Issuu on Google+

ED. 03 - ANO 1 - JULHO/2012

Igreja festeja Senhor Bom Jesus

4

O SENHOR TEM CONCEDIDO MILAGRES ATRAVÉS DA FÉ E ORAÇÃO DO POVO FIEL E DEVOTO

artigo do pároco

A nova Igreja 2

missa 2

Perequê vivência cura 7 e libertação

solenidade 6 Próximo de completar 200 anos, Igreja Senhor Bom Jesus passará por reformas

Pág. 05

"O Dízimo de uma Igreja, é o espelho da

Um dia dedicado ao Coração de Jesus

aos 2 motoristas

21 de julho: Festa de São 3 Cristóvão

Comunidade que ela tem! Seja Dizimista!


2

opinião

Julho - 2012 | Porto belo

Aguardamos sua contribuição através do e-mail: pauta@dominuscomunicacao.com ou na paróquia se preferir.

Domingo 08h - Perequê - Missa Capela Nossa Senhora de Lourdes. 09h30 - Alto Perequê - Capela Santa Catarina, 1º e 3º domingo: Missa; 2º e 4º domingo: Celebração. 09h30 - Sertão Santa Luzia - Capela Nossa Senhora Aparecida, 2º e 4º domingo: Missa; 1º e 3º domingo: Celebração. 19h – Igreja Matriz Senhor Bom Jesus: Missa Quarta-feira 19h - Matriz – Missa e Novena Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Quinta-feira 19h - Perequê - Grupo de Oração RCC - Capela Nossa Senhora de Lourdes. 1ª sexta-feira 08h - Perequê - Missa – Capela Nossa Senhora de Lourdes. 19h – Missa – Igreja Matriz Senhor Bom Jesus. 1º ou 2º quinta-feira 19h30 - Perequê - Missa Cura Libertação – Capela Nossa Senhora de Lourdes Perequê Sábado 19h - Araçá - Capela Santa Terezinha, 1º e 3º sábado: Missa; 2º e 4º sábado: celebração. 18h – Jardim Dourado – Capela Sagrada Família, 2º e 4º sábado: Missa; 1º e 2º sábado: celebração. 19h30 - Vila Nova – Casa Verde, 2º e 4º sábado: Missa.

“Na verdade toda Missa, toda Eucaristia é curadora e libertadora, afinal de contas, Jesus, o Libertador, está presente, vivo, ressuscitado em todas as celebrações da Eucaristia” Severo Fernandez Martinez

UNIDOS PELO NOVO

Patrícia Dias

Caro leitor, o jornal que você tem em mãos é parte de uma grande campanha desenvolvida através do esforço da nossa comunidade em favor da esperança, com o objetivo de uma visão do futuro para mudar o presente. Devemos viver o dia a dia com a paz nos nossos corações, sem nos esquecer daqueles que já fizeram parte da história da nossa igreja e comunidade. Pessoas queridas, que nos impulsionam a lembrarmos que a fé é como um braço forte, com o qual nos agarramos a onipotência Divina, porque a esperança se fundamenta na fé. Mas, também, se alimenta das evidências da história e das verdades reveladas aqui neste conteúdo por Deus, que se foca no futuro. Este inclui muito da expectativa e do desejo de alcançarmos um intuito maior, enquanto atua para mudar as realidades do presente. Então, antes de pensar em jogar fora este jornal, leia e lembre-se: ele pode ser o refrigério nas suas horas de aflições. Muita paz no coração! Orildo Ferreira

