__MAIN_TEXT__

Page 1

Publicação do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes | Santo André - SP

Ed. 71 - Jan/Fev/Mar - 2014

O Evangelho Segundo o Espiritismo 150 anos

Afirmando o Mestre Jesus, que o Consolador estaria com a humanidade do futuro e ficaria com ela toda a eternidade, pensamos que a Mensagem da Boa Nova se estabeleceu sobre dois ângulos principais: o ângulo da Lembrança e o da Revelação No ângulo da Lembrança, Jesus repetiu muitos ensinamentos que a Humanidade já conhecia, notadamente, os do povo judeu, porém, atualizando o pensamento ou o ensino e dando a eles uma interpretação distante da frieza dos corações e da literalidade dos que se autoproclamavam guardiões da lei Antiga. Para melhor compreensão, podemos utilizar como exemplos: a cura no dia de sábado; o cear sem lavar as mãos e muitas outras passagens narradas no Evangelho. Em que pese essa preocupação justa e sábia, o Sublime Pastor trabalhou o outro ângulo dos seus ensinamentos: o da Revelação. Nesse ângulo, que foi o principal de Sua ação missionária, renovou o ensino teológico por completo e revelou, “a face amorosa de Deus, o Deus Amor”, entronizando na Terra a existência da misericórdia Divina e dando ensejo ao surgimento de uma virtude até então desconhecida: a Caridade – indicando a todos a necessidade de, além de amar

ao Pai Celestial em primeiro lugar, amar ao próximo como a si mesmo. Dois indicativos necessários, cujas práticas se traduzem em condição primordial àqueles que querem ir ao encontro do Reino de Deus. O Tempo, sublime ceifeiro da Verdade, haveria de chegar e, finalmente, chegou para a Terra o Consolador Prometido que se apresentou ao mundo em O Livro dos Espíritos, no dia 18 de abril de 1857, numa bela manhã de sábado de primavera, quando o Insigne Codificador Allan Kardec saiu de sua residência, em Paris, à Ruedes Martyrs, número 8, segundo andar, com 1200 volumes da obra. E, tal qual a Boa Nova, e igualmente tal qual prometera Jesus, O Consolador chegara à Terra, também estabelecido sob os ângulos da Lembrança e da Revelação. Apoiamo-nos nas promessas de Jesus Cristo feitas aos Apóstolos: “Porém, o Consolador, que é o Santo Espírito, que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas (futuro – revelação) e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito (passado lembrança)”. O ângulo mais proeminente de O Consolador é, justamente, o da Revelação que encontramos na segunda parte de O Livro dos Espíritos, notadamente nas questões que se iniciam no n°.76 até a questão n° 614. Portanto, 538 perguntas e respostas que compõem mais de 50% da obra são itens de Revelação. Não há como não nos maravilharmos com o terceiro livro do Paracleto, O Evangelho Segundo o Espiritismo, que contém em si, de maneira acentuada e lúcida, as parábolas de fundamento moral, ensinadas pelo Mestre, interpretadas pela visão de Espíritos Benfeitores da Humanidade e pela visão lúcida e revestida do mais absoluto bom-senso que detinha o Codificador Allan Kardec, um Sábio da humanidade. O Evangelho Segundo o Espiritismo deve nos despertar, alertar-nos,

