Issuu on Google+

diSTriBUiÇão graTUiTa naS reSidÊnciaS. naS BancaS r$ 0,50

PaUTa Trancada Falta de acordo entre servidores e prefeitura faz vereadores cruzarem os braços. Pág. 4

domingo

em caSa

INTERvENçãO DE RAFAEL MELgAçO

deSTaqUe do amÉrica O lateral-direito Marcos Rocha leva com orgulho o nome de Sete Lagoas pelo Brasil. Pág. 20

ANO 1 | EDIÇÃO 6 | 14 A 20 DE AGOSTO DE 2011

Pai PARA DE

filHo...

Conheça a história de filhos sete-lagoanos que seguiram a carreira profissional de seus pais. Págs. 8 e 9


2

oPinião

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

duke Marcílio Maran maran@domingoemcasa.com.br

As faces de um pai Pai. Figura incontestável que reflete segurança, amparo, carinho e dedicação sem limites. quando na cruz, em sua passagem pela terra, Cristo citava a figura de seu Pai como sendo seu porto seguro, sua luz, sua estrela maior. Seja um carpinteiro, um pedreiro, um jogador ou um professor. Seja o pai um ilustre empresário, um humilde faxineiro, um motoqueiro ou um tradutor. O pai pode ser um barbeiro, um soldado, um advogado ou animador. Talvez um pintor, lavrador, cancioneiro, médico ou instrutor. A figura do pai é muita, como muitas são as lembranças principalmente de quem, como eu, já não tem mais o pai a seu lado. Sabemos que ninguém é eterno. Somos passageiros de uma nau cujo destino é desconhecido. Somente a fé é que nos leva a imaginar que, após nossas vidas, nos encontraremos com aqueles que já se foram. Se assim é, penso quão grande será minha alegria de poder voltar a ver meu pai. Não sei se me conteria de emoção poder novamente abraçá-lo, agradecê-lo e acima de tudo, reconhecer o quanto fui imaturo ao não entender o “não” que tantas vezes ouvia dizer para mim, na minha procura incontrolável. Esquecemo-nos, principalmente quando jovens, que o “não” de um pai é

na verdade um “sim” de proteção. Em sua sabedoria adquirida pelas feridas da vida, o pai tenta orientar seu filho, na esperança de que ele não cometa os mesmos erros, não caia no desânimo ou não se esbarre nas trapaças que a própria vida nos oferece. quem tem ao seu lado neste dia tão especial o seu pai, esteja ele onde estiver, vá ao seu encontro, seja pessoalmente ou através de um simples telefonema. Se puder, olhe em seus olhos e diga o quanto é grato a ele por tudo. Reclama-se muitas vezes a ausência de um pai em seu lar. Mas se esquece que ele acorda cedo para trabalhar, e mesmo quando você está dormindo ele te dá a sua benção. Às vezes ele chega de madrugada, ansioso para lhe dar um abraço, mas respeita seu sono e não quer acordá-lo. No fundo, o pai sabe que está cumprindo sua missão. Missão por vezes incompreendida, mas somente reconhecida e infelizmente, quando ele, o pai, se torna ausente para sempre pelos braços da morte. Feliz “Dia dos Pais” a todos que dão valor à vida e que aprenderam o valor do seu PAI. A quem ainda sente o orgulho de não conseguir abraçar o seu pai, repito a frase do mestre maior que disse: “Pai, perdoai, pois eles não sabem o que fazem”.

domingo em caSa Publicação do Consórcio Domingo em Casa Sete Lagoas Ltda CNPJ - 13.807.194/0001-83 Rua Santa Catarina 1713-A Bairro Boa vista - Sete Lagoas-Mg (31) 3026-1700 CEP 35700-086 Diretor executivo e comercial - Marcílio Maran Diretor de redação/editor responsável - Almerindo Camilo (2709/Mg) Coordenador de eventos - Herivelton Moreira da Costa Diagramação - Antonio Dias e Wanderson Fernando Dias Tiragem - 10.000 exemplares Impressão - O Tempo Serviços gráficos (Contagem-Mg) Representante comercial BH - AC&S Mídia Ltda (31) 2551-7797 Representante comercial Sete Lagoas - Agência Águia (31) 3775-1909 Representante comercial SP, Rio e Brasília - Screanmedia (11) 3451-0012 e (11) 9141-2938 OS ARTIGOS ASSINADOS NÃO EXPRESSAM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL.

Geraldo Donizete de Carvalho Advogado

A Judicialização da Gestão Pública Nos últimos anos o Ministério Público tem desempenhado papel fundamental no bom uso dos recursos públicos, na proteção ao meio ambiente e na conservação do patrimônio histórico entre outras atuações não menos importantes. Ao se lançar olhos sobre as administrações públicas, o órgão ministerial tem requisitado informações sobre os mais variados procedimentos administrativos perpetrados pelos prefeitos, o que tem acarretado uma série de processos judiciais com repercussões políticas, administrativas, criminais e de responsabilidade pessoal dos gestores. A proeminência da atuação ministerial tem relegado num segundo plano, a função fiscalizadora dos Poderes Legislativos locais - que por dever constitucional, teriam a obrigação de fiscalizar a administração pública. Em sendo

assim, o resultado deixou de ser um exercício deliberado de vontade política, para ser de “ativismo judicial” no qual o Ministério Público é o titular. A isso denomino como judicialização da

“É fundamental que os futuros prefeitos tenham a preocupação de se assessorar por profissionais qualificados, bem como treinar e capacitar seus servidores” gestão pública. Nesses vinte anos de advocacia tenho observado que a maioria dos processos judiciais aviados pelo MP contra ex-prefeitos é em razão de erros de conduta e não por defeitos de caráter,

felizmente. Os erros de conduta, a que me refiro, são cometidos principalmente na contratação de pessoal, nas contratações e compras do Poder Público e no atendimento aos comandos da Lei de Responsabilidade Fiscal. O pior da história é que as ações judiciais são propostas muitos anos depois do prefeito deixar o cargo, o que dificulta sobremaneira sua defesa, já que geralmente é um opositor que está no comando do município e lhe dificulta o acesso à documentação necessária para instrução da defesa. Logo, é fundamental que os futuros prefeitos tenham a preocupação de se assessorar por profissionais qualificados, bem como treinar e capacitar seus servidores, para minimizar as possibilidades do erro de conduta, pois de bem-intencionados o purgatório está repleto.


cidade e região

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

3

fotos roberta lanza

POUCO ESPAÇO Um dos principais problemas do trânsito na rua José Duarte de Paiva, entre o centro e o bairro Santa Luzia, é o estacionamento de veículos nos dois lados da via

Haja paciência Trânsito está cada vez mais complicado nas ruas Santa Juliana e José Duarte de Paiva; secretária diz que há estudos para fazer melhorias na região Por Roberta Lanza Sair de casa de carro em Sete Lagoas é quase um teste de paciência para muitos motoristas. O trânsito está cada vez mais complicado, e o número crescente de veículos revela que, se nada for feito, a situação só tende a piorar. Atualmente, a cidade possui 65 mil veículos emplacados, ou seja, um carro para cada 2,5 habitantes. Na rua Santa Juliana, situada entre os bairros São João I e Luxemburgo, e na rua José Duarte de Paiva, que abrange o Centro e o bairro Santa Luzia, os motoristas encontram dificuldade em passar pelo local. De acordo com o delegado de Trânsito de Sete Lagoas, Helton Aparecido Costa, o maior entrave dessas ruas é o estacionamento dos veículos dos dois lados da via. “Nas imediações do fórum, por exemplo, o trânsito é difícil durante todo o dia, já que por lá passam advogados, juízes, clientes e estudantes”, ressaltou. Uma advogada, que preferiu

não se identificar, reclamou que vários acidentes já aconteceram na rua José Duarte de Paiva e que ninguém toma providência. “Estou cansada de ver batidas por aqui. Os carros mal têm espaço para circular devido aos outros estacionados dos dois lados da rua”, considerou. Já a estudante Maria Carla Fonseca da Silva afirmou que os carros trafegam no local em alta velocidade, colocando as pessoas em risco. “Já quase fui atropelada aqui. Os carros passam correndo muito nesta rua. Acho que se fosse colocado um semáforo ou quebra-molas, a situação seria minimizada”, concluiu. Na rua Santa Juliana, o caos é visível. Por lá, circulam carros, carroças, motos, bicicletas e até mesmo caminhões, por ser via que dá acesso à saída de Sete Lagoas que leva às empresas AmBev e Iveco, ao Exército e também a Jequitibá e outras cidades da região. Muitos veículos até estacionam em cima dos passeios, atrapalhando a passagem de pedestres que, muitas vezes,

também disputam espaço com bicicletas que trafegam na calçada. Para o delegado de trânsito, o problema da Santa Juliana é semelhante ao da José Duarte de Paiva. “Os carros ficam estacionados nos dois lados da via e muitos estacionam até mesmo nas calçadas. Acredito que, por esse motivo, o trânsito seja complicado no local”, afirmou. Os comerciantes chegam a ter medo da via. “Apesar de ter quebra-molas, os motoristas não respeitam a regra de trafegar em velocidade reduzida na rua. Já vi muito acidente na porta do meu comércio até mesmo com vítimas que morreram. Não nos sentimos seguros aqui”, ressaltou José Carvalho. Moradores da região também pedem soluções. “Essa área tem se valorizado consideravelmente, já que grandes empresas como a Sicoob Credisete e Felt Elétrica se instalaram aqui. Precisamos de uma via de acesso que seja condizente com a modernização do local”, colocou a manicure Rosângela Almeida Pereira.

Possíveis soluções Para o delegado de Trânsito, uma maneira viável de melhorar as vias citadas seria a proibição de estacionamento em um dos lados da rua. Já para o secretário municipal de Trânsito e Transporte, Flávio Dumont, o problema é mais abrangente. “Se formos analisar com clareza, em praticamente todas as regiões da cidade, existem mazelas relacionadas ao trânsito e o que temos feito é tentar solucioná-las de acordo com prioridades. Em relação à rua José Duarte de Paiva, por exemplo, já há estudo para ver o que é mais adequado para a via”, informou. O secretário afirmou ainda que aguarda solicitação formal de intervenção da via, por parte dos moradores, para que possa haver uma resposta formal. A solicitação dos moradores deve ser protocolada na prefeitura. Flávio disse ainda que uma das

soluções viáveis seria, sim, a proibição de estacionamento em um dos lados da via, mas que também para isso seria necessário um relatório de estatística que mostrasse o fluxo de veículos que sobem, descem e os destinos. Já em relação à rua Santa Juliana, o secretário afirmou que uma solução para minimizar a problema seria o impedimento de um dos lados da via, mas que, para isso, seria necessário antes estudar uma maneira que não interferisse nos pontos de parada dos transportes coletivos. “Acredito que a instalação de baias pode ser uma alternativa eficiente”, afirmou. “Estamos trabalhando para a melhoria do trânsito em toda a cidade. Já está sendo executada a troca dos semáforos antigos pelos mais modernos com luz de led que facilita a visão de motoristas e pedestres. Também estamos investindo em sinalização.”, finalizou.

