Page 1

Missionário com

Santa Paulina

Publicação Institucional do Santuário Santa Paulina | Ano 3 | Edição 25 |Junho de 2011

Corpus Christi: festa do Pão e da Fé

Cada comunhão com o corpo de Cristo é, igualmente, comunhão com os irmãos Equipe de Comunicação do Santuário

Corpus Christi é a festa do Corpo e Sangue de Cristo, celebrada solenemente na quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade. Neste ano, ocorrerá no dia 23 deste mês. A motivação litúrgica para tal festa é o merecido louvor à Eucaristia, que é fonte e ápice de toda a vida cristã, afirma o documento do Vaticano II, Sacrosanctum Concilium (SC). E continua: Por isso, os cristãos, alimentem-se do corpo do Senhor, dêem graças a Deus e aprendam a se oferecer a si mesmo, para que Deus seja tudo em todos. A solenidade de Corpus Christi recorda o grande mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. É uma manifestação pública de fé na presença real de Jesus Cristo, no sacramento da Eucaristia, sob as espécies de Pão e Vinho, que simbolizam a vida, o trabalho humano e a subsistência.

de se sentar à mesa dos bens da humanidade, com toda dignidade e júbilo”.

Origem da Festa de Corpus Christi - A ideia da Celebração de Corpus Christi teve origem em Liege, na Bélgica com a religiosa Juliana de Mont Cornillon, quando, em 1230, sugeriu ao Pároco Mons. Tiago Pantaleão de Tryes, que se organizasse uma Festa especial em Louvor à Eucaristia, para dar-lhe o destaque que merece. A primeira celebração da Festa do Corpo de Cristo acontece em 1246.

Celebração de Corpus Christi: grande manifestação de fé da devoção popular. Nesta data tão significativa, toda a Igreja se movimenta com as Celebrações Eucarísticas e procissões. Esta festividade se constitui numa tradição, em muitas cidades portuguesas e brasileiras. É costume ornamentar as ruas por onde passa a proAspectos teológicos centrais do Sacramento da cissão, com tapetes de coloridos vivos e desenhos de Eucaristia - para Santo Tomás de Aquino os aspectos inspiração religiosa. As decorações são uma verdadeira teológicos centrais do Sacramento da Eucaristia são expressão de beleza e criatividade, de acordo com a três: Primeiro, a Eucaristia faz o mecultura e a arte do nosso povo. As procismorial de Jesus Cristo, que passou no sões são manifestações de fé e demonsSe eu não me meio de todos, fazendo o bem, curantração do grande amor à Eucaristia. do e ensinando (At 10, 38). Segundo, prostrar diante Santa Paulina foi grande devota de a Eucaristia celebra a unidade fundaJesus Eucarístico. Passava horas dianmental entre Cristo e sua Igreja e com do sacrário, onde vou te do sacrário, em oração e adoração, cada pessoa humana. Terceiro, a Euca- encontrar forças para na intimidade com Jesus, a ponto de ristia prefigura nossa união definitiva carregar o peso da expressar-se deste modo às suas filhas e plena com Cristo, no Reino dos céus. espirituais, as Irmãzinhas: Se eu não me A Igreja, ao celebrar este mistério, revi- minha cruz? prostrar diante do sacrário, onde vou ve estas três dimensões. As leituras da encontrar forças para carregar o peso da Festa de Corpus Christi, lembram-nos a minha cruz? O Santuário Santa Paulina é lugar de comunhão, promessa da Eucaristia como pão do céu (Jo 6,51-59); a última ceia e a instituição da Eucaristia, com as palavras: onde, diariamente, celebramos o Mistério Pascal de “Tomai, isto é meu corpo... Isto é meu sangue, o sangue Cristo. Os peregrinos e visitantes que aqui chegam proda aliança...” (Mc 14, 12-16.22-26); e a multiplicação dos curam encontrar-se com o Jesus Eucarístico, através das celebrações e momentos de adoração. São fortes expepães para os famintos (Lc 9, 11b-17). riências de encontro, partilha, oferecimento e ação de A Eucaristia tem uma dimensão social - A mesma co- graças. O pão partido na mesa do altar será alimento munhão do corpo e sangue de Cristo que transforma para todos aqueles que buscam a Cristo e, fortalecidos, a pessoa e constitui a Igreja, insere esta mesma Igreja com Ele partem para o cotidiano da vida e da missão. na sociedade como fermento na construção de uma Aqui, no Santuário também celebramos, com os sociedade mais justa e fraterna. Cada comunhão com peregrinos e devotos, a Festa de Corpus Christi, exo corpo de Cristo é, igualmente, comunhão com os ir- pressando nosso louvor e gratidão pela presença real mãos. O pão repartido significa e cria unidade no amor. de Cristo na Eucaristia, com missas e procissões, até a Ao dar a comunhão, Santo Agostinho dizia a cada um: Capela Nossa Senhora de Lourdes. “Torna-te aquilo que recebes: O corpo de Cristo. Como A exemplo de Santa Paulina, façamos da Eucaristia o o pobre e o humilde têm acesso à Eucaristia sem dife- centro da nossa vida, buscando nela, força, motivação rença e sem distinção, assim, também ele tem direito e sustento para a nossa caminhada na fé. Missionário com

