Page 1

Publicação do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes | Santo André - SP - Ed. 81 - Jul/Ago/Set - 2016

A importância do trabalho dentro da Casa Espírita

Não existe casa espírita ou instituição qualquer, que possa dispensar a presença de Trabalhadores para fazê-la funcionar de acordo com seus objetivos anteriormente traçados. Na casa espírita, em virtude dos nobres trabalhos que são realizados, todos dependem da união e da cooperação de seus tarefeiros em todas as atividades que nela se realizarem, onde o entrosamento e o bom relacionamento dos seus trabalhadores são fatores determinantes para o bom êxito dos trabalhos a que se propõe. No trabalho em grupo da casa espírita, o individualismo deve ceder lugar ao espírito de equipe para que possa ter sucesso nas atividades em desenvolvimento. Para tanto é imprescindível que algumas medidas sejam antecipadamente estabelecidas para que o personalismo

as pequeninas querelas que se não forem bem administradas podem se tornar sérios obstáculos ao bom desempenho da equipe na conquista do objetivo planejado. não prejudique o conjunto que deve buscar a cada dia o aprimoramento de todos e das atividades da casa. O trabalho na casa Espírita, para ter sucesso, deve lapidar as diferenças existentes entre cada membro da equipe, que podem ter causas diversas, entre outras as diferenças sociais, culturais etc., e que os possíveis conitos que surgirem devem ser administrados com equilíbrio, paciência, compreensão e muita conversa, para que sejam evitadas de todas as formas possíveis

Portanto, o trabalho voluntário na casa espírita é um empreendimento de luz voltado para a edicação do amor na humanidade, atendendo às recomendações de Jesus Cristo de que devemos nos amar uns aos outros como Ele nos amou. É tarefa que todo espírita de boa vontade deve realizar espontânea e naturalmente, com o coração cheio de alegria, felicidade, fraternidade e amor.

Fonte: Centro Espírita Fraternidade e Amor cefajardiminga.wordpress.com


Editorial

O momento é agora Nosso editorial não poderia ser mais oportuno, dada as circunstâncias que atravessamos em nosso Planeta. A mensagem do Dr. Bezerra de Menezes abaixo transcrita é um grito de alerta, sobretudo para nós espíritas e para o mundo Cristão. É uma convocação enérgica, clara, direta, dado o caráter de urgência, mas revestida de um imenso carinho paternal do coração amoroso do humilde servidor de Jesus. Leiamos com atenção. “Vós tendes ouvido, nestes dias em que aqui estivésseis, a mensagem profunda da imortalidade da alma. Vós participastes deste banquete de luz e vos iluminastes com a evocação da mensagem imorredoura de Jesus, esculpida em vossos corações. Não postergueis o momento grandioso do serviço com o qual estais comprometido. Jesus vive no âmago do nosso ser e espera que Lhe sejamos éis. Não é a primeira vez que rmamos um compromisso de servi-Lo e fracassamos terrivelmente, olvidando-nos da Sua mensagem de fraternidade, para que o ego destruidor levasse-nos aos descalabros morais. Não é a primeira vez que Ele falou à acústica das nossas almas e, nada obstante, fascinados pela sua

Publicação do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes | Santo André - SP

Publicação Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes (Santo André) Presidente: Terezinha Sardano 1º Vice-Presidente: Baldir Padilha 2º Vice-Presidente: Miguel Sardano Rua Bela Vista, 125 – Jd Bela Vista Santo André – SP - CEP: 09041-360 Tel: (11) 4994.9664 - www.cebezerra.org.br Revisão: Miguel Sardano e Rosemarie Giudilli Jornalista Voluntária: Suzete Botasso Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller – (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel.: (11) 3382.0777 Tiragem: 5.000 Copyright Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

02|Note Bem

ternura, descemos ao abismo do prazer, enganoso e rápido, olvidando-nos de O servir. Novamente Ele volta através dos imortais que O estão precedendo como um exército ou como se as estrelas dos céus descessem à Terra para iluminar a grande noite e o Comandante do Amor viesse logo após. Espíritas, eis que vos foi dito "amai-vos", eis que vos é repetido "instruí-vos". Porém, acima de tudo, que vos dediqueis a servir. Jesus espera por nós. Da mesma forma que temos necessidade Dele, Ele necessita de que a nossa voz O leve àqueles que são ocos à verdade ou são paralíticos à ação do bem. Não mais amanhã, hoje! Agora é o momento certo de ajudar. Levantai-vos do estado de marasmo e plantai a cruz do gólgota, deixando-vos abraçá-la no testemunho do amor. Não mais o circo, com as suas paredes defensivas. Agora é a humanidade! Não mais as feras esfaimadas, são as vossas paixões que vos excruciam e que a todos nós atormentam. Sublimemos, juntos, os nossos sentimentos, para podermos corresponder-Lhe à expectativa de amor. Ide de retorno aos vossos lares e aplicai

