Issuu on Google+

Fevereiro e Março de 2012 - nº 03

Quaresma e Campanha da Fraternidade Como viver este tempo favorável? Pág. 7

Festa de Nossa Senhora dos Navegantes Costa da Lagoa

Terno de Reis na Paróquia

Nova coordenação do CPP

Inscrições para Catequese

Nosso Compromisso Pág. 3

Fraternidade Pág. 4

Profetas do amor Pág. 6

Comercio de Gen. Alimentícios Silveira Ltda. CNPJ 8265247/000135 | IE 252.183.223 www.superchico.com.br Rua Henrique Veras do Nascimento,77 Lagoa da Conceição – Florianópolis/SC

adm@superchico.com.br 48 3232.0306


2

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

Campanha da Fraternidade 2012

»»

“Cura-me, Iahweh, e eu serei curado, salva-me e eu serei salvo” ( Jr 17,14)

Todos os anos, durante a Quaresma, a Igreja nos convida à conversão e à volta à prática do Evangelho. No Brasil, a Igreja, nesse período, propõe um tema para a reflexão, oração e tomada de atitude (conversão). Esse tema sempre é muito concreto e pretende despertar na consciência humana a solidariedade e o compromisso com a vida, é o que chamamos de Campanha da Fraternidade (CF). Nesse ano de 2012, o tema é: “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema: “Que a Saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8). Com isso a Igreja da Brasil, através da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), nos convida a colocar nossa fé em prol de uma sociedade justa e saudável. Esse apelo da CF tem por objetivo reverter o lamentável quadro de descaso em que muitas pessoas são submetidas nas filas dos hospitais a espera de atendimento médico, com a falta de remédios e, até mesmo (não são casos raros) no abandono de pessoas, em sua maioria idosos, em seus próprios lares a espera da morte para aliviar suas dores. Além dessa situação que nos salta aos olhos, existem mui-

tos outros problemas na ordem da saúde pública. Como, por exemplo, o consumo exacerbado de drogas que vem avassalando grande parte de nossas famílias, colocando em risco o futuro, especialmente dos jovens e adolescentes. Não podemos negar, evidentemente, que graças a atitude e perseverança de muitos homens e mulheres desse país, o Brasil vem apresentando aos poucos, grandes avanços tanto na política quanto na economia. Os resultados são os investimentos extraordinários que tem acontecido na saúde e educação, se compararmos a outros tempos. O Sistema Único de Saúde (SUS), ao contrário do que muitos pensam, é um dos meios mais eficientes de saúde pública no mundo. Sem dúvida, há muito que melhorar, principalmente no que diz respeito ao gerenciamento e operacionalidade do sistema, que vem acompanhado da corrupção e desvio dos recursos destinado a sua finalidade própria. Jesus nos pergunta: “queres ser curado?” (Jo 5,6). A pergunta é pertinente! Se de fato queremos saúde pública de qualidade, se queremos uma sociedade sadia, precisamos mudar nossos hábitos. Precisamos participar mais, fiscalizar a verba destinada ao SUS, valorizar a política, as organizações sociais, as ações públicas, conhecer nossos direitos e deveres, respeitar o meio-ambiente e sobretudo aprender a conviver em sociedade. A CF de cada ano é um convite da Igreja a pensar e agir de forma que um mundo melhor, mais justo e fraterno, seja possível. A Igreja sempre buscou o bem-estar da humanidade.

» Santuário »E x p e d i e n t eimaculada conceição

»»

Quaresma: tempo de se tornar santo A Quaresma é um dos tempos litúrgicos mais intensos de momentos de espiritualidade e fé para muitos católicos. Durante cerca de 40 dias que antecipam a maior festa do cristianismo, jejuamos, confessamos, adoramos ao Senhor, rezamos mais, vamos mais à Missa, assistimos a filmes emocionantes e fortes sobre a paixão de Cristo etc. Tudo isso para quê? Mais do que o transcurso de um longo caminho percorrido para a chegada da Páscoa, a Quaresma deve ser uma experiência de conversão, de mudança de atitudes, uma busca ainda mais radical pela santidade de vida, a qual todos os filhos de Deus são chamados. Lutar por essa santidade pode ser o projeto da Quaresma. Se a Cruz de Cristo foi um ato de extremo esvaziamento, pela

