Issuu on Google+


Ø CF/88    Ar(gos  196/225,  §  1º,IV,V,VI,  §  3º     Ø Competência  comum  da  União      (art.22,  VI,  CF/88  )     Ø Lei   nº   7.735,   de   22   de   fevereiro   de   1989,   Ins(tui  o  IBAMA:  Poder  de  Polícia        


Fixação Fixação de de Padrões Padrões de de Qualidade Qualidade do do Ar Ar & & Monitoramento Monitoramento da da Qualidade Qualidade do do Ar Ar    

Ø Regras  gerais  estabelecidas  pela  União  (Lei  Federal).     Ø CONAMA:   “   É   o   órgão   competente   para   estabelecer   padrões  de  qualidade  do  Ar”.     Ø “A   SEMMA   desenvolve   o   monitoramento   do   índice   de   opacidade   da   fumaça   expelida   por   veículos   movidos   a   diesel”.    


Zoneamento Ambiental • DECRETO   Nº   4.297,   DE   10   DE   JULHO   DE   2002.   .   Regulamenta   o   art.   9o,   inciso   II,   da   Lei  no  6.938,  de  31  de  agosto  de  1981.          

Ø Ordenamento  do  uso  racional  dos  recursos          Intensificação  dos  processos  de     urbanização  e  industrialização                      À  escassez  de  recursos  orçamentários    p/  controle   Código  de  Postura  do  Município  de  Belém  


Estudo Prévio de Impacto Ambiental

•     Autorização  ambiental  de   empreendimentos     •     Informações  técnicas  e  legais  que   demonstrem  a  viabilidade  ambiental     •     Finalidade:  Chegar  ao  LICENCIAMENTO    


Licenciamento Ambiental

Ø    Lei   6.938/81   e   nas   Resoluções   CONAMA   nº   001/86   e   nº  237/97          

O   licenciamento   ambiental   é   uma   obrigação   legal   prévia   à   instalação   de   qualquer   empreendimento   ou   a(vidade   potencialmente   poluidora   ou   degradadora   do  meio  ambiente           Caracterís(cas   a   par(cipação   social   na   tomada   de   decisão,   por   meio   da   realização   de   Audiências   Públicas  como  parte  do  processo.    

 


Auditoria  Ambiental  

Ø Vistorias   periódicas   realizadas   pelo   poder  público   Ø Confirmar   se   as   diretrizes   de   uma   empresa  em  relação  ao  meio  ambiente,  e   todos   os   procedimentos   e   regulamentos   aplicáveis  são  cumpridos.    


O DO D A A T T L L U SU S E E R R X ”” X E E D D R R E E V V G G N N I TTI E E K K R R A MA ““M    


Camada  de  Ozônio    

ü Absorve  grande  parte  da   radiação  ultravioleta  nos     protegendo  do  excesso      


POLUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO  


EMISSÃO  DE  GASES  POLUENTES  

CFC’s  


Buraco da Camada de Oz⎮nio  

ü Equivalente  a  mais  de  3  x  a  área  do  Brasil.     ü Os   pontos   azuis-­‐escuros   são   as   áreas   em   que   a   concentração  de  ozônio  está  bem  abaixo.    


CONSEQUÊNCIAS:

Derretimento das Geleiras  

Preocupação com polos --> aumento do nível médio das águas do mar.      


Preocupação com o Meio Ambiente POLUIÇÃO DO AR


• Séc. V a.C. : Hipócrates -   "Pai  da  Medicina”   • Alimentos  

• Ocupação   • Clima  e  as  Doenças  

• Ano 61 a.C.: Sêneca,  Advogado do Império Romano: Poluição do Ar.  

• Brasil  

• Ordenações  Filipinas   • Lei  n°  4.771/65  C.F.B   • Lei  6.938/81  PNMA   •   Lei  n.  7.347/85,    Ação  Civil                                          Pública    


NCIA  DE   CONFERÊ GUE   A COPENH

COP   ª 5 1 9 0 20

Eco/ 92 ou Rio/92     • SEÇÃO II, • Proteção da Atmosfera  

1983  

1987/89  

CONVENÇÃO de VIENA: 1º Inst. Preservação do Ozônio  

PROTOCOLO de MONTREAL: Redução dos CFC’s  

1972  

CONFERÊNCIA de ESTOCOLMO  


Lei  nº  6.938/81,  art  17,  I,II     Inst.Nor.  nº  96/  2006    Cadastro  Técnico  

FORNECEDOR  

Gás  Refrigerante    Freon  22  R22   Nocivo  a  saúde  

Regimento  Interno   Controle  

Comparação  


Referências  


AGRADECIMENTOS

Centro  de  Intendência  da  Marinha  

Ins(tuto  Brasileiro  de  Meio  Ambiente  



Trabalho de Direito Ambiental