o bálsamo consolador da verdade que hora possuís e, se não puderdes fazer muito, fazei o que podeis, porque aquele que faz o que pode, faz o máximo. Mas ninguém é tão destituído de amor que não possa sorrir, que não possa distender a mão trêmula ao combalido do chão, que não possa repetir a parábola do bom samaritano colocando o bálsamo na ferida aberta que os ladrões do nosso passado espiritual atiraram-nos no caminho entre Jerusalém e a baixa região. Ide e Jesus irá convosco; e agradecei a Ele, nosso zênite, nosso nadir, assumindo a honra de O amar e de O conhecer. Muita paz meus lhos! Do vosso servidor humílimo e paternal de sempre, Bezerra de Menezes. (Mensagem recebida pela psicofonia de Divaldo Franco, no congresso de 30 anos da Associação Médico-Espírita de MG, em Belo Horizonte, dia 21/08/16) Miguel Sardano: 2º Vice-Presidente


Instituição Amélia Rodrigues recebe Prêmio Chico Xavier A Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues recebeu, no dia 27 de junho, o Prêmio Chico Xavier de Reconhecimento Humanitário, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo. Na ocasião, foram contempladas também mais 18 instituições e personalidades indicadas por vereadores, pelos trabalhos realizados. Presidente da Amélia Rodrigues, Miguel Sardano, acompanhado da esposa Terezinha Sardano e do lho Edson Sardano, recebeu a homenagem das mãos do vereador Rubens Calvo (PDT), autor da iniciativa. O objetivo da premiação é reconhecer publicamente atitudes de fraternidade e solidariedade, atos e obras de amor ao próximo e de estímulo à elevação do espírito humano. “Chico Xavier representa em sua trajetória de vida o que o brasileiro tem de melhor, que é a solidariedade e o amor ao próximo. E isso serve para exemplicar e estimular a continuidade de uma ação humanitária”, ressaltou Calvo.

|Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Rubens Calvo e Edson Sardano - Foto: Divulgação

Três décadas dedicadas ao bem Em novembro, a Instituição Amélia Rodrigues, sediada em Santo André (SP), completará 30 anos de atividades. A entidade, que é braço social do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes, já beneciou direta e indiretamente mais de 5 mil pes-

soas ao longo de sua jornada. Atualmente, atende a 214 crianças, com idades entre 3 meses e 10 anos, provenientes de três núcleos de baixa renda na cidade: Tamarutaca, Sacadura Cabral e Vila Guiomar.

Alírio de Cerqueira Filho O Evangelho de Jesus é um manancial de lições incomparáveis, no qual podemos extrair orientações para todas as áreas das atividades humanas, inclusive para os processos de gestão organizacional da Casa Espírita. Jesus é a porta de entrada para o entendimento do Ser Humano. Já Allan Kardec é a chave dessa porta, em cuja obra encontramos toda metodologia para se lidar com as questões humanas. É nesse manancial – o Evangelho de Jesus e a obra Kardequiana – que buscamos as reexões necessárias para a humanização da gestão da Casa Espírita, atentos às orientações dos Benfeitores Espirituais, especialmente da Mentora Joanna de Ângelis, que tem nos conclamado ao trabalho de qualicar, humanizar e espiritizar o Centro Espírita. Neste livro desenvolvemos um método para auxiliar nesta tarefa abençoada de qualicação, espiritização e, sobretudo, de humanização do Movimento Espírita. Trata-se de estudo psicológico transpessoal do ser humano, cujo objetivo é permitir que essa jornada rumo ao Eu profundo se torne factível, facilitando o trabalho daqueles que já perceberam que o único meio de nos tornar plenamente humanos é o autoconhecimento e a autotransformação. Televendas (11) 3186-9766 Note Bem|03