Missas aos sábados: 18h

Lagoa da Conceição - Florianópolis/SC

erradicação das sementes do egoísmo e pela vontade absoluta de se colocar no lugar de todos nós, então, a Igreja oferece, aos fiéis, esta mesma experiência, através dos diversos exercícios litúrgicos e espirituais do período quaresmal. Algumas pastorais, movimentos e comunidades oferecerão ocasiões e eventos para apresentar uma nova visão sobre a vida religiosa de uma pessoa; outras enfatizam devoções bem conhecidas, tais como estações da Via Sacra, o terço, Missas; e, em todas as igrejas, o Sacramento da Reconciliação como meios de crescimento. Utilizemos as orientações contidas nesta edição para viver melhor este período e buscar uma vida mais santa e próxima de Deus e de Sua Palavra.

e-MAIL: pascomplagoa@gmail.com TELEFONE: 48 3232 1972 Rua Francisca Luiza vieira, 277 CEP 88062-140 Pároco: Pe. Valdeci Cardoso Vieira p rodução

rua prof. rosinha campos, 52, sala 02, abraão - FLORIANÓPOLIS/SC FONE: 48 3365 1613 ATENDIMENTO@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

JORNALISTA RESPONSÁVEL KETLIN DA ROSA - SC02821 - JP KETLIN@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

»» “Para nós, a Quaresma é um período de reflexão, de penitência e de conversão. Nele nos preparamos para o mistério pascal, vivenciando mais a escuta da Palavra de Deus e a Oração. Por sinal, estes são alguns dos pontos concretos de

esforço que realizamos diariamente, pois fazem parte do movimento em que participamos, denominado Equipes de Nossa Senhora (movimento de espiritualidade conjugal). A Quaresma é tempo de renovação da vida cristã, de nos arrependermos dos nossos pecados, tempo de

confissão, de reconciliação com Deus e com os irmãos e de mudar algo em nós para sermos melhores, não esquecendo que a vivência da caridade ocupa um lugar essencial. Desta forma podemos viver mais próximos de Cristo.” Eduardo Silva e Ana Paula Silva Pastoral da Comunicação - PASCOM

texto / reportagens fabíola goulart fabiola@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

p rojeto gráfico / di agr a mação tarcisio vinicius e luis f. otto criacao@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

t ir age m: 3 mil per iodicida de: bimestral imp ressão: gráfica grafinorte

agvcont@agvcont.cnt.br pessoal@agvcont.cnt.br Contabilidade em Geral Constituição e baixa de empresas Imposto de renda – Física e Jurídica

pascomplagoa@hotmail.com

Empresa associada ao SESCON Grande Florianópolis

Rua Anita Garibaldi, 79, Salas 203 a 206, Centro – Florianópolis – SC - Centro Executivo Miguel Daux – Cep 88010-500 48 32227093


3

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

»» C o m u n i da d e s

Barra da Lagoa realiza curso de cobre Dez alunos aprenderam a técnica sob a supervisão do professor Fernando

Aconteceu no Salão da Capela São Pedro, durante o mês de janeiro, um curso de Repuxado em Cobre. Nele, 10 alunos aprenderam técnicas e fizeram obras maravilhosas, expostas na igreja ao final do curso. O Conselho Pastoral da Comunidade (CPC) agradece ao professor Fernando Gonzalez Nunez, pela disponibilidade e carinho para com o trabalho feito.

