Page 1

Santuário Sagrado Coração de Jesus | Setembro de 2012


meNSaGem Do PÁroco

eDITorIaL

“Não pode faltar a Palavra e o Pão a quem quer um mundo de irmãos”

Nos questionamos? Pe. Claudionor José Schmitt, SCJ

Com o tema “Discípulos missionários a partir do Evangelho de Marcos” e o lema “Coragem! Ele te chama!” (Mc 10,49), somos convidados, em comunhão com a Igreja do Brasil, a celebrar mais um “mês da Bíblia” como um momento forte de evangelização, de animação bíblica da vida e da pastoral. Para a nossa paróquia que está celebrando o Ano Eucarístico, esse “mês da Bíblia” torna-se um espaço privilegiado e um convite a aproximarmos-nos das “duas mesas”: da Palavra e do Corpo de Cristo, onde o pão da vida é distribuído. Nessas duas mesas somos espiritualmente alimentados. Na mesa da Palavra somos mais instruídos e na mesa da Eucaristia somos santificados mais plenamente (cf IELM 10).

Roberson Pinheiro

É deixando Jesus iluminar o nosso caminho e fazer “arder” o nosso coração com as palavras da Escritura que seremos capazes de reconhecê-lo no “partir do pão”. Vamos nos tornando íntimos e familiares dele, aprendendo a ser seus discípulos, fundamentando e reavivando o nosso compromisso missionário. Toda a nossa vida cristã e toda a nossa missão têm como centro, como “coração” essas duas mesas. Que a celebração do mês da bíblia, neste Ano Eucarístico, nos ajude e nos leve a um profundo encontro com Jesus. Também, faça pulsar em nós “um coração bíblico e eucarístico” para que, em tudo o que fazemos e vivemos, possamos deixar as marcas de uma “espiritualidade bíblica e eucarística”.

“A Bíblia é a Palavra de Deus semeada no meio do povo”, já diria uma clássica canção católica. E neste lema avançamos para o mês de setembro, o qual a Igreja dá maior ênfase para este tema. Assim, celebrar o mês da Bíblia não deve ser apenas o reconhecer a importância dos 73 livros que a compõem, mas deve motivar questionamentos em nossa vida. Estamos dedicando tempo

para a leitura diária dos textos bíblicos? Nos esforçamos para compreendê-los? Rezamos com as passagens que lemos? Estas e outras perguntas devem pautar nossos dias em setembro e todos os dias do ano. Que, com a ajuda do Espírito Santo, possamos viver bem este mês por meio da leitura, reflexão e oração com a Palavra de Deus. Boa leitura!

arTIGo Do mÊS

Nós, cristãos, nas eleições municipais Marco Aurélio Farias

Corrupção! Esta, geralmente, é a primeira palavra que nos vêm à mente quando ouvimos e falamos sobre política. Afinal, vivemos em um país que tem enfrentado constantemente escândalos envolvendo nossos políticos. Os meios de comunicação trazem diariamente até nós o mais variado “cardápio” de falcatruas, desvios de dinheiro, superfaturamento de obras públicas etc. O momento político impõe grandes responsabilidades a respeito do destino de nossos municípios. Diante disso, qual deve ser a minha atitude como católico? A arte de bem governar e administrar com competência são exigências constantes de Deus, pois Deus constituiu a política para o bem público. Os apóstolos Pedro e Paulo ti-

nham em mente os ensinamentos de Jesus ao tratarem, em suas cartas, de alguns temas políticos. Ambos enfatizam a importância da obediência e honra para com as autoridades pelo simples fato de serem “ministros de Deus”, expressão usada por Paulo. Porém, a recomendação de deveres não era pelo que o imperador e as demais autoridades significavam, e sim, porque ocupavam a posição instituída por Deus. Lembremos que quando Pilatos disse a Jesus: “Não sabes que tenho poder para te soltar e para te crucificar?”, a resposta do nosso Senhor foi “Não terias poder algum sobre mim, se de cima não te fora dado” (Jo 19,10-11). Por causa dessa autoridade que vem de Deus é que o povo tem deveres para com as autoridades constituídas. E por causa dessa mesma autoridade vin-

BeaTa

da de Deus é que os políticos devem tratar o povo com justiça e respeito. Portanto, continuemos no discernimento rumo às eleições e não deleguemos a ninguém nossa capacidade de escolha, nem nos deixemos influenciar por falsas promessas. Também, auxiliados pelo Espírito Santo, busquemos refletir e investigar as propostas e o passado das pessoas que receberão o nosso voto. Boa eleição!

Madre Tereza de Calcutá Agnes Gonxha Bojaxhiu, mais conhecida como Madre Tereza de Calcutá, faleceu em 5 de setembro de 1997. Nesta data se recorda a vida de Madre Tereza que foi beatificada em 2003, pelo Papa João Paulo II. A beata fundou a Congregação das Missionárias da Caridade dedicadas a cuidar dos pobres e necessitados. O forte cunho social de Tereza contribuiu para que ela ganhasse em 1979 o

O Jornal do santuário é uma publicação do

p rodução JORNALISTA RESPONSÁVEL

santuário sagrado coração de jesus.

