Issuu on Google+

AÇÃO SOCIAL PAROQUIAL DE CAMPINAS

BALANÇO SOCIAL 2011

MENSAGEM DO COORDENADOR

A Ação Social Paroquial de Campinas, atenta aos princípios que norteiam sua ação em favor das famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, buscou no seu planejamento para 2011 desenvolver um Plano de Ação, que além de atender famílias em suas necessidades básicas: alimentação, vestuário, encaminhamentos de urgência no que se refere à saúde, problemas de natureza jurídica e internações devidas à dependência química; também se preocupou em programas de resgate da cidadania e de inclusão social que possibilitassem a geração de renda através da formação profissional. A

instalação

de

um

laboratório

de

informática

dotado

de

20

microcomputadores tem permitido a inclusão digital, através dos cursos promovidos, tanto para jovens na idade do seu primeiro emprego, quanto de adultos ansiosos para terem acesso à tecnologia da informática, até então inacessível aos mesmos face aos custos de tal formação. Poderíamos ter ampliado a oferta de cursos para abranger maior número de jovens e adultos que nos procuram, mas a limitação de recursos e a necessidade de melhoria nos computadores tem sido um fator limitante. Possuímos um Salão de Beleza que tem nos possibilitado a oferta de cursos de Cabeleireiro e de Manicure para a população menos favorecida. Aqui também, a limitação de recursos restringe nossa atuação no que se refere à oferta de novos cursos. Não obstante às dificuldades encontradas, acreditamos que temos obtido resultados expressivos no atendimento as famílias e as pessoas que no dia a dia nos procuram, e também nos processos do resgate da cidadania, inclusão social, inclusão digital, através da formação profissional para possibilitar a geração de renda. Djalma Lemes Coordenador


HISTÓRICO

A Ação Social Paroquial de Campinas nascida em 24 de outubro de 1970, registrada sob o CNPJ 75.417.857.0001-00, está localizada na Rua Irmão Vieira nº. 04, Campinas, São José-SC. Fundada pelos paroquianos da Comunidade Santo Antônio – Campinas, em prol das famílias carentes promovendo ações que visem a geração de trabalho e renda em defesa da cidadania. É uma entidade sem fins lucrativos - declarada de utilidade pública estadual conforme Lei 10.241, de 31.10.1996, e utilidade pública municipal conforme lei 880/1973, de 02/05/1973

MISSÃO

Atender as demandas sociais existentes em nossa comunidade e arredores, visando beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, procurando contribuir nos processos de transformação e desenvolvimento da sociedade, com base na defesa da vida e vivência da justiça e da solidariedade.


ATIVIDADES ASSISTENCIAIS

Atendimento as Famílias Cadastradas Visita

domiciliar

com

o

objetivo

de

diagnosticar

das

condições

socioeconômicas das famílias. Doações de roupas e cestas básicas. Número de famílias de atendidas – 65.

Atendimento aos Moradores de Rua e Pessoas em Total Exclusão Social Atendimento, acolhimento, encaminhamento aos moradores de rua para os devidos tratamentos. Média de 6 pessoas por dia. Doações de roupas.

Atendimento Psicológico e Consultas Médicas Atendimento às famílias cadastradas e atendimento psicossocial. Atendimento Psicológico – 90 pessoas; Atendimento Médico – 8 famílias (procuram o atendimento)

Promoção de Eventos Comemorativos Promoção de comemoração de eventos significativos, com as famílias, convidados e crianças tais como: Páscoa, o Dia das Crianças e Natal.


Momento de confraternização e alegria, experimentando de forma simples o carinho, o amor e o acolhimento.

Espiritualidade e Autoestima Nas distribuições das cestas-básicas são realizadas momentos de orações e reflexões, visando orientá-los para uma melhor qualidade de vida.

Cursos Profissionalizantes São promovidos vários cursos destinados a todos aqueles que necessitam de uma qualificação para entrarem no mercado de trabalho ou montarem seu pequeno negócio, podendo com isso aumentar sua renda familiar. Os cursos são: Cabeleireiros – 20 alunos Manicure e Pedicure – 10 alunos Pintura em Tela – 8 alunos Tricô – 10 alunos Música (Saxofone, clarinete, violão e teclado) – 35 alunos.


Projeto de Inclusão Digital

Projeto em desenvolvimento em parceria com o SENAC TI Florianópolis. Promoveu cursos vespertinos destinado a jovens com idade de 16 a 24 anos (cursando segundo grau), 20 vagas. No período noturno o curso oferecido teve como público alvo a comunidade em geral, também com 20 vagas.


