Page 1

YEAR 10 | ANO 10 . ISSUE 20 | Número 20 . Winter 2019 | Inverno 2019 . ENGLISH | PORTUGUÊS

The Discover Magazine Team DISCOVER

MAGAZINE

ONLINE: WWW.MAGAZINEDISCOVER.COM


FROM THE PUBLISHER Contributors of Discover Magazine (2000-present)

Founder | Executive Director Leila Monteiro Lins Director Teresa Oliveira Executive Editor Ingrid Coifman Contributors Alex Barros, Arnon Melo, Bruno Vompean, Corinne Marian, Giselle Norões, Hewton Tavares, Jandy Sales, Maurício Marcondes, Terry Ferreira. Translator Rafael Alcantara Copy Editor Cecilia Chin Joan Sheppard Art Director Bruna Lopes Photographers Armando Chin, Dave Burke (Canada) Diego Barros (Brazil) Marketing Rodrigo Diniz (Brazil) Richard Turner (Canada) marketing@magazinediscover.com Frequency Is published twice a year

DISCOVER magazine is member of the National Ethnic Press and Media Council of Canada (NEPMCC)). Awards for the best editorial and visual concept and services to the Portuguese-speaking community in Canada (2017 and 2018).

PUBLISHER INFORMATION: LML COMMUNICATIONS & MARKETING INC. Contact: Leila Monteiro Lins Email: leila@magazinediscover.com Website: www.magazinediscover.com Phone: 1- 647- 227-5514 Toronto, Canada Distribution: Canada (Halifax, GTA, London, Guelph, Montreal, Ottawa, Calgary, Edmonton, Saskatoon & Vancouver). ISSN nº1920-7859 Follow us on: Twitter: @Mag_Discover Facebook: MagazineDiscover Instagram: MagazineDiscover Youtube: http://bit.ly/youtubeDISCOVER

Leila Monteiro Lins holding copy of the Discover Magazine’s first issue.

The Next 10 years…

D

iscover’s 10th-year milestone feels very special. As we reflect on our mission to amplify the voices of the Brazilian and Portuguese people in Canada, we think of the numerous letters and emails received from our readers expressing great appreciation and a real interest in learning, getting inspired, and connecting with these cultures. We too think of the amazing people who make this community so unique. People who came to this country to work hard and pave the way for generations still to come. It’s been an absolute pleasure to tell their stories and inspire so many others to follow their successful paths. We also think of the next 10 years, as our magazine continues to evolve keeping pace with the needs and interests of our community around the globe. In line with that goal, we’re launching a new section called “A Vida no Canadá” (Life in Canada), dedicated to Portuguese speakers who are already living or planning to move here. It will bring the latest on immigration, education, employment, featuring interviews with specialists and immigrants with their life stories. In this special 10th-year anniversary edition, you will also find great travel destinations, local news, community events, and much more. Special thanks to you, our readers, for your continuing support of our work and for encouraging us to give our very best. Also, to our talented team of journalists, executives, international contributors, and long-term partners Angela Mesquita, Arnon Melo / Peter Hawkins and Renato Harari / Samuel Chocron.

For advertisement or subscription: Please contact us at: marketing@magazinediscover.com Cover price: $6.50 | Subscription: $12 per year (2 issues) There are more great content and exclusive features at www.magazinediscover.com. To get there, simply download any of the free QR code readers available for your Smartphone and scan the square QR code on the left using your Smartphone’s camera. The information contained in this publication has been obtained from sources the proprietors believe to be correct. However, no legal liability can be accepted for any errors. No part of the publication may be reproduced without prior consent of the publisher.

Leila Monteiro Lins, Publisher leila@magazinediscover.com Follow us: MagazineDiscover Mag_Discover


Ilhabela, Brazil

CONTENTS

07

10th Anniversary

A VIDA NO CANADÁ

Discover is Celebrating!

17

PLANEJAMENTO Cuidados Básicos antes da Jornada Canadense

Ilhabela, A Beautiful Island

19

IMIGRAÇÃO Como Imigrar com Segurança

10

PORTUGAL | Tourism

21

EDUCAÇÃO Estudar e Trabalhar no Canadá

12

CANADA | Community

22

LOGÍSTICA Planejando Investir no Mercado Canadense?

29

CANADA | Arts

24

CULTURA Ciranda: Um Pedacinho da Cultura Brasileira em Toronto

25

TRABALHO Onde Obter a “Experiência Canadense”

26

COTIDIANO Legalização da Maconha no Canadá

27

INTEGRAÇÃO A Adaptação no novo País

08

BRAZIL | Tourism

Alentejo Offers a Wonderful Wine Trip

The Revamped Little Portugal Toronto BIA

Newton Moraes Dance Theatre Celebrates 20 Years

REGULARS

06

YOUR LETTERS

14

NEWS IN BRIEF


YOUR LETTERS What to say about DISCOVER? I witnessed the inception of this magazine. I remember Leila telling me about her plan to create “Discover Brazil”, the launch of its first edition, its growth, and the subsequent addition of Portuguese and Canadian content. DISCOVER links three different countries, cultures and communities. The magazine has been growing every year. Ten years of success and many more to come. Congratulations Leila Monteiro Lins and team for the work of promoting Brazil, Portugal, and Canada to the world. Barbara de la Fuente Actress / Writer / Producer Toronto, Canada

The newsroom continues to receive many compliments and words of encouragement from our readers in Canada, Brazil and Portugal. We welcome those comments and look forward to your ideas and feedback.

