Issuu on Google+

ANO10EDIÇÃO75OUTUBRO2010

RESTART

Os garotos do Morumbi

MORUMBI

DEZ PERGUNTAS

para Márcio Levy, da Mix Store GASTRONOMIA

sanduíches e milk-shakes enlouquecedores VITRINE

EDIÇÃO 75 OUTUBRO 2010

jogar videogame faz bem!

capa75.indd 1

4/10/2010 09:23:04


Espelho.indd 2

4/10/2010 09:34:43


Espelho.indd 3

4/10/2010 09:34:13


Nada como um mês depois do outro DIRETORIA

Denise Gonçalves e Vania Ferreira

ano10edição75outubro2010 PUBLISHER Denise Gonçalves

denise@dolcemorumbi.com DEPARTAMENTO de PRODUÇÃO e arte

Vania Ferreira > vania@dolcemorumbi.com REDAÇÃO Fádua Capellari editorial@dolcemorumbi.com Roseli Gonçalves roseli@dolcemorumbi.com Direção de arte

Vania Ferreira > vania@dolcemorumbi.com ESTAGIÁRIA Bruna Domingues cadastro@dolcemorumbi.com DESENVOLVIMENTO WEB Raquel Bennington

socialmedia@dolcemorumbi.com CAPA

Flávia Saraiva

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Jorge Fernando Jordão / Mtb 25.370 departamento COMERCIAL DIRETORA Ana Paula Freitas anapaula@dolcemorumbi.com REPRESENTANTES COMERCIAIS

Andrea Mendes, Lilian Videira e Luciana Karaptsias atendimento ao cliente Alice Gonçalves comercial@dolcemorumbi.com departamentO administrativo

Renata Nakazawa renata@dolcemorumbi.com logística e CIRCULAÇÃO

Sergio Falsetta sergio@dolcemorumbi.com COLABORARAM NESTA EDIÇÃO:

Claudia Castellan, Floriano Serra, JAF, Lívio Giosa, Paulo Roberto Amaral, Renata Agostine, Renato Corrêa, Rosa Richter e Roseli Gonçalves (revisão) IMPRESSÃO IBEP. Distribuição Gratuita,

via courier para mailing VIP Tiragem 15 mil exemplares

Denise Gonçalves denise@dolcemorumbi.com | www.twitter.com/DeniseDolce

Filiada e tiragem auditada

Revista DOLCE Morumbi é uma publicação da Página 8 Editora Ltda.-ME. A editora não se responsabiliza pelas opiniões emitidas nos artigos assinados. Ninguém pode retirar produtos nem quaisquer outros materiais em nome desta publicação sem autorização expressa, por escrito, em papel timbrado, da diretoria da Editora Página 8. contatos: REDAÇÃO e comercial

Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 B 05640-004 – SP Tel.: (11) 3464-6600 Fax: (11) 3464-6612 comercial@dolcemorumbi.com DOLCE morumbi apoia:

reciclamorumbi.com.br

4 Carta ao Leitor75.indd 4

No espaço de um mês, caminhões invadiram e foram “expulsos” do nosso bairro. Apenas um mês. Frente aos inúmeros desdobramentos desta discussão, que passam inclusive pela óbvia necessidade de ajustes diante de uma decisão malcalculada, vou me ater a um recorte muito particular que permeou esta que pode ser considerada uma vitória do nosso bairro. Comentei neste espaço, na edição passada, sobre o sequestro que um amigo sofreu no mês de agosto. Ele relatou esse momento em um longo e-mail enviado a vários amigos. Das muitas vozes de solidariedade que se manifestaram (várias delas relatando, inclusive, casos particulares de violência), uma se levantou propondo uma reunião para discutir em grupo o que poderia ser feito pelo aumento da segurança. Alguém cedeu o espaço, outro fez a convocação, muitos compareceram. Um documento começou a ser formulado, outro alguém marcou reunião com o poder público. O grupo foi recebido, ouvido – e atendido. Nesse meio tempo, os caminhões chegaram – reunião de emergência com o grupo! Alguém aciona a imprensa, vários dão entrevista, ponderações pra lá e pra cá, e o poder público convida os caminhões a se retirarem das nossas ruas. Em tempo recorde. Deste meu relato tão evasivo, leia-se a seguinte moral da história: - Quem sofre qualquer tipo de abuso não deve ficar quieto; - Se cada parte fizer o que puder, independente de cargo, título ou o que quer que seja, se conquista um todo comum. Os muitos “alguéns” citados no texto representam exatamente isso. Não são meros “alguéns”. São pessoas comprometidas, que fizeram o que estava ao seu alcance no momento. - Com união se consegue alguma coisa. Com união organizada, consegue-se muita coisa. Não foram mais do que cinco ou seis encontros, com duração pré-determinada e uma pauta a ser cumprida. Funcionou. Do meu lado, e cumprindo o que me cabe no momento, compartilho com você que lê esta carta que algo diferente está acontecendo, que uma nova oportunidade de organização da sociedade civil desponta em nosso bairro, transcendendo diferenças pessoais. Que se esse movimento continuar, tenho a certeza de que muitas conquistas virão em benefício dos moradores. Uma das mais importantes é conseguirmos uma subprefeitura para o Morumbi. Se você, leitor, também quer fazer a sua parte, veja nesta edição (na coluna “Cidadania”) como participar da campanha. O mais importante é aprendermos definitivamente que é fundamental reivindicar, pressionar, mobilizar, AGIR! Com união é melhor ainda. Faça você também a sua parte, para que até o mês que vem o Morumbi tenha ainda mais o que comemorar. Até lá!

escoladopovo.org

06 Capa: Restart. Eles estão com tudo 16 Gastronomia: Sabor no capricho 20 Moda, por Claudia Castellan 24 10 perguntas para Márcio Levy 36 Em Foco 47 Boas Novas 54 Educação 68 Vitrine

especiais

26 Especial Imobiliário colunas

32 Test Drive, por Renato Corrêa 62 Cidadania, por Rosa Richter 64 Pensata, por Paulo Amaral 66 Corporativo, por Lívio Giosa 82 Final Feliz, por Floriano Serra

outubro 2010

4/10/2010 12:20:08


Espelho.indd 5

4/10/2010 14:35:26


Eles já venderam 50 mil CDs (35 mil do álbum original e 15 mil cópias do projeto especial multimídia) e têm lotado os shows por onde passam. Só quem esteve nas cinco domingueiras do Happy Rock Sunday viu. Extremamente carismáticos, ‘arrastam’ uma multidão de jovens por onde passam. Finalmente agendada para o dia 22 de julho, no estúdio da banda, o que era pra ser uma entrevista cronometrada de 50 minutos (incluindo o tempo das fotos), virou um bate-papo descontraído de duas horas, onde Pe Lu, Pe Lanza, Thomas e Koba nos mostraram – e provaram! – porque fazem tanto sucesso. •

Por Fádua Capellari

Foto Flávia Saraiva

Os tons do 6 materia de capa.indd 6

OUTUBRO 2010

4/10/2010 14:40:10


Morumbi OUTUBRO 2010

materia de capa.indd 7

7 4/10/2010 14:40:29


Felizes da vida: na recepção do estúdio, os quatro brincam, riem e se divertem. Enquanto Koba se prepara para a nossa sessão de fotos, Thomas, Pe Lanza e Pe Lu tocam e cantam sucessos.

Um sonho realizado sempre vem seguido de outro sonho. Ainda queremos tocar no Estádio do Morumbi. A entrevista com a banda Restart foi citada como uma das possíveis futuras capas da Dolce há alguns meses. A proposta veio numa conversa informal da equipe de produção, nos jardins da Casa da Fazenda, mas surgiu de uma experiência formal: quando nossa editora foi acompanhar um grupo de adolescentes em um dos famosos Happy Rock Sunday, que a banda apresenta no HSBC Brasil um domingo por mês, e saiu de lá pasma, tamanho o sucesso dos meninos. Os primeiros contatos para agendarmos a entrevista foram feitos em maio, mas, devido à agenda corrida, Pedro Lucas Munhoz (Pe Lu), Pedro Lanza (Pe Lanza), Thomas Alexander D’Ávila (Thomas), e Lucas Henrique Kabayashi (Koba) só teriam tempo de nos atender depois da Copa do Mundo. A espera valeu. Faltavam poucos minutos para as 14h quando chegamos à Vila Maria, onde fica o estúdio

8 materia de capa.indd 8

da Restart. Enquanto procurávamos vaga para estacionar, uma van branca para em frente a um enorme portão. Algumas pessoas que passavam pela rua no momento, assim como os comerciantes locais (esses, talvez, já acostumados com o fato), começam a olhar. Quando a porta se abre, um momento meio ‘Beatles’ acontece: um grupo de adolescentes que esperava a banda na calçada começa a gritar histericamente. Um a um, os quatro sorriem e atendem aos pedidos de fotos e beijos. Da esquina, onde paramos o carro, vemos tudo. Na recepção, Pe Lu e Thomas conversam. Lanza, já com um violão em mãos, canta, conversa com o segurança e cumprimenta a gente. É ele quem se oferece para mostrar o local. Antes de irmos, Koba, o último a aparecer, vem nos cumprimentar e, como se fosse preciso, se apresentar. Muito simpático, Lanza nos

guia ao estúdio e à RestartShop, onde são vendidos os acessórios e as roupas supercoloridas, as mesmas usadas por eles. Durante o tempo que ficamos ali – quase uma hora antes da entrevista – pudemos conhecer um pouco mais desses quatro jovens, todos moradores da região do Morumbi, que acabaram nos cativando devido à simplicidade de ver a vida. Esse tempo também serviu para eles mostrarem que, apesar do astral juvenil e descontraído, são maduros, centrados, e estão realmente prontos para viver todo esse sonho. ONDE TUDO COMEÇOU Eles se conheceram muito pequenos, quando ainda estudavam no Colégio João XIII, mas foi a partir da 5ª série que deram os primeiros passos na música. Antes de a Restart existir, Pe Lu (voz e guitarra), Pe Lanza (voz e baixo), Thomas (bateria e

outubro 2010

4/10/2010 14:40:59


Espelho.indd 9

4/10/2010 09:35:29


Happy Rock Sunday no Rio de Janeiro: depois de cantarem a última música, a Restart recebe o disco de ouro. Pura emoção!

synth) e Koba (voz e guitarra) já haviam tocado juntos e em outras bandas. Foi assim durante toda a adolescência até o difícil momento de decidirem qual carreira seguir. “A ideia de nos profissionalizarmos nasceu com a Restart. Como estávamos saindo de uma banda que não tinha dado muito certo, tentamos usar esse pouquinho de experiência e pensamos ‘vamos nos dar um tempo pra ver o que acontece’”, conta Pe Lu. E foi com esse ‘pouquinho de experiência’ que a banda explodiu e já atingiu quase sete milhões de acessos no My Space, além de faturar o prêmio nas cinco categorias das quais foram indicados no VMB, da MTV; uma no Prêmio Multishow (a es-

tatueta foi para ‘Melhor Música’, por ‘Recomeçar’) e uma categoria no ‘Meus Prêmios Nick’, do canal Nickelodeon. “Sonhamos com esses prêmios e recebê-los é muito importante, a gente fica muito feliz”, diz Thomas. Como consequência do trabalho que fazem, além das indicações e premiações, os quatro ganharam, no dia 22 de agosto, durante a quinta edição do famoso Happy Rock Sunday, a primeira no Rio de Janeiro, o primeiro disco de ouro da carreira pelas mais de 50 mil cópias vendidas do álbum “Restart”. A surpresa foi feita no final do show, logo após a última música, com a casa lotada e as centenas de fãs cantando todos os sucessos. Uma emoção só!

A PRIMEIRA VEZ Desde que formaram a Restart, os quatro vivem de boas surpresas. Uma delas foi no dia de estreia da música nas rádios. “Estávamos meio dormindo no carro e quando começou a tocar paramos, choramos e nos abraçamos”, revela Pe Lu. A mesma coisa aconteceu com o clipe. “Eu estava dormindo na casa do Thomas, mas na hora marcada fiquei em frente a TV e vi, sonolento, quando co-

A partir do momento em que você ofende uma banda que desconhece, perde a razão da crítica que ia fazer.

