Page 1


Nos vemos como parceiros dentro de uma equipe de planejamento interdisciplinar. Desenvolvemos soluções personalizadas em conjunto com clientes e arquitetos, empresas de construção e indústria. A prática de engenharia e software, como um ambiente aberto e criativo que se unem a um entendimento do que representa o modus operandi contemporâneo: do comportamento colaborativo, de compartilhamento, livre. Serviços: - Fundações - Estrutura - Instalações Hidrossanitárias e Pluviais - PPCI - Instalações Elétricas e Comunicação - SPDA - Laudos Técnicos - Modelagem BIM


CA SA

CA BRA S


X5

X4

X3

413

X2

280

X1

360

320

COBERTURA 252.5

Y5

Y6

Y7

Y8

Y9

Y10

Y11

Y12

1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 'm' (METROS).

Y4

2. TODAS AS MEDIDAS E NÍVEIS DEVEM SER VERIFICADAS NO LOCAL, QUALQUER DIFERENÇA DE GEOMETRIA DEVE SER COMUNICADA AO PROJETISTA.

252.5

Y4

45

Y3

252.5

Y2

45

NOTAS GERAIS PARA ESTRUTURAS EM CONCRETO ARMADO

3. PARA QUAISQUER ALTERAÇÕES NESTE PROJETO, DEVERÁ SER CONTATADA PREVIAMENTE ESTA EMPRESA PROJETISTA.

3200 320

320

320

320

320

320

320

320

320

TÉRREO

4. O CONSTRUTOR DEVE OBEDECER ÀS PRESCRIÇÕES NAS RELATIVAS NORMAS BRASILEIRAS, EM ESPECIAL A NBR-14931: EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO;

320

0

7. AÇO UTILIZADO: • CA-60B, fyk=6.000kgf/cm² - Ø4,2mm e Ø5mm; • CA-50A, fyk=5.000kgf/cm² - Ø6,3mm, Ø8mm, Ø 10mm, Ø12,5mm, Ø16mm, Ø20mm e Ø25mm;

E

320

0

N(inf) VARÍAVEL

ESPERAS 4 N3 Ø 12.5mm L= VAR (70-220) (EMBUTIMENTO 30cm)

N(arrasamento)

360

F

500

2. CORTE: E ESC.: 1 : 75

7.01 m³ 7.01 m³

E4

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

E5

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

-200

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

-960

413

X5

123

Ø25 L= 400 Ninf: -545 Nsup: -145 N(arrasamento): -195

Ø25 L= 285 Ninf: -430 Nsup: -145 N(arrasamento): -195

E19

E20

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

E21

E22

Ø25 L= 325 Ninf: -545 Nsup: -220 N(arrasamento): -270

E13

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

E14

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

E15

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

E23

E24

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

E25

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

E26

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

320

COBERTURA

4 N1/N3

Ø25 L= 400 Ninf: -545 Nsup: -145 N(arrasamento): -195

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

360

252.5

Ø25 L= 450 Ninf: -545 Nsup: -95 N(arrasamento): -145

E28

E30

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

280

X1

12 Estribo N2 Ø5 L=60 C/20cm

E17

E16

Ø25 L= 325 Ninf: -545 Nsup: -220 N(arrasamento): -270

E29

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

E12

Ø25 L= 325 Ninf: -545 Nsup: -220 N(arrasamento): -270

413

X2

252.5

E11

Ø25 L= 325 Ninf: -545 Nsup: -220 N(arrasamento): -270

E17

137.8

E18

E10

PROJETO DE FUNDAÇÃO DESENVOLVIDO COM BASE NAS CARGAS ENCAMINHADAS PELA EMPRESA CARPINTERIA ARQUIVO CARGASCABRAS.DWG, REVISÃO 10.

X3

25

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

245

117.5

-1373

E9

Ø25 A L= 500 E.1 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

X4

ø

E8

Ø25 L= 450 Ninf: -545 Nsup: -95 N(arrasamento): -145

240

E7

123

X4

X5

ÁREA TÉCNICA

E6

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

CORTE

TÉRREO

C

0

45

280

E3

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

Ø25

FUNDAÇÃO F E A

ROTEIRO TÍPICO EXECUÇÃO ESTACAS

E27

Ø25 L= 500 Ninf: -700 Nsup: -200 N(arrasamento): -250

1.

CONCRETAR AS ESTACAS ATÉ O NIVEL DE ARRASANETO (COTA NATURAL DO TERRENO), PREVENDO ESPERAS EMBUTIDAS 30cm.

2.

APÓS CURA DAS ESTACAS, EXECUTAR PILARETE UTILIZANDO FORMA REDONDA DE PAPELÃO Ø25cm MARCA DIMIBU OU SIMILAR, PREVENDO A COLOCAÇÃO DE INSERTES METÁLICOS OU OUTRO SISTEMA DE FIXAÇÃO JUNTO A ESTRUTURA DE MADEIRA CONFORME FABRICANTE.

14/12 13/12 19/11 DATA

REVISÃO

DIOGO DIOGO DIOGO

CENTRALIZADO ESTACAS NO EIXO INDICAÇÃO PILARETE COM ALTURA VARIÁVEL EMISSÃO ORIGINAL

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

AFIA NA TOPOGR

TURAL

PREVER INSERT METÁLICO NA CONCRETAGEM DAS VIGAS (VER PROJETO ESPECÍFICO)

-2 m

-45

155

E2

Ø25 L= 500 Ninf: -545 Nsup: -45 N(arrasamento): -95

NATU

E6

Ø25

Ø25

CONCRETO ARMADO ESTACAS Fck = 15 Mpa ou SUPERIOR

ø1 8

E1

E17

E28

-680

X3

IA GRAF TOPO

-200

QUANTITATIVO ESTACAS

4 N1 Ø 10mm L=230

F

ÁREA TÉCNICA

16. LEGENDAS: • V - VIGAS • P - PILAR • L - LAJE • B - BLOCO • E - ESTACA • PC - PONTO DE CARGA • PE - PILARETE DE ESCADA • M - MURO DE CONTENÇÃO

-0.95 m

30

~ 50 até 150

-320

-45

-45

TURAL

9. COBRIMENTOS: • LAJES (INFERIOR E SUPERIOR): 2,5 cm • VIGAS: 3,0 cm • PILARES: 3,0 cm • SAPATAS: 3,0 cm • BLOCOS DE FUNDAÇÃO: 3,0 cm

FUNDAÇÃO

VER PROJETO ESPECÍFICO INSERT METÁLICO PARA CONEXÃO COM ESTRUTURA EM MADEIRA

AFIA NA TOPOGR

8. RESISTÊNCIAS MÍNIMAS CARACTERÍSTICAS DO CONCRETO: • CLASSE DE AGRESSIVIDADE AMBIENTAL: CAA II • CLASSE DO CONCRETO: C25 (fck>25MPa) • MÓDULO DE ELASTICIDADE DO CONCRETO: Eci=(5600).fck1/2 = 28000 MPa (ELUltimos) Ecs=0,85Eci = 23800 MPa (ELServiços)

TÉRREO

IA NA GRAF TOPO

ÁREA TÉCNICA -200

L TURA

CREA-RS 151.017 | CONTATO@VALLS.CC | WWW.VALLS.CC

OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP

-5.45 m

N(inf)

2. CORTE: CORTE A-A (típico)

25

CLIENTE

E21

Filipe Chede Almendary

ESC.: 1 : 25

E10

Ø25

LOCAÇÃO ESTACAS

E.1

Ø25

E29

4. CORTE: C

Ø25

ESC.: 1 : 75

X4

NOTAS GERAIS PARA ESTRUTURAS EM CONCRETO ARMADO

Y12

TÉRREO

1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 'm' (METROS).

320

320

320

320

320

320

320

320

C

3. PARA QUAISQUER ALTERAÇÕES NESTE PROJETO, DEVERÁ SER CONTATADA PREVIAMENTE ESTA EMPRESA PROJETISTA.

320

-45

4. O CONSTRUTOR DEVE OBEDECER ÀS PRESCRIÇÕES NAS RELATIVAS NORMAS BRASILEIRAS, EM ESPECIAL A NBR-14931: EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO; L

20

20

6. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO SEGUEM AS PRESCRIÇÕES DA NBR-6120 - CARGAS PARA O CÁLCULO DE ESTRUTURAS DE EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICADAS.

648

X2

360

F

E17

E28

E7

Ø25

Ø25

X4

X3

X2

-45

ÁREA TÉCNICA -200

E1

Ø25

Ø25

3. CORTE: B

ESC.: 1 : 75

X5

0

FUNDAÇÃO

PREVER INSERT METÁLICO NA CONCRETAGEM DAS VIGAS (VER PROJETO ESPECÍFICO)

E17

E6

Ø25

Ø25

C

2. CORTE: E

16. LEGENDAS: • V - VIGAS • P - PILAR • L - LAJE • B - BLOCO • E - ESTACA • PC - PONTO DE CARGA • PE - PILARETE DE ESCADA • M - MURO DE CONTENÇÃO

V1

RAL NATU

400

8. RESISTÊNCIAS MÍNIMAS CARACTERÍSTICAS DO CONCRETO: • CLASSE DE AGRESSIVIDADE AMBIENTAL: CAA II • CLASSE DO CONCRETO: C25 (fck>25MPa) • MÓDULO DE ELASTICIDADE DO CONCRETO: Eci=(5600).fck1/2 = 28000 MPa (ELUltimos) Ecs=0,85Eci = 23800 MPa (ELServiços) 9. COBRIMENTOS: • LAJES (INFERIOR E SUPERIOR): 2,5 cm • VIGAS: 3,0 cm • PILARES: 3,0 cm • SAPATAS: 3,0 cm • BLOCOS DE FUNDAÇÃO: 3,0 cm

X3

IA GRAF TOPO

7. AÇO UTILIZADO: • CA-60B, fyk=6.000kgf/cm² - Ø4,2mm e Ø5mm; • CA-50A, fyk=5.000kgf/cm² - Ø6,3mm, Ø8mm, Ø 10mm, Ø12,5mm, Ø16mm, Ø20mm e Ø25mm;

20

688

320

-200 500

100

h=10

-0.45 m

ÁREA TÉCNICA

TURA

80

M1-B

X1

AFIA NA

5. REALIZAR CURA E CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO. É RESPONSABILIDADE DO CONSTRUTOR TOPOGR A OBTENÇÃO DO "fck" E "Eci" ESPECIFICADOS;

CONTENÇÃO (20 x 160)

M1-B

M1-A

TÉRREO

0

FUNDAÇÃO

2. TODAS AS MEDIDAS E NÍVEIS DEVEM SER VERIFICADAS NO LOCAL, QUALQUER DIFERENÇA DE GEOMETRIA DEVE SER COMUNICADA AO PROJETISTA.

320

252.5

45

Y11

COBERTURA

252.5

155

Y10

320

COBERTURA

50

Y9

360

450

Y8

3200

280

X1

100

Y7

X2

135

Y6

X3

413

252.5

Y5

X4

320

45

Y4

360

X5

155

Y3

280

X1

252.5

Y2

X2

45

413

X3

252.5

X5

ESC.: 1 : 75

X1

X5

X4

X3

X2

X1

25x50

E1

E2

E3

Ø25

E4

Ø25

E5

Ø25

E6

Ø25

Ø25

413

F

280

360

413

320

280

Ø25

280

360

320

COBERTURA

COBERTURA

80

X5

?

