Page 63

A

bril de 1996. Um grupo formado

27 e 30 de maio de 1997, 40 empresários de

por 34 empresários dos setores

Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará

do comércio, da indústria e da

e Paraíba estiveram novamente em Milão para

agropecuária do Nordeste, além

apresentar o Seminário sobre Oportunidades de

de representantes de entidades

Investimentos e Negócios no Nordeste do Brasil.

de classe, da Assembleia Legislativa, da bancada

Durante o encontro, os empreendedores mostra-

pernambucana na Câmara Federal e do Governo

ram as potencialidades da região como polo de

de Pernambuco, desembarcava em Roma, capital

investimentos e consumo e participaram de ro-

da Itália. Dali seguiria, poucos dias depois, para a

dadas de negócios com gestores italianos. Além

segunda maior – mas não menos importante – ci-

disso, dez líderes de empresas de Pernambuco e

dade italiana, Milão. Nas duas metrópoles euro-

da Paraíba firmaram um acordo de colaboração

peias, a mesma missão: conhecer mais de perto

industrial com o país europeu.

o mercado daquele país e, principalmente, trocar ideias e experiências, sempre tendo em vista a possibilidade de fechar parcerias e, dessa forma, aumentar a presença da economia pernambucana na economia mundial. Ao longo da viagem, que durou dez dias, a comitiva não só passou por Roma e Milão, como visitou as cidades de Turim, Verona e Parma. Em todas elas, os empresários pernambucanos reuniram-se com autoridades locais e gestores de grandes companhias e multinacionais, como o então vice-presidente da Fiat, Pietro Sighicelli. Na volta, deixaram acertada a realização de dois seminários, um no Recife e outro em Roma, e a assinatura de contratos de exportação de frutas de Pernambuco para o país que, nos anos 90, era uma das sete maiores economias do mundo. “A missão Brasil/Itália realmente superou as expectativas”, avaliou na época o presidente da Feco-

As missões empresariais foram fundamentais para estreitar relações, descobrir novos mercados, parceiros nacionais e internacionais e muitas oportunidades de negócios”

mércio-PE, Josias Albuquerque. O resultado foi tão satisfatório que a emprei-

Edivaldo Guilherme dos Santos

tada se repetiria no ano seguinte. Entre os dias

E D I Ç ÃO C O M E M O R AT I VA 7 5 A N O S F E C O M É R C I O - P E

62 |

63

Profile for Dupla Comunicação

Fecomércio - PE  

Especial comemorativo aos 75 anos da entidade

Fecomércio - PE  

Especial comemorativo aos 75 anos da entidade

Profile for duplacom
Advertisement