KETLIN DA ROSA - SC02821 - JP KETLIN@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

direção e revisão: PE. CLAUDIONOR JOSÉ SCHMITT, SCJ contato: 47 3455 2204 | Rua INÁCIO BASTOS, 308, BUCAREIN - joinville/sc

prêmio Nobel pela paz. Já em 1997, segundo site motherteresacause. info, as irmãs eram cerca de 4000, presentes em 123 países do mundo, nas mais ou menos 600 fundações. Atualmente, Madre Tereza de Calcutá está em processo de canonização, procedimento que se encontra em fase avançada, conforme divulgado no portal da Canção Nova.

rua prof. rosinha campos, 52, sala 02, abraão - FLORIANÓPOLIS/SC FONE: 48 3365 1613 ATENDIMENTO@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

texto / reportagens Roberson Pinheiro roberson@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

di agr a mação André Kinal criacao@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

t ir agem: 3 mil per iodicida de: mensal imp ressão: gráfica a notícia

www.santuarioscj.com.br


HORÁRIO DAS

CELEBRAÇÕES Santuário Sagrado Coração de Jesus Segunda-Feira Missa às 19h (pelos falecidos). Terça-Feira Missa às 16h (pelas intenções da rádio e internet) e 19h. Quarta-Feira Missa às 19h (pelas famílias). Quinta-Feira Missa às 7h, 16h (pelos enfermos) e 19h. Sexta-Feira Missa às 7h, 12h: 30 e 19h. Sábado Missa às 19h Domingo Missa às 6h: 30, 8h, 9h:30, 11h:30, 17h, 19h. Informações importantes: Primeira sexta feira do mês (missas) – 7h, 12h: 30, 16h, 19h, 23h. Adoração ao Santíssimo Sacramento Toda quinta-feira das 8h às 19h. Reza do ofício divino Toda quinta-feira às 11h. Missa com interprete de sinais 4º domingo do mês às 19h Missa nos Grupos Bíblicos de Reflexão 2ª terça-feira do mês às 19h:30. Benção de objetos Após as missas da 1ª sexta feira do mês e no expediente paroquial. Comunidades Nossa Senhora do Rosário - Guanabara 3ª Terça-feira do mês – 19h30 (GBR) Quarta-feira – 19h30 3ª Sexta-feira do mês – 16h (enfermos) Domingo – 8h São Judas Tadeu - Itaum 3ª Terça-feira do mês – 19h30 (GBR) Quarta-feira – 16h Sábado – 19h Domingo – 19h Dia 28 (Missa do Padroeiro) – às 19h30 Divino Espírito Santo - Petrópolis 1ª Segunda-feira do mês – 19h30 1ª Terça-feira do mês – 19h30 (GBR) 4ª Quarta-feira do mês – 16h (enfermos) Quinta-feira – 19h30 Sábado – 19h Domingo – 8h Sagrada Família - Guanabara 4ª Terça-feira do mês – 19h30 (GBR) 3ª Sexta-feira do mês – 19h30 Domingo – 9h30

GeRaL

eVeNToS

Família, Diácono e Bispo Celebrações no dia 19 de agosto, movimentaram Diocese de Joinville

No dia em que Joinville (SC) acolheu a ordenação de 21 novos diáconos, Dom Irineu Scherer completou cinco anos de pastoreio na diocese. A Missa celebrativa, de 19 de agosto, contou ainda com o encerramento da Semana da Família e com a comemoração dos 50 anos do Concílio Vaticano II e aconteceu no Centreventos Cau Hansen. Dom Irineu Roque

Scherer chegou à cidade dos príncipes em 2007. Antes havia sido bispo de Garanhuns (PE), primeira diocese, desde sua nomeação em 1998, tendo por lema episcopal Fides Mundum vincit – A Fé vence o Mundo (I Jo 5,4). O mestre em história da Igreja foi ordenado em Toledo (PR), sendo pároco em algumas cidades do Estado. Ele é autor de alguns títulos como “Me-

ditações para Reavivar a Esperança”, além de ter publicado textos em periódicos do Brasil. As apresentações artísticas de música, dança e teatro, também, fizeram parte do evento. E a emoção tomou conta do ambiente, principalmente das famílias dos diáconos que acompanharam todo o momento da ordenação. Os neo-

-diáconos vão atuar em Joinville, nas cidades do Vale do Itapocu e do Planalto Norte. Por fim, o terceiro domingo de agosto ficou marcado como um dia festivo e cheio de alegria. O mês vocacional deixou, assim, muitos frutos na memória dos joinvilenses, evidenciando para os fiéis a importância de ser família e de ser Igreja.

Igreja se prepara para Semana do Nascituro

Já está disponível para ser enviada a todo o país a publicação “Hora da Vida”. O projeto é uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que se prepara para a Semana Nacional da Vida e do Nascituro, de 1 a 8 de outubro. O Hora da Vida é um subsídio disponibilizado para que as famílias, durante os primeiros dias de outubro, discutam assuntos como “Acolhida à vida nascente”, “Transmissão da vida: qual a missão do casal?”, “Saúde e equilíbrio do homem”, entre outros. A Semana do Nascituro é celebrada pela Igreja do Brasil desde 2005. Neste período, as dioceses de todo o país são convidadas a desenvolver atividades em torno do tema “Vida, saúde e dignidade: direito e responsabilidade de todos”, com o objetivo de valorizar o direito à vida e à preservação da dignidade humana.