I’d like to give a huge thanks and congratulations to all the DISCOVER magazine team for all the work they are doing during all these years emphasizing arts, promoting events, connecting communities and getting better and better not only visually but in all the requested fields to make this magazine the success that it is in the Brazilian, Portuguese and Canadian communities. I feel really proud to see our people here in Toronto being represented in such elegant and modern way. Thank you DISCOVER! Sandro Liberato Visual Artist/ Musician Toronto, Canada


COVER | 10th ANNIVERSARY

DISCOVER is Celebrating!

A

decade ago, our magazine was born the globe, always treasuring our heritage and with the mission to introduce Canadians celebrating achievements over the next years! to the Portuguese-Brazilian culture. Since then, our project has expanded to embrace more international news, events and success stories not only in Canada, but also in Brazil and Portugal. By putting this community on the spotlight through meaningful journalistic coverage, important recognition and awards were collected along the way. Our team is honoured to share some of the highlights of these past years. We look forward to continuing to reinvent ourselves in reporting the remarkable path of Portuguese-speaking people across

We began as Discover Brazil in 2010, and since then our magazine has promoted Brazilian culture, tourism and business opportunities. In 2014, we added Portugal and Canada to our coverage and expanded our editorial line to include the Portuguese communities living in three different countries.

To represent the vast culture of these three countries, we revamped and rebranded our magazine now simply as, DISCOVER. Because discovering Brazil, Portugal and Canada should be both easy and uncomplicated. Check it out! www.magazinediscover.com DISCOVER | 2019 | 07


Castelhanos beach, Ilhabela, Sao Paulo

BRAZIL | Tourism

ILHABELA, A BEAUTIFUL ISLAND By Corinne Marian

A

land of gorgeous beaches (around 40 of them), impressive mountains and at least 10 waterfalls. This is Ilhabela, which translates as “the Beautiful Island”, located on the North Coast of Sao Paulo state. Ilhabela archipelago is composed of 14 islands and the most popular is Sao Sebastiao, with 346 Km2. In recent years, the local Tourism Board decided to invest heavily on international tourism. New hotels and pousadas were built, as well as restaurants, bars and local handcraft stores Weather: Summer months, between December and March, are the most popular when temperatures range from 25C to 35C . From April to November the island gets less crowded with the average temperature reaching 25C.

HOW TO GET THERE By car or bus: take the Rio-Santos road ( BR 101) from either Rio de Janeiro or Sao Paulo up to Sao Sebastiao. Take the ferry to cross the canal (approx.20 minutes) up to Ilhabela. The crossing by foot or bicycle is free. Cars and vans pay BRL 19.00 on weekdays (approx. CAD 7.00) and BRL 28.00 (approx. CAD 10.00) on weekends. It leaves every half hour, from 5:30am to 11:30pm daily. By plane: Sao Jose dos Campos is the closest airport and Azul airlines has the most number of flights. From there you can take a bus for a 3-hour ride up to Sao Sebastiao. From Guarulhos international airport in Sao Paulo, there are buses going directly to Ilhabela. By cruise: Many cruise lines dock at Ilhabela and offer day tours to the island. 08 | 2019 | DISCOVER

ACCOMMODATIONS From 4 star hotels to camping grounds, Ilhabela offers accommodations of all kinds for all pocket sizes. Pousadas are a great choice. The Charme do Emirado is quoted as the best by Trip Advisor, with prices starting at CAD 72.00 per night.

ATTRACTIONS Gato Waterfall, the hiking trails at Bonete Beach, Rua do Meio and the Old Jail, as well as the promenade nearby, are among the main attractions in Ilhabela. Most popular tour: the 22km jeep tour from Sao Sebastiao to the beach of Castelhanos, - known as the “Slaves Route” that goes through the Atlantic Forest.

Waterfall, Ilhabela, Sao Paulo


Campo Maior, Alentejo, Portugal

PORTUGAL | Tourism

Alentejo Offers a Wonderful Wine Trip By Ingrid Coifman & Photos by Turismo de Portugal

Must see places: Roman Temple

A

lentejo Region, a 1.5 hour drive southwest of Lisbon, has become a wine destination in Europe. Local grapes such as Touriga Nacional, Aragonez, and Alicante Bouschet are the stars in charming wineries spread across Portugal’s largest region. Historic landscapes and well-preserved medieval towns of Alentejo, many of which are UNESCO World Heritage Sites, have drawn comparisons to Provence and Tuscany.

Evora Evora is known as a “museum-city” with roots dating back to Roman times. Its Roman Temple was born in the first century. Don’t forget to stop by the Alentejo Wine Route office for free tastings and learn about the wines of the region. Advanced booking is required to tour some of the most celebrated wineries including; Cartuxa, Herdade da Malhadinha, do Esporao, dos Grous, das Servas, L’and, Vila Santa, Ravasqueira, and Quinta do Carmo.


