Page 1

6 anos Caçapava do Sul, 29 de fevereiro de 2012

Rivadavia Severo será o Patrono da XXII Feira do Livro Pág.09

Telhado da Casa dos Ministérios desaba com a chuva Pág.04

Edição 219

EENSA aguarda reforma ainda este ano

R$ 1,50

Marcas não identificadas no interior impressionam moradores Pág.03

Volta às aulas: Pág.08 professores e alunos retomam atividades

Pág.03

Um Pág.05 caminhão de cultura


Opinião - Geral

02 | Jornal do Pampa

29 de fevereiro de 2012

Brigada Militar inicia operação volta às aulas Na busca de qualificar os serviços prestados junto à comunidade escolar, adequado à institucionalização do Projeto Polícia Cidadã, a Brigada Militar em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Secretarias Municipais de Educação, promovem no início do ano letivo a Operação Volta às Aulas. Operação que possui o intuito de incentivar que as Escolas Estaduais, Municipais e Particulares, e as frações locais da BM realizem encontros mensais, no sentido de criar os Conselhos de Segurança Escolar. Os conselhos têm por objetivo reunir os responsáveis pelo policiamento ostensivo, patrulha escolar, instrutores do PROERD, representantes dos estabelecimentos de ensino (diretores, professores, funcionários, grêmio estudantil e círculo de pais e mestres), integrantes do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente, das Delegacias distritais da Polícia Civil, Guarda Municipal, Instituições de Trânsito, Conselho Tutelar, Empresas de Transporte Coletivo e Escolar e Juizado da In-

fância e Juventude para que através de fóruns venham debater os principais problemas de segurança, bem como propor soluções em parceria. Todos os anos a Brigada Militar realiza na época de volta às aulas, essa operação que faz parte de outras feitas em âmbito estadual. O principal objetivo é intensificar o policiamento nas escolas já que o período letivo está iniciando. Oficialmente em Caçapava a operação começou dia 28 de fevereiro, e irá permanecer até o fim do ano letivo. Um policial militar estará realizando o trabalho com exclusividade em uma viatura acompanhando sempre a comunidade escolar, com apoio de uma motocicleta da Brigada Militar. Essa operação acontece simultaneamente em todo o estado, outras operações como PM amigo da Escola e Proerd também iniciam na cidade. Conforme o sargento André Pimentel, essa iniciativa é realizada para desenvolver atividades nas escolas do município visando diminuir a violência escolar, combate às drogas entre outros fatores.

Anuidade do cartão de crédito Dentre as inúmeras tarifas que pagamos, a anuidade do cartão de crédito é uma das que mais incomoda. Se você usa bastante o cartão de crédito, merece obter uma recompensa por parte da administradora do cartão, que é justamente a isenção da anuidade. Se você usa pouco o cartão de crédito é porque não precisa dele para custear suas despesas do dia-a-dia. Logo, ficará muito bem servido por um cartão de crédito mais simples, que não cobre anuidade. Para auxiliar nossos leitores, separamos algumas dicas para você não pagar anuidade do cartão de crédito. 1. Ligar para a central de atendimento e solicitar o cancelamento do cartão. Essa é a mais simples. Normalmente, o roteiro funciona assim: primeiro, a atendente lhe irá dizer os benefícios do cartão, e que a anuidade é uma forma de manter esses serviços. A anuidade é uma tarifa que não tem nada a ver com o custeio dos benefícios do cartão: trata-se pura e simplesmente de uma tarifa das administradoras de cartão de crédito. O negócio é insistir numa isenção de anuidade, sob pena de cancelamento. Em seguida, a atendente irá dizer que, após consulta no sistema, conseguiu um desconto de 50% no valor da anuidade, devido ao seu bom relacionamento com o banco, etc. Diga não e siga em frente, firme e forte, pedindo a isenção, ou inicio do procedimento de cancelamento do cartão. Mais uma vez, uma pausa, e a atendente diz que você conseguiu 75% de desconto. Não! Continue pedindo isenção total. Prossiga na negociação, solicitando a isenção sob pena de cancelamento. Nesse momento crucial da ligação telefônica, duas situações podem ocorrer: (a) ela efetivamente te dar a isenção. Ok, operação executada com sucesso! (b) ela te passar o número do protocolo de cancelamento. Nesse caso, você tem ainda duas opções: - Se você não quiser de jeito nenhum o cartão, cancele. - Você pode querer manter o cartão,

por algum benefício específico como o sistema de pontuação para troca em passagens aéreas, por exemplo. Nesse caso, siga para o passo seguinte. 2. Ligar e conversar com o gerente do banco. Não se engane: os gerentes têm mais poderes do que eles dizem ter. E isso vale para cartão de crédito. Não para todos, pois alguns cartões da American Express e Platinum tem serviços especiais e é quase impossível obter isenção total da anuidade. Mas, muitas vezes, conversar pessoalmente com o gerente funciona, seja porque você tem um bom relacionamento com o banco ou porque, apesar do volume de gastos no cartão, os atendentes do 0800 não conseguiram atender seu pedido. E se nem o gerente do banco conseguir te isentar da anuidade? Aí você tem duas opções: 1ª) aceitar a cobrança da anuidade; 2ª) se você abriu conta no banco tendo como motivação principal a aquisição do cartão, feche a conta no banco e abra em outro banco. 3. Pontos do programa de recompensas do banco. Alguns bancos não têm políticas transparentes em relação ao desconto progressivo na anuidade. Saiba que é possível utilizar os pontos do programa de recompensas do banco para abater o valor da anuidade. Por exemplo, 10 mil pontos para obter uma isenção total. Informe-se com o seu banco, via gerente, central 0800 ou mesmo Internet, para saber a quantidade de pontos necessários para obter a isenção de anuidade. 4. Volume de investimentos no banco. Alguns bancos possibilitam a você obter isenção de anuidade pelo volume de investimentos no banco. Dessa maneira, não será preciso torrar os pontos por anuidade. Converse com seu gerente de investimentos. Aproveite as dicas acima e tenha atitude na hora de obter a isenção de anuidade do cartão de crédito. Um real no seu bolso vale muito!

Um problema deve ser nosso professor, não nosso coveiro Enquanto escrevo este artigo recebo em meu estande Companhia do Sono os visitantes da Festa da Uva 2012 de Caxias do Sul. O evento é sempre um bom momento para rever os amigos e matar a saudade. Entretanto, há um lado negro nisso tudo: todo mundo tem um história triste para contar. Ai vem à questão: por que o homem governa com relativa habilidade o mundo que o rodeia, mas tem sérias dificuldades de administrar seus pensamentos, suas reações impulsivas e sua dor emocional? Por que ele é tão feliz quando tudo está “numa boa”, mas tem dificuldade em colocar a cabeça nos eixos quando está sob tensão? Eis aí uma prova incontestável que o ser humano não sabe como lidar com os problemas. Por isso Benjamin Franklin aconselhou: “Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença”. Há anos atrás eu conheci um homem que, durante um período de sua vida, adquiriu diversas dívidas com bancos, agiotas, amigos e parentes, até chegar num ponto, em sua caminhada, que perdeu totalmente a esperança de dar uma “virada” em suas finanças. Encontrei-o em um leito hospitalar, com vários quilos abaixo do seu peso, em estado profun-

do de estresse emocional. Meses após esse acontecimento, voltei a encontrá-lo no centro da cidade e alegrei-me: – Que bom tê-lo de volta, “cara”! Ele então me contou: – Sérgio, eu me sentia completamente derrotado e havia desistido de continuar a viver, até que, certa manhã, um novo paciente foi internado no leito ao meu lado. Ele era um jovem portador de síndrome de Down. No primeiro dia, eu não consegui olhar em seus olhos, apesar de ele não tirar o olhar de mim. Mas do segundo dia em diante, percebi que ele queria dizerme algo. Seu olhar puro transmitia uma paz que nada e ninguém conseguia explicar. De repente, milhares de pensamentos vieram à minha mente: “O que você está fazendo com sua vida, ‘cara’? Você tem filhos maravilhosos, uma esposa te aguardando em casa e um corpo saudável que te proporciona trabalhar. Agora, olha teu companheiro de quarto. Ele não nasceu com as mesmas virtudes. Talvez ele nunca possa lutar por seus sonhos. Portanto, levante-se dessa cama e dê um jeito na sua vida, senão você vai morrer”. Naquele dia meu amigo descobriu que um problema deve ser nosso professor, não nosso coveiro.