Ø25

Ø25

Ø25

E21

Ø25

-2 m

Ø25

E19 Ø25

E20 Ø25

E17 Ø25

C

E28

Ø25

E29 Ø25

E30 Ø25

TÉRREO

E23 Ø25

E24 Ø25

E25 Ø25

E26 Ø25

0

C

FUNDAÇÃO

Ø25

E22

252.5

252.5

E16

AFIA NA TOPOGR

E27

TURAL

PREVER INSERT METÁLICO NA CONCRETAGEM DAS VIGAS (VER PROJETO ESPECÍFICO)

-2 m

Ø25

F D B A REVISÃO

14/12 13/12 13/12 19/11 DATA

DIOGO DIOGO DIOGO DIOGO

CENTRALIZADO ESTACAS NO EIXO ALTERADO LARGURA MURO REVISADO EIXOS EMISSÃO ORIGINAL

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

-45

ÁREA TÉCNICA -200

1.05 m 12

Ø25

E15

TÉRREO

138

Ø25

E14

252.5

Ø25

h=20

E13

M3

E17

MURO EM PEDRA (50 x 250)

Ø25

E12

0

45

Ø25

E11

IA NA GRAF TOPO

PREVER INSERT METÁLICO NA CONCRETAGEM DAS VIGAS (VER PROJETO ESPECÍFICO)

L TURA

10

A

E.1

E10

45

Ø25

E9

M2-B

E8

CONTENÇÃO (20 x 175)

FUNDAÇÃO -45

155

Ø25

Ø25

M2-A

M2-B

CONTENÇÃO (25 x 155)

M3

413

E18

E7

CONTENÇÃO (25 x 155)

252.5

X4

155

X2

C

6. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO SEGUEM AS PRESCRIÇÕES DA NBR-6120 - CARGAS PARA O CÁLCULO DE ESTRUTURAS DE EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICADAS.

0

X1

FUNDAÇÃO 155

3200

2880

2560

2240

1920

1600

1280

960

640

0

320

5. REALIZAR CURA E CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO. É RESPONSABILIDADE DO CONSTRUTOR A OBTENÇÃO DO "fck" E "Eci" ESPECIFICADOS;

ÁREA TÉCNICA -200

C A REVISÃO

E21

CREA-RS 151.017 | CONTATO@VALLS.CC | WWW.VALLS.CC

Ø25

E13

E10

Ø25

Ø25

13/12 19/11 DATA

E4

Ø25

OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP

E29

4. CORTE: C

Ø25

ESC.: 1 : 75

CLIENTE

Filipe Chede Almendary

FUNDAÇÕES

E.2

E24 Ø25

1. CORTE: D ESC.: 1 : 75

CORTES TRANSVE


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR;

A

A

A

A

A

A

REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL;

TAMPA DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO h=10cm TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

PLANTA BAIXA TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

5.00

REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.;

TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

PLANTA BAIXA

ESCALA 1/25

5.00

REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL;

TAMPA DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO h=10cm

TAMPA DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO h=10cm

REDE DE GÁS - ALPEX.

ESCALA 1/25

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

10.00

PISO ACABADO

5.00

ANÉIS PRÉ- MOLDADOS ø600mm

TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

5.50

69.00

5.50

ANÉIS PRÉ- MOLDADOS ø800mm

BASE DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO

10.00

60.00

10.00

TAMPA DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO h=10cm

PISO ACABADO

ANÉIS PRÉ- MOLDADOS ø600mm

VARIÁVEL

REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

ENTRE 1,0m E 1,50m

REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

TAMPA E ANEL DE FERRO FUNDIDO (10x10cm)

100.00

ATÉ 1m

10.00

PISO ACABADO

CORTE A-A ESCALA 1/25

CAIXA DE INSPEÇÃO CLOCAL PROFUNDIDADE ATÉ 1,00m

REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

10.00

ESCALA 1/25

80.00

10.00

CORTE A-A ESCALA 1/25

BASE DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO

VARIÁVEL REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

10.44

100.00

10.00

REDE DE ESGOTO CLOCAL CONFORME PLANTA BAIXA

CORTE A-A ESCALA 1/25

CAIXA DE INSPEÇÃO CLOCAL PROFUNDIDADE ACIMA DE 1,50m ESCALA 1/25

0 ø10 0% i=1,

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

NOTAS GERAIS

ESCALA 1/25

0 ø10 0% i=1,

PVC - Esgoto

ANÉIS PRÉ- MOLDADOS ø1000mm

CAIXA DE INSPEÇÃO CLOCAL PROFUNDIDADE ENTRE 1,00m E 1,50m

0 ø10 0% i=1,

Polegadas (")

NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

CX. CLOCAL ø60 N° 1 CT: 0cm H=70cm CF: -70cm

CX. CLOCAL ø60 N° 2 CT: 0cm H=75cm CF: -75cm

CX. CLOCAL ø60 N° 3 CT: 0cm H=85cm CF: -85cm

0 ø10 0% i=1,

CX. CLOCAL ø60 N° 4 CT: 0cm H=90cm CF: -90cm CX. CLOCAL ø60 N° 5 CT: 0cm H=100cm CF: -100cm

0 ø10 0% i=1,

CX. CLOCAL ø60 N° 6 CT: 0cm H=190cm CF: -190cm

00 ø1 0% i=5,

CX. CLOCAL ø60 N° 218 CT: 0cm H=105cm CF: -105cm CX. CLOCAL ø60 N° 220 CT: 0cm H=110cm CF: -110cm

ø1 0 i=4 0 ,0%

CX. CLOCAL ø60 N° 222 CT: 0cm H=120cm CF: -120cm

ø1 00 i=4 ,0% ø100 i=3,0%

CX. CLOCAL ø60 N° 223 CT: 0cm H=70cm CF: -70cm

ø100 i=3,0%

ø100 i=5,0%

CX. CLOCAL ø60 N° 224 CT: 0cm H=160cm CF: -160cm CX. CLOCAL ø60 N° 228 CT: 0cm H=160cm CF: -160cm ø100 i=5,0%

ø100 i=5,0% ø100 i=5,0% ø100 i=5,0%

CX. CLOCAL ø60 N° 225 CT: 0cm H=160cm CF: -160cm

CX. CLOCAL ø60 N° 226 CT: 0cm H=160cm CF: -160cm

ø100 i=5,0%

ø100 i=5,0%

CX. CLOCAL ø60 N° 230 CT: 0cm H=160cm CF: -160cm

ø100 i=5,0%

ø100 i=5,0%

ESQUEMÁTICO DE CAIXAS DE ESGOTO

CX. CLOCAL ø60 N° 229 CT: 0cm H=75cm CF: -75cm

ø100 i=5,0%

ø100 0% i=1,

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO (ETE) CAP: 5m3/dia REF: ECTAS (VER PROJETO ESPECÍFICO)

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR; REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.; REDE DE GÁS - ALPEX.

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

NOTAS GERAIS

80.00

REGISTRO DE GAVETA ø3/4" REGISTRO DE GAVETA ø3/4"

NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

60.00

HIDRÔMETRO 3/4"

ø25

ø25

ø25

ø25

REGISTRO DE GAVETA ø3/4"

ø25

ø25

RESERVATÓRIO DE CONSUMO (VER PRANCHA HID_005)

ø25

ø25

ø25 ø32

ø2

5

REDE DE ÁGUA INTERLIGA À REDE DE ÁGUA DO CONDOMÍNIO ø25mm

ø32

ø25 ø25

ø32 ø25

2 ø3 5 ø2

ESQUEMÁTICO ÁGUA

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017


Chamada de Detalhe: 7

ø100

ø100

i=1,00%

i=1,00%

CX. CLOCAL ø60 N° 4 CT: 0cm H=90cm CF: -90cm

ø100

ø100 i=1,00%

i=1,00%

ø100

i=1,00%

i=1,00%

CX. CLOCAL ø60 N° 6 CT: 0cm H=190cm CF: -190cm

ø100

ø100

ø100

i=1,00%

i=1,00%

i=1,00%

ø100

ø100

ø100

i=1,00%

i=5,00%

i=5,00%

i=1,00%

0% i=

1,0

ø100

i=1,00%

ø100

i=1,00%

ø100

ø100

i=1,00%

CAIXA DE GORDURA ø100 REF: TIGRE

CX. CLOCAL ø60 N° 5 CT: 0cm H=100cm CF: -100cm

PRANCHA XXX

ø100 i=1,00%

CX. CLOCAL ø60 N° 3 CT: 0cm H=85cm CF: -85cm

VER CONTINUAÇÃO

ø20

CX. CLOCAL ø60 N° 2 CT: 0cm H=75cm CF: -75cm

CX. CLOCAL ø60 N° 1 CT: 0cm H=70cm CF: -70cm

ELEVAÇÃO: -138.0 cm

Ver prancha: HID_006

ø100

Chamada de Detalhe: 4 Ver prancha: HID_007

TV - 4

ø75

ø75

ø50

Ver prancha: HID_008

Ver prancha: HID_007

Q=1.5834 L/s A=37.7 m²

Chamada de Detalhe: 6

Chamada de Detalhe: 5

i=0,50%

ø75

ø100

i=1,00%

Ver prancha: HID_007

i=1,00%

ø100

i=1,00%

00

TQP - 3

Chamada de Detalhe: 2

i=0,50%

ø1

ø20 ELEVAÇÃO: -138.0 cm

ø50

i=2,00%

ø50

i=2,00%

ø100 i=1,00%

TQP ø75

TV - 3 ø50

Q=1.5834 L/s A=37.7 m²

DR - 1 ø25

TV - 1

TV - 2

ø50

ø50

ø75

i=0,50%

ø75

i=0,50%

ø75

i=0,50%

ø50

ø50 i=0,50%

i=0,50%

ø75

i=0,50%

ø75

REDE PLUVIAL DESÁGUA LIVREMENTE NO PÁTIO

REDE PLUVIAL DESÁGUA LIVREMENTE NO PÁTIO

REDE PLUVIAL DESÁGUA LIVREMENTE NO PÁTIO

0,5%

i=0,50%

ø75

Ver prancha: HID_007

Ver prancha: HID_007

i=0,50%

Chamada de Detalhe: 3

Chamada de Detalhe: 1

ø75

A=37.7 m²

i=0,50%

ø75 Q=1.5834 L/s

A=37.7 m²

ø75

ø75 Q=1.5834 L/s

i=0,50%

TQP - 2

TQP - 1

RALO HEMISFÉRICO ø100mm REF: TIGRE

REDE PLUVIAL DESÁGUA LIVREMENTE NO PÁTIO

REDE PLUVIAL DESÁGUA LIVREMENTE NO PÁTIO

PLANTA BAIXA - TÉRREO

0,5% 0,5%

ESCALA: 1 : 50

0,5%

LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR; REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.;

DETALHE - RALO HEMISFÉRIO (REF. TIGRE) TV - 4

ø50

0,5%

%

0,5%

ø50

%

0,5

%

Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

0,5

BOILER CAPACIDADE: 600L REF: SOLETROL (VER PROJETO ESPECÍFICO) 0,5 %

%

ø50

0,5

0,5

TV - 2

%

0,5%

0,5

% 0,5

% 0,5

%

0,5%

0,5

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

ø50

0,5%

TV - 1

REDE DE GÁS - ALPEX.

