Issuu on Google+

Informativo do Centro Educacional Dom Bosco e da Paróquia Santo Antônio - Joinville/SC - Novembro/2011 | Ano 2 | Nº 17

A esperança cristã “Eles estão diante do trono de Deus. Aquele que está sentado no trono os abrigará em sua tenda. Já não terão fome, nem sede, nem o sol ou calor os abrasará, porque o Cordeiro (Jesus Cristo), que está no meio do trono, será o seu pastor e os levará às fontes da água viva; e Deus enxugará toda lágrima de seus olhos” (Ap 7,15-16)

Visitações continuam no próximo ano

Pág. 4


Editorial

Uma certeza acima de todas as dúvidas Novembro é conhecido como o mês da esperança cristã. Nele refletimos sobre nossa vida e nossa história, se estamos caminhando para possuir todos os bens da terra ou por um prêmio mais valioso: o Céu. O dia 2, logo no início do mês, causa, em alguns, tristeza; em outros, solidão; em muitos, a saudade. Lembramos de nossos falecidos e a dor por vezes atinge o nosso peito. Muitas são as dúvidas também sobre onde eles estão e se vamos ou não nos encontrar no mesmo lugar um dia. Mas acima de todas as dúvidas, uma certeza deve tomar conta da alma do cristão: a esperança. Segundo o Catecismo da Igreja Católica, “a Esperança responde à aspiração de felicidade colocada por Deus no coração de todo homem; assume as esperanças que inspiram as atividades dos homens; purifica-as para ordená-las ao Reino dos Céus; protege contra o desânimo; dá alento em todo o esmorecimento; dilata o coração na expectativa da bem-aventurança eterna” (§ 1818). Ter esperança não significa esperar, mas vem do verbo esperançar. Sendo isso, constitui uma ação que parte da nossa livre vontade, algo que assumimos e vivemos. Que possamos refletir nesse mês sobre como podemos nutrir essa esperança de Deus e ter a certeza de que Ele, em sua infinita misericórdia, cuida de nós, aqui e quando passarmos para a vida eterna. Boa leitura!

Aconteceu Festa em honra a São Francisco de Assis A Paróquia Universitária São Francisco de Assis realizou um Tríduo em preparação aos festejos do Santo Padroeiro. No dia 2 de outubro, a Comunidade Matriz da Paróquia Santo Antônio animou a celebração litúrgica que teve como presidente da celebração o vigário paroquial P. Lino Satler, SDB. A equipe celebrativa estava composta por liturgos, equipe de animação do canto litúrgico, coroinhas e acólitos.

2 Presença Salesiana | Novembro/2011

Experiência Salesiana

Espontâneo

Pe. Severino Piccinini, SDB

Espaço para que você dê a sua opinião.

“Minha experiência nestas missões está sendo muito gratificante. Muitas vezes saio de casa cansado e desanimado. Quando chego na comunidade e encontro os outros missionários, o cansaço o e o desânimo começam a ir embora e o Espírito Santo começa a tomar conta de mim. No momento em que chego a uma casa, principalmente as mais humildes, vejo no semblante das pessoas que elas estão necessitando da Palavra de Deus. Ali o Espírito Santo toma conta totalmente da minha pessoa e neste momento percebo que tanto a pessoa que está me recebendo quanto eu e meu companheiro de missão ficamos cheios da Paz e do Espírito Santo. Quando retorno para a comunidade e para a minha casa, volto renovado e animado para enfrentar os obstáculos do dia a dia. O trabalho missionário está sendo muito importante para a nossa comunidade, pois estamos conhecendo melhor as pessoas, as suas necessidades, para que possamos auxiliálas de uma forma mais correta. Também é uma maneira de divulgar as nossas pastorais e a comunidade como um todo. O trabalho já está rendendo alguns frutos, muitas pessoas que estavam afastadas começaram a participar das Missas. Também já estamos, através dos ministros extraordinários da Eucaristia, atendendo pessoas idosas e doentes que necessitam da Sagrada Comunhão e a comunidade não tinha conhecimento.” Jaime Nicolau Nicolodi