editorial

Refúgio

meu espaço

programação paroquial

Um sonho da Paróquia começa a se tornar realidade: a construção da nova Igreja, que acolherá o Senhor Bom Jesus dos Passos. Porém, não existe uma forma de obter os recursos para concluir a construção sem doações. As festas e promoções irão ajudar, mas não serão suficientes. Assim, a solução é todos participarem, como puderem, de uma forma organizada. Por isso, surgiu a ideia de elaborar um carnê de doações mensais durante a fase de construção e acabamento. Deste modo, cada membro da comunidade ajuda, doando um valor fixo mensal, dentro de suas possibilidades. É importante ressaltar algumas informações sobre o projeto financeiro: a) É preciso manter a fidelidade no Dízimo. Em nada adianta contribuir para a construção da nova Igreja, diminuindo a contribuição para o Dízimo, pois irá faltar dinheiro para outros compromissos; b) A doação é mensal e feita durante o período que compreender a construção da nova Igreja; c) O valor é doação. Portanto, livre, e deve ser feita de forma consciente. Se nossos antepassados, pais, avós e familiares, construíram a igreja atual, ainda quando a cidade era menor, os recursos eram poucos e a dificuldade era grande, nós hoje também podemos. Quanto à forma de doação é necessário: a) Preencher uma ficha de doador na secretaria paroquial, que irá emitir um Carnê com as primeiras contribuições. O pagamento poderá ser feito direto na secretaria ou no Banco do Brasil. E o valor da doação é confidencial. Os gastos com a construção são planejados de acordo com a previsão da entrada destas doações. Todos são chamados a participar da construção da nova Igreja, independente do valor que possam colaborar. A construção já começou, está na fase de aquisição de materiais.

entre aspas

Pe. Carlos André Paixão

pastor

A nova Igreja

Horários de - Missa e Celebração

A terceira edição do “Semente do Verbo” apresenta como destaque a restauração da Igreja Matriz e a construção de uma nova Igreja no Centro do município, um sonho antigo apreciado e desejado pelos paroquianos. Pe. Carlos André Paixão, em seu editorial, nos convida a sermos pilares da nova Igreja, através de nossa contribuição pessoal e expõe a necessidade desta ação para que o sonho se torne real o quanto antes. Outro convite que a Paróquia nos faz através desta edição é nos aprofundarmos na devoção ao Senhor Bom Jesus. Este, que hoje recebe diferentes titulações (Bom Jesus dos Aflitos, dos Passos, de Iguape, dos Perdões, entre

outros) é lembrado liturgicamente no dia 06 de agosto. Nossa Igreja prepara uma grande homenagem ao nosso padroeiro e é possível acompanhar a programação também na editoria “especial” (página 04). Vamos nos motivar a estar presente neste grande momento onde lembramos a transfiguração de Nosso Senhor. A comunidade do Araçá, de modo especial, a Capela Santa Terezinha, é outro destaque desta edição. A pequena colônia de pescadores é ativa nas atividades pastorais. Uma história de aproximadamente 45 anos, que somos convidados a conhecer na editoria “Nossa Igreja” (página 03). Uma ótima leitura a todos!

produção

Publicação da Paróquia Bom Jesus dos Aflitos de Porto Belo Fone: 47 3369-4062

JORNALISTA RESPONSÁVEL

rua prof. rosinha campos, 52, sala 02, abraão - FLORIANÓPOLIS/SC FONE: 48 3365 1613 ATENDIMENTO@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

projeto gráfico / di agr amação

KETLIN DA ROSA - SC02821 - JP

tarcisio vinicius e andré kinal

KETLIN@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

criacao@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

texto / reportagens

tir agem: 3 mil

patrícia dias patricia@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

per iodicida de: mensal impressão: gráfica grafinorte


nossa igreja

Julho - 2012 | Porto belo

festa

Da pesca a oração, 45 anos de caminhada

COMUNIDADE DO ARAÇÁ FESTEJA DATA DE SÃO PEDRO COM CELEBRAÇÃO E BÊNÇÃO DO PESCADO

3

São Cristóvão Em uma cidade turística como Porto Belo, onde milhares de viajantes passam feriados e férias, nada mais justo do que promover e festejar a data litúrgica de São Cristóvão, o padroeiro dos motoristas e viajantes. Na Comunidade Nossa Senhora de Lourdes – Perequê, os preparativos “rodam” com todo vapor para a tradicional festa, que acontece anualmente na comunidade. A abertura acontece no dia 21de julho, sábado, às 19 horas, com a Santa Missa na Igreja Nossa Senhora de Lourdes. Após, completo serviço de bar e cozinha, além do grandioso “Bingão do Motorista” às 21h. No dia 22, domingo, às 09 horas, ocorre a Procissão Motorizada de São Cristóvão pelas principais ruas do bairro. No retorno, às 10h30, haverá a Santa Missa, seguida de serviço de bar e cozinha. No período da tarde, a alegria e diversão fica por conta do Bingão que inicia às 14h30.

