Issuu on Google+

Santuário Sagrado Coração de Jesus | Maio de 2011

Nossa Senhora: a Mãe da Palavra

Neste mês de maio, refletimos o exemplo da Virgem Mãe de Deus e Mãe dos Homens na escuta, entrega e cumprimento da Palavra de Deus. Pág. 7


editorial

vaticano

Um perfume de santidade

O dia esperado chegou: Beato João Paulo II

Maio é um mês que transpira santidade. Já no início, tivemos a beatificação de João Paulo II, no dia 1º, Festa da Divina Misericórdia e de São José Operário. O perfume da santidade do peregrino do amor exalava mais uma vez pela Praça São Pedro. Alguém que nós vimos, ouvimos, tocamos, está próximo de se tornar “oficialmente” santo. No dia 22, acontece no parque de exposições de Salvador, a cerimônia de beatificação de Irmã Dulce. A expectativa é de que 60 mil pessoas compareçam ao evento que proclamará “Bem Aventurada” Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes. A beata brasileira começou a praticar caridade aos 13 anos, ao ajudar mendigos que moravam nas ruas da capital baiana. Essas duas personalidades, junto com uma multidão de santos, tiveram um exemplo de entrega de uma mulher que amou Jesus e a humanidade a tal ponto que tomou em seus braços suas dores e aflições, tornando-se nossa advogada, intercessora e mãe: Maria. Nossa Senhora foi o grande espelho de João Paulo II e de Irmã Dulce para alcançarem um dos pontos mais altos do caminho de santidade que todos nós somos chamados. Estes 30 dias invocam a presença terna e piedosa de Nossa Senhora, Mãe de Deus e da humanidade inteira. Peçamos a sua proteção para que, a cada dia, nosso coração ame mais Jesus e, quem sabe um dia, poderemos tomar parte do banquete dos santos como João Paulo II e Irmã Dulce, no Céu contemplando toda a glória de Deus. Amém!

Estamos no segundo domingo de Páscoa, que o Beato João Paulo II quis intitular Domingo da Divina Misericórdia. Por isso, se escolhi esta data para a presente celebração, foi porque o meu Predecessor, por um desígnio providencial, entregou o seu espírito a Deus justamente ao anoitecer da vigília de tal ocorrência. Queridos irmãos e irmãs, diante dos nossos olhos brilha, na plena luz de Cristo Ressuscitado, a amada e venerada figura de João Paulo II. Hoje, o seu nome junta-se à série dos Santos e Beatos que ele mesmo proclamou durante os seus quase 27 anos de pontificado, lembrando com vigor a vocação universal à medida alta da vida cristã, à santidade, como afirma a Constituição conciliar Lumem gentium sobre a Igreja. Por fim, quero agradecer a Deus também a experiência de colaboração pessoal que me concedeu ter longamente com o Beato Papa João Paulo II. Se antes já tinha tido possibilidades de o conhecer e estimar, desde 1982,

Feliz és tu, amado Papa João Paulo II, porque acreditaste!

mensagem do pároco

“Nos caminhos de Maria...” Pe. Claudionor José Schmitt, SCJ

Como Igreja, estamos celebrando, neste mês de maio, o tempo pascal e o mês dedicado à Maria. Queremos, neste ANO DA PALAVRA, em nossa Paróquia, colocar-nos “na escola de Maria” para aprendermos a escutar, conservar no coração e fazer frutificar a Palavra de Deus. Com isso, marcar nossa vida pela espiritualidade da Páscoa. Inspirados em Maria, queremos também viver em atitude de Páscoa e em espiritualidade bíblica, além de termos um “coração bíblico” para perceber o Senhor Ressuscitado vivo e presente em nosso meio. “Nos caminhos de Maria”, somos convi-

Opinião

quando me chamou a Roma como Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, pude durante 23 anos permanecer junto dele crescendo sempre mais a minha veneração pela sua pessoa. A sua humildade profunda, enraizada na união íntima com Cristo, permitiu-lhe continuar a guiar a Igreja e a dar ao mundo uma mensagem ainda mais eloquente, justamente no período em que as forças físicas definhavam. Assim, realizou de maneira extraordinária a vocação de todo o sacerdote e bispo: tornar-se um só com aquele Jesus que diariamente recebe e oferece na Eucaristia. Feliz és tu, amado Papa João Paulo II, porque acreditaste! Continua do Céu - nós te pedimos - a sustentar a fé do Povo de Deus. Amém.

dados a viver a Páscoa de Jesus, no dia a dia de nossa páscoa. Para tanto, é preciso deixar-nos nortear pela Palavra. Permitir que Esta tenha entrada franca em nossa vida. Que Ela encontre sempre um coração aberto e uma vontade disposta para dizer: “Faça-se em mim segundo a tua palavra”. Que na “escola de Maria”, neste tempo pascal e mês mariano, possamos ver e contemplar o mundo, a história e nossos irmãos, com os olhos iluminados pela luz do Ressuscitado. Acolher e testemunhar a vida nova de Jesus em nós e ter um coração como o dela – Maria – para dizer: “sim para a vida, para os irmãos e para Deus”.