empenhar-nos no sentido de ser alvo de sadias preocupações – principalmente os espíritas – quanto ao estudo permanente dessa obra Iluminada, a fim de adquirirmos vitalidade psíquica para evitar que caiamos na armadilha das discussões estéreis em torno dos Evangelhos canônicos – não que eles não nos sirvam de referência histórica e básica, e não tenham extraordinário valor. Pelo contrário – mas para que não percamos mais tempo patinando no terreno lodoso e perigoso do “evangelismo” que se avizinha de nosso meio espírita. Evangelho este que, há quase dois mil anos, tem sido alvo das preocupações dos que se empenham em interpretar a letra que mata em detrimento do espírito que vivifica, concorrendo, infelizmente, sob essa visão, ao continuísmo das divisões e separações, como anunciara o Sublime Pastor de nossas almas. Há momentos em nossa vida que nos sentimos, às vezes, com a sensação da solidão, trazendo a alma confrangida ante as perspectivas que nos transparecem sombrias. Nessas ocasiões, cogitamos internamente sobre a razão mesma das coisas, dos fatos que enrodilham a existência; dos caminhos cruzados com aqueles que estejam na condição do próximo mais próximo, exigindo-nos sacrifícios enormes. Tudo isto se ergue nas marchas e contramarchas de nosso espírito, que muitas vezes claudicou no abuso das oportunidades perdidas, em razão da manifestação do egoísmo e do orgulho avassaladores. São nesses momentos que mais precisamos do Cristo Redivivo, de Sua mensagem lúcida, confortadora e orientadora a qual encontraremos, com absoluta certeza, nas páginas esclarecedoras e amorosas do O Evangelho Segundo o Espiritismo, trazendo-nos Jesus de volta. Francisco Ferraz Batista Advogado e Ex-presidente da Federação Espirita do Paraná. Texto publicado na Revista Nova Aurora (nov/2013).


Editorial

Efeméride marcante As comemorações dos 150 anos do lançamento de O Evangelho Segundo o Espiritismo, terceira obra da Codificação Kardequiana, que ocorreu em abril de 1864, na França, na então cidade luz, foram abertas em 09 de fevereiro último, no Clube Juventus, em São Paulo, com a palestra de Divaldo Pereira Franco, médium, orador e educador baiano. Naquela noite memorável, o Clube Juventus recebeu mais de quatro mil pessoas da capital e de várias cidades do interior e até de outros Estados. Essa preciosa obra que interpreta a palavra de Jesus à luz da nova revelação, é best-seller, com mais de 4,5 milhões de exemplares vendidos, apenas pelo selo FEB Editora, continua levando suas luzes ao grande público sedento de verdades Cristãs. O Evangelho de Jesus, na visão espírita, focaliza a moral Cristã, consolando as almas carentes de paz interior. Podemos dizer, com convicção, que simbolicamente, o Cristo voltou à Terra para dar cumprimento ao que nos prometeu, quando disse que não nos deixaria órfãos. Esta efeméride se reveste de grande importância para todo o Movimento Espírita, quando 150 cidades paulistas, em 21 de setembro vindouro, promoverão eventos, simultaneamente, evocando a data. Esta grande manifestação dos órgãos de unificação de todo o Brasil pretende

marcar de forma indelével o sesquicentenário dessa prodigiosa obra que tem enxugado tantas lágrimas, como fonte de luz e paz. As comemorações terão ainda um ponto alto durante o IV Congresso Brasileiro de Espiritismo, quando 64 oradores, a começar por Divaldo Franco, abordarão temas alusivos à obra. O referido congresso ocorrerá, simultaneamente, nos dias 11,12 e 13 de abril próximo, nas capitais: Campo Grande, João Pessoa, Manaus e Vitória. No dia 21 de setembro, quando as 150 cidades estarão homenageando o Evangelho, também se celebra o Dia da Árvore e os espíritas estarão exaltando essa árvore frondosa, magnânima, cuja sombra tem sido abrigo para almas sedentas de luz, conforme afirmou a Dra. Júlia Nezu – presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo. Nós, a equipe do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes, em Santo André, nos associamos a essas justas homenagens.

