Page 1

S-E-D

enquadrados


1.NOME / LEMA DO PROJECTO [Des]enquadrados. Retrato d’o chão onde as pessoas vivem” e a não malha urbana quebrada de lisboa.

2.TEMÁTICA / PARCERIA INSTITUCIONAL Uma interpretação enquanto à fragmentação de lisboa. Um olhar sobre os subúrbios e os efeitos criados pela malha querbrada em que consiste a urbanização de lisboa quando confrontada com zonas periféricas essencialente. PARCERIA: ARCHITECTURE FOR HUMANITY (AINDA POR CONFIRMAR)

S-E-D

enquadrados

3.CARACTERIZAÇÃO GERAL DA PLATAFORMA/ CAMPANHA Campanha de sensibilização da problemática da fragmentação e quebra no território Lisboeta e o impacto que isso tem numa sociedade dos dias de hoje. Estratégia de comunicação que pretende divulgar e consciencializar o público às temáticas inerentes.

4.PORQUÊ? / OBJECTIVOS GERAIS DO PROJECTO A cidade liga-se a territórios distantes que “pertencem” a uma mesma rede, enquanto se vai desligando de territórios contíguos e hierarquicamente ou administrativamente superiores aos quais pertence em termos funcionais ou institucionais, sendo que em muitos casos esgotam-se os vínculos das cidades com as suas geografias locais (Sorkin, 1992). Um movimento importante que caracteriza uma “fuga” da classe média-alta aos espaços públicos para as suas próprias celas fortificadas e para os seus estilos de vida insulares e exclusivos, é consequência directa da urbanização dos subúrbios e do processo frequentemente designado de Terço-mundialização da Inner City. Os movimentos de áreas comuns e equipamentos partilhados, reflectem a evasão da cidade e a autarcia social. As classes privilegiadas afirmam os seus privilégios sociais ao escapar dos “perigos” urbanos. A lógica de proximidade geográfica é desvalorizada e está em detrimento.

A história das cidades está intimamente relacionada com a história da cultura e do pensamento. Percebendo isso, os períodos de crise e revolução da cultura são, obviamente não no período imediato, reflectidos nas cidades e na forma como nós as entendemos no seu passado, presente e futuro. * qualquer um destes pontos esta sujeito a futura alteração.

5.O QUÊ? / DESCRIÇÃO DOS OBJECTOS/ INICIATIVAS A REALIZAR

Inicialmente será feita recolha de informação a nivel fotográfico, de pesquisa e de trabalho de campo. De seguida esse material será devidamente organizado e interligado para por fim ser desenvolvido/trabalhado com o intuíto de criar uma série de publicações indíviduais que se complementam num objecto final.

6.PARA QUEM? / UTILIZADORES/DESTINATÁRIOS DA PLATAFORMA

Este projecto será dirigido a um grupo com uma mente aberta a esta problemática, mas também a um grupo que não confrontado com esta realidade, por lhe passar despercebido, a ignoram.

7.COMO? / ANTEVISÃO GRÁFICA DO PROJECTO

Ainda em processo de definição/especificação...

8.ÉPOCA DE AVALIAÇÃO FINAL PRETENDIDA

Setembro

DESIGN DE COMUNICAÇÃO V | proj. SEATTLE_SÍNTESE | DORIAdiogo 4103

Como tal, o pretendido é, através da arte, mudar a imagem negativa e estereótipos que as pessoas tem em função de certas zonas e seus moradores e assim sensibilizar para a temática, mas principalmente ajudar a incentivar o aparecimento de uma cidade mais activa e “conectada”.

sintese_[DES]enquadrado  

doc. sintese