Issuu on Google+

Caçapava do Sul, 03 de março de 2010

Edição 119

R$ 1,50

Acusados de tráfico de drogas passam 14 horas em audiência Projeto da entrada da cidade deve ficar pronto até o fim desta semana

Página 3

Mais de 4 mil alunos da rede estadual voltaram às aulas, com diversas atividades programadas

Página 9

Página 5

Escola que gerou polêmica em 2009 foi fechada após laudo técnico Página 4


Opinião

02 | Jornal do Pampa

Por que tanta culpa? Há realmente muita culpa no ar. Sempre aparece alguém apontando um dedo, por exemplo, para o governo, Osama Bin Laden, os cônjuges, ou Deus, colocando a culpa pelas coisas se encontrarem da forma como estão. Por que não posso comprar uma casa? Por que não enriqueço? Meu pai não me amava. O jogo da culpa é mais popular que o futebol, é o esporte nacional. Fico muito triste quando converso com alguém que põe culpa em tudo e torna-se vítima de tudo e todos. Isso é absurdo. Se formos responsáveis por nossos atos ou ações, somos responsáveis por tudo o que nos acontece, de bom ou ruim. A culpa é inútil. Aponte um dedo e encontrará quatro dedos apontados para você. As leis do pensamento são o teste definitivo de responsabilidade pessoal. Para dominá-las você precisa saber que é co-criador com Deus, e sua escolha é o poder definitivo de criar a realida-

de. Você está aqui para manifestar e criar. Desfrutar o motivo de Deus tê-lo chamado a terra. Então ao culpar os outros, continuará cometendo os mesmos erros. Você não pode fugir de si. Como disse um sábio, aonde você for ali estará. Pensemos mais ao criticarmos os outros, quem sabe ao invés de só falar mal, comecemos a esboçar elogios, frases de autoestima. Tentando aliviar a dor e o sofrimento dos que sofrem e padecem, não só da falta de condições materiais ou de doenças, mas de palavras de conforto e amor. Doamo-nos com sinceridade, emprestando muitas vezes nossos ouvidos com o único objetivo de ouvirmos e não julgarmos, mas que possamos ao final disso abraçar nossos irmãos e dizer: “tudo passa, amanhã é outro dia, valeu...” Boa semana! Namastê

03 de março de 2010

Alguns conseguem sem reclamar e outros reclamam sem conseguir Todo ser humano nasce com o anseio de vencer na vida. Deus nos deu esse desejo e nos dotou com os recursos de que precisamos para buscar o sucesso. Entretanto por que há os que superam dificuldades e vencem e os que escolhem “entregar os pontos” e se deixar derrotar pelos obstáculos? A resposta é que os que não alcançam os objetivos não o fazem porque depreciam os dons e talentos que possuem. Não devemos desmerecer a nossa capacidade. Nunca devemos nos julgar derrotados. Enquanto estivermos vivos e tivermos fé, ainda estaremos no jogo. É exatamente a luta, o empenho, os esforços para superar as adversidades que formam em nós o caráter dos bemsucedidos. Numa determinada floresta havia três leões. Mas, algo encucava os animais: Qual deles deveria ser o rei? A bicharada se reuniu para discutir uma solução e teve uma idéia: - Bem, senhores leões, decidimos que vocês deverão escalar a Montanha Impossível e o que atingir o pico no menor tempo será o rei. O desafio foi aceito e os animais cercaram a montanha para assistir a escalada. O primeiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.

O segundo tentou. Não conseguiu. Foi derrotado. O terceiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado. Os animais ficaram frustrados, afinal, os três fracassaram. Foi aí que uma águia sábia pediu a palavra: - Eu sei quem deve ser o rei! Enquanto estava voando entre eles escutei o que cada um disse à montanha. O primeiro disse: “Montanha, você me venceu!” O segundo disse: “Montanha, você me venceu!” Mas, o terceiro leão proferiu as palavras de quem tem uma atitude vencedora diante da derrota e é maior que seus problemas: “Montanha, você me venceu, por enquanto! Mas você, montanha, já atingiu seu tamanho final, e eu ainda estou crescendo.” Eu não sei qual o problema, qual a “montanha impossível” que você precisa vencer no momento, mas uma coisa eu sei: “Seu problema já está no máximo, mas você não. Você ainda está crescendo e ainda não chegou ao limite de seu potencial. Deus te concedeu dons e talentos para que os use. Grande parte daqueles que conseguiram grandes realizações na vida é de indivíduos que enfrentaram situações “impossíveis”, superaram seus próprios limites e alcançaram o topo. Então o que você vai fazer, conseguir sem reclamar ou reclamar sem conseguir? A resposta está em suas mãos! Boa Sorte!

Verdade ou consequência

Educação Financeira Recebo, inúmeros pedidos de ajuda e dicas para melhores decisões financeiras e de investimentos; Toda resposta, embora possua um aspecto técnico importante, leva uma mensagem clara e focada no aspecto humano: trabalhe seu conhecimento e exercite sua capacidade de decisão. Invista mais em você e acostume-se a acompanhar a evolução de seu patrimônio, mas também as mudanças do cenário econômico e político do qual faz parte. Não pense apenas no ato de poupar e investir, mas no quanto você ainda pode (e deve) aprender sobre essas palavras e atitudes. O discernimento proveniente do exercício da razão é sua única arma frente aos clássicos e fatídicos movimentos de nossa sociedade. Armadilhas como o consumismo e o endividamento não são criações puramente capitalistas. O fator predominante é a reação diante da expectativa da sociedade, o lado psicológico do dinheiro. Neste obscuro caminho de possuir, aparentar e ter, frequentemente nos esquecemos de nos manter em dia com nossa real capacidade de viver e de crescer como pessoa. Investir em você tem que deixar de ser o puxão de orelha, para ser o exemplo. Diante do aquecimento de nossa economia, é comum surgirem “fontes inesgotáveis” de dinheiro e muitas “minas de ouro”. É a outra face do problema cultural que assola nossa frágil sociedade. Ao mesmo tempo em que acredi-

tar nas prestações “sem juros” é um perigo, acreditar que este ou aquele produto bancário irá fazê-lo enriquecer com facilidade também é arriscado. O evidente desconhecimento e desrespeito ao seu intelecto/perfil o leva a crer que parcelar é algo bom, quando deveria alertá-lo de que é hora de investir (e pensar) mais em você, em inteligência financeira. Você lê o caderno de economia do seu jornal preferido? Por que será que os cadernos de dinheiro e investimentos ainda são solenemente ignorados por uma grande maioria? Culpa dos jornais, que escrevem em linguagem difícil ou técnica demais? Ou será que você não tem o que procurar por lá, embora muitas vezes admita que seu dinheiro pode estar mal investido?Os rumos da economia podem não significar muito para o seu dia-a-dia, mas certamente impactam o café daquela padaria onde você costuma comer toda manhã. Deixando de lado as manchetes de economia e dinheiro você está deixando de lado oportunidades de melhor aplicar seu dinheiro, de melhor gerir suas receitas e de melhor compreender os diferentes tipos de investimento disponíveis no mercado. Aos poucos, está deixando de lado o exercício de transformar informação em conhecimento. Está deixando de lado o potencial de melhorar, aquilo que você tem de mais forte: a capacidade de aprender. Algumas dicas podem ajudá-lo a reverter esse quadro.

Eu sempre achei que minha cultura não frequentava lá altos calões. Sempre ouvia dizerem-me que meus livros eram meio pesados para uma guriazinha, que eu ouvia música alto demais e que os livros que eu ostentava na cabeceira da cama, de vez em quando, sangravam entre as páginas. Pois envelheci! E dia desses, eu percebi que sou volúvel. Dei para gostar do Big Brother Brasil. Vejam só! Não chego a torcer para ninguém, não tomei partido em grupo nenhum, mas dei para deitar no sofá e ficar, dormir e acordar, olhar tal programa a tarde toda e até opinar. Não que eu não seja brasileira, que oculte a fama de que gostamos de uma baixaria, ou que corremos para a sala quando a novela esquenta. Não, o problema é que eu nunca olhei televisão. Nunca olhei um programa de auditório até o fim. Faustão me deixa nervosa; Zorra Total me enjoa; Caldeirão me dá fome; Xuxa, sono. Agora corro quando ouço a vinheta. Logo eu, que nunca gostei de videogame, nunca pratiquei esportes e sou uma semisedentária. Nunca fui viciada, nem em chocolate. Pois um bando de desconhecidos trancafiados na mesma casa e comendo na mesma mesa começou a me inquietar. Não, a programação há 10 anos é a mesma nesta fase do ano, a colônia de férias da Rede Globo é aberta e é exposta à prova a resistência deles e a minha, a nossa. Prova que somos seres humanos fracos, que queimamos se expostos ao sol, que adoecemos sem pedir, teimamos, brigamos, fofocamos, nos enfrentamos, nos ofendemos, nos descobrimos frágeis e inferio-

