__MAIN_TEXT__

Page 1

Publicação do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes | Santo André - SP

Ed. 76 - Abr/Mai/Jun - 2015

A corrupção nossa de cada dia Atire a primeira pedra quem nunca comprou um DVD pirata, quem nunca pediu um atestado médico para faltar à escola, quem nunca pediu para “livrar” o lho de servir ao exército, quem nunca pagou uma consulta ou tratamento sem nota para car mais barato, quem nunca fez uma venda de imóvel por um valor menor para reduzir o imposto, quem nunca transgrediu uma lei de trânsito, quem nunca dirigiu depois de “apenas” uma cervejinha... Faltaria espaço para descrever comportamentos rotineiros tidos como inocentes, justicados pelo “todo mundo faz”, “é só um pouquinho”, “no meu caso é diferente”, “é só essa vez”, e por aí vai. O nome disso é corrupção. Não foram os políticos que inauguraram a corrupção. Ela é uma companheira da índole do ser humano desde que ele se entende por integrante de uma sociedade, por mais rudimentar que fosse, mas movido por impulsos ligados à satisfação de desejos e interesses. No princípio, usava-se a força, uma forma corrupta de se obter algo em detrimento de outrem, prevalecendo, a grosso modo, a lei do mais forte. Com a evolução das relações sociais e a regulação da convivência por meio de normas gerais, o uso da força foi perdendo espaço, mas a necessidade de obter vantagens indevidas permaneceu. Mudou-se o instrumento. Nasceu a corrupção, como a entendemos hoje. A política, não há dúvida, é o campo onde ela aparece em sua forma mais audaciosa, pois por denição, ela é a força de toda a sociedade, de modo que um simples desvio em sua natureza produz

resultados extremamente danosos. Também a política não pode ser resumida aos políticos, ou seja: por mais que reclamemos de uma parcela deles, entra eleição, sai eleição, lá estão os mesmos novamente, nos braços do povo. Às vezes, literalmente.

BAS

TA!

Quem deseja uma sociedade melhor, mais justa, onde a honestidade seja a regra, deve estar preparado, acima de tudo, para fazer a sua parte. Não pode passar pela cabeça de uma pessoa honesta que ela esteja fazendo papel de boba, que não sobreviverá no mundo corrupto, onde a “lei de Gerson” vigora com toda força. A honestidade é um valor pessoal. Não é um troféu para ser exibido, nem uma

postura condicionada ao comportamento alheio. Se eu preciso que os outros sejam honestos primeiro, ca difícil vislumbrar uma chance de progresso. Criamos uma sociedade gananciosa, competitiva e, não raras vezes, predadora. Formamos os lhos ensinando que “o mundo é dos espertos”. Agora é hora de ensinar-lhes que o conceito de esperto mudou: esperto é quem respeita as leis, a natureza, o seu semelhante e, em suma, a sua própria consciência. Os séculos de agressões físicas e morais a que nos impusemos trouxeram uma sociedade desequilibrada, onde valores são sinônimos de fraqueza, e só os fortes sobrevivem. Nunca fomos tão fortes materialmente falando e, ao mesmo tempo, nunca estivemos tão subjugados por múltiplas fraquezas, sejam a violência urbana, a desigualdade social, o desequilíbrio ambiental e, de forma ainda mais dolorosa, o desequilíbrio emocional, que ainda neste século vai envolver boa parte da população nas suas múltiplas manifestações - pânico, depressão, bipolaridade etc. Corrupção emocional. Olha ela aí de novo! Corrupção é, por denição, um desvio de nalidade. Não é algo para se procurar nos outros. É algo para se corrigir intimamente, buscando a harmonia física e mental, postura imprescindível para uma vida de sucesso. Taí outra palavra corrompida: Todos temos direito ao sucesso! Denir seu verdadeiro signicado pode ser a chave da felicidade. Por: Edson Sardano - 2º Secretário da Instituição Amélia Rodrigues