SEM ESCALA

TV - 3

NOTAS GERAIS

0,5

% 0,5

%

0,5 %

0,5

% 0,5

%

%

0,5

% 0,5

%

% 0,5

0,5

%

% 0,5

0,5

0,5 %

BOILER CAPACIDADE: 600L REF: SOLETROL (VER PROJETO ESPECÍFICO)

TQP - 3

CX SIFON

ø75

100x150x50

Q=1.5834 L/s

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

%

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02

0,5

0,5%

A=37.7 m²

NOTA 01

REVISÃO

% 0,5

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

0,5%

%

%

0,5

0,5

0,5% ø50

% 0,5

RESPONSÁVEL TÉCNICO TQP - 1

TQP - 2

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES 187.00

REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM;

120.00

REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; 4-4

REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR;

3.50

HID_005

REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL;

ø25

ø25

REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; 25.00

122.00

ø25

ø32

PRANCHA XXX

REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.; RESERVATÓRIO DE CONSUMO CAP: 3.000L REF: FORTLEV MATERIAL: FIBRA DE VIDRO OBS: PREVER TORNEIRA BÓIA 3/4"

REDE DE GÁS - ALPEX.

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS ø32

ø25

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

VER CONTINUAÇÃO

4

100

110

100

-

PRANCHA XXX

6

150

160

150

-

129.00

ø32

Polegadas (")

129.00

ø25

VER CONTINUAÇÃO

121.50

125.00

40.00

RESERVATÓRIO DE CONSUMO CAP: 3.000L REF: FORTLEV MATERIAL: FIBRA DE VIDRO OBS: PREVER TORNEIRA BÓIA 3/4"

5.00

3-3 HID_005

REGISTRO DE GAVETA ø32mm NORMALMENTE FECHADO

EXTRAVAZOR ø32mm

ø32

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO (PRINCIPAL/RESERVA) Q=1,0m3/h POTÊNCIA: 3/4cv ALTURA MANOMÉTRICA: 19m.c.a REF:SCHNEIDER (MOD:.SP-15 C)

NOTAS GERAIS

PLANTA BAIXA - RESERVATÓRIO DE CONSUMO ESCALA: 1 : 25

REGISTRO DE GAVETA 3/4"

NOTA 02

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

ø 32

EXTRAVASOR 1" PRANCHA XXX

ø32 RESERVATÓRIO DE CONSUMO CAP: 3.000L REF: FORTLEV MATERIAL: FIBRA DE VIDRO OBS: PREVER TORNEIRA BÓIA 3/4"

ø32

ø3

ø32

2

ø32

REGISTRO DE GAVETA 1" REGISTRO DE GAVETA 3/4" REGISTRO DE GAVETA 1" ø25

LIMPEZA 1"

ø25

ø 32

ø 25

ø3 2

CORTE 3-3

REGISTRO DE GAVETA 1" REGISTRO DE GAVETA 1"

ø32

ESCALA: 1 : 25

ø 25

VÁLVULA DE RETENÇÃO 1" VÁLVULA DE RETENÇÃO 1"

REGISTRO DE GAVERA 3/4"

ø2

TORNEIRA BÓIA 3/4"

RESERVATÓRIO DE CONSUMO CAP: 3.000L REF: FORTLEV MATERIAL: FIBRA DE VIDRO OBS: PREVER TORNEIRA BÓIA 3/4"

REGISTRO DE GAVETA 1"

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO (PRINCIPAL/RESERVA) Q=1,0m3/h POTÊNCIA: 3/4cv ALTURA MANOMÉTRICA: 19m.c.a REF:SCHNEIDER (MOD:.SP-15 C)

REGISTRO DE GAVETA ø32mm NORMALMENTE FECHADO ø 25

5

ø 25

ø25

VER CONTINUAÇÃO

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO (PRINCIPAL/RESERVA) Q=1,0m3/h POTÊNCIA: 3/4cv ALTURA MANOMÉTRICA: 19m.c.a REF:SCHNEIDER (MOD:.SP-15 C)

NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

ø3

REGISTRO DE GAVETA 3/4" REGISTRO DE GAVETA 3/4"

LIMPEZA ø32mm 2

ø3

2

REGISTRO DE GAVETA 3/4"

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO (PRINCIPAL/RESERVA) Q=1,0m3/h POTÊNCIA: 3/4cv ALTURA MANOMÉTRICA: 19m.c.a REF:SCHNEIDER (MOD:.SP-15 C) ø ø 2 32 5

ø32

CORTE 4-4 ESCALA: 1 : 25

REVISÃO

ø2

ø3 5

2

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR;

REGULADOR DE PRESSÃO COM MANÔMETRO ø20mm

REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL;

VÁLVULA DE ESFERE ø20mm (NORMALMENTE FECHADA)

REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.;

ø20

ø20

5-5 HID_006

ø20

ø20 ELEVAÇÃO: -138.0 cm

REDE DE GÁS - ALPEX. CILINDRO DE GÁS P-20

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

VÁLVULA DE ESFERE ø20mm CILÍNDRO DE GÁS P-20

CHAMADA DE DETALHE 7 -REDES DE GÁS ESCALA: 1 : 25

CILINDRO DE GÁS P-20

Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

ø20

NOTAS GERAIS NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

ø20

16.57

REGULADOR DE PRESSÃO COM MANÔMETRO ø20mm

ø20

VÁLVULA DE ESFERE ø20mm (NORMALMENTE FECHADA) VÁLVULA DE ESFERE ø20mm

CILINDRO DE GÁS P-20 50.67

CORTE 5-5 ESCALA: 1 : 25

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR; REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL;

PRANCHA HID_001

PRANCHA HID_001

% 2, 0

i=

0%

ø4

2,

0

i=

ø4

0

ø50

ø50

ø50

Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

NOTAS GERAIS

PONTO DE ESGOTO PARA PIA h=40cm

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm

ø50

PONTO DE ESGOTO PARA PIA h=40cm

DR - 2

DR - 1

ø20

ø20

NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

TQP - 2

TQP - 1

ø75

ø75

Q=1.5834 L/s

Q=1.5834 L/s

A=37.7 m²

A=37.7 m²

PONTO DE DRENO DE AC ø32mm

i=2,0%

ø50

TV - 1

i=2,0%

PRANCHA HID_001

VER CONTINUAÇÃO

i=1,0%

ø50 i=1,0%

ø100 ø75

ø75

CX SIFON

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm

i=2,0%

ø50 ø100

ø100 ø100

ø50

i=1,0%

i=1,0%

ø50

i=1,0%

ø50

i=1,0%

ø100 ø100 ø75

TV - 2

150x170x75

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS PONTO DE GÁS PARA FOGÃO h=50cm

RALO LINEAR 90cm TIGRE OU SIMILAR

CX SIFON

REDE DE GÁS - ALPEX. ø20 ELEVAÇÃO: -138.0 cm

i=2,0%

ø100

PRANCHA HID_001

RALO LINEAR 90cm TIGRE OU SIMILAR

150x170x75

REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.;

VER CONTINUAÇÃO

i=1,0%

ø100

i=1,0%

VER CONTINUAÇÃO

i=1,0%

ø100

REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; VER CONTINUAÇÃO

PONTO DE DRENO DE AC ø20mm

VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID_001

CHAMADA DE DETALHE 1 - REDES DE ESGOTO

CHAMADA DE DETALHE 2 - REDES DE ESGOTO

CHAMADA DE DETALHE 3 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 3)

ESCALA: 1 : 25

ESCALA: 1 : 25

ESCALA: 1 : 25

150x170x75

ø32 ELEVAÇÃO: 269.7 cm

ø40

ø50

i=2,0% TV - 4 ø50

ø40 i=2,0% 5 i= 1, 0%

ø75

1, 0%

PRANCHA HID_001

ø50

ø75 i=1,0%

i=1,0% i=

PONTO DE DRENO DE AC ø32mm

VER CONTINUAÇÃO

ø75 i=1,0%

ø7

TQP -

00

PONTO DE ESGOTO PARA TANQUE h=40cm

ø1

i=1,0%

PONTO DE ESGOTO PARA MÁQ. DE LAVAR h=60cm ø40

CX SIFON 150x170x75

i=2,0%

ø32

150x170x75

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm ø32

CX SIFON

ø40

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm

ø32

ø40

ELEVAÇÃO: 270.0 cm

PRANCHA HID_001

ø32

VER CONTINUAÇÃO

ø32 i=1,0%

DR -

ø75

DR - 4

Q=1.5834 L/s A=37.7 m²

VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID_001

ø100

ø100

ø100

i=1,0%

i=1,0%

i=1,0%

PRANCHA HID_001

CX SIFON

PRANCHA HID_001

VER CONTINUAÇÃO

VER CONTINUAÇÃO

PONTO DE DRENO DE AC ø32mm

CHAMADA DE DETALHE 4 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 4)

CHAMADA DE DETALHE 5 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 5)

CHAMADA DE DETALHE 5 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 5)

ESCALA: 1 : 25

ESCALA: 1 : 25

ESCALA: 1 : 25

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS AMPLIAÇÕES - REDES DE ESGOTO

EM APROVAÇÃO

DATA EMISSÃO

12/24/18

NOME FOLHA

CCB_PE_HID_007_R00

HID_007


LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - PPR; REDE DE ÁGUA QUENTE (RETORNO) - PPR; REDE DE ESGOTO PRIMÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO SECUNDÁRIO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL;

ø25

ø25

ø25

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

ø25

ø25 ø25 ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

ø25

ELEVAÇÃO: -28.2 cm ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

ø2 ø2 ø2 ø2

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm 5

5

5 ø2

ø25

5

5 5 ø2

5 ø2

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

5 ø2

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

5 ø2

5

ø2

ø2

5

5

VER CONTINUAÇÃO

ø2

PRANCHA HID_002

5 ø2

5

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

5 ø2

5 ø2

ø2

VER CONTINUAÇÃO

5

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

NOTA 01

A TUBULAÇÃO ABASTECE O RESERVATÓRIO DEVE SER EQUIPADA COM TORNEIRA DE BÓIA, OU QUALQUER OUTRO DISPOSITIVO COM O MESMO EFEITO NO CONTROLE DA ENTRADA DA ÁGUA E MANUTENÇÃO DO NÍVEL DESEJADO, CONFORME PROJETO.

NOTA 02 ø2

5

AS TUBULAÇÕES FORAM DIMENSIONADAS DE MODO QUE A VELOCIDADE DA ÁGUA, EM QUALQUER TRECHO DE TUBULAÇÃO, NÃO ATINJA VALORES SUPERIORES A 3 M/S.

NOTA 03

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 04

A DECLIVIDADE MÁXIMA A SER CONSIDERADA PARA O SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO É DE 5% CONFORME NBR 8160 E PROJETO VIGENTE.