3

www.santuarioscj.com.br


VaTIcaNo

TeSTemUNHo

Questões relativas à vida Minha vida na Eucaristia política do católico Próximo das eleições municipais 2012, vamos refletir sobre as orientações da Igreja para atuação dos cristãos A Congregação para a Doutrina da Fé, ouvido também o parecer do Pontifício Conselho para os Leigos, achou por bem publicar a presente: “Nota doutrinal sobre algumas questões relativas à participação e comportamento dos católicos na vida política”. I. Um ensinamento constante 1. O empenho do cristão no mundo em dois mil anos de história manifestou-se seguindo diversos percursos. Um deles concretizou-se através da participação na ação política: os cristãos, afirmava um escritor eclesiástico dos primeiros séculos, “participam na vida pública como cidadãos”. A Igreja venera entre os seus Santos numerosos homens e mulheres que serviram a Deus através do seu generoso empenho nas atividades políticas e de governo. Entre eles, São Tomás More, proclamado Padroeiro dos Governantes e dos Políticos, soube testemunhar até ao martírio a “dignidade inalienável da consciência”. Embora sujeito a diversas formas de pressão psicológica, negou-se a qualquer compromisso e, sem abandonar “a constante fidelidade à autoridade e às legítimas instituições” em que se distinguiu, afirmou com a sua vida e com a sua morte que “o homem não pode separar-se de Deus nem a política da moral”. As sociedades democráticas atuais, onde louvavelmente todos participam na gestão da coisa pública num clima de verdadeira liberdade, exigem novas e mais am-

FoRmaÇÃo

plas formas de participação na vida pública da parte dos cidadãos, cristãos e não cristãos. Todos podem, de fato, contribuir através do voto na eleição dos legisladores e dos governantes e, também de outras formas na definição das orientações políticas e das opções legislativas que, no seu entender, melhor promovam o bem comum. Num sistema político democrático, a vida não poderia processar-se de maneira profícua sem o envolvimento ativo, responsável e generoso de todos, “mesmo na diversidade e complementaridade de formas, níveis, funções e responsabilidades”. Através do cumprimento dos comuns deveres civis, “guiados pela consciência cristã” e em conformidade com os valores com ela congruentes, os fiéis leigos desempenham também a função que lhes é própria de animar cristãmente a ordem temporal. É consequência deste ensinamento fundamental do Concílio Vaticano II que “os fiéis leigos não podem de maneira nenhuma abdicar de participar na ‘política’, ou seja, na multíplice e variada ação econômica, social, legislativa, administrativa e cultural, destinada a promover de forma orgânica e institucional o bem comum”. * Versão completa acesse: www.vatican.va no setor da Congregação para Doutrina e Fé.

4

Nilda Rocha

Nascida de uma família simples e humilde, mas alicerçada na fé. Fiquei órfã com 03 anos e meio, aos 14 saí de casa por causa do novo casamento de minha mãe. Aos 18 anos, casei e me afastei um pouco da Igreja, então logo adoeci com uma depressão e, neste período, já tinha dois filhos. Então percebi que era hora de retornar profundamente a vida de fé, que aprendi com minha mãe e no testemunho de meu avô materno. A cada Missa que eu participava pedia a Jesus na consagração que me curasse e me devolvesse à paz interior, que havia desaparecido. Minha graça foi alcançada em pouco tempo, levando-me a me apaixonar cada vez mais por Jesus sacramentado. Depois de um tempo meu esposo ficou enfermo com um câncer. Fui ao sacrário do hospital, enquanto meu marido estava no centro cirúrgico, eu conversava com Jesus e dizia: Senhor eu não sou digna, mas se disseres uma palavra teu servo será curado. Tomei posse dessa graça e já fazem 18 anos de sua cura. Também outra cura que Jesus realizou em minha família foi na vida de meu filho mais velho, na época com 11 anos, ele teve uma crise violenta de bronquite, então novamente me coloquei diante da sua presença para suplicar a recuperação do meu filho. Naquele dia não havia ninguém na Igreja, só eu e Jesus. E aí aconteceu mais um milagre, pois sabemos que bronquite não tem cura, mas meu filho está curado e já tem 30 anos de idade. Como não amar Jesus que é tão maravilhoso, que está sempre esperando no sacrário, no ostensório. Quando se ama alguém a gente quer estar todos os dias juntinhos não é mesmo, é por isso que faço de tudo para ir na Missa todos os dias.

www.santuarioscj.com.br


comemoração

Dia dos pais na Paróquia Celebrações nas comunidades do Santuário SCJ foram cheias de homenagens

No último dia 12 de agosto, ao celebrarmos o dia dos pais, comemoramos também o aniversário de falecimento do padre Dehon (1843-1925), que com todo o seu ardor sacerdotal e missionário tornou-se o pai dos sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus, fundando a Congregação que espalhou-se por todo o mundo e chegou a Joinville há quase um século. A celebração teve início às 08 horas e foi presidida pelo Pe. Kleber que rememorou a experiência apostólica e missionária de padre Dehon. Salientou, ainda, que a missão dos dehonianos está fundada no carisma de serem profetas do amor e ministros da reparação, onde a sua maior vocação é o amor.

Lançamento da campanha pró-forro

No Santuário, padres destacaram a importância da união familiar

“Sou feliz por ser pai!”, enfatiza Pedro Adão, paroquiano do Santuário Sagrado Coração de Jesus (SCJ). A mesma alegria do seu Pedro era vista no rosto de outros pais que participaram das celebrações do dia 12 de agosto. O dia dos pais no Santuário SCJ e nas suas comunidades foi repleto de homenagens. Na Divino Espírito Santo, por exemplo, as comemorações já iniciaram no sábado e se estendera até o outro dia com momentos de música e mensagens que valorizavam toda a família. Já na Comunidade São Judas Tadeu, as homenagens ficaram por conta do Ministério para as Crian-

Missa recorda Padre Dehon

ças, da Renovação Carismática Católica. Os pequenos utilizaram fantoches para compor a Celebração Eucarística e, ao final, por meio de símbolos relembraram o relato da Criação e mostraram aos pais que eles foram criados por Deus para serem sinais de amor na vida dos filhos. Nas homilias do domingo, os sacerdotes dehonianos aproveitaram para enfatizar a importância da união familiar, o que gerou nos pais, também, o sentimento de gratidão. “É bom demais ter uma família que te ajuda na caminhada, por isso, hoje vim agradecer e receber a benção de Deus neste dia dos pais”, conclui seu Pedro.

