Page 1

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

1

Ano XXV - Nº.278 - Novembro de 2019 - Distribuição no Grande Centro - www.jornalfolhadocentro.com.br BRS na Lapa promete reduzir em 24% o tempo de viagem- Pág. 19

Escadaria Selarón será revitalizada e terá mapeamento dos azulejos Pág.

11

VLT opera com plena capacidade do sistema ao inaugurar linha 03 - Pág. 5 Maior Roda-Gigante da América Latina irá fortalecer o turismo no Centro do Rio - Pág. 21 Hospital do Carmo realiza campanha de doação de sangue - Pág. 7


2

Edição 278- Novembro de 2019

Jornal Folha do Centro é uma publicação da Folha do Centro Rio Ltda. CNPJ 00.923.422/0001-39 Insc. Municipal 01.998.374 Endereço: Av. N. S. de Fátima, 22 - Sobreloja Bairro de Fátima / Centro , CEP: 20240-051 . RJ Tels. (21) 2242-9344 e 3806-6368 e WhatsApp: 9-6471-7966 E-mail: folhadocentrorio@ gmail.com Site: www.jornalfolhadocentro.com.br www.jornalfolhadocentro.com Jornalista responsável Carlos Augusto Pinto Loureiro Registro 33238MTB-RJ carlosaugustodacidaderj@gmail.com

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Tradicional Feira do Lavradio celebra 23 anos Diagramação e Arte Djalma Correia djalmacorreia@ gmail.com Colaboradores: Fábio Torres, Simone Montenegro, Allan Souza e Conceição Sá. Tiragem: 20.000 exemplares Periodicidade: Mensal Impressão: Infoglobo: Telefone: (21) 2534 -9579 Distribuição: Todo o Grande Centro da Cidade Representante em São Paulo e Brasília: Tábula - Veículos de Comunicação: Tel. (11) 5507-5599 “Artigos assinados, informe publicitários e anúncios são de responsabilidade de seus autores”

A Feira do Lavradio, uma das principais feiras do Rio de Janeiro, comemorou 23 anos de existência. Para comemorar a data, houve distribuição de livros, conversas, contação de histórias, poesia e muito mais. A comemoração também celebrou o Dia Nacional da Cultura na cidade. Uma das atrações para comemorar o aniversário da feira foi o Samba dos Versos Livres, uma roda com intervenções de poesia. O espaço foi montado em frente à Praça Emilinha Borba, localizada na esquina da Rua do Lavradio com Rua do Senado. Os poemas foram mesclados com sambas, autorais e outros já consagrados,

criando esquetes previamente montadas. Promovida pelo Polo Novo Rio Antigo, a Feira do Lavradio chega a reunir até 30 mil visitantes em cada edição. O passeio pelo Centro do Rio Antigo é ainda uma excelente alternativa para os apreciadores de arquitetura, da boa gastronomia e de diversão. As lojas e restaurantes dos arredores também ficam abertos, com diversas atrações durante a realização da feira. A Feira é realizada todo primeiro sábado do mês na centenária rua do Centro do rio. A do Lavradio abriga casarões históricos, bares,

antiquários e casas de shows, oferece uma programação descontraída para quem quer conhecer a história da cidade e se divertir. Centenas de barracas oferecem produtos diversos, de móveis a roupas, e acessórios a objetos de decoração. Para dar um clima mais descontraído, os expositores promovem apresentações musicais, além de exposições de fotografias e shows de dança. A Feira do Rio Antigo reúne cerca de 300 expositores e conta com um público cativo, ajudando a fomentar o cenário econômico, histórico e cultural da região central da cidade.


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

Eleitores têm até o fim do mês para realizar cadastro da biometria No município do Rio o cadastramento ainda não é obrigatório

Termina no dia 01 de dezembro prazo para eleitores de 28 municípios do estado cadastrarem a biometria junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). Mais de 600 mil eleitores ainda não fizeram o cadastro. A maior parte desses eleitores é dos municípios da Baixada Fluminense. O cadastramento é obrigatório em 35 municípios do Rio. Os eleitores que

conseguiram votar por biometria nas últimas eleições estão dispensados do cadastramento. O eleitor que deixar de comparecer no prazo de realização da revisão de eleitorado terá seu título eleitoral cancelado e não poderá votar nas próximas eleições. A biometria é a tecnologia que identifica o eleitor através do reconhecimento de sua impressão digital.

O cadastramento biométrico pode ser realizado em qualquer das zonas eleitorais do estado do Rio de Janeiro. Os cartórios eleitorais atendem mediante agendamento, com finalidade de evitar filas e agilizar o atendimento, permitindo ao eleitor escolher dia e horário de atendimento. Nas eleições de 2020, os eleitores cariocas ainda não serão obrigados a realizar o cadastramento biométrico, e, portanto não terão seus títulos cancelados. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 27% dos eleitores ainda não fizeram o cadastro biométrico no Brasil. Parte deles terá o título cancelado caso não faça a coleta de impressões digitais e a atualização de dados até maio de 2020, já que a biometria será obrigatória em várias cidades do país. O 1º turno das próximas eleições será realizado daqui menos de um ano, em 4 de outubro de 2020.

3


4

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Entenda o que é Visagismo Só de pensar em mudar alguma coisa no seu rosto ou no look geral, faz com que muitas pessoas tremam na base. Muitas emissoras de televisão investem nestes programas, pois sabem que transformações que estão ligadas diretamente na alto estima das pessoas trazem resultados surpreendentes. Existe profissionais expert neste assunto são os visagistas. Não se preocupe, se você conhecer algum, experimente consultá-lo e verá que mudanças ocorrem em um piscar de olhos! A palavra visagiamo é derivada do francês, visage, que quer dizer rosto. Este termo foi criado por Fernando Aubry, com o intuito de integrar a arte de criar uma imagem pessoal deste conceito, de valorização do rosto. Desejar mudanças em nosso estilo, cabelo maquiagem é muito natural, mas precisamos ter consciência do que podemos e devemos alterar. Pois o objetivo deste conceito é a criação de uma imagem pessoal que defina cada indivíduo. Fernando tinha um slogan “Não há mulher sem beleza, apenas belezas escondidas”. Em 1936 ele criou o “Le Visagismo” uma técnica para se adequar a imagem para casa personalidade. Seu salão tornou-se referência se mulheres elegantes que queriam encontrar sua originalidade. A partir desta reflexão, convido você a conhecer o universo do Visagiamo e responder a grande questão que envolve este conceito: Que imagem você quer ter? Existem linhas, formas, cores, textura... reconhecer o universo da leitura de imagens e decidir se a mensagem que você passa através da imagem, realmente revela sua essência. Emoções em ação tornam-se poderosos fatores de motivação para futuras atitudes. São elas que definem o rumo de cada ação e dão partidas, mas realizações de longo prazo. Pode não ser uma afirmação para alguns, mas existe uma contribuição muito importante

que nos auxilia é que a beleza estética nós atrai mesmo quando não entendemos conscientemente por que gostamos dela. A harmonização através das bases da individualização da imagem pessoal vai de acordo com a personalidade, estilo de vida, posição social e características físicas, faz com que entendamos o funcionamento da linguagem visual de uma pessoa. O visagismo está associado ao conhecimento de quatro áreas de estudos científico: A linguagem visual, a psicologia, a ciência cognitiva e a antropologia. Na psicologia se usa a técnica de indução a reflexão e a criação de conceitos que auxiliam na formação dos rostos, formato de cabelo, nas linhas que compõem as feições da face e permitindo fazer uma leitura do que a imagem pessoal como um todo se expressa. Por isto e importante saber que por muitas vezes por modismo acabamos seguindo um padrão de beleza específico o qual devemos perceber que causamos um impacto emocional para nós e para os que nos cercam. E este impacto pode ser diferente do que gostaríamos de transmitir. “Será que estamos em plena concordância interior com a imagem exterior que temos”?