2

Trechos da homilia do Papa Bento XVI na beatificação de João Paulo II, no dia 1º de maio, Festa da Divina Misericórdia.

santo do mês

Santa Rita de Cássia Nasceu na Itália, na cidade de Cássia, no ano de 1380. Seu grande desejo era consagrar-se numa vida religiosa. Mas, segundo os costumes de seu tempo, ela foi entregue em matrimônio. Tiveram dois filhos, e ela como mãe buscou educá-los na fé e no amor. Porém, eles foram influenciados pelo pai, que antes de se casar se apresentava com uma boa índole, mas depois se mostrou fanfarrão, traidor, entregue aos vícios. Rita então, chorava, orava, intercedia e sempre dava bom exemplo. Seu esposo acabou sendo assassinado. Não demorou muito, seus filhos também morreram. Seu refúgio era Jesus Cristo. A esposa santa então tornou-se uma viúva santa e, enfim, uma religiosa santa. Ela recebeu um estigma na testa, que a fez sofrer muito, devido a humilhação que sentia, pois cheirava mal e incomodava aos outros. Morreu com 76 anos, após uma dura enfermidade que a fez sofrer por quatro anos.

www.santuarioscj.com.br


mdJ

Juventude a caminho da realidade missionária

Missão Dehoniana Juvenil prepara jovens para anunciar o Evangelho durante as férias Jacqueline Freudenborg

A Missão Dehoniana Juvenil (MDJ) é caracterizada por aproximar a juventude da realidade missionária. Os jovens que participam desse movimento são chamados a sair em missão, durante suas férias de janeiro. O objetivo é prepará-los para ir a uma terra distante da sua e anunciar o Evangelho de Cristo às pessoas que Dele necessitam. Jovens de diversos lugares da Província

Dehoniana Brasil Meridional (BM), que abrange Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, participam da MDJ. Na última missão, ocorrida em janeiro de 2011, o movimento reuniu cerca de 80 jovens. Da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, foram dois missionários, além do Pe. Nilson Helmann, SCJ. A próxima edição, 2011-2012, já está em andamento na Diocese de Joinville, mais precisamente no distrito de

Volta Grande, no interior de Rio Negrinho. Ao longo do ano, o Santuá-

rio realiza encontros de formação para o MDJ. (Veja no box abaixo)

Encontros no SCJ Os encontros acontecem sempre às 16h nas seguintes datas: 12/06 - Quinto encontro (formação) 19/06 - Sexto encontro (estudo dos boletins) 10/07 - Sétimo encontro (formação) 17/07 - Oitavo encontro (estudo dos boletins) 14/08 - nono encontro (formação) 21/08 - Décimo encontro (estudo dos boletins) 04/09 - Décimo primeiro encontro (formação – bíblica) 18/09 - Décimo segundo encontro (estudo dos boletins) 09/10 - Décimo terceiro encontro (com esclarecimentos sobre a missão de 2012)

Noite Jovem

16/10 - Décimo quarto encontro (formação) 13/11 - Décimo quinto encontro (formação) 20/11 - Décimo sexto encontro (estudo dos boletins) 04/12 - Décimo sétimo encontro (estudo dos boletins) 18/12 - Décimo oitavo encontro (preparação para a missão) Coordenadores da MDJ: Arthur: arthurbartsch@hotmail.com Karla: kalinha_ruiva@ig.com.br Coordenador espiritual: Padre Nilson Helmann, SCJ

No dia 26 de março, os grupos de oração jovem da Paróquia se encontraram para o primeiro grupão de 2011. Tiveram presentes no encontro os grupos Sementes do Amanhã, MISC, JASC e Pentecostes. O evento foi realizado na comunidade Nossa Senhora do Rosário. O dia contou com muitas atrações e dinâmicas, além da pregação do coordenador do Ministério Jovem de Joinville, Jackson Machado.

GEraL

3

Sábado especial no MISC Inspirados pelo grupão, o MISC deu início ao seu ministério de teatro, durante à tarde do dia 6 de abril. Na mesma noite, este grupo de jovens se reuniu para fazer a “Noite da Pizza”. Ao som dos violeiros do MISC, três pizzas gigantes foram nada comparadas a alegria dos jovens.