Santa Paulina

Editorial

O Santuário No sul, o inverno acaba de chegar, mas em algumas regiões do país foi o fim da colheita e é tempo de fartura. O verde cede seu lugar ao cinza. As folhas caem e levadas pelo vento tornam-se húmus da terra. A natureza se cala e se prepara para gerar nova vida. Nas expressões religiosas e culturais, o povo se diverte com as festas juninas. Corpus Christi, é a festa da Eucaristia que leva os fiéis às ruas, para um louvor público a um Deus que se dá em comida para quem acredita na sua proposta de amor, justiça, comunhão e fraternidade. É a fé e a festa, a criatividade e a expressão da cultura que celebram o Deus da Vida.

FALE CONOSCO: Esperamos sua cartinha, dê sugestões, opine como você gostaria que fosse “O Missionário”. Se preferir, mande um e-mail para: comunic@santuariosantapaulina.org.br


Festa Junina – religião ou folclore? Ir.Custodia Cardoso

Quem já não participou de uma Festa Junina? Quem já não vibrou com as comidas, as fantasias e até participou da tão famosa dança da “Quadrilha”? Quem também não tem conhecimento da fogueira de São João, da “liturgia” do erguer o mastro, com os pães de Santo Antônio, as bandeirinhas de São João e os pedidos a São Pedro? As Festas Juninas estão na maioria dos nossos livros do folclore brasileiro. A palavra folclore vem do inglês e significa: Folk-Lore = conhecimento, conjunto de tradições e costumes do povo. Estes eventos acontecem, como o próprio nome indica, no mês de junho, onde são celebrados: l 13 de junho: Santo Antônio de Pádua, o grande pregador e evangelizador, nascido em Lisboa, Portugal. Devoto do menino Jesus e amigo dos pobres (pão dos pobres). l 24 de junho: São João Batista - dia de nascimento do santo -, o precursor de Jesus, que o batizou no rio Jordão. l 29 de junho: São Pedro e São Paulo, apóstolos missionários de Jesus Cristo, os quais deram sua vida pela causa do evangelho. Estas são Festas Litúrgicas, celebradas pela Igreja Católica e trazidas de Portugal para o Brasil. Os aspectos folclórico, rural e caipira foram se formando por ocasião das visitas que os padres jesuítas faziam às comunidades. Na ocasião, celebravam missas, casamentos e batizados; momentos de convivência e lazer, com enfeites, danças, comidas, conversas, brincadeiras, em torno da fogueira, noite adentro, e a famosa dança da “Quadrilha”, de origem francesa, resquício da dança das cortes européias. Tratava- a ser o aquele que preparou os caminhos do Senhor. -se de uma dança lenta, com a formação de pares, que o povo brasileiro A presença do Mastro transformou em marchinha, mais alegre, rápida e comunicativa. O levantamento do mastro enfeitado, tendo na ponta a figura de Santo Antônio ou de São João ou de São Pedro, é um destaque ao Por que a fogueira na noite de São João? Segundo a tradição, a fogueira é uma forma de comemorar o anúncio padroeiro da festa. É momento religioso solene da abertura de nosdo nascimento de São João Batista. Diz a Bíblia, que Santa Isabel, mãe de sas Festas Juninas rurais, com rezas, cantos e orações. Todas estas tradições são sadias e importantes. Porém, não podeSão João, era já bem idosa e Maria, a mãe de Jesus, costumava visitá-la. Isabel morava nas montanhas da Judéia, vilarejo próximo de Jerusalém e mos deixar de passar para as gerações futuras o seu sentido litúrgico Maria, em Nazaré da Galiléia. Como não havia outra maneira de comuni- e bíblico, além da sua motivação essencial que é o exemplo de seguicar as notícias, foi acesa uma grande fogueira no alto de uma montanha mento a Jesus Cristo, por estes três grandes santos juninos. Boas Festas Juninas, com muita alegria, dança fraternidade e fé. da Judéia, para propagar a Boa Nova do nascimento do menino que viria

