Page 1

Gaia ĂŠ mais cultura 2013

Gaia ĂŠ mais cultura

Iniciativa:


Gaia é mais cultura 2013

VIVER EM GAIA A CULTURA COM PAIXÃO A formação de novos públicos para a Cultura, a criação de raiz de uma nova cultura urbana no Concelho, o apoio ao Movimento Associativo, proporcionando-lhe a visibilidade que o seu trabalho cultural merece e a defesa do nosso Património Cultural têm sido desde sempre linhas mestras da acção do Pelouro da Cultura em Gaia. O trabalho no âmbito da divulgação das Artes Plásticas, da Arquitectura ou do Design têm sido outras valências trabalhadas ao longo dos últimos anos, algo que levou alguns meios de informação a considerar Gaia, a Capital da Arte. O impacto público da multiplicidade de iniciativas culturais realizadas no Município levou mesmo a que o Eixo Atlântico o honrasse com a escolha de Gaia para a realização da sua I Capital Cultural. A música, tem estado também sempre em destaque no plano de actividades públicas do Pelouro com a realização de concertos diversos e Festivais, como os de Jazz, de Blues, de Música Celta, de Rock, tais como o “United in Sound”, o “Rock às Sextas” ou os já consagrados “Concertos de Verão da Serra do Pilar”. A música clássica não foi nunca esquecida ou através da realização de múltiplos concertos nos mais variados locais de Gaia ou com o excelente Festival de Música de Gaia. Também a dança, o teatro ou o cinema estiveram em destaque. Deu-se recentemente vida a mais dois projectos e que resultaram num grande sucesso, o “Conta-me Histórias” e os “Concertos Íntimos” que trouxeram a Gaia mais de uma vintena de nomes grandes da música cantada em português. Deu-se visibilidade às Companhias profissionais aqui sedeadas como a de dança Kale, Teatro Ferro, TEP ou a La Marmita, apoiaram-se os sete festivais de teatro realizados, as companhias existentes e até

as novas companhias emergentes. O apoio às Colectividades Culturais do Concelho foi realizado também através de parcerias diversas, incluindo a promoção, local, regional e até nacional das suas actividades Sem termos, em muitos casos, números objectivos de participantes, visitantes ou espectadores para as actividades desenvolvidas pelo Pelouro e as colectividades tornou-se óbvia a mudança existente nesta Gaia de Cultura. Se há 8 anos seriam 20% os gaienses que participavam nas iniciativas realizadas, desde há cerca de um ano e, através de sondagem realizada, esse número passou a ser de 80%! De facto tudo mudou em Gaia que passou a ter também com regularidade a visita também das gentes das literaturas, da ciência, da sociologia ou da Filosofia que mensalmente e, sobretudo na Casa Barbot e no Arquivo Municipal deram vida mensalmente a projectos extremamente participados. E muito mais se fez. E muito mais haveria ainda para fazer. Não queria por último de deixar de referir essa surpreendente iniciativa que foi a criação do Passaporte Cultural (53 mil já o possuem) e que, em conjunto com a Agenda Cultural Mensal e as páginas das redes sociais deu a conhecer Gaia, os seus equipamentos culturais e os eventos que se realizavam. GAIA é seguramente agora um centro de atenção constante para todos aqueles que sentem que a CULTURA faz parte do seu quotidiano, no fundo da sua forma de VIVER.

Mário Dorminsky Vereador da Cultura


Gaia é mais cultura 2013

A CASA BARBOT manteve-se, durante os últimos quatro anos, como sede do PELOURO DA CULTURA, assumindo-se como polo dinamizador da cultura, na região, através da CRIAÇÃO do GOSTO CULTURAL e da promoção de uma GAIA mais URBANA, mas dando visibilidade às TRADIÇÕES e reforçando as áreas do SABER e do CONHECIMENTO. Exposições, concertos, apresentações de livros, palestras, tertúlias, workshops, atividades infantis… são muitas as iniciativas que ali têm lugar e que levam a que milhares a visitem. Imóvel de Interesse Público, juntamente com os seus Jardins, é um ponto de paragem obrigatório em qualquer roteiro turístico do GRANDE PORTO.


