Page 1

GOLFE - HIPISMO - NÁUTICA - LUXO

JUNHO|2014|61


marisolsa.com


Os mais antigos vão se lembrar que no início a Marisol fabricava chapéus. Os que já estão há algum tempo com a gente recordam de quando a Marisol passou a fabricar malhas. Os que chegaram mais recentemente afirmam que a Marisol fabrica roupas, meias e calçados. Os clientes e consumidores responderiam que a Marisol produz moda. Mas no fundo, o que a Marisol fabrica desde o seu primeiro dia de atividade, em 22 de maio de 1964, é felicidade. Este produto, a felicidade, é o nosso carro-chefe. Ele não é feito com máquinas, teares, fios, tinta. Não é embalado em caixas ou transportado por caminhões. Não é vendido em lojas. Aliás, ele nem pode ser vendido, porque, como todo mundo sabe, dinheiro não compra felicidade. Nosso processo de produção de felicidade é muito simples. As pessoas entram por um portão, saem por outro e, nesse meio tempo, passam por um ambiente em que a amizade, a transparência, a ética, o respeito e o bem-estar são valores sempre presentes. A partir daí, um efeito automático de multiplicação faz a felicidade se espalhar entre os familiares, os amigos, os vizinhos, a comunidade, e chega como brinde para todos os milhões de brasileiros que compram nossos outros produtos. Porque aqui na Marisol a gente sabe que, no fundo, ninguém compra roupas. O que as pessoas compram mesmo é a emoção de se vestirem com mais conforto e mais qualidade. De se sentirem mais felizes. Da mesma maneira, quem trabalha aqui não é apenas um funcionário de uma indústria. É um colaborador no mais puro sentido da palavra. São pessoas que colaboram para um mundo melhor, para uma comunidade mais forte, que colaboram para melhorar a qualidade de tudo o que a gente faz. E, assim, dão uma grande colaboração na continuidade desta história de 50 anos, que passa de pessoa para pessoa, e que continua evoluindo. Nossa história, assim como a felicidade que nós fabricamos aqui, é feita de você. Por isso, os 50 anos da Marisol não são apenas da Marisol. São de todos aqueles que, diariamente, dão um pouco de si e tornam esta nossa caminhada mais agradável, mais prazerosa e repleta de momentos memoráveis e felizes.


SEJA PARA GRANDES EVENTOS OU OPÇÕES DE LAZER, JARAGUÁ DO SUL É

GIGA

JAR JAR Jaraguá do Sul é completa. E além de diversas opções de lazer e esporte, possui uma das melhores infraestruturas para a realização de eventos do Brasil. A Arena Jaraguá é o complexo multiuso mais moderno do sul do país e já recebeu eventos de magnitude como o UFC e os jogos da Liga Mundial Masculina de Vôlei. A cidade também conta com o teatro SCAR, onde é realizado o FEMUSC, Maior Festival-Escola de Música da América Latina.

E ainda tem os eventos anuais, que acontecem no Parque Municipal de Eventos, como a tradicional Schutzenfest. E as atrações da cidade não param por aí. Jaraguá do Sul possui uma natureza singular, com rios e cachoeiras de água límpida e ar puro, propiciando práticas como: trilhas, mountain bike, voo livre, escalada, canoagem e mais. E é por essas e outras razões que Jaraguá do Sul é gigante em diversão.


NTE.

RAGUÁ RAGUÁ


Mapa de Navegação

Diretor Executivo Fábio Trisotto

12 Velocímetro

Edição Manoela Hoffmann

Gran Cherokee agora também a diesel

Colunistas Edson Machado Fotografia Fabrizio Motta Foto de capa Nilo Neto Diagramação Luis Eduardo de Souza Impressão Tipotil Gráfica e Editora Distribuição JLC Distribuidora - Joinville Falcan Distribuidora - Baln. Camboriú Contato Fábio Trisotto 55 (47) 9932 0714 fabio@gruponovocom. com.br

A Revista Golfe & Lazer é uma publicação bimestral da Novocom com distribuição gratuita.

16 Approach Golfe comunitário reúne famosos

20 Moda Coleção descolada para curtir a Copa

28 Tacada de Sucesso JCC sedia campeonato nacional de hipismo

32 Rosa dos Ventos Romance em Viena

48 Arte Mar Exposição ao ar livre de esculturas

Todos os direitos reservados. É proibida sua reprodução total ou parcial. A produção da revista não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios e mensagens publicitárias que estão incluídas nesta edição.

Bem-viver na maior cidade do estado

Siga-nos:

Os eventos que foram destaque no Clube

facebook.com/golfe.lazer twitter.com/GolfeLazer

58 Arquitetura 87 Joinville Iate Clube


Velocímetro Da Redação Fotos Divulgação

Ainda melhor Linha 2014 do Jeep® Grand Cherokee se completa com lançamento da versão diesel

O

Jeep Grand Cherokee amplia a recém-lançada linha 2014 com a chegada da versão Diesel no mercado brasileiro. A nova configuração apresenta todas as renovações já disponíveis desde janeiro nos modelos equipados com o motor a gasolina Pentastar V6 3.6 – novo câmbio automático de oito marchas, redesenho dos conjuntos óticos dianteiro e traseiro e modernização do interior, com no-

12

vos sistemas multimídia de entretenimento e informação (incluindo navegação GPS) e volante com mais funções, como as aletas que possibilitam trocas sequenciais de marchas. Vendido apenas na configuração Limited, a mais completa (no modelo a gasolina há ainda a opção Laredo), o Grand Cherokee Diesel tem sob o capô um potente e eficiente motor V6 turbo de 3 litros que, com


Motor diesel turbo V6 de 3 litros, 241 cv e 56 kgfm, com autonomia superior a 1.400 km

Consumo médio 10% melhor; autonomia máxima superior a 1.400 km

a nova transmissão de oito marchas, ficou ainda mais econômico do que no ano passado, quando passou a ser oferecido no Brasil. Construído na Itália pela VM Motori, o motor do Jeep Grand Cherokee Diesel é dos mais atuais, tendo sido desenvolvido para o exigente mercado europeu, além de estar à disposição também na América do Norte desde o ano passado. O novo Jeep Grand Cherokee entrega uma combinação sem precedentes em sua categoria, com economia de combustível e

enorme autonomia, mecânica moderna e eficiente, lendária capacidade off-road, acabamento refinado, comportamento dinâmico exemplar e muitos recursos de segurança e tecnologia. “Com o novo Grand Cherokee, nós partimos do mais elogiado SUV e o elevamos a um nível ainda mais alto”, disse Mike Manley, presidente mundial da marca Jeep. “Os compradores vão perceber que o Grand Cherokee proporciona ainda mais prazer ao dirigir, em todos os tipos de estrada e nas trilhas mais exigentes.”

13


Velocímetro

Novo volante com mais funções, quadro de instrumentos em TFT de 7”, tela central multimídia de 8,4” com navegador GPS, leitor de Blu-ray e duas telas traseiras de alta definição

Novidades Para 2014, a nova transmissão de oito velocidades é a maior novidade, ajudando o motor 3.0 V6 a fazer o Grand Cherokee Diesel rodar mais de 1.400 km na estrada -- com o Pentastar a gasolina, são 1.135 km de autonomia. A tradicional aptidão fora de estrada da Jeep é garantida pela tração 4x4 full-time Quadra-Trac II® e pelo sistema de gerenciamento de tração Selec-Terrain™. A frente reformulada, com novos faróis de duplo xenônio, exibe estilo ainda mais elegante que antes e lanternas de LEDs, recurso também empregado na traseira, inteiramente redesenhada. O refinamento interno se mostra no revestimento de couro, no acabamento de madeira de poro aberto e nas novas combinações de cores. Em relação à segurança, a lista cresceu e passa de 50 itens, incluindo assistente de saída em

14

subida, controle de estabilidade (ESC), auxílio de frenagem, controle de oscilação de reboque, Front Park Assist e Selec-Speed. A tecnologia a bordo também se apresenta no novo sistema multimídia Uconnect, com tela sensível ao toque de 8,4 polegadas e GPS integrado, além do quadro de instrumentos configurável, com display de LCD TFT de 7 polegadas e do sistema traseiro de entretenimento, com leitor de Blu-ray e duas telas de alta definição de 9 polegadas, atrás dos encostos de cabeça dianteiros. Fabricado em Detroit, nos Estados Unidos, o Jeep Grand Cherokee Limited Diesel 2014 está disponível nas 42 concessionárias do Chrysler Group do Brasil por R$ 239.900. Com o motor Pentastar a gasolina, os preços sugeridos são de R$ 185.900 (Laredo) e R$ 219.900 (Limited).


Design reformulado na dianteira e traseira, com iluminação de LEDs e rodas aro 20”

Off-road Como antes, o novo Grand Cherokee conta com a tração integral 4WD Quadra-Trac II e o sistema de gerenciamento de tração Selec-Terrain, que garantem a típica aptidão fora de estrada da Jeep. A caixa de transferência de duas velocidades Quadra-Trac II se baseia nos dados de vários sensores para determinar falta de aderência de alguma roda o mais cedo possível, e corrige a situação. O sistema também detecta movimento rápido no acelerador numa arrancada e maximiza a tração antes do pneu patinar. Quando uma roda es-

correga, até 100% do torque disponível pode ser transferido para o eixo com mais tração. O eficiente sistema de gerenciamento de tração Selec-Terrain, permite ao motorista escolher a configuração ideal para obter o melhor desempenho em um determinado tipo de piso. O recurso coordena eletronicamente várias partes do carro, como motor, câmbio e freios, por meio de interações com acelerador eletrônico, mudanças de marcha, caixa de transferência, Hill Descent Control e Selec-Speed.

15


Approach Da Redação Fotos Divulgação

Golfe social ONG Ação Comunitária promove a 9º edição de seu evento anual e comemora a marca de 40 mil atendimentos com os recursos captados

E

stá confirmada para o dia 03 de outubro, a nona edição do Torneio de Golfe Beneficente da Ação Comunitária. Trata-se de um dos mais tradicionais eventos da modalidade que, pela quarta vez consecutiva, será disputado no campo de Golfe da Quinta da Baronesa, em Bragança Paulista (SP), com patrocínio máster do Bradesco Private Bank. Os recursos oriundos do Torneio já contribuíram, desde 2005, para o atendimento a mais de 40 mil crianças, adolescentes e jovens dos programas sócio-educacionais da Ação Comu-

16

nitária, voltados à educação e à empregabilidade. “Nossos programas visam aumentar as chances de crianças e jovens terem uma vida de reais oportunidades, de modo que tracem novas perspectivas para si e para seu entorno”, explica Maurício Guimarães, Gerente de Marketing e Mobilização de Recursos da Ação Comunitária. Para esta edição, a expectativa é contar com ainda mais empresas parceiras para que possamos expandir a captação e o número de atendimentos. “Ainda há muito o que fazer e recursos cada vez mais escassos.


Espero que a Tacada Social promova o engajamento do maior número de parceiros possível”, finaliza. Empresas interessadas em unirem-se à causa podem adquirir cotas de patrocínio a partir de 3 mil reais. Os recursos arrecadados são revertidos para manter e ampliar os atendimentos, além de custear material didático, educadores, alimentação e toda a infraestrutura peda-

gógica necessária. Só em 2013, foram mais de 5.000 atendidos. Sob a organização de Fu Shibuya, da Score Golf Events, o Torneio de Golfe Beneficente da Ação Comunitária, é uma grande oportunidade de promoção de marca e networking entre o seleto público praticante do esporte. Sem contar o papel social agregado às empresas patrocinadoras.

“Agradeço imensamente à Ação Comunitária, dando a mim todo o suporte antes, durante e depois do curso, garantindo assim o seu crescimento tanto profissional, como pessoal!” Danilo Jesus da Rosa, 26 anos, jovem atendido pelos Programas da Ação Comunitária.