Pode ter certeza que você terá opiniões (julgamento) diferentes para cada indivíduo observado. Isso é Visagismo, leitura de uma imagem que compreende decodifica , interpreta, e entende a expressão e os efeitos psicológicos que cada uma delas transmite.


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

5

VLT opera com plena capacidade do sistema ao inaugurar linha 03 liga a Central do Brasil ao Aeroporto Santos Dumont, em apenas 18 minutos. Em três anos de operação, o VLT Carioca ultrapassou a marca de 50 milhões de passageiros transportados e a expectativa com a nova linha é que, já nos primeiros meses, o total de passageiros ultrapasse a marca de 100 mil usuários por dia útil. O valor da passagem do VLT custa R$ 3,80, o cartão é de uso individual e pode ser adquirido ou recarregado nas paradas e estações. Na viagem inaugural do novo Colaborou: Teruko Okagawa Monteiro

Roberto Cury e o Prefeito Marcelo Crivella

A Linha 3 do VLT Carioca iniciou a operação no final de outubro, consolidando uma rede de 28km de trilhos, 29 paradas e estações e 32 trens que circulam desde 2016 no Centro e Região Portuária do Rio. O novo percurso inaugurado conta com 10 paradas, sendo três novas: Cristiano Ottoni-Pequena África, Camerino-Rosas Negras (na Marechal Floriano) e Santa Rita-Pretos Novos (também na Marechal Floriano). O novo trecho

trecho, estavam presentes o prefeito do Rio, Marcelo Crivella junto ao presidente da Concessionária, Márcio Hannas. Crivella falou à imprensa que, dentro do contrato com a concessionária, estudos irão decidir quais linhas de ônibus serão desativadas no Centro, contribuindo à redução da emissão de carbono. Na ocasião, o prefeito cortou bolo comemorativo à inauguração da Linha 3 e também aos aniversá-

Bolo de aniversário para comemorar a data

rio de 113 anos da Nova Rua Larga, atual avenida Marechal Floriano. A Banda da Nova Rua Larga deu o tom da festa tocando o tradicional “Parabéns pra você”. As comemorações foram patrocinadas pelo Fecomércio RJ e Simerj, pelo presidente da concessionária da Linha 3, Márcio Hannas, o secretário-geral da Fecomércio Rio, Nathan Schiper, o organizador de aniversário de 113 anos da Nova Rua Larga, Roberto Cury, entre outras personalidades.


6

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Atividades físicas durante a gravidez

Por: Ana Paula Simões* A orientação para a realização de atividade física durante a gestação é estimulada e indicada desde a década de 1990. Porém, somente em 2002 essa prática foi reconhecida como segura e indicada para todas gestantes saudáveis, e confirmadas pela sociedade brasileira de medicina do esporte. Portanto, por ser um consenso relativamente novo, muitas pessoas ainda desconhecem seus benefícios. A gravidez é um período favorável para a intervenção dos profissionais da saúde, porque as mulheres estão muito próximas, realizando consultas frequentes, mais atentas às mudanças do seu corpo além de estarem fazendo exames de rotina e recebendo uma série de orientações. Os exercícios físicos reduzem o risco de complicações obstétricas, geram maior controle do ganho de peso da mãe e atuam positivamente no estado psicológico, diminuindo a incidência de depressão e estresse, além do lado social que é super importante. As atividades físicas mais recomendadas são as praticadas na água, como hidroginástica e natação, uma vez que evitam as forças gravitacionais, diminuindo a sobrecarga muscular em regiões que já estão sendo hipersolicitadas, como ocorre na lombar, por exemplo. Uma boa alternativa para prevenir a perda do tônus muscular e melhorar a flexibilidade são os exercícios posturais como ioga, Pilates e RPG Vale lembrar também que, uma vez autorizada pelo obstetra, a prática de exercícios traz benefícios que não se limitam ao físico.

Quando a mulher se exercita, o corpo libera uma série de hormônios que provocam bem-estar, as chamadas endorfinas. Elas melhoram o humor, reduzem o estresse, e isso se estende também ao bebê, uma vez que cai na corrente sanguínea da mãe, por meio da placenta chegará até ele. Além disso, a mulher que pratica atividades físicas tem mais confiança no próprio corpo, mais controle e é mais autoconsciente. E isso faz toda diferença na hora do parto, porque a deixa muito mais segura e feliz com seu corpo!

*Ana Paula Simões é Professora Instrutora e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia.


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

Hospital do Carmo realiza campanha de doação de sangue Campanha Novembro Vem Doar acontece até o dia 30 deste mês Com o objetivo de estimular a doação de sangue, no dia 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. O mês foi escolhido por preceder um período de estoques baixos nas instituições de hemoterapia do Brasil. Para sensibilizar a população, durante o mês de novembro, o Banco de Sangue Serum, realiza a ‘Campanha Novembro Vem Doar’. Com o tema “Quem doa sangue, não deixa a história acabar”, a ação reforça a importância do gesto, já que a doação é um ato de solidariedade que auxilia outras pessoas a terem novas perspectivas de saúde. “Se uma única doação de sangue salva até quatro pessoas, muitas histórias se multiplicam e se prolongam com esse gesto solidário e de amor. É isso que o Banco de Sangue pretende estimular com a campanha”, afirma Rodrigo Moreira, líder de captação dos Bancos de Sangue. Em comemoração ao mês, os doadores que participarem da campanha serão presenteados com um calendário exclusivo. “A ideia do presente é para que eles não se esqueçam da importância da doação, bem como lembrem-se

Hospital da Ordem Terceira do Carmo na Rua do Riachuelo, n° 43, no Centro que, por meio do seu ato generoso, é possível dar um novo dia, uma nova semana e uma nova vida aos pacientes”, completa Moreira. Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar três horas após a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável legal). O voluntário não pode ter ingerido

bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito tatuagem, ou piercing recentemente precisa aguardar 12 meses após o procedimento, e quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento. Para doar, basta comparecer ao Hospital da Ordem Terceira do Carmo, 3º andar, na Rua do Riachuelo, n° 43, no Centro do Rio de Janeiro - próximo aos Arcos da Lapa. O horário é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h.

