Issuu on Google+

Venda Proibida Distribuição Gratuita

Franciscanos Capuchinhos

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade | Nº 02 | Florianópolis/SC | 2011

“Senhor o que queres que eu faça?” “Vai e reconstrói a minha Igreja” Pág 8


03

Primeira Folha

Um sentido para toda a vida Com o passar dos anos uma pergunta, por vezes, persiste: qual o sentido da vida? Não há realização pessoal que seja completa sem uma resposta à questão. Na juventude ou na velhice, quando se faz silêncio em nossa vida interior, queremos saber a todo custo esta resposta. Aos jovens reunidos em Madri, Espanha, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em agosto, o sentido da vida apresentou-se de forma sedutora nas palavras do Papa Bento XVI: “Que nada e ninguém vos tire a paz; não vos envergonheis do Senhor”. Assim, o Papa apresentou a todos não apenas algo, mas alguém que deve estar presente para dar sentido à vida de todos: Cristo. Esta verdade será levada por toda vida, por milhares daqueles jovens que se encontraram com o Papa. Felizmente muitos que estão na terceira idade, a melhor idade, também descobriram essa verdade há algum tempo e participam ativamente desta paróquia para testemunhar seus valores cristãos. Independentemente de qual fase da vida tenhamos descoberto que não há melhor sentido que o Cristo, importa permanecer constante nessa descoberta e saber que Ele nada tira de nós, mas ao contrário, tudo nos dá. Mas é preciso responder a Cristo com a própria vontade, não sozinhos, mas em comunhão com a Sua Igreja. Nesta edição, Fraternos registra a alegria dessa descoberta presente na vida da Paróquia Santíssima Trindade como forma de motivar a todos nós a seguirmos, em unidade, com Aquele que é, para nós, sentido precioso para toda vida. Paz e bem!

EXPRESSÃO

04

NOSSA ORDEM

06

AGENTES DA MUDANÇA

13 a 14

COMUNHÃO FRATERNA

16 a 17

LECTIO DIVINA

MELHOR IDADE

VOCAÇÃO CAPUCHINHA

Veja como ser mais feliz participando das atividades paroquiais

Aprofunde seus conhecimentos sobre esta missão de levar a Palavra de Deus

Saiba como fazer a leitura orante da Bíblia

ACONTECEU

JMJ

DIVERSÃO

Na rede

Terço pelas vocações franciscanas capuchinhas

Paroquianos compartilham momentos deste evento

Confira o trabalho dos catequizandos para esta edição

Notícias mais comentadas da Igreja no mundo virtual

11

16

08 a 10

15

18

07

05

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


04

Expressão

Cristiada

Twitter @bruno_sartor: A Próxima Escola da fé e vida, na paróquia da @TrindadeFloripa terá cunho formativo na área da Liturgia. Ótima idéia do paróco @freicacio Postado no dia 23 de agosto @freimaffei: @TrindadeFloripa parabéns pelo site e pela revista online. #pazebem @freialvaci: @TrindadeFloripa Paróquia dos meus queridos capuchinhos.... @sfceduardocosta: Seguindo de volta @TrindadeFloripa

Facebook Rodrigo Paulo Bauernfeind (Florianópolis/SC): Os fracos nunca perdoam. O perdão é uma virtude dos fortes! Postado no Mural, dia 22 de agosto, às 19h01

Pam Dutra (Florianópolis/SC): “Para onde quer que dilate o nosso olhar, em parte alguma vemos contradição entre Ciências Naturais e Religião. Para o crente, Deus está no começo; para o físico, Deus está no ponto de chegada de toda a sua reflexão” (Max Planck). Postado no Mural, 12 de julho, às 21h49

O filme Cristiada, com Andy García, marca a estreia do diretor Dean Wright, que já trabalhou como produtor de efeitos visuais em O Senhor dos Anéis - o Retorno do Rei e As Crônicas de Nárnia, e ainda não tem previsão de estreia no Brasil, mas seu trailler pode ser visto no site de nossa paróquia. O filme mostra a perseguição religiosa aos católicos, no México, ocorrida no período de 1926-1929, conhecida pelos mártires Cristeros.

Enquete A partir deste mês, sempre haverá uma perguntinha a ser respondida por você, caro leitor, no site da Paróquia. O intuito será debater questões relacionadas à Igreja e ao mundo nestes dois meios de comunicação: a Revista e a Internet. Nesta edição: Você acredita no poder da devoção?

 Sim Luiza Benedetti (Florianópolis/SC): uhuuuuuuuuuuuuuul :) Parece que foi ontem a dedicação da Matriz... God Bless our Parish! Gratias Tibi Domine! Postado como comentário sobre a celebração de um ano da Dedicação da Igreja Matriz, no Mural de Daniel Volpato, dia 31 de agosto, às 01h03

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade

 Não  Talvez Acesse nosso site: www.paroquiadatrindade.com e responda!


