Page 68

INSIGHTS

Newton Fleury Autor, consultor e professor com foco em inovação e estratégia, processos de negócio, gestão da informação e do conhecimento e tecnologias de apoio à gestão.

Inteligência Artificial como Fator de Desenvolvimento do Brasil: um debate na Escola Superior de Guerra

Na ultima quinta feira participamos como conferencista de Simpósio para o Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia (CAEPEP da Escola Superior de Guerra (ESG). Na ocasião abordamos com os Estagiários do Curso questões estratégicas e os efeitos da utilização da Inteligência Artificial como fator de desenvolvimento do Brasil. E iniciamos a discussão com uma colocação básica: muitos executivos (e pessoas na sociedade de uma forma geral) acham o tema Inteligência Artificial (IA) intimidador. As máquinas irão substituir os humanos? serão mais espertas do que nós? os robôs vão pegar o meu emprego? a inteligência

68

INFORMATION MANAGEMENT | 2019

artificial irá superar a inteligência humana? São estas, dentre outras, as questões mais recorrentes que constatamos em recente pesquisa no Google sobre os temores predominantes na sociedade quando se fala em inteligência artificial, robôs e assuntos relacionados. Em artigo anteriormente publicado já abordamos a questão: a aplicação de dispositivos eletrônicos cada vez mais potentes a diversas profissões, aumentando o potencial da descoberta e do uso do conhecimento no processo decisório e nas operações do dia a dia das empresas, mas gerando riscos decorrentes deste processo acelerado de transformação digital.

Tais preocupações tem sido manifestadas por autores como Martin Ford e em reportagens como a de Ricardo Abramovay: crescente autodeterminação das máquinas, desemprego, fim da privacidade e impactos no trabalho de muitos profissionais qualificados, notadamente naquelas funções que são, em algum nível, rotineiras e previsíveis. Isto é, “à medida que as máquinas passarem a se encarregar desse trabalho rotineiro e previsível, os trabalhadores enfrentarão um desafio sem precedentes quando tentarem se adaptar: no passado a automação tendia a ser relativamente especializada e abalar um setor de emprego de cada vez, mas a situação hoje é muito

www.informationmanagement.com.br

Profile for Editora Guia

Revista IIMA 82  

Revista IIMA 82