Page 1


ALESSANDRA GOMES DUARTE LIMA (ORGANIZADORA)

BALANÇO SOCIAL 2011 Ano-base 2010 1ª edição

Gurupi - Tocantins Fundação e Centro Universitário UnirG 2011


F981 FUNDAÇÃO E CENTRO UNIVERSITÁRIO UnirG Balanço Social 2011 Ano-base 2010. v.1, n. 1, dez. 2011. / Alessandra Gomes Duarte Lima (Org.). Gurupi, TO: UnirG, 2011. 56 f. : Il. Anual

1. Balanço social 2. Ensino superior 3. Responsabilidade Social. I. Título. CDU 657.3

Bibliotecária responsável: Lívia Thálita Moraes Moreira CRB- 2/1426


Sumário Palavra do Prefeito......................................................................................................................6 Palavra do Presidente..................................................................................................................7 Palavra do Reitor.........................................................................................................................8 Filosofia institucional...................................................................................................................9 Linha do tempo.........................................................................................................................10 Fundação UnirG........................................................................................................................12 Centro Universitário UnirG..........................................................................................................13 Alunos por curso 2010................................................................................................................14 Cursos de graduação oferecidos..................................................................................................15 Geomapeamento da representatividade da UnirG no Brasil e no Tocantins........................................16 Serviços prestados à comunidade................................................................................................17 Endereços e telefones dos centros de aplicação e projetos de extensão............................................44 Demais serviços........................................................................................................................47 Casa de Cultura.........................................................................................................................47 Projeto Cidadão Universitário......................................................................................................48 CIEG........................................................................................................................................49 Atenção ao corpo funcional.........................................................................................................50 Balanço social ano-base 2010.....................................................................................................51 Expediente...............................................................................................................................53

PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI

FUNDAÇÃO UnirG

PREFEITO Alexandre Tadeu Salomão Abdalla

PRESIDENTE Eugênio Pacceli Freitas Coelho

CENTRO UNIVERSITÁRIO UnirG

DIRETORA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA Patrícia Guilherme Araújo Schuller

REITOR Prof. MSc. Alexandre Ribeiro Dias

ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO Heráclito Ney Suiter

VICE-REITOR Prof. MSc. Victor de Oliveira PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO Prof. MSc. Rogério Ferreira Marquezan PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Prof. Dr. Marcus Teixeira Marcolino


Palavra do Prefeito

06

A UnirG é uma Instituição Pública Municipal e como tal não poderia ficar alheia ao contexto sócio-cultural de nossa região. Este Balanço Social é de grande importância para que, em forma de um registro documentado, possa apresentar à sociedade a sua efetiva participação social. O trabalho foi fruto dos próprios acadêmicos da Instituição com a supervisão e apoio de professores e de todo seu corpo administrativo, demonstrando que a soma de esforços, quando dirigidas a um propósito nobre é capaz de melhorar a vida de muitas pessoas. O resultado é satisfatório e com certeza surpreenderá muitas pessoas, pois o labor de nossas atividades cotidianas muitas vezes não permite que possamos vislumbrar a participação da UnirG em nossa comunidade. O registro de suas atividades com certeza será um divisor de águas, um novo tempo, uma nova história que começa a partir do lançamento desse Balanço Social. Atualmente o mundo tem passado por grandes transformações e é justamente essa dinâmica que faz com que os serviços públicos possam melhorar cada dia mais. Do sucesso da UnirG verterá o orgulho do povo gurupiense em saber que conta com uma Instituição realizadora de sonhos, que de fato ela é uma das maiores e mais importantes Instituições de Ensino Superior do Tocantins, é o patrimônio mais valioso para aqueles que um dia escolheram nossa cidade para fincar suas raízes. Alexandre Tadeu Abdalla Prefeito de Gurupi


Palavra do Presidente A função social de qualquer empreendimento é, em nossa contemporaneidade, quesito fundamental para uma boa gestão. Atualmente o simples fato de zelar pelo ensino e pela aprendizagem não é suficiente para definir uma Instituição de Ensino Superior como cumpridora de sua função social. No caso em particular da UnirG, pelo importante papel que exerce à coletividade, o presente Balanço Social é uma prestação de contas de que ela vem cumprindo o seu papel social com maestria. E isso só se tornou possível pelo comprometimento e diálogo constantes entre governo municipal, gestores acadêmicos, Fundação, professores, alunos, colaboradores e comunidade local. Outro fator relevante para conclusão deste levantamento deve-se às diretrizes administrativas adotadas pela Fundação UnirG. Estamos alicerçando-a nos moldes de uma gestão privada, cujo objetivo é o lucro, não o financeiro, mas sim o lucro social, capaz de humanizar e potencializar seres humanos para serem sempre melhores. A qualidade na prestação de serviços sem ignorar esforços para alcançar a maior eficiência possível são de fundamental importância para o desenvolvimento da UnirG, que deve continuar crescendo com bases sólidas na eficácia e na eficiência, sempre subordinadas ao critério da efetividade e da legalidade.

Eugênio Pacceli de Freitas Coêlho Presidente da Fundação UnirG

07


Palavra do Reitor

08

As Instituições de Ensino Superior, no atual cenário global, assumem uma incumbência que vai além de seus fins habituais de produzir, reproduzir e divulgar o conhecimento. A sociedade e o mercado requerem muito mais do que recursos humanos formados com excelência, mas acima disso, indivíduos preparados para o completo exercício da cidadania. Tais instituições devem contribuir não só para os avanços científicos e tecnológicos, mas suas atividades devem estar voltadas, sobretudo, para atender às demandas da comunidade a qual pertence, contribuindo para um modelo de desenvolvimento que ultrapasse os aspectos econômicos e promova uma melhor qualidade de vida, amenizando as disparidades sociais. Nesse contexto, o Centro Universitário UnirG, consciente de sua responsabilidade para com o desenvolvimento local e regional, procura estar mais próxima da realidade social que a cerca por meio de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, que buscam, senão resolver, atenuar as carências dessas comunidades. Assim, como uma prestação de contas à sociedade, apresentamos o Balanço Social 2011 Ano-base 2010 da IES, publicação que objetiva divulgar as ações realizadas por seus cursos e departamentos em âmbito interno, local e regional que contribuem para o bemestar das comunidades circunvizinhas.

Prof. M.Sc. Alexandre Ribeiro Dias Reitor do Centro Universitário UnirG


Filosofia Institucional

Missão Ser um centro universitário comprometido com o desenvolvimento regional e a produção de conhecimento com qualidade, por meio da ciência e inovação, pautado na ética, na cidadania e na responsabilidade social.

Visão Ser a maior Instituição de Ensino Superior do Tocantins, tornandose referência no País, e que ofereça aos nossos alunos a melhor relação custo e qualidade.

09


10

1999 – Criação do curso de Direito Matutino; Foram criados ainda os cursos emergenciais de História, Matemática e Letras (regular) para atender 60% de professores da rede municipal de Gurupi e 40% de outras localidades.

1997 - A professora Verbena Medeiros Brito foi nomeada para presidir a FEG; na Academia, a professora Deusderes Alves Acácio foi nomeada como Secretária Acadêmica. Com a nova gestão, houve revisão do Estatuto e criação de outros cargos administrativos. Assim, tomaram posse Luiz Amâncio de Oliveira como diretor administrativo e Divino Cardoso como diretor financeiro.

1992 – Após nova eleição para a Diretoria Acadêmica da IES, tomaram posse os professores Galileu Marcos Guarenghi, como diretor acadêmico, Magdal Barbosa Araújo, como vicediretor, Célia Maria Agustini da Silveira como secretária geral e Maria do Carmo Sampaio de Lima Aguiar como tesoureira.

1990 – A Faculdade passou a funcionar nas dependências do antigo Campus I, no Jardim Sevilha, onde estabeleceu sua sede e onde passaram a funcionar a Academia, a Fundação, a Associação dos Professores Universitários de Gurupi (APUG) e a Representação Estudantil e, posteriormente, a Empresa Jr. para atender os cursos de Administração e Ciências Contábeis.

1988 – A FAFICH passou a funcionar no Colégio José Seabra Lemos (prédio estadual - emprestado)

1985 – Início das atividades da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi (FAFICH), no Colégio Ary Ribeiro Valadão Filho por meio da Empresa CERTA, de Goiânia. Por indicação da Prefeitura Municipal, toma posse o prof. Mário Coelho da Silva como diretor geral da FAFICH; A Fundação Educacional de Gurupi (FEG) foi constituída tendo como presidente Dionísio Rodrigues Nunes, secretária executiva, Maria Salete Debacco e tesoureiro, Suzana Teodoro Nardes; Foram criados os cursos de Direito e Pedagogia, os dois primeiros da IES, autorizados pela Resolução nº150 do CCE/GO, de 31/05/1985. Foi realizado o 1º processo seletivo, por meio do qual ingressaram 406 alunos.

Linha do Tempo UnirG

2000 - Autorizado o curso de Licenciatura em Educação Física. Criação da Coordenadoria de Pesquisa e Extensão (COPPEX), idealizada e implantada pelo prof. Dr. Eduardo Andrea Lemus Erasmo e que tinha como objetivo conduzir ações que cooperassem para a institucionalização da cultura da pesquisa na IES e também, definir e gerenciar o programa institucional de pesquisa e extensão por meio da formação e capacitação de recursos humanos e do desenvolvimento de projetos de pesquisa.