Editorial

Monteiro Lobato e o Espiritismo Você vai logo perguntar qual a ligação entre Monteiro Lobato e o Espiritismo. Coincidência ou não, Monteiro Lobato nasceu dia 18 de abril, data de lançamento de O Livro dos Espíritos em 1957. Pela importância desse querido autor, que encanta gerações até hoje, é que essa data foi instituída Dia Nacional do Livro Infantil. E as coincidências entre Lobato e o Espiritismo não se restringem a apenas uma data. No livro Monteiro Lobato e o Espiritismo, de Maria José Sette Ribas, o escritor (Lobato) registrou em atas as experiências vivenciadas em reuniões mediúnicas em grupo familiar, como era costume na época. No site do Correio Fraterno do ABC, jornal Espírita de São Bernardo, há um relato de autoria de David Asceno de como as experiências mediúnicas ocorreriam. O autor deste editorial teve a oportunidade de ver esse livro de atas. A médium do grupo familiar era dona Purezinha, esposa de Lobato. Herculano Pires, no prefácio do livro

Monteiro Lobato, esclarece que entre 1943 e 1947 o escritor aprendeu a dialogar com os Espíritos comunicantes. Vale a pena buscar o site citado para conhecer os detalhes desta história (verdadeira). Transcrevemos do editorial da Revista Internacional de Espiritismo (RIE), editada pelo Clarim, de Matão (SP), em sua edição de abril de 2015, parte desta matéria. Parabenizamos, neste ensejo, a feliz iniciativa da direção da RIE, publicando essa matéria em homenagem ao aniversário de lançamento de O Livro dos Espíritos, e ao natalício desse grande brasileiro, que foi Monteiro Lobato, bravo nacionalista que liderou na década de 1940 a campanha “O petróleo é nosso” .

Política sem princípios, prazer sem compromisso, riqueza sem trabalho, sabedoria sem caráter, negócios sem moral, ciência sem humanidade e oração sem caridade.

CENTRO ESPÍRITA “DR. BEZERRA DE MENEZES” Rua Bela Vista, 125. Jardim Bela Vista – Santo André (SP). Fone: 4994-9664 Publicação Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes (Santo André) Presidente: Miguel Sardano 1º Vice-Presidente: Terezinha Sardano

INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL E EDUCACIONAL AMÉLIA RODRIGUES Ruas Silveiras, 17. Vila Guiomar – Santo André (SP). Fone: 3186-9788 Reunião Pública e Passes

Evangelização

Centro Segundas: 15h / Quartas: 20h / Domingos: 10h Inst. Amélia Rodrigues - Sábados: 16h30

Infantojuvenil (de 02 a 12 anos) Pré-Mocidade (de 13 a 15 anos) Mocidade (acima dos 15 anos)

Atendimento Fraterno

Instituição Amélia Rodrigues Sábado das 16h30 às 18h

2º Vice-Presidente: Baldir Padilha Rua Bela Vista, 125 – Jd Bela Vista Santo André – SP - CEP: 09041-360 Tel: (11) 4994.9664 www.cebezerra.org.br Revisão: Miguel Sardano e Rosemarie Giudilli Jornalista Voluntária: Suzete Botasso Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller – (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel.: (11) 3382.0777 Tiragem: 5.000 Copyright Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

02|Note Bem

Terças Quintas

14h30h (Centro) 20h (Centro)

Evangelho no Lar

Centro Espírita Bezerra de Menezes Domingo 10h

A equipe auxiliará na implantação do Evangelho em sua casa. Agendar dia e horário (Centro)

Plantão de Passes

Cursos

Cursos de Espiritismo

Instituição Amélia Rodrigues Mediunidade - Terças das 20h às 22h Manoel Philomeno de Miranda Sábados 15h Centro Espírita Bezerra de Menezes André Luiz - Segundas: 20h Obras Espíritas: Autores diversos Terças:20h

Curso das Obras “Joanna de Ângelis” 1º domingo do mês – das 8h30 às 11h30 Uma vez ao mês (Inst. Amélia Rodrigues)

De Quarta a Sexta (Centro) das 14h30 às 16h30

Vericar na livraria horários disponíveis para iniciantes (Centro e Inst. Amélia Rodrigues)

Livraria Centro: Seg. a Sex.: das 13h às 16h30 das 19h30 às 21h30 Domingo: das 9h às 11h30 Inst. Amélia Rodrigues Seg. a Sex.: das 8h às 17h Sábados: das 16h às 18h


