Issuu on Google+

E.M.Dr. Abdon Baptista Diretora: Rosângela Koening de Moura Kopsch Aux.Direção: Célia de Oliveira Tobis Supervisora: Claudia Elisie Cardoso da Rocha Coord. Sala Informatizada: Adriana Medeiros Oliveira Período: Vespertino

CADERNO DE ESTUDOS PROJETO: ALUNO-MONITOR

Joinville 2013 ÍNDICE


1. REGRAS DA SALA INFORMATIZADA................................................................................03 2. DADOS DO PROJETO.......................................................................................................04 3. COMO PESQUISAR NA INTERNET....................................................................................06 4 .NOÇÕES BÁSICAS DO LINUX...........................................................................................10 4.1 BrOffice.org Writer........................................................................................................10 4.2 BrOffice.org Inpress......................................................................................................16

5.FONTES.................................................................................................................. ..........20


3

1. Regras da Sala de Informática

• Este é um ambiente de trabalho, portanto, mantenha o silêncio. • Pedir ajuda a professora levantando a mão e aguardando sentado. • Não arrastar as cadeiras. • Não é permitido acessar sites de relacionamento (facebook, orkut, twitter etc), os infratores serão encaminhados à direção. • No final da aula salvar o seu trabalho na pasta da sua turma e fechar os programas utilizados. • Ao sair encostar as cadeiras na mesa.


4

2. PROJETO: ALUNO- MONITOR 2013 Justificativa

O Projeto Aluno-Monitor visa envolver o educando em atividades de apoio aos alunos regentes e professores. Os alunos-monitores serão do turno matutino, respectivamente, 8º e 9º ano. Por meio de uma prévia formação, o aluno-monitor terá a oportunidade de conhecer o funcionamento dos equipamentos, a dinâmica do ambiente e será estimulado a colaborar com o aprendizado de seus pares, auxiliando durante as aulas na sala informatizada. Como a supervisão da coordenadora da sala informatizada, o grupo criará um Blog com o objetivo de socializar os conhecimentos adquiridos neste projeto e divulgar matérias de interesse da comunidade escolar. Com a criação do Blog, os educandos são convidados conscientizar os outros alunos sobre questões ambientais, de gênero, bullying, uso responsável da internet, zelo pela escola, dentre tantos outros assuntos que podem ser pesquisados.

Objetivos

Motivar os alunos ao comprometimento com a escola e zelo pela sala informatizada.

Fortalecer a auto-estima do aluno, propiciando a formação de um cidadão participativo e

envolvido com as mudanças socioculturais e tecnológicas da sociedade. •

Estimular, através das atribuições de aluno monitor, o senso de responsabilidade,

cooperação, ampliar conhecimentos, empenho nas atividades de sala de aula e no ambiente multimídia.

Público alvo: Alunos do 1º ao 9º ano

4


Atribuições do aluno monitor: •

Auxiliar professores durante a realização dos projetos e demais atividades, no sentido de

ajudar os colegas a integra-se aos recursos tecnológicos, sendo agente facilitador e orientador, viabilizando melhor atendimento aos trabalhos desenvolvidos. •

Contribuir para a atualização do BLOG da sala informatizada, bem como desenvolver um

blog dos alunos-monitores para socializar os conhecimentos adquiridos. •

Manter o espaço da sala informatizada organizado e zelar pelos equipamentos do mesmo.

Ajudar na organização geral da sala informatizada.

Interagir com professores e colaborar com os colegas, principalmente aqueles que tem

menos facilidade com as novas tecnologias. •

Respeitar as normas de funcionamento da escola para alunos e as regras da sala

informatizada. Cronologia: –

Participarão do projeto 2 alunos por dia para a monitoria das aulas na Sala Informatizada;

Nas sextas-feiras todos os 8 alunos participarão do projeto para pesquisa e atualização do

blog, bem como discutir o andamento do projeto; Período: –

Abril à Dezembro de 2013.

