Page 23

Camila Barbalho

Desconstruindo

Vaquer

Jay Vaquer nasceu predestinado a ser uma estrela. Filho da paraense Jane Duboc, com o guitarrista Jay Anthony Vaquer, ele ousou ir além dos rótulos e buscou proximidade dos fãs, com os quais mantém uma relação direta e honesta

A

o ouvir Jay Vaquer pela primeira vez, não se deixe confundir pela sonoridade pop ou pelos caminhos harmônicos inusitados. Nem mesmo pela longa extensão vocal, sempre evidenciada nos seus desenhos melódicos virtuosos. Se vir seu show ao vivo, não se concentre apenas na sua verve performática, tendendo aos espetáculos de ópera-rock. Nada disso é tudo, embora tudo seja essencial para compreendê-lo. Preste atenção também à sua maneira de escrever: há amores pouco ou nada piegas, como também há dores latentes - e um rir constante das comédias de costume sobre as quais ninguém gosta muito de falar. Ora cronista, ora poeta, o trabalho do cantor e compositor por vezes se arrisca a lembrar a parábola dos sábios cegos - aqueles que, ao tatear partes diferentes de um elefante, tomam como concepção de todo o que é apenas componente. Da mesma maneira, uma única faixa não vai conseguir contar quem o artista é; assim como talvez nem mesmo um disco inteiro

23

o faça. Plural, sagaz, sincero e extremamente talentoso, Jay desenvolveu uma maneira muito particular de se expressar por meio da música, o que rendeu cinco álbuns de estúdio e mais um CD/DVD ao vivo, distribuídos em 12 anos de carreira. Seu sexto disco de composições inéditas está em fase de produção e promete sustentar toda essa peculiaridade. Embora tenha flertado com a grande mídia em alguns momentos (seus clipes fizeram muito sucesso nos tempos áureos da MTV), não dá para chamar Jay Vaquer de um artista massivo. O cantor sobrevive bem longe dos programas de TV e das rádios – em grande parte, por ser contrário à política de lobby por trás da indústria fonográfica – graças à internet e a um circuito independente cuja divulgação é pautada principalmente pelas redes sociais. Outra arma poderosa é o grande número de fãs apaixonados pelo seu trabalho e suas posturas sólidas. Se tudo isso ainda não configura motivo para conhecê-lo, talvez ajude saber do seu DNA privilegiado: Jay é filho da respeitada »»»

Van Gonçalves / divulgação

Profile for Revista Leal Moreira

Revista Leal Moreira nº 35  

Nelson Motta, O crítico musical mais influente do Brasil fala sobre o cenário nacional e o bom momento paraense. Mais Letícia Isnard, Ferran...

Revista Leal Moreira nº 35  

Nelson Motta, O crítico musical mais influente do Brasil fala sobre o cenário nacional e o bom momento paraense. Mais Letícia Isnard, Ferran...

Advertisement