Divaldo: o Médium e Nós Divaldo Franco nasceu em Feira de Santana, Bahia, no dia 05 de maio de 1927. Vai fazer, pois 88 anos. Em recentes entrevistas declarou que seu trabalho está chegando ao m e que Joanna de Ângelis tem dito que ela deve reencarnar a partir de 2015. Até quando, portanto, esse companheiro estará entre nós? Com o regresso do insubstituível Chico Xavier ao mundo espiritual, a referência mais segura é Divaldo, com uma experiência de 68 anos de trabalho na mediunidade espírita, com delidade a Allan Kardec e Jesus. Ajunte-se ainda um serviço de amor ao próximo na Mansão do Caminho, onde são atendidas milhares de crianças e outras pessoas carentes, diariamente. Como psicógrafo, está nos deixando uma coleção de obras que são verdadeiros compêndios sobre Jesus, obsessão, atualidades, mediunidade e psicologia. Como divulgador, viajou praticamente por todo o planeta enfrentando no princípio imensas diculdades e desbravando o terreno para implementação do movimento espírita, sob a assistência do emérito Dr. Bezerra de Menezes e outros trabalhadores espirituais da Seara. Como companheiro espírita, tem sido um orientador rme para que o Espiritismo não se desvie do seu caminho. Chico e Divaldo, com certeza, foram espíritos escolhidos para a tarefa de prosseguimento das bases espíritas, o que se revela na estrutura e nos objetivos bem denidos de suas obras, com visíveis e benécos resultados para a sociedade como um todo. Amparados por dois espíritos de escol, Emmanuel e Joanna de Ângelis, chegaram ao m de suas reencarnações multiplicando os talentos adquiridos com o Senhor da Vida. Agora, quando Divaldo também partir, certamente prosseguiremos com as nossas tarefas nas lides espíritas, mas caremos por nossa conta, a exemplo do aluno que precisa emancipar-se do mestre, enfrentando as próprias experiências e aprendendo a dividir com o

|Foto: Divulgação

próximo o seu aprendizado. Alguém poderia argumentar: Mas hoje temos diversos médiuns trabalhando no movimento espírita, fazendo palestras e publicando livros! Sim, é verdade. Mas nenhum que se destaque com obra, conhecimento e carisma que preencha a lacuna que ca sem Chico e Divaldo. Alguns que se apresentavam promissores, infelizmente preferiram seguir por estradas não compatíveis com a proposta consoladora do Espiritismo, não raro tendo atitudes inconvenientes e defendendo teses contrárias, criando celeuma e divisão. Em verdade, já estamos devidamente instruídos. Vão-se trabalhadores, mas cam as suas obras, com conteúdo suciente para nossos estudos e reexões, a exemplo do mestre Jesus, que nos deixou suas lições há mais de 2 mil anos, sem que ainda hoje consigamos estudá-las com profundidade, entendêlas e colocá-las em prática. Para que precisamos de mais revelações, se ainda não entendemos nem aquelas que já temos disponíveis? Então, os próximos tempos pedirão vontade e esforço de nossa parte para o aprendizado e a transformação. Os centros espíritas precisarão se organizar para o estudo e a consolação dos sedentos de luz e paz, o que já acontece em muitas localidades. Acima de tudo, será imperioso que estejamos juntos na fraternidade, discordando se divergimos, mas nos respeitando uns aos outros, pelo bem da casa e da causa.

Mas Divaldo ainda não partiu de regresso. Nosso coração deseja que permaneça entre nós por mais tempo, e se podemos pedir isso a Deus, que seja até cem anos, conforme a poesia que lhe ofertamos, em gratidão e homenagem pelo próximo aniversário.

Divaldo 100 Quando for 5 de maio Vou convocar geral, Meu amigos, companheiros, Os espíritas seareiros, Para um plano genial. Quando for 5 de maio, Entre palmas ao Divaldo, Pelas primaveras vencidas, Pelas vitórias destemidas, Em sublime e notável saldo. Vou, então, nesse dia, Suplicar ao Senhor da vida Que esse seu el servidor, Esse nobre trabalhador, Tenha entre nós, sobrevida. Direi, ainda, em oração, Que não nos deixe sozinhos, Sem esse irmão por perto, Segurança e amparo certo Nestes ásperos caminhos. E com Deus é abundância Não vou pedir um vintém, Um ano é muito pouco, Três ou cinco, tampouco Que que aqui mais de 100. Por Donizete Pinheiro Fonte: Jornal Ação Espírita - Marília - SP (jan/fev/mar 2015)