www.santuarioscj.com.br


divino

Retiro prepara missionários

Evento é o primeiro contato de muitos paroquianos com as etapas de preparação para as Missões Querigmáticas

iniciação À vida cristã

O início de um caminho de amor à Eucaristia

Alice de Cássia

A Catequese de Iniciação à Vida Cristã Eucarística está num processo de mudança. Ela foi desafiada a viver um novo tempo, proposto pela Diocese e fundamentada na Ação de Evangelização do Brasil. O método baseia-se na leitura orante e nos encontros de catequese, como objetivo de saborear o caminho de Jesus Cristo no Evangelho. Para isso, a catequista precisa de preparação, perseverança, espiritualidade, reflexão, ação e estar num permanente estado de conversão, de testemunho, de vivência e confiança na comunidade. Contudo, todos são chamados a participar. “Onde há uma verdadeira comunidade cristã, ela se torna uma fonte viva da catequese, pois a fé não é uma teoria, mas uma realidade vivida pelos membros da comunidade”. Queremos levar essas crianças a encontrar o amor de Jesus, que deve ser a prioridade da Igreja. É de suma importância que a catequista assuma esta missão, buscando sempre crescer na maturidade cristã, a fim de recuperar a catequese como um processo permanente de fé. Comunidade Divino Espírito Santo participou do evento com 18 agentes de pastorais Terezinha da Silva e Gabriel Elisio

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus promoveu o primeiro Retiro Querigmático do ano nos dias 2 e 3 de abril, na Comunidade Divino Espírito Santo. O encontro foi especial para a comunidade que vai receber os missionários de toda a Paróquia na edição de 2011 e já vive intensamente o tempo de pré-missão. Como o objetivo é ter um grande número de fiéis preparados para a evangelização, 18 agentes de pastorais da comunidade participaram. Segundo lideranças da Divino Espírito Santo, a preparação dos missionários é fundamental para que a evangelização aconteça. Com isso, a per-

FOrMaÇãO

severança na vida cristã se dá sob duas formas: o discipulado e o apostolado, ou o discipulado e a missão. E é neste sentido que a comunidade se sente convocada a levar a Palavra de Deus ao povo, inspirados em Marcos 3, 13-15: “Depois subiu ao monte e chamou os que Ele quis. E foram com Ele. Designou 12 dentre eles para ficar em sua companhia. Ele os enviaria a pregar...”. A Comunidade agradece a todos que ajudaram na organização do retiro, bem como aos proclamadores que se doaram em favor das atividades evangelizadoras da paróquia.

4

Eucaristia no Santuário Programação da Catequese de Iniciação à Vida Cristã: 23 a 27 de maio: inscrição Horário: das 8h30 até 10h30 e das 14h30 até 16h30 14 de junho: Início da Catequese 19 de junho: Missa de apresentação

www.santuarioscj.com.br


tradição

Missa de quarta-feira na São Judas

Festa na Comunidade Sagrada Família

Fiéis, uma vez por semana, participam desta tradicional celebração

Talita Rosa

Todas as quartas-feiras, às 16h, os fiéis da São Judas têm compromisso com a Palavra e a Eucaristia. Esta celebração já virou uma tradição na Comunidade, pois se repete, semanalmente, há muitos anos. A igreja não chega a ficar lotada, mas a fidelidade de quem participa faz faltar espaço para tanta fé. Durante muito tempo, a celebração ficou conhecida como “Missa dos doentes”, devido ao trabalho diferenciado que a antiga Pastoral da Saúde – atualmente Cáritas – realizava antes e depois de cada cerimônia, com a distribuição de chás e bênçãos especiais. Mas, a partir deste ano, os trabalhos querem dar uma amplitude ainda maior para a celebração. “É para os doentes, para os sãos, para as donas de casa, para os grupos bíblicos, para todos que têm disponibilidade de encontrar com Jesus na Eucaristia, durante a semana”, ressalta a coordenadora do Conselho de Pastoral Comunitário, Mariléa Soares. Além da Santa Missa, quem vai à comunidade nas tardes de quarta-feira, ainda pode participar da Adoração ao Santíssimo Sacramento. Semanalmente, a partir das três e meia da tarde, Jesus Sacramentado é exposto para a adoração dos fiéis. Uma oportunidade única que tem sido cada vez mais aproveitada.

Desde que começou... Dona Francisca Luiza de Borba, 73 anos, conhecida na comunidade como dona Chiquinha, não perde uma celebração. Desde que a missa das quartas-feiras começou, há anos, ela é uma participante ativa. Sozinha, ela sai de casa uma hora e meia antes da missa começar. “A gente reza o terço, faz adoração ao Santíssimo, eu gosto muito”, conta. “Eu amo Jesus e é lá [nas Missas de quarta-feira] que a gente tem que estar, entregando nossas famílias e buscando nossa salvação”, completa dona Chiquinha.

Com o objetivo de venerar a Padroeira da Comunidade e aproximar os fiéis, a festa da Comunidade será realizada de 8 a 15 de maio. Apesar deste não ser o mês de devoção à Sagrada Família - que é em dezembro -, o evento acontece nesta data pois há muitas programações paroquiais no final do ano. A festa terá início com a missa de abertura às 9h30. Terça-feira, dia 10, haverá um encontrão dos grupos bíblicos de reflexão no setor 2 da comunidade. Na sexta-feira, o festejo continua com adoração ao Cristo Eucarístico, durante a tarde, e Missa a partir das 19h. Sábado tem noite do pastel, depois da celebração das 19h. No último dia, após a Missa das 10h será servido churrasco para o público em geral. Logo após o encerramento das comemorações festivas da comunidade, será realizada a reforma do altar da capela.

pe. nilson helmann fala desta missa tradicional: “O que mais nos impressiona nestas tardes de encontro com o Senhor é a fidelidade de um grupo de homens e mulheres. Dispostos à oração e ao encontro, vivem plenamente este momento, testemunhando que o Cristo Jesus é o centro de suas vidas. Anima-nos também o fato de que nos últimos tempos o número de fiéis dispostos a esta parada salutar vem aumentando gradativamente, sinal de que o anseio pelo encontro com o Senhor na Eucaristia torna-se cada vez mais indispensável num mundo tão corrido e agitado!”