7


8

Edição 278- Novembro de 2019

Bicicleta Compartilhada nas calçadas Acho excelente a iniciativa das bicicletas do Itaú. Eu particularmente não utilizo, mas reconheço que facilita bastante a mobilidade das pessoas, principalmente para se deslocar em pequenas e médias distâncias. O que não acho legal é que as pessoas estão utilizando as calçadas que são exclusivas para os pedestres. Por várias vezes vi pessoas andando e parando com essas bicicletas nas calçadas aqui na Lapa. Muitas vezes as pessoas passam em alta velocidade nas calçadas, oferecendo riscos aos pedestres. O que vale é a consciência de cada um em respeitar o espaço público, e a prefeitura poderia investir mais em ciclovias no Centro e na Lapa. Eliane Medeiros – Via Facebook Livros não devem ser jogados no lixo Dia desses encontrei uma pilha enorme de livros, muitos deles em bom estado de conservação, jogados fora na Rua do Senado. Esta não é a primeira vez que vejo livros jogados no lixo. As pessoas simplesmente estão jogando fora os livros que muitas vezes estão ocupando espaços dentro de suas casas, ao invés de doá-los. Muitos colégios, sebos e instituições aceitam doações de livros e jogar no lixo eu acho um crime contra a educação. A tecnologia e a facilidade em encontrar qualquer tipo de assunto na internet estão tornando os livros obsoletos, mas muitas pessoas, assim como eu, valoriza muito a velha e boa leitura em mãos de um bom livro. Livros não devem ser jogados no lixo. Qualquer que seja a temática, sempre vai haver alguém interessado na leitura. Cristina Albuquerque – Via Facebook Feira de doações e adoção de animais no Largo do Machado Aproveito esse espaço no Jornal Folha do Centro para divulgar uma feira bem bacana que acontece todos os sábados no Largo do Machado. A feira funciona sempre das 10h às 18h. Quem puder doar ração, areia sanitária, medicamentos, casinhas, ou qualquer objeto que possa ajudar aos animais abandonados, a feira está lá para receber com muito bom gosto e os animais também agradecem. Quem quiser adotar um animalzinho, lá também é possível encontrar filhotes e adultos de cães e gatos que estão livres para serem adotados e encontrar um novo lar. Vamos ajudar com doações e contribuir para que os bichinhos tenham uma vida melhor. Os animais de estimação sempre trazem muitas alegrias para as nossas vidas. Sandra Gomes, 48 anos – Cabeleireira Difícil transitar pela Rua Buenos Aires Está cada vez mais difícil transitar pela Rua Buenos Aires, no Centro. Além da calçada já ser estreita, os vendedores ambulantes resolvem colocar suas barracas na calçada, e isso prejudica demais o fluxo de pedestres. Passo por ela quase todos os dias, e no horário de almoço, por exemplo, é quase impossível transitar porque além das barracas dos vendedores, as pessoas param para olhar os produtos das barracas e fica muito difícil caminhar. Por muitas vezes tive que passar pelo meio da rua para não perder tanto tempo tentando andar pela calçada. Alguns vendedores chegam a ocupar parte da rua com suas barracas. Elaine Aguiar Sousa – Via Facebook

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

9

Comércio da Saara pronto para as festas de final de ano Lojas reforçam estoques e funcionários para a época mais movimentada do ano

Comerciantes do Centro da cidade, especialmente do comércio popular da Saara, já estão se movimentando para o natal. A data de maior movimento no comércio promete aquecer o mercado este ano. Lojas investem em itens natalinos para decoração e produtos de presentes para incrementar as vendas e oferecer um grande leque de opções aos consumidores. Muitas lojas especializadas já estão com suas prateleiras repletas de guirlandas, pisca-pisca, Papais Noéis gigantes e demais enfeites natalinos. Os comerciantes esperam queimar todo o estoque e comercializar as muitas novidades em decorações que chegaram este ano. Os comerciantes estão otimistas, mesmo com o momento delicado que ainda atravessa a economia, com o poder de compra reduzido. Uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio mostra que os brasileiros devem gastar mais com a ceia de Natal esse ano e, no Rio de Janeiro, os gastos devem ser maiores do que a média nacional. No país, a estimativa é que R$ 224,76 sejam gastos nas comemorações, já no estado do Rio, o gasto deve ser de R$ 257,50. Ainda de acordo com a Confederação Nacional do Comércio,

Papais Noéis decoram as lojas e trazem o clima de natal a oferta de vagas temporárias para o Natal de 2019 será a maior em seis anos, para atender ao aumento de vendas nesta época do ano. O Estado do Rio deve gerar em torno de 9,4 mil postos de trabalho temporários.

Para garantir a decoração e presentes de Natal, o Saara, maior centro de compras a céu aberto do Rio de Janeiro, é um dos melhores lugares da cidade. São mais de 1.200 lojas com uma incrível variedade de produtos para garantir a alegria das festas de final de ano.


10

Edição 278- Novembro de 2019

Governador Witzel tira a obrigatoriedade do ensino religioso na rede pública escolar O governador Wilson Witzel sancionou uma lei que elimina a obrigatoriedade do ensino religioso confessional na rede pública escolar do estado Rio de Janeiro. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Executivo. A partir de agora, os alunos terão a possibilidade de optar por aulas de reforço nas disciplinas em que tenham um menor rendimento acadêmico. De acordo com a Constituição Federal, as escolas públicas brasileiras devem ter aula de “religião”, como é comumente chamada, no ensino fundamental (entre 9 e 14 anos). O objetivo é que o professor adote uma postura neutra que não influencie e muito menos ofenda a nenhuma religião e nem aqueles que não seguem uma fé.

Deputado quer proibir a margarina no Rio de Janeiro

O deputado estadual Renato Cozzolino (PRP) apresentou na ALERJ um projeto de lei que proíbe a fabricação, fornecimento, venda, compra e disponibilização de margarina no Estado do Rio de Janeiro. O projeto ainda vai passar por 5 comissões (Constituição e Justiça; Saúde, Segurança Alimentar; Economia Indústria e Comércio e Orçamento Finanças Fiscalização Financeira e Controle), para poder ser votado e, eventualmente, sancionado ou não..Em sua justificativa, Cozzolino apresenta uma série de textos que informam dos prejuízos da margarina à saúde. Até alguns anos, considerado uma alternativa saudável à manteiga, hoje é antagonizada. Alguns dos motivos para isso é a gordura trans, e mesmo quando não há, tem o excesso de processos para a fabricação margarina e por ser totalmente artificial.

Excesso de lixo é recorrente nas ruas do Centro É uma triste realidade a quantidade de lixo nas ruas do Centro da Cidade, uma simples caminhada da Rua do Riachuelo ao Campo de Santana, é possível identificar diversos amontoados de lixo pelo caminho. Na Rua Carlos Sampaio, o lixo acaba até mesmo dificultando a passagem de pedestres na calçada. As papeleiras que poderiam amenizar o problema do descarte de lixo foram retiradas e até agora não foram recolocadas. A área residencial do Centro, especialmente na área da Cruz Vermelha é uma das mais afetadas. Além da ineficiência da coleta por parte da prefeitura, o lixo espalhado nas ruas demonstra uma falta de conscientização individual em relação ao papel de cada cidadão na construção e organização do espaço urbano.

Projeto Dançarte comemora 17 anos em novembro

O Projeto Dançarte está completando 17 anos de existência. Desde sua fundação, o objetivo do Projeto é democratizar o acesso à arte, promovendo aulas de dança gratuitas ou a preços populares. O Projeto atende a crianças, jovens e adolescentes e também pessoas da terceira idade, com inúmeras modalidades de dança. Durante sua trajetória, o Dançarte revelou muitos talentos que seguiram carreira no mundo da dança. O Dançarte visa a integração, a partir de um instrumento que não discrimina e nem diferencia, seja por razões econômicas, sociais ou raciais, que é a arte da dança. Afinal, a arte abraça as diferenças e propõe a todos um ambiente de união e agregação.