Redação Rua XV de Novembro, 598 - Sala 201 Fone: (55) 3281-3139 CNPJ:09.144.053/0001-50 Jornalista responsável: Daniel Miranda - MTB 13.424 Departamento Comercial: Siria Souto Marques

res, nos enrolamos e desenrolamos, choramos, nos desculpamos, nos debatemos, temos medos, somos falsos, bonitos e sinceros, falamos palavrões terríveis e não voltamos, sequer, atrás. E sabem o que nos incomoda mais? Exatamente isso, o fato de vermos cara-a-cara pessoas igualzinhas a nós, fazendo o que nós estamos fazendo, só que pseudo-escondidos em nossas privadas casas. Brincando de viver de verdade sem câmeras para nos apontar falhas e desjeitos. Eu passei mesmo a gostar, não me daria à hipocrisia de chamá-los de heróis, não fizeram nada mais do que nós. Mas descobri o que me prende entre almofadas. A vida real, ali, estampada, mostrando a hora que quisermos ver, uma vida que não chama pelo nosso nome. Não é a baixaria que chama atenção, e, sim, o comum. O senso comum agrada a todo mundo. Ser igual é bem mais fácil. Dá trabalho discordar, dá trabalho ser a gente mesmo, não dá? É a realidade (escolhida a dedo, eu sei) de desconhecidos exposta, mostrando fracassos, ilusões e alegrias idênticas as de alguns de nós e que nos damos o deleite de colocar o dedo para provar, que nos damos o luxo de crucificar, uma realidade que podemos desligar quando acharmos melhor. Empurrar o prato, não quero mais brincar! A diferença é só uma, e simbólica, por sinal: quem de nós? Quem de nós mostraria o que é, de verdade, 24 horas por dia, em rede nacional? Ninguém? Nenhum de nós? Notem a simplicidade: Nem por um milhão e meio de reais?

Reportagem: Viviane Ilha Fotos: Johnatan Osório - SiteTNT.com E-mail: jornaldopampa@terra.com.br Os textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião do jornal. Envie seus textos e sugestões para jornaldopampa@terra.com.br


Geral

03 de março de 2010

Os professores César Augusto Moreira e Maximilian Fries, docentes do curso de Geofísica da Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA – do Campus Caçapava, e o professor Antônio Celso de Oliveira Braga, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) assinaram um artigo em conjunto sobre uma combinação de métodos para avaliação ambiental de solos com depósito de lixo. O trabalho chama-se “Degradação de resíduos e alterações na resistividade elétrica, pH e Eh”. O artigo afirma que uma combinação de métodos geofísicos pode ser útil para os estudos sobre degradação da terra. Ao fornecer mais leituras de monitoramento ambiental poderá ajudar a estimar o tempo necessário para a decomposição do chorume. A pesquisa foi realizada com

Foto: ACS Unipampa

Pesquisadores da Unipampa sugerem método para monitoramento ambiental

Método descrito no artigo usa a eletricidade para medir contaminação do solo

o apoio da Coordenação de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e publicada na Revista Brasileira de Geofísica, na edição de dezembro de 2009. Um dos pontos abordados no artigo é que a combinação de métodos proposta reduz os custos de monitoramento ambiental, ao lado de técnicas mais conhecidas e empregadas como as análises de amostras

de solo e de água subterrânea. A metodologia empregada correlaciona as medições elétricas, geológicas e químicas para verificar as condições da degradação dos resíduos em determinado ambiente. O artigo está disponível online pelo link http://www.scielo.br/ scielo.php?pid=0102261X&script=sci_issues. Clicar no volume 27, número 2.

Construtora Dinek Ltda desiste de reparo das pontes e bueiros Desde 2006 o interior do município vem esperando a recuperação de pontes e bueiros. Depois de passar por todo um processo de encaminhamento de papéis pela defesa civil e de ter a licitação vencida pela empresa de Esteio Dimek Ltda, em julho de 2009, com o recurso liberado pela caixa Econômica Federal em outubro, a empresa desiste do contrato de trabalho. Conforme informações a

Dimek não aceitou fazer o projeto indicado pelos engenheiros e o valor não cobriria os custos dos reparos. Segundo informou o secretário de obras Sálvio Daniel de Jesus, o projeto de reparo de 10 pontes e dois bueiros não estava de acordo com a forma de trabalho ideal para as obras, com a colocação de bueiros. O novo projeto que está sendo reestruturado pela secretaria de Planejamen-

to prevê a construção de galerias para comportar o volume de água naqueles locais. O chefe da pasta citou o caso da ponte dos Lanceiros aonde os bueiros não suportam a vazão de água. Muito otimista Sálvio acredita que em alguns meses seja possível retornar a recuperação destas pontes, o valor orçado na época foi de R$ 899.511,54.

Jornal do Pampa | 03 RUAS DA CIDADE – Todo mundo sabe que são milhares de quilômetros de estradas e ruas que foram danificadas pelas chuvas no final de 2009, mas a demora no conserto das mesmas já está deixando indignados produtores rurais e moradores da cidade. Diversas ruas da cidade estão praticamente intransitáveis, o mesmo acontecendo com algumas estradas no interior. PONTES E PASSARELAS I – Empresa vencedora da licitação para consertos de pontes e passarelas, processo se arrasta desde 2006 entre projeto e liberação de recursos, desistiu de fazer as obras. A alegação é de que a empresa não estaria de acordo com os projetos apresentados. O recurso próximo de R$ 900 mil esta retido na Caixa Econômica Federal. PONTES E PASSARELAS II – Em um dos remanejo do orçamento do município feito no ano passado, foi reloucado recursos destinados a reforma de pontes e passarelas para pagamento do funcionalismo, em razão de que o município estaria recebendo recursos específicos com essa destinação. Pergunto, esse recurso que seria recebido é o mesmo que esta retida agora na Caixa Econômica Federal? SINALEIRA – Continua desligada a sinaleira na Benjamin Constant, esquina do Peruzzo. Quando será tomada uma atitude para que a mesma volte a funcionar ou que seja retirada de vez do local. MATAGAL – Mantenho minha convicção de que cada cidadão deve manter limpa a frente da sua casa, seja no jardim, no passeio público ou mesmo na rua. De qualquer maneira existe uma máquina da prefeitura que era utiliza-

da para essa limpeza, digo era, pois faz bastante tempo que a mesma desapareceu das ruas. Ou estão achando a cidade muito limpa ou é descaso mesmo com os contribuintes. TRANSPORTE ESCOLAR I – Faz algum tempo escrevi sobre a vistoria nos veículos do transporte escolar, que deveria ser aproveitado o período de férias para que isso fosse feito. Minha surpresa foi saber que a licitação para alguns roteiros foi realizada somente na semana passada a poucos dias do início do ano letivo. TRANSPORTE ESCOLAR II – Praticamente impossível conseguir realizar um processo licitatório, juntar toda documentação de veículos, fazer vistoria e colocar o transporte para funcionar em menos de uma semana. Com esse atropelo, era lógico acontecer de alguma escola ter que adiar a volta às aulas por causa da falta de transporte escolar para os alunos. TRANSPORTE ESCOLAR III – Não quero culpar ninguém pelo fato, pois isso não é exclusividade da nossa cidade, mas ainda sonho com um início de ano letivo aonde não se ouçam reclamações a respeito de transporte escolar, condições das salas de aula ou mesmo falta de professores. Nossas crianças merecem mais respeito, elas são o nosso futuro.

Profissionalismo II Nosso país é grande. Possuímos todos os tipos de pecuaristas em todos os tipos de pecuária. E andando por uma pequena parte deste imenso território, vivenciei e aprendi um mundo de coisa. E sem nenhuma pretensão de aconselhar, e sim relatar, afirmo que o emprego de tecnologia, em qualquer tipo de produção, seja pecuária ou industrial, somente justifica sua utilização se resultar em lucro maior. Alguém discorda? Possuímos duas formas básicas de aumentar o lucro da nossa atividade: (1) reduzir os custos do mesmo produto produzido (mesma quantidade e qualidade), ou; (2) aumentar o produto (em qualidade ou quantidade) com o mesmo custo de produção. É simples, mas não é fácil. É trabalhoso, mas com a rentabilidade da nossa pecuária atual é essencial. O grosso da nossa produção pecuária é feita em campo nativo. 80% das nossas matrizes destinadas à reprodução apresentam algum tipo de perda de produtividade por não dispor de uma nutrição adequada com a exigência produtiva. Temos a solução!! Aumentar nossa produção de forragem e ade-

quar nossa quantidade de pasto produzido ao nosso número de animais pastando!! Alguém discorda? Já sei!! Melhoramos a qualidade dos terneiros produzidos e aumentamos o número de terneiros desmamados com custos inferiores aos despendidos atualmente!! Alguém discorda? Possuímos as soluções para os nossos problemas, não colocamos em prática por... tradicionalismo. Se nossos bisavôs possuíssem práticas comprovadamente mais rentáveis, será que continuariam a deixar de ganhar mais dinheiro. Por falta de investimento. Sem investimento não há retorno. A simples retirada de recursos, sem investimento, não caracteriza uma atividade econômica sustentável. Caracteriza extrativismo. Um dia acaba. A dor ensina a gemer. Precisamos aumentar a produtividade da nossa atividade, antes que a precariedade de uma estrada inviabilize a nossa permanência na campanha. E se as estradas se tornam um custo a mais na produção, aí sim é que precisamos aumentar nosso lucro. E só existem duas formas básicas de aumentar o lucro da nossa atividade. Alguém discorda?


