Issuu on Google+

Doce

Mar de Minas ano 1 | edição 2 | abril 2011

PAULA FERNANDES

Ela se sente privilegiada em ter crescido nesta imensidão de belezas naturais: Minas Gerais

Especial: Dique de Capitólio Divisor de águas que deu origem ao Lago de Furnas

Náutica Expansão imobiliária no Doce Mar de Minas favorece investimentos náuticos

Roteiro: Paraíso Perdido Motociclistas aventureiros saem da estrada e descobrem um paraíso de águas claras


angra dos reis, fernando de noronha, lençóis maranhenses, chapada diamantina...

em breve,

inaUgUração da casa terramare em belo horiZonte. alameda da serra, 891 vila da serra.

Realização:

terrenos a partir de 1.000 m2, em

Centro náutiCo • espaço GastronômiCo • Clube equestre

Informações: 0800 100 9999 as benfeitorias estão mencionadas a título de ilustração e serão definidas oportunamente, podendo sofrer alterações.

imobiliárias credenciadas:

belo Horizonte-mG: lCC empreendimentos: (31) 3564 6000 – netimóveis: (31) 3221 8658 – vivar imóveis: (31) 3269 9400 – memphis imóveis: (31) 3476 8622 • Capitólio, piumhi-mG: escarpas imóveis: (37) 3326 5108 • nova serrana, Divinópolis, Formiga-mG: oriente imóveis: (37) 3326 2343 • três Corações-mG: líder imóveis: fgi neg. imobiliários: (16) 3605 3605 – mercado de imóveis: (16) 3620 6000 – mundial imóveis: (16) 3514 4000 – saba imóveis: (16) 3610 7300 – imobiliária piramid:


Breve lançamento – Guapé – Furnas-MG

Foto aérea da região

mUito praZer, terramare penÍnsUla.

residenciais fechados

• mall • aerÓDromo • Hotel spa • serviços

www.descubraterramare.com.br lagoa santa-mG: big House imóveis: (31) 3681 3703 • Contagem-mG: metrópole imobiliária: (31) 3011 9444 • passos-mG: Casa terramare: (35) 3522-6252 •escarpas, (35) 3856 1330 • Guapé, varginha, Campo belo-mG: brasil Corrêa imóveis: (35) 3856 1330 • Carmo do rio Claro-mG: Cn imóveis: (35) 8825 1914 •ribeirão preto-sp: (16) 2111 8888 • Campinas, Jundiaí, são José dos Campos, itatiba-sp: reinaldo imóveis: (11) 4524-2070 • são paulo-sp: elite brasil: (11) 3893 0000


range rover sport - tdv6 - diesel - 245 cv bi-turbo. além do luxo.

range rover sport - tdv6 - diesel - 245 cv bi-turbo, ano 2010/2011. esse veículo possui versões a partir de r$ 282.000,00 para pagamento À vista. oferta válida até 15/4/11 ou enquanto durar o estoque de 6 (seis) veículos.

imagem ilustrativa

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO.


Terranova terranovalandrover.com.br 31 3319 2500


EXPEDIENTE Doce Mar de Minas é uma publicação bimestral da Editora Doce Mar Ano 1 | Edição 2 | Abril 2011 Diretor executivo Bolivar Filho odocemardeminas@hotmail.com Editora Diretora de Redação e Textos Adriana Dias – MTB 025.230 adriodias@hotmail.com Projeto gráfico Edição de imagens e DTP Multimarketing Comunicação Dalton Filho / Cleiton Hipólito contato@multimarketing.ppg.br Edição de textos Romilson Madeira romadeira@hotmail.com Vanessa Braz Cassoli vanessacassoli@hotmail.com Denise Bueno denisebueno2011@hotmail.com Fotos Mauricio Elias eliasfotografia@hotmail.com Piettro Cavalera psyzion@gmail.com Arquivo da Revista Impressão 3 Pinti Editora e Gráfica Tiragem 10 mil exemplares Revista Doce Mar de Minas Av. Com. Francisco Avelino Maia, 3866 – Passos/MG – 37902-138 www.odocemardeminas.com.br odocemardeminas@hotmail.com Envie a sua história ou curiosidade relacionada ao “Doce Mar de Minas”

Agradecimento Especial A Editora Mar de Minas agradece a cessão da foto utilizada na página 16 da 1ª edição da Doce Mar de Minas Magazine. A foto foi feita pelo fotógrafo Nilo Machado para a Revista Foco, especial de Moda, de 2008. A imagem nos foi repassada pela Associação Passense de Indústrias de Confecções (Apicon) para ilustrar o texto da Avenida da Moda.

índice 08 14

Especial Dique de Capitólio: um divisor de águas Roteiro do Lago Paraíso Perdido

18

Artigo Lesgislação Ambiental para o Lago de Furnas

22

Capa O canto e o encanto de Paula Fernandes

28

Ecologia Consciência ecológica embaixo d’água

40

Paisagismo Jardim Tropical

50

Náutica Na maré do crescimento

56

Galeria Carnaval 2011 no Pier JTR

58

Empreendimentos Futuro promissor para imóveis de lazer

67

Galeria Festa do Lançamento da Revista Doce Mar de Minas


PALAVRA DO DIRETOR LEITORES Adorei a revista, quero dar meus parabéns, as imagens me trouxeram belas recordações do meu tempo de infância. Sou esposa e filha de funcionário da empresa de Furnas. Professora e mãe de três lindas moças. Todos nós adoramos a Doce Mar de Minas. Claudia Serafim Valadão de Melo

Alfenas/MG

Caro leitor, Chegamos à segunda edição da Doce Mar de Minas com motivos para comemorar sua repercussão e - principalmente - com otimismo e a certeza de que é uma publicação com vida longa. A revista já circulou por 16 cidades nos estados de Minas e São Paulo e a expectativa é brevemente ganhar leitores por outros cantos deste Brasil. De uma equipe inicial de três pessoas, nesta edição a revista ganhou novos colaboradores. São mais cabeças trabalhando para oferecer o melhor a quem busca entretenimento e boa leitura. Contribuir com o desenvolvimento turístico, econômico e imobiliário da região do Lago de Furnas, Serra da Canastra e Represa de Peixotos - que com sua riqueza de águas, flora, fauna e relevo, atraem visitantes e empreendedores visionários de todo o país – é o intuito da Doce Mar de Minas. Somos imensamente gratos aos parceiros e leitores pelo voto de confiança que nos foi dado na primeira publicação da Editora Doce Mar. Queremos receber suas sugestões e críticas para que possamos entregar, no decorrer das próximas edições, uma leitura cada vez melhor. Nosso desejo é extrapolar o prazer da leitura e transformar a revista em um objeto de coleção que, a cada edição, traz histórias instigantes, paisagens diferentes e exuberantes.

Esta mensagem é para parabenizar toda a equipe da Editora Mar de Minas pelo lançamento da revista Doce Mar de Minas. O nível da revista está excelente, bom papel, boa impressão de textos e fotos, bom conteúdo, enfim o ENGENHO DA SERRA Hotel & EcoResort se sente honrado por ter tido a oportunidade de participar desta edição de lançamento. Um abraço. Jamilton Santos

Capitólio/MG 

  Recebi a revista aqui na Terranova. A qualidade dela e a redação ficaram de primeira. Parabéns! Gitano Gama

Coordenador de Projetos Land Rover Belo Horizonte/MG

Não resta dúvida de que Doce Mar de Minas é um grande destaque na região do Lago de Furnas e pela sua qualidade, com imagens em alta resolução e excelente conteúdo, futuramente mostrará outros belos lugares de Minas. Marcela Muzetti

Aluna da Facomp da Fesp/Uemg Carmo do Rio Claro/MG

Boa leitura!

Bolivar Filho

Diretor da Editora Doce Mar

DOCE MAR DE MINAS

|7


ESPECIAL

Dique de Capitólio: um divisor de águas Segunda obra mais importante na construção do Lago de Furnas e consequentemente da Hidrelétrica de Furnas, o Dique de Capitólio se constituiu num elemento geográfico que foi capaz de alterar a geografia da região, se tornando literalmente, um divisor de águas Esta obra foi a responsável por desviar o curso do Rio Piumhi, que corria para o Sul – pertencendo à bacia hidrográfica do Rio Grande, desaguando no mar lá na divisa do Brasil com Argentina, e agora corre para o Nordeste do Brasil, fazendo parte da bacia hidrográfica do Rio São Francisco, e desaguando no mar na divisa dos estados de Alagoas com Sergipe. O engenheiro agrônomo e empresário Jamilton Pereira dos Santos, um dos proprietários da fazenda onde, na época, foi construído o Dique, era uma criança com 11 anos de idade 8 | DOCE MAR DE MINAS

quando as negociações tiveram início. Porém, algumas lembranças ficaram marcadas na memória do filho de Antônio Jonas - o produtor rural com quem os engenheiros do extinto Departamento Nacional de Obras e Saneamento (DNOS) negociaram as terras. “A fazenda do meu pai ficava exatamente no ponto estratégico onde os engenheiros pretendiam construir o Dique. Soube anos depois, que cogitaram a ideia de fazer a obra, em algum lugar, no município de Piumhi, mas a cidade de Capitólio seria alagada. A construção do Dique, em qualquer

que fosse o local, era fundamental para garantir que a represa tivesse algo em torno de 30 metros a mais de coluna d’água no reservatório”, conta. A distância entre os bicos das serras em Piumhi seria mais estreita e a obra poderia ficar mais barata, porém haveria a inundação de grande parte da cidade, a exemplo de Guapé, que foi totalmente inundada e a cidade reconstruída ao lado. Jamilton lembra que outro importante motivo para a escolha da Fazenda Engenho de Serra, situada no município de Capitólio, de propriedade de


www.multimarketing.ppg.br

Há 35 anos nosso objetivo é realizar sonhos A Objetiva Construtora e Loteadora se orgulha de fazer parte do desenvolvimento e crescimento do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, deixando a marca de seu trabalho em 17 cidades, já ultrapassando os 30 mil lotes. Nosso objetivo principal é acompanhar o crescimento do país e as tendências da construção civil, investindo sempre na modernização e ampliação de nossos serviços, dos maquinários à usina de asfalto própria, garantindo qualidade e pontualidade dos nossos empreendimentos. São 35 anos de determinação e comprometimento com nossos clientes, transformando cada projeto em uma história de sucesso.