Gaia é mais cultura 2013

O EGG PARADE, projeto que visa a CRIAÇÃO do GOSTO CULTURAL reforçou os seus alicerces, tornando-se uma iniciativa incontornável dentro da comunidade escolar. Alunos, professores, auxiliares, e também as famílias, todos se envolvem em torno da recriação de algo tão simples como um ovo, para dar origem a uma obra de arte, a uma mensagem. Todos os anos, mais de 500.000 pessoas visitam a exposição do EGG PARADE, cuja primeira edição esteve patente no Arrábidashopping, mudando-se depois para o Gaiashopping, provando, assim, o impacto deste projeto na comunidade.


Gaia é mais cultura 2013

No domínio das ARTES PLÁSTICAS, nos últimos quatro anos, GAIA viu reforçado o seu papel, que vinha já sendo trabalhado no anterior mandato. A presença de artistas de renome, bem como de jovens promessas, nos diversos equipamentos culturais do município esteve bem patente. Foi o caso da coletiva “Abstracção - Arte Partilhada” do Millenium BCP, que contou com obras de Vieira da Silva, Paula Rego, Mário Cesariny, entre muitos outros, ou da Bienal de Pintura do Eixo Atlântico. Em nome individual, muitos foram os que se fizeram representar na nossa cidade, como é o caso de António Quadros, Paulo Neves, Helena Leão, Beatriz Pacheco Pereira ou Henrique do Vale, com surpreendentes números de visitantes. De destacar, ainda, a colocação ao longo da frente de mar, das obras fruto do Simpósio Internacional de Esculura em Pedra. Manteve-se, assim, um esforço na aproximação da arte à população, sempre numa linha estratégica de CRIAÇÃO DO GOSTO CULTURAL.


Encontar

17 de MaIo a 5 de Junho 2010 Biblioteca Municipal Consulte a Programação Geral disponível na Biblioteca e em www.bmgaia.gaianima.pt

O Mosteiro de

II Salão de Literatura Infanto-Juvenil

Nossa Senhora

do Pilar ... Para

Além da Serra

Gaia é mais cultura 2013

1ª Edição | 2010

Prémio de Conto Ilustrado Maria Alberta Menéres

CIPAL DE VILA

CÂMARA MUNI

NOVA DE GAIA

IA DE MELLO

ICIPAL SOPH

ARQUIVO MUN

BREYNER AM 6/12/13 3:40

Capa e Contra

Final.indd 1

O SABER e o CONHECIMENTO, nas suas vertentes de pesquisa, transmissão e formação têm sido uma preocupação constante. O trabalho levado a cabo pelo ARQUIVO MUNICIPAL ao serviço da CULTURA reflete-se em obras como “O Mosteiro de Nossa Senhora do Pilar – Para Além da Serra” e “Memórias do Município de Vila Nova de Gaia – Da Fundação à Actualidade”, mas também na realização de exposições e conferências alusivas a diversos temas, do Património Imaterial e da Etnografia ao Urbanismo. Para incentivar a produção literária, foi instituído o Prémio Maria Alberta Menéres de Contos Ilustrados e, também com vista à CRIAÇÃO do GOSTO CULTURAL promoveu-se na BIBLIOTECA MUNICIPAL, o Salão Infanto-Juvenil de Literatura. Os workshops multiplicaram-se na CASA BARBOT: fotografia, novo acordo ortográfico, técnicas artesanais, filosofia. E os cursos promovidos por equipamentos culturais como a CASA MUSEU TEIXEIRA LOPES (Curso Livre de Música, com o Maestro António Vitorino de Almeida) e o SOLAR CONDES DE RESENDE (Esplendor de Arqueologia e Curso Livre de Pintura) têm sido muito bem recebidos pelo público. Neste último espaço, é de realçar ainda a atividade da Confraria Queirosiana no estudo e salvaguarda da obra de Eça de Queiroz. A arqueologia ganhou um novo fôlego em GAIA com a descoberta do Cais Romano em Crestuma, elemento fundamental para compreensão da identidade e da história deste território.


Gaia é mais cultura 2013

E PASSAPORAT L

R IA C U LNOTVAUDE GA VILA

Eles já têm

E VOCÊ?