Note Bem|03


Homenagens às mães

|Foto: Divulgação

Jesus de Nazaré viveu há dois mil anos na Judeia e nada escreveu. As notícias de Sua vida chegaram até os nossos dias através de registros dos homens que escreveram sobre Ele. Sabemos que todos os pergaminhos que contam acerca da vida e dos atos de Jesus foram escritos muito tempo após a sua crucificação, alguns dois ou três séculos depois. Diante dessa realidade, é natural questionar: O que os Evangelhos contam sobre Sua passagem é verdadeira? É inquestionável que a mão do homem interferiu na mensagem divina que Jesus deixou. No entanto, apesar dessa interferência, para quem estuda atentamente a vida do Meigo Rabi uma certeza salta aos olhos: entre o que é e o que não é Dele, podemos encontrar a mais fantástica história de amor de todos os tempos. A vida de Jesus de Nazaré é a história mais fascinante da Humanidade. Em sua passagem, Ele deixou para os homens um Tesouro Celestial, verdadeiro Código de Amor. Dizem que todo aquele que encontra, mesmo que uma pequena parte desse Tesouro, muda para sempre o roteiro de sua vida. Mas, como encontrar esse Tesouro? Onde ele está? Esse livro conta a emocionante história de Lucas e sua busca pelo Tesouro deixado por Jesus. As cenas se desenrolam causando surpresa e encanto em cada página. Ao final dessas linhas, o leitor jamais se esquecerá de Lucas e poderá separar com facilidade o que Jesus de Nazaré fez e o que Ele não fez, assim também o que Ele disse e o que não disse. Igualmente, entenderá a razão pela qual o autor conclui que Jesus de Nazaré é Mais que Perfeito.

04|Note Bem

A respeito de seu lho Seu lho é abençoado aprendiz da vida. Não lhe diculte a colheita das lições, fazendo-lhe as tarefas. Seu lho é or em botão nos verdes ramos da existência. Não lhe precipite o desabrochar, estiolando-lhe a vitalidade espontânea. Seu lho é discípulo da existência. Não lhe cerceie a produtividade, tomando sobre os seus ombros os misteres que lhe competem. Seu lho é lâmpada em crescimento de luz. Não lhe coloque o óleo viscoso da bajulação para que não afogue o pavio onde crepita a chama da esperança. Seu lho é fruto em formação para o futuro. Não procure colher, antes do tempo, o benefício que lhe não pertence. Lembre-se, mãe devotada que você é, que o seu lho é também lho de Deus. Você poderá caminhar ao seu lado na estrada apertada, mas ele só terá honra quando conseguir chegar ao objetivo conduzido pelos próprios pés. Você tem o dever de lhe apontar os abismos à frente; mas a ele compete contornar os obstáculos e descer às baixadas da existência para testar a fortaleza do próprio caráter. Você deve ministrar-lhe o sustento do Evangelho; mas a ele compete o murmúrio das orações, na prece continuada das ações nobres. Seu lho é o discípulo amado que Deus pôs ao alcance do seu coração enternecido, no entanto, a sua tarefa não pode ir além daquele amor que o Pai propicia a todos, ensinando ao tempo, corrigindo na luta, e educando através

da disciplina para a felicidade. Mostre-lhe a vida, mas deixe-o viver. Fale-lhe das trevas, mas dê-lhe a luz do conhecimento. Mande-o à escola, mas faça-se mestra dele no lar. Apresente-lhe o mundo, mas deixe-o construir o próprio mundo. Tome-lhe as mãos e ponha-as no trabalho, ensinando com o seu exemplo, mas não lhe desenvolva a inutilidade, realizando as tarefas que lhe competem. Seu lho é vida da sua vida que vai viver na vida da Humanidade inteira. Cumpra o seu dever amando-o, mas exercite o seu amor ensinando-o a amar e fazendo que no serviço superior ele se faça um homem para que o possa bendizer, mais tarde. Ame, em seu lho, o lho de todas as mães e ame nos lhos das outras o seu próprio lho, para que ele, honrado pelo amor de outras mães, possa enobrecer o mundo, amando outros lhos. Seu lho é semente divina; não lhe negue, por falso carinho, a cova escura da fertilidade, pretextando devotamento, porque a semente que não morre jamais será fonte de vida. Mãe! Seu lho é a esperança do mundo; não o asxie no egoísmo dos seus anelos, esquecendo-se de que você veio à terra sem ele e retornará igualmente a sós, entregando-o a Deus consoante as leis sábias e justas da Criação. Amélia Rodrigues Crestomatia da Imortalidade, de Divaldo Pereira Franco – (Diversos Espíritos)