Usina de Asfalto Condomínio Vale Verde: o primeiro condomínio fechado da região

Loteamento em Fama/MG Maquinário para Infraestrutura

Construtora e Loteadora Ltda R. General Costa Campos, 122 - Fone: 35 3291-3633 - Alfenas/MG Av. Com. Fco. Avelino Maia, 3870 - Fone: 35 3522-9253 - Passos/MG w w w . l o t e a d oDOCE r a o b j MAR e t i v aDE . c oMINAS m.br | 9


seu pai, para a construção do Dique, foi a grande e fácil disponibilidade, além da excelente qualidade do solo (relação silte/argila), para uma adequada compactação, encontrada pelos engenheiros bem próximo de onde se poderia construir o Dique. “O Dique foi todo construído sem uso de cimento, e sim, usando somente o solo compactado. A terra encontrada aqui na Fazenda Engenho da Serra era a ideal. Então, houve a negociação com o meu pai para a compra de metros cúbicos de terra. Na época o governo desapropriava as fazendas com base na área (hectare de terra) por valores estipulados por ele mesmo. Meu pai contou com a vantagem de, além de ter uma parte da fazenda desapropriada, vender o produto (metros cúbicos de terra) para a construção do dique. O que houve foi, praticamente, o transporte de terra em caminhões e outras máquinas pesadas, e a mudança de uma montanha de lugar. O Dique tem a forma trapezoidal sendo que a base maior deve ter aproximadamente uns 500 metros de largura e a base menor uns 10 metros. Este formato é importante para garantir a segurança da obra, pois a água, na verdade, faz peso sobre o Dique na vertical. Ao mesmo tempo, dia e noite, que

10 | DOCE MAR DE MINAS

havia algumas máquinas puxando terra, havia outras jogando água e compactando”, disse à reportagem. Antônio Jonas era uma liderança regional, e em sua propriedade se trabalhava com agricultura e pecuária em larga escala para os padrões da região. “Muitos produtores rurais da época tiveram problemas por conta da necessidade desta desapropriação. Alguns cometeram suicídio, outros adoeceram, mas meu pai teve a sorte de ainda poder ficar com parte da propriedade, com o dinheiro recebido comprou logo outra fazenda”, salienta Jamilton. A fazenda Engenho da Serra, que se transfigurou toda, deu lugar ao que é hoje o Engenho da Serra Hotel & EcoResort, cujos proprietários são os descendentes do senhor Antônio Jonas, já falecido.

“O Dique foi todo construído sem uso de cimento, e sim, usando somente o solo compactado”

Canteiro de obras Jamilton disse se lembrar que a área próxima à sua casa se transformou em um gigantesco canteiro de obras e a família precisou se mudar dali. “Foram contratados milhares de operários. Lembro bem, pois tinha uns 11 anos. A empresa contratada para a execução da obra, a Mendes Júnior, contava com engenheiros estrangeiros e nós achávamos aquilo tudo muito interessante ver alguém que não falava português. Recordo de um espanhol que gostava de cozinhar e de preparar salada de pepino com leite, pepino com manga, manga com banana. Ele misturava muita coisa que para nós, a criançada, os adultos diziam que fazia muito mal à saúde, e nós achávamos


Para a construção do Dique foram necessárias quatro etapas:

que o espanhol fosse morrer a qualquer hora. Confesso que foi uma verdadeira reeducação alimentar”, conta. O Canal para ligar o Rio Piumhi ao Rio São Francisco O período de execução das obras de transposição das águas do rio Piumhi - que tem sua cabeceira localizada na Serra da Confusão, divisa entre os municípios de Vargem Bonita e Piumhi - para o São Francisco, foi o mesmo da construção da Hidrelétrica de Furnas, de 1959 a 1963. De acordo com estudos feitos por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos, aproveitando a topografia da região do pantanal - por onde corria o leito do rio Piumhi, suas lagoas marginais e seus 22 afluentes - foi efetuado um sistema de drenagem, com a construção de aproximadamente 18 km de canais, alterando o curso do rio Piumhi, desviando as suas águas e as do pântano para o córrego Água Limpa, que deságua na margem esquerda do ribeirão Sujo, um dos afluentes da margem direita do rio São Francisco.

1) Dragagem do leito natural do ribeirão Sujo/córrego Água Limpa a partir da confluência com o São Francisco (extensão de 21 km e declividade média de 5%), objetivando aumentar a seção fluvial desses cursos de água, de forma a suportar o volume das águas transpostas da bacia do Piumhi, além das águas dos períodos das cheias. 2) Rebaixamento no divisor de água das duas bacias para passagem do Canal do Rio Piumhi (altura máxima de 4 m e extensão de 200 m). Máquinas utilizadas: dois tratores de esteira, Caterpillar, D6. 3) Construção do canal de transposição de aproximadamente 1,5 km de extensão, a partir da cabeceira do córrego Água Limpa, passando pelo divisor de água rebaixado até encontrar o Rio Piumhi. 4) Desvio das águas do baixo curso do rio Piumhi, através da construção de um canal de 10 km de extensão a partir da seção fluvial do Rio Piumhi, prevista para iniciar a transposição das águas até o terceiro lago conseqüente da construção do Dique de Capitólio. O referido canal foi construído em sentido contrário ao escoamento natural do rio Piumhi e encontra-se na carta geográfica do IBGE (1970) como canal Dragas de arraste utilizadas na obra do Rio Piumhi.

Vista panorâmica do Dique com o reservatório de Furnas à direita

DOCE MAR DE MINAS

| 11


A fazenda que se transformou num EcoResort A

família do saudoso Antônio Jonas, fazendeiro e líder na região, sempre teve como tradição hospedar e receber. Desde a década de 40, o produtor rural recepcionava tropeiros e boiadeiros-viajantes que passavam pela região, tocando boiadas com mais de mil cabeças de gado. Os bois descansavam na várzea do rio Piumhi, e os peões estendiam suas redes nas varandas dos engenhos e tomavam suas refeições na antiga Casa Grande da fazenda em Capitólio. Assustados, os meninos da fazenda olhavam, de cima da cerca, tantos bois passando. Ficavam também abismados com a habilidade do capataz mestre em contar sem parar, sem desconcentrar, os mil bois que passavam em correria por uma porteira aberta, e que no final da contagem, às vezes, dizia: “tá fartano dois boi e amanhã bem cedo pode vortá um peão a campear os boi que se perdero no caminho”. Ao longo do tempo, a fazenda abrigou um engenho de serra (serraria de madeira) e um engenho de cana (fábrica de rapadura), tudo movido a roda d´água, e é de onde veio o nome de “batismo” da Fazenda Engenho da Serra. Lar de família de músicos e de gente que gosta de tradição e folclore, a Casa Grande da fazenda sempre foi palco de muitas reuniões familiares, festas juninas, derrubada, forró e a dança do catira. Um daqueles meninos da fazenda Engenho da Serra, hoje o empresário Jamilton Pereira dos Santos, Engenheiro Agrônomo, PhD, pesquisador aposentado da Embrapa, um dos 12 filhos de Antônio Jonas, conta que ele, em parceria com quatro irmãos e oito sobrinhos mais velhos, criou uma sociedade familiar para manter a fazenda e sua tradição. “O nosso primeiro empreendimento foi uma suinocultura, mas a vocação do espaço, após a construção da Usina

12 | DOCE MAR DE MINAS

de Furnas, não era para este tipo de negócio. Além do mais, pela dificuldade de tratar os dejetos da granja, embora tenhamos construído uma estação de tratamento dos efluentes, decidimos por fechar a granja, que chegou a ser uma grande operação, éramos, inclusive, um dos cooperados da Coperpassos”, lembra. Ainda conforme Jamilton, como vários dos irmãos e sobrinhos, sócios do empreendimento, moram fora de Capitólio, eles resolveram investir e cotizar a construção de um prédio de apartamentos para que, ao visitar seus familiares, tivessem onde se hospedar. “Porém, para virmos todos ao mesmo tempo, era necessário um serviço de cozinha, jardinagem, manutenção em geral e, com isso, as despesas começaram a aparecer. Para gerar rendas, resolvemos transformar o belíssimo espaço particular em um hotel de lazer”. “Hoje o Engenho da Serra Hotel & EcoResort é um empreendimento que, orgulhosamente, dividimos com quem nos visita. O clima de simplicidade e de encantamento que sempre reinou aqui

é, hoje, estendido aos turistas e amigos”, explica Jamilton. A primeira vez que o Engenho da Serra recebeu hóspedes foi no Carnaval de 2007, de maneira ainda improvisada, e só para hóspedes-amigos. “Resolvemos então investir e nos preparar melhor para receber visitas de turistas de todo o país e do exterior. Um exemplo disso ocorreu no ano passado quando um casal de russos, que nos encontrou pela internet, veio direto para Capitólio, hospedando-se conosco por 40 dias. Hoje o movimento é pratica-


mente diário. Atingimos o objetivo de boa ocupação bem antes do prazo esperado. Se tivéssemos, hoje, o dobro de capacidade de hospedagem, teríamos ocupação completa em várias épocas do ano”, garante o empresário. O Engenho da Serra Hotel & EcoResort é uma excelente escolha para quem busca conforto, paz, silêncio e lazer, com comida boa, cama boa e conversa boa. Na classe dos melhores da região, é a opção que oferece as melhores acomodações, segundo o Guia Quatro Rodas 2009. O ambiente é muito agradável e aconchegante. O estilo arquitetônico traz elementos da Casa Grande da antiga fazenda. O Engenho da Serra Hotel & EcoResort possui 32 apartamentos confortáveis, com frigobar, ar condicionado silencioso, tipo “split”, telefone, televisão e internet wireless (free), em três categorias de preço, com cama de casal modelo king size ou arranjados com acomodação dupla, tripla ou quádrupla para solteiros. Alguns têm TV LCD de 32” com DVD player ou entrada para USB, e o hóspede pode escolher um apartamento com sacada que dá vista para as lagoas. O hotel oferece também um restaurante moderno, com vista panorâmica para as lagoas e com uma comida regional mineira muito bem elaborada, com destaque para o tradicional prato da região, aTraíra sem espinhas. Para o lazer, o hóspede conta com bar, piscina

aquecida a energia solar, sauna, sala de jogos, sala de informática, quadra esportiva, academia, trilha ecológica, play ground, campo para futebol society, pesca esportiva, uma sala de reuniões com TV 52” com programação da SKY e ar condicionado. Existem vários pontos turísticos na região de Capitólio, e a gerência do hotel monta um roteiro dos atrativos mais visitados e efetua a reserva naqueles de interesse do hóspede. Em relação a passeios pelo Lago de Furnas, existem três opções para realizá-lo: lancha para 10 pessoas, saindo do próprio hotel; escuna e chalana. O hotel oferece, também, grandes descontos de domingo a quinta-feira, em baixa temporada para

Como chegar: De Belo Horizonte para Betim / Divinópolis / Capitólio De Ribeirão Preto para Passos / Capitólio

todos que queiram conhecer os atrativos do “Mar de Minas”. Entre as atrações regionais, além do Mar de Minas, estão Escarpas do Lago - condomínio de lazer de altíssimo padrão, lançado no início da década de 70, com a maior marina de água doce do hemisfério sul, a 6 km de Capitólio. Próximo também fica o Parque Nacional da Serra da Canastra – um dos cenários mais belos do país, onde nasce o Rio São Francisco -, o Paraíso Perdido, a Trilha do Sol, a Lagoa Azul, a Cachoeira do Lobo, o Morro do Chapéu e passeios pelas águas e cânions do Lago de Furnas, além de muitas outras cachoeiras como as do Parque da Cascata e do Fecho da Serra.