05

05

Espaço do Frei N@ Rede

TV no Facebook Por meio da Fan Page da TV Canção Nova é possível assistir a toda programação da emissora que tornou-se a primeira televisão nacional a disponibilizar sua grade de programas para ser assistida através do Facebook, a maior rede social do mundo. Mais de 14 mil pessoas já “curtiram” a TV Canção Nova no Facebook e para acompanhar a programação diretamente na página, basta acessar: facebook.com/ cancaonovaTV. Os programas também podem ser assistidos no site da TV Canção Nova, no endereço: tv.cancaonova.com

Petição pela Vida Em agosto, a Frente Nacional pela Legalização do Aborto entregou ao Senado Federal documento no qual pede “garantir a orientação sexual” nas escolas, “impedir a prática do ensino religioso na rede pública de educação” e “legalizar o aborto no Brasil”. Para compreender como os movimentos pró-aborto se articulam no país, leia o documento Defesa da Vida no Brasil, no seguinte endereço: www.votopelavida.com/defesavidabrasil.pdf

Conecte-se Perfil da paróquia no Facebook: Paróquia da Trindade Perfil no Twitter: www.twitter.com/trindadefloripa Site: www.paroquiadatrindade.com

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


06

Nossa Ordem

Freis falam do dom da pa-

ternidade no CEMJ

Freis falam do dom da paternidade no CEMJ O Colégio Menino Jesus, do bairro Santa Mônica, homenageou os pais dos alunos durante a semana do dia 8 a 12 de agosto. A coordenadora, Ir. Janete, convidou os freis da Paróquia Santíssima Trindade para passar uma mensagem de luz e dar a bênção aos homenageados. As apresentações foram dividas por dias e por turmas e cada sala preparou algo diferente. A emoção tomou conta dos pais com a homenagem das crianças. As sábias palavras de carinho e aprendizado proferidas pelo Frei Cácio, de manhã, e Frei Frigo, à tarde, tocaram o coração de quem estava presente. Apesar do apelo comercial da data, a reflexão deixada nesta homenagem foi sobre o dom da dado por Deus.

Olhar Capuchinho

Festa das chagas de São Francisco de Assis

Aproximando-se a festa da Santa Cruz no mês de setembro, o pai Francisco, na hora do alvorecer, se pôs em oração, diante da saída de sua cela, e entre lágrimas orava desta forma: “Ó Senhor meu Jesus Cristo, duas graças te peço que me faças antes que eu morra: a primeira é que em vida eu sinta na alma e no corpo, quanto for possível, aquelas dores que tu, doce Jesus, suportaste na hora da tua acerbíssima paixão; a segunda é que eu sinta no meu coração, quanto for possível, aquele excessivo amor do qual tu, Filho de Deus, estavas inflamado para voluntariamente suportar uma tal paixão por nós pecadores”(I Fioretti). E, relata São Boaventura que, enquanto Francisco rezava, “viu um Serafim que tinha seis asas (cf. Is 6,2) tão inflamadas quão esplêndidas a descer da sublimidade dos céus. E [...] apareceu entre as asas a imagem de um homem crucificado que tinha as mãos em forma de cruz e os pés estendidos e pregados na cruz. [...] Imediatamente começaram a aparecer nas mãos e nos pés dele os sinais dos cravos” (LM 13,3). Assim, Francisco transformara-se todo na semelhança de Cristo crucificado (cf LM 13,5). Pois, de fato, trazia Jesus no coração, na boca, nos ouvidos, nos olhos, nas mãos, nos sentimentos e em todos os demais membros (cf. I Cel 9,115), e conseqüentemente podia exclamar com o apóstolo Paulo: “Eu vivo, mas já não sou eu, é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20). O Pobre de Assis, no seguimento de Jesus Cristo, perdeu a sua própria vida, mas recuperou-a inteiramente em Deus. Todavia, Francisco não somente reencontrou a si mesmo em Deus, como filho de Deus, mas a todos os seres do universo. O Cântico das Criaturas, que compôs pouco antes de sua morte corporal, é expressão jubilosa dessa intensa experiência eco-espiritual: “Louvado sejas meu Senhor, com todas as tuas criaturas”. Assim, no dia 17 de setembro, celebra-se a festa da impressão das chagas de São Francisco de Assis. Os estigmas que Francisco recebeu em 1224, no Monte Alverne, sinais visíveis de sua semelhança à humanidade de Cristo, nos seus três modos: na vida, na paixão e na ressurreição. Frei João Mannes, OFM

Atenção! Leia o texto na íntegra, em: http://www.taufrancisco.com.br/internas.php?id=1150 Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


07

Ser Cristão

Para entender a LECTIO DIVINA

Este método de oração com a Palavra de Deus ajuda o homem ir ainda mais ao encontro do Senhor. Veja como é fácil fazer esta experiência, através do testemunho de José Allison

Gostaria de dar algumas dicas para melhor aprofundarmos essa experiência com a Palavra, mas antes não poderia deixar de falar o quanto esse método de oração me inseriu no mistério da contemplação da face de Deus e da percepção de sua vontade para minha vida. Sou missionário da Comunidade Católica Shalom há quase oito anos. Dentro da Comunidade, conheci esse método de relacionamento com a Palavra de Deus e me apaixonei de tal forma que hoje procuro fazê-lo todos os dias. É um alimento para minha vida, é uma força para minha alma e um remédio para as minhas enfermidades. No encontro diário com a “leitura orante” da Palavra, alimento-me do Pão da Vida, do Cristo em sua Palavra. Esse encontro parado e a sós com Ele me levou a compreender o sentido de Jesus ter sido conduzido pelo Espírito ao deserto e lá ter sido tentado pelo demônio. Saiu vitorioso porque soube dar o seu SIM a Deus e à Palavra que lhe educara na fé, conduzindo-o também a dizer NÃO ao prazer, ao poder e ao possuir

(Mt 4,1-11), tudo por amor ao Pai que o enviou. Orando com a Palavra, tive muitas outras experiências fortes. Uma que muito me marcou foi um dia em que fazia a minha Lectio Divina diante do Santíssimo sobre a contemplação da face de Cristo em sua transfiguração. Senti dentro de mim uma alegria tão grande, tão forte, que nunca havia sentido antes. Era algo que muito me levava a desejar contemplar Deus face a face. Mas houve momentos em que precisei tomar decisões que comprometiam a minha vida e, através da Lectio Divina, fui sustentado no discernimento correto da Vontade de Deus. que nossos gloriosos santos e santas conseguiram fazer e acontecer tantos momentos de graças e alegrias nessa terra tomada pelo consumismo instantâneo e demasiado. Mas a devoção de adorar e venerar transforma espinhos em rosas. E não há nada aqui na terra que seja maior que a força de nosso amor, unido, por Deus. Pense nisso...