Sobre o Torneio de Golfe Beneficente Ação Comunitária: A edição de 2013 conta com o patrocínio master do Bradesco Private Bank e em anos anteriores, contou com a presença de ilustres jogadores de golfe, como Rubens Barrichello e Giovane Gáveo, além de leiloar produtos exclusivos, como camisetas autografadas pelo Rei Pelé e por Neymar que também servem como fonte de receita à manutenção dos programas da ONG. Mais informações pelo telefone (11) 5843.2901 ou www.acomunitaria.org.br

17


Approach Da Redação Fotos CBG

Brasileiras são destaque na Escócia Clara Teixeira e Luciane Lee tiveram ótimo desempenho no torneio St. Rule Trophy 2014

O

84º Amador de Golfe do Brasil, o torneio de golfe amador mais tradicional do país, tem inscrições abertas. O torneio acontece no São Fernando Golf Club, na Grande São Paulo, entre os dias 17 e 20 de julho, na semana após o término da Copa FIFA 2014. Simultaneamente, acontecerá a disputa dos países sul-americanos pela taça Mário Gonzalez. Logo após o término do amador do Brasil, serão divulgados os nomes dos atletas que irão compor as equipes brasileiras, feminina e masculina, no Mundial Amador por Equi-

18

pes que acontecerá na cidade Karuizawa, no Japão, entre os dias 1 e 14 de setembro. No ano de 2013 o carioca André Tourinho sagrou-se campeão brasileiro pela primeira vez depois de uma disputa acirrada com o então amador e tri-campeão brasileiro Rafael Becker. No feminino Luciane Lee levou o troféu mais desejado do país. No ano passado, o Brasil com a dupla formada por André Tourinho e Rafael Becker, também levou a Taça Mário Gonzalez, desbancando os argentinos. Fonte: Federação Brasileira de Golfe


Supreme Home Theater Rua Blumenau, 1762 - América Joinville/SC - (47) 3227-8262 comercial@supremeaudio.com.br

19

AUDIO . VÍDEO . AUTOMAÇÃO


Moda Da Redação Fotos Divulgação

Vamos de Copa Brasil?

A

Copa chegou... E é lógico que ninguém deixará esse momento especial passar em branco. Mas você já sabe o que vestir nos dias de jogos pelo Brasil afora? A marca catarinense Liverpool fez a sua parte, investiu em irreverência e lançou estampas exclusivas para o mundial. A marca de Florianópolis, que está badalada nas semanas de moda, é queridinha entre os famosos, com admiradores como os ga-

20

lãs globais Gianechini e Luciano Zafir, além dos atores Marcelo Adnet, Tata Werneck e o elenco de Malhação. Também veste os músicos Emmerson Nogueira, Armandinho, Maria Gadu e até a banda internacional Gun’s in Roses, que apresentou sua turnê no Brasil vestindo a marca. Para dar um upgrade no visual e apostar no diferente, selecionamos um look mais jovem, descolado e muito estiloso. Confere.


Compre em useliverpool.com.br

21


22


Moda Da Redação Fotos Divulgação

Mala pronta? Com as férias de julho se aproximando, algumas pessoas aproveitam para viajar. Então fomos atrás de boas dicas para elaborar uma mala prática com a ajuda da consultora de estilo da e.pia, Maria Pia Brunoro Cury

A

ntes de começar a arrumação das malas é preciso sempre partir de um estudo do destino escolhido, pesquisando sobre a cultura, sobre as variações climáticas e o motivo da viagem, lazer ou trabalho. É preciso listar os eventos que exijam roupas mais formais e elaboradas, como casamentos, reservas em restaurantes, teatro etc. Após estar de posse de todos estes dados, fica mais fácil abrir o armário e começar a planejar o que levar. Deixe as peças mais pesadas como casacos, jeans e sapatos na parte de baixo e as mais leves seguidas da nécessaire e pijama (se for chegar no destino à noite) na parte de cima. A outra composição é montar conjuntos prontos, preferencialmente na ordem de uso na viagem.

1. Mala para uma semana ou um mês? O numero de peças varia de acordo com o numero de dias, muitas vezes pensando em um look para o dia e outro para à noite. O mais aconselhável e levar de duas a três peças de cima (camisetas, malhas, blusas) para cada parte de baixo (shorts, saias ou calças). Um vestido, por exemplo, você pode pensar em usar umas duas vezes, trocando o cinto e colocando por cima uma camisa amarrada, cardigã ou lenço. Evite levar roupas muito chamativas e estampadas, prefira cores lisas e neutras, pois fica mais fácil de repetir trocando apenas os acessórios. Para uma viagem de sete dias, você precisará de 14 looks, sete para o dia e sete para a noite. Neste

24

caso sempre é indicado quatro partes de baixo e sete ou oito partes de cima que combinem. Nesta mala deverá conter três sapatos - um formal para jantares e dois confortáveis que você possa revezar. Lenços, echarpes, colares e pulseiras completam suas produções. Já para uma viagem de 15 dias a sugestão são sete partes de baixo (dois jeans) e 15 partes de cima que você vai intercalar com as partes de baixo. Coloque cinco sapatos na mala, que serão suficientes e acessórios para variar as produções. No caso de uma mala para 30 dias o ideal é providenciar a lavagem de algumas peças mais finas e básicas que você possa repetir durante a viagem.


2. E os sapatos? Em viagens de lazer, o ideal é levar uma opção mais formal (scarpin, por exemplo) e outro para o dia a dia (algo bem confortável, que você já tenha usado e sabe que não machuca). Se o destino for praia não esquecer os chinelos tipo havaianas. Uma bota ou sapato fechado também são indicados para um lugar que a variação de temperatura é frequente para se usar nos dias de chuva ou frio.

3. Como faço com a roupa suja? Em viagens mais longas a partir de 15 dias vale comprar um sabão em pó em algum supermercado ou usar o sabonete e aproveitar a pia ou chuveiro do hotel para peças mais finas ou de malhas, poucos itens e pequenos. Para secar as roupas, uma boa ideia é pendurar nos cabides e deixar dentro do box do chuveiro ou no quarto durante o dia. Para itens mais pesados como jeans, vale checar o valor do serviço de lavanderia do hotel que normalmente entregam rapidamente o item lavado e passado. Dentro da mala coloque sempre uma sacola plástica para roupas sujas. Elas são essenciais para separar o que já foi usado das peças limpas.

Dica: Lembre-se de verificar a pesagem das malas para cada tipo de viagem. E lembre-se de que você vai querer trazer algumas comprinhas, então o ideal é não exagerar no guarda-roupa portátil!

4. É interessante e uma boa saída levar roupas e acessórios que serão descartados no meio do caminho? Particularmente não gosto desta idéia de ir descartando minhas coisas durante a viagem à medida que vou usando e comprando itens novos. Não dá para viajar só usando o que temos

de mais velho e feio, estamos de férias e temos sempre que estar nos sentindo bem e usando as nossas melhores coisas todos os dias sem deixar para amanhã.

5. O que deve ter a mala para a praia de uns 7 dias? Na mala de praia você deve levar ao menos de 2 a 3 trajes de banho, para você sempre ter um seco para vestir e de duas a três saídas de praia, chinelos, chapéu de praia, óculos de sol e principalmente 2 protetores solar 1 para o rosto e uma para o corpo. Para as noites você pode optar por vestidos de verão, calças capri, saias e shorts. Sempre pensando em fazer dois look com cada parte de baixo que você colocar na mala. Para sete 7 dias 4 partes de baixo estão de bom tamanho

e escolha umas 7 camisetas, batas, blusas ou regatas para combinar com elas. Vale a penas levar uma jaqueta leve e 1 cardigan para usar nas noites com brisa na orla da praia. Escolha uma sapatilha, uma rasteirinha ou uma anabela para combinar com todos os looks que você criou para estes dias. Mesmo sendo um roteiro de praia você não deve esquecer-se de complementar com colares ou pulseiras ou brincos ou lenços que sempre trazem colorido e modernidade ao look.

25


Moda

6. O que deve ter a mala para lugares frios? A mala de inverno é sempre mais pesada e cheia do que uma mala de verão, por isso o cuidado na montagem dos looks deve ser redobrado. Prefira as roupas escuras e clássicas e em tecidos que esquentem como cashemere, lã, térmico e impermeáveis. Leve lenços e cachecóis que esquentam, não ocupam muito espaço na mala e dão um up no visual. No frio você usará as roupas em camadas, você deve usar primeiro uma blusa térmica, por cima um suéter com um lenço ou cachecol e por cima de todos um casaco mais quente que pode ser de lã ou nylon. Complete com calça ou saia e meia calça e uma bota. Para viagens de clima frio não esqueça as luvas, gorros, as meias de lã ou térmica, óculos escuros, protetor labial e protetor solar para o rosto.

7. Quando vai para um destino que inclui compras, o que levar na mala? Nestes casos uns dois sapatos confortáveis são mais do que necessário, pois você passara o dia andando e se você tiver certeza absoluta dos itens que quer comprar uma dica é fazer a mala colocando menos itens de parte de cima

(blusas, camisetas, malhas) para cada parte de baixo. Não aconselho a diminuir o numero de peças como saia e calça, pois muitas vezes elas precisam de alguns ajustes e não será possível durante a viagem e você ficará na mão.

8. No caso de comprar, vale levar uma mala vazia ou pouca quantidade de roupa? Para os viajantes que adoram fazer compras quando estão fora uma opção é levar sacolas de nylon dobradas no fundo da mala para serem usadas no retorno ou comprarem uma mala nova no destino, se você não tiver o de-

posito cheio delas. Outra opção colocar suas roupas em uma mala média e esta dentro de uma mala grande. Algumas companhias aéreas não permitem o embarque de malas vazias.

9. Organizadores de mala e sacos a vácuo são úteis e necessários? Os sacos a vácuo são opções boas para malas de inverno, pois compactam as peças, reduzindo o volume. Para você colocar casacos de lã ou roupas de ski ajudam a diminuir o volume da mala. No retorno você também pode fazer uso para armazenar as roupas sujas que não mais serão usadas.

26

Os organizadores de malas mais úteis são: nécessaire forrada com plástico para itens de toalete, saquinhos para sapatos (os com visor faciliatam); nécessaire para roupas intimas e meias; uma para as bijoux, uma para maquiagem e uma para remédios. Elas ajudam a organizar e facilitam na hora de encontrar um item na mala.


10. Qual o tamanho ideal para cada mala para cada tipo de viagem? Não existe consenso entre o que é melhor mala ou mochila, isto varia muito de gosto pessoal. É importante levar em consideração o destino, o tempo que você ficará no país é sua capacidade de carregar peso. O que não dá também é levar várias mochilas para acomodar toda a bagagem. Eu particularmente

acho mais fácil ter uma mala com nécessaire, sapatos e roupas em um mesmo volume. A mochila pode ser uma boa opção para quem deseja fazer um mochilão e ver diversos países em uma viagem.Já as pessoas que visitarão apenas um destino, podem preferir as malas.

11. Quando viajar com filhos crianças, é bom cada um ter sua própria mala? Cada filho e marido leva sua bagagem, a partir de 2 anos a criança também tem direito a bagagem pelas companhias aéreas, então cada um leva sua mala com sapatos e nécessaire.

Uma dica se você usar as malas com quatro rodinhas com giro de 360° as crianças maiores conseguem ajudar a carregar.

12. Você indicaria comprar acessórios de higiene pessoal (como shampoo, sabonete, escova dental) no destino ou levar de casa? O ideal é levar tudo dentro da mala em frascos menores, muitas vezes a primeira coisa que queremos fazer após chegarmos no hotel e tomar um banho para se refazer da viagem,

ter que sair para procurar seus itens de preferência não faz sentido. Acomode tudo em um nécessaire forrada com plástico dentro da mala.

13. A mala de bordo serve somente para levar uma muda de roupas se sua mala principal for extraviada ou ela também pode servir como extensão da mala principal? A mala de bordo serve somente para colocarmos o essencial para usarmos durante a viagem e uma muda de roupa extra para emergências que venham a acontecer como se a mala for extraviada ou chegar um dia após você ou para o caso de se sujar durante o vôo. Ela não deve ultrapassar os 5 kg e todos os passageiros acima de 2 anos têm direito a uma unidade.