Salvos na esperança Queridos paroquianos e paroquianas. É tempo de pensar na esperança. A esperança é uma das três virtudes teologais. Juntamente com a fé e a caridade, forma a base de toda a nossa vida sobrenatural. Para quem deixa esta vida e vai para Deus não é preciso mais ter esperança: já possui o que esperava. Também não e preciso mais ter fé, pois a visão face a face de Deus e de tudo o que se almeja nesta terra, supre a necessidade de se crer. Na outra vida só permanece a caridade, ou o amor, porque na vida eterna o amor será a tônica que replena a existência com Deus. Nossos entes queridos que nos deixaram e que lembramos com frequência, mas especialmente no dia de Finados, nos ensinam que nós precisamos ter esperança. A esperança nos impulsiona para frente, para alcançar os nossos objetivos cristãos e humanos. Ao prestarmos a nossa homenagem aos mortos, que são parte de nossa vida, tenhamos muita esperança de que alcançaram a verdadeira Vida e que nós também chegaremos a ela. Quantas celebrações bonitas neste final de ano. Crismas em todas as comunidades: jovens e adolescentes confirmados na fé, aptos a assumir as responsabilidades cristãs. Primeiras Eucaristias em todas as comunidades: crianças e adolescentes dando um caloroso abraço em Jesus e dizendo a Ele que com Ele querem permanecer para ajudar a Igreja a crescer! Coloquemo-nos dispostos a acompanhar nossas crianças, nossos adolescentes e jovens para que sejam uma presença constante nas celebrações de nossos Mistérios, especialmente no Mistério da Eucaristia. Assim estaremos sendo missionários dentro de nossas casas, nas nossas comunidades e na nossa Paróquia.

AJS

Presença da juventude

Jovens participam de mais uma etapa da Escola de Líderes

O incentivo à educação brasileira

O evento abordou temas como Juventude, Salesianidade e Planejamento

Nos dias 24 e 25 de setembro, a Articulação da Juventude Salesiana (AJS) de Joinville realizou, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, a segunda etapa da Escola de Coordenadores e Líderes da Paróquia Santo Antônio. Mais de 30 jovens participaram do momento de formação que envolveu os temas: Juventude, Salesianidade e Planejamento. Além dos momentos formativos, conduzidos pelos assessores e pelo Ir. Newton, vindo de Viamão/RS, os jovens tiveram a oportunidade de apresentar a identidade dos seus grupos em uma noite cultural. Entre

as apresentações estavam danças, cantos, teatro e dinâmicas. No primeiro semestre de 2011 aconteceu a primeira etapa da escola. Essa atividade de formação é tradicional na AJS de Joinville e acontece anualmente. O objetivo da formação é garantir que os coordenadores estejam preparados para fazer um planejamento de qualidade para os próximos anos. Alguns jovens que participaram da escola deram seus depoimentos sobre o que é juventude. Para conferir estas declarações, acesse o site abaixo: http://youtu.be/nqdpNZVfxNM.

Presença da Juventude

Presença de todos

O Brasil é um país novo composto por diferentes povos, raças e costumes, e essa miscigenação nos tornou o que somos hoje. Diferente das outras nações nós temos o “jeitinho brasileiro” para tudo, até mesmo para a educação. Nós já fomos colônia de Portugal, já passamos pela ditadura militar e hoje chegamos a tão sonhada democracia. Mas que democracia é essa? Se hoje ela é corrompida pela corrupção de quem confiamos nosso voto e ignorada pelo fundamento mais básico que é a educação. O governo investe muito pouco nas estruturas físicas das escolas públicas. Outro problema grave e que nós estudantes enfrentamos são as greves de servidores públicos municipais, estaduais e até federais. Eles não estão errados em reivindicar seus direitos, pois ninguém merece ter o salário congelado por dez anos como previa uma proposta de lei que estava na câmara para ser votada; e é uma injustiça o piso salarial não ser compatível com a sua formação acadêmica. Bela motivação que os alunos e os professores terão em uma estrutura física ruim, a não valorização do seu trabalho. O pior de tudo é que nossos impostos são convertidos em aumento de salário de senadores, mensalão e outros tipos de corrupção. Só através da educação de qualidade e investimento sério por parte dos políticos poderemos mudar esse país que se chama Brasil. Autores: Eliton Cristian e Robson Souza, educandos do CEDB

