Page 1

TENDA - ESPAÇO

SEX 1 6€

Sáb 2 6€

DOM 3

d’ORFEU

PASSE ORELHUDO

21h45 Al Buen Tun Tun Mayalde Espanha 23h15

Povo Que Lavas no Rio Águeda

21h45

Ri bemol ´ Clarinetes AdLibitum

23h15

Funky Junk Linsey Pollak

21h45

4€

=

válido para todos os espectáculos do festival

Portugal

Austrália

Barbieri Teatro Necessario

Itália

20€

PREÇOS POR NOITE INDICADOS NO PROGRAMA

Ed

içã

o

|2 010

dorfeu.blogspot.com

www.dorfeu.pt

PROGRAMA

Descontos de 50% para:

crianças até 12 anos, se acompanhadas por adulto(s) com bilhete portadores Cartão d’Orfeu * Bilhetes à venda no local dos espectáculos, 45 minutos antes do seu início. Todos os espectáculos para M/6. Não se interditará mas desaconselha-se a entrada a bebés e crianças pequenas. Nesses casos, solicita-se a melhor cooperação de pais ou acompanhantes para o bom decorrer dos espectáculos.

* Faz-te Amigo. Propõe-te Sócio. Inscreve-te como Aluno. Mais info em www.dorfeu.pt, na d’Orfeu ou na banquinha de adesão de Amigos à entrada do festival.

SEG 4

21h45 Tangos & Tragédias

Brasil

4€

EXTENSÕES Sex 1 Outubro, Festival de Teatro Cómico da Maia Linsey Pollak (Austrália) com “Funky Junk” Sex 1 Outubro, Festival de Teatro Cómico da Maia Teatro Necessário (Itália) com “Clown in Libertá”

Qua 6 4€

Sáb 2 Outubro, Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga Teatro Necessário (Itália) com “Clown in Libertá”

SensormeN 21h45 Yllana Espanha

Dom 3 Outubro, Auditório da Casa do Povo de Valongo do Vouga Linsey Pollak (Austrália) com “Funky Junk” Seg 4 Outubro, Teatro Virgínia (Torres Novas) Teatro Necessário (Itália) com “Barbieri” Sáb 9 Outubro, Cine-Teatro de Estarreja Elliot (Bélgica) com “Gladiador do Humor”

Qui 7 4€

SEX 8 4€

21h45 Ovay Cia. Quique Péon

Galiza

22h00 Rock Comedy Show Elliot BélgicA 23h30

Farra Fanfarra

iniciativa conjunta

d’Orfeu Associação Cultural Câmara Municipal de Águeda

coordenação e programação Luís Fernandes direcção técnica Rui Oliveira assistência técnica pedro fonseca João Amaral Bojan Ristoric jorge oliveira produção Luís Silva Aníbal Almeida Ivelina Gonçalves Fernando Domingues Sara Vidal Ana Rita Costa Susana Oliveira Sara Cunha Vítor Hugo Silva Fábio Maia comunicação e imagem Léa López & Jorge Madeira fotógrafos André Brandão Mário Abreu Benjamin Fauvel Marilyn Marques Vídeos Fragmnesis, Produções Audiovisuais créditos Luís Fernandes | conteúdos João Carlos Silva | logótipo festival e o suporte de todo o imenso staff d’Orfeu

d’Orfeu Associação Cultural Rua Engº Júlio Portela, 6 3750-158 Águeda PORTUGAL tel (+351) 234 603 164 fax (+351) 234 604 842 dorfeu@dorfeu.pt www.dorfeu.pt dorfeu.blogspot.com

Câmara Municipal de Águeda tel 234 610 070 www.cm-agueda.pt

O Gesto Orelhudo é, por excelência, um festival dedicado à fusão transdisciplinar. Diz-se, por aí, da musicomédia, termo nascido da orelhuda ideia de casar a música e o humor. Não tão-só. A diversidade das propostas de programação está, uma vez mais, à vista: do intimista ao hilariante vai a distância de uma orelha à outra. E vice-versa. Sempre com uma louca capacidade de surpreender. Além da costumeira ala musicómica - grandes espectáculos a não perder! -, nesta 9ª edição, O Gesto Orelhudo é também palco das contaminações transdisciplinares da cultura tradicional: Orquestra do Rio e Mayalde (1 Outubro) e Ovay (7 Outubro) acrescentam olhares a um festival que, aos 15 anos da d’Orfeu, é ele próprio uma marca de Águeda!

o r b

A singularidade de cada um dos espectáculos desta edição tem tudo para merecer o intenso entusiasmo com que o público vive as maratonas orelhudas, uma semana a fio. Vem, tu também, fazer O Gesto Orelhudo!