5


3. COMO PESQUISAR NA INTERNET

Planejando a pesquisa

Definição clara do tema a ser pesquisado;

Definição “precisa” do que se quer encontrar sobre o tema; Qual a informação pretendida?;

Que palavras-chave podem conduzir à informação que eu quero?;

Listar as tarefas;

Realização da pesquisa •

Ler e anotar os dados encontrados;

Selecionar e organizar o que foi coletado (registrar as fontes para saber de onde vieram as

informações); •

Destacar o que foi mais relevante na sua pesquisa (se preferir pode sublinhar);

Estratégias de pesquisa •

Ter em mente quais são as palavras-chave e sua melhor combinação para encontrar os

resultados mais relevantes com respeito ao objetivo pesquisado; 6


Conhecer o funcionamento dos mecanismos de busca, suas ferramentas e as opções que

facilitam, otimizam e focalizam a busca das informações.

7 Protocolo: HTTP é sigla de HyperText Transfer Protocol que em português significa "Protocolo de Transferência de Hipertexto". É um protocolo de comunicação entre sistemas de informação que permite a transferência de dados entre redes de computadores, principalmente na World Wide Web (Internet). World Wide Web: Significa em português rede de alcance mundial, também conhecida como Web ou WWW. World Wide Web é um sistema de documentos em hipermídia que são interligados e executados na Internet. Tipo: É uma extensão para identificar o tipo de atividade exercida pelo domínio. Ex: org – Indica que o Website é uma Organização.


edu - Indica que o Website é uma Organização Educacional. gov - Indica que o Website é uma Organização Governamental. com - Indica que o Website é uma Organização Comercial.

Pesquisa em Sites de Busca

Se o usuário deseja informações sobre "reforma da previdência pública", é melhor especificar a busca como frase, entre aspas (""). Caso contrário, o resultado será dado com base nas palavras "reforma", "previdência" e "pública" constantes em um texto, independente da relação entre elas. Os engenhos de busca Google, AltaVista, Infoseek, Excite e Yahoo! possibilitam a especificação de frases e nomes próprios com o uso de aspas. O usuário pode incluir um sinal de mais (+) - sem parêntesis - ou menos (-) para na frente do termo, para adicionar ou excluir palavras. Exemplo, para pesquisar "reforma da previdência pública" e não cair em sites ligados a Portugal, adicionar "-portugal" antes do termo pesquisado, no campo "busca". O sinal (+) condiciona as respostas ao aparecimento do termo no corpo do texto. Exemplo: "+Brasil". A inclusão e a exclusão de termos pode ser usada na mesma busca. Por exemplo: +Brasil "reforma da previdência pública"-portugal-angola. Vale dizer que os engenhos de busca, em sua grande maioria, ignoram letras maiúsculas e minúsculas e as acentuações da língua portuguesa (´), (`), ("), (ˆ), (˜) e interpretam o "ç" como c. O mesmo 8 acontece também quando a palavra inclui caracteres como "ñ", "ü", "ë", "ö". "ï". Isso permite que os usuários não tenham problemas ao usar outros teclados. Vale dizer quer, antes de fazer uma busca de palavra em outra língua, o usuário deve se certificar de como caracteres específicos de uma língua costumam ser escritos no alfabeto "básico". Por exemplo o "ä", "ü" e "ö" do alemão costumam ser adaptadas como "ae", "ue" e "oe". Portanto, para busca de palavras como "über", escrever "ueber".