Arca da Aliança realiza 6º Força Jovem A sexta edição do Força Jovem, promovido pela Comunidade Arca da Aliança, aconteceu no dia 25 de setembro, no Centro Educacional Dom Bosco (CEDB). O evento iniciou às 8h, com a Santa Missa. Durante todo o dia foi oferecido aos jovens atividades radicais como paredão de escaladas, falsa baiana, teia, apresentações

de dança, mini torneio de futsal e muito mais. Segundo os organizadores, tudo foi feito para promover o lazer e a convivência sadia entre jovens com idade de 13 a 21 anos, unindo atividades esportivas à espiritualidade. Para conferir outras fotos do evento, acesse: www.arcadaalianca.com.br.

Presença Salesiana | Novembro/2011

3


Presença de comunhão

Missões populares

Visitações continuam em 2012 Paroquianos não desanimam e ampliam tempo para a segunda etapa do Triênio Missionário

Desde agosto, as comunidades da paróquia se empenham nas atividades propostas pelo segundo ano do Triênio Missionário da Diocese. As visitações têm sido o ponto alto das Missões, quando paroquianos saem pelas ruas de seus bairros e anunciam o amor de Deus nas famílias. Com mais da metade das casas já visitadas e o início da correria de final de ano, algumas comunidades decidiram parar um pouco os trabalhos e continuar em 2012. “Neste mês de outubro ainda tivemos visitações, mas depois vamos parar um pouco por causa dos preparativos dos 25 anos da Comunidade Cristo Bom Pastor, quando precisaremos da ajuda de todos nessa grande festa”, explica Rosimeire da Luz Cardoso, coordenadora do Conselho Comunitário de

Pastoral (CPC). A Comunidade Nossa Senhora Aparecida fechou as atividades missionárias do ano em uma missa, no dia 23 de outubro. Já a Matriz, reuniu seus missionários no dia 29 para encerrar as visitações deste ano. Todas devem continuar os trabalhos no início de 2012. Entretanto, nem todas vão parar. A Comunidade Cristo Bom Pastor colhe frutos das visitações e quer continuar até as festas do fim de ano. “A chuva e as ruas em um mau estado de conservação, com muita lama e buracos, fizeram com que o trabalho ficasse atrasado. Mas estamos perseverando e já visitamos cerca de 120 casas. As visitações continuarão acontecendo, sempre segundo a disponibilidade dos missionários. Vamos fazer até

cansar”, brinca Alaercio Gadotti, coordenador do CPC da Comunidade Nossa Senhora de Fátima.

No dia 23 de outubro, dia mundial das Missões, a Comunidade Nossa Senhora Aparecida celebrou, às 9h, uma Missa de Ação de Graças pelas Santas Missões Populares. Durante os meses de julho, agosto, setembro e outubro, os missionários da comunidade realizaram visitações nas casas, levando a “Boa Notícia” às famílias do Bairro Bom Retiro. Quer estivesse chovendo ou com sol, os missionários não se deixaram abater e, com muito entusiasmo e ilumina-

dos pelo Espírito Santo, saíram às ruas para evangelizar. Neste período, foram feitos mais de 12 dias de missões, sendo visitadas 44 ruas e 1.260 casas. A missa de Ação de Graças foi presidida pelo P. Andreas Tonon, SDB, enquanto a liturgia esteve a cargo do Conselho de Finanças e a animação, do grupo Melodia Juvenil. Os missionários entraram em procissão com a equipe litúrgica, todos vestindo a camiseta das missões e trazendo a cruz missionária.

Comunidades se preparam para Assembleias Os coordenadores de pastorais, ministérios e movimentos da Paróquia e das comunidades estão em preparação para as Assembleias de novembro. Primeiro será realizada a Assembleia Paroquial no dia 12, que levará o planejamento pastoral, a agenda de 2012 e eleição para nova coordenação do Conselho de Pastoral da Paróquia (CPP). Depois será a vez das comunidades reunir suas lideranças e decidir os assuntos da Igreja local.

