Page 1


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Acib apresenta ações para 2016 Na noite de 4 de fevereiro a Acib (Associação Comercial e Industrial de Birigui) realizou um jantar com todos os associados. O objetivo foi apresentar as ações de 2016, que visam continuar a promover o desenvolvimento dos associados. Para o presidente da Acib, Maurício Pazian, são as parcerias sólidas que ajudam Birigui a desenvolver-se a cada dia. “A Acib contribui, por meio de seus inúmeros benefícios, para que os empresários do município tenham sempre o pensamento focado no progresso”. Para homenagear os empresários parceiros, aconteceu o sorteio de um Onix 0 km, que saiu para a empresa Imperial Portas e Fechaduras. Confira as ações que nortearam nossos trabalhos no decorrer deste ano: Esse Comércio é a minha cara No site comerciominhacara.com disponibilizaremos grandes oportunidades para aqueles consumidores que buscam no comércio de Birigui o vestuário do tamanho ideal, o produto com preço atrativo ou aquele lançamento gastronômico exclusivo, enfim, tudo que um bom comércio como o nosso pode oferecer! Além disso essa vitrine virtual será composta por serviços e acontecimentos do comércio, agregando enquetes, eventos, lista de associados e muito mais! Nossos consumidores se sentirão à vontade para gerar ideias e sugestões e nos ajudar a melhorar o comércio de Birigui: nosso comércio.


Ele será a voz, o apoio, o facilitador e o agente transformador de novas ideias, criando um ambiente favorável para o desenvolvimento de negócios e ao nosso próprio crescimento. Com o site esse comércio é minha cara, divulgaremos produtos e vale descontos. Com sistema de atualização simples, permitirá que o próprio lojista modifique suas ofertas. Amor em Dobro Reunimos em uma mesma campanha duas formas de amor: o DIA DAS MÃES e o DIA DOS NAMORADOS. Contando com diversas mídias de divulgação, sortearemos uma moto 0Km aos nossos consumidores! Em um show na Praça Dr. Gama faremos o sorteio e, com isso, fomentaremos ainda mais o comércio de Birigui em horários especiais. Quem a gente ama, merece mais que carinho, merece uma moto 0Km! Meu Pai, Meu Herói Um superpai, merece um superprêmio. Contando também com diversas mídias de divulgação, sortearemos também uma Moto 0km, novamente um grande show na Praça Dr. Gama: ele é nosso herói, por isso merece um grande prêmio! Dia das Crianças A brincadeira vai começar! Um dia das crianças mega, hiper, super divertido! Iremos levar toda nossa criançada para o centro de Birigui e com elas, pais, mães e avós, faremos uma festa de vendas! Sorte Encantada E para fechar o ano, depois de tanto trabalho, que tal um pouquinho de sorte. Sorte encantada! Com um grande show na Praça Dr. Gama faremos o nosso principal sorteio do ano: um carro 0Km! Seja associado! Somos mais que uma Associação Comercial, somos um grupo de empreendedores repletos de oportunidades, novas ideias e direcionamento comercial. Seja um associado Acib e faça parte deste time focado em desenvolvimento. Ligue já para (18) 3649 4222 e solicite visita de nossos representantes.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Entrega do carro - Promoção Sorte Encantada Edna Maria Grigoletto, 57, residente em Bilac, começa 2016 de carro novo. Ela foi a ganhadora da promoção “Sorte encantada”, realizada pelas empresas associadas à Acib. Edna comprou na Óptica Elis, preencheu o cupom e levou a melhor! Edna sempre compra no comércio de Birigui e elogia a qualidade dos produtos encontrados aqui. Ela preencheu 4 cupons, mas sem pretensões de ganhar, e se surpreendeu com sua sorte. “Estou muito feliz. O prêmio veio em bom momento”, diz a ganhadora. Para Gislene Patrícia da Cunha, da Óptica Elis, associada a Acib há quatro anos, afirma que é uma satisfação imensa presentear um cliente. “É muito importante investir em promoções como estas, pois além de clientes da Birigui, atraímos clientes da região”. A Acib e todo o comércio de Birigui parabeniza a felizarda e a Óptica Elis pela grande sorte! Lojistas, participem das promoções da Acib. Agende uma visita de nossa equipe e conheça nossos serviços. Ligue já para (18) 3649 4222. A Associação Comercial e Industrial de Birigui parabeniza a felizarda e a loja!