Novos catequistas na Comunidade São Judas

Talita Rosa

Mais quatro leigos acabam de dizer sim ao chamado de Deus e ao convite da comunidade. Valdete Aparecida Rocha Budal vai reforçar o time de catequistas da Iniciação à Vida Eucarística. Ela passou a frequentar a Comunidade São Judas Tadeu por causa da filha Nicole, que entrou no processo de Iniciação. “Na primeira formação de pais, senti o chamado”, lembra emocionada. “Conversei com a coordenadora e quando vi já estava fazendo parte dessa missão. Foi tão natural. Me senti muito bem acolhida”, conta a nova catequista que já está atuando como ajudante, para completar a formação antes de assumir uma nova turma. A vocação de Valdete também al-

comunidades

cançou o marido dela. Mário César Budal vai ser catequista de Crisma. A partir de setembro, ele e os jovens Marco Aurélio Farias e Bruno Cauê Delmonego farão parte da equipe que tem a missão de preparar adolescentes para o sacramento.

Mário nem pensava em fazer isso antes de receber o convite, há um mês, quando chegou à Comunidade São Judas. “Acho que vai ser maravilhoso. Sou otimista. Nossa missão é essa, evangelizar”, conta entusiasmado. Já a dupla Marco Aurélio e Bruno era convidada há tempo para a catequese. Agora que concluiu a faculdade, Bruno aceitou o desafio e ganhou a adesão do colega que conheceu no grupo de jovens. “Temos nossos catequistas como exemplos. Eles eram jovens e nos deram uma formação de modo tão dinâmico que ficamos motivados”, contam os novos catequistas.

5

No dia 12 de agosto, o coordenador do Conselho da Comunidade Sagrada Família, Joaci Marcolino, juntamente com o coordenador da comissão de finanças Anselmo Bernardes e da comissão de construção Waldemar Furtado, lançaram uma campanha com o objetivo de cobrir os gastos com o forro comprado. A dívida contraída está dentro do orçamento da capela, mas com a ajuda de todos, poderemos dar passos ainda maiores. A campanha tem os mesmos moldes da feita no início da construção. Um carnê com doze prestações de 15, 20, 25 reais ou mais, poderá ser retirado na secretaria da comunidade e ser pago em qualquer comunidade da paróquia. Quem se interessar pode entrar em contato pelo telefone (47)3426 3611 ou pelo e-mail comunidadesagradafamilia@live.com.

www.santuarioscj.com.br


O

Já em 20 de outubro é a vez do Santuábeato João Paulo II, por meio de sua mensagem rio do Sagrado Coração de Jesus (SCJ) deno Encontro de Yaoundé finir as prioridades da Paróquia por meio de (África), exorta os fieis sua Assembleia, que convoca os represencatólicos. “Vós que sois tantes dos variados seguimentos pastorais, leigos na Igreja e possuis das suas cinco comunidades. Os debates a fé — o maior de todos os recursos — unem as observações de suas lideranças tendes uma oportunidade única e uma com as determinações definidas no enconresponsabilidade crucial. Por meio das tro diocesano de setembro. “O tema prinvossas vidas entre as atividades diárias cipal trata das urgências da evangelização do mundo, mostrais o poder que a fé tem descritas na Ação Evangelizadora da Igreja para transformar o mundo e renovar a fa- no Brasil 2011-2015. A partir delas, voltamília humana”. mos o olhar para a nossa realidade. Este Por muito tempo se pensou que ape- é o caminho que as Assembleias parecem nas os sacerdotes e, após, os religiosos seguir”, observa Paulo Becker, coordetinham voz dentro da Igreja. De maneira nador do Conselho de Pastoral Paroquial mais evidente, depois do Concílio Vatica- (CPP) do Santuário SCJ. no II, que completa 50 anos em 2012, o Porém, antes de chegar à assembleia Magistério Eclesial enfatiza a necessidade paroquial, são necessárias etapas comuda participação do leigo no processo de nitárias, para que os fieis das diversas transformação da sociedade. áreas da Paróquia sejam ouvidos. Assim, “Hoje os leigos são, com certeza, uma em setembro acontecem as assembleias força viva dentro da Igreja e, mais do que particulares das comunidades. “As partinunca, notamos que não são mais só os lhas, experiências e desafios vivenciados catequistas que se destacam com a sua nos pequenos grupos são avaliados nas importância, mas sim, todas as pastorais assembleias, onde também são traçados e movimentos, pois são leigos compro- os passos da comunidade”, ratifica Sidinei metidos atuando na Igreja”, Thomas, coordenador pa“A Igreja tem declara João Luís Baptista, roquial da iniciação à vida paroquiano da Comunidanecessidade de cristã. de São Judas Tadeu, JoinPorém, não basta opinar. vós, precisa de ville (SC). Leiga ativa no Santuário leigos que, na Um dos sinais da escuta SCJ, Enriete Stolf lembra Ação Católica, do leigo na tomada de deque “para que o envolvimencisões são as Assembleias to da comunidade aconteça, encontraram de Pastoral. Nesses enconé necessário compreender uma escola de tros são definidos os plamelhor o que Deus quer, é santidade” nos de ação para a Igreja, preciso dedicar-se a oração nas diversas regiões onde pessoal, cultivar e alimentar está inserida. “A Igreja tem essa fé dia-a-dia, porque necessidade de vós, precisa de leigos como humanos somos muito limitados”. que, na Ação Católica, encontraram uma escola de santidade, onde aprenderam a Amar e agradecer viver a radicalidade do Evangelho na nor“A princípio, parecia um simples trabamalidade de todos os dias”, recorda Bento lho, depois fui percebendo sua importância XVI, em discurso para o Pontifício Conse- e significado. Hoje é para mim um modo lho para os Leigos. de viver e uma forma de amar a Deus”, comenta a paroquiana Noely Zanghelini. Assembleias Como orientava João Paulo II no comeReunião de pessoas no mesmo lugar, ço do texto, o leigo tem esse chamado de esse é o significado de Assembleia. O transformar a sociedade, mostrando a ela que acontece, portanto, nas dioceses a força da fé. E, apenas na experiência do de todo o país nesta reta final do ano, amor, é que essa vocação toma sentido. são encontros que reúnem leigos, sacerSer grato a Deus também é importante, dotes e representantes da comunidade como comenta Paulo Becker, reconheceneclesial de cada Igreja particular, a fim do aquilo que já foi alcançado. “Seguindo de discutir qual será o foco do trabalho a inspiração bíblica, procuramos avaliar o para os próximos anos. que realizamos, alinhavamos os desafios No dia 14 de setembro, a Diocese de que precisamos enfrentar, mas, sobretuJoinville realiza a Assembleia Diocesana. do, buscamos agradecer e celebrar o que Com base na direção apostólica da Igreja, conquistamos durante o ano”. O leigo, portanto, é um personagem sinalizado no Documento de Aparecida, e em outros direcionamentos dos últimos indispensável para o bom andamento anos, a coordenação diocesana de pas- da Igreja. Tanto na tomada de decisões, toral, junto com representantes das paró- quanto nas atitudes cotidianas, ele é quias, vão definir as prioridades da Igreja chamado a ser o reflexo do Evangelho para esta região. de Jesus Cristo.