O Amor e a Cura O amor é o grande medicamento das almas, que as cura com eciência. O amor não é uma atitude que se assume, a m de demonstrar-lhe a presença. É um estado de espírito que se expande e domina, proporcionando paz e alegria de viver, resultado de uma perfeita consonância entre o sentimento e a razão. O sentimento dulcica-se e a razão ilumina-se quando se ama, sem que haja paixão, dependência, submissão, receio de perda ou tampouco exigência, retribuição, comparação do que se dá e de como é utilizado, do sacrifício que isso signica. O amor nunca espera resposta, porque na forma como se expressa já é portador de mensagens que vão e voltam no seu próprio conteúdo. Quase sempre o amor se circunscreve ao grupo biológico, aos afetos que facilitam o intercâmbio sexual, aos compromissos assumidos, hipertroando-se diante das circunstâncias, pelo receio de dar sem receber, de ser enganado, colocado à margem, tido como ingênuo... Essas manifestações, embora signicativas, não expressam em realidade a plenitude do amor, porquanto nessas formas apresentadas estão presentes deveres e quase compulsórios, calculados, objetivando o futuro como uma atividade de previdência para o porvir, para as horas amargas da enfermidade, da solidão, da velhice, da morte... Tratase, isto sim, de experiências afetivas ainda muito limitadas, não obstante muito nobres, que se transformarão em exercício para novos tentames, expandindo-se na direção dos desconhecidos, dos que obstinadamente são contra, dos antipáticos, dos perversos e críticos contumazes. Quando se alcança o nível de entendimento desses difíceis de ser amados, não signica estar-se do lado deles, mas de uma emoção que não está contra eles, porque os envolve em compaixão, descobrindo que se encontram enfermos, vítimas das diculdades que trouxeram da infância desamada, 04|Note Bem

da família desajustada, do meio social indiferente às suas necessidades, dos maus tratos de que foram vítimas. Enlouqueceram, é certo, mas estão ainda em fase de possível recuperação. O amor é o grande medicamento das almas, que as cura com eciência. Não apenas auxilia a quem se dirige, mas principalmente àquele que o cultiva. Quem recebe amor sente-se motivado a renovar-se, a crescer espiritualmente, a transformar-se para melhor. No entanto, somente encontra a cura para os males e revezes da jornada, quando passa a amar. As ondas de amor, que são geradas pelo cérebro, invadem o sistema nervoso central, percorrem o endocrínico e saturam de energias saudáveis o imunológico. A sucessão de energias, que são exteriorizadas pelos neurônios, produz uma corrente de vigor e de bem-estar que revitaliza os órgãos enfermos, combate a vida microbiana destrutiva, restaura o equilíbrio vibratório que deve viger entre as células como unidades de consciência, como partes integrantes da consciência global. As ondas contínuas de vibração mental captadas por todo o organismo transformam-se em vitalidade que reorganiza o aparelho siológico, auxiliando-o nas diversas funções, ao tempo em que se esparzem pelo universo emocional e psíquico do ser humano propiciandolhe saúde. Em razão do amor, os fenómenos cármicos alteram-se, especialmente quando negativos, ensejando a diminuição dos processos de resgate doloroso, porque o amor é sublime mensagem de vida, que verte de Deus e

se espalha por todo o Cosmo. O amor é tão poderoso, que nem sequer a morte o interrompe; antes faz que todos aqueles que desencarnam, após o despertar feliz, dando-se conta do prosseguimento da vida, retornem ditosos para falar da sua ressurreição e alegria, ou para advertirem em razão dos sofrimentos com que se depararam como consequência da conduta insana, dos erros cometidos ou difíceis situações geradas, que aguardam reparação... Somente o amor pode proporcionar esse maravilhoso fenômeno do intercâmbio entre aqueles que partiram e os demais que caram na retaguarda, na maioria das vezes ignorando as ocorrências que têm lugar após o túmulo. Como esquecer Jesus retornando para consolar os companheiros assustados e tíbios, a mãezinha saudosa, conrmando as assertivas de que a vida é eterna? O Apóstolo Paulo armava que, se não houvesse ocorrido a ressurreição do Mestre, toda a Sua mensagem careceria de autenticidade. Após haver sofrido apodos, perseguições, traição, negativas, julgamentos arbitrários, dilacerações insuportáveis, carregado a própria cruz até a morte infamante, Ele retornou em júbilo, qual madrugada incomparável após noite tormentosa, para demonstrar a excelência do Seu amor pelos que caram e por todas as criaturas do futuro, e somos responsáveis por isso! Trecho extraído do livro “Garimpo de Amor”, pelo espírito de Joanna de Ângelis , psicografia de Divaldo Pereira Franco. Editora Leal.