1998 – Profª Célia Maria Agustini da Silveira foi eleita Diretora Acadêmica, porém não empossada. Foram indicados para assumir a Diretoria Acadêmica a profª Dulce Maria Palma Pimenta Furlan, como vice-diretor o prof. João de Souza Santos e como secretária geral, Ana Maria Miranda da Costa Aragão.

1995 – São ofertados os primeiros cursos de pós- graduação lato sensu: Direito Civil e Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Gestão Empresarial e de Negócios, Auditoriae Psicopedagogia. 1995 – Após nova eleição, o corpo administrativo da FAFICH foi composto pelos professores Galileu Marcos Guarenghi, como Diretor Acadêmico, Célia Maria Agustini da Silveira como Vice-Diretora, Elvina Bandeira Rocha como Secretária Geral e Maria do Carmo Sampaio de Lima Aguiar como Tesoureira.

1991 – Criação dos cursos de Administração e Ciências Contábeis para funcionamento a partir do primeiro semestre

1989 – Colação de grau da primeira turma do curso de Direito. O profº Francisco Lázaro Mundim assume a presidência da FEG tendo, como secretária executiva, a profª Maria Botelho Pinheiro e tesoureira, Maria do Carmo Sampaio de Lima Aguiar.

1986 – A Prefeitura desmembra a FAFICH-Gurupi da Empresa CERTA, ficando a administração da Instituição sob controle local. Escolhido por eleição e indicado por lista tríplice, o prof. Mário Coelho da Silva se mantém no cargo de diretor geral da FAFICH, tendo como vice-diretor o prof. Galileu Marcos Guarenghi, secretária geral a profª Célia Maria Agustini da Silveira e tesoureira, Suzana Teodoro Nardes. A FEG passa a ter como presidente Maria das Dores Braga Nunes, como secretário, Milton Loureiro e tesoureiro, Odécio Lopes Névoa Filho.

1982 – Firmado acordo entre o Governador do Estado de Goiás, Íris Resende Machado e o Prefeito de Gurupi, Jacinto da Silva Nunes, para instalar a Faculdade de Educação na Cidade.


2010 – Realização de novas eleições diretas para a Academia, sendo escolhidos os professores mestres Alexandre Ribeiro Dias e Victor de Oliveira para os cargos de reitor e vice-reitor, respectivamente, para o biênio 2010-2012. São então nomeados para a pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, a profª Drª Karin Ferreto Santos Collier, para a pró-reitoria de Graduação e Extensão, o prof. MSc. Rogério Ferreira Marquezan e Secretaria Geral Acadêmica, a profª Célia Maria Agustini da Silveira; O professor Dr. Marcus Geraldo Sobreira Peixoto renuncia ao cargo de presidente da Fundação UnirG, assumindo a professora Celma Mendonça Milhomem Jardim; Em novembro, são realizadas eleições diretas para a presidência da Fundação UnirG. O professor Sávio Barbalho é eleito, mas não é empossado.

2008 – A IES é credenciada como Centro Universitário, sua maior conquista até então, passando a desfrutar de autonomia para, entre outras ações, criar e organizar, em sua sede, cursos e programas de educação superior, registrar os diplomas dos concluintes de seus cursos, que até aquele momento estava a cargo da Universidade Federal de Goiás; Realização de eleições para os cargos de reitor, vice-reitor coordenações de curso e de estágio (biênio 2008-2010), sendo eleitos os professores Marcus Geraldo Sobreira Peixoto como reitor e Alexandre Ribeiro Dias como vice-reitor. Foram também nomeados a profª Drª Karin Ferreto Santos Collier como pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, o profº Ms. Ricardo Lira de Rezende Neves como próReitor de Graduação e Extensão, e como Secretaria Geral Acadêmica, a Profª Célia Maria Agustini da Silveira.

2006 – Realização de ações com vistas à ascensão da IES a centro universitário; Foram realizados concursos públicos para os cargos técnico-administrativos e de professores do Ensino Superior; Elaboração e aprovação do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e o projeto de credenciamento da IES como centro universitário; Implantação do curso de Farmácia para funcionar a partir do 2º semestre.

2004 – Reestruturação do Estatuto da FEG, que passou a se chamar Fundação UNIRG e a ter estrutura administrativa definida. A Faculdade encontrava-se com 12 cursos, 3.980 alunos e 213 professores e uma nova conquista: a aprovação do novo regimento, por meio do qual a Academia era estruturada em superintendências.

2002 – Criação dos cursos de Enfermagem e Medicina; A Instituição conta então com 12 cursos, totalizando 2.267 alunos e 110 docentes; Realização do II Congresso Científico com a temática “Água: Conhecer para Desenvolver”, considerando a implantação da Hidrelétrica de Lajeado e mais 42 de natureza similar no Estado. Deste Congresso participaram 1.427 pessoas nas 97 atividades programadas, sendo apresentados 69 trabalhos; Realização da 1ª edição do projeto Cidadão Universitário, ação criada como medida para conscientizar os acadêmicos e impedir o trote universitário; Tem início a formação dos núcleos de pesquisa, institucionalização de projetos e criação do novo campus.

2011 – O senhor Eugênio Pacceli Freitas Coelho toma posse como novo presidente da Fundação UnirG, com a saída da professora Celma Mendonça Milhomem do cargo.

2009 – Transferência dos cursos do Campus I do Jardim Sevilha para o novo Campus, no Setor Parque das Acácias. Os cursos de Direito (matutino e noturno), Ciência da Computação, Letras e Pedagogia passaram a ser ministrados neste prédio; A partir de dezembro 2009, o prof. Dr. Marcus Geraldo Sobreira Peixoto assume interinamente a presidência da Fundação, acumulando os cargos de reitor e presidente.

2007 – A Diretoria Acadêmica estava sob o comando do Prof. Dr. Marcus Geraldo Sobreira Peixoto.

2005 – A IES já funcionava em dois Campi, continuando no Jardim Sevilha, em prédio próprio e no Campus II, no prédio do antigo Hospital Materno Infantil, para onde foram transferidos os cursos da área de saúde; Ezemi Nunes Moreira assume a presidência da Fundação UNIRG e Sebastião de Oliveira Martins como diretor Administrativo e Financeiro; Por indicação, o prof. Marcus Geraldo Sobreira Peixoto assume a Diretoria Acadêmica da IES; Implantação do curso de Psicologia que passou a funcionar a partir do 1º semestre de 2005; Realização do IV Congresso com o tema “Tocantins: Pesquisa, Desenvolvimento e Biodiversidade”, com a participação de 1.411 pessoas e apresentação de 114 trabalhos científicos; Tem início a construção do novo Campus em área própria de 200 ha, no Setor Parque das Acácias.

2003 – A FAFICH-Gurupi teve sua denominação alterada para Faculdade UNIRG; Realização do III Congresso Científico, sob o tema “Conhecimento: Prevenção, Tecnologia e Sociedade”; com 89 atividades, 79 trabalhos científicos apresentados e participação de 1.150 pessoas; Criação da habilitação em Publicidade e Propaganda, do curso de Comunicação Social.

2001 – Por eleição, tomou posse como diretor acadêmico o professor Dr. Eduardo Andrea Lemus Erasmo, como vice-diretora, a profa. Ivany Coeli Leal Coragem e profª. Célia Maria Agustini da Silveira como secretária geral; Valnir de Souza Soares assume a presidência da Fundação Educacional de Gurupi (FEG); Criação dos cursos de Ciência da Computação, Odontologia, Fisioterapia e Comunicação Social – Jornalismo; A Faculdade passou a contar, naquele momento, com 10 cursos, 1.535 alunos de graduação e 78 docentes; Realização do I Congresso Científico da IES com o tema “A Universidade Regional dentro do Contexto do Desenvolvimento Global”, que contou com 878 pessoas em palestras, mesas-redondas, oficinas e minicursos e ainda a apresentação de 50 trabalhos científicos.

11


Fundação UnirG Mantenedora do Centro Universitário UnirG, a Fundação UnirG detém o planejamento e controle administrativo-financeiro da IES. Administra todas as estruturas físicas/patrimoniais que servem à Academia, bem como os recursos humanos não docentes e, embora tenha autonomia na gestão financeira, toda sua estrutura trabalha em função do Centro Universitário. As duas instituições fazem o planejamento anual dividido por setores e, não obstante haja previsão orçamentária, a disponibilização de recursos para a Academia é sempre feita mediante consulta à Fundação. A gestão da Fundação UnirG está distribuída sob a responsabilidade de 103 departamentos, envolvendo cerca de 530 servidores. Entre técnico-administrativos e professores, são mais de 900 famílias que vivem da renda gerada pela IES, com uma folha de pagamento que despende, mensalmente, cerca de R$ 2,5 milhões (somados os encargos trabalhistas), o que faz da Instituição uma potência respeitável para a economia da região. A primeira IES do Estado conquistou respeito e credibilidade ao longo dos seus 26 anos, tornando-se o quarto maior orçamento público e uma das maiores empregadoras do Estado. Conselho Curador Sec. de Apoio aos Órgãos Colegiados

12

Assessorias

Presidência Ouvidoria

Procuradoria Jurídica e Acadêmica

Casa de Cultura

Chefia de Gabinete Controladoria Geral Diretoria Administrativa e Financeira

Assessorias

Gerência Administrativa

Patrimônio e Manutenção Núcleo de Tecnologia de Informação

CEDOC

Limpeza / Conservação e Vigilância

Gerência Financeira

Recursos Humanos

Tesouraria

Compras

Financiamento Estudantil

Almoxarifado

Contabilidade


Centro Universitário UnirG UnirG

Com aproximadamente 370 professores e quase 530 servidores do quadro técnico-administrativo, o Centro Universitário UnirG acolhe hoje mais de 5.000 estudantes. Atualmente, a Instituição conta com 14 cursos divididos nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas e Ciências Sociais Aplicadas. A história da primeira Instituição de Ensino Superior do Tocantins envolve 26 anos de muitos desafios. Iniciou suas atividades com apenas dois cursos Direito e Pedagogia - e ao longo dos anos reconheceu a necessidade de ampliar suas fronteiras, criando novos cursos, formando mais profissionais qualificados, atraindo moradores para o Município e, consequentemente, promovendo o desenvolvimento da região sul do Estado. Regulamentado há mais de três anos como Centro Universitário orgulhosamente tocantinense, a antiga Faculdade UnirG pela segunda vez marcou a história do Tocantins, conquistando o título de primeiro Centro Universitário do Estado. A vinda de novos profissionais para o Município e a necessidade de se implantar estágios para os estudantes em todas as áreas de atuação possibilitou à região uma gama de atendimentos qualificados, oferecendo uma nova perspectiva para Gurupi e transformando a Capital da Amizade num pólo de desenvolvimento no que se refere à educação de ensino superior.

