resultado positivo. Como foi o começo destes quatro anos do Dystak’s na TV? Como todo começo, um iniciante na televisão com críticas positivas ou negativas, mas em todo momento acreditando no meu potencial e colocando a cara para bater. Pelo fato de ter um pai que é referência na comunicação da cidade acabo escutando muitas coisas, muitas comparações. Mas estou acreditando que de certa forma meu pai, Mauro Mendonça, fundador da Dystak’s, está orgulhoso de mim, bem como o restante da família e aqueles que apostaram. Assim fico feliz, tento manter e procuro não decepcionar. Como você caracteriza o Dystak’s na TV? Como um bebê por sua pouca idade, porém um bebê maduro que mostra através de sua programação o que há de melhor em meio à sociedade, sobressaindo-se pela qualidade de suas reportagens e pela irreverência com responsabilidade e respeito ao público, de um apresentador que passa uma energia acima da média em cada edição do programa. Você já foi proibido de fazer a reportagem em algum evento importante? Graças a Deus a Dystak’s tem aceitação positiva pela população uberlandense e com o programa não é diferente, muito pelo contrário, as pessoas é que pedem a presença da Dystak’s, tanto da Revista quanto do programa de TV em seus mais variados tipos de eventos. Mas em caso de proibição tivemos uma situação específica em que estávamos fazendo uma reportagem sobre Uberlândia e naquele momento queríamos mostrar o aeroporto pela parte de dentro, porém não fomos liberados pela Infraero ao adentrar no aeroporto. Então usando um pouco da influência fui até o 36º BIMtz e pedi ao comandante da época para sobrevoar a cidade. Lembro bem que era por volta de 7 de setembro, ao lado dele estava o major das forças aéreas brasileiras que pediu para que minha equipe e eu estivéssemos no Batalhão à uma hora da tarde. Chegamos meio dia e meia, sobrevoamos a cidade e entramos no aeroporto pela parte de cima com o major da FAB (Força Aérea Brasileira). Pronta. Reportagem realizada com sucesso.

Entrevista com o ex-prefeito de Uberlândia Odelmo Leão Carneiro

Gleiner na festa dos 26 anos da Revista Dystak’s

O nome da Revista que sempre esteve em evidência, ajudou? Sempre. A marca Dystak’s hoje é referência em todo o estado de Minas Gerais por ser um veículo de comunicação vindo do interior. A força da marca é explícita em meio ao empresariado, tornando o programa um dos líderes em audiência na televisão local e regional. Mas quando falamos em TV ou Revista, não separamos um do outro, pois caminhamos juntos, integrando a Rede Dystak’s de Comunicação, e o que importa é levar a marca Dystak’s à frente sempre mostrando qualidade, compromisso, responsabilidade e acima de tudo respeito ao público leitor e telespectador, não esquecendo nunca de citar o nosso público internauta que está sempre ligado nas coberturas da Dystak’s. Como é seu encontro com o público nos eventos que você grava? O melhor possível, pois as pessoas têm prazer em nos receber muito bem e sempre comentam que estão assistindo

22

Gleiner falando sobre seu segundo ano de programa Dystak’s na TV


o programa, normalmente em todos os lugares por onde passo até mesmo quando não estou gravando. Isso me deixa cada vez mais forte e sinto que preciso ir cada vez mais longe, pois o público merece. O nosso relacionamento é de reciprocidade, pois tudo que faço no programa é para eles. Com certeza sou bem aceito e eles retribuem seja na audiência ou no investimento comercial do programa.

Apresentação do Dystak’s na TV na festa dos 27 anos da Revista Dystak’s e 3 anos do Programa

Gleiner entrevistando Eliana Carneiro (CCAA)

Gleiner e o prefeito de Gilmar Machado em entrevista concedida à Revista Dystak’s

Nas duzentas edições, o que mais lhe chamou atenção? Quando fazemos as gravações do Dystak’s na TV tentamos sempre mostrar algo diferenciado ao público. Então tudo que é novo no que diz respeito às matérias chama a atenção, sem dizer quando criamos quadros novos como o concurso Garota Dystak’s que veio e fez história. Acredito que cada dia que passa vem uma surpresa nova e para nós todo dia é dia de festa. O programa vive de coisas interessantes e inéditas. Às vezes deixamos de transmitir fatos porque outros programas já o fizeram. Destaco os dados numéricos, pois o programa Dystak’s na TV se tornou referência em meio à programação local e regional sendo um dos ícones de audiência conquistando cada vez mais o telespectador. Em quatro anos de programas são pouco mais de duzentas edições, melhor dizendo pouco mais de duzentas semanas entrando nos lares das famílias e empresas, com mais de quinhentos eventos gravados entrevistando cerca de três mil pessoas ao longo deste tempo e mostrando através de imagens mais de duzentas mil pessoas em shows, festas empresariais, formaturas, casamentos, exposições, rodeios, excursões e outras reportagens. Sempre mostrando o crescimento e desenvolvimento da cidade e das pessoas que passaram ou que passam deixando marcas de sucesso, e com isso o Dystak’s na TV de forma positiva transmite ao telespectador os melhores e maiores acontecimentos sócios empresariais. Qual seria para você a reportagem de sucesso e que deixou lembranças? Realizamos diversas matérias, mas sempre ficam na memória algumas viagens inesquecíveis que já mostramos. Famosos que entrevistamos, comediantes, artistas, empresários, que fizeram a alegria das reportagens. Acredito que lembranças boas e de sucesso com certeza são as vezes em que terminamos o programa e vemos o nosso trabalho concluído com êxito. Isso com certeza nos proporciona muita força para continuar. Outros publicitários e jornalistas já tentaram fazer programas como esse, por que não deu certo? Vamos falar porque o Dystak’s na TV dá certo. Quando me desafiei a fazer o programa coloquei algumas regras na minha vida pessoal e profissional. Na maioria das vezes temos que colocar até mesmo confraternizações familiares em segundo plano, pois as melhores notícias e matérias não esperam. E confesso que até mesmo relacionamentos amorosos só podem existir com alguém que seja companheira, para que tenha compreensão quanto aos meus horários de trabalho, pois não é fácil lidar com essa situação. Já atravessei diversos obstáculos tanto como apresentador ou como produtor. Nesse trabalho não temos dia nem hora, muitas vezes não temos almoço ou jantar. Todo mundo sabe que não comemos nem bebemos nos eventos, pois estamos sempre a trabalho, e assim vivemos. Pensando, sonhando, comendo e bebendo trabalho e continuamente trabalhando. Sempre respeitando o próximo e não menosprezando um ou outro, seja apresentador, produtor ou até mesmo o público.

23


Como publicitário, o que você aconselha para os estudantes? Como uma pessoa que busca em cada dia novos horizontes, aconselho desafios. Se desafie, arrisque e alcance aquilo que você almeja, pois amanhã será um novo dia e se Deus lhe permitir mais esse dia, acorde, agradeça e busque novos desafios. Pois a vida é muito rápida e quando vemos, fizemos pouco perto daquilo que podemos. Não espere o curso acabar para que a corrente da vida te leve. Faça algo que engrandeça sua sabedoria e coloque em prática. Seja humilde e não tenha vergonha de perguntar a quem sabe mais, apenas se jogue de cabeça erguida no mercado. Mostre aos profissionais que você pode mais, conquiste a confiança deles e acredite: no fim do curso você já não será mais um, mas será “o publicitário”. Qual seria a mensagem que você deixaria para os mais novos, aqueles que pensam em serem apresentadores de TV? Já vi apresentadores de vários gêneros, inclusive conheço bons profissionais de muito talento. O apresentador nato já sabe que vai dar certo desde a primeira vez em que coloca a cara a tapa. Existem alguns que têm características próprias e só fazem um tipo de apresentação. Existem aqueles que têm qualidade, mas ainda precisam ser lapidados. Todos nós na verdade precisamos sempre nos reciclar. Enquanto isso tem muita gente também que precisa de bom senso e esses com certeza não tem solução. Mas a dica é a de nunca deixar a oportunidade passar porque ela não bate na porta duas vezes. Então arrisque com responsabilidade. Você faz um programa que leva ao telespectador os fatos positivos da cidade e que entusiasma esse público, mas o que você acha dos programas que mostram as maledicências da sociedade? Segundo muitos apresentadores destes programas, o Dystak’s na TV é mais difícil de fazer, mas acredito que o deles é mais difícil do que o nosso. O que eu posso dizer é que os apresentadores são verdadeiros guerreiros, pois falar e mostrar a maldade de pessoas não é inspirador. Tem muitos colegas que são inclusive perseguidos. Muita gente critica, fala de sensacionalismo, mas vai lá fazer e depois tenta dormir a noite. Acho que não é fácil.

Gleiner Mendonça apresentando o Dystak’s na TV

24

Entrevista com Keila Miranda, diretora da Kompleta Comunicação

A empresária Adriana Senhorinha e Gleiner

Dystak’s na TV presente nos principais


Jô Soares, Faustão, Silvio Santos e outros que com certeza fazem acontecer a emoção de cada brasileiro de forma diferenciada e sinto que se eu pegar um pouco de cada um, poderei fazer mais e melhor. Como são os bastidores do programa? Eu acho que os bastidores são mais interessantes do que o que as pessoas veem na TV, pois aqueles que me acompanham fazem porque gostam de mim, do projeto ou dos dois. Conquistei ao longo deste tempo com o programa uma gama de pessoas amigas, que se tornaram parte da família Dystak’s na TV. Como faz e quanto custa anunciar no Dystak’s na TV? Varia muito de acordo com o evento ou então com a quantidade de blocos a serem exibidos. Inclusive gostaria de lembrar que o programa é transmitido pelo Canal da Gente (15) com o seguinte horário de exibição: segunda-feira às 20h, quarta-feira às 14h30min, quinta-feira às 18h e no sábado às 23h.

O empresário José Neuton em entrevista com Gleiner

Saudade de alguma coisa que ficou para trás nestes quatro anos? Sempre. Sinto saudade de tudo que vivi, cada obstáculo que me fez crescer e cada resultado que me deixou emocionado. Mas sinto saudade mesmo é de todas as pessoas que fizeram com que esta conquista de duzentas edições seja hoje realidade. Sei que o destino de cada um pertence a Deus, mas se eu pudesse reuniria todos neste momento para brindarmos juntos por cada madrugada que passamos trabalhando, cada fim de semana que passamos gravando e editando. Cada uma dessas pessoas está em minhas orações diárias. Gleiner entrevista a empresária Augusta Maria Mendes Mota

Você se inspira em alguém quando faz o programa? Demais! Aliás, fiz grandes parcerias e amizades com apresentadores que dispensam comentários. Tenho grandes referências na televisão local e regional como a minha amiga Mônica Cunha do programa Bem Viver, Raphael dos Anjos do Balanço Geral, Gui Boaventura do Minas Urgente, Marquinhos Maracanã do Brasil Urgente, J. Júnior do TV Animal e tantos outros, que não são apresentadores, mas grandes repórteres que fazem a diferença no meio televisivo. Então vemos apresentadores da rede nacional como Luciano Huck,

eventos de Uberlândia

Algum agradecimento em especial? Em especial agradeço a todos, pois ninguém faz um trabalho bem feito sozinho. E o Dystak’s na TV não é diferente. Agradeço aos familiares, amigos, parceiros, telespectadores, colaboradores e investidores do programa. Alguma mensagem para o futuro do Dystak’s na TV? Sinto que se Deus me der a oportunidade de mais dias nesta terra acordando, podendo tomar bênçãos de meus pais e criando novas oportunidades com variadas surpresas para o programa, estarei feliz. Então façam suas orações por mim, pois como já disse estarei trabalhando. Um beijo, sucesso e muito obrigado!