Sites de redes sociais, uma disputa além dos botões de curtir Por Viviane Ilha – jornalista especializanda em Marketing e Administração

Uma briga de gigantes na mídia online. A força dos titãs Facebook e Orkut também são medidas por publicidade e propaganda, muito mais do que ter milhões de usuários. No Brasil, o Orkut reinou durante muitos anos e vem perdendo sua força para a rede de Zuckerberg. Dados de uma pesquisa realizada pela comScore revelados em janeiro, e divulgados no site da Adnews (www.adnews.com.br), demonstram que o Facebook já ultrapassou em 2 milhões de usuários o Orkut. Com maior audiência, os sites de redes sociais ganham espaço na propagação de anunciantes, que migram em igual proporção. Nesse ranking galgado por sites especializados em comunidades e fóruns de discussões que a rede mundial de computadores vem tomando espaço no cotidiano e, vem mudando o hábito de consumo de conteúdo e informação. Uma transformação reforçada pelo número crescente de publicidade na Internet fomentada por um mercado de tecnologia e novas mídias disponíveis a todos que navegam nos browsers. Conforme explica o diretor geral da MediaMind

Redação Rua Benjamin Constant, 504 - Sala 14 Fone: (55) 3281-3139 CNPJ:09.144.053/0001-50 Jornalista responsável: Daniel Miranda - MTB 13.424 Departamento Comercial: Siria Souto Marques

na França, Dominique Blanc, a época é de uma grande transformação na forma de consumir conteúdos na web. Sob a luz das novas tecnologias é que as empresas tem ao alcance dos cliques dos usuários a oportunidade para alavancar e reforçar suas marcas, atingindo diretamente o consumidor que visita sites e portais. Desta forma, quanto maior for o número de pessoas conectadas à internet, como no Facebook, é que as empresas pegam carona na web para promover marcas e produtos que serão selecionados com um simples curtir de uma página. Enquanto isso, os usuários de sites aos poucos criam suas listas de preferência e os anunciantes de olho nos conectados disputam os potenciais clientes. Se existe uma disputa por novas plataformas nos sites de redes sociais que atraem os usuários de conteúdo, há uma grande disputa por captação de novos anunciantes pelos administradores de sites de redes sociais. Esse é um meio em que todos buscam conquistar clientes, se tornando um mercado para poucos empreendedores que se lançam no comércio eletrônico.

Reportagem: Helen Núbias e Marcel Junqueira (Esporte) Diagramador: Daniel Miranda E-mail: redacao@jornaldopampa.com.br; contato@jornaldopampa.com.br. Os textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião do jornal. Envie seus textos e sugestões para jornaldopampa@terra.com.br


29 de fevereiro de 2012

Geral

Recentemente um Jornal da Rede de TV SBT mostrou uma reportagem que conta a trajetória da Escola Estadual Nossa Senhora da Assunção, que desde 2008 aguarda uma reforma nas instalações. A última reforma de grande porte feita na Escola foi em 1997 e após nada mais foi feito. A estrutura da Escola é muito antiga e apresenta vários problemas, tanto na estrutura interna quanto na externa. Conforme a diretora da instituição, Mara Lúcia Nunes, a verba que recebem do Estado não é suficiente para grandes mudanças na estrutura, apenas é possível solucionar alguns problemas. Em 2010 foi feita a primeira negociação a respeito da reforma, mas até agora nada foi concretizado. Mara informou que teve conhecimento que no mês de outubro de 2011, uma empresa ganhou a licitação, e a Escola aguarda uma posição e informações de quando a obra irá começar. A diretora acredita que no primeiro semestre a obra já comece, ela aguarda juntamente com a comunidade escolar o início da reforma. Em 2011 aconteceram várias inundações no local, o que dificulta o andamento escolar.

Diretora Mara e professores lutam pela reforna da escola

O custo da Obra será de aproximadamente 500 mil reais, e aguardam uma posição da Secretaria de Obras do Estado, para que a reforma inicie. Para a diretora da Escola mesmo com todos os problemas existentes, a parte pedagógica é excelente, os alunos sempre colaboram tentando não depredar e piorar ainda mais a situação. Vários alunos obtiveram vagas em instituições federais, provando que o aprendizado não é prejudicado pelos problemas na estrutura. Um dos piores casos e que

mais preocupa a direção é parte elétrica que por ser antiga, precisa urgente ser renovada. Entre outros fatores como a pintura externa a resolução de infiltrações. Os fios da rede elétrica estão desencapados e a pintura externa encontra-se danificada, a escola vai completar 60 anos. Até o fechamento desta edição aguardamos um retorno do contato que havia sido feito por parte da 13° CRE de Bagé responsável pelas Escolas da rede Estadual de Ensino de Caçapava do Sul, porém não recebemos nenhuma resposta.

Estranhas marcas aparecem novamente no interior de Caçapava Nesta terça-feira, 28 de fevereiro o ufólogo caçapavano e professor Elver Teixeira, procurou a redação do Jornal do Pampa para apresentar imagens de marcas não identificadas no interior de Caçapava do Sul. As fotos foram tiradas na segunda-feira 27, a cerca Prof. Elver analisando as marcas no chão de 36 km da cidade indo pela BR 392, em direção a Santana da Boa ram a grama, deixando o local passíVista, próximo a localidade do Cal- vel de interpretações sobre objetos deirão. A família proprietária do cam- voadores não identificados. po onde apareceram as marcas proConforme o professor Elver curou o professor Elver em busca Teixeira, as suspeitas são de que as de uma explicação técnica sobre os marcas não sejam explicáveis por sinais que chegam a mais de 10 metros fenômenos humanos. Provavelmende diâmetro, em forma de uma ferra- te se tratando de uma manifestação dura. calórica suspensa semelhante a um Foram encontrados 7 pontos, fenômeno ocorrido em 2010 na locaque dentro de seu diâmetro queima- lidade da Colônia Santa Tereza.

Correção do Solo A utilização pastagens cultivadas como alternativas para o aporte forrageiro animal visando maior produtividade em épocas de escassez de produção ou mesmo para potencialização em períodos adequados é, sem dúvida, uma tecnologia indispensável nos sistemas de produção agropecuários. Porém, para o pleno estabelecimento das pastagens, a busca de informação técnica e utilização das recomendações são fundamentais. A calagem é considerada como uma das práticas que mais contribui para o aumento da eficiência dos adubos e consequentemente, da produtividade e da rentabilidade no agronegócio. Esta técnica considerada o primeiro passo para a implantação de pastagens ou culturas e está cada vez mais difundida, pois corrige a acidez do solo, melhorando o aproveitamento dos nutrientes da terra e com isso fornece às plantas os teores ideais de cálcio e magnésio, além de melhorar a eficiência dos fertilizantes e aumentar a reciclagem dos nutrientes. Apesar de todos estes benefícios, a calagem ainda é subutilizada, fato semelhante a tantas outras tecnologias disponíveis e eficientes que não são aderidas pelos produtores rurais.

O fato da não utilização de tecnologias para potencializar a produção não é estranho para produtor gaúcho e esta triste característica ainda está no perfil do pecuarista daqui. A título de curiosidade, no Rio Grande do Sul o preço da tonelada de calcário é 60% mais barato que em São Paulo, por exemplo, enquanto o Kg de boi gordo, é semelhante entre os dois estados. No sudeste do Brasil, mensalmente são publicados índices que relacionam o preço do boi gordo com a tonelada de calcário, o que reflete que lá existe a preocupação com esta técnica e ela está presente nos custos de produção como componente essencial. Outro fator importante a ser citado é que o frete e aplicação do calcário representam o maior custo na utilização da técnica. Porém isso não é um problema para os produtores Caçapavanos. Estamos localizados no município que produz mais de 85% do calcário gaúcho, e essa proximidade ao produto diminui consideravelmente o capital a ser investido. Portanto, a correção do solo com a calagem é um passo importante para o sucesso da produção e deve ser seguido de recomendações técnicas, bem como do manejo correto da pastagem.

Foto: João XT

Escola Estadual Nossa Senhora da Assunção aguarda por reforma

Jornal do Pampa | 03


Política/Geral

04 | Jornal do Pampa

29 de fevereiro de 2012

Legislativo volta do recesso nesta semana Câmara e Casa do Poeta lançam o 3° Prêmio Literário Legislativo

A Partir do dia 1º de março, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul retorna definitivamente do recesso parlamentar de 45 dias. Neste período, o Legislativo funcionou normalmente, só não houve sessão ordinária. Já no decorrer do mês de março vários projetos devem ser votados pelo plenário, além disso, no dia 08 de março acontece a sessão solene em homenagem ao dia Internacional da Mulher, onde cada vereador escolhe uma homenageada para representar toda a comunidade feminina. Na primeira semana de março ainda está programado o lançamento do no site da Câmara, totalmente reformulado, desenvolvido pelo provedor Farrapo de Caçapava do Sul. Segundo o Presidente do Legislativo, Ilson Tondo, este ano deve ser muito agitado, principal-

Presidente acredita que o primeiro semestre de 2012 será agitado. mente por se tratar de um período eleitoral, mas iremos manter como sempre o pensamento único do Legislativo, que é transparência, fis-

calização, legislação e acima de tudo trabalhar em parceria com a comunidade, sempre visando o bem estar da coletividade.