Alguns passos essenciais para a vivência da Lectio Divina: O primeiro deles é a LEITURA de um trecho da Palavra de Deus. Para que fique bem gravado na memória o que estamos lendo, é preciso insistir pela releitura, pelo menos quatro vezes e de preferência em voz alta. Depois, fazer a pergunta: o que o texto diz? Procurar perceber os personagens desse texto, as características do ambiente, onde eles se encontram, o que estão fazendo etc... O terceiro passo é o da ORAÇÃO. Através dela vou agora louvar, suplicar, pedir perdão... A pergunta que você deverá utilizar é: o que o texto me faz dizer a Deus? É o momento de permitir que Deus realize em nós aquilo que Ele desejar, é aqui que começamos a tomar conhecimento do que dizer a Deus diante da sua Palavra.

O segundo passo é a MEDITAÇÃO da Palavra, fazendo a seguinte pergunta: o que o texto me diz? É importante trazer a Palavra para o seu contexto de vida atual e perceber o que ela tem a ver com a sua vida hoje, qual mudança de comportamento ela lhe inspira? O quarto passo é a CONTEMPLAÇÃO. Nela somos convidados a olhar para o mundo e discernirmos o que fazer, como agir, e visualizar os frutos que a Palavra causou em nós. A partir de então, somos chamados a viver a novidade daquilo que a Palavra gerou nossas vidas. Seja você o protagonista na decisão de começar a leitura orante. Pegue a sua Bíblia, escolha um trecho da Palavra, tenha em mãos caderno e caneta para as anotações e deixe que o Senhor te conduza a essa descoberta da Palavra de Deus. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


08

A força de um chamado Caminhos para seguir a fé cristã não faltam. Mas, já sabe qual direção seguir? Qual vocação Deus reservou para você?

Você acorda cedo, toma café da manhã e se prepara para mais um dia de ofício, seja este trabalho – em casa ou fora – ou estudo. É uma rotina escolhida lá atrás, quando você acabou se dando conta que precisava, digamos assim, “ser alguém na vida”. E na vida de Deus, você já fez esta escolha? Pois bem, há várias maneiras de “ser alguém na vida” de Deus. A vocação está dentro de cada um, da mesma forma que o dom para ser um bom profissional. O que vale é seguir o coração e ir fundo na sua missão. “Mas como saber o meu caminho?”, você deve estar se perguntando. Simples, a Paróquia Santíssima Trindade tem a solução. Há um completo trabalho de vocação e discernimento

paroquial chamado de SAV – Serviço de Animação Vocacional. É através deste projeto que os sinais do chamado de Deus ficam mais visíveis para quem dele participa. O processo de opção vocacional acontece de forma tão consciente e livre que a pessoa por si só descobre seu próprio caminho. E o que não falta são caminhos para seguir a fé cristã. A pessoa pode ser sacerdote, consagrado, leigo, missionário, etc. A Ordem Capuchinha é um exemplo das inúmeras formas de vocação. A Revista Fraternos conversou com pessoas que estão se preparando para seguir sua missão e outras que já mergulharam de cabeça, junto com o Senhor, nesta aventura de levar Jesus Cristo aos demais irmãos.

Frei Luiz Antonio Frigo, OfmCap Mais de 30 anos de sacerdócio, Frei Frigo despertou muito cedo sua vocação. “A paróquia onde eu morava era de freis capuchinhos. E eles faziam orientação vocacional. Aí vieram os freis missionários e todo o trabalho deles me encantou. Eu acabei entrando com 12 anos já no seminário”, explica. Quando questionado sobre possíveis dúvidas em sua trajetória vocacional, o Frei não hesitou em responder: “dúvidas sempre surgiram, mas a orientação e o discerni-

mento ajudaram a saná-las, porque a vocação nasce pequena e tem que ser cultivada para crescer mais e mais”. Além de frei capuchinho, ele tem um grande dom para achar futuros vocacionados pelo Brasil a fora. “Eu busquei o Frei Cácio em casa. E ele recebeu de mim a orientação vocacional”, acrescenta. Com seu jeito todo especial para com os vocacionados, Frei Frigo fundou o Centro Vocacional da Província em Ponta Grossa – PR, lugar este que ajuda a formar novos frades capuchinhos todos os anos no Brasil.