De São Paulo para Campinas / Mococa / Passos / Capitólio De Rio de Janeiro para Varginha / Alfenas / Carmo do Rio Claro / Capitólio

DOCE MAR DE MINAS

| 13


ROTEIRO DO LAGO

Na região do “Mar de Minas”, conhecer e desvendar este paraíso com piscinas naturais e cachoeiras de águas cristalinas é roteiro obrigatório

Paraíso Perdido

Um privilegiado cenário descoberto por motociclistas aventureiros

No final da década de 60, época em que a Usina Hidrelétrica de Furnas entrou em funcionamento, motociclistas aventureiros resolveram sair da estrada principal e se embrenharam até o alto das serras para ter uma visão privilegiada da Usina. Na volta, ouvindo o barulho das águas, resolveram desbravar o vale daquele riacho, e assim se remonta a descoberta desta área natural que hoje é conhecida nacionalmente como Paraíso Perdido. Localizada no município de São João Batista do Glória, no bioma Cerrado, é uma preciosidade da natureza, tanto que em 1972, com o intuito de preservar a Nascente do Rio São Francisco, foi delimitada uma área de 200 mil hectares para a criação do Parque Nacional da Serra da Canastra, onde a área do Paraíso Perdido foi inserida pelo decreto. Por questões da época, o governo brasileiro desapropriou somente 70 mil hectares das áreas delimitadas, que hoje são os limites reais do parque, ficando os outros 130 mil hectares com os legítimos proprietários, 14 | DOCE MAR DE MINAS

ou seja, a desapropriação total pretendida pelo governo nunca aconteceu. O Paraíso Perdido é um pedaço de terra cercada por três ribeirões. O maior deles, o do Quebra Anzol, tem águas límpidas que nascem no alto da serra e descem formando piscinas naturais e cachoeiras que dão a exata proporção do nome do empreendimento. O ribeirão Quebra Anzol deságua no Rio Grande logo abaixo da usina hidrelétrica. As águas, cristalinas, escorrem sobre placas de rochas amareladas e formam verdadeiras hidromassagens naturais. Trilhas sinalizadas permitem caminhar até os pontos mais altos do lugar, onde o cerrado mostra suas mais variadas formas de flora, com destaque para a canela de ema, sempre-viva e o sombrero. Para a certeza de um passeio seguro, a recomendação é evitar os pontos de difícil acesso em dias nublados ou de chuva no alto da serra, pois as trombas d`água podem carregar os banhistas.


DOCE MAR DE MINAS

| 15


A estrutura do local foi planejada para ter o mínimo de impacto possível, harmonizando as edificações existentes com o meio ambiente, preocupação constante dos proprietários. Um restaurante que serve comida tipicamente mineira está preparado para receber os ecoturistas. Uma área de camping gramada e estruturada com banheiros ecológicos faz do Paraíso Perdido ponto certo para uma viagem ecoturística. Esportes de aventura como canyoning e rapel também podem ser praticados no local, e para isso devem ser agendados previamente. Na região do “Mar de Minas”, conhecer e desvendar este paraíso com piscinas naturais e cachoeiras de águas cristalinas é roteiro obrigatório.

Como Chegar Localização: São João Batista do Glória Acesso: Rodovia MG-050, km 321 (4,5 km de estrada de terra). Referência: Usina Hidrelétrica de Furnas Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 8 as 18h Diária: R$ 20,00 Distâncias estimadas: Passos - 40 km S. J. B. do Glória - 25 km Belo Horizonte - 330 km Capitólio - 40 km

PASSEIOS E ROTEIROS 4X4 Mtur nº 11.0249955.10.0001-1

R. Madre Carmem Salles, 439 - Sala 2 - Passos/MG 35 3521-4910 / 8824-1790 - www.compadresturismo.com.br 16 | DOCE MAR DE MINAS


CONTE COMIGO

chevrolet camaro

Só nele a eSportividade e adrenalina de um eSpírito jovem convive em perfeita harmonia com o máximo em tecnologia e deSign. É iSSo o que faz do camaro um cláSSico da indúStria automobilíStica mundial e eStá à Sua eSpera na auto paSSoS. venha Se apaixonar. Consulte sua concessionária para conhecer os itens integrantes de cada veículo. Preserve a vida. Use cinto de segurança. Os veículos Chevrolet estão em conformidade com o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores – PROCONVE.

Respeite a sinalização de trânsito.

Siga-nos no Twitter: twitter.com/autopassos/ Passos-MG: Rod. MG 050 - 575

Ligue (35)

Assista ele em ação: chevroletcamaro.com.br/clip Conheça mais: chevrolet.com.br/camaro

DOCE MAR DE MINAS | 17 3529-1800


ARTIGO

Preservação do Paraíso Com a crescente expansão imobiliária na região do Lago de Furnas, a preocupação com os impactos ambientais devem ser levados em consideração. O atendimento à Legislação Ambiental pode e deve ser utilizado em favor do homem e é precisamente essa a função das leis: proporcionar dignidade, saúde, educação, lazer ao seu destinatário maior – o próprio homem.

Pois, se há constatação da qual ninguém discorda, é esta de que fomos agraciados com o magnífico presente de viver próximos ao Paraíso. Projetado para receber a Hidrelétrica de Furnas, na década de 1960, o Lago de Furnas é um dos maiores do mundo. Alimentado por nascentes, rios e riachos, formou-se um lugar mágico, cobrindo uma superfície de 1.406,26 km², com um perímetro de 3,7 mil quilômetros (equivalente a quase metade de toda a costa brasileira), no entorno de 34 cidades. 18 | DOCE MAR DE MINAS

Pousadas, condomínios, ranchos, fazendas movem a agricultura, a pesca e o turismo, nesta que é uma das regiões mais belas do Brasil. São aproximadamente 800 mil pessoas vivendo nas cidades do entorno do Lago de Furnas, que, de um modo ou de outro, acabam retirando dele seu sustento ou fazendo-o refúgio para dias de descanso e paz. No compasso do progresso, as cidades cresceram e aprenderam, com as águas mansas do Lago, a usufruir da dádiva recebida. São as coopera-

tivas de pescadores, a agricultura e a pecuária e, principalmente, a exploração do turismo, que geram emprego, renda e lazer para centenas de milhares de pessoas. Tudo isso, entretanto, com um custo ambiental que precisa ser devidamente avaliado e reduzido, de forma a incentivar o bom uso da água e do solo na região, contribuindo para a preservação do nosso paraíso na Terra. Empreendimentos turísticos de luxo, captação de água, uso do solo, construção de casas, ranchos e fazen-


DOCE MAR DE MINAS

| 19


das às margens do Lago, proporcionam o fomento às atividades locais e devem, necessariamente, vir acompanhados de atuações ambientalmente responsáveis. Como destinatários e aplicadores das normas e presenteados pelo Lago, somos responsáveis por sua preservação, de maneira a extrair dele, conscientemente, todos os frutos que podem ser gerados. “Desenvolvimento Sustentável é palavra de ordem” para o momento peculiar que vivemos. Sabemos, hoje, que é possível aliar desenvolvimento e progresso à proteção ambiental. Dezenas de iniciativas, especialmente vindas das pessoas que habitam as margens do Lago, nos ensinam a conviver em harmonia com o Meio Ambiente. Tratamento adequado do esgoto, combate ao assoreamento com a manutenção da mata ciliar, a correta ocupação e o uso legal do solo e da água permitirão a potencialização das atividades socioeconômicas no entorno do Lago de Furnas e sua necessária preservação. A constituição, pela Lei, de áreas de preservação permanente nas margens de lagos e reservatórios – a ocu-

20 | DOCE MAR DE MINAS

pação deve respeitar a distância mínima de 100 metros das margens em áreas rurais e 30 metros em áreas urbanas – nos dá o tom da política ambiental vigente. A legislação permite, com sua estrita observação, o embargo de obras e até mesmo, como já houve,

“Somos responsáveis por sua preservação, de maneira a extrair dele, conscientemente, todos os frutos que podem ser gerados. Desenvolvimento Sustentável é palavra de ordem” da determinação judicial de demolição de obras já iniciadas e que estejam em desacordo com a norma ambiental. Obras essas geradoras de impacto negativo sobre o meio ambiente (destruição da flora, risco de desaparecimento de espécimes animais, poluição da água, tornando-a imprópria para uso e consumo, risco de enchentes, dentre outras conseqüências graves para o ambiente e para a população local).

Assim, a manutenção e preservação da mata nativa, especialmente da mata ciliar, o saneamento através da correta construção de rede de tratamento de esgoto, o uso correto e sem desperdício da água, a construção de obras de engenharia respeitando as normas ambientais e o correto manejo dos resíduos sólidos (lixo e detritos) contribuirão para a preservação desse pedaço de Paraíso com que fomos presenteados. Também garantirão que nossos filhos, netos, bisnetos e muitas outras gerações possam também usufruir dos benefícios de viver no entorno do Lago de Furnas. Se soubermos usar e preservar, teremos, ainda, imensos e incomparáveis prazeres, vivendo em uma região fértil, belíssima e profícua, às margens daquele a que orgulhosamente damos o nome de Doce Mar de Minas.