10 materia de capa.indd 10

outubro 2010

4/10/2010 09:41:34


Espelho.indd 11

4/10/2010 09:35:42


Procuramos fazer tudo de maneira bem natural. Se fizermos as coisas sem sermos verdadeiros, a essência da banda se perde. meçou. Eu chacoalhava ele e dizia ‘acorda véio, a gente tá na TV!’, e ele dormindo falava ‘tá bom, tá bom’...”, lembra Pe Lanza, aos risos. Outro momento marcante foi quando uma das músicas saltou do décimo para o primeiro lugar no rádio e na TV, onde permaneceu por um mês seguido. “Não sabíamos se ela ia tocar mesmo e se, depois de um tempo, ia continuar tocando. Foi um momento muito legal”, revela Koba. COLORIDOS, SIM! Por onde passam, não tem como não notar. A mistura da calça skinny com camisetas em tons flúor já virou marca registrada, assim como as franjas compridas, os tênis sneakers e os óculos wayfarer. “Não queremos rótulos, nem que joguem a gente num bolo junto com todo mundo. Apostamos em juntar as coisas que a gente gosta e fazer disso a nossa essência. Usamos roupas coloridas, fazemos um som alegre e com todo mundo de alto astral, foi daí que nasceu o Happy Rock”, diz Pe Lu, que completa, “é como se tivesse uma massinha e a gente modelasse cada hora de um jeito”. AMOR DE FÃ O termo que ficou conhecido no país inteiro, mostra o som que só a Restart sabe fazer, e as tradicionais ‘domingueiras’ – o Happy Rock Sunday – costumam ter seus ingressos esgo-

12 materia de capa.indd 12

tados. Desde quando formaram a banda, a proximidade com todos eles é o que os meninos mais prezam – prova disso é o termo “Família Restart”, criado para definir o carinho e o respeito que possuem por todos que curtem o som. O maior público para o qual já tocaram foi de cerca de 60 mil pessoas em Americana, interior de São Paulo, mas as viagens pelo Brasil inteiro não param – a banda já passou por cidades do Sul, Nordeste, Centro-Oeste... “Em um dos shows vimos um garoto com um cartaz escrito ‘Restart Acre’. Não sabemos se o Acre existe, mas queremos conhecer”, brinca Lanza. LIBERDADE DE EXPRESSÃO Há muito não se via uma banda como a deles. Aos 18 anos, os quatro cantam, tocam e compõem, além de participarem de cada detalhe – da criação do site ao cenário do palco, passando pela quantidade de luz, qualidade do som, cor da guitarra que vão usar e a aprovação das camisetas desenhadas pelo Koba – tudo é analisado e decidido em grupo. “Nós temos dois sócios que acrescentam algumas ideias malucas que, somadas às nossas ideias malucas, viram seis cabeças mirabolantes de onde fluem um monte de boas ideias”. Segundo Pe Lu, o segredo que fez a Restart dar certo foi a sinceridade. “Não fazemos

nada forçado e nunca pensamos na banda como um produto. Procuramos fazer tudo de maneira natural e é justamente por isso que a galera se identifica com a gente”. “QUEREMOS MAIS” Conhecidos internacionalmente, a Restart possui fãs-clube em Portugal, Chile, Canadá, Japão, EUA, Dinamarca, Argentina, Suécia e México. Acha pouco? Eles querem mais. “Ainda queremos tocar no Estádio do Morumbi”, diz Thomas. Muito tranquilos em relação às criticas, os ganhadores do Prêmio Jovem Brasileiro – que reconhece o trabalho de talentos com até 30 anos – são unânimes em dizer que é impossível uma pessoa fazer algo e agradar a todo mundo. “Tem muita gente que fala sem conhecer, mas a partir do momento em que você ofende uma pessoa ou uma banda que desconhece, você perde totalmente a razão da crítica que ia fazer”. Confiantes no que fazem, os quatro estão sempre juntos aconteça o que acontecer. “Tem gente que não gosta? Tem. Mas quando a gente sobe no palco e faz as coisas pela Restart somos nós quatro, e se todo mundo que estiver ali não gostar, continua sendo nós quatro em cima do palco. Não é prepotência, mas nós gostamos da nossa roupa e do nosso som. A Restart é a nossa vida e nós temos um ao outro, então vamos lá!”.

outubro 2010

4/10/2010 09:42:26


Espelho.indd 13

4/10/2010 16:36:41


Espelho.indd 14

4/10/2010 09:36:19


Espelho.indd 15

4/10/2010 09:36:39


Milk-shake e sanduíche, quem resiste? Preparado com leite gelado, sorvete, muita calda e a clássica cerejinha para dar o toque final, o milk-shake é uma ótima pedida para os dias de calor. Além de ser uma delícia, combina perfeitamente com um sanduíche bem suculento, elaborado com hambúrguer, frango ou calabresa, e incrementados com queijos e molhos diversos, alface, tomate, picles... É, não dá mesmo pra resistir!

gastronomia75.indd 16

Milk-shake Fifties, The Fifties Chocolate, uma pitada de licor de cacau, cobertura de creme chantilly, chocolate granulado e cereja. Uma delícia! R$ 18,50 (700ml) e R$ 13,90 (350ml).

Shake de morango, Sweety Ice Leite, sorvete cremoso de morango e calda. R$ 9.

Sabor no The Outbacker, Outback O sanduíche dos guerreiros: um hambúrguer de 150g com maionese, tomate, alface, cebola, picles e queijo (bacon opcional), servido com fritas. R$ 24,75.

4/10/2010 12:45:42


Brochete caprese, Brilat Bistrô Sanduíche no palito com baguete, mussarela de búfala, tomates italianos e pesto de manjericão. Frio ou gratinado ao parmesão. R$ 18,50 (acompanha salada verde ao molho mostarda).

capricho General Shake, General Prime Burger Nutella, avelã picada e uma textura pra lá de perfeita. R$ 16,20 (300ml) e R$ 21,90 (500ml). Rubro, Santo Paulo Bar Sorvete Summer Berries, batido com morango e açaí. Servido com calda de frutas vermelhas. R$ 17.

OUTUBRO 2010

gastronomia75.indd 17

17 4/10/2010 14:43:49


Gastronomia

Burger Prime Angus, General Prime Burger Feito com picanha Angus. Acompanha pancetta, molho bérnaise, alface, tomate e queijo prato ou cheddar. R$ 38. Orion Shake, Classic Rock Burger Sorvete de chocolate batido com leite e biscoitos Oreo. R$ 17,30. Cheddar Burger, Classic Rock Burger 200g do delicioso hambúrguer Wessel, coberto com uma generosa camada de queijo cheddar, rodelas de cebola e tomate, molho, maionese especial e folhas de alface, servido em um delicioso pão preto. R$ 16,90. Club Sandwich, Braugarten Sanduíche no pão de miga, com bacon, ovo, tomate, alface, peito de peru e mussarela. R$ 18,30.

Serviço • Braugarten Shop. Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 5531-1758 – www.brau.com.br • Brilat Bistrô Rua Professor Oswaldo Teixeira, 474 – Tel.: 3895-8166 – www.carlaelage.com.br • Classic Rock Burger Rua Professor Santiago Dantas, 239 – Tel.: 2362-4010 • General Prime Burger Shop. Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 5181-2101 www.primeburger.com.br • Outback Steakhouse Rua Marechal Hastimphilo de Moura, 641 – Tel.: 3743-6411 – www.outback.com • Sweety Ice Rua dos Três Irmãos, 134 – Tel.: 3725-9888 – www.sweetyice.com.br • Santo Paulo Bar Estádio do Morumbi – acesso Concept Hall Tel.: 3742-4432 – www.santopaulobar.com.br • The Fifties MorumbiShopping Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 5181-1009 – www.thefifties.com.br

18 gastronomia75.indd 18

outubro 2010

4/10/2010 14:44:18


Espelho.indd 19

4/10/2010 09:45:13


Claudia Castellan é consultora de imagem, consultora de private label, especialista em marketing de moda, professora universitária e do Senac, palestrante e autora de cursos na área de moda. Site claudiacastellan.com.br claudiall@ig.com.br

Por Claudia Castellan Produção Renata Agostine • Fotos Lígia Faustino • •

A temporada primavera verão 2010-2011 de moda infanto-juvenil começa com uma preferência pela autenticidade, por novos valores e mais simplicidade poética.

temporada de

Blusa listrada Renner (R$ 49,90), short jeans Fátima Froes (R$ 99), cinto Via Uno (R$ 129)

20 moda_75.indd 20

ste é um momento de novas tecnologias, essenciais ao consumo sustentável, e que, mesmo vivendo em um mundo digital, nos tornamos mais humanos, conectados uns aos outros e onde coexistimos em comunidade. Não podemos mais falar de individualidade, pois a ordem é viver em colaboração, cooperação e coordenação; dessa forma, a sociedade de consumo está sendo transformada em uma sociedade mais respeitosa, onde temos prazer na troca de experiências e também a necessidade de promover reuniões e encontros. A essência é “compartilhar”, tudo em prol de uma vida melhor. Por isso, o espírito dessa vertente retrata o gosto para as coisas boas, o prazer pelo passado, principalmente pela década de 1950, quase atingindo a de 1960. Grande relação entre matéria e cor, textura e formas, o tratamento das cores é fundamental. O aspecto sutil combina-se à expressividade. Os volumes amplos entram em harmonia com as formas singelas, principalmente nas novas formas para as saias infantis. As mangas ganham inspiração nas formas de quimonos, os vestidos aparecem mais soltos e folgados,

OUTUBRO 2010

4/10/2010 09:51:09


(Pág. ao lado) Camiseta Vira do Avesso R$ 39, jeans (R$ 49,90) e camisa xadrez Renner (R$ 49,90)

relembrando algumas influências hippies, as flores campestres aparecem em grande quantidade e uma grande profusão de cores vivas, como violetas, alaranjadas, verdes, azul-céu ou roxos. Vestidos e saias amplas. Flores brilhantes: a luminosidade mostra-se imprescindível. Calças aparecem com barra e cintura marcadas ou na versão ampla solta. Os acessórios ganham um papel dominante. Os tecidos destacam a importância da tendência ECO: aparecem naturais, por isso vemos roupas fáceis de levar. Tecidos surgem despendidos, destacando os linhos e algodões texturizados. As listras ganham versões bicolores ou multicores. Renovam-se as blusas e as calças juvenis mais secas e coloridas. O Denim aparece em texturas fortes, com aspecto de resina em efeito desgastado, mas não riscado. Vemos também uma inspiração no ambiente marinho, na atmosfera, no dinamismo e na diversão ao ar livre, contato com o mar e as ondas. Tecidos dando ênfase às fibras simples de algodão fino e fresco, com suavidade e aspecto sedoso. A silhueta é limpa e clara. As formas discretas se alegram com as listras em néon ou filetes duplos com uma paleta de cores brilhantes e luminosas. O natural é tratado com certa sofisticação. Chega ao prazer, em um ar de férias. E, claro, a tecnologia não pode ficar de lado. Uma empresa norte-americana de tecnologia acaba de inovar o vestuário

Vestido florido Renner (R$ 69,90), cinto Pernambucanas (R$ 19,99) e sapatilha amarela Via Uno (R$ 149)

Vestido vicchy Zaia (R$ 95)

OUTUBRO 2010

moda_75.indd 21

21 4/10/2010 09:51:27


Camiseta ECO, Green para Tucano de Gravata (R$ 59)

Conjunto BB Bombom (R$ 125,90)

Jardineira Renner (R$ 49,90) e camiseta BB Bombom (R$ 129,90)

infantil. Reconhecida, sobretudo, pelos produtos focados em atender limitações motoras, a companhia agora concentrou seus investimentos na tranquilidade dos pais. Sua mais nova criação, chamada de Exmobaby, é uma roupa inteligente que monitora batimentos cardíacos de bebês e transmite estas informações em tempo real via internet. O aparelho também interpreta o estado emocional da criança através de seus sinais vitais. A invenção foi desenvolvida a partir de um novo tecido, com biossensores à prova d’água. Segundo o vice-presidente da empresa, o produto deve ser produzido em grande escala até março de 2011, ano em que será comercializado inicialmente nos EUA. É a simbiose do passado com o futuro! SERVIÇO BB BOMBOM – Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1006 Tel.: 3739-1311 – www.bbbombom.com FÁTIMA FROES – Tel.: 9201-1219 / 3742-1476 PERNAMBUCANAS – SP Market – Av. das Nações Unidas, 22540 Tel.: 5548-2819 www.pernambucanas.com.br RENNER – MorumbiShopping – Av. Roque Petroni Jr., 1089 Tel.: 2165-2800 – www.renner.com.br TUCANO DE GRAVATA – R. Regente Leon Kaniefsky, 484 Tel.: 3721-0949 VIA UNO – MorumbiShopping – Av. Roque Petroni Jr., 1089 loja 213/214 - Tel.: 5189-4717 – www.viauno.com

Camisa listrada (R$ 96) e short (R$ 95) Tucano de Gravata e sapatilha laranja Via Uno (R$ 149)

22 moda_75.indd 22

VIRA DO AVESSO – Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 940 Tel.:3501-5054 – www.viradoavesso.com.br ZAIA – eshops.mercadolivre.com.br/by-zaia

OUTUBRO 2010

4/10/2010 09:52:24


Espelho.indd 23

4/10/2010 09:52:46


10 perguntas

Chique é pagar

Típicos das grandes cidades americanas, os outlets de grife - onde se vende roupas, sapatos e bolsas, tudo recém-saído das vitrines e com um megadesconto, também viraram febre no Brasil. No Morumbi, uma das opções para deixar o closet recheado com peças lindas é a Mix Store, que oferece preços até 80% mais baixos e uma infinidade de opções pra quem gosta de se vestir bem gastando pouco. Para contar um pouco sobre essa tendência, o empresário Marcio Levy, um dos sócios e fundador do espaço, respondeu às dez perguntas de Dolce. Por Fádua Capellari • Foto Jaf

De onde surgiu a ideia de abrir um outlet? Estou envolvido no mundo da moda desde o final dos anos 1970, quando eu trouxe a Richard’s para São Paulo e por 12 anos estive à frente da operação. Assim, a ideia de implantar um outlet de roupas de marca foi uma consequência de toda a minha trajetória empresarial e surgiu a partir de uma tendência mundial.