DISPUTA Na rua Santa Juliana, carroças dividem espaço com carros


4

cidade e região

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

Vereadores ‘trancam’ pauta

cedro doa casa de clara a caetanópolis ÓLEO SOBRE TELA DE ADRIANA ANDRADE

Falta de acordos com servidores da Educação e SAAE cria impasse entre Executivo e Legislativo ROBERTA LANzA

A casa humilde da rua Coronel vítor Mascarenhas, em Caetanópolis, onde, em 12 de agosto de 1942, nasceu Clara Nunes, agora é patrimônio do município de Caetanópolis. O imóvel foi oficialmente doado à prefeitura pela Cia. Cedro Cachoeira, em ato presidido pelo prefeito Romário vicente Alves Ferreira. A casa será restaurada, recaracterizada e se transformará em mais um ponto turístico da cidade. Clara Nunes está em alta. No carnaval carioca de 2012, ganhará homenagem em dose dupla, com desfiles das escolas cariocas Paraíso do Tuiuti e Portela. Além disso, Caetanópolis anunciou recentemente a construção do memorial da cantora, obra que deve ficar pronta em breve e abrigará o acervo guardado por dona Mariquita gonçalves, irmã de Clara, durante quase três décadas.

rÁPidaS imPaSSe Servidores municipais lotaram o plenário da Câmara Municipal na última terça-feira

O clima não anda nada amistoso na Câmara Municipal. Insatisfeitos com a indefinição por parte do Executivo nas questões envolvendo os servidores do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e da Secretaria de Educação, os vereadores aprovaram requerimento de travamento da pauta de proposições apresentadas pelo Executivo até que se resolva o impasse com o funcionalismo. O requerimento verbal partiu do vereador Caio Dutra (PMDB), e contou com aprovação de todos os edis, à exceção de gilberto Doceiro, também do PMDB. Com a medida, todos os Projetos de Lei e demais matérias cuja autoria pertencer ao Poder Executivo Municipal e que forem protocoladas na Câmara, não serão submetidas à tramitação nem votação pelos vereadores até que a administração se manifeste sobre os problemas referidos. A decisão

foi tomada como forma de pressionar a prefeitura a dar solução às questões com os servidores da Educação e do SAAE. Os trabalhadores da Educação estão em greve reivindicando melhorias salariais. Por seu lado, os profissionais do SAAE reclamam da decisão da autarquia que determinou o corte em gratificação que, segundo eles, está prevista em lei, razão pela qual eles reclamam o retorno do benefício. Funcionários do SAAE lotaram o plenário demonstrando indignação por terem recebido o vencimento do mês com corte de gratificação. A autarquia teria definido a alteração no salário dos trabalhadores que possuem cursos superior, técnico ou de aperfeiçoamento, que variou de R$60 a quase R$600. A bonificação varia entre 10% a 20% sobre o salário-base e é garantida pela Lei 1031. Segundo os servidores, antes do corte, a

própria Procuradoria do Município havia protocolado ofício na secretaria do SAAE alertando para a ilegalidade da medida. A situação na sessão plenária da última terça-feira ficou mais tensa com o não comparecimento do diretor-presidente do SAAE, Ronaldo Andrade, convocado pela Câmara para prestar esclarecimentos acerca do corte na gratificação dos servidores. Ele alegou que precisaria de auxílio de sua assessora jurídica durante o pronunciamento, mas os advogados, afirmou, tinham sido intimados para outra audiência, no mesmo horário, em Belo Horizonte. “Achamos que isto foi desrespeitoso para conosco”, reclamou o funcionário Wladmir Moreno Oliveira. Ronaldo Andrade, porém, reiterou sua disposição de prestar esclarecimentos ao Legislativo, e colocou-se à disposição da Casa para comparecer à sessão do dia 16.

AMBEV 1 A Ambev (América Latina Norte + América Latina Sul + Canadá) registrou EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) de R$ 5,7 bilhões nos seis primeiros meses de 2011, resultado 10,9% superior ao alcançado no mesmo período de 2010. O lucro líquido normalizado do primeiro semestre deste ano foi de R$ 4 bilhões, um crescimento de 21,1% em relação aos seis primeiros meses do ano anterior. O lucro normalizado por ação do acumulado até junho ficou em R$ 1,26, cifra 20,8% superior à registrada no primeiro semestre de 2010. AMBEV 2 No acumulado até junho, o volume total de vendas foi de 77 milhões de hectolitros. Só no Brasil, o volume de vendas de cerveja chegou a 39,2 milhões de hectolitros no primeiro semestre, representando um crescimento orgânico de 9,9% se comparado com o mesmo período do ano anterior. AMBEV 3 A companhia anuncia a manutenção, para 2011, de seu plano de investir até R$ 2,5 bilhões no Brasil para expandir sua capacidade de produção e atender a demanda de curto e médio prazo. Deste total, R$ 1,4 bilhão já foi empregado em obras de ampliação, manutenção e modernização de unidades, inclusive a de Sete Lagoas. SAÚDE Mais de 600 usuários recorreram à ouvidoria “Alô Saúde”, em funcionamento na cidade desde outubro do ano passado. A Ouvidoria da Saúde é um canal de comunicaç��o que visa estabelecer um relacionamento democrático entre a população e o órgão gerenciador da saúde no município, permitindo identificar necessidades, distorções e viabilizar melhores formas de atendimento ao usuário do Sistema único de Saúde (SUS). O “Alô Saúde” funciona na Secretaria Municipal de Saúde (Travessa Juarez Tanure, 15, 4º andar, Centro), de 8 às 17h. O telefone é 0800 276 2010. Manifestações podem ser enviadas também pelo e-mail ouvidoria.saude@setelagoas.mg.gov.br. MAIS SAÚDE Moradores do bairro Bernardo valadares receberam na última semana, em solenidade que contou com a presença do prefeito Maroca, as novas instalações da ESF (Estratégia de Saúde da Família). A nova unidade fica na rua Edson Soares de Oliveira, 377, e deve oferecer mais conforto para usuários e profissionais de saúde e melhoria significativa na qualidade dos serviços prestados à comunidade. O equipamento é uma antiga reivindicação dos moradores. A nova ESF oferece uma equipe composta por clínico geral, enfermeira, técnico em enfermagem, atendente para acolhimento do público, seis agentes comunitários de saúde (ACS) e um auxiliar de limpeza.


cidade e região

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

5

qUIN DRUMMOND/COMUNICAçãO - PREFEITURA DE SETE LAgOAS

Projeto capacita minas O “Projeto Capacita Minas”, desenvolvido com apoio dos governos federal e estadual, e que, em Sete Lagoas, é de responsabilidade da ONg “Instituto vida e Ecologia”, entregou, na última terça-feira, o certificado de conclusão de curso a 213 alunos. São diversos cursos de capacitação profissional, que vão de administração rural a digitação interativa, de jardinagem a telefonista/recepcionista. A entidade firmou parceria para oferecer os cursos em janeiro deste ano, e a expectativa é beneficiar cerca de 2000 alunos de todas as faixas etárias. De acordo com o presidente do “Instituto vida e Ecologia”, gilson Liboreiro, com o mercado de trabalho competitivo da atualidade, as pessoas precisam

cada vez mais de capacitação. “As empresas querem profissionais ágeis, com flexibilidade e comprometidos. A parceria vem abrir o leque de opções para a população se profissionalizar e capacitar a mão-de-obra da cidade, que é um pólo industrial”, ressaltou. Para realização dos cursos, o “Projeto Capacita Minas” propõe a interação com Telecentros e CvTs (Centros vocacionais Tecnológicos) de cada região atendida pelo projeto. Em Sete Lagoas os telecentros estão localizados na avenida José Sérvulo Soalheiro, 299, bairro Nova Cidade e na Rua Tupiniquins, 601, no bairro São Francisco. Mais informações pelos telefones (31) 3775-1668 e (31) 37752846 ou pelo site www.capacitaminas.org.br.

fasasete sorteia bolsas pois o estudo é fundamental para o crescimento do ser humano”. O sorteio foi realizado ao vivo no domingo 07 de agosto, no palco principal, antes do show que a cantora Paula Fernandes fez para um público estimado em mais de 40 mil pessoas. O ganhador, Mateus Almeida, estava presente na exposição e não escondia a alegria. “Foi como ganhar na loteria”, declarou ele. O diretor Lucas Pinto afirma que “a Fasasete chegou a Sete Lagoas para proporcionar ensino de qualidade superior e formar profissionais que farão a diferença no mercado”. Os cursos oferecidos – Direito e Engenharia Ambiental –, todos devidamente autorizados pelo MEC, têm conceito máximo. As aulas da primeira turma já tiveram início. A faculdade adianta que em novembro novos cursos de graduação e pós-graduação serão lançados. Maiores informações sobre a Fasasete acesse www.santoagostinho. edu.br/fasasete. A faculdade fica na avenida villa Lobos, 730, Mangabeiras, telefone (31) 3771- 8178.

DIvULgAçãO

Durante a 45ª Exposete a Faculdade Santo Agostinho de Sete Lagoas (Fasasete), em parceria com empresários e a prefeitura, promoveu o sorteio de bolsas de estudos no valor de R$ 50 mil para os cursos de Direito e Engenharia Ambiental. Intitulada “Fasasete premia você com uma bolsa integral de estudos para os cursos de Direito ou Engenharia Ambiental no valor de R$50 mil”, a premiação movimentou a exposição durante os cinco dias do evento. Foram realizadas diversas ações no parque, com o preenchimento de mais de 10 mil cupons por parte do público. Cada cupom dava direito a participar do sorteio. Segundo o diretor da Fasasete, Lucas Pinto, a iniciativa, criada pela agência “n/a comunicação” responsável pelo marketing da instituição, em parceria com o empresário João Wellington, promotor da Exposete, “mostra aos sete-lagoanos a preocupação da instituição com a valorização social, proporcionando ao ganhador uma mudança de vida,

feSTa João Wellington (esq), Nayane Azeredo (n/a comunicação) e Lucas Pinto comemoram o sucesso da promoção, após o sorteio na Exposete

Para por as dívidas em dia arrecadaÇão A Casa do Contribuinte e o secretário Túlio França (destaque): esforço para facilitar pagamento

Prefeitura cria programa para incentivar contribuinte a acertar contas com o fisco municipal A prefeitura está prometendo facilitar a vida do contribuinte sete-lagoano. Na última quarta-feira, 10 de agosto, foi lançada a “Casa do Contribuinte”, cujo nome oficial é “Programa Municipal de Incentivo à Recuperação de Créditos Tributários Decorrentes do IPTU”, cujo objetivo é oferecer condições especiais de desconto e parcelamento para quem estiver em débito de impostos junto ao município. Pela proposta, quem, por exemplo, tiver pendências de IPTU, pode conseguir até 70% de desconto sobre a multa de mora e os juros. Túlio Eduardo de Avelar França, secretário municipal da Fazenda, que apresentou o

programa ao lado de Carolina Filizzola, procuradora geral do município, e do responsável pelo Departamento de Rendas Imobiliárias, Oberdan garcia, acredita que a renegociação trará benefícios aos contribuintes e para a cidade. “Haverá mais recursos para investir na recuperação das ruas, na limpeza urbana e em projetos das secretarias de Saúde e Educação”, detalhou o secretário da Fazenda. A estimativa é que a Prefeitura tenha a receber aproximadamente R$ 24,3 milhões em dívidas relativas somente ao Imposto Predial e Territorial Urbano. quem estiver inadimplente junto ao fisco municipal,

inscrito ou não na dívida ativa, e mesmo os que já estejam em fase de execução fiscal, pode comparecer na Casa do Contribuinte (Praça Barão do Rio Branco, 216, Centro) até o dia 30 de novembro e preencher um requerimento para obter os descontos oferecidos pelo programa. O desconto de 70% será dado a quem optar pelo pagamento integral do débito. Os contribuintes que optarem pelo parcelamento da dívida receberão descontos escalonados: 50% para pagamento em duas vezes; 30% em três vezes; 20% em quatro e 10% para quem preferir parcelar entre sete e 12 vezes o valor de sua dívida.