Monsaraz, Alentejo

Monsaraz

Rota Vicentina

Located on the top of a hill, it’s close to the Spanish border. The top monument village was listed as one of Portugal’s Seven Wonders in 2017. While driving around, it’s worth stopping to appreciate cork oaks and olive trees along the way.

It’s a network of trails totalling 400 km in walking distance through rural paths, villages, hills and rivers. Visitors prefer to escape the intense summer heat and visit Rota from September to June. The trails are divided into three parts: the Historical Way, the Fishermen’s Trail and the Circular Routes. On the western coastline of Alentejo, it is possible to enjoy empty beaches during certain times of the year.

Elvas Forte de Nossa Senhora da Graça, Elvas

This fortified medieval city has a fort shaped like a star, the 16th-century Amoreira Aqueduct, a medieval castle and a historic center.

The Fisheramen’s trail, Rota Vicentina


CANADA | Community

The Revamped “Little Portugal Toronto BIA” Report & Photo by Jandy Sales

The merger of the Dundas West and Little Portugal BIAs, that bring together local entrepreneurs, became official in early 2019. Traders were consulted by the city and the green light was given in October last year. The Municipal Council was the one who made the final decision, approving the fusion.

AnaBela Taborda, president of Little Portugal Toronto BIA.

A

ccording to AnaBela Taborda, who has been at the helm of Little Portugal BIA for the last four years, the main objective of the incorporation of the two Business Improvement Areas was the Dundas West Fest the festival of art and music of the Portuguese community. “We started doing everything together with the Dundas West BIA. The only thing we didn’t do was to clean the graffiti. So why keep two board of directors?“ she asked.

Challenges Ahead Dundas West Festival celebrations run from Ossington St. to Lansdowne Ave. But the party has a more comprehensive geography, which remains to be a huge challenge for the Little Portugal Toronto BIA. Taborda explained that if the party covered Shaw St., the streetcars route would have to change, therefore, changing the number of shoppers on Spadina Avenue.

Budget The importance of the Dundas West Fest for both BIAs has always been translated into Little Portugal BIA budget numbers - before they merged. Taborda said about 60% of the budget of that BIA (CAD$ 130,000) was allocated for the festival. While she was at the head of Little Portugal BIA, a problem was given priority to Taborda: remove the graffiti from the facades. She noted that 11% of Little Portugal BIA’s budget was spent on cleaning, a number she considers high. 12 | 2019 | DISCOVER

Builders The future of business in the communities is of concern to the managers of the BIAs. “If a builder takes an area and turns it into a monster store, we lose that feeling,” she said. Taborda added that the best way to strengthen Dundas West’s traditional trade is to attract more consumers, which would be possible with improved traffic.

Dundas Virtual Museum A great new feature launched by the new Little Portugal Toronto BIA is the “Dundas Virtual Museum”, which focus on different cultural aspects of the community. “The paintings on the walls reflect the community’s involvement.”


Courtesy of IC Savings

A credit union at the service of the community IC Savings is a community-based credit union scattered throughout the province of Ontario. Anabela Taborda is the manager of the branch located in Little Portugal Toronto - one of the seven branches of the GTA. When someone opens an account with IC Savings, a $5 membership share is deposited in the new client’s account and they automatically become a shareholding member with right to attend general meetings. In September 2017 the Fundo de Apoio IC Savings was created to support institutions that are committed to enhancing the Portuguese Canadian footprint in the GTA. About 10% of Little Portugal Toronto branch’s fiscal year revenue is made available for these social institutions. “The first donation we made was to the Luso Canadian Charitable Society. The institution created a leisure space for adults with developmental and physical

Fausto Gaudio, President and CEO, IC Savings (far left), is joined by Luis Arruda, Filomena Silveira and Frank Alvarez. The trio sit on the credit union’s Community Advisory Board, which oversees Fundo de Apoio IC Savings.

disabilities”, she said. Organizations interested in applying for funding must submit a request by July 31. These requests will be reviewed by IC Savings Community Advisory Board (photo) and the decision is available between September and October of the same year. www.icsavings.ca


NEWS IN BRIEF

Azores Airlines creates an incentive plan for travel agents in Canada By Leila Monteiro Lins Photos by Cesar Pedro

The new board will focus on strengthening ties with its partners in Canada The new CEO of Azores Airlines, Antonio Luis Teixeira, highlighted two key points during his presentation at the Sheraton Hotel in Toronto. Mr. Teixeira regrets the mistakes made in the past and points out the importance of the travel agents’ support for the growth of the company. “We will be working with a greater focus on the improvement of our services. We want to strengthen our position in Canada and later on we will focus on the American market,” said Teixeira.

Travel agents attending the presentation of Azores Airlines new board’s plan for the coming years.

Travel Agents Travel agents were pleased with the presentation of the new plan and the willingnes of the Azores Airlines’ administration to hear their feedback. Those responsible for Azores Airlines sales department considered the meeting very positive. They collected information from the agents that will be analyzed to provide better service to customers.