Capuchinhos em números Frades Capuchinhos

Noviços

359

10.412

Postulantes

Sacerdotes

6.928 Frades não clérigos

1.726

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade

625 Diáconos permanentes

Diáconos Transitórios

125

14


9

Ir. Janete Emília da Silva A história vocacional desta irmã franciscana começa antes mesmo dela tomar ciência de sua missão. Natural de Nobres, cidade interiorana de Mato Grosso, Ir. Janete era catequista e membro da RCC. Ela lembra que o Frei Herculano e o seminarista Paulo, em 1992, acreditavam muito na vocação dela, coisa que ela mesma não achava que possuía. Foi então que a convite da Ir. Anete, ela e mais uma amiga vieram passar um tempo no convento em Florianópolis. Ela admite não ter se empolgado muito com a ideia. “Dei um passo no escuro. Acabei vindo sem saber o que ia encontrar”, acrescenta. A amiga, que estava bem mais animada do que ela com a vocação, acabou desistindo três meses depois, mas Ir. Janete continuou, pois algo dentro dela começou a aflorar.

Bruna Maria da Luz, noviça

Simão José da Silva Jr., vocacionado

Ao contrário da Ir. Janete, ela mesma desde muito cedo já sentia algo diferente dentro dela. “Com 10 anos falava para minha mãe sobre isso e ela dizia que eu era muito nova para pensar nessas coisas”, relembra. Mas quatro anos mais tarde, a inquietação atenuou e foi em busca de respostas. “A princípio achei que era uma vocação humanitária, depois descobri que ia além”. Por ser muito espontânea, muita gente achava que ela era a última pessoa a pensar em ser freira. “Alguns dizem que eu tive um estalo, pois fui atrás das irmãs para eu mesma entrar no convento”. Mesmo sendo nova, atualmente com 20 anos, ela garante que está no caminho certo. “Enquanto tiver esta força dentro de mim, continuarei firme e forte na minha vocação”, enaltece. O amor, para ela, é o sentido da vida. E falando nisso, a noviça é encantada pela trajetória de vida de São Francisco de Assis. “Ele [o santo] me ajudou a seguir a vocação, pois a história de vida dele é mais aberta e mais humana”, explica.

No ano 2010, faleceram

203 frades

“As pessoas sempre falavam para mim que ela [a amiga] ia ficar e eu não, mas aconteceu ao contrário”. Apesar de estar longe da família e viver algo que não esperava, Ir. Janete disse que foram nos momentos mais difíceis que teve a certeza que estava no caminho certo. “Quando eu pensava em desistir e dizia ‘eu vou embora’ me doía tanto que não podia ser verdade, era apenas da boca para fora”, emociona-se. Para a irmã, era Deus que dava forças para ela continuar ali. Hoje, trabalha como diretora do Colégio Menino Jesus e tenta passar aos educandos que o espírito religioso ajuda na formação plena do ser humano. “Muitos de nossos alunos, hoje, são políticos, empresários e pessoas de destaque na cidade. Alguns deles sempre vêm agradecer a formação dada e trazer seus filhos para esta continuidade”, finaliza.

Assim como a Bruna, Simão já sentia desde cedo um chamado muito forte. “Por ser muito novo [nove anos de idade], não sabia ao certo o que era”, acrescenta. As irmãs franciscanas o aconselharam a conhecer a Paróquia Santíssima Trindade. “Elas me diziam: ‘você tem que conhecer a Paróquia da Trindade, porque lá você vai encontrar freis capuchinhos”, contextualiza Simão que ao visitar pela primeira vez este espaço paroquial achou muito legal. “Quando cheguei aqui [na Trindade], o Frei Cácio foi muito receptivo e já me convidou para fazer acompanhamento vocacional”, recorda Simão que desde o final do ano passado já é atendido pelo frei Frigo para discernir bem certinho a sua vocação. Aos 17 anos e cada vez mais ciente do seu caminho – de ser frei capuchinho -, ele pretende ir para o seminário em 2012. “Eu me apaixonei pela Ordem Capuchinha, por se mais simples e carismática”, esclarece Simão que está todo entusiasmado para entrar no seminário. Ele diz que só está esperando completar 18 anos e os estudos para embarcar nesta aventura em nome de Deus.

Frades Cardeais

1

Os Capuchinhos estão em

Frades Arcebispos e Bispos

106 países 87

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade * dados extraídos do site ofmcap.org


10

VOCAÇÃO DO FREI FRANCISCANO CAPUCHINHO

Frei Luiz Antonio Frigo A vocação é o chamado que Deus faz ouvir ao homem que Ele escolhe e destina para uma obra particular no seu plano de salvação. A Igreja lembra continuamente que as comunidades cristãs têm o dever de ajudar cada homem e cada cristão a descobrir e a seguir sua vocação. Com efeito, todos os cristãos são chamados a realizarem-se como homens e como cristãos, vivendo sua vocação específica que lhes permita colaborar concretamente na edificação do Reino de Deus. A vocação para a nossa vida 1. Deus, na sua bondade, chama todos os fiéis leigos da Igreja à perfeição da caridade, nos diversos estados de vida, para promover a santidade de cada um e a salvação do mundo. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade

2. Cada um deve dar uma resposta de amor a esta vocação, com a máxima liberdade, de modo que assim a dignidade da pessoa humana se concilie com a vontade de Deus. 3. Alegremo-nos todos de coração agradecido, pela graça especial da vocação religiosa que o Senhor nos concedeu. 4. Correspondendo à nossa vocação de franciscanos capuchinhos, damos um testemunho público e social da vida de Cristo, já presente entre nós, e da sua vida eterna; seguimos a Cristo, pobre e humilde, e difundimos a sua mensagem, em toda a parte, a todos os homens, sobretudo aos mais pobres. 5. Assim, em fraternidade de peregrinos, praticando a penitência do coração e da vida, servindo a todos os homens em espírito de minoridade e de alegria, entregamo-nos à missão salvífica da Igreja.