Gleiner entrevistando Guilherme Miranda e sua esposa Ana

25


Faculdade do Trabalho atende autoridades de Araguari

Consultor de Investimentos Luciano de Lima Barbosa e o presidente da Faculdade do Trabalho, empresário João Gonçalves Fatra

O presidente da Faculdade do Trabalho de Uberlândia, empresário João Gonçalves Fatra, atendendo solicitações das autoridades de Araguari, inaugurou uma unidade naquela cidade, onde estão sendo ministrados os cursos de técnicos em mecatrônica, logística, eletrônica e automação industrial com turmas já em salas de aula e outras que iniciarão estudos em agosto de 2013. A receptividade da Escola Profissionalizante em Araguari supera expectativas e o número de alunos está dentro do previsto pela instituição. Atuando em Uberlândia há 13 anos, tem profissionais de todos os cursos trabalhando nas mais diversas empresas de sucesso na cidade. Hoje a Faculdade do Trabalho oferece os cursos de pós graduação em: enfermagem do trabalho, enfermagem em centro cirúrgico, especialização em gestão de serviços em saúde para o SUS, nefrologia abordagem multiprofissional, formação para atendimento aos pacientes sem possibilidades terapêuticas de cura (cuidados paliativos), saúde mental, administração hospitalar, auditoria de serviços de saúde, urgência e emergência, UTI geral, docência em ensino superior, pedagogia hospitalar e atendimento domiciliar, educação especial e libras, gestão escolar e pedagogia empresarial. Os cursos superiores em funcionamento são: enfermagem e tecnologia em radiologia. Na área de cursos técnicos são: enfermagem, gestão em logística, radiologia, técnico em saúde e segurança no trabalho, curso técnico em contabilidade, análises clínicas, técnico em mecatrônica, eletroeletrônica e automação industrial. FIEMG Vale do Paranaíba No dia 21 de maio o diretor da Faculdade do Trabalho foi recebido na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), regional de Araguari, pelo Consultor de Investimentos Luciano de Lima Barbosa, onde foram tratados os primeiros planos para expansão da Escola naquela cidade. Luciano Lima comenta sobre o quanto a Faculdade do Trabalho poderá contribuir com a cidade de Araguari. “A chegada da

26

Faculdade do Trabalho em Araguari beneficia o setor educacional e contribui com a indústria. Essa iniciativa fortalece aquilo que já está em expansão como indústria de cimento, metalúrgica e outros setores, onde a Faculdade do Trabalho vai servir como alicerce para formação de bons profissionais para estas empresas que estão vindo para nossa cidade. Podemos concluir que é a união da necessidade do mercado com uma instituição de ensino do maior conceito na região”. Luciano destaca a importância da criação da Região Metropolitana do Triângulo e ressalta que vem fortalecer o Triângulo e Alto Paranaíba, sendo inserida neste contexto a Faculdade do Trabalho. “Não serão apenas ações centralizadas nas grandes cidades e sim um desenvolvimento generalizado” diz. Empresa faz investimentos Na região do Triângulo e Alto Paranaíba, uma das indústrias de grande destaque na área de equipamentos para a agroindústria é a Geza, empresa instalada no Distrito Industrial de Araguari. O presidente da Geza, engenheiro Paulo Ernane de Morais, aplaudiu a chegada da Faculdade do Trabalho em Araguari. “Nós estamos buscando, além da capacitação profissional dos nossos colaboradores, a formação de cidadãos. Já assinamos convênio com a Faculdade do Trabalho e, nossos funcionários através da Bolsa Educação, que é destinada pela empresa, estão sendo profissionalizados nos cursos ministrados pela escola. Vale salientar que a Geza hoje está com cento e sessenta funcionários e todos são pessoas conscientes de que o aprendizado não ocupa lugar e por isto, aplaudimos a chegada da Faculdade com os cursos profissionalizantes e temos certeza que outras empresas seguirão nossos caminhos. Nós oferecemos estes cursos independente de serem aplicados em nossa atividade ou não. Queremos a formação do cidadão e esta é a meta da diretoria da Geza que este ano está completando 31 anos de atividades atendendo clientes de todo o Brasil”, conclui. Gerente do Departamento de Recursos Humanos da Geza,


O presidente da Geza, engenheiro Paulo Ernane de Morais

Nathalya Alves de Oliveira afirma que hoje a empresa está com cento e sessenta funcionários, dos quais 20 se profissionalizam em cursos superiores e técnicos. Ela destaca que a empresa se preocupa com a qualificação dos funcionários e elogia os empresários com essa visão ampla, a de pensar no social como um todo. “Aqui na Geza além dos colaboradores serem incentivados a realizar cursos superiores, eles são treinados através de palestras e desfrutam das grandes vantagens oferecidas pela empresa, como convênios com clubes recreativos, bolsas especiais e recursos destinados ao aprendizado. Espero que outras empresas Araguarinas tomem essa iniciativa”. João Gonçalves fala de como a Instituição foi recebida pelos Araguarinos e conta que a receptividade está acima do esperado. Ele observa que a sociedade tem procurado inscrições nos diversos cursos já em funcionamento e que estão sugerindo outros para o futuro. “O pessoal de Araguari é muito receptivo, estavam carentes na questão de formação da mão de obra, desse serviço pedagógico técnico consistente, onde todos possam ter a segurança de trabalhar com formações em laboratórios e ensinos profissionalizantes atualizados com grandes mestres, que são os responsáveis pelas ações dentro da Escola. Estamos hoje com turmas estudando diariamente e em agosto vamos iniciar novos cursos e pretendemos para o futuro, com autorização da Secretaria de Educação, ter aqui em Araguari uma escola profissionalizante modelo para o estado”, conclui. Uberlândia - MG

Av. João Pinheiro, 353 | Centro Fone (34) 3229-0006 Av. Paes Leme, 485 | Osvaldo Rezende Fone (34) 3229-4004

Araguari - MG

Rua Dr. Alberto Moreira, s/nº esquina com Rua Uberaba | Centro Fone (34) 3246-0018

27


In Society A variedade de pratos desperta atenção daqueles que amam a gastronomia diferenciada. Nos bares, restaurantes, churrascarias, pizzarias e points de destaque em Uberlândia, famílias e pessoas de negócios se reúnem para suas realizações. Prato: Churrasco rodízio

Além do buffet de massas temos os melhores pratos da culinária italiana e internacional Orlando e Bia Terra

Pedro, Juliana, Lucas e Gerson Antônio

Center Shopping / Loja 117 - (34) 3210-1004 Uberlândia - MG - www.barolo.com.br

Alexandre e Yara Silva Alves

Av. João Naves de Ávila, 1374 Fone (34) 3236-7996 / Uberlândia - MG BAR E RESTAURANTE Cardápio diversificado de excelente bom gosto. Av. João XXIII, 376 Fone (34) 3235-9267 Uberlândia - MG

Célio e Helen Spíndola

Germana, Bruno, David, Fátima e Wagner Peixoto

Camila, Flávio, Priscila e Thiago Pires

Dásio e Victor Pena

José Ricardo, Sabrina e Brian Kevin

Elaine e Hélio Silva

Jaqueline e Paulo César

Eliane e Viviane

Nayara e Diego Ribeiro

Paulo Henrique e Natayne Alves

Rosana, Guilherme, Jairo e Mônica Franco

Valda, Luciana, Diego, Erike, Luciane e Flávia Cristina

Áurea Eliza e Laurivaldo

Juliano, Laura, Dorotéia, Emanuelli, Dariane, Lucas, Jaime, Telma, Dener e Camila Tosta

Maria Eduarda, Kárita e Carlos Eduardo Pereira

Murilo e Damiana Martins

28


CALDOS, PETISCOS, ESPETINHOS, SALADAS. TUDO ISSO MAIS O CHOPP GELADINHO Center Shopping - Loja 117 Fone (34) 3210-1004 Uberlândia - MG

Rua Francisco Alves, 139 Bairro Fundinho Fones (34) 3224-3433 (34) 3231-1929 Uberlândia - MG www.lazinhobar.zip.net

Av. João Naves de Ávila, 790 | Centro Fone (34) 3236-6329 | Uberlândia - MG Prato: Churrasco Rodízio

Claudiana e Breda Jr.

Claudia e Silvio Guedes

Fabiana, Leonardo, Caio, Cássio, Rita, Zilda e Ana Beatriz Borges

Gustavo, Gizele, Enzo, Mariele, Renata e Flávio Peixoto

Deusimone e Ana Paula Araújo

Júlio e Edna Márcia

Júnior, Eduardo, Marli, e Carol Bertollini

Ivonei, Andréia e Telma Carvalho

Ladyday e Mário Moreira

Karla, Edinho e Augusto César

João Franco e Eliane Zanatta

Laís, Meire e Lucas Marcolino

Mariana, Luciana e Omar Bonato

Laerte, Vera, Luciane e Reginaldo Campos

Maria Amélia e Neidison Filho

Meniza, Fernanda e Daiana Hatano

Michele, Maria Eduarda, Fred e Lu Gonzaga

Pamêla e Maycon Rocha

Tiago Ferolla e Daniela

Servilho, Gilberto e Márcio Nonato

Yuri, Selma e Fabrício Alves

29


Reportagem: Menissa Nascimento

Câmara entrega Comenda Virgílio Galassi

Câmara Municipal realiza cerimônia de outorga da Comenda “Virgílio Galassi” Em sessão solene realizada no dia 9 de maio de 2013, no justo reconhecimento ao trabalho do saudoso Prefeito de Plenário Homero Santos, aconteceu a cerimônia de outorga da Uberlândia, que governou a cidade por 16 anos: 1971/ 1972; Comenda “Virgílio Galassi”. 1977/1982; 1989/1992 e 1997/2000. Virgílio Galassi é muitas A Câmara Municipal de Uberlândia entregou a homenagem vezes referido como “Prefeito do Século”, tamanha sua notoem agradecimento a contribuição significativa de diversas enti- riedade no crescimento de Uberlândia enquanto foi empresário, dades e personalidades escolhidas pelos vereadores no desen- vereador, ou chefe do poder executivo. volvimento da cidade de Uberlândia, num total de vinte e sete homenageados, sendo que o vereador Marquinhos (Mega Box) acabou não apresentando indicação por estar doente e houve decurso do prazo. O vereador Marcio Nobre apresentou um homenageado como vereador e outro como presidente da Câmara. A solenidade de outorga da Ordem Municipal de Mérito no Grau Cooperador - Diploma Marcio Nobre, presidente da Câmara Municipal O deputado estadual Ten. Lúcio de Mérito e Comenda “Virgílio Galassi” é um

30


Plenário recebeu homenageados e familiares

A cerimônia

Pacífico, Lázaro, Lúcio, Celso e Fernando Nascimento

O deputado estadual Luiz Humberto Carneiro

O cerimonial foi organizado por Cleonice Maria de Sousa Silva e apresentado por Severino Izael, que deu início à cerimônia às 19:30 horas. Foram chamados para a formação da mesa diretora dos trabalhos o vereador e presidente da Câmara Municipal Marcio Nobre; o deputado estadual Luiz Humberto Carneiro; o deputado estadual Tenente Lúcio; vereador Professor Neivaldo; Paulo Santos Galassi, filho de Virgílio Galassi que empresta o nome à Comenda, em nome de toda a família Galassi; o promotor público Fábio Guedes; vereador Estevão Bittar em nome de seu pai, o ex-vereador e autor da Resolução, hoje deputado federal, João Bittar Júnior; Ten. Cel. Rocha Lima, comandante do 36º Batalhão de Infantaria Motorizado; Cel. Dilmar Fernandes Crovato, comandante da 9ª Região de Polícia Militar; Márcia Regina Pussoli,

Thiago, Ari, Pacífico, Márcia, Itamar, João Pedro, Rocha Lima, Ademar, Gilmar e Amir Cherulli