Antonio Luis Teixeira, CEO of Azores Airlines

“The purpose of the meeting we promoted with travel agents was to present the new incentive plan we will be offering them and show our efforts to improve on-time performance and the regularity of our flights.” Carlos Botelho, managing director at Azores Airlines in Canada

14 | 2019 | DISCOVER

“It was important to hear from the new administration about the new paths that they intend to take to correct past mistakes. What needs to be changed right away is the communication between the company and the agents here in Canada.” Nellie Pedro, Gente on Tours


NEWS IN BRIEF

“The Brazilian” participates in COMMFEST COMMFEST: Bringing communities together for social empowerment The Community of Film & Arts Festival (COMMFEST) celebrated its 13th anniversary screening in movie theatres and exhibition spaces in Toronto last year. The festival provides opportunities for emerging filmmakers, artists, musicians and global community stakeholders to express themselves and to connect with audiences on a personal level. This unique blend of film, filmmakers and audiences creates a dynamic atmosphere to provoke thought and stimulate further understanding and exploration of ideas that can foster change.

THE BRAZILIAN Lucia Barata, director of “The Brazilian” was invited to be part of the Canadian Premiere at

by LML

COMMFEST. “The film is an independent documentary that has been in production for the last four years. It is a Labour a of love about the rise of a major ballroom dancer and choreographer Carlinhos de Jesus. Born in the poor outskirts of Rio de Janeiro , Carlinhos rose to stardom by following his dreams and by dancing through every challenge life has thrown his way. Dancing is a celebration for him. It is a rite of passage,” said Barata. Read the full interview with director Lucia Barata at: http://www.magazinediscover.com/2018/10/entrevista-com-a-diretora-lucia-barata-em-toronto/

New LIUNA Local 183 Headquarters Liuna Local 183 broke ground on its new headquarters at the end of 2018. The complex will have twice as much space than its current facilities in Toronto. “The growing numbers of union members to 60,000 has driven us to move to Vaughan, where we already have the Vocational Training Center in operation,” said Jack Oliveira, trade union Business Manager. The new development will be built on a 10.3-acre area and will feature a six-story building, which will house a medical and dental clinic and a new assembly hall for 3,000 people.

Photo by Correio da Manhã Canadá

Joseph Mancinelli, Vice President of Liuna International and Jack Oliveira, Business Manager of Liuna Local 183 with Gila Martow, Parliamentary Assistant to the Minister of Labour of Ontario, together with the directors of Liuna 183, are celebrating the beginning of construction of the new headquarters.


ANO 1 NÚMERO 1 2019

Bem-vindos ao primeiro número da nova seção “A Vida no Canadá”! É com grande orgulho e entusiasmo que a equipe da revista DISCOVER apresenta esta nova seção dedicada à comunidade de lingua portuguesa no Canadá e aos interessados em imigrar para o país. Nosso foco será informar, conectar e inspirar. Convidamos os leitores a participarem conosco dessa jornada compartilhando suas experiências de vida e dando sugestões e dicas sobre como se adaptar ao Canadá mais rapidamente.

16 | 2019 | DISCOVER | www.magazinediscover.com


A VIDA NO CANADÁ | Planejamento 5 Cuidados Básicos Antes da Jornada Canadense Por Hewton Tavares Planejamento é fundamental antes de começar a jornada canadense. Aqui vão dicas de cinco cuidados básicos que você deve tomar antecipadamente: 1) LÍNGUA: Familiarize-se com uma das duas línguas oficiais do Canadá. Você pode matricular-se em aulas de inglês e/ou francês e também procurar materiais online que visem o aprimoramento do seu nível de proficiência. Isto não deve só beneficiar o seu processo de imigração, como também facilitar a integração no Canadá como um todo. 2) FONTES DE INFORMAÇÃO: Atenha-se a websites oficiais do governo do Canadá como uma das suas principais fontes de informação. Há representações oficiais em cinco cidades brasileiras: Brasília, Porto Alege, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Existem também os chamados programas “pre-arrival”, que visam preparar os imigrantes com informações nas mais diversas áreas. O link http://www.cic.gc.ca/ english/newcomers/before-services.asp do governo federal possui uma lista de serviços que estão disponíveis após o início do processo de imigração oficial com o governo canadense. 3) ORGANIZAÇÕES IDÔNEAS: Na busca de informações online, um grande desafio pode ser tentar identificar organizações sem fins lucrativos idôneas. Portanto, procure logos govermentais ou de fundações que possam funcionar como importantes selos de idoneidade. Outras dica é dar preferência a endereços eletrônicos com atestados de segurança facilmente identificáveis, através da letra “s” em siglas “https”, por exemplo. Você também pode procurar páginas contendo as chamadas “privacy policies” nos sites das organizações.

de parentes, amigos ou em bate-papos nas redes sociais. Pessoas que fornecem aconselhamento legal sobre imigração sem serem advogados ou conselheiros de imigração certificados por órgãos canadenses devem ser evitadas. Pesquise profissionais qualificados no site: https://iccrc-crcic.ca/find-a-professional-frame/ E antes de fazer uma escolha neste sentido, é bom ter referências confiáveis também. 5) CURSOS ONLINE: E se você depender de conselhos profissionais ou corporações privadas para ter acesso à designações canadenses, o contato inicial e o envio de documentos podem ser feitos bem antes de conseguir a residência permanente no Canadá. É preciso cautela ao optar por cursos online sem pesquisar a reputação de instituiçoes de ensino ou a proporção de graduados empregados na área, por exemplo. A verificação de que um curso tem validade no Canadá deve ocorrer antes de se investir tempo e dinheiro. É importante pesquisar e tentar alinhar a re-qualificação profissional com as condições do mercado de trabalho canadense. Toda jornada canadense bem sucedida começa com um bom planejamento. O planejamento pode ser tão importante quanto a jornada em si.