» » N o ta s c u r ta s

Nova coordenação do AO No mês de janeiro, tomou posse a nova coordenação do Apostolado da Oração da Barra da Lagoa. Agora o movimento tem como: Coordenadora: Eda Nathalia da Silva Vice-coordenadora: Dilza dos Santos Mariano Tesoureira: Maria Serlen Afonso dos Santos 2ª Tesoureira: Angelita Nadir da Conceição Secretária: Valdelina Julia Coelho

Missa da Saúde A Comunidade da Barra da Lagoa e as comunidades vizinhas enaltecem o pároco, Pe. Valdeci, pela brilhante ideia de celebrar a Missa da Saúde, nas quartas-feiras, às 20h, na Capela São Pedro, quando turistas do Brasil e países vizinhos testemunham graças alcançadas. Nossa igreja tem se tornado pequena ao acolher tantas pessoas. Este é mais um feito do evangelizador e nosso pároco, Pe. Valdeci C. Vieira, que por onde passa deixa sua obra.

» »A c o n t e c e u

Terno de Reis Entre o Natal do Senhor e a Festa de Santo Amaro, as ruas do Canto da Lagoa receberam um atrativo especial com as apresentações do Terno de Reis. Às vezes até a uma hora da manhã, os 12 componentes do grupo, todos da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, levaram uma mensagem de esperança e amor aos moradores e visitantes. É a primeira vez que a comunidade se organiza para a tradicional apresentação.

Jovem Galileu também Festa de São com nova equipe O grupo Jovem Galileu também renovou sua coordenação, que assume com novos projetos e agora tem como: Coordenadora: Mariela Ramos Vice-coordenadora: Karoline Vieira Tesoureira: Débora Thais Klein 2° Tesoureiro: Marcos Vinicius Martins da Silva Secretária: Amanda Coelho 2° Secretário: Filipe Botelho

Sebastião

O CPC ainda agradece a comunidade pelas doações feitas para a Festa de São Sebastião, realizada nos dias 21 e 22 de janeiro.

Curso de Canto Como forma concreta na fé que tem na juventude, o CPC da Barra da Lagoa investe em aulas de canto. Os jovens que animam as nossas celebrações são: Maico Klein e Marcos Vinicius Martins da Silva.


4

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

Paróquia realiza festas em honra a Mãe dos N » »D e v o ç ã o

O Santuário e a Igreja da Costa da Lagoa homenagearam Nossa Senhora dos Navegantes em duas festas durante o mês de fevereiro centenária tradição portuguesa Costa da Lagoa da devoção a Nossa Senhora dos

A

Navegantes ainda mobiliza fiéis e visitantes para participar em um dos ciclos da festa mais importante da Paróquia. Para honrar a Virgem Mãe dos pescadores, duas festas são realizadas no início de fevereiro: uma no Santuário, que mobiliza todo o centrinho da Lagoa, e outra na Capela Santa Cruz, na Costa da Lagoa.

Santuário da Lagoa A Festa é uma das três principais festividades do Santuário, foi realizada nos dias 4 e 5 de fevereiro, mas começou muito antes, a partir de 23 de janeiro, com as novenas nas casas dos festeiros, até o dia 3 de fevereiro. No sábado, os devotos saíram em procissão acompanhados pela imagem de Nossa Senhora até o Santuário. Houve celebração da Santa Missa e, logo após, um delicioso jantar e baile para alegrar e reunir em laços fraternos os presentes. No dia seguinte, a Santa Missa da festa foi celebrada às 10h30min. Em seguida, todos foram almoçar e se preparar para o esperado momento em que a imagem saiu da Igreja até a Lagoa, onde seguiu uma procissão marítima. A ocasião reuniu um grande número de pessoas, entre moradores, veranistas e turistas, que acompanharam, cada qual a seu modo, os barcos seguindo a imagem. Depois os festeiros ainda participaram de um baile.