Ela deve conter: os documentos de identidade e passaporte •passagens •voucher dos hotéis e ou carro •carteira de motorista •dinheiro, cartões de crédito, vouchers •chave dos cadeados das malas •livro ou revista para leitura a bordo •máquina fotográfica •carregadores de celulares e celulares •Ipad ou notebook •Uma mini nécessaire contendo: escova de dentes, pasta, hidratante, protetor labial, desodorante, medicamentos para uso no vôo, lenços umedecidos. •Joias •Protetores de olhos protetores auriculares e apoio de cabeça para uso no vôo. •1 troca de roupa leve •1 casaco ou cardigan ou pashimina.

27


Tacada de Sucesso Por Manoela Hoffmann Fotos Tupa Vídeo/SP

Cavaleiros a postos Joinville sedia campeonato brasileiro de hipismo em julho

Componentes da equipe: (da esquerda para a direita) campeões brasileiros de pré-mirim 2013: Vinicius I. T. Leme, Gabrielle F. Berger, Luiza S. Silva e Marco Antônio Ghizoni.

A

maior cidade do estado sediará, no Joinville Country Club, entre os dias 1 e 6 de julho, o Campeonato Brasileiro de Hipismo - Categorias Minimirim, Pré-mirim e Mirim, um dos principais eventos do esporte no Brasil, já que

28

pode conceder ao atleta vencedor o almejado título anual (ou seja, a medalha de ouro da categoria). Para dar mais detalhes sobre o evento conversamos com o presidente da Federação Catarinense de Hipismo, Carlos Werner Heinzelmann.


Golfe & Lazer - Como funciona esse campeonato? Carlos Werner - Cada categoria possui apenas um Campeonato Brasileiro no ano e seu campeão escreve seu nome no livro dos vencedores. As categorias que concorrerão em Joinville são aquelas em que atletas ainda muito jovens, mas que já abrilhantam estes eventos. A região norte do Estado de Santa Catarina vai receber os principais jovens atletas e profissionais do Brasil e este fato é inovador e motivador para a realização do Campeonato. G&L - Como foi a escolha do JCC para esse evento? Carlos Werner - A Federação Catarinense de Hipismo conta com alguns dos principais atletas brasileiros e, por esta razão, vem se mantendo entre as principais Federações do Brasil. No último ano, atletas catarinenses foram convocados para representar o Brasil em competições internacionais e todos trouxeram medalhas de ouro. Santa Catarina já foi palco de Campeonatos Brasileiros em Florianópolis, porém a Federação Catarinense sentiu a necessidade de trazer um evento de tal envergadura para a cidade de Joinville, a maior do estado e muito representativa no esporte. Assim, a FCH, iniciou conversações com o Diretor da Vila Hípica do Joinville Country Club, Márcio Vieira, e a ideia foi prontamente acolhida. O JCC possui uma estrutura linda, e capaz de absorver um Campeonato de tal importância, além disto, possui pessoas engajadas e dedicadas a realizar tal evento.

Atleta vice-campeã brasileira individual pré-mirim 2013: Gabrielle F. Berger

G&L - Quantos atletas vão participar? De onde virão esses atletas? Carlos Werner - Esperamos cerca de 130 atletas provenientes das Federações de todo o Brasil, sendo que a região Nordeste, por exemplo, já garantiu sua presença em um número significativo. Obviamente que e Estado de São Paulo sempre possui a maior delegação, mas Federações do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Amazonas, Mato Grosso, Paraná, entre outros também são esperadas.

29


Tacada de Sucesso

G&L - Qual a expectativa de público para o evento? Carlos Werner - Pela experiência que temos, a ideia de público para o evento é de 2.000 a 2.500 pessoas por dia de competição. G&L - Qual o principal atleta esperado para a competição? Carlos Werner - A Categoria Mirim, que são os jovens de 12 a 14 anos de idade e que saltam 1,20 m de altura, é sem dúvida o grande destaque. Neste ano, o Campeonato Brasileiro desta categoria garantirá ao vencedor a participação no campeonato Americano da Juventude que se realizará em setembro no Chile. Oito jovens desta categoria e que estão saltando as etapas das seletivas, serão escolhidos para representar o Brasil naquele que é o evento mais importante da América no ano. De Santa Catarina teremos a participação de cinco atletas nesta categoria. Quatro destes atletas foram campeões brasileiros por Equipes no ano passado, quando saltavam a categoria pré-mirim (1,10 m). Entre estes cinco atletas também, está

30

Gabrielle Fontoura Berger, atleta vice-campeã brasileira individual de pré-mirim em 2013 e campeã brasileira por equipes no mesmo ano. Esta atleta, bem como o joinvilense Vinícius Ismael Travessini Leme estão concorrendo nas seletivas para o Campeonato Brasileiro, sendo que até o presente momento vêm garantindo suas vagas na Equipe Brasileira por suas excelentes participações. G&L - Qual o destaque do evento em termo de organização? Carlos Werner - Além das boas expectativas para o Estado de Santa Catarina, outro destaque do evento são os animais que compõem os conjuntos para saltar as categorias. Teremos a presença dos melhores animais que saltam no Brasil, sendo que muitos são importados da Europa. A organização e a Federação Catarinense de Hipismo esperam o melhor deste evento e têm certeza que o mesmo fará história no cenário nacional, tanto pela sua organização técnica, quanto pelo diferencial que será oferecido aos participantes e convidados.


Estrutura preparada para o público: • Restaurante para os tratadores • Área de descontração para os tratadores com TV e mesa de jogos • Banheiros com duchas quentes para os tratadores • 30 cocheiras de alvenaria disponíveis • Cocheiras de circo (verde), montadas em local seco e perto dos piquetes e pistas • Montagem de brinquedos infantis • Lojas do gênero e variedades • Arquibancadas • Van para traslados da sede para a Vila Hípica • Área VIP • Restaurante de cozinha internacional na sede e restaurante e lanchonete na Vila hípica.

Serviço O quê: Campeonato Brasileiro de Hipismo Onde: JCC - Estrada da Ilha, 4830 – Joinville Quando: de 1 a 6 de julho

31


Rosa dos Ventos Da Redação Fotos Divulgação

Romance em Viena No clima do mês mais apaixonado do ano nossa redação optou por trazer um pouco do velho mundo para o universo dos casais

Kunsthistorisches Museum

N

a capital austríaca ainda é possível ir a bailes de gala em salões imperiais e viver um pouco do requinte a da nobreza de outrora. Algumas das alfaitarias da época do império ainda estão em atividade, as lojas de luminárias de cristal também. E pasme! Ainda é dá para visitar Staatsoper, a magnífica casa de ópera, continua frequentada massivamente pelos vienenses, que desde cedo acostumam seus ouvidos aos acordes de Mozart, Schubert, Strauss e Haydn.

32


Catedral de Santo Estevão (Stephansdom)

Vá com tempo Para conhecer Viena é preciso de tempo, pois o centro da cidade tem atrações que valem cada detalhe. O Kunsthistorisches Museum é uma impressionante viagem pelo mundo das artes, com obras de Vermeer, Brueghel, Velásquez e Rafael, além de possuir uma exten-

sa coleção de objetos egípcios. O Albertina é outra galeria que merece uma visita com seu belo acervo e ótimas exposições temporárias. Não muito longe dali está a sala onde os Meninos Cantores de Viena se apresentam, bem ao lado da Escola Espanhola de Equitação,

33


Rosa dos Ventos

Boulevar Kärntner Strasse

cujas disputadas apresentações encantam a todos. Já os palácio Schönbrunn e Hofburg, com seus amplos e bem decorados salões são atrações imperdíveis, enquanto que a catedral de Santo Estevão (Stephansdom), é o orgulho da arquitetura gótica local. Em seu entorno e ao largo do movimentado boulevar Kärntner Strasse, encontram-se dezenas de opções de compras, restaurantes e cafés onde você

34

poderá experimentar deliciosas tortas, como a clássica de chocolate do hotel Sacher, e o schnitzel, uma espécie de milanesa que é o símbolo da gastronomia local. Já nos bairros periféricos ao núcleo central Viena mostra sua face mais vanguardista, onde descortina-se uma metrópole vibrante, onde o design, a gastronomia e a boemia estão longe de ter parado no tempo.


Staatsoper

Como chegar Não há voos diretos entre Brasil e Áustria. No entanto, a cidade é facilmente acessível através das companhias que servem as cidades brasileiras, como é o caso de British Airways, Lufthansa, Iberia, Alitalia e KLM. O Aeroporto Internacional de Viena fica nos subúrbios da cidade e serve vários voos para as principais cidades europeias e austríacas, como Salzburgo e Innsbruck.

Atualmente Viena ocupa o segundo lugar na lista de cidades com melhor qualidade de vida, basicamente devido à sua ordem, limpeza, segurança e alta eficiência dos serviços públicos, assim como pela variedade de opções de educação, cultura e entretenimento.

35


Rosa dos Ventos

Viena

Onde comer Como a capital de um antigo império, a oferta de bons restaurantes em Viena é ampla e diversa. De kebabs árabes a sushis japoneses, grelhados argentinos a fast foods americanos, não há como passar fome por aqui. As alternativas mais à mão estão no entorno do boulevar Kärntner Strasse. A

maioria possui menus em alemão e inglês e boa parte dos atendentes conseguem atender em mais de um idioma. Os símbolos gastronômicos da cidade são a torta de chocolate do hotel Sacher, a carne empanada schnitzel e seus encantadores cafés, que são um verdadeiro bem cultural.

Onde ficar Boa parte das atrações de Viena está localizada dentro ou no entorno do “Ring”, então a ideia é se hospedar por ali mesmo e caminhar livremente pelo local. Nas imediações estão os melhores museus, o Hofburg e a Catedral de Santo Estevão. Para ir mais longe, Schonbrunn por exemplo, utilize o excelente sistema de transportes públicos, que conta com metrô, bondes, ônibus e trens.

36

A melhor época para visitar é de abril a outubro, quando as temperaturas estão agradáveis e agenda cultural da cidade está repleta de atrações. O alto verão pode apresentar altas temperaturas, mesmo período que as principais atrações estão lotadas. Fonte: viajeaqui.abril.com.br


SPA. O melhor investimento para sua vida! Saúde, bem-estar, prazer e conforto.

Rua Blumenau, 1250 - Joinville/SC (47) 3433-1733 - www.jatodagua.com.br Spas, banheiras, móveis, equipamentos, aquecedores e produtos para higienização. Instalação, prevenção e manutenção.

37


Decoração Da Redação Fotos Fabrizio Motta

Descontração e bem-viver Para dar vida ao apartamento de um casal jovem, que adora receber pessoas em casa, bater papo e dividir experiências de viagens, a opção foi integração e versatilidade

E

ste apartamento que apresentamos agora é o segundo apartamento projetado pelas sócias Vivian Steindorff e Dani Filippi para o mesmo cliente. Segundo elas, foi o primeiro cliente do escritório e após este, um terceiro imóvel do casal já foi confiado as suas assinaturas.

38


Para receber bem Para dar um ar de amplitude, a área social ficou toda integrada, sem paredes, porém totalmente setorizada pela definição de gesso e pela iluminação cuidadosamente escolhida, pra criar ambientes cênicos, funcionais e versáteis. O hall de entrada que dá acesso ao apartamento tem dois painéis

em madeira, um deles com espécie de “passagem secreta” para uma despensa plus – onde são guardados aparatos de pesca, malas, bicicletas, enfeites natalinos e de época. “Colocamos painéis de espelho bronze para complementar”, explica a designer de interiores Vivian Steindorff.

Logo na entrada do apartamento há a sala de cinema – com um grande e confortável sofá e várias almofadas dando a sensação de comodidade. “Nas costas deste sofá há um cobogó, painel vazado, feito com corte a laser e pintura em laca fosca, para que tenhamos uma setorização de ambientes, mas com completa integração”, detalha.

A mesa de jantar é bastante receptiva, com lugar para dez pessoas. Em vidro preto e laca se completa com duas suntuosas luminárias em cristal. “Na cabeceira duas grandes poltronas design, que foram o desejo pessoal do cliente fecham com chave de ouro o local”, descreve Dani Filippi, designer também responsável pelo projeto.