4) REFERÊNCIAS: Informações conseguidas através dos meios citados anteriormente devem se sobrepor a quaisquer outras vindos www.magazinediscover.com | DISCOVER | 2019 | 17

Hewton Tavares é pesquisador com mestrado e doutorado em educação pela Universidade de Toronto. Nos seus quase 20 anos no Canadá, Hewton tem sido um ativo participante dos mais variados projetos profissionais, voluntários e acadêmicos em prol da integração de imigrantes e auxílio a estudantes internacionais.


A VIDA NO CANADÁ | Imigração Como Imigrar com Segurança Por Terry Ferreira O Canadá é considerado um dos melhores países do mundo por conta de sua qualidade de vida, povo educado e receptividade aos imigrantes. Como consequência, milhares de pessoas tentam imigrar para o país todos os anos em busca da tão sonhada “vida melhor”.

Opções Com o projeto de imigração em andamento, surgem dúvidas quanto as formas de imigrar e quais as etapas envolvidas. Mas, opções não faltam. A forma mais comum é através do Express Entry (EE). Esse é o sistema federal de imigração canadense utilizado como fonte principal para a seleção de imigrantes. Esse sistema possui uma escala de pontuação, que será utilizada para convidar pessoas ao redor do mundo a imigrar. Os convites são feitos geralmente a cada duas semanas e podem ser acompanhados pelo site da imigração. A pontuação do EE é dividida em uma série de quesitos que, ao serem somados, geram a pontuação final de acordo com cada perfil. Sendo eles: idade, nível educacional, estado civil, nível de inglês, estudos e experiência professional no Canadá e no país de origem, dentre outros. A partir da pontuação final, o interessado poderá criar o perfil de imigração e aguardar o convite para aplicar para a residência permanente.

Ficha de cadastro Observe que o “perfil” do EE não é uma aplicação para o Express Entry. Ele funciona apenas como uma espécie de “ficha de cadastro” para o setor de imigração canadense, que irá checar essas “fichas” e fazer o convite de acordo com a pontuação sorteada em cada rodada. Destaco a importância de assistência especializada nesse tipo de processo, haja vista a quantidade de detalhes e regras. Não vale à pena arriscar todo um projeto por causa de algum erro ou falta de informação básica na aplicação. Recomendamos a busca de um consultor registrado no órgão responsável para tentar obter a residência permanente de maneira mais segura.

www.magazinediscover.com | DISCOVER | 2019 | 19

Terry Ferreira é Consultor de Imigração licenciado. info@terryferreira.ca www.terryferreira.ca


A VIDA NO CANADÁ | Educação Estudar e Trabalhar no Canadá Por Alex Wanderley Barros O alto nível da qualidade de vida e a calorosa receptividade do canadense tornam o país bastante atraente para os estudantes internacionais. A possibilidade de trabalho também é outro fator que contribui para a escolha do Canadá como destino.

Quem pode Trabalhar Para poder estudar e trabalhar, o aluno deve estar matriculado em um college designado pelo governo canadense, durante um período mínimo de 6 meses. Os cursos têm que ser profissionalizantes. Cursos de idiomas não qualificam para a obtenção da permissão de trabalho. Os colleges são cursos de curta duração direcionados ao ensino profissionalizante em uma área específica do mercado de trabalho. Diferente do Brasil, colleges públicos no Canadá são pagos e mais caros que os privados. College privado: a carga horária de trabalho é de 20 horas semanais durante o período de aulas. No término das aulas, é permitido que o aluno trabalhe 40 horas. Duração: 6 meses a 3 anos. College público: a carga horária de trabalho é a mesma do college privado. Já os programas têm durações diversificadas. *Oferece a possibilidade de pedido de extensão de visto de trabalho (PGWP) após a conclusão do curso. Duração: 1 a 3 anos. Verifique se o college de seu interesse aceita alunos estrangeiros.

Pré-requisito para a Entrada no College Uma das exigências para ser aceito, é o nível de proficiência do inglês, que é comprovado através dos exames: IELTS , TOEFL ou outro teste feito pelos colleges.

Lilian Medeiros sonhava em estudar fora do Brasil. Quando adolescente, ouviu histórias sobre o Canadá através de uma amiga da escola que visitou o país e voltou maravilhada. A adolescência passou, o casamento veio e Lilian acabou descobrindo que o marido tinha o mesmo sonho. Fizeram contato com a Sila Intercâmbio que orientou todo o processo. “Eu me formei em gastronomia e consegui logo trabalho. “Atualmente sou chefe de cozinha de uma empresa bem conceituada aqui no Canadá”, diz Lilian com um sorriso de satisfação.