A dificuldade de acesso não impediu que um grande número de pessoas participasse da Festa em honra a Senhora dos Navegantes também na Costa da Lagoa. A Comunidade Santa Cruz trabalhou muito para que toda a programação, ocorrida nos dias 11 e 12 de fevereiro, seguisse da melhor maneira possível. Já no dia 10, sexta-feira, o Seu Zequinha, famoso por seu trabalho pastoral e devoção a Virgem na comunidade, recebeu a imagem em uma procissão marítima, onde ela permaneceu até o dia seguinte. Mas antes, o anfitrião recebeu a todos com um jantar e, após, todos foram festejar o momento com um baile no Salão. No sábado, às 19h30min, a imagem saiu em procissão marítima até a Igreja, onde foi celebrada a Santa Missa e algumas crianças receberam o Sacramento do Batismo, para depois a festa seguir novamente com o baile. O dia seguinte era o grande dia da festa e foi realizada de maneira parecida com a Matriz do Santuário, iniciado com a Santa Missa e depois churrasco. À tarde, chegou o momento da grande procissão marítima, em que a imagem seguiu por toda a comunidade, até a última casa, no Ponto 6, no Canto dos Araçás, que durou cerca de 1h30min, em uma das maiores procissões que a Lagoa já teve. Ao chegar, a comunidade apresentou os festeiros de 2013 e uma banda animou os presentes até às 19h.

Nova coordenação do CPP planeja atividades de 2012 No início deste ano, um novo casal assume os trabalhos do Conselho de Pastoral Paroquial na Lagoa. Lideranças na Fortaleza da Lagoa, Ruy e Conceição Bitencourt foram eleitos em uma Assembleia no final de 2011. Os dois participam da Igreja desde a juventude, mas a caminhada com mais fidelidade foi a partir de um encontro do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, em 1987. Desde lá, já fizeram parte de equipes de coordenação da comunidade e foram catequistas. “A gente vai buscar a unidade entre todas as comunidades e pastorais para que caminhe-

mos juntos rumo a um mesmo objetivo, para buscar o melhor para a Paróquia”, afirma Ruy, de 52 anos, que é técnico em edificações.

O que é o CPP? O CPP – Conselho Pastoral Paroquial - é uma equipe, um grupo de pessoas, escolhidas pela comunidade dos fiéis e em comunhão com o pároco, que representam as comunidades, os ministérios, as pastorais e movimentos existentes na paróquia, e tem como missão o serviço da animação pastoral da paróquia. É um elo entre as pastorais e grupos na comunidade.


5

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

Navegantes

» »C o l u n a d a

PASCOM

Primeira Eucaristia e Crisma Aconteceu no Santuário da Paróquia, no dia 6 de novembro de 2011, as celebrações de Primeira Eucaristia e Crisma. Confira algumas fotos:

Devoção e amor traduzidos em doação de vida Seu Inácinho é figura conhecida por todos na Lagoa da Conceição. O que poucos sabem é que o homem humilde e de sorriso fácil tem muito a ver com a história da festa na Paróquia da Lagoa. Em 1953, quando a festa estava em sua segunda edição, o pároco, na época, buscava uma imagem digna de representar a Mãe de Deus. Já havia comprado uma, mas quando a encomenda chegou a decepção foi geral, pois era pequena demais. Dona Valdelina, mãe de Seu Inácinho, pediu ao filho, então morador da parte continental de Florianópolis, para que ele fizesse a doação à Igreja. Até hoje, a imagem que Seu Inácinho deu é transportada nas procissões e venerada nos altares. “Tinha muitos pescadores aqui e todos muito devotos à santa; me lembro de ter ido nas primeiras festas e como era bom!”, relembra Ziquinho. Porém as boas lembranças não ficam só no passado distante. Depois de se mudar para a Lagoa e ver a festa praticamente acabar com o tempo, também foi testemunha da reorganização do evento religioso e seu ressurgimento, juntamente com os esforços do Pe. Valdeci e

de lideranças da comunidade, tais como Ziquinho, Chiquinho, Ari, Irdo, Lurdinha, Zezinho, Giba, Nezo e outros. “Esse ano foi muito bonito, nem consigo descrever. A gente fica numa angústia só pra organizar tudo e quando vê o povo todo em volta de Nossa Senhora, todo mundo se divertindo... Ah, isso não tem preço não!”, emociona-se ele que todo ano é um dos festeiros do evento. No coração do saudoso senhor, vem uma doce lembrança: a mãe que tanto o inseriu nos trabalhos da Igreja. “Queria que ela visse como a festa ficou depois desses anos todos; iria sentir muito orgulho”, completa Inácio Duarte, seu nome de batismo. Seu Inácinho não se importa com os seus 87 anos de idade na hora de trabalhar e o Pe. Valdeci até brinca: Ele é um dos patrimônios da festa. Não me importo com gasto, com o serviço, nem com nada... enquanto eu tiver saúde e força, vou ajudar na festa. O que eu ofereço para Nossa Senhora não chega nem perto do que ela me dá durante todo o ano; me dá tudo o que eu preciso”, finaliza.