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

11

Escadaria Selarón será revitalizada e terá mapeamento dos azulejos Ponto turístico é um dos locais mais visitados da cidade e conta com milhares de azulejos de todo o mundo Um grupo de guias de turismo e comerciantes da Lapa, na região central da cidade, se juntou para arrecadar fundos e mapear o acervo da escadaria Selarón. São 215 degraus que nunca foram catalogados e ninguém sabe ao certo, quais são as peças que fazem parte da escadaria. Mesmo tombada por interesse histórico, a escadaria não tem sido cuidada desde que o criador morreu, em 2013. Ao longo de 30 anos, o artista chileno Jorge Selarón decorou todos os degraus e as paredes do entorno com mais de dois mil azulejos de cerca de 60 países. A obra se tornou um ponto turístico da cidade, que acabou por tombá-la em 2005. Para realizar um inventário completo e a digitalização dos azulejos foi criada uma campanha de financiamento coletivo. O objetivo é conhecer mais profundamente esse patrimônio da cidade e dar outros passos importantes como um mapeamento de danos, um projeto de restauro e o tombamento

da colaboração é triplicado. Até o momento o financiamento já arrecadou 87% da meta inicial de R$ 150 mil. O Projeto será realizado,

definitivo estadual, nacional e, até mesmo, mundial. Com o projeto, será realizado um inventário profissional, com digitalização e catalogação de todo o conjunto azulejar, gerando um site de consulta do banco de dados online, que será um Centro de Interpretação Digital da Escadaria do Selarón, onde será facilmente identificada todas as informações importantes sobre os azulejos ali presentes como lugar, data, técnica

usada ou raridade. O Projeto Escadaria Selarón – Pedaços do Mundo foi um dos selecionados pelo edital “BNDES+” pelo novo formato de financiamento coletivo chamado Matchfunding. A cada doação realizada, na mesma hora, o BNDES dá match e acrescenta o dobro do valor doado. Ou seja, se um doador colaborar por exemplo com R$ 100, a contribuição renderá R$300. O valor

mas a campanha de arrecadação segue até 01 de dezembro. As doações são arrecadadas através do site benfeitorias.


12

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

O Vale do Amor

Um dos pontos turísticos mais visitados por amantes da natureza em Petrópolis está cheio de novidades. O Vale do Amor, um verdadeiro santuário espiritual a céu aberto, inaugurou no último mês mais quatro jardins temáticos, estendendo sua área total para 15 mil m². Com mais 70 mil mudas de plantas nativas, o espaço possui uma energia única e especial, excelente para a prática de orações, meditações, yoga e outras atividades. Os novos espaços foram apresentados aos visitantes no dia 22 de setembro. Os jardins, denominados de Labirinto Sagrado, Jardim de Lótus, Fibonacci e Jardim da Árvore da Vida possuem, ao todo, 4 mil m² de pura beleza natural, que foram erguidos para servirem como um oasis, para escapar da correria do dia a dia e encontrar paz de um jeito um tanto quanto alternativo. O local possui, agora 16 espaços temáticos para as mais variadas práticas espirituais: além dos quatro já citados, há também a Gruta de Lourdes, Jardim Oriental, Jardim Zen, Símbolo sagrando do Yin/Yang, Símbolo sagrado do Om, Símbolo sagrado do Enzo, Cachoeira de Aruanda, anfiteatro, Bagua, Santuário de Francisco e Clara a céu aberto, Altar de Genesha, Altar de Pedra do Buda e o Tempo Hindu. A História do local O espaço foi inaugurado em 2015. Segundo o idealizado, na época houve uma ‘invasão orgânica e do bem’, pois as pessoas começaram a frequentar sem que estivesse devidamente pronto. A ideia principal, desde então, sempre foi transformá-lo em um

santuário ao ar livre, um lugar que está de braços abertos para toda as religiões. É um lugar para todos, independente da religião ou crença. O local se popularizou pelas próprias pessoas que se encantam e compartilharam com entes e amigos. O propósito deste local possui três pontos principais: meio ambiente, medicina espiritual e diálogo religioso, com um espaço para as diversas religiões. Visitação Atualmente, o Vale do Amor recebe cerca de vinte mil visitantes por ano, e regularmente promove atividades voltadas para o bem-estar físico e mental, além de diversas celebrações ao longo do ano. O local promove práticas coletivas de yoga e meditação, e também cultos ecumênicos, que é voltado para todas as religiões. O Santuário está localizado na Estrada do Mata Cavalo, na Fazenda Inglesa, e fica aberto para visitação de segunda a domingo das 8h às 17h. O local conta com uma cantina, para que os visitantes almocem durante a visita. Passeio Holístico ao Vale do Amor

Em meio ao silêncio das montanhas, à Mata Atlântica, ao canto dos pássaros e ao poder transformador da natureza, encontra-se um local ideal para as práticas de yoga, meditação, caminhadas e contemplação das belezas naturais do local. Para quem busca desenvolver ou se aprofundar na espiritualidade, no autoconhecimento e experimentar a comunhão com o sagrado, o Passeio Holístico Vale do Amor é uma oportunidade imperdível. Será no dia 02 de Dezembro de 2019. No pacote estão inclusos transporte, ingresso, almoço, prática de yoga com o professor Marcelo Perganin e guia de turismo com Fábio Torres. Saída às 7h50 e retorno às 17h. -Local de partida: Academia Body Move Bairro de Fátima. Rua do Riachuelo, 245 A em frente ao Supermarket. Valor de inscrição: R$180,00 até o dia 15/11. Após essa data o valor é R$200,00. Contato: 21 98386-9084 Fábio Torres www.mercuriotreinamento. com


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

CCBB Comemora 30 anos

13

com mega exposição sobre o Egito Antigo Em comemoração aos 30 anos do Centro Cultural, está aberta exposição inédita sobre o Egito Antigo, considerada uma das maiores civilizações da história da humanidade. Por meio de um amplo panorama sobre o cotidiano, a religiosidade e os costumes ligados à crença na eternidade, o recorte reúne esculturas, pinturas, objetos, sarcófagos e até uma múmia, vindos do Museu Egípcio de Turim, segundo maior acervo egípcio do mundo, além de instalações cenográficas e interativas que permitem uma viagem ao tempo dos faraós. São 140 peças, entre esculturas, pinturas, objetos litúrgicos, sarcófagos e até uma múmia, vindos do Museu Egípcio de Turim, na Itália, segundo maior acervo egíp-

cio do mundo. A exposição estará em cartaz até o dia 27 de janeiro de 2020. Aspectos da historiografia geral do Egito Antigo serão apresentados de forma didática e interativa, por meio de esculturas, pinturas, amuletos, objetos cotidia-

nos, um Livro dos Mortos em papiro, objetos litúrgicos e ostracons (fragmento de cerâmica ou pedra usados para escrever mensagens oficiais), além de sarcófagos, múmias de animais e uma múmia humana da 25ª dinastia.

Muitas das peças da mostra são resultantes de escavações do século 19 e início do século 20. A exposição apresenta ainda uma seção interativa, na qual haverá um vídeo com reconstrução 3D de monumentos, baseada em dados

reais, que permitirá aos visitantes percorrer lugares no Egito Antigo. Serão desenvolvidas atividades lúdicas, como escrever o nome em hieróglifo e tirar selfies com a esfinge e o faraó. Haverá uma réplica de uma escavação e um livro eletrônico, com parte do material registrado pelas equipes de Napoleão (de 1798 a 1801), com imagens de monumentos, esculturas, paisagens e objetos, que poderá ser navegado pelos usuários e será projetado em um telão. Além disso, serviço de audiodescrição e objetos táteis serão disponibilizados pela equipe do Programa CCBB Educativo. Após passar pelo Rio de Janeiro, Egito Antigo: do cotidiano à eternidade será apresentada no CCBB São Paulo, CCBB Brasília e CCBB Belo Horizonte


14

Edição 278- Novembro de 2019

Carmem Miranda: do bairro da Lapa ao estrelato internacional Maria do Carmo Miranda da Cunha, a Carmen Miranda, nasceu em Marco de Canaveses, no Distrito de Porto em Portugal, no ano de 1909. Filha do barbeiro José Maria Pinto Cunha e de Maria Emília Miranda, em 1910, com apenas um ano de idade, junto com sua mãe e sua irmã Olinda, veio para o Brasil, onde seu pai já morava. Carmen foi criada no Rio de Janeiro, no bairro da Lapa. Estudou em colégio de freiras e aos 15 anos largou os estudos e começou a trabalhar na La Femme Chic, uma confecção de chapéus, no Centro do Rio de Janeiro, onde estudou moda e aprendeu a costurar, pegando o gosto pelos turbantes, que viraram sua marca registrada. seu