Dariane Andrade Hadad

Advogada da Andrade Hadad Advocacia e Consultoria Ambiental e Empresarial darianehadad@globo.com


Loja Passos | Av. Com. Francisco Avelino Maia, nยบ 2612 (Avenida da Moda)|35 3521-1346 / 3521-7674 / 3521-9457|Fรกbrica|3529-2200 Shopping Ibirapuera | Piso Ibirapuera, nยบ 19 e 20 | 11 5096.3061 / 5096.2013 / 5041.0395 / 5096.2587 Shopping Center Norte | Loja 139 | 11 2221.0786 / 2252.2543 Shopping BH | Piso Mariana | Loja MA 99 | 31 3228.4020 / 3228.4025

Tamanhos 40 a 52 www.talentomoda.com.br

DOCE MAR DE MINAS

| 21


CAPA

22 | DOCE MAR DE MINAS


O canto e o encanto de Paula Fernandes Paula Fernandes nasceu no celeiro da arte, no berço mineiro. É do campo, da serra, onde impera o minério de ferro. Carrega no sangue um dom verdadeiro, de cantar melodias de Minas no Brasil inteiro.

“Minas Gerais

A sua essência é cantada em uma das Em 2010, Paula fez apresentação na Expomais belas canções de sua autoria, Seio de com certeza carmo, tradicional festa agropecuária de CarMinas, que traduz um pouco daquilo que é mo do Rio Claro, uma das cidades lindeiras do está entre as sua vida e sua paixão pelo estado onde nasLago de Furnas. A cantora ficou encantada com ceu. Tem como referência, para as suas dia cidade e pretende conhecer a região. A reregiões mais versas composições, a vida em contato com gião do Mar de Minas já prepara seus corações a natureza, as paisagens e as lembranças de maravilhosas e aguarda com emoção para ouvir esta grande Sete Lagoas, sua terra natal, e as belezas navoz de Minas em show previsto para Passos, turais da Serra do Cipó. em julho próximo. do  Brasil”. Ainda criança, aos 8 anos, iniciou a sua Ela se sente privilegiada em ter crescido carreira. Aos 10 gravou o seu primeiro CD e tem se desta- nesta imensidão de belezas naturais. “Minas Gerais com cado pela crítica como revelação sertaneja. “A música bra- certeza está entre as regiões mais maravilhosas do Brasileira é muito rica, tive oportunidade de crescer ouvindo sil”. Para Paula será um prazer conhecer as belezas do Tonico e Tinoco, Tião Carreiro e Pardinho. Minha essência Lago de Furnas e as belas cidades que circundam o Mar é sertaneja”,  assim se define a cantora Paula Fernandes.  de Minas. DOCE MAR DE MINAS

| 23


A trajetória de Paula Fernandes 27 anos Cantora e compositora Natural de Sete Lagoas, MG

Seio de Minas “Eu nasci no celeiro da arte No berço mineiro Sou do campo da serra Onde impera o minério de ferro

Lançou seu primeiro disco independente aos 10 anos. Aos 12 anos, Paula Fernandes se mudou com a família para São Paulo e foi contratada por uma companhia de rodeios, com a qual trabalhou durante cinco anos, viajando por todo o Brasil como cantora da trupe, o que lhe rendeu bastante experiência de palco, repertório e vida artística. Inspirada na novela Ana Raio e Zé Trovão, em 1990, gravou seu segundo CD “Ana Rayo”, com repertório pop/ sertanejo.

Eu carrego comigo no sangue Um dom verdadeiro De cantar melodias de Minas No Brasil inteiro Sou das Minas de ouro Das montanhas Gerais Eu sou filha dos montes Das estradas reais Meu caminho primeiro Vi brotar dessa fonte Sou do seio de Minas Nesse estado um diamante”

24 | DOCE MAR DE MINAS

Os contatos desse  trabalho abriram as portas para diversas participações em trilhas sonoras de novelas. Um exemplo foi a sua versão para a “Ave Maria de Schubert”  com o título “Ave Maria Natureza”,  na trilha sonora da novela “América”. Com o seu terceiro CD, “Canções do Vento Sul”, Paula já mostrava sua diversidade artística, com temas que passavam pela MPB, música pop, country, sertanejo de raiz e pitadas de world music. O disco rendeu a Paula uma importante indicação ao Prêmio Tim de Música Brasileira de 2006, na categoria de Melhor Cantora Popular (júris popular e oficial). Em dezembro de 2006, Paula Fernandes lançou álbum internacional com versão para a música “Dust in the Wind”, da banda americana Kansas, que fez parte da trilha sonora da novela “Páginas da Vida”. Em 2008, é contratada pela Universal Music, que aposta no talento da cantora mineira no CD “Pássaro de Fogo”.


Em Outubro de 2010, Paula Fernandes gravou o seu 1° DVD da carreira contendo os seus grandes sucessos e músicas inéditas, inclusive com participações especiais de Victor & Leo e Leonardo.

DOCE MAR DE MINAS

| 25


PALAVRA DE TURISTA O acreano Raimundo Carlos Mendes Barbosa, o Charlão, visitou a região no mês de março e curtiu a cada dia uma das belezas naturais do Lago de Furnas. Passeou de lancha em Escarpas do Lago, fez trilha para conhecer várias cachoeiras como a Cascata e Cascatinha e ficou deslumbrado ao ver os paredões do Cânion formando uma cachoeira belíssima. “Meus 30 dias de férias foram bem aproveitados. A culinária mineira é deliciosa, principalmente os peixes e o famoso frango caipira. Levarei para meus amigos e familiares da cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre, lembranças de tempos felizes. Podem me aguardar novamente em Minas Gerais”, prometeu o turista.

RODOVIA MG 050, KM 306, SENTIDO PASSOS BELO HORIZONTE/MG, ÀS MARGENS DO LAGO DE FURNAS. ABERTO TODOS OS DIAS, DAS 11 AS 17H 26 | DOCE MAR DE MINAS


DOCE MAR DE MINAS

| 27


ECOLOGIA

Consciência ecológica embaixo d’água Mergulhadores voluntários fazem mutirão de limpeza no Lago de Furnas e Rio Grande

Garrafas, copos, latas de cerveja, pneus e até cadeiras: esses objetos são parte do lixo encontrado por mergulhadores que se reúnem de tempos em tempos para promover limpeza nas águas do Lago de Furnas e do Rio Grande. A iniciativa é dos mergulhadores Gilberto Esper Kallás e Denize Rezende, que após mergulharem por várias vezes em belos pontos turísticos do Lago de Furnas, decidiram, em 1995, propor uma ação voluntária para retirada do lixo depositado no leito e nas margens do lago.

28 | DOCE MAR DE MINAS


No ar... na terra...

na água...

Você merece uma Yamaha! Lançamento R1 2012 Av. Juca Stockler, 927 - Tel (35) 3521-2233 - Passos/MG Av. Pref. Tuany Toledo, 791 - Fátima 2 - Tel (35) 3425-6600 - Pouso Alegre/MG Praça Sta. Rita, 212 - Centro - Tel (35) 3471-7142 - Santa Rita do Sapucai/MG

DOCE MAR DE MINAS

| 29


30 | DOCE MAR DE MINAS


DOCE MAR DE MINAS

| 31


Os voluntários descem em duplas e em uma área de três a quatro metros quadrados retiram em média seis sacos de 20 quilos de lixo

“Ao mergulharmos na Cascata, no Cânion e outros locais da represa de Furnas nos deparamos com grande quantidade de lixo. Era a hora de iniciar uma proposta de preservação de nossas águas através da conscientização e da educação ambiental. Nesta época as pessoas não se davam conta de que o material jogado nas águas permanecia lá, poluindo e prejudicando a fauna e a flora aquática”, explica Denize, que também é Técnica em Meio Ambiente. O último mutirão de limpeza aconteceu no ano passado. “No dia 5 de junho - Dia do Meio Ambiente - fizemos uma exposição em frente à Prefeitura de Passos a convite do Movimento Ação Verde. No domingo, 06 de junho, fizemos a limpe32 | DOCE MAR DE MINAS

Participantes do Movimento Ação Verde, que realizou o mutirão de limpeza.

za subaquática na ponte Tristão da Cunha sob o Rio Grande, que liga São João Batista do Glória e Passos/ MG. Mas o principal foi o anterior, no dia 21 de março, Dia Internacional da Água”, conta a mergulhadora.

Em março, o mutirão trabalhou novamente em prol do meio ambiente, atuando em três pontos: Clube Náutico Engenheiro Mauro Ferraz, imediações do Horto Florestal de Furnas e região das Três Ilhas.


Os eventos contam com cerca de 20 mergulhadores experientes, quase todos alunos da Acquaminas, escola de mergulho de propriedade de Gilberto e Denize. “Os mergulhadores têm conhecimento dos procedimentos a serem

feitos e em qualquer eventualidade sabem como proceder. Esta atividade é complexa, estão em um local de risco, podem se machucar com cacos de vidro e materiais pontiagudos. Há lama em suspensão, água suja e poluída; estão manuseando e monitorando todo o equipamento de mergulho e deverão estar atentos à sua segurança e à do companheiro”, explica a controladora de mergulho. Os voluntários descem em duplas e em uma área de três a quatro metros quadrados retiram em média seis sacos de 20 quilos de lixo, em 30 minutos. Devido à sujeira em que se encontram os materiais coletados pelos mergulhadores, não podem ser reciclados, sendo levados pelo caminhão da coleta de lixo.

Além da retirada de lixo, o mutirão de limpeza subaquática promove retirada de ervas daninhas, plantio de mudas para reconstituição de matas ciliares e distribui materiais educativos, como panfletos com dicas e um alerta ao uso da água com um “Trecho da Carta de 2070”. A advertência ao lixo jogado nas ruas e estradas também foi lembrada. “Distribuímos as ‘lixo-car’ de tactel (sacos de lixo para colocar no carro), salientando a importância de não se jogar lixo nas rodovias, pois acabam indo parar nos rios e áreas verdes, e nem nas ruas da cidade, entupindo bueiros, causando inundação, proliferação de insetos e animais transmissores de doenças”, afirma a mergulhadora.