O jantar ideal

39


Decoração

Cozinha interativa A cozinha foi criada em linhas retas, contemporâneas, com lugar para que os convidados sintam-se confortáveis enquanto aguardam o preparo do jantar. “O mobiliário, executado em marcenaria, mescla tons suaves e madeira – este contraste imprimiu equilíbrio e trouxe

Lounge perfeito No espaço lounge encontram-se poltronas confortáveis e giratórias e mesas de apoio em frente ao bar, que não possui banquetas ou bancadas, e sim um móvel feito em marcenaria que preenche a parede com espaço para acondicionar as bebidas, taças e todos seus aparatos. Além disso, agrega espaço para souvenirs e lembranças das viagens feitas pelos donos da casa. Há ainda uma TV ricamente fixada em painéis de espelho. Neste cantinho, que fica próximo da frente toda envidraçada que dá acesso à vista da cidade, é que as pessoas geralmente se instalam e não sentem vontade de ir embora - bebem, petiscam, conversam, assistem a shows e divertem-se.

40

aconchego. A bancada é de superfície sólida, muito resistente e sem veios como a pedra natural para não carregar o ambiente, esta bancada atende o cozinheiro e o churrasqueiro, pois a churrasqueira é a extensão da cozinha”, afirma Dani.


Para a intimidade O acesso a parte íntima do apartamento, que era uma porta de tamanho e modelo padrão, foi trocada por outra feita sob medida com vistas e acabamentos diferenciados. Nesta mesma parede foi deixada uma janela de vidro fixo para que o corredor tivesse claridade sem perder a intimidade. A suíte master foi projetada pata atender os desejos do cliente. Duas suítes viraram uma. Foi definido quarto, closet, banheira e banhei-

ro. Um rico deck foi instalado dentro do quarto com acesso para o banheiro e para o closet, tudo por trás da cabeceira da cama do casal, sem paredes, para acomodar uma deliciosa banheira com vista para a mata de um lado e de outro a intimidade do casal. O closet, tem portas duplas e divide os espaços dos dois, com um pendente sobre a ilha de gavetas e com sensor de presença para evitar andar no escuro.

Iluminação sob medida A iluminação de todo o apartamento foi pensada para que houvessem vários ambientes em um único lugar. Lugares de destaque, luz direta e indireta, embutidas ou não, com efeitos no teto fazendo graça e dando charme.

Detalhes no lavabo O lavabo, foi revestido com papel de parede e pedra iluminada, esta mesma pedra foi projetada na bancada. Usado uma luminária pendente em cristal descentralizada. E muitos espelhos.

41


Decoração

O conceito do nosso escritório é aprimorar, ressaltar e priorizar todos os espaços dentro do estilo de cada um. Nossa ideia é imprimir o jeito e o gosto do cliente em cada cantinho. Queremos ser o filtro para que a harmonia, o respeito pela personalidade e desejos peculiares de cada um aconteçam. Nossas habilidades e conhecimentos se complementam na concepção e criação de cada ambiente.

Dani Filippi e Vivian Steindorff - Designer de interiores www.filippisteindorff.com.br Rua Lindoia, 294 - Glória - Joinville Dani Filippi: +55 47 9609-6255 / Vivi Steindorff: 47 9987-4578 danivivian.interiores@gmail.com

Vidros - Vidraçaria Castelo Tel. 47 3437 8254 - 9974 2484 www.vidracariacastelo.com.br vid.castelo@ig.com.br

Apartamento - Construtora Correia Rua Expedicionário Holz, 580 - América Tel. 47 3422 6996 www.construtoracorreia.com.br contato@construtoracorreia.com.br

Marmores e Granitos - Pedras Kraisch Rua Blumenau, 2020 - América Tel. 47 3435 4755 - 3435 4211 www.pedraskraisch.com pk@pedraskraisch.com

Cortinas - Promacal Avenida Getúlio Vargas, 695 - Bucarein Tel. 47 3032 0220 www.promacal.com.br catia@promacal.com.br

42

Fornecedores

Luminárias -Lumino Iluminação Rua Max Colin, 1134 sala 2 - Tel. 47 3026 1212 www.luminoiluminacao.com.br contato@luminoiluminacao.com.br

Ar condionado -Refrigeração Manchester Avenida Getúlio Vargas, 482 - Anita Garibaldi Tel. 47 3451 2266 www.refrigeracaomanchester.com.br contato@refrigeracaomanchester.com.br

Marcenaria -Designer Ímpar Tel. 47 3427 3018 - 9655 1598 sergio.moveis@yahoo.com.br

Decks -Adenício Cargnin Tel. 47 9925 7997 desact@hotmail.com


Em alto mar Da Redação Fotos Divulgação

Luxo pode? Nossa redação listou os 10 itens de luxo mais excêntricos dos últimos tempos 1. Excesso de importância?

Toda mulher precisa de produtos de higiene feminina, mas só alguém com muito dinheiro, pagaria mil dólares por absorventes íntimos. O detentor e o aplicador em forma de batom foram projetados pelo artista Andrew Mettler.

2. Prove o frio

Se você for beber não vai querer usar gelo feito com água de torneira, não é? A Glace Luxury Ice Co. garante que o gelo não tem impurezas ou gosto. Por US$ 40 para cinco peças.

3. Bon Apetit

A corrida para fazer o hambúrguer mais caro do mundo atingiu níveis absurdos em 2012, quando o New York 666 Burger introduziu um sanduíche com um preço de US$ 666. Nomeado o Douche Burger, o hambúrguer foi criado como uma brincadeira. É um rissol de carne Kobe recheado com foie gras, coberto de folhas de ouro e envolta em queijo Gruyère derretido com vapor Champagne. Coberturas incluem lagosta, trufas, caviar e um molho de churrasco feito com grãos de café Kopi Luwak (o mais caro do mundo).

4. isca milionária

Esta isca para pesca desportiva tem pouco mais de 12 centímetros de comprimento, mais de 3 quilos de ouro e platina, e é incrustado com 100 quilates de diamantes e rubis. O produto custa mais de US $ 1 milhão.

5. Imagem muito rica

Nada mal ter dinheiro à toa. Stuart Hughes oferece uma TV de 2.250 mil dólares. Chamado de PrestigeHD Supremo Rose Edition, conjunto de 55 polegadas tem uma base e concha feito de 18 quilates de ouro rosa. Além disso, o quadro externo apresenta 72 diamantes. Se isso não soa como suficiente para os seus milhões, o quadro de ouro e diamantes envolve um quadro interno costurado à mão de pele de jacaré.

44


6. Pet luxo

Muitos donos de animais fazem qualquer coisa para os seus bicnhinhos de estimação e as ações de amor podem ser surpreendentes como o assunto é dinheiro. Alguns dos itens mais caros encontrados podem ir de uma vasilha Versace Barocco, de 754 dólares, a um pavilhão Louis XV, com casinha de cachorro completa, spa e TV, na bagatela de 410 mil dólares. As possibilidades parecem infinitas, e isso que nem sequer foi mencionado o diamante incrustado em coleira para cão de 3,2 milhões dólares desenhado por um joalheiro, em Los Angeles.

7. Mais que celular

Qualquer pessoa pode customizar um iPhone com uma caixa colorida. Mas poucos podem se dar ao luxo de ter o seu modelo de 5s coberto de ouro, diamantes e safiras, a um custo de 16 milhões de dólars. Tem alguns mais “ em conta, com ofertas de uma iPhone de luxo semelhante por “apenas” 78 mil dólares. A boa notícia é que você pode levar o ouro e as jóias quando você mudar o modelo do seu telefone.

8. Para acordar!

Aqueles que procuram uma sacudida para começar o dia, ou talvez abrir seu próprio café, não podem deixar de conhecer a Kees van der Westen – uma super máquina de expresso. Ao custo de 20 mil dólares dizem que o café dela é para ser bebido até a última gota.

9. Super máquina

Certamente você não se imagina ir ao clube de golfe ou à marina em um carro qualquer. Então por que não saltar para o Lamborghini Veneno Roadster. O carro é uma edição especial e apenas nove estão sendo construídos e foi criado apenas para 50 º aniversário da montadora. Ele chega até 221 mph e custa 5,3 milhões de dólares.

10. Navegar é preciso

Iates têm sido um brinquedo favorito dos aficionados pelo mar. Mas e se for o mais caro do mundo? A história Supremo vem com uma etiqueta de preço de 4,5 bilhões de dólares. Se isso soa um pouco caro, vale lembrar: o lado de fora deste barco, de 98 pés, é coberto em mais de 220 mil quilos de platina e ouro. Desenhado por Stuart Hughes joalheiro, o bejeweler favorito dos ricos e famosos, o interior vem com uma garrafa de licor adornada com um diamante de 18 quilates, uma estátua feita a partir do osso de um Tiranossauro Rex e vários pedaços de meteoritos. Um empresário malaio não identificado comprou o iate. Quanto será o seguro? Fonte: www.thinkadvisor.com

45


Em alto mar Da Redação Fotos Divulgação

Destilados premiados em SC Brasil recebe, pela primeira vez, uma das maiores competições internacionais de destilados. O evento será nos dias 6, 7 e 8 de junho, no Costão do Santinho

N

as vésperas do maior evento esportivo do mundo, está agendado também no Brasil uma das maiores competições internacionais de bebidas destiladas, o Concours Mondial Spirits Selection, realizado pelo mais importante e conceituado organizador o Concours Mondial de Bruxelles. O concurso será realizado de 6

a 8 de junho, no Costão do Santinho, em Florianópolis. A expectativa dos produtores brasileiros é grande já que a edição de 2013, que aconteceu em Taiwan, teve a participação de mais de 30 países, com mais de 500 amostras diferentes. Os premiados recebem, além do reconhecimento mundial, um selo que os diferencia no mercado.

Edição Brasileira A 15ª edição do evento itinerante, já chega com um gostinho especial para o Brasil: é a primeira vez que é realizado em um país da América Latina. “Precisamos aproveitar isso. Um concurso dessa magnitude serve como vitrine para o Brasil no posicionamento e venda de nossos produtos no exterior”, diz Zoraida Lobato, diretora da Market Press evento, promotora do concurso no Brasil. Mostra da diversidade mundial, nesta

46

edição serão cerca de 720 amostras de cachaças, runs, whiskies, vodcas, cognacs, brandies, piscos e grappas de todo o mundo; 205 a mais que em 2013.“Esse aumento se deve a grande adesão dos produtores nacionais, mas também porque os produtores de todo mundo já perceberam que um produto premiado nesse concurso tem aumento significativo nas vendas, em média de 30%”, afirma a diretora.


Cachaça nacional O concurso é também uma boa oportunidade para ressaltar o potencial da cachaça brasileira, que este ano participará com 220 amostras oriundas de várias partes do país. “A cachaça brasileira hoje, de uma maneira geral, é um produto feito dentro de normas técnicas, com qualidade e grande investimento na produção tanto no campo, na plantação da cana, como

na destilaria. Portanto, tem qualidade como os melhores destilados do mundo”, ressalta Zoraida. Para avaliar as amostras, um time de 55 especialistas, composto por 35 internacionais e 20 brasileiros. Em avaliações às cegas, serão premiados com medalhas os melhores destilados do mundo.

No ano que passou Na edição do Concours Mondial Spirits Selection 2013 dois destilados brasileiros foram premiados: a Cachaça da Quinta, do Rio de Janeiro, com a dupla de ouro, e a Cachaça Casa do Engenho, de São Paulo, que ganhou uma medalha de prata. “A dupla de ouro rendeu grandes vendas de produto e um ganho de imagem que não se pode medir”, avalia Zoraida.

47


Arte mar Da Redação Fotos Divulgação Prefeitura de Brusque

Para quem quiser ver Um exemplo a ser seguido por todo o país, cidade inaugura roteiro cultural com esculturas ao ar livre

A

cidade catarinense de Brusque passou oficialmente a compor um roteiro imperdível para os amantes das artes. A Prefeitura Municipal inaugurou na noite da quinta-feira (24), o Parque das Esculturas Ilse Teske. No total, 40

48

esculturas em mármore compõem o precioso acervo, entre elas, obras de artistas renomados que estão expostas numa área de 23 mil metros quadrados. O parque ficará aberto para visitação todos os dias das 9h às 21h com entrada gratuita.