Retiro para casais de segunda união No dia 19 de novembro, acontecerá na Sede do ECC um retiro para casais de segunda união, das 14h às 18h. O encontro tem como objetivo acolher os casais e proporcionar integração, para que eles participem da Pastoral Familiar e tenham formação necessária para se inserirem nos trabalhos pastorais das comunidades. Mais informações na secretaria paroquial.

4 Presença Salesiana | Novembro/2011

Presença da Família Salesiana

Um dia para Nossa Senhora Aparecida

Salesianos Cooperadores reúnem coordenadores e formadores

Centenas de devotos agradeceram a Senhora do Brasil pelas bênçãos de sua intercessão na comunidade da Paróquia Já na manhã do dia 12 de outubro, os devotos de Nossa Senhora Aparecida se concentraram em frente da Igreja Matriz Santo Antônio para a procissão em honra a padroeira do Brasil e de uma das comunidades da Paróquia. A procissão motorizada saiu pelas ruas do bairro Bom Retiro. Enquanto um carro levava a imagem de Nossa Senhora Aparecida, os outros padroeiros das comunidades da paróquia eram lembrados em outros veículos que seguiam a procissão. Diversas famílias saíram de suas casas e acompanhavam com o olhar a procissão. Alguns até soltaram fogos de artifício ao verem a imagem. Ao chegarem na comunidade, os carros e pessoas eram aspergidos com água benta pelos ministros da Eucaristia que estavam em um caminhão. A Missa solene foi celebrada às 10h, com a presença de devotos e festeiros, seguida de um almoço festivo. Para ver mais fotos, acesse a página: http://bit.ly/nZdjSG.

Nos dias 24 e 25 de setembro, os coordenadores e formadores dos Centros Locais da Província de Porto Alegre se reuniram na cidade de Joinville para o seu segundo encontro anual. Participaram também a Delegada FMA - Ir. Carmen Demarchi e o Delegado SDB - Pe. Severino Piccinini. A reunião aconteceu no Centro de Formação da Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Num clima de muita alegria, entusiasmo e espiritualidade, os integrantes, orientados pela Coordenadora Provincial – SC, Glória Milano, deliberam sobre a organização dos Centros e os setores de Secretaria, Administração e Formação. Para ânimo de toda a Associação, percebeu-se o importante trabalho realizado na formação inicial com os 45 aspirantes que estão se preparando nos centros locais. Com a orientação do SC Luiz Marcos Schatzmann, continuou-se o trabalho de reflexão sobre os conteúdos desenvolvidos neste processo e os subsídios já elaborados pelos irmãos da Província BPA. Por Lygia Mara Jaques

Família Salesiana

Dia Mundial das Missões

Devoção

Coroinhas são enviados nas comunidades

Salesianidade é tema de formação paroquial

Dezoito coroinhas e acólitos da Comunidade Nossa Senhora Aparecida receberam o envio diante da comunidade para desempenharem suas funções no serviço do altar. A celebração ocorreu no dia 25 de setembro, e foi presidida pelo P. Severino Piccinini, SDB. A Missa foi concelebrada pelo P. José Edemar Rauber, SDB, que acompanhava os 120 coroinhas de Itajaí que estavam em visita a paróquia. A Comunidade Cristo Bom Pastor enviou 24 novos coroi-

O tema da formação paroquial de outubro foi Salesianidade. Assessorado por Pe. Ademir Ricardo Cwendrych, SDB, coordenadores e lideranças puderam saber mais sobre o carisma, a espiritualidade, a opção preferencial pelos jovens, o sistema preventivo elaborado por Dom Bosco e outros assuntos.

nhas e seis acólitos em uma celebração no dia 8 de outubro, presidida também pelo pároco. Acompanhados de seus pais ou padrinhos, nas celebrações, os coroinhas e acólitos fizeram a procissão de entrada, seguidos pela equipe celebrativa. Após a homilia começou o Rito de Investidura dos coroinhas, onde os pais e padrinhos que, levando as vestes, tiveram a satisfação de vestirem seus filhos com a túnica e a madrinha ou a mãe vestiam a sobrepeliz.