NOTA 05

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

5 5 ø2

5

5 ø2

PRANCHA HID_002

5 ø2

ø2

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

5 ø2

CHAMADA DE DETALHE 1 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 1)

PVC - Esgoto

5 ø2 ø2

ø2

Polegadas (")

NOTAS GERAIS

25 5 ø ø25 ø2

ø32

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm ø25

ø2

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

ELEVAÇÃO: -23.9 cm

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ELEVAÇÃO: -28.2 cm

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA MISTURADOR h=100cm

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA MISTURADOR h=100cm

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

REDE DE GÁS - ALPEX.

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA MISTURADOR h=100cm

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA MISTURADOR h=100cm

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA MISTURADOR h=100cm

REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE REFORÇADA.;

PONTO DE ÁGUA PARA CHUVEIRO h=200cm

PONTO DE ÁGUA PARA CHUVEIRO h=200cm

ISOMÉTRICA 1 (SEM ESCALA)

CHAMADA DE DETALHE 2 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 2)

ESCALA: 1 : 25

ø3

5

2

ISOMÉTRICA 2 (SEM ESCALA)

ESCALA: 1 : 25

VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID_002

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA PIA h=80cm

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA MÁQ. DE LAVAR h=100cm

ø25

ø32

ø32

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA PIA h=80cm

ø25

ELEVAÇÃO: -33.0 cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=80cm

5

2 ø3

ELEVAÇÃO: -23.9 cm 2 ø3 2 ø3

ø25

2 ø3

ø25

ø25 ø25

VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID_002

CHAMADA DE DETALHE 3 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 3)

ø25

5 ø2 5 ø2

5 ø2

ø25

ø32

ø32

ø25

2 ø3

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA PIA h=80cm

ø25

ELEVAÇÃO: -28.2 cm ELEVAÇÃO: -28.2 cm

5

ø25

5

ø2

2

ø25

ø3

ø32

ø25

ø2 2

PRANCHA HID_002

ø3

ø2

ø25

5 ø2

5

VER CONTINUAÇÃO

ø25

5

ø2

ø25

2 ø3 ø2

PRANCHA HID_002

ELEVAÇÃO: -30.0 cm

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA PIA h=80cm

VER CONTINUAÇÃO

ø25

ø25

ELEVAÇÃO: -30.0 cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=80cm

ISOMÉTRICA 3 (SEM ESCALA)

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA MAQ. DE LAVAR h=100cm

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA MAQ. DE LAVAR h=100cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=60cm

5 ø2 5 ø2

ISOMÉTRICA 4 (SEM ESCALA)

CHAMADA DE DETALHE 4 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 4)

ESCALA: 1 : 25

ESCALA: 1 : 25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=60cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=60cm

ø2 ø2

PONTO DE ÁGUA QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

ø2

5

5 ø2

5

5

VER CONTINUAÇÃO

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO h=60cm

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA LAVATÓRIO h=60cm

ø25

ø25

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

ø25

ø25 ø25 ø25

ø25 ø25

PRANCHA HID_002

VER CONTINUAÇÃO

ELEVAÇÃO: -23.9 cm

ø25

PRANCHA HID_002

PONTO DE ÁGUA FRIA E QUENTE PARA DUCHA HIGIÊNICA h=50cm

ELEVAÇÃO: -28.2 cm

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

ø25

ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA BACIA SANITÁRIA h=20cm

ø25

ø25

ELEVAÇÃO: -35.8 cm

ELEVAÇÃO: -35.8 cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA CHUVEIRO h=210cm

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA CHUVEIRO h=210cm

ø2

5

ø25

ELEVAÇÃO: -28.2 cm

5 ø2

ø2

CHAMADA DE DETALHE 5 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 5) ESCALA: 1 : 25

5

ø25

ø2

ISOMÉTRICA 5 (SEM ESCALA)

CHAMADA DE DETALHE 5 - REDES DE ÁGUA (VER ISOMÉTRICA 5)

5

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

ISOMÉTRICA 6 (SEM ESCALA)

ESCALA: 1 : 25 RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS AMPLIAÇÕES - REDE DE ÁGUA

EM APROVAÇÃO

DATA EMISSÃO

12/24/18

NOME FOLHA

CCB_PE_HID_008_R00

HID_008


ESPERA DE AGUA FRIA/QUENTE PARA PISCINA

VAI A PISCINA ø50mm PVC SOLDÁVEL (ÁGUA FRIA) ø50mm AQUATHERM (ÁGUA QUENTE) VAI AOS BOILERS ø50mm PVC SOLDÁVEL (ÁGUA FRIA) ø50mm AQUATHERM (ÁGUA QUENTE)

ø50

ø50

ø50

ø50 ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

ø50

PLACA SOLAR 2x2,1m - 0° VER PROJETO ESPECÍFICO

PLACA SOLAR 2x2,1m - 0° VER PROJETO ESPECÍFICO

PLACA SOLAR 2x2,1m - 0° VER PROJETO ESPECÍFICO

PLACA SOLAR 2x2,1m - 0° VER PROJETO ESPECÍFICO

PLACA SOLAR 1x1m - 20° VER PROJETO ESPECÍFICO

LEGENDA GERAL DE TUBULAÇÕES REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE ÁGUA QUENTE - AQUATHERM;

PLANTA BAIXA COBERTURA ESCALA: 1 : 50 REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS

EM APROVAÇÃO

DATA EMISSÃO

02/03/19

NOME FOLHA

CCB_PE_HID_009_R00


REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Instalações Elétricas - Vista Axonométrica

DATA EMISSÃO 01/21/19

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-001

001 R06


NOTAS NOTA 01

DEVE SER CONFIRMADO IN LOCO A POSIÇÃO DAS CAIXAS DE PASSAGEM.

NOTA 02

NA PRIMEIRA E ULTIMA CAIXA DE PASSAGEM, DEVE SER PREVISTO UMA VOLTA NOS CABOS.

NOTA 03

TODAS TUBULAÇÕES QUE FOREM INSTALADAS EMBAIXO DE PASSAGEM DE VEÍCULOS, DEVEM SER ENVELOPADAS.

LEGENDA FIAÇÃO

ENTRADA DE ENERGIA EXISTENTE FORNECIDA PELO CONDOMÍNIO A

B

C

1721

1 x PVC RÍGIDO Ø32mm - 5#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV 1 x PVC RÍGIDO Ø40mm - 5#10,0 - HEPR 0,6/1,0kV 1 x PVC RÍGIDO Ø40mm - 5#6,0 - HEPR 0,6/1,0kV + 3#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV

1 x PVC RÍGIDO Ø40mm - 5#6,0 - HEPR 0,6/1,0kV + 3#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV

15

80

15

TAMPA

15

ENVELOPE EM CONCRETO MAGRO BRITA PARA DRENAGEM DA CAIXA

1721

2 x PEAD Ø90mm 4#70+1#35 - HEPR 0,6/1kv

10

CAIXA 60x60x60

FITA DE AVISO (CONTÍNUA EM TODO O TRECHO)

20

ALTURA DA CAIXA

15

2 x PEAD Ø90mm 4#70+1#35 - HEPR 0,6/1kv

CAIXA 60x60x60

1 x PVC RÍGIDO Ø40mm - 5#10,0 - HEPR 0,6/1,0kV 1 x PVC RÍGIDO Ø40mm - 5#6,0 - HEPR 0,6/1,0kV + 3#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV 1 x PVC RÍGIDO Ø50mm - 5#10,0 - HEPR 0,6/1,0kV + 5#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV

DETALHE CAIXA DE PASSAGEM NOTAS: - A TAMPA DEVE SER VEDADA PARA EVITAR INFILTRAÇÃO NAS CAIXAS DE PASSAGEM. - A TAMPA DEVE SUPORTAR O TRÂNSITO DE VEÍCULOS.

1721

2 x PEAD Ø90mm 4#70+1#35 - HEPR 0,6/1kv

CAIXA 60x60x60

1721

2 x PEAD Ø90mm 4#70+1#35 - HEPR 0,6/1kv

CAIXA 60x60x60

CAIXA 60x60x60

m kv 0m Ø9 R 0,6/1 AD PE HEP 2 x 35 # 0+1 4#7

1721

2 x PEAD Ø90mm 4#70+1#35 - HEPR 0,6/1kv

CAIXA 60x60x60

CAIXA 60x60x60

5 111

CAIXA 60x60x60

m kv 0m Ø9 0,6/1 R AD PE HEP 2 x 35 # 0+1 4#7

CAIXA 60x60x50

4 200

1 x PVC RÍGIDO Ø32mm 3#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV

75 O Ø /1kv ÍGID R 0,6 P CR PV 5 - HE x 2 1#3 0+ 4#7

1 x PVC RÍGIDO Ø40mm 5#10,0 - HEPR 0,6/1,0kV 1 x PVC RÍGIDO Ø32mm 5#4,0 - HEPR 0,6/1,0kV C

A

CD-PISCINA

CAIXA 60x60x60

1 x PVC RÍGIDO Ø40mm 5#10,0 - HEPR 0,6/1,0kV

413

1 x PVC RÍGIDO Ø32mm 5#6,0 - HEPR 0,6/1,0kV

1 x PVC RÍGIDO Ø32mm 5#6,0 - HEPR 0,6/1,0kV

B

mm O Ø40 ÍGID ,6/1,0kV 0 VC R 1 x P - HEPR ,0 5#10

CAIXA 60x60x60 CAIXA 60x60x60

582

1000

900

953

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

CAIXA 60x60x60

3000

CAIXA 60x60x60

1634

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary Implantação Energia ESC: 1 : 250

OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Redes de Força - Implantação

DATA EMISSÃO 11/16/18

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-002

002 R01


LEGENDA ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE.

AR CONDICIONADO 2.16,17

220 V/ 2,00 kW h=0 cm

AR CONDICIONADO 2.18,19 2.16,17

2.18,19

#4,0

#4,0

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO.

220 V/ 2,00 kW

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO.

h=0 cm

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO. INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h= 1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA.

DESCE AO TÉRREO

PONTOS DE FORÇA PARA AR CONDICIONADO. DEVERÁ SER INSTALADO PONTO DE FORÇA SOBRE A COBERTURA E PARA GARANTIR PROTEÇÃO CONTRA INTERPERES, DEVERÃO SER UTILIZADOS ELETRODUTOS E CONEXÕES COM GRAU DE PROTEÇÃO IP 67

PLANTA BAIXA PARCIAL - COBERTURA ESC: 1 : 25

CD-02

PONTO DE FORÇA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=1,80m OU INDICADA. 2.10

2.10

2.10p

2.10

2.10p

2.10

2.10p

2.10

2.10p

CAIXA EM PVC 100x50mm, PARA PASSAGEM OU INSTALAÇÃO DE ILUMINAÇÃO. EMBUTIDA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO EM CAIXA DE PISO 100x100mm.

2.10

2.10p

SEGUE NA PLANTA ELE-101

PONTO DE FORÇA, COM INSTALAÇÃO EM CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE.

INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA E PASSAGEM DE INFRAESTRUTURAS, RESPECTIVAMENTE. CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. 2.10p

NOTAS NOTA 01

A

B

C

D

E

F

G h=-38,00 cm h=-38,00 cm h=-38,00 cm

m

2.1m

2.2n

NOTA 05

2.9

2.2k n

2.10p

2.9 2.9

2.3

2.3

2.2n 2.2k

#4,0

2.9

#4,0

2.16,17 2.18,19

2.12.13

#4,0

2.9

2.2k 2.3 2.5

#4,0

I

2.2o

1.10q

#4,0 h=-38,00 cm

2.1a 2.1b

2.1a b

2.10p 2.10p

2.2 2.6 2.14 2.1 2.5 2.12

2.1a b 2.3

2.1b

2.3

2.1b

2.1f

2.12

2.2k

2.3

#4,0 2.3

2.1j

2.13

2.1 2.5 2.12

2.12

#4,0

#4,0

2.12 600 W

2.1 g

2.13 600 W

2.13

2.1 2.13

#4,0

#4,0

2.2k

2.2k

2.2k

2.3

2.3 2.1a b

2.3

2.1g 2.1f

2.2 k 2.3 2.5

2.1i

2.1j 2.1i

2.1g

2.1i

2.1g

2.1i

#4,0 2.12 600 W

2.12

2.2p 2.2op2.10p

2.16,17

k

2.2 k 2.3 2.5

2.3

2.13 600 W

2.2m

#4,0 2.2m

L

2.1b

2.1a b

2.1a b

AS INFRAESTRUTURAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DEVEM SER IDENTIFICADAS COM A COR VERMELHA. DEVE SER PINTADO UM ANEL A CADA METRO.

NOTA 10

INSTALAR TOMADAS MÉDIAS NA HORIZONTAL.

D

2.2o 2.9

2.10p

2.16,17 2.18,19 #4,0

F

LEGENDA FIAÇÃO

2.1 2.3

G

2.1 m 2.5 2.12

H

#4,0 2.1 m 2.5 2.12

I

#4,0 2.1 m 2.5 2.12 2.13

J

#4,0 #4,0 2.2 n 2.3 2.5

K

2.2 n 2.3 2.5 2.6 2.14

#4,0

L

#4,0

2.2 n 2.3 2.5 2.6 2.14 #4,0 2.2p 2.9 2.10p 2.11

2.2 2.9 2.10r 2.11

2.2 2.3 2.5 2.6 2.14 #4,0 2.1 2.12 2.13 #4,0 #4,0 2.1ab cd e

2.14 600 W

2.2l m

#4,0 2.2l m 2.14 2.2

#4,0

2.2l 2.2m

2.1

2.2d 2.2e 2.6 600 W

SEGUE NA PLANTA ELE-101

2.2d e

2.1c d e

b 2.3

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃO APARENTE.

NOTA 09

#4,0

2.2l m 2.5 2.6 2.14

2.5

#4,0

#4,0

2.14

2.3 2.2k

2.13

#4,0

2.2o p 2.10p 2.11

2.18,19

2.1 2.13 2.2 k 2.3

TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES EM ALVENARIAS E PAINÉIS, DEVERÃO SER DEVIDAMENTE CALAFETADOS PARA IMPEDIR A PASSAGEM DE ROEDORES E OUTROS.

NOTA 08

C

H

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE UM CONDUTOR TERRA, DESDE QUE TENHA SEÇÃO IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃO. AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS SÓ PODERÃO SER FEITAS EM CAIXAS DE PASSAGEM, DEVENDO SER SOLDADAS E REVESTIDAS COM FITA DE BORRACHA E FITA ISOLANTE ADESIVA, PARA GARANTIR O ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NBR 5410. CONDUTORES NÃO IDENTIFICADOS SÃO 750V - SEÇÃO #2,5mm².

B

2.2o 2.9

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA INDICADA SÃO CONSIDERADOS 100W CADA.

NOTA 07

E

2.2 l 2.5 2.6 2.14

SOBE A COBERTURA

a

2.11

2.10p

2.2o

2.10r 2.2p 2.10p

#4,0 2.14 600 W

h=-45,00 cm 2.2k 2.3

#4,0

2.1a b 2.3

2.14

2.2k l

2.11 600 W

ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIOS, ENCORDOAMENTO CLASSE 6, NAS SEGUINTES CORES: - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELHO; - RETORNO DE FASE: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - TERRA: VERDE OU VERDE-AMARELO;

NOTA 06

A

#4,0

#4,0

2.5 2.12 2.1a 2.3 2.1b

2.2 2.5 2.6 2.14

2.2o

2.9 600 W

2.2p

2.9

#4,0

2.16,17

2.9

2.2l

2.14 2.2k

2.2o p 2.10p

2.2k l

#4,0

2.3

2.1j

2.1f

2.1a b 2.3

2.9

2.14

2.12 2.1b

NOTA 04

SEGUE NA PLANTA ELE-101

2.2 n 2.3 2.5 2.1m

2.3

2.3

NOTA 03 2.10r

J

h=-38,00 cm

2.9 m

2.1 2.3

K

h=-37,36 cm h=-37,36 cm

2.2n

2.1m

NOTA 02

2.1m 2.2n

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR: 40% PARA ELETRODUTOS; 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS; OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃO POSSUIR AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS:

2.2d e 2.5

2.2d e 2.6

L 2.5

2.2 e 2.5

2.2 d 2.5 2.1c

2.1a

2.1a b

2.2d e

2.1a b c

2.2d e 2.2d

2.1a

2.1a

2.1c

2.2e

2.2e

2.2d

2.2e

2.2e

2.1c

REVISÃO

2.2 d

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

2.2 e

a

b 2.3

2.1c

2.3 2.1a 2.1b

2.2d 2.2e 2.5

1.1s 2.5

1.10

1.10

RESPONSÁVEL TÉCNICO

2.3 2.5 2.3

2.5

2.5 2.5

contato@valls.cc | www.valls.cc

2.5

2.5

2.3 2.3

2.5 2.5

2.5 2.5

SEGUE NA PLANTA ELE-101

CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

PLANTA BAIXA - TÉRREO PRIVADO ESC: 1 : 25

TOMADAS NA BANCADA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Iluminação e Tomadas - Térreo privado

DATA EMISSÃO 01/15/19

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-102

102 R04


NOTAS NOTA 01

AS COTAS DE ALTURA SÃO REFERENTES AO EIXO DO ELETRODUTO.

Cobertura 250

Térreo 0

Corte G ESC: 1 : 25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-42,46 cm

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

PLANTA BAIXA - TÉRREO PRIVADO ESC: 1 : 25

32 Ø25

Ø25

Ø25 h=-42,46 cm Ø25 h=-45,00 cm

Ø25

Ø25 Ø25 h=-45,00 cm

Ø25

82 101

87

100 116

Ø25

133 151

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

36

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

DISCRIMINAÇÃO

contato@valls.cc | www.valls.cc

Ø25

Ø25

CLIENTE

Filipe Chede Almendary

59

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

11

24

Ø25 h=-29,00 cm

DESENHO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

95

Ø25

DATA

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25 Ø25

REVISÃO

111

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

36

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-9,50 cm

Ø25 h=-29,00 cm

46 36

11

502

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25 Ø25

24

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm Ø25 h=-29,00 cm Ø25

11

Ø25

G

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

116

Ø25

122

54

15

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

104

Ø25

Ø25 Ø25

87

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

78

Ø25

Ø25 h=-45,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

32

Ø25

Ø25 Ø25

87

Ø25

50

Ø25

Ø25

Ø25

87

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

153

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

63

82

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

104

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25

156

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

47

122

Ø25

Ø25

87

Ø25

Ø25 h=-42,46 cm

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

86 66

63

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25 h=-29,00 cm

22

Ø25

31

66

Ø25 Ø25 Ø25

Ø25

66 86

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25 Ø25

109

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

7 66

Ø25

Ø25

Ø25

23

Ø25

21

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25

Ø25

54

Ø25

38

Ø25

Ø25 h=-29,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25

41 Ø25

Ø25

Ø25

58

Ø25 h=-29,00 cm Ø25

Ø25 Ø25 Ø25

32 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

49

Ø25 41

Ø25 h=-38,37 cm

Ø25

Ø25

Ø25 h=-57,00 cm h=-57,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-38,37 cm

Ø25 h=-42,46 cm

135

135

Ø25 Ø25

248

Ø25 h=-42,46 cm

G 502

OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Furação - Térreo Área Privada Piso

DATA EMISSÃO 01/22/19

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-502

502 R03


NOTAS NOTA 01

AS COTAS DE ALTURA SÃO REFERENTES AO EIXO DO ELETRODUTO.

Cobertura 250

Ø25

h=-27,00 cm

0

Ø25

Ø25

h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Térreo

h=-27,00 cm

Corte F

ESC: 1 : 25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø20 h=-41,96 cm Ø25

Ø25 h=-42,46 cm 39

Ø25

Ø25

Ø20 h=-28,60 cm Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-32,00 cm

Ø25 h=-24,00 cm

Ø25 Ø25

185

185

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø20 h=-28,60 cm Ø25 h=-29,10 cm

Ø20 Ø25

Ø25

105

Ø25 h=-38,00 cm

Ø25 h=-24,00 cm

Ø25

Ø25

57

71

Ø25

Ø25Ø25

124

Ø25

142

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-24,00 cm

Ø25

Ø25

121

Ø25 Ø25 h=-29,10 cm

Ø25 h=-38,00 cm

Ø25 h=-29,50 cm

116

Ø25

45

Ø25

Ø25 65

Ø25

Ø25

Ø25

100

Ø25

43 51

Ø25

170

213

155

162 68

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

116

Ø25 h=-29,50 cm

120

Ø25

Ø25

140

Ø25

57

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-32,00 cm

Ø25

Ø20

55

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

64

40

135

Ø25 h=-38,40 cm

Ø25 h=-37,36 cm

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25 35

Ø25

Ø25

Ø20 h=-41,96 cm

Ø25

Ø25 h=-38,40 cm Ø25 Ø25 Ø25 Ø25

116

Ø25 Ø25

Ø25 h=-38,40 cm

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-38,40 cm

Ø25 h=-38,40 cm

Ø25 h=-38,40 cm

65

Ø25

Ø25

Ø25 h=-38,40 cm

Ø25 h=-12,00 cm

36 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

41

10

Ø25

70 66 Ø25

Ø25 h=-42,46 cm

170

164

158

152

147

140

135

135

Ø25

Ø25 h=-9,50 cm Ø25 h=-38,40 cm

Ø25

Ø25

Ø25 h=-9,50 cm

Ø25 h=-38,00 cm

199

Ø25 h=-12,00 cm

63 81 Ø25 Ø25 Ø25

Ø25

248

Ø25

Ø25 Ø20 h=-41,96 cm

Ø25 h=-42,46 cm

8

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25 Ø25 Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

35

Ø25

33 38

25

Ø25

28

39

Ø25

36

Ø25 h=-37,36 cm

Ø25 Ø25 Ø25 Ø25 Ø25

23

Ø20 h=-41,96 cm

Ø25 h=-36,00 cm

18

Ø25 h=-9,50 cm

Ø25 h=-9,50 cm

Ø25 Ø25 Ø25 Ø25 Ø25 h=-9,50 cm

Ø20 h=-9,00 cm

Ø25

Ø20

Ø25

Ø25

Ø25 h=-38,00 cm

Ø25

Ø25 h=-42,46 cm

Ø25

Ø25 Ø25 h=-9,50 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø20 Ø25 h=-9,50 cm

8

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25 Ø25

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25

Ø25

Ø25

Ø25 Ø25 Ø25

Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

286

Ø25

REVISÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25

59

F 501

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Ø25 Ø25

Ø25 Ø25

Ø25 h=-27,00 cm

Filipe Chede Almendary

Ø25 Ø25

OBRA

F 501

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

PLANTA BAIXA - TÉRREO SOCIAL ESC: 1 : 25

Intalações Elétricas Furação - Térreo Área Social Piso

DATA EMISSÃO 12/23/18

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-501

501 R04


LEGENDA ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO.