COMuniDaDES

5

www.santuarioscj.com.br


pentecostes

Comunidades se organizam para Festa das Tendas Evento litúrgico ocorre em junho e deve atrair centenas de pessoas ao Santuário Sagrado Coração de Jesus O Espírito Santo que dá vida a Igreja também une as comunidades do Santuário, em torno de uma das festas mais importantes da Igreja: Pentecostes. A vinda do Espírito Santo prometido por Jesus sobre os apóstolos e discípulos iniciou a expansão destemida e evangelizadora da Igreja primitiva. Agora, quase dois mil anos depois, esse mesmo Espírito é derramado sobre a Igreja da Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Para celebrar a data, que neste ano cai em 19 de junho, a paróquia se reúne na Comunidade Divino Espírito Santo no dia 11. Além dos dias de celebração e a noite em que é reunida todas as comunidades, haverá na Matriz uma Vigília de Pentecostes, no dia 11, que inicia às 23h e só termina às 6h. Todos os fiéis são convidados a participar e pedir para que em seus corações aconteça um novo pentecostes. Na próxima edição do Jornal do Santuário, divulgaremos a programação completa da Festa. Fique ligado!

A Festa das Tendas, conhecida também como Festa dos Tabernáculos, é apresentada pelas Sagradas Escrituras como uma das três festas que, conforme o livro do Êxodo, deviam ser celebradas todos os anos pelo povo de Israel. Essa Festa é sempre identificada como uma ocasião de intenso regozijo, em que se cultuava Javé por toda sorte de dádivas, e se recorda o tempo passado pelo povo de Israel no deserto e o gigante acampamento formado em Jerusalém para a visita ao Templo. Foi durante essa festa que Jesus, colocando-se de pé diante do altar, pronunciou em alta voz: “Quem tiver sede, venha a mim e beba”. Ele dizia isto com referência ao Espírito Santo que haveria de ser dado após a sua morte e ressurreição a todo o povo de Deus.

Comunidade realiza senso pós-missão

Coordenadora do CPC comemora aniversário Terezinha S. da Silva

Rafael Mario Pereira

A coordenadora do CPC da Comunidade Divino Espírito Santo, Maria de Fátima Marchi, comemorou seu aniversário dia 11 de abril. A comunidade deseja felicidades e muitos anos de vida à Maria de Fátima. Que ela possa seguir forte na caminhada, tendo sempre a proteção de nosso Senhor Jesus Cristo e de sua mãe Nossa Senhora.

No último dia 7, iniciou-se na Comunidade Sagrada Família o curso de aprofundamento bíblico, ministrado pelo padre Nilson. As aulas acontecem toda primeira quinta-feira do mês. O curso é aberto ao público em geral. Interessados em participar deste aprofundamento bíblico? Então, entre em contato com a secretaria paroquial pelo telefone: (47) 3455-2204.

Rafael Mario Pereira

Gabriel Eliso

Curso bíblico na Comunidade Sagrada Família

O que é a Festa das Tendas?

Para continuar a missão de levar o Evangelho a todas as pessoas, aconteceu dia 16 de abril o senso pós-missão na Comunidade Sagrada Família. Neste dia, os missionários passaram por um reavivamento espiritual, conduzido pelo proclamador Osvaldo. O maior desafio do pós-missão é formar grupos de reflexão em todas as ruas do bairro. A equipe agradece aos que fizeram parte deste importante movimento de evangelização.

6

www.santuarioscj.com.br


especial

Maria e a Palavra de Deus Mãe de Jesus, a Virgem Santa é, por extensão, mãe de todos nós. Vamos juntos refletir sua importância, através do Evangelho

Neste mês de maio, dedicado a Maria, Mãe de Jesus, e por extensão a todas as mães, vamos refletir um pequeno trecho de Lucas 11,27-28. Você imaginou a cena? Uma multidão ouvindo Jesus, extasiada com sua sabedoria e com os milagres que Ele realizava e, certamente, passou pela cabeça dessa mulher: “Eu queria ter um filho assim!” Imediatamente lembrou-se da mãe de Jesus, de como ela devia ser feliz por tê-lo dado à luz e amamentado. Porém, a resposta dele parece contradizer o elogio da mulher à mãe de Jesus. Será mesmo? Jesus, como todo bom judeu, conhecia e praticava a Lei, que ordenava: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que Iahweh teu Deus te dá” (Ex 20,12). Portanto, se a resposta de Jesus fosse algo para desonrá-la, não só seria falta de amor e atenção à sua mãe, mas um pecado, uma transgressão à Lei. É inadmissível, então, ter a ousadia de pensar que Jesus tenha menosprezado sua mãe. Pelo contrário, Ele aproveita a ocasião para ensinar que Maria não cumpriu apenas um papel físico de concebê-lo. Maria cumpriu, ao longo de toda a sua vida, o que ela respondeu ao anjo Gabriel na Anunciação: “Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua pa-