31


Cel. Itamar, César, Luiz Humberto, Pacífico, Francielle, Norberto e Cel. Rocha Lima

Luiz Humberto, Paulo Galassi, João Pedro, Felipe Attiê e Ten. Lúcio

O empresário Lázaro Magalhães (Politriz) sendo homenageado na Câmara Municipal

David, Luiz Humberto, Marcio e Alexandre Nogueira

delegada regional da 1ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Uberlândia; Cézar Augusto Monteiro, delegado regional em Araguari; Elizeu Marques de Oliveira, vice-presidente da OAB/MG - Ordem dos Advogados do Brasil; o presidente da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas, Celso Vilela; Cel. Itamar, comandante do Corpo de Bombeiros e Thiago Soares Fonseca, presidente do Sindicato Rural. Na sequência a palavra foi passada ao vereador presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, Marcio Nobre, que abriu a solenidade cumprimentando e agradecendo a todos os presentes, aos componentes da mesa e aos telespectadores. Agradeceu aos vinte e sete homenageados que contribuíram de forma expressiva para o desenvolvimento do município. Parabenizou os parlamentares que escolheram de forma responsável os homenageados que representam a cidade: “é através do trabalho e da força de seu povo, do empreendedorismo, da visão e da capacitação de cada um de vocês que Uberlândia é esta expressão estadual e nacional. Vocês fazem parte do orgulho e da história desta cidade. É com muita honra que entregamos esse reconhecimento público àqueles que acreditam nesta terra. Neste momento declaro aberta a sessão solene de outorga da Comenda ‘Virgílio Galassi’ às pessoas e entidades que se distinguem de alguma forma no desenvolvimento do município de maneira expressiva e notável”. Em seguida foi feita a execução do Hino Nacional Brasileiro. Dando sequência à cerimônia, o vereador William Alvorada fez a leitura da Resolução que aprova a ordem Municipal da Comenda “Virgílio Galassi” que entrou em vigor na data de sua publicação, 12 de abril de 1994, através da Resolução 053/94 alterada pelo Decreto Legislativo 073/02 e 1040/06 de autoria do ex-vereador João Bittar Júnior, hoje deputado federal. Discursos Estevão Bittar, filho do deputado federal João Bittar Júnior, autor da Resolução, fez um bonito discurso onde enalteceu a complexidade que é a organização de uma cidade: “a cidade é

32

O deputado estadual Ten. Lúcio falando às autoridades, homenageados e seus familiares

uma engenhoca muito sofisticada, com milhões de cargos, pessoas, empresas, regras e direitos que se encaixam de alguma maneira para que esse órgão funcione de forma correta. Essa complexidade funciona graças às pessoas que aqui vivem, como coadjuvantes ou administradores. Uberlândia sempre teve grandes pessoas e grandes líderes, como os que são homenageadas nesta noite. Nada melhor para homenagear essas pessoas do que outorgar a elas a Comenda ‘Virgílio Galassi’, pois Virgílio foi um dos maiores líderes de Uberlândia. Sua liderança é até hoje lembrada por todos nós. Ele era um sonhador, mas dizia que quando um sonho se depara com a dificuldade, tem-se a chance de ver ele se realizar. Uma pessoa extremamente fina, gentil e ao mesmo tempo firme em suas decisões. Meu pai, ex-vereador nesta casa e hoje deputado federal, propôs a criação desta Comenda, pois ele acredita que os valores do senhor Virgílio Galassi devem ser para todos os líderes de Uberlândia fonte de inspiração”, afirmou. Presidente da Comissão da Copa do Mundo na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Tenente Lúcio, usando a tribuna,


Lúcio recebe Comenda Virgílio Galassi

César, Márcia, Paula, Paulo Bouças, Samuel Barreto, Ana Flávia e João Pedro

Lauro, símbolo da família uberlandense, sendo homenageado na Câmara Municipal

Luiz Humberto, David, Maria Angélica, Epaminondas e Eliseu Marques

Os homenageados da noite que receberam medalhas

Vanderléia, Francielle e Jerônima Carlesso presentes à solenidade

cumprimentou a mesa, os presentes e os homenageados, agradecendo a Deus a oportunidade de estar ali. Afirmou que: “Virgílio Galassi, conhecido como ‘O Prefeito João Pedro exibindo o diploma do Século’, era um homem determinado do seu pai, Dr. Samuel Barreto em todas as suas ações. Um bom homem, pai sempre presente, e que fez muito pelas famílias de Uberlândia. Sintam-se honrados em receber essa homenagem que eu já recebi e sinto-me orgulhoso, pois não existiu outro igual a Virgílio Galassi”. O deputado Luiz Humberto Carneiro usou a palavra e cumprimentou a todos presentes dizendo que: “quando recebemos uma Comenda com o nome de Virgílio Galassi é uma alegria. Melhor que isso é merecer esta homenagem que leva o nome de uma pessoa que foi tão importante na história de Uberlândia. Eu tive a alegria de conhecer Virgílio Galassi, político e pessoa. Então posso afirmar com toda sinceridade que ele foi excepcional nos dois papeis. Ele esteve presente à frente de grandes projetos de Uberlândia. Se Uberlândia está onde está hoje, deve muito a ele e a vocês que hoje recebem este reconhecimento”, disse Luiz Humberto Carneiro. A Rede Dystak’s de Comunicação agradece a Câmara Municipal que sempre nos recebe com muito carinho e parabeniza os homenageados. Uberlândia tem sorte em contar com pessoas que acreditam na força empreendedora que temos e fazem todo o esforço para que esse motor possa girar.

Ademir Enercino Breunig / vereador Ismar Prado Alex Carvalho / vereadora Michele Bretas Antônio Bittar Sobrinho / vereador William Alvorada Audicon Contadores / vereador Padre Amauri Cláudio Humberto Gomes / vereadora Jerônima Carlesso Dom Paulo Francisco Machado / vereador Estêvão Bittar Dr. Abdulkarin Milken / vereador Dr. Mário Milken Dr. José Pacífico Martins Ferreira / vereador Norberto Nunes Dr. Paulo Barbosa Rezende / vereador Juliano Modesto Elétrica Lúcio / vereador Isac Cruz Epaminondas Honorato Mendes / vereador David Thomaz FIEMG / vereador Sebastião Galego Gilson Rodrigues / vereador Professor Neivaldo Harry Dawes Scates / vereador Leles Lima João Pedro Gustin / vereador Felipe Attiê José Antônio Sobreira / vereador Adriano Zago Lauro de Paula Carvalho / vereador Vilmar Resende Lázaro dos Reis Magalhães / vereador Alexandre Nogueira Luiz Carlos Saraiva / vereador Wilson Pinheiro Márcio Pena Martins / vereador Rodi Marcos Antonio da Rocha / vereadora Gláucia da Saúde Movimento Cidade Futura / vereador Silésio Miranda Murilo Ferreira Alves / presidente da Câmara, Marcio Nobre Paulo Roberto Baratta / vereador Marcio Nobre Dr. Samuel Barreto de Souza / Paulo Bouças Waldez José Fernandes da Silva / vereador Doca Mastroiano Walter Ferreira Mendonça / vereador Vico

33


Close Simpáticos e com muito bom gosto, homens e mulheres vestindo roupas conforme manda o figurino. As mulheres muito bem vestidas, com lindos penteados, maquiagem perfeita, os homens sempre elegantes e muito bem trajados. Pessoas em destaque nesta coluna que são clicadas nos grandes eventos sociais e empresariais da cidade.

Carlla Queiroz

Izabela e Pedro Henrique

Lorena Azambuja Andrade

Tassya Tannus

Thiago e Nayare Carvalho

Leonardo e Carolina Deds

Camila Carvalho Gomes

Morena e Rafael Arantes

Getúlio e Eliane Bueno

Ana Paula da Silva Miro

Thiago e Laís Palitot

Renata e Gabriel Sarkis

Nívea Orsine


Ana Flávia e Paulo Ivan

Enaeia e Éder Alves

Douglas e Camila Kielt

APOIO:

Raíssa Ferreira Lelis

Lídia e André Aparecido Lopes

Priscilla e Paulo Victor de Moura

Deborah Aparecida de Souza

Lucas e Mariane Borges

Marina Naves Martins

Mariu e Gustavo Antônio

Carolina Gonçalves Oliveira


Tenente Lúcio quer Uberlândia na Copa do Mundo

Autoridades que formaram a mesa durante a solenidade

O deputado estadual Tenente Lúcio está cumprindo o seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Hoje, vice-presidente do PDT em Minas Gerais, o deputado uberlandense tem trabalhado junto aos seus pares buscando recursos e investimentos às dezenas de cidades que compõem a região, onde ele tem atuação e compromissos com as populações. Lúcio assumiu o cargo na Assembleia por ser suplente do PDT, substituindo Paulo César de Freitas que se elegeu prefeito de Nova Serrana, em 2006. Sua reeleição foi muito concorrida e já saiu eleito de nossa região, representando cidades do Triângulo e Alto Paranaíba com um total de 49.248 votos. Alegre, sorridente e sempre disposto a trabalhar pelo povo, Tenente Lúcio concedeu entrevista à Dystak’s afirmando que já está como deputado há um mandato e meio, o tempo passa rápido, O presidente da Comissão Extraordinária da Copa Tenente Lúcio ao lado de autoridades durante o encontro mas tem projetos importantes que foram aprovados e que hoje servem para a população como um todo. “Já este mandato estamos levantando a bandeira da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. Hoje, graças a Deus, estou presidindo a Comissão Extraordinária da Copa, já viajei por todo o Brasil. Com minha escolha para presidir esta comissão pela Assembleia Legislativa de Minas, já viajei desde Manaus, onde tivemos o encontro de todas as Comissões do Brasil, ao Rio de Janeiro, onde nasceu a ideia da comissão brasileira para sediarmos a Copa do Mundo”, afirmou. A reportagem se interessou por saber sobre a concorrência de cidades mineiras para serem subsedes e o deputado continuou: “nós tínhamos dezenove cidades em Minas Gerais que estavam pleiteando ser uma subsede. Aliás, foram pré-selecionadas, mas hoje temos apenas quatro: Uberlândia, Juiz de Fora, Ipatinga e a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Como a capital vai ser uma sede, nós estamos concentrando esforços em cima dos outros nomes, todos de grande importância, sobressaindo Uberlândia, é lógico. Não tem nenhuma cidade como Uberlândia, pelo estádio que é um dos maiores e melhores do Brasil; pelas emissoras de rádio e de televisão que temos, todas Paulo Vitiello, Thiago Lacerda e Ten. Lúcio transmissoras linkadas para transmitir para o Brasil e o mundo todo o que precisa para ser um centro de uma seleção. Aqui temos um bom aeroporto,

36


que está em plena fase de expansão e que é o segundo do estado de Minas Gerais à frente do aeroporto da Pampulha, que fica na capital. Aqui poderemos ter pousos e decolagens a qualquer hora do dia ou da noite. Temos grandes hospitais em condições de receber possíveis pacientes, nossas rodovias estão sendo duplicadas, os hoteis estão adequados para hospedagens, temos comércio ativo e tudo o que favorece as seleções para tranquilidade de suas delegações e torcedores”, reafirma. A reportagem também quis saber quem manda. “Não é assim, quem manda. Na comissão todos os itens passam por uma avaliação antes de serem apresentados. O secretário extraordinário da Copa do Mundo em Minas Gerais, Dr. Tiago Lacerda, trabalhou muito e está nos ajudando na missão de trazer uma ou mais delegações para nossa cidade. As comissões estão trabalhando em conjunto e é um assunto que precisa de dados palpáveis, o que Uberlândia tem de sobra”. Nada de deixar o povo Sobre sua atuação nas comissões que faz parte como membro ou presidente, o deputado enfatiza que nada tira o foco de seu desejo e para o que foi eleito: trabalhar pelo povo. “Entre os dias 17 e 19 de maio eu cheguei em Uberlândia, onde pernoitei. No sábado fui para Santa Vitória, Chaveslândia, e pernoitei em Limeira do Oeste. No domingo de manhã eu fui para Carneirinho, visitei São Sebastião do Pontal, conversei com a população de Estrela da