Programa Pathway Outra opção é o Programa Pathway, um curso de inglês avançado voltado para aqueles que desejam fazer universidade ou college no Canadá. Ele prepara os estudantes para a entrada na vida acadêmica. Os graduados no programa serão reconhecidos por terem cumprido as exigências da língua inglesa. www.magazinediscover.com | DISCOVER | 2019 | 21

Alex Wanderley Barros, ex- intercambista, estudou Administração e Marketing na Escola Superior de Marketing do Recife. É diretor da Sila Intercâmbio. sila@silaintercambio.com www.silaintercambio.com


A VIDA NO CANADÁ | Logística Planejando Investir no Mercado Canadense? Considere o registro de Importador Não Residente (Non-Resident Importer-NRI) Por Arnon Melo

Para empresas brasileiras que estão expandindo seu comércio eletrônico, pensando em testar o mercado canadense, ou desejando importar e distribuir produtos diretamente para clientes em qualquer parte do Canadá, uma excelente opção é registrar-se como Importador Não Residente (Non-Resident Importer-NRI). Um Importador Não Residente (NRI) é toda e qualquer empresa que tem sua sede fora do Canadá, sendo ao mesmo tempo o exportador e o importador das mercadorias. O NRI é responsável pelo pagamento dos impostos e taxas aplicáveis ao desembaraço aduaneiro, armazenamento e inspeções.

Benefícios do NRI As três principais vantagens do registro NRI são: a) acesso ao mercado sem a necessidade de investimento na compra ou aluguel de instalações físicas no Canadá; b) isenção do pagamento anual do imposto de renda canadense; e c) potencial aumento das vendas já que o cliente não será surpreendido com valores extras, uma vez que todos os custos de importação já foram inclusos na negociação. Quanto aos riscos, é importante não subestimar os custos de transporte, armazenamento, distribuição, impostos e taxas, que podem afetar negativamente a margem

de lucro do produto. O NRI deve manter uma comunicação constante com o agente de cargas, despachante e Agência de Serviços de Fronteiras do Canadá (CBSA), para evitar surpresas no momento de liberação da carga.

Depósito de Segurança O importador geralmente faz um “depósito de segurança” relativo aos impostos de importação sobre vendas que serão feitos. A cobrança dos valores dos impostos é mais difícil quando uma empresa não possui propriedade física no Canadá. Essa é a razão do depósito. O NRI também deve garantir que os produtos importados atendam às regras de rotulagem, idioma e numeração dos produtos. Ficou interessado em distribuir seus produtos no Canadá, sem o compromisso em cadastrar-se como empresa canadense por enquanto? Entre em contato com a MH Group (Trading Company subsidiária da MELLOHAWK Logistics) para maiores detalhes. A empresa vai oferecer todo o suporte, facilitando as suas primeiras importações no país. Bons Negócios!

22 | 2019 | DISCOVER | www.magazinediscover.com

Arnon Melo é o Presidente da MELLOHAWK Logistics, empresa internacional de Agenciamento de Cargas em Mississauga. arnon@mellohawk.com www.mellohawk.com


A VIDA NO CANADÁ | Cultura Ciranda: Um Pedacinho da Cultura Brasileira em Toronto Por Giselle Norões Mudar de país e começar tudo de novo já é difícil. Imagina fazer isso com esposa ou marido e filhos? A vantagem é que você não está sozinho para enfrentar a adaptação à nova cultura e língua.

Choque Cultural Para amenizar o choque cultural e a adaptação, a organização sem fins lucrativos Ciranda Brasileira promove programas, eventos e atividades socioculturais em português para a comunidade brasileira em Toronto. Além de ser um centro de atividades lúdico-educativas para crianças, o Ciranda Brasileira tornou-se também um ponto de encontro para famílias brasileiras. As atividades atendem crianças de todas as idades e adolescentes até 15 anos, incentivando a descoberta de conteúdos da cultura brasileira.

“A decisão de desenvolver o Ciranda Brasileira é um reflexo da importância e significado desse ponto de encontro entre crianças e famílias que compartilham a cultura brasileira” Dayse Gonçalves, co-fundadora do Ciranda.

Café com as Famílias Aos sábados, durante o período em que as crianças estão presentes, os pais se reúnem para o ‘Café com as Famílias’. “Este é um momento em que as famílias compartilham experiências, dicas e dúvidas sobre a vida no Canadá. Durante os encontros profissionais, eles conduzem a conversa focando em uma área específica de interesse dos pais, como o bilinguismo em casa e a adaptação da criança a um novo país”, destaca Leila Farah, coordenadora de eventos e parcerias. O trabalho do Ciranda Brasileira é realizado por voluntários que combinam diferentes formações e experiências.

Cortesia Ciranda Brasileira

Seja um voluntário Qualquer pessoa que fale português e more em Toronto pode voluntariar na organização. Existem várias posições disponíveis, em áreas como marketing e financeiro. O futuro voluntário deve se comprometer com pelo menos seis meses de voluntariado. Mais informacoes através do site http://cirandabrasileira.com.