Telhado da Casa dos Ministérios cede com a chuva

Nesta quinta-feira, dia 23, durante a abertura oficial do ano letivo da rede municipal de ensino, no Clube União Caçapana, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul em parceria com a Casa do Poeta, Capocaça, realizaram o lançamento do 3° Prêmio Literário Legislativo. A iniciativa que já está em sua terceira edição, consiste em um concurso de poesia, crônica e conto, entre os alunos do ensino fundamental, médio e superior, além da comunidade. Os melhores trabalhos de cada categoria são selecionados para a publicação de um livro que é lançado todo o ano durante a programação da feira do livro de Caçapava do Sul, em sessão solene da Câmara de Vereadores, que acontece tradicionalmente na feira. Além disso, os vencedores do concurso são homenageados pelo Legislativo durante a sessão de lançamento do projeto, onde recebem exemplares do livro e um troféu pela classificação. As inscrições começam na segunda-feira, dia 27 de fevereiro e irá até o dia 5 de abril. As pessoas e alunos interessados podem procurar a sede da Casa do Poeta ou a

própria Câmara para tirar qualquer dúvida e fazer a sua inscrição. Segundo o Presidente da Câmara, Ilson Tondo, o Prêmio Literário já está na sua terceira edição, com isso, “o Legislativo está cumprindo a sua parcela de contribuição com a cultura e a literatura, mas sempre em parceria com a Casa do Poeta que realiza um excelente trabalho. Este é um dos muitos projeto culturais que iremos fazer durante este ano, dando seqüência ao trabalho realizado pela Ex-Presidente Rosilda Freitas”, explanou Tondo.

A tradicional homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Na tarde de sábado (25) um estrondo foi escutado no centro próximo a Rua Sete de Setembro. Parte do telhado da Casa dos Ministérios onde está instalado a Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) cedeu em consequência da forte chuva. Alguns integrantes do Partido dos Trabalhadores estavam na Sede do Partido no momento da queda e ouviram o barulho e chamaram a secretária Geral do município, Jane Mayora. No momento não havia ninguém na Secultur. Os bombeiros foram acionados para isolar o local e avaliar as condições do prédio. O secretário de turismo Nilberto Freitas, a secretaria geral Jane Mayora e o secretário de

obras Sálvio Daniel acompanharam os procedimentos, também foi chamada a equipe de energia elétrica para desligar a luz do prédio. Conforme explicou Nilberto por medida de segurança alguns móveis e arquivos foram posicionados em uma área mais nova do prédio, apenas os aparelhos eletrônicos foram retirados, pois havia o risco de desabamento do forro e de paredes. Uma hora depois de o telhado cair sobre, era possível escutar estalos das madeiras. Segundo Sálvio, a retirada dos móveis não poderia ser feita por haver um grande risco de acidente dentro da casa, já que não poderia ser

feito movimento dentro do prédio. “Não vamos arriscar, existe uma grande chance de vir tudo abaixo a qualquer instante. Na segunda-feira vamos avaliar as condições do prédio” reforçou. A medida de segurança também foi alertada pelos bombeiros que finalizaram o atendimento ao isolarem o entorno do prédio. Sobre o prédio histórico: Pertenceu a José Pinheiro de Ulhoa Cintra, jornalista e Ministro de diversas pastas da República Rio-Grandense. Aqui foram instalados os ministérios do Governo Republicano RioGrandense em 1839, período em que Caçapava do Sul foi Capital Farroupilha (2ª Capital).

No dia 08 de março de 2012, acontece na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul a sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da mulher. Esta comemoração já é tradicional no Legislativo, onde cada vereador escolhe uma mulher para ser agraciada e representar toda a comunidade feminina. Mas antes desta solenidade, na sexta-feira, dia 24, as mulheres que serão homenageadas estiveram reunidas na Câmara para acertar os últimos detalhes da solenidade. Este ano as escolhidas para receberem a homenagem são: Regina Dias, Maria Madalena Barcelos, Gisélbia Ragagnin, Silvia Monteiro, Izaura Zanetti, Rosane Miolo dos Santos,

Santa Cléia Trindade, Fabiane Bitencourt e Rita Oliveira. A Sessão está marcada para as 19 horas, no plenário da Câmara e toda a comunidade está convidada. Durante a reunião, ficou acertado que a agraciada Rosane dos Santos falará em nome de todas na sessão. Já representado a Câmara, a vereadora Rosilda Freitas, que é a proponente da solenidade usará a palavra. Na foto ao lado estão seis das nove homenageadas, as que faltaram na primeira reunião mandaram representantes. O Vice Presidente da Câmara, Pedro Gaspar, representou o Presidente Ilson Tondo no encontro.


29 de fevereiro de 2012

Cidade/Geral

Jornal do Pampa | 05

Cultura sobre rodas chega ao município Fazenda apresenta Imagem:Divulgação

Permanente, que serão levadas gratuitamente à comunidade caçapavana, estão música, teatro, dança, oficinas de percussão ecológica, novas mídias entre outras opções. Na passagem pelo município, a unidade irá disponibilizar para oito bandas amadoras a gravação de cd´s. Segundo Darlan Freitas, um dos organizadores da programação, o projeto é uma oportunidade imperdível para a população. Desta forma, os integrantes da Escola de Samba Permanente vão utilizar essa estrutura com o objetivo de potencializar alternativas de fortalecimento da cidadania através da Comunidade Cultural, a qual prevê a integração de todas as manifesta-

ções culturais do município. Darlan explicou que essas atividades propostas nas oficinas estão em conformidade com o que será realizado na sede da escola de samba permanente. As Inscrições para oficinas podem ser feitas a partir desta quartafeira (29) na Secretaria de Cultura e Turismo (quiosque) além de informações no sitio da prefeitura: www.cacapava.rs.gov.br e no Blog http://www.escoladesambaperma nente.blogspot.com/ Outras informações no Centro Municipal de Cultura (55) 3281-3936 e Imprensa da Prefeitura (55) 32811351 ramal 224. A Secultur está na Rua Ulhôa Cintra (centro).

Carnaval de 2012 se tornou um marco da folia A afirmação da retomada do carnaval de rua, com a participação de escolas de samba, carnavalescos e blocos, em Caçapava do Sul foi percebida pela comunidade que participou ativamente das festividades carnavalescas durante o período de 18 a 21 de fevereiro. A estimativa é de que as quatro noites de folia reuniram em torno de 30 mil pessoas. Entre as atrações os desfiles da escola “Unidos da Vila Sul” e da Escola de Samba Permanente composta por integrantes das escolas: Unidos da São João, Estrela do Mar e Mocidade Amigos do Samba. A corte do carnaval acompanhou os desfiles e também participou dos bailes. Os blocos carnavalescos vencedores foram: 1º lugar - Só nós; 2º lugar - Amigos na Canha, 3º lugar Os Betas, 4º lugar - Bateria Fraca... Recarregue! A premiação teve apoio da Câmara de Vereadores. O investimento no carnaval foi de R$76.067,05, incluíram o plano de

Público lotou lonão nos quatro bailes aplicação sonorização, iluminação anos. de palco, banheiros químicos, pavi“O carnaval organizado pela lhão de shows e da alimentação, en- administração popular realizado para tre outros itens. Conforme o prefei- o povo, que reafirmou a retomada to Zauri Tiaraju de Castro, esse re- da festa no município” ressaltou curso serviu para melhorar a Zauri. “O carnaval com certeza é um infraestrutura do evento e proporci- marco desta gestão, assim como onar aos caçapavanos um dos me- outras ações e melhorias como, por lhores carnavais dos últimos três exemplo, na pavimentação de ruas”, comentou o secretário de planejamento Guilherme Torres Fleck. O secretário da cultura e turismo Nilberto Ricalde de Freitas fez uma avaliação do evento em toda a sua movimentação, que iniciou com a Folia Comunidade onde houve uma ótima interação nos bairros pelos quais passaram o trio elétrico e a bateria de samba. Segundo Freitas, este carnaval foi organizado durante o mês de janeiro e contou com apoio de toda a equipe da Secultur e de vários secretários de município e setores da Prefeitura que participaram desta organização. “Foi um evento que mobilizou todo o grupo e durante os desfiles e os bailes, continuamos contando com esse União das escolas de samba na bateria apoio” disse.

demonstrativo do último quadrimestre Em 27 de fevereiro foi realizada pela Prefeitura a demonstração e avaliação das metas físicas do terceiro quadrimestre de 2011, que compreende os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. A audiência pública aconteceu na Câmara de Vereadores por volta das 10 horas, com a participação do secretário substituto da Fazenda Dinarte Batista e o controle interno da prefeitura. De com acordo com o comunicado oficial do gabinete do Prefeito Municipal esta apresentação atende ao disposto no parágrafo 4º do Artigo 9º da Lei Complementar

nº101/2000, e ao parágrafo 8º do Artigo 56 da Lei Orgânica, objetivando a demonstração e avaliação das metas físicas do 3º quadrimestre do ano passado. Conforme informou o secretário, esse demonstrativo estará disponível na Secretaria da Fazenda, assim como, na Internet no sitio da Prefeitura (www.cacapava.rs.gov.br). “As metas foram atingidas em 2011. Os gastos com educação foram de 28% e da saúde 19%. Os recursos investidos nessas áreas estiveram dentro do que regulamenta a lei” comentou Batista. A leitura do demonstrativo foi do contador Arlei Lopes Souza.