11

Trindade Social

Sinta-se realmente na melhor idade

Enfim, os 60 anos chegaram. A aposentadoria veio para, então, aproveitar a vida. Os filhos criados, os netos são só alegrias... Mas o sossego e a falta de coisas para fazer se transformam em angústia. E, agora que temos tempo para tudo e para todos, parece que ninguém mais precisa da nossa atenção. É aí que você se engana. Talvez os filhos não precisem de sua ajuda, ou qualquer outro ente da família, mas há uma comunidade inteira necessitando de sua contribuição: a Igreja. É neste espaço sagrado que você encontra um motivo a mais para viver. Seus esforços e retribuições significam muito e fazem toda a diferença. Seja nas tardes de lazer e binguinho dos Grupos de Idosos, seja nas experiências e trocas de sabedoria no Clube da Experiência, seja no trabalho voluntário promovido pela Pastoral da Pessoa Idosa e da Solidariedade. Aqui o benefício é recíproco. Você se diverte e ao mesmo tempo deixa outras pessoas felizes. Veja abaixo algumas oportunidades de preencher seu dia com mais alegria e alguns motivos para seguir em frente:

Pastoral da Pessoa Idosa Faz visitas domiciliares e atividades para acompanhar o desenvolvimento físico, mental, social e espiritual das pessoas idosas, a fim de integrá-las no seio familiar e cristão, através de ações comunitárias, reuniões e confraternizações. Fique ligado! Dias 24 e 25 de setembro, acontece na sala São Bento uma Capacitação para agentes da Pastoral da Pessoa Idosa, das 8h até as 18h. Participe!

Grupo de Idosos da São Bento Oração e confraternização são peças chaves para cada encontro do grupo. As reuniões são feitas na Comunidade São Bento, no bairro Itacorubi, das 14h até as 17h de toda quinta-feira.

Clube da Experiência Os participantes fazem várias atividades durante os encontros, realizados nas primeiras e terceiras terças-feiras do mês - das 14h às 17h. Passeio, bingo, palestras, gincanas e reflexão são alguns dos tópicos desenvolvidos nas reuniões. Fique ligado! Dia 20 de setembro, haverá o Bingão do clube, a partir das 14h, no salão paroquial. Venha se divertir!

Clube de Idosos da Puríssimo Coração de Maria Toda segunda-feira, no período da tarde, você está convidado para se reunir com este grupo nas dependências da Comunidade Puríssimo Coração de Maria, no Jardim Anchieta. Jogos, brincadeiras e lanche da tarde são feitos em todas as reuniões.

Grupo Encontrando Amigos O local certo para fazer amizade e corações mais felizes. Isto porque o grupo visa resgatar experiências entre os participantes, com intuito de melhorar a vida comunitária e o exercício da fraternidade. Fique ligado! Os encontros acontecem na primeira quinta-feira do mês, a partir das 14h. O grupo conta ainda com oficina de tricô, crochê, colares e etc. Próximo encontro será dia 6 de outubro, na Paróquia. Compareça e divirta-se!

Atenção!

Se você quer apenas contribuir com alimentos, roupas, dinheiro ou confecções, entre em contato com a Ação Social pelo telefone 3025-6772, ramal 7. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


12

Trindade Social

Instituições realizam encontro Um encontro com professores, funcionários e voluntários da Casa São José, Casa da Criança e Creche São Francisco de Assis, foi organizado no dia 15 de julho pela Pastoral da Solidariedade. A ocasião contou com a palestra “Construindo Fraternidade”, ministrada pelo Frei Luiz Antonio Frigo, OFMCap, que fez os participantes refletirem sobre os problemas sociais e o

desafio de viver a fraternidade. Durante o evento, os colaboradores e voluntários das três instituições apresentaram pontos positivos aprimorados desde o encontro anterior. Ao término deste, decidiu-se pela organização de mais eventos semelhantes, em prol do desenvolvimento dos trabalhos realizados por todos e da formação das crianças assistidas.

Agradecimento pela doação de cobertores

Graças à resposta de toda comunidade e ao apelo da Pastoral da Solidariedade, a doação de cobertores foi um sucesso. A Campanha permitiu que muitas pessoas se sentissem aconchegadas e protegidas do frio, além de colaborar com as seguintes entidades e grupos: Pastoral Carcerária, Hospital Universitário, Asilo Irmão Joaquim, Casa Lar – Santa Mônica, grupo de estudantes haitianos que vieram estudar na Universidade Federal de Santa Catarina e famílias carentes de nossa comunidade. Luzia Rosa de Oliveira e Sileide Lisboa

Um toque de carinho para as futuras mamães Para uma bela gestação, as futuras mamães precisam de carinho e apoio. Muitas não encontram isso em casa e vêem como solução sair à procura de auxílio. A Paróquia Santíssima Trindade é o lugar certo para elas. O grupo de gestantes paroquial, desde 2000, proporciona uma melhora na qualidade de vida das mães e seus bebês em vários aspectos: físico, mental, espiritual e emocional. Há ainda orientação sobre a importância do leite materno e da família. A cada encontro, um tema envolvendo maternidade é abordado. Palestrantes de diversas áreas do conhecimento se disponibilizam a ajudar as gestantes. As futuras mamães participam de, no mínimo, oito encontros, para então ganharem um enxoval completo para o neném, confeccionado por paroquianas voluntárias. O grupo se encontra toda quinta-feira das 14h às 16h. Você precisa de ajuda ou conhece uma gestante que precisa? Entre em contato com a paróquia pelo telefone: 3025-6772.