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO PELO PISO. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 5E), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. DEVERÁ SER FURADA A VIGA PARA PASSAGEM DOS CABOS DE SONORIZAÇÃO

NOTAS

30

Térreo 0

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR: 40% PARA ELETRODUTOS; 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS;

NOTA 02

CONFIRMAR NO LOCAL O PONTO DE ENTRADA DE TELEFONE.

NOTA 03

INFRAESTRUTURA SECA DEVERÁ CONTER ARAME GALVANIZADO Nº 16 BWG.

NOTA 04

TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES EM ALVENARIAS OU PAINÉIS DEVERÃO SER DEVIDAMENTE CALAFETADOS PARA IMPEDIR A PASSAGEM DE ROEDORES E OUTROS. TODAS AS PARTES METÁLICAS (NÃO CONDUTORAS DE ENERGIA) DEVERÃO SER DEVIDAMENTE ATERRADAS ATRAVÉS DE CONDUTOR DE PROTEÇÃO (PE). DEVE SER INSTALADO DPS NA ENTRADA DE TELEFONE PARA GARANTIR A PROTEÇÃO DOS EQUIPAMENTOS CONECTADOS A LINHA.

NOTA 05

CORTE EE

NOTA 06

ESC: 1 : 50

NOTA 07

DEVE SER ATERRADA A BLINDAGEM DO CABO DE ENTRADA DE TELEFONE.

NOTA 08

AS INFRAESTRUTURAS PARA INSTALAÇÕES DE LÓGICA DEVEM SER IDENTIFICADAS COM A COR AZUL. DEVE SER PINTADO UM ANEL A CADA METRO. AS INFRAESTRUTURAS PARA INSTALAÇÕES DE SONORIZAÇÃO DEVEM SER IDENTIFICADAS COM A COR AMARELA. DEVE SER PINTADO UM ANEL A CADA METRO.

NOTA 09

SOBE A COBERTURA

INFRAESTRURA SECA INFRAESTRURA SECA

Ø25

Ø25

1 x UTP CAT. 5E

2 x UTP CAT. 5E

INFRAESTRURA SECA INFRAESTRURA SECA INFRAESTRURA SECA

77 28

Ø25 h=-59,00 cm Ø25 h=-59,00 cm

ATERRAMENTO

Ø25 2 x UTP CAT. 5E

Ø

ATERRAMENTO

Ø25 2 x UTP CAT. 5E

20 2 25

h=283,10 cm

DEVERÁ SER FURADA A VIGA PARA PASSAGEM DOS CABOS DE SONORIZAÇÃO

E

Ø25

65 ATERRAMENTO

h=0,30 m

279

E 401

1 x UTP CAT. 5E

401

208

Ø25 2 x UTP CAT. 5E

INFRAESTRUTURA SECA PARA SUBWOOFER

303

Ø25

1 x UTP CAT. 5E

350

559

Ø25 h=-32,00 cm

ATERRAMENTO

INFRAESTRURA SECA

OS EQUIPAMENTOS DE LÓGICA SERÃO INSTALADOS NO INTERIOR DO MOBILIÁRIO

Ø25 2 x UTP CAT. 5E

PREVER CAIXA DE EMBUTIR EM PVC 100x100mm. ALTURA DE INSTALAÇÃO 30cm

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary PONTO DE LÓGICA NA BANCADA

PLANTA BAIXA - TÉRREO ESC: 1 : 50

DESCE AOS RESERVATÓRIOS

OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Telefone, Internet e Sonorização - Térreo

DATA EMISSÃO 12/23/18

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-401

401 R04


NOTAS OS QUADROS ELÉTRICOS DEVEM SER ENTREGUES CONTENDO O SEGUINTE ADESIVO FIXADO EM SUA PORTA.

CD-01 - DIAGRAMA TRIFILAR R

S

T

ADVERTÊNCIA

N TE

VEM DA ENTRADA DE ENERGIA NOTA 01

ATERRAMENTO CONECTA NA MALHA DE SPDA

2. Da mesma forma, NUNCA desative ou remova a chave automática de proteção contra choques elétricos (dispositivo DR), mesmo em caso de desligamentos sem causa aparente. Se os desligamentos forem freqüentes e, principalmente, se as tentativas de religar a chave não tiverem êxito, isso significa, muito provavelmente, que a instalação elétrica apresenta anomalias internas, que só podem ser identificadas e corrigidas por profissionais qualificados. A DESATIVAÇÃO OU REMOÇÃO DA CHAVE SIGNIFICA A ELIMINAÇÃO DE MEDIDA PROTETORA CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS E RISCO DE VIDA PARA OS USUÁRIOS DA INSTALAÇÃO.

DPS CLASSE II 4#4,00mm² TERRA DISJUNTOR GERAL 3x100A

NOTA 02

1x10A

1x16A

CIRCUITO 1.1

1x10A

CIRCUITO 1.2

1. Quando um disjuntor ou fusível atua, desligando algum circuito ou a instalação inteira, a causa pode ser uma sobrecarga ou um curto-circuito. Desligamentos freqüentes são sinal de sobrecarga. Por isso, NUNCA troque seus disjuntores ou fusíveis por outros de maior corrente (maior amperagem) simplesmente. Como regra, a troca de um disjuntor ou fusível por outro de maior corrente requer, antes, a troca dos fios e cabos elétricos, por outros de maior seção (bitola).

1x10A

CIRCUITO 1.3

1x10A

CIRCUITO 2.4

1x10A

CIRCUITO 1.5

1x16A

CIRCUITO 1.6

1x10A

1x10A

CIRCUITO 1.7

DEVE SER MANTIDA UMA CÓPIA DESTA PLANTA DENTRO DO QUADRO ELÉTRICO REPRESENTADO NA MESMA.

CIRCUITO 1.8

CIRCUITO 1.9

DR 25A-30mA R S T N TE 1x10A

1x10A

CIRCUITO 1.10

1x16A

CIRCUITO 1.11

1x10A

CIRCUITO 1.12

1x10A

CIRCUITO 1.13

1x10A

CIRCUITO 1.14

CIRCUITO 1.15

DR 25A-30mA R S T N TE 1x10A

1x10A

1x10A

CIRCUITO 1.18

CIRCUITO 1.17

CIRCUITO 1.16

1x10A

2x10A

CIRCUITO 1.19

CIRCUITO 1.20,21

DR 25A-30mA R S T N TE 2x10A

1x10A

2x10A

CIRCUITO 1.22,23

CIRCUITO 1.24,25

1x10A

CIRCUITO 1.26

CIRCUITO 1.27

R S T N TE 2x16A

1x10A

2x16A

CIRCUITO 1.28,29

CIRCUITO 1.30,31

1x10A

CIRCUITO 1.32

1x10A

CIRCUITO 1.33

1x10A

CIRCUITO 1.34

1x10A

CIRCUITO 1.35

CIRCUITO 1.36

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

R S T N TE 3x63A

3x25A

CIRCUITO 1.37,38,39

3x50A

CIRCUITO 1.40,41,42

1x10A

3x16A

CIRCUITO 1.43,44,45

CIRCUITO 1.46,47,48

2x16A

CIRCUITO 1.49

CIRCUITO 1.50,51

RESPONSÁVEL TÉCNICO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

Intalações Elétricas Quadro Elétrico e Diagrama Unifilar - CD-01

DATA EMISSÃO 12/23/18

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-601

601 R03


LEGENDA CABO DE AÇO COBREADO #70mm2 PARA MALHA DE ATERRAMENTO, ENTERRADO NO SOLO A UMA PROFUNDIDADE MÍNIMA DE 60cm COM CONEXÕES ATRAVÉS DE SOLDA EXOTÉRMICA. HASTE DE AÇO COBREADA ALTA CAMADA ∅3/4''x3m PARA MALHA DE ATERRAMENTO, CONEXÃO COM SOLDA EXOTÉRMICA, ENTERRADA NO SOLO. CAIXA DE INSPEÇÃO DA MALHA DE ATERRAMENTO, EM PVC COM TAMPA DE FERRO FUNDIDO Ø300mm E HASTE DE AÇO COBREADA DE ALTA CAMADA Ø3/4"x3,0m, CONEXÃO COM SOLDA EXOTÉRMICA. INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA E PASSAGEM, RESPECTIVAMENTE.

NOTAS NOTA 01 NOTA 02 NOTA 03

TODAS AS ESTRUTURAS E MASSAS METÁLICAS DEVERÃO ESTAR INTERLIGADAS AO SPDA DA EDIFICAÇÃO, GARANTINDO A EQUIPOTENCIALIZAÇÃO DO SISTEMA. PERIODICIDADE DE INSPEÇÃO DO SPDA CONFORME A NBR-5419/2015: → INSPEÇÃO VISUAL SEMESTRAL → A CADA 3 ANOS, REALIZADA POR PROFISSIONAL HABILITADO E CAPACITADO, SEGUINDO OS PRECEITOS DA NORMA. DEVE SER PREVISTO DPS PARA A ENTRADA DE ANTENA DE TELEVISÃO.