DOCE MAR DE MINAS

| 33


Em 2010, a ação contou com parceria da Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros de Passos, estudantes da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP), prefeitura de São João Batista do Glória, Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Clube Náutico Mauro Ferraz, além de associações e ONGs ligadas ao meio ambiente e pesca, e imprensa regional. Segundo os organizadores dos mutirões de limpeza nas águas, hoje muitas pessoas aplaudem a iniciativa, porém muitos ignoram e poucos entram na luta. Para Denize, é necessário muito mais que os mutirões para despoluir as águas. “É preciso que as pessoas refli-

É preciso que as pessoas reflitam sobre seus hábitos em tratar o planeta: nosso lar.

36 | DOCE MAR DE MINAS

tam sobre seus hábitos em tratar o planeta: nosso lar. O lixo que sai da nossa casa não fica invisível, ele nos traz graves consequências, principalmente para nossas águas, que acabam sendo o depósito do nosso esgoto e de nossos venenos químicos”.

Levar às pessoas a ideia de se viver de forma sustentável, com pensamentos conscientes que conduzem a atitudes conscientes. Esse é o recado desse grupo empreendedor que trabalha para preservar as águas do “Mar de Minas”.


O primeiro sistema brasileiro dedicado

à construção de Piers Flutuantes

Fornecemos desde flutuadores especificamente projetados para piers flutuantes até os parafusos galvanizados a fogo para construção de seu pier. Além disso, podemos planejar e executar seu projeto específico. Consulte-nos!

Contato em Minas Gerais: (35) 3522-6252 | (35) 9159-8513 www.facebook.com/piersystem DOCE MAR DE MINAS | 37


Um paraíso no interior de Minas Gerais Mais que o lugar onde você vai se hospedar, o resort é o lugar de que você vai se lembrar pelo momento romântico, o momento de união com a família ou de encontro entre você e a natureza

O

Lago de Furnas, em Minas Gerais, ganhou espaço na agenda de turistas de todo o Brasil. O circuito no interior do estado chama a atenção de viajantes pela sua beleza e a grande quantidade de água doce para navegação. Seis vezes maior que a baía de Guanabara, a represa de Furnas é repleta de cânions e cachoeiras que encantam os visitantes. Às margens do lago, com estrutura confortável e próxima à natureza, fica o Obbá Coema Village Hotel. Com área de lazer de 145 mil m², o resort é o local ideal para quem quer desfrutar das paisagens e maravilhas da região. Com marina própria, o hotel disponibiliza passeios de lancha e barcos para até 112 pessoas, que podem ser agendados na própria recepção. Além do potencial náutico oferecido pela proximidade do lago, o resort oferece piscina aquecida e natural com brinquedos especiais para crianças, sala de jogos, sauna, quadras poliesportivas, arco e flecha, bicicletas para trilhas

Como Chegar

38 | DOCE MAR DE MINAS

na mata nativa, pedalinho e outros programas que deixam pouco tempo para ficar nos apartamentos. Para os mais radicais, a estrutura de arvorismo tem obstáculos emocionantes, que garantem uma visão privilegiada, e a descida de tirolesa completa a adrenalina. As opções são diversificadas: é possível encontrar lugares para a prática de esportes radicais, como rapel, mergulho e muito mais nas proximidades. A paisagem que cerca o Obbá Coema convida os hóspedes ao descanso, conforto e tranquilidade. O lago interno do resort possibilita o contato com animais nativos e uma boa pescaria, com material básico emprestado também na portaria. Para receber bem as famílias, o hotel tem uma equipe com recreacionistas especializados, que promove atividades infantis como festa do pijama, cinema e jogos. A famosa culinária mineira também é atrativo para os turistas. O restaurante principal do Obbá Coema tem vista para o lago e oferece pratos

especiais da tradicional comida de Minas. Para incrementar o cardápio, uma grande variedade de massas e carnes também é disponibilizada. Nas férias de verão dê este presente para sua família. Um dos lugares mais bonitos do Brasil, com todo o conforto e requinte que só o Obbá Coema pode oferecer. Durante as férias as recreações do resort são intensificadas por causa da grande presença das crianças. As brincadeiras e diversões estão garantidas. Basta ligar para conferir a programação e fazer as reservas.

MG-050, km 32, Capitólio/MG. Informações e reservas pelo fone (35) 3527 4040 ou pelo site www.obbacoema.com.br


Piscina Natural e Aquecida Salão de Jogos Salão de Convenções Arvorismo e Tirolesa Sauna Tour pelas Cachoeiras Equipe de Recreação Trilhas na Mata Arco e Flecha Quadras Poliesportivas Pedalinho no Lago DOCE MAR DE MINAS | 39


PAISAGISMO

Jardim Tropical:

cores e formas que valorizam a casa A natureza já se incumbiu da beleza cênica com as montanhas e o lago. O toque final nas casas de veraneio e ranchos pode ficar por conta de um estilo especialmente brasileiro, difundido pelo renomado paisagista Roberto Burle Marx: o jardim tropical. Nele temos a incrível sensação de estar numa paisagem intocada pelas mãos do homem. O mais fantástico desta escolha é a harmonia. O jardim tropical tem caminhos de contornos naturais criando-se assim canteiros de formas orgânicas. Sua essência é descontraída e permite podas não tão simétricas. E o melhor, é de fácil manutenção. Além de agradável aos olhos, o jardim tropical proporciona ao ambiente frescor e atrai aves e borboletas, acres40 | DOCE MAR DE MINAS

centando vida e beleza ao ambiente. Tudo isso valoriza o imóvel. Para a região do Lago de Furnas, a sugestão são as plantas de cores vivas e formas esculturais como as patas de elefantes - que não precisam de muita água, agave, pândano, ixora – que floresce o ano todo, palmeiras, dracenas, bromélias, helicônias, bananeiras, gengibres e orquídeas. O ideal é fazer um estudo preliminar para a escolha de espécies que se adequem à luminosidade e clima, pois existem plantas que, por exemplo, só se adaptam a áreas de sombra. Além de observar cores e flores para alternar as floradas e também aromas que combinem entre si. Estrelitzas com ou sem folhas também são ideais para um jardim tropical.

Incorporar ao jardim elementos de madeira como bancos rústicos, pergolados e treliças, além de fontes, vasos e pedras, dispostos de maneira harmônica, é outra dica. O projeto fica completo com iluminação artificial, que auxilia na criação de espaços aconchegantes através do jogo de luz e sombra. O cenário está pronto. Agora é aproveitar os momentos de lazer e descanso.

Renata Lemos Cançado Kruze

arquiteta paisagista renatalemospaisagismo@yahoo.com.br


A natureza jĂĄ se incumbiu da beleza cĂŞnica com as montanhas e o lago. O toque final nas casas de veraneio e ranchos pode ficar por conta de um estilo especialmente brasileiro, difundido pelo renomado paisagista Roberto Burle Marx: o jardim tropical.

DOCE MAR DE MINAS

| 41


Como tudo na vida precisa de um início, de um ponto de referência, nesta coluna veremos que, em se tratando de bom gosto, a premissa é verdadeira. Neste ano concretizamos um belo e gratificante trabalho na cidade de Passos/MG, no Condomínio das Nações, especificamente na residência da família Garcia Silveira, de Liliane e Túlio. Quando fomos procurados pela proprietária, logo de cara já sentimos e vimos qual era seu objetivo, seu perfil. Por se tratar de uma pessoa extremamente comunicativa, demos início ao seu projeto, com ênfase para o bem-estar da família e com o verdadeiro aconchego que todo lar deve ter. Com ambientes românticos e contemporâneos, demos a este lar tudo que a família mais precisa: espaços de Amor e União! Tirando todo e qualquer resquício de show room, de loja, de linhas pré-moduladas, trabalhamos artesanalmente cada detalhe, dando a cada peça sua particularidade. Quando vimos o resultado final, ficamos satisfeitos em ver que o casal teve todo o romantismo preservado em sua suíte. O filho adolescente ganhou um quarto com identidade própria. Temos certeza de que ele se lembrará, quando adulto, que seus pais lhe proporcionaram um quarto feito especialmente para ele, numa das melhores épocas de sua vida. E o espaço da princesa - a filha que traz em sua genética a espontaneidade da mãe - tem closet e mimos que remetem à sua idade e personalidade, dando a ela a liberdade que toda criança necessita. Na sala de estar, no hall, no espaço cine star, no espaço kids - nos quais o objetivo é recepcionar e ter momentos de lazer - criamos ligações entre mobiliário, decoração, família e amigos, deixando cada espaço com o requinte e a harmonia de que a família e os amigos desfrutarão. Enfim, temos que agradecer a esta nobre família, que nos deu esta bela oportunidade de concretizar mais este sonho. Hoje a nossa família Euro Móveis traz consigo o sobrenome Garcia Silveira!

Que esta família tenha neste novo lar toda a paz, o amor e a união, com as bênçãos de Deus.

42 | DOCE MAR DE MINAS


DOCE MAR DE MINAS

| 43


ARQUITETURA

Luana Acessórios (Passos-MG), projeto do Escritório Bruno Lopes acompanhando as tendências de 2011. Móveis com cores claras, dando atenção às cores e ao papel de parede auto-adesivo.

Você sabe qual a função do arquiteto? É o responsável em realizar o seu sonho. É o arquiteto que irá interpretar as suas necessidades quanto a um ambiente agradável e funcional. O arquiteto pode ajudar desde a escolha do terreno até o mobiliário e decoração, pois tem a visão de todo o conjunto. Com a contratação desse profissional e elaboração do projeto, evita-se o desperdício na obra, tendo uma visão antecipada de cada ambiente.

44 | DOCE MAR DE MINAS

É importante que o cliente exija a presença de um arquiteto na obra que será lançada, pois terá a garantia de adquirir um produto final funcional e de qualidade. Por isso antes de começar qualquer obra, e ao contratar um arquiteto, engenheiro e design de interiores, você deve sempre certificar se os mesmos estão devidamente inscritos no Conselho Regional (CREA).