Novos ministros recebem provisão em novembro No dia 23, a Paróquia Santo Antônio vai contar com novos ministros extraordinários da Sagrada Comunhão. A Santa Missa em que esses paroquianos receberão a provisão para o exercício do ministério será celebrada às 19h. São estas as suas funções: distribuição da comunhão na missa; distribuição da comunhão fora da missa, aos doentes ou outras pessoas que com razão o solicitem; administração do viático; exposição do Santíssimo Sacramento para adoração dos fiéis (mas não a bênção com o mesmo). Presença Salesiana | Novembro/2011

5


Ação

Presença da salesianidade

Jogos

Gincana Bíblica no CEDB

CEDB realiza sua 11ª Olimpíada de Dom Bosco

Os dias de competição foram marcados pela amizade e o espírito de equipe

Nos dias 19 e 20 de outubro, foi realizado a 11ª Olimpíadas de Dom Bosco. Educandos do CEDB participaram da solenidade de abertura com o momento de juramento de todas as equipes. Os cursos de Serviços Administrativos e as oficinas de artesanato, música, dança e informática participaram das Olimpíadas de Dom Bosco ao escolher um nome criativo, criar suas bandeiras e seu grito de paz. Os educadores participaram das arbitragens e organização das atividades propostas, seguindo as modalidades executadas: tênis de mesa, vôlei, futebol, basquete, provas de atletismo, “mata-soldado”, circuito de pequenas provas, “engenhoca” e Certame de Dom Bosco. Os dias de competição foram marcados

Foi realizada, entre 22 e 29 de setembro, a Gincana Bíblica, em sintonia com o Mês da Bíblia, com o tema “Travessia: Passo a passo, o caminho se faz” e com o lema “Aproximai-vos do Senhor” (Ex 16,9). Os educandos das 16 turmas do Curso de Serviços Administrativos, das quatro de Informática e das seis turmas das Oficinas de Artes, Dança e Música estudaram, executando tarefas em pequenas equipes, alguns capítulos do Livro do Êxodo (Ex 15,22–18,27).

CEDB participa do III Festival de Fanfarras de Joinville

A história de doação e entrega do beato salesiano Artemide Zatti tem sido apresentada aos paroquianos através de gibis distribuídos pelos padres da Paróquia. Em cada missa dos Grupos Bíblicos de Reflexão realizada nas casas em setembro e outubro, os padres levavam a publicação e incentivavam o povo a conhecer o beato que dedicou sua vida ao cuidado dos doentes. Mas quem foi Artemide Zatti? Nasceu em Borebi (Reggio Emilia, Itália), em 12 de outubro de 1880. Não demorou muito para experimentar a dureza do sacrifício; aos nove anos já ganhava a vida como trabalhador braçal. No início de 1897, forçada pela penúria, a família emigrou para a Argentina, indo se estabelecer em Bahía Blanca. Ali, Artemide começou a frequentar a paróquia dirigida pelos Salesianos.

não só assuntos relacionados a informática, mas também sobre outras coisas, aprendemos a ser cidadãos e cooperar com todos. Com diversos trabalhos em equipe, ou até mesmo individuais, aprendi coisas que antes do curso desconhecia, assim estarei preparada quando chegar a oportunidade, para agarrá-la e fazer valer a pena tudo que me foi ensinado. Vou levar todos esses ensinamentos pra vida inteira, pois tudo que aprendi aqui foi algo certo para uma vida honesta e de sucesso” Educanda Dafne Fine Selter - Informática 13

Notas Curtas

Sobre a oficina...

6 Presença Salesiana | Novembro/2011

Um gibi foi distribuído com a história do beato salesiano que teve sua vida dedicada aos doentes e sofredores

Salesianidade

A influência de Mamãe Margarida na santidade de Dom Bosco Em novembro, recordamos da Venerável Margarida Occhiena, mãe de Dom Bosco. Confira o emocionante relato do próprio santo sobre como sua mãe educava e amava seus filhos e fazia tudo por eles.