6

gastronomia

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011 fotos Rafa Borges/divulgação

Harmonizar é preciso

Joelho de porco Vinho tinto vai bem com carne vermelha

Bebida de festa Espumante, sinônimo de qualquer comemoração

Vinhos para todos os gostos A bebida tem sido cada vez mais apreciada pelos brasileiros; a dica é aproveitar o finalzinho do inverno para apreciá-la Por Juliana Baeta Já foi o tempo que a bebida do brasileiro se restringia a cerveja. A “loira” bem gelada continua muito bem-vinda. Paralelamente, uma bebida começa a ocupar mais e mais espaço nas mesas nacionais: o vinho, recomendado para acompanhar pratos quentes, massas e até mesmo sobremesas. A procura por vinhos nas noites mais frias é associada à melhor combinação com comidas típicas da estação, em especial massas e fondues. Segundo a comerciante especializada no ramo, Luiza Martini, “o vinho é sempre muito associado ao frio, pois além do álcool ajudar a esquentar o corpo, nada mais aconchegante que um jantar harmoni-

zado”. O consumo da bebida amentou nos últimos anos no Brasil, principalmente no inverno. Segundo ela, a procura pelo vinho tem aumentado. A cada ano, os brasileiros têm descoberto o prazer de consumir o líquido milenar. “O vinho é agregador, muito saudável, se consumido com moderação, e a melhor opção de harmonização com a maioria dos pratos”, assegura Luiza. Muito se engana quem pensa que os vinhos mais caros são os melhores, e que vinhos nacionais, principalmente os mais baratos, são de má qualidade. Pela variedade de marcas do produto no mercado, os preços dos vinhos alcançam níveis contrastantes de variação. Os preços nas gôndolas dos supermercados variam de R$ 4 a R$ 200, o que não significa, necessaria-

mente, que o mais barato seja ruim e que o mais caro combine bem com o seu paladar. Para o chef de cozinha e especialista em vinhos, Eloi Moreira, os brasileiros estão mais exigentes na escolha da bebida, tanto na qualidade como no preço do produto. “As pessoas sempre procuram vinhos que casem custo e benefício, ou seja, que possuam boas características com um preço honesto de mercado”. De acordo com Moreira, nesta época do ano, os tintos, por exemplo, são bastante procurados, e a preferência pelo tinto nacional, algumas vezes, desbanca até mesmo famosas e consagradas marcas européias. A comerciante Luiza Martini concorda com o chef, mas

acrescenta que os vinhos brancos e espumantes também são populares na mesa dos brasileiros: “No frio a procura é mesmo maior pelos vinhos tintos, principalmente os mais encorpados, o que não quer dizer que não exista a procura por vinhos brancos e espumantes. O espumante é sempre muito associado a comemorações, e o branco, nesta época, é muito utilizado para combinações gastronômicas”. Dica Seja qual for a escolha, a dica do DOMINGO EM CASA é para você aproveitar as noites mais frias do fim deste inverno para apreciar os mais variados vinhos. Tudo com moderação, e, claro, sem dirigir após beber.

Para se apreciar melhor a bebida, é recomendável servir o vinho com o prato que combine melhor com a ocasião, com o clima, e claro, com o prato a ser apreciado. Mas você não precisa ir a um restaurante para ter o prazer de apreciar a sua comida preferida com o vinho adequado. Há algumas regrinhas básicas para se compor um jantar de forma a combinar a bebida e a comida. Os vinhos possuem entre si diversas características que os diferenciam, como a variação das uvas com as quais são produzidos e os processos de produção. Por isso, algumas combinações ideais acabam não agradando ao paladar tanto como deveriam. Mas, geralmente, carnes e massas combinam mais com vinho tinto, enquanto peixes combinam com o vinho branco. O vinho do porto, um tipo natural e fortificado, pode ser servido com pratos doces ou agridoces. Outra regrinha básica é que os vinhos, geralmente, combinam com os pratos da sua região de origem. Por exemplo: uma opção da Espanha cai bem com a tradicional paella, enquanto os vinhos franceses são bem apreciados quando combinados à culinária da França. E até mesmo a nossa feijoada pode ser deliciosamente acompanhada por um vinho tinto nacional bem encorpado, segundo o chef Eloi Moreira. Aliás, segundo ele, a culinária brasileira é literalmente um prato cheio para a composição, seja com vinhos nacionais ou estrangeiros. Lúcia Ede/divulgação

Chef Moreira Dica é feijoada com vinho encorpado


8

Homenagem

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

na trilha dos pais É fato. A maior parte dos filhos admiram seus pais. Basta olhar ao redor e ver que esse sentimento existe em grande parte dos lares, de todas as classes sociais. Em muitos casos, essa admiração extrapola as paredes das casas e vai para o trabalho. Neste Dia dos Pais, o DOMINGO EM CASA mostra histórias reais de sete-lagoanos que seguiram os passos profissionais dos pais e transformaram essa admiração em homenagem.

Pai: João gentil alves filho filho: Wallacy W. Vieira alves Desde pequeno, Wallacy acompanhava o pai, o policial militar João gentil, em diversas ocasiões no quartel em Diamantina, onde eles moravam na época. Ele conta que sempre admirou a profissão militar e pretendia seguir carreira. “Meu pai me ensinou tudo o que sei e me motivou a seguir em frente”, afirmou Wallacy. Há 9 anos, Wallacy se tornou policial militar e hoje, pai e filho trabalham juntos no 25º Batalhão da PM em Sete Lagoas. “Eu o tenho como um exemplo de vida”, finalizou Wallacy. O pai, por sua vez, é só alegria. “Pra mim, foi a maior satisfação vê-lo seguindo meus passos”, afirmou João gentil.

Pai: José antônio raposo filhos:Warley e denise A história do comércio da família começou na década de 60. José Antônio, ainda pequeno, ajudava o pai na loja de parafusos e, com o passar dos anos, tomou conta do negócio. Os filhos dele, Warley e Denise, ainda jovens, começaram o ofício e hoje a administração é por conta deles. “Comecei a trabalhar na loja muito novo, fazia serviços bancários. Com o tempo, comecei a gostar pra valer do comércio e não saí mais daqui”, contou Warley. O pai se diz honrado em ver os filhos assumindo o empreendimento. “Eu segui a profissão do meu pai e os meus dois filhos continuam na loja. Sinto confiança que o negócio terá continuidade no futuro”, completou José Antônio. Warley hoje tem dois filhos pequenos e diz que ficará bem satisfeito se eles continuarem no ramo.


Homenagem

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

FOTOS ROBERTA LANzA

Pai: geraldo abrahão cecílio filho: geraldo Henrique cecílio Desde os 5 anos de idade, Preto trabalhava com o pai no salão. No início, era engraxate. Com o tempo, o pai dele foi ensinando o ofício e, aos 11 anos, ele já atendia aos clientes fazendo barba e aos 13, cortava cabelo. Em 1977, o pai dele morreu e ele assumiu o negócio para ajudar no sustento da mãe e dos sete irmãos. “Agradeço ao meu pai por ter me ensinado o meu ganha pão. graças ao salão, eu consegui o sustento da família, proporcionar estudo aos meus filhos e me manter. Ele não está de corpo presente, mas, sem dúvidas, ele foi e é o meu exemplo”, contou emocionado.

Pai: Hudson maldonado gama filhos: rodrigo, marcos Vinícius, Hilária, andré luiz, Hudson Bruno, denise, João Paulo e daniel Hudson Maldonado é advogado há anos. A escolha pela profissão veio quando, ainda garoto, ouvia a recomendação da mãe para que seguisse a carreira do avô. Anos depois, Hudson se casou com Maria do Rosário e os dois tiveram nove filhos. Oito deles se tornaram advogados. André contou que optou pelo curso de direito por orientação do pai. “Com o tempo, vi que fiz a escolha certa. Hoje, sou um profissional realizado”, ressaltou. Marcos concordou com o irmão. “Meu pai também me orientou para o direito e, hoje, advogo com ele”, afirmou. Já João Paulo disse que cresceu ouvindo discussões sobre direito em casa e, por admiração, optou pela mesma carreira. Com Hilária, não foi diferente. “Meu pai me influenciou positivamente e agradeço a ele por ser realizada”, falou. A única filha de Hudson que não se formou em direito, a Simone, o deu uma neta, a gabriela, que está se formando na mesma profissão. “Sinto muito orgulho da minha família, não só pelo profissional, mas, principalmente, pelas pessoas que são”, concluiu o paizão Hudson gama.