Mudanças Vive-se um momento que a todos nos convoca à união, ao trabalho solidário, à fraternidade, à paz, a m de que sobrevivamos aos fatores dissolventes que se alastram por todos os lados. O ser humano periclita em seus conitos e as suas fugas espetaculares são mais perversas e destrutivas do que as causas das suas atuais aições. Violência e guerra, ausência quase total de valores éticos e alucinações, festas e prazeres exuberantes, quais na antiga Roma antes da ruína total. E as ameaças de horror multiplicam-se através dos crimes hediondos, da banalidade do estupro, individual e coletivo, dos esportes de altíssimo risco, dos empreendimentos sórdidos. Há, sem dúvida, grandes realizações ao lado da miséria moral, econômica e social, falando a linguagem inigualável da solidariedade, mas parece que se demoram em bolsões que não alcançam as multidões esfaimadas sob o acúleo de diferentes necessidades. Certamente, somos diferentes, temos diversicados pensamentos, o que é muito saudável. Nada obstante, por que ao invés de lutarmos uns contra os outros por causa da nossa maneira de encarar as ocorrências, não valoriza-

mos tudo quanto nos identica e trabalhamos em harmonia? Recentemente as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) rmaram tratado de paz com o governo, após mais de 50 anos de lutas fratricidas e um saldo de mais uma centena de milhar de assassinados de ambos os lados, raiando esperanças… Neste mesmo período, a Grã-Bretanha, através do seu plebiscito, resolveu sair do bloco europeu, gerando grande diculdade nos países do continente e ao próprio ex-Império, em cujas terras, em alguma época, o Sol não desaparecia. Os fatos têm demonstrado através da História que a união é a única maneira de sobrevivência dos seres humanos assim como das nações. Recentemente o Papa Francisco propôs que, ao invés de pedir-se desculpas aos homossexuais, deveríamos pedirlhes perdão. A proposta é válida para o nosso comportamento antifraterno. Divaldo Pereira Franco Artigo publicado no jornal A Tarde, da Bahia, coluna Opinião, em 30/06/2016

Roteiro de Palestras e Seminários de Divaldo Franco Out/Nov 2016 DATA

Aos Sábados - das 13h às 14h Rádio ABC de Santo André (AM 1570) Apresentação:

Vergilio Cordioli e Miguel Sardano

O maior e mais completo site de livros espírita, espiritualista e de autoajuda

Tel.: (11) 3186-9777

HORÁRIO

EVENTO

Movimento Você e a Paz Pq Ibirapuera - Auditório Oscar Niemeuer São Paulo - SP Encontro Fraterno Creche Amélia Rodrigues R. Silveiras, 17 - Vila Guiomar - Sto André Espaço Monteiro Lobato R. Antônio Aparecido Ferraz, 111 - Itanguá Sorocaba - SP CENFORP Via Anchieta - Saída Km 21A São Bernardo do Campo - SP Centro Regional de Eventos Próximo ao SESC São Jose do Rio Preto - SP

CONTATO

16 Outubro (Domingo)

17h

23 Outubro (Domingo)

9 às 19h

16 Novembro (Quarta-Feira)

20h

17 Novembro (Quinta-Feira)

20h

18 Novembro (Sexta-Feira)

20h

19 Novembro (Sábado)

16h

Palestra Clube Tênis - Catanduva - SP

Tel.: (17) 9 9105-5006 / 3531-3366 Maíra/Carlinhos

20 Novembro (Domingo)

9 às 19h

Clube da Saudade Seminário A Felicidade é Possível Av. Ângelo Franzini, 2570 - Falcão - Araras

Tel.: (19) 3543-3211 Ana Paula

Tel.: (11) 2028-5222 reencontro@reencontro.sp.org.br Tel.: (11) 4436-9335 / 3186-9788 sardano@terra.com.br Tel.: (15) 3217-8132 com Ricardo useventossorocaba@gmail.com Tel.: (11) 99182-4219 / 2677-3804 2766-3804 - Ricardo/Maria Amélia Tel.: (17) 9 9132-8145 - Ricardo/Sónia soniamariariopreto@terra.com.br