A oficina de Informática do Centro Educacional Dom Bosco é conduzida pelos educadores Arian Camilo e Heverton Pedri, que ministram a Introdução a Informática, junto com a educadora Márcia Correa, na área de assessoria pedagógica. O objetivo do curso é fornecer ao aluno condições para o desenvolvimento de competências profissionais e pessoais, necessárias ao desenvolvimento de atividades, levando os educandos a terem um conhecimento básico, teórico e prático. As aulas de informática potencializam as ações e estimulam a construção dos conhecimentos permitindo aos educandos a elaboração de projetos e trabalhos educacionais.

“Bom, o Dom Bosco significa uma nova oportunidade para mim. Na oficina aprendemos

Padres apresentam história do Beato Artemide Zatti

pela amizade e o espírito de equipe. No dia 20, as Olimpíadas encerraram com uma bonita celebração festiva, fazendo memória ao Bicentenário do nascimento de Dom Bosco, com o objetivo de conhecer um pouco mais sobre vida do nosso Pai, Mestre e Amigo.

Conhecimentos para a vida

“Eu entrei no Dom Bosco pensando que ia aprender só informática, mas vi que não era apenas isso. Gostei bastante porque aqui nós falamos sobre Deus e o mais importante é que aprendemos a viver em sociedade. Gosto de todos aqui, os educadores são muito queridos e, além disso, todos os meus conhecimentos adquiridos aqui vou levar para o resto da minha vida.” Educanda Beatriz Neves Klehm

Presença no mundo

Aconteceu no dia 17 de outubro, no ginásio do SESC, o III Festival de Fanfarras de Joinville, que contou com a participação das turmas da Oficina de Música do Centro Educacional Dom Bosco e mais 20 fanfarras de toda cidade de Joinville e região. Com seis educandos na linha de frente, mór e 18 no corpo musical, a fanfarra do CEDB se apresentou uniformizada e com toque de marcha na entrada e na saída. Teve como repertório a apresentação das músicas: “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, e “Ode a Alegria”, de Bethoven. Com seu diferencial utilizando dez flautas doces, o grupo musical era composto também por quatro bumbos, quatro caixas, quatro pratos e realizou uma simples, porém bonita apresentação, conduzida pelo educador e maestro Geraldo Garcia da Rosa, com o auxílio do educador Agnaldo Armindo. O evento não competitivo encerrou com a entrega de troféus de participação para todas as fanfarras.

Entre outras tarefas, foi-lhe confiada a assistência de um jovem sacerdote tuberculoso. Artemide foi contagiado pela doença. Por isso decidiram mandá-lo para o hospital de São José. Ali ele pediu a Maria Auxiliadora a graça da cura, prometendo dedicar toda a sua vida ao cuidado dos doentes. Sarou e manteve a promessa. Começou a ocupar-se com a farmácia anexa ao hospital. Quando o Padre Garrone morreu, Artemide assumiu a total responsabilidade, e o lugar tornou-se o campo da sua santidade. Sua dedicação aos doentes era absoluta. Em 1950, tendo caído de uma escada, foi forçado a ficar em repouso. Alguns meses depois, surgiram os sintomas de um câncer. Faleceu no dia 15 de março de 1951. Seus restos mortais repousam na capela dos Salesianos, em Viedma. João Paulo II o beatificou no dia 14 de abril de 2002, em Roma.

“É fácil imaginar quanto deve ter sofrido e labutado minha mãe. Entretanto, com um trabalho incansável, persistente economia, especulando sobre as pequeninas coisas, e com alguma ajuda deveras providencial foi possível superar a crise. Passada a terrível penúria e melhorada a situação econômica, mamãe recebeu vantajosa proposta de casamento. Contudo, respondeu invariavelmente: – Deus me deu um marido e me tirou; ao morrer, deixou-me três filhos, e eu seria uma mãe cruel se os abandonasse justamente quando mais precisam de mim. Insistiram dizendo que os filhos seriam confiados a um bom tutor, que havia de cuidar muito bem deles. – Um tutor – respondeu a generosa mulher – é um amigo, ao passo que eu sou a mãe dos meus filhos. Não os abandonarei jamais, ainda que me oferecessem todo o ouro do mundo. Seu maior cuidado foi instruir os filhos na religião, torná-los obedientes e ocupá-los em coisas compatíveis com a idade. Quando eu era pequenino, ela mesma me ensinou as orações; quando pude juntar-me aos meus irmãos, fazia-me ajoelhar com eles de manhã e de noite, e juntos rezávamos as orações e o terço. Lembro-me de que ela mesma me preparou para a primeira confissão: acompanhou-me à igreja, confessou-se antes de mim, recomendou-me ao confessor e depois ajudou-me a fazer a ação de graças. Continuou a ajudar-me até julgar-me capaz de sozinho confessar-me dignamente.”