VELAS SEMINÁRIO DE CORUPÁ

Novos rum

ação pa

A Igreja conta atualmente com intensa participação dos le inseriu-os diretamente na administração paroquial

Acesse nossa loja virtual al

www.velaseminario.com.br www.santuarioscj.com.br


LEIGOS QUE FAZEM A DIFERENÇA Há 18 anos servindo com a voz

A voz de Rosane Goret da Silva integra há 18 anos o ministério de música “Restauração”. “Eu comecei frequentando o grupo de oração da RCC. Ali conheci a equipe de música, passei a acompanhá-la nos retiros, conheci meu esposo, o Davi, e passei a integrar a equipe”, conta. Como leiga, Rosane tem uma rotina intensa na comunidade: todas as segundas e quintas-feiras, uma terça-feira e uma sexta-feira por mês ela não falta aos compromissos do ministério. Além disso, ainda serve às missas na escala da Pastoral do Canto. “Muitas pessoas me dizem que não sabem como dou conta de tudo: trabalho, casa, família e o serviço na Igreja. Eu respondo que é só olhando para Deus, porque humanamente não damos conta. Ele nos dá tanto que precisamos fazer a nossa parte”, completa.

Desde criança

mos para

astoral

eigos, especialmente após o Concilio Vaticano II, que

José Castilho é um dos leigos mais conhecidos da Comunidade São Judas Tadeu. Ele já atuou como coordenador do Grupo de Oração da RCC e do Conselho de Pastoral Comunitário. Atualmente, continua fazendo parte do ministério de pregação da RCC, participa do Grupo Bíblico de Reflexão e compõe o grupo de missionários e proclamadores das Casas de Oração, no projeto paroquial das Missões Querigmáticas. “É algo mais forte do que a gente. Lembro até hoje que quando fui chamado para a formação de pregadores, não queria, pensava em cantar e tocar instrumentos, o que eu já fazia quando era jovem. Mas veio o novo chamado de Deus e mudou tudo”, conta. O exemplo deste leigo veio de casa. O pai de José Castilho foi o catequista dele e sempre incentivou o serviço à igreja. “Quando eu era criança fazia questão de abrir a igreja e tocar o sino”, lembra.

AGENDA 14/set – Assembleia Diocesana 29/set – Assembleias Comunitárias Com. Sagrada Família, Divino e Rosário

VENHA CONHECER

CENTRAL DE EVENTOS

06/out – Assembleias Comunitárias Comunidades Matriz e São Judas 20/out – Assembleia Paroquial

BKR 15 ANOS . A BKR agradece a todos os clientes e amigos que nos acompanham nesta caminhada, ficamos muitos felizes, um muito obrigado e que continuem nos prestigiando sempre.

Rua Augusto Schmidt, 250 - Floresta - Contato Bernardo e Adelina - 47 8431 8592 www.santuarioscj.com.br


eVaNGeLIZar

eSPaço DeHoNIaNo

Os planos para o novo triênio

Anunciar em novo ambiente

O resultado das missões querigmáticas na Comunidade Matriz conclui um ciclo de cinco anos de projeto missionário Um cenário novo, mas o objetivo era o mesmo. Assim aconteceram as Missões Querigmáticas no último ano do projeto, iniciado em 2008. A Comunidade Matriz acolheu os missionários da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e, com o auxílio dos padres dehonianos, assumiram o desafio de evangelizar as pessoas nas casas e empresas da região. O atendimento aos empresários foi um dos diferenciais dessa missão, já que o setor central da Paróquia é composta por muitas atividades comerciais. Ao final, chefes e funcionários puderam ouvir a Palavra de Deus e receber uma benção pelas mãos dos sacerdotes do Santuário. “Foi com imensa alegria que recebemos [os missionários] em nosso estabelecimento comercial, vieram nos trazendo à benção e a Palavra do Senhor Jesus, um alimento insaciável em nossas vidas”, declara Rolando e Patrícia Schubert, proprietários de uma loja de veículos.