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Acib e SebraeSP promovem Empretec Em março a Acib e o Sebrae-SP trazem para Birigui o Empretec. Trata-se de uma metodologia da ONU (Organização das Nações Unidas) voltada para o desenvolvimento de características de comportamento empreendedor e para a identificação de novas oportunidades de negócios! No Brasil, o Empretec é realizado pelo Sebrae que, em parceria com a Acib, traz a capacitação para Birigui. O curso proporciona melhoria no desempenho empresarial, maior segurança na tomada de decisões, ampliação da visão de oportunidades, dentre outros ganhos, aumentando assim as chances de sucesso empresarial. Informações e Inscrições: (18) 3649-4222/ (18) 3641 5053. Vagas Limitadas.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Erros que desmotivam os funcionários da sua empresa Quando o empreendedor inicia seu negócio, não tem ideia do que seja gerenciar pessoas e, muito menos, das consequências de uma má gestão. Inexperiente nessa questão, o pequeno empresário centraliza seus cuidados na satisfação dos clientes, pois, sem eles, não há entrada de dinheiro. Assim, o foco é outro: o lucro. Ele, então, passa a trabalhar no binômio cliente-lucro e se esquece de focar também nas pessoas. Os empreendedores bem-sucedidos ampliam o horizonte e focam no trinômio pessoas-clientes-lucro. Por que focar nas pessoas? Funcionários comprometidos e motivados atendem melhor os clientes, que, por sua vez, ficam satisfeitos e fazem a propaganda boca a boca. Isso resulta em aumento de clientes e, por consequência, gera melhores resultados. Pergunte a um empreendedor o que ele espera de seus funcionários, e a resposta será: “comprometimento com a empresa”. Se isso é tão importante, o que faz com que os funcionários não se mostrem tão comprometidos quanto o empresário deseja? Relacionei quatro erros que são cometidos pelos empreendedores, e que contribuem para a desmotivação e apatia dos funcionários: 1. Não estabelecer objetivos e metas A sensação de estar trabalhando na construção de algo maior é fundamental no processo de comprometimento. Ao estabelecer objetivos e divulgá-los para os colaboradores, o empreendedor mostra um norte que servirá de bússola para as pessoas. Ao conhecer os objetivos da empresa, cada colaborador poderá contribuir de forma a cumprir suas metas individuais para chegar ao norte traçado.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br 2. Não envolver os funcionários no planejamento Como empreendedor é o fundador da empresa, que criou praticamente sozinho todos os processos de trabalho, é normal que resista a fazer mudanças nos procedimentos adotados. Entretanto, com o crescimento da empresa e com novas pessoas contratadas, as rotinas de trabalho precisam ser atualizadas. Se o empreendedor tiver uma postura centralizadora, e não envolver os funcionários no planejamento das melhorias dos processos, estará cometendo um grave erro de gestão. O grau de comprometimento e de motivação das pessoas aumenta de forma significativa quando elas são ouvidas e participam do planejamento dos processos de trabalho. 3. Não treinar, não capacitar os colaboradores A contratação de um novo funcionário normalmente acontece quando já não se consegue trabalhar com o quadro existente. Assim, quando o funcionário começa a trabalhar, não encontra tempo para passar por um processo de integração e treinamento. Ele aprende os processos à medida que vai executando suas tarefas. Além disso, é possível que peça ajuda a seu gestor e aos colegas mais antigos. Esse é mais um erro grave na gestão de pessoas. A falta de capacitação gera fadiga e desestimula, o que acarreta um baixíssimo grau de comprometimento. 4. Não permitir que as pessoas inovem São necessidades básicas do ser humano: ser ouvido, ser reconhecido e ter o direito de errar. Não permitir que as pessoas inovem contraria essas necessidades básicas, pois as pessoas deixam de expressar suas ideias, perdem a condição de ser reconhecidas por sua criatividade e deixam de aprender com os próprios erros. As pessoas desejam contribuir e sentir-se valorizadas. Caso contrário, cairão na rotina, e o tédio se instalará no ambiente de trabalho. A sensação de inovar e crescer aprendendo com os próprios erros é um fator de motivação, e contribui para o aumento do grau de comprometimento.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

