Page 1

1

SOCIOLINGUÍSTICA

INTRODUÇÃO PROFESSORA MESTRE ANA MIRIAM CARNEIRO RODRIGUEZ


2

PALAVRA DO PROFESSOR Olá! É um prazer estar com você nesta jornada que se inicia agora, e que tem como objetivo conhecer conceitos e pressupostos teóricos e metodológicos da Sociolinguística Variacionista, também conhecida como

Sociolinguística

Laboviana, Sociolinguística Qualitativa e Teoria da Variação e da Mudança Linguística. Como estudantes de Letras, continuaremos empreendendo nossos esforços para pensar a língua, as interações linguageiras e o ensino de língua de um ponto de vista diferenciado. Para isso, é importante organizarmos nossa rotina de modo a separar momentos para o estudo. Lembre-se que conhecer a si mesmo, mais especificamente a forma como você aprende, pode fazer seu processo de aprendizagem ainda mais gostoso. Lançar mão das estratégias de estudo (grifar, resumir, gravar e ouvir...) que melhor se adéquam ao seu perfil, além de deixar o caminho mais prazeroso, pode fazer com que você apreenda com mais facilidade e possa mobilizar mais facilmente esses conhecimentos quando solicitado por nós, professores, por você mesmo e por seus futuros alunos. Leia o material disponibilizado, assista às videoaulas e participe das webconferências, antes de realizar as atividades propostas. Fique atento aos prazos estabelecidos no cronograma e conte comigo e com toda equipe EaD+ para conduzi-lo nesse percurso. Sempre que achar necessário, utilize os canais para contatar-nos. Abraços e bom estudo! PROFESSORA MESTRA ANA MIRIAM CARINEIRO RODRIGUEZ Licenciada em Línguas Portuguesa e Inglesa pela Universidade Federal de Ouro Preto (2012), bacharel em Tradução pela mesma instituição (2011) e pedagoga pela Unifran (2018). Especialista em Tradução pela Universidade Gama Filho (2013), Mestra em Letras pela Universidade Vale do Rio Verde (2017). Experiência docente da educação infantil ao ensino superior. Experiência de pesquisa nas áreas de Educação, Argumentação e Análise do Discurso investigando estratégias de ensino para crianças com dificuldades de aprendizagem; a influência do lúdico no desenvolvimento humano; ensino de línguas mediado pelo computador; técnicas argumentativas e multimodalidade. ENDEREÇO PARA ACESSAR O CURRÍCULO LATTES: http://lattes.cnpq.br/8363467460572812


3

APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Uma das partes da Linguística que relaciona língua e seu contexto de uso estudando a primeira como um fenômeno social, a Sociolinguística pode ser considerada uma subárea da Linguística. Nossa disciplina, que leva o mesmo nome da área a que se dedica, está estruturada em quatro módulos. O primeiro apresenta um breve histórico da Sociolinguística, seus conceitos básicos e seus pressupostos teóricos e metodológicos. Pensaremos nas formas padrão e não padrão da língua e nas variações (lexicais e fonológicas, por exemplo) às quais a língua é submetida por seus usuários. No segundo módulo, refletiremos sobre língua e prestígio social, pensando em como esses dois itens estão imbricados em nossa sociedade. Com o auxílio de autores renomados como Marcos Bagno, lançaremos luz ao preconceito linguístico motivado pelas diversas variações da língua. O módulo três trará informações sobre as pesquisas em Sociolinguística e o quarto e último módulo será dedicado a relação Sociolinguística - escola, pensando no como as variações aparecem dentro dessa instituição.

Há muito o que ler e pensar, não? Então... vamos lá!


4

EMENTA

Introduzir ao aluno princípios teóricos e metodológicos da sociolinguística. Relação entre língua-sociedade. Preconceito linguístico. Regra variável (variável-variantes). Sociolinguística e ensino de língua.

Carga horária – 40 horas


5

OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Aprender conceitos da Sociolinguística de modo que seja possível investigar e compreender a relação entre língua e sociedade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Conhecer um breve histórico da Sociolinguística e de seus conceitos básicos;  Estudar os princípios teórico-metodológicos da área;  Refletir sobre preconceito linguístico, pensando na relação línguasociedade; 

Pensar nas contribuições da Sociolinguística para o fazer docente, desenvolvendo habilidades para preparar aulas que contemplem fenômenos de variação e mudança linguística.


6

PLANO DE ENSINO Conteúdo Programático 1.

Sociolinguística: breve histórico e conceitos básicos.

2.

Contextos da Sociolinguística: língua, sociedade, cultura, contexto e

preconceito linguístico. 3.

Sociolinguística e ensino de língua.

Metodologia A metodologia consta de aulas teóricas e práticas ministradas através do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) por meio de recursos audiovisuais, como vídeoaulas, aulas texto, jogos educativos e atividades.

Estrutura de Apoio A estrutura de apoio é realizada por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) com professores, tutores, apoio técnico e pedagógico, coordenação e gestão. Nos pólos, o aluno conta ainda com as estruturas de laboratórios e biblioteca.


7

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Bibliografia Básica BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é, como se faz. 29.ed.. São Paulo: Loyola, 2004. BRAGA, MARIA LUIZA (Orgs). Introdução à sociolinguística: o tratamento da variação. 3.ed. São Paulo: Contexto, 2007. TARALLO, Fernando. A Pesquisa Sociolinguística. São Paulo: Ática, 1986.

Bibliografia Complementar BORTONI-RICARDO,

Stella

Maris. Educação

em

língua

materna: a

sociolinguística na sala de aula. São Paulo: Parábola Editorial, 2004. MUSSALIM,

Fernanda;

BENTES,

Anna

C.

(orgs.). Introdução

à

Linguística: domínios e fronteiras. V. 1. São Paulo: Cortez, 2001. ORLANDI, Eni P. (org.) História das idéias lingüísticas. São Paulo: Pontes, 2001. POSSENTI,

Sírio. A

cor

da

língua

e

outras

croniquinhas

de

Linguística. Campinas/SP; Mercado de Letras, 2001. POSSENTI, Sírio. Mal comportadas línguas. Curitiba/PR: Criar Edições, 2000.

SOC_Sociolinguística  
SOC_Sociolinguística  
Advertisement