Conselho Superior (CONSUP) Câmara de Ética e Disciplina

Câmara de Graduação

Assessorias Conselho de Integração Instituição Sociedade (CIIS)

Reitoria

Secretaria Acadêmica

Vice‐Reitoria

Comissão Permanente de Avaliação Registro de Diplomas, Títulos e Certificados

Colegiado de Coordenadores (COLEC)

Pró‐Reitoria de Pesquisa e Pós‐Graduação (PROPESC)

Pró‐Reitoria de Graduação e Extensão (PGRAD)

Comitê de Ética

Assessorias

Assessorias Comissão do Processo Seletivo Núcleos de Pesquisas

Câmara de Projetos Câmara de Ética e Disciplina

Núcleo de Pesquisa Comunitária (NUPESQ)

Conselho de Cursos (CONSEC)

Câmara de Rec. Administrativos

Coordenação de Curso Coordenação de Estágio

13

Cursos Enfermagem Farmácia Fisioterapia Medicina Odontologia Psicologia

Administração Ciência da Computação Ciências Contábeis Com. Social ‐ Jornalismo Direito

Educação Física Letras Pedagogia

Orgãos Suplementares

Orgãos de Apoio

Laboratórios

Central de Atend. Ao Professor (CAP)

Central de Atend. Ao Aluno (CAT)

Laboratórios Saúde

01. 02. 03. 04. 05. 06. 07. 08. 09. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18.

Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab. Lab.

Anatômico I e II Bioquímica Controle de Qualidade Enfermagem Farmacologia Farmacotécnica Fisiologia Massoterapia Microbiologia e Imunologia Toxicologia Microscopia Ossário I e II Fundamentos da Enfermagem Parasitologia Patologia Práticas anatômicas Psicologia Química

Bibliotecas

Laboratórios Diversos

01. 02. 03. 04. 05. 06. 07.

Centros de Aplicação

Audiovisual

Estúdio de Fotografia Lab. de Eletrônica e Sistemas Digitais Lab. de Fotografia Lab. de Informática (Campi I e II) Lab. Jornal Lab. de Línguas Lab. de Rádio (LABÁUDIO)

01. Agência de Jornalismo e Publicidade Experimental (AJOPE) Ambulatório Saúde Comunitária Centro de Incubação de Empresas Clínica de Fisioterapia Clínicas Odontológicas I e II Empresa Júnior Escola da Saúde Pública de Goiás (ESAP) Hosp. Geral de Goiânia (HGG) Hosp. Materno Infantil Hosp. N. Senhora de Lourdes 08. Escritório Modelo de Contábeis 09. Escritório Modelo de Direito 10. Hospital Geral de Palmas 11. Hosp. Santa Marcelina (São Paulo) 12. Santa Casa de Misericórdia de Limeira 13. Programa de Saúde Familiar Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi 14. Secretaria Estadual da Saúde do Tocantins Hospital de Referência de Gurupi Hospital Materno Infantil ‐ Palmas Hospital Dona Regina ‐ Palmas 15. Centro de Línguas Letras (CELL) 16. Serviço Escola de Psicologia (SEPSI) 17. Centro de Apoio Pedagógico (CEAP) 18. Fábrica de Software 19. Centro de Vida Saudável 02. 03. 04. 05. 06. 07.


Alunos por curso 2010 31

ED FÍSICA - BACH FARMÁCIA

255 328

PSICOLOGIA PEDAGOGIA

116 333

ODONTOLOGIA MEDICINA

764

LETRAS

150 223

FISIOTERAPIA

14

ENFERMAGEM

495

ED FÍSICA - LICEN

185

DIREITO - NOT

617

DIREITO - MAT

529

JORNALISMO

65

COMPUTAÇÃO

203

CONTÁBEIS

402

ADMINISTRAÇÃO

335 0

Fonte: Secretaria Acadêmica

100

200

300

400

500

600

700

800


Cursos de Graduação

COD

CURSO

MODALIDADE

TURNO

VAGAS (Semestre)

DURAÇÃO (Semestres)

ANO INÍCIO

06

Administração

Bacharelado

Noturno

60

08

1992

18

Ciência da Computação

Bacharelado

Noturno

50

09

2001

Ciências Contábeis

Bacharelado

Noturno

60

08

1992

Bacharelado

Noturno

50

07

2001

05 14

Comunicação Social – Hab. em Jornalismo

08

Direito

Bacharelado

Matutino

60

10

2000

02

Direito

Bacharelado

Noturno

60

10

1985

13

Educação Física

Licenciatura

Diurno

60

06

2000

15

Educação Física

Bacharelado

Diurno

60

08

2009

23

Enfermagem

Bacharelado

Diurno

60

10

2002

33

Farmácia

Bacharelado

Integral

60

10

2006

20

Fisioterapia

Bacharelado

Integral

50

10

2001

16

Letras – Hab. Língua Portuguesa/ Língua Inglesa e Respectivas Literaturas

Licenciatura

Noturno

50

08

1999

24

Medicina

Bacharelado

Integral

60

12

2002

21

Odontologia

Bacharelado

Integral

50

08

2001

34

Pedagogia

Licenciatura

Noturno

50

08

1985

28

Psicologia

Bacharelado

Noturno

50

10

2005

Fonte: Secretaria Acadêmica

15


Representatividade da UnirG no Brasil 4.464 98 Norte - 90,79% Nordeste - 1,99%

303

Centro Oeste - 6,16%

46

Sudeste - 0,94% Sul - 0,12%

06

Representatividade da UnirG no Tocantins 16

Aliança do Tocantins

95

Dois Irmãos

1

Peixe

76

Almas

2

Dueré

36

Pium

1

Alvorada

71

Fátima

5

Ponte Alta do Bom Jesus

1

Ananas

1

Figueirópolis

62

Porto Nacional

5

Araguaçu

15

Formoso do Araguaia

149

Pugmil

1

Araguaína

6

Guaraí

10

Sandolândia

4

Araguatins

2

Gurupi

3562

Santa Maria do Tocantins

1

Arapoema

1

Itacajá

1

Santa Rita do Tocantins

10

Babaçulândia

1

Itaporã do Tocantins

1

Santa Tereza do Tocantins

1

Barrolândia

1

Jaú do Tocantins

8

São Salvador

2

Brejinho de Nazaré

2

Lagoa da Confusão

9

São Valério da Natividade

9

Cariri do Tocantins

46

Marianopólis

2

Silvanópolis

5

Caseara

2

Miracema

3

Sucupira

7

Centenário

1

Miranorte

4

Taguatinga

12

Colinas do Tocantins

10

Natividade

7

Talismã

2

Colmeia

5

Nova Rosalândia

4

Tocantínia

1

Conceição do Tocantins

5

Palmas

45

Tocantinópolis

3

Couto Magalhães

1

Palmeirópolis

11

Tupiratins

1

Cristalândia

2

Paraíso do Tocantins

28

Wanderlândia

3

Crixás do Tocantins

12

Paranã

5

Xambioá

1

Dianópolis

8

Pedro Afonso

5

Divinópolis

4

Pedro Afonso

5


Serviços prestados à comunidade Centros de Aplicação e Projetos de Extensão


Agência de Jornalismo e Publicidade e Propaganda Experimental (Ajope) É um órgão suplementar do curso de Comunicação Social que objetiva permitir aos alunos conciliarem a vivência teórica-prática pelo desenvolvimento de produtos ligados às disciplinas nas áreas de TV, rádio, impresso e jornalismo online. Desenvolve ainda atividades que promovem a interação entre o Curso e a comunidade, como a realização de eventos, oficinas e palestras, a exemplo do Festival Universitário da Canção (FUC), workshops de rádio e TV em escolas, Mostra de Projetos Experimentais, produção de videodocumentários, dentre outros. A Ajope atua também como uma agência de propaganda prestando serviços para criação de peças e campanhas publicitárias que atendem às demandas internas da IES e ainda instituições sem fins lucrativos, contando com uma publicitária e um técnico em edição gráfica. Por meio de um projeto de extensão, a Ajope também hospeda a Agência de Notícias do Curso de Comunicação Social (ANOTI), site noticioso que objetiva colocar os estudantes para praticarem o jornalismo online, abastecendo os veículos de comunicação com notícias locais e regionais. O trabalho é feito por estagiários, sob a supervisão de professores.