9


10 Bem-estaR

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011 BOSDOS/DIvULgAçãO

a saúde vem da natureza Composição química: a cada 100 gramas a beterraba contém: Calorias 50 Água 87,10% Hidratos de Carbono 9% Proteínas 3% Gorduras 0,10% Sais 0,80% Vitaminas: Vitamina A Vitamina B1 (tiamina) Vitamina B2 (riboflavina) Vitamina B5 (niacina) Vitamina C (Ácido Ascórbico) Sais minerais: Potássio Cálcio Fósforo Ferro Manganês Sódio Magnésio

40 U. I. 50 mcg 50 mcg 0,38 mcg 35,20 mg

353,00 mg 24,00 mg 37,00 mg 3 mg 0,5 mg 93 mg 8,0

nUTriTiVa A beterraba é rica em açúcar, mas tem poucas calorias; dicas para o consumo vão do cozimento das folhas ao suco da raiz

Boa para a pressão Beteraba: apesar de a raiz ser a parte mais apreciada, as folhas são supernutritivas Por Herivelton Moreira A beterraba é da família das quenopodiáceas, de raiz carnuda e grossa e é um vegetal versátil podendo ser servida como acompanhamento, usada em conserva, salada, condimento ou como ingrediente principal no “borscht” – uma sopa fria de verão, popular no leste europeu, especialmente na Rússia e na Romênia. As folhas da beterraba, consideradas as partes mais nutritivas do vegetal, podem ser cozidas e servidas da mesma forma que o espinafre ou a acelga. As beterrabas também poderão ser servidas como picles (conservas prepara-

da com vinagre, caseiras ou industrializadas). Hipertensão Pesquisa britânica, publicada na revista online especializada ”Hypertension” (abril de 2008), informa que o consumo de meio litro de suco de beterraba por dia pode ajudar a baixar a pressão sanguínea significativamente. Os pesquisadores concluíram que, em voluntários saudáveis hipertensos, a pressão arterial diminuiu uma hora depois do consumo do suco, mas o efeito foi ainda mais forte depois de três a quatro horas, e continuou a ser sentido até 24 horas depois do consumo da bebida. O estudo em conjunto da queens University e

da Universidade de Exeter pode abrir caminho para um tratamento de baixo custo contra a doença. Diversos livros ressaltam ainda que a beterraba possa ser usada no combate a doenças como reumatismo, desarranjos do fígado e é diurético. Por ser rica em ferro, é aconselhável para pessoa com anemia. As folhas da beterraba podem ser usadas como cataplasmas contra queimaduras de pele. Efeito nos excrementos Muitas pessoas se preocupam quando notam uma coloração rosa ou avermelhada na urina ou nas fezes depois de comerem beterraba. O motivo é simples (e inofensivo): a beta-

cianina, pigmento vermelho da beterraba, passa pelo sistema digestório sem ser decomposta. Mas a urina e as fezes geralmente voltam à coloração normal depois de um ou dois dias. Dicas importantes A beterraba é o vegetal que possui o maior índice de açúcar. Mas, mesmo assim, tem poucas calorias: cerca de 50 por xícara. Atualmente, muitos cozinheiros jogam fora as folhas da beterraba e só usam a raiz, entretanto, nos tempos antigos, apenas as folhas eram consumidas. A raiz era usada como remédio para aliviar dores de cabeça e de dente. As folhas de beterraba são ricas em ácido oxálico, e

não devem ser consumidas por pessoas que tenham problemas de cálculos renais. Alternativa quando guardadas descascadas, raladas ou picadas, sua durabilidade é reduzida a três ou quatro dias devendo ser conservadas em geladeira, dentro de saco ou vasilha de plástico fechada. Combustível A beterraba é usada também como combustível alternativo na Europa, sendo usada para a preparação de etanol. Na Rússia, também é comum o uso de açúcar do tubérculo. Um terço da produção de açúcar do planeta é de beterraba.


Bem estar Por Sandra Carvalho Ar seco, com baixa umidade e clima frio. Essas são características do inverno que impactam na saúde das pessoas. As consequências costumam ser preocupantes, como a maior incidência das doenças respiratórias. Gripe, tosse e bronquite são apenas algumas amostras desses males. Para driblar esse cenário da estação, que deixa os hospitais lotados, é preciso cuidados com o corpo e com o ambiente em que se vive. De acordo com o pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, Luis Carlos Barreto Camelo, nesta época do ano, em que não chove, a concentração de poluentes na atmosfera mais seca é maior. “Esses poluentes agem como alergenos da mucosa respiratória, que fica desidratada desde a narina até os brônquios e suscetível a inflamações e consequentes infecções”, explica. Segundo o médico que faz parte do corpo clínico da Unimed e atua no hospital Nossa Senhora das Graças, outro fator que favorece o aparecimento de doenças respiratórias, principalmente as virais, nesta época do ano, é a aglomeração de pesso-

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

as em locais fechados. “Isso facilita o contato com os vírus”. Dicas Para driblar as doenças respiratórias é preciso cuidado com o ambiente. “Umidificar o local, principalmente o quarto, na medida certa (acima de 60%), é importante. Isso pode ser feito com aparelhos umidificadores de tecnologia mais moderna. Há também as soluções caseiras como uso de toalha molhada e de bacia de água no quarto, mas essas medidas são pouco eficazes. Não umidificam o suficiente”, afirma o pneumologista. Outra dica dele é limpar sempre o ambiente com pano úmido, sem usar vassoura o espanador, que segundo o pneumologista, espalham a poeira. Os cuidados com o corpo incluem tomar muito líquido (acima de 3 litros por dia), lavar sempre as narinas com soro fisiológico, não fazer esporte no meio do dia (o ideal é pela manhã e no fim da tarde) e evitar locais com grandes aglomerações de pessoas. “Ao primeiro sinal de uma doença respiratória, como tosse, nariz entupido, o aconselhável é procurar atendimento médico. O tempo de cura é mais curto quando se detecta a doença no começo”, completa o especialista.

Tempo seco, cuidado dobrado Nesta época do ano; incidência de doenças respiratórias é maior; especialista dá dicas Hudson Thego/divulgação

HOSPITAIS LOTADOS Ar seco e o clima frio favorecem o aparcimento das doenças respiratórias

11


12 Religião

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

Igreja Ortodoxa, o cisma de 1.054 DC

Arquidiocese Igreja Ortodoxa Grega de Buenos Aires/divulgação

Cristãos ortoxodos seguem os sete sacramentos, respeitam as imgens, mas não reconhecem o Papa Por Herivelton Moreira A Igreja Ortodoxa Oriental é uma das principais igrejas cristãs, e tem como bases principais a Rússia e a Grécia. Em que pesem diferenças teológicas, organizacionais e de espiritualidade, sua doutrina é semelhante à da Igreja Católica. De acordo com teólogos e estudiosos de religião, a igreja preserva os sete sacramentos, o respeito a imagens, o uso de vestes litúrgicas nos cultos e os fiéis são chamados de cristãos ortodoxos. Os ortodoxos não reconhecem a autoridade do Papa.

História Até o século XI as duas religiões têm a mesma origem. O Primeiro Concílio de Niceia, em 325, estabeleceu a Pentarquia em que a Igreja foi organizada sob cinco patriarcas: os bispos de Jerusalém, Antioquia, Alexandria, Constantinopla e Roma. Em 330 DC, o governo do Império Romano foi transferido para Constantinopla e Roma perdeu influência em favor da nova capital. Com a divisão e a queda do Império Romano do Ocidente (em 476), Oriente e Ocidente deixam de estar sob o mesmo governo. Mais tarde, com a ascen-

são do Islã, as trocas econômicas e os contatos por via marítima entre o Império Bizantino, de língua grega, e o Ocidente, de língua latina, se tornaram difíceis, e a unidade cultural deixou paulatinamente de existir. As divergências doutrinárias entre Oriente e Ocidente e a adoção gradativa de rituais diferentes enfraqueceram Roma na tentativa de manter sua autoridade sobre o mundo cristão. Assim, tais disputas levaram à ruptura, em 1054, que dividiu a Igreja entre a Igreja Católica no Ocidente e a Igreja Ortodoxa no Leste. O PATRIARCA Ortodoxo de Moscou, Sua Beatitude Cirillo I


Social

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

retratos de família

encadernadora Dáblio Emme ner Alves Martins, proprietário da família marTinS Empresário Wag Colégio Impulso); sua esposa a (cursando 2º ano ensino médio de Sete Lagoas. Sua filha Ana Luiz ica industrial). quím ando curs P, UFO versidade Gardênia e seu filho Guilherme (Uni

13

Por Marcílio Maran maran@domingoemcasa.com.br

Bandeira (mãe), e filhos horine Bandeira (Pai), Marluci família Bandeira Richert Sen Bandeira de Sete ília fam da retrata um momento Eduardo, Bruna e Renato. A foto Lagoas em sua residência.

dor da BANDEIRANTES o Marcos Antônio Batista de Oliveira, funda família lanZa oliVeira Empresári a, seus netos (menores)junto aos Telm sa espo sua ), 1985 de iro (jane DA MOTOS, revendedora autorizada HON Antônio. nho), Viviane, Roney, Vanessa e Marcos seus filhos: Ana Paula, Warley, Clebio (Beti

Lagoas, junto aos io, proprietário da PRO-MINAS de Sete família candido Na foto, o empresár civil) e Pablo (TJMG – Juizado). vara 1ª da ivão (escr ido Când ir familiares Charlene (estudante), Moac

garota facebook da semana

SARAH SADER Publicitária

FOTOS DE D’ANgELO OLIvEIRA/DIvULgAçãO

Em um relacionamento sério, cristã, é cruzeirense e gosta de Zeca Baleeiro, Paralamas do sucesso e Paula Fernandes.

amigos do faceBooK domingo em caSa... participe você também

Franco L´abbate Empresário

Quedemá Pires Publicitária

Mateus Martins Músico

Gilberto Doceiro vereador

Vinicius, filho de nossa Amiga Facebook vivi Palhares


14 veículos

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011 divulgação

Prêmio de inovação tecnológica A comissão julgadora da Revista Autodata, uma das principais do setor automotivo brasileiro, indicou o modelo Iveco Trakker Bi-Fuel (o primeiro no mundo) ao prêmio de “Melhores do Setor Automotivo 2011” na categoria Inovação Tecnológica. A tecnologia bi-fuel foi desenvolvida no Brasil pela Iveco em parceria com a FPT Powertrain e a Bosch. Ela permite redução do consumo de óleo diesel em até 40% com o uso do etanol, com importante contri-

buição ambiental por ser esse um combustível 100% renovável. Em aplicações localizadas nas usinas de álcool, o Iveco Trakker Bi-Fuel oferece um ganho econômico médio de 6% para o operador. Esses números estão comprovados em testes atualmente conduzidos pela Raízen, a maior produtora de etanol do País. O Iveco Trakker Bi-fuel já teve sua tecnologia reconhecida pelo importante prêmio Top Etanol, da União da Indústria da Cana-de-

Mitsubishi/divulgação

NOVIDADE Primeiro rali de um carro movido a etanol

-Açúcar, exatamente na categoria Inovação Tecnológica. A Iveco foi nomeada ainda na categoria do Prêmio Autodata, o de Caminhão do Ano, com o Stralis NR Eurotronic, equipado com a mais moderna transmissão automatizada do mercado, com 16 marchas e dispensa do pedal da embreagem, o que reduz em até 7% o consumo de combustível se comparado ao manual, além de compor um eficiente e seguro sistema de freio motor.

MEIO AMBIENTE Iveco Trakker Bi-Fuel utiliza combustível renovável

L200 Triton SR no Sertões 2011 Com a experiência adquirida ao longo dos anos com os veículos 4x4 e o aprimoramento nas provas de rali, a Mitsubishi trouxe a nova L200 Triton SR. O sucesso nas provas do Mitsubishi Cup e a alta procura dos pilotos por um veículo robusto e com resistência fizeram com que a Mitsubishi Motors desenvolvesse esse novo carro para as provas off-road.