Diferenças entres os profissionais de

DESIGN O designer gráfico é o profissional que vai estruturar e dar forma à comunicação impressa, em que, no geral, se trabalha o relacionamento entre ‘imagem’ e texto. O design de produto ou desenho industrial trabalha com a criação e produção de objetos e produtos tridimensionais com foco para usufruto humano, mas também pode ser para uso animal.

O designer de moda pode atuar como estilista, criando peças únicas em seu ateliê. Pode também trabalhar no setor de desenvolvimento de produto em empresas fazendo croquis (desenho de roupas) e fichas técnicas, ou na área de estamparia, criando estampas e impressões em tecidos. O design de interiores (decoração) é a composição e decoração de ambientes internos (cômodos,

Arquitetura e Design de interiores hoje: lançamentos e tendências Atualmente a mixagem de estilos está norteando os projetos arquitetônicos e de interiores. Os estilos Vintage e Retrô estão com tudo no mercado da ambientação, proporcionando muito charme e elegância nas peças, dando um toque todo especial aos ambientes contemporâneos. O termo vintage é dado ao ambiente que utiliza peças originais da época em que foram criadas e produzidas, já o retrô é uma reedição ou releitura de algo antigo, podendo ser uma cópia do original ou apenas é utilizada forma original mudando cor, tecido e acabamento. Podemos observar essa tendência nos móveis, acabamentos e formas arquitetônicas.

casas, residências, escritórios, palácios etc). O design de interiores é o único que tem relação de complementação com arquitetura, nenhum dos designers citados, inclusive o de interiores, não possui capacitação para desempenhar funções como projetos, projetos de estruturas, elétricos, hidráulicos e arquitetônicos. O que é destinado ao design de interiores é a disposição de móveis, cores, decorações e ambientes.

Papéis de Parede O Uso de papel de parede está sofrendo uma revolução, com sua produção e instalação cada vez mais inovadores. A maior novidade no mercado é o vinil auto-adesivo para parede. O papel de parede vinílico é o ideal para receber impressão digital, tem espessura de 120 micra e textura em baixo ou alto relevo. Esse vinil possui um adesivo de alta performance, o que torna possível aplicá-lo em superfícies com irregularidades. E o melhor é poder reproduzir o que você desejar.

Pisos e revestimentos - Lançamento

Piso Eliane marmorizado , harmonizam bem com pecas vintage da décadas de 50 e 60

Linha HIGH WOOD Peroba DECOR NOVIDADE! DOCE MAR DE MINAS

| 45


moveiscomplemento@gmail.com Passos - MG

(35) 3522-3081 / (35) 9926-7087

Soluções em Marcenaria com muita Sofisticação e Criatividade, sempre Inovando para melhor atendê-lo.

Móveis e espaços multifuncionais A criatividade é a maior tendência de móveis para o ano de 2011. Sempre atentos às mudanças de padrões comportamentais, os arquitetos e os designers de interiores estão reformulando o mobiliário para que ele se adapte à nova realidade do ser humano no século 21. As peças acompanham as tendências em relação a espaço e conforto, pois com as casas cada vez menores, os móveis estão se tornando compactos e multiuso. O uso de vidros nos móveis é uma grande tendência, pois dá sofisticação às peças. Os móveis que têm tecido na sua composição serão forrados com cores vivas e intensas, principalmente os sofás brancos e cadeiras. As cores serão restritas aos detalhes nos móveis como gavetas e portas, podendo ser feitas em vidro colorido. Os móveis mais neutros também farão parte das tendências deixando as cores para os detalhes da decoração como cortinas, almofadas, enfeites e paredes. As cores neutras nos móveis deixam o ambiente mais chique e agradável e mais fácil de combinar com qualquer tipo de decoração. Mas cabe a cada um escolher o tipo de móveis e cores que preferir para a sua decoração.

Uso de móveis multifuncionais

Bruno Lopes

Sala com a cor de tendência de 2011 (Limão)

Cozinha com madeiras claras

Bruno Lopes

Pastilhas douradas com peças escuras para balancear

Bruno Lopes

Mix de peças vintage num ambiente contemporâneo

Onde encontrar em Passos: Complemento Móveis Tel: (35) 3522-3081 | (35) 9926-7087 Galeria Cerâmica (Exclusivo Eliane) Tel: (35) 3521-2244 Walkers Comunicação Visual Tel: (35) 3521-3376 | (35) 3521-1433

Escritório Bruno Lopes Arquitetura, Urbanismo e Design de Interiores Rua Dep. Lourenço de Andrade, 340 Tel: (35) 4103-0070 - Passos/MG


Kampai Ima – "Saúde Agora!" É o que os japoneses desejam um ao outro ao brindarem. E este é nome do restaurante japonês em Passos. Em uma casa no estilo mineiro com mesas em madeira rústica ou tatamis com almofadas, o sushiman-chef Estevam Parenti prepara belos e deliciosos pratos, num ambiente descontraído onde se pode apreciar a arte milenar da gastronomia japonesa no interior de Minas. Estevam interressou-se pela arte de preparar sushis observando o funcionário de seu primeiro restaurante e só então veio aprimorar suas habilidades através de curso com um sushiman de renome internacional.

Sugestão do Sushiman-chef Uma boa pedida para entrada são os Nachos Salmão

multimarketing.ppg.br

.

- salmão batidinho, cream cheese e cebolinha.

Para o prato principal um Combinado Super

- sashimi de salmão, sashimi de atum, sashimi de

peixe branco, sashimi de polvo, niguiri salmão, niguiri

camarão, jo salmão, jo cheese, uramaki e hossomaki. .

Para finalizar, um prato quente: Yakisoba Misto

- macarrão com carne, frango, camarão e legumes. .

Uma deliciosa sobremesa que não poderia ficar de fora é o Tempurá de sorvete. .

O jantar pede ainda um acompanhamento de uma refrescante Saquerinha

- caipirinha de saquê com frutas.

I tadakimasu - "Bom Apetite!" Trav. Monsenhor João Pedro, 111 Centro Passos/MG Reservas: 35 3522-7750 - Estevam ou Ludmila

todo pescado usado é fresco, geralmente vindo de são paulo, o atum é da costa brasileira e o salmão vem do chile

DOCE MAR DE MINAS

| 47


Inaugurado o lugar ideal para você guardar seu barco!

LOCAÇÃO DE VAGAS SECAS E MOLHADAS PARA BARCOS ATÉ 60 PÉS

48 | DOCE MAR DE MINAS


Depois de escolher um barco, é preciso saber onde guardá-lo. Apenas uma garagem náutica ou uma marina completa? Respondemos algumas dúvidas mais comuns dos usuários de barco. Confira aqui como tirar o máximo proveito na Marina Costa Verde:

1) Porque os barcos devem ser guardados fora da água?

“Manter o barco na água acaba sendo mais caro do que guardá-lo em vaga seca e coberta”

Os motivos são vários. O custo de se manter o barco guardado no seco em uma boa Marina é muito inferior ao custo de deixar um barco na água. Para quem gosta de fazer conta, é simples identificar essa diferença. Em poucos dias, um barco na água, terá a área do casco submersa coberta de lodo, que vai engrossando e endurecendo cada vez mais. Além de prejudicar a navegação e aumentar o consumo, este problema gera um custo de retirar o barco da água e de difícil limpeza periódica. O que não ocorre com os barcos que são retirados da água frequentemente. Em poucos meses surgem também bolhas no gel. O custo para refazer o gel da parte inferior do casco é bem alto. Estes problemas citados acima, são problemas reconhecidos apenas pelos mais interessados, mas sofridos por todos que deixam seu barco na água. Além disso, o que mais prejudica a imagem do barco é o gel sem brilho e amarelado, consequência da exposição solar. Para tentar evitar este dano, alguns usam capas (que duram pouco tempo com a exposição ao sol e não são baratas), gerando novos problemas, como criar uma estufa no próprio barco, armazenando umidade constante e muita caloria, o que é muito prejudicial para acabamentos, parte elétrica e equipamentos eletrônicos. Considerando todos esses danos financeiros e transtornos, é fácil constatar que manter um barco na água engana alguns, mas é inúmeras vezes mais caro do que manter o barco em um galpão fechado. Sem levar em conta a desvalorização de revenda.

2) Qual o papel de uma Marina para o proprietário de barco?

Uma Marina tem como objetivo, não só guardar o barco que é o caso das garagens, mas oferecer estrutura com conforto e praticidade aos proprietários tanto nas horas de lazer quanto nas manutenções, proporcionar o máximo de facilidade para quem usa ou cuida do barco. 3) O que é fundamental em uma boa Marina?

· Em primeiro lugar, ter vagas secas completamente protegidas de sol e bem arejadas; · Mecanismos eficientes e seguros para retirar as embarcações da água; · Profissionais treinados para trabalhar com agilidade e oferecer excelente atendimento; · Segurança e seguro. 4) O que a Costa Verde oferece a mais para os usuários? Estamos construindo um Centro Náutico muito agradável e aconchegante, pensando em atender ao máximo as necessidades dos proprietários de barco, amigos e marinheiros. · Píeres flutuantes com energia, água limpa e lixeiras; · Heliponto; · Loja de conveniência; · Internet wi-fi; · Vestiários; · Áreas exclusivas para manutenção, pintura e lavagem; · Serviço de reboque e socorro; · Estacionamento.

DOCE MAR DE MINAS

| 49


NÁUTICA

Na maré do

crescimento

A paixão por lanchas e ski aquático e a percepção do potencial do mercado náutico da região do Lago de Furnas, levaram o empresário Conrado Rodrigues Neves a apostar, há um ano, na abertura de uma revenda multimarcas em Escarpas do Lago, condomínio de luxo em Capitólio, no interior de Minas Gerais.

Os ventos da economia têm soprado favorávelmente ao mercado náutico, trazendo uma maré de crescimento para o setor, impulsionando as vendas e ganhando novas áreas, como a região do Lago de Furnas, em Minas Gerais. Segundo dados da Acobar (Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e seus Implementos) são movimentados mais de R$ 400 milhões por ano e há uma previsão de crescimento em torno de 10% para os próximos anos. O economista aponta que cada vez mais, os brasileiros estão descobrindo 50 | DOCE MAR DE MINAS

que possuir uma lancha não é um privilégio para milionários. Há três razões para a expansão do mercado náutico. A primeira delas é que os estaleiros brasileiros têm mostrado uma grande evolução no design e na qualidade dos produtos. A segunda é o sensível aumento da renda da população e a facilidade de crédito, por meio de financiamentos. E a terceira, a taxa de câmbio favorável que acaba por baratear motores e acessórios, diminuindo assim, o custo final das lanchas.