lavra” (Lc 1,38). A maternidade não se restringe ao momento do parto, mas se prolonga por toda a vida. Maria aceitou ser a mãe de Jesus e passou por muitas dificuldades iguais e até maiores que as que muitas mães passam: dificuldades financeiras, mudanças de casa e de cidade, perda do filho adolescente, morte do esposo, saída do filho de casa, vê-lo ser perseguido e atacado pelas autoridades, sentir-se impotente diante da condenação injusta e vê-lo agonizando e morrendo na cruz. Se não fosse sua fé e sua vivência prática da Palavra de Deus no dia-a-dia, você acha que Maria estaria de pé ao lado da cruz? (cf. Jo 19,25). A felicidade ou bem-aventurança de Maria não foi apenas por ter gerado Jesus na carne, mas já desde antes, pela escuta e vivência da Palavra. Que grande ensinamento este, não é? Todas as mães são felizes, bem-aventuradas, pois participam da obra de Deus na criação de seus filhos. Mas, são mais felizes as mães que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática! Não somente, portanto, as mães, mas todo aquele que ouve e pratica a Palavra do Senhor!

Minha experiência com a Palavra Rubens E. dos Santos

Nascido de família cristã, sempre tive contato com a Palavra de Deus. Fascinado pela Bíblia, fiz vários cursos básicos de teologia, sempre visando a um melhor conhecimento. Desde a fundação da Paróquia Cristo Ressuscitado, em 1975, até 1992 “aproximadamente 17 anos“ estive à frente de trabalhos de evangelização. Círculos bíblicos, cursos sobre a Bíblia, evangelização missionária em comunidades pertencentes à paróquia, curso de pais e padrinhos além de trabalhos com casais foram alguns dos trabalhos realizados. Durante esse período, fiz outros cursos de formação sobre a Bíblia, retiro espiritual, fui cursilhista e recentemente participei durante dois dias em um retiro só para homens da Comunidade Arca da Aliança. Nunca deixei de lado minhas convicções cristãs. Minhas literaturas, perto de 400 livros entre espiritualidade e comportamento humano, e as 12 versões bíblicas são testemunho presente de meu contínuo contato com esse maravilhoso e incontestável universo bíblico que atesta com inigualável pureza a atualíssima Palavra do nosso Criador. Nesse ano em que a Paróquia Santuário Sagrado Coração de Jesus vive o Ano da Palavra lancei-me em outro desafio. Com muita humildade, participo de um curso de Bíblia muito bem coordenado pela Comunidade Arca da Aliança. Trata-se de uma leitura orante da Bíblia, o ”Toma e Lê”. Interessante! E a convite de uma amiga faço algumas pontas no programa A Caminho da Luz na Rádio Difusora. Uma nova experiência e um novo desafio, para os quais sem a Palavra de Deus na minha vida seria impossível contribuir. Como acredito que a paixão é de natureza humana e passageira e o amor é de natureza divina e é eterno, assim sempre será o meu contato com a inspirada, verdadeira, absoluta e atualíssima Palavra de Deus nosso Pai. Amém.

Para reflexão: 2 Timóteo 3,14-17

Fonte: Comunidade Shalom

7

www.santuarioscj.com.br


Devoção

Espaço dehoniano

Passos que marcaram a Semana Santa Um ano de Procissões conduziram centenas de fieis para um encontro profundo com Cristo

Enquanto a imagem de Nosso Senhor dos Passos saia da Comunidade São Judas Tadeu, no bairro Itaum... Passos que se encontram na fé de um povo que demonstra sua devoção nas ruas da maior cidade do estado. Assim, as procissões da Semana Santa levaram centenas de pessoas até a Paróquia para viver mais intensamente a paixão, morte e ressurreição de Jesus. A emoção de um encontro A Terça-feira reservou um dos pontos altos da “Semana Maior” com a procissão de encontro de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores. O rito tradicional na capital do Estado, depois de mais de uma década foi resgatado em Joinville. Fiéis saíram de dois pontos distintos: da São Judas Tadeu, com a imagem do Senhor dos Passos; e da Comunidade Nossa Senhora do Rosário, com o cortejo a Nossa Senhora das Dores. O encontro das imagens ocorreu na esquina das ruas São Paulo e Coronel Francisco Gomes. Centenas de fiéis que acompanharam a Missa no Santuário Sagrado Coração já aguardavam no local para celebrar a chegada das duas procissões. O encontro, marcado pela oração, contemplação e reflexão, teve uma bênção especial para as famílias. Alvacir Soares, 43 anos, foi um dos seis homens que carregou a imagem do Senhor dos Passos na procissão que saiu da São Judas Tadeu e foi até o Santuário. Há alguns anos eu via as procissões pela