Política - Geral

04 | Jornal do Pampa

Projeto da entrada da cidade deve ser protocolado até o fim desta semana Vereadores do PP pediram agilidade ao Prefeito quanto o término do Projeto, que foi estendido até a rótula do Posto Cantarelli

Para discutir sobre os prazos de encaminhamento do projeto de revitalização da entrada da cidade, contando com maior agilidade no processo, que na segunda-feira, dia 01, os vereadores Rosane Abdala, José Sidnei Menezes e Pedro Gaspar, ambos do PP, estiveram no gabinete do Prefeito, Zauri Tiaraju de Castro. O recurso já está disponível para o município, através do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (DAER). Participou da reunião, o líder do governo na Câmara, o vereador José Ivan Menezes. Durante o encontro, o Prefeito informou aos vereadores que até o dia 10 de março o Projeto estaria protocolado em Porto Alegre. Mas os parlamentares explanaram que este prazo seria insuficiente. Por causa do período eleitoral os projetos para serem empenhados pelo Estado terminam em 2 de abril. Com isso, o prefeito pediu agilidade a seus assessores. Segundo informou Tiaraju o projeto inicial foi modificado estendendo até o cruzamento entre a Avenida Presidente Kennedy e Rua Benjamin Constant, no trevo onde há o Posto Cantarelli. Também consta a construção de um pórtico novo, uma avenida dupla de um lado, calçada em toda a extensão da obra, asfalto novo, uma rótula de acesso a Unipampa, iluminação e outras melhorias significantes na infraestrutura do local. Outro ponto acrescentado pelo Chefe do Executivo, é que a obra não irá custar o

valor disponibilizado pelo DAER, R$ 9 milhões, ele acredita que a revitalização custará um pouco menos. “A bancada está sendo orientada sobre os prazos e os recursos pela assessoria especial do Chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, em Porto Alegre. Desta forma, conseguimos orientar o Executivo para não sair nada errado nesta obra”, disse Rosane Outro ponto relatado na reunião, questionado pelo vereador José Sidnei Menezes, foi quanto à contrapartida do município na obra. Na visão do parlamentar é muito alta para os cofres da Prefeitura, mas de acordo com Tiaraju, o município deve dar a contrapartida em material, máquinas e mão-de-obra. Por fim, o vereador Pedro Gaspar pediu ao Prefeito um grande empenho da administração para terminar este projeto no prazo determinado e concretizar um sonho da comunidade, que é recuperar a entrada da cidade. O projeto de revitalização da entrada da cidade foi encaminhado em outubro de 2009, por intermédio do Secretário Chefe da Casa Civil, o caçapavano Otomar Vivian. Foi realizada na época uma audiência com uma comitiva local e o Secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, Daniel Andrade, onde o recurso de cerca de R$ 9 milhões foi garantido para a obra. A Câmara aprovou em final de janeiro a autorização de convênio entre Estado e Município para o repasse do dinheiro.

Segunda-feira terá homenagem ao Dia Internacional da Mulher Na próxima segunda-feira, dia 08 de março, às 19h, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, estará realizando uma sessão solene para comemorar o Dia Internacional da Mulher. As homenageadas foram indicadas pelos vereadores. Ao todo nove mulheres: Daiane Goos, Anna Zoé Cavalheiro, Eva Valmarath dos Santos, Irene Sacol, Judith Teixeira de Vargas, Maria Alice Garcia, Oyara Saldanha, Rozane Mônego e Solan-

ge Beatriz Mota. Durante a cerimônia, a vereadora Rosilda Freitas fará seu pronunciamento em nome do Poder Legislativo e a agraciada Anna Zoé Cavalheiro fará o agradecimento em nome das homenageadas. Toda a comunidade está convidada para o evento, que marcará também o recomeço das atividades da Câmara após o recesso, que este ano receberá a comunidade com o plenário pintado e reformado.

03 de março de 2010

Escola que gerou polêmica em 2009 é fechada Outras escolas do interior poderão ser fechadas depois de avaliação do CME A Escola Municipal Pedro Correa Marques fechou em fevereiro. Localizada no Rincão dos Seixas gerou polêmica durante o ano de 2009. Foram feitas denúncias de um suposto superfaturamento na obra de reforma do prédio alugado. Na época divulgada pelos vereadores de oposição. Consta que a Prefeitura pagou à empresa responsável antes da reforma terminar, e, objetos que estavam na nota de empenho, como instalados, não haviam sido colocados. A vereadora Rosilda Freitas foi ao prédio, na quinta-feira, 25, para ver de perto o fechamento da escola. Ela encontrou alguns moradores no local, que se mostravam indignados com fechamento do colégio. Estes acreditam que a comunidade será prejudicada pelo desperdiço de dinheiro público, já que a administração gastou com a reforma. “A Prefeitura arrumou o local para depois fechar e deixar as benfeitorias para o proprietário” destaca a vereadora. Segundo a diretora da Escola, professora Salete Santos Henriques, estavam matriculados cerca de 30 alunos, da Educação Infantil até a 5º ano do ensino fundamental, que serão remanejados entre as Escolas Dagoberto Barcelos e São Judas Tadeu. Salete informou ainda que para o deslocamento dos alunos a Secretaria da Educação irá fornecer o transporte escolar. O parte do material da escola foi levado pela SMEC. Este fato gerou a revolta de alguns moradores da região, que estavam conversando com a Diretora no prédio da escola. Essa não foi a primeira nem será a última escola do interior do município, que está sendo fechada pela Administração, neste início de ano letivo. Segundo informou o Secretário de Educação Norton Ferreira, outros estabelecimentos de ensino poderão ser fechados, no entanto todos baseados em avaliações detalhadas de órgãos responsáveis e de acordo com a Lei. Tudo será feito com o máximo de cuidado e todos os alunos estarão em sala de aula e utilizarão transporte escolar, assegurou

Em outubro 2009 os vereadores visitaram e escola em reforma

Em fevereiro 2010 os verificar o fechamento da escola Ferreira. Na escola Pedro Correa Marques foi emitido parecer tanto da Vigilância Sanitária quanto do Conselho Municipal de Educação (CME). “A condição da água é imprópria para consumo e não temos condições de manter os alunos lá, por isso a melhor medida é que sejam encaminhados para outra escola”, comentou Norton. No Irapuãzinho, a escola Padre Julio Marin também deixa de ter atividades escolares, conforme indicação do parecer do CME – Conselho Municipal de Educação. Nesta escola não havia banheiro para os alunos. “Eles saiam da escola e utilizavam um banheiro de um posto de saúde do local”, mesmo com pouco mais de 10 alunos a escola que trabalhava de forma seriada, não vai deixar de encaminhar ao ensino os seus alunos. Para Norton os alunos ganham

em qualidade de ensino. Ainda há outra localidade que está sendo avaliada e poderá fechar. Na Santa Barbinha, a escola Presidente Costa e Silva que atende crianças até o 5º ano. Depois do concurso deverá ser designado para a localidade um professor, já que há um contratado, mas Norton acredita que será difícil alguém querer ir morar na localidade, e vai depender de quem passar no concurso público. A SMEC inicia o ano letivo com 22 escolas de ensino fundamental em atividade e mais cinco escolas infantis – EMEIs. Ainda sob responsabilidade do município, há entorno de 100 alunos de educação infantil, nas escolas da rede estadual, como Cônego Ortiz, Dinarte Ribeiro, Eliana B. Melo, Januária Leal e Rosa Poglia, supervisionados pela SMEC através da professora Cristina Dias.

Ruas são tomadas pela sujeira A máquina roçadeira que faz a limpeza da via urbana está estragada há algumas semanas, enquanto isso em muitos pontos da cidade o mato toma conta de canteiros e calçadas. Segundo informações da Secretaria de Obras até o final desta semana a máquina estará em condições de uso, retomando a limpeza, o funcionário responsável Chiquinho está acompanhando a manutenção.

Qual será o fim das sinaleiras na Rua Benjamin? O conjunto de sinaleiras localizado na Rua Benjamim Constant com a Rua Barão do Rio Branco, próximo ao Peruzzo, está desligado há quase um ano. O Conselho Municipal de Trânsito havia aprovado em 2009 a mudança daquele conjunto para Av. Presidente Kennedy com Barão de Caçapava, próxima a escola estadual Cônego Ortiz. Até o momento o Departamento de Trânsito, comandado por Luis Fernando Pereira, está à espera que a Secretaria de Obras disponibilize uma máquina para fazer a troca. A reativação destas sinaleiras ainda não tem data definida. Enquanto isso não há nenhuma indicação de que as sinaleiras estão desativadas.