Nos últimos anos, o número de outlets aumentou no Brasil. Além dos preços baixos, que outras vantagens que esse tipo de loja oferece? Houve mesmo um aumento considerável no número de outlets nos últimos dez anos. Quando abrimos a Mix, havia pouquíssimas lojas que atuavam nesse mercado. Esse tipo de loja oferece principalmente um consumo consciente e inteligente. O consumidor tem acesso a roupas de todas as estações ao mesmo tempo, num preço incrível.

Por que você escolheu o Morumbi para abrir a Mix? Primeiramente porque eu moro no bairro e vi a tendência de crescimento que se confirmou ao longo desses dez anos. O público que se desenhava como morador do Morumbi era meu público-alvo: pessoas que já entendiam um outlet como compra inteligente.

É verdade que os outlets brasileiros são mais caros que os internacionais? É verdade que alguns outlets praticam preços não compatíveis com o mercado. O nome “outlet” está sendo usado, em muitos casos, como apelo de venda e não com o propósito real do negócio. Mas não podemos generalizar. Como em todas as atividades, há boas e más práticas, e o Brasil não é diferente de outros países.

Quem procura a Mix Store, acha...? ... Mais de 18 marcas, todas com excelentes preços, roupas recém-saídas das lojas e muitas peças que saem diretamente das marcas, um lugar especial com estacionamento com manobrista e todo conforto.

24 10 perguntas2.indd 24

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:02:04


pouco Das grifes que a loja comercializa, quais são as principais? Temos um compromisso muito grande com nossos parceiros, que inclui, muitas vezes, uma proibição de divulgação do nome da marca, salvo em nosso site. Esse é o caso de nossa principal marca, o que torna nosso negócio um grande desafio! Mas posso falar de muitas outras em roupas masculinas, femininas, infantis e acessórios: Tommy Hilfiger, Aleatory, Rock Rolling, Ecko, Sean John, Forum Lingerie, Les Filós e muitas outras.

Qual foi a estratégia usada para a Mix fazer sucesso e se consolidar no mercado? A principal estratégia da Mix é encontrar o equilíbrio entre qualidade, diversidade e preço do produto. Os grandes nomes surgem como consequência dessa estratégia. Também fazemos trocas e embalamos para presente. Outro fator importante é a grande parceria de trabalho que tenho com minha sócia. Diariamente vemos a loja com os olhos do cliente: essa é a nossa grande estratégia.

Dizem que ‘em casa de ferreiro, o espeto é de pau’. Você gosta de assuntos sobre moda? Costuma usar roupas de marca? Visto o que me faz sentir confortável (risos). Detesto tecidos que me incomodam. Agora, não vou a desfiles, não frequento o mundo da moda. Adoro jeans e camiseta branca.

O que o Morumbi ofereceu de melhor à Mix Store? Ofereceu uma grande oportunidade de realizar mais um sonho. Sou feliz no Morumbi.

Quais os seus planos para os próximos dez anos? Continuar trabalhando e ir me adaptando às novas tendências de mercado.

10 perguntas2.indd 25

4/10/2010 11:08:15


Especial

Imobiliário

Hora

certa pra investir Uma pesquisa feita em dezembro de 2009 pelo Secovi-SP – Sindicato da Habitação de São Paulo, mostrou que a previsão de crescimento do mercado imobiliário para 2010 é de 10% a 15%, considerando lançamentos e vendas. Apesar de o ano estar chegando ao fim, ainda dá tempo de fazer um bom investimento. Além de levar em consideração pontos como tamanho, localização, área de lazer e infraestrutura do bairro, o comprador precisa planejar o seu futuro e o fluxo financeiro. É necessário também que fique atento às facilidades oferecidas. Forma moderna e segura de investimento, o imóvel é considerado um patrimônio físico. No Morumbi, o valor do m² fica entre R$ 4 mil e R$ 7 mil, e os considerados ‘luxo’, entre R$ 10 mil e R$ 15 mil. Apesar da preferência por um imóvel novo, há quem invista no usado, onde também é possível encontrar boas oportunidades e ainda contar com o SFH – Sistema Financeiro da Habitação. “É uma opção mais conservadora e econômica que, após modernização ou reforma, potencializa de imediato sua valorização e atende muito bem às necessidades dos seus residentes”, afirma Marcelo Mahtuk, diretor executivo da Manager. Com previsão de crescimento de 5% para 2011, algumas tendências se destacam nos novos empreendimentos. “Os imóveis estão menores e seu uso está mais otimizado e eficiente; os empreendimentos estão mais responsáveis e comprometidos com a sustentabilidade na sua concepção, construção e administração condominial. Os projetos ficaram muito mais eficientes, aliando-se ao design e à preocupação

26 EspeialImobiliario.indd 26

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:03:15


EspeialImobiliario.indd 27

4/10/2010 10:03:34


Especial Imobiliário “Os imóveis estão menores e seu uso está mais otimizado e eficiente. Os empreendimentos estão mais responsáveis e comprometidos com a sustentabilidade, oferecendo mais áreas verdes”. Marcelo Mahtuk com o bem-estar dos residentes, oferecendo mais áreas verdes, de lazer e serviços”. Escolher a forma de pagamento costuma ser uma grande dúvida na hora da compra. Financiamento ou consórcio? Segundo Mahtuk, a melhor modalidade é aquela que se enquadra ao seu estilo de administração financeira. “O financiamento é mais utilizado e, embora tenha juros, você obtém as chaves e se muda para o novo imóvel imediatamente. O consórcio não possui juros, apenas taxa de administração, mas você fica sujeito ao lance ou sorteio da sua quota, à mercê da oportunidade de negócio da época”.

28 EspeialImobiliario.indd 28

Imóvel na planta: atente-se aos principais cuidados na hora da compra. 1 Sempre procure mais de uma opção; 2 Verifique se o Memorial de Incorporação está registrado no Cartório de Registro de Imóveis; 3 Faça um levantamento financeiro da Incorporadora e Construtora; 4 Pesquise a satisfação de seus clientes, quantidade de empreendimentos entregues, cumprimento de prazos e matérias publicadas ao seu respeito. A internet é uma importante ferramenta; 5 Leia cuidadosamente o contrato de compra e venda e tire todas as suas dúvidas antes de assinar.

outubro 2010

4/10/2010 11:24:35


MORUMBI Próx. Shop. Jd Sul 3 dorms (1 ste), 2 vgs, AU 100 m². Andar alto, arms, ótima localização. Com lazer. Imperdível! R$ 300 mil - Ref.: 23766 Tel.: 3750-3333 – Panamby

MORUMBI Impecável 3 dorms (1 ste), 2 vgs, AU 105 m². Ótimo apto, bem localizado, arms, depósito. Vale a pena conhecer. R$ 340 mil – Ref.: 27460 Tel.: 3755-9999 – Morumbi

PANAMBY Decoração Casa Cor 4 Dorms (3 stes), 3 vgs, 360 m² AU. Impecável, linda vista, deck com piscina e churrasqueira. R$ 600 mil – Ref.: 7695 Tel.: 3744-2266 – Portal

REAL PARQUE Ótima Oportunidade 4 dorms (2 stes), 3 vgs, AU 230 m². Amplo living, coz. plan., suítes com arms., closet Churr. privativa, exc. acabamento. R$ 600 mil - Ref.: 26188 Tel.: 3755-9999 – Morumbi

MORUMBI Bom preço em rua nobre 4 dorms, (3 stes), 4 vgs, AU 225 m². Apto. com lareira, churrasqueira privativa, arm. dorm. e coz. Ar-condicionado. R$ 800 mil – Ref.: 20908 Tel.: 3750-3333 – Panamby

EspeialImobiliario.indd 29

PANAMBY Local Nobre 4 stes, 3 vgs, AU 225 m². Local Nobre, apto com exc. acabamento, suítes com armários, terr. com churr. Vista p/ o Parque, lazer completo. R$ 850 mil – Ref.: 18633 Tel.: 3755-9999 – Morumbi

MORUMBI Pronto para Morar 4 dorms (1 ste), 2 vgs, AU 130 m². Apartamento reformado, piso de madeira, armários DellAno, lazer, condomínio baixo, próx. Portal do Morumbi. Vale a pena conferir! – R$ 375 mil – Ref.: 26779 Tel.: 3750-3333 - Panamby

MORUMBI Próx Shop Jd Sul 4 dorms (2 stes), 3 vgs, AU 156 m². REPL. ARMs, COM LAREIRA, QUADRA E ÓTIMA LOCALIZAÇÃO! R$ 435 mil – Ref.: 20113 Tel.: 3750-3333 – Panamby

MORUMBI Cond. Club 4 dorms (2 stes), 3 vgs, AU 145 m². Impecável, Quadra de tênis, piscina, academia, sauna, rua tranquila e arborizada. – R$ 455 mil – Ref.: 25998 Tel.: 3744-2266 – Portal

PANAMBY

MORUMBI

Cond. Vila Monteverde 3 stes, 4 vgs, AU 220 m². Repleto de armários. Impecável, lazer completo, varanda gourmet. R$ 745 mil – Ref.: 26339 Tel.: 3744-2266 – Portal

Decoração Casa Cor 4 dorms (3 stes), 3 vgs, AU 172 m². Novo, arquitetura moderna, lazer de clube, andar alto. R$ 750 mil – Ref.: 25987 Tel.: 3744-2266 – Portal

REAL PARQUE Impecável 4 stes, 6 vgs, AU 230 m². Lindo apt° c/ sala ampla. Muito conforto, repleto de armários. Rua tranquila e arborizada. R$ 750 mil – Ref.: 27275 Tel.: 3750-3333 - Panamby

MORUMBI Melhor rua do bairro 5 stes, 4 vgs, AU 290 m². Impecável, excelente. Lazer, rua tranquila e arborizada. R$ 900 mil – Ref.: 19512 Tel.: 3744-2266 – Portal

PANAMBY Oportunidade de bom negócio 4 dorms (2 stes), 4 vgs, AU 381 m². Exc. duplex, vista Pq. Burle Marx e Pte. Estaiada. Arq. diferenc., mezanino, varanda c/ churr. Um charme! Confira. R$ 950 mil – Ref.: 6705 Tel.: 3755-9999 – Morumbi

PANAMBY Bom Negócio 4 dorms, (2stes), 4 vgs, AU 305 m². Exc. oport. Apto. Penthouse, alto padrão em cond. fech., segurança completa. Lareira, sauna, fitness, bem localizado. R$ 1 milhão – Ref.: 7453 Tel.: 3755-9999 – Morumbi

4/10/2010 11:11:48


30 EspeialImobiliario.indd 30

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:06:01


outubro 2010

EspeialImobiliario.indd 31

31 4/10/2010 10:06:17


Test Drive Renato Corrêa é jornalista, diretor do Jornal Off Road, piloto das categorias Turismo, Kart, Rally Cross Country, Enduro e Rally com Motos. É morador do Morumbi. E-mail: rcorrea@ aclnet.com.br

No final da primeira década do século XXI, ter um bom automóvel não é só uma questão de status. Existem hoje disponíveis no mercado brasileiro bons automóveis destinados a clientes que chamaremos de “VIPs”.