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


Agentes da Mudança

13

Os frutos da Escola da Fé e Vida A Revista Fraternos fez uma entrevista exclusiva com a coordenadora do projeto, Clélia Buriol Zanuzo, para saber mais sobre o sucesso e a metodologia deste programa de aprofundamento e compreensão da fé nos dias atuais

A Escola da Fé e Vida visa o aprofundamento e a compreensão da fé, não é mesmo? Este objetivo, para você, vem sendo alcançado na Paróquia da Trindade? R: Observando-se o grande envolvimento dos alunos nas diferentes pastorais, movimentos, serviços e ministérios, na Santa Eucaristia e na vida da comunidade, podemos afirmar que a Escola da Fé e Vida vem alcançando seu objetivo. Por ser uma escola diferente, com metodologia diversificada, você acredita que a Escola da Fé e Vida proporciona um ambiente escolar mais convidativo para quem dela participa? R: A metodologia adotada pela Escola, centrada na pessoa (VER, DISCERNIR E AGIR), permite olhar para diferentes realidades. Buscar respostas para essas realidades a partir de Jesus Cristo, e encaminhar ações concretas de mudanças das realidades de desamor é, sem dúvida, um convite especial à participação das pessoas, na Escola da Fé e Vida. Quem não gosta de estar em um ambiente acolhedor e humano? Aqui é assim. Falando em participantes, o público-alvo que essa escola pretende atingir seria qual? Há limite de idade? A pessoa tem que estar inserida na Igreja? R: Procuramos atingir, primeiramente, nossos paroquianos, mas estamos abertos a todas as pessoas que buscam uma experiência pessoal de fé, formação bíblica, humana e espiritual, vivência comunitária e ardor missionário. E, para isso, não há limite de idade e nem é necessário estar inserido na Igreja. Todos são convidados a caminhar conosco. Procurando, humildemente, seguir os passos de nosso Mestre Jesus Cristo, a intenção da Escola é acolher as diferenças, demonstrando amor a todos, como Jesus nos pede. Do começo do ano até agora, o que foi abordado na Escola da Fé e Vida? Entre os temas trabalhados, você pôde perceber evolução e melhor compreensão dos integrantes em relação à Igreja e fé cristã?

R: Nestes três anos de funcionamento da Escola, temos trabalhado com temas diversificados que respondam aos interesses dos alunos e da comunidade como um todo. Pelo número de participantes nos encontros mensais, cremos que houve evolução. A equipe de organização dos encontros trabalha para isso. Quem quiser hoje participar, como faz? Precisa pagar alguma taxa? Onde procurar mais informações? R: A escola é aberta a todos e de forma gratuita. Para fazer parte do grupo de alunos, basta fazer a inscrição, em qualquer época do ano, na secretaria paroquial, de segunda a sextafeira das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 15h. Nos dias dos encontros mensais, é possível inscrever-se na secretaria da Escola da Fé e Vida, ou ainda, pelo e-mail secretariadatrindade@ yahoo.com. Os encontros acontecem sempre nas primeiras quartas e quintas-feiras de cada mês, das 19h30 às 22h, no salão paroquial da Paróquia Santíssima Trindade. Os temas das palestras são amplamente divulgados e todos encontros e faça sua são convidados Participe dos próximos da Fé e Vida 2012. a participarem. inscrição para a Escola Aqueles que – Teologia Litúrgica: Setembro - 31/08 e 01/09 frequentam Normas da Igreja regularmente a Escola e que dez mandamentos da Outubro - 05 e 06 – Os obtiverem tos da Igreja Católica, lei de Deus, Mandamen frequência igual e Pecados Capitais Dons do Espírito Santo ou superior a História da Igreja: 75% recebem Novembro - 09 e 10 – A zimo certificado no final Concílios, Catequese, Dí do ano.

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


14

Agentes da Mudança

Visita aos catequizandos

Com o objetivo de comunicar e partilhar o dom do encontro com Cristo e estreitar a amizade de nossas crianças e jovens na fé, os catequistas de toda a Paróquia começaram, neste semestre, a visitar as famílias dos catequizandos e crismandos. O acolhimento de nossos catequistas nessas casas tem trazido grande satisfação: todos foram recebidos muito bem, inclusive ganhando um gostoso cafezinho. Durante a visita há a bênção do lar e a oportunidade para o catequista conhecer melhor a família da criança e do jovem, algo essencial para um trabalho em equipe na evangelização destes. Dado o grande número de famílias, as visitas continuarão no próximo ano para contemplar as casas que não receberam os catequistas neste período. Bernadete Lisboa

Gincana Bíblica

No mês de setembro, acontece também a tradicional Gincana Bíblica para catequese de Eucaristia I e II, em todas as comunidades. É um momento em que, de maneira divertida, os catequizandos aprendem um pouco mais sobre a Bíblia e o evangelista deste ano, São Mateus. Diversas brincadeiras educativas são preparadas: jogos de perguntas e respostas, cruzadinhas e caça-palavras. Todas relacionadas ao tema da gincana ou à Bíblia. A solidariedade dos catequizandos é estimulada, uma vez que as equipes devem levar alimentos e livros para doação, a fim de conseguirem mais pontos. Assim, eles também vivenciam aquilo que aprendem na catequese. Bernadete Lisboa

Aconteceu Cantos franciscanos Frei Jorge da Silva ministrou formação musical voltada para o canto franciscano, na Igreja Matriz, nos dias 02 e 03 de setembro. Durante o encontro formativo houve a participação dos jovens, que animam as missas na paróquia por meio da música.