Com base na plataforma do modelo L200 Triton RS, que foi projetado pela engenharia da Mitsubishi Motors do Brasil para as competições do Mitsubishi Cup, a Triton SR foi concebida para ser um carro resistente, com desempenho e segurança para o rali cross-country. O veículo é equipado com motor flex de seis cilindros e 24 válvulas.

Em 2010, a dupla Guilherme Spinelli e Youssef Haddad venceu o Rally dos Sertões com a primeira versão da Triton SR. Foi também a primeira vez que um carro movido a etanol ganhou a classificação geral de uma prova internacional de rali. Para este ano, o veículo foi reestruturado e ganhou componentes diferenciados.


TeleViSão enTreTenimenTo

Domingo Casa • 7aa20 13 De agosto De 2011 15 Domingo emem Casa • 14 LUIzA DANTAS/CARTA z NOTÍCIAS

Voz dos outros

instantâneas “Morde & Assopra” é a segunda novela de Walcyr Carrasco em que Marisol Ribeiro atua. A primeira foi “Sete Pecados”, de 2007. A estreia de Marisol na televisão foi como apresentadora do programa infantil “Disney Cruj”, do SBT, em 2001. “Logo depois recebi o convite para interpretar a Alessandra de “Marisol”, relembra. Pelo trabalho no filme “Família vendo Tudo”, ela ganhou o prêmio de melhor atriz no Cine PE – Festival de Cinema do Recife deste ano. O título foi dividido com Leandra Leal, protagonista de “Estamos Juntos”. Atualmente, é possível assistir a dois momentos da carreira da atriz na tevê. Além de “Morde & Assopra”, na globo, Marisol pode ser vista na reprise de “Cristal”, de 2006, nas tardes do SBT.

feliZ Atriz de “Morde & Assopra” diz que interpreta umas das mais diferentes personagens que já fez , a beata Melissa, que se interessa pelo padre

Além da carreira de atriz e da recente descoberta pela literatura, Marisol Ribeiro sempre apostou no trabalho de dublagem de séries e desenhos animados. Mesmo ocupada com as cenas de “Morde & Assopra”, a atriz aproveita as brechas entre as gravações para dar vazão a esse seu outro lado. “Sempre tive curiosidade pelo trabalho dos dubladores. Presto atenção às entonações e ao que eles podem complementar na tradução da obra”, explica. Desde 2000, quando fez o curso de dublagem nos estúdios Álamo, em São Paulo, ela já emprestou sua voz para personagens de produções conhecidas, principalmente pelo público jovem, como a animação “Hey Arnold!”, exibida pelo canal fechado Nickelodeon, e da série “Sonny Entre as Estrelas”, do Disney Channel. “Tenho o maior prazer em dublar. É um exercício para a voz. Exige muita atenção e dá para conciliar com outros trabalhos”, conta.

Uma questão de fé

No papel da beata na novela das sete, Marisol Ribeiro mostra-se satisfeita com sua volta à Tv Por Geraldo Bessa Tv Press Depois de passar três anos longe da televisão, Marisol Ribeiro só quer saber de trabalho. “Precisava respirar novos ares e me reciclar como atriz. Foi uma pausa importante, onde pude fazer coisas diferentes”, revela Marisol, que passou um ano na Inglaterra. Ao retornar ao Brasil, em 2010, a vontade de voltar às novelas já rondava a cabeça da atriz. Por sorte, “Morde & Assopra”, novela de Walcyr Carrasco, teve a estreia adiantada e o autor a convidou para dar vida à tímida e carente Melissa. “Fiquei muito feliz com a oportunidade. Não encaro a novela como uma volta à globo. quero mais é trabalhar e conquistar bons perso-

nagens, como a Melissa, uma das mais diferentes que já fiz”, valoriza a Melissa que, antes do hiato, intercalou trabalhos na globo, SBT e Band. Na atual trama das sete, Melissa é uma beata que não sabe se frequenta a igreja para rezar ou para ficar perto do padre Francisco, de Erom Cordeiro. Descrente na chance de uma relação por conta do voto de castidade do sacerdote, ela encontra na figura do delegado Wilson, de Max Fercondini, um sentimento que pode se tornar real de forma menos traumática. “É confuso na cabeça dela. A Melissa e o padre são unidos pela fé. Ela o ama porque consegue ver nele um parceiro. Os dois estão na mesma busca espiritual”, filosofa. O papel de uma religiosa contrasta com os outros tipos

encarnados pela atriz ao longo da carreira, como a atirada Kerry, de “América”, folhetim exibido pela globo em 2005, e a vilã Maríon, de “Cristal”, novela do SBT, de 2006. O que fez com que a atriz embarcasse em um espiritualizado processo de composição. “Me apaixonei pelo estudo das religiões. quis ver como as pessoas que têm muita fé costumam agir. Fui a vários templos e o mais interessante é que todos falam a mesma coisa, mas de forma diferente”, analisa. Mesmo com a polêmica em torno da paixão pelo padre, Marisol torce para que os personagens fiquem juntos. “gravamos a cena de um quase beijo entre eles. Adoraria que os dois ficassem juntos. O amor não pode ser podado.

Mas é uma opinião totalmente pessoal”, ressalta. Além de deixar a loura mais perto das religiões, o trabalho em “Morde & Assopra” também despertou na atriz, natural de São Paulo, uma forte relação com cidade do Rio de Janeiro. “Já tinha morado aqui antes por causa de outras novelas, mas acho que agora estou mais madura e percebi que o Rio combina com esse meu momento”, justifica. O amadurecimento da atriz é evidenciado por um novo critério em relação à carreira. “Me preocupava muito mais em exercer a profissão apenas para aprender. Hoje em dia sei bem que histórias estou com vontade de contar”, ressalta Marisol, que estreou no teatro e em comerciais aos 9 anos de idade. Agora, aos 26 anos, ela preten-

de conciliar personagens interessantes na tevê com o bom momento do cinema nacional. A novela deve ir até o fim do mês de outubro, paralelamente, ela está envolvida com o lançamento da comédia “Família vende Tudo”, de Alain Fresnot. Com previsão de estreia para setembro, o filme debate a busca pela fama a qualquer preço e tem Lima Duarte e vera Holtz no elenco. “É um filme que fala diretamente com o povo”, adianta. Além disso, os planos de Marisol vão além da atuação, ela também pretende investir na sua recém-descoberta faceta de escritora. “Tenho escrito muito contos. O tempo que passei na Inglaterra me inspirou em direção a isso. Penso em escrever algo sobre o Nordeste. Uma região que me interessa muito”, entrega.


16 entretenimento

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

Resumo de novelas

O Astro (Globo – 23 h )

Vidas em Jogo (Record 22h15 )

Amor e Revolução (SBT – 22h15)

Rebelde (Record – 20h30)

Insensato Coração (Globo 21 h )

Morde & Assopra (Globo 19h15)

Cordel Encantado (Globo – 18 h)

Malhação (Globo – 17h15)

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora – Os capítulos que vão ao ar estão sujeitos a eventuais reedições.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Raquel revela a Pedro que estava fugindo de Rique e ele se surpreende. Pedro se recusa a reatar com Raquel e ela vai embora furiosa. Theo comenta com Lúcio sobre o ocorrido no beco e ele fica com medo de alguém ter escutado a conversa. Raquel chega ao colégio e Lúcio fica nervoso ao vê-la. Raquel diz a Duda que foi Pedro quem a sequestrou.

Raquel afirma na frente de todo o colégio que Pedro a sequestrou e deixa Tereza perplexa. Catarina teme que alguém acredite nas acusações de Raquel contra Pedro. Lúcio conversa com Raquel e avisa a Rique que ela marcou um encontro com Catarina no shopping. Raquel afirma a Catarina que vai desmentir que Pedro a sequestrou. Rique surpreende Raquel e Catarina.

Catarina e Raquel tentam fugir de Rique e seus comparsas, mas acabam sendo sequestradas por ele. Lúcio ouve Pedro comentar que está preocupado com Catarina e sai para tentar ligar para Rique. Rique prende Catarina e Raquel em uma cabana. Raquel perde as esperanças de ser salva quando Catarina confessa que não avisou a ninguém sobre o encontro.

Catarina enfrenta Rique e consegue fugir com Raquel. A menina fica aliviada ao encontrar Lúcio na estrada, mas se apavora ao perceber que ele fez um acordo com Rique. Cláudia e Pedro vão à delegacia informar o desaparecimento de Catarina e o delegado insinua que o DJ possa estar envolvido no caso. Um policial chega para prender Pedro pelo desaparecimento.

Raquel fala para Catarina que Rique ainda não decidiu o que fará contra ela. Pedro decide ir com o policial quando Agenor chega e o defende. Marcos estranha quando Lúcio resolve sair sozinho para procurar Catarina. Raquel finge aceitar a sedução de Rique, pega seu celular e liga para Pedro, mas não consegue dar nenhuma dica sobre o endereço de seu cativeiro.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Úrsula fala para Herculano que Timóteo também sabe onde o tesouro de Seráfia está. Herculano diz a Jesuíno que Miguézim corre perigo por causa do tesouro. Zóio-Furado pede para Ternurinha avisar a Timóteo que ele pode ajudá-lo a fugir da cadeia em troca do paradeiro do tesouro. Miguézim e Efigênia mostram o pergaminho que comprova a origem de Jesuíno.

Úrsula tenta convencer Herculano a não entregá-la para a polícia. Baldini conta para Cecília que sua verdadeira mãe é a duquesa Úrsula. Efigênia e Miguézim explicam a Jesuíno toda a história de sua ascendência. Herculano deixa Úrsula no local combinado com Batoré. Zóio-Furado e seus homens espreitam o comboio com os prisioneiros para atacar.

Padre Joaquim não acredita que Jesuíno seja descendente do fundador de Seráfia. Herculano desiste de entregar Úrsula. Zóio-Furado liberta Timóteo, Baldini e Nicolau. Timóteo dispara contra Batoré, mas acaba atingindo Zenóbio. Lilica avisa a Timóteo que Jesuíno foi buscar Açucena. Batoré fala para Nidinho que é seu pai. Os jagunços capturam Miguézim.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Sábado

Celeste pede para concluir a cerimônia antes de ir para a delegacia, mas Abner se recusa a continuar o casamento. Wilson leva Celeste e Salomé para a cadeia. Salomé admite que pegou a caixa com as joias de Naomi diante do corpo de Pimentel e Xavier ouve. Salomé afirma, em seu depoimento, que Pimentel já estava morto quando ela pegou a caixa com as joias.

Abner fica em dúvida se casa com Celeste e pede conselhos a Naomi. Naomi conversa com Abner e diz que Júlia não o ama. Cleonice leva roupas e comida para Celeste e Salomé na cadeia. Marcos vai à delegacia com Aquiles tentar soltar a mãe e a irmã e descobre que não vai ser fácil. Aquiles não consegue tirar Salomé da cadeia e ela fica furiosa.