Audi A8

Um foguete executivo C

arros com variação grande de sofisticação e qualidade. Escolher é o mais fácil, mas a escolha esbarra na disponibilidade financeira de cada um. São veículos que garantem status, mas também oferecem segurança e tecnologia, na quantidade que o cliente desejar. Evidentemente a tecnologia embarcada nesses automóveis custa a cada item somado, o que vai levar a mais ou menos segurança e conforto. Discutir conforto é tema complexo. Dificilmente um esportivo é um carro que oferece conforto, principalmente se você for o passageiro, pois as características são de um veículo mais áspero, bem diferente de um sedã quatro portas em suas funções normais. A grande vantagem, para quem gosta, é que estão disponíveis os foguetes executivos. Com aparência séria, discreta, “bem família”, quando provocados ou programados, despejam disposição e alta performance esportiva. Com linhas laterais agressivas que lembram um coupé, o novo

32 TEST DRIVE_75.indd 32

outubro 2010

4/10/2010 10:08:15


A8, com carroceria de alumínio e rodas de aro 19”, esbanja beleza e imponência. Equipado com motor V8 FSI 4.2 de 372 cv de potência, o A8 gasta apenas 5,7 segundos de 0 a 100 km/h e tem sua velocidade máxima controlada eletronicamente em 250 km/h. Programados eletronicamente O A8, que será apresentado pela AUDI este mês no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, pode receber mais de 90 configurações para personalizar as condições de uso. Tanta tecnologia nos coloca muito perto de uma situa­ção, até hoje, de pura ficção: dentro do carro dois passageiros vão no banco de trás, o banco do motorista está vazio e quem conduz é “o programa”. Muito louco, não é? Dá para imaginar que, programado, o A8 pode manter distância do veículo que vai à frente diminuindo ou aumentando a velocidade mesmo que ele pare e saia novamente? Dá para imaginar que o A8 avisa se a distância lateral para

TEST DRIVE_75.indd 33

outros veículos está se tornando perigosa? Que, sem interferência humana, o A8 não ultrapassa pela direita? Que um sistema, integrado com câmeras estrategicamente colocadas oferece auxílio nas manobras de estacionamento? E que sob o logo dos quatro anéis há uma câmera de infravermelho que detecta, numa distância de até 300 metros, qualquer coisa ou pessoa no acostamento ou na pista e até um animal no mato perto do asfalto? Ou que numa situação de perigo ocasionada por frenagem ou derrapagem máxima, as janelas e o teto solar se fecham automaticamente e os cintos de segurança

são tensionados? Quase impossível imaginar, não é? A tecnologia está a caminho de eliminar o maior defeito dos veículos: a pilotagem. Os comandos de adequação tornam esses veículos especiais, perfeitos a ponto de corrigirem os erros do mau motorista. Transmissão e Suspensão A nova transmissão tiptronic de oito velocidades, totalmente automática, tem importante papel no desempenho do A8. O programa de câmbio dinâmico (DSP), que controla as características da transmissão, pode ser usado na posição S ou D. As marchas

4/10/2010 10:08:26


Test Drive também podem ser trocadas sequencialmente na alavanca de câmbio ou nos paddles do volante. A tração permanente integral Quattro® também contribui para o alto desempenho do A8. O diferencial central gerencia o funcionamento do sistema, transmitindo 60% da força para o eixo traseiro e 40% para o eixo dianteiro. Caso uma roda patine ou deslize, o programa transfere o torque para o eixo com melhor tração. O sistema Audi Drive Select permite ao condutor mudar as características da suspensão a ar adaptativa, do motor, da transmissão e da direção servotronic, entre os modos Confort, Auto e Dynamic. Um quarto modo individual corresponde às preferências personalizadas de cada motorista. Iluminação Uma das soluções mais sofisticadas no A8 são os novos faróis completos de LED. Os faróis baixos são constituídos por dez módulos que

TEST DRIVE_75.indd 34

formam um arco como uma asa. Logo abaixo, outro arco com 22 LEDs brancos e 22 amarelos constituem as luzes de circulação diurna e as setas que têm repetidores nos retrovisores laterais. Na parte de cima, os faróis altos são gerados por dois conjuntos de quatro LEDs e um refletor de superfície livre. Para manter a temperatura moderada do bloco ótico são usados um ventilador e um dissipador de calor. As luzes traseiras são compostas por 72 diodos emissores de luz de cada lado. A iluminação em LED, além de consumir menos energia, é menos cansativa para os olhos. Interior Além de outros itens de sofisticação, destaque para os ajustes elétricos nos bancos dianteiros e traseiros que contam com sistema de ventilação e aquecimento e programa para massagem. Mais informações acesse www.audi.com.br

4/10/2010 10:08:46


outubro 2010

TEST DRIVE_75.indd 35

35 4/10/2010 10:10:55


Em Foco

Motivação para Resultados

Imagine sua equipe conquistando e mantendo Resultados Sustentáveis para sua empresa. Esse foi o tema do 3º Workshop Empresarial, promovido pela revista Dolce Morumbi na manhã de 22 de setembro. Realizado no auditório da Help Med, o evento contou com cerca de 60 pessoas, que assistiram à famosa palestra.

A palestra ‘Motivação para Resultados Sensacionais’ ministrada por Surama Jurdi, já foi vista por quase 100 mil pessoas de todo o Brasil. Das 9h às 13h, clientes, amigos e toda a equipe Dolce puderam aprender um pouco mais sobre os desafios do mundo corporativo, como gerar mudanças, melhorar os processos de aprendizagem organizacional e aumentar a capacidade produtiva nas empresas e instituições. Com muita interação, momentos de reflexão e desafios, como o da ‘Quebra da Madeira’, todos foram incentivados a avançar rumo a seus objetivos e metas, conquistar e conseguir manter o sucesso absoluto.

REALIZAÇÃO

36

ORGANIZAÇÃO

APOIO

Tel.: 2308-7471 atrevitta.com.br

Tel.: 2476-9453 agapedobrasil.com.br

OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 36

4/10/2010 17:13:09


Sensacionais

FOTOS EQUIPE DOLCE E ÁGAPE

s

“Um workshop maravilhoso, com pessoas preocupadas e com os mesmos objetivos.” Lúcia Sanches “A manhã foi muito proveitosa e bacana, eu adorei!” Regiane Costola “Foi uma grande oportunidade. É sempre bom estar com pessoas que pensam em apoiar o Morumbi.” Meg Palermo “Um privilégio e verdadeiras oportunidades para aprendizado, networking, descontração e, não menos importante, o estreitamento dos laços de amizade.” Silos Holanda APOIO

Tel.: 2167-4032 helpmed.com.br

Tel.: 2359-2456 leticiapaes.com.br

Tel.: 3501-2772 ciadecopos.com.br

Tel.: 3745-1130 mbflores.com.br

OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 37

37 4/10/2010 15:20:26


Em Foco O 40º encontro de uma confraria cada vez mais animada Divertida e animada! Assim foi a Confraria Feminina realizada dia 21 de setembro. O Café Empório Rincon Patagônico, que recebeu as nossas comadres pela primeira vez, não deixou a desejar! Além do charme do lugar, comidinhas e bebidinhas deliciosas – uma empanada argentina de dar água na boca (cortesia da casa para todas as meninas) –, música agradável e muita animação fizeram da noite um verdadeiro arraso! Depois de muita descontração e do bate-papo gostoso de sempre, as 80 comadres presentes ganharam mimos oferecidos pela Decoração Dinâmica, pelo Kalmma, pelo Lo Studio, que sorteou uma aula de automaquiagem de 40 minutos, e pelo Rincon, que distribuiu vales oferecendo um item da casa para quem voltar. Surpresas boas estão por vir, aguardem!

ORGANIZAÇÃO

SERVIÇO

Decoração Dinâmica Tel.: 3742-4749 – www.decoracaodinamica.com.br Lo Studio Rua José R. Urtiza, 1220 – Tel.: 3776-7280 – www.lostudio.com.br Rincon Patagônico Rua Aureliano Guimarães, 100 – Tel.: 3743-8298 www.cafeemporiorincon.com.br

38

Rua Oscar Pinheiro Coelho, 373 Tel.: 2308-7471 – atrevitta.com.br

OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 38

4/10/2010 15:17:17


Espelho.indd 39

4/10/2010 16:38:56


Em Foco

Uma nova comunidade A tarde de 31 de agosto foi de festa para os moradores da comunidade de Paraisópolis que compareceram à cerimônia de entrega dos primeiros 240 apartamentos – de um total de três mil – que serão construídos até 2012 e assistir aos discursos do presidente Lula, do governador do estado, Alberto Goldman, do prefeito Gilberto Kassab e do presidente da União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis, Gilson Rodrigues. A poucos meses do fim de seu mandato na presidência e do seu histórico governo, Lula foi o primeiro presidente da república a visitar a comunidade.

Por falar em Paraisópolis... Atuante na comunidade desde 1997, o Programa Einstein desenvolve, desde o ano passado, diversas ações de atenção e promoção de saúde, além de cursos e propostas de capacitação profissional. Sempre pensando em proporcionar a ampliação das condições de cidadania da comunidade, o programa conta com o envolvimento de diversos profissionais, como atores, assistentes sociais, educadores, voluntários e parceiros. A ideia é continuar investindo na ampliação de cursos e ações que possam inspirar e impulsionar cada vez mais o desenvolvimento da comunidade. SERVIÇO Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis Tel.: 2151-6719 – elianaps@einstein.br

Dentistas do Bem A Clínica Weiss, ciente do seu papel perante a sociedade, participa da ONG Turma do Bem. Formada por uma equipe de dentistas e com o apoio de voluntários, a ONG visa mudar a percepção da sociedade na questão da saúde bucal e da classe odontológica com relação ao impacto socioambiental de sua atividade. Também presta atendimento gratuito a crianças carentes até os 18 anos, em todas as especialidades odontológicas. Para mais informações, acesse www.turmadobem.org.br. SERVIÇO Clínica Weiss Rua Dr. Luiz Migliano,

1110 - 6º e 8º andares - Tel.: 3744-8997

Reciclado fashion No dia 23 de outubro, acontece o desfile do Recicladinho Jeans, braço da ONG Florescer que cria peças e acessórios a partir da reciclagem de jeans e resíduos têxteis. A ONG atende 681 crianças carente e a equipe do Image Hair não podia deixar de colaborar e vai produzir o cabelo e make-up dos modelos-mirins que participarão do desfile que acontecerá na sede da ONG, que tal você contribuir também? SERVIÇO ONG Florescer Rua Manoel Antonio Pinto, 500 – Tel.: 3846-9846 www.ongflorescer.com.br

DICA PET Meu cachorro está fazendo xixi por toda casa. Como posso educá-lo?

O problema não é simples de se resolver. Há vários fatores a serem considerados, como idade do cão, nível de atividade, temperamento, falta de atividade ou se quer chamar a atenção. Passeios regulares e uso de repelentes podem ajudar, porém, se não se souber a causa, muito provavelmente o comportamento se repetirá após um tempo. SERVIÇO Mundo Zoo Rua José Jannarelli, 672 – Tel.: 3721-4694 www.mundozoo.com.br

40

outubro 2010

em foco e boas novas.indd 40

4/10/2010 15:31:56


outubro 2010

em foco e boas novas.indd 41

41 4/10/2010 10:30:16


Em Foco

Baby & Kids é tema da nova coleção na Primo Incanto Atendendo aos pedidos das mamães, a Primo Incanto, no Open Mall Panamby, apresenta a coleção Baby & Kids, para crianças de seis meses a seis anos. Moda praia e peças casuais com design moderno e atual, conforto, qualidade e praticidade. Para as meninas, cores da primavera e verão. Para os meninos, peças cheias de estilo. No mês das crianças, faça uma visita e retire um brinde especial! SERVIÇO Primo Incanto Open Mall Panamby – Rua Jose Ramon Urtiza, 975

Encontro e novidades

Dia 26 de agosto a Recesa reuniu, na Casa da Fazenda, arquitetos e parceiros para um delicioso almoço. Na ocasião tiveram a oportunidade de conhecer melhor as necessidades dos profissionais locais, além de divulgar o seu atendimento diferenciado e produtos exclusivos. A grande novidade foi a apresentação do Fast Track, um revestimento que não necessita de quebra-quebra e sujeira para ser instalado, ou seja, pode ser colocado em cima de piso ou azulejo antigo. Uma maravilha! SERVIÇO Recesa Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 Tel.: 2204-0099 – www.recesa.com.br

CVC Guedala

A nova loja, primeira dentro de hipermercados, foi inaugurada no Pão de Açúcar Morumbi e oferece novos roteiros de viagem pelo Brasil e pelo mundo. Com 38 anos de história e líder na preferência dos brasileiros, a CVC tem mais de 770 opções de roteiros terrestres, marítimos e aéreos, e só para a temporada de verão serão mais de 550 mil lugares/pacotes. SERVIÇO

CVC Guedala Av. Prof. Francisco Morato, 2385 Tel.: 3723-5252 www.cvc.com.br

em foco e boas novas.indd 42

4/10/2010 15:51:32


foto divulgação

outubro 2010

em foco e boas novas.indd 43

43 4/10/2010 10:35:19


Em Foco Ensino encantado Sábado radical Aconteceu na unidade Morumbi do Colégio Pentágono a Copa Intercolegial de Skate 2010, organizada pela Federação Paulista de Skate, com apoio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação da cidade de São Paulo, no dia 25 de setembro. As disputas duraram todo o dia e tiveram a participação de competidores de diversos colégios de São Paulo. Apresentações de atletas profissionais, show de hip hop, estandes para customização de shapes, sorteios e gincanas fizeram do acontecimento um sucesso!