Geral

03 de março de 2010

Jornal do Pampa | 05

Boas ideias se tornam Acusados de tráfico de drogas passam um bom negócio 14 horas em audiência

Superar desafios na área empresarial pela paixão ao mundo do cinema. Bruno Peixoto Fernandes, 25 anos, sempre gostou muito de filmes e há seis anos e meio é proprietário da Universal films, que hoje tem uma ampla loja com mais de 4.800 títulos. Em média são 60 filmes novos ao mês. Seus colaboradores são os pais e a namorada. Ele contou que foi adquirindo aos poucos a experiência em empreender. O título de filme que escolheria para definir sua vida nos negócios seria A Procura da felicidade, “por que devemos sempre correr atrás dos nossos ideais”. De acordo com Bruno a experiência que tinha era em relação aos filmes. “O funcionamento geral do mercado de home vídeo e a parte administrativa aprendi e aperfeiçoei com o tempo”, revelou. Para o empresário quando se busca investir em um ramo que a pessoa gosta, mais do que entusiasmo e paixão, a característica principal de um empreendedor é fazer com que as boas ideias sempre se tornem realidade. Segundo Bruno a qualidade no atendimento faz com que os clientes se sintam bem e satisfeitos, além de oferecer novidades. A locadora possui o viodetrailler, que é um terminal onde os clientes assistem os trillers, desta forma eles têm uma melhor noção do filme sem depender apenas da sinopse. Bruno Fernandes contou que assis-

te todos os dias de 2 a 3 filmes, confira mais da entrevista: JP. Como é empreender em Caçapava? Aqui é uma cidade muito boa para se ter um negócio, mas para isso é preciso ter certeza de que o empreendimento desejado seja viável. JP. Como conquistar os clientes? É preciso transparência no serviço prestado. Inovar sempre que possível, no meu caso estar sempre com o acervo de filmes super atualizado. JP. Qual o diferencial da locadora? Estamos sempre bem informados a respeito dos filmes para poder passar todas as informações solicitadas pelos clientes. Também temos o site www.universalfilms.com.br, com novidades da locadora aonde as pessoas se informam sem sair de casa e conhecem o acervo que é bem diversificado e atualizado. JP. Em que época as pessoas procuram mais vídeos? A época não influi apenas o tipo de público e os horários de maior procura. Quem gosta de filme sempre arranja um tempinho para assistir independente de época. Quais gêneros mais procurados? Ação, Aventura e Comédia. JP. A pirataria atrapalha? Varia muito para cada locadora. Para a Universal não atrapalha muito, pois o público busca qualidade tanto de som quanto de imagem, e isso eles sabem que só irão encontrar em DVDs originais.

O Juiz da 1ª vara Dr. Jaime da Silva Freitas começou a ouvir testemunhas de acusação e defesa, mais os três réus acusados por tráfico de entorpecentes, Jhoni da Silva Jaime, Marion Teixeira Pinto e Marino Brito de Oliveira. A audiência foi realizada no foro na quinta-feira, 25. Começou às 9 horas e se estendeu às 23 horas. Com a presença dos réus e mais 19 testemunhas, sendo que duas delas não compareceram, uma em precatório e um agente policial que está de férias será ouvido em breve. Marino de 44 anos, Jhoni de 24 anos e Mairon de 27 anos foram presos no dia 10 de outubro de 2009 durante uma ação policial. Foi comandada pela Polícia Federal, com o Serviço de Inteligência da Brigada Militar de Santa Maria, mais o apoio

Marino (Pitica), Marion e Jhoni da BM de Caçapava. Marino Brito, conhecido por Pitica, já é reincidente, preso em outras duas ocasiões em 1999 e 2005, estava em liberdade. Com ele foram encontrados 14 gramas de pasta de cocaína. Na solenidade do dia 25, segun-

Moradores reclamam de falta de saneamento Há cerca de quatro meses os moradores da Rua Antonio Dourado próximo a Avenida Pinheiro Machado, conhecida por Rua da Linguiça passam por dificuldades de transitar no local onde moram. Não bastassem as chuvas que abriram crateras, o esgoto rompeu. Desde então o mau cheiro exala pelas casas. Esta situação foi denunciada pelos moradores que entraram em contato com a redação explicando a situação. De acordo com Dona Maria Seni com o esgoto a céu aberto nos dias quentes não tem como aguentar o

2ª Mostra de Dança será no sábado No próximo sábado, dia 6, será realizada pelo segundo ano a Mostra de Dança organizada por Fonso Nobre. A Academia Studio de Dança Fonso Nobre vai receber no Clube União a partir das 20 horas escolas convidadas de São Sepé e Porto Alegre. Com o professor Kristian Galvão, de Porto Alegre, será apresentado dança do ventre, além de um show de um bailarino profissional em dança árabe. Com o objetivo de propagar as

danças de salão, folclóricas e trabalhos coreográficos, direcionado para um público que curte as danças e shows, resume Fonso. A mostra conta com apoio da Secretaria de Turismo (Semtic), Sindicato Rural e Charm Jóias, vai ser cobrado ingresso no valor de R$3,00, que pode ser adquirido na hora. Segundo Fonso também vai ser apresentado as coreografias que fizeram sucesso no Dançarte em 2009.

do informações do Dr. Jaime, foram interpostos pedidos de liberdade provisória dos réus que será decidido após manifestação do Ministério Público. Os três foram encaminhados ao Presídio de Caçapava do Sul onde estão por cerca de 4 meses.

fedor exalado e os carros não transitam mais no local. E relatou que todos os moradores foram diversas vezes na prefeitura, na secretaria de obras, mas não deram perspectivas de solução. Outro problema enfrentado é nos dias com volume maior de chu-

va o esgoto entra nas casas pelo ralo dos banheiros. A moradora Ivone dos Santos Valério mora no local há 26 anos, e, contou que a rua está abandonada pelo poder público a muitos anos, mas que agora os problemas pioraram. Segundo Ivone o carro da família já passou por reparos por causa das condições da rua, além disso, não ela pode abrir as janelas por causa do mau cheiro. Esta é a maior reclamação de todo os moradores. A falta de saneamento básico, direito constitucional está esquecida naquela localidade. O esgoto correndo rua à baixo até os últimos moradores, como a casa de dona Ernestina da Silva Seixas que tem como entrada o corredor com o chei-

ro forte do esgoto. “Os vizinhos dão descarga nos banheiros e tudo passa em frente a minha casa”, falou desolada a moradora de mais de 30 anos. Reativação de fabricação de tubos será a solução Segundo o assessor administrativo da Secretaria de Obras, Carlos Roberto Martello há ainda outras duas ruas com problemas semelhantes à Rua da Linguiça. A solução é trocar a tubulação rompida com as chuvas. Mas para isso vai ser preciso esperar até que sejam feitos os tubos com diâmetros que suportem o volume de esgoto e água. Foi reativada na sexta-feira, 26, a fábrica de tubos da prefeitura no bairro Promorar. Conforme informou Martello, o secretário de obras Sálvio Daniel, adiantou a fabricação destes tubos de concreto devido à urgência no reparo do esgoto no município. “Vão ser feitos testes para verificar se os tubos comportam a água, serão fabricados de vários diâmetros, com cuidado em fazer algo que dure por muito mais tempo, por isso o teste neste final de semana”, relatou Martello. A previsão é de que até final de março sejam trocados as tubulações antigas e extraviadas.


Cultura / Cidade

06 | Jornal do Pampa

Casereada abre inscrições para composições Ao todo serão R$ 2.150 em prêmios O 2º ano da Casereada da Canção Nativa vai resultar em um CD ao vivo, com 12 composições, e com 1.500 exemplares distribuídos para a venda. Até dia 23 de março, os interessados podem inscrever suas composições na SEMTIC, Associação dos Trovadores Ruy Freitas e CTG Sentinela dos Cerros. Cada compositor pode inscrever até cinco composições, mas serão classificadas no máximo três. Já cada músico poderá defender até cinco canções e o interprete até três. As letras devem ser compostas por caçapavanos e residentes, ou que moraram por dez anos. A casereada vai apresentar músicas inéditas entre os dias 24, 25 e 26 de abril, no CTG Sentinela dos Cerros. O presidente da associação Jorge Freitas comentou que “a expectativa é de um grande número de composições inscritas, muitas pessoas estão nos procurando para saber informações e se mostraram interessadas”. A linha musical do festival é a nativa do Rio Grande do Sul em todas as suas tendências, tanto na poesia quanto na melodia. A comissão organizadora é presidida por Volnei Freitas. A Prefeitura, segundo Jorge Freitas, é um dos maiores incentivadores do festival, “o pre-

feito nos tem dado total apoio, assim como a Câmara de Vereadores”, comentou. Entre o 1º e 3º lugar serão distribuídos 750 reais, há também premiação para melhor música popular, melodia, arranjo, intérprete, letra, tema campeiro e instrumentista que somados chegam a 1.400 reais. O evento está orçado em 30mil reais e os organizadores, que são da diretoria da Associação dos Trovadores Ruy Freitas, esperam contar com apoio financeiro de empresários para que o festival seja um sucesso. Segundo Freitas algumas empresas já firmaram apoio, serão ao todo 24 padrinhos das composições classificadas, em cada segmento, com direito a divulgação em telão e durante a apresentação da casereada. “Estamos nos unindo para que o melhor seja feito, para que a casereada, tenha aceitação da comunidade, do comércio e dos empresários”, destaca.