Aconteceu

|Fotos: Divulgação

21º Megafeirão do livro repete sucesso Nos dias 11 e 12 de abril último ocorreu mais uma edição do Megafeirão do Livro Espírita, Espiritualista e de Autoajuda, na sede da Instituição Amélia Rodrigues, em Santo André. Esse evento é considerado o maior do gênero em todo o planeta. Nos dois dias contabilizamos 4.299 visitantes e uma venda de mais de 37 mil livros, das 128 editoras presentes. Contamos com a presença de 41 autores nos autógrafos de suas obras. Como sempre, colocamos dois ônibus e uma van para transportar

as pessoas do Terminal do Tamanduateí ao Megafeirão (ida e volta) gratuitamente. Tudo transcorreu de forma tranquila, sem incidentes, graças a Deus. Estamos todos de parabéns pelo excelente trabalho das editoras, dos colaboradores, funcionários e voluntários. Já está agendado o 22º Megafeirão para os dias 16 e 17 de abril de 2016.

Adeilson Salles (esquerda) Lançamento do livro Alice no País das Famílias - Editora EBM Luis Hu Rivas (direita) Sessão de autógrafos do livro Meu Pequeno Evangelho - Editora Boa Nova

Note Bem|05


Texto do discurso Desculpe! Não é esse o meu ofício. Não pretendo governar ou conquistar quem quer que seja. Gostaria de ajudar, se possível, judeus, gentios, negros e brancos. Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Desejamos viver para a felicidade do próximo, não para o seu infortúnio. Por que havemos de odiar ou desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover todas as nossas necessidades. O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. A cobiça envenenou a alma do homem, levantou no mundo as muralhas do ódio e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios. Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos zeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas duas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido. A aviação e o rádio aproximaram-se muito mais. A próxima natureza dessas coisas é um apelo eloquente à bondade do homem, um apelo à fraternidade universal e à união de todos nós. Neste mesmo instante a minha voz chega a milhões de pessoas pelo mundo afora, milhões de desesperados, homens, mulheres, criancinhas e vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes. Aos que me podem ouvir eu digo: "Não 06|Note Bem

|Cena do lme O Grande Ditador - Foto: Divulgação

desespereis!" A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia e da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano. Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbem e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo. E assim, enquanto morrem os homens, a liberdade nunca perecerá. Soldados! Não vos entregueis a esses brutais, que vos desprezam, que vos escravizam, que arregimentam as vossas vidas e que ditam os vossos atos, as vossas ideias e os vossos sentimentos! Que vos fazem marchar no mesmo passo, que vos submetem a uma alimentação regrada, que vos tratam como um gado humano e que vos utilizam como carne para canhão! Não sois máquina! Homens é que sois! E com o amor da humanidade em vossas almas! Não odieis! Só odeiam os que não se fazem amar e os inumanos. Soldados! Não batalheis pela escravidão! Lutai pela liberdade! No décimo sétimo capítulo de São Lucas é escrito que o Reino de Deus está dentro do homem, não de um só homem ou um grupo de homens, mas no coração de todos eles! Está em vós! Vós, o povo, tendes o poder, o poder de criar máquinas. O poder de criar felicidade! Vós, o povo, tendes o poder de tornar esta vida livre e bela e de fazê-la uma aventura maravilhosa. Portanto, em

nome da democracia, usemos desse poder, unamo-nos todos nós. Lutemos por um mundo novo e um mundo bom que a todos assegure o ensejo de trabalho, que dê futuro à mocidade e segurança à velhice. É pela promessa de tais coisas que desalmados têm subido ao poder. Mas, só misticam! Não cumprem o que prometem. Jamais o cumprirão! Os ditadores liberam-se, porém escravizam o povo. Lutemos agora para libertar o mundo, abater as fronteiras nacionais, dar m à ganância, ao ódio e à prepotência. Lutemos por um mundo de razão, um mundo em que a ciência e o progresso conduzam à ventura de todos nós. Soldados, em nome da democracia, unamo-nos. Hannah, estás me ouvindo? Onde te encontres, levanta os olhos! Vês, Hannah? O sol vai rompendo as nuvens que se dispersam! Estamos saindo da treva para a luz! Vamos entrando num mundo novo – um mundo melhor, em que os homens estarão acima da cobiça, do ódio e da brutalidade. Ergues os olhos, Hannah! A alma do homem ganhou asas e anal começa a voar. Voa para o arco-íris, para a luz da esperança. Ergue os olhos, Hannah! Ergue os olhos! Fonte: Discurso de Charles Chaplin no lme O Grande Ditador,1940