Obras intensifica trabalho em vilas A Secretaria de Obras realizou série de serviços na Vila Pereirinha nas últimas semanas. De acordo com prefeito Zauri Tiaraju de Castro as medidas foram tomadas no final de janeiro atendendo a reivindicação da comunidade. Conforme explicou o secretário de obras Sálvio Daniel de Jesus do cronograma de atividades na Vila Pereirinha foram realizadas o patrolamento, alargamento, limpeza e encascalhamento de várias ruas. Assim como a limpeza de bueiros e troca de tubos para escoamento de águas pluviais. Segundo o secretário a meta é dar continuidade a esses serviços em outros bairros e vilas com o mesmo cronograma de atividades. Também seguem as atividades para calçamento na Rua ver. Luiz Coelho Leal e na Avenida Castelo Branco (Passo das Tropas). Foto: Imprensa Prefeitura

Um caminhão de cultura será instalado no município a partir desta quarta-feira (29) no Largo Farroupilha. O programa federal “Cultura e Cidadania Sobre Rodas” ficará por cinco dias com diversas atrações, oficinas e palestras. O projeto do Ministério da Cultura (MinC) é uma realização da Prefeitura e Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), promovido pela 1ª Escola de Samba Permanente. A unidade móvel ficará no município de 29 de fevereiro até o domingo, 4 de março, com ações pela manhã, tarde e noite. O caminhão todo adaptado é projetado para levar as diferentes comunidades, informação, capacitação profissional, geração de trabalho e renda, cultura, lazer, entretenimento e desenvolvimento econômico. Simultaneamente atende diversas atividades de cultura, meio ambiente, sustentabilidade, exibições de filmes, biblioteca virtual, palestras, jogos educativos, cursos, oficinas e Shows. Entre as atrações programadas pela Escola de Samba

Prefeito cumpre agenda na Capital Nesta terça-feira (28) o prefeito Zauri Tiaraju de Castro e o secretário de obras Sálvio Daniel de Jesus cumpriram uma série de compromissos no governo estadual. Eles estiveram em várias secretarias do governo. Para dar continuidade ao tratamento sobre o convênio que trata da recuperação da entrada da cidade (via acesso BR 392), eles se reuniram com a direção do DAER-RS. Outra pauta diz respeito à construção das 50 casas no antigo horto, o prefeito e o secretário buscaram junto a Secretaria de Habitação agilizar o processo para dar continuidade ao projeto no município. Informações do gabinete até o fechamento desta edição.

Seminário Economia Solidária O Corede Campanha promove em parceria com o Departamento de Incentivo e Fomento a Economia Solidária da SESAMPE do governo estadual no dia 3 de março, o Seminário “Economia Solidária: Estratégia de Desenvolvimento a partir das Potencialidades Locais” a ser realizado a partir das 15h, em Bagé, tendo como local o Auditório da Escola Municipal São Pedro, situado na Av. Santa Tecla, 337, Bairro Getúlio Vargas. Segundo o presidente do conselho, João Sergio Machado este encontro é importante para região da campanha que compreende sete municípios, incluindo Caçapava do Sul, para o entendimento sobre a economia solidária a qual vem sendo introduzido no âmbito das organizações da sociedade civil, órgãos governamentais e também de empreendimentos econômicos solidários.


06 | Jornal do Pampa

Cidade

29 de fevereiro de 2012


29 de fevereiro de 2012

Veículos

Caminhões: alguns cuidados para uma viagem tranquila Dando sequencia as matérias de manutenção preventiva de automóveis, nesta edição iremos passar algumas dicas de segurança e alguns cuidados que o caminhoneiro deve durante sua viagem, pois este profissional transporta as riquezas de nossa cidade e do nosso país.

Carga bem amarrada é sinônimo de segurança Quando o assunto é segurança na estrada, além de cuidar do caminhão, dirigir e conhecer bem os perigos do trecho, o motorista precisa saber fazer amarração da carga e acondicioná-la de modo seguro no veículo, afinal, a mercadoria deve chegar ao cliente em perfeito estado de conservação. A correta acomodação da carga ajuda a evitar imprevistos durante o percurso, acidentes ou até mesmo multas. O Núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal de São Paulo avisa que o órgão está de olho nas cargas durante as operações de fiscalização de rotinas feitas através de comandos específicos. O principal risco, segundo a PRF, é a carga do caminhão cair no leito da via, fato tipificado como infração pelo artigo 231, incisos I e II do Código de Trânsito Brasileiro (lei 9.503/97). Além disso, quando existe o mau acondicionamento da carga é inerente o risco para os demais usuários, que a qualquer momento podem ser surpreendidos por um obstáculo. As conseqüências mais graves são eventuais acidentes que podem acontecer, sendo que o próprio veículo de carga poderá ter alterado seu centro de gravidade e impossibilitar a condução e o controle por parte do motorista. As principais recomendações feitas pela PRF para uma viagem segura são dirigir com responsabilidade e atenção, realizar as manutenções preventivas no veículo e acondicionar de modo seguro a carga (DG).

Pneus necessitam de cuidados Mesmo com as constantes evoluções na fabricação, a vida útil de um pneu está diretamente relacionada a uma manutenção cuidadosa do

veículo. Segundo a Anip (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos), “a maioria dos usuários esquece que o pneu não é só um componente importante para a performance do transporte, mas também é essencial à segurança”. Pensando nisso, listamos algumas dicas para que você obtenha o melhor desempenho do pneu. Desgaste: Um dos primeiros pontos que devem ser abordados é o desgaste máximo do pneu (limite de segurança), que é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos. Abaixo dessa medida, ele já passa a ser considerado “careca”. Neste sentido, a resolução do Contran 558/80 estabelece que trafegar com pneus abaixo do limite é ilegal. Sendo que o veículo pode ser apreendido.Para saber a hora certa de trocar o produto, os pneus vêm com ressaltos na base dos sulcos para indicar o limite de segurança sem ter que se usar um medidor. Por isso, o motorista pode vistoriar bem o pneu periodicamente, sem necessidade de se deslocar a um estabelecimento comercial.Quando o pneu está careca, há um aumento da propensão de derrapagens laterais, mesmo em pista seca; o espaço necessário para frenagem aumenta, mesmo em pista seca; não há drenagem adequada de água, causando grande instabilidade em pistas molhadas; cresce o risco de furos e cortes na banda de rodagem. Manutenção Mecânica: Para um bom desempenho do pneu, vários componentes mecânicos do veículo – como amortecedores ou molas, freios, rolamentos, eixos e rodas – tem influência sobre a quilometragem dos pneus, caso algum esteja com problema é possível que haja perda no rendimento. O desbalanceamento das rodas, por exemplo, causa perda de tração, de estabilidade, desgastes acentuados em componentes mecânicos e no próprio pneu.Além disso, o alinhamento de direção é muito importante, pois desvios mecânicos provocam desgastes prematuros de pneus e desalinhamento de direção, deixando o veículo instável e inseguro. Pressão dos pneus: Problema com a calibragem dos pneus - tanto

maior quanto menor do que o necessário – ocasiona diversos problema. A baixa pressão, por exemplo, presenta vários problemas como a aceleração do desgaste geral do pneu (trabalha mais quente); maior consumo de combustível (maior resistência de rolamento); perda de estabilidade em curvas (alteração da área de contato com o solo); direção pesada e perda da capacidade de manejo (maior resistência); desgaste prematuro dos terminais de direção (aumento de exigência). Já o excesso de pressão provoca um desgaste mais acentuado no centro da rodagem (apoio maior sobre esta área); perda de estabilidade em curvas (menor área de contato com o solo). Ações preventivas • Pequenas mudanças podem diminuir estes problemas e, assim, proporcionar maior rodagem do pneu. Para evitar desgaste excessivo e desnecessário, há algumas recomendações: • Calibre os pneus semanalmente de acordo com a indicação do manual do fabricante • Faça rodízio de pneus. • Evite sobrecarga de peso. • Faça a manutenção preventiva de componentes do veículo que atuam diretamente sobre os pneus. • Alinhe o sistema de direção e suspensão, além do balanceamento de pneus conforme indicado pelo fabricante. • Utilize o pneu indicado para cada tipo de solo. • Observe periodicamente o indicador de desgaste de rodagem (TWI – Tread Wear Indicators), que existe em todo pneu para mostrar o momento certo da troca. • Evite o contato do pneu com derivados de petróleo ou solventes, que atacam a borracha.• Evite a direção agressiva com freadas fortes e mudanças bruscas de direção. Fonte: Anip