03 de março de 2010

Uma história de três décadas vai para todo o Brasil

DVD dos Chimangos vai ser remasterizado pela gravadora Acit

O grupo caçapavano de Arte Nativa Os Chimangos são conhecidos na região e internacionalmente. Eles já estiveram em eventos por todo o mundo levando o resgate da verdadeira arte folclórica latinoamericana. Também são os promotores da Festa Mundial do Folclore, que acontece a cada dois anos. Eles já trouxeram para Caçapava grupos da França, China, País Basco, México, Republica Tcheca, Polônia Bélgica, Áustria, Suécia, Alemanha, Hungria, como grupos dos países vizinhos, Argentina, Uruguai e Bolívia. Todos estes dados são fatos consumados, e dão muito orgulho aos caçapavanos. A academia reúne jovens e crianças que iniciam na arte da dança e interpretação. Neste ano, as aulas iniciam em 8 de março, e haverá uma nova turma, para crianças de 05 a 10 anos. Mas sobre todos os aspectos culturais o que há de novidade para 2010, que está enchendo de orgulho os componentes e fundadores do Grupo, é que o DVD gravado em outubro de 2007, agora vai ser remasterizado pela Gravadora Acit (a mais importante do sul do Brasil). Segundo o diretor do grupo Luiz Delfino Albarnaz a gravadora entrou em contato depois de ver o DVD com espetáculos de danças folclóricas, indicado pelo cantor Cesar Oliveira, que já tocou com o grupo por cinco anos. O DVD já está sendo comercializado na forma original, produzido por André Coelho com direção de Vetor Design, e, deverá ser distribuído por todo Estado e Brasil com o selo da gravadora. A Gravadora Acit distribui desde 1982 produções de gravadoras multinacionais, e desde 1992, de olho no mercado fonográfico vem produzindo seus próprios selos. A Acit é ser apontada como a gravadora com maior nú-

mero de clientes e artistas no Sul do país. A diretora da Gravadora Acit Ivete Campagna conheceu o trabalho dos Chimangos através do casal Luis Delfino e Giselda que fizeram uma participação especial no DVD dos artistas da gravadora Cesar Oliveira e Rogério Melo. “Após está participação fiz um comentário com Cesar Oliveira sobre o grupo e que tinha achado ótimo, foi quando ele me falou que o grupo tinha gravado um DVD”. Ivete Campagna recebeu das mãos de Cesar uma cópia do DVD, depois que assistiu ficou impressionada com a qualidade. “Entrei em contato com o Delfino para fecharmos uma parceria de distribuição”, contou. Por e-mail Ivete Campagna que trabalha em Caxias do Sul contou sobre o encontro com a arte folclórica. A Acit pretende até final de abril lançar no mercado o DVD, faltam alguns detalhes. “Para entender o grupo fornece a matriz e nós mandamos fabricar e, vendemos para todas as lojas especializadas e mercados, com um percentual para os Chimangos. Na Festa da Uva, em Caxias, por onde passa mais de 100 mil turistas, em nosso estande já estamos vendendo algumas cópias.” Este será o primeiro registro em DVD de danças distribuído pela Acit. E o que mais chamou a atenção da diretora além da qualidade da dança foi o roteiro do DVD. Como uma peça teatral. Segundo Ivete será um excelente produto que vai engrande-

cer a nossa cultura, “estamos felizes pelos Chimangos fazerem parte da família Acit”, comentou. A Gravadora Acit em mais de 20 anos se fortalece por ter um grupo seleto de artistas que são reconhecidos em todo o Estado. Entre tantos nomes e estilos podemos falar em cantores nativistas como Osvaldir e Carlos Magrão, Os Monarcas, Cesar Oliveira e Rogério Melo e também grupos como Tchê Barbaridade e Tchê Garotos. Para o músico Cesar de Oliveira, intermediador da recompilação do DVD dos Chimangos, este será um grande passo para o mercado cultural, já que faltam referências em áreas como a Dança Folclórica. “Com a distribuição feita pela Acit este será um produto que vai dar projeção tanto para o grupo quanto para a região, pois vai impulsionar o meio econômico, político e social”, destacou Cesar. O músico ressaltou que o trabalho dos Chimangos é inédito no Estado. O DVD sendo um produto de 30 anos de dedicação a dança se torna referência em prol da cultura gaúcha, que fica um pouco esquecida em centros como a Capital e Caxias. “Esta será a oportunidade de divulgar a verdadeira cultura de raiz e que poderá impulsionar também que outros grupos sejam reativados”, mencionou Cesar Oliveira. O diretor do grupo, Luiz Delfino, salienta que os valores arrecadados com a venda do DVD, através da parceria com a ACIT, servirão para manutenção do grupo. Atualmente as despesas que o grupo tem de renovação do vestuário, pagamento de aluguel da sede onde acontecem as aulas, custo de despesas com os músicos, cursos de aperfeiçoamento e criação de espetáculos, saem dos cachês que o grupo recebe pelos shows apresentados e das mensalidades pagas pelos alunos da academia.


03 de marรงo de 2010

Social

Jornal do Pampa | 07


Geral

08 | Jornal do Pampa

Incredulidade A Palavra de Deus está cheia de promessas. Para cada tipo de problema que há na sua vida, a Bíblia tem uma solução. Ela é um livro completo, que tem todas as respostas que você necessita. Apenas precisamos gastar um pouco do nosso tempo para ler esse livro. E quando começar a ler a Bíblia, você descobrirá tudo o que Deus quer fazer em sua vida. O único problema é a incredulidade. Ler a Palavra de Deus é fácil, mas é bem mais difícil acreditar que todo o que ela diz é possível. Mas, se você deseja que sua vida seja modificada pelo Senhor, a primeira coisa que deve ser feita é a leitura da Palavra. Digo isto porque você só irá descobrir o que Deus quer fazer quando você ler a Bíblia. Tudo está nesse livro. Todas as suas dúvidas e soluções estão lá. Basta você ler a Palavra de Deus para descobrir tudo isso. Mas além da leitura, a fé também é necessária. Por exemplo: você pode estar passando por grandes dificuldades em sua família, como na área financeira ou emocional. Ao ler a Bíblia, você descobrirá que Deus pode facilmente resolver tudo isso. Na Palavra de Deus diz que o justo nunca

passa por necessidade e que, por Ele ser o seu pastor, nada lhe faltará. Ao conhecer essa verdade, você verá que o seu problema financeiro não é tão grave assim, porque Deus é poderoso o suficiente para tirar você dessa dificuldade. Após descobrir isso, ficará bem mais fácil de lidar com o seu problema. Só que você deve crer que Deus realmente fará algo na sua vida. De nada adiantará saber que o Senhor é o teu pastor e que nada te faltará se você não crer que realmente Deus nunca vai permitir que algo falte em sua vida. Com isso, podemos ver que o nosso maior problema em relação a Deus é a nossa incredulidade. Não temos fé suficiente para crermos no que Deus diz na Sua Palavra. É por causa disso que nunca conseguimos ter boas experiências com Deus. Conhecemos a Palavra, mas não cremos que o Senhor vai cumprir ela em nossa vida. Isso é o que chamamos de incredulidade, porque ela nos faz duvidar do poder que Deus tem para cumprir a Sua Palavra. É por esse motivo que em Jeremias, capítulo 32,

Ocorrências da BM versículo 27 está escrito: “Eis que eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade. Acaso haveria coisa demasiadamente difícil Claudete Carlos para mim?”. Nesse versículo podemos ver que o próprio Deus está dizendo que não há nada que Ele não possa fazer. Por mais que você olhe para a sua vida e pense que sua situação está muito complicada, a Palavra de Deus diz que Ele é poderoso o suficiente para te salvar! Então creia! Escolha crer no que Deus diz na Sua Palavra e não mais aceite a incredulidade. Escolha não duvidar da Palavra e do poder de Deus para que você possa experimentar esse poder agindo na sua vida. Não é isso o que você está precisando? Por acaso você não ora porque precisa que Deus faça algo na sua vida? Então creia que se pediu, Deus vai fazer isso por você! Em nossa vida com o Senhor, está faltando fé! Falta-nos crer que Ele realmente é poderoso para nos livrar e fazer grandes milagres em nossa vida!

Universo e nós

Os princípios do Reiki Apenas hoje, agradeça suas bênçãos e seja humilde. Diariamente, a cada momento, temos uma razão para expressar nossa gratidão. Todo momento tem um potencial criador, transformador. E mesmo determinadas situações que nos parecem um castigo, futuramente, poderemos reconhecê-las como uma benção. Cada momento é um momento único e uma fonte de aprendizado. Se tivermos essa consciência, reconheceremos os “presentes divinos” que estão presentes em cada momento.