...a de Nossa Senhora das Dores vinha ao seu encontro com o cortejo da Comunidade Nossa Senhora do Rosário, do Guanabara. televisão, nos jornais, e não entendia o gesto das pessoas de carregar uma imagem. Deus me levou a fazer o que eu antes não tinha aprendido o valor e o significado. Fui muito tocado, testemunha. Assim como a maioria dos fiéis, foi a primeira vez que Alvacir participou da procissão do Encontro. “Resgatamos o momento em que a Mãe vê o Filho carregando a sua cruz. É um momento tão forte, pois, Maria encontra-se com seu Filho carregando a cruz pesada. Uma cruz que ela sabia que Ele Não havia feito nada de mal para merecer tamanho castigo. Mas, Jesus carrega-a para expressar o imenso amor que Deus tem pelo ser humano”, explica o Pe. Luís Antônio Nunes da Silva, SCJ.

uma vida nova!

Na noite de dia 24 de abril de 2010, o jovem Nilson Helmann, filho de Bertilo e Judite, finalizou um longo caminho de formação e deu início a um outro repleto de desafios. Parece que foi ontem que, inspirado no evangelho do Bom Pastor, o rito de ordenação presbiteral emocionou todos os presentes no Santuário Sagrado Coração de Jesus. Após ordenado, Pe. Nilson assumiu a missão de ser nosso vigário paroquial. Um padre do Coração de Jesus que procura viver o carisma de entregar toda a vida ao Pai pela salvação do mundo. O sim deste sacerdote não foi apenas a Deus quando lhe pediu o que está inscrito em seu lema sacerdotal: “Filho dá-me teu coração (Pr 23,26). O coração de Pe. Nilson foi entregue também a toda a comunidade paroquial em cada atividade desenvolvida, Missa celebrada, ou nos atenciosos atendimentos. Por isso, neste espaço queremos agradecer a Deus pela sua vocação e pelo seu sim. Muito obrigada e felicidades nesta celebração de um ano de uma nova vida! Parabéns!

Procissões no Tríduo Pascal Já na Sexta-feira Santa, dia 22, o Santuário resgatou a Procissão do Senhor Morto. Fiéis das cinco comunidades se uniram na Matriz do bairro Bucarein para ir às ruas manifestar a dor de da morte de Jesus. A caminhada, que os católicos consideram uma profissão de fé, vai percorrer as ruas São Paulo e Procópio Gomes. A Procissão da Ressurreição encerrou a Semana Santa na manhã do Domingo de Páscoa. No Santuário, o cortejo aconteceu bem cedo: às 6h da manhã, seguida da Missa da Ressurreição.

O homem que carregou a cruz Alvacir Soares, 43 anos, foi um dos seis homens que carregou a imagem do Senhor dos Passos, na procissão que saiu da São Judas Tadeu e foi até o Santuário. “Há alguns anos eu via as procissões pela televisão, nos jornais, e não entendia o gesto das pessoas de carregar uma imagem. Deus me levou a fazer o que eu antes não tinha aprendido o valor e o significado. Fui muito tocado”, testemunha. Assim como a maioria dos fiéis, foi a primeira vez que Alvacir participou da procissão do Encontro.

Santuário

8

www.santuarioscj.com.br


missa passo a passo

O papel do silêncio na celebração

Muitas vezes falamos sem parar! E quando conversamos com Deus então é que aproveitamos para falar mesmo: pedimos, reclamamos, cantamos, oramos, desabafamos... Porém, esquecemos de ouvi-lo também. É verdade que a oração brota da palavra, mas também a palavra precisa de momentos de silêncio. O silêncio não é somente a ausência de palavras; é também a falta de pressa e afobação; é calma, paciência, interiorização, atenção e espera. Durante a celebração litúrgica, observamos três tipos de silêncio: FUNCIONAL Objetiva que determinadas palavras ou gestos sejam percebidos por todos, sem incômodos de ruídos, barulho ou movimentos. DE ESCUTA Prepara para o início das leituras e orações. É uma atitude interior, que visa concentração e expectativa naquilo que deverá ser falado. DE COMUNHÃO Deve ocorrer principalmente após as leituras, homilia e a comunhão. É o momento de ficar em silêncio diante do Senhor e deixar que tudo o que foi feito e falado ressoe e penetre lentamente dentro de nós, assim como a chuva penetra no campo, como a luz do sol entra pela janela e clareia toda a casa, como as ondas do mar que vêm bater na areia da praia.