Jornal do Pampa | 07


Geral

08 | Jornal do Pampa

O primeiro dia de aula chegou, e agora? A escola é muito importante na vida da criança, tanto no âmbito da educação, quanto no âmbito da socialização. Toda criança irá enfrentar o “primeiro dia de aula”, e cada criança tem uma maneira para passar pelo processo de adaptação, para algumas ás vezes pode ser um processo difícil e demorado. A ida a escola muitas vezes gera ansiedade e insegurança, pois é um ambiente diferente, longe da família, um período de separação momentânea, mas que a criança tem que perceber que seus pais não estão abandonando-a e que logo voltarão para buscá-la. Por isso, explique mesmo para os pequenos, que você vai voltar. E tem que voltar mesmo, procurando no início chegar um pouco antes da saída dos outros coleguinhas, porque se a criança em adaptação percebe que os amiguinhos estão indo embora e ela não, então pensará que foi abandonada. É necessário sentir confiança na escola que seu filho irá estudar, é imprescindível antes de matriculá-lo procurar saber a proposta pedagógica, se o que escola oferece corresponde às suas expectativas, pois assim poderá passar segurança de que aquele é o melhor para a criança. É interessante que você leve seu filho para conhecer a escola antes de iniciar as aulas, mostre as novidades, a pracinhas, os diferentes brinquedos, e vá explicando como vai ser bom e divertido, incentive-o. Mostre para ele o

uniforme, a sua sala de aula, é importante que ele sinta-se parte integrante da escola. Mostre interesse pelas novidades que ele irá contar ao chegar em casa, procure sempre estar presente nas apresentações. É importante que dedique um tempo para este processo, pois para a criança na escola todos são estranhos, e você será o suporte. Mas lembre-se de não interferir na atividade da professora, então de preferência para ficar do lado de fora da sala de aula, e gradativamente vá espaçando este tempo, ate perceber que ele realmente não vai sentir a sua ausência. Mesmo a criança adaptando-se com facilidade, pode ter uma recaída depois, seja porque um coleguinha o está incomodando, seja porque voltou de férias ou qualquer outro motivo. Neste caso, procure verificar o que está acontecendo e lhe dar muito apoio, conversando bastante. Procure ir junto, fazendo uma readaptação até ele sentir-se seguro, mas não tire-o da escola a não ser que o problema seja com a escola, aí sim é melhor trocar. Não desista na primeira dificuldade. Muitos pais se sensibilizam com a resistência dos filhos à adaptação escolar e acabam retardando este momento. O ideal é que você esteja ao lado dele e converse muito. Este processo de adaptação deve ser um trabalho conjunto (pais, professores, escola) tem que estar em sintonia para poder auxiliar a criança.

29 de fevereiro de 2012

Salão lotado na abertura do ano letivo da rede municipal Nesta quinta-feira, dia 23, aconteceu no Clube União Caçapavana a abertura oficial do ano letivo de 2012, da rede municipal de ensino. O encontro reuniu cerca de 350 pessoas, entre professores e funcionários das Escolas Municipais, além de autoridades educacionais. A Secretária de Educação, Kátia Linhares, abriu o evento explanando as metas da educação municipal para este ano e os projetos que estão em andamento nas Escolas, principalmente o “ Mais Educação”, implantando em algumas escolas do município. Após, a equipe pedagógica da Secretaria de Educação apresentou vários vídeos de projetos que estão sendo implantados atualmente e programas que visam cada vez mais a valorização pedagógica nos educandários. Na sequência do encontro, alunos do projeto “Mais Educação”, da escola Patrício Dias Ferreira realizaram uma apresentação artísticas voltada a valorização da educação. O Prefeito Zauri Tiaraju de Castro usou a palavra para relembrar a aprovação do novo plano de carrei-

Os professores lotaram o salão principal do Clube União ra do magistério e as obras em esco- lhores trabalhos e lançado durante las e creches que foram feitas ou es- a Feira do Livro de Caçapava do Sul. tão em andamento. O Prefeito falou O Lançamento do Prêmio literário foi também da possibilidade de estabe- realizado pela diretoria da Casa do lecer ainda no primeiro semestre o Poeta, em conjunto com o Presidenpiso nacional no vencimento dos pro- te da Câmara, Ilson Tondo, que tamfessores, no mesmo parâmetro que bém participou da abertura do ano letivo. está sendo negociado no Estado. No final do evento, os profesDurante o encontro, foi lançado oficialmente também o 3° Prêmio sores assistiram uma palestra com a Literário Legislativo, que é um con- pedagoga Lucia Elena. Participaram também do enconcurso de crônicas, poesias e contos, entre alunos e comunidade. O con- tro, os Secretários Municipais, curso é organizado através de uma Leomar Melo, José Ivan Menezes e parceria entre a Câmara de Vereado- Jeane Mayora, os vereadores Peter res e a Casa do Poeta, Capocaça, Linhares e Paulo Pereira, além do onde um livro é editado com os me- pároco local, Padre Rudinei Lasch.

Tradição que passa de pai para filho Mini rodeio foi à diversão da criançada nas férias

A Primeira Vez na Escola: Separação e Adaptação Para aquelas crianças e adolescentes que já freqüentam a escola, o obstáculo maior na volta às aulas é vencer a ‘preguiça’ e (re)organizar a nova rotina. Portanto, para aqueles pequenos que pela primeira vez estão deslumbrando o mundo da escolarização, o obstáculo é bem maior e pode ser enfrentado com choros e pedidos de voltar para casa. Pois bem. É uma fase difícil sim, que deve ser administrada com muita paciência, persistência, afeto e, sobretudo, respeitar o tempo da criança que pode adaptar-se no primeiro dia, na primeira semana ou em todo o primeiro mês, levando mais tempo para dar ‘tchau’ tranquilamente para seus pais. E é comum também que, a dificuldade maior esteja nos próprios pais em separarem-se de seus filhos pela primeira vez. Eis que surge um medo de ser substituído, de perder o seu lugar na vida da criança quando esta começa a incluir outras pessoas em sua rede de confiança, justamente, o que a escolarização proporciona: sociabilização. Mesmo que a criança não esteja incluída no processo formal de aprendizagem, o seu processo de escolarização já teve início quando começa a frequentar berçários, maternais e jardins e, além dos objeti-

vos pedagógicos, estes representam a ‘quebra dos cercados’ daquela criança. Começa a aventura de desbravar o mundo externo fora de casa e longe dos pais. É natural que haja estranhamento, medo, angústia e pedidos para voltar ao seu lugar seguro, a casa. É importante nesta fase que os pais estejam seguros quanto à decisão de iniciar a escolarização do filho e seguros quanto à escola (metodologia; objetivos; higiene; equipe pedagógica; estrutura) para que possam passar tranqüilidade e segurança. Deve haver uma disponibilidade para levá-los e não precisar sair às pressas e as escondidas, pois não é saudável fugir e no início é importante permanecer um pouco no ambiente junto à criança. Deixar que eles carreguem consigo uma foto da família, um objeto de casa ou até mesmo um objeto dos pais, pode minimizar a ansiedade e passar mais segurança. Cumpra horários, nunca as deixem esperando porque fatos como esse podem aumentar a fantasia persecutória de que foram abandonados pelos pais. E ainda, tenham persistência. Investimento é a palavra-chave. Desistir gera frustração para a criança, o sentimento de ‘eu não consegui’!