O PASSAPORTE CULTURAL é uma das iniciativas de maior sucesso do PELOURO da CULTURA de GAIA. Graças às suas vantagens, a cultura fica mais próxima da população, através dos descontos no acesso a espetáculos, ao cinema grátis, aos prémios… e disso, os GAIENSES estão conscientes, visto que 80% de todos os PASSAPORTES emitidos estão em GAIA. No entanto, o PASSAPORTE CULTURAL está espalhado por PORTUGAL continental, MADEIRA e AÇORES, e ainda em FRANÇA, ESPANHA, REINO UNIDO ou BRASIL, entre outros países. De realçar, a enorme adesão dos cidadãos do GRANDE PORTO a esta iniciativa de GAIA. A idade média dos utentes do PASSAPORTE CULTURAL é de 30 anos. Mas a moda são mesmo os 18 anos, sendo que os jovens são os que mais aderem. Já agora, o utente mais “sábio” tem 97 anos! Apoios:


Gaia é mais cultura 2013

O MOVIMENTO ASSOCIATIVO deve grande parte do seu dinamismo, em GAIA, às coletividades musicais. Algumas delas, já centenárias. As BANDAS FILARMÓNICAS, as TUNAS e os COROS são um viveiro de novos talentos, com as suas escolas e os seus agrupamentos infanto-juvenis. O trabalho efetuado por estas associações é bem visível pela quantidade de músicos, maestros e cantores de excelência que ali iniciaram a sua formação musical. Nestes espaços de convívio e cidadania, os mais novos crescem aprendendo com os mais velhos, não só o solfejo, mas também os valores que devem reger a vida em COMUNIDADE.

A MÚSICA CLÁSSICA tem assumido cada vez mais um espaço de destaque na AGENDA CULTURAL de GAIA. O papel de instituições como o Conservatório Regional ou da Academia de Vilar do Paraíso, num âmbito mais alargado de escolas de música, existentes por todo o concelho, fruto de um dinâmico MOVIMENTO ASSOCIATIVO, são essenciais ao nível da CRIAÇÃO do GOSTO CULTURAL, nomeadamente no que diz respeito a espetáculos dedicados ao público infanto-juvenil. Eventos como o FESTIVAL INTERNACIONAL de MÚSICA de GAIA ou o NATAL com MÚSICA levam músicos, cantores e maestros por diversos espaços de GAIA, como o Mosteiro de Grijó, o Mosteiro da Serra do Pilar, entre outros espaços sacros e equipamentos culturais, num verdadeiro acontecimento de CULTURA URBANA, onde intervêm solistas de renome mundial.


Gaia é mais cultura 2013

GAIA assume-se como uma verdadeira capital do TEATRO AMADOR. Consciente desse valor e de todas as suas potencialidades, o PELOURO DA CULTURA continua a apoiar as diversas instituições que desenvolvem a arte de Molière e que, sendo amadoras, são ciosas do seu amadorismo e têm evoluído em qualidade, continuando uma já antiga tradição gaiense. São muitos, felizmente, os festivais de TEATRO AMADOR do concelho. O Cale-se, As Máscaras ou O Festival dos Plebeus Avintenses são apenas alguns dos eventos maiores do Teatro e do MOVIMENTO ASSOCIATIVO de GAIA, que dão a conhecer o que de melhor se faz em todo o país, levando também para longe o nome de GAIA.

O ambiente artístico e cultural que foi conseguido em GAIA, graças à aposta em iniciativas de criação do GOSTO CULTURAL e de incentivo à CULTURA URBANA tem-se traduzido na preferência de algumas companhias e escolas para ficarem na nossa cidade. É o caso do La Marmita, do Teatro de Ferro, do Ginasiano, da Kale, do TEP, que todos os anos nos brindam com produções de intocável qualidade artística. E este ambiente criativo reflete-se também numa evolução das produções geradas pelo MOVIMENTO ASSOCIATIVO. Recentemente, o Festival Ritmos Mundo escolheu GAIA e alguns dos seus espaços mais emblemáticos, dos CLAUSTROS DA SERRA DO PILAR ao ESPAÇO CORPUS CHRISTI, para uma celebração das culturas de PORTUGAL e BRASIL