sanTuÁRio

A experiência missionária traz frutos até mesmo aos padres que já estão acostumados com o trabalho de missão. “Numa visita a um dos estabelecimentos comerciais, percebi que o serviço que ali se prestava, seria uma coisa que eu jamais faria para viver. Mas foi também o lugar que eu mais fiquei rezando e “prosiando”, é claro, onde descobri que são nas coisas que menos gosto é que deveria ser mais atento”, declara Padre Kleber de Oliveira, scj. Mas o fundamento cristão deixado em cada visitação é o que ficou de mais forte. “Para nós a acolhida missionária em nossa empresa foi muito importante e gratificante, pois nos sentimos valorizados e visitados pelo próprio Cristo”, explica o casal Eraldo e Melice, proprietários de uma empresa no ramo automotivo. Inúmeras eram também as demonstrações de fé dos empresários. Como conta Jorge Osni Reinert, “toda benção é boa, é

só ter fé que tudo acontece”. “Aceitamos a benção para que os clientes sintam-se bem e que tudo dê certo”, concluíram Mercia e Jailton Rui Cidral. E até mesmo os cristãos protestantes acolheram a missão. “Quando os missionários passaram pedindo se nós queríamos a bênção achei interessante, e aceitei, porque vale muito e gostei do trabalho realizado. Sendo luterano, o Deus é o mesmo.”, enfatiza o empresário Silvio Bruske. Por fim, o objetivo das visitas nos comércios foi alcançado com sucesso. E, ainda, deixou em alguns o desejo de também serem evangelizadores. “A visita dos missionários é muito importante, pois visa nos relembrar que ser cristão é compartilhar de inúmeros valores que devemos praticar no nosso dia a dia, em nossa casa, no trabalho e com amigos. Em momentos como esses vemos que ser Igreja é estar unido disseminando a Palavra do Senhor”, conclui a funcionária Elaine.

8

No dia 12 agosto aconteceu a posse do padre Donizete Queiroz, scj, como novo provincial da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus na região Brasil Meridional (BRM). A posse foi celebrada em Jaraguá do Sul (SC), na Paróquia São Sebastião. Após a Missa, que também foi em memória da morte do Padre João Dehon – fundador da Congregação –, os padres da Província permaneceram na cidade para a Assembleia Provincial BRM 2012. As atividades começaram no dia 13 de agosto, na Casa de Formação Coração de Jesus. Na parte da manhã foram apresentados os relatórios do provincial anterior, Pe. Léo Heck e do ecônomo, Pe. Sildo Costa. Essa assembleia marca o início do novo governo da Província, sob presidência do Pe. Donizeti Queiróz. Já a tarde teve a apresentação de outros relatórios. Com o olhar voltado para os jovens, foram divulgadas as atividades do Serviço de Animação Vocacional – SAV e também os preparativos para o Encontro da Juventude Dehoniana e para a Jornada Mundial da Juventude em 2013. Os encontros realizados, como a Conferência Geral “Educare”, o dos Superiores Locais, no Paraguai, o curso para ecônomos, em Roma, as propostas da Comissão de Formação e os relatórios das Entidades Educacionais (ESIC, Faculdade São Luiz e Colégio São Luiz), também foram pauta do dia. No fim da tarde, os padres presentes foram divididos em grupos e os delegados da Assembleia discutiram as prioridades para o próximo plano trienal provincial. Ainda à noite, após a Missa e o jantar, tiveram as exposições dos trabalhos das missões em Rondônia e Paraguai. Outros assuntos igualmente foram discutidos na terça-feira, dia 14 quando se concluiu a Assembleia.

www.santuarioscj.com.br

celeb na ação litúr a presença d mas tem o po ...ele não é “


bra rgica que de Cristo oder de ser “O Astro”,

SeTemBro

eXPoBÍBLIa 2012

A Palavra no coração da Paróquia Talita Rosa

O mês da Bíblia ganha uma dinâmica especial no Santuário Sagrado Coração de Jesus. Pelo segundo ano consecutivo, a paróquia promove a Expobíblia: o galpão paroquial transforma-se em uma grande exposição capaz de conduzir os visitantes a um mergulho no universo bíblico. Em 2011, ano de estreia, a exposição atraiu mais de seis mil visitantes de Joinville (SC) e região. Este ano a expectativa é superar esse índice de evangelização com o tema especial “A Palavra e a Eucaristia no coração da Paróquia”. “A Palavra e a Eucaristia são os lugares privilegiados – os caminhos – de encontro com Cristo, de aprendizado, e de missionaridade”, explica o idealizador do projeto, pároco reitor Pe. Claudionor Schmitt, scj. No pavilhão que compõe o espaço físico da paróquia serão 13 blocos, nos quais as cinco comunidades terão a missão de construir um caminho, retratando com toda a criatividade o roteiro pensado para a exposição. “Convocados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia caminhamos na estrada de Jesus. A Palavra e a Eucaristia são marcos que nos orientam, nos sustentam e nos fortalecem na caminhada”, orienta o pároco. Na Comissão Paroquial da Expobíblia, os trabalhos que começaram em junho estão a todo vapor. “Os espaços já foram demarcados e estamos concretizando a ideia da praça, que é a novidade deste ano. A Expobíblia será a cara da paróquia. Logo na entrada teremos o passado, o presente, o futuro e as cinco urgências evangelizadoras”, conta Kátia Borges, integrante da comissão. “Depois, o visitante fará um passeio pelas situações bíblicas onde a Eucaristia se faz presente. Na praça passará pela realidade, até chegar à proposta do mundo novo, à luz da Palavra e da Eucaristia”, completa o Pe. Élinton Costa, scj. O evento acontecerá de 29 de setembro a 16 de outubro no galpão do Santuário Sagrado Coração de Jesus (SCJ) de Joinville. A entrada é franca.