Publicação Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes (Santo André) Presidente: Miguel Sardano 1º Vice-Presidente: Terezinha Sardano 2º Vice-Presidente: Baldir Padilha Rua Bela Vista, 125 – Jd Bela Vista Santo André – SP - CEP: 09041-360 Tel: (11) 4994.9664 www.cebezerra.org.br Revisão: Miguel Sardano e Rosemarie Giudilli Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller – (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel.: (11) 3382.0777 Tiragem: 5.000 Copyright Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

A preguiça interrompe o progresso de nossa prática espiritual. Podemos ser ludibriados por três formas de preguiça: a que se manifesta como indolência, que é o desejo de adiar; a que se manifesta pelo sentimento de inferioridade, que é duvidar da própria capacidade; e a que se manifesta com a doação de atitudes negativas, que é dedicar um esforço excessivo àquilo que não é virtude. Dalai-Lama 02|Note Bem

Foto: Divulgação


Foto: Marcelo Camargo - Agencia Brasil

Por Edson Sardano

Black Blocs e o Espiritismo Há um bom tempo tem-nos chamado a atenção uma série de movimentos sociais envolvendo os mais variados temas e os mais variados personagens, que descobriram que a melhor forma de fazerem-se ouvidos é realizar uma manifestação, um encontro organizado de pessoas que, juntas, demonstram, pela quantidade e diversidade, que o movimento é legítimo e importante para todos, de modo que seja válido parar uma grande avenida, uma rodovia, ocupar uma praça pública ou coisa que o valha. Vimos isso com muito entusiasmo nas manifestações de junho do ano passado contra o aumento da passagem de ônibus, que parece acontecer sempre no embalo das trocas de governo, empurrando, na calada da noite, mais uma despesa sem muitas explicações. Muito bem. Depois de algumas conquistas, entusiasmados com os resultados, outros movimentos sociais, aí com um caráter mais casuístico e limitado, passaram a imitar a metodologia, e o que se viu foram incontáveis manifestações pelo Brasil afora, para protestar em razão de causas menores, quase que particulares. Não é raro verificar-se hoje em dia um grupo de dez ou quinze pessoas fechando uma avenida, incendiando pneus ou até mesmo um ônibus, a título de protesto.

Também não é mais raro observar que os tais protestos, antes pacíficos, passaram a adotar práticas violentas previamente arquitetadas, que têm assumido uma conotação cada vez mais preocupante. O ponto mais alto desses atos violentos foi a utilização, em uma manifestação no Rio de Janeiro, de um morteiro de vara, usado normalmente em eventos pirotécnicos, agora para atingir policiais. Alega-se que a polícia é violenta e, às vezes, realmente é, mas quem compra e sai de casa com um artefato desses, não quer dialogar. Só que aí o tiro literalmente saiu pela culatra e o tal morteiro acabou matando um cinegrafista que cobria o evento. Foi o banho de água fria que faltava para que a sociedade acordasse e refletisse sobre o que é manifestação legítima e o que é violência gratuita. Desde os movimentos legítimos de junho passado, pequenos grupos de jovens mascarados, os tais black blocs, uma inspiração infeliz de movimento similar em outros países, têm protagonizado cenas de violência contra o patrimônio e agentes públicos, pregando a anarquia e a destruição do atual modelo político e econômico do país, agindo sorrateiramente, aproveitando a confusão para impor a barbárie. Suas ações são de uma violência chocante, o que nos faz imaginar que tipo de sentimento abriga uma criatura