A humildade é a consciência de que tudo é parte do Todo. Tudo no Universo tem a mesma importância. Pois somos todos, manifestações da mesma energia. Sermos humildes é fazermos nossa parte sem nos preocuparmos com o reconhecimento, apenas pela satisfação de estarmos cumprindo nossa missão e termos consciência de que a nossa é, não mais e nem menos importante, que a missão de nossos semelhantes. Apenas hoje, ganhe a vida honestamente.

03 de março de 2010

Fazermos o que deve ser feito é gratificante. Aprendermos a amar o que fazemos é uma benção. Sermos corretos em nossas atividades é mostrarmos nossa gratidão e reconhecermos essa benção. A honestidade é uma semente preciosa, entre seus frutos estão a tranqüilidade e a abundância. Quando trabalhamos honestamente somos abençoados com o suprimento de todas as nossas necessidades. A partir de sábado dia de 13 de março, inicia na Casa do Poeta, o estudo de Reiki, às 17 horas, organizado pelo Grupo de reike Luz do Amanhecer.

Estado vai contratar PMs Temporários A Brigada Militar abriu inscrições para o processo seletivo ao Programa de Militares Estaduais Temporários da Brigada Militar. Até 16 de março (terçafeira), ao todo 476 vagas de PMs Temporários, com a contratação será pelo prazo de dois anos. O requisito principal é ter concluído o serviço militar obrigatório das Forças Armadas, até três anos atrás. Ter certificado de reservista de 1ª e 2ª categoria, ensino fundamental completo. A ação integra o projeto de Recomposição dos Efetivos, do Programa Estruturante Cidadão Seguro. A região da fronteira-oeste oferece 50 vagas, e compreendem os municípios de Caçapava do Sul, Lavras do Sul, Rosário do Sul, São Gabriel, Santa Margarida. Os PMS temporários depois de formados poderão atuar como guardas de quartel e policiamento em desfiles e feiras. O candidato vai realizar uma prova com questões de português, matemática, história e geografia. Depois os exames de saúde física e mental, aptidão física e a última fase é o curso de habilitação. Postos de inscrições mais próximos: Santa Maria – 12h30 até 8h30: CRPO na Rua Pinto Bandeira, 360 e no 4º CRB na Rua Cel.Nideraurer, 890. Bagé - 12h30 até 8h30: 6º RP Mon: Rua Candido Portinari, 310. Vila Floresta. Edital www.brigadamilitar.rs.gov.br

Resumo das ocorrências atendidas pela Brigada Militar Furto qualificado Em 21/02/2010 às 05h40min. Fomos informados pela senhora L.L.B, o furto em sua residência, foi levado um rádio com CD marca Britânia, uma panela de pressão marca Panex, um ferro de passar roupas marca Britânia, um par de tênis feminino n.º 37 marca Mizzuno, uma loção para o corpo e desodorante Natura, um óculos de sombra e uma langerie sem uso. Injúria e resistência Em 21/02/2010 às 03h50min.. A Guarnição da Brigada Militar foi solicitada na residência da senhora E.V., onde seu filho se encontrava alterado e apresentava vários ferimentos, ao intervir o efetivo da Brigada Militar foi ofendido com palavras de calão e o mesmo investiu contra os Policiais Militares, o mesmo foi contido e conduzido ao Pronto Socorro local, foi efetuado registro policial na Delegacia de Polícia local. Lesão corporal Em 25/02/2010 às 16h00min. A senhora R.L.D, comunicou que sofreu agressão resultando em ferimentos no pescoço, a mesma relatou que a autora trabalha na lancheria Aquarela, foi confeccionada uma comunicação de ocorrência policial. Furto Em 25/02/2010 às 13h47min. Fomos informados pelo senhor D.P.P, funcionário da empresa ETE a qual presta serviço a empresa OI o furto de uma bolsa com ferramentas, este furto ocorreu quando o mesmo efetuava manutenção em equipamento na via pública. Furto qualificado Em 24/02/2010 às 19h30min. Fomos informados pelo senhor L.F.B.M, o furto arrombamento em sua residência, onde foi furtado um aparelho de som marca Semp Toshiba e duas caixas de som Gradiente. Furto qualificado Em 26/02/2010 às 08h00min. Fomos informados pelo senhor M.D.O.N, o furto arrombamento em sua residência, onde foi furtada uma Televisão marca Semp Toshiba 14 polegadas, duas camisas e três calças; Ameaça e disparo de arma de fogo Em 27/02/2010 às 16h45min. O Senhor M.F.A, comunicou que foi ameaçado de morte com uma arma de fogo por um vizinho, que ainda disse que iria tocar o veículo por cima da vítima, logo após ainda efetuou um disparo com a referida arma, foi confeccionada uma comunicação de ocorrência policial. Vias de fato Em 01/03/2010 às 00h41min. O Senhor J.M.M, comunicou que o senhor P.R.P.S, o agrediu com socos e pontapés não resultando em ferimentos na vítima, a mesma relatou que não sabe o motivo das agressões, foi confeccionada uma comunicação de ocorrência policial. André Pimentel dos Santos – 3º SGT QPM1 EXT Responsável p/ Comunicação Social do 3º Esqd P Mon

Mulher faz denúncia de estupro Polícia Civil investiga o caso, até agora os suspeitos não foram identificados pela vítima. Por volta das 5h45min deste domingo, 28, a Brigada Militar foi acionada para atender uma ocorrência de estupro na Vila Sul. Segundo a vítima P.B.D. eram 4h da madrugada de domingo quando um homem entrou pela janela do quarto dos três filhos da vítima. Ele estava armado com um revólver calibre 38 e com o rosto coberto por uma camiseta. Após render os seus filhos a vítima foi levada para a cozinha sendo violentada sem uso de proteção. Segundo informações um dos filhos da vítima teria presenciado o crime. Logo após o abuso sexual o homem saiu pela porta da frente. Mesmo abalada pelo fato ocorrido, a mulher entrou em contato com o irmão que acionou os policiais militares. Dois suspeitos foram encontrados, porém não reconhecidos pela vítima. O estuprador estava vestido com uma bermuda azul e camiseta clara.


Saúde / Educação / Geral

03 de março de 2010

Jornal do Pampa | 9

Parabéns alunos do colégio Coeducar A primeira vez na escola: separação e adaptação Para aquelas crianças e adolescentes que já frequentam a escola, o obstáculo maior na volta às aulas é vencer a ‘preguiça’ e (re)organizar a nova rotina. Portanto, para aqueles pequenos que pela primeira vez estão deslumbrando o mundo da escolarização, o obstáculo é bem maior e pode ser enfrentado com choros e pedidos de voltar para casa. Esta é uma fase difícil sim, que deve ser administrada com muita paciência, persistência, afeto e, sobretudo, respeitar o tempo da criança que pode adaptar-se no primeiro dia, na primeira semana ou em todo o primeiro mês, levando mais tempo para dar ‘tchau’ tranquilamente para seus pais. E é comum também que, a dificuldade maior esteja nos próprios pais em separarem-se de seus filhos pela primeira vez. Eis que surge um medo de ser substituído, de perder o seu lugar na vida da criança quando esta começa a incluir outras pessoas em sua rede de confiança, justamente, o que a escolarização proporciona: sociabiização. Mesmo que a criança não esteja incluída no processo formal de aprendizagem, o seu processo de escolarização já teve início quando começa a freqüentar berçários, maternais e jardins e, além dos objetivos pedagógi-

cos, estes representam a ‘quebra dos cercados’ daquela criança. Começa a aventura de desbravar o mundo externo fora de casa e longe dos pais. É natural que haja estranhamento, medo, angústia e pedidos para voltar ao seu lugar seguro, a casa. É importante nesta fase que os pais estejam seguros quanto à decisão de iniciar a escolarização do filho e seguros quanto à escola (metodologia; objetivos; higiene; equipe pedagógica; estrutura) para que possam passar tranqüilidade e segurança. Deve haver uma disponibilidade para levá-los e não precisar sair às pressas e as escondidas, pois não é saudável fugir e no início é importante permanecer um pouco no ambiente junto à criança. Deixar que eles carreguem consigo uma foto da família, um objeto de casa ou até mesmo um objeto dos pais, pode minimizar a ansiedade e passar mais segurança. Cumpra horários, nunca as deixem esperando porque fatos como esse podem aumentar a fantasia persecutória de que foram abandonados pelos pais. E ainda, tenham persistência. Investimento é a palavrachave. Desistir gera frustração para a criança, o sentimento de ‘eu não consegui’. (Na próxima semana tem mais!)