Gaia é mais cultura 2013

A salvaguarda e a divulgação das TRADIÇÕES gaienses têm sido particularmente acarinhadas, numa altura em que cada vez mais se percebe a importância do PATRIMÓNIO IMATERIAL de uma comunidade, como garante do bem-estar das gerações vindouras. São muitas as manifestações festivas que nos remetem para um passado, por vezes longínquo. O S. João, o S. Gonçalo, o S. Pedro arrastam milhares às ruas todos os anos. Graças ao MOVIMENTO ASSOCIATIVO e às JUNTAS DE FREGUESIA, costumes como as desfolhadas, os magustos e os bailes de S. Martinho, os trajes, as cantigas e as danças tradicionais são preservados e cada vez mais estudados. As CONFRARIAS asseguram o futuro da BROA de AVINTES, dos VELHOTES e do VINHO do PORTO.

O GAIAFOLK é um festival que todos os anos leva ao ESPAÇO CORPUS CHRISTI e à zona envolvente, as danças e músicas, bem como os usos e costumes de diversas regiões do mundo, numa celebração de cor e alegria que invade a beira-rio. Contando, sempre, com a presença de agrupamentos etnográficos e folclóricos de GAIA, muito apreciados pelos turistas que visitam a zona das CAVES de VINHO do PORTO, o GAIAFOLK é também um espaço de convívio intercultural e de grande animação espontânea.


Gaia ĂŠ mais cultura 2013

TEATRO D’AVENIDA

2 JULHO | 22:O0

THE YARDBIRDS

GB

SHERMAN ROBERTSON EUA 3 JULHO | 22:00

MAGIC SLIM

EUA

MABLE JOHNEUA

BILHETES À VENDA: AUDITÓRIO MUNICIPAL, EL CORTE INGLÉS E FNAC INICIATIVA

ORGANIZAĂ‡ĂƒO

PROCURA “DOURO BLUES 2010â€? APOIOS RĂ DIO OFICIAL



NO FACEBOOK

As NOITES DE JAZZ & BLUES surgiram da fusão de dois eventos, para fazer face às dificuldades económicas conjunturais, sem que se comprometesse uma aposta cultural URBANA, de qualidade. Assim, aglomeraram-se o Douro Blues (Chris Jagger, Shemekia Copeland, Alvin Lee, John Lee Hooker, The Animals, Yardbirds, Magic Slim, etc.) e o Jazz’n Gaia (Hermeto Pascoal, Courtney Pine, Manhattan Transfer, Gal Costa, Al Di Meola, Maria João, Bernardo Sassetti, Ivan Lins, António Pinho Vargas, Mårio Laginha, etc.) conseguindo-se trazer às NOITES DE JAZZ & BLUES no Auditório Municipal, artistas como Carvin Jones, Emmy Curl, Shirley King, Kyle Eastwood, Luisa Sobral, Minneman Blues Band ou Maria Viana, com sucessivas lotaçþes esgotadas.


Gaia é mais cultura 2013

Os CONCERTOS DE VERÃO - SERRA DO PILAR nasceram da vontade de dinamizar aquele espaço PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE, num ambiente de contenção imposto pelas dificuldades orçamentais, recorrendo-se à fusão de duas marcas musicais de GAIA, o ROCK às SEXTAS (Pedro Abrunhosa, Moonspell, Mão Morta, David Fonseca, Deolinda, etc.) e o REVIVER os 70s (Supertramp, Barclay James Harvest, Slade, Blood, Sweat & Tears, etc.). Em 2012, com os Echo & The Bunnymen, Rui Veloso, Luís Represas & João Gil e os Manfred Mann e, em 2013, com Tricky, Ten Years After, Mafalda Veiga e João Pedro Pais, mais de 30.000 espetadores puderam testemunhar concertos de excelente qualidade e tirar partido de um local com uma vista de perder o fôlego, sobre o Rio Douro, numa experiência inesquecível.


