Issuu on Google+

Missionário com

Santa Paulina

Publicação Institucional do Santuário Santa Paulina | Ano 2 | Edição 19 | Dezembro de 2010

CHAME: um presente para a vida e o futuro

Um projeto que ajuda crianças e jovens na sua formação integral e os encaminha para o mercado de trabalho

Há 16 anos à frente de uma ONG, Irmã Fabíola Maria do Coração de Jesus (Alzira Marchi) tem ajudado muitos jovens a mudarem o rumo de suas vidas e a transformar a cidade de Itaú de Minas/MG com o programa CHAME - Centro de Habilitação de Menores. Ela conta ao Missionário, um pouco da história da obra e suas perspectivas.

1) O que é o CHAME?

É um programa sócio-educativo que tem como objetivo contribuir na formação integral de crianças, adolescentes e jovens, prioritariamente, os de maior vulnerabilidade familiar e social. Oferece formação pessoal e profissional com atendimento personalizado, de acordo com a idade. O CHAME contribui para a construção de projetos de vida consistentes, viáveis e pautados nos princípios de integridade ética, liderança e empreendedorismo.

2) O que a obra oferece?

Hoje temos sede própria com salas de aulas, biblioteca, oficinas e equipamentos para os diferentes cursos que mantemos: solda elétrica e oxi-acetilênica, eletricidade residencial e industrial, auto-elétrica, encanador, costura industrial, costura de luvas de couro, cabeleireira (o), manicure e pedicure, informática, contabilidade, rotinas administrativas; atividades culturais e artísticas como desenho e pintura em tela, bordados, dança, teatro, violão e curso de idiomas: inglês e espanhol.

3) Como funciona?

O trabalho é realizado em rede, envolvendo a comunidade, as famílias, escolas e diversos órgãos:

Missionário com

Santa Paulina

Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Conselho Municipal da Assistência Social e CONSEP – Conselho Comunitário de Segurança Pública.

4) Quantas crianças o programa já atendeu e quantos atende hoje?

O CHAME atende alunos de sete a 18 anos, formando turmas de até 10 anos, de 11 a 13 anos e de acima de 14 anos. Atualmente, estamos com 300 participantes. Já foram atendidas mais de 3000 crianças e adolescentes, muitos dos quais permanecem no programa por três ou quatro anos.

5) Para onde o projeto está se expandindo?

O Projeto nasceu em Itaú de Minas-MG e está se expandindo para as cidades próximas como Passos, São Sebastião do Paraíso, Pratápolis e outras cidades que já visitaram nosso programa e desejam implantá-lo em suas comunidades. O programa criou o Projeto Esperança para atender também adultos - homens e mulheres -, com direito a participar de cursos profissionalizantes, encontros de formação mensais e atendimentos psico-pedagógicos.

6) Além de oferecer todas essas atividades citadas acima, o que mais o CHAME faz?

O CHAME já encaminha adolescentes para o programa de iniciação ao trabalho conhecido como ‘Bom Menino’, muitos dos quais, completando 18 anos foram registrados em firmas industriais ou em outras empresas. Temos muitos funcionários registrados na Votorantim Cimentos, na ETC e na Construtora SER. Eles são contratados como eletricistas, soldadores, mecânicos, técnicos em administração, etc.

7) Qual é o seu sentimento diante de uma obra que tem tantas consequências na vida das pessoas?

Sentimento de muita gratidão a Deus que olha com amor e compaixão para os pobres, seus preferidos. Admiração e reconhecimento pelo trabalho das Obras Sociais São Domingos Sávio, onde muitos voluntários doaram e doam seu tempo e esforço, na gratuidade, apostando na eficiência do trabalho e valor da vida humana.