Espaço para divulgação social da Paróquia: Este é o seu espaço para também divulgar a sua data de comemoração do Sacramento do Matrimônio, como Bodas de Ouro e de Prata. Para usar esse espaço, envie um e-mail para: pascomplagoa@ hotmail.com.


6

»»

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

Inscrições abertas para

Catequese

Saiba mais sobre a importância da Iniciação à Vida Cristã A presença de Cristo entre nós, seres humanos, foi de uma importância ímpar na formação de discípulos, pois através dos Apóstolos, Cristo concretizou os ensinamentos do Pai, confiando-lhes autoridade e sabedoria para transmitir a essência da Vida. A capacidade de desenvolver esta missão e alcançar o maior número de discípulos entre os povos foi possível através do Espírito Santo, Amor do Pai para com o Filho. O empenho de Cristo e dos Apóstolos na formação de discípulos caracteriza a base sobre a qual a Catequese se ergue, tendo como instrumento principal a Palavra do Pai e a presença contínua do Espírito Santo. Contudo, acreditar nos mistérios da Vida é o eixo de sustentação da Fé e esta por sua vez deve fazer parte da vida de cada um de nós seres humanos. Um ser humano com Fé possui uma Vida Cristã e transmite ao próximo um exemplo vivo do corpo de Cristo. A Igreja Católica acredita e deposita na catequese um dos caminhos essenciais na construção de uma Vida Cristã e na formação de pessoas melhores. Todavia é de grande relevância que a catequese seja conduzida com Vivência, Amor e Sabedoria para que os ensinamentos sejam incorporados e passem a fazer parte do comportamento de cada um de nós. A Educação na Fé permite que um ser mostre através do coração a dimensão do Amor do Pai com cada um de nós, transformando-nos em um só Corpo e em um só Espírito. Para vivermos de forma justa e conseguirmos superar as dificuldades e problemas ine-

rentes ao processo da vida moderna, é muito importante estruturarmos na vida de um ser humano a vontade de perseverar e aumentar a Fé. O principal exercício para alcançar tal capacidade é aprendermos a dizer sim ao Pai, como Maria ao responder “faça em mim a Sua vontade”. Aprender a dizer Sim como Maria requer uma vivência contínua na Fé e a catequese é e sempre será o início dessa caminhada. Portanto, a aliança entre o Pai, Filho e Espírito Santo é consolidada pela Vida de nós seres humanos, por isso precisamos nos preparar continuamente para fortalecer em nossos corações esta Santíssima Trindade. Com o objetivo de assumirmos o papel de discípulos multiplicadores, a Pastoral da Catequese convida toda a comunidade a participar dessa comunhão para que possamos de forma sólida ampliar a Paz e União entre as pessoas e por sua vez edificarmos em cada um de nós o Corpo de Cristo.

Anote aí! - Inscrições para catequese: Até o dia

29 de fevereiro - Local: Secretaria da Paróquia da Imaculada Conceição da Lagoa - Horário: 8h às 11h30min e 14h às 16h30min, de segunda a sexta-feira e aos sábados, entre as 8h e 11h30min. - Documentação Necessária: Comprovante de Batismo (Nome da Paróquia/Capela do Batismo) e comprovante de escolaridade