entrega

Ser coroinha é consagrar a vida a Deus

No Santuário, 19 adolescentes decidiram dedicar sua juventude ao serviço do altar Desde muito cedo, crianças e adolescentes dizem sim a Deus e realizam em sua vida a experiência do discipulado e do serviço a comunidade, de modo especial nas celebrações eucarísticas. Desde uma tenra idade os coroinhas são convidados a doar tempo da sua vida em testemunhar Jesus Cristo e viver em intimidade com Ele no serviço ao altar, nas celebrações eucarísticas. São convidados a dar testemunho da sua missão também na família, na escola, no grupo de catequese e assim por diante. A coordenadora Pastoral dos Coroinhas do Santuário é Charlene Erimeri, que os ajuda a assumir essa responsabilidade oferecendo a necessária preparação espiritual e formativa. São 19 adolescentes da Catequese de Perseverança que decidiram se dedicar ao serviço do altar, seis ainda estão em preparação. Eles se encontram aos sábados, das 9h30 às 11h, com 30 minutos de oração ou discussão de determinado

tema e uma hora de encontro prático. Para ser coroinha, o adolescente tem que ter até 16 anos e frequentar regularmente a Catequese.

Na próxima edição, vamos aprender um pouco mais sobre os ritos iniciais da Santa Missa. Não perca!

9

www.santuarioscj.com.br


evento

Um dia de família para os Grupos Bíblicos GBR`s promovem concentração paroquial a luz da Palavra de Deus

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus convida a todos os participantes e animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão a estarem presentes na Concentração Paroquial que acontece dia 28 de maio, a partir das 15h, na Comunidade São Judas Tadeu. Uma Santa Missa irá encerrar o encontro, às 19h. O encontro contará com momentos de oração, leitura e reflexão bíblicas e cantos. O objetivo é se aprofundar no Ano da Palavra paroquial e motivar partilhas e atividades de pós-missão. O objetivo dos Grupos Bíblicos de Reflexão é promover um encontro em família para rezar, refletir a realidade à luz da Palavra de Deus e comprometer-se com a vida em todas as dimensões visando a transformar as pessoas, as comunidades e a sociedade.

Prioridade pastoral da Diocese O bispo da Diocese de Joinville, Dom Irineu Roque Scherer já demonstrou em vários momentos a importância dos GBR”s. “(Eles) são um modo moderno de ser Igreja, em pequenas comunidades e que permitem seus frequentadores crescerem juntos na fé”, afirma Dom Irineu em uma mensagem de 2007. Os Grupos Bíblicos de Reflexão são prioridade na Diocese porque a Igreja entende que eles são a Igreja na base, nas casas, no chão da vida. “Convoco os pais de família, as mães e todos os filhos, em especial, os jovens para terem participação ativa. Não podemos parar. Não percamos o entusiasmo. Acendamos e reascendamos a chama da fé que vence o mundo, do amor e da esperança no coração de todos”, finaliza o bispo de Joinville.

Cáritas: Fé com obras! Dolores de Leão

As pastorais Social e da Saúde e o Clube de Mães formam a Cáritas da Comunidade Divino Espírito Santo. Organizada com uma coordenadora e uma vice-coordenadora, um coordenador espiritual, Pe. Nilson Hellman, SCJ, e mais uma equipe de agentes em prol da comunidade. Cada uma dessas pastorais e grupos doam um pouco de seu trabalho para integrar a força e unidade dos trabalhos de caridade da Igreja. Os serviços da Pastoral da Saúde, por exemplo, trabalham diretamente nas casas dos enfermos e idosos cadastrados, além dos atendimentos dos padres que fazem visitas e confissões quando necessário. Já o Clube de Mãe faz seus encontros semanais,

pastorais e Movimentos

MCE realiza Noite do Pastel Show O Movimento de Casais Encontristas do Santuário Sagrado Coração de Jesus convida para a Noite do Pastel Show. O evento será realizado no dia 7 de maio, sábado, no Galpão do Santuário, e terá início após a Santa Missa das 19h. Além dos saborosos pastéis, haverá apresentações de música sacra e recreação para as crianças, como a piscina com bolinhas e cama elástica. Participe! Mais informações na secretaria paroquial em horário de expediente ou com lideranças da comunidade.

Aipim com galinha na Igreja Matriz

Aconteceu no dia 9 de abril, no Salão Paroquial, a Noite do Aipim com Galinha. O evento foi organizado pela Comunidade Matriz. Confira mais fotos no site do Santuário: www.santuarioscj.com.br.

Site do Santuário tem novo endereço

todas as terças-feiras, às 14h, na comunidade. Os trabalhos da Pastoral Social são intensificados com o bazar as terças e quintas-feiras, das 14h ás 17h, e a entrega das cestas básicas.