1a

8

O

u t u

U G Á

A D E


21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

SEX 1

Al Buen Tun Tun

Povo Que Lavas no Rio Águeda versão concerto

MAYALDE ESPANHA

Do rio para a tenda, a orquestra do memorável espectáculo!

O deslumbramento da tradição cantada e contada! A prosa afiada, arrebatadora, de quem canta histórias ao mesmo tempo que conta cantigas. Eusébio, mulher e filhos: Mayalde são eles. Uma prodigiosa capacidade de comunicação faz de Eusébio o cicerone deste espectáculo. Ele faz música com colheres, com bonecos, com sertãs, com bigornas, com ossos, com ar... Grande concerto com música simples! Eusébio é um prodígio de desembaraço e ironia. No Dia Mundial da Música, Mayalde é a abertura d’O Gesto Orelhudo. Eusebio Cifuentes (voz, percussão, acordeão diatónico, harpa, gaita "charra" e rabel), Pilar García (percussão e voz), Laura Pérez (percussão e voz), Arturo Pérez (percussão, gaita "charra", gaita-de-foles e saxofone)

21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

23h15, Tenda - Espaço d’Orfeu

Sáb 2

Em "Povo que Lavas no Rio Águeda" - apoteótica manifestação artística que Águeda construiu sobre as águas do rio -, um colectivo de músicos, não mais de uma dúzia, escolhidos a dedo, assegurava o grosso do alinhamento musical. É essa magnífica orquestra que subirá agora ao palco, revisitando inéditos arranjos das canções ribeirinhas. No festival da transdisciplinaridade, eis um espectáculo que se torna intenso por se remeter à crua essência. É a memória fresca de Julho passado que lhe traz o imaginário. Artur Fernandes (concertina e direcção musical), Luís Cardoso (sax soprano), Tiago Abrantes (clarinete), Ricardo Lameiro (fagote), Paulo Pereira (flautas), Carlos Peninha (guitarra), Miguel Calhaz (contrabaixo), Marco Figueiredo (piano), Eddy Cabral (baixo), Quiné (bateria), Bruno Fonseca (ponteira), Sara Vidal, Luís Fernandes, Miguel Calhaz, Toni Tavares (cantores). Participação especial do Coro constituído por elementos de: Orfeão de Águeda, Cantate Iubilo - Barrô, Coral Espranjar da Banda Nova Fermentelos, Orfeão de Recardães, coral da Orquestra Típica de Águeda, Orfeão do Paraíso Social de Aguada de Baixo.

23h15, Tenda - Espaço d’Orfeu

Ri bemol

Funky Junk

O sopro circense das músicas do mundo!

Os insólitos instrumentos de um fantástico músico-inventor!

Quatro clarinetes e um percussionista dão liberdade total à sua música. Tanta liberdade que, sendo músicos extraordinários, embarcam numa diversão teatralizada, dando sentido ao nome do colectivo Ad Libitum (do latim, ‘à vontade’ ou ‘a bel-prazer’). Em ‘Ri Bemol’, este quinteto percorre um repertório universal que parte dum instrumento comum: o clarinete. Um projecto nacional a aplaudir.

Músico descontroladamente inventivo, em duo com a percussionista Jessica Ainsworth, Linsey constrói os instrumentos em tempo real, com os objectos mais inesperados: gaitas-de-foles feitas das luvas de borracha ou bolas de praia, clarinetes de mangueira de jardim ou de espanador de pó! E é em tempo real que compõe, sobrepondo ao vivo o que ele próprio vai tocando e gravando. Senhoras e senhores, eis um nome que faltava na galeria do Festival “O Gesto Orelhudo”: directamente da Austrália, Linsey Pollak!

Linsey Pollak Austrália

Clarinetes AdLibitum Portugal

Nuno Pinto (clarinete e requinta), José Ricardo Freitas (clarinete), Luís Filipe Santos (clarinete), Tiago Abrantes (clarinete baixo), António Bastos (percussão)

Linsey Pollak (multi-inventor-instrumentista), Jessica Ainsworth (percussão)

DOM 3

SEG 4

21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

Tangos & Tragédias

Barbieri

Teatro Necessario Itália

Brasil

O consagrado duo musicómico brasileiro chega a Águeda!