É importante notar também a crescente presença de marcas importadas no mercado nacional, com preços competitivos e qualidade, o que traz efeitos positivos ao mercado náutico, pois força os estaleiros nacionais a realinhar suas estratégias comerciais e apostar na qualidade dos produtos oferecidos. “Atualmente, não é privilégio da classe ‘A’ possuir uma embarcação. A classe média embarca na novidade, uma vez que é possível comprar uma lancha para oito pessoas no valor de R$ 40 mil, equivalente ao custo de um carro popular.


Além do custo atrativo a lancha pode ser financiada em até 60 meses. Muitas pessoas têm optado, no lugar de comprar o segundo carro, por adquirir uma lancha”, explica Conrado. Natural de São Paulo, onde também atua no ramo náutico, e frequentador assíduo do Lago de Furnas desde a infância, Conrado conta que os turistas, tanto da região quanto de outras áreas do país estão descobrindo o lago e suas potencialidades náuticas. “Há 10 anos, a quantidade de lanchas era muito menor aqui no lago. Hoje em dia, nos feriados o lago tem recebido cada vez mais embarcações. E temos visto uma evolução na sua qualidade. Cada vez mais observamos lanchas maiores e mais confortáveis. As pessoas estão buscando conforto, segurança e a possibilidade de pernoite no barco”, explica Conrado. Como a loja abre todos os dias da semana, o empresário diz só conseguir navegar, em média, duas vezes por semana. “Confesso que se pudesse, gostaria de estar no lago todos os dias”. Com relação à manutenção, Conrado afirma que é acessível e proporcional ao tamanho da embarcação. A revenda de Conrado trabalha com marcas nacionais e as importadas Beneteau, Regal e Criscraft. “ Na North Marine trabalhamos com várias marcas, lanchas entre 19 e 76 pés (cada pé equivale a 30,48 centímetros) novas ou usadas, que temos para pronta entrega ou sob encomenda”. De acordo com a Acobar, existe um barco para cada 300 habitantes no Brasil, enquanto na Europa a média é de 1 para 60. Atualmente, a frota brasileira é composta por 660 mil barcos de esporte e recreio, incluindo os produzidos em alumínio, infláveis, pequenos veleiros e caiaques. No Lago de Furnas não foi possível fazer um levantamento preciso da quantidade de embarcações, porém, o empresário Conrado acredita que a região é um dos grandes pólos náuticos nacional

e que a expansão imobiliária e do turismo na região, devem fortalecer a posição do Lago de Furnas, no cenário náutico. O clima tropical da região com temperatura média em torno de 24°C, também aliado às belezas naturais, é favorável ao aumento da atividade náutica. Manutenção do barco é fundamental   “Navegar é preciso, viver não é preciso.” Se o escritor português Fernando Pessoa possuía um barco, sabia do que estava falando, mas se não tinha, provavelmente entendia de embarcações, pois navegar é preciso. Exige um conhecimento calculado, medido, previsível e entre estes itens, está a manutenção.

“Trabalhamos com garantias de alguns barcos novos, pois temos parceria com a loja Boats, autorizada Volvo Penta, onde adquiro as peças e procedo à manutenção, conseguindo assim o carimbo de garantia”, conta Assis. O ideal, conforme o mecânico, é que todo proprietário de embarcação, seja como equipamento de trabalho ou para fins de diversão, faça a manutenção preventiva. “Alguns itens devem ser levados em conta, como usar o óleo recomendado pelo fabricante, sempre abastecer com combustível de boa qualidade e funcionar o equipamento com frequência. Engana-se quem pensa que funcionar o barco vai estragá-lo, pelo contrário, o ideal é que use-o”, salientou Assis.

“O ideal, é que todo proprietário de embarcação, seja como equipamento de trabalho ou para fins de diversão, faça a manutenção preventiva” O mecânico naval Francisco de Assis Santos dá dicas de como manter seu barco em águas doces.

Você quer seu barco sempre pronto para navegar? Então, as dicas do mecânico naval Francisco de Assis Santos – que está no mercado náutico desde 1993 -, são essenciais. O profissional afirma que para ter um barco em perfeitas condições de uso é necessária manutenção periódica a cada 100 horas de uso, ou uma vez ao ano, dependendo do que ocorrer primeiro. Radicado no Guarujá, onde tem seu empreendimento, o mecânico está expandindo o atendimento e a partir de agora atende também em Escarpas do Lago, bairro de Capitólio, por intermédio da SP Marine.

Com relação ao preço, o mecânico afirma não ser caro, desde que faça as manutenções preventivas e periódicas. Em águas doces, como no Lago de Furnas, Assis explica que a parte externa apresenta boa aparência, o que camufla a situação real da parte interna, tanto do motor, quanto da embarcação. “Na água salgada o barco tem mais flutuação e não exige tanto dos motores em relação ao planeio (aceleração), outro diferencial da água doce, ocasionando mais desgaste. O barco perde 5 milhas de velocidade em água doce, portanto o usuário deve saber usá-lo para tirar proveito e tê-lo por muitos anos”, complementa. DOCE MAR DE MINAS

| 51


52 | DOCE MAR DE MINAS


DOCE MAR DE MINAS

| 53


Projetos Comerciais

Campanhas de Moda

O design de espaços e ambientes comerciais como ferramenta de marketing sabiamente aplicada para todos que desejam ver seus investimentos funcionarem.

Consiste na busca de elementos ideais de forma harmônica definindo o perfil das modelos, das roupas e acessórios, da locação para realização de fotografias, desfiles, catálogos e TV.

Interiores

Logomarcas

A arte de planejar e arranjar os ambientes de acordo com padrões de estética e funcionalidade, oferecendo beleza, harmonia, conforto e praticidade em um determinado espaço ao gosto e a disponibilidade financeira de cada cliente.

Criatividade e profissionalismo à sua marca/produto, através de uma analise cuidadosa um bom nome, um logotipo bem produzido gerando fidelidade de imagem e grau de confiança do seu cliente.

www.eedesign.com.br

54 | DOCE MAR DE MINAS


AZ3

Escarpas do Lago, ao seu alcance. Único condomínio fechado dentro de Escarpas do Lago, o Mirante de Escarpas Resort Residence é a oportunidade ideal de investimento em uma das regiões mais charmosas do país.

PAGAMENTO

FACILITADO Poucas Unidades *Apartamento de duas suítes no bloco 19, unidades 4 e 5.

Apartamentos duplex

2 ou 3 suítes com lavabo * A partir de

R$

370.000,00

Imagens meramente ilustrativas. Projeto aprovado pela PMC, sob o no de alvará 101/2010.

Serviços de resort Camareira, lavanderia, mini mall, delikatessen, internet wireless, portaria 24h Incorporação:

Construção:

Projeto sustentável Ar-condicionado split nas suítes, aquecimento solar,

Vendas:

Implantação do empreendimento no local.

Estrutura completa Piscinas e sauna, quadra de tênis e poliesportiva, churrasqueira, espaço kids com monitores, loja de conveniência, heliponto

Informações e vendas: 31 3280 8000

37 3326 5108

DOCE MAR DE MINAS | 55 www.mirantedeescarpas.com.br


GALERIA Carnaval 2011 no Pier JTR O carnaval do Pier JTR foi um dos grande agitos da região do Lago de Furnas, já sinalizando o novo point de animação dentro do recém lançado empreendimento TERRAMARE PENÍNSULA próximo da hospitaleira cidade de Guapé/MG.

Muita alegria e gente bonita registrada pelas lentes de Mauricio Elias 56 | DOCE MAR DE MINAS


A divers達o ficou por conta do show ao vivo

35 9942-9842 Rodrigo/Robson

facebook: Pier JTR

www.pierjtr.com.br DOCE MAR DE MINAS

| 57


EMPREENDIMENTOS Futuro promissor para imóveis de lazer Diversão, segurança e conforto. Esse é o tripé que, na opinião do empresário do ramo imobiliário Luiz Hélio Lodi, assegura o sucesso de um loteamento. Presidente da Associação dos Empreendedores dos Bairros Vila da Serra e Vale do Sereno, na região metropolitana de Belo Horizonte, Lodi é proprietário de um imóvel em Escarpas do Lago, bairro do município de Capitólio, e adquiriu recentemente um lote com marina na Terramare Península, próximo à cidade de Guapé. “Existe muita oferta de loteamentos no Lago de Furnas, mas os que se diferenciarão serão, com certeza, aqueles cujo projeto oferecer uma bela vista, segurança e qualidade de vida. Este é o desejo de quem investe em um empreendimento distante de casa”, afirma o empresário. Para ele, as cidades da região deveriam fazer mais investimentos voltados ao turismo. “O Terramare e seu bar Píer JTR são excelentes exemplos de ponto de turismo de

alta qualidade. Vejo carência deste tipo de empreendimento”, opina. Lodi acredita que, de todos os lançamentos, o Terramare é o que mais se aproxima de um empreendimento de primeiro mundo, com alto potencial de valorização. “Lá tem pontos de lazer para toda a família, o que valoriza o investimento”, salienta o empresário, que curte finais de semana na região em companhia dos filhos e netos.