dessas no seu dia-a-dia, uma vez que ninguém coloca para fora o que não estava guardado dentro. Não sabem exatamente o que querem, mas sentem-se poderosos, desafiam a sociedade e os poderes constituídos e, pela falta de perspectivas de pequena parte de nossa juventude, acabam conquistando jovens de bem, embora sem uma orientação clara, para ações criminosas travestidas de resistência à opressão. Querem mudar o mundo utilizando as mesmas armas da injustiça de que se dizem vítimas. O mundo carece de mudanças e ninguém melhor do que jovens para protagonizá-las, porém o tempo e a forma estão completamente equivocados. O Livro dos Espíritos nos ensina que a Lei de Destruição é real e necessária para que pessoas, ideias e até planetas se renovem, mas até para essa tal destruição há que se ter uma ordem, uma maturação e um processo natural. Os desertos de hoje são oceanos destruídos, mas não foram drenados do dia para a noite, pois da violência de qualquer espécie não pode surgir nada de positivo. Há no mundo uma série de injustiças, e no Brasil creio que elas assumem uma proporção ainda maior, mas nossa insurgência em relação a elas deve ser canalizada para a correção das distorções pela via da verdadeira caridade, por boas obras. Os jovens de hoje devem tomar nas mãos as rédeas da construção do futuro, não o chicote a punir os erros do passado. Nosso compromisso é com a paz. Não esperemos que ela brote da conduta alheia. Façamo-la a partir dos nossos corações. Como disse Nando Cordel: “A paz no mundo começa em mim”.

Foto: Divulgação

Note Bem|03


Por Paulo Salero

Salvador é palco de mais uma edição do Movimento Você e a Paz O Movimento Você e a Paz é um movimento não religioso e apolítico. Foi idealizado e colocado em prática em 1998 por Divaldo Pereira Franco, tornando-se, onde é apresentado, um catalizador da divulgação da paz, em uma visão de não violência, de paz interior. Realizada no período de 12 a 19 de dezembro de 2013, a 16ª edição do evento ocorreu em quatro encontros nos bairros de Salvador (BA). Testemunhando sua dedicação em bem divulgar o Espiritismo, Divaldo, com oitenta e seis anos de idade, cativou e motivou, com sua eloquência, aos que o escutaram. Lideranças do Movimento Espírita, da comunidade e grande público estiveram presentes dando testemunho do esforço em prol da paz. Participaram dos eventos caravanas oriundas de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, da Suíça, Suécia, da

Itália e Estados Unidos da América. Cidades do interior da Bahia também estiveram presentes.

Divaldo, o Embaixador da Paz, notável conferencista internacional, médium espírita de grande envergadura, tem legado à Humanidade um trabalho notável em favor do próximo. Seja por meio das obras assistenciais

desenvolvidas no complexo – Mansão do Caminho, na Bahia, seja por sua postura humanitária apresentando a proposta cristã, destacando o amor, como medida de ação em relação ao próximo, a si mesmo e a Deus. Parafraseando Martin Luther King Júnior, Divaldo disse ter um sonho. Um sonho de ver as criaturas serem fraternas, amáveis e pacíficas. Texto publicado no informativo

“O Imortal” de Cambé - PR (Janeiro/2014)

Roteiro de Palestras e Seminários Espíritas de Divaldo Franco para 2014 DATA

HORÁRIO

LOCAL

CONTATO

30 Abril (Quarta-Feira)

21h

Palestra - C.E. Perseverança São Paulo – SP

(11) 2672-8225 2672-8200

01 Maio (Quinta-feira)

9h

Congresso FEESP (c/ inscrição) Rua Maria Paula, 140 - São Paulo – SP

feesp@feesp.org.br - (11) 3115-5544 www.feesp.org.br

03 de Agosto (Domingo)

18h30

“2° Movimento Você e a Paz” Praça Pádua Salles - Amparo – SP

Raquel / Mariana (19) 3808-8096 / 3808-8046

28 Setembro (Domingo)

9h às 19h

Encontro Fraternal - Creche Amélia Rodrigues Santo André – SP

ebm@ebmeditora.com.br (11) 3186-9766 / 3186-9788

11 Novembro (Terça-Feira)

20h

Palestra - Presidente Prudente - SP

Zita (18) 3223-4768 estherantuneslourenco@hotmail.com

12 Novembro (Quarta-Feira)

20h

Palestra - São José do Rio Preto - SP

Ricardo ou Sônia - soniamariariopreto@terra.com.br (17) 3234-1031 / 3233-2922 / 2139-1200