Um novo marco na história O acervo escultórico de Brusque possui obras de autoria de artistas de várias partes do mundo. Entre os destaques, estão obras de Oscar Niemeyer, Francisco Brennand e Amilcar de Castro, da japonesa, Tomie Ohtake, e uma das últimas obras do escultor italiano Gio Pomodoro, feita em Brusque meses antes de seu falecimento. As gigantescas obras que compõem o acervo do município foram esculpidas por artistas mundialmente conhecidos entre os anos de 2001 e 2007, período em que Brusque sediou diferentes edições do Simpósio Internacional de Escultura do Brasil. Além do acervo do parque, outras 66 esculturas foram destinadas às praças do município para formar a Rota 66 - que proporcionará

para a comunidade a democratização da cultura, contribuirá com o paisagismo da cidade e disponibilizará mais atrativos aos turistas.

Homenagens aos artistas Durante a inauguração, os artistas que possuem obras no acervo foram homenageados. Além deles, o presidente dos Simpósios de Esculturas de 2001 a 2007, Alfi Vivern, também recebeu uma homenagem pelo trabalho realizado no passado. Em seu pronunciamento, Vivern agradeceu a administração municipal por dar vida ao Parque, e por ter a sensibilidade de proteger um local tão especial. Vivern também entregou ao prefeito a maquete oficial da obra de Oscar Niemeyer, “Tortura nunca mais”, uma das principais esculturas do parque.

49


Arte mar

Opção de lazer O Parque das Esculturas conta ainda com quadra de areia, parque infantil, academia para todas as idades e uma sede administrativa. O local é todo cercado e conta também com internet Wi-Fi.

50


51


Swing Por Manoela Hoffmann Fotos Divulgação

Betinho sempre convida Músico catarinense é consagrado pela amizade, carisma e repertório de alto nível

T

alvez ninguém lembre esse composto nome - Carlos Alberto da Silva -, mas se gritar por Betinho o show logo começa. O músico nasceu em Itajaí, mas há muito habita terras joinvilenses, cidade que escolheu para trabalhar e criar seu filho e colega de palco Cadu. Betinho é autodidata e iniciou a carreira artís-

52

tica aos 15 anos tocando cavaquinho e violão. Aos 20 anos ingressou no Grupo Regional de samba do cantor e compositor carioca Vicente de Aruanda, onde se apresentou com shows em várias cidades catarinenses e do Paraná. No carnaval de 1982, participou de uma série de shows em casas noturnas e no cassino de Assunção, no Paraguai, com o Grupo de Vicente


de Aruanda. E foi no ano de 1984 que resolveu montar sua própria banda, inicialmente um trio, na qual mais tarde, ampliaria com mais dois integrantes, formando a Banda Paratodos. Hoje ele excursiona pelo país fazendo música e mostrando o sorriso no rosto quando ao final de alguns clássicos brasileiros repete o bordão: “Oh, meu Brasil!”

Vida estrangeira

Na década de 1990, a procura de outras batidas, Betinho excursionou por seis meses para Portugal, realizando shows em Lisboa, Porto e Leiria. Ainda na mesma década, outra excursão, desta vez à Alemanha, onde se apresentou no Teatro municipal de Langehagen, em um projeto cultural desta cidade co-irmã de Joinville.

53


Swing

Paratodos Desde 2008 desenvolve um projeto cultural denominado Movimento Betinho Convida, quando chama para junto do palco outros artistas em início de carreira para mostrarem seu dom ao grande público. Este trabalho também envolve convites esporádicos a colegas de outras linguagens artísticas como: fotografia, artes plásticas, dança, teatro, entre outros. O trabalho com a Banda Paratodos continua e pode ter formatos variados, envolvendo música popular brasileira em todas as suas vertentes, sempre com a assinatura diferenciada, evitando couvers das composições originais. No repertório há o forró, o maracatu, frevo, xote, reggae, salsa, samba rock, tudo com um toque

54

“nervoso” de guitarra elétrica, remetendo ao rock’n roll, revigorando a sena musical da MPB para um público contemporâneo.

Samba na raíz A música continua em pauta no trabalho de Betinho que atualmente está engajado no Projeto “Samba na Raiz com Feijoada Completa, de Noel Rosa à Chico Buarque”, onde ele e um grupo de músicos amigos homenageiam grandes nomes deste ritmo genuinamente brasileiro, sempre em formato de roda de samba em mesa de Botequim, interpretando além dos ícones já citados, Paulinho da Viola, Ataulfo Alves, Zé Ketti, João Bosco, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho entre outros.


55


Gastronauta Da Redação Foto Divulgação

Bistro & Wine House

Em busca de alta gastronomia e os melhores vinhos fomos conhecer o Expand, em São Paulo

F

undada em fevereiro de 1978 pelo empresário Otávio Piva de Albuquerque, a Expand é pioneira em difundir e desenvolver a cultura do vinho no Brasil – hábito praticamente inexistente naquela época. Com o objetivo de criar condições para que o maior número de pessoas possa ter uma experiência com o mundo do vinho, a Expand indica o melhor vinho para cada ocasião e perfil de cliente. Rótulos renomados como Romanée Conti, Taittinger, Eduardo Chadwick, Seña, Arboleda, Mendel, Jeio, Casanova di Neri, Churchil´s, Bodegas Roda, Castelo de Fonterutoli, Klein Constantia, Renato Ratti e vodca Pravda são alguns dos nomes que fazem parte da incrível adega, que conta com mais de 1.500

56

rótulos de 13 países (África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Nova Zelândia, Portugal e Polônia). Em São Paulo, no luxuoso Shopping Iguatemi, a Expand é a primeira loja que oferece um diferencial: o Bistro & Wine Bar. O Wine Bar da Expand se tornou um lugar disputado no shopping para quem gosta de degustar uma boa taça de vinho. Além das bebidas, há também a cozinha, onde são preparadas desde saladas e entradas, como também risotos e massas, entre outros pratos. No espaço externo da loja há um lounge com cerca de 20 lugares para as pessoas tomarem vinhos acompanhados de alguns petiscos e pratos frios.


Delicias do menu No cardápio também estão saborosas opções de sanduíches. Entre elas o Camarão Pistola com Manga, Tomate Cereja, Bouquet de Folhas Verdes ao Molho Vinagrete Balsâmico; o Filet de Avestruz Laminado com Queijo Emmenthal e Mostarda de Dijon servido na Ciabatta e também vários tipos de Carpaccios.

Cardápio Fit Preocupado com os clientes que priorizam uma alimentação equilibrada e hábitos saudáveis, Eduardo Duque, proprietário da Expand Iguatemi, criou um cardápio Fit. “São sete excelentes pratos cuidadosamente preparados para quem se preocupa em comer bem. Os nossos clientes são muito exigentes e buscam alta gastronomia, é o que oferecemos a eles.”, conta Eduardo. Todas as opções Fit tem menos de 500kcal e são harmonizados com os vinhos da casa.

57


Arquitetura Da Redação Fotos Fabrizio Motta

O Cliente em primeiro lugar Vectra Construções inaugura em junho a Central de Vendas em lugar privilegiado e foco no perfil do consumidor

A

lto padrão e garantia de bom atendimento. Esses sempre foram dois pontos cruciais para a Vectra, que a cada dia planeja empreendimentos ainda mais desejados pelos consumidores na maior cidade do estado. Pensando no conforto dos clientes, a Vectra lança sua exclusiva Central de Vendas, que proporcionará ainda mais comodidade a quem deseja conhecer os empreendimentos da construtora. A localização, de fácil acesso, é na Rua Humberto de Campos, esquina com a Rua Blumenau e trará um espaço de conforto e sofisticação para recepcionar os clientes. “Nosso espaço será amplo e terá as portas abertas todos os dias da semana, em horários bastantes interessantes para o público. Queremos oferecer nossos empreendimentos de forma que o consumidor se sinta à vontade para conhecer com tempo todas as vantagens que temos a oferecer”, conta

58

Mario Cezar Aguiar, diretor da Vectra. O espaço, com maquetes de todos os empreendimentos, abre as portas no mês de junho e terá equipe altamente capacitada para mostrar todos os imóveis à venda. “Nosso pessoal estará preparado para atender o perfil de cada cliente, já que temos opções para investidores e temos opções para quem quer comprar o primeiro imóvel. Nossos empreendimentos vão de R$ 150 mil a 2,5 milhões e nossas opções de apartamentos estão em diversos locais da cidade”, comenta. Além disso, um dos grandes destaques será o apartamento decorado, que dará ao cliente a ideia real do que estamos construindo e do alto padrão do que costumamos entregar. “É importante que as pessoas vejam em tamanho real tudo que construímos com muita dedicação e empenho. Somos detalhistas, por isso conquistamos um padrão de excelência bastante significativo”, afirma Mario.


Empreendimentos com garantia de sucesso Segundo Mário Aguiar Filho, também diretor da construtora, nove empreendimentos serão comercializados na Central de Vendas, entre eles o Newport, um dos grandes empreendimentos de um dos braços da Vectra Participações, a construtora Axia. Este imóvel já está com as vendas bastante aceleradas pelo padrão de qualidade excepcional. Outros destaques são o The One Center, projeto que foi lançado em fevereiro e já tem quase 100% do empreendimento comercializado e o Central Park, um apartamento que é uma ótima opção para investidores, no terreno vizinho onde será inaugurado o novo hipermercado Giassi, no bairro Bucaren, em Joinville. Estes últimos empreendimentos de outro braço da Vectra, a Êxito - Contrutora e Incorporadora.

Newport em detalhes O Newport, localizado na Rua Conselheiro Mafra, região cetral da cidade, busca o primor da edificação tradicional de alto padrão, com uma construção mais sólida e acabamentos de elevado requinte e durabilidade. O Newport veio para ultrapassar a barreira do tempo, mantendo-se atual e conservado: são particularidades que valorizam a sofisticação e conforto, em um ambiente único e especial para viver bem. Tratamento acústico especial: tijolos deitados e laje maciça. Mantas de isolamento acústico com contrapiso flutuante de 5 cm. E além de estar presente entre a laje e o contrapiso, a manta para tratamento acústico também é utilizada para envolver as tubulações do edifício, criando um eficiente revestimento acústico, aumentando o conforto em um ambiente com muito menos ruído. Portas maciças: Para contribuir com um ambiente ainda mais moderno e silencioso, as portas maciças se diferenciam pela qualidade superior de seus componentes, além da espessura de 43mm e altura de 2,30m.

59


Arquitetura

Vidros duplos: Janelas com vidros laminados. O sistema de envidraçamento do Newport é dotado de vidros de última geração, que atendem às exigências mais especiais de segurança. Seu conforto está na redução de ruídos indesejáveis, controle de calor e alto desempenho na filtragem dos raios ultravioletas, principais responsáveis pela descoloração de móveis, tecidos e objetos. Esquadria acústica: As modernas esquadrias de alumínio dispõem de um novo sistema que conta com desempenho acústico que supera o nível A das normas técnicas.

Sucesso do The One Center Trata-se um produto versátil, com apartamentos de 1, 2 e 3 dormitórios. A localização é privilegiada na Rua Max Colin, umas das mais movimentadas da cidade, perto de restaurantes, supermercados e outros pontos comerciais. “Esse imóvel superou nossas expectativas de vendas, pois abrange um mercado muito bom de lançamentos inteligentes”, descreve Mario Filho.

60


Conheça o Central Park Recentemente foi lançada a segunda etapa deste surpreendente empreendimento na Rua Padre Kolb. De fácil acesso, está ao lado do centro da cidade. No terreno vizinho está sendo construído o novo hipermercado Giassi. “É um ótimo investimento para quem quer multiplicar seus ganhos. A primeira etapa foi

um sucesso de vendas e a localização deste empreendimento chama muito a atenção pela facilidade e comodidade. Depois que o Giassi abrir as portas será ainda mais valorizado. Quem não quer morar ao lado de um lugar onde tem tudo: farmácia, restaurantes, lotérica e até banco?”, comenta o diretor.

Para sobre mais sobre a Vectra e seus empreendimentos basta acessar vectrapar.com.br. Nas principais imobiliárias da cidade ou pelo fone (47) 3028-7473.