18 Atividades realizadas em 2010 Festival Universitário da Canção (FUC) Mostra de Projetos Experimentais do Curso de Comunicação Social

Atendimentos realizados em 2010 Workshop de rádio no Centro de Ensino Médio Ary Ribeiro Valadão Filho Produção do programa 'Palavras' com alunos do Centro de Ensino Médio Ary Ribeiro Valadão Filho Realização do workshop de rádio e TV no Centro de Ensino Médio Bom Jesus Oficina de rádio para os alunos do PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – de Gurupi

Quant. 03 28 01 02

Criação peças publicitárias para o curso de Jornalismo

96

Criação peças publicitárias para a IES

194

Total

324


Ambulatório de Saúde Comunitária Com aproximadamente 45 mil atendimentos anuais, o Ambulatório de Saúde Comunitária da UnirG é uma referência em atendimentos médicos especializados e gratuitos à comunidade de Gurupi e região. Criado em 2005, surgiu para suprir as necessidades da população, e ainda, possibilitar aulas práticas para os alunos dos cursos de Medicina, Odontologia, Enfermagem, Psicologia e Fisioterapia. Funciona em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, por meio de dois Programas de Saúde da Família (PSF). Atualmente conta com 16 especialidades médicas e seis modalidades de atendimentos. Atendimentos realizados em 2010:

Especialidades Médicas

Quant.

Angiologia

199

Cardiologia

379

Cirurgia Geral

561

Cirurgia Pediátrica

383

Clínico geral

03

Cirurgião Vascular

60

Dermatologia

347

Gastroenterologia

236

Ginecologia

713

Nefrologia

12

Neurologia

188

Pediatra

369

Psiquiatra

214

Pneumologia

638

Reumatologista

221

Urologista

109 Total

4.632

Modalidade de Atendimentos

Quant.

Clínica Médica PSF

6.223

Enfermagem PSF

5.037

Téc. em Enfermagem PSF

8.758

Agente Comunitária de Saúde

20.922

Clínica Médica (Pronto Atendimento Noturno)

1.379

Clínica de Odontologia PSF

2.353

Total

44.672

19


Clínica Escola de Fisioterapia Desde 2005, a Clínica Escola complementa a formação acadêmica dos formandos e presta relevantes serviços à comunidade, se constituindo como vasto campo de estágio para os acadêmicos do 9º e 10º períodos de Fisioterapia, supervisionados por professores especialistas em cada área. Cerca de 20 mil pessoas são atendidas anualmente pela Clínica e os trabalhos fisioterapêuticos são oferecidos gratuitamente à população de Gurupi e região. Oferece serviços nas áreas de ortopedia e traumatologia, dermato-funcional (estética), neurologia, cardiorrespiratória, postura e saúde pública. Em 2010, a Clínica Escola totalizou 20.286 procedimentos, conforme descrição abaixo:

Atendimentos realizados em 2010

20

Quant.

Ortopedia

4.675

Saúde pública

2.770

Neurologia

4.605

Dermato-funcional

2.395

Cardiorrespiratória

3.130

Desportiva

1.162

Postura

1.424

Propedêutica clínica – gestante e pós-parto

125

Total

20.286

O Curso também oferece o estágio de observação para os alunos que cursam a partir do 4º período, nas chamadas disciplinas propedêuticas clínicas (ensino preparatório ou introdutório). Acompanhados por professores, estes estágios são realizados nas seguintes instituições: ·Ambulatório de Saúde Comunitária da UnirG ·Associação Comunitária do Bem Estar de Gurupi (Assobem) ·Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) ·Batalhão da Polícia Militar ·Centro de Atenção Psicossocial (Caps) ·Delta Construtora ·Hospital de Referência de Gurupi (HRG) ·Lar dos Idosos


Clínica Escola de Odontologia Desde 2004, o curso de Odontologia conta com a Clínica Escola, um centro de aplicação que se constitui em vasto campo de aprendizado para os acadêmicos. O estágio clínico começa a partir do 3º período. Entre o 5º e 8º períodos, é realizado o estágio com atendimento odontológico gratuito à comunidade, sendo os estudantes supervisionados por professores em tempo integral. Contando com duas unidades, sendo uma localizada na Avenida Pará, ao lado da Praça da Abadia, no Centro de Gurupi e outra instalada na Av. Pernambuco, a Clínica Escola contribui para o desenvolvimento do Município, proporcionando uma vida mais saudável à população. Em 2010, cerca de 470 alunos realizaram atendimentos nas unidades da Clínica Escola, nas áreas de Periodontia, Endodontia, Odontopediatria, Multidisciplinar I, Multidisciplinar II, Integrada I e Integrada II.

21 Procedimentos realizados em 2010

Quant.

Clínica integrada e multidisciplinar

29.300

Pediatria, cirurgia, endodontia, periodontia e prótese

4.496

Total

33.796


Empresa Júnior da UnirG (EJU) A Empresa Júnior foi criada em 1998 com o objetivo de proporcionar aos acadêmicos dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, a aplicação dos conhecimentos na prática empresarial e, ao mesmo tempo, contribuir com a comunidade por meio da prestação de serviços gratuitos. Os atendimentos são realizados por acadêmicos, sob orientação de professores, sendo oferecidos os seguintes serviços: cursos de capacitação, pesquisas de mercado, programas de estágios acadêmicos, programas de estágios secundaristas, congressos, palestras e consultoria empresarial em diversas áreas, análise de viabilidade econômica de negócios e plano de negócios. Atendimentos realizados em 2010 Contratação de estagiários

260 1.024

Desafio Sebrae Congresso dos Estudantes do Tocantins (CONETO)

300

Curso 'Como Falar em Público'

12

Curso 'Qualidade no Atendimento'

11

Total

22

Quant.

1.607


Escritório Modelo de Contabilidade (EMC) Em funcionamento desde 2004, o EMC é um centro de aplicação do curso de Ciências Contábeis e visa o aprimoramento profissional e técnico dos acadêmicos ao integrar a teoria com a vivência contábil, contribuindo para o seu melhor preparo para o mercado de trabalho. Em respeito ao Código de Ética do Profissional Contador, os atendimentos do Escritório são basicamente de assessoria e orientação contábil para entidades sem fins lucrativos, como associações de bairros e ligas acadêmicas. As atividades são desenvolvidas pelos acadêmicos com supervisão de professores e servidores do Escritório. Em média são realizados 170 atendimentos anuais, como folhas de pagamento de empregadas domésticas e orientações na área contábil, fiscal e financeira para empresários, entidades filantrópicas e pessoa física em geral.

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Folha de pagamento de empregada doméstica

60

Auxílio na realização da contabilidade da Associação dos Servidores da Fundação UnirG (ASAUnirG)

12

Regularização de associações de bairro

13

Curso de IRPF

33

Auxílio na regularização da Empresa Júnior

4

Auxílio e regularização de Ligas Acadêmicas

7

Orientações para constituição e regularização de centros acadêmicos

5

Estágios extra-curriculares

38

Total

172

23


Escritório Modelo de Direito (EMD) Atendimentos realizados em 2010 Assistência jurídica

24

Quant. 487

Ação de despejo

07

Ação monitória

02

Acordos extrajudiciais

24

Alegações finais

05

Alimentos

53

Alvará

07

Busca e apreensão

03

Defesa preliminar

12

Divórcio

26

Execução de alimentos

37

Guarda

11

Homologação de acordo

19

Interdição

05

Investigação de paternidade

13

Liberdade provisória

09

Mandado de segurança

04

Reclamação trabalhista

09

Reparação de danos materiais e morais

06

Retificação de assento

08

Total

747

Em funcionamento desde 1989, o EMD é um órgão necessário para a prática jurídica obrigatória do curso de Direito. Foi criado para atender uma exigência do MEC para a autorização da implantação do Curso na extinta Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi (Fafich). Os serviços jurídicos disponibilizados no EMD atendem a pessoas carentes, cuja renda familiar não ultrapasse dois salários mínimos. As atividades são voltadas para acompanhamento judicial das ações e ainda como consultoria simplificada à comunidade, para solucionar conflitos de maneira extrajudicial. Os atendimentos são feitos por acadêmicos, supervisionados pelos professores. O EMD destaca-se também como um elo entre o estagiário e os projetos de extensão oferecidos pelo Curso. É um ambiente que prepara o acadêmico para a atuação profissional, tendo a oportunidade de redigir peças processuais, acompanhar a rotina profissional e atuar em audiências e sessões, assim como visitar órgãos judiciários e prestar serviços e técnicas de negociações coletivas, arbitragens e conciliação. São realizados em torno de 750 atendimentos por ano, em assistência e orientação jurídica nas áreas de execução de alimentos, investigação de paternidade, alvarás, guarda, reparação de danos materiais e morais, ação de despejo, divórcio, homologação de acordo, interdição, retificação de assento, busca e apreensão, defesa preliminar, mandado de segurança, liberdade provisória, reclamação trabalhista, acordos extrajudiciais, alegações finais, ação monitória, dentre outras medidas. O EMD tem ainda extensões em Formoso do Araguaia, Peixe e Alvorada.