13 Novembro (Quinta-Feira)

20h

Palestra - Araraquara - SP

Paulo ou Leia - (16) 3397-4706 / 3336-9587 9 9783-5775 / 9 9783-8980 - pmicelli55@gmail.com

14 Novembro (Sexta-Feira)

20h

Palestra - Piracicaba - SP

Luiz Benedito (19) 9 9664-9435 / 3422-6155 dellabio@terra.com.br - Álvaro (19) 9 9657-5353

15 Novembro (Sábado)

15h às 18h

Seminário – Entrada Franca Pirassununga - SP

renatopbinf@hotmail.com (19) 9 9937-7894 / 3565-7339

16 Novembro (Domingo)

9h às 13h

Seminário com Inscrição Prévia Araras - SP

Adriana - (19) 3543-3211 / 3543-3212 diretoria@clinicasayao.com.br

04|Note Bem


Mensagem

Confie Sempre Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera com paciência. Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo. Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite. Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aição ou ameaçando-te com a morte. Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Chico Xavier

Américo Marques Canhoto Amigo, Parece complicado explicar o que estamos iniciando ou sentindo: Dores no corpo que teimam em não ceder a analgésicos, tendinites, cansaço crônico, insônia, problemas de visão, tonturas, memória cada dia pior, raciocínio lento e cansativo, viroses seguidas, imunidade baixa, alergias, impaciência, irritabilidade etc. Parece complicado, mas não é. Trata-se da sequência natural da forma de viver que adotamos, e da qual pouco de nós conseguirá se livrar num passe de mágica, muito menos num golpe de sorte, embora o que não falte seja indicação e venda de remédios mágicos e de atitudes miraculosas para curar suas consequências. Porém, buscar soluções milagrosas para resolver esse problema não é um bom caminho, como muitos já começam a descobrir: Os remédios já não fazem mais o mesmo efeito; os efeitos colaterais estão cada dia menos suportáveis. A solução depende de um conjunto de atitudes a serem adotadas e praticadas. Vivemos um momento acelerado, complexo e seletivo denominado Transição Planetária. Iniciamos a coleção com o tema que é a matriz da maior parte das doenças e males da atualidade, em pessoas de todas as idades. Este é o primeiro item do “kit sobrevivência”. Boa e proveitosa leitura.

Editora: EBM Televendas (11) 3186-9777

Note Bem|05


Divulgação

Adorável Jesus Estamos de retorno Ontem, nesse passado sempre presente, ouvimo-Te nas paisagens formosas da gentil Galileia e fascinamo-nos com os Teus sublimes ensinamentos. Tocados sinceramente no coração, resolvemos seguir-Te a distância através dos tempos, vivendo e cantando a Tua mensagem libertadora. No entanto, o mundo que enfrentamos não era semelhante às praias formosas e calmas de Cafarnaum e deixamo-nos vencer pelas ondas encapeladas, pelo tumulto das nossas paixões não apaziguadas, afogando-nos lamentavelmente. Durante largo período em que procuramos retornar ao Teu rebanho de amor, somente complicamos a

06|Note Bem

conduta, cada vez afundando mais nas águas revoltas do desespero íntimo. Sentíamos saudades de Ti e não conseguíamos decodificar corretamente. Por isso, fugíamos de nós mesmos, buscando fora o que somente é possível encontrar no interior dos sentimentos profundos. Enquanto nos ensinava correr para o deserto, para acalmar a febre das paixões primitivas, atirávamo-nos nas labaredas dos incêndios morais em gozos alucinantes. Largo tempo transcorreu desde aqueles dias inolvidáveis. Mas Tu não desististe de nós e nos trouxeste às regiões calmantes do Teu coração. Retornamos na condição do homem