É possível ser líder e manter laços de amizade com a equipe? Ao longo de décadas, a liderança sempre associada a figuras de autoridade e respeito, transformando o poder hierárquico na sua melhor forma de expressão. Esse conceito, oriundo da nossa própria cultura familiar, acreditava que certo distanciamento entre pais e filhos, supostamente, garantiria uma obediência sem muitos questionamentos. Esse modelo de comunicação, baseado em respeito à autoridade das hierarquias, encontrou nas organizações um ambiente fértil para prosperar e se solidificar. Mesmo na atualidade, após uma evolução expressiva no conceito de liderança, muitos líderes ainda questionam se um relacionamento de amizade com seus colaboradores ajuda ou prejudica as demandas do contexto profissional. Se considerarmos a analogia familiar seria o mesmo que perguntar se ser amigo de seu filho interfere no seu papel de pai e na responsabilidade que essa função acarreta. A questão, porém, parece estar centrada na dificuldade que as pessoas têm em discernir as responsabilidades inerentes ao seu papel social e profissional e no estabelecimento dos limites apropriados para que esses não entrem em conflito. A existência de amizade entre pessoas que convivem mais tempo no trabalho do que em suas próprias casas é uma característica mais do que normal, ela é natural. Evitá-la, portanto, parece ir de encontro aos sentimentos mais nobres e importantes presentes entre as pessoas, independentemente de suas funções. Líderes maduros e seguros de sua posição e responsabilidade conseguem desenvolver relacionamentos de amizade com sua equipe, sem com isso prejudicar o seu papel na gestão dos resultados. Isso eExige transparência e integridade nas relações, para que as pessoas entendam que podem contar com sua compreensão e empatia, mas também com a firmeza e valores diante de atitudes não condizentes com as expectativas da organização e do negócio.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br Somos seres humanos, antes de tudo, e gostamos de ser tratados com atenção e consideração. Líderes que aprendem a lidar com o medo e a insegurança de estabelecer relacionamentos amigáveis com seus liderados, propiciam a criação de ambientes extremamente saudáveis no trabalho. O desenvolvimento dessa habilidade costuma trazer um retorno gratificante para todos. Bons pais são amigos de seus filhos, sem com isso deixar de ter a responsabilidade de orientá-los com rigor, quando necessário. Por que nossos líderes não podem fazer o mesmo? Maria Cristina Ortiz de Camargo é especialista na área comportamental e docente da BSP – Business School São Paulo.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Dicas essenciais para ser um ótimo líder para sua empresa Fazer um time remar na mesma direção talvez seja um dos desafios mais recorrentes das organizações que possuem mais de uma relação de hierarquia. A boa notícia é que existem algumas dicas que podem ajudar você, empreendedor, no dia a dia como líder. A notícia não tão boa, no entanto, é que não existe receita pronta de sucesso – tornar-se um bom líder requer um processo intenso de prática e repetição. Além disso, é preciso estar atento às necessidades do seu negócio, afinal, o tamanho da empresa, o número de pessoas e o escopo dos objetivos da organização devem influenciar a forma como um gestor lidera. A primeira dica que podemos destacar é que a máxima do “faça o que eu digo, não faça o que eu faço” é completamente inválida. Na verdade, o que acontece é justamente o contrário: quando as pessoas ingressam nas organizações elas tendem a agir baseadas no comportamento dos que ali já estão e daqueles que são vistos como referência. Na empresa de engenharia Tecverde, por exemplo, as primeiras construções tiveram a mão - literalmente - dos fundadores Caio, Beto, Lucas e Pedro. Acompanhando os empreendedores apoiados pela Endeavor, observamos ainda que liderar fica mais fácil quando se tem definidos os objetivos da companhia. Isso porque, as competências que os líderes buscam nos times mudam, por exemplo, quando o objetivo da companhia é reduzir despesas ao invés de abrir novas operações. Ou seja, outra reflexão importante é que saber para onde remar no médio e longo prazo ajuda um gestor a compor o seu time, e a se capacitar para conduzir e desenvolver a equipe.


INFORMATIVO DIGITAL FEVEREIRO/2016 - Nº 015 BIRIGUI/SP - www.acibirigui.com.br

Ser um bom líder demanda também foco na performance e na entrega de resultados do time para a companhia. Não faz sentido pensar só em agradar a equipe. Ao contrário disso, o papel do líder é conhecer muito bem seus liderados para alocá-los onde poderão ter as maiores entregas - não se pode esperar de um macaco e de um cachorro que escalem uma árvore com a mesma facilidade. E para conhecer as pessoas do seu time é preciso conviver com elas: observe e preste atenção no comportamento das pessoas, execute parte das atividades em conjunto, conviva e aproveite momentos fora do ambiente profissional para conhecer a vida e o contexto de cada uma. O Rafa Biasotto, fundador da Uatt, que vende presentes e experiências criativas, viveu os primeiros dias da empresa junto das amigas de sua mãe, que ajudaram a confeccionar os primeiros presentes que a marca venderia. Estar atento às pessoas que trabalham bem e reconhecê-las frente à organização é outra questão importante. E para quem vai mal, busque entender os motivos: falta de capacidade ou ferramentas, dificuldade de trabalhar em equipe, desmotivação, entre outros. As decisões difíceis - como demissões ou realocações - também cabem a um bom líder, ao mesmo tempo em que fazer com transparência e honestidade é a forma mais justa de lidar com elas. Por último, um bom líder cultiva bons líderes. Nos cargos mais altos das organizações, é difícil um líder assumir posições de presidência ou presidência do conselho sem antes ter formado alguém. Tenha em mente: ter um liderado com a capacidade de exercer a mesma função que você, ou no “melhor dos mundos” que possa fazer ainda melhor, é o sinal mais puro de uma excelente liderança. Henrique Tormena: coordenador de Apoio a Empreendedores da Endeavor Brasil.

O Parceiro - Fevereiro 2016  
Advertisement