ORAÇÃO DO MOTORISTA

Ó Senhor, dai-me firmeza e vigilância nos muitos caminhos da vida, em busca de trabalho, lazer, felicidade e realização. Todos somos caminhantes nas estradas deste mundo; acompanhai-nos sempre para chegarmos ao destino sem acidentes e contratempos. Protegei os motoristas que conduzem os modernos meios de transportes. Que eles possam ser guiados por vossa luz, e assim ajam com sabedoria, respeitando as sábias leis de trânsito. Protegei, Ó Senhor, os jovens que dirigem e dai-lhes um coração sempre voltado à vida. Que possam descobrir vossa presença viva no mundo e respeitem a todos. Confortai as famílias que perderam pessoas queridas, vítimas de um trânsito cruel. Dai-lhes a esperança necessária para viverem em vossa presença, sem condenação ou rancor. E, que possam, Senhor, descobrir vossa presença na natureza e em tudo o que nos rodeia, amando assim cada vez mais a vida. Amém!

H

á aproximadamente 45 anos atrás iniciava a construção da Capela Santa Terezinha. Localizada no Araçá, saciou o desejo de um povo unido, simples e de coração puro. Uma pequena comunidade pesqueira que procurava viver em harmonia e na partilha comunitária. Hoje, a Comunidade Santa Terezinha acolhe cerca de 250 pessoas, muitas delas envolvidas diretamente em pastorais e movimentos existentes na Igreja: catequese, liturgia, GBF, coroinhas, entre outros. A Capela conta,

ainda, com um grupo de senhoras responsável pela limpeza do local que, diariamente, há 14 anos, abre as portas para oração no período da tarde. São diversas atividades realizadas ali, da oração do Terço, ao encontro dos Grupos Bíblicos em Família, além, é claro, da Celebração Eucarística e Celebração da Palavra (horários na página 02). O nome da Capela já identifica sua Padroeira: Santa Terezinha. E, por ser uma comunidade onde 90% das famílias vivem da pesca, seu Patrono é São Pedro.

Patrono é homenageado Entre os dias 28 de junho e 01 de julho a cidade de Porto Belo, de modo especial a Comunidade do Araçá, festejou a data litúrgica de São Pedro. Foram cinco dias de celebrações em honra ao Patrono e atividades festivas, entre elas, brincadeiras e gastronomia típica junina. Mas não há dúvida: o trapiche foi o cenário de um dos momentos mais emocionantes, a benção das embarcações e a prece pela abundancia do pescado. Ocorreu na manhã de domingo (01) e deu inicio as atividades do último dia de festa. Todos seguiram em procissão, com São Pedro sendo carregado pelos pescadores até a Capela onde se celebrou a Santa Missa.


4

Julho - 2012 | Porto belo

Porto Belo festeja Senhor Bom Jesus Devoção centenária movimenta diversas paróquias em todo o Brasil Em 06 de agosto a Igreja Católica celebra o dia do Senhor Bom Jesus, título que é invocado de diferentes formas e representações nas 202 paróquias, dedicadas à Ele, no Brasil. A imagem de Jesus nestas igrejas representam, em geral, o sofrimento do Filho de Deus durante a Paixão. Na Basílica do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas (MG), por exemplo, a imagem corresponde à conhecida como “Senhor Morto”. Os Santuários históricos do estado de São Paulo (Iguape, Tremembé, Bom Jesus dos Perdões e Pirapora do Bom Jesus) e as igrejas que deles derivam, indicam o Senhor na cena em que Pilatos o apresenta ao povo – como narrado em João 19, 5 – flagelado, coroado de espinhos e coberto com o manto púrpura. Representações como o Bom Jesus da Coluna, atado à coluna da flagelação; Bom Jesus da Pedra fria ou da Paciência, estando sentado e o Bom Jesus dos Passos, levando a cruz, podem ser encontradas em paróquias de sul a norte do país. Independente das titulações, milhares de milagres Deus têm concedido ao passar dos anos através da fé e oração do povo devoto e fiel. Devoção mais antiga Em 1647, os tripulantes de uma embarcação portuguesa,