A Magic Camp, escola de inglês para crianças a partir de um ano e meio, conquistou de vez pais e crianças do Morumbi! Com seu método inovador, promove o aprendizado através da vivência de atividades como música, dança, gincanas, artes, contos e estórias, jogos educativos e cinema interativo. Outra inovação é a flexibilidade dos programas que oferecem desde atividades avulsas de uma hora até programas completos de até 15 horas semanais, além da alfabetização. serviço Magic Camp Recreação e Vivência em Inglês R. Itapacuraí, 170 (esq. c/ Rua Dr. Chibata Miyakoshi) Tels.: 3758-0880 www.magiccamp.com.br

Poderoso Timão no Morumbi

A rede de produtos exclusivos para os corintianos inaugurou no dia 17 de setembro uma loja no Shopping Portal do Morumbi. Quem esteve presente para sessão de fotos e autógrafos foi o ex-jogador Marcelinho Carioca. SERVIÇO Poderoso Timão Shopping Portal - Av. Dr. Guilherme D. Villares, 1269 - Tel.: 3742-2462 - www.redepoderosotimao.com.br

em foco e boas novas.indd 44

4/10/2010 17:07:25


em foco e boas novas.indd 45

4/10/2010 10:40:07


Em Foco Cheiro, sabor e curiosidades

A Oficina do Livro Editora lançou mais um volume do livro ‘Segredos de Cozinha’, composto por uma coletânea de receitas de dar água na boca, histórias que marcaram a vida de grandes personalidades brasileiras, curiosidades das comidas típicas e o jeito de fazer e temperar de cada casa. Organizado por Silvia Bruno e prefácio escrito por Denise Gonçalves, da Editora Página8, que edita a revista Dolce Morumbi, o volume 2 resultou em um material gostoso de ler e recheado de receitas deliciosas para testar.

Dias inesquecíveis

Tradicionalíssimo em São Paulo, o Hilton São Paulo Morumbi, conhecido pela sua sofisticação e variedade de serviços, está com site novo. Nele é possível encontrar informações gerais sobre o hotel e detalhes sobre os pacotes temáticos. Além dos 487 apartamentos, o Hilton oferece uma ampla área de eventos. Acesse e confira! SERVIÇO Hilton São Paulo Morumbi Av. das Nações Unidas, 12901 Tel.: 2845-0000 – www.hiltonmorumbi.com.br

em foco e boas novas.indd 46

4/10/2010 15:57:55


Líquido Praia e Fitness chega ao Morumbi Finalmente os biquínis e acessórios charmosérrimos da Líquido chegaram ao bairro. A marca, que é referência em moda praia, inaugurou, no dia 24 de setembro, duas unidades, uma para adultos e outra para crianças e adolescentes. As lojas são franqueadas, e peças para praia e fitness trazem o melhor em tecnologia e design, além dos preços, que são ótimos. Que tal visitar as novas lojas e conhecer a coleção verão 2011? Você vai adorar os biquínis, maiôs e saídas de praia, além das sungas e da moda fitness!

SERVIÇO

Líquido Praia e Fitness Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 2329 – Tel.: 3742-6660 Líquido Kids Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 2324 – Tel.: 3742-3218 – www.liquido.net.br

em foco e boas novas.indd 47

4/10/2010 15:58:23


Boas Novas POLTRONAS E SOFÁS NA IDEALL DESIGN

Aberta a temporada do conforto!

Sofá-chess Apolo 3 lugares %OFF

40

Sofá Cama Sena

30%OFF

udo o que queremos ao chegar em casa é um bom lugar para relaxar. Acompanhado de um filme ou uma boa leitura, melhor ainda. Então, arrisque uma negativa quem nunca pensou em adquirir aquela gigantesca “poltrona do papai”? Um incômodo! Na escolha de peças para espaços tão valiosos, é inteligente considerar poltronas mais modernas e até substituir o aquele sofá que é só sofa! Hoje em dia não pensar em móveis mais confortáveis e funcionais está fora de cogitação. Na Ideall Design você encontra poltronas, sofás com chess e sofás-cama. Passe lá e Poltrona Anuskha escolha o que é mais adequado e – acima de tudo – confortável para você e sua família. %OFF

15

Poltrona Cisse

40

%OFF

Poltrona Veneza

40

Poltrona Nidra Requadro

%OFF

40

%OFF

Poltrona Roma

40%OFF

Poltrona com puff. Importada

15%OFF

SERVIÇO Ideall Design Rua Nelson Gama de Oliveira, 277 – Tel.: 3507-4852 De seg a sex das 9h30 às 20h. Sáb das 9h30 às 19h Estacionamento próprio – www.idealldesign.com.br Peças pesquisadas em setembro de 2010. Antes de ir à loja consulte a disponibilidade.

48

OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 48

4/10/2010 10:41:46


OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 49

49 4/10/2010 10:42:11


De casa nova Com endereço novo, nova logomarca e profissionais de primeiríssima linha, a Clínica Anmehad oferece atendimento exclusivo que a torna uma clínica única na região Lá tudo é pensado e estudado para o perfil de cada cliente. As sessões de limpeza de pele e massagem já são famosas. O novo espaço conta com nove salas equipadas com aparelhos modernos. Serviços já conhecidos, como limpeza de pele e massagens, são executados em ambientes acolhedores e confortáveis. Você não pode deixar de conhecer! Angélica Melhen Haddad, formada em Estética e pós-graduada em terapias estéticas, fez de sua clínica uma referência na região. “Todos que entram em nosso espaço já sentem o bem-estar e a paz que cerca o ambiente. Cada cliente é único. Nós detectamos as deficiências de cada um e promovemos tratamentos específicos. Não oferecemos pacotes fechados de serviços. Oferecemos soluções profissionais e sempre visando a saúde o bem-estar”, diz Angélica. SERVIÇO Clínica Anmehad Rua Regente Leon Kaniefsky, 473 – Tel.: 2886-9558 / 6905-0622

Sair da rotina é sempre bom Pra começar, visite uma boutique sensual. Os funcionários da Isla Sensual são treinados e capacitados para os curssivos u l tirar dúvidas c x e irro no ba sobre produtos e dar dicas de uso para você obter um resultado surpreendente. Informe-se também sobre cursos de Striptease, Pole Dance, Pompoarismo, entre outros. Na Isla Sensual Boutique o seu prazer é levado a sério. SERVIÇO

Isla Sensual Rua Regente León Kaniefsky – 275 – Tel.: 3569 3738 www.islasensual.com.br

50

Fotografar pessoas é uma arte O relacionamento entre o fotógrafo e seu modelo beira a intimidade. O profissional precisa deixar o modelo à vontade para extrair dele o melhor: ângulos, sorrisos e instantes. Todos os ensaios produzidos pelo fotógrafo Marco Costa têm esse lado intimista e extremamente pessoal. O resultado? Um trabalho brilhante, em que a beleza da essência humana é evidente! SERVIÇO Marco Costa Photo Rua Domingos Lopes da Silva, 890 – sala 404 Tel.: 2507-5871 – www.marcocostaphoto.com.br

outubro 2010

em foco e boas novas.indd 50

4/10/2010 15:50:18


Autoestima revelada! Com a correria do dia-a-dia, a ex-modelo Barbara abriu mão da vida profissional para cuidar de tudo o que mais ama na vida: o marido Paulo, que é músico, das suas maiores paixões, Dudu e Rafa – seus filhos, e também de Zeca e Lyon seus cachorros, que têm muita energia. Com tanta dedicação e entrega, é claro que quem ficou sem cuidados foi ela, e é aqui que entra em ação a equipe do Image Hair, que lhe proporcionou um dia de mimos exclusivos para ela, afinal, toda mulher dedicada merece até mais do que só um dia de carinho na autoestima, não é? Adivinha o quanto ela ficou satisfeita e confiante para seguir com sua jornada tão especial? Confira nas fotos os serviços que ela pôde experimentar! E você? Não está precisando de um carinho na autoestima também?

fotos divulgação

Todos os meses o Image Hair sorteia pacotes completos através do twitter. Participe! twitter.com/adrianabrunelli

Marque já o seu horário:

Image hair Rua Ascencional, 284 Tels.: 3744-7526 / 3742-8097 / 7884-6064 www.imagehair.com.br Luzes R$ 130 Unha postiça R$ 40 Pé R$ 20 Depilação egícia do buço R$ 20 Designer de sobrancelha R$ 20 Tintura de cílios R$ 15 Escova R$ 35 Hidratação Keune R$ 50 Maquiagem R$ 80

poncho verde outubro 2010

em foco e boas novas.indd 51

51 4/10/2010 15:50:40


O Pilates é o único método de alongamento e fortalecimento muscular que não causa qualquer lesão a pessoas que o praticam. A cada aula, o corpo todo é trabalhado: respiração, postura, flexibilidade e controle muscular proporcionam força física e resultado rápido. Joseph Pilates dizia que eles eram visíveis em 30 aulas. • Relaxamento • Concentração • Alinhamento • Respiração • Coordenação • Resistência Benefícios: Melhora da Capacidade Respiratória • Fortalece os Músculos Abdominais • Trabalha Tônus Muscular (flexibilidade e equilíbrio) • Alivia as Dores nas Costas • Corrige a Postura • Previne Lesões Que tal experimentar? A sua saúde vai agradecer. serviço Studio Vida Pilates Rua Jandiatuba, 142 – sl. 807B – Tel.: 2307-3150

52

Obesidade e depressão: uma relação de risco Obesos têm 55% de chance de desenvolver depressão, e depressivos, 58% de se tornarem obesos. Um em cada quatro casos de obesidade está associado a algum distúrbio de humor e ansiedade. Cerca de 30% dos obesos que realizam tratamento para emagrecer apresentam transtornos de compulsão alimentar periódica e, destas, 75% já tiveram, têm ou terão depressão. A obesidade é uma doença inflamatória, e esse estado inflamatório pode estar associado ao risco de depressão, que por sua vez interfere no sistema endócrino favorecendo o desequilíbrio hormonal. Compreender a relação entre obesidade e depressão ajuda a SERVIÇO ENDOCRINOLOGIA prevenir e criar estra- Dr. Alexandre Ferreira CRM 108116 Av. Dr. Guilherme D. Villares, 839 tégias de tratamento. Cj. 32 - Portal do Morumbi Quer saber mais? Nós Tels.: 3739-1589 / 2528-4625 www.dralexandreferreira.com.br podemos orientá-lo.

foto divulgação

foto divulgação

Princípios do Método de Pilates

outubro 2010

em foco e boas novas.indd 52

4/10/2010 15:49:52


Conheça um jeito light de viver melhor

Maria Aline e Maria Claudia estão sempre antenadas para oferecer aos seus clientes o que há de melhor em congelados light

FOTOS DIVULGAÇÃO

Sabendo da dificuldade de fazer dieta no trabalho, em casa e nos fins de semana, a Proposta Inteligente desenvolveu uma alimentação balanceada que alia a praticidade dos congelados ao requinte de temperos e ingredientes de baixas calorias. Já pensou em abrir o freezer e escolher um prato saboroso, uma deliciosa sobremesa, uma sopinha nutritiva, tudo de baixa caloria pronto para ser consumido? Se exagerou no fim de semana ou tem algum evento importante você tem a opção de um dia de dieta líquida. Ajuda a desintoxicar, e no final do dia você já sente o resultado! Veja as outras opções no site www.propostainteligente.com.br e faça o seu pedido.