Abner se insinua para Júlia e ela fica furiosa. Abner comenta que foi rejeitado por Júlia e Naomi sugere que a paleontóloga pode ter alguma coisa com Ícaro. Marcos visita a mãe e a irmã na cadeia e eles discutem por causa de dinheiro. Wilson decide manter Salomé e Celeste presas. Zariguim conta para Júlia que encontrou diamantes nas terras de Abner, e Naomi ouve.

Zariguim diz a Júlia que se ela achar os diamantes terá uma surpresa. Amanda reconhece as roupas de Naomi no espantalho e conclui que ela está escondida na fazenda. Naomi sugere que Júlia não reatou com Abner porque está apaixonada por Ícaro. Júlia conta para Ícaro que Zariguim descobriu diamantes nas terras de Abner. Salomé e Celeste saem da cadeia.

Salomé apoia a decisão de Abner de se separar de Celeste e sugere que a filha se case com Áureo. Ao descobrir que Áureo ficou sem dinheiro, se arrepende de ter apoiado o rompimento de Abner e Celeste. Naomi sonda Abner sobre os diamantes. Minerva conta para a filha que está se fingindo de pobre e Alice exige que a mãe pague suas despesas na casa de Lilian.

Ícaro conclui que Naomi pode estar mesmo escondida na casa de Abner, mas diz a Júlia que não tem coragem de denunciá-la. Júlia não gosta da preocupação de Ícaro com Naomi e fica dividida. Naomi conversa com Abner e se emociona. Minerva resolve parar de fingir que ficou pobre, mas Aquiles mostra as manchetes dos jornais e a convence a manter a farsa.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Sábado

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o capítulo.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o capítulo.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o capítulo.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o penúltimo capítulo.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o último capítulo.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Pedro conta que Binho deu um drinque com droga para Roberta. Ninguém entende o motivo pelo qual Binho aprontou mais uma. Pedro revela que as fotos também foram uma armação. Os alunos tomam café da manhã e sentem falta dos rebeldes. Binho desconfia que Pilar saiba sobre o sumiço dos seis. Raquel conta a Jonas que Binho precisa de ajuda psicológica.

Binho se vangloria para Beto e Guto. Diego conta a Pedro que tem inveja da amizade dele com Roberta. O mauricinho tenta conversar com Roberta sobre o namoro, mas a rebelde diz que não quer conversar. Pilar observa Binho. Pedro diz a Roberta que compôs uma música para ela e Alice e Diego ficam com ciúme. Jonas avisa aos alunos que não dará mais regalias.

Os alunos ficam indignados com a postura de Jonas e pedem para que os rebeldes liderem um movimento contra a rigidez do diretor. Os rebeldes se lembram da aula de Vicente sobre rebeldia e decidem não desistir da banda. Binho e Pilar se unem para acabar com as regras de Jonas. Roberta e Diego fazem as pazes. Binho propõe uma trégua a Pedro, que aceita.

Pilar conta para os rebeldes que falou para o pai sobre uma ópera imperdível que irá acontecer e que isso fará o pai ficar longe do colégio. Binho fica orgulhoso da atitude de Pilar e os rebeldes não entendem o motivo de Pilar querer ajudá-los. Os alunos se levantam um a um falando frases das aulas de Vicente, que fica orgulhoso. Jonas fica furioso.

Jonas tenta buscar força em Pilar, mas a vilã diz ao pai que dentro da escola ela é só uma aluna como outra qualquer. O diretor fica sem ação e os alunos ficam felizes por terem vencido a batalha. Os rebeldes cantam no colégio como uma forma de homenagem a Vicente. Pedro, Diego e Tomás veem Pilar e Binho se beijando e decidem não atrapalhar o casal.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Heloisa e Jandira conseguem desarmar Henrique. Jandira acerta uma garrafa na cabeça de Henrique, que desmaia. Os guerrilheiros chegam ao sítio e reencontram Jandira e Heloisa. Coronel Santos comunica a morte de Hércules a Tavares e Borges. Os militares falam que foi por negligência de José na guerrilha. José conta a Ana que viu Maria na Serra do Caparaó.

Lobo Guerra reúne os militares, que conversam sobre a ação na guerrilha. Bartolomeu volta a seduzir Jandira, que diz ao garoto que, com a chegada de Batistelli, a vida voltou ao normal. Maria afirma a Batistelli que José está do lado deles. José diz que ajudou Maria a fugir na Serra do Caparaó. Lúcia diz a José que ele coloca a vida de Maria em risco.

José diz a Lúcia que vai desistir do casamento com Miriam para ficar com Maria. Maria telefona para a casa da mãe e fala com José. Os dois marcam encontro. Batistelli pergunta a Jandira se ela dormiu com Bartolomeu. Jandira diz que o que aconteceu não teve a menor importância para ela. Ela diz que quer passar a noite ao lado do noivo. José diz que tem um compromisso.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o capítulo.

Até o fechamento desta edição, a emissora não disponibilizou o capítulo.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Cleber diz que ouviu uma conversa entre Ernesto e Ivan, onde ambos falavam sobre seu envolvimento no sequestro de Patrícia. Ernesto implora que a informação seja mantida em sigilo. Regina encontra uma caixa de fósforos no quarto e incendeia o cômodo. O capanga de Cleber abre a porta do quarto e a empresária aproveita e foge do motel. Regina vai a uma delegacia.

Cleber é cercado por policiais. Eles o algemam e o levam para a delegacia em uma viatura. Regina vai até a casa de Augusta, que estranha a visita. A empresária pede conversar a sós com a mãe de Raimundo. Augusta diz que qualquer assunto pode ser dito na frente de Zizi. Regina pergunta se o seu grande segredo realmente pode ser revelado assim.

Carlos e Francisco recebem o ex-morador do prédio invadido para uma conversa. Rita ouve. O homem tem receio de contar o que está acontecendo e decide ir embora, mas Rita surge, implorando que ele conte. Cleber recebe, na delegacia, as fotos que seu capanga fez durante uma conversa entre Maurício e o marinheiro que o ajudou a explodir o veleiro.

Regina é convencida por Cleber de que Maurício a enganou. Regina decide retirar a queixa que fez contra o ex-policial. Ele é liberado. Regina volta para casa e finge que está tudo bem. Patrícia decide conversar com sua mãe. A empresária conta o que descobriu e Patrícia finge surpresa. A moça conta para Maurício que Regina descobriu quem explodiu o veleiro.

Regina explica que não aceitará em sua casa pessoas que mexam em suas coisas. Maurício decide que dará uma boa quantia em dinheiro para o marinheiro que o ajudou a explodir o veleiro. Cleber o segue e acompanha tudo. Cleber se aproxima do marinheiro e o mata com um tiro. Maurício se aproxima e o ex-policial aponta sua arma, pronto para matar o advogado.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Amanda garante a Herculano que não existe mais compromisso entre eles. Eustáquio e Elizabeth desconfiam que Salomão foi morto por mais de uma pessoa. Laura encontra a imagem de São Jorge do táxi de Lili nas roupas de Neco e se assusta com o possível envolvimento do marido no sequestro da irmã. Clô e Samir se casam. Jôse avisa a Amanda que está grávida de Márcio.

Samir liga para Clô e finge estar com saudades, mas se diverte com Valéria. Neco flagra Laura pegando um táxi e a segue. Jôse liga para Márcio para falar da gravidez, mas desiste depois de perceber que Lili está com ele. Lili visita Cleide e fica perplexa quando a cartomante revela a existência de uma criança. Lili discute com Márcio. Neco expulsa Laura de casa.

Salomão aparece para Márcio e tenta alertar o filho. Herculano diz a Márcio que Salomão quer vingança. Samir diz a Amin que eles precisam retomar o controle do Grupo. Clô visita Márcio, mas o filho não lhe dá atenção. Samir diz a Clô que Márcio precisa ser afastado da presidência do Grupo. Youssef vota em Márcio e, assim, Herculano é eleito presidente do Grupo.

Natal vê a Kosmos em chamas e se desespera. Samir oferece abrigo a Neco em troca da ajuda para acabar de vez com Herculano. Valéria e Clô falam de seu marido e namorado sem que ambas desconfiem de que se trata do mesmo homem. Herculano afirma para Samir que Márcio lhe deu plenos poderes para agir como presidente do Grupo. Márcio conta a Lili sobre a gravidez de Jôse.

Não há exibição

Timóteo obriga Miguézim a contar onde está o tesouro. Açucena sonha com Jesuíno. Petrus pede para Dora levá-lo ao acampamento dos cangaceiros. Úrsula acredita que Herculano nunca a entregará para as autoridades de Seráfia. Chega o dia do casamento de Açucena. Miguézim não conta onde está o tesouro e Timóteo fica irritado. Jesuíno chega para interromper o casamento.

Timóteo avisa a Nicolau, Baldini e Zóio-Furado que mandou seus homens obrigarem Miguézim a dizer o paradeiro do tesouro. Um dos jagunços teme em cumprir as ordens do coronel contra o profeta e vai à Vila da Cruz denunciar a situação. Açucena desiste de se casar e vai atrás de Jesuíno. Augusto decide voltar para o Brasil. Herculano para resgatar Miguézim.

Sábado

Não há exibição

Sábado Petrus avisa a todos no palácio que Zenóbio recebeu alta no hospital. Batoré se entristece ao descobrir que Nidinho não é seu filho. Cândida aconselha Cícero a esquecer Antônia e ficar com Rosa. Herculano chega com Miguézim ao acampamento. Petrus confirma com Efigênia a ascendência de Jesuíno. Timóteo descobre que Açucena está voltando para Brogodó.

Reprise do último capítulo.

Sábado

Não há exibição

Sábado

Não há exibição

Sábado

Não há exibição

Sábado

Não há exibição


enTreTenimenTo/HorÓScoPo o BanqUeiro

Certa tarde, um famoso banqueiro ia para casa em sua limusine quando viu dois homens à beira da estrada, comendo grama. Ordenou ao seu motorista que parasse e, saindo, perguntou a um deles: -Porque vocês estão comendo grama? -Não temos dinheiro para comida. Por isso temos que comer grama. Disse o pobre homem -Bem,então venham à minha casa e eu lhes darei de comer. Disse o banqueiro. -Obrigado, mas tenho mulher e dois filhos comigo. Estão ali, debaixo daquela árvore. Que venham também - disse novamente o banqueiro. E, voltando- se para o outro homem, disse-lhe: Você também pode vir. O homem, com uma voz muito sumida disse: Mas, senhor, eu também tenho esposa e seis filhos comigo!

Horóscopo

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

-Pois que venham também. Respondeu o banqueiro. E entraram todos no enorme e luxuoso carro. Uma vez a caminho, um dos homens olhou timidamente o banqueiro e disse: -O senhor é muito bom.. Obrigado por nos levar a todos! O banqueiro respondeu: -Meu caro, não tenha vergonha, fico muito feliz por fazê-lo! Vocês vão ficar encantados com a minha casa... A grama está com mais de 20 centímetros de altura! MORAL Quando você achar que um banqueiro (ou banco) está lhe ajudando, não se iluda, pense mais um pouco antes de aceitar qualquer acordo...