após ser atacada na região costeira do estado de Pernambuco, lançou ao mar a imagem do Bom Jesus dentro de uma caixa, junto com algumas jarras de azeite. Naquele mesmo ano, em 2 de novembro, a caixa foi encontrada pelos índios, que ao abrirem, se depararam com a imagem entre os potes de óleo. Assustados, foram contar para a tribo o que haviam achado. Ao retornarem, viram que tudo estava como haviam deixado, exceto a imagem, cujo rosto agora se voltava para a direção oposta, ou seja, para o lado da Vila de Iguape. A intenção da comunidade, inicialmente, foi levá-la para Vila de Nossa Senhora da Conceição, porém o peso enorme da estátua logo cansou a todos. Estes, então, perceberam, que quando a carregavam para a Vila de Iguape, a imagem tornava-se extremamente leve, absolutamente desproporcional ao peso anterior. Compreendendo que se tratava de uma manifestação divina, ela foi para a Vila de Iguape, na Igreja de Nossa Senhora das Neves, onde esteve por dois séculos. No dia 05 de agosto de 1856, em meio à grande festa e aclamação popular, a imagem foi para a recém-inaugurada Igreja Matriz de Iguape, hoje Basílica do Senhor Bom Jesus, onde permanece até os dias atuais.

Programação da festa do Bom Jesus na Paróquia 03/08 (Sexta) 19h – Santa Missa 20h30 – Carreteiro e Roleta 04/08 (Sábado) 19h – Santa Missa 20h30 - Sorteio de prêmios e serviços de bar e cozinha 05/08 (Domingo) 09h – Celebração na Comunidade do Araçá 09h30 - Procissão Marítima (até a Igreja Matriz) 10h30 – Santa Missa com a presença dos Festeiros 12h - Almoço Festivo 14h – Sorteio de prêmios 16h30 - Café com Cuca

ANUNCIE AQUI (47) 3369-4062


Julho - 2012 | Porto belo

5

Matriz para turistas

Tombada pelo Patrimônio Histórico Catarinense, a Igreja Senhor Bom Jesus dos Aflitos passará por restauração Há apenas dois anos de completar o bicentenário, a Igreja Senhor Bom Jesus dos Aflitos se prepara para se tornar mais um atrativo turístico do município, aberto apenas em ocasiões especiais. A construção do novo templo está a todo vapor no Centro do município, em frente à Praça da Figueira. Enquanto à obra não é concluída, as Celebrações acontecem normalmente na Igreja inaugurada em 1814. A capela, do século 18, erguida pelos colonizadores da Enseada das Garoupas, denominação atribuída a Porto Belo na época, é a segunda mais antiga de Santa Catarina. Sua

estrutura foi tombada pelo Patrimônio Histórico do Estado em 1998. De acordo com historiadores, a Igreja erguida em 1814, pelos escravos, foi construída de paredões

de pedra, com a utilização de óleo de baleia como argamassa.  Ao longo dos anos, o templo sofreu alterações, conforme relatado na primeira edição do Jornal, por Roberto Martinho de Souza, “o tocador do sino”. Entre os planos de preservar o patrimônio mais visitado do município, a Presidente da Fundação Municipal da Cultura, Cristiane de Jesus, diz que há a possibilidade do prédio passar por um restauro completo. “Estamos negociando com a Fundação Catarinense de Cultura uma reforma ampla. Ainda não está certo, mas a obra será um presente para os moradores em 2014”, projeta. 

A Construção da nova Igreja O projeto que está sendo executado no Centro do município se aproxima do valor de R$750 mil reais e tem como fundamento principal a contribuição de moradores, como ocorreu em meados de 1814. De acordo com o pároco, Pe. Carlos André Paixão, o apoio dos paroquianos e amigos é fundamental para a conclusão da obra. “Ainda não existe previsão de término. É importante reforçar que contamos com contribuições” avalia. Pe. Carlos ainda relata que o número de frequentadores também obriga a construir uma nova sede. “Como houve o tombamento, não existe possibilidade de ampliação. A população necessita de uma nova Igreja, sem deixar de abrir esta pelo menos para visitação”, projeta o sacerdote. Ricardo Dias