SERVIÇO Proposta Inteligente De segunda a sexta das 8h às 18h – Delivery 3721-1477 e 3721-2032 Taxa de entrega especial às sextas-feiras nos bairros: Morumbi, Jardim Guedala, Panamby e Real Parque.

OUTUBRO 2010

em foco e boas novas.indd 53

53 4/10/2010 15:49:33


Educação

Um novo olhar para o meio ambiente ia 4 de outubro é o Dia da Natureza. A data, que a princípio seria de comemoração, hoje nos convida a refletir sobre as mudanças que vêm ocorrendo no mundo. Temperaturas muito elevadas, furacões e ciclones são alguns dos efeitos que fazem parte da extensa lista de danos do chamado ‘aquecimento global’. Relacionados diretamente às atividades humanas, seus efeitos têm sido rápidos e devastadores, e, apesar de muito graves, cientistas mostram que podemos reverter esse jogo. A Lei Federal nº 9.795, de 27 de abril de 1999, diz no artigo 2°: “A Educação Ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não-formal”. Educar para prevenir. É assim que diversas escolas aqui do

54 educação.indd 54

Morumbi vêm trabalhando com crianças e adolescentes sobre o assunto ‘meio ambiente’ e as diversas atividades trabalhadas dentro e fora da sala de aula sempre passam a mensagem de que devemos nos conscientizar e proteger o planeta. “Na Educação Infantil, por exemplo, orientamos as crianças a cuidarem das embalagens dos lanches. Quem traz suco ou leite em caixinhas Tetra Pak corta a embalagem, lava e coloca num escorredor. Depois tudo é recolhido e levado para a reciclagem”, conta Clice Haddad, coordenadora do ‘Projeto Conviver’, da Escola da Vila. Ações que visam desenvolver a informação e a sensibilização entre famílias, alunos e funcionários foi a medida adotada pelo Ápice. A escola criou um projeto chamado ‘Ecologia Urbana’ que propõe diversas ações de sustentabilidade, como coleta seletiva de papel, reciclagem de pilhas e baterias, redução de água,

outubro 2010

4/10/2010 16:45:17


educação.indd 55

4/10/2010 10:14:02


luz e produtos descartáveis, entre outros. “A frase ‘Se queremos um outro mundo, precisamos de novos líderes, formados por uma nova educação’, é uma das melhores que já ouvi e ela faz parte da nossa ‘visão de futuro’. A ideia de sustentabilidade, diversidade e consciência ambiental faz parte do nosso curriculum, e aqui as crianças aprendem muito sobre responsabilidade social”, revela Maria Rocha, diretora pedagógica.

Muitas atividades envolvendo alunos, professores e funcionários foram feitas durante estes anos, e pudemos ter uma percepção ampliada dos problemas, rever hábitos, mudar atitudes, buscar soluções.

MÃO NA MASSA Ter um espaço arborizado ou uma horta para que as crianças mexam na terra ou tenham contato com plantas é uma alternativa válida. “O Projeto Conviver desenvolve uma série de ações de cuidados com o espaço da escola, e começa com os alunos da Educação Infantil que, semanalmente, ajudam a regar as plantas e o jardim. Eles também participam de um projeto de Ciências e Nutrição chamado ‘Horta’, onde

plantam hortaliças, colhem e fazem receitas. Já as crianças do Fundamental 1, na área de inglês, estudam ‘O ciclo do lixo’ e depois plantam uma árvore como finalização do projeto”, explica Clice. As atividades são muitas! No Ápice, durante todo o ano letivo, todos os alunos desenvolvem, pelo menos, um projeto relacionado à natureza, seja trabalhando com plantas ou com pequenos animais.

56 educação.indd 56

Clice Haddad – coordenadora do ‘Projeto Conviver’ da Escola da Vila

Para as crianças na faixa etária de três anos, o projeto “Animais e seus filhotes”, traz diversas questões sobre mamíferos. “Elas ficam muito entusiasmadas com os bichinhos que nascem a partir de ovos, e não ‘da barriga da mamãe’, como dizem”, conta Maria. O projeto “Bichinhos de Jardim”, leva alunos de quatro anos a observarem pequenos seres vivos, suas necessidades e sua importância para que nosso sistema ecológico se desenvolva adequadamente. “Durante o projeto, alguns alunos trazem bichinhos como tatus-bola, minhocas e outros que encontram em seus jardins para que passem a viver em nosso terrário. Foi possível, inclusive, observar o nascimento de alguns”. Já as crianças de cinco anos participam do projeto “A vida das plantas”, onde elas refletem sobre a importância do sol e da água para o seu desenvolvimento. “Elas levantam hipóteses interessantíssimas sobre as questões ideais de so-

outubro 2010

4/10/2010 16:51:56


educação.indd 57

4/10/2010 10:14:54


Educação brevivência mas, ao mesmo tempo, ficam incomodadas com o estado das plantas privadas de água e luz, que são o seu alimento”. Segundo a diretora pedagógica, na escola ainda é possível encontrar um amigável jabuti chamado Tuti e um aquário com peixes. “Esses animais nos ajudam muito no processo de adaptação, já que as crianças têm muita curiosidade e interesse em observá-los”. Formal ou informalmente, o tema é sempre discutido. Na Escola da Vila, além das disciplinas do currículo, também é realizado um trabalho de conscientização da comunidade como um todo sobre as questões ecológicas. “Muitas atividades foram feitas durante estes anos e, a partir delas, pudemos ter uma percepção ampliada dos problemas, rever hábitos, mudar atitudes, buscar soluções e implantar um sistema de funcionamento de reciclagem dentro da nossa escola”, conta Clice.

58 educação.indd 58

Na proposta curricular do colégio, há espaço para uma abordagem sistemática da questão. Um exemplo a ser citado são os projetos ‘O tratamento da água’, ‘O ciclo da água’ e o ‘Você se lixa para o lixo?’, aplicados no Fundamental 1. Já no Fundamental 2, as crianças participam dos projetos ‘Patrimônio da cidade que vivo’ ou ‘Propaganda para conscientizar sobre o lixo’. “Com os alunos maiores os trabalhos de campo têm ênfase em análises de contextos diversos em outras cidades e ambientes, o que enriquece muito esta aprendizagem”. CRIE O HÁBITO A fim de educar e formar pesso­­ as conscientes do seu papel e das suas responsabilidades em relação ao nosso planeta, os colégios estão focados em ideias que ajudarão a construir um mundo sustentável. “O educador é o exemplo e o mediador deste processo de aprendizagem, portanto é preciso que ele tenha

A ideia de sustentabilidade, diversidade e consciência ambiental faz parte do nosso curriculum e aqui as crianças aprendem muito sobre responsabilidade social. Maria Rocha - diretora pedagógica do Ápice Educação Infantil

grande conhecimento e adesão a esta ideia”, diz Clice. Mas, apesar de participarem das atividades, as crianças estão cientes de que precisam cuidar hoje para ter no futuro? Segundo Clice, existe um pouco de dificuldade para um adolescente projetar o futuro e considerar que as ações de hoje terão impacto daqui a alguns anos, no entanto, além das ações realizadas na escola, cada vez mais a mídia tem oferecido informações sobre as

outubro 2010

4/10/2010 10:15:10


Educação

outubro 2010

educação.indd 59

59 4/10/2010 10:17:58


Educação

necessidades e os cuidados que devemos tomar. “Muitas empresas e instituições estão preocupadas com a questão e mostram ações de sustentabilidade em seus projetos, e isso também contribui”. BOAS MANEIRAS TAMBÉM EM CASA Uma pesquisa feita pelo Studio Ideas em 2008 e 2009 mostrou que houve um crescimento na adoção de boas práticas. Você apaga a luz antes de sair do cômodo onde está? Sim! 2008 64% 2009 82% Você recicla o lixo de casa? Sim! 2008 27% 2009 62% Você usa menos o carro? Sim! 2008 17% 2009 32% Os resultados mostram claramente que o número de pessoas que se interessam pelo assunto e já adotaram práticas sustentáveis em suas casas aumentou, porém, é preciso fazer mais. É importante que os pais incentivem as crianças a praticarem ações de conservação não só no colégio, mas também no próprio lar. Para Clice, as atividades realizadas pelos alunos na escola podem levar discussões interessantes para dentro de casa. “Pode contribuir para que o incentivo da prática cidadã ocorra, como no caso do consumo consciente, afinal, não basta reciclar, temos que reduzir também”. Fazer uso de produtos que não agridam o ambiente ou ter em casa o sistema de coleta seletiva é bem simples, economicamente viável e já pode ser considerado como o primeiro passo. Outras medidas fáceis de serem adotadas são a redução de recursos como água e energia, captação da água da chuva para limpeza ou descargas e jamais jogar lixo de qualquer espécie nas ruas. “Praticar é a melhor forma de mudança de comportamento”, afirma Maria.

60 educação.indd 60

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:18:20


educação.indd 61

4/10/2010 10:18:38


Rosa Richter é pedagoga; presidente da Associação Cultural e de Cidadania do Panamby; presidente da AMO Jardim Sul; conselheira e diretora de várias entidades na área de Desenvolvimento social.

Caro leitor, O primeiro turno das eleições já passou, mas em qualquer época é importante esclarecer qual rr@rosarichter.com.br a verdadeira função do voto, sua importância e o quanto ele torna participante e ativo cada cidadão do nosso país. O voto é um direito de todos os seres humanos que vivem em regime democrático, e consiste em escolher individualmente o candidato que assumirá a representação de toda a sociedade. É um momento único, em que você participa ativamente nas próximas decisões e rumos que nosso País irá tomar. Para determinar o candidato a ser votado, as pessoas precisam avaliar seus planos e projetos para melhorias na região. Apesar de o voto no Brasil ser obrigatório para todas as pessoas alfabetizadas com idade entre 18 e 70 anos, ele contribui para eleger uma pessoa de forma legal, já que a lei prevê que uma pessoa somente poderá assumir cargos governamentais se eleita com maior número de votação. É importante que o voto seja realizado a partir da satisfação do eleitor no candidato e nas possibilidades de melhoria, pois o voto não deve ser visto como uma troca de favores, o voto tem que ser consciente e almejando melhorias na qualidade de vida da população como um todo. A compra de votos é ilegal, bem como a boca de urna, onde um representante de determinado candidato tenta convencer as pessoas a elegê-lo. Vale lembrar que uma pessoa capaz de utilizar de suborno e compra de votos não será um bom representante da nação ou região, pois a corrupção se mostra antes mesmo da posse do cargo público, já que busca se promover através de métodos ilegais. No período que antecede a votação é de extrema importância a população acompanhar o planejamento feito por cada candidato e ainda atentar para os debates feitos em emissoras de TV, pois tais debates revelam muito sobre cada candidato.

Seguem as funções dos cargos em questão: PRESIDENTE: Autoridade máxima do poder executivo nacional. São delegadas a ele as tarefas de Chefe de Estado. Seu mandato é de quatro anos, podendo se reeleger (uma única vez) em eleições futuras, e é eleito por voto secreto e direto. É dever do presidente zelar pelos direitos da soberania nacional, defendendo seu país e a nação que nele habita. SENADOR: Encarregado de representar os estados-membros da federação, e é eleito diretamente. Cabe ao senador zelar pelos direitos constitucionais do povo; propor, debater e aprovar leis de interesse nacional; aprovar a escolha presidencial de presidentes e diretores de empresas públicas, membros do poder judiciário e diplomatas;

62 cidadania_75.indd 62

outubro 2010

4/10/2010 14:49:29


autorizar operações financeiras externas e condições de crédito; fiscalizar o presidente da república e avaliar e votar projetos de lei, entre outros. Seu mandato é de oito anos, o Distrito Federal e cada estado têm o direito de eleger três senadores, independente do seu tamanho e de sua população.