Balanço Social Anual / 2011 INSTITUIÇÃO: Ação Social Paroquial de Campinas CNPJ: 75.417.857/0001-00 ENDEREÇO: Rua: Irmãos Vieira, 4, Campinas, São José - SC. NATUREZA JURÍDICA: REGISTRO Nº 018 UTILIDADE PUBLICA:

(X) ASSOCIAÇÃO ( ) FUNDAÇÃO ( ) COOPERATIVA ( ) SINDICATO ( ) OUTROS ( ) CNAS

( ) CEAS

(X) CMAS ( ) NÃO SE APLICA

(X) MUNICIPAL (X) ESTADUAL (

ISENTA DA COTA PATRONAL INSS:

(

CLASSIFICADA COMO OSCIP (LEI 9.790/99): POSSUI CERTIFICADO DE ENTIDADE ASSISTÊNCIA SOCIAL (LEI 12.101/09):

) FEDERAL (

) NÃO SE APLICA

) SIM (X) NÃO (

) SIM (X) NÃO

BENEFICENTE

DE

(

) SIM (X) NÃO

Nom e Com pleto: Djalma Lemes RESPONSÁVEL NA ENTIDADE PELO PREENCHIMENTO DOS CPF: 413.630.786-15 DADOS DESTE ANEXO II : Cargo/Função: Coordenador E-m ail para contato: djalma.lemes@yahoo.com.br Obrigatório - Mensagem do Presidente A Ação Social Paroquial de Cam pinas, atenta aos princípios que norteiam sua ação em favor das fam ílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social e econôm ica, buscou no seu planejam ento para 2011 desenvolver um Plano de Ação, que além de atender fam ílias em suas necessidades básicas: alim entação, vestuário, encam inham entos de urgência no que se refere à saúde, problem as de natureza jurídica e internações devidas à dependência quím ica; tam bém se preocupou em program as de resgate da cidadania e de inclusão social que possibilitassem a geração de renda. Além dos dem ais cursos já vinham sendo oferecidos nos outros anos, que são: cabelereiro, pedicure e m anicure. A instalação de um laboratório de inform ática dotado de 20 m icrocom putadores tem perm itido a inclusão digital, através dos cursos prom ovidos, tanto para jovens na idade do seu prim eiro em prego, quanto de adultos ansiosos para terem acesso à tecnologia da inform ática, até então inacessível aos m esm os face aos custos de tal form ação. Não obstante às dificuldades encontradas, acreditam os que tem os obtido resultados expressivos no atendim ento as fam ílias e as pessoas que no dia a dia nos procuram , através das ações que foram desenvolvidas durante do o ano de 2011.

1 - Base de Cálculo Receita Bruta(RB) Receita líquida (RL) Resultado operacional (RO) Folha de pagamento bruta (FPB) ORIGEM DOS RECURSOS - RECEITAS TOTAIS Governos (f ederal, estadual, municipal) Empresas (local, nacional e estrangeira) Institutos e Fundações (local, nacional e estrangeira) Contribuições de Pessoas Físicas Contribuições Prestação de serviços e venda de produtos Receitas Financeiras (Fundos Próprios) Patrocínios Outras Receitas APLICAÇÃO DOS RECURSOS - DESPESAS TOTAIS Projetos, programas e ações (excluindo pessoal) Pessoal (salários, benef ícios e encargos) Despesas Operacionais Despesas com impostos e taxas Despesas f inanceiras Capital (máquinas, instalações e equipamentos) Outras despesas 2 - Indicadores Sociais Internos Alimentação Encargos sociais compulsórios Previdência privada Saúde Segurança e saúde no trabalho Educação Cultura Capacitação e desenvolvimento prof issional Creches ou auxílio-creche Participação nos lucros ou resultados Outros Total - Indicadores sociais internos

2011 Valor (Mil reais)

Valor (m il) 352,85 4.461,76 4.814,61

46.873 46.873 589 17.426 46.873 5.796 3.077 0 4.687 29.682 0 0 0 3.630 50.501 10.316 19.336 16.452 177 683 3.538 0 % sobre FPB 2% 26% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 28%

2010 Valor (Mil reais)

117.647 117.647 -2.873 103.132 117.647 284 0 0 1.790 111.207 0 0 0 4.366 122.284 2.309 107.794 9.828 0 1.906 216 231 % sobre RL Valor (m il) % sobre FPB % sobre RL 1% 0% 0% 93,97 10% 25.477,20 25% 22% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 10%