Coisas maravilhosas acontecem aqui Juventude, de Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Rondônia e também da Argentina, participou de uma Semana Santa Missionária, no Santuário Santa Paulina. A presença dos 20 jovens é fruto de um projeto intitulado "Juventudes: clamor, ousadia e esperança" - assumido pela Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. O trabalho que teve duração de uma semana contou com a participação de várias Irmãzinhas. Foram visitas, celebrações e muita criatividade que, em muito, contribuiu para um maior dinamismo na missão do Santuário.

A federação Catarinense dos Aposentados do Estado de Santa Catarina reuniu mais de cinco mil pessoas no Santuário Santa Paulina, na celebração Eucarística do dia 10 de abril. O encontro teve como finalidade celebrar a vida e agradecer a Deus, além da intercessão de Santa Paulina pelas conquistas dos aposentados, pensionistas e idosos de todo Brasil (ela que cuidou e continua cuidando dos idosos). Foi um momento de renovação da fé e da esperança e reafirmação do compromisso com os aposentados na luta pelos seus direitos. No final, "Santa Paulina" dirigiu aos participantes sua mensagem, incentivando todos a continuarem participando ativamente na luta por melhores condições de vida e por uma sociedade mais justa, solidaria e fraterna. O gesto de despedida foi a formação de uma corrente que abraçou todo o Santuário.

Missa da Saúde no Santuário Todo dia 09 de cada MÊS 2

Maio | 2011

Com bênção e imposição de mãos Missionário com Santa Paulina


Graças alcançadas “Os médicos pensavam que eu tinha um mioma. Duas horas antes de retirar o útero, ficamos sabendo que eu estava grávida da Maria Gabriela. Isso, para mim, foi como nascer de novo. No caso de João Guilherme, eu estava grávida de quatro meses e o médico me falou que eu não podia mais tomar uma vacina, que esta deveria ter sido aplicada antes, por causa do aborto que já me havia acontecido. Então, quando o João nasceu, ele teve que ficar por dez dias na UTI. Nesses dias, recebeu duas transfusões de sangue e ficou por um tempo entubado. Uma médica falou que ele tinha 48 horas de vida. A gente recorreu à intercessão de Santa Paulina e disse para Deus: ‘Ele é seu... Se você quiser deixar com a gente, a gente está de braços abertos para acolhê-lo. Porém, se o Senhor quiser levá-lo de volta, ele é todo seu’. Seis dias depois, ele começou a mamar no peito e, após dez dias, já estava em casa. Eliane de Fátima Figueiredo Silva – Curitiba