Coordenação Geral: Miguel Sardano - sardano@terra.com.br

Note Bem|05


Apontamentos sobre a Justiça Divina Se as coisas terenas no plano da administração pública acham-se por vezes deturpadas, vale a pena reetirmos sobre os princípios que regem a Justiça Divina. Emmanuel auxilia-nos a desvendá-los: “Muita gente insiste pela rigidez e irrevogabilidade das determinações de origem divina, entretanto, compete-nos reconhecer que os corações inclinados a semelhante interpretação, ainda não conseguem analisar a essência sublime do amor que apaga dívidas escuras e faz nascer novo dia nos horizontes da alma” ¹. A primeira lição está no que a Justiça Divina não é: rígida e irrevogável. Ambas características levam à ideia da denitividade e irreversibilidade das decisões. Emmanuel aponta, contudo, que pensar assim é mal compreender o fundamento principal da Justiça Divina, que é o Amor, expressão do perdão e da esperança do Criador para com as criaturas. Se entre juízes terrestres existem providências fraternas, qual seja a da liberdade sob condição, seria o tribunal celeste constituído por inteligências mais duras e inexíveis? ”² Vê-se que o orientador espiritual exemplica com a própria lei de justiça terrena, que abranda em certas situações o uso de medidas drásticas. No caso da prisão prévia ao julgamento, por exemplo, é possível que o indivíduo responda ao processo em liberdade e vinculado a certas condições. Isso de fato condiz com a legislação brasileira, que inclusive ampliou recentemente as hipóteses de medidas alternativas à prisão antes da decisão judicial. Mas Emmanuel vai adiante: “A Casa do Pai é muito mais generosa que qualquer guração de magnanimidade apresentada, até agora, no mundo, pelo pensamento religioso. Em seus celeiros abundantes, há empréstimos e moratórias, concessões de tempo e recursos que a mais vigorosa imaginação humana jamais calculará”.³ A lição é incisiva. Pouco se conhece sobre o amor divino e sua abundância para com a humanidade. As diretrizes acima são úteis para pensarmos em nossa própria vida. Quantos benefícios recebemos em prol de nosso aprimoramento íntimo. Ora é a situação de riqueza que nos exige o controle e o olhar solidário; ora é a situação de miséria que nos leva à valorização, à paciência e ao esforço; ora é a doença que nos proporciona a atenção para os valores espirituais. O desao está em identicarmos as decisões divinas, justas, benignas e amorosas, em nosso favor. E assim conclui Emmanuel: “Os prisioneiros da concepção de justiça implacável ignoram os poderosos auxílios do Todo-Poderoso, que se manifestam através de mil modos diferentes; contudo, os que procuram a própria iluminação pelo amor universal sabem que Deus dá sempre e que é necessário aprender a receber.” 4 Podemos nos indignar com as imperfeições da justiça terrena, mas devemos estar conscientes da grandeza da justiça divina. Por Maria Auxiliadora Santos Essado, defensora pública/SP, membro da AJE-SP (Associação Jurídico-Espírita de São Paulo) e Tiago Cintra Essado, promotor de justiça/SP e presidente da AJE-SP (Associação Jurídico-Espírita de São Paulo). ¹ Francisco Cândido Chavier. Pão Nosso. Deus não desampara. Cap. 92. FEB, 2009. P.197 / ² Op. cit., p. 198 / ³ Op. cit., p 198 e Op. cit., p. 198.

06|Note Bem


Política e políticos O atual momento político brasileiro, por vezes, apresenta-nos situações que nos leva a sombrios patamares no plano dos pensamentos e dos sentimentos. Quando você pensa que já viu de tudo, eis que surge um fato a revelar que nem sempre os cargos públicos são exercidos com o compromisso e a seriedade que se espera; pelo contrário. O perigo disso é que somos tentados a cair na generalização: “todo político é desonesto e irresponsável”. Eis uma armação que, com certeza, foge ao bom-senso e à caridade. Emmanuel tratou do assunto (Caminho, Verdade e Vida. Cap. 75, Na Casa de César): “Muito comum ouvirmos observações descabidas de determinados irmãos na crença, relativamente aos companheiros chamados a tarefas mais difíceis, entre as possibilidades do dinheiro ou do poder”. Vê-se que Emmanuel destaca a diculdade de se lidar com o dinheiro e com o poder. De fato, é fácil se lambuzar. Acrescenta: “A piedade falsa está sempre disposta a criticar o amigo que, aceitando laborioso encargo público, vai encontrar nele muito mais aborrecimentos que notas de harmonia. A análise desvirtuada tudo repara maliciosamente. Se o irmão é compelído a participar de grandes representações sociais, costuma-se estigmatizá-lo como traidor do Cristo.”