Nada é mais gratificante do que ver nossos alunos aprovados no vestibular. Parabéns alunos da turma 301 do Colégio Coeducar, que concluíram o Ensino Médio em 2009, e acertaram nas suas escolhas: Andressa de Oliveira Becker – Engenharia Florestal/ Peies/UFSM; Guilherme Freitas Félix – Medicina Veterinária/ URCAMP; Henrique Meister Mônego – Engenharia de Produção/ PUC; Isadora Razzera Huerta – Relações Internacionais/ UFSM; Júlia Machado Teixeira – Direito/ UNISC; Mygre Machado Lopes – Ciências Econômicas/ Peies/ UFSM; Thiago Lopes Trugillo da Silveira – Ciência da Computação/ Peies/UFSM; Matheus Lopes – Medicina Veterinária/ URCAMP. “Motivando caminhos, construindo sonhos” é o nosso lema. 72% de aprovação foi o índice alcançado pela turma,

em 2010, nos vestibulares da região. Brindamos com vocês, junto às suas famílias, essa importante conquista. Sucesso na nova caminhada.

Aos ex-alunos, a certeza de que ainda fazem parte da família Coeducar. Merecem, também, os nossos cumprimentos.

Volta às aulas da rede estadual Nesta segunda-feira, 1º de março, as escolas estaduais voltaram a suas atividades recebendo mais de 4 mil alunos. Ao todo 14 escolas sendo que sete ficam no interior, e uma escola nas Minas do Camaquã. A Escola estadual Nossa Senhora da Assunção (EENSA) atualmente com 800 alunos matriculados nos cursos de Ensino Fundamental, Médio e Educação de Jovens e Adultos de ensino Médio, preparou atividades especiais para recepcionar seus alunos nesta segunda feira, 1º/03. Depois de divulgadas as turmas, os professores acompanharam os alunos até suas salas de aula onde foi aplicada uma técnica de integração. Ao retornarem ao salão de atos todos assistiram ao show dos alunos Jordana Henriques de Oliveira e Paulo Henrique Rodrigues Moreira os quais,

com muito talento, encantaram a todos. Desta forma a EENSA, com muito carinho, recebeu seus alunos para mais um ano letivo. Para este ano de 2010 a Escola pretende, por meio de um trabalho sério e motivador, perseguir seus objetivos na busca constante de construir sólidos conhecimentos e investir sempre mais no fortalecimento das relações entre os membros de sua comunidade escolar. A escola conta com 50 professores e 15 funcionários, atuando em três turnos. Na escola Dinarte Ribeiro cerca de

1080 alunos estão matriculados no Ensino Fundamental, Médio e Técnico nos três turnos. A direção também fez uma programação especial para receber os alunos nesta primeira semana.

Fique por dentro Gagueira na escola Pretendo neste texto e no próximo abordar a gagueira na escola para que os professores saibam lidar de forma correta desde o início do ano letivo. Serão listados apenas alguns pontos gerais. É importante ter sempre em mente que cada criança é diferente e que uma atitude afetiva faz grande diferença em todos os casos. Todas as crianças na faixa de idade da pré-escola e do jardim de infância estão ativamente aprendendo a falar. Neste processo, é natural que cometam erros de fala. Esses erros são chamados de hesitações/disfluências. Algumas crianças apresentam mais do que outras e isto é normal. Entretanto, há certas crianças que apresentam muitas hesitações/ disfluências - principalmente repetições e prolongamentos de sons - que são facilmente notadas por quem ouve. Se a pessoa estiver preocupada quanto à possibilidade de desenvolvimento de gagueira em uma criança, não deve deixar que ela perceba qualquer atenção especial neste momento. É importante que os professores falem também com os pais para saber a opinião deles sobre o assunto e deixá-los cientes de que pode ser um comportamento típico da idade. Em muitos casos, quando pais e professores ouvem a criança e conversam com ela de uma forma calma e paciente, a fala retorna à normalidade e suas habilidades de linguagem e sua adaptação escolar melhoram. Contudo, se a criança continuar a apresentar hesitações/disfluências, é recomendável que ela seja acompanhada por um fonoaudiólogo. Na faixa de idade do ensino funda-

mental, há crianças que não somente repetem e prolongam sons, mas também que fazem esforço e ficam tensas e frustradas com suas tentativas de falar. Elas precisam de ajuda. Sem a ajuda necessária, é provável que a gagueira afete negativamente seu desempenho em sala de aula. Uma preocupação importante da maioria dos professores é com relação às reações da criança diante de sua gagueira em sala de aula. Que tipo de participação deve-se exigir dela durante as aulas? A resposta a esta pergunta depende de cada criança. Em um extremo, temos a criança que não demonstra nenhuma preocupação e fica feliz em poder participar como qualquer outra. No outro extremo, temos a criança que chora e se recusa a falar. A maioria está entre um extremo e outro. Deve-se perguntar à criança sobre como ela gostaria de participar. As exigências de participação devem se tornar parte de um programa de educação individualizado da criança. Normalmente, é aconselhável que se converse com a criança de forma reservada, explicando a ela que quando se fala às vezes cometem-se erros (assim como acontece com outras tarefas). Atrapalharse com os sons, repetir palavras e confundir-se com elas é normal. Com a prática, melhora-se. Falar com a criança desta forma permitirá que ela saiba que o professor está ciente da dificuldade e também que a compreende e a aceita. Realizei minha abordagem baseado no material do “Instituto Brasileiro de Fluência - IBF” que oferece orientações gratuitas através do e-mail gagueira@gagueira.org.br

Unipampa – Mudança no calendário de confirmação de matrículas para o 1º semestre de 2010: o ajuste de matrículas via web somente até o dia 10 de março, e o ajuste de matrículas presencial será de 12 a 19 de março.

Curso de Turismo – Foi realizada nesta terça-feira, 02, às 19h, na sede da Unipampa a apresentação do Projeto de Extensão em Turismo na região, de autoria do professor da Unipampa do campus de São

Borja, João Antonio Gomes Pereira. Com apoio da Associação dos pequenos e micros empresários de Caçapava (Apemi), o objetivo é discutir ideias e formas de viabilizar o turismo no município e região.

O peso das mochilas Início das aulas, ofertas de material escolar de grande variedade, um verdadeiro convite a “encher” a mochila. Os pais devem estar atentos ao peso da mochila dos filhos. Crianças que carregam bolsas muito pesadas têm grandes chances de desenvolver problemas na coluna vertebral. O excesso de peso nas mochilas pode ocasionar dores nas costas e, a longo prazo, trazer graves consequências, como a escoliose (“um ombro mais baixo”), a cifose (corcunda) e também a lordose (quando o bumbum se inclina para trás) e pode acarretar ainda, dores no pescoço, nos ombros, distenções musculares entre outros. Por isso, é fundamental que os pais fiquem atentos à postura de seus filhos,

à regulagem da mochila e também incentive a criança a praticar atividade física, fortalecendo sua musculatura. Dicas para aliviar o peso da mochila: • Coloque as coisas mais pesadas junto às costas da criança, ou seja, na parte de trás da mochila; • Distribua os livros e outros materiais mais pesados de uma maneira que não fiquem soltos lá dentro, provocando movimentos de desequilíbrio. • Olhe o que seu filho leva para a escola e certifique-se de que é o material necessário para as atividades daquele dia; • Nas mochilas com rodinhas é preciso cuidado com a alça do carrinho, que deve estar a uma altura que

deixe a criança com as costas retas ao puxá-la; • Nas mochilas de “ombros”, dê preferência àquelas que têm as alças “acolchoadas” e largas, e carregue-as sempre pelos dois ombros; • Ajuste as alças de modo que a mochila se adapte totalmente às costas da criança, ficando encostada e sem folga; • O fundo da mochila deve ficar apoiado na curva da zona lombar, nunca deve ficar a mais de 10 cm abaixo da cintura da criança; • O peso da mochila não deve ultrapassar o limite de 10% do peso da criança, ou seja, uma pessoa que pese 30 kg não pode carregar uma mochila com mais de 3 kg de material escolar.


10 | Jornal do Pampa

Variedades / Classificados

03 de março de 2010

Por: Claremi Teixeira

Advogados mortos Certo dia estavam dois homens caminhando por um cemitério quando depararam-se com uma sepultura recente. Na lápide lia-se: “Aqui jaz um homem honesto e advogado competente”. Ao terminar a leitura um virou-se para o outro e disse: - “Desde quando estão enterrando duas pessoas juntas na mesma cova?

Classificados

HORÓSCOPO Áries - Dê atenção ao seu bem-estar, pois neste período a sua energia oscilará em função das influências astrais. Touro - Ao ser mais receptivo(a), poderá se surpreender e descobrir diferentes maneiras de alegrar seu cotidiano. Gêmeos - Reflita sobre o que deseja para sua vida a longo prazo e saiba persistir. Evite falar mais do que deve. Câncer - Enxergue as opiniões dos outros sobre você como possibilidades de aprendizado e tenha mais autoconfiança! Leão - Exercite a humildade, que é uma qualidade louvável, apostando no seu lado generoso. Evite extravagâncias. Virgem - Saiba que ninguém é perfeito e não sofra por aquilo que não saiu exatamente do jeito que gostaria. Libra - Não tenha medo de tomar decisões e procure assumir o que pensa. Na vida, também é preciso arriscar! Escorpião - Esqueça velhas mágoas e aprenda a perdoar, pois será mais feliz sem o peso do rancor em seu coração. Sagitário - Saiba a hora certa de brincar com as pessoas ou pode passar a impressão de que não leva nada a sério. Capricórnio - Gosta de oferecer conforto a quem ama, mas lembre-se de que a família também precisa da sua presença. Aquário - É melhor não se afastar das pessoas que pensam diferente de você, pois pode se isolar. Pense bem! Peixes - A dependência é seu ponto fraco. Mas você é, sim, capaz de ser independente em muitas situações!