Por Marilda Ferraresi

Às vezes, as pessoas dizem “ele nasceu virado para Lua”, se referindo à boa sorte. Porém, é Júpiter, astrologicamente falando, que representa a expansão, o sucesso, a riqueza e a felicidade. Áries 21/3 a 20/4

Estará vivendo um momento de muito charme e magnetismo pessoal. No romance, tome cuidado com o que pede, pois poderá conseguir. Alguma brincadeira sua pode ser levada a sério. Aproveite esse momento alegre para passear, se divertir, ir a festas e a eventos. gêmeos 21/5 a 20/6

Este é um ótimo período para começar cursos e fazer pequenas viagens. Sua comunicação também está favorecida e poderá ter uma esclarecedora conversa, quando se fizer necessária, com seus parentes próximos e vizinhos. leão 22/7 a 22/8

As pessoas deste signo estarão muito otimistas, cheios de planos e atraindo os olhares alheios. Mas procure conhecer muito bem as pessoas que se aproximam de você antes de pensar em se relacionar profundamente. libra 23/9 a 23/10

Esta é uma semana muito positiva para seus relacionamentos de amizade, para o contato com grupos que têm pensamentos similares aos seus. Pode ser que você precise receber ajuda de amigos ou então poderá ser você quem irá ajudá-los. Sagitário 22/11 a 21/12

Nesta semana, os sagitarianos estarão favorecidos às viagens longas e aos estudos superiores. As pessoas deste signo deverão procurar programas culturais que estarão em pauta, pois somente eles lhe trarão satisfação interior. aquário 21/1 a 19/2

Boa fase para fazer acordos, principalmente se você se dispuser a escutar e entender melhor o que a outra pessoa tem a lhe dizer. Isso pode funcionar positivamente para que o outro também passe a enxergar o seu lado da questão.

BÓriS – POR DUKE

Touro 21/4 a 20/5

Talvez você sinta vontade de ficar mais quieto e recolhido nesta semana. As conversas e reuniões de família podem ficar para depois. Procure atividades relaxantes, como, por exemplo, ler um bom livro. Respeite esse seu momento de quietude e introspecção. cânçer 21/6 a 217

A palavra para esse momento é energia, movimento. As pessoas à sua volta não estão lentas, você é que pode estar em alta velocidade. Canalize bem essa energia com atividades físicas e criativas e irá resolver suas questões com mais facilidade. Virgem 23/8 a 23/9

Atenção com a saúde. você pode ficar mais sensível ao meio ambiente, o que pode acabar ocasionando algumas reações em seu organismo. Seria bom ficar a sós, ouvir uma boa música ou fazer meditação para “recarregar as baterias”. escorpião 23/10 a 21/11

Semana particularmente boa para os contatos profissionais e, também, para conhecer as pessoas certas. Este é o momento de se expor, de aparecer socialmente. Talvez seja esse o momento que você estava esperando. capricórnio 22/12 a 20/1

Este será um momento de muita reflexão para os capricornianos. É hora de avaliar o que deve ficar e o que deve ser descartado, tanto no mundo material quanto no mental. É melhor que se evite grandes movimentos sociais neste período. Peixes 20/2 a 20/3

Organize melhor a sua rotina diária. Reflita sobre sua saúde, dieta e como as coisas funcionam quando se presta mais atenção a elas. Esse é um momento operacional, de por as mãos na massa e organizar tudo, seja em casa ou no trabalho. Só não vale exagerar nos detalhes.

cruzadas diretas

17


18 agito cultural

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

Veja as principais atrações da semana em Sete Lagoas Quim Drommond/comunicação pmsl

Conversa Séria de Calcinha e Soutien

Cinema

• A Preqaria Companhia de Teatro está completando o

quinto aniversário e, para celebrar a data, acontecerá a “Mostra Cinco Anos Preqaria”, que está acontecendo desde o último dia 10 e vai até dezembro. Serão apresentados neste período seis espetáculos e cinco oficinas com artistas convidados e atores da companhia. Do dia 10 ao dia 12 de agosto foi exibida a peça “Conversa Séria de Calcinha e Soutien”, que foi inspirada na peça “Entre Quatro Paredes”, do escritor existencialista Jen-Paul Sartre. A peça é dirigida pelo sete-lagoano João Valadares. As próximas peças que serão exibidas ainda não foram definidas. Mais informações no site da companhia www. preqaria.com.br Guto Muniz/Divulgação

Projeto Arte Comunidade • Os 65 alunos da primeira turma do projeto Arte Comunidade

receberam seus diplomas na última quarta-feira, dia 10. A solenidade contou com uma exposição das obras produzidas pelos jovens durante os cursos, completamente gratuitos, de pintura e de patchwork. O projeto é uma ação conjunta entre a Secretaria de Cultura e Comunicação e o Art Cap (Centro de Apoio ao Produtor e Artesão). O Arte Comunidade vai abrir 90 vagas para novos cursos, com aulas de pintura, patchwork e cartonagem. Os interessados devem ter no mínimo 12 anos para fazer a inscrição, que acontece nos dias 15, 16 e 17, no Centro Cultural Casarão, que fica na praça Tiradentes e na avenida Divino Padrão, 1.515, bairro Anchieta. Mais informações: 3771-5053.

MC Dodô no Fabric Hall • No próximo sábado, dia 20,

a casa de shows Fabric Hall vai pegar fogo com o show do MC Dodô. O evento também contará com a apresentação de diversos outros artistas, como DJ Nick, DJ Izin, DJ Ikaro e DJ Caio. Ainda haverá participação dos MC’s Thiaguinho e Shakal. O evento começará a partir das 23h. Quem estiver interessado em mais informações sobre o evento pode entrar em contato pelo telefone (31) 8809-8872.

Dia dos Pais no Donana • Hoje é dia dos pais, e você?

Vai celebrar onde? O Donana está com dois restaurante para servir às famílias sete-lagoana, tanto no Donana Centro quanto no Estância, que fica em frente à gruta Rei do Mato. Será servido um cardápio especial com tira-gostos, comida mineira, churrascão com carnes nobres e vários tipos de sobremesas e tortas. Além disso, haverá música ao vivo em ambos restaurantes. O funcionamento é das 11h às 17h. Quem estiver interessado em mais informações pode entrar em contato pelo telefone (31) 3773-7806.

Flores de Holambra • Acontecerá, entre os dias 11 e 28 de agosto, a feira Flores e Plantas de Holambra, em Sete Lagoas. O nome faz menção à cidade das flores, que fica a 145 km de São Paulo. Lá existem cerca de 300 floricultores e 400 cooperados, comprando e distribuindo flores em todo o país. O nome da cidade é uma referência à Holanda, que colonizou o local após a Segunda Guerra Nundial e é uma dos maiores produtores de flores no mundo. A feira acontece na praça de eventos do Shopping Sete Lagoas, que fica na rua Otávio Campelo Ribeiro, 2.801, Eldorado. Mais informações pelo telefone (31) 2106-3800. divulgação

Final do Sabor de Bar • Termina hoje a votação do festival Sabor de Bar, que está acontecendo desde o dia 16 de julho. Os 20 bares participantes (lista completa no site www. sabordebar.com.br) serão julgados, além do voto popular e da caravana, por um júri oficial que, juntos, escolherão o melhor tira-gosto, melhor atendimento, melhor higiene e a cerveja mais gelada. A festa de encerramento, o Butecão, acontecerá no próximo sábado, dia 20, no estacionamento da UNIFEMM, que fica na avenida Marechal Castelo Branco, 276.5, Santo Antônio. O evento contará com show das bandas de samba Os Ronaldos e Samba de Empório, mas a atração principal será a cantora Fernanda Abreu. Os ingressos custam R$ 20 e são vendidos nos bares participantes.

João Cândido – A luta pelos direitos humanos • A Biblioteca Municipal de Sete Lagoas abre as portas para exibição da exposição “João Cândido – A luta pelos direitos humanos”, que está acontecendo desde o último dia 12 e vai até a próxima quinta-feira, dia 18. Essa é uma iniciativa que faz parte do Projeto Memória, desenvolvido pela Fundação Banco do Brasil e pela Petrobrás, e visa resgatar a história de pessoas que lutaram pela inclusão social no Brasil. O nome faz menção ao marujo João Cândido, que foi o líder da Revolta da Chibata. A biblioteca fica na rua Lassance Cunha, 174, no Centro, sendo que a exibição é de 8h às 18h. Mais informações sobre a exposição no telefone (31) 3779-3050.

Smurfs – O Filme Classificação Livre – Esta aventura começa depois que o malvado mago Gargamel consegue expulsar os Smurfs de sua vila usando um portal mágico. Eles acabam aparecendo em nosso mundo, bem no meio do Central Park, em Nova York. Eles são pequenininhos, têm apenas “três maçãs” de altura e ficaram presos no grande pólo americano. Cineplex 4 – 14:30 - 16:30 18:30 - 20:30 (DUB) Capitão América Classificação 12 anos Cineplex 3D – 14:00 - 16:20 (DUB) 18:40 - 21:00 (LEG) Super 8 Classificação 10 anos Cineplex 2 - 14:10 - 16:30 - 18:50 - 21:10 (LEG) Assalto ao Banco Central Classificação 14 anos Cineplex 1 – 16:20 - 20:40 Cine Fox – 18:30 – 20:30 Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2 Classificação 12 anos Cine Fox – 16:00 - 18:15 (LEG) Cilada.com Classificação 14 anos Cineplex 1 – 14:20 - 18:30 Transformers 3 Classificação 12 anos Cine Fox – 15:30 - 20:10

Preços Cineplex – Shopping Sete Lagoas Rua Otávio Campelo Ribeiro, 2801, Eldorado Preços: Segunda a quinta – R$ 8 (inteira) R$ 4 (meia) Sexta a Domingo/Feriado – R$12 (inteira) R$ 6 (meia) Ingresso 3D – Segunda a Quinta – R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia) Sexta a Doming/Feriado – R$16 (inteira) R$ 8 (meia) Fox Cine Clube Rua Nicola Lanza, 140, Centro Segunda a quinta – Preço único R$ 6 Quarta casal – R$ 8 (exceto feriados) Sexta a domingo – R$12 (inteira) R$ 6 (meia)


cUlinÁria

Domingo em Casa • 14 a 20 De agosto De 2011

19

os pratos mais badalados da TV brasileira Biscoitinhos de chocolate e nozes e recheio de limão Tv gLOBO/DIvULgAçãO