Rito Romano Ministros, leitores, grupos de música litúrgica e demais interessados na liturgia da celebração eucarística participaram, no dia 28 de agosto, de uma formação sobre Rito Romano em nossa paróquia.

Coração e partilha

Dízimo, ato de gratidão e participação Dízimo, como definiu a Arquidiocese de Florianópolis é uma contribuição voluntária, regular, periódica e proporcional aos rendimentos recebidos que todo batizado deve assumir como obrigação pessoal, mas também como direito em relação à manutenção da vida de sua Igreja local onde vive sua fé. Dízimo é uma forma concreta de manifestar a fé em Deus, um modo de viver a esperança em seu Reino de vida e justiça, um jeito de praticar a caridade em comunidade. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade

É ato de fé, de esperança e de caridade. Pelo Dízimo, podemos viver essas três importantes virtudes cristãs, chamadas de virtudes teologais, porque nos aproximam diretamente de Deus. Dízimo é compromisso de cada cristão; uma forma de devolver a Deus uma parte daquilo que se recebe, é um ato de agradecimento. Representa a aceitação madura e consciente do dom de Deus e a disposição de colaborar com seu projeto de felicidade para todos. Dízimo é agradecimento e partilha, já

que tudo o que temos e recebemos vem de Deus. É também reconhecimento da soberania de Deus sobre todas as pessoas, as coisas, as relações e as instituições, que são gratidão pela ação de Deus em nossas vidas, em que Ele, através dos meios materiais colocados a nossa disposição, nos provê bem estar material, e também nos chama à caridade e a partilha. Pastoral do Dízimo


15

Girando

JMJ no olhar dos paroquianos

Bell Rodrigo e Inessa Vieira falam com entusiasmo sobre a Jornada Mundial da Juventude ocorrida em Madri

“Foi algo santificador, que me fortaleceu na fé”, conta o paroquiano Bell Rodrigo, membro do grupo de acólitos da Trindade que, assim como Inessa Vieira, paroquiana que atua na evangelização de universitários, participou da 16ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Madri, na Espanha, no mês de agosto. Como eles, mais de 10 mil brasileiros estiveram nas celebrações com o Papa Bento XVI e também nas programações de confraternização entre os jovens de vários países diferentes. Inessa Vieira passou um mês em Madri e percebeu a surpresa dos madrilenos ao ver os jovens do Papa Bento XVI. “Acho que pensavam que nós éramos frios e ficaram espantados com tantos jovens cantarolando que amavam o Papa, em metrôs, restaurantes e praças”, conta Inessa. Quando esteve na Praça de Cibelles, onde o Papa celebrou missas, Bell Rodrigo viveu uma experiência única com

Jufra participa de encontro arquidiocesano

Aconteceu no dia 13 de agosto, o encontro da Família Franciscana da Arquidiocese de Florianópolis. Na ocasião, estiveram presentes integrantes da JUFRA da Paróquia Santíssima Trindade. Lá, a JUFRA apresentou um teatro que narrava um trecho da vida de Santa Clara de Assis, já que seu dia foi comemorado em 11 de agosto.

a realidade universal do catolicismo expressa nas diversas línguas e nacionalidades. “Quando ouvi a voz do Papa percebi que algo ainda mais forte o movia para seguir firme na fé e isso foi contagiante”, diz. Para Inessa Vieira, a Jornada cumpriu a missão de mostrar ao mundo que a fé continua viva. “Mais de um milhão e meio de jovens demonstrando que Deus é e sempre será o único sentido de viver, que a Igreja não está falida e que o Papa é o nosso pastor”, ela se emociona. Para Bell Rodrigo, a despedida do Papa foi especial. “Enfrentando 45 graus intensos sem qualquer proteção senão a divina. Resistimos até que uma forte tormenta interrompeu a fala de Bento XVI.” Em 2013 a JMJ será no Rio de Janeiro. Bell Rodrigo e Inessa Vieira incentivam todos a participarem e perceberem que os jovens são um presente para a Igreja.

Jornada reúne jovens da Arquidiocese Mais de mil jovens se reuniram no dia 28 de agosto para participar da primeira edição da Jornada Arquidiocesana da Juventude. O evento foi promovido pelo Setor de Juventude da Arquidiocese e o local escolhido para a sua realização foi o Centro de Evangelização Angelino Rosa, em Governador Celso Ramos. O tema “Enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé” (Cl 2,7) inspirou todo o encontro, iniciado às 8h30 com desfecho às 17h30. A juventude da Paróquia Santíssima Trindade esteve presente nesta pioneira edição.