» »J o v e n s

PJ apresenta novo coordenador Nicael assume a Paróquia e Felipe vai para o Setor Juventude Em 2012, um novo nome coordena a Pastoral da Juventude da Paróquia da Lagoa: Nicael Afonso dos Santos. O jovem de 23 anos participa ativamente na vida da Igreja há oito anos; destes, dois foram como coroinha e seis anos no Grupo de Jovem Galileu. Nicael assume o posto que era de Felipe Candin, que foi escolhido para coordenar o Setor Juventude na Arquidiocese de Florianópolis nos próximos dois anos. “O que tenho para dizer é que estou muito feliz com essa escolha. Eu sempre falo: ‘ESTOU NO MUNDO PARA SERVIR, NÃO PARA SER SERVIDO’. Então, o que as comunidades podem esperar de mim é muito empenho, cabeça, ouvido e coração aberto para qualquer ajuda que necessitem nossas capelas. Mas não estou sozinho tenho uma equipe muito boa ao meu lado”, afirma Nicael, que apresenta a sua equipe: Maria Eduarda Coelho, Maico Klein, Mariela Ramos, Diery Telles,

Filipe Salvador e a ajuda do coordenador do Setor Juventude na Arquidiocese de Florianópolis, Felipe Candin.

» »P a s t o r a l

Apostolado da Oração troca de coordenação nas comunidades

Duas comunidades passaram por mudanças na coordenação do Apostolado da Oração no fim do ano passado. Na Fortaleza da Lagoa, Maria Conceição Bitencourt, de 51 anos, assumiu a coordenação em novembro, quando Ivone Cecília Gonçalves passou a fita adiante. Conceição também é coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa na Paróquia e, junto com o esposo, Ruy, está liderando o Conselho de Pastoral Paroquial (CPP). Há mais de 13 anos é associada do Apostolado da Oração. Já no Canto da Lagoa, a antiga coordenadora, chamada Dulce, faleceu em setembro do ano passado. A comunidade ficou muito abalada, pois era uma pessoa muito querida por todos. Para continuar os trabalhos do Apostolado da Oração, Dilza Onésia Pereira Barcelos assumiu a coordenação em setembro. Ela reside há 26 anos no Canto da Lagoa.

pascomplagoa@hotmail.com


7

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

»»

Cotidiano

Caminho para a tristeza ou para a alegria?

Sou dizimista

!

A Quaresma desafia os católicos a refletir e mudar a direção de sua vida para Deus

Na Quarta-feira de Cinzas, a Igreja começa um período intenso de preparação espiritual para a maior festa cristã: a Páscoa. Esse período é chamado de Quaresma e consiste nos 40 dias que antecedem a grande celebração da Ressurreição de Cristo. É tempo de avaliação da nossa fidelidade a Deus na vida cotidiana. Por isso, a Igreja convida a dedicar-se mais à oração, ao jejum, à abstinência e à prática da caridade. Esta é a estrada para a Celebração da Páscoa! O Diácono José Augusto da Silva Filho reforça a importância de tomarmos uma atitude diferente nesse período de preparação. “Procuro viver de acordo com o que ensina o Catecismo da Igreja Católica, com o jejum nos dias prescritos, a oração diária através da Liturgia das Ho-

ras, a confissão e me abster de algo que gosto muito. Para mim é muito importante, para que eu possa ver a Páscoa de uma maneira nova, algo que dá vida e não uma coisa comercial, completa. Apesar do imenso número de brasileiros que se declaram católicos, os exercícios espirituais propostos pela Igreja não são assumidos de maneira integral e vivificante. Vemos muita gente fazer jejum e tudo o mais, mas não pelo motivo real e sim por tradição e cultura. Praticar esses exercícios espirituais nos ajudam a se fortalecer na fé e controlar paixões e sentidos que às vezes tomam conta da nossa vida, explica o diácono. Segundo o diácono, a prática dos exercícios

espirituais na Quaresma também é o papel de ser sinal de Deus no mundo. Ao ver tanta gente a fazer jejum, oração, confissão e a praticar a sincera caridade neste período, quem não é católico vê em nós algo diferente, um sinal do próprio Cristo em um mundo em que a renúncia e o sacrifício por amor e por fé é visto como loucura, complementa.

Anota aí!

Quer saber mais sobre os exercícios espirituais da Quaresma? Visite o site: www. paroquiadalagoa.com.br e se aprofunde em cada uma das práticas propostas pela Igreja!

