Page 72

+G

ERENTE

V

ISÃO AMPLIADA

Uma “palhinha” no RH Para que tudo na loja funcione dentro da normalidade, cada profissional deve zelar pelo bom andamento de seu setor. Mas é importante existir uma interatividade, um trânsito livre entre os vários “territórios” de uma empresa. Nesse sentido, a tabelinha do gerente com o Recursos Humanos, especialmente quando o assunto for contratação de pessoal, é fundamental. “Selecionar a pessoa certa é a função do indivíduo que mais tem a perder caso a pessoa errada seja selecionada – o gerente”, escreve o norte-americano Leigh Branham no livro Motivando as Pessoas que Fazem a Diferença. Só esse argumento de Branham já é mais do que suficiente para convencer o gerente de que ele deve insistir para ter uma participação ativa em todo processo de seleção. “Ainda assim, a maioria dos gerentes não foi treinada para analisar um cargo de forma eficaz e não tem conhecimento das técnicas de recrutamento e entrevistas”, prossegue o autor. Se esse for o seu caso, trata de corrigir o rumo. Converse com a direção da empresa e com o responsável pelo RH e demonstre todo o seu interesse em dar uma “palhinha” nos processos de seleção e ver o quanto isso é importante para o seu crescimento profissional e, por conseqüência, para o sucesso da loja. Confira a seguir dois motivos principais que justificam a presença do gerente na seleção de vendedores. POR QUE SE RESPONSABILIZAR PELA CONTRATAÇÃO?

a) O gerente é a pessoa que vai se livrar de uma dor de cabeça se a pessoa certa for contratada ou vai aumentá-la se ocorrer o contrário. É você quem tem mais a perder ou a ganhar. Dessa forma, você é a pessoa mais motivada para o trabalho de selecionar funcionário certo. b) A participação no processo de seleção manterá o gerente “ligado” na comunidade externa, “antenado” com as tendências dos negócios e os eventos que ocorrem fora da empresa. Colocará ainda o gerente em contato com a diversidade do mercado de trabalho, com o que as pessoas pensam sobre a empresa, o que os candidatos sabem e esperam, e com as mudanças no ambiente competitivo. Fonte: Motivando as Pessoas que Fazem Diferença, Leigh Branham (Editora Campus)

72

Revista do Varejo 02  

Junho de 2004

Advertisement