ANUNCIE AQUI (47) 3369-4062


6

discípulos

Julho - 2012 | Porto belo

catequese Família na educação da fé

A catequese deve ter inicio em casa, sendo a família a primeira escola da fé, porém, a cada dia presenciamos menos esta realidade. Existe inclusive um trabalho intenso por parte da Igreja em busca de alternativas que motivem a família a exercer seu papel. Por conta disso, inúmeros problemas são enfrentados nos diferentes lares, tudo seria diferente, se existisse a atenção necessária às coisas do alto. A família que não vive a prática da catequese diária torna-se alvo fácil da escravidão da vida moderna e do consumismo. Esta deve ser educadora da fé, exemplo e espelho para os filhos. Se a família é presente, vive a religiosidade, o amor e a vida em comunidade, torna-se porta espiritual e tudo procede para o bem. Quando a família caminha em busca da salvação conhece de forma viva o amor, a paz, o perdão. Vive em sintonia com Deus, encontra força para os momentos de dificuldade, supera desafios e principalmente assume valores que humanizam a vida de todos. Quando os pais são presentes na vida de seus filhos, de modo especial na caminhada espiritual, cumprem sua missão de serem, de fato, educadores para a vida. Portanto, não basta apenas colocar os pequenos na catequese da Igreja, deixá-los nas celebrações e pegá-los no término. O filho que presencia os pais na caminhada de fé, participativos na vida cristã e comunitária, anseiam por experimentar da mesma alegria. E, em sua maioria, se tornam homens e mulheres enriquecidos dos Lembre-te Evento: Encontro para catequistas Data: 27 a 29 de Julho Local: Pousada Mirante dos Gales em Mariscal

dízimo solenidade Encontro paroquial celebra Cantinho o Sagrado Coração de Jesus

Matheus Gabriel Paulo

Apostolado se reuniu com comunidades em momentos de especial oração Ricardo Dias

Membros dos três grupos do Apostolado da Oração de Porto Belo estiveram reunidos durante toda a tarde do dia 15 de julho, em um encontro de formação nas dependências do salão paroquial da Igreja Matriz. Nesta mesma tarde o pároco Pe. Carlos André Paixão, diretor espiritual do apostolado de Porto Belo, palestrou de forma motivante para os presentes e fez com que se refletisse os seis pilares do apostolado: Oferecimento diário; vivencia da eucaristia; Culto especial ao Coração de Jesus; Devoção a Maria Santíssima, a co-Redentora; Sintonia com o Papa, o espírito eclesial e Devoção ao Divino espírito Santo. Também a tarde foi marcada com o falar do coordenador do Apostolado da Oração, Nelson Regis. Além de uma alegre confraternização que proporcionou a todos descontração durante o intervalo do café. O encontro foi encerrado com a Santa Missa da comunidade Matriz às 19h.

Solenidade Uma das três solenidades do tempo comum, dentro da liturgia da Igreja Católica comemorada na segunda sexta-feira após Corpus Christi, é o Sagrado Coração de Jesus. Neste ano de 2012, celebramos a data no dia 15 de junho, quando veneramos o Coração de Jesus mostrado na escritura como símbolo e sinal vivo do amor de Deus. Essa devoção é antiga, existe desde os primeiros tempos da Igreja e deve-se a Santa Margarida de Alacoque, uma das principais religiosas a propagar a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Segundo relatos históricos, Jesus fez revelações extraordinárias a religiosa, incumbindo-a de divulgar o desejo da festa ao seu Sagrado Coração.