Fernando, Zezinho Mendonça, Thiago Lacerda, Ten. Lúcio e Luiz Humberto

Vitiello, Luiz Humberto e David Thomaz

Barra, voltei à Carneirinho, Limeira do Oeste, passei em Iturama e vim para Uberlândia, chegando aqui tarde da noite. Então andei mil quilômetros no sábado e no domingo. Sou uma pessoa que não tem preguiça. Tenho vontade de trabalhar e ajudar as pessoas. Com isso nós temos que dar continuidade com muita seriedade àquilo para o que fomos eleitos”. 2014 está chegando. Copa do Mundo e eleições: não vai tumultuar? “O povo pode ficar despreocupado que vamos dar conta do recado. É para isto que estamos chamando nossos prefeitos, vereadores, militância do PDT, para uma jornada de muito trabalho. Hoje nosso partido cresceu muito e acredito não ter empecilhos com as duas missões. O povo vai nos ajudar. Agora uma coisa que venho falando é sobre a união da cidade e o empenho dos partidos sobre um número menor de candidatos. Tenho falado muito, porque é um número interminável de pessoas que vão buscar projeção para outras eleições se candidatando ao cargo de deputado. Se não houver a quebra do orgulho ferido, o fim da arrogância de algumas pessoas e outros pequenos detalhes, eu já falei que temos uma grande chance de perder pelo menos uma cadeira na Assembleia Legislativa e talvez ficar com apenas duas cadeiras para deputado federal. Isso devido ao grande número de postulantes a candidato que nós estamos tendo em Uberlândia. É uma pressão tanto dos deputados federais que querem ter votos aqui em Uberlândia, ou que querem lançar alguém aqui para ajudar na legenda de seu partido, mas principalmente nas legendas dos deputados estaduais. Isso é muito preocupante sim. Então se não nos conscientizarmos, pegarmos to-

Ten. Lúcio, presidente da Comissão Extraordinária da Copa

das as forças que nós temos aqui, as entidades classistas, escolas de todos os graus e demais entidades componentes da sociedade com envolvimento geral, vamos perder. Se houver união de forças poderemos até aumentar o número. Hoje as pesquisas mostram que estão à frente para deputado federal os nomes de Odelmo Leão e Weliton Prado, mas eles vão travar uma luta dura para serem os majoritários. Este é o meu pensamento. Para deputado estadual nós temos cinco cadeiras, deveremos perder pelo menos uma devido ao grande número de pretensos candidatos que vamos ter. Isso vem em uma pressão de fora com igrejas, partidos políticos e aqui de algumas pessoas que querem colocar o nome em evidência para já vir para uma reeleição de vereadores. Outros acham que realmente têm condições de serem eleitos e vêm disputando a eleição. Então nós temos que respeitar a opinião de cada um e como eu disse, nós que já somos deputados temos que tentar ampliar as nossas bases fora de Uberlândia. É o que eu faço. Eu tive dezesseis mil votos fora de Uberlândia em 2010 e agora quero ter trinta mil nas próximas eleições, garantindo assim o nosso espaço”.

37


Polícia aprovado também no concurso para Delegado de Polícia, sendo destacado para trabalhar em Planura e foi transferido depois para Frutal, Uberaba, Ituiutaba, Santa Vitória, Prata e finalmente em Uberlândia, onde se diz satisfeito especialmente com o apoio que tem recebido da Delegada titular da 1ª Delegacia, Dra. Márcia Regina Pussoli e do Chefe do 9º Departamento de Polícia Civil, Dr. Samuel Barreto. Em sua carreira, pelos bons serviços prestados nas cidades onde trabalhou, tem os títulos de Cidadão Honorário das cidades de Santa Vitória e Prata, além das Moções Honrosas que recebeu em Planura e Uberlândia. Na carreira policial recebeu várias promoções:

Delegado de Uberlândia recebe promoção por merecimento

em 1978 foi graduado como detetive da classe II por merecimento. Já como delegado, sempre por merecimento, foi promovido da classe I para II e sucessivamente para a III. No dia 22 de março de 2013 o Dr. Ademar Carvalho Leite alcançou alto posto promocional dentro da Polícia Civil, quando em ato assinado pelo governador Antônio Anastasia foi promovido a Delegado Geral, classe final da carreira do grande profissional. Carreira de suceso

O

Dr. Ademar Carvalho Leite, natural de Itumbiara - GO, filho de Edmundo de Paula Leite e Arlinda Carvalho Leite, é casado com Flávia Aparecida de Macedo Leite e tem dois filhos. Na vida, o atual delegado saiu cedo de sua terra natal e estudou em Uberaba, onde concluiu o curso de Direito em 1986 na FIUBE (Faculdade Integradas de Uberaba). Em 1976 foi aprovado em concurso público para detetive e ficou instalado na cidade de Uberaba, onde também atuou como escrivão “ad-hoc”. Exatamente no ano em que concluiu o curso de Direito, foi

38

Sempre brilhando nas mais importantes atuações para as quais foi destacado, o Dr. Ademar não gosta de falar sobre nenhum caso específico, dizendo que todos são importantes, especialmente porque é o real combate à criminalidade, onde são feitas descobertas e atuações que envolvem pessoas de todos os níveis sociais e financeiros de uma comunidade. Como realizou grande trabalho na 92ª AISP (Área Integrada de Segurança Pública), o Dr. Ademar Carvalho Leite foi galgado ao posto de chefe da Delegacia de Trânsito (CIRETRANCircunscrição Regional de Trânsito) em 31 de janeiro de 2012 em substituição à Dra. Márcia Regina Pussoli que assumiu a Delegacia Regional. Ele destaca que em todos os setores há sempre necessidade de grandes atualizações e para tal fez pós-graduação em Direito Latu Sensu (Ituiutaba) e o curso de repreensão ao tráfico de drogas oferecido pela Polícia Federal, na Academia Nacional de Polícia em Belo Horizonte. O Dr. Ademar não fala em aposentadoria e diz sempre que tem muita energia e precisa auxiliar os companheiros e as autoridades gerais no combate à criminalidade e à assistência geral naquilo que for necessário para o engrandecimento da Instituição e em respeito à sociedade para a qual trabalha.


39


ISO Olhos promove evento de prevenção ao glaucoma Com a iniciativa do Instituto ISO Olhos, aconteceu no dia 25 de maio uma ação gratuita de prevenção ao glaucoma para pessoas acima de 50 anos. O evento ocorreu na sede da clínica, em Uberlândia. Foram realizados cerca de quinhentos atendimentos onde os 59 colaboradores do instituto contribuíram com a realização de testes para verificar o risco da doença e fizeram aferição da pressão intraocular. Diogo Freitas Pereira, coordenador do setor de RH e organizador do evento, afirma que esse encontro faz parte do programa social “Ver para Reviver”, que foi criado há mais de 14 anos pelo ISO Olhos, com o intuito de proporcionar ações de prevenção da saúde ocular para a comunidade de Uberlândia. Todo o trabalho veio coroar os esforços dos diretores do ISO, os médicos Maria do Carmo, Mário Carvalho e André Rodrigues da Cunha, todos imbuídos do melhor propósito na assistência aos menos favorecidos. O Glaucoma Segundo especialistas da SBG (Sociedade Brasileira de Glaucoma) a doença atinge aproximadamente 70 milhões de pessoas no mundo, os principais fatores de risco para uma pessoa desenvolver a doença são: idade avançada, histórico familiar (cerca de 6% das pessoas com glaucoma já tiveram outro caso na família), diabetes, uso prolongado de medicamentos com cortisona, portadores de lesões oculares, pressão intraocular elevada. Nos afrodescendentes a incidência da doença é maior do que entre os brancos, porque são pacientes que têm maior propensão a desenvolver pressão alta. Existem três tipos de glaucoma: primário, secundário e congênito. Cerca de 80% das pessoas que manifestam o problema têm mais de 40 anos. A doença é progressiva, pode se desenvolver silenciosamente por anos até que o paciente sinta algum tipo de sintoma. É caracterizada pela perda gradativa da visão periférica e podendo atingir a visão central e levar a cegueira, daí a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Exames simples feitos em consultórios identificam a doença em estágio inicial e evitam sua progressão. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2020 serão pelo menos 80 milhões de portadores de glaucoma em todo o mundo. Atualmente, a doença atinge cerca de 2% da população brasileira, algo em torno de novecentos mil casos. A OMS alerta que 40% dos afetados desconhecem a presença da doença. Comemora-se no dia 26 de maio o dia internacional de combate ao glaucoma.

40


41


Frases Oportunidade

Abrampe oferece curso de qualificação para empreendedores Ao perceber a dificuldade dos microempresários e a frequência com que os pequenos empreendedores encerravam suas atividades, Odomires Mendes de Paula fundou em 10 de novembro de 2009 a Abrampe (Associação Brasileira das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), composta por um grupo de onze pessoas que atuam em Uberlândia, dando apoio aos microempreendedores e visando o fortalecimento dos associados. “Os empreendedores precisam de ajuda, metade das empresas de pequeno porte fecham suas portas em menos de dois anos por falta de conhecimento e assessoria”, afirma Odomires, presidente da associação. Com o objetivo de assessorar e orientar as pessoas interessadas em abrir o próprio negócio, a Instituição orienta os microempreendedores no que for preciso com informações relacionadas ao setor de atuação como questões jurídicas, tributárias, financeiras, previdenciárias e trabalhistas. “A Abrampe surgiu para defender e apoiar o microempresário, inclusive o serviço de assessoria é gratuito para associados e não associados. Até mesmo quando os empresários estão com problemas financeiros nós os auxiliamos para que eles se reorganizem e coloquem sua vida financeira em dia. Conseguimos até refinanciamentos a juros reduzidos. Orientamos também quanto aos recursos necessários para alavancarem seus negócios”, explica Mendes.

Odomires Mendes de Paula fundador da Abrampe (Associação Brasileira das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte)

Ainda nesse semestre a Associação vai oferecer cursos de qualificação para os futuros empresários, visualizando que os iniciantes encontrem uma maneira para que tenham capacitações para começar suas atividades e também para saber como adequar seus negócios conforme critérios exigidos por órgãos fiscalizadores. “Através do Cursine (Curso de Iniciação Empresarial) vamos prepará-los para que comecem atuando com qualificação profissional, porque muitas vezes vemos pessoas que querem ser empresárias, mas que não fazem ideia de como iniciar. Vejo também que eles iniciam seus negócios com alvarás provisórios e no momento da fiscalização não estão atuando adequadamente por falta de informação”, explica. A Abrampe também está com um projeto de assessorar os patrões das empregadas domésticas e vai disponibilizar esse serviço assim que houver a regulamentação da Emenda Constitucional que amplia o direito das empregadas. “Vamos oferecer informações sobre direitos e deveres das domésticas por escrito e gratuitamente. Mostraremos como contratar, dispensar e pagar os benefícios de acordo com a lei”, afirma Odomires.

A formalização do Microempreendedor Individual poderá ser feita de forma gratuita. Documentos necessários para o cadastro: CPF (Cadastro de Pessoa Física), RG (Registro Geral), Título de Eleitor e comprovante de endereço. Os interessados já podem procurar a sede da Abrampe na Avenida Floriano Peixoto, 1967 | Loja 05 | no Bairro Aparecida | Uberlândia - MG | Fones (34) 3212-2966 | 3232-0702.