GOVERNADOR: O cargo de governador é posto como o de líder máximo do Poder Executivo de um Estado da federação. Na condição de chefe, ele deve representar o seu Estado nas mais importantes questões políticas, administrativas e jurídicas que envolvam os interesses da mesma região. O mandato de um governador no Brasil dura quatro anos e pode se estender por igual período se o mesmo for reeleito pelo voto direto. No regime político brasileiro, o governador tem autonomia para organizar um secretariado que trata das mais variadas questões de seu Estado. Assim como um presidente da república, ele tem autonomia para tomar diversas decisões e oferecer projetos de lei estaduais, desde que esses não firam os princípios postulados pela Constituição Federal. Apesar de sua utilidade, o exercício do cargo de governador pode estabelecer situações de conflito político, quando o mesmo não segue ou concorda com as diretrizes do governo central. De tal modo, o governador deve ser hábil no equilíbrio entre as demandas de seu Estado e as exigências da federação. DEPUTADO ESTADUAL: Segundo a Constituição Federal de 1988, deputado estadual é um detentor de cargo político, que tem a incumbência de representar o povo na esfera estadual. Para um candidato ser eleito, é considerada a votação de seu partido político ou coligação de partidos, além da votação recebida pelo candidato. O deputado estadual desenvolve suas funções na Assembleia Legislativa Estadual. Em situações normais, seu mandato é de quatro anos. Entretanto, o candidato pode concorrer à reeleição diversas vezes, sem haver uma quantidade limitada de mandatos. Sua função principal no exercício do cargo é legislar, propor, emendar, alterar e revogar leis estaduais. DEPUTADO FEDERAL: Eleito por voto direto e secreto, é o representante nacional popular. Assim como os deputados estaduais, os federais, também no decorrer de seu mandato, podem mudar de partido. Seu mandato tem duração de quatro anos, podendo se reeleger em eleições futuras. Cabe a ele legislar e zelar pelas leis e dogmas constitucionais nacionais, podendo propor, revogar, emenda à Constituição Federal. Como pode ver, seu voto é muito importante. Não faça seu protesto usando seu voto, ele será muito mais útil e importante se for usado com muita consciência e cidadania. O segundo turno está aí, e futuras eleições também. Não esqueça o Título de Eleitor e a Carteira de Identificação.

outubro 2010

cidadania_75.indd 63

63 4/10/2010 10:20:25


Pensata Paulo Amaral é morador do Morumbi e jornalista da Rede Globo de Televisão, onde edita o jornal Hoje.

Sobre obras e transtornos

“O chão da minha casa tremia e assustava todo mundo!”. O desabafo é do jornalista Marcel Tozzo, que se viu, de repente, no meio de um terremoto, com tanto caminhão passando na frente do prédio onde ele mora. E não foi o único. Até que a prefeitura decidisse suspender a circulação dos caminhões pelas principais ruas do Morumbi, o estrago no bairro já estava feito. Foram dias de sufoco, com trânsito congestionado e acidentes em série envolvendo os caminhões pesados que se espremiam pelas ruas apertadas da região. A prefeitura percebeu o erro, voltou atrás, e nós temos que comemorar, mas não podemos esquecer que o problema só aconteceu porque não houve planejamento. Não há mágica. Ao proibir a circulação dos caminhões pela Marginal Pinheiros, era de se imaginar que haveria consequência em algum outro ponto da cidade. Infelizmente essa é uma rotina da administração pública, em qualquer esfera de governo. A necessidade de pensar a cidade de um ponto de vista mais amplo implica em intervenções adicionais para corrigir as “ocorrências”, como define a burocracia pública. É por isso que a população precisa participar das decisões tomadas em gabinetes e identificar os possíveis estragos causados por qualquer medida. É o que está acontecendo agora com o projeto de instalação do “monotrilho”, uma espécie de metrô de superfície ligando o Aeroporto de Congonhas ao Morumbi. Não há dúvida de que nós, moradores, esperamos ansiosos por intervenções urbanas que tragam mais conforto para o bairro, mas deve haver sempre um planejamento correto e muita discussão para minimizar os impactos negativos das obras. É certo que não há progresso sem transtornos, não há crescimento sem contrapartidas, mas a população precisa se manifestar. O traçado do monotrilho prevê desapropriações e profundas mudanças na ocupação do bairro, por isso esse é o momento da participação popular. As audiências públicas já começaram. Depois que o projeto for definido e a obra estiver em andamento poderá ser tarde. Por enquanto, como me disse a nossa amiga Rosa Richter, as reuniões atraem poucos moradores e a pressão popular só não é menor pela luta de algumas pessoas, como a própria Rosa, que doam o seu tempo para participar dessas discussões e lutam pelo interesse coletivo. E olha que vêm mais mudanças por aí, com a nova ponte do Panamby sobre o rio Pinheiros e a abertura da avenida Perimetral que vai cortar o bairro.

64

outubro 2010

pensata_75 com 1-3 anuncio.indd 64

4/10/2010 10:21:04


Espelho.indd 65

4/10/2010 17:00:25


Lívio Giosa – Presidente do CENAM – Centro Nacional de Modernização Empresarial; Presidente em exercício da ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil e do IRES – Instituto ADVB de Responsabilidade Socioambiental.

66 corporativo75.indd 66

A reforma ortográfica, bitucas e sustentabilidade O que têm de comum estas palavras do título do artigo? Vamos por partes. Primeiro, a definição. Sustentabilidade é um princípio de uma sociedade que mantém as características necessárias para um sistema social justo, ambientalmente equilibrado e economicamente próspero por um longo período de tempo. Com este entendimento, pressupõe-se a nova posição da sociedade sobre o tema em si e sobre a questão dos impactos das mudanças climáticas. São mais do que notórias as alterações constantes, concretas e sérias que o clima vem demonstrando. O aquecimento global, à luz das emissões de CO2, nos leva a novas atitudes individuais e coloca em jogo a necessidade imediata de mudanças de comportamento frente a estes impactos. E aí, uma coisa puxa a outra. Veja e avalie estas duas situações. Com a reforma ortográfica, centenas de milhares de livros de português estão condenados ao desuso. O que fazer com eles? Não dá para doar (pois não servirão para estudo), não dá para lê-los em salas de aulas ou séries. Realmente, não dá mais para utilizá-los. O que foi feito, então, deste imenso material? Foi tudo para o lixo! Pouquíssima preocupação com a reciclagem, a destinação final dos exemplares que viraram resíduo não foi aproveitada na quase totalidade dos municípios do Brasil. Cena comum, que teve atenção e tristeza dos poucos preocupados com o meio ambiente e sem nenhuma atenção dos executivos públicos e sua gestão sustentável. Por outro lado, a proibição do fumo nos ambientes fechados, através de Lei em vigor no Estado de São Paulo,

teve um fim comum a todos os fumantes: quem praticar o vício, então que o faça lá fora! E aí, quem se prejudicou foram as cidades. Nunca se viu tantas bitucas de cigarros no chão! E o pior, é que agora elas se concentram em quantidades incalculáveis em pontos comuns: portas de bares, restaurantes, shoppings, estações, prédios comerciais e outros locais de grande concentração. O que antes estava disperso nas calçadas e sarjetas das ruas, agora, juntas, elas provocam muitos problemas. Sujeira total que se multiplica na chuva, estufando e entupindo todos os bueiros próximos. Não há nenhuma atenção para minimizar esta constatação, nem processo de reciclagem e nem uma criativa forma de destino, guarda e reuso destes resíduos. A conclusão a que queremos chegar é que a questão da sustentabilidade deve, imediatamente, assumir uma condição prioritária na vida das pessoas e, principalmente, dos agentes públicos. O livro e a bituca são duas amostras simples do quanto a falta de políticas públicas e conscientização da sociedade acabam influenciando o nosso dia-a-dia, mexendo com as nossas zonas de conforto e nos levando a novas escolhas que darão o sentido exato da nossa vida que pode sim ser sustentável. É o poder que temos em enxergar que novas atitudes deverão ser tomadas imediatamente para minimizarmos os impactos de nossas ações em relação ao meio ambiente e às emissões de carbono. Só assim, teremos certeza que estaremos abraçando a causa e tentando proporcionar um novo modelo de vida em sociedade. E aí, certamente, os nossos filhos e netos, herdeiros do futuro, agradecerão.

outubro 2010

4/10/2010 10:22:03


Espelho.indd 67

4/10/2010 17:01:03


Vitrine

Grande Não se sabe ao cer­ to quando foi inventado o primeiro jogo de video­ game da história. Al­ guns registros mos­ tram que o OXO, uma versão do conhecido Jogo da Velha, foi o pioneiro no assunto. Ou­ tros alegam que foi o Tennis for Two, uma simulação de uma partida de tênis, exibida na tela de um osci­ loscópio e processado por um computador analógico. Dúvidas à parte, o que vemos hoje é que jogos e aparelhos passaram por muitos aperfeiçoamentos, utilizam as me­ lhores tecnologias existentes e se transfor­ maram em uma verdadeira obra prima, que está presente em grande parte dos lares pelo mundo afora. Para se ter uma ideia, o valor da produ­ ção de alguns jogos muitas vezes se iguala ou até ultrapassa produções de Hollywood. “É uma coisa absurda, do ano de 2000 pra cá os games significam obsessão. Quando um jogo esperado por todos é lançado no Japão, na Europa ou nos EUA, grandes filas se aglomeram em frente aos distribuidores e, em certos casos, pessoas chegam a bri­ gar por um exemplar. Os games passaram de um mercado promissor para uma reali­ dade”, conta Júlio Cestari, dono da Jotas Games, que está no mercado há sete anos e é especializada em consertos de games

68 Vitrine.indd 68

como PlayStation2, Xbox, PlayStation3, Xbox 360, Nintendo Wii e os portáteis PSP e Nintendo DS. Segundo dados das próprias marcas, o grande campeão mundial de games é a Nintendo com os consoles Wii e DS, segui­ dos por Xbox 360 (Microsoft) e PlayStation 3, da Sony. “No Brasil onde o PlayStation 1 e 2 deixou um legado muito forte, todos pen­ sam que o PlayStation3 é soberano, mas não é bem assim. O Brasil segue a onda mundial”, diz Júlio. Seja por distração, passatempo ou hob­ by, o videogame se tornou o maior meio de entretenimento doméstico e fez com que esse mundo fascinante e encantador se tornasse uma das áreas da eletrônica mais lucrativas do século. OS PAIS ENTRAM NO JOGO Cada vez mais conectados com a in­ ternet, os jogos modernos atraem milhares de crianças, adolescentes e adultos para o mundo virtual. Por jogar futebol desde pequeno, Luc­ ca Alencar, de 12 anos, desenvolveu uma verdadeira paixão pelo esporte e diz que seus jogos favoritos também são aqueles em que a bola está em campo. Lucca revela que costuma jogar todos os dias, por, pelo menos, uma hora, com os amigos do colégio e que, quando sabe que terá um tempinho extra para compen­ sar as matérias, ele passa uma horinha a

outubro 2010

4/10/2010 10:45:52


Vitrine.indd 69

4/10/2010 10:46:02


Vitrine PAIS, FIQUEM ATENTOS!

Estes são os selos da ESRB Entertainment Software Rating Board – Conselho de Avaliação de Programas de Entretenimento – que vão nas capas e contracapas dos jogos

A partir de três anos.

A partir de 17 anos. Intensa violência, sangue e mutilação, conteúdo sexual e/ou linguagem forte.

A partir de seis anos. Contém o mínimo de cartoon* e fantasia.

Só para maiores de 18 anos. Cenas de intensa violência e/ou apresentam conteúdo sexual e nudez.

A partir de dez anos. Contém cartoon, fantasia, violência, linguagem leve e temas sugestivos. A partir de 13 anos. Pode conter violência, temas sugestivos, pouco sangue, uso de linguagem pesada pouco comum.