Depreende-se de tal assertiva que é digno de elogio a atitude daquele que, de boa fé, com ética, disposição e vontade de agir em favor do interesse público e social, opta por, no cenário atual, entrar na vida política. Com tais características, é previsível que o desao seja grande. Também não é o caso de se admitir que houve rompimento com os propósitos do Cristo. Anal, a prática do Evangelho não se faz apenas no templo religioso, mas nas ruas, no trânsito, nas ocinas, nas repartições públicas e privadas. Tais reexões de Emmanuel surgiram a partir de peculiar observação de Paulo: “Todos os santos vos saúdam, mas principalmente os que são da que são da casa de Cesár” (Filipienses, 4:22) Paulo destacou a existência de Espíritos virtuosos situados no espaço público,

dos quais ele próprio “recebeu atenções e favores, assistência e carinho” (Caminho, Verdade e Vida. Cap. 75, Na casa de César). Antes de julgar, pois cabe-nos orar pelos que compreendem a Política como fonte de possibilidades para a melhoria da vida comum, como meio de proteção do fraco em detrimento do forte, como caminho para o progresso de um povo, e almejam com ética e respeito, dela participar.

Maria Auxiliadora Santos Essado, defensora pública/SP, membro da AJE-SP (Associação Jurídico-Espírita de São Paulo). Tiago Cintra Essado, promotor de justiça/SP e presidente da AJE-SP (Associação Jurídico-Espírita de São Paulo).

Você mesmo Lembre-se de que você mesmo é o melhor secretário de sua tarefa, o mais eciente propagandista de seus ideais, a mais clara demonstração de seus princípios, o mais alto padrão do ensino superior que seu espírito abraça e a mensagem viva das elevadas noções que você transmite aos outros. Não se esqueça, igualmente, de que o maior inimigo de suas realizações mais nobres, a completa ou incompleta negação do idealismo sublime que você apregoa, a nota discordante da sinfonia do bem que pretende executar, o arquiteto de suas aições e o destruidor de suas oportunidades de elevação - é você mesmo. Chico Xavier

Note Bem|07


A VIDA ESTÁ A SUA ESPERA

OS ANIMAIS NA OBRA DE DEUS

JESUS NO DIA A DIA 2017 (espiral)

QUANDO O AMOR TRIUNFA

Eliana Machado Coelho / Schellida Gênero: Romance

Geziel Andrade Gênero: Estudo

Diversos Gênero: Agenda

Giseti Marques Gênero: Romance

R$ 46,90

R$ 34,90

R$ 27,90

R$ 39,90

Editora: Lúmen

Editora: EME

Editora: Boa Nova

Editora: Boa Nova

NAS PEGADAS DO NAZARENO

ENTRE OS DOIS MUNDOS

ANTE OS TEMPOS NOVOS

A VIDA É MAIS, JAQUELINE!

Miguel de Jesus Sardano Gênero: Biográfico

Divaldo Franco / Manoel Philomeno de Miranda Gênero: Espiritismo

Suely Caldas Schubert Gênero: Biográfico

Carlos Eduardo Milito e Marcos Cunha Gênero: Romance

R$ 38,00

R$ 38,00

R$ 30,00

R$ 27,90

Editora: Leal

Editora: Leal

Editora: Leal

Editora: EBM

NO RUMO DA FELICIDADE

PERTURBAÇÕES ESPIRITUAIS

VIDA FELIZ

E A VIDA CONTINUA

Divaldo Franco / Joanna de Ângelis Gênero: Espiritismo

Divaldo Franco / Manoel Philomeno de Miranda Gênero: Espiritismo

Divaldo Franco / Joanna de Ângelis Gênero: Mensagens

Chico Xavier / André Luiz Gênero: Romance

R$ 27,90

R$ 35,00

R$ 18,00

R$ 35,00

Editora: EBM

Editora: Leal

Editora: Leal

Editora: Feb

Sábados: das 8hs às 10hs Rádio ABC de Santo André 1,570 AM Ouça pela internet: www.radioabc.com.br Clique em “Ouça ao Vivo” 08|Note Bem

Profile for C. E. Dr. Bezerra de Menezes

Note Bem 81  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Jan/ Fev/ M...

Note Bem 81  

O Informativo Note Bem é uma publicação trimestral do Centro Espírita Doutor Bezerra de Menezes em Santo André - SP. Referente a Jan/ Fev/ M...

Advertisement