10

Em abril, o site do Santuário passou por algumas atualizações, entre elas, um novo domínio, mais popular e atual com a terminação “.COM.BR”. Antes, o endereço era: www. santuarioscj.INF.BR, o que dificultava a divulgação e não tinha a terminação adequada à característica evangelizadora do canal de comunicação. Quem visitar o antigo endereço será automaticamente redirecionado para o novo. Visite o site e divulgue o novo endereço: www.santuarioscj.com.br!

www.santuarioscj.inf.br


Inovação

Joinville lança Manual da Catequese Outras dioceses do Brasil já estão interessadas em utilizar este método A Diocese de Joinville realizou no dia 15 de abril, às 19h, no Centro Diocesano de Pastoral, o lançamento oficial do Manual de Catequese da Eucaristia. O evento foi marcado pelo louvor e pela ação de graças a Deus, em forma de celebração. Com a participação de catequizandos, catequistas, pais, lideranças das comunidades, religiosos, seminaristas, sacerdotes e o Bispo Dom Irineu, a noite ficou marcada por vários momentos e gestos. Um deles foi a entrega simbólica do Manual ao Bispo Dom Irineu, primeiro catequista. Este gesto significou que a Diocese assumiu o Manual como

instrumento para a Catequese de Iniciação à Vida Cristã na Inspiração Catecumenal, processo que já acontece em todas as paróquias. Outro momento significativo foi o resgate histórico do Manual “Nossa Vida com Jesus”. Mediante um texto, que relata este processo elaborado pela coordenação diocesana de catequese, o Professor Pedro de Castro, de Jaraguá do Sul, transformou o relato em rima e versos, que foram declamados pela catequizanda Amanda Francener. Veja as fotos e a poesia completa no site da Diocese: www.diocesejoinville.com.br.

testemunho

Retiro reflete o Amor Ágape

Márcio Rosa

Os 21 Grupos da Pastoral Antialcoólica, existentes na Paróquia, realizam um retiro espiritual no dia 22 de maio. O tema escolhido para este encontro foi “Amor Ágape”. O palestrante convidado para comandar a turma é o Diácono Toninho. O evento acontece no Auditório do Santuário SCJ. As inscrições são gratuitas, mas limitadas. Dia 15 de maio é o prazo máximo para os interessados se cadastrarem. Lembre-se: “A Sobriedade é o maior presente que pude me dar”.

Como participar?

Perseverar no amor de Jesus

Inscreva-se diretamente com os grupos da Pastoral Antialcoólica. Em nossa Paróquia temos: Divino Espírito Santo – Petrópolis Reuniões aos Domingos – 19h15 São Judas Tadeu – Itaum todas as Quartas-Feiras – 20h Sagrada Família – Teresópolis Reuniões as Quintas-Feiras – 20h Santuário Sagrado Coração de Jesus Todas as Sextas-Feiras – 20h

Elisa Biatobock Borges - Coordenadora Paroquial da Pastoral da Perseverança

A Pastoral da Perseverança é considerada uma continuação da catequese e preparação para a Crisma. Ela é uma ligação entre os dois sacramentos e evita que os adolescentes afastem-se da Igreja nesta fase de transição. O intuito da pastoral é promover o desenvolvimento espiritual dos participantes, através das suas habilidades e talentos. Para isso, motiva o trabalho em equipe, incentiva a criatividade, a oração, o conhecimento da Palavra, ações sociais, visando uma sociedade mais desenvolvida e humana. Para o bom andamento das atividades pastorais, necessita-se,

pastorais e Movimentos

além da participação dos adolescentes, o incentivo e apoio dos pais. Senão o adolescente muitas vezes começa a participar e acaba desistindo na caminhada. Isso gera frustrações, pois começou algo e não terminou. Esse sentimento é levado para a vida adulta, gerando certos complexos. Porém se o adolescente receber o incentivo da família, ele sente-se mais à vontade e confortável na participação e acaba desenvolvendo seu potencial. Por exemplo, foi na perseverança que aprendi a me expressar em público, realizar ações sociais e desenvolvi outras habilidades que me ajudam tanto na vida pessoal como

profissional. Desenvolvemos diversas atividades como: leitura orante da Bíblia, encontros vocacionais, encontros paroquiais, esporte e lazer, dança, teatro, atividades manuais, além da preparação para o serviço no altar, como coroinha. Então, com a alegria que vem de Jesus, a Pastoral convida a todos as crianças e adolescentes que já receberam o Sacramento da Eucaristia para participar dos encontros aos sábados pela manhã. A Pastoral está presente em toda a Paróquia. Mais informações na secretaria da sua comunidade.

11

www.santuarioscj.inf.br


Semana Santa na Paróquia Confira alguns dos melhores momentos dos sete dias de celebração da paixão, morte e ressurreição de Cristo

comunidade sagrada Família Fiéis expressam todo seu amor a Jesus Cristo na celebração da paixão, ocorrida na Sexta-feira Santa

comunidade nossa sra. do rosário

comunidade são Judas Dezenas de fiéis da comunidade participam da procissão de Domingo de ramos

Missa de Lava-pés é o marco da celebração de Quinta-feira Santa na igreja

comunidade divino espírito santo igreja matriz

antes de acender o Círio pascal, comunidade realiza a bênção do fogo, no Sábado de aleluia

no Domingo de páscoa, Missa da ressurreição lota o Santuário

Encenação da via-Sacra feita pelo Grupo de Jovens pentecostes na manhã de sexta-feira

via-Sacra, na Sexta-feira Santa, com as crianças


Jornal do Santuario SCJ