42


43


Social

Agende sua festa: Fones (34) 3214-8633 e 9976-5742 Av. Teófilo Alves, 410 Bairro Vigilato Pereira | Uberlândia - MG adriana@adrianafacury.com.br

Bianca Mendonça Borges de 10 anos e Felipe Mendonça Borges de 5 anos comemoraram seu aniversário dia 10 de abril de 2013 na Fábrica da Fantasia junto da mamãe Patrícia Mendonça Vieira Borges e do papai Milson Borges dos Santos.

.................................................................................................................................................................................................................................

Aniversários, ensaios fotográficos e eventos sociais infantis. Momentos importantes registrados pelas lentes de Adriana Facury, a fotógrafa das crianças.

......................................................................................

Luana Gonçalves Coelho comemorou seus 12 anos dia 10 de março de 2013 em sua residência e se divertiu pra valer ao lado de seus familiares, de suas queridas irmãs, Lia, Lara, Júlia e de suas amigas.

......................................................................................

Lia Gonçalves Queiroz festejou seus 2 aninhos dia 17 de março de 2013 no Bala e Balão ao lado de sua mãe Luciana Gonçalves e de seus familiares Frederico Queiroz de Oliveira, Júlia Leves Queiroz, Lara Gonçalves Coelho e Luana Gonçalves Coelho.

...................................................................................... Maria Antônia Landi Bernardes fez festa no seu aniversário de 2 aninhos dia 23 de março de 2013 no salão de festas Maria Festeira ao lado da mamãe Shárina Landi Rodrigues e do papai João Paulo Vilela Bernardes.

44

Luiza Martins Guimarães festejou seus 4 anos dia 22 de março de 2013 na Fábrica da Fantasia junto da mamãe Karla Cristina Martins e do papai Waldeckys Vaz Guimarães.

...................................................................................... Henrique Rodrigues Vaz Moreno fez lindas fotos em estúdio para registrar seus 8 meses. A mamãe Ana Carolina de Menezes Rodrigues acompanhou tudo de perto com muita alegria.


45


Frases Jornalismo

Jornalista destaca importância do veículo impresso para a comunicação

46

A jornalista Luzia Castelo Branco, formada pela Unitri e pós-graduada em Marketing pela ESAMC integra a equipe de comunicação da Rede Dystak’s iniciando uma nova fase na mídia impressa, onde já atuou como freelancer em grandes publicações locais, regionais e nacionais. A profissional conta que sempre foi muito curiosa e teve facilidade de se comunicar, que gosta de ouvir as pessoas, de se expressar e ser reconhecida. Também gosta de aprender coisas novas e tem sede de conhecimento e de informação, destacando que os valores humanos como família, ética, respeito, confiança e justiça não devem ser esquecidos. Castelo Branco afirma que ao iniciar o curso de Comunicação Social ficou com dúvida em se habilitar como jornalista ou publicitária porque se interessou por ambos, mas entre a curiosidade e a criatividade, o lado curioso foi predominante. “Sabia que se escolhesse o jornalismo saciaria meu lado curioso e me aproximaria mais da informação. Podendo tornar as pessoas bem informadas para que elas estivessem conscientes ao tomar decisões”. Ela também valoriza a oportunidade constante de aprender algo novo através dos depoimentos de quem estiver sendo entrevistado. “Reportar é bom, mas gratificante mesmo é ter a oportunidade de ouvir as pessoas e de ter o aprendizado diário, pois sempre gosto de conversar para aprender com a experiência de outros, é muito gratificante pra mim”, ressalta. “Quando procurei a Dystak’s percebi que teria a oportunidade de participar de um projeto inovador, em um veículo de comunicação bem tradicional, que está sempre presente onde as coisas importantes acontecem, além de falar com as lideranças dos principais segmentos sociais e empresariais da cidade e região. Sei que não é fácil, pois se destacar em uma cidade onde temos excelentes profissionais é tarefa difícil, mas vou fazer por onde, porque com trabalho e dedicação nada é impossível”, afirma Castelo Branco. A jornalista declara sua afinidade com o veículo impresso e fala da importância desse meio como mídia tradicional. “Apesar do avanço tecnológico e da existência de outros meios de comunicação, a mídia impressa tem muito valor, ela traz proximidade ao leitor e tem histórico de eficácia. Ao pegar uma revista ou um jornal, o leitor aprecia com calma, porque quer saber de detalhes. Esse contato facilita a percepção do leitor quanto à mensagem, faz com que a comunicação ocorra de maneira eficaz, além de ser algo especial porque pode ser guardado para sempre não só nas memórias, mas nas mãos das pessoas”. Outro fator relevante que ela faz questão de lembrar é o poder da imprensa, quando diz que profissão e ética andam juntas. “As pessoas que trabalham nos veículos de comunicação têm acesso a informações privilegiadas. Essas informações ao cair em mãos erradas podem ser manipuladas e distorcidas sendo utilizadas de maneira construtiva ou destrutiva, motivo pelo qual há necessidade do jornalismo com ética, porque a imprensa tem o poder de influenciar a opinião pública”, destaca. Castelo Branco conclui que o público sabe o que quer e está cada vez mais exigente, e com o excesso de informações ele tende a prestar atenção no que realmente o interessa. “Esse é um processo desafiador para os veículos de comunicação, se preocupar em transmitir essas informações de uma maneira mais direcionada para que a comunicação ocorra. Por isso vim para a Dystak’s com intuito de trabalhar de forma integrada para contribuir com uma equipe que atua no mercado há 28 anos, com muita tradição e respeito aos leitores e clientes”.


47


Comportamento

Pacientes e Terapeutas Por Jorge Pfeifer

Psicólogo e psicoterapeuta com especialização em Psicanálise pelo Instituto Sedes Sapientiae e Núcleo de Estudos em Psicologia e Psicanálise de São Paulo. Exerce a profissão em Uberlândia, na Alameda dos Pinhais, 150 Morada da Colina, Fone (34) 3214-9480.

48

Quem são esses caras? Para responder essa questão, penso que devo iniciar com outra pergunta: como deve funcionar um psicólogo, seja analista ou terapeuta, quando procurado por alguém que ele não conhece, mas que nele deposita a esperança e confiança de resolver seus problemas emocionais? Quais as restrições ao alcance e a profundidade de um tratamento psicológico, onde o desejo de cura se torna um projeto desses personagens desconhecidos? Penso que, para iniciar esse trabalho, o paciente deve ser inteligível para o terapeuta, para que ele se torne inteligível para si mesmo. Essa compreensão é obtida na situação transferencial e contratransferencial do trabalho terapêutico. Sabemos que todo paciente traz em si mesmo condições latentes para a cura, logo, cabe ao terapeuta abrir o caminho para que esse desejo mútuo se realize. O traço relevante da dependência do paciente é dado pelo seu caráter de expectativa da capacidade do terapeuta poder lhe oferecer uma nova oportunidade de crescimento. O terapeuta deve ser capaz de sofrer e aceitar o impacto das identificações projetivas, levando em conta que elas pertencem às fantasias inconscientes desse paciente, onde ele é idealizado como um divisor de águas. Ao colocar-se nesse papel ele devolverá ao paciente a sua história, em contraposição as situações vividas de amor e ódio para compreender os seus sentimentos. É na interpretação lógica que um paciente pode se ver melhor. A presença do terapeuta na interpretação produz no paciente, dia após dia, condições favoráveis às mudanças no sentido do progresso. Essa descoberta é um tipo de atuação que facilita a confiança e o crescimento emocional do paciente. A isso denominamos um encontro terapêutico. O trabalho interpretativo é complexo, e o alcance terapêutico não ocorre num piscar de olhos. As interpretações servem ao trabalho de retificação do passado e da nova realidade do paciente, e isso mobiliza as expectativas de ambos. Entretanto, cabe aqui estabelecer a distinção entre a atitude interpretativa e a atuação do terapeuta, para a qual a sua contratransferência pode resvalar. A falta da necessária elasticidade psíquica do terapeuta pode muitas vezes tirar-lhe a capacidade de colocar-se na exata posição de observador para compreender e manejar o tratamento. Se no terapeuta existe um temor inconsciente de ser envolvido nos problemas do paciente e, com isso, perder a sua autonomia e segurança para não sentir-se atingido em seu próprio ego, esse terapeuta pode e deve abrir mão de sua onipotência de que ele pode tudo resolver. Sabemos que existem muitos analistas e terapeutas cheios de si, que vivem numa neutralidade caricata. Nessa conduta indiferente eles se perdem nas tramas da ambiguidade de seu trabalho profissional. Em alguns, essa vaidade assume muitas vezes uma defesa maníaca, com uma atitude de superioridade inquestionável. Para o paciente que nele confia e dele depende isso pode tornar-se uma dependência perigosa. Felizmente, sabemos que esses personagens, como os seus pacientes, se desejarem também podem mudar. É essa humanização que devolve ao terapeuta, ao analista e ao paciente a sanidade. Essa é a condição necessária para um terapeuta fazer a diferença do sujeito e do personagem que ele representa. Um encontro terapêutico, acontece quando o que fala e o que escuta convivem bem com essa sintonia. A neutralidade do terapeuta não impede que seu paciente viva seus abandonos nem deposite nesse profissional sua esperança e confiança. Suas divergências devem sempre ser discutidas e resolvidas. Se um terapeuta é capaz de abdicar dessa onipotência ele é também capaz de entrar numa profunda e significativa relação com o seu paciente. Se isso não acontecer, talvez seja mais saudável que ele busque ajuda e resolva esse problema dentro de si mesmo.


49


Reflexão

Viver o relacionamento Por Adriane de Melo Silvestre - Psicóloga - CRP 04/17787 Especialista em: Psicologia Clínica e Trânsito pelo CFP e Educacional. Especializando em Neuropsicologia - UFU Fone (34) 3235-2891

Conviver é procurar vencer os desafios do dia a dia percebendo-os como uma aprendizagem, é tornar-se apto a lidar com uma situação de cada vez e não antecipar sofrimentos como algumas pessoas fazem. Relacionar-se bem é um grande desafio, pois é importante ter bom humor, criatividade, muito carinho e diálogo para conseguir ultrapassar os momentos de crise. A prática da tolerância e do perdão diante das situações difíceis nos ajuda a crescer, compreendendo que também somos passíveis de erros. Não é fácil o relacionar, visto que se deve levar em conta que as pessoas têm origens, valores e costumes diferentes e cada um precisa respeitar os limites do outro em todos os sentidos, tais como o seu ritmo interno, hábitos. Não somos o espelho do outro, somos seres com personalidades diferentes. Poder estar sintonizado com o outro, compreendê-lo, saber escutar, permitir o toque, carícias, conseguir realmente se comunicar faz parte de um bom relacionamento. Poder conversar sobre limites pessoais, não se sentindo pressionado a ter que fazer algo, quando se está cansado, estressado, de tal forma que não consiga corresponder, “naquele momento”, às expectativas do parceiro até mesmo sexualmente, também diz respeito ao relacionar-se. Sentir-se compreendido faz com que haja um diferencial na convivência, abrindo caminhos para um relacionamento mais maduro e saudável. É diferente de não conseguir se expressar, sentindo-se aprisionado na relação, fazendo uso de “desculpas” para não viver a intimidade do casal. Há necessidade de o casal respeitar cada vez mais a individualidade. É preciso criar um espaço, designar um tempo para vivenciar situações harmoniosas e prazerosas a dois, permitindo o diálogo, a compreensão mútua, um conhecimento profundo do parceiro e não superficial. Assim, o casal poderá vivenciar a intimidade a dois e não um jogo solitário, tendo liberdade para falar sobre o que deseja e não querendo que o parceiro adivinhe pensamentos, sensações, dentre outros. Deve-se cuidar para não se relacionar com o outro esperando que este supra todas as carências, porque pode-se criar uma dependência que acaba prejudicando a relação, pois esta deve ser baseada na troca, no dar e receber. Quando a troca não acontece, e somente um recebe e não dá de si, com certeza não haverá êxito na relação. Todos os sentimentos estão presentes dentro de um relacionamento, tanto positivos, quanto negativos. A forma de lidar com estes é que vai fazer a diferença. É importante prestar atenção ao que se fala, tendo consciência quanto às atitudes externadas para não ferir as pessoas que amamos. Não se deve deixar que o ciúme domine, e sim, compreender este sentimento para superá-lo. Se um dos parceiros se sentir sufocado pode haver, como consequência, um desgaste na relação. É necessário ter espaço para crescer. Sorrir, brincar, deixar-se encantar e encantar o outro tornando a conquista diária mais agradável, não deixar a rotina tomar conta. É importante tirar proveito dos acontecimentos da vida, das experiências para poder aprender com qualidade. Não se deve querer mudar o outro, mas sim, ajudá-lo a estar melhor, deixando-o evoluir a seu próprio ritmo, compreendê-lo. Investir na sexualidade, sendo ao mesmo tempo companheiro, é fator fundamental para manter o relacionamento. Todo ato de relacionar tem suas fases, umas melhores e outras mais difíceis. A diferença está em saber olhar a vida com mais otimismo e confiar no seu potencial para lidar com as mais diversas situações, tendo-as como uma experiência a ser aprendida. Não se deve deixar de buscar ajuda profissional ao perceber a necessidade.