Farmácia Escola A Unidade de Referência em Farmácia e Fisioterapia de Gurupi, chamada de Farmácia Escola, foi criada em 2008 por meio de um convênio com a Prefeitura Municipal. Instalada no local do antigo posto Bom Samaritano, no Setor Sol Nascente, é um campo de estágio para os acadêmicos, com supervisão de professores. A Unidade funciona como um centro de aplicação do curso de Farmácia e oferece a dispensação de medicamentos (distribuição a partir das receitas trazidas pelos pacientes) e atenção farmacêutica (atendimento realizado na Farmácia prestando esclarecimentos gerais sobre o uso dos medicamentos para a população carente). Os acadêmicos também realizam visitas nas residências dos pacientes para orientar e acompanhar o uso dos medicamentos. O curso de Farmácia conta ainda com o Laboratório de Análises Clínicas, instalado no Ambulatório de Saúde Comunitária da UnirG. As análises são realizadas gratuitamente por técnicos e as amostras restantes são utilizadas nas aulas práticas, por acadêmicos e professores.

Procedimentos realizados em 2010 Total aproximado de pessoas atendidas

Quant. 10.800

25


Serviço Escola de Psicologia (Sepsi) O Serviço Escola de Psicologia do Centro Universitário UnirG foi inaugurado em março de 2009, no prédio do antigo Sanatório Espírita Serapião Ribeiro, local onde o hospital funcionou entre 1974 e 2000, sendo as instalações completamente reformadas a fim de receber o Serviço. O centro de aplicação possibilita aos acadêmicos associarem a teoria vista em sala de aula à prática e ainda atender gratuitamente às demandas da comunidade local nas áreas de psicoterapia (adulto e infantil), plantão psicológico, psicodiagnóstico, orientação vocacional, atendimento a grupos de pais e adolescentes, e às Varas Cível, Criminal, de Família, Infância e Juventude, além do Conselho Tutelar. Atendimentos realizados em 2010 Atendimento psicológico a crianças

490

Atendimento psicológico a adultos

984

Total

26

Quant.

Além dos atendimentos realizados no SEPSI, os acadêmicos ainda fazem os chamados estágios supervisionados básicos, sob a supervisão de professores do Curso, que também possibilitam atendimentos em diversas instituições do Município, a saber:  Ambulatório de Saúde Comunitária da UnirG  Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Gurupi (APAE)  Casa de Passagem Criança Cidadã  Centro de Atenção Psicossocial de Gurupi (CAPS)  Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)  Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS)  Centro Educacional SESC Ler  Clínica Escola de Fisioterapia da UnirG  Colégio Ary Ribeiro Valadão Filho (CEM Arizinho)  Creche Espírita Pré-Escola Maria Madalena  Delegacia Especializada da Infância e da Adolescência  Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher  Escola Municipal Antônio Lino de Sousa  Escritório Modelo de Direito da UnirG  Fórum de Gurupi (Varas Cível, Criminal, de Família, Infância e Juventude)  Fundação Pró-Rim  Hospital de Referência de Gurupi  Lar dos Idosos  Pioneiros Mirins  Polícia Militar – 4º BPM  Policlínica Doutor Luís Santos Filho  Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)  Vara de Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher

1.474


Fábrica de Software Acadêmica Criada em abril de 2009, o projeto de extensão Fábrica de Software Acadêmica, ligado ao curso de Ciência da Computação, é voltado para a atuação de um ambiente empresarial por meio da realização de projetos de criação de software, durante o período de graduação. A intenção é aplicar a teoria à prática e também apresentar estudos de casos aplicados dentro da Fábrica. Os projetos têm a liberdade de buscar o domínio das mais novas metodologias e técnicas na área de Tecnologia da Informação. As aplicações de software são desenvolvidas internas e externamente, promovendo a interdisciplinaridade entre as áreas de: Banco de Dados; Linguagens de Programação; Engenharia de Software; Gerência de Projetos de Software; Interface Homem-Computador; Processos de Software; Arquitetura de Software; Qualidade de Software; Reutilização de Software; Técnicas de Orientação a objetos e Análise e Projeto de Sistemas e Redes de Computadores/Teleprocessamento.

27

Dentre as atividades desenvolvidas em 2010, destacam-se: 

Desenvolvimento de um sistema para gerenciamento e controle do Ciclo de Debates, evento acadêmico da IES; Desenvolvimento de novos módulos para o Sistema de Registro de Diplomas da UnirG (SRDU);

Modelagem de sistema de controle de estágio em parceria com a IBM por meio da “IBM Academic Iniciative”, que permitiu benefícios exclusivos como a possibilidade de formação de futuros profissionais, mantendo-os atualizados sobre as mais novas tendências em hardware e software, com foco em padrões abertos.


Caminhada Ecológica A Caminhada Ecológica é uma ação de extensão advinda do projeto Caminhar Saudável. A primeira edição foi realizada em junho de 2010, com o objetivo de associar a prática da atividade física à preservação do meio ambiente. Foram selecionados 25 participantes que passaram por testes físicos, exame médico e treinamentos meses antes da Caminhada. Os participantes percorreram 70 km no trecho entre Gurupi e Peixe. Durante o percurso, que foi realizado em um dia, os participantes promoveram diferentes ações como o plantio de árvores, limpeza de áreas de preservação ambiental, palestras educativas e atividades de lazer com a população da região. Ao final do dia, os atletas foram recepcionados na Praia da Tartaruga, em Peixe, marcando o início da temporada de praias daquele ano. O evento envolveu uma grande equipe de apoio e logística e contou com a parceria de diversos órgãos, como: a Agência de Jornalismo e Publicidade Experimental do curso de Comunicação Social da UnirG (Ajope), Araguaia FM, Corpo de Bombeiros, Sesc, Ibama, Polícia Rodoviária Federal, Sesc Tocantins, Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente e Sec. Mun. Esporte e Juventude de Peixe.

28


Casa do Atleta Desenvolvido no Laboratório do Exercício (Labex), instalado no Centro de Vida Saudável, o projeto de extensão visa prestar apoio técnico às equipes de competição da UnirG e ainda aos atletas e equipes esportivas do Município. Os atendimentos são feitos também com acompanhamento dos atletas em campo, no ginásio de esportes Idanizete de Paula e no Centro Poliesportivo municipal. As modalidades atendidas são: vôlei, ciclismo, natação, tênis de mesa, lutas (jiu-jitsu, judô, karatê, capoeira, taikwendo), atletismo, futsal, futebol de campo e esporte universitário, incluindo basquetebol e handebol.

Atendimentos realizados pelo projeto em 2010 980

29


Caminhar Saudável O Caminhar Saudável atende aos praticantes de caminhada de praças públicas de Gurupi, sendo desenvolvido por acadêmicos do 7º período do curso de Educação Física, sob a supervisão de professores. O projeto de extensão busca contribuir para melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvendo um trabalho de avaliação física, ginástica aeróbica, ginástica laboral, acompanhamento para caminhada e entre outras modalidades. Conta com a parceria do Serviço Social do Comércio (Sesc) e realiza cerca de 3.500 atendimentos anuais, por meio dos quais são feitas avaliações físicas e prescrições de exercícios físicos, baseados em conhecimentos científicos. Por meio do Projeto, foi implantado também um programa de ginástica laboral para os funcionários do Centro Universitário UnirG. Em 2010, os funcionários passaram por uma avaliação da qualidade de vida, pela qual foram verificados o índice de massa corpórea, pressão arterial e níveis de flexibilidade. O Caminhar Saudável realiza ainda eventos com avaliações e orientações e proporciona brincadeiras e jogos para as crianças.

30

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Praticantes de caminhada no Parque Mutuca e servidores da Fundação e Centro Universitário UnirG

3.461


Paideia “Paideia: para além da iniciação esportiva”, constitui-se como um projeto de extensão do curso de Educação Física, tendo sido criado em 2000 a fim de oportunizar a prática de iniciação esportiva para crianças e adolescentes da comunidade carente de Gurupi, tendo como foco alunos da rede pública de ensino. As atividades são realizadas no Centro de Vida Saudável, ginásio de esportes Idanizete de Paula, ginásio pequeno, ginásio poliesportivo e Escola Municipal Lenival Correia. O Paideia atende um público com faixa etária entre 08 a 17 anos. Em 2010, o projeto atendeu a 1142 pessoas. As modalidades oferecidas são:

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Crianças e adolescentes entre 08 a 17 anos

1.142

31 Futsal Vôlei Basquete Natação e hidroginástica Futebol de campo Capoeira Karatê Jiu Jitsu Ginástica localizada Dança


Proafir Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Homens e mulheres acima dos 50 anos

801

O Programa de Avaliação e Desenvolvimento da Marcha, do Equilíbrio e do Condicionamento Físico (Proafir) é um projeto de extensão do curso de Educação Física que avalia o equilíbrio estático, o condicionamento físico e a autonomia funcional em atletas, em praticantes de atividade física e em indivíduos sedentários, em especial o público da terceira idade. Os atendimentos são feitos por acadêmicos estagiários e voluntários, supervisionados por professores. Os participantes realizam pesquisas, apresentações, intervenções e discussões multidisciplinares.

32

O Proafir envolve bolsistas de Educação Física, que atuam na intervenção para o desenvolvimento do equilíbrio, marcha e condicionamento físico nas pessoas atendidas e conta também com bolsistas de Fisioterapia, que realizam as avaliações posturais e equilíbrio em alunos dos projetos Paideia, Casa do Atleta, Caminhar Saudável e funcionários e acadêmicos da UnirG.