que foi assaltado na descida de Jerusalém para Jericó e socorrido pelo samaritano. Com a alma em frangalhos, recebemos o bálsamo e o carinho da misericórdia do Céu em Teu nome e nos erguemos. Agora estamos de volta à Tua barca e ouvimo-Te outra vez cantando os hinos de eterna beleza de que se enriquecem os nossos corações. As baladas das bem-aventuranças comovem-nos de maneira muito especial e os Teus convites de afeto e alegria de viver e de servir, dão-nos resistência para vencermos o mal interno e acompanhar-Te na áspera subida e permanência na perversa e imensa Jerusalém da sociedade contemporânea. O mundo estertora e desejamos acalmá-lo, iniciando a revolução da paz no próprio coração e alongando-a pelas terras desérticas das vidas estioladas mediante as chuvas de gentilezas e amizades, evocando-Te as atitudes e repetindo-as. Continuamos ouvindo o Teu poema de luz e de liberdade total, com a musicalidade sublime do amor que nos enriquece e plenifica. Direciona o Teu olhar para nós e acolhe-nos novamente, sorrindo, como se estivesses a dizer: - Sejam bem-vindos, filhos diletos de meu Pai! ...E acolhei-nos. Amélia Rodrigues - (Página psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, na manhã do dia 30 de janeiro de 2014, em Jerusalém, Israel).

www.redeamigoespirita.com.br


AMOR, IMBATÍVEL AMOR

INTELIGÊNCIA DAS EMOÇÕES

EMOÇÕES QUE CURAM

Divaldo Franco / Esp: Joanna de Ângelis

Alírio de Cerqueira Filho Gênero: Psicologia

Wanderley Oliveira / Esp: Ermance Dufaux Gênero: Autoconhecimento

De R$ 35,00 por R$ 28,00

De R$ 46,20 por R$ 36,96

De R$ 39,00 por R$ 31,20

Editora: PLENITUDE

Editora: DUFAUX

Editora: BOA NOVA

De R$ 28,00 Por R$ 22,40 Editora: LEAL

PULMÃO DE AÇO

Eurípedes Kuhl

LIBERTA-TE DO MAL

FAMÍLIA, JUVENTUDE E EDUCAÇÃO

Nilson de Souza Pereira

Divaldo Franco / Esp: Joanna de Ângelis Gênero: Reflexões

Alvaro Chrispino Gênero: Espiritismo

De R$ 30,00 por R$ 24,00

De R$ 15,00 por R$ 12,00

De R$ 35,00 por R$ 28,00

De R$ 26,90 por R$ 21,52

Editora: BELALETRA

Editora: BELALETRA

Editora: EBM

Editora: EBM

SEXO, CONSCIÊNCIA E AMOR

O DIFÍCIL RECOMEÇO

BIBLIOTECA ESPÍRITA

CONVITES À REFLEXÃO

Priscila F. Gaspar / Esp. Carlos Gênero: Espiritismo

Diana Machado / Esp: Antônio Bento Gênero: Romance

Geraldo Campetti Gênero: Espiritismo

Marcelo Nazareth / Esp: Fernando de Luna Gênero: Espiritismo

De R$ 30,00 por R$ 24,00

De R$ 23,90 por R$ 19,12

De R$ 23,00 por R$ 18,40

De R$ 19,90 por R$ 15,92

Editora: CRISTO CONSOLADOR

Editora: CLARIN

Editora: FEB

Editora: NOVO SER

Eliane Zagui Gênero: Biográfico

TERAPIA ESPÍRITA PARA OS DESENCARNADOS

ROTEIRO DE ESTUDOS DAS OBRAS de ANDRÉ LUIZ

Note Bem|07


Tel (11) 3186.9766 - Fax: 3186.9771 ebm@ebmeditora.com.br www.ebmeditora.com.br Rua Silveiras, 23 - Vila Guiomar Santo AndrĂŠ - SP

08|Note Bem

Profile for C. E. Dr. Bezerra de Menezes

Note Bem 71  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Jan/ Fev/ M...

Note Bem 71  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Jan/ Fev/ M...

Advertisement