Dízimo não é taxa nem mensalidade, não é imposição nem obrigação, mas sim um ato de amor a Deus e ao próximo. Esta prática do promove a vida na família e na comunidade. Dízimo também é questão de coragem e de perseverança. É sem dúvida uma oração silenciosa. Mais do que uma colaboração, o Dízimo é um gesto de amor, gratidão, fé, partilha e sobre tudo agradecimento a Deus. Nossa Paróquia, em busca de valorizar estas pessoas especiais, que se prontificam a colaborar com a obra do Senhor, preparou um espaço dedicado ao dizimista, o “Cantinho do Dízimo”. “O local foi construído com carinho ao lado da Secretaria Paroquial. No novo espaço, você dizimista pode muito mais que fazer sua colaboração, ele tem como objetivo acolher, tirar suas dúvidas, mostrar aos fieis que ele é uma peça fundamental na comunidade. “Para você que ainda não é dizimista, fica o convite para fazer parte desta grande obra, venha antes de qualquer coisa conhecer nosso espaço, teremos o prazer em acolhê-lo e esclarecer o assunto. Tendo certeza do valor de sua doação, faça o seu cadastro e passe a praticar esse lindo gesto que é a partilha. O Cantinho do Dízimo esta de portas abertas de terça a sexta-feira das 14h às 18h e no sábado das 08h30 às 11h30. Lembre-te: O “Catinho do Dízimo” será solenemente inaugurado em Missa realizada no dia 12 de agosto. Compareça.


maturidade cristã

Julho - 2012 | Porto belo

Perequê vivencia cura e libertação Comunidade Nossa Senhora de Lourdes vive momentos de muita oração Em um cenário de fé, uma vez por mês, a comunidade Nossa Senhora de Lourdes acolhe a Missa de Cura e Libertação. A celebração conta, em média, com 700 pessoas, que por diferentes motivos e em diversas situações, buscam acima de tudo um conforto espiritual. Seja para seguir confiante em busca de um milagre ou para encontrar força, forma-se uma união de fiéis que crêem no Deus do impossível. A cada celebração, novas curas e milagres se fazem reais no meio do povo. “É maravilhoso ver tantas pessoas unidas em seus anseios e com o carisma do sacerdote”, afirma Janete Diniz, Coordenadora da Renovação Carismática Católica (RCC) na Paróquia.

Motivadora incondicional destas missas, Janete conta que algumas histórias marcam sua lembrança e a emocionam. De modo especial, o relato de uma mãe que pedia pelo filho, a cura de um jovem que deixou de usar as muletas. “De acordo com a mãe do garoto, ela deixou-o em casa e durante a oração pedia confiante pela cura do jovem. Padre Carlos André Paixão proclamou a cura sobre alguém que ficara em casa. Quando ela chegou a seu lar, o filho estava sem as muletas. Ele teria ido ao banheiro e ao sair as esqueceu no local, desde então não usou mais”. Nas demais quintas-feiras de cada mês, acontece o Grupo de Oração Carismática Nossa Senhora de Lourdes, às 19h30.

Fone: 55 47 3354 0252 / 55 47 9923 7085 E-mail:rose@roseciadeviagens.com.br R. Vereador Érico Truppes, 142 - sala 201, Ed. Teonila Cep. 88360-000, Guabiruba - SC - Brasil

A Missa de Cura e libertação De acordo com o Coordenador Comarcal da RCC, Severo Fernandez Martinez, esse é um tema polêmico, até mesmo no meio católico. Há, de um lado, os que defendem a celebração da Missa, e do outro aqueles que rejeitam.  Na verdade toda Missa, toda Eucaristia é curadora e libertadora, afinal de contas, Jesus, o Libertador, está presente, vivo, ressuscitado em todas as celebrações da Eucaristia, onde quer que ela seja celebrada. Porém, na RCC, essas missas são celebrações vivas, em horários especiais, com a finalidade específica de obter de Deus a cura e a libertação de todo tipo de doença. São momentos de total proximidade do fiel com o Senhor Salvador e Curador.