Carmem Miranda (esquerda) e sua irmã na casa onde viveu no Arco dos Teles

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br pai abriu um salão de barbeiro na rua da Misericórdia, número 70, em sociedade com um conterrâneo. A família estabeleceu-se no sobrado acima do salão. Mais tarde mudaram-se para a Rua Joaquim Silva, número 53, na Lapa. Carmen estudou na escola de freiras Santa Teresa, na Rua da Lapa, número 24. Teve o seu primeiro emprego aos 14 anos numa loja de gravatas, e depois numa chapelaria. Carmem Miranda foi despedida por passar o tempo cantando, mas o seu biógrafo Ruy Castro diz que ela cantava por influência de sua irmã mais velha, Olinda, e que assim atraía clientes. Nesta época, a sua família deixou a Lapa e passou a residir num sobrado na Travessa do Comércio, número 13. Sonhando em ser atriz e cantora, nas horas vagas, cantava e dançava para animar pequenas festas. Em 1929, foi apresentada ao compositor Josué de Barros que logo a levou para se apresentar em teatros e clubes. Estreou como can-

tora na Rádio Sociedade. Gravou seu primeiro disco com as músicas “Triste Jandaia” e “Iaiá, Ioiô”. Seu grande sucesso veio com a marcha-canção “Pra Você Gostar de Mim” (1930), que ficou conhecida por “Tai”. Daí pra frente, a carreira de Carmem Miranda deslanchou brilhantemente. Depois de 15 anos nos Estados Unidos, consagrada internacionalmente, viaja de volta ao Brasil, em 1954, para rever a família. Sofrendo, ficou internada durante quatro meses para desintoxicação por conta do abuso de tóxicos. Depois, já recuperada, volta para Hollywood. Enquanto cantava e dançava em um programa de TV, desmaiou e foi amparada. Recuperada, terminou sua apresentação. De volta para casa em Los Angeles, foi para seu quarto e na manhã do dia seguinte foi encontrada morta vitimada por um ataque cardíaco. Carmen Miranda faleceu em Beverly Hills, Califórnia, Estados Unidos, no dia 5 de agosto de 1955.


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

Evento solidário promove arte e cultura na Gambôa O Armazém Cultural das Artes, no bairro da Gamboa, recebe do dia 16 de novembro o evento Urban Sunset Festival. Promovido pelos alunos do curso de Planejamento e Produção de Eventos do Centro Universitário Unicarioca, O evento UsF contará com oficinas e apresentações de Passinho de Funk, muita música com o RAP, demonstrações de arte como o grafite e a tatuagem e a poesia construída no Slam. De acordo com os organizadores, o foco é promover a liberdade de expressão e produção cultural através das diversas formas de arte e estimular o pensamento crítico e a diversidade cultural urbana presente no Rio de Janeiro. O evento irá propor o ensino, com as oficinas; o lazer, com o espaço e atividades; o entretenimento, com os artistas. Através de um ingresso social,

auxiliar em dois âmbitos muito importantes; alimentar as pessoas. Seja o intelectual, no evento. Seja literalmente, no pós-evento. O evento irá arrecadar, como entrada, alimentos não perecíveis que serão destinados à Casa de Leylá, localizada em Sampaio. É uma instituição de amparo à infância, oferecendo os serviços

de creche e pré-escola integral com atividades pedagógicas e socioculturais. Atualmente atendem 118 crianças de 4 meses a 4 anos e 11 meses de idade e 50 jovens em Educação pela Arte e Cultura. O Armazém Cultural das Artes fica na Via Binário do Porto, 251, o evento acontece a partir das 16h e a entrada é 1kg de alimento não perecível.

Bairro de Santa Teresa é tema de exposição na Região Serrana

O bairro de Santa Teresa está sendo homenageado em uma grande exposição fotográfica em Nova Friburgo. Os moradores da Região Serrana têm agora a oportunidade de conhecer mais sobre um dos bairros mais tradicionais da cidade. “Santa Teresa: Memórias, Sonhos e Reflexões”, retrata flagrantes de comportamento urbano, memórias e belos cenários do bairro Santa Teresa, captados na década de 1970. Os trabalhos estão em cartaz até o dia 30 de novembro na Curadoria.Art, no Espaço Arp, com entrada franca.

A exposição é organizada pelo professor de artes Luiz Carlos Veronese e por Roberto Cuíca, fundador e colaborador do Cineclube de Santa Teresa. a mostra fotográfica se traduz em uma crônica iconográfica livre e espontânea, que enriquece a história do bairro Santa Teresa. “Esse bairro sempre foi considerado uma cidade pequena, cercada por uma cidade grande, devido às suas diversidades culturais, sociais, étnicas, religiosas e artísticas. Com seu casario ao estilo do Rio Antigo e ladeiras sinuosas por onde passa o bonde é, sem dúvida,

um dos mais pitorescos e bucólicos bairros do Rio de Janeiro”, observa Roberto. O professor orgulha-se por colecionar vários registros da bucólica localidade carioca que abriga diversidades culturais, sociais, étnicas, religiosas e artísticas: sonhos e utopias dos grupos hippies, sambistas, intelectuais, artistas plásticos numa época de censura e repressão. “Santa Teresa atualmente é um espaço preferido de boemia, lazer e cultura com múltiplas exposições e apresentações de artistas de todas as áreas”, finaliza Roberto

15


16

Edição 278- Novembro de 2019 folhadocenrorio@gmail.com

Belo In Concert no Vivo Rio

Dono de uma voz inconfundível, o cantor Belo sobe ao palco do Vivo Rio no dia 14 de novembro às 22h. O show celebra os 25 anos de carreira do cantor. A turnê Belo In Concert, considerada uma das melhores performances realizadas pelo cantor nos últimos tempos. O artista garante trazer sua banda completa e afinadíssima, além de proporcionar um emocionante passeio pelos maiores hits de sua carreira. No repertório do show, estão sucessos como Desafio, Eternamente, Tua Boca, Quero Te Amar, Intriga da Oposição, Pra Ver o Sol Brilhar, Tudo Mudou, Reinventar, Incondicionalmente, além de regravações como Começo Meio e Fim. Belo tem uma carreira solo das mais bem-sucedidas entre os músicos brasileiros, com mais de 7 milhões de discos vendidos, músicas entre as mais executadas do país em rádios e TVs.

Erasmo Carlos se apresenta no Teatro Riachuelo

São muitas composições que Roberto e Erasmo Carlos fizeram ao longo de suas carreiras, muitos ritmos, grandes sucessos e lindas canções! Nesse vasto repertório de mais de 620 músicas em parceria, vários sambas surgiram e foram interpretados em outras vozes! Agora, Erasmo Carlos o artista inquieto, regrava esses sambas que estavam guardados, circulando pelo Brasil com um novo projeto que promete mais emoção e alegria para o público! No Teatro Riachuelo, a apresentação será no dia 16 de novembro às 20h.

