Page 1

Especial para o IL 13.05.05

Socialismo e Liberdade __ Arthur Chagas Diniz* O presidente Bush esteve semana passada na Rússia em cerimônia comemorativa dos 60 anos do fim da 2ª Guerra Mundial. Putin exibiu a grandeza do país e deu um impressionante show aeronáutico. Possivelmente o leitor viu estas notícias estampadas nas primeiras páginas dos jornais e no noticiário televisivo. O que foi pouco (ou quase nada) divulgado foi a visita de Bush às antigas repúblicas soviéticas. A divulgação foi inversamente proporcional ao sucesso que o presidente americano fez nestes países. A população o vê, com toda a justiça, como o principal responsável pela liberdade que agora desfrutam. Ao contrário de boa parte da imprensa brasileira e de nossa famosa esquerda escocesa (a do whisky) as ex-repúblicas soviéticas não têm nenhuma saudade do socialismo real. Querem integrar-se ao Mercado Comum europeu (o que não é fácil) e fazer parte da OTAN. Nossos governantes pensam exatamente o oposto. Querem mais socialismo, mais Estado, maior gasto público, menos meritocracia, enfim, menos liberdade. A aclamação que Bush recebeu nas ex-repúblicas soviéticas só é comparável ao verdadeiro êxtase com que os dignitários brasileiros contemplam Fidel Castro e seu êmulo Chávez.

* Presidente do Instituto Liberal

Destaques e especiais il socialismo e liberdade arthur chagas diniz