Vida Saudável

33

O Vida Saudável é o primeiro projeto de extensão da UnirG a receber recursos do Ministério do Esporte. Desenvolvido pelo curso de Educação Física, faz parte do Programa Esporte e Lazer da Cidade, promovido pelo governo federal, que liberou uma verba de mais de R$ 113 mil, em maio de 2010. O investimento da Fundação UnirG foi de cerca de R$ 14 mil. Adultos acima de 45 anos e portadores de necessidades especiais integram o público-alvo do Projeto. As atividades são realizadas no Centro de Vida Saudável, Ambulatório da UnirG, na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), na Associação Comunitária do Bem Estar Social (Assobem) e nos Postos de Saúde do Parque das Acácias e Setor Pedroso. Mais de 300 pessoas são beneficiadas com oficinas de badmington, caminhada, marcha, condicionamento físico, iniciação esportiva, dança, pintura, quimbol, recreação, yoga, treinamento funcional, voleibol, natação, dentre outros. As aulas são ministradas por estagiários do curso de Educação Física, supervisionados por professores vinculados ao Projeto. As atividades do Vida Saudável tiveram início em novembro de 2010 e estão para serem concluídas em dezembro de 2011. O convênio foi aprovado em 2008 pela Secretaria Nacional de Desenvolvimento de Esporte e Lazer, do Ministério do Esporte.

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Pessoas com mais de 45 anos e portadores de necessidades especiais

223


Centro de Vida Saudável Uma referência na prática de atividades esportivas e de lazer para a população de Gurupi, o Centro de Vida Saudável, centro de aplicação do curso de Educação Física, está instalado no Centro Administrativo da UnirG. O Centro é o espaço físico onde funcionam as aulas práticas e os projetos de extensão do Curso, sendo voltado para incentivar os hábitos que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas. Criado em 2008, conta com piscina, campo de futebol, salão de dança e espaço aberto para atividades esportivas diversas.

34


Programa de Saúde da Família na UnirG O curso de Enfermagem, em parceria com os cursos de Educação Física, Farmácia, Fisioterapia, Medicina e Psicologia, desenvolve desde 2005, o projeto de extensão “A prática da interdisciplinaridade no atendimento à comunidade na área de abrangência do PSF UnirG”. O referido projeto é desenvolvido no Ambulatório de Saúde Comunitária da UnirG, com ações que visam contribuir para a melhoria da qualidade de vida da comunidade. Os acadêmicos acompanham e prestam assistência ao trabalho executado por uma equipe multiprofissional. As ações são voltadas a crianças, adultos, idosos e gestantes.

Os acadêmicos de Enfermagem também realizam estágios entre o 4º e 8º períodos, nos seguintes locais: · Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) · Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) · Colégio Bernardo Sayão · Escola Municipal Antônio Lino · Hospital Regional de Gurupi · Postos de atendimento do Programa de Saúde da Família (PSF): Ambulatório de Saúde Comunitária, Bom Samaritano, Casego, Parque das Acácias, Policlínica, Pronto Atendimento, São José, Setor Pedroso, Sevilha, Sol Nascente, Vila Íris.

35

Grupos atendidos

Atividades realizadas em 2010

Quant.

Idosos

·Atividades físicas ·Grupos de reflexão ·Oficinas de trabalhos manuais ·Palestras sobre educação em saúde

5.500

Adultos (acima de 20 anos)

Caminhada supervisionada, dança, ioga e ainda hidroginástica

1.980

Gestantes

Orientações e acompanhamento relacionados ao: ·Planejamento familiar ·Pré-natal, parto e puerpério ·Aleitamento materno ·Intercorrências obstétricas ·Vigilância epidemiológica de morte materna e infantil ·Sexualidade

352

Crianças

Acompanhamento da criança a partir do nascimento, com ações ou medidas preventivas que visam evitar doenças e promovam um desenvolvimento saudável.

440

Total

8.272


Centro de Línguas Projeto de extensão do curso de Letras iniciado em 2003, visa aprimorar os conhecimentos da comunidade quanto às noções das línguas portuguesa e inglesa. Campo de estágio do Curso, o Centro prepara os acadêmicos para a prática pedagógica e atende anualmente cerca de 90 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, de escolas municipais e estaduais. As aulas de língua portuguesa estão voltadas para a produção textual e a escrita, enquanto o ensino da língua inglesa visa desenvolver quatro habilidades: escrita, audição, leitura e pronúncia. Os encontros são realizados duas vezes por semana, com três horas de aula por dia.

Atendimentos realizados em 2010 Alunos atendidos

90 Total

36

Quant.

90


NEP O Núcleo de Ensino Prático: Atividades Culturais de Pesquisa, Estudos Críticos e Produção Literária (NEP) é um projeto de extensão do curso de Letras. Voltado para acadêmicos, professores e a comunidade local e regional, o projeto promove cursos, oficinas, seminários, publicações acadêmicas e diversificados eventos culturais. Dentre os objetivos está o incentivo à pesquisa de campo, a fim de resgatar as manifestações culturais que envolvem a literatura e a linguística. Os alunos produzem também, por meio do Núcleo, resenhas de obras literárias exigidas no processo seletivo da Instituição.

Atividades realizadas em 2010

Quant.

III Quadrilha Literária

34 inscritos

Curso de oratória acadêmica

300 participantes

Seminário da Associação de Professores de Língua Portuguesa do Estado de Tocantins (APLITINS)

150 participantes

Jornal Soletrado (produzido por professores e acadêmicos do Curso)

1000 exemplares

37 O curso de Letras oferece também estágios com o apoio didático e pedagógico em escolas municipais e estaduais, cujas práticas auxiliam alunos com dificuldades de aprendizagem.


Centro de Apoio Pedagógico (CEAPe) Criado em 2007, o CEAPe é um projeto de extensão do curso de Pedagogia que objetiva atender alunos do ensino fundamental com dificuldades de aprendizagem, oriundos da rede pública e de escolas conveniadas do Município. A partir de maio de 2011, o Centro passou a atender também alunos da rede estadual até o 6º ano. O Centro está instalado no Campus I da UnirG e conta com uma equipe multidisciplinar que envolve professores e acadêmicos estagiários dos cursos de Pedagogia, Letras, Educação Física e Psicologia. As atividades estão distribuídas em seis núcleos, sendo eles: · · · · ·

Matemática Leitura e Escrita Expressão Artística Dificuldade de Aprendizagem Família/Escola  Educação Física e Psicomotricidade (núcleo criado em 2011)

Atendimentos realizados em 2010

38

Quant.

Crianças atendidas no Centro

40 alunos

Familiares e/ou responsáveis

120 pessoas

Escolas - Gestores e Professores Palestras com os temas: 'As dificuldades de Aprendizagem e a Gestão de Sala de Aula' e 'Tipos de Transtornos de Aprendizagem', nas seguintes escolas: * Instituto Presbiteriano Araguaia * Instituto Presbiteriano Educacional * Escola Municipal Orlindo Pereira

80 professores

Total

240


Abrace um Sorriso Especial A atividade de extensão do curso de Odontologia “Abrace um Sorriso Especial” realiza cerca de 400 atendimentos odontológicos anuais, na Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae). Todas as quintas-feiras pela manhã, os acadêmicos do 7º período, supervisionados por professores, realizam os atendimentos aos familiares e alunos da Associação. O programa busca proporcionar uma melhor qualidade de vida para o público- alvo e permitir que os acadêmicos se preparem para planejar e gerir atividades de promoção de saúde em instituições de ensino especial. São feitos tratamentos curativos, diagnóstico, prevenção, tratamento restaurador e controle em saúde bucal. A ação promove também a orientação sobre métodos de higiene bucal, uso da escova dental e do fio dental, dieta e hábitos saudáveis que propiciem a saúde bucal.

Procedimentos realizados em 2010

Quant.

Alunos da APAE e seus familiares

393

39


Boquinha do Bebê

40

Projeto de extensão do curso de Odontologia, o Programa de Prevenção Boquinha do Bebê atende a gestantes e bebês de 0 a 5 anos. O programa teve início em 2006, atendendo a 42 bebês e em 2010 este número ultrapassou 600 acompanhamentos odontológicos. O objetivo do programa é promover a saúde bucal do público-alvo, por meio de palestras a gestantes e atendimentos aos bebês. São feitos exames clínicos, limpeza da cavidade bucal nos bebês de 0 a 1 ano e para as crianças de 1 a 5 anos é feito o acompanhamento da saúde bucal. Participam acadêmicos dos 5º e 7º períodos de Odontologia, orientados por professores e profissionais que atuam no programa. Os pacientes são atendidos nos postos municipais de saúde e maternidade do Hospital Regional de Gurupi, todos os dias da semana. O projeto ainda conta com o apoio do Global Child Dental Health TaskForce, programa mundial que engloba oito nações e conta com o ajuda líder da Colgate-Palmolive. Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Gestantes atendidas por palestras

96

Atend. e acomp. odontológico de bebês e crianças

643


Programa de Coleta do Banco de Dentes Humanos (BDH)

O BDH é um programa do curso de Odontologia que mantém um acervo de dentes preservados em condições de serem utilizados em pesquisas e treinamento laboratorial pré-clínico na graduação. O projeto de extensão objetiva coletar e promover a doação de dentes humanos.