Esporte

03 de março de 2010

Piloto de carteirinha Esta semana, chegou à vez, de mais outro piloto falar sobre suas experiências nas pistas da região. O caçapavano Ciro Vicente dos Santos Rosa é filho de Wilson e Leda da Rosa (in memória). Como profissão escolheu ser farmacêutico, dono das farmácias Nicola, Rede Associadas, a paixão pelo esporte vem de muito tempo. Há seis anos corre em pista de terra. Da categoria Iniciante, em que participou no primeiro ano, para a de piloto de 1600 cc, categoria Turismo, com matrícula na Federação Gaúcha de Automobilismo (FGA) de número 27.757, vem conquistando cada vez mais espaço neste mundo de velocidade, considerado por muitos como um piloto de muita técnica e temperamento forte. Ao comentar sobre as corridas em Caçapava do Sul, Ciro ressaltou que a cada prova a população vem participando mais e isso é muito

bom para o esporte, assim como a nova diretoria que está comprometida em fazer do esporte, na cidade, o que se tem de melhor, ���desde os tempos dos Gordines e DKWs, no nosso autódromo municipal”, destacou Ciro. Entrevista com piloto Ciro Rosa: JP. De todas as pistas que já correu quais são as melhores? Sem dúvida a de Caçapava é a melhor, depois ficaria com a de Camaquã pelo visual. É dentro de um parque, mas pista mesmo não tem melhor que a nossa em todo o Estado. JP. Qual corrida marcou sua carreira? Duas horas de 2005, foi uma das melhores da minha carreira. JP. Qual corrida gostaria de esquecer? Em Santa Maria, ano de 2007, capotei muito feio. Um grande susto. JP. Quais especificações do seu carro? Quem faz parte da equipe para deixar ele em forma para as provas? Tenho um Gol 1.6 pratica-

mente original. No regulamento deixam alterar pouca coisa, quem faz o carro é o pessoal da Mecânica Volks, destaque para o Luiz e Seu Antonio, e a outros chefiados pelo

tebol, basquete e handebol de areia serão decididos por mais de 2,6 mil esportistas de 94 cidades gaúchas. No total, quatro equipes de Cachoeira do Sul e Caçapava vão ao litoral para participar da final do

ENTRANDO EM CAMPO Campo- Em apenas dois dias, 14 equipes fizeram inscrições para participar do Citadino de campo pela 2ª divisão. A edição de 2010 teve suas inscrições encerradas antecipadamente. A reunião que define as chaves e a entrega das fichas ainda não tem data definida. Pelo campeonato estão inscritos os times: Estrela, Camaquã, Campos Sales, Inter SB, Floresta, Pedreira, Nova Geração, Santo Antonio, São Judas, Santa Rita, Santos, Tiradentes,União, Vila Sul. Automobilismo- O campeonato gaúcho será realizado em 21 de março, equipes de todo o Estado estão sendo esperados para o grande evento automobilístico, os pilotos caçapavanos Gugu, Ciro Rosa estão na expectativa do evento. Veloterra- No domingo dia 7, o representante de Caçapava, Sandro Meireles vai estar participando da 1ª etapa do campeonato gaúcho de veloterra, em Santana do Livramento. Cross country- No domingo, dia 28, Clauci Macedo esteve na 1ª etapa do campeonato Zona Sul, realizado na Toca da Tigra, em Santana da Boa Vista. Ao todo 60 pilotos participaram. Entre a melhor colocação, Clauci ficou em 2º lugar na categoria Força Livre e na Máster Nacional ele ficou em 1º lugar. Atletismo- Anderson Henriques vem treinando exaustivamente na Sogipa, em Porto Alegre. Está sendo encaminhada a filiação de Anderson na Federação Gaúcha de Atletismo e Confederação Brasileira.

colega Alicio, e toda a turma que nos acompanha e nos dá força na hora das corridas. JP. Quais seus planos para 2010? Organizar de vez nossa equipe. Buscar novos patrocínios, bem como levar o nome da nossa Caçapava para todos os cantos desse Estado e fora dele. O que precisa para ter a carteira de piloto de competição pela FGA:

Carta de filiação do clube filiado a FGA; exame de aptidão física e mental; comprovante do tipo sangüíneo; uma foto 3X4; cópia da identidade ou carteira de habilitação; taxa da cédula desportiva. Diplomas de escola de pilotagem. Ficam isentos deste diploma os pilotos das categorias de kart, Pista Terra, Arrancada e Rally

História do Automobilismo em Caçapava O pioneiro dos motores

Atletas de Caçapava e Cachoeira do Sul participam da final do Circuito Verão Os dois municípios estarão representados na final do Circuito Verão Sesc de Esporte, que ocorre no próximo final de semana (6 e 7 de março), em Torres. Os títulos nas modalidades de frescobol, futevôlei, vôlei de dupla, fu-

Jornal do Pampa | 11

evento, que é considerado um dos mais tradicionais do Estado voltado para o esporte amador. A equipe caçapavana Jamaica Futebol Clube vai participar da modalidade Beach Soccer Masculino.

Show de lançamento

No Sábado dia 6, a partir das 23h30min o CUC Beer promove uma festa com a participação especial da banda caçapavana de Rock Clássico Schnapps Band. A banda tem a participação de Pedro Ferreira, no vocal, Alexandre Beviláqua, na guitarra, Mariano Nery, na guitarra, Welton Loreto, no baixo, e Juliano Torres na bateria. Este será o primeiro evento em que a Schnapps que somente toca clássicos do rock dos anos 70, 80, 90, fará na cidade.

D a n d o sequência a série de reportagens sobre a história do Automóvel Clube de Caçapava do Sul, conversamos com o Ika, um dos mecânicos pioneiros nesta modalidade esportiva. Ele nos recebeu em sua oficina, em meio a muitos troféus, fotos de carros vitoriosos e até uma coleção de comandos quebrados de motores de corrida. Na conversa nos contou que participa das corridas em pista de terra e asfalto desde 1982. Começou sua carreira preparando os carros do Aparício Félix, o DKW, um Gordine (foto) e no fim um Passat (22). Preparou o Corcel (com a pintura camuflada) do piloto Ricardo Haag, e do Fernando Rodrigues (Alemão do Jangota), que corria de DKW, fez também o carro do Paulo Nogara, um Fiat 147, que foi campeão regional e gaúcho. De São Sepé preparou o carro do Carlão que foi campeão regional e gaúcho, outro piloto que participou desde o início das provas em Caçapava foi o Serginho, do Gol 17, o carro do Luiz Sena Jr, que agora está correndo também em Tarumã e virá correr o Gaúcho em parceria com o Dotto de São Sepé. Agora, Marcelo Barcellos está correndo no gol que era do Junior, e vai ficar de fora da prova do Gaúcho no dia 21 de março, em Caçapava, pois estará em viagem de negócios. Na oficina, o mecânico está com dois carros prontos para a pista. O Gol do Marcelo e o Gol do Renato (Santa Cruz). Ika conta que muita coisa mudou nestes anos, desde quando montavam os DKW com 3 carburadores, 1 por cilindro, hoje os carros correm com injeção eletrônica. Outro assunto abordado foi sobre o Alberto Cidade, que na reportagem anterior ficou mal colo-

cado, que treinava mais que corria. Ika conta que os mecânicos Rogério e Thaca (os guris do Rogério) fizeram um carro muito bom, potente e que na última temporada ele preparou o Gordine prata, e chegou a tirar a potência motor, assim Alberto ganhou duas baterias, em 8/4/1984. “Corremos também em Rivera com o Alberto”, lembrou. Comenta ainda que cada pista de regional tem sua preparação exclusiva, e concorda com os pilotos que já falaram para o Jornal, que a pista de Caçapava é a melhor do Estado, com uma boa estrutura. Cheguei a ter cinco carros ao mesmo tempo na oficina, disse Ika. Tem uma foto na oficina com quatro destes carros, do Junior, do Serginho, entre eles, um Passat que preparou para sua esposa, e um de asfalto que o Junior corre até o hoje. Neste tempo todo, passaram muitos mecânicos e preparadores como: Seu Olavo Medeiros, Os irmãos da São Sebastião (os guris do Rogério), o Jorge (Wolks), a Turma do Bigode, Ricardo, Alício, Edy Rockenbach, o Serginho e o Nei Tavares, Darcy AG, entre outros que faziam os possantes da época.


Caรงapava do Sul, 03 de marรงo de 2010


Jornal do Pampa - Edição 119