Peça ‘Freud & Mahler’ entra em cartaz no Centro Cultural Justiça Federal

Estreou no Centro Cultural Justiça Federal, a peça ‘Freud & Mahler’. A montagem volta os olhares para 1910, na Holanda, quando o pai da psicanálise e o compositor Gustav Mahler se encontraram. A história dessa peça aconteceu e se tornou um marco para a história da psicanálise. Na ocasião, Mahler havia descoberto que sua mulher, Alma, o havia traído. E foi a própria Alma quem convenceu Mahler a marcar o encontro com Freud, como condição para que continuassem casados. A insegurança de Mahler o levou a marcar e desmarcar o encontro várias vezes. Freud desenvolve, então, sua hipótese de uma terapia breve. No encontro único, de pouco mais de quatro horas, surge um embate desenvolvido numa conversa inteligente, com toques de humor e sofrimento, chegando ao final com Mahler curado e feliz. A peça fica em cartaz até o dia 21 de novembro, quintas e sextas, às 16h. Não haverá apresentação no dia 8 de novembro. Os ingressos custam R$ 20. (meia).

Soprano russa Hibla Gerzmava estréia no Brasil no Teatro Municipal

A série “Grandes Vozes no Rio de Janeiro”, do Theatro Municipal será encerrada com a soprano Hibla Gerzmava, acompanhada pela Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, no dia 15 de novembro, às 17h. A artista russa cantará pela primeira vez no Brasil. No programa, árias de óperas dos compositores italianos Verdi, Bellini, Donizetti e Cilea. Hilba Gerzmava é, desde 1995, solista da Academia de Música e Teatro de Moscou Stanilavski e Nemirovich-Danchenko. Ela cantou na Royal Opera House, em Londres, na Ópera Nacional de Paris, na Ópera de Viena, Ópera de Roma, no Carnegie Hall, em Nova York, no Teatro Alla Scala, em Milão, e no Tokyo Bunka Kaikan, no Japão. Os ingressos custam entre R$ 250. (Frisa e Camarote) e R$ 35. (Galeria Lateral).

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br


Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

17

Festa Literária de Paquetá acontece de 15 a 17 de novembro

Vistoria no Teatro Municipal aponta risco de incêndio

Uma auditoria da Controladoria-Geral do Estado do Rio, concluiu que o Teatro Municipal do Rio, na Cinelândia, corre risco de incêndio. A vistoria realizada contou com o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Considerando uma escala de 0 a 3, os fiscais deram 2 para risco de incêndio. No relatório, a nota foi considerada preocupante, e além do perigo de furtos e de danos estruturais, o Teatro não tem alvará do Corpo de Bombeiros. De acordo com o documento, o ar-condicionado central é acionado de forma manual porque a automatização está com defeito, e não há contrato de manutenção para o aparelho. A auditoria destaca que um dos locais que mais causam preocupação é o Centro de Documentações (Cedoc), onde ficam guardados documentos que contam a história do Teatro Municipal e de museus. A Controladoria-Geral recomendou que a Fundação Teatro Municipal, que administra o complexo, providencie com urgência a transferência do Cedoc para uma área adequada.

Grades Centenárias são usadas como vitrine

Os chamados “Shopping Chão”, aqueles brechós improvisados no meio da rua estão cada vez mais comuns no Centro da cidade. Eles já fazem parte da paisagem na Avenida Presidente Vargas, e agora estão ocupando também as grades que cercam o Campo de Santana. A atividade está se expandindo cada vez mais e o gradil acabou se tornou uma vitrine de exposição de peças de vestuário. Além do uso das grades, os objetos espalhados pela calçada disputam espaço com os pedestres, e nessas áreas o acúmulo de lixos é bem mais evidente. As grades originais do Campo de Santana foram feitas na fundição Val D’Osne, na França, e foram retiradas nos anos 1940 para a abertura da Avenida Presidente Vargas. O gradeamento foi reconstituído durante a ditadura, após estudantes buscarem a área para se proteger durante manifestações contra o regime militar.

Restauração do relógio da Carioca é concluída

O histórico relógio da Carioca foi recentemente restaurado e agora está funcionando conforme a construção original, inclusive com canções que são tocadas de hora em hora. O trabalho de restauração durou cerca de seis meses, e o custo total da obra foi de R$ 388 mil. As obras foram pagas pelo Condomínio do BNDES, e foram acompanhadas pela Gerência de Monumentos e Chafarizes da Prefeitura do Rio. O trabalho incluiu a reprodução de peças de ferro fundido, consertos na pedra e também o polimento das partes que estavam enferrujadas. O relógio é tombado pelo Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac) desde 1983. O monumento possui bases em que sustenta um conjunto alegórico circular em ferro fundido onde apoia-se três sereias representando o comércio, a Indústria e a Navegação.

Caixa Cultural abre exposição gratuita com temática indígena

A Caixa Cultural Rio de Janeiro abriu a exposição Ameríndios do Brasil – Antropologia da Beleza. A mostra é do fotógrafo e indigenista mineiro Renato Soares. Estão expostas 40 fotos de expedições fotográficas que já levaram o artista a mais de 40 cidades, de todo o Brasil. O projeto “Ameríndios do Brasil” tem como objetivo não apenas o registro das culturas originárias indígenas, mas também a geração de renda para as comunidades. Um terço do que o fotógrafo comercializa é destinado ao pagamento das etnias retratadas. A dedicação à causa se fortaleceu há dez anos, quando Renato Soares criou o projeto Ameríndios do Brasil. Nele, registrou as 305 etnias indígenas do país. Ao revelar aspectos únicos da sua convivência com esses povos, o indigenista quer torná-los mais conhecidos do público para que sejam ouvidos e respeitados. A mostra estará em cartaz até o dia 22 de dezembro. A Caixa Cultural fica na Av. Almirante Barroso, 25 – Centro. A entrada é franca.

A Festa Literária de Paquetá FLIPA é um evento comunitário, organizado com o apoio de moradores e comerciantes da ilha, além de parceiros no campo da educação. Todas as atividades são gratuitas. Desde o ano passado, o evento passou a não ter “curadoria”. Não são selecionados e nem vetada a participação dos interessados. De acordo com a comissão organizadora, “a FLIPA nasceu para ser palco e não estrela. Não pagamos cachê. A Festa é realizada por escritores, autores e voluntários que querem e gostam de estar aqui conosco nestes dias, por livre e espontânea vontade”. A programação é descentralizada. Cada local que sedia o evento tem autonomia para montar sua grade de atividades. A Comissão Organizadora apenas sugere e auxilia quando solicitada. Desta forma, surgem oportunidades para escritores que ainda não são conhecidos pelo grande público, para os novatos, estreantes e amadores, que desejam mostrar suas obras ao público.

Imagem mostra Mercado Municipal da Praça XV nos anos 50

O Rio de Janeiro já teve o seu Mercado Municipal nos mesmos moldes de outras grandes capitais do Brasil como o Mercado Municipal de São Paulo, Mercado Central de Belo Horizonte e o Mercado Público de Porto Alegre. O Mercado carioca foi demolido para a construção do Viaduto da Perimetral, que também não existe mais atualmente. O Mercado era situado na Praça XV, mais precisamente no Cais Pharoux, e foi inaugurado em 1907 e foi demolido na década de 1960. Contava com quatro torres em suas bordas. Hoje apenas uma está de pé e abriga o Restaurante Ancoramar. Para substituir o mercado foi construído em Benfica a Cadeg - Mercado Municipal do Rio de Janeiro.