PÁRA-RAIOS TIPO FRANKLIN

MASTRO ∅1.1/2" X 3m

CABO DE COBRE NU 35mm

ABRAÇADEIRA PARA ATERRAMENTO

FIXADOR UNIVERSAL DE SPDA ESTANHADO. FIXADO A CADA METRO

ABRAÇADEIRA TIPO PORTA-BANDEIRA POSTE

24 96

APOIO DE SEGURANÇA

TAMPÃO PROTETOR DE ∅1'' ELETRODUTO DE PVC ∅1" CONECTOR DE MEDIÇÃO BIMETÁLICO

CAIXA DE INSPEÇÃO SUSPENSA DE POLIAMIDA

ABRAÇADEIRA PVC TIPO COLAR ∅1"

MALHA DE ATERRAMENTO POSTE COM CAPTOR FRANKLIN Hc = 15,0m α = 59º

POSTE, VER DETALHE

CABO DE COBRE NU 50mm²

AMPLIAÇÃO 4 PRANCHA 301

HASTE DE ATERRAMENTO Ø5/8" x 2,4m SOLDA EXOTÉRMICA

MASTRO SIMPLES DE 3m x ∅1.1/2" FIXADO EM POSTE DE CONCRETO COM FIXAÇÃO TIPO PORTA-BANDEIRA SEM ESCALA ATERRAMENTO

Cobertura ESC: 1 : 150

REVISÃO

ESPERA PARA CONEXÃO DO ATERRAMENTO NO CD-01

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Filipe Chede Almendary OBRA

CASA CABRAS Ampliação SPDA ESC: 1 : 25

Lote 132 - Condomínio Serra das Cabras | Campinas - SP STATUS EM APROVAÇÃO

DATA EMISSÃO 01/24/19

NOME FOLHA 018-CCB-EX-ELE-301

Intalações Elétricas Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) Subsistema de Captação, Descida e Aterramento

301 R02


CASA PROTÁSIO


E

E

E

E D C B A

E

TABELA DE CARGAS Marca P1 P2 P4 P3

REVISÃO

QUANTITATIVOS VIGAS METÁLICAS Fz

33.00 Tf 33.00 Tf 33.00 Tf 33.00 Tf

Estaca E5, E6 e E7: 4.OO tf

PERFIL L 100x120x4.76 U 207x70x3 U 207x70x6.3 W150x18 W200x26.6 W200x31.3 W250x32.7 Ø 76.1x6.3 Ø 76.1x10

MATERIAL ESTRUTURAL V - Aço, A-36 V - Aço, A-36 V - Aço, A-36 V - Aço, 45-345 V - Aço, 45-345 V - Aço, 45-345 V - Aço, 45-345 V - Aço, 45-345 V - Aço, 45-345

PESO LINEAR (m) 8 7.88 15.901 18 26.6 31.3 32.7 10.78 16.17

COMPRMENTO (mm)

2670

585.1 163.1 84.9 113.3 947.1 851.5 2565.9 299.3 236.6 5846.7

Concreto Blocos de Fundação Concreto Escada Concreto Estacas Concreto Lajes Concreto Vigas

0.73 m³ 0.71 m³ 2.67 m³ 16.98 m³ 4.87 m³ 25.95 m³

BOX 100x100x8 BOX 150x150x8

AÇO ASTM A-36 AÇO ASTM A-36

PESO LINEAR (m) 22.33 33.66

DESENHO

Diogo Erdmann Valls contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

Otto e Mireia Sulzback OBRA

Material: Volume MATERIAL

DATA

REV REVISADO ORIENTAÇÃO P REVISADO VIGAS PE

RESPONSÁVEL TÉCNICO

QUANTITATIVOS PILARES PERFIL

DIOGO DIOGO DIOGO DIOGO DIOGO

PESO TOTAL (kg)

QUANTITATIVOS CONCRETO Material: Descrição

04/06 21/05 16/05 23/04 19/11

COMPRIMENTO (mm) 2592 2592

CASA SLZ

PESO TOTAL (kg) 463 349 812

Av. Protásio Alves, 1893 - Petrópolis | Porto Alegr STATUS

ESTRUTURA 3D

PROJETO EXECUTIVO

DATA


1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTA

2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SA B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRA 3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA);

A

1

2

3

4

5

6

5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0

B

6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARR • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAME

A

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PA • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE E

B

E.6

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTE

E.6 12800

110

2560

2560

2560

2560

2560

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, C a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM • PADRÃO GERAL:

110

t2

P1

(morre) 150x400

P4

L 100x120x4.76 L=2743

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2743

360

SHAFT

410

1000

770

PT1

t1 t1 < t2

X4

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA D DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

600

C

W250X32.7 L=1033

W250X32.7 L=1033

(morre) 150x400

X3

11. NA EXECUÇÃO DESTA ESTRUTURA DEVER 12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTIN • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO C • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO CO DO EIXO DA EMENDA;

SHAFT

W150X18 L=2670 PT3

PT4 L 100x120x4.76 L=1143 531

5510

W250X32.7 L=3990

L 100x120x4.76 L=3610

W150X18 L=3627

W200X31.3 L=6856

Forma metálica Steel Deck marca Metform modelo MF-50 espessura 0,95mm Área = 69.61 m²

W200X31.3 L=6783

W200X31.3 L=6783

W200X31.3 L=6783

2480

L1 h=12

15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQUE PROJETISTA.

C ---

1030

---

L 100x120x4.76 L=3990

C

W250X32.7 L=4520

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DAS PEÇAS;

W200X26.6 L=2670

L 100x120x4.76 L=1143 PT6

PT5

410

SHAFT

340

W250X32.7 L=940

1000

SHAFT

410

DIREÇÃO LAJE

L 100x120x4.76 L=2743

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2743

C

P3

(morre) 150x400

P2a (morre) 150x400

X2 600

340

W250X32.7 L=940

PT7

X1 C B A REVISÃO

16/05 23/04 19/11

DIOGO DIOGO DIOGO

DATA

DESENHO

B A E.6

EL - A

E.6

E.5

ESTRUTURA PLANTA 2º PAVIMENTO


1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTA

2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SA B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRA 3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA);

A

1

2

3

4

5

6

5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0

B

6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARR • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAME

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PA • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE E

A

110

2560

2560

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTE

B

12800

E.6

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, C a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM • PADRÃO GERAL:

E.6

2560

2560

2560

110

t1

t2

W250X32.7 L=13093

t1 < t2

L 100x120x4.76 L=1100

555

X4 U 207x70x6.3 L=2670

U 207x70x3 L=2560

U 207x70x3 L=2560

L 100x120x4.76 L=2648

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

U 207x70x3 L=2560

11. NA EXECUÇÃO DESTA ESTRUTURA DEVER

U 207x70x3 L=2670

L 100x120x4.76 L=2560

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA D DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

X3

12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTIN • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO C • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO CO DO EIXO DA EMENDA;

L 100x120x4.76 L=2648

15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQU PROJETISTA.

W250X32.7 L=6929

L 100x120x4.76 L=5510

W200X26.6 L=6856

L1 h=12 Forma metálica Steel Deck marca Metform modelo MF-50 espessura 0,95mm Área = 71.72 m²

W200X26.6 L=6856

W200X26.6 L=6856

5600

W200X26.6 L=6856

3300

W200X26.6 L=5510

W250X32.7 L=6929

C ---

A 344

DIREÇÃO LAJE

A

L 100x120x4.76 L=2648

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2560

L 100x120x4.76 L=2648

U 207x70x3 L=2560

U 207x70x3 L=2670

X2 U 207x70x6.3 L=2670

U 207x70x3 L=2560

U 207x70x3 L=2560

555

---

L 100x120x4.76 L=1055

C

L 100x120x4.76 L=3300

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DAS PEÇAS;

X1 W250X32.7 L=13020

A REVISÃO

A E.6

21/05

DIO

DATA

DESE

B EL - A

E.6

E.5

ESTRUTURA PLANTA COBERTURA


X1

X2

X3

600

5510

X4

X4

X3

X2

600

600

5510

X1

600

Sim

1

1

E.7

E.7

258 120

Cobertura W200X26.6 L=5510

Cobertura Cobertura 5350 (NE)

5350

5230

Cobertura (NE)

2472

2850

2850

2730

2850

5230

Sim

2 2

E.7

3

E.7

E.7

PT5

PT3

2380

PT1

P2a

PT2

2º Pav (NE)

PT4

PT6

2380

PT8

4

P1

150x400

2500

W250X32.7 L=3990

2º Pav (NE)

W250X32.7 L=1033

2500

PT7

W250X32.7 L=4520

2500

2500

W250X32.7 L=940

2º Pav 120

120

2º Pav

E.7

P4

150x400

P3

150x400

150x400

B B

450

V1

200x600

200x600

600

0

150

V3

Térreo

0 700

V2

200x600

Térreo

150

250x500

P2

4350

400

E6

E1

Ø300 N. Arrasamento:-700 L=6100

Ø350 N. Arrasamento:-1150 L=6150

2. CORTE: B ESC.: 1 : 33 B A REVISÃO

04/06 23/04

DIOGO DIOGO

REVISADO EMBASAMENTO TÉRREO PROJETO EXECUTIVO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

Galeria -4350

RESPONSÁVEL TÉCNICO

Diogo Erdmann Valls contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

E3

Otto e Mireia Sulzback

Ø350 N. Arrasamento:-4800 L=4150

OBRA

CASA SLZ Av. Protásio Alves, 1893 - Petrópolis | Porto Alegre

1. CORTE: A ESC.: 1 : 33

STATUS

ESTRUTURA CORTE A-A

PROJETO EXECUTIVO

DATA EMISSÃO

23/04/2019

NOME FOLHA

SLZ_PE_EST

E.6

B


LEGEN

REDE DE ESGOTO CLOCAL (P

REDE DE ESGOTO CLOCAL (S REDE DE ESGOTO PLUVIAL REDE DE VENTILAÇÃO - PVC

REDE DE ESGOTO GORDURO

REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SÉ SOBE

REDE DE ÁGUA QUENTE - PV

CAF - 1 ø25

TQS TQP - 1

CE

CAIXA DE ESGOTO CLOCAL E

CP

CAIXA DE ESGOTO PLUVIAL E

TORNEIRA PARA LIMPEZA ø25mm

ø100

ø100

CAIXA PARA ESGOTAMENTO DAS REDES DO GALPÃO

CAIXA DE GORDURA EM PVC

ESPERA DE ÁGUA ø25mm PARA ABASTECIMENTO DO GALPÃO

TUBO DE QUEDA/N°;

SOBE

TQX - XX

DIÂMETRO DA TUBULAÇÃO;

øDiâmetro

QUANTITATIVO - TUBUL TV - 1

Descrição

ø50

TQP ø100

Diâmetro Nom

Tubo PPR PN20 Tubo PPR PN20 Tubo PPR PN20

20.00 mm 25.00 mm

Tubo Soldável Marrom Tubo Soldável Marrom Tubo Soldável Marrom

25.00 mm 32.00 mm

Tubo Série Normal Tubo Série Normal Tubo Série Normal Tubo Série Normal Tubo Série Normal

40.00 mm 50.00 mm 75.00 mm 100.00 mm

SOBE

TQP - 2 ø100

SOBE

TQG - 1 ø50 SOBE

CAF - 1 ø25

ISOMÉTRICA PRAÇA DESCE

CAF - HIDR ø25

SOBE

TQS ø100

TQS - 1 TQP - 1

ø100

ø100

SOBE

TQP - 2 ø100

SOBE

TQG - 1 ø50

REDE DE ESGOTO ø100mm INTERLIGA À REDE EXISTENTE

R01

26/06/2019

GUILHERME

R00

30/04/2019

GUILHERME

REVISÃO

DATA

DESENHO

AJ

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

SLZ OTTO E MOREIA SULZB SOBE

REDE DE ÁGUA EXISTENTE

OBRA

CAF - HIDR

RESIDÊNCIA SULZBACH

ø25

AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893

ISOMÉTRICA GALERIA

ISOMÉTRICA RESIDÊNCIA

STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS ISOMÉTRICA GERAL

Projeto Executivo


LEGENDA: SOBE

REDE DE ESGOTO CLOCAL - PVC SÉRIE NORMAL;

SOBE

CAF - 1

CAQ -

ø25

ø25

REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE VENTILAÇÃO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE DRENO PARA AC - PVC SOLDÁVEL MARROM;

ø25 mm L=104

REGISTRO GAVETA 3/4" H=210cm

ø25

ø25

ø40 mm L=80

mm

L=1

L mm ø25

15

NOTAS: NOTA 1

INFORMAÇÕES ADICIONAIS REFERENTES AO PROJETO VIGENTE DEVERÃO SEREM VISTAS NO MEMORIAL DESCRITIVO DO MESMO NO ARQUIVO MD_SLZ_HID_001_R00;