Os amigos Gustavo Chaves, Lucas Chaves e Giovano Martins, são os organizadores do “rodeiozinho”. É como eles chamam a brincadeira praticada nas férias e aos finais de semana. A iniciativa partiu de Gustavo, apaixonado por rodeio, herança de seu pai, resolveu criar a brincadeira para se divertir durante as férias. Até hoje já realizaram em torno de 20 mini rodeios, com a tradicional vaca parada. Participam da brincadeira crianças de várias idades, desde os 8 até os 22 anos. Os amigos se juntam e está feita a festa. De brincadeira só o nome, tudo é bem organizado, as premiações são feitas, tudo montado como um rodeio oficial. Segundo Gustavo e Lucas a premiação mais importante foi a taça Macedo Chaves. Conforme os organizadores, como eles mesmos se intitulam, não pretendem parar de realizar o evento, a estrutura é montada para parecer de verdade. A brincadeira é feita semelhante a um rodeio oficial, com copa, narrador, inscrição, sistema de regras, e a administração fica por conta do que eles chamam de “dono do rodeio”. O “rodeiozinho” sempre é realizado na casa do organizador, na calçada, onde as provas de laço são feitas. Os meninos explicaram que a tradição da competição está no san-

Lucas Macedo Chaves treinando tiro de laço em vaca parada.

Comissão organizadora do Rodeio.

gue, é uma herança dos pais e que almejam ser campeões, mas para isso é preciso treinar muito. Também comentaram que praticam um esporte de final de semana. A definição da brincadeira para eles é “uma diversão saudável onde há competição, e um esporte que envolve toda família”, destacaram Lucas de 12 anos e Gustavo de 17.

O laço é uma paixão que nasceu com eles, ambos os organizadores já foram premiados em rodeios realizados nos CTGs de nossa cidade. O mais importante é a diversão de brincar e treinar ao mesmo tempo, o que faz da prática um esporte saudável para as crianças. Segundo eles, já estão se preparando para o próximo mini rodeio.


Geral

Jornal do Pampa | 09

O escritor Rivadavia Severo será o Patrono da XII Feira do Livro

Paróquia Nossa Senhora da Assunção dá início a Campanha da Fraternidade 2012

29 de fevereiro de 2012

Neste domingo, 26, aconteceu no salão paroquial o almoço tradicional que escolheu através de votação direta, o nome do professor e escritor Rivadavia Severo como Patrono da XII Feira do Livro de Caçapava do Sul, que será realizada de 4 à 13 de maio de 2012, no próprio salão paroquial. Severo obteve na eleição 37 votos. Participam todos os anos da eleição do Patrono, ex alunos da Oficina de Criação Literária Alcy Cheuiche, a comunidade cultural, em conjunto com o poder público, que são os grandes incentivadores da Feira. Durante o encontro, o Presidente da Câmara, Ilson Tondo, junto com o Secretário de Cultura e Turismo, Nilberto Freitas (Lalala) e a Secretária de Educação, Kátia Linhares, efetuaram a contagem dos votos e a divulgação do resultado, que deu a vitória para o caçapavano, Rivadavia Severo. O professor irá substituir o apresentador e escritor José Antonio Anonymus Gourmet Pinheiro Machado, que foi o Patrono em 2011. O Coordenador Geral da Feira do Livro, Pedro Vanolin Macedo

Rivadavia Severo com o Coordenador Geral da Feira, Pedro Vanolin comandou a votação e o encontro, com o apoio dos xerifes do evento, Luiz Hugo e Denise Burin, além da comissão organizadora da festa cultural, que conta com o apoio dos alunos diplomados da oficina de criação literária Alcy Cheuiche. Rivadavia Severo é licenciado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Porto Alegre e bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da FunBA (URCAMP). E pós graduado pela ESEF da FEVALE. Foi autor de vári-

os livros: Prosas das Sexta-Feira (2006), Artigos para rádio e jornal(2009), atualização e revisão ortográfica do livro Visão do Pampa em 2007. Escreveu também Entrevero, coletânea de artigos e crônicas, contos e poemas em 2011. No ano de 2011 foi agraciado com os prêmios Troféu Ubiraci e Troféu Giuseppe Garibaldi. Para o patrono de 2012 ter sido escolhido para tal está entre as maiores honrarias na cidade, se sente lisonjeado com a indicação, destacou Ridavia.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul Rua Benjamin Constant, 686 – CEP 96.570-000 CNPJ 88.142.302/0001-45

EDITAL Nº 2075/2012 – PREGÃO PRESENCIAL Nº174/2012 (AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS) A PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇAPAVA DO SUL, torna público, que às 10:00 horas do dia 13/03/2012 estará realizando Pregão Presencial para Aquisição de Combustíveis (abastecimento nos estabelecimentos situados no perímetro urbano deste Município). Informações fone 55 3281 2463. Edital disponível no site: www.cacapava.rs.gov.br CEL. TIARAJU DE CASTRO Prefeito.

COOPERATIVA TRITÍCOLA CAÇAPAVANA LTDA. CGC: 87.678.132/0001-55 Rua 15 de Novembro, 895 - Caçapava do Sul/RS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA O Presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Tritícola Caçapavana Ltda., Cotrisul, que conta em seu quadro social com 1.218 (hum mil duzentos e dezoito) associados, usando das atribuições que lhe confere o Artigo 19 (dezenove), em cumprimento ao Artigo 29 (vinte e nove) dos Estatutos Sociais, e de acordo com a deliberação do Conselho de Administração, conforme ata registrada em Livro próprio, “CONVOCA” os senhores associados para uma Assembléia Geral Ordinária a realizar-se dia 12 (doze) de março de 2012 (dois mil e doze), às 12:00 (doze) horas em primeira convocação com a presença de 2/3 (dois terços) dos associados, às 13:00 (treze) horas em segunda convocação com a presença de metade mais um dos associados, e, em terceira convocação às 14:00 (quatorze) horas com número mínimo de dez associados, tendo por local a Sede Social da Associação Atlética Cotrisul, sito à Estrada do Salso, nesta Cidade de Caçapava do Sul, com a seguinte ordem do dia: a) Leitura, discussão e aprovação do Relatório do Conselho de Administração, Balanço Geral, Demonstrativo da conta “Sobras e Perdas”, Parecer do Conselho Fiscal e Parecer da Equipe de Assessoria e Auditoria; b) Deliberar o destino das “Sobras e Perdas”; c) Fixar os honorários da Diretoria Executiva e o valor da Cédula de presença para os Conselheiros de Administração, Fiscal e para os integrantes das Comissões de Produtos e Comitê de Integração. d) Aprovação de indicação e posse do Conselho Fiscal de acordo com o Artigo 58 (cinqüenta e oito) dos Estatutos Sociais. e) Assuntos Gerais Caçapava do Sul, 23 de fevereiro de 2012. Luis Eugênio Dias dos Santos Presidente

Em 2012, a Campanha da Fraternidade tem como tema “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema: “Que a saúde se difunda sobre a Terra”, (cf.Eclo 38,8). No dia 22 de fevereiro foi o lançamento oficial da campanha, que em Caçapava do Sul será realizada durante o ano todo. Uma comissão está sendo montada a fim de mobilizar a comunidade com o tema. O objetivo da campanha é “Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção dos enfermos, e mobilizar por melhoria no sistema público de saúde”. Conforme o Pe. Rudinei Lasch, pároco da cidade a questão de saúde pública necessita envolver todos os segmentos ligados ao assunto dentro de Caçapava. Desta forma gerar parceria para que a campanha de 2012 alcance de fato o seu maior objetivo. Estão conhecendo a realidade da cidade e como a população está sendo atendida, pois é necessário conscientizar os caçapavanos a terem hábitos saudáveis e auxiliar na melhoria da saúde como um todo para a comunidade local. Será realizado um trabalho em escolas para levantar o tema e gerar