II Jornada Vocacional Interinspetorial O Parque Dom Bosco, de Itajaí, foi a sede do II Jornada Vocacional Interinspetorial, feito em 8 e 9 de outubro, que reuniu mais de 300 jovens. Referindo-se à Estreia para 2011 do Reitor-Mor, Pe. Pascual Chávez, o evento teve como lema “- Mestre, onde moras? - Vinde e vede!”; e por tema “Paixão pela vida e pelo Senhor da Vida”. Desde a chegada das delegações, o clima foi de familiaridade, alegria, entrosamento. O sábado aconteceu a abertura oficial do evento, uma oração inicial, palestras e variadas dinâmicas de grupo, seguidas de sessões plenárias e, à noite, o Padre Inspetor presidiu a missa vocacional, na Paróquia Dom Bosco. Na parte da manhã de domingo, aconteceram cinco oficinas temáticas: Volunta-

riado juvenil, Santidade Salesiana, Família Salesiana, Projeto de Vida, Espiritualidade Juvenil Salesiana. Na parte da tarde, cada presença reuniu-se para duas atividades: elaborar um compromisso a partir de quanto se aprendeu no Dia; e avaliar o evento. Por fim, a presença de Joinville coordenou a Celebração de Envio, em que o Pe. Inspetor Carlinhos abençoou a todos os participantes, encerrando solenemente os trabalhos. Levar a cabo os compromissos indicados pelo Capítulo Geral 26 é a meta dos SDB para este sexênio. O Dia Vocacional coroa o trabalho, realizado especialmente neste ano, em que se assumiu, como eixo norteador dos trabalhos, o segundo núcleo do CG26: “A necessidade de Convocar”. Presença Salesiana | Novembro/2011

7


Confirmação

Catequizandos recebem

Sacramento da Crisma

Depois de dois anos de preparação, mais de uma centena de jovens confirmam sua fé em celebração presidida pelo bispo diocesano, Dom Irineu Roque Scherer Os catequizandos do segundo ano da Catequese da Crisma das quatro comunidades que compõem a Paróquia Santo Antônio receberam o Sacramento da Crisma no mês de outubro, pelas mãos do bispo diocesano de Joinville, Dom Irineu Roque Scherer. A Comunidade Nossa Senhora de Fátima realizou a celebração junto com a Comunidade Cristo Bom Pastor no dia 2 de outubro,

na missa das 8h, com 30 crismandos. Neste mesmo dia, a Comunidade Nossa Senhora Aparecida celebrou a Crisma de 28 jovens na missa das 10h. Já na Comunidade Santo Antônio, o Sacramento foi ministrado no dia 9, na missa das 10h, e 86 jovens receberam a unção. P. Severino Piccinini, SDB, concelebrou nas três solenidades.

O que significa este sacramento? O Sacramento da Crisma completa a obra iniciada no Batismo. A Crisma torna visível o dom do Espírito Santo na pessoa e traz o dom divino para seu crescimento espiritual. Deste modo toda a Igreja cresce e se santifica, pois a pessoa torna-se sinal da presença e da ação do Espírito de Deus. A pessoa que renasceu no Batismo é enriqueci-

8 Presença Salesiana | Novembro/2011

da com o DOM DO ESPÍRITO SANTO. Marcada por esse Sacramento, fica perfeitamente unida à Igreja e assume o compromisso de espalhar e defender a fé por palavras e atos, como testemunha de Cristo no mundo. Somos chamados como cristãos crismados a viver a vida de união e de comunhão na Igreja.


Jornal novembro