Média de dentes coletados em 2010

800

41 O BDH conta com a colaboração de alunos voluntários. Dentre as funções do programa, destacam-se: a valorização do dente como órgão; incentivo às doações e arrecadação de dentes; preparação dos dentes; manipulação; seleção, desinfecção e/ou esterilização; preservação, realização de pesquisas e atividades didáticas, dentre outras.

Em média são coletados 100 dentes por mês, em visitas feitas aos postos de saúde e consultórios odontológicos. O Banco de Dente Humano, além de ser um laboratório da Instituição, também colabora para a regularização dos órgãos dentais e propicia pesquisas científicas.


Programa de Promoção de Saúde para Primeira Infância em Creches e Pré-escola A disciplina Odontologia Social do curso de Odontologia promove o Programa de Promoção de Saúde para Primeira Infância em Creches e Pré-escola, que orienta os pais e as crianças quanto à escovação supervisionada. Participam desta atividade de extensão, os alunos do 1º período do Curso, objetivando proporcionar a integração dos acadêmicos com a comunidade local logo no início da graduação, por meio da prática da profissão. O programa é realizado na creche Maria Madalena e na Pré-escola Silny, atendendo a 120 crianças de 03 a 07 anos de idade. As atividades são realizadas todas as sextas-feiras pela manhã, com a escovação supervisionada.

42

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Escovação supervisionada semanal

120


Prática Extensionista

“Uma Experiência Interdisciplinar por meio da Prática Extensionista: Programa de Extensão Odontológica” é uma atividade de extensão criada em 2010 que visa capacitar os acadêmicos de Odontologia quanto ao atendimento interdisciplinar, proporcionando a sua aproximação com o paciente. Os alunos do 7º período, supervisionados por professores, promovem palestras todas as sextasfeiras, nas clínicas escolas de Odontologia, atendendo crianças das disciplinas de Odontopediatria e pacientes das Clínicas Integradas I e II. Em 2010, cerca de 240 pessoas assistiram às palestras sobre respiração, mastigação, deglutição e fala.

43

Atendimentos realizados em 2010

Quant.

Pessoas que assistiram às palestras e oficinas

240


CENTROS DE APLICAÇÃO, PROJETOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA IES ATENDIMENTOS GRATUITOS OFERECIDOS À COMUNIDADE

CENTRO DE APLICAÇÃO

FONES

ENDEREÇOS

Ambulatório de Saúde Comunitária

3612-7640

Av. Bahia, entre ruas 3 e 4

Clínica Escola de Fisioterapia

3612-7684

Rua 10 entre Av. RJ e Guanabara (Campus II)

Clínica Escola de Odontologia

Unid. I: 3612-7623 Unid. II: 3612-7535

Unid. I: Av. Pará, entre ruas 7 e 8 – Centro Unid. II: Av. Pernambuco nº1666 – Centro

Farmácia Escola

3612-7707

Rua 03 Qd. N-6 s/nº - Jd. Eldorado

Serviço Escola de Psicologia (Sepsi)

3612-7717

Av. Bahia, entre ruas 3 e 4

Ajope

3612-7522

Av. Guanabara, entre ruas 9 e 10 (Campus II – Bloco C – 1º andar)

Empresa Júnior

3612-7568

Av. Pará nº2432 – St. Waldir Lins II (Centro Administrativo UnirG)

Escritório Modelo de Contabilidade

3612-7516

Av. Pará nº2432 – St. Waldir Lins II (Centro Administrativo UnirG)

Escritório Modelo de Direito

3612-7563/7567

Av. Rio Grande Norte, entre ruas 3 e 4 (próximo ao Fórum)

44


CENTROS DE APLICAÇÃO, PROJETOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA IES ATENDIMENTOS GRATUITOS OFERECIDOS À COMUNIDADE CURSOS

PROJETOS/ATIVIDADES DE EXTENSÃO

FONES

ENDEREÇOS

Centro de Línguas 3612-7521

Coord. Curso de Letras/ Campus I – Parque das Acácias

3612-7596

Coord. Curso de Odontologia: Av. Pará, entre ruas 7 e 8 – Centro

Paideia

3612-7540

Centro de Vida Saudável (Centro Administrativo UnirG) Av. Pará, nº2432 – Setor Waldir Lins II

Casa do Atleta

3612-7557

Coordenação de Esportes/ UnirG ( Campus II – Ginásio Idanizete de Paula)

Caminhar Saudável

3612-7540

Letras NEP

Boquinha do Bebê Programa de Promoção de Saúde para Primeira Infância Odontologia

Prática Extensionista Abrace um Sorriso Especial Programa de Coleta do Banco de Dente Humano

Educação Física Centro de Vida Saudável (Centro Administrativo UnirG) Av. Pará, nº2432 – Setor Waldir Lins II Vida Saudável

3612-7637

Ciência da Computação

Fábrica de Software

3612-7520

Campus I – St. Parque das Acácias

Enfermagem

A Prática da Interdisciplinaridade no Atendimento à Comunidade na Área de Abrangência do PSF UnirG

3612-7669

Ambulatório de Saúde Comunitária Av. Bahia, entre ruas 3 e 4

Ceape

3612-7697

Campus I – Parque das Acácias

Classe Hospitalar

3612-7541

Hospital de Referência de Gurupi/ Materno Infantil. Rua 5, entre Av. Pernambuco e Piauí,Centro

Pedagogia

45


Total de Atendimentos Realizados em 2010 CENTROS DE APLICAÇÃO

46

PROJETOS/ATIVIDADES DE EXTENSÃO

Unidade

Quant. Atend./ Proced. 2010

Unidade

Quant. Atend./ Proced. 2010

Ambulatório de Saúde Comunitária

49.304

Centro de Línguas (Letras)

90

Clínica Escola de Fisioterapia

20.286

Ceape (Pedagogia)

240

Clínica Escola de Odontologia

33.796

Classe Hospitalar (Pedagogia)

386

Farmácia Escola

10.800

Projetos de extensão/ Curso de Ed. Física

6.607

Serviço Escola de Psicologia

1.474

Projeto de extensão/ Curso de Enfermagem

2.002

Ajope (Jornalismo)

324

Projetos de extensão/ Curso de Odontologia

2.292

Empresa Júnior (Administração)

1.607

SUBTOTAL

11.617

Escritório Modelo de Contabilidade

172

Escritório Modelo de Direito

747

SUBTOTAL

118.510

TOTAL GERAL

130.127


Casa de Cultura

Demais Serviços

Unidade de caráter artístico-cultural, a Casa de Cultura é voltada ao apoio às artes e integração das áreas acadêmicas e administrativas da Fundação e Centro Universitário UnirG e sociedade em geral. Tem como objetivo fomentar a cultura em nosso Município por meio do atendimento à comunidade, despertando os talentos da região. A Casa dispõe de cursos na área de teatro, dança (ballet e Melhor Idade) e música (violão e flauta doce/transversal), além das parcerias com escolas públicas estaduais e municipais, Classe Hospitalar, APAE e coordenações dos cursos da própria IES. Ao longo desses oito anos, foram atendidos cerca de 150 alunos por semestre. Pretende-se alcançar um número ainda maior por meio de projetos e parcerias com órgãos e instituições privadas que valorizam e investem na promoção da cultura.

Modalidades 2010

Quantidade

Dança (Melhor Idade)

31

Ballet

53

Teatro (Apae)

22

Teatro (veteranos)

15

Teatro (UnirG)

12

Violão

50

Flauta doce/transversal

05

Total de Alunos

212

A Casa de Cultura está instalada no Centro Administrativo da UnirG: Av. Pará, Nº 2432, Setor Engenheiro Waldir Lins II (antigo Hotel Açaí), 2º piso Fones: 3612-7570/7571 E-mail: casadecultura@unirg.edu.br Equipe de colaboradores: Adriana Rabelo (Dança), Cristiano Cabral (Teatro); Moisés Ribeiro (Flauta Doce e Transversal), Nilson Meireles (Instrumentos de Cordas), Rener Soares (Assistente Administrativo) e Sheyla Carvalho Borges (Assessora Cultural e Coordenadora da Casa de Cultura).

47


Demais Serviços

Cidadão Universitário

O Projeto foi criado em 2002, quando a Instituição decidiu substituir o ‘trote’ universitário, incentivando os calouros a desenvolverem atividades de responsabilidade social de forma consciente em benefício da comunidade local. Trata-se de uma gincana solidária que objetiva integrar os alunos novatos e a comunidade, participando de provas esportivas, culturais e lúdico-recreativas. Ao longo desses nove anos, milhares de famílias carentes foram beneficiadas com o Projeto. Somente nas duas edições realizadas em 2010 foram arrecadadas cerca de 21 toneladas de alimentos, que foram distribuídos para a comunidade carente da região e mais de 200 bolsas de sangue doadas ao Hemonúcleo de Gurupi. Em 17 edições, o Projeto arrecadou aproximadamente 101 toneladas de alimentos, cerca de 47.900 peças de roupas e calçados e 1.132 bolsas de sangue. Atualmente conta com o apoio da Organização Jaime câmara, Corpo de Bombeiros, Prefeitura Municipal de Gurupi, Hemocentro de Gurupi, 4º Batalhão da Polícia Militar e do Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Arrecadações em 2010 (16ª e 17ª edições) Alimentos

48

Bolsas de sangue

Quantidade 20.800 kg 200


Centro de Incubação de Empresas de Gurupi (CIEG)

Demais Serviços

Trata-se de uma associação civil sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado, com autonomia administrativa e financeira, regida por estatuto próprio. Tem a missão de atender às necessidades dos empreendedores locais e regionais e ajudá-los a transformarem suas ideias em produtos e serviços, oferecendo consultorias, assessoria e treinamento para micro e pequenas empresas incubadas. Vale ressaltar que o CIEG é mantido por meio de parceria entre diversas instituições, a saber: Fundação UnirG, Sebrae, Prefeitura Municipal de Gurupi, Associação Comercial e Industrial de Gurupi (ACIG) e o Instituto Euvaldo Lodi do Tocantins (IEL). Em 2010, foram realizadas várias ações referentes ao Projeto de Promoção de Empreendimentos Inovadores, por meio de convênio firmado em 2008 entre a Fundação UnirG e o Sebrae-TO, sendo elas: Realização de pesquisa de mercado – Teve a finalidade de identificar os empreendimentos da região sul tocantinense em condições de serem incubados; sensibilizar a comunidade da região sobre empreendedorismo; apresentar as vantagens oferecidas às micro e pequenas empresas no processo de incubação e divulgar os casos de sucessos comandados pelo Cieg. A pesquisa foi realizada por acadêmicos selecionados pela Empresa Júnior UnirG.