61


Publieditorial Por Dr. Jeferson Olsen

Registro e Paternidade

U

ma das ações mais recorrente no ramo do direito de família é a investigação de paternidade, sendo bastante comum mães querendo comprovar a paternidade de seus filhos, e pais querendo negar a paternidade, moverem tais ações, sendo estas situações até mesmo esperadas em tempos de sexualidade tão aflorada como os que vivemos atualmente. A questão que pretendemos ressaltar diz respeito aqueles que por conveniência momentânea registram o filho como se fosse filho seu, mesmo sabendo não serem pais biológicos, e posteriormente em uma ruptura com a mãe biológica querem igualmente romper com o filho, alegando que não são pais, e até mesmo comprovando tal fato através da realização de exame de DNA. Ressalto que os Tribunais apresentam fartura de decisões afirmando que se o suposto pai que reconhece a paternidade de livre vontade, não poderá arrepender-se anos depois, em razão do vínculo já criado com o filho, tendo em vista a denominada paternidade socioafetiva. Deste modo, antes de reconhecer a paternidade, é certo que o pai deve refletir sobre a questão, somente efetivando o reconhecimento da paternidade diante de total certeza da paternidade, e havendo dúvida deve recorrer ao exame de DNA, antes mesmo de lavrar o registro afirmando ser o pai, sob pena de futuramente vindo a descobrir que efetivamente o filho não é seu, não conseguir anular o registro. Recentemente o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, ampliou a interpretação da paternidade sócio afetiva ao entender que “a posse de estado de filho”, inobstante a inexistência de registro junto ao cartório de registro civil, igualmente levaria ao reconhecimento da paternidade socioafetiva, alegando que “uma relação afetiva íntima e duradoura, remarcada

62

Jefferson Lauro Olsen, Advogado, OAB/SC 12.831, Especialista em Direito de Família e membro do Instituto Brasileiro de Direito de Família - IBDFAM.

pela ostensiva demonstração pública da relação paterno-materna-filial, merece a respectiva proteção legal”, e ainda que aquele tenha sido um caso bastante específico, é certo que com base nesta jurisprudência há oportunidade de discutir-se a filiação sócio afetiva em todos os casos em que uma pessoa é criada como filha, mesmo não havendo o registro em certidão de nascimento, o que por certo gerará efeitos patrimoniais, uma vez que reconhecida a paternidade socioafetiva haverá o direito aos alimentos, assim como direitos hereditários em relação a terceiros com os quais não tem laços de sangue e nem consta registrado como filho perante o registro civil, mas que de fato tem uma relação emocional onde é tido como filho, significando profunda mudança no entendimento que a lei, doutrina e jurisprudência vinham apresentando até o momento.


Lavação, enceramento entre outros serviços. Há 16 anos prestando serviços de qualidade.

Rua Visconde de Taunay, 235 piso térreo Shopping Muller - Fone: 47 3903 3027


Publieditorial Fotos: Divulgação Personal Gym

Seu corpo trabalha por você! Conheça o CrossFit, metodologia que está revolucionando o mundo fitness

C

ada vez mais os brasileiros estão empenhados em um estilo de vida mais saudável e um corpo com os músculos habilitados para qualquer movimento. Para manter essa harmonia, muitas pessoas optam pelo CrossFit - um programa de força e condicionamento que reúne alta intensidade, movimentos constantemente variados e treinos funcionais.” Duas palavras certamente definem o método: diversificado e muito dinâmico. “A ideia do CrossFit é não deixar o corpo adaptar-se, então cada aula é diferente e isso torna os re-

64

sultados mais rápidos e as melhoras na condição física já podem ser notadas em algumas sessões”, explica gerente administrativo da Personal Gym, que aplica o método em Joinville. Se você pensou que essa técnica tem restrições, está enganado. O CrossFit mexe com todas as partes do corpo e pode ser realizado por pessoas de diferentes idades e em qualquer nível de aptidão. “Trata-se de uma técnica que já vem sendo utilizada no mundo todo. É divertido e é seguro, pois utiliza apenas a força do próprio corpo para os exercícios. ”


Como funciona ALTA INTENSIDADE - Muitas pessoas pensam que a intensidade é trabalhar muito peso. No CrossFit intensidade é o ato de criação de potência. Ou seja, estamos dizendo potência / intensidade é a quantidade de peso que você pode mover sobre a maior distância no menor espaço de tempo. “O objetivo é que as pessoas capazes de correr mais, se mover mais rápido, suportar mais o próprio peso e, ao mesmo tempo, claro, manter a boa forma e técnica”, comenta Rafael. MOVIMENTOS FUNCIONAIS - Os movimentos humanos são naturais e seguros. O Crossfit utiliza esses movimentos do dia a dia, levantar, agachar, correr, puxar de forma dinâmica, para que seu corpo reconheça e os aplique de forma correta e sadia. “No CrossFit você não fica sentado em uma máquina que o mantém no lugar enquanto executa um movimento que isola um músculo. A técnica promove movimentos que requerem respostas neurológicas e hormonais, levando a uma melhor saúde, força real, a estabilidade do núcleo real , agilidade e flexibilidade”, finaliza.

Rua Lages, 826. 47 3432 0055 personalgymlifestyle.com.br

65


Bolshoi Da Redação Fotos Divulgação Bolshoi

Oportunidade na África do Sul!

O

bailarino da Cia. Jovem Bolshoi Brasil, Valdenir Oliveira, 23 anos, recebeu um convite para integrar a companhia profissional “Joburg Ballet”, em Joanesburgo, maior cidade da África do Sul. A estreia de Valdenir na nova companhia já começa no mês de junho. A seleção foi feita por vídeo e o convite partiu do diretor do “Joburg Ballet”, Dirk Badenhorst, que em 2013 já teve uma ótima experiência com a contratação de outro bailarino da Cia. Jovem Bolshoi Brasil, Guilherme Junio Moraes. “O convite foi uma surpresa, fiquei muito feliz, realmente não estava esperando. Mas acredito que tudo tem o seu momento e essa será uma nova fase para a minha carreira como bailarino profissional. Será tudo novo e desafiador, mas estou entusiasmado com a oportunidade de ter essa experiência e saber como é fazer parte de uma grande companhia no exterior” ressalta Valdenir.

Sobre o bailarino Valdenir Oliveira é natural de Rondonópolis/MT, iniciou na dança aos 17 anos em sua escola regular, depois conseguiu uma vaga para dançar na Fundação André Maggi e por meio desta instituição, participou da audição e foi aprovado para estudar na Escola Bolshoi em Joinville/SC.

66

Foto: Aurea Silva


Foto: Vanderléia Macalossi

Foto: nilson bastian

Com formação em dança clássica e contemporânea pelo Bolshoi Brasil, Valdenir revela versatilidade na profissão. Em 2013 ele foi chamado para fazer parte da Cia. Jovem Bolshoi Brasil e também atuar como professor de dança popular brasileira na instituição. Na Escola Bolshoi interpretou personagens contemporâneos e clássicos sempre com grande expressão artística, já participou como solista de balés como “Don Quixote” e “Danças Polovitzianas”, da Ópera O Príncipe Igor e de obras contemporâneas como Mundo Líquido e Ariana, interagindo com grandes nomes da dança.

67


Especial Da Redação Fotos Divulgação Casa Cor SC

Golfe em casa Casa Cor SC traz o esporte como uma proposta de personificação de ambientes

P

ara atender o tema da mostra, SC Décor: Um Estado, todos os estilos, o ambiente de 54 metros quadrados, chamado de Estar... Entre amigos, foi inspirado no esporte que ganha cada vez mais projeção entre os catatinenses. “Optamos por destacar o golfe, que cada vez mais atrai um número maior de praticantes e, como segunda proposta, o apreço pela degustação de vinho com os amigos”, explicam os profissionais Beto Gebara e Marila Filártiga, responsáveis pelo projeto. Os dois temas foram fundamentais para pau-

68

tar a escolha dos materiais e texturas aplicados no projeto. O piso em porcelanato reproduz a rusticidade da madeira envelhecida. Os móveis soltos da também têm em sua maioria madeira aparente e materiais como couro e linho - ambos usados nos acessórios e roupas do golfe. A paleta de cores escolhida para o ambiente Estar... Entre Amigos é baseada em tons claros. “As paredes claras nos permitem emoldurar os elementos que retratam os hábitos que buscamos representar com quadros, imagens e objetos”, justificam os arquitetos. A iluminação do ambiente foi projetada de for-


ma a destacar objetos e móveis com pontos focais. Outro artifício usado por Beto e Marila para tornar o espaço mais aconchegante foi o uso de iluminação indireta. Destaque também para as luminárias de piso Liliput e Gulliver, dos designers da Lattoog Design, com formas sinuosas e esculturais que lembram as tradicionais

cúpulas de teto. No ambiente, peças de golfe, como taco, sacos, bolsas e objetos decorativos – atuais e históricos, completam a decoração. Algumas dessas peças são do acervo e coleção da família Marcondes de Mattos, cuja personalidade e gosto pessoal inspiraram o ambiente.

Sobre tendências na arquitetura A dupla de arquitetos diz trabalhar para que a concepção do projeto seja uma resolução de um problema e que deve ser embasada em referências substanciais, documentadas e reconhecidas historicamente, sempre com responsabilidade e sustentabilidade na concepção e depois na obra. Acreditam que o crescimento profissional está na constante busca por novidades no mercado e priorizam a relação transparente com o cliente e com os fornecedores, para um bom nível profissional e o bom andamento dos trabalhos. No que tange a arquitetura catarinense, acreditam que está em franco processo de evolução,

na medida em que cada vez mais projetos de relevância para o Estado, e principalmente para a capital, são entregues a responsabilidade de escritórios de arquitetura. A participação cada vez maior de escritórios catarinenses em projetos fora do Estado também mostra que há um reconhecimento da qualidade do arquiteto catarinense e o próprio amadurecimento da categoria. “Já somos referência no eixo Rio-São Paulo”, destacam. A arquitetura brasileira sempre teve excelentes profissionais, antenados com o que há de mais novo em tecnologia construtiva e em design, prova são os recentes destaques de brasileiros

69


Especial

nos salões internacionais de arquitetura, urbanismo e design. “Vivemos um bom momento, embalados pelo fato de o país estar no foco da atenção mundial (Copa, Olimpíadas), nossos profissionais têm sido constantemente citados e reconhecidos como referência mundial, em concursos, seminários e congressos. O “tempero” adicional da brasilidade dos nossos profissionais, aliado a um trabalho duro e com seriedade, é o que faz com que alguns arquitetos se desta-

quem no cenário internacional. De modo mais global, vemos a arquitetura cada vez mais entrelaçada com a questão da sustentabilidade, não mais como um diferencial, mas como algo inerente ao processo de criação. Além desse fator, vemos o design mais próximo da arquitetura, com influência de cores e materiais, como nas formas e linhas que definem tendências de traçado, com nomes já consagrados como dos Irmãos Campana, Jader Almeida, Romero Brito, entre tantos outros”.