Receita retirada do programa “Mais você”, da Rede globo

ingredientes Biscoito 150 g de manteiga em temperatura ambiente ½ xícara (chá) de açúcar (100 g) 1 colher (chá) de suco de limão ½ colher (chá) de canela ½ colher (chá) de cravo em pó ½ xícara (chá) de nozes picadinhas (50 g) 1 pitada de gengibre em pó ¼ xícara (chá) de chocolate em pó (30 g) 1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo Recheio 100 ml de suco de limão (10 colheres de sopa) 3 xícaras (chá) de leite em pó (320 g) 1 xícara (chá) de açúcar (200 g) Raspas da casca de 1 limão

modo de preparo Biscoito Numa batedeira coloque a manteiga, o açúcar e bata bem até formar uma mistura cremosa e esbranquiçada. Desligue a batedeira, transfira a mistura para uma tigela e adicione o suco de limão, a canela em pó, o cravo em pó, as nozes picadinhas, o gengibre em pó, o chocolate em pó e a farinha de trigo e misture bem até formar

uma massa homogênea. Coloque a massa entre 2 sacos plásticos e abra massa com um rolo na espessura de +/- 0,5 cm. Com a boca de um copo (ou um cortador no formato que desejar), vá cortando os biscoitinhos e colocando numa assadeira. Leve ao forno médio pré-aquecido a 180°C por 25 a 30 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. Depois de frio, pegue biscoitinho assado coloque um pouco de recheio de limão pressionando levemente com os dedos e una com outro biscoitinho assado. Recheio Numa tigela coloque o suco de limão, o leite em pó, o açúcar, raspas da casca do limão e misture bem. Coloque a massa de limão entre 2 sacos plásticos e abra na espessura de 0,8 cm. Corte o recheio com a boca de um copo (ou cortador no formato que desejar). Use o mesmo cortador que usou na massa para que os biscoitinhos fiquem com o recheio no mesmo formato discos.

Pão de leite Receita retirada do programa “Dia a Dia”, da Band

ingredientes

BAND/DIvULgAçãO

modo de preparo Massa: Bata no liquidificador os 6 primeiros ingredientes. Passe para uma bacia e junte a farinha de trigo sovando até que a massa fique bem homogênea. Coloque uma porção de massa na palma da mão e em seguida coloque uma bolinha de recheio. Feche as bolinhas e deixe crescer até que dobre de volume. Leve ao forno a 200º por 25 minutos. Assim que esfriar, passe os pães pela cobertura fracionada e, em seguida, pelo coco ou pelo granulado. Deixe secar. Sirva a seguir.

Massa: 3 tabletes de fermento fresco (45g) ½ xícara (chá) de açúcar 2 colheres (sopa) de manteiga derretida 250 ml de leite integral 5 gemas 1 colher (café) de sal 600g de farinha de trigo Sugestões de Recheio: 1 receita de brigadeiro em ponto de enrolar 1 receita de beijinho em ponto de enrolar goiabada Sugestões de Cobertura: Cobertura Fracionada branca ou ao leite Coco ralado Chocolate granulado goiabada cremosa

Bolo de cenoura trufado Receita divulgada no programa “Hoje em dia”, da Rede Record

ingredientes 1/2 xícara de óleo 3 cenouras médias em cubos 4 ovos 2 xícaras de açúcar 2 1/2 xícaras de farinha de trigo 1 colher de sopa de fermento em pó Cobertura 1 colher de sopa de manteiga 3 colheres de sopa de chocolate em pó 5 colheres de sopa de açúcar 1 colher de sopa de leite ganash 2 ½ xícaras de chocolate picado 1 xícara de creme de leite 1 colher de chá de essência de rum

Tv RECORD/DIvULgAçãO

modo de preparo

Bolo Bater no liquidificador primeiro os ovos e o óleo, acrescentar a cenoura e o açúcar, bater bem. Depois numa tigela, colocar a farinha. Adicionar o fermento, e misturar lentamente. Assar em forno pré- aquecido (180ºC) por 40 minutos. Cobertura Numa panela, misture todos os ingredientes, leve ao fogo, faça uma calda e coloque por cima do bolo. Ganash Aqueça o creme de leite e misture com o chocolate. Misture até ficar homogêneo. Adicione a essência. Depois, basta rechear o bolo com a ganash e colocar a cobertura.

atenção, leitor! Envie suas sugestões de receitas para o e-mail producao@domingoemcasa.com.br


20 esportes

Domingo em Casa • 14 A 20 de agosto de 2011

Um sete-lagoano que

brilha no América

América/Divulgação

Lateral-direito Marcos Rocha comenta sobre o bom momento vivido no Coelho e relembra das dificuldades enfrentadas na carreira Por Juliana Baeta Marcos Luis Rocha Aquino, ou simplesmente, Marcos Rocha, nasceu em Sete Lagoas há 23 anos e hoje é o lateral-direito do América Mineiro. No último dia 7, o craque ajudou o time a vencer o atual campeão brasileiro, o Fluminense, por 3 a 0. Apesar de o América estar na zona de rebaixamento, o clube trocou de técnico (Givanildo Oliveira entrou no lugar de Mauro Fernandes) e está demonstrando possibilidade de ascensão na disputa, e o jogador não fica atrás. Marcos Rocha vivencia um de seus melhores momentos no Coelho e está confiante. “Estou passando por uma fase muito boa, pois consegui reencontrar o meu futebol e ganhar a confiança dos jogadores e da comissão técnica”, conta o jogador. Nascido e criado no bairro do Carmo, em Sete Lagoas, o lateral americano acredita que a cidade ainda pode relevar muitos talentos, como já revelou seus conterrâneos Thiago Heleno, atualmente no Palmeiras, Jônatas Obina, do Atlético, e Bernardo, do Vasco. Mas, segundo Rocha, é preciso vencer as dificuldades do início da carreira, como a falta de dinheiro e a saudade dos familiares. “Minha família sempre me apoiou muito”, ressalta, enfatizando a importância que o apoio recebido tem, principalmente no início da carreira, quando tudo é mais difícil. Atual morador de Belo Horizonte, o jogador revela que se sente orgulhoso de ser sete-lagoano e que não abre mão de passar os fins de semana na sua cidade natal. Rocha fala sobre sua carreira e sua vida em Sete Lagoas, em entrevista exclusiva para o DOMINGO EM CASA. DOMINGO EM CASA – Quando você descobriu que tinha talento para o futebol? MARCOS ROCHA – Descobri na barriga da minha mãe (risos). O meu interesse pelo futebol sur-

giu quando meu pai me colocou na escolinha de futsal. Eu ainda era criança, e, naquela época, nem aguentava chutar a bola. Aí fui para a escolinha do Cruzeiro, também em Sete Lagoas, depois para o Bela Vista, Corinthians de Sete Lagoas e, por fim, o Atlético, que foi onde me profissionalizei. DC – E como foi essa trajetória até chegar ao América? MR – Bom, depois que me profissionalizei no Atlético, fui para o Clube de Regatas Brasil, de Alagoas, mais conhecido como CRB, voltei para o Atlético, depois fui para o Ponte Preta, no interior de São Paulo e, por fim, vim para o América.

Bate-rebate Signo: sagitário Cor preferida: verde Prato preferido: feijoada Música preferida: Sabor de mel, de Damares (gospel) Tímido ou extrovertido: tímido Lugar preferido: minha casa Pessoa que mais admira: minha mãe Se não fosse jogador de futebol, seria: seguiria a carreira militar Ídolo no esporte: Ronaldo O mais importante na vida: família

DC – Você encontrou muitas dificuldades no início da carreira? MR – Eu tive todas as dificuldades de quando se começa, como, por exemplo, a falta de dinheiro e o fato de ter que ficar longe da família. Essas pequenas coisas podem até atrapalhar a carreira. Se você não tiver um propósito, fica pelo caminho. DC – O que mais te marcou na sua carreira? MR - Quando eu jogava no CRB, às vezes, tinha apenas o dinheiro do almoço e do jantar, ou dava apenas para uma refeição, e eu tinha que escolher entre uma delas. Foi aí que eu busquei forças para superar

destaque Marcos Rocha (de camisa vermelha) confessa que tem orgulho de ter nascido em Sete Lagoas

as dificuldades e me destacar na competição. E acabou dando certo, pois, no fim do contrato com o time alagoano, eu tive dez propostas para jogar em outros clubes, inclusive, a oportunidade de atuar no Atlético Mineiro, para onde eu fui. DC – Você já falou sobre o passado, mas o futuro? Quais as suas perspectivas como jogador? MC – No momento estou “emprestado” do Atlético para o América, onde meu contrato vai até o fim do ano. Depois disso, só o Galo pode definir o meu futuro. Sonho em um dia jogar na Europa para poder fazer meu pé de meia e ter uma boa estrutura financeira para quando eu parar de jogar. Assim, poderei ter uma vida tranquila com minha família.

estrutura para que isso aconteça. O meu incentivo e meu apoio sempre vieram da minha família. DC – Como foi a sua infância em Sete Lagoas? MC - Foi muito boa, pois meu pai era militar e teve condição de nos proporcionar uma vida boa. Soltava pipa na rua, jogava bola, fiz tudo o que um garoto da minha idade fazia na época. O único problema é que eu gostava mais de ficar brincando do que estudando (risos).

Ficha técnica Apelido: Marcos Rocha

DC - Recentemente, em entrevista ao DOMINGO EM CASA, o atacante atleticano Jônatas Obina disse que recebeu pouco apoio dos desportistas de Sete Lagoas, e que a cidade precisa criar mecanismos para estimular e descobrir talentos do futebol. Você concorda com isso? Você recebeu apoio da cidade? MC - Concordo com o Obina. Na cidade, há muito talento que precisa ser lapidado e, infelizmente, falta

Nome: Marcos Luis Rocha Aquino Posição: Lateral-direito Nascimento: 11/12/1988 Naturalidade: Sete Lagoas (MG) CLUBES 2007 – Atlético 2008 – CRB AL 2009 – Atlético 2010 – Ponte Preta SP 2010 – América

DC – E hoje as pessoas te reconhecem na cidade? MC – Sim, elas ficam perguntando se eu realmente sou o Marcos Rocha e pedem autógrafos. É gratificante. DC – E o que você acha da estrutura da Arena do Jacaré? MC – Eu acho que Arena possui toda a estrutura apropriada para desenvolver um bom futebol. Inclusive, na abertura do estádio, eu fiz meu primeiro treino com o Democrata de Sete Lagoas e, após a reforma, fiz o primeiro gol da Arena, no amistoso entre América e Atlético. DC – Qual é o seu relacionamento com Sete Lagoas atualmente? MC – Como disse, tenho bastante orgulho de ser sete-lagoano e passo os fins de semana lá. Infelizmente, grande parte dos empresários não valoriza o jogador da cidade. Mas eu amo Sete Lagoas e pretendo passar o resto da minha vida lá. Gostaria, inclusive, de deixar um recado aos sete-lagoanos: tenho muito orgulho de carregar o nome da cidade Brasil afora e só tenho a agradecer pelo apoio que recebo dos moradores.


Jornal Domingo em Casa 6ª ediçao