Gaia é mais cultura 2013

O UNITED in SOUND é concurso de bandas de garagem, de GAIA e não só, que teve como objetivo fundamental a CRIAÇÃO do GOSTO CULTURAL, através de uma linguagem mais próxima da população mais jovem. Os prémios que, em alguns casos, consistia na gravação de um CD, foram apenas mais um incentivo para os muitos participantes, já que este concurso teve a particularidade de ser apadrinhado por nomes grandes do pop/rock, como os Trabalhadores do Comércio, os Mesa, os Blind Zero ou os Blasted Mechanism, que se disponibilizaram para partilhar as suas experiências com os mais novos.

Os Concertos ÍNTIMOS NO FEMININO trouxeram ao CINE TEATRO EDUARDO BRAZÃO as cantoras Rita Guerra, Mísia, Teresa Salgueiro e Né Ladeiras para um ciclo de espetáculos arrebatadores, de grande proximidade com o público, que tirou partido das excelentes potencialidades daquela sala de Valadares e, que, à semelhança de tantos outras iniciativas do PELOURO DA CULTURA, se saldou por uma plateia lotada e visivelmente emocionada.


Gaia é mais cultura 2013

Para além dos festivais e ciclos promovidos pelo PELOURO da CULTURA, foram muitos os artistas que, a título individual, passaram por palcos de GAIA. Ivan Lins, Paulo de Carvalho, Jorge Palma, José Cid, Mafalda Arnauth… cantaram e encantaram para as plateias do AUDITÓRIO MUNICIPAL e do CINE TEATRO EDUARDO BRAZÃO, que foram pequenas, para receber todos aqueles que, de GAIA e de toda a região, não quiseram perder estes espetáculos. De destacar, também, a “embaixada” que de Sendim trouxe a música Céltica até à SERRA DO PILAR, com atuações de Kepa Junkera, Galandum Galundaina, Searson, Uxu Kalhus, Berroguetto e Four Men and a Dog.


Gaia é mais cultura 2013 O CONTA-ME HISTÓRIAS é um ciclo de encontros com cantores e músicos conhecidos do grande público, que decorrem em vários equipamentos culturais – CASA BARBOT, ESPAÇO CORPUS CHRISTI, AUDITÓRIO MUNICIPAL DE GAIA E CINE TEATRO EDUARDO BRAZÃO – num ambiente de grande cumplicidade com o público. O conceito de cada CONTAME HISTÓRIAS é uma sessão de conversa com os músicos sobre o processo de criação de canções, a importância que eles dão à Palavra, no fundo sobre a sua vida. Conversas simples sobre o seu quotidiano, regadas com boa disposição e irreverência q.b. Os músicos fazem-se acompanhar da guitarra, piano, intercalando a conversa, cantando seis a oito temas da sua autoria. Entre os convidados, contamse Manuela Azevedo, com os seus Clã, Rita Redshoes, Mafalda Veiga, Algodão/Pac Man, Luísa Amado (a mulher de Carlos Paredes) com Victor de Sousa, Mazgani, Old Jerusalem, João Pedro Pais, Luís Represas, Zé Pedro e Kalu, Sérgio Godinho. Os “entrevistadores” de serviço vão alternando entre o programador cultural Artur Silva, o pivot de informação da RTP Jorge Oliveira e o jornalista e crítico literário Tito Couto.


Gaia é mais cultura 2013

GAIA é CULTURA representa o esforço que o PELOURO da CULTURA investe em dar visibilidade à cultura em GAIA. Todos os meses, um exaustivo trabalho de recolha e tratamento de informação resulta numa AGENDA CULTURAL, disponibilizada online, onde constam as principais atividades culturais de todo o concelho, em cada mês. A presença da CULTURA de GAIA no ciberespaço é bem visível na sua página do Facebook, diariamente atualizada com novos conteúdos, contando já com mais de 13.000 seguidores. Existe ainda a preocupação de difundir newsletters com propostas semanais, bem como de enviar comunicados de imprensa aos principais órgãos de comunicação social sobre o que de mais importante se passa em GAIA, ao nível do MUNICÍPIO, do MOVIMENTO ASSOCIATIVO, das ESCOLAS, etc.


Revista balanço cultura gaia  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you