Significa que foram enviados à ESRB para avaliação. Encontrado em conteúdo promocional de jogos antes do lançamento. * Utilizado no sentido de mostrar que o game possui coisas absurdas e que só podem existir nos desenhos animados como, por exemplo, um piano caindo do 15º andar de um prédio sobre a cabeça do personagem e este continuar vivo. FONTE: WWW.ESRB.ORG

70 Vitrine.indd 70

mais na frente da tela. “Nós combinamos o que vamos jogar e, à noite, depois de acabarmos as lições e fazermos os nossos deveres, ficamos jogando. Geralmente optamos pelo jogo ‘Call Of Duty: Modern Warfare 2’”. Ele acha que passar um tempo jogando ajuda a ‘refrescar a cabeça’. “Jogar não atrapalha os meus estudos, pelo contrário, acho que até me ajuda, pois é um tempo que eu paro de estudar para me divertir um pouco”. De acordo com Paola Picalomini, gerente de marketing da Premiere Vídeo, que possui mais de 900 jogos para locação, a loja dispõe de uma diversidade de consoles, jogos e acessórios, além de espaços destinados para demonstração e experimentação das novidades, entre

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:46:26


Vitrine

mundo zoo

outubro 2010

Vitrine.indd 71

71 4/10/2010 10:47:23


Vitrine os games que fazem mais sucesso com a garotada estão o New Super Mario, Super Mario Galaxy 2, seguidos dos jogos esportivos, como o Pro Evolution, FIFA, Wii Resort. “Outros games que estão no ranking dos preferidos são os das franquias Call of Duty Modern, Final Fantasy, Guitar Hero e God of War”. As opções são variadas e, independente do game escolhido, os pais precisam adotar medidas de segurança, pois é comum que um jogo apresente opção para adicionar amigos on-line e bater papo durante as partidas. “Sempre ficamos bastante atentos”, diz Bianca Gallo, mãe do pequeno Vinicius Gallo, de 6 anos. “Ele adora jogar, ama chamar os amigos para se divertirem juntos ‘zerando os jogos’ e quebrando os recordes, ficam animadíssimos a cada fase que vencem”. Sabrina Batagini, mão de Enzo, de seis anos, acha que é importan-

72 Vitrine.indd 72

Os personagens mais conhecidos • Pac-Man • Sonic • Mario • Link, do jogo Zelda • Kratos, do jogo God of War • Ryu e Ken, do famoso Street Fighter te os pais colocarem alguns limites para a hora da brincadeira. Para ela, a tecnologia pode ‘seduzir’ a criança. “Meu filho tem verdadeira paixão por games. No nosso caso, acho que cometemos um erro ao dar ao Enzo um PlayStation Portable aos quatro anos. Em pouco tempo ele se mostrou muito mais interessado no jogo, do que em brincar com outras crianças ou passear. Um dia segurou tanto a vontade de ir ao banheiro para não parar com o jogo que acabou ‘não dando tempo de chegar’. Foi aí que começamos a impor regras e estipular dia e horário para que ele pudesse jogar”.

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:48:00


Vitrine

outubro 2010

Vitrine.indd 73

73 4/10/2010 10:48:25


Vitrine

Hoje Sabrina consegue lidar bem com a situação: estipulou os horários e também monitora o tipo de game jogado pelo filho. MENINAS TAMBÉM PODEM Um pouco mais calmos, sem violência e às vezes mais fáceis. Assim como os meninos, as meninas também possuem o hábito de jogar. Paola conta quais são os games feitos especificamente para elas. “Posso destacar o da Barbie (Wii), Hannah Montana (Wii), Super Princess e Cooking Mama”. Mas há quem não ligue pra essa divisão e opte por games considerados ‘de menino’. Mãe de Gabriela, de 13 anos, e Maitê, de cinco, Ana Cristina Restom conta que elas adoram jogar Mario Kart com o pai. “Os três vibram muito quando um deles consegue uma pista nova, é muito divertido e esse momento acaba sendo como um entretenimento em família”. JOGAR FAZ BEM! Ao contrário do que muitos pais pensam, o videogame é uma forma de desenvolver o raciocínio lógico e motor, não tem nenhuma relação com o comportamento violento, e alguns jogos ajudam até a desenvolver a criatividade, o senso de cooperação e a reflexão estratégica. Estudos feitos por pesquisadores no Brasil e nos EUA garantem que eles não atrapalham ou influenciam a criança. Para se ter uma ideia, na Austrália alguns jogos são usados até como terapia, e diversos especialistas garantem: por mais que tenham sangue, eles não são perigosos. O assunto, claro, é muito discutido. “Nós pedimos aos nossos clientes que respeitem a classificação de idade que os produtos trazem em suas embalagens, dessa forma eles podem proporcionar um momento de lazer mais saudável para seus filhos”.

74 Vitrine.indd 74

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:49:48


Vitrine

outubro 2010

Vitrine.indd 75

75 4/10/2010 10:50:03


Vitrine DA DIVERSÃO À PROFISSÃO Além de entreter, o videogame também pode despertar outros tipos de interesse. Para os adultos, por exemplo, jogar é uma forma de se ‘desconectar’ da realidade e, por algumas horas, esquecer dos problemas cotidianos, e encarar a ‘difícil tarefa de salvar o mundo’. Nos jogos mais modernos, o jogador vê tudo como ‘um filme em que você controla o herói’. Para o cientista da computação Fernando Auresco, hoje com 28 anos, o videogame serviu para duas coisas superimportantes na vida de qualquer pessoa: aprender inglês e, acredite, decidir a profissão que gostaria de seguir. Nas horas vagas, Fernando recorre aos jogos que, como ele mesmo diz, funcionam como uma forma de descansar a mente. Seu primeiro videogame foi um Atari, na década de 1980, quando ainda tinha seis ou sete anos. “Aprendi inglês ainda muito novo para conseguir passar de fase nos joguinhos. Depois me interessei por programação, na esperança de tentar fazer um jogo, e acabou que a brincadeira virou profissão”. Para ele os empregos nessa área são muito promissores, principalmente no exterior. No Brasil já existem faculdades que oferecem cursos na área, como a Anhembi Morumbi, que prepara o aluno para ingressar na indústria de

76 Vitrine.indd 76

outubro 2010

4/10/2010 10:50:16


Vitrine

outubro 2010

Vitrine.indd 77

77 4/10/2010 10:50:26


Vitrine videogames, empresas de desenvolvimento de jogos, escritórios de design, agências ou escritórios de mídia digital e estúdios de animação. VIDEOGAMES DO FUTURO O Wii revolucionou o mundo dos games com o seu controle sensível ao movimento, onde o jogador pode, por exemplo, movimentar o controle como se fosse uma raquete de tênis e observar seus movimentos refletidos na tela. Seguindo essa moda, outros fabricantes também aderiram à ideia – a Sony acaba de lançar o PlayStation 3 Move (foto abaixo), que é semelhante ao controle do Wii.

A Microsoft, por sua vez, resolveu abolir o controle e lançará o Kinect para o Xbox 360 (foto abaixo). O sistema utiliza uma câmera que reconhece o jogador e faz com que os seus movimentos controlem o game.

Indo mais longe, uma empresa desenvolveu o Emotiv, que é, nada mais, nada menos, um controle com o poder de ler os pensamentos do jogador e traduzir em ações (abaixo a foto do headset que usa até 14 sensores para ler as ondas cerebrais).

78 Vitrine.indd 78

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:50:47


Vitrine

As novidades não acabam nunca, e na indústria de jogos parece que nunca acontecerá um game over. OS GAMES MAIS CAROS DA ATUALIDADE No início dos anos 1990, o orçamento para a produção de um jogo era em torno de US$ 100 mil dólares. Quando ‘Doom’ foi lançado, em 1993, o custo foi de US$ 200 mil e ele foi considerado o jogo mais caro até então. Hoje, este valor mal cobre um mês de trabalho.

* Martin Luther King

Killzone 2 US$ 45 milhões. Um dos jogos mais esperados para o

Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida:

CROSP 58161

Clínica Geral • Cirurgias • Implantes • Ortopedia e disfunção ATM Odontologia estética • Odontopediatria • Periodontia • Otorrinolaringologia •

Excelência em Odontologia e Otorrinolaringologia Rua Edward Joseph, 122 Mezanino – Portal – Tel.: 3743-6010

OUTUBRO 2010

Vitrine.indd 79

79 4/10/2010 10:51:21


Vitrine PlayStation 3 demorou mais de quatro anos para ser desenvolvido. Final Fantasy XII US$ 48 milhões. Grande sucesso, principalmente no Japão, a série de jogos Final Fantasy é conhecida pela sua qualidade e longa trama. Halo 3 US$ 55 milhões. A franquia Halo é um sucesso tão grande que as produtoras do game – Bungie e Microsoft – trabalham com orçamento praticamente ilimitado. Fora os $ 55 milhões, outros U$ 200 milhões foram gastos para promover o game. Metal Gear Solid 4 US$ 60 milhões. Um dos jogos mais impressionantes da atualidade, desenvolvido pela Kojima Productions e Sony, demorou quatro anos para poder estrear no console PlayStation 3. Gran Turismo 5 US$ 80 milhões Um dos maiores jogos de corrida da história, Gran Turismo, está em desenvolvimento há cinco anos e põe o jogador no comando de mais de mil carros, cada um recriado com extremo realismo e perfeição. Grand Theft Auto 4 US$ 100 milhões. Mais de mil pessoas trabalharam neste game durante três anos e meio, utilizando câmeras que gravaram o trânsito da cidade de Nova York durante meses. O game tem conteúdo suficiente para manter o jogador ocupado por pelo menos 100 horas.

80 Vitrine.indd 80

outubro 2010

4/10/2010 10:53:37


SERVIÇO

Vitrine

Premiere Video Morumbi R. Regente Leon Kaniefsky, 501 – Tel.: 3723-2790 Portal Rua Hastimphilo de Moura, 233 Loja 2 – Tel.: 3771-5428 www.premiereonline.com.br Jotas Games Av. Guido Caloi, 25 Extra João Dias – loja 15 Tel.: 5851-5035 www.jotasgames.com.br Anhembi Morumbi Av. Roque Petroni Jr., 630 Tel.: 5095-5600 – www.portal.anhembi.br JOGOS DE ÚLTIMA GERAÇÃO Mais detalhes com vídeos explicativos nos sites: www.xbox.com/en-GB/kinect/ blog.eu.playstation.com/2010/03/10/ introducing-playstation-move/ www.emotiv.com Produções milionárias do mundo dos games podem ser vistas no link digitalbattle.com/2010/02/20/top-10most-expensive-video-gamesbudgets-ever/

OUTUBRO 2010

Vitrine.indd 81

81 4/10/2010 10:53:50


Floriano Serra é psicólogo, consultor, palestrante, autor de vários livros e inúmeros artigos sobre o comportamento humano. E-mail: florianoserra@ somma4.com.br

uando dois parceiros se unem, a intenção de ambos é de que seja “para sempre” ou que, pelo menos, seja muito duradoura a relação. Certamente isso é possível, e aí estão as Bodas de Prata e de Ouro para confirmar. No entanto, o quadro que percebemos através da mídia e dos comentários de parentes e amigos é de que a duração das juras de amor tem sido cada vez menor. Sei de casamentos que não completam dois meses; outros não chegam a um ano. Quero acreditar que esses casos, e ou-

Para sobreviver, o amor necessita de adubo diário na forma de carinho, alegria, atenção e, sobretudo, respeito à individualidade e à autoestima do outro. Sem esse adubo e com descobertas tão desagradáveis relativas a hábitos, atitudes e comportamentos do parceiro, a decepção se instala, e o que um dia foi um intenso amor enfraquece ou até desaparece pela falta dos estímulos básicos: a admiração, o respeito e a atração pelo outro. Está decretado o fim daquele amor. Se

tros semelhantes, são exceções e não constituem regra geral. Mas, de qualquer forma, quem me lê há de concordar que, atualmente, a média de duração das uniões anda muito baixa, concordam? Essa constatação nos remete à questão: o amor acaba – ou pelo menos diminui – em relação ao começo da relação? Infelizmente acaba. O começo de qualquer relação – desde o período de namoro, noivado, passando pela lua-de-mel e chegando aos primeiros meses de vida a dois – esses períodos não servem de referencial porque, como se sabe, no começo “tudo são flores”, a paixão é intensa, o prazer, a alegria, a sedução estão presentes em todos os momentos do casal que ainda tem muita coisa para descobrir no outro. Os problemas começam quando, com o passar do tempo, os parceiros percebem que essas descobertas não são exatamente aquelas que esperam e que, às vezes, chegam a ser chocantes, aversivas e até cruéis. Não há amor que resista a tais descobertas.

houver um mínimo de respeito ao passado e ao outro, aquele extinto amor pode se transformar em companheirismo ou até amizade. Mas em casos mais conflitantes, os antigos namorados podem se transformar até em ferozes inimigos pessoais. Foi-se embora, de vez, o amor. Isso pode ser evitado se os parceiros se dedicarem diariamente à conquista do outro. É importante que todos os parceiros lembrem que não basta a conquista inicial; é indispensável que aconteça a conquista diária, permanentemente. Como o grande Poeta já havia alertado “que o amor seja infinito enquanto dure”. Se não houver mais amor, não precisa ser infinito. E que nesse momento haja uma última atitude de respeito, desfazendo com elegância e dignidade aquilo que um dia já foi bonito. É o mínimo a ser feito. Preferíamos que este artigo não precisasse ser escrito, e os amores, tais quais os diamantes, fossem eternos. Não são, mas, pelo menos, é importante saber que poderão ser. Só depende de cada parceiro.

O AMOR DECRESCENTE

82 FINAL FELIZ_75.indd 82

OUTUBRO 2010

4/10/2010 10:54:36


Espelho.indd 83

4/10/2010 10:55:14


Espelho.indd 84

4/10/2010 10:55:31


Dolce Morumbi 75