FALE CONOSCO: Esperamos sua cartinha, dê sugestões, opine como você gostaria que fosse “O Missionário”. Se preferir, mande um e-mail para: comunic@santuariosantapaulina.org.br


Editorial

O Santuário É Natal. Deus faz a sua morada no meio de nós! A permanência dessa morada depende também do nosso esforço e ações para recriar relações humanizadoras. Assim, semear harmonia, justiça, solidariedade, esperança e paz. Ao conhecer o Projeto CHAME, você constata que este é um dos sinais onde o amor de Deus se encarna. No decorrer da leitura, você perceberá que o amor é a força e a energia que move corações generosos como o de Amábile e Virgínia. Nesses corações, Jesus encontra espaço para ficar. Deus é amor e nós somos os canais por onde Ele passa. Feliz Natal! Deus abençoe, fecunde e amplie a sua capacidade de amar e servir durante todo o novo ano.

Um padre sobre duas rodas

sua Paróquia atual. Quanto à caminhada, ele afirmou que foi dura, difícil, mas positiva. “Eu me prendi ao essencial. Geralmente minhas peregrinações são feitas por gratidão. Para São Tiago de Compostela, eu redescobri as raízes da nossa fé cristã”, explica o religioso que começou a fazer peregrinações aos 17 anos de idade para Lourdes, na França, quando fez 2.200 km. “Já caminhei muito, percorri milhares de quilômetros. Só no Japão foram, 15 mil km, quando eu era missionário em Nagoya”, conclui.

Uma peregrinação sob duas rodas trouxe de Curitiba até o Santuário Santa Paulina, o missionário belga do Sagrado Coração de Jesus, Pe. José Geeurick, mais conhecido como Pe. Zeca. Ele chegou bem de tardezinha. “Eu estou aqui porque gosto e porque estou me despedindo de um trabalho e partindo para outra missão em Cuiabá. Quero resgatar o trabalho com a Pastoral Carcerária que fazia quando fui pároco da outra vez”, afirmou o padre. Mas ele não veio sozinho, trouxe os pedidos de muitas pessoas e as necessidades da

História de uma santa

O casebre, lugar da concretização do ideal de Amábile. Nele, ela e Virgínia, acolheram Angela Viviani. Depois, crianças e outros doentes eram visitados todos os dias e acolhidos ali no pequeno casebre. Muitos milagres ali aconteciam. Um dos casos mais curiosos é o da mulher que estava grávida e sofria de um câncer na garganta. Sua alimentação era feita pela traquéia. Por indicação do Padre Rocchi, Amábile lhe dá algumas gotas de água da gruta de Nossa Senhora de Lourdes. Nasce o bebê, a ferida cicatriza e a mulher é curada e vive ainda por muitos anos. O dia-a-dia é fecundado de boas ações das duas jovens.

Missa da Saúde no Santuário Todo dia 09 de cada MÊS 2

Dezembro | 2010

Com bênção e imposição de mãos Missionário com Santa Paulina


Graças alcançadas Estive aqui em 1992 com a minha família. Na volta, eu dormi ao volante e atravessei a pista que ainda não era duplicada. Todos dormiam. Senti alguém segurando o meu braço e me reconduzindo à pista certa. Quando olhei no banco estava cheio dos santinhos de Santa Paulina. Em 1996, levei um tombo de quatro metros de altura e fraturei a coluna na L1. No momento, eu pedi às pessoas que não tocassem em mim, mas que chamassem o resgate e, então, eu desmaiei. Foi quanto ouvi uma voz me dizendo: fique tranqüilo, vai dar tudo certo. Felizmente, não tive nenhuma sequela e hoje caminho sem dificuldades. Ano passado, nosso filho teve complicações numa cirurgia de apendicite, ficando muito mal. Coincidentemente, a última cirurgia dele de uma peritonite foi 09 de julho e, graças a Deus, deu tudo certo. Em fevereiro deste ano, viajamos para o Chile e no dia 27 aconteceu um terremoto. No desespero de sem saber o que fazer e sem ter para onde correr, pedimos a intercessão de Santa Paulina e saímos ilesos da tragédia. E por essa graça viemos aqui agradecer. - Claudio e Sofia Dias | Embu das Artes-SP