Da esquerda para direita: Eliane de Fátima; Maria Gabriela; Silvio de Almeida e João Guilherme

Por que sou missionário Já faz um ano que eu e minha esposa fazemos parte desta Obra de Evangelização. Tornamos-nos missionários por um grande motivo, cooperar com os outros. A importância de sermos Missionários é a fé que nos motiva e a esperança em Santa Paulina. Marino e Wanda Tobias Silveira – Curitiba – PR Já faz três anos que contribuo com este projeto. Tornei-me missionário porque eu e minha família fomos visitar o Santuário e eu fiquei impressionado com as obras e trabalhos que são feitos ai. A

importância para mim é a evangelização, levar o evangelho, a palavra de Deus a todas as pessoas. Tenho muita fé em Santa Paulina. Ivo José Werlang – Maravilha - SC Faz dois anos que participo desta missão, porque eu tenho muita fé em Santa Paulina, já pedi graças e fui atendida. Todo ano vou visitar o Santuário. Participar deste Projeto tem uma grande importância para mim. Eu tinha que fazer uma cirurgia e fiz um pedido a Santa Paulina e a Nossa Senhora Aparecida. Graças a Deus, fui atendida e tive a oportunidade de me tornar uma missionária. Ivani Alves de Meira – Jaraguá do Sul - SC

Igreja celebra Dia Mundial das Comunicações Sociais Em comunhão com a Igreja do mundo inteiro, a Igreja do Brasil vai celebrar neste dia 05 de junho, festa da ascensão do Senhor, o 45º Mundial das Comunicações Sociais. O tema deste ano é “Verdade, anúncio e autenticidade de vida, na era digital”. O conteúdo do livreto contém a Mensagem do Papa Bento XVI para o Dia Mundial da Comunicação; uma reflexão do presidente da Comissão Episcopal para a Educação, Cultura e Comunicação Social da Conferência dos Bispos do Brasil. “Que possamos criar na Igreja do Brasil, uma cultura da comunicação, e assim, articularmos melhor as pastorais. A comunicação deve se estabelecer como a alma de todo o anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo”, argumentou Irmã Elide Fogolari, assessora da CNBB. O papa Paulo VI já dizia que sem compreensão da importância

da comunicação, fica difícil levar a mensagem do Evangelho a todas as pessoas, “e vamos nos sentir culpados se a Igreja não usar dos meios de comunicação para a evangelização”, conclui.

Publicação Institucional do Santuário Santa Paulina - Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição-CIIC Conselho de Redação: Irmãs Anna Tomelin, Roseli Amorim, Cintia Elizabethe Gimenez, Maria Adelina da Cunha, Teresa Nascimento, Maria Vera Lúcia de Oliveira | Fotografia: Serviço de Com. e Marketing do Santuário Santa Paulina e Arquivo da CIIC | Jornalista Resp. Irmã Egnalda Rocha Pereira, CIIC - MTB3585 Diagramação e Projeto Gráfico: Filipe Candido e Patrícia Pratts Impressão: HBL | Tiragem: 6 mil | Produção: Dominus Agência de Comunicação Integrada

Missionário com Santa Paulina

Maio | 2011

3


Avenida Madre Paulina, 3850 Bairro Vígolo - Caixa Postal: 12 Cep 88270-000 Nova Trento - SC

Santuário Santa Paulina

Cascata próxima ao oratório de Nossa Senhora Aparecida

Santuário Santa Paulina

Missionários com Santa Paulina Telefone: (48) 3267-3030 E-mail: santuário@santuariosantapaulina.org.br www.santuariosantapaulina.org.br

Fechamento Autorizado. Pode ser aberto pelo ECT.

Assista pela TV Século 21 • Sábado 19h30: “Meu desejo é a vida do meu povo”. Dia 19 09h - Programa Missionários com Santa Paulina 10h - Missa ao vivo transmitida para todo o Brasil diretamente do Santuário Santa Paulina

Missionario Santa Paulina  

Informativo Santa Paulina

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you