A magia do Bem Saturados pelas notícias perturbadoras, de violência, suborno e crimes de toda espécie, anelamos por encontrar exemplos dignicadores que nos possam servir de alento e sentido existencial, a m de podermos prosseguir acreditando nos valores ético-morais em total desconsideração. A volúpia do prazer e do vale-tudo a cada dia arrebanha maior número de éis seguidores atormentados pelos desejos de ter e do brilhar, mesmo que sob o elevado preço da perda da dignidade e do respeito por si mesmo, em consequência, pelas demais pessoas. A ausência de líderes portadores de títulos de honradez e de trabalho digno dá lugar ao brilho de personalidades psicopatas, exóticas, que se celebrizam pela estranheza da conduta e da agressividade, em descida a níveis de desequilíbrio jamais vistos na história da humanidade. Apesar de desconhecidos, existem mulheres e homens extraordinários que acreditam no bem e o praticam, sem deixar-se perturbar pela algazarra e loucura dos excêntricos e atormentados, que proclamam a necessidade do gozo acima de todas as circunstâncias. Passados os momentos da glória enganosa e do gozo transitório, logo despertam os iludidos, tomados pelo vazio existencial, enfrentando a consciência e deixando-se tombar em outras buscas infelizes: alcoolismo, tabagismo, drogadição, sexo em desalinho, descendo, cada vez mais, em direção ao poço sem fundo onde passarão a jazer sem vitalidade. É indispensável que nos voltemos para o amor, conforme assevera a Dr.ª Elizabeth Lukas, eminente discípula do psiquiatra Viktor Frankl, que informa ser a “nalidade da vida a sua conquista”. Sem dúvida, a palavra encontra-se muito desgastada e confundida, no entanto, podemos identicá-la na ação do bem indiscriminado, cuja magia é proporcionar a felicidade integral ao ser humano, vinculando-o à consciência cósmica. Ninguém pode viver consciente da sua realidade sem o amor, cuja falta enlouquece e que se torna realidade somente pela prática do bem. Artigo de Divaldo Franco publicado no jornal A Tarde (Bahia), coluna Opinião, em 26/02/15.

Suzete

Terezinha (11) 3186-9788 (11) 3186-9758 Nextel: (11) 7001-6944 id: 690*22889 contato@ameliarodrigues.org.br

Luanda (11) 3186-9772

Note Bem|07


ALICE NO PAÍS DAS FAMÍLIAS

PESCADORES DE ALMAS

POR TRÁS DA ESCURIDÃO

Adeilson Salles Gênero: Infantil

Walkiria Kaminski

Leonardo Mamede - Espírito: Matheus

Gênero: Mediunidade

Gênero: Espiritismo

R$ 24,90

R$ 34,90

R$ 39,90

Editora: PETIT

Editora: CLARIM

Editora: PETIT

NO SILÊNCIO DAS PAIXÕES

CONFISSÕES DE UM SUICIDA

O PORQUÊ DAS COISAS

MAIS QUE PERFEITO

Eliana Machado Coelho - Espírito: Schellida Gênero: Romance

Maria Nazareth Dória - Espírito: Helena

Peter Rabins Gênero: Filosófico

Jamiro dos Santos Filho Gênero: Espíritismo

Editora: EBM

Gênero: Romance

R$ 38,90

R$ 27,90

Editora: LÚMEN

Editora: LÚMEN

EVOLUIR É SIMPLES, NÓS É QUE COMPLICAMOS

Manolo Quesada - Gênero: Espiritismo

R$ 27,90

R$ 41,90

R$ 29,90

Editora: LÚMEN

Editora: EBM

DEFENDA-SE! COMO SE PROTEGER DE ATAQUES ENERGÉTICOS

AS PARTIDAS DOBRADAS

AMA-TE

SEMPRE TE AMAREI

Sérgio Bueno Gênero: Romance

Izaias Claro Gênero: Autoajuda

Kátia Eli Pereira e João Fernandes da Silva Jr Espírito: Cesário - Gênero: Romance

R$ 54,90

R$ 34,00

R$ 34,90

R$ 29,90

Editora: EBM

Editora: SOLIDUM

Editora: MUNDO MAIOR

Editora: VIDA & CONSCIÊNCIA

08|Note Bem

Getúlio Gomes - Gênero: Autoajuda

Profile for C. E. Dr. Bezerra de Menezes

Note Bem 76  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Abr/ Mai/ J...

Note Bem 76  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Abr/ Mai/ J...

Advertisement