Casa Cor 2014 Como em todo o país, a mostra Casa Cor tem como regra a valorização do profissional arquiteto. “O maior legado da mostra é saber que o público que visita o evento procura saber quem é o criador do espaço, que pensou cada um dos ambientes, o responsável pela composição espacial, ou seja, o criador além da criatura. A Mostra é uma grife reconhecida em todo o país (e fora dele também), abre um espaço no calendário, para mostrar na cidade quem são alguns dos arquitetos que estão fazendo a di-

70

ferença na hora de projetar e construir um ambiente. Além de ser uma grande oportunidade para aproximar arquitetos de futuros clientes”, justificam os arquitetos. Período: 01 de maio a 15 de junho de 2014 Local: Florianópolis - Simphonia WOA Beiramar Av. Beira-Mar Norte, 3.974 e Praia Brava-Itajaí – Mall do Riviera Business Rodovia Osvaldo Reis, 3.385. Informações: www.casacorsc.com.br


Publieditorial Por Dra. Carla Botasso Almeida

Quando e Porque devemos nos preocupar com os Nevos

C

onhecidos popularmente como pintas e/ou verrugas, classificamos como nevos comuns, formações que se apresentam na pele como manchas pequenas,marrons , elevadas ou não. A maioria deles surge em decorrência da exposição ao sol e possui formato regular. Os nevos que consideramos displásicos/ atípicos se apresentam com pelo menos três, das características a seguir: diâmetro maior que 5mm; bordas mal definidas; margens irregulares; múltiplas cores; presença de manchas e elevações. Acredita-se que nevos atípicos sejam lesões precursoras do Melanoma Cutâneo – Câncer de malignidade alta, sendo fatal quando não diagnosticado precocemente. O Nevo Atípico pode estar presente em qualquer região do corpo, tendo predileção por áreas expostas ao sol, principalmente o tronco. Sua maior prevalência está na populaçao jovem (antes dos 30-40 anos), com seu início na adolescência, sendo que novos nevos podem aparecer após os 30 anos. Sao lesões dinâmicas, isto é, podem mudar de aparência durante a vida, porém a maioria se mantém estável ou regride. A quantidade de nevos comuns e atípicos que uma pessoa possui sao importantes fatores de risco para o desenvolvimento do Melanoma Cutâneo. A presença de 100 – 115 lesões névicas na pele aumenta a chance de desenvolver um melanoma cutâneo, sendo menor, essa chance, em indivíduos que possuam apenas 10 – 15 nevos comuns. A presença de cinco nevos atípicos aumenta em seis vezes a chance de desenvolver Melanoma Cutâneo em relação a uma pessoa que não possui nenhum. Muitas famílias são afetadas por um herança

72

Dra. Carla Botasso Almeida Dermatologista - CRM-SC 11450 RQE 21137 Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatologica. International Fellow of American Academy of Dermatology - USA. Pós-Graduação em Dermatocosmiatria e Laser na Faculdade de Medicina do ABC – Santo André – SP

genética chamada Síndrome do Nevo Displásico que se caracteriza quando: pelo menos um dos parentes de primeiro/segundo grau foi diagnosticado com Melanoma Cutâneo e a presença de mais de 50 nevos, sendo alguns deles atípicos. As pessoas com essa síndrome tem um risco de desenvolver Melanoma Cutâneo 150 vezes maior do que a populaçao geral. O Melanoma Maligno não manifesta sintomas, porém qualquer mudança em nevos/pintas é suspeita. Nevos que começam a sangrar, formam casquinhas, incham, formam feridas, mudam de cor para preto ou azulado é sinal de alarme. O primeiro passo para a detecção de que esse nevo se tranformou em Melanoma é a biópsia, diferenciando-o assim do Nevo Displásico. Além desses sinais de alerta, é importante como medida de prevenção o hábito diário do uso de protetores solares e uma vez ao ano se submeter ao exame completo da pele.


Publieditorial Da Redação

Referência em tecnologia

Grupo JAV inova em soluções para Automação Industrial e Material Elétrico

Maquinário instalado em operação

Marcos Tadeu Favaro, CEO da JAV.

JAV Automação Industrial Ltda Unidade Joinville Rua Benjamin Constant, 1768 Cep: 89204-361 - América / Fone: (47) 2101-8000

www.jav.com.br

74

A

pós 24 anos de história, a JAV, fundada em 1990, é reconhecida como uma das maiores referências em automação industrial do país. Para se ter uma ideia da projeção da empresa, que já possui oito unidades: Joinville, São Luiz do Maranhão, Manaus, Salvador, Belém, Chapecó, Criciúma e Recife, entre os anos de 2011 e 2013 teve um crescimento de 150%. Segundo Marcos Tadeu Favaro, CEO do Grupo JAV, o investimento em treinamento é bastante expressivo e isso faz com que a empresa ofereça soluções completas, de acordo com as necessidades dos clientes. “Os colaboradores recebem treinamentos constantes para atender com qualidade e rapidez. Além disso, todos os anos um time de 9 engenheiros passam uma semana nos EUA sendo treinados em novas tecnologias”. Para ele o sucesso da empresa, que mantém 150 colaboradores, sendo deste total 26 engenheiros, é a mão de obra qualificada aliada à inovação tecnológica que prestam suporte para elaboração dos projetos de automação industrial. Com uma área de abrangência de 66% do território nacional, no portfólio de clientes atendidos pela JAV constam mais de 1.500 marcas, entre elas, gigantes como Honda, Ford, BRF, Vale e Samsung.


75


Maré Alta

ILLUMINARE A iluminação corretamente aplicada, transforma e valoriza um ambiente e seus elementos, criando um cenário adequado para cada momento, proporcionando conforto e prazer de estar ali. Através de seus consultores especializados, a Illuminare reconhecerá o seu espaço, especificará as luminárias e lâmpadas adequadas ao projeto, e fará o devido acompanhamento, proporcionando todo o necessário para um resultado excelente. Illuminare, luz, design e conforto. Rua 25 de Julho, Cond. Parco Perinni, sl. 32, América -Joinville-SC Contato: (47) 3025 4649 contato@illuminarejoinville.com.br www.illuminarejoinville.com.br

CRIARE MÓVEIS Seu Estilo vai adorar conhecer o Nosso. Funcionalidade, bom gosto e estilo traduzem a personalidade de cada ambiente e de quem vive neles. Por isso, as linhas de produtos Criare são totalmente integradas. Você tem liberdade para combinar, criar e viver do sei jeito. As mesmas cores, modulações e acabamentos tops podem ser usados em qualquer ambiente Criare, seu estilo vai sempre se destacar.

Rua Araranguá, 76 América -Joinville-SC Contato: (47) 3028 2641 steinmoveis@steinmoveis.com.br www.criare.com

76


Linhadágua Por Edson Bush Machado

Entre Nuvens, Pedras e Estrelas

O

líder rebelde da banda de rock The Doors, Jim Morrison lia e admirava o poeta maldito do moderno simbolismo francês, Arthur Rimbaud. A frase, que ouvi de passagem, foi cantada com ares de insolência e razão por alguns jovens estrangeiros mochileiros e barulhentos que se agigantavam nas ruelas do Pér Lachaise, o mais famoso cemitério de Paris. Sem mapa e em busca dos meus ídolos, resolvi seguir a legião de fãs do rockeiro da contracultura norte americana, e por simetria, insurgente como o dionisíaco literato. Afinal me achava só e perdido diante de tantas opções de qual caminho tomar e quantos túmulos lapidares ainda visitar naquela fúnebre colina arborizada com os pontiagudos e sinistros ciprestes. Frequentar cemitérios em viagens pelo mundo pode parecer atração macabra para alguns leitores. Mas não, o campo santo é também o campo fértil para a admiração, o estudo, a reflexão da morte sob a ótica das artes. É o meu caso. Fritz Alt, o escultor alemão que viveu em Joinville, produziu uma das mais belas obras inscritas entre as construções tumularias, a máscara funerária fundida em bronze intitulada “ A Vida e a Morte “ exposta na Casa/Museu que leva seu nome, nos altos do morro do Boa Vista. O Cemitério do Imigrante nas aprazíveis colinas de nossa rua XV de Novembro é reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN, por sua autenticidade de acordo com o gosto e o caráter cultural dos colonos alemães da segunda metade do século XIX, segundo o pesquisador e crítico de arte Clarival do Prado Valladares no livro “ Arte e Sociedade nos Cemitérios Brasileiros”. João da Cruz e Sousa, nosso poeta desterrense filho de escravos alforriados, da cor do ébano que atendia pela alcunha de Cisne Negro, teve seus restos mortais retirados da tumba na necrópole de São Francisco Xavier no Rio de Janeiro e destinados a um inacabado mausoléu nos jardins do Museu Histórico de Santa Catarina. Já o cadáver da ex-primeira dama da Argentina Evita Peron, “a mãe dos descamisados” viajou insepulto pela Itália e Espanha, mas hoje descansa triunfal os ossos no aristocrático Cemitério da Recoleta pontilhado de monumentos, estátuas e mausoléus que são verdadeiras obras de arte, no bairro nobre em Buenos Aires. Cenário de inspiração para artistas, músicos, escritores e poetas em vida, o pitoresco bairro boêmio de Montmartre é o leito do repouso eterno do compositor Hector Berlioz, de Debret, De-

78


gas, Picabia e Dalidá. Do cineasta que iniciou o movimento da Nouvelle Vague, François Truffaud, e do bailarino russo Nijinsky observado pela estatueta do boneco/personagem Petrouchka. E algumas curiosidades como a homenagem ao inventor do saxofone cujo sobrenome era Sax, e a de um certo Gordini que batizou o pequeno automóvel bastante conhecido dos brasileiros na década de 1960. A meca da intelectualidade da França esquerdista, Montparnasse, hospeda ossadas de personalidades como Charles Baudelaire, do casal Sartre e Simone de Beauvoir, Camille Saint-Säens, Guy de Maupassant e Samuel Beckett o dramaturgo irlandês autor da peça Esperando Godot . O romeno Brancusi enriquece esse autêntico parque das esculturas com o célebre mármore cubista “O Beijo”. Já o pensador Descartes é uma das notáveis figuras enterradas na igreja mais antiga de Paris em St-Germain-des-Prés, defronte o café Les-Deux Magots, frequentado entre outros bons bebedores, pelo escritor Hernest Hemingway. É certo que há o caráter simbólico na mitologia sepulcral de cada cidadão universal como a cruz e a nau na arte grega, a serpente e os esqueletos e caveiras na civilização asteca, as carpideiras e a velha da foice em nosso perturbado imaginário. No Ocidente o preto é a cor simbólica da morte, na Ásia Oriental é o branco. Voltando ao favorito dos parisienses, um passeio pelo Pér Lachaise iguala-se à muitas boas aulas de história da arte. A que chistosamente chamamos “ cidade-dos-pés-juntos “ , também é cult. Honoré de Balzac e La Fontaine com seus versos líricos epistolares, Delacroix, Modigliani, Moliére, Cyrano de Bergerac, Chopin, Rossini, Camus, Maria Callas, o mímico Marcel Marceau reverenciando o silêncio, a leveza da bailarina Isadora Duncan, a cantora Edith Piaf, quantas e quantas páginas de memórias e de arte. E de algum humor. O jazigo do irreverente dramaturgo irlandês Oscar Wilde recebe diariamente de seus admiradores dezenas de marcas de batom. O mito de alcançar a fertilidade e a potência sexual leva multidões de mulheres e homens ao impagável ato de tocar nas partes íntimas da estátua de bronze de um jovem jornalista assassinado a tiros. Brasileiros em grupos cobrem com flores de plástico o monumento do espiritualista Allan Kardec ignorando nas vizinhanças a memória trágica de Sarah Bernhardt e do autor de Em Busca do Tempo Perdido, um inconformado Marcel Proust. O anárquico tumulo do Morrison é quase encoberto por garrafas de bebidas alcoolicas, pitucas de todos os tipos de cigarros, bilhetes eróticos desenhos, fotos, capas de discos, e – pasmem – é considerado o quarto ponto turístico mais visitado de Paris, depois do Museu do Louvre, da Torre Eiffel e do Palácio de Versalhes. Penso que a arte cemiterial, ao respeitar a morte celebra a vida.

79


Social Da Redação Fotos Fabrizio Motta

Clube Golfe & Lazer

M

80

ais uma vez a revista Golfe & La zer reuniu empresários de Join ville para um delicioso Jantar Confraria Bourbon. A noite cheia

de descontração e bate-papo foi realiza da na primeira quinzena de maio e contou com convidados ilustres da cena econômi ca catarinense.