IMÓVEIS PARA LOCAÇÃO LOCAÇÕES COMERCIAIS 1- SALAS COMERCIAIS – (duas) – esq. das ruas Gal. Osório e Cel. Coriolano Castro. Excelente ponto comercial. VALOR - a negociar. 2- SALAS COMERCIAIS – Rua XV de Novembro, acima da Galeria Oberto. VALOR a negociar. 3- SALA COMERCIAL – Rua Gal. Osório, excelente ponto comercial. VALOR - R$ 800,00. 4- SALA COMERCIAL – Medindo 45,00m², excelente ponto comercial. VALOR – R$ 700,00. 5- IMÓVEL PARA FINS COMERCIAIS –(Próprio para escritório, clínica, etc...) Rua Ulhoa Cintra. Valor – a combinar 6- SALAO COMERCIAL – Rua XV de Novembro (própria para loja, escritório, consultório, etc...) Rua XV de Novembro. VALOR – R$ 880,00. LOCAÇÕES RESIDENCIAIS 1- APARTAMENTOS EDIFÍCIO SOLAR DOS CERROS 101- Sala de estar para três ambientes com lareira e sacada, vista panorâmica, cozinha integrada, duas suítes, com possibilidade de um terceiro dormitório, área de serviços, e box garagem. VALOR – R$ 900,00. 202- Sala de estar e jantar com sacada, três dormitórios, sendo um deles suíte com sacada, banheiro social, cozinha e área de serviços. VALOR – R$ 880,00. Prédio com porteiro eletrônico, elevador e salão de festas. Rua Tiradentes, nº 768. 2- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com sacada, três dormitórios, sendo um deles suíte, banheiro social, área de serviços e box garagem, portão eletrônico. Rua Ulhoa Cintra. VALOR – R$ 750,00. 3- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com sacada, três dormitórios,

a reflexão sobre saúde, percebendo assim as deficiências que a cidade apresenta. O trabalho da comissão responsável também deverá ser feito no Hospital, na Igreja, e em outros segmentos para que conheçam os objetivos da campanha de 2012. A ideia é estudar a realidade local, e a partir daí encontrar soluções e melhorias para o tema saúde pública no município. Segundo o Pe. Rudinei o foco seria o Sistema Único de Saúde (SUS), que atende a maioria da população, e gerar um acompanhamento para melhorar a realidade municipal do SUS. Encontrar meios para destinar uma verba maior para o tema saúde, dentro da proposta da campanha. Serão realizados encontros com profissionais da área para suscitar soluções e levantar pontos positivos e negativos em saúde pública. Realizando uma discussão em torno da questão, e conscientizar todos os âmbitos da sociedade para o assunto. A campanha é realizada no Brasil desde 1964 e existe com o propósito de abordar temas de interesse coletivo. Atendendo a população brasileira, auxiliando com ações religiosas que tratem de temas importantes. O tema é lançado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

banheiro social, cozinha, área de serviços e dependência. Rua Cel. Romão. R$ 650,00 4- APARTAMENTO - Sala de estar, dois dormitórios, cozinha, banheiro e área de serviços. Rua Silva Jardim. VALOR – R$ 400,00. 5- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar, três dormitórios, banheiro social, cozinha ampla, área de serviços e box garagem. Rua Doralina Silveira dos Santos. VALOR – R$ 650,00. 6- APARTAMENTO TÉRREO – Sala de estar, sala de jantar com lareira, três dormitórios, sendo um deles suíte, banheiro social, cozinha e área de serviços. Rua Borges de Medeiros. VALOR – R$ 630,00. 7- APARTAMENTO - sala de estar e jantar, dois dormitórios, banheiro social, cozinha, área de serviços fechada, dependência e área aberta. Rua Lúcio Jaime. VALOR – R$ 500,00. 8- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com sacada, dois dormitórios, sendo um deles suíte, banheiro social, cozinha, área de serviços, prédio com porteiro eletrônico e garagem. Rua Adão Teixeira da Silveira. VALOR – R$ 600,00. 09 -APATAMENTO – Sala de estar e jantar, dois dormitórios, banheiro social, cozinha, área de serviços. Rua Julio de Castilhos. (calçadão). VALOR – R$ 600,00. 10- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com sacada, dois dormitórios, banheiro social, cozinha, área de serviços, churrasqueira, garagem, prédio com porteiro eletrônico. Rua 7 de Setembro. VALOR – R$ 730,00. 11- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com lareira, dormitório, cozinha, banheiro, área de serviços, churrasqueira, terraço e box garagem. Rua Lúcio Jaime. VALOR – R$ 330,00


Bem-Estar

10 | Jornal do Pampa

Pais e filhos

Higiene Bucal

Adaptação escolar sem estresse!

Aftas e lesões bucais podem ser perigosas O que são aftas e lesões bucais? São inchaços, manchas ou feridas em sua boca, nos lábios ou na língua. Há vários tipos de feridas e de enfermidades bucais. As mais comuns são as aftas, o herpes simples, a leucoplasia (placa branca) e a candidíase (sapinho). Estes problemas serão abordados abaixo. Se encontrar uma ferida em sua boca, não se preocupe. Cerca de um terço de toda a população sofre ou sofrerá com isso em algum momento da vida. Contudo, as irritações e inflamações bucais podem ser muito dolorosas e interferir na fala e na mastigação. Qualquer ferida que persista durante uma semana ou mais deve ser examinada pelo seu dentista. Às vezes, é recomendável que se faça uma biópsia (retirada de tecido para ser examinado) para que se possa detectar a causa da ferida, e para que se possa eliminar a possibilidade de doenças sérias como o câncer e AIDS. Aftas: são inflamações pequenas e brancas cercadas por uma área avermelhada. As aftas não são contagiosas, mas muitas vezes são confundidas com herpes, causado por um vírus contagioso. As aftas ocorrem dentro da boca, principalmente em mucosa, enquanto o herpes aparece no lado de fora da boca, por exemplo, no canto dos lábios. As aftas podem sumir e reaparecer.

29 de fevereiro de 2012

Podem também ser pequenas ou grandes e aparecer agrupadas ou isoladas. As aftas são comuns e recorrentes. Embora sua causa seja incerta, alguns especialistas acreditam que estão ligadas a problemas do sistema imunológico, a bactérias ou a vírus. Fatores tais como o estresse, trauma, alergias, cigarro, deficiências de ferro ou vitaminas e tendências genéticas também tornam a pessoa mais susceptível às aftas. Como saber se tenho uma ferida ou uma lesão bucal? Os seguintes sinais podem indicar a existência de uma ferida ou lesão bucal: O herpes simples ou herpes labial se apresenta em grupos de bolhas dolorosas que aparecem ao redor dos lábios e, às vezes, debaixo do nariz e ao redor do queixo. Essas bolhas são causadas por um tipo de vírus e são altamente contagiosas. A primeira infecção muitas vezes aparece em crianças, às vezes até sem sintomas e pode ser confundida com um resfriado ou uma gripe. Uma vez que a pessoa é infectada, o vírus permanece no corpo, causando, de tempos em tempos, ataques recorrentes. Em algumas pessoas, porém, o vírus permanece inativo. A leucoplasia tem uma aparência esbranquiçada e pode aparecer no lado interno da bochecha, na gengiva ou na língua. Muitas vezes é

Rosemarí Oliveira de Andrade, Orientadora Educacional

associada ao fumo, ao uso de tabaco de mascar, embora outras causas incluam também dentaduras mal ajustadas, dentes quebrados e mordidas na bochecha. Se considerarmos que mais ou menos 5% dos casos de leucoplasia se tornam câncer*, é possível que seu dentista recomende uma biópsia. A leucoplasia muitas vezes desaparece quando se abandona o tabaco. A candidíase (ou sapinho) é uma infecção fúngica causada por cândida albicans. Pode ser reconhecida por sua cor branca, amarelada ou avermelhada nas superfícies úmidas da boca. Os tecidos situados sob a mancha podem ficar muito doloridos. A candidíase é comum em pessoas que usam dentaduras, em recém nascidos, em pessoas debilitadas por alguma doença e cujo sistema imunológico não funcione de maneira adequada. Também são susceptíveis pessoas que se queixam de boca seca que acabaram de fazer, ou estão fazendo, tratamentos com antibióticos. Adote uma dieta equilibrada, com pouco açúcar e pouco amido. Coma os alimentos com açúcar e amido durante as refeições e não como "lanchinhos", para minimizar o número de vezes que seus dentes estão expostos ao ácido.

Bebês devem brincar com gente!

Ao se falar de adaptação escolar não se está focando somente à criança. Os pais, tanto quanto a criança, também se sentem angustiados. O primeiro contato com a escola pode vir envolvido em várias atitudes, na maioria das vezes, prevista pelos profissionais da educação. Tanto a criança quanto a mãe/pai sente ansiedade, medo e insegurança. Todos estes sentimentos são normais, afinal é uma experiência nova que será vivida e compartilhada entre ambos. Uma das primeiras atitudes da família é a importância de não esconder nada da criança. Explique que ele vai para a escola a partir de um determinado dia, que você vai leválo, vai buscá-lo e que o acompanhará no início. Fale dos novos amiguinhos , da professora, de como é a escola e o que acontece por lá. Mas é importante não exagerar, para que ele não fique frustrado. Nessas horas, nada como uma boa conversa. Para o pai e a mãe, a adaptação começa na escolha da escola. Feita a escolha, a família tem que conhecer os rituais da escola, frequentar as reuniões e abrir um canal de comunicação com o professor. Além disso, os pais têm o papel de esclarecer, explicar por que ele está indo para a escola, deixar claro que ele vai ficar sozinho lá depois de alguns dias. Não crie falsas expectativas no seu filho. Explique que você vai acompanhá-lo por um período, mas que, depois disso, você vai voltar ao trabalho e ele vai ficar só com a professora e com os coleguinhas. A escola é representada pela figura da professora, que tem um papel fundamental. Ela deve ser duplamente sensível, para entender os anseios dos adultos e das crianças. A professora deve acolher a criança, mostrar as instalações da escola,