50


51


Autoridades discutem a criação da Região Metropolitana O projeto de criação da Região Metropolitana do Triângulo apresentou mais duas audiências públicas no dia 20 de maio, iniciando pela manhã com a reunião realizada na Câmara Municipal de Uberlândia e à tarde em Uberaba. A audiência teve como coordenador o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro, contando com as presenças de outros ilustres parlamentares, entre os quais Liza Prado, Elismar Prado, Leonídio Bouças, Luiz Humberto Carneiro e Tenente Lúcio, além de prefeitos das mais importantes cidades da região. Nas audiências se destacaram também vereadores, juízes, promotores, empresários e empreendedores do Triângulo e Alto Paranaíba, todos interessados na maior significância do projeto de Lei Complementar 32/2012.

Os prefeitos Raul Belém, Lucas Campos, Paulo Piau, Gilmar Machado; Marcio Nobre, presidente da Câmara Municipal;

Os benefícios O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro, se emocionou ao falar à Dystak’s sobre os trabalhos de todos os políticos da região, onde disse não destacar um só nome, pois todos estão empenhados na aprovação da Lei Complementar que virá sem sombra de dúvidas beneficiar toda a região, o estado e o país como um todo. A deputada Liza Prado, responsável pelo desengavetamento do projeto na Assembleia Legislativa, disse que não se considera dona da ideia e que outros já a apresentaram em sessões em diversas legislaturas. “Eu estou contando com o apoio de muita gente e especialmente as entidades classistas que estão com atenções voltadas para os benefícios que podemos ter caso a Lei Complementar 32/2012 seja aprovada. Há necessidade de um comprometimento uniforme de todos os interessados para que nossa região possa ser premiada com os recursos que poderão vir com esta criação, que passa agora para a reunião em Patrocínio e outra em Ituiutaba. Em seguida será produzido um relatório que terá sua constitucionalidade analisada pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Feitas as correções necessárias, o projeto será votado em plenário e, se aprovado, caberá ao governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, sancioná-lo. Após todo esse trâmite terá início a instalação da agência metropolitana, responsável por articular ações específicas, como os programas de trabalho e os cargos”, sintetizou Liza Prado. O prefeito Gilmar Machado reafirmou seu propósito de continuar lutando pelo engrandecimento da região, especialmente agora como prefeito, presidente da AMVAP (Associação dos Municípios da Microregião do Vale do Paranaíba), e membro de outras entidades que diz tudo sobre o empreendi-

52

mento que vai oferecer grandes vantagens aos grupo de 52 cidades que fazem parte do projeto. A importância A imprensa que cobriu o evento destacou sempre que a população regional está unida e para se ter uma ideia disso, entre os muitos representantes que estiveram na audiência em Uberlândia podemos destacar: Raul Belém (prefeito de Araguari); Lucas Campos (prefeito de Patrocínio); Paulo Piau (prefeito de Uberaba); Gilmar Machado (prefeito de Uberlândia); Mauri José Alves (prefeito de Frutal); Rui Gomes (prefeito de Pirajuba); Luiz Pedro Correa do Carmo (prefeito de Ituiutaba); Marcio Nobre (vereador presidente da Câmara Municipal de Uberlândia); Dinis Pinheiro (deputado presidente da ALMG - Assembleia Legislativa de Minas Gerais); deputados Liza Prado, Leonídio Bouças, Tenente Lúcio, Elismar Prado, Odelmo Leão Carneiro, Weliton Prado, Antônio Lerin, Luiz Humberto Carneiro; Dr. Joemilson Donizete (Juiz da 2ª vara criminal de Uberlândia); Adones Castro (gerente regional da AMM BH - Associação Mineira de Mu-

Autoridades reunidas na sala de Marcio Nobre, presidente da câmara


Foto: Beto Oliveira

Os deputados estaduais Tenente Lúcio e Dinis Pinheiro, presidente da ALMG

Dinis Pinheiro, presidente da ALMG e os deputados estaduais Liza Prado e Leonídio Bouças

nicípios de Belo Horizonte); Eliseu Marques (vice-presidente da OAB - Ordem dos Advogados do Brasil); Celso Vilela (presidente da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberlândia); Thiago Soares (presidente do Sindicado Rural de Uberlândia); Professor Eduardo Nunes Guimarães (vice-reitor da UFU), além de dezenas de pessoas interessadas no progresso da região. Todos discutiram os assuntos e agora estão com vistas voltadas à futuras decisões para que o Triângulo possa ter a terceira Região Metropolitana de Minas Gerais se juntando à grande Belo Horizonte e ao Vale do Aço, as duas já em funcionamento e beneficiando as ações integradas de suas autoridades.

Menissa entrevista o deputado estadual Tenente Lúcio

Imprensa local, regional e convidados presentes no Plenário Homero Santos

53


Mensagens “Ler é uma das maiores fontes de alegria. Claro, há uns livros chatos. Não os leiam! Borges dizia que, se há tantos livros deliciosos de serem lidos, por que gastar tempo lendo um livro que não dá prazer? Na leitura fazemos turismo sem sair de casa gastando menos dinheiro e sem correr o risco da viagem.” (Ostra feliz não faz pérola - Rubem Alves) “Nunca se esqueça de quem é, porque é certo que o mundo não se lembrará. Faça disso sua força. Assim, não poderá nunca ser sua fraqueza. Arme-se com essa lembrança e ela nunca poderá ser usada para magoá-lo.” (A Guerra dos Tronos - George R.R. Martin)

Acadêmica do curso de Publicidade e Propaganda da ESAMC, a futura publicitária Lorraine Alves destacou algumas mensagens e citações de livros. Aqui estão algumas que foram extraídas das mais diversas fontes usadas pelos internautas e que poderão receber colaborações, críticas e ideias pelo e-mail: lorraine@revistadystaks.com.br

“A dor é uma coisa muito esquisita, ficamos desamparados diante dela. É como uma janela que simplesmente se abre conforme seu próprio capricho. O aposento fica frio e nada podemos fazer senão tremer. Mas abre-se cada vez menos, e menos ainda. E um dia nos espantamos porque ela se foi.” (Arthur Golden) “As pessoas grandes adoram os números. Quando a gente lhes fala de um novo amigo, as pessoas grandes jamais se interessam em saber como ele realmente é. Não perguntam nunca: ‘qual é o som da sua voz? Quais os brinquedos que prefere? Será que ele coleciona borboletas?”. Mas perguntam: ‘qual a sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai?’. Somente assim é que elas julgam conhecê-lo.” (Antoine de Saint-Exupéry) “Não se muda o mundo com ideias. As pessoas com poucas ideias estão menos sujeitas ao erro, seguem aquilo que todos fazem, não incomodam ninguém, têm sucesso, enriquecem e alcançam boas posições, como deputados, condecorados, homens de letras renomados, acadêmicos, jornalistas. Pode-se ser idiota quando se cuida tão bem dos próprios assuntos? O idiota sou eu, que quis lutar contra moinhos de vento.” (Umberto Eco) “A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de caráter e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais, não pode ser um bom homem.” (Arthur Schopenhauer) “O homem de bem encontra satisfação nos benefícios que espalha, nos serviços que presta, no fazer ditosos os outros, nas lágrimas que enxuga, nas consolações que prodigaliza aos aflitos. Seu primeiro impulso é para pensar nos outros antes de pensar em si. É para cuidar dos interesses dos outros antes de seu próprio interesse.” (Allan Kardec) “Guarde a convicção de que todos estamos caminhando para adiante através de problemas e lutas, na aquisição de experiências e de que a vida concorda com as pausas para refazermos as nossas forças. Mas não se acomode com a inércia em momento algum.” (André Luiz) “Ignoremos os espinhos, porque, sobre eles, as rosas desabrocham com o perfume que inebria nossas almas. Fixemos o olhar nas flores, nos frutos, no lado bom de cada companheiro e saibamos valorizar aquilo que cada um traz de melhor em si. Ame, compreenda e perdoe. Você não sabe em que situação estará amanhã e que porção de compreensão alheia você demandará.” (Pai João de Aruanda) “Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos certeza de que ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.” (AD) “Enquanto estiver vivo, sinta-se vivo. Se sentir saudades do que fazia, volte a fazê-lo. Não viva de fotografias amareladas! Continue quando todos esperam que desista, não deixe que enferruje o ferro que existe em você. Faça com que ao invés de pena, sintam respeito por você. Quando não conseguir correr através dos danos, trote; quando não conseguir trotar, caminhe; quando não conseguir caminhar, use uma bengala. Mas nunca se detenha.” (Madre Teresa de Calcutá) “Se tu me amas, ama-me baixinho. Não o grites de cima dos telhados, deixa em paz os passarinhos, deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda.” (Bilhete de Mario Quintana)

54


55


Frases Frases “A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor.” - (Frase enviada via e-mail pelo Jornalista Ademir Reis) “A sua motivação tem que ser externada. Mostre-a. Nem que seja só para você mesmo.” (Dirk Wolter) “Aprenda a prestar atenção. Às vezes a oportunidade bate à porta muito baixinho.” (Oberdan Veras Tostes) “Chorar sobre as desgraças passadas é a maneira mais segura de atrair outras.” (William Shakespeare)

Vanessa Melazzo secretária de eventos da Rede Dystak’s de Comunicação e bacharel em administração de empresas com ênfase em finanças. Pesquisas, leituras, consultas, audiências de TVs e rádios e conversas com leitores amigos, faz com que destaquemos algumas frases que marcam. Aqui algumas sugestões, estamos esperando as suas para que as mesmas possam fazer parte destes exemplos citados por pessoas importantes. Correspondências: vanessa@revistadystaks.com.br