Saúde Pública é tema da Campanha da Fraternidade A partir do dia 22 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, paróquias de todo o Brasil estarão empenhadas na realização da Campanha da Fraternidade. Neste ano, a CF traz como tema “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema “Que a saúde se difunda sobre a Terra” (Eclo 38,8). De acordo com o texto-geral, a CF 2012 tem como objetivo geral “refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhorias no Sistema Único de Saúde (SUS)”. Segundo o arcebispo de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, SCJ, a doença e o sofrimento são parte constitutiva da socieda-

de em que vivemos. “O atendimento e o cuidado do doente suscitam em tantas pessoas

atitudes de caridade e solidariedade. Esta realidade, por outro lado, desafia permanente-

mente os governantes, e a própria sociedade, a adotar políticas públicas adequadas para que os doentes tenham atendimento satisfatório, tratamento e prevenção”, escreve na apresentação dos livretos dos Grupos Bíblicos de Reflexão deste ano. “A presença dos doentes em nossas famílias questiona também a nossa fé. O contato com a fragilidade humana pede uma constante atitude de conversão. É preciso deixar o nosso egoísmo e indiferença. A doença é uma ocasião para que se manifestem as obras de Deus (Jo 9,3). A fé em Deus nos transforma em agentes do amor de Deus no mundo. Deus quer que todos tenham uma vida digna, saudável e estejam integrados à sociedade”, finaliza Dom Wilson.

Caríssimos, meu nome é Felipe Rovai, sou membro e coordenador da Pastoral do Dízimo da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição da Lagoa. Muitos de vocês, fiéis e leitores, não me conhecem. Sou um jovem advogado em ascensão profissional, sou casado (muito bem casado por sinal) e tenho uma família maravilhosa com a graça de Deus! O que quero dizer e compartilhar com vocês trata-se de uma experiência e vivência de fé alcançada por meio da partilha. Vocês devem saber que o dízimo é algo que está presente na Bíblia, e, portanto, faz parte do projeto de Deus, e, de uns tempos para cá, também está presente em minha vida e é exatamente aí que eu queria chegar. Esta experiência maravilhosa consiste em devolver o dízimo, ou seja, de devolver a Deus uma pequena parte de tudo aquilo que Ele me concede diariamente: saúde, paz, amor, uma família maravilhosa, um trabalho digno... Enfim, são tantas as graças e bênçãos alcançadas que o mínimo que posso fazer é agradecê-Lo por isto. E assim, digo a vocês que é devolvendo o dízimo que me sinto, de fato, parte integrante do projeto de Deus, pois por este nobre ato devolvo e partilho com a comunidade de Deus, ou seja, a nossa comunidade, um pouco de tudo o que por ‘Ele` me é concedido. Desta forma me sinto completamente realizado, e, ainda, noto que quanto mais eu concedo mais me é concedido, e, inúmeras são as graças e bênçãos presentes em minha vida. Por fim, agradeço ao Senhor por mais essa oportunidade e espero que tenhamos alcançado o objetivo de conseguir plantar uma semente no coração de cada um de vocês. Que vocês a semeiem para que, em um futuro breve, possamos juntos colher e ‘partilhar’ os frutos que por Deus nos será concedido!!! Felipe Rovai


