Page 1

1

POLÍTICAS E ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

INTRODUÇÃO PROFESSOR ESPECIALISTA CLOÉRCIO AUGUSTO BARRA


2

PALAVRA DO PROFESSOR Olá pessoal

Sou professor do curso de música com conhecimentos amplos não somente de atividades musicais, mas incluindo áreas importantes na formação da figura de professor. E dentre os diversos conhecimentos do saber humano, é necessário entender os processos que mantém e organizam a estrutura educacional do país, independente da profissão escolhida ou professada, e no caso, as especificidades inerentes à formação de um professor/orientador. Vamos falar de um tema que poderá, individualmente, render informações e ou até mesmo inovações ao processo evolutivo da educação em nosso país, especialmente, à profissão. Discutir temas ainda que já superados, nos permite observar e identificar todas as ações já desenvolvidas, melhorando-as ou substituindoas, sempre buscando a excelência do nosso trabalho. E considerando a grandeza de nosso país, a variedade sócio-cultural a que estamos expostos, esse é um trabalho árduo e difícil de se obter. Esperamos poder oferecer informações importantes sobre nossa educação e mostrar o que se busca para melhorar o sistema, mas principalmente, oferecer-lhes conhecimento que serão úteis para que possam participar deste processo e compreender as mazelas que enfrentamos diariamente. Lembrem-se que estas são informações soltadas para a profissão que receberão qualificação, mas que é importantíssimo que cada um, na sua área de trabalho, saiba como é organizado legalmente e a quais setores políticos estão vinculados, para então, pesquisar e experimentar novas propostas e ideias para a profissão.


3

PROFESSOR ESPECIALISTA CLOÉRCIO AUGUSTO BARRA Possui Especialização em Teoria e Prática da Interpretação Musical: Improvisação - Trompete, pela Universidade Vale do Rio Verde (2008), Graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Vale do Rio Verde (1989) e Graduação em LICENCIATURA EM MÚSICA pela Universidade Vale do Rio Verde (2005). Recentemente foi professor de educação básica e Curso Técnico - Conservatório Estadual de Música Maestro Marciliano Braga de Varginha e atualmente é professor da Universidade Vale do Rio Verde na área de Graduação (Licenciatura em Música). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Música. ENDEREÇO PARA ACESSAR O CURRÍCULO LATTES: http://lattes.cnpq.br/3485759387440289


4

APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Políticas e organização Escolar trata de aspectos legais sobre a educação desenvolvida e promovida pelo poder público em nosso país. Pode parecer que o processo é simples, mas pelas características políticas do país, suas regionalidades, suas características sociais e estruturais, e pela diversidade própria do nosso povo, exige-se legislações que visam uniformizar essa atividade. O

que ofereceremos,

são informações e fundamentações que

transformaram em leis e que regem o sistema educacional do país, aos quais estamos nós, cidadãos, sujeitos ao cumprimento. Ao mesmo tempo, apresentaremos ideias e discussões desenvolvidas atualmente, no intuito de sempre alcançar uma fórmula correta e eficiente de administrar e organizar todo o sistema educacional. A partir desse pressuposto, poderemos discutir sobre cada área e assim, dar nossa contribuição ao sistema e ao futuro da profissão que escolhemos.


5

EMENTA Realidade do Brasil e do mundo atual. Conhecimentos escolares e a circularidade entre culturas. O currículo escolar. Os conteúdos escolares. Avaliação escolar. O professor como mediador. Política de formação do professor. Políticas públicas e o gerenciamento da política educacional. Reflexões sobre os currículos, os conteúdos escolares e a avaliação escolar. Política de formação do professor. Políticas públicas e o gerenciamento da política educacional embasada na constituição brasileira.

Carga horária – 80 horas


6

OBJETIVOS

OBJETIVO GERAL Conhecer a estruturação e teorias de formação do Estado, para ampliar seus conhecimentos críticos do desenvolvimento de políticas e legislações que abrangem os diversos segmentos sociais. Propiciar ao licenciando condições para a compreensão e análise crítica das políticas educacionais, bem como da organização escolar e da legislação do ensino referentes à Educação; compreender as diferenças entre os regimes organizacionais da educação nacional.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

Compreender as relações entre Estado e educação e as políticas educacionais.

Estabelecer relações entre a legislação educacional vigente e a realidade vivenciada nas escolas.

Contribuir para a formação de profissionais reflexivos, comprometidos com o processo de aprimoramento da educação nacional.

Conhecer a estrutura organizacional do regime escolar no Brasil.

Discutir a eficiência da Gestão Escolar.

Apreender os conceitos básicos da profissão e suas responsabilidades.


7

PLANO DE ENSINO Conteúdo Programático Módulo I - Organização e estrutura da escola no Brasil  Tópico 1 - Resumo histórico  Tópico 2 - PNE – Plano Nacional de Educação  Tópico 3 - Estrutura do Ensino (Federal, Estadual, Municipal)

Módulo II - Gestão Democrática do Ensino Público  Tópico 1 - Organização e Gestão  Tópico 2 – Estrutura  Tópico 3 - Lei de Reforma do Ensino Médio Módulo III – Ensino a Distância (EaD)  Tópico 1 – Organização  Tópico 2 – Vantagens do EaD  Tópico 3 – Desvantagens do EaD Módulo IV – Estrutura educacional atual  Tópico 1 – Realidade do Brasil e de mundo  Tópico 2 – Conteúdo escolar e os currículos escolares  Tópico 3 – Políticas de formação do professor

Metodologia A metodologia consta de aulas teóricas e práticas ministradas através do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) por meio de recursos audiovisuais, como vídeo aulas, aulas texto, jogos educativos e atividades.

Estrutura de Apoio A estrutura de apoio é realizada por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) com professores, tutores, apoio técnico e pedagógico, coordenação e gestão, além de nos polos o apoio com laboratórios e biblioteca.


8

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Bibliografia Básica BRASIL. Constituição (1988). Emenda Constitucional nº 53, de 19 de dezembro de 2006. Dá nova redação aos arts. 7º, 23, 30, 206, 208, 211 e 212 da Constituição Federal e ao art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Brasília: Diário Oficial da União, Edição Número 243, de 20-122006. BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases

da

educação

nacional.

Disponível

em

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL/leis/L9394.htm> VALENTE, Ivan. Plano Nacional de Educação. Rio de Janeiro: DP&A editora, 2001.

Bibliografia Complementar ESTEBAN, Maria Teresa (org). Escola, currículo e avaliação. São Paulo: Cortez, 2003. FERRAÇO, Carlos Eduardo (org). Cotidiano escolar, formação de professores (as) e currículo. São Paulo: Cortez, 2005. FILHO, Aldo Victorio; MONTEIRO, Solange Castellano Fernandes (orgs.). Cultura e conhecimento de professores. Rio de Janeiro: DP&A editora, 2002. LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth (orgs). Currículo: debates contemporâneos. São Paulo: Cortez, 2005. MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 3. ed. Campinas: Papirus, 2001

PoliticasOrganizacaoEscolar  
PoliticasOrganizacaoEscolar  
Advertisement