“A percepção das coisas ao nosso redor cria também a nossa realidade se soubermos agir de acordo.” - (Dirk Wolter) “O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de rebater.” - (A.D. - frase enviada via e-mail pela investigadora de Polícia Eva Leonice Ferreira Freitas) “Continue lançando as sementes ao solo e deixe que cresçam e frutifiquem as boas amizades.” - (Frase retirada de um e-mail enviado pelo Anibal Fernandes) “A perfeição da própria conduta consiste em manter cada um a sua dignidade sem prejudicar a liberdade alheia.” - (Voltaire) “A bondade é o único investimento que nunca falha.” - (Henry David Thoreau) “Só é digno da vida aquele que vai, todos os dias, à luta por ela.” - (Goethe) “Escolha o trabalho de que gostas e não terás de trabalhar um único dia em tua vida.” (Confúcio) “Aquele que não é capaz de governar a si mesmo não será capaz de governar os outros.” - (Mahatma Gandhi) “A curiosidade, instinto de complexidade infinita, leva por um lado a escutar atrás das portas e por outro a descobrir a América.” - (Eça de Queiroz) “Um homem de bom senso saberá criar melhores oportunidades do que aquelas que se depara.” - (Francis Bacon) “Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem.” (Mário Quintana) “Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o símbolo que retine.” - (São Paulo) “A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade.” (Suenens) “A imaginação cresce através do exercício, e ao contrário da crença comum, é mais poderosa dentro do mais velho que no jovem.” - (Paul McCartney) “Por que cometer erros antigos se há tantos erros novos a escolher?” - (Bertrand Russel) “Um herói é um indivíduo comum que encontra a força para preservar e resistir apesar dos obstáculos devastadores.” - (Christopher Reeve) “O amor é o único jogo no qual dois podem jogar e ambos ganharem.” - (Erma Freesman) “Você não consegue escapar da responsabilidade de amanhã esquivando-se dela hoje.” (Abraham Lincoln) “Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.” - (A.D. - Frase enviada via SMS pela leitora Márcia Inês)

56


Polícia Militar de Minas Gerais homenageia autoridades, imprensa e colaboradores

A Medalha Alferes Tiradentes - a maior comenda da Corporação - foi criada em 1989 e é uma reverência ao Protomártir da Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier, cujo “valor e exemplo de amor à Pátria transcendem as fronteiras do tempo”. Com o slogan Evoluindo nas Ações de Segurança Pública, este ano, o desfile foi temático em homenagem à Atividade de Operações Especiais. Uberlândia presente

Militares e autoridades presentes à entrega da Medalha Alferes Tiradentes

A Polícia Militar de Minas Gerais é a instituição policial mais antiga do Brasil. Com duzentos e trinta e oito anos de existência, teve sua origem em 9 de junho de 1775, com a criação do Regimento Regular de Cavalaria de Minas, em Ouro Preto, cidade histórica declarada pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. Para comemorar o aniversário a PM, realizou-se um grande evento no dia 6 de junho de 2013, no pátio da Academia, em Belo Horizonte, na presença do governador do estado, Antonio Anastasia; do comandante-geral da Instituição, Coronel Márcio Martins Santana; de dezenas de autoridades e de representantes de diversos segmentos para entrega da Medalha Alferes Tiradentes.

Dr. Samuel Barreto e Marquinhos Macaranã

Entre os uberlandenses homenageados no evento destaque para a deputada Liza Prado, que está exercendo mandato com importância vital na vida de cada cidadão, na Assembléia Legislativa de Minas Gerais. O uberlandense Marquinhos Macaranã, também foi homenageado, onde todos ressaltaram o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo apresentador na televisão da capital. Sempre marcando presença entre os destaques a Polícia Civil de Minas Gerais, o Dr. Samuel Barreto, chefe do 9º DPC, foi outro que recebeu a honraria, afirmando que sempre trabalha pelo povo com muita satisfação, além de estar lisonjeado com a homenagem recebida. O Coronel Dilmar Fernandes Crovato, comandante da 9º RPM, foi outro dos muitos que receberam homenagens por parte da Polícia Militar de Minas Gerais. Aos homenageados os cumprimentos da equipe da Rede Dystak’s de Comunicação.

Liza Prado recebe a Medalha Alferes Tiradentes

Dr. Samuel Barreto e Cel. Dilmar Fernandes Crovato

57


Correspondências Por: Mauro Mendonça

Fale conosco: mauromendonca@revistadystaks.com.br

Felizmente a cada edição de nossa Revista aumenta o número de correspondências dos leitores que fazem as mais diversas observações quanto ao nosso trabalho. Críticas fazem parte e são elas que aumentam nossa responsabilidade, inspirando sensibilidade para escrever artigos e colocar nesta página aquilo que o leitor gosta de ler para analisar, refletir e aumentar os próprios conhecimentos. É o que acreditamos. É por isto que a Dystak’s existe.

“Nós esperávamos muito, mas nem tanto. Ainda recordamos e queremos ver as possibilidades de estarmos na próxima festa da Dystak’s. Bombou. Aplausos e parabéns a vocês”. - Meniane e Paulo Afonso - funcionários públicos.

“Recebemos e agradecemos o envio da Dystak’s, edição 305, em que você plagia a novela da Record, Dona Xepa. Parece que você não é pão duro, mas no seu Ponto de Vista ficou alguma coisa no ar”. - Vani Gomes - leitora Resposta: existem escritores que trabalham com ficções. Eu prefiro sempre testar os fatos para sentir na pele aquilo que os outros estão passando. É assim que vamos causando inveja àqueles que nos seguem ou perseguem.

“Vocês deveriam fazer uma festa por adesão. Fica muito limitado para quem quer conseguir um ingresso para uma festa de vocês. Aliás, poderiam fazer mais ao longo do ano. Dia 11 de abril foi sucesso”. - Fabiene Ortonelli Piccinini - Resposta: temos tido as mais variadas propostas para “Muito obrigado pela atenção dispensada aos alunos do realizarmos eventos por adesões. Saiba que não é fácil. curso de Publicidade da ESAMC da turma da manhã que Hoje há necessidade de se tomar muito cuidado com locais, estiveram na Dystak’s fazendo trabalho de grupo. Como documentação, segurança, alimentação, show e outras coisas mãe fico agradecida, especialmente em saber a sua luta que fazem parte. É uma hipótese que está sendo analisada com e o trabalho da equipe para colocar em circulação cada carinho e quem sabe, um réveillon saudando 2014. Havia uma edição da Dystak’s. Minha filha Flaviane e seus colegas estão mega feijoada programada agradecidos”. - M a r i a para o dia 15 de junho, mas o do Rosário - educadora. “É um prazer receber a Dystak’s em minha - Resposta: a senhora cantor se negou a apresentar no local que buscávamos inovar casa. Guardo todas as edições especialmente na sua profissão já disse em termos de eventos para a tudo. Temos que tentar para ler e reler os artigos do Dr. Jorge, Dra. passar tudo que sabemos sociedade. Coisa de estrelas. Adriane e o Ponto de Vista escrito por você. As para que a nova geração “Mauro, muito obrigado por possa extrair o que há de matérias também são interessantes e as fotos bom em todo conteúdo. nos ter oferecido aquela festa maravilhosa no Palácio de nítidas, coisas que hoje a tecnologia ajuda. Fizemos apenas aquilo que Cristal. Pena que as pessoas os alunos necessitavam e No entanto o que seria a tecnologia sem uma esta é a obrigação de todos não têm o devido respeito e ficam conversando e servindo equipe como a de vocês, que distribuem a nós da Rede Dystak’s de comidas durante as cerimônias. Comunicação. Dystak’s gratuitamente”. - Heloisa Fontenelli Encontre um jeito. Isto é possível”. - Daniela Almeida Peixoto - leitora da Dystak’s. “Uma maravilha a edição - professora. - Resposta: 305 da Dystak’s! Estamos nós sempre nos baseamos em outros acontecimentos para revivendo os momentos agradáveis que passamos no dia ver como nos saímos no que organizamos. É um ponto de 11 de abril no Palácio de Cristal. Fotos e textos perfeitos partida. Infelizmente a sociedade está agindo assim, inclusive e tudo numa demonstração de carinho que vocês tiveram durante cerimônias cívicas dentro de entidades militares. As com os convidados durante o aniversário da Dystak’s. mesas diretoras de eventos então ficam lastimáveis. Estamos Estamos ansiosas por outra festa. Quando será?” - Vilmair, estudando com carinho esta reivindicação que não é só sua. Elizabeth e Mara Eliane - leitoras. É clamor da sociedade e a equipe Dystak’s agradece. “Ah, agora quero ver como vai se virar a turma que estava “Mauro, você não teme que com a criação de novos na Prefeitura. Todos devem estar chupando o dedo, equipamentos e programas na internet a mídia impressa vai principalmente os secretários que não faziam nada. Vocês desaparecer? O brasileiro não tem hábito de leitura. Ou você da Dystak’s podem dar notícias?” - Vantuir Maneri não acha? Temo pela nossa Dystak’s”. - Vanessa Borges - Professor - Resposta: mestre, ainda bem que temos leitores leitora. - Resposta: cara Vanessa, em qualquer segmento como o senhor para perguntas tão profundas e inteligentes empresarial, social ou mesmo particular, você tem que ficar que só poderiam ser feitas por um leitor de destaque. Pelo com um olho no queijo e outro no rato. É assim em todos que conhecemos todos os secretários da administração os segmentos e para que você diminua a preocupação que passada são pessoas graduadas, com empresas próprias, é geral, hoje são centenas de leitores que gostariam de ter formados e que estavam prestando favores a pessoas assinaturas da Dystak’s, mesmo tendo que pagar anuidade como nós, que somos os eleitores. Eles foram convocados como outras Revistas de editoras multinacionais. Aqui e pelas informações estão satisfeitos pela aprovação da estamos trabalhando e isto é tudo. Faça assim. É só não abrir administração com mais de 90%. Lógico que torcem pelo os dedos porque senão o que há de bom nas mãos vai cair. futuro grandioso de Uberlândia.

58


Frases Bombeiro

Tenente Coronel Itamar comanda o 5º BBM Por Luzia Castelo Branco

Com 25 anos de experiência no meio militar, o Tenente distribuído dentro de uma pulverização necessária, especialCoronel Itamar Caetano Filho assume o comando do 5º mente pelas atividades desenvolvidas com o trânsito, onde Batalhão de Bombeiros Militar, sediado em Uberlândia. As temos um atendimento ágil, rápido e seguro”. Além da sede atuações em conjunto com toda a tropa e o mérito pelos situada na Avenida Rondon Pacheco, são distribuídos postos de atendimentos do corpo de bombeiros nos bairros: Distrito trabalhos realizados, o levaram ao cargo. Itamar Caetano Filho, nascido em Tiros (MG), começou Industrial, Morada Nova, São Jorge e um posto avançado suas atividades como Bombeiro Militar em Belo Horizonte. no Centro, situado na Avenida Floriano Peixoto com a Rua Ele fala sobre sua carreira e trajetória profissional. “Iniciei Ituiutaba, além do atendimento feito no aeroporto, para a carreira como Bombeiro Militar em 1988, quando ainda cuidar da segurança dos pousos e decolagens, através de uma atuávamos em conjunto com a Polícia Militar. Comecei parceria com a Infraero. Segundo o Tenente Coronel, o Batacomo cadete, fiz o Curso de Formação para Oficiais e depois lhão de Bombeiros Militar também está projetando junto com a Prefeitura Municipal de conquistei as promoções. Uberlândia a disponibilizaTrabalhei por muitos anos ção de um posto avançado em Belo Horizonte, no ano na região do bairro Luizote de 2004 fui trabalhar na de Freitas, para que atinjam Companhia de Patos de Mitodos os setores da cidade, nas onde fiquei durante três ou seja, as regiões Centro, anos. Fui transferido para a Norte, Sul, Leste e Oeste, sede de Uberlândia em marpossibilitando melhora no ço de 2007 já como Major, atendimento à comunino cargo de subcomandante dade. O Tenente Coronel do 5º BBM. No dia 25 de comenta sobre o trabalho dezembro de 2012 alcancei que tem sido realizado no o posto de Tenente Coronel seu comando e destaca a em ato assinado pelo goimportância do atendimenvernador Antônio Anastasia to que tem sido feito nas e através de indicação dos rodovias: “vale acrescentar meus superiores do Corpo que estamos executando de Bombeiros”. também o programa BomO 5º Batalhão de Bombeiros Minas Presente, que beiros Militar, sediado em atua de acordo com as Uberlândia, atende de forma demandas decorrentes dos abrangente com atuação na feriados nas rodovias, onde região norte do Triângulo, disponibilizamos equipes de Alto Paranaíba e Noroeste plantões prontas a agirem de Minas. Com pelotões rápido em casos de acinas cidades de Ituiutaba, dentes. Com o efetivo em Araguari, Patrocínio, Unaí postos e unidades distintas e também uma Compaatendemos cerca de 50 a nhia em Patos de Minas. 54% da população, nos O comandante afirma que casos de atendimentos em são aproximadamente quisalvamentos, situação que nhentos e trinta bombeiros ocorre quando há vítimas de militares exercendo suas trânsito ou pessoas desapaatividades em todo o Batarecidas. Já em torno de 16 lhão e ressalta a necessidade a 20% são os atendimentos de aumentar o número de Tenente Coronel Itamar Caetano Filho, é o comandante feitos para vistorias de vebombeiros nas Companhias: do 5º Batalhão de Bombeiros Militar de Uberlândia rificação, de fiscalização e “precisamos ampliar de 15 a 20% o nosso efetivo, propostos por resoluções do alto liberação, enquanto na parte preventiva nós temos o comcomando para abranger toda a operacionalidade e adminis- bate a incêndio. Inclusive, quando o bombeiro foi instituído, tração das unidades. Já estamos aguardando para o próximo basicamente era para atender o combate a incêndio, hoje ano uma seleção de jovens que já está em andamento para esse atendimento gira em torno de 4 a 6% de nossas ocorintegrarem a nossa corporação. Acredito que 70 homens rências”, afirma Itamar Caetano Filho. Além dessas atividades deverão ser formados aqui na cidade de Uberlândia para o corpo de bombeiros realiza outras ações como ações de atuar no 5º BBM a partir de 2014. Todo o nosso efetivo está defesa civil, palestras e projetos sociais.