49 Cursos (carga de 24h/aula em sala e 6h para visitas técnicas de instrutores às empresas)

Quant. de participantes

Técnicas de Vendas

19

Marketing e Design

9

Elaboração de Plano de Negócios

12


Atendimento ao Corpo Funcional PLANO DE SAÚDE – IPASGU: Oferece assistência médica hospitalar, odontológica e laboratorial e possui uma taxa de contribuição que é debitada na folha de pagamento do servidor. AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO: Concedido a todos os servidores da Instituição, sendo agregado ao salário o valor correspondente a meio salário mínimo. BOLSA-CAPACITAÇÃO: Para servidores acadêmicos é concedido desconto em mensalidades na graduação, e aos professores que estejam cursando mestrado e doutorado (atendendo à regulamentação específica), por meio de subsídio de custos. Beneficiados: 66

50

GINÁSTICA LABORAL: Atividade desenvolvida por acadêmicos do curso de Educação Física por meio do projeto Caminhar Saudável, contribui para qualidade de vida dos funcionários, verificando o índice de massa corpórea, pressão arterial e níveis de flexibilidade, bem como desenvolvendo atividades e dinâmicas que melhorem o condicionamento físico e promova a socialização entre eles. As aulas ocorrem três vezes por semana, com duração de 15 minutos cada, sendo dois dias nos departamentos e um dia na Casa de Cultura. AUXÍLIO-TRANSPORTE: Concedido mediante a solicitação do servidor junto ao Depto. de Recursos Humanos, sendo o valor agregado ao seu salário. BRASIL CARD: Os servidores, podem efetuar compras em lojas credenciadas. Funciona como um cartão de crédito, sendo que as despesas são debitadas em sua folha de pagamento. Ressalte-se que há a cobrança de uma taxa mensal de manutenção no valor de R$ 5,00.


Demais Serviços

Balanço Social Ano-base 2010 Centro Universitário UnirG Natureza Jurídica: Fundação Municipal Data de Constituição: 15 de fevereiro de 1985 Endereço: Av. Pará, nº 2.432, Quadra 20, Lote 01, Waldir Lins II, Gurupi-TO, CEP: 77.423-250

Origem de Recursos 2010

Valor (mil reais)

%

a.Prestação de Serviços e/ou venda de produtos

40.636.602,27

97%

b.Outras Receitas

1.293.448,23

3%

Receitas Totais

41.930.050,50

100%

Aplicação de Recursos

%

a.Pessoal (Salários + benefícios + encargos)

33.093.259,95

75,91%

b.Despesas diversas (somatório das despesas abaixo)

10.500.636,20

24,09%

b.1 Operacionais

7.321.397,47

16,79%

b.2 Impostos e taxas *b.3 Financeiras b.4 Capital (máquinas + instalações + equipamentos) Despesas Totais

Informações Relevantes quanto à ética, transparência e responsabilidade social

2010

Relação entre a maior e a menor remuneração

R$ 9.385,48 - 545,00

O processo de admissão de empregados é:

74% por seleção/concurso 26% por indicação

A Instituição desenvolve alguma política ou ação de valorização da diversidade em seu quadro funcional?

( ) Sim, institucionalizada ( )Sim, não institucionalizada ( x ) Não

A Instituição desenvolve alguma política ou ação de valorização da diversidade entre alunos

( x ) Sim, institucionalizada ( )Sim, não institucionalizada ( ) Não

Se sim na questão anterior, qual?

Bolsas de incentivos educacionais

Na seleção de parceiros e prestadores de serviço, critérios éticos e de responsabilidade social e ambiental:

( ) Não são considerados ( ) São sugeridos ( x ) São exigidos

A participação de empregados no planejamento da Instituição:

( ) Não ocorre ( x ) Ocorre em nível de chefia ( ) Ocorre em todos os níveis

Os processos eleitorais democráticos para escolha dos coordenadores e diretores da Instituição:

( ) Não ocorre ( x ) Ocorre regularmente ( ) Ocorre somente para cargos intermediários

A Instituição possui Comissão/Conselho de Ética para o acompanhamento de:

( ) Todas ações / atividades ( x ) Ensino e Pesquisa ( ) Experimentação animal/vivissecção ( ) Não tem

442.321,09

1,01%

2.413.340,94

5,54%

323.576,70

0,74%

43.593.896,15

100%

51


Demais Serviços

Balanço Social Ano-base 2010

Indicadores sociais internos( Ações e benefícios para os funcionários) a.Alimentação

2010 Valor (mil reais)

% sobre receita

1.891.080,00

4,51%

Nº total de alunos

177.733,02

0,42%

Nº de alunos com bolsas integrais

40

Nº de alunos com bolsas integrais

152.370,84

Nº de alunos com bolsas parciais

2.025

b.Capacitação e desenvolvimento profissional (apoio aos colaboradores que estudam na instituição) c.Saúde

1.325.315,14

d.Segurança e medicina no trabalho

0,01%

e.Transporte

228.472,56

0,99%

Valor total das bolsas parciais

f.Bolsas/estágios

323.576,70

0,54%

Nº de alunos com bolsas de Iniciação Científica e de Pesquisa

Total – Indicadores sociais internos

4.042.421,72

9,63%

Valor total das bolsas de Iniciação Científica e de Pesquisa

Indicadores sobre o corpo funcional

52

4.800,00

3,16%

Outros Indicadores

2010

Qualificação do corpo funcional

2010 4.859

4.570.410,12 10 30.600,00

2010

Nº total de empregados ao final do período

937

Nº Total de docentes

407

Nº de admissões durante o período

154

Nº de doutores

13

Nº de prestadores de serviço

115

Nº de mestres

50

Nº de especialistas

257

Nº de graduados

87

% de empregados acima de 45 anos Nº de mulheres que trabalham na Instituição

25,80% 430

% de cargos de chefia ocupados por mulheres

58,49%

Nº total de funcionários no corpo técnico administrativo

499

Idade média das mulheres em cargos de chefia

39 anos

Nº de pós-graduados (especialistas, mestres e doutores)

46

Salário médio das mulheres

1.105,99

Nº de graduados

81

Idade média dos homens em cargos de chefia

38 anos

Nº de graduandos

86

Salário médio dos homens

1.114,82

Nº de pessoas com ensino médio

252

Nº de estagiários

165

Nº de pessoas com ensino fundamental

27

Nº Portadores de necessidades especiais

01

Nº de pessoas com ensino fundamental incompleto

07

Nº de pessoas não - alfabetizadas

0

Salário médio portadores necessidades especiais

2.079,09

Nota: O valor evidenciado neste item refere-se a despesas com empréstimos para construção do novo Campus da UnirG, portanto, o déficit apresentado no exercício de 2010 não gera nenhuma preocupação quanto à saúde financeira da Instituição, tendo em vista que estas origens de recursos foram 100% destinadas a aplicação em investimento imobilizado, sendo que este propiciará benefícios econômicos futuros.


Expediente

Demais Serviços

Áreas envolvidas Assessoria Institucional/ Reitoria Assessoria de Comunicação (Ascom) Agência de Jornalismo e Publicidade Experimental (Ajope) Coordenação geral Profa. Alessandra G. Duarte Lima (Assessoria Institucional/ Reitoria) Levantamento de informações Profa. Ceila Mendonça Milhomem (Curso de Ciências Contábeis) Prof. Victor de Oliveira (Curso de Ciências Contábeis/ vice-reitoria) Michelle Rodrigues Carvalho Lisboa (Escritório Modelo de Contabilidade) Elaboração dos textos Profa. Alessandra G. Duarte Lima Giselli Pessoa G. Raffi (jornalista/Ascom) Luciene Marques de Souza (jornalista/Ascom) Meirylaine Pereira Bezerra (jornalista/Ascom) Projeto gráfico Juliana Machado (publicitária/ Ajope) Joseph Boaes (técnico em edição gráfica/ Ajope) Diagramação Daniel Franco Joseph Boaes Fotografias Acervo da IES Acervos pessoais Cláudio Frascari

1.000 exemplares Contatos: Fone: (63) 3612-7614 E-mail: institucional_reitoria@unirg.edu.br

53


Balanço Social UnirG 2011  

Numeros de serviços prestados pelo Centro Universitário UnirG

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you