Entre em Contato Os interessados podem entrar em contato também através do site do Ciranda Brasileira ou enviar um email para familias@cirandabrasileira.com e marcar uma visita e realizar a matrícula dos filhos.

24 | 2019 | DISCOVER | www.magazinediscover.com

Giselle Norões é jornalista com experiência em televisão, rádio, revista e mídia digital.


A VIDA NO CANADÁ | Trabalho Onde obter a “Experiência Canadense” Por Ingrid Coifman Muitos novos imigrantes com anos de prática prossional no Brasil ficam desapontados ao perceberem que a experiência de trabalho local é exigida pelo mercado canadense. Afinal, como conseguir a experiência sem primeiro obter um emprego que ofereça algum tipo de treinamento? Um caminho importante para conseguir a experiência profissional, além de cartas de referência e contatos profissionais no Canadá, é através do voluntariado. Muitas organizações não-governamentais oferecem oportunidades para voluntariar em diversos segmentos, como por exemplo marketing e administração, passando por tecnologia e incluindo até a área de saúde.

Volunteer Toronto

Volunteer Toronto (www.volunteertoronto.ca) é uma organização sem fins lucrativos que oferece um grande bancos de dados on-line para busca de oportunidades em Toronto de acordo com habilidades e interesses. Através do site, voluntários podem agendar reuniões com um consultor. Para acessar oportunidades em outras cidades, visite www.volunteer.ca

aprender. Há oportunidades para voluntariar em grandes eventos anuais como o Cavalcade of Lights, Luminato, Nuit Blanche e Doors Open. https://www.toronto.ca/community-people/ get-involved/volunteer-with-the-city/

Oportunidades não-tradicionais A comunidade online SPARK oferece possibilidades para voluntariar com refugiados, novos imigrantes, jovens e idosos na província de Ontário. As oportunidades de voluntariado virtual com várias organizações são um diferencial. https://www.sparkontario.ca

Charity Village Lançada em julho de 1995, CharityVillage tornou-se a maior e mais popular ferramenta on-line do setor sem fins lucrativos canadense para recrutamento, notícias e informações sobre volutariado. O webiste oferece cursos online e um diretório com a lista de organizações para voluntariar de acordo com o segmento de atuação: artes, educação, meio ambiente, direitos humanos, pesquisa, esportes, dentre outros. https://charityvillage.com

Voluntarie em prol da Cidade Há muitas oportunidades para o público se envolver com a cidade ao longo do ano. A prefeitura de Toronto incentiva a participação ativa de seus moradores para tornar um lugar melhor para morar, trabalhar e

Ingrid Coifman é jornalista com especialização em tecnologia, economia e turismo.


A VIDA NO CANADÁ | Cotidiano Legalização da Maconha no Canadá Por Maurício M. Guimarães Quando me mudei para o Canada em 2013, uma das certezas que tinha era que a rápida adaptação aos costumes canadenses seria essencial para que o nosso processo de imigração fosse bem-sucedido. Enquanto pesquisava sobre o Canada, descobri que 3 em cada 4 processos falhava nos primeiros cinco anos. Clima, empregabilidade e distância da família eram listados como os fatores que mais influenciavam a decisão de voltar ao país de origem. Pessoalmente, apesar de compreender as dificuldades, não tinha ideia que os pequenos detalhes do cotidiano seriam os que demandariam mais trabalho - e me adaptar a eles seria crucial.

Consumo Recreativo Recentemente o governo federal aprovou a legalização do consumo recreativo de cannabis sativa (ou maconha) onde quer que seja permitido fumar tabaco. A lei entrou em vigor no dia 17 de outubro de 2018. A princípio, a legislação para a venda e o consumo será baseada nas regras vigentes para o consumo de bebidas alcoólicas, com pequenas diferenças e adaptações. - Apenas maiores de 19 anos podem comprar cannabis em Ontário. - Dirigir após o consumo de cannabis está proibido. Até o momento, a lei não prevê quantidades seguras para o consumo seguida da operação de veículos automotivos.

- A venda de produtos de cannabis para uso recreativo está sendo feita online. Posteriormente, as municipalidades terão direito de licenciar lojas físicas para a distribuição desses produtos. - O consumo de cannabis será proibido em locais onde já não se pode fumar tabaco e cigarros eletrônicos. A posse de até 30 gramas de maconha legal, seca ou equivalente em forma não seca, é permitida em público. - Residentes canadenses podem cultivar até quatro plantas por domicílio. Outras informações: https://www.ontario.ca/page/cannabis-legalization

Mauricio M. Guimaraes é um profissional de marketing e vendas. Mudou para o Canadá em 2013 e vive com sua família na província de Ontário.


A VIDA NO CANADÁ | Integração A Adaptação no novo país Por Bruno Vompean Para nós que trocamos o nosso país de origem pelo Canadá, a imigração parece ser algo bastante comum. Afinal, imigrantes somam mais de 20% da população canadense, sendo que em Toronto o índice é ainda maior, ultrapassando os 50%. No entanto, a verdade é que a realidade canadense engana, pois, a imigração é uma experiência árdua e um fenômeno raro: apenas pouco mais de 3% da população mundial deixou sua terra natal para enfrentar uma vida estrangeira.