Ei-los de volta, novo espectáculo e a mesma loucura! Depois do estupendo êxito de “Clown in Libertá” no ano passado, estes incríveis italianos estão de volta, agora com um novo espectáculo, capaz de impressionar ainda mais o público orelhudo. "Barbieri" é a recriação da sociedade de outrora, em que a barbearia era o centro de ideias, palavras e músicas. Fazendo do tempo de espera ocasião de peripécias, os três musicómicos aspirantes a barbeiros fazem as acrobacias musicais mais inimagináveis à volta de uma cadeira de barbeiro. A não perder!

Estrondoso sucesso no Brasil que já contagiou o público português. Agora, finalmente, n’O Gesto Orelhudo! Um toca acordeão e conta histórias trágicas de dor-de-cotovelo, homem sofrido, cheio de amores frustrados e desilusões, é um passional latino que não poupa na emoção. O outro toca violino e é um homem de estranha personalidade, de olhos muito expressivos e imensas olheiras: um olhar seu corresponde a uma frase, ainda que indecifrável. Tangos & Tragédias é música, humor, teatro e interacção com o público. Tudo em doses brutais! Hique Gómez (violino), Nico Nicolaiewsky (acordeão)

Leonardo Adorni (trombone, contrabaixo), Jacopo Maria Bianchini (bateria, trompete), Alessandro Mori (clarinete, sax, guitarra eléctrica, contrabaixo)

Qui 7

Qua 6

21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

21h45, Tenda - Espaço d’Orfeu

Ovay

SENSORMEN

Cia. Quique Péon Galiza/espanha

YLLANA ESPANHA

Um artista de corpo inteiro dá ironia à dança!

Percussão & tecnologia ou como rir com batida! Yllana, a companhia que já trouxe ao Gesto Orelhudo espectáculos como “Rock & Clown” e “Pagagnini”, estreia agora em Portugal a sua nova produção, sempre numa linha de humor irreverente e corrosivo. Quatro músicos-cientistas servem-se da tecnologia de sensores para comunicar, numa sucessão meteórica de hilariantes gags com sons electrónicos, unindo percussão e tecnologia. Sensormen é musicomédia pura, o público orelhudo não se vai conter! Bulbul, Jony Elías, Chus Herrera, Chema Animal – percussionistas/musicómicos

SEX 8 22h, Tenda - Espaço d’Orfeu

Quique Peón rompe a estética purista da música e da dança tradicional, ao mesmo tempo que bebe das suas fontes rurais. Na gíria galega, aos valentes chamavam-se "ovay", e é com esta valentia de enfrentar e reivindicar, nas subtis ironias de um artista de corpo inteiro, que o extraordinário Quique Peón (r)evoluciona a dança galega. Quique grita com o corpo. Um brilhante espectáculo para os sentidos! A dança na sua forma mais orelhuda. Quique Peón (dança), Suso Vaamonde (gaita-de-foles, sanfona e requinta), Xosé Lois Romero (acordeão, percussão)

23h30, Tenda - Espaço d’Orfeu

Rock Comedy Show Elliot BélgicA

A fechar a 9ª edição, um ás da comédia visual! Elliot é garantia de gargalhada contínua. Uma sequência alucinante de personagens, com recurso cómico aos clássicos do rock, num ritmo frenético e uma fluida interacção com o público. Um espectáculo de humor eléctrico, em que cada gag tem um grande sentido de comédia visual. Elliot é um mimo intratável, um verdadeiro contorcionista facial. Com “Rock Comedy Show”, o versátil cómico chega pela primeira vez ao Gesto Orelhudo. Eric Jenicot "Elliot" - cómico

Farra Fanfarra Efusivo colectivo de sopros, percussão e um mestre ‘sem’ cerimónias. Repertório variado e números de circo. A euforia da música, na primeira de quatro noites de OuTonalidades 2010 em Águeda! Noites seguintes do OuTonalidades 2010 no Espaço d’Orfeu: Sexta 15 Outubro – Icon Vadis (Aveiro, Portugal) Sexta 22 Outubro – Bela Nafa (Guiné-Bissau) Sexta 29 Outubro – Pe de Boi (Galiza)

Profile for d'Orfeu  Associação Cultural

Programa Festival O Gesto Orelhudo 2010  

Programa completo da 9ª ediçao do Gesto Orelhudo.

Programa Festival O Gesto Orelhudo 2010  

Programa completo da 9ª ediçao do Gesto Orelhudo.

Profile for dorfeu