Vida LiTÚRGica

A Bíblia e a minha vida

“Primeiro é preciso entender que, o hábito em fazer alguma coisa, se adquire fazendo” Osvaldo da Rosa

lendo-a. Quando tomamos a Bíblia em nossas mãos para a leitura, temos que ter em conta que não é somente um livro, como outro qualquer. A Bíblia é a Palavra de

Em agosto a Igreja celebrou o mês das vocações, não somente as vocações sacerdotais e religiosas, mas também o chamado vocacional aos leigos e, dentre elas uma semana toda especial dedicada à vocação familiar. Já o mês de setembro é dedicado à Palavra de Deus, à Bíblia. Nesse contexto de vocação, principalmente de vocação familiar, a pergunta que se faz é, como fazer com que nossas famílias adquiram o hábito da leitura da Bíblia? Primeiro é preciso entender que, o hábito em fazer alguma coisa, se adquire fazendo. Aprende-se andar de bicicleta, andando de bicicleta; aprende-se a comer, comendo; a andar, andando e assim, adquirimos todos nossos hábitos, praticando-os. Da mesma forma a leitura de Bíblia, adquirimos o hábito de ler,

“A Palavra e a Eucaristia são os lugares privilegiados – os caminhos – de encontro com Cristo, de aprendizado, e de missionaridade”

primeiro contextualizar o assunto. Por exemplo, hoje se conversarmos com nossos pais sobre política, esporte ou economia, fica fácil entender, pois falamos de situações vividas neste momento, no contexto atual, da mesma forma para entendermos os textos bíblicos, é preciso primeiro contextualizá-la. Para melhor entender e assimilar os ensinamentos da Palavra de Deus devemos, também, praticar a técnica da Leitura Orante da Bíblia, que está dividida em quatros passos (veja infográfico). Leia, estude, reze com a Bíblia e perceba o quanto Deus deseja falar e transformar sua vida, por meio dessa reflexão.

Deus, portanto, é o próprio Deus quem nos fala. Desta forma quando começamos a lê-la estabelecemos um diálogo com o divino. Para que haja esse diálogo e chegar- QUATROS PASSOS PARA mos a um entendimento, é necessário ORANTE DA BÍBLIA:

A

LEITURA

O que o texto diz em si? Ler o texto. Criar silêncio interior, predispondo-se a escutar.

O que o texto diz para mim? Ler de novo o texto. Atualizar, assimilar e encarnar a Palavra, ligando-a com a vida. O que texto me faz dizer a Deus? Ler mais uma vez o texto. Assumir o compromisso. Recitar o salmo que expresse o sentimento que está em mim. Olhar a vida com os olhos de Deus. Qual o novo olhar que sobrou para mim, depois da Leitura Orante do texto?

9

www.santuarioscj.com.br


aNImação

Dehonianos se preparam para Jornada Mundial Encontro nacional e evento diocesano motivam jovens para edição da JMJ

Contagem regressiva

“Preparai o caminho” foi o evento que iniciou a contagem regressiva para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013, no Rio de Janeiro. Cerca de 50 mil jovens católicos, segundo dados do Diário Oficial do Rio de Janeiro, estiveram presentes no ginásio do Maracananzinho na capital fluminense para prestigiar o encontro. O evento culminou no dia 29 de julho e contou com a presença de bispos do Brasil, Portugal e Polônia. A JMJ acontece de 23 a 28 de julho do próximo ano e já é possível fazer as inscrições dos peregrinos através do site www.rio2013. com. Aqueles que desejarem, também podem se inscrever no mesmo portal para serem voluntários da 28ª edição da Jornada. 4 mil no primeiro dia Em um dia de inscrições - que ainda nem haviam sido abertas oficialmente – a JMJ recebeu cerca de 4.400 interessados em participar do evento. As reservas podem ser efetuadas desde 28 de agosto, mas o anúncio do arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, foi feito no dia seguinte. Os primeiros participantes foram jovens de 28 países, divididos em 220 grupos, dos quais 112 são brasileiros. A expectativa é atrair para o Brasil um total de 2 milhões de jovens do mundo todo.

Infância em missão

Imagem símbolo das jornadas, jovens carregam a cruz em encontro nacional dehoniano

“Esses eventos fortes animaram a juventude dehoniana Em vista da próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), os jovens dehonianos realizaram seu encontro nacional, no para a JMJ e serviram como início da preparação espiritual Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Corupá, com o para a mesma. Por meio destes encontros, tornamos cada lema “Caminhai no amor” (cf Ef. 5,2). O evento aconteceu no vez mais forte o apelo de Cristo: ‘Ide e fazei discípulos entre dia 28 de julho e reuniu cerca de 150 peregrinos de todo país. todas as nações!’”, observa Arthur Bartsch, coordenador paDurante o encontro foi feita a exposição do ostensório roquial da juventude no Santuário SCJ. dehoniano como símbolo de preparação para a JMJ. Houve ainda a Arena Dehoniana, a apresentação dos vídeos institucionais do Encontro Internacional do próximo ano, a Coroa do Coração de Jesus, momentos de animação e a Santa Missa. No domingo (29), os jovens foram a Joinville, para participarem da Jornada Diocesana da Juventude (JDJ). A JDJ contabilizou mais de 2.200 jovens de toda a diocese de Joinville. O Santuário Sagrado Coração de Jesus (SCJ), esteve representado por cerca de 50 participantes. A Paróquia Imaculada Conceição, no bairro Boa Vista, sediou o evento que foi idealizado a partir do lema “Alegrai-vos sempre no Senhor” (cf Fl 4,4). Durante o dia, teve a acolhida, momentos de oração e, também, aprendizado por meio das seis oficinas com temas diversos. À tarde, os jovens viveram um momento de animação antes de iniciarem a Caminhada Vocacional rumo à Catedral Diocesana, onde aconteceu a Santa Missa presidida pelo bis- Ostensório dehoniano é usado como símbolo de preparação po Dom Irineu Scherer. para Jornada Mundial