Simão José da Silva Jr. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


16

Comunhão Fraterna

HORÁRIO DE MISSAS: - Matriz - Trindade: de terça a sexta, às 19h30; sábado, às 18h; domingo, às 8h, 10h, 18h e 20h - São Bento - Itacorubi: sábado, 19h30; domingo, 8h e na primeira sexta do mês, missa da saúde, às 15h - Puríssimo Coração de Maria - Jd. Anchieta: sábado, a partir das 18h - São José - Serrinha: sábado, às 19h30 - Nossa Sra de Guadalupe - M. do Quilombo: domingo, a partir das 9h30 - Santo Agostinho - Pantanal: domingo, às 19h30 - Nossa Sra. Aparecida - M. da Penitenciária: domingo, a partir das 8h30 - São Francisco de Assis - Poção: terceira quarta-feira do mês, às 20h - Templo Ecumênico - UFSC: sextas-feiras, às 12h15 - Hospital Universitário - HU: Missa da Saúde, as quartas-feiras, a partir das 15h - ACOJAR - Santa Mônica: última terça-feira do mês, às 20h

Agende-se 28/09

Encontro dos pais, na Casa São José, às 13h

30/09

Confissões dos catequizandos da 1ª Eucaristia, na Matriz, das 9h às 12h e das 14h às 20h30

01/10

Bênção aos animais, na Matriz, às 15h

04/10

Filme de São Francisco do Clube da Experiência, no Espaço São José, 14h

Expediente paroquial: - de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h45 - sábado, das 8h às 15h30 - domingo, informe-se nas Missas

06/10

Entrega de cestas básicas na Matriz, às 14h

Aconteceu

Fiéis rezam por vocações

As vocações franciscanas capuchinhas estiveram nas intenções dos terços que os fiéis da Santíssima Trindade rezaram durante todo agosto, mês vocacional. A oração foi conduzida durante todas as noites na Matriz e na Comunidade São Bento. Sete grupos da paróquia se revezaram na intercessão: Renovação Carismática Católica, Apostolado da Oração, Ministros da Eucaristia, Pastoral Familiar, Pastoral Vocacional, Capelinhas de Nossa Senhora e Conselho de Pastoral Paroquial.

08/10 Bingo das Três Casas, no Salão Paroquial, às 20h

09/10 Visita à Fazenda da Esperança

12/10 Missa Solene em honra a Nossa Senhora Aparecida: às 8h, na Matriz; 9h, na Com. N. Sra. Aparecida; às 19h30, na Matriz; e às 19h30, na Com. São Bento

13/10 Início do Tríduo em preparação a Festa de Santa Margarida Maria Alacoque, às 19h30

13/10 Missa de 1ª Eucaristia, às 19h30, na Com. São Bento

Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


13h

aristia, 0h30

17

Festas Festa de São Bento

Depois da Festa da Santíssima Trindade, a Comunidade São Bento convidou todo o público para participar, de 7 a 10 de julho, das celebrações e dos festejos em honra ao seu Padroeiro. A festa contou com tríduo, celebração na casa dos casais festeiros e procissão com a imagem de São Bento. No segundo dia de festa houve procissão motorizada e no terceiro dia foi a vez dos festejos populares com barracas, música e apresentações culturais (boi de mamão, pau de fita, dança dos casais, etc). Uma missa solene encerrou os festejos no dia 10 de julho, quando também houve apresentação dos novos festeiros e um almoço, além de bingo tradicional e apresentação de pau de fita.

eriên-

14h

l, às

a . N. s

de h30

m.

Festa de Santo Agostinho Aproximadamente 500 paroquianos e visitantes participaram do 26º Festejo de Santo Agostinho, no mês de agosto, organizado pela comunidade Pantanal. Em homenagem ao santo padroeiro da comunidade, uma carreata percorreu as ruas do bairro até a Igreja Matriz, Santíssima Trindade, no sábado 27, para a missa das 18h. No domingo, 28, além da programação religiosa, houve almoço de confraternização para os paroquianos e convidados. Os custos do evento foram cobertos com a venda de 610 cartelas do bingo realizado no início de agosto.

Festa do Puríssimo Coração de Maria A santa missa no Jardim Anchieta, no Córrego Grande, abriu o tríduo da festa do Puríssimo Coração de Maria, no dia 18 de agosto. A comunidade saiu às ruas do bairro, em procissão luminosa, após a reza do terço, no segundo dia do tríduo. Esta iniciativa tem por objetivo fortalecer a devoção mariana na comunidade, que existe desde 1933. As homenagens em honra ao Coração de Nossa Senhora contaram com o trabalho conjunto da catequese, ministros, grupo de liturgia, grupo de música e do Conselho Pastoral da Paróquia (CPP), da comunidade. O tríduo foi encerrado no dia 21, com missa e coroação de Nossa Senhora. Fraternos Paróquia Santíssima Trindade


18

Cantinho da Catequese

Aprenda brincando 1. O ________ deverá ser um santo de calças jeans na Terra e sua vocação tem que ser discernida para que este sempre permaneça no caminho do Senhor. 2. Sentir com o _____________ e agir de acordo com este são ações necessárias para ouvir melhor o chamado de Deus. 3.

A vocação ____________ foi o chamado que Deus escolheu para os freis de nossa Paróquia.

4.

A _________ de Deus nos ajuda a discernir e aprofundar nossa vocação.

5.

Falar com o Senhor através da ___________ é uma forma de nos aproximar de nosso chamado.

6.

Nossa __________ é levar o Evangelho àqueles que não conhecem Jesus Cristo.

7. Os __________ têm a missão de fazer com que o mundo entre em comunhão com o mistério que a Igreja representa.

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.

V O C A Ç Ã O

Assim como a Júlia e a Anarela, mostre todo seu amor pela a Igreja e pela Santíssima Trindade neste espaço exclusivo para você! Fraternos Paróquia Santíssima Trindade

Resposta.:

Pinte e Borde na Revista


@catecismojovem Leia e surpreenda-se!

A Par贸quia da Sant铆ssima Trindade recomenda


Prepare-se Missa de São Francisco na TVBV

Dia 2 de outubro, às 7h


Revista setembro