Transição “Estrangeiro” provém do francês étranger, que também se refere ao diferente, ou estranho. Porém, somos ‘estranhos’ apenas na medida em que tudo ao nosso redor nos parece diferente. Se, por um lado, isso é inevitável na transição da imigração, por outro, é algo que se normaliza com o tempo. Infelizmente, não há saída: é preciso tempo. No entanto, não basta que o tempo passe. Inclusive, muito se fala em determinados grupos de imigrantes que, por serem tão inúmeros, conseguem passar uma vida inteira no exterior sem nunca se adaptarem sequer ao idioma. Infelizmente, muitos passam a viver da sua nacionalidade, por assim dizer, fora do país de origem. Eu, particularmente, tendo passado metade da minha vida no exterior, não tenho dúvida de que o melhor lugar do mundo para se ser brasileiro (mas, brasileiro mesmo!) é o Brasil.

Adaptação Não podemos negar a nossa nacionalidade – ela compõe grande parte de nossa identidade. Mas cada um sabe das circunstâncias que o levou à imigrar. É justamente pelo diferente que se escolhe deixar o familiar em busca da qualidade de vida, seja lá o que isso signifique para cada um. É preciso muito foco, coragem e determinação para alcançar essa meta. Experiências

imigratórias de sucesso são baseadas justamente na vontade de aprender e se adaptar à nova cultura.

Oportunidade Apesar de sentir na pele as dificuldades relacionadas à imigração diariamente, a percepção de que essa experiência é ‘normal’ atrapalha o desenvolvimento do imigrante. Afinal, é difícil, ou talvez até mesmo impossível, não se sentir sozinho, debilitado pela saudade, deprimido com as circunstâncias imediatas durante o árduo período de transição, e ao mesmo tempo não se sentir culpado por se sentir assim. Sentimos que devemos realmente fazer valer a oportunidade ao invés de lamentá-la, até porque “imigrar não é nada demais, todo mundo o faz – o que há de errado comigo?” De errado, aqui, só a percepção de que nada deveria estar errado.

Integração Infelizmente, sem a aceitação das dificuldades que vêm com a imigração, a vontade de desapegar-se da vida que nos é familiar dá lugar a um desespero que nos leva justamente à direção contrária. Nos sentimos mais brasileiros, e nos identificamos com mais brasileiros, do que nunca, o que é triste considerando a força de vontade que foi necessária para chegarmos até aqui. Mas a boa notícia é que já chegamos até aqui. Assim, na próxima vez que você hesitar em fazer algo que não lhe é familiar, seja visitar um lugar, c onversar com uma pessoa ou participar de alguma atividade “estrangeira”, lembre-se: você faz parte dos 3%.

www.magazinediscover.com | DISCOVER | 2019 | 27

Bruno Vompean é Bacharel em Filosofia e Criminologia pela Universidade de Toronto. Atualmente é mestrando em Educação e Justiça Social pela mesma universidade, além de escrever e atuar na área de Ensino Superior.


Photo by Franck Butaye

CANADA | Arts

Newton Moraes Dance Theatre Celebrates 20 Years By Ingrid Coifman

Wired Love’s dance

B

razilian born choreographer, Newton Moraes is celebrating the 20th Anniversary of his Dance Theatre. To commemorate the milestone, he presented the world premiere of Wired Love at The Citadel Theatre in Toronto. Wired Love tells a story about the complexities of friendship, love and loneliness, ultimately to delineate technology myth from real, personal experiences. “Art is the most profound method of communication between people. If there is no art, there is no love, there is no friendship. Then there will be only isolated and lonely individuals,” highlights Moraes. Newton Moraes Dance Theatre was created in 1997 and is dedicated to interpreting Canadian and Latin American cultures through dance.

Since then, Moraes has choreographed more than 50 projects. He has performed in many of Toronto’s arts venues, including The Premiere Dance Theatre, Betty Oliphant Theatre, Winchester Street Theatre, Royal Ontario Museum and the FIDA Festival at the Distillery District, among other dance and art schools.

Photo by JP de Melo

Born to Dance Newton was born in Porto Alegre, Brazil. At an early age, he started dancing Samba and pursued studies of Physical Education at the Unisinos University in Porto Alegre. Later, he studied Afro-Brazilian Dance, Jazz and street dancing. Moraes’ father was a dancer who largely influenced his career. In 1991, he moved to Toronto to study Modern and Contemporary Dance at the Professional Programme at the School of Toronto Dance Theatre.

Choreographer Newton Moraes DISCOVER | 2019 | 29


Profile for LML Communications & MKT

DISCOVER Magazine | Year 10 . Issue 20 . Winter 2019  

The DISCOVER Magazine's goal is to promote the culture, business and tourism of Brazil, Canada and Portugal and strengthen the bonds between...

DISCOVER Magazine | Year 10 . Issue 20 . Winter 2019  

The DISCOVER Magazine's goal is to promote the culture, business and tourism of Brazil, Canada and Portugal and strengthen the bonds between...

Advertisement