18

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Campanha ‘Papai Noel dos Correios’ começa oficialmente

Começou no início de novembro o projeto Papai Noel dos Correios, onde as pessoas têm a oportunidade de adotar uma carta de uma criança e mandar um presente de Natal para ela. Em 2019 completa-se 30 anos dessa campanha de solidariedade. No Rio de Janeiro, o lançamento do programa aconteceu no bairro da Tijuca, e 43 agências terão cartinhas para adoção. Quem adotar uma cartinha deverá entregar o presente até o dia 06 de dezembro na mesma agência onde realizou a adoção. Além da adoção nas agências dos Correios, também será possível adotar

cartinhas através da Internet. Para isso, basta acessar o blog da campanha e apadrinhar o pedido. A entrega do presente deve ser feita pelo padrinho no ponto indicado pelos Correios, que levarão o presente até a criança. O período da adoção via internet será de 11 a 29 de novembro.

A maior ação de responsabilidade social dos Correios completa 30 anos de existência. Ao longo dessas três décadas, a campanha

conseguiu atender ao pedido de mais de 6 milhões de cartinhas. Essa corrente do bem une esforços de empresa, empregados e voluntários da sociedade para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social. A campanha Papai Noel dos

Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados que, durante

a rotina de trabalho, encontravam cartinhas escritas por crianças carentes para ao Papai Noel, endereçadas ao Polo Norte. Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção na empresa e, há 30 anos, acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

Banda do Lido chega aos 58 anos e lança camiseta para 2020

Colaborou Conceição Sá A Banda do Lido Copacabana completou 58 anos em outubro, mês em que o seu presidente Sérgio Luiz organizou vários eventos pela Lapa para lançar a camiseta do Carnaval 2020, quando homenageará a Mangueira, escola de samba campeã do desfile de 2019. Um dos lançamentos, super animado, aconteceu no Armazém Senado durante a roda de samba do Grupo Canto di Vó. Na ocasião também foi apresentada a nova Rainha do Carnaval da Banda do Lido, Danielle Jorge, que tem

participado de todos os eventos do lançamento da camiseta. Ainda integrando a agenda de comemorações e lançamento da camiseta oficial da Banda, o presidente Sérgio Luiz realizou uma noite animada com samba, no feriado de 02 de novembro, desde das 19h, no Boteko do Juca (Av. Mem de Sá, 95, Lapa). A Banda do Lido faz o seu tradicional desfile sempre na sexta-feira, véspera do sábado de carnaval. A concentração acontece no final da tarde, na Praça do Lido, em Copacabana, de onde o cortejo parte pela Av. Nossa Senhora de Copacabana e entra na Av. Prado Junior rumo à Av. Atlântica


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

BRS na Lapa promete reduzir em 24% o tempo de viagem

Motoristas que circulam pela Avenida Mem de Sá precisam redobrar a atenção O mês de novembro começou com mudanças significativas no esquema de trânsito na Lapa. O corredor Bus Rapid Service (BRS), foi inaugurado pela Secretaria Municipal de Transportes em uma das principais avenidas do bairro, a Mem de Sá. O corredor é válido para ônibus, micro-ônibus, táxis com passageiros, veículos de transporte escolar e veículos para transporte de portador de necessidades especiais. O BRS da Mem de Sá é o 21º corredor instalado na cidade. A nova faixa seletiva está funcionando nos dias úteis, das 6h às 21h. De acordo com a Prefeitura, 14 linhas urbanas e, cinco intermunicipais terão seus pontos de parada alterados. A medida irá modificar a rotina diária de quase 150 mil pessoas. As quatro paradas, ao longo da Mem de Sá, vão do trecho compreendido entre a Rua do Lavradio e a Frei Caneca. Os locais para carga e descarga de mercadorias que abastecem o comércio também foram alterados. A expectativa é que a média de redução seja de 24% no tempo de viagem para os veículos que circulam pela faixa. Automóveis que trafegarem na faixa poderão

ser autuados pela fiscalização, exceto em trechos específicos para

conversão à direita e entrada em garagens.

19


20

Edição 278- Novembro de 2019

UPM seleciona mulheres negras para desfilar com seios à mostra A Unidos de Padre Miguel está selecionando mulheres negras e mulatas com idade acima de 18 anos para desfilar no carnaval 2020. As mulheres selecionadas irão desfilar com os seios à mostra. A seleção não terá nenhum pré-requisito quanto ao tipo físico. Todas as inscrições serão aceitas, e deverão ser realizadas através do e-mail: mmarinhoassessoria@gmail.com, no campo assunto, informar – Inscrição desfile UPM. No corpo do e-mail, deverão ser informados os dados pessoais como o nome, idade e telefone de contato. A Unidos de Padre Miguel será a sexta agremiação a desfilar no sábado de carnaval, pela Série A, do Rio de Janeiro, em busca de uma vaga na elite do carnaval, no Grupo Especial.

Beija-Flor apresenta fantasias do Carnaval 2020

A Beija Flor de Nilópolis apresentou as fantasias comerciais que contarão a história do enredo 2020 da agremiação. Os figurinos são grandiosos, criativos, com muito luxo e originalidade. Motivada a se recuperar da 11ª colocação no último desfile, a azul e branca de Nilópolis irá apresentar o enredo “Se essa rua fosse minha”, que será desenvolvido pelos carnavalescos Cid Carvalho e Alexandre Louzada. As fantasias apresentadas já sugerem a grandiosidade do carnaval 2020 da agremiação. Com a proposta de fazer um desfile alegre e poético, a Beija-Flor irá apresentar a trajetória do ser humano dentro da perspectiva das ruas, desde os tempos mais primitivos. Como Louzada explicou aos compositores, a narrativa seguirá, de forma cronológica, mostrará a evolução do homem e de seu caminhar, ao conquistar novos territórios e criar civilizações.

Inscrições para a corte do carnaval vão até o dia 29 de novembro

Estão abertas as inscrições para o concurso que irá eleger a corte do carnaval 2020. O regulamento foi publicado no Diário Oficial do Município do Rio. Os candidatos deverão comparecer à sede da Riotur (Cidade das Artes – Av. das Américas, 5.300 / 3º andar – Barra da Tijuca), de segunda a sexta, das 10h às 17h, para realizar a inscrição gratuitamente. O regulamento completo e a ficha de inscrição poderão ser obtidos também por e-mail: rioturdoper@gmail.com. Os candidatos a Rei Momo precisam residir no Município do Rio de Janeiro; ter entre 18 e 60 anos; não ser servidor municipal, estadual ou federal e ter concluído o ensino fundamental. Serão observados os requisitos desembaraço, sociabilidade, facilidade de expressão, simpatia, espírito carnavalesco e domínio da arte de sambar. As candidatas a Rainha e Princesas devem ter de 18 a 45 anos, e atender às mesmas regras supracitadas. Beleza do rosto, harmonia de linhas físicas, sociabilidade, facilidade de expressão, simpatia e espírito carnavalesco, além de domínio da arte de sambar são os requisitos a serem cumpridos. Em ambos os casos, está vedada a participação dos vencedores da edição 2019 do concurso.