Cesar Bueno (Golfe&Lazer), Giovani Martinelli (RBS Esporte), Chico Vargas (TV Com), Welinton (Bourbon), Fabio Trisotto (Grupo Novocom), Mario Aguiar Filho (Vectra)

Welinton (Bourbon) e Giovani Martinelli (RBS Esporte)

Hildembrand Althaus e Fábio Trisotto

Clécio Jacomeli (Expressiva Homem) e Marcos Bittencourt (Promacal)

Alonso Torres (ExpoGestão) e Andre (Hannover)

Vitor (Auto Premier) e Hildembrand Althaus


Cesar Bueno e Claudio da Rocha Gonçalves (Jato DAgua)

Henrique Dalbosco (Zum) e Marcos Bittencourt (Promacal)

Momento network

Momento degustação

Marcos Bittencourt e Wellinton

Momento degustação

Um brinde aos negócios

81


Social Da Redação Fotos Mari Braunn

Quarta reunião do conselho consultivo do WTC

M

82

ais de sessenta executivos e empresários catarinenses participaram da 4ª reunião do Conselho Consultivo do World Trade Center (WTC) Santa Catarina, em 8 de maio, na Expoville, em Joinville. Wilson Brumer, ex-presidente de grandes empresas como a Vale, a CST, a Acesita (atualmente Aperam), a BHP Billiton e a Usiminas e ex-secretário de Desenvolvimento de Minas

Gerais, falou sobre os desafios que o Brasil tem de enfrentar para se tornar mais competitivo e crescer mais. No ranking internacional de competititividade, realizado pelo Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês), o país ocupa a 48° posição entre 142 países. “É preciso mais ação”, enfatizou Brumer, ressaltando que existem muitos diagnósticos sinalizando os problemas enfrentados pelo Brasil.

Fabio Trisotto, Diego Pettinazzi, Carlos Schneider e Miguel Abuhab

Fabio Trisotto, Vanderlei Palhano e Leonardo Figueiró

Wilson Brumer

Alfredo Hirata (Martinelli)


www.graficapronto.com.br fone (47) 3481-8818

Leonardo Figueir贸 (WTC)

Osvaldo Douat Filho (OTM)

Luciano Corradi (Expoville)

Miguel Abuhab (Neogrid)

Carlos Schneider (Ciser)

83


Social Da Redação Fotos Divulgação

Mercedes-Benz em Joinville

U

84

ma festa bem produzida e bastante concorrida comemorou, no último dia 08 de maio, a chegada da primeira concessionária dos automóveis de luxo da Mercedes-Benz no Norte do Estado. O showroom da grife alemã pioneira no setor automotivo no mundo está na Rua Blumenau, num projeto que chama a atenção pelo bom gosto e requinte, mas sem ostentação. A festa de inauguração contou com a presença do presidente da Mercedes-Benz no Brasil, Philipp Schiemer, que veio especialmente para o evento. Os diretores Paulo Toniolo e

Paulo Toniolo Jr., do Grupo DVA – que repre senta os automóveis de luxo da Mercedes-Benz em Santa Catarina – receberam autoridades e convidados com um bem produzido coquetel. Na cerimônia, descerramento da placa co memorativa à chegada da Mercedes-Benz em Joinville, apresentação de alguns dos mais poderosos carros da marca e um pocket show surpresa com coreografia do Balé Bolshoi. E, como agradecimento pela presença, caixinhas de chocolate personalizadas. Para levar a Mercedes-Benz para casa.

Fachada da DVA

Paulo Toniolo Junior (Diretor do Grupo DVA) e Philipp Schiermer (Presidente da Mercedes-Benz no Brasil e América do Sul)

Kelma Cristina (Gerente da DVA Automóveis em Joinville).

Udo Döhler (Prefeito de Joinville) e Paulo To niolo (Diretor do Grupo DVA)


Membros do Governo do Estado, cidade de Joinville e diretores da Mercedes-Benz.

Paulo Toniolo (Diretor do Grupo DVA) e Philipp Schiermer, (Presidente da Mercedes-Benz no Brasil e AmĂŠrica do Sul).

Udo DĂśhler (Prefeito de Joinville), Paulo To niolo Junior (Diretor do Grupo DVA), e Rodrigo Coelho (Vice-Prefeito de Joinville).

Silvia e Moacir Tomazi

Janaina Truppel e Silly Gripa

Adri e Germano Buch

85


86


Caderno especial


Comodoro Ivo Birckholz Vice-Comodoro Edson Fajardo Nunes da Silva. Diretor Secretário José Mário Gomes Ribeiro Diretor de Patrimônio Armin Walter Hildebrand Diretor Financeiro Orlando Volkmann Diretor de Esportes Horst Dieter Hardt

Conselho deliberativo 2011 / 2014 Jackson Hertenstein Orlando Volkmann João de Deus Assis Filho José Mario Gomes Ribeiro Klaus Driesnack Edson Fajardo Nunes da Silva Waldir Harger 2012/2015 Acyr Leye Álvaro Cauduro de Oliveira Antonio Carlos Minatti Eugênio Alberto Fleischer Gert Heinz Schulz Carlos Werner Heinzelmann Rubens Moura 2013/2016 Armin Walter Hildebrand Celso Kupsch Edmundo Kochmann Júnior Gabriel Fleischer Firmo Ivo Birckholz Roland Döhler Sérgio Luiz Hardt Rua Baltazar,Buschle n 2.850. – Espinheiros Joinville – SC Fone/Fax (47) 3434-1744 O Espaço Gaivota, com produção de Aline Weber, é de responsabilidade do Joinville Iate Clube.

Mensagem da Diretoria Neste período do ano, no qual todas as atenções se voltam para a Copa do Mundo de Futebol, coincidindo ainda com os meses mais frios do ano, temos naturalmente uma diminuição na intensidade das atividades náuticas da Babitonga. Entretanto, encontramos também aqueles associados do Joinville Iate Clube que curtem seus barcos em passeios o ano todo, além dos velejadores em suas regatas, e dos pescadores embarcados. Estes continuam movimentando o clube e nossas águas, saboreando os bons momentos que a natureza proporciona nos dias de outono e inverno. Também o JIC segue seu curso, deixando todos nós muito contentes ao recebermos o reconhecimento de instituição de Utilidade Pública Municipal. O trabalho social desenvolvido pela Escola de Vela do clube, somado às ações de apoio à Defesa Civil, Polícia Ambiental e Polícia Federal entre outras ações de auxílio à comunidade, justificam a decisão da Câmara de Vereadores de Joinville à qual muito agradecemos. Em breve, a Copa do Mundo será história, e aqui estaremos trazendo mais informações sobre as novas instalações do JIC, agora concluídas e apenas aguardando sua inauguração. Desejamos a todos uma boa leitura. Cordiais Saudações Dieter Hardt Diretor de Esportes

88


Evento JIC Por Oh! Textos Foto Divulgação

JIC reconhecido como Utilidade Pública para a cidade

N

o dia 17 de abril, por intermédio de publicação no Jornal do Município (número 1036 página 1), passou a valer a Lei Ordinária nº 7689/2014 de 16/04/2014, que reconhece o Joinville Iate Clube como Utilidade Pública Municipal. Segundo o vereador Claudio Aragão, proponente do projeto, entre outros manifestos a justificativa para tal instrumento é: Em 11 de junho de 1978, comemora-se um dos fatos mais significativos da nossa História ocorrido em 1865: a vitória na Batalha Naval do Riachuelo. A data considerada a mais importante da Marinha, também serviu de inspiração para determinação da data oficial de fundação do Joinville Iate Clube. Localizado no Bairro Espinheiros, o clube desenvolve um projeto de educação e esporte, junto a crianças da rede pública de ensino. Esse projeto

denominado Escola de Vela tem por objetivos, a complementação da educação, a integração dos jovens ao ambiente náutico, o desenvolvimento de atletas para representar a cidade no esporte da vela, e também o fortalecimento da consciência ambiental. O Joinville Iate Clube se destaca também ao apoio dado a Defesa Civil em situações de enchentes, para estas catástrofes, o clube disponibiliza dois barcos de apoio com motores de popa, transportes em carreta especial e equipamentos além, dos marinheiros para condução destas embarcações, e permite assim uma importante contribuição à comunidade. Considerando que JIC - Joinville Iate Clube vem colaborando nos últimos trinta e cinco anos com a comunidade joinvilense, mediante isto, não podemos deixar de reconhecer, como de utilidade pública, tal instituição.

89


Evento JIC Por Dieter Hardt

Monotipos - Muitas Velas na Lagoa de Saguaçú

E

m mais um evento do calendário de regatas de veleiros monotipos, a Lagoa de Saguaçú ficou movimentada no último dia 17 de maio com a participação de 34 embarcações.O dia estava perfeito, com uma temperatura agradável, típica de outono, sol aberto e vento de aproximadamente 6 nós, variando entre nordeste e leste. O circuito comumente chamado de barla-sota, o que significa velejar contra o vento e depois a favor do vento teve suas boias colocadas defronte o JIC e defronte o trapiche do Espinheiros, respectivamente. As variações de intensidade do vento combinadas com a forte correnteza de maré deste dia exigiram muita habilidade dos velejadores. Estas competições são organizadas pelo associado do JIC, Adam Max Mayerle e seus colegas de diversas cidades do estado. Em dois momen-

90

tos no ano, nosso clube recebe estes esportistas que tripulam veleiros das categorias Laser, Hobie Cat, Snipe, Dingue, Shellback, Holder, Optimist, entre outros. Na primeira etapa deste ano, a Escola de Vela do JIC participou com seus tradicionais veleiros Optimist e também com barcos Laser 4.7. O Laser 4.7 é a opção de continuidade no esporte, adotada pelo JIC, para aqueles velejadores que já ultrapassaram estatura para os pequenos Optimist. Para os jovens atletas a participação nestas competições é sempre uma oportunidade de aprendizado, além de garantia de muito divertimento. Ao final do evento, os competidores se reuniram no Bar Tenda, onde puderam confraternizar, discutindo os detalhes das duas regatas realizadas no dia. Enfim, um dia de muitas velas coloridas e a salutar prática de esporte entre amigos.


91


Jantar JIC Da Redação Fotos Fabrizio Motta

JIC oferece jantar pelo Dia do Trabalho Clube presta homenagem aos mais antigos colaboradores

N

o dia 30 de abril, às 20h, o Joinville Iate Clube organizou o tradicional jantar comemorativo ao Dia do trabalhador, em homenagem a todos que constroem nosso país. Neste momento de festa e descontração, com a participação da diretoria, colaboradores e convidados, foram presenteados, com troféus e brindes, funcionários do JIC, que atuam há mais tempo em prol das melhorias do clube e da sociadade.

92

Entre os nomes apontados pela diretoria estão Ivo Romeu Grawe e Sergio Souza Cardoso, com 30 anos de trabalho, e Edson Luiz Vilvert, com 20 anos de trabalhos no JIC. Para a diretoria do clube é um momento muito especial de união, quando os laços de trabalho se mostram mais estreitos e íntimos, com muito respeito, entendimento e, sobretudo, valorização de cada indivíduo que compõe a equipe.


93


Torneio JIC Da Redação Fotos Fabrizio Motta

Torneio de Pesca agita o JIC

N

o último dia 31 de maio foi realizado o XXXVI TOPEMBAR, um clássico torneio de pesca do Joinville Iate Clube. No total 109 participantes estiveram presentes totalizando 33 equipes que fizeram sucesso neste dia especial.

94


95


Torneio JIC

96


Ganhadores: 1º lugar por equipe / pontos - Equipe Zafalon 2º lugar por equipe / pontos – Equipe Águia Branca 3º lugar por equipe / pontos – Equipe Araujo de Fora 4º lugar por equipe / pontos – Equipe Vô Pedro 5º lugar por equipe / pontos – Equipe Method

1º lugar por maior peixe / peso: Equipe Araujo de Fora – Pescador Vilson R. Veiga Junior (Peixe: Araia com 8,315 kg ) 2º lugar por maior peixe / peso: Equipe Method – Pescador: Jair Bucci (Peixe: Miraguaia com 4,166 kg 3º lugar por maior peixe / peso: Equipe Zafalon – Pescador Valmor (Kiko) (Peixe: Bagre com 2,488 kg)

1º lugar por equipe quantidade: Equipe Zafalon 1º lugar por equipe peso: Equipe Araujo de Fora Trófeu Baiacú: Equipe Shalon Ganhador do Alumínio ALUFLEX Fuji 600 LSr. Alcione João Balsanelli (Equipe Paraiso 1)

97


SAÍDA DE EMBARCAÇÕES: Março/2014 – 201 Abril/2014 – 140 NOVOS SÓCIOS: Edson Roberto Rocha Paes Esposa: Ivone Ramos Paes


99


Golfe 61 - Junho  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you