PasToRais e moVimenTos

10

As crianças da Infância Missionária do Santuário Sagrado Coração de Jesus estiveram em missão no dia 18 de agosto. Os pequenos foram ao encontro dos seus amigos do Sagrado Coração de Maria, no bairro Parque

Guarani, para cumprir o que dizia no tema: “criança ajudando e evangelizando criança”. Por meio de partilhas, cartinhas, saudações e, também, doações de brinquedos, puderam viver um dia de cooperação e fraternidade.

www.santuarioscj.com.br


ProVÍNcIa

Pe. Nilson Helmann e os novos desafios Sacerdote assume funções na Congregação Dehoniana, juntamente ao novo Governo Provincial e comenta sobre seus trabalhos

Junto ao provincial padre Donizeti Queiroz, scj – que tomou posse no último dia 12 de agosto – e ao ecônomo provincial (tesoureiro), meu trabalho como secretário da Província Brasil Meridional dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (SCJ) diz respeito a toda a questão organizacional. A sede da província, agora em diante, é o seminário de Corupá (SC). Além de todo o trabalho próprio da secretaria provincial, teremos que neste início de triênio provincial fazer toda a mudança de endereço, o que requer tempo, dedicação e paciência. A anterior sede provincial, que ficava em Curitiba, será ocupada, a partir do próximo ano, pela ESIC – Escola Superior de Administração, pertencente a nossa congregação. Ainda em Corupá, serei o novo administrador do seminário, visto que o então administrador padre Cícero, scj, será o ecônomo provincial. Aqui encontramos nova realidade. Em 2013, não mais teremos etapas formativas para os candidatos à vida religiosa e sacerdotal neste espaço. Outras casas da congregação serão usadas para este fim. Deste modo, a casa de Corupá será apenas sede provincial. Como o espaço é muito grande, teremos a incumbência de gerenciar e administrar este patrimônio, além de estudar e aplicar a ele novas possibilidades de uso. Assim, há grandes desafios a serem enfrentados. Teremos muito trabalho pela frente, mas sem esquecer que antes dessas funções eu sou sacerdote, razão pela qual dou minha vida à congregação e à Igreja, a Deus e aos irmãos.

PasToRais e moVimenTos

Padre Sildo é recebido com festa No dia 12 de agosto padre Sildo celebrou sua primeira Missa na Sagrada Família. O novo vigário paroquial não é novidade para comunidade que já o conhece bem. Afinal, muitos paroquianos são da região da Nossa Senhora do Rosário, onde ficava a casa do padre Sildo, quando ainda nem existia a atual comunidade. “Sinto-me em casa aqui, fico feliz de estar de volta”, observa o sacerdote. Este domingo também foi de homenagem aos pais. Na oportunidade foi aberta a semana da família que contou com dias de adoração e celebrações com benção para casais.

Não é um trabalho direto de serviço ao povo de Deus, mas servindo à Congregação em suas funções burocráticas e administrativas, ofereço aos meus irmãos de congregação a possibilidade de o fazer. Estou a serviço do Reino de Deus que exige e nos compromete.

Para grandes homens, grandes desafios!

Padre Kleber Ferreira

Como todos nós sabemos o padre Nilson Helmann deixou, com saudades, a nossa Paróquia para assumir uma nova missão. Isso faz parte do compromisso que nós religiosos do padre Dehon – fundador da Congregação dos padres do Sagrado Coração de Jesus – assumimos “ser uma Congregação missionária”. E foi o que padre Nilson fez, assumiu uma nova missão e com novos desafios! Padre Nilson será secretário provincial, cargo de extrema confiança do superior maior de nossa Província, que corresponde toda a região sul do Brasil. E não é só isso! Ele será também diretor e tesoureiro do Seminário Sagrado Coração de Jesus, conhecido como seminário de Corupá. É isso mesmo, não é pouca coisa não! Padre Nilson como um grande homem que é, assume, de fato, a famosa frase: “para grandes homens, grandes desafios!” Parabéns Padre Nilson e sucesso no novo trabalho!

11

Com muita alegria foram celebrados, no Santuário SCJ, o aniversário do pároco Claudionor Schmitt, no dia 23 de agosto, e também o aniversário do padre Kleber Ferreira, no dia 30. Aos sacerdotes, a comunidade paroquial deseja abundantes bênçãos e votos de felicidades.

www.santuarioscj.com.br


Mais das missões Adoração no interior do Santuário

Missionários que preparam a alimentação

Tenda das Missões anexo ao Salão Comunitário

Família que recebeu a visita dos missionários Casas de oração

Rádio Clube (AM 1590) Segunda a sexta 7h55 - Nos caminhos da Palavra 11h55 - O Pão da Palavra casacoracao@hotmail.com Sábado 22h - Celebrando a Vida www.santuarioscj.com.br 23h - Nos caminhos do Coração

O SANTUÁRIO NA MÍDIA

Domingo 19h - Trasmissão da Missa (São Judas) 20h - A Voz do Santuário 21h - Direção Espiritual 22h - Clube da Fé 23h - Interação Jovem

Rádio Difusora - Arca da Aliança (AM 1480) Domingo 8h - Trasmissão da Missa (Santuário) Primeira Sexta Feira do mês 15h45 - Benção das casas. 16h - Trasmissão da Missa (Santuário)

Jornal Santuario  
Jornal Santuario  

Jornal Santúario setembro

Advertisement