8

» »N o s s a

Filhos da Conceição Fevereiro e Março 2012 - Nº 03

Gente

Uma vida dedicada à Igreja

A antiga casa ao lado da Capela Santa Cruz, logo no início da Fortaleza da Lagoa, guarda grandes lembranças e histórias. Residência de Luiza Bitencourt, de 87 anos, o lugar foi o lar de uma das primeiras famílias da região. Parte do amplo terreno foi doado pela família, para a construção da Igreja e do salão da comunidade, fundada em 1949. Da sua infância, Dona Luizinha não se lembra de muita coisa. Mas a vida simples do povoado, a dedicação do pai no armazém da família e a devoção religiosa que ultrapassava as dificuldades geográficas permanecem vivas em sua mente. Antes da construção da Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, o acesso à localidade era possível somente por barcos. “Para comprar as coisas da venda que o meu pai tinha a gente ia de barco até a o centrinho da Lagoa. De lá, a gente ia de caminhonete para fazer as compras no centro, parecia como é hoje na Costa”, conta Dona Luizinha. Conforme crescia, ajudava os pais em casa e se dedicava mais e mais aos trabalhos pastorais. Ela se associou ao Apostolado da Oração e a irmandades antigas, como a de Santa Teresinha, dedicada a reunir moças solteiras em torno da devoção da santa. “Era longe e a gente não tinha Igreja aqui, né. Então a gente ia para a Igrejinha da Lagoa, principalmente nas festas. Era tudo muito lindo!”, descreve. Segundo Dona Luizinha e familiares, antes da construção da capela, havia uma cruz no lugar. Ali moradores e viajantes (tropeiros) faziam suas orações e encontros. Por isso, a capela é dedicada à devoção à Santa Cruz. “As Missas aconteciam nas casas e não era sempre que tinha, por isso ia todo mundo”, complementa a bondosa senhora. A capela foi construída por todos, em uma ação conjunta entre os fiéis da região. Não casou e nem teve filhos, “graças a Deus!”, completa com bom humor. Por toda a vida se dedicou à família e a cuidar das coisas da Igreja. O irmão Petronilio Bitencourt, de 83 anos, e a cunhada, Leopoldina da Conceição Bitencourt, de 74 anos, residem atrás de sua casa. Eles contam, com orgulho, o zelo que Luizinha despendeu com os cuidados da

recém criada capela, como a limpeza, a decoração etc. “Ela sempre fez tudo bem feliz, feliz. Sempre foi bastante trabalho, mas ela sempre estava sorrindo. A preocupação era a Igreja.”

A vida de antes e de agora

Dona Luizinha partilha memórias e explica como a história da Lagoa se mistura com a religiosidade de toda região

Entretanto, agora também existem dificuldades. “Sair ou entrar aqui na Fortaleza da Lagoa é difícil nos horários de pico. Pra trabalhar no Centro, o povo tem que sair de madrugada e só chega de noite”, ainda fala o irmão de Dona Luizinha. Mesmo assim, morar na Fortaleza da Barra da Lagoa é algo que deixa Dona Luizinha muito feliz e a lembrança de tantas amizades volta ao olhar para o Santuário, visto de sua casa. “Quando eu era pequena, olhava para a Igrejinha lá no alto do Morro. Até hoje me pego assim olhando. Qualquer luz diferente lá já sei que está sendo celebrada a Missa ou tem festa e me dá uma vontade de ir também!, finaliza ao apontar emocionada para a Matriz da Paróquia.

“Nunca casei, graças a Deus!”

Com a ligação entre as duas localidades garantida pela rodovia, muita coisa mudou para a pequena comunidade formada, em sua maioria, por pescadores. O acesso à saúde pública é uma das maiores conquistas. “Antes a gente tinha que rezar para não ficar doente”, declara Seu Petronilio. Dona Luizinha até aplicava injeções na falta de profissionais qualificados na região.

A procissão católica inspirou o desfile de Carnaval? Q Isso mesmo, e inspirou muito. As procissões são marchas solenes de caráter religioso, organizadas pela Igreja Católica, geralmente pelas ruas de uma cidade. Os padres e outros clérigos saem paramentados, carregando imagens, crucifixos, à frente de andores, estandartes, pálios ricamente decorados, velas, lanternas etc. Eles são levados por fiéis, também paramentados, das diversas irmandades e confrarias, religiosos e leigos, em geral, formados em duas ou mais

alas. As procissões rezam e entoam cantos e hinos, acompanhadas por fanfarras, bandas, música de instrumentistas, corais e cantores. Os blocos, maracatus, cordões e vários grupos carnavalescos construíram suas coreografias, apresentações e forma de desfiles sobre o modelo das procissões. Há até estudos antropológicos sobre essa contribuição da sagrada procissão ao profano desfile do Carnaval. Do católico ao caótico.


Jornal Filhos da Conceição - Fev/Março