Para quem chega pelo ar Os loteamentos de altíssimo padrão, com pista de pouso, aeródromo, marina, minishopping, centro equestre, mall e sistema pay per use, dentre outros atrativos, estão em alta em alguns pontos do país. Em Minas Gerais, o Lago de Furnas é privilegiado pelo Terramare Península - único empreendimento imobiliário e turístico que oferece, além da beleza cênica, atrativos como o Aeródromo Terramare e uma balsa particular para travessia de veículos utilitários. Conforme o executivo do Terramare Península, João Cláudio Freire de Carvalho, o aeródromo - com pista de aproximadamente 750 metros, com 30 metros de margem de segurança nas laterais - está em fase final de construção. A data prevista para entrega da obra é o final do mês de maio, se as chuvas cessarem, o que já está ocorrendo, com a entrada do outono. “A pista é regulamentada nos padrões e normas da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), para proporcionar total segurança aos nossos clientes, aos pilotos e tripulantes. A mesma tem compactação para aeronaves com PMD de até 5.700 kg e elevação do nível do mar 786/mts/2.579 ft (pés)”, disse o executivo. 58 | DOCE MAR DE MINAS


Exclusivo em Minas Gerais, na entrada de Escarpas do Lago

Rua das Âncoras, 2 - Escarpas do Lago - Capitólio/MG Telefones: (37) 3326-5258 | (37) 9992-4401 | (19) 9260-4012

DOCE MAR DE MINAS

| 59


Para quem curte as águas Pensando no bem-estar e acessibilidade terrestre efluvial para o cliente, visitante ou empreendedor do Terramare Península, está sendo construída uma balsa com capacidade para oito veículos, para fazer a travessia (estimada em oito minutos) a partir da cidade de Guapé-MG. Toda a estrutura externa da embarcação já está pronta. “Nos próximos dias serão colocados o sistema de motorização e outros equipamentos necessários para o funcionamento”, salienta João Cláudio. A balsa conta com um bar interno e deck superior para visualização das belezas naturais durante a travessia. Para a construção da balsa e do aeródromo estão envolvidas cerca de 60 pessoas.

João Cláudio informa que as obras de infraestrutura deverão ser iniciadas imediatamente após o feriado da Semana Santa. “A previsão inicial é para edificações das obras de portarias, calcetamento e arruamen-

to de glebas e parkway, terraplanagem de áreas de lazer como marina, e tratamento de águas. As negociações com uma grande empreiteira nacional e mineira estão no seu término”, explica o executivo.

Presente para os navegadores O Terramare Península entrega aos usuários do Lago de Furnas o sistema de balizamento náutico com bóias de sinalização de lâmpadas estroboscópicas, movidas a energia solar, para balizamento de navegação noturna e diurna. O trecho balizado e iluminado noturnamente será entre o empreendimento Terramare Península e Escarpas do Lago, previsto para funcionar na Semana Santa. “Esta será a primeira sinalização náutica no Lago de Furnas, dentro das normas da Marinha do Brasil, a ser inteiramente implantado pelo empreendimento, a serviço e, principalmente, para segurança dos navegadores deste lago, fato único a ser registrado, no Brasil”, conta João Cláudio. 60 | DOCE MAR DE MINAS

Casa Terramare em BH Foi inaugurada no dia 19 de abril, na Avenida Alameda Vila da Serra, 841/851, Vila da Serra, em Belo Horizonte, a Casa Terramare Península. A casa é um estande de vendas temático com projeto da arquiteta Gláucia Brito e móveis da MAC, ambos parceiros do Terramare. O show room de vendas proporcionará às imobiliárias, corretores, clientes e amigos um inigualável ponto de vendas, para onde foram transferidos o encantamento e a magia do Terramare. Na Casa Terramare, os visitantes irão dispor de fotos, vídeos, informações e maquete do empreendimento, além de todo o material gráfico de vendas. Aqui, a terra, o ar e a água se encontram e encantam a todos que nos darão a honra de nos visitar, finaliza João.


DOCE MAR DE MINAS

| 61


é semeado no vento, na cachoeira, no eclipse. Amor foge a dicionários e a regulamentos vários.” Carlos Drummond de Andrade

Modelo: Lavínia Andrade | Beleza: Enderson di Castro | Fotos: Piettro Cavalera | Vestido, bolsa, botas, acessórios: Hulla Hoop

“Amor é dado de graça,

Doce

Mar de Minas Faça parte desta história.

Anuncie! 35 3522-6252

odocemardeminas@hotmail.com 62 | DOCE MAR DE MINAS


Informe Publicitário

Turismo de Saúde Quem sai de casa em busca de belas paisagens e de lazer não está, necessariamente, pensando em ser assistido por médicos ou ter que recorrer a um hospital. Porém, na região do Lago de Furnas, os turistas podem ficar tranquilos quanto ao atendimento na área de saúde, porque Passos é reconhecido como um centro de saúde referencial no estado de Minas Gerais. De acordo com o Ministério do Turismo, existe um tipo de turismo específico para a área da saúde, o Turismo de Saúde – que se constitui das atividades turísticas decorrentes da utilização de meios e serviços para fins médicos, terapêuticos e estéticos. O setor, que movimenta cerca de 60 bilhões de dólares por ano no mundo, levou o Brasil a normatizar os atendimentos. Ainda segundo o Ministério do Turismo, cerca de 180 mil estrangeiros vieram ao país para tratar da saúde nos últimos três anos. Em Passos, o visitante pode encontrar atendimentos na Santa Casa de Misericórdia, no Hospital São José, no Hospital Regional do Câncer, Hospital Otto Krakauer e em diversas clínicas e consultórios particulares. De acordo com o diretor de Turismo da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo de Passos (Sictur), Benedito Martins, a cidade tem capacidade para atender os pacientes que chegam em busca de tratamentos médicos e hospitalares de várias naturezas. “Passos está preparada para receber tanto o turista de saúde, que vem em busca de tratamento, quanto aquele que vem a passeio e, por um acaso, sofreu um acidente ou adoeceu”, explica Benedito. A cidade oferece ainda, como apoio ao turista de saúde, excelente rede hoteleira, restaurantes e a Avenida da Moda para o turismo de compras. “Muitos dos pacientes chegam à cidade com acompanhantes, que precisam ficar, às vezes, o dia todo esperando. Eles podem conhecer nosso setor confeccionista e moveleiro. Na próxima oportunidade, com certeza virão a Passos com o destino de compras”, salienta o diretor.

Hospital Regional do Câncer

no seu primeiro ano de funcionamento

HRC - Hospital Regional do Câncer

8.780 sessões de quimioterapia 3.009 sessões de hormonioterapia 22.623 atendimentos ambulatoriais nas diversas etapas do tratamento 412 cirurgias oncológicas 10 pacientes de pediatria oncológica 20 leitos de internação 90 pacientes em tratamento de radioterapia por dia Atualmente 3.000 pacientes estão em tratamento no HRC

Santa Casa de Misericórdia de Passos


64 | DOCE MAR DE MINAS


| www.cimitarra.com.br | Fรกbrica |51| 3718 3500 |51| 3388 4444 | 8164 6666| tomas@cimitarra.com.br|

DOCE MAR DE MINAS

| 65


Casa de Veraneio

em uma das regiões

mais belas do Lago de Furnas Ótima oportunidade de investimento, lazer e descanso junto à natureza!

Mais de 180º de vista privilegiada Localizada na Península do Sol, a 12 km da barragem da Hidrelétrica de Furnas, no município de São José da Barra/MG, em um dos maiores empreendimentos da região, com infraestrutura completa, portaria com câmera de segurança, heliponto, marina coletiva com bar de apoio, playground e internet wireless.

Imóvel de Alto Padrão Lote de 7.300 m² Área construída de 900 m² 6 suítes com varanda de frente para o lago

Contato para venda:

35 3522-4966 / 9831-4764 9808-1072 / 9900-4966 / 9159-8513 66 | DOCE MAR DE MINAS


GALERIA Festa do lançamento da Revista Doce Mar de Minas

Bolivar Souza Filho, Adrana Dias e Fipipe Andrade, editores da edição 1

Anunciantes e imprensa local prestigiaram o lançamento da Revista na Capella do Chopp, dia 24 de fevereiro.

DOCE MAR DE MINAS

| 67


O empresário e jornalista Carlos Parreira

Rony Assad e Darlan Oliveira, da PR Pedras

O arquiteto Cesar Tadeu

José L. Duarte representando Cássio Soares

Ana Rosa Bueno Reis Ribeiro, da Nortemi

Wagner Puerta, do Estaleiro Ventura

Hugo Fernandes, proprietário da Objetiva

A arquiteta e colaboradora Cristina Grilo

Omar Coelho Vitor, da Regional Ferragens

68 | DOCE MAR DE MINAS


Adilson Godoi, da Euro Móveis

O colaborador Hebert Mendonça

Érika de Pádua Ferreira, da Pantanaltica

James Soares e Bruno Luiz Ferreira, da Sancar

O jornalista Ézio Joele

O colaborador Conrado Andrade

Rogério Soares, da Somassey

O colaborador Keiber Silveira

Keila e Luis Carlos Resende, da Via Sampa

DOCE MAR DE MINAS

| 69


O empresário passense Eduardo Bueno

Elcio Giacometti representando a Intermarine

Rodrigo Henrique Rodrigues, da Kímika

Laerte Rodrigues Jr. e Renê Lopes, da Apicon

Laryssa Gomide, da Hidrojato Piscinas

Patrícia Amorelli representando a Alpínia

O arquiteto Bruno Lopes e Rodrigo Moura

Apoio: Isadora Vieira, Isadora Lopes, Francine Oliveira, Lucas Santos, Francine Lipi e Andréia Nascimento

RHF

Márcia Souza Maia representando a Chalana

70 | DOCENeca MAR DE MINAS Coronel Medeiros, 56 - Fone: 35 3521-2852 - Passos/MG


DOCE MAR DE MINAS

| 71


72 | DOCE MAR DE MINAS


O reservatório do Doce Mar de Minas é um dos maiores do Brasil, com 1.440 km² e um perímetro de 3.500 km, banhando 34 municípios de Minas Gerais. Esta região oferece grande oportunidade econômica, principalmente no setor de turismo. O governo mineiro já sinalizou investimentos na malha viária que irá atender também trechos do Sul de Minas, dentro do programa “Caminhos de Minas”. A busca da sustentabilidade econômica e da preservação ambiental dos municípios lindeiros banhados pelo lago, formaram a Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), da qual fazem parte Aguanil, Alfenas, Alpinópolis, Alterosa, Areado, Boa Esperança, Cabo Verde, Camacho, Campo Belo, Campo do Meio, Campos Gerais, Cana Verde, Candeias, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Coqueiral, Cristais, Divisa Nova, Elói Mendes, Fama, Formiga, Guapé, Ilicínea, Itapecerica, Lavras, Nepomuceno, Paraguaçu, Perdões, Pimenta, Ribeirão Vermelho, São João Batista do Glória, São José da Barra, Três Pontas e Varginha.

Doce

Mar de Minas

DOCE MAR DE MINAS

| 73


74 | DOCE MAR DE MINAS



Doce Mar de Minas - Ed 02 Abril 2011 - Paula Fernandes