Os melhores mecanismos de busca

Há muitas opções de mecanismos de busca. A escolha depende do propósito. Se o objeto de pesquisa está relacionado com uma região geográfica ou um tipo de assunto específico, podese, por exemplo, consultar o diretório de busca do Yahoo! (www.yahoo.com). O Yahoo é o mais velho dos diretórios da web, com dez anos de operação. Ofererece um excelente diretório, com informações agregadas por temas, países, cidades, áreas de conhecimento, etc. A vantagem dos diretórios é que os sites listados foram checados e aprovados por "humanos". Sendo assim, a busca for feita através dos diretórios pode apresentar resultados bem diferentes da feita por mecanismos de busca (crawler) O Alta Vista (www.altavista.com), também oferece uma grande base de dados indexados. Ademais, disponibiliza ferramentas de tradução de páginas, mapas, g 9 Gerenciamento pessoal de pesquisas, etc. Através do Altavista é possível fazer buscas específicas de arquivos de audio, imagens e vídeo. No caso dos arquivos multimediais, é possível definir inclusive formatos específicos dos mesmos. Para busca multimídia há o All the Web (www.alltheweb.com). Compartilhando banco de dados do Altavista e do Inktome adquirido pelo Yahoo, assim como a Overture, proprietária do All the Web, esse site está focado para a busca de arquivos de midia. Possui uma interface muito leve e é mais costumizável que seus sites-parceiros. O site alega ter centenas de milhões de arquivos


multimídias em seu banco de dados. Os resultados das buscas são muito parecidos com os do Altavista. Já o Dogpile (www.dogpile.com) é um site de "metabusca" que alega vasculhar "quase 600 mecanismos de busca". A vantagem de usar esse sistema é a de poder consultar, ao mesmo tempo, as bases de dados de outros engenhos como Google, Yahoo, Ask Jeeves, Teoma, About e LookSmart. Os responsáveis pelo site afirmam que o sistema metabusca consegue cobrir 50% ou mais que qualquer outro mecanismo de busca. Como outros engenhos, oferece busca boleana, por frases, língua, data de atualização do arquivo, dentro ou fora de domínios específicos, etc. O ponto negativo é que os resultados apresentados limitam-se à páginas de maior relevância de cada engenho (primeira página, com 10 ou 20 links), não permitindo acessar as páginas seguintes. Por outro lado, o Dogpile mostra em uma barra lateral, outras associações do termo ou objeto buscado, o que dá novas pistas para o refinamento da pesquisa.

4.1 Recursos do BrOffice Writer

Formatos O BrOffice.org Writer permite produzir documentos de texto contendo figuras, tabelas e gráficos. Você pode então salvar o documento em uma variedade de formatos, incluindo o padrão OpenDocument (ODF), o formato .doc do Microsoft Word ou HTML. Uma ferramenta muito utilizada é exportação do documento para o formato Portable Document Format (PDF).

Editoração eletrônica com o BrOffice.org Writer O BrOffice.org Writer oferece várias ferramentas de editoração eletrônica e de desenho para ajudá-lo a criar documentos com estilo profissional, tais como brochuras, boletins informativos e convites. Você pode formatar seus documentos com layouts de múltiplas colunas, quadros de texto, figuras, tabelas e outros objetos. 10 Criar desenhos A ferramenta de desenho do BrOffice.org Writer permite criar desenhos, figuras, legendas e outros tipos de desenhos diretamente em documentos de texto.

Arrastar e soltar

O recurso arrastar e soltar lhe permite trabalhar de forma rápida e eficiente com documentos de


texto no BrOffice.org. Por exemplo, vocĂŞ pode arrastar e soltar objetos, como figuras da Galeria, de um local para o outro no mesmo documento ou entre documentos abertos do BrOffice.org.

11


13

13


14


15


4.2 Recursos do BrOffice Impress

16


18

18


19 5. FONTES:

http://www.slideshare.net/guest850463/como-pesquisar-na-internet-1439754 http://www.forum-global.de/curso/textos/pesquisar_na_internet.htm http://www.significados.com.br/world-wide-web/ http://www.significados.com.br/http/ www.inf.unioeste.br/guardamirim/apostilas/writer.pdf http://www.wobook.com/WBmK3924tZ2H-fullscreen


Caderno de Estudos - Aluno- Monitor