25.571,17

25%

22%


3 - Indicadores Sociais Externos

Valor (m il) % sobre RO % sobre RL Valor (m il) % sobre RO % sobre RL

Educação 10.316 1751,40% 22,01% 2.309 -80,37% 1,96% Cultura 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Saúde e saneamento 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Esporte 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Combate à fome e segurança alimentar 3.176 539,17% 6,78% 846 -29,44% 0,72% Outros 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Total das contribuições para a sociedade 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Tributos (excluídos encargos sociais) 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Total - Indicadores sociais externos 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Orientações Qualitativas - Indicadores Sociais Externo Atendim ento as Fam ílias Cadastradas: Visita domiciliar com o objetivo de diagnosticar das condições socioeconômicas das famílias. Doações de roupas e cestas básicas. Número de famílias de atendidas – 65. Atendim ento aos Moradores de Rua e Pessoas em Total Exclusão Social: Atendimento, acolhimento, encaminhamento aos moradores de rua para os devidos tratamentos. Média de 6 pessoas por dia. Doações de roupas. Cursos Profissionalizantes: São promovidos vários cursos destinados a todos aqueles que necessitam de uma qualificação para entrarem no mercado de trabalho ou montarem seu pequeno negócio, podendo com isso aumentar sua renda familiar. Os cursos são: Cabeleireiros – 20 alunos; Manicure e Pedicure – 10 alunos; Pintura em Tela – 8 alunos; Tricô – 10 alunos; e Música (Saxofone, clarinete, violão e teclado) – 35 alunos. Projeto de Inclusão Digital: Projeto em desenvolvimento em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC, o qual 4 - Indicadores Am bientais Valor (m il) % sobre RO % sobre RL Valor (m il) % sobre RO % sobre RL Investimentos relacionados com a produção/ operação da empresa 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Investimentos em programas e/ou projetos externos 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Total dos investim entos em m eio am biente 0 0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% Quanto ao estabelecimento de “metas anuais” para minimizar (X) não possui metas ( ) cumpre de 51 (X ) não possui metas ( ) cumpre de 51 resíduos, o consumo em geral na produção/ operação e a 75% ( ) cumpre de 0 a a 75% ( ) cumpre de 0 a aumentar a eficácia na utilização de recursos naturais, a 50% ( ) cumpre de 76 a 100% 50% ( ) cumpre de 76 a 100% empresa Orientações Qualitativas - Indicadores Am bientais 5 - Indicadores do Corpo Funcional Nº de empregados(as) ao final do período Nº de admissões durante o período Nº de empregados(as) terceirizados(as) Nº de estagiários(as) Nº de empregados(as) acima de 45 anos Nº de mulheres que trabalham na empresa % de cargos de chefia ocupados por mulheres Nº de negros(as) que trabalham na empresa % de cargos de chefia ocupados por negros(as) Nº de pessoas com deficiência ou necessidades especiais 6 - Inform ações relevantes quanto ao exercício da cidadania em presarial Relação entre a maior e a menor remuneração na empresa Número total de acidentes de trabalho Os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela empresa foram definidos por:

2010 1 0 0 1 1 1 100,00% 0 0,00% 0 2011 Valor (Mil reais)

( ) ( ) ( ) (X) Os pradrões de segurança e salubridade no ambiente de ( ) trabalho foram definidos por: ( ) ( ) ( ) (X) Quanto à liberdade sindical, ao direito de negociação coletiva ( ) e à representação interna dos(as) trabalhadores(as), a ( ) empresa: ( ) (X) A previdência privada contempla: ( ) ( ) ( ) (X) ( ) Na seleção dos fornecedores, os mesmos padrões éticos e ( ) de responsabilidade social e ambiental adotados pela ( ) empresa: (X) ( ) Quanto à participação de empregados(as) em programas de ( ) trabalho voluntário, a empresa: (X) Número total de reclamações e críticas de consumidores(as): Entidade: Procon: Justiça: % de reclamações e críticas atendidas ou solucionadas: Entidade: Procon: Justiça:

0 0 diretoria gerência empregados (as) não se aplica diretoria gerência empregados (as) PPRA não se aplica não se envolve incentiva segue as normas da OIT não se aplica diretoria gerência empregados (as) não se aplica são exigidos são sugeridos são considerados não se aplica não se envolve apóia organiza e incentiva -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2011 1 0 0 1 1 1 100,00% 0 0,00% 0 Metas 2010

( ) ( ) ( ) (X) ( ) ( ) ( ) ( ) (X) ( ) ( ) ( ) (X) ( ) ( ) ( ) (X) ( ) ( ) ( ) (X) ( ) ( ) (X) Entidade: Procon: Justiça: Entidade: Procon: Justiça:

0 0 diretoria gerência empregados (as) não se aplica diretoria gerência empregados (as) PPRA não se aplica não se envolve incentiva segue as normas da OIT não se aplica diretoria gerência empregados (as) não se aplica são exigidos são sugeridos são considerados não se aplica não se envolve apóia organiza e incentiva -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Entidade prioriza contratar pessoas da comunidade onde atua: Entidade possui assento em Conselhos Municipais, Estaduais ou Federais: Entidade participa em de algum movimento social, como Redes e Fóruns : Entidade adota políticas visando diminiuir a exclusão social, através da admissão de idosos, pessoas com defeciência, mulheres, afrodescentes e outros 7 - Outras Inform ações

(X) SIM

( ) NÃO

(X) SIM

( ) NÃO

( ) SIM

(X) NÃO

( ) SIM

(X) NÃO

(X) SIM

( ) NÃO

(X) SIM

( ) NÃO

(X) SIM

( ) NÃO

(X) SIM

( ) NÃO


Balanço da Ação Social