apresentar os coleguinhas. O ideal é que atenda individualmente cada aluno durante o período de adaptação. O tempo mínimo é de um ou dois dias. O tempo máximo varia de criança para criança, mas, em geral, uma semana ou dez dias são suficientes. Se após esse tempo o seu filho ainda não estiver adaptado e continuar exigindo a sua presença, o melhor é conversar com a coordenação da escola para saber como agir. Uma dica importante: nunca vá embora sem se despedir do seu filho. Ele pode se sentir traído e inseguro em relação à escola. Além de acompanhar os primeiros dias da criança na escola, é importante que a família se envolva, conheça as instalações da escola, os professores, os coordenadores e os pais dos outros alunos. Muitas escolas oferecem atividades de adaptação específicas para os pais. É uma excelente oportunidade de conhecer os outros pais, o que também facilita a integração das crianças. E, quando as aulas começarem, não bombardeie o seu filho com perguntas. É importante escutar o que ele tem a dizer e perguntar o que aprendeu, mas nunca pressione por respostas. Toda situação nova, tanto para as crianças como para os adultos é uma posição incômoda, pois tira o indivíduo da sua zona de conforto. Enfrentar o desconhecido é sempre uma condição estressante independente da idade. Quanto ao professor, este deve estar proporcionando um ambiente agradável e acolhedor com atividades lúdicas e prazerosas as quais supram o processo de separação vivido pela criança, e que estimule a sua individualidade e socialização, dessa forma o professor irá conquistar a confiança da criança facilitando assim, o processo de adaptação na pré-escola.

Bebês de até 2 anos não devem assistir TV, dizem pediatras. Relatório dos EUA afirma que TV dificulta compreensão das relações sociais e desenvolvimento da linguagem. A associação Americana de pediatria divulgou um relatório em que sugere que crianças de até dois anos fiquem longe da televisão. De acordo com a associação, a TV distrai as crianças e substitui brincadeiras importantes para a compreensão das relações sociais, que acontece nessa fase. O desenvolvimento da coordenação motora e da fala também estaria prejudicado pelo uso intensivo de TV, além dos DVDs portáteis no carro, smartphones e tablets. Isso porque quanto menos um adulto conversa com a criança, pior é o desenvolvimento da sua fala. “Quando a TV está ligada, os pais conversam menos”, diz Ari Brown, da Associação Americana de Pediatria. Os prejuízos causados pela

telinha aos menores de dois anos acontecem mesmo com os programas educativos. De acordo com a entidade norte-americana, esses programas não são compreendidos pelos pequenos. “ Alguns executivos da mídia afirmam que programas educativos devem ser assistidos com os pais para facilitar a interação social. Mas não está claro se isso acontece”, escrevem os pesquisadores. A hipótese dos cientistas é que mesmo quando os pais estão junto na sala de TV, o aparelho atrapalha as relações sociais em família – principalmente se o programa assistido for para adultos. O Brasil não tem recomendações explícitas como as americanas. Mas de acordo com o neurologista Saul Cypel, membro da Sociedade

Brasileira de Pediatria, por aqui também se prega que crianças pequenas devem ficar longe da TV. “O ideal é que o bebê estabeleça relações. Às vezes os pais estão cansados e buscam desenhos para distraí-las. Mas, nessa idade, as crianças querem brincar com coisas simples como tubinhos e caixinhas”. Já em 1999, a Associação Americana de Pediatria sugeriu que crianças com menos de dois anos ficassem longe das TVs. Mas desde então a qualidade de mídias aumentou muito. A ideia agora é reforçar que a exposição de crianças pequenas a esse tipo de entretenimento tem efeitos mais negativos do que positivos e dar conselhos aos pais. O estudo foi publicado na revista científica Pediatrics.

Suco de cenoura Ingredientes 1 cenoura ½ maço de salsinha Suco de 4 laranjas 2 fatias de abacaxi Modo de preparo Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva. Rendimento: 4 copos Calorias: 78 kcal por copo


29 de fevereiro de 2012

Esporte

Esporte no século passado Nossa intenção é resgatar a história do esporte no município. Envie sugestões para o e-mail: esporte@jornaldopampa.com.br.

G. E. Corintians No “Pelado do Hospital” em 1953 De pé: Nicanor (árbitro), Aldo, Telmo, Adão, Pedrinho, Eno e Riva; Agachados: Abascal, Jair, Amauri, Martinzinho e Silvio.

Avenida 06.04.1975 De pé: Figueroa, Adelmo, Gerson, Vasco, Nildo, Tita, Jever. Agachados: Modesto, Jonas, Eder, Beto, Darci e Celso.

Confiança Anos 80 De pé: Dico, Silvino, Jairo, Bira, Dagoberto Agachados: Rocha, Tadeu e Osvaldo.

Jornal do Pampa | 11

* Unidade de Esportes e Eventos Escolares – retornou para a coordenação da UEEE o Professor de Educação Física Patrício Pazinato dos Santos. O professor já trabalhou na coordenação da unidade entre os anos de 2001 e 2009. O setor é responsável pela organização dos Jogos Estudantis Caçapavanos, e demais atividades esportivas que envolvam a área escolar. Ainda na primeira quinzena de março será marcada reunião com os professores de educação física das redes municipal, estadual e particular do município para elaboração do calendário para o ano de 2012. * Segundona de Campo – O Campeonato Municipal de Futebol de Campo da 2ª divisão, que esta previsto para começar no dia 18 de março, irá contar com a participação de 16 equipes (Flamengo, Santos, Brasil, MoveSul, Caçapava, América, São Judas Tadeu, Vila Sul, Mauá, Estrela, Nova Geração, Paysandu, Milan, Barcelona, União e Floresta). Na próxima edição informações sobre a reunião para entrega das fichas para as equipes inscritas. * Grêmio se reapresentou na manhã de terça-feira, dia 28 - o grupo foca no início do returno do Gauchão e Copa do Brasil. A segunda-feira foi de folga para o plantel gremista que se reapresentou e treinou em dois turnos nesta terça. Vanderlei Luxemburgo começou a trabalhar visando a abertura do returno do Gauchão que acontece domingo, em Gravataí, com o Tricolor enfrentando o Cerâmica a partir das 16horas. Porém, mais do que a Taça Farroupilha, na próxima semana começa para o Grêmio a sua trajetória rumo ao penta da Copa do Brasil. Na outra quartafeira, dia 07, o Tricolor enfrenta o River Plate de Sergipe em Aracaju. É a primeira das três competições do ano que podem levar o Clube à Copa Libertadores de 2013, grande objetivo deste ano. * Inter abriu semana de treinos no Gigante - o Internacional deu início à semana de treinamentos com carga dupla de trabalhos na última segunda-feira. O turno da manhã foi destinado para atividades físicas, com a bola aparecendo à tarde. Divididos em três equipes, os jogadores participaram de um treino em espaço reduzido no campo suplementar. O volante Tinga, o lateral Nei e o meia Dátolo correram em volta do gramado durante a tarde e intensificaram o processo de recuperação. A tendência é que o trio retome os trabalhos com bola nos próximos dias. Guiñazu, que sofreu uma torção no joelho, também fez corridas leves e será reavaliado pelo departamento médico. Na terça, novamente o treino foi em dois períodos, o técnico Dorival Júnior começou a esboçar o time que estreará no returno do Gauchão contra o Ypiranga de Erechim. A partida ocorre no próximo sábado, dia 03, às 21h, no Gigante. Na próxima semana, no dia 7, o desafio será diante do Santos, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do Grupo 1 da Libertadores da América. O mês de março ainda terá outros seis jogos, dois deles pela competição continental, contra o The Strongest, da Bolívia. Tabela/março 03/03 (21h) - Inter x Ypiranga (Gauchão) 07/03 (19h45) - Santos x Inter (Libertadores) 11/03 (16h) - Santa Cruz x Inter (Gauchão) 13/03 (22h) – Inter x The Strongest (Libertadores) 18/03 (18h30) – Inter x Juventude (Gauchão) 21/03 (19h45) – The Strongest x Inter (Libertadores) 25/03 (18h30) – Inter x São José-POA (Gauchão) 28/03 (21h50) – Lajeadense x Inter (Gauchão)


Caรงapava do Sul, 29 de fevereiro de 2012 www.jornaldopampa.com.br

Jornal do Pampa - Edição 219  

Jornal do Pampa - Edição 219, quarta-feira dia 29 de fevereiro de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you