A pequena Mariely Staron nasceu com problema no coração. Ele mandava sangue em excesso para o pulmão. Foram muitas internações até o diagnóstico ser confirmado. Ela tinha cinco meses e meio e pesava apenas 3.200g. Teve que se submeter a uma cirurgia. Pedimos à Santa Paulina e o tratamento deu tudo certo. Hoje com um ano e oito meses a pequena está completamente curada. Viemos aqui agradecer à Santa Paulina. - Marinês Staron Figura

Por que sou missionário Eu faço parte dessa obra há um ano. Associei-me porque sei que ela precisa da colaboração de todos e me sinto bem e feliz ajudando-a. - Antonio Poteleck | Rio Negrinho-SC Já faz um ano que contribuímos com o Projeto. Estivemos no Santuário e ficamos encantados com a história e vida de Santa Paulina e resolvemos participar. Eu e minha família temos muita fé por Santa Paulina. Estamos sempre que podemos no Santuário. Eulalia Hammer Schmidt – Lapa - PR Faz 14 anos que participo do Projeto. Venho há anos contribuindo com o Santuário. Tornei-me missionário porque moro próximo ao Santuário. A importância maior é porque tenho muita fé em Santa Paulina e sou muito devoto dela. - Ronei Marcio da Silva – Brusque - SC Já faz uns dois anos que participo do Projeto. Fiz uma visita e noto o belíssimo trabalho que é feito no Santuário. A importância é ajudar o próximo. Já recebi muitas graças e continuo recebendo com a graça de Deus e de Santa Paulina. - Vilmar Cabral Gomes – Campina Grande - PB

Publicação Institucional do Santuário Santa Paulina - Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição-CIIC Conselho de Redação: Irmãs Anna Tomelin, Roseli Amorim, Egnalda Rocha Pereira-CIIC, Terezinha Maria Pamplona, Maria Vera Lúcia de Oliveira, Irmã Terezinha Santa Negri | Fotografia: Serviço de Com. e Marketing do Santuário Santa Paulina e Arquivo da CIIC | Jornalista Resp. Irmã Egnalda Rocha Pereira, CIIC - MTB3585 Diagramação e Projeto Gráfico: Filipe Candido | Impressão: HBL | Tiragem:6 mil | Produção: Dominus Agência de Comunicação Integrada

Missionário com Santa Paulina

Dezembro | 2010

3


      Nome:     End.:    

- Assista todo sĂĄbado Ă s 20h na TV SĂŠcuko XXI o “Meu Desejo ĂŠ a vida do meu povoâ€? - Proximo dia 19 - 9h Programa MissionĂĄrio com Santa Paulina; 10h Celebração EucarĂ­stica

    



 

        

   Remetente:                      Nome: Cep:          

          End.:

Cep:  

        

   Remetente:                      Nome:          

      anta Paulina, intercede nĂłs, junto a Jesus, End.:    por

SSS

a fim de que tenhamos a coragem de lutar sempre, Cep: anta Paulina, intercede por nĂłs, junto a Jesus, na conquistaa fim de um mundo mais humano, justo e fraterno de que tenhamos a coragem de lutar sempre,

anta Paulina, intercede por nĂłs, junto a Jesus, a fim

 

        

   Remetente: de que tenhamos a coragem de lutar sempre, na con                     Nome:          

  quista de um mundo     mais humano, justo e fraterno End.:    

na conquista de um mundo mais humano, justo e fraterno Cep:

S

anta Paulina, intercede por nĂłs, junto a Jesus, a fim de que tenhamos a coragem de lutar sempre, na conquista de um mundo mais humano, justo e fraterno

S

anta Paulina, intercede por nĂłs, junto a Jesus, a fim de que tenhamos a coragem de lutar sempre, SantuĂĄrio Santa Paulina na conquista de um mundo mais humano, justo e fraterno Avenida Madre Paulina, 3850 Bairro VĂ­golo - Caixa Postal: 12 Cep 88270-000 Nova Trento - SC


Missionário com Santa Paulina Dezembro