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

21

Maior Roda-Gigante da América Latina irá fortalecer o turismo no Centro do Rio A roda-gigante Rio Star já é uma realidade e será a maior de toda a América Latina, com 88 metros de altura. A estrutura metálica já se destaca na paisagem da zona portuária do Rio. Técnicos chineses estão nos últimos ajustes para a finalização elétrica e hidráulica da atração, que receberá seus primeiros visitantes na segunda quinzena de novembro. Ao todo, foram três carregamentos de navio para trazer todo o material da Roda Gigante Rio Star diretamente da China. Uma volta completa na Rio Star irá durar 15 minutos. O público se acomodará em 54 cabines com capacidade para até oito passageiros cada, e os passeios ocorrerão das 10h às 18h, com extensão de horários na alta temporada. Os ingressos vão custar R$ 59, mas quem comprar pela internet terá R$ 10 de desconto. Haverá preços especiais para cariocas. O público

Rio Star figura entre as maiores rodas-gigantes de todo o mundo

está estimado em cerca de três mil pessoas por dia, o que irá gerar cerca de 1 milhão de visitantes ao ano. Segundo informações do Ministério do Turismo, em 2018 cerca

de 6,62 milhões de turistas estrangeiros visitaram o Brasil. O Rio de Janeiro é o destino preferido. O projeto da Rio Star nasceu de uma licitação da Prefeitura do

Rio de Janeiro para a construção de um parque temático na região, próxima do Aquário do Rio de Janeiro. Na primeira fase de operação, entre novembro e a primeira

quinzena de dezembro só serão vendidos ingressos na bilheteria. Somente após a inauguração oficial, marcada para dezembro, será possível fazer a compra antecipada pela internet. Está em fase de conclusão a construção do restaurante, da sede administrativa e da loja de souvenirs, que vão compor o complexo. A Rio Star deve gerar 60 empregos diretos e mais 60 indiretos, e parte dessas vagas foi reservada para moradores da região, especialmente do Morro da Providência, que é vizinho da nova atração turística. Mais de 900 pessoas se cadastraram para concorrer às vagas, que incluem atendimento ao cliente, caixa, vendedor de loja e gastronomia. O objetivo dos empresários por trás do empreendimento é transformá-la em uma das principais atrações turísticas da cidade.


22

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Lagos vazios e falta de manutenção acometem o Campo de Santana Recentemente reinaugurado, o lago da gruta Rocaille é o único adequado ao uso dos animais

Foi-se o tempo em que o Campo de Santana era uma das áreas verdes mais bonitas e frequentadas do centro da cidade. Quem visita o parque atualmente encontra uma paisagem bem diferente do que ele já foi em um passado não muito distante. Além do excesso de população de rua e a falta de manutenção, os lagos artificiais estão esvaziados e com baixos níveis de água, com acúmulo de lixo e lama, impossibilitando o uso por parte dos animais que vivem no local. O maior lago do parque está vazio há pelo menos dois anos. Areia e materiais de construção dentro do lago vazio sugerem que está sendo realizada alguma obra no local. Porém, nada está aparentemente sendo feito há bastante tempo. O lago da gruta Rocaille, que foi reinaugurado em outubro, é o único que serve aos animais. Até mesmo os peixes, que eram uma atração à parte no lago que fica na entrada da Av. Presidente Vargas desapareceram. A equipe do Jornal Folha do Centro flagrou o excesso de sujeira que formam uma camada flutuante de lixo, nos lagos com água visivelmente abaixo do nível habitual. O lixo orgânico, causado pela queda de folhas e galhos também chama a atenção pelo excesso. O Campo de Santana é uma preciosidade no Centro da Cidade. Além dos lagos, possui uma gruta, árvores grandiosas, pontes, chafariz e monumentos de figuras mitológicas. O parque é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A Fundação Parque e Jardins (FPJ), com sede no próprio Campo de Santana, é a instituição responsável pela conservação do espaço. Em nota, a Fundação informou à

dação Parque e Jardins, as obras seguem com o desassoreamento do lago ao lado da sede da FPJ, mas não sem antes fazer a transferências dos animais para o lago da gruta, levando-se em consideração o tempo necessário para a adaptação desses animais. “Todo o trabalho está sendo realizado com

mão de obra da própria Fundação. É um trabalho criterioso e deve

ser feito de forma escalonada a fim de que os animais possam ter local adequado para ficar durante o esvaziamento, limpeza e recuperação de cada lago”, disse Fernando Gonzalez, presidente da Fundação.

Aves que vivem no parque aproveitando a poça d’água que sobrou de um lago que fica ao lado da Fundação Parques e Jardins. Os animais terão que se adaptar a outro lago para que as obras sejam finalizadas Folha do Centro que a atual gestão recebeu o Campo de Santana com dois lagos completamente secos, com rachaduras e vazamentos, e o restante dos lagos assoreados. De acordo com a nota, em menos de dois meses a primeira obra nos la-

gos foi concluída. O lago da Gruta Rocaille foi totalmente recuperado com limpeza e impermeabilização do fundo e recuperação da cascata, além do serviço de jardinagem ao redor. Ainda de acordo com a Fun-

De acordo com a Fundação Parque e Jardins, as obras seguem com o desassoreamento do lago ao lado da sede da FPJ, mas primeiramente é preciso transferir os animais para o lago da gruta

Plásticos, embalagens e diversos detritos formam uma camada de lixo flutuante no lago com o nível de água muito baixo. Em alguns pontos, há apenas lama, evidenciando o baixo nível de água.

Ao centro, a ilha que há mais de dois anos não divisa água ao seu redor. As árvores ao Centro abrigam centenas de garças, que para ter acesso à água, precisam procurar um outro lago.


Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Edição 278- Novembro de 2019

23

Exposição na Biblioteca Nacional Celebra os 500 anos da morte de Leonardo da Vinci

A

exposição “A Alma do Mundo - Leonardo 500 anos”, está aberta à visitação pública na Biblioteca Nacional. Com curadoria de Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras, a Instituição foi buscar em seu acervo de obras raras algumas preciosidades para celebrar os 500 anos da morte de Leonardo da Vinci. Para Helena Severo, presidente da Biblioteca Nacional, a exposição é uma oportunidade de a Biblioteca Nacional cumprir sua missão de democratizar o acesso ao acervo de uma instituição que é talvez a maior guardiã da cultura no Brasil, inserida entre as 10 maiores bibliotecas nacionais do mundo, e a maior da América Latina. O Curador coloca na mostra o que há de melhor em Da Vinci, com ares contemporâneos. O Instituto Fractarte, de São Paulo, leva dois vídeos de brilhantes explosões fractais, resultado de um cálculo de mais de 10 trilhões de sinais. A explosão fractal é lembrada porque Leonardo da Vinci também imaginava uma espécie de fim de mundo, não necessariamente religioso. A grande destruição dos elementos para ele era o momento em que colocava os quatro elementos: água,

fogo, terra e ar no comando da batalha de Anghiari, uma grande e fortíssima unidade, que organizava a própria natureza. Dentre as 70 obras do acervo da Biblioteca Nacional, divididas entre gravuras, desenhos, e livros, todas trazidas por D. João em 1808 com a Biblioteca Real, a peça forte é “Divina Proportione”, de Luca Pacioli, com 60 ilustrações feitas por Leonardo da Vinci. A exposição traz também um conjunto de leituras que fizeram a formação de Leonardo da Vinci, de acordo com as listas nos códices de Madrid, das listas que o próprio Leonardo fez, livros que fizeram parte de sua biblioteca, de onde tirou suas ideias, aprendeu e cresceu. “É um material às vezes

extremamente medíocre, com resultados extremamente geniais”, diz o curador.

Leonardo da Vinci foi um dos mais importantes pintores do Renascimento Cultural. É conside-

rado um gênio, pois se mostrou um excelente anatomista, engenheiro, matemático músico, naturalista, arquiteto, inventor e escultor. Seus trabalhos e projetos científicos quase sempre ficaram escondidos em livros de anotações (muitos escritos em códigos), mas foi como artista (pintor) que conseguiu o reconhecimento e o prestígio das pessoas de sua época. A Biblioteca Nacional fica na Rua México, s/n – Centro. A exposição fica em cartaz de segunda a sexta, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.


24

Edição 278- Novembro de 2019

Site: www.jornalfolhadocentro.com.br

Profile for Djalma Correia

FC 278 - novembro de 2019  

FC 278 - novembro de 2019  

Advertisement