59


Frases Notas

Dr. Joemilson Donizetti (2ª Vara Criminal da Comarca de Uberlândia) “Eu retornei da missão em Timor Leste no final de fevereiro deste ano e tive um período de férias que foi natural, pois já estavam acumuladas no Tribunal de Justiça de Minas. Agora estou retornando às atividades junto à Comarca de Uberlândia”. As palavras foram ditas à nossa reportagem pelo Dr. Joemilson Donizete que esteve no Timor Leste, representando o Poder Judiciário, na reconstrução daquele país. O juiz já retomou suas atividades à frente da 2ª Vara Criminal de Uberlândia.

Enlace No último dia 25 aconteceu a união dos noivos Emmyle Manhezzo e Reinner Simão. A noiva é filha de Adilson Manhezzo e Marina da Fonseca Tablas Manhezzo; e o noivo é filho do jornalista Gregório José Lourenço Simão e da fotógrafa Nilse Martins Rodrigues Simão. Os noivos receberam as bençãos na Quinta Igreja Presbiteriana, localizada no bairro Roosevelt. Após a cerimônia os convidados foram recebidos pelo casal com uma festa realizada no salão Odisséia Eventos. Felicidades aos eternos namorados!

...................................................................................................................................

..........................................

Prêmio Fidelidade A diretoria do CCAA recebeu a equipe da Revista Dystak’s na unidade do Center Shopping, ao receber o prêmio por anunciar em 96 edições ininterruptas na Revista. A escola ganhou como brinde um equipamento completo de vídeo monitoramento, o diploma do Prêmio Fidelidade e um troféu confeccionado especialmente para essa premiação da Dystak’s. Polivalente Nascido no dia 29 de abril de 1952, filho de Philomeno Izael da Silva e Iracema Januário Silva, o cerimonialista da Câmara Municipal e produtor do programa Brasil Urgente, da Rede Bandeirantes, Severino Izael está sempre atento às suas atividades. Atende com profissionalismo e respeito à equipe Dystak’s. Ele diz gostar do que faz e aqui em Uberlândia começou a trabalhar na rádio Difusora, passou pela rádio Educadora e hoje está ligado à telinha, onde reafirma que o profissional tem que ser polivalente.

60

.................................................................................................................................... Juízo final Vão acontecer nos dias 28, 29 e 30 de junho, no Teatro Rondon Pacheco, as apresentações da comédia “Juízo Final”. A peça é montagem do dramaturgo e cineasta Chico Lima, que está lançando o desafio ao público de toda região: “tente não rir e não refletir com o espetáculo”. A peça também visitará as cidades de Patos de Minas, Araguari, Uberaba e Araxá.


Ponto de Vista

Respeito é bom e a natureza agradece Mauro Mendonça dos Santos Superintendente e Editor 9971-1414 / 9972-1414 mauromendonca@revistadystaks.com.br

ISOOLHOS.COM.BR

Jamais imaginamos que vai nos ocorrer algo além do comum, como catástrofes, furacões, deslizamentos de terra, vulcões, milhares de doenças que atingem a humanidade, assassinatos, prisões, furtos e muito menos a morte. Pensamos que pode ocorrer com os outros, mas nunca estamos preparados quando ocorre conosco. As provas estão no dia a dia, em decorrência dos riscos que corremos ao sermos pegos de surpresa, como quando ocorre uma reação da natureza. Lembro-me que em 1995 estava em casa quando começaram os noticiários sobre a inundação da Avenida Rondon Pacheco, situações como alagamentos de clubes, carros destruídos, árvores arrastadas, asfaltos cedendo e dezenas de outras intempéries que puderam ser avaliadas em sua totalidade apenas no dia seguinte. Uma repetição daquilo que já havia ocorrido na década de 80. Outras avenidas como Minervina Cândida de Oliveira e Silva, Getúlio Vargas, Monsenhor Eduardo, Floriano Peixoto, enfim, dezenas de ruas e bairros também foram atingidos pelo temporal. Lembro que houve críticas a respeito, nomes de pessoas que acabaram sendo incluídas como responsáveis pela catástrofe. Os tempos passaram e 18 anos depois vejo o mesmo episódio. Em véspera de feriado de Corpus Christi, dia 29 de maio, uma tarde com fortes tempestades e chuvas recheadas com granizos assolou a maior e melhor cidade do Triângulo como um todo. A cidade se uniu, houve salvamentos de pessoas que tiveram seus carros e motos arrastados e o mais importante foi que sem sigla política partidária, com exceções de apenas dois ou três afoitos por alguns segundos de fama nas frentes de câmeras e microfones, todos queriam salvar a cidade, ajudar pessoas atingidas pela catástrofe e até campanhas foram feitas e ainda estão em evidência ajudando aqueles menos protegidos financeiramente ou mesmo anônimos que clamaram por socorro. A tempestade foi geral, não houve um só local onde a intensidade da chuva não tenha destelhado casas, quebrado vidraças, derrubado árvores, arrancado coberturas de empresas, garagens e outros prejuízos que aos poucos começam a voltar para a normalidade, graças ao esforço de cada um que participou da jornada de ajuda a quem precisava. A população clama por ruas asfaltadas, grandes condomínios, obras gigantes e todas as melhorias de uma grande metrópole. No entanto, não se preocupa em colocar o lixo no devido local e lançam latas de cervejas, refrigerantes, sacolas plásticas, copos e outros objetos descartáveis ao longo de ruas, avenidas ou no interior das próprias casas. O que esquecemos são os cuidados que devemos ter com o que acaba provocando estas catástrofes e respeitar mais a natureza. É esta natureza que está a cada dia nos mandando avisos, fazendo mostras do seu poder de força e pedindo o devido respeito para aquilo que Deus nos oferece. Não é hora de falar em juntar os cacos conforme chegou a ser comentado por alguns, mas momentos de reflexão, mão dupla na retribuição do que herdamos de Deus. Feito isso, talvez amanhã não tenhamos que enfrentar um caos semelhante ao ocorrido em maio, onde com certeza pessoas de todas as religiões se juntaram em orações e pediram proteção, porque em realidade a coisa foi mais do que feia, foi horrível e não queremos passar por outras provações divinas. Com relação ao lixo que não recolhemos, ao esgoto que não cuidamos e outras situações que poderiam ser evitadas se cada um de nós fizéssemos a nossa parte tendo o devido respeito para com a natureza, hoje não teríamos necessidade de ver Deste tronco se foram os galhos, folhas, máquinas, carros, homens e toda espécie de equi- frutos e até ninhos de pássaros que pamentos em casas, prédios, ruas, praças e avenidas moravam aqui. Sobrou o tronco que se prepara agora para reconstruir, durante reconstruindo aquilo que foi destruído pela enchen- anos, aquilo que a natureza destruiu em te. Foi apenas mais um recado da mãe natureza. 40 minutos. De quem é a culpa?

61


Frases Notas

Comida Japonesa Pratos variados com a verdadeira comida japonesa. Agora no bairro Santa Mônica, restaurante especializado com equipe treinada e preparada para o melhor atendimento. A empresária Girlene Nakaima afirma que o número de clientes está crescendo e já pensa em ampliar o espaço, inclusive com o trabalho de delivery. www.japasushiudia.com.br

Trote Solidário No dia 26 de março aconteceu a galinhada beneficente Trote Solidário, um trabalho realizado todos os semestres organizado pelo professor Luciano Araújo com os alunos da disciplina de Propaganda na faculdade ESAMC. O objetivo do trabalho, que foi em etapas, era ajudar instituições de caridade e promover ações de conscientização na faculdade. Os alunos Akezyus Luka, André Luiz, Fernanda Souza, Isabela Pacheco, Lara Paulinny, Lorraine Alves, Marcelo de Souza e Rodney Canoy formam o grupo ON Comunicação.

Preocupação O médico Paulo Roberto Salomão, diretor do Hospital Santa Catarina, afirma estar muito preocupado com a saúde do brasileiro no que diz respeito aos investimentos na área da saúde. “Dentro das possibilidades estamos fazendo tudo que é necessário. A interferência nos planos de saúde, a falta de um programa mais acentuado do Governo Federal pode trazer algumas consequências futuras que vão desagradar aos segurados e aqueles que precisam de tratamentos especializados”.

São Pedro “Hoje nós temos no Cemitério São Pedro, inaugurado em 1939, mais de 16 mil corpos sepultados”. A afirmação é da nova administradora da área Virgínia Vieira Cardoso, que foi designada pelo Secretário Municipal de Serviços Urbanos, Eduardo Afonso, para cuidar do espaço. Marco Antônio (chefe da seção de luto) e Eduardo Afonso (secretário) já entregaram à nova administradora um projeto para restauração do local que já começou a receber arborização ao redor do cemitério dando uma vista panorâmica com mais inspiração, especialmente às famílias que irão visitar os túmulos de seus entes queridos.

.................................................................................................................................................................................

................................................................................................................................................................................. Velinhas Quem soprou velinhas foram os familiares de Anna Laura em festa realizada pelos pais Wemerson Bittencourt Júnior e Maria Fernanda Ladeira, comemorando o aniversário da linda garota. Os avós paternos Wemersom Bittencourt e Aparecida Valéria da Silva e os maternos José Américo Junior e Ângela Fátima de Abreu, ficaram entusiasmados, bem como os demais familiares e amigos convidados para a festa.

CEF Sérgio Bizinoto, gerente da Caixa Econômica Federal, agência Triângulo, presente nos principais eventos empresariais da região, representando a instituição financeira. Ele está em Uberlândia desde janeiro e há 29 anos trabalha na Caixa Econômica Federal, atendendo aos clientes em todos os setores da CEF.

62

Destaque Em destaque a atenção e o profissionalismo da pedagoga e esteticista Meire Ivanda Alencar Martins Rocha Lima, esposa do comandante do 36º Batalhão de Infantaria Motorizado de Uberlândia. Aqui ela participa com a filha Sophia Alencar Rocha Lima da solenidade na Águia da Tubalina.


63


64


Revista Dystak's - maio/junhp 2013 - 306