movimento Mãe Peregrina

D

apontamentos

missa

7

esde o ano de 2004, na Paróquia Bom Jesus em Porto Belo, existe o Apostolado Mãe Peregrina. Movidos pelo amor e firmados na Palavra de Deus, seguem com os seguintes lemas: “Nada sem vós, nada sem nós” e “temos que ajudar os outros como Maria ajudou Isabel”. Por isso a capelinha vai de casa em casa, levar o amor da mãe e a paz de Jesus. Com isso, se produz uma corrente de oração. O movimento é ainda um apostolado popular, pois procura chegar a todas as pessoas, em todas as situações da vida, realizando o mandato do Senhor: “Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura” (Mc 16, 3), também porque se adapta a diversas realidades pastorais: famílias, escolas, hospitais, prisões, entre outros. De acordo com a coordenadora paroquial do movimento, Miriam Voss, o Apostolado Mãe Peregrina de Porto Belo conta com 18 missionárias, que procuram evangelizar 30 famílias. “Temos a capelinha com a imagem de Nossa Senhora, as missionárias providenciam a visita dela na casa de famílias da comunidade. A mãe peregrina permanece um dia em cada lar, o que representa 30 casas, 30 dias. No mês seguinte, inicia novamente a peregrinação da capelinha” explica. Estas imagens peregrinas são réplicas da imagem original, com a qual foi iniciada a Campanha. Têm a forma de santuário para exprimir a ligação essencial com o Santuário de Schöenstatt, com todas as graças que ali se recebem. Como autênticos “santuários peregrinos”, são abençoadas num Santuário de Schöenstatt e a partir disso são enviadas. Peregrina Original É a imagem com a qual o Diácono João Luiz Pozzobon iniciou a Campanha da Mãe Peregrina de Schöenstatt, em setembro de 1950. Esta imagem foi sua “companheira de peregrinação” durante mais de 30 anos. Em 1980, ele devolveu esta preciosa imagem para a Irmã Madre Terezinha Gobbo. Desde a morte de João Pozzobon, ocorrida em 1985, a Imagem Peregrina Original é guardada no Centro Mariano, sede do Movimento de Schöenstatt em Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul.


Praia do Caixa D’aço A enseada é praticamente inacessível para pedestres; a única praia existente é de difícil acesso (trilha a pé) e o grande diferencial deste lugar é que, todos que o frequentam, chegam pelo mar, em barcos, jetskys, veleiros e Iates. A baía é extremamente calma (sem ondas), o mar cor verde esmeralda, convidativo para o banho e para completar as facilidades. Três bares flutuantes com restaurantes físicos e serviço de Boat Delivery, um bote inflável que fica circulando entre as embarcações, anota pedidos e entrega comida e bebidas aos frequentadores marítimos.

27ª Festa da Tainha anima Porto Belo

P

Mesmo com a baixa safra da espécie, o pescado foi a maior pedida

or mais um ano, Porto Belo acolhe a grandiosa Festa da Tainha. A 27ª edição aconteceu entre os dias 06 a 08 de julho no Píer Municipal, Centro da Cidade. A Festa organizada pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, de Porto Belo e Bombinhas, visando arrecadar lucros para continuidade dos trabalhos em prol de promover melhor qualidade de vida às pessoas com deficiência assegurando-lhes o pleno exercício da cidadania. Como todos os anos, atrações não faltaram. Na sexta feira dia, 06, houve apresentações

culturais com os alunos da APAE de Porto Belo e Bombinhas, Grupo Alegria e Banda Marcial. Às 21h30, apresentação com DJ Fabrício de Bombinhas e 23h Show com Moreno Martins.

No sábado, diferentes atrações garantiram a animação durante todo o dia, mas foi logo cedo, 09h, que iniciou a gastronomia com quermesse, roleta, rifa e leilão, juntamente

com uma nova atração, o 1º Torneio de Dominó Beneficente. Enquanto os presentes saboreavam as tainhas, no palco, a música de “Piter e Cezinha”. Durante a noite do dia

07, as famosas tainhas foram servidas dando continuidade ao Torneio de Dominó e a festa ficou completa com a apresentação do Grupo de Pagode “Sempre Samba” às 20h30. No domingo e último dia de festa, as tainhas e outros quitutes continuaram a ser servidos a partir das 10h. A música começou ás 12h e seguiu até 14h. Mas tarde, 16h30, o grandioso Bingo Eletrônico da APAE (realização APAE e ROTARY CLUB), finalizou a festa. A APAE A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Porto Belo

ANUNCIE AQUI (47) 3369-4062

é uma associação civil, filantrópica, de caráter assistencial, educacional, cultural, de saúde, de estudo e pesquisa, desportivo e outros, sem fins lucrativos. Localizada na Av. Governador Celso Ramos, nº 3016, bairro Centro, tem por missão promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária. Saiba mais www.portobelo.apaebrasil.org.br


Jornal Sementes do Verbo