NOTA 2

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 7 • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 3

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃ

=64

mm

L=9

9

SOBE

CAF - 1 ø25 mm

ø25

L=1

m

42

=1 mL

23

ø40 mm L=49

ø25 ø25

ø75 mm L=67

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO H=60cm

mm

ø25 mm L=100

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA CHUVEIRO (MISTURADOR) H=110cm

ø40 mm L=75 CX SIFON. 150 x 170 x 75m

mm L=1

L=1

13

ø40

ø50 mm L=135

ø40

ø25

TQP - 1 ø100 ø25

PONTO DE ÁGUA FRIA PARA BACIA SANITÁRIA H=20cm

mm

L=5

5

mm

ø25

ø4 0 L=1

mm

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

25

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA DUXA HIGIÊNICA (MISTURADOR) H=60cm

ø100 mm L=39

ø40 mm L=50

ø25

mm

L=8

mm

26

L=1

L=3

0

Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

0

L =7

PONTO DE ÁGUA/QUENTE PARA LAVATÓRIO H=60cm

5

05

ø40

mm

mm

L=4

9

PONTO DE ÁGUA/QUENTE PARA MISTURADOR H=110cm

TQS ø100 TV - 1 L= 33

ø50 mm L=26

ø75

m

=6 mL

7

ø40 mm L=49

ø50

ø50

ø5 0m m

SOBE

TV - 1

DIâMETRO DA TUBULAÇÃO;

øDiâmetro

=42

ø25

DESCE

TUBO DE QUEDA/N°;

SOBE

TQX - XX L mm

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA LAVATÓRIO (MISTURADOR) H=60cm

PONTO DE ESGOTO PARA LAVATÓRIO h=40cm

CAIXA DE GORDURA EM PVC - REF.: TIGRE - ø300mm;

ø25 mm L=488

ø25 mm L=64

PONTO DE ÁGUA PARA CHUVEIRO COM MISTURADOR H=210cm

ø25 mm L=119

CAIXA DE INSPEÇÃO EM CONCRETO PRÉ-MOLDADO - ø600mm; REGISTRO GAVETA 3/4" H=210cm

DESCE

TQP - 1

PONTO DE ÁGUA/QUENTE PARA LAVATÓRIO H=60cm

ø100 0 ø10

ø100 mm L=21

mm

L=3

9 ø 50

mm

L=1

PONTO DE ÁGUA/QUENTE PARA MISTURADOR (DUCHA HIGIÊNICA) H=60cm

35

PONTO DE ÁGUA PARA BACIA SANITÁRIA H=20cm

ø50 mm L=33

BANHO - ESGOTO

BANHO - ÁGUA

ESC.: 1 : 20

ESC.: 1 : 20

ISOMÉTRICA LAVABO

ISOMÉTRICA BANHO

SOBE

SOBE

CAQ - 4

CAF - 6

ø25

ø25

DESCE

TQP - 2

REGISTRO GAVETA 3/4" H=210cm

DESCE

TQG - 1

ø50 mm L=122

ø100 mm L=478

ø50 mm L=96

ø25 mm L=147

ø50 ø25 mm L=147

ø50 mm L=33

ø100

PONTO DE ÁGUA PARA PIA H=60cm

ø50

CAQ - 4

PONTO DE ÁGUA FRIA/QUENTE PARA PIA H=60cm

PONTO ESGOTO PARA PIA H=40cm

mm

3 L=3

ø5 0

ø25

mm

L =9

6

ø5

mL 0m

2 =12

R01

26/06/2019

GUILHERME

R00

30/04/2019

GUILHERME

AJUSTES DO MODELO HIDROSSANITÁRIO EMISSÃO PROJETO EXECUTIVO

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

CAF - 6 ø25 TQP - 2

RESPONSÁVEL TÉCNICO

ø100

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017

DESCE

contato@valls.cc | www.valls.cc

TQG - 1 ø50

CLIENTE

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH OBRA

RESIDÊNCIA SULZBACH AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893

COPA - ESGOTO

COPA - ÁGUA

ESC.: 1 : 20

ESC.: 1 : 20

ISOMÉTRICA COPA

STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS AMPLIAÇÕES BANHO E COPA

Projeto Executivo

DATA EMISSÃO

06/28/19

NOME FOLHA

138_SLZ_EXE_HID_104_R01

HID_1


LEGENDA: REDE DE ESGOTO CLOCAL - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE VENTILAÇÃO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE DRENO PARA AC - PVC SOLDÁVEL MARROM;

TV - 1 ø50

CAIXA DE INSPEÇÃO EM CONCRETO PRÉ-MOLDADO - ø600mm;

CAIXA DE GORDURA EM PVC - REF.: TIGRE - ø300mm; ø25 mm L=56

ø25 mm L=64

DIâMETRO DA TUBULAÇÃO;

NOTAS: HID_105 NOTA 1

INFORMAÇÕES ADICIONAIS REFERENTES AO PROJETO VIGENTE DEVERÃO SEREM VISTAS NO MEMORIAL DESCRITIVO DO MESMO NO ARQUIVO MD_SLZ_HID_001_R00;

NOTA 2

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 3

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

15

ø25 mm L=123

TUBO DE QUEDA/N°;

EL. LAVABO

ø25 mm L=99

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS

ø25 mm L=38

ø25 mm L=79

ø25 mm L=34

øDiâmetro

ø25 mm L=119

ø25 mm L=104 ø25 mm L=142

207

ø25 mm L=55

TQX - XX

500

ø25 mm L=488

ø25 mm L=42

COBERTURA

EL. BANHO

ø25 mm L=44

SOBE

HID_105

Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

CAF - 1

20

ø40 mm L=50

34

60

11

88

ø25

2° PAVIMENTO 250

ø25 mm L=488

ø40 mm L=80

TQS ø100

EL. LAVABO

EL. BANHO

ESC.: 1 : 20

ESC.: 1 : 20

5

PLANTA BAIXA - 2° PAV. 6 B ESC.: 1 : 33

X4 CAQ - 4

CAF - 6

ø25

ø25

HID_105

X3

ø25 mm L=76

EL. COPA LATERAL

500

COBERTURA 500

ø25 mm L=147

ø25 mm L=147

ø25 mm L=147

HID_105

EL. COPA

ø25 mm L=76

ø25 mm L=76

COBERTURA

TQP - 2 ø100

ø50 mm L=122

ø50 mm L=96

ø50 mm L=33

2° PAVIMENTO

2° PAVIMENTO

250

250

R01

26/06/2019

GUILHERME

R00

30/04/2019

GUILHERME

EMISSÃO PROJETO EXECUTIVO

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

X2

AJUSTES DO MODELO HIDROSSANITÁRIO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 TQP - 2

TQG - 1

ø100

ø50

contato@valls.cc | www.valls.cc

EL. COPA

EL. COPA LATERAL

ESC.: 1 : 20

ESC.: 1 : 20

X1

CLIENTE

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH OBRA

RESIDÊNCIA SULZBACH AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893 STATUS

PLANTA BAIXA - 2° PAV. ESC.: 1 : 33

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS CORTES

Projeto Executivo

DATA EMISSÃO

04/23/19

NOME FOLHA

138_SLZ_EXE_HID_105_R01

HID_105


LEGENDA: REDE DE ESGOTO CLOCAL - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO PLUVIAL - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE VENTILAÇÃO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ESGOTO GORDUROSO - PVC SÉRIE NORMAL; REDE DE ÁGUA FRIA - PVC SOLDÁVEL MARROM; REDE DE DRENO PARA AC - PVC SOLDÁVEL MARROM; CAIXA DE INSPEÇÃO EM CONCRETO PRÉ-MOLDADO - ø600mm;

CAIXA DE GORDURA EM PVC - REF.: TIGRE - ø300mm;

TUBO DE QUEDA/N°;

SOBE

TQX - XX

DIâMETRO DA TUBULAÇÃO;

øDiâmetro

NOTAS: NOTA 1

INFORMAÇÕES ADICIONAIS REFERENTES AO PROJETO VIGENTE DEVERÃO SEREM VISTAS NO MEMORIAL DESCRITIVO DO MESMO NO ARQUIVO MD_SLZ_HID_001_R00;

NOTA 2

AS INCLINAÇÕES DAS TUBULAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM A NBR 8160 E PROJETO VIGENTE: • 2% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU INFERIOR A 75; • 1% PARA TUBULAÇÕES COM DIÂMETRO NOMINAL IGUAL OU SUPERIOR A 100.

NOTA 3

DEVERÃO SER PREVISTOS SIFÕES NAS PIAS E LAVATÓRIOS DA EDIFICAÇÃO.

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS Polegadas (")

PVC - Esgoto

PVC - Água

FG OU FF

Cobre

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

4 PRANCHA HID_106

DESCE

CAQ ø25

DESCE

CAF - 1 ø25

ø25 mm L=773 ø25 mm L=486

ø25 mm L=354 ø25 mm L=344

DESCE

ø25 mm L=163

ø25

DESCE

ø25 mm L=147

CAQ - 1

DESCE

CAQ - 4

CAF - 2

ø25

ø25 ø25 mm L=37 ø25 mm L=43

DESCE

CAF - 6 ø25

PLANTA BAIXA - COBERTURA ESC.: 1 : 33 R01

26/06/2019

GUILHERME

R00

30/04/2019

GUILHERME

AJUSTES DO MODELO HIDROSSANITÁRIO EMISSÃO PROJETO EXECUTIVO

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

Cobertura Cobertura 5350 (NE)

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc

5230

COBERTURA

CLIENTE

500

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH OBRA

RESIDÊNCIA SULZBACH AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893

CORTE BARRILETE

STATUS

ESC.: 1 : 33

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS BARRILETE

Projeto Executivo

DATA EMISSÃO

04/30/19

NOME FOLHA

138_SLZ_EXE_HID_103_R01

HID_103


RESPIRO

AQUECEDOR SOLAR BN-1-30 TUBO CAP.: 262L

REGISTRO DE ESFERA 3/4" VÁLVULA DE RETENÇÃO 3/4"

ø25 mm L=79

VÁLVULA SOLENÓIDE 3/4"

ø25 mm L=35

Cobertura Cobertura 5350 (NE)

Elev.:40

5230

COBERTURA 500

CORTE 2-2 ESC.: 1 : 25

AQUECEDOR SOLAR BN-1-30 TUBO CAP.: 262L

ISOMÉTRICA AQUECEDOR

SENSOR DE NÍVEL DE TEMPERATURA

ESC.:

ø25 mm L=36

ø25 mm L=79

RESPIRO

ø25 mm L=344

ø25 mm L=486 Elev.:40

COBERTURA 500

CORTE 1-1 ESC.: 1 : 25

ø25 mm L=773

ø25 mm L=354

ø25 mm L=773

ø25 mm L=344

ø25 mm L=69

ø25 mm L=279

ø25 mm L=9

ø25 mm L=486

VALVULA SOLENÓIDE 3/4" VALVULA DE RETENÇÃO 3/4"

REGISTO DE ESFERA 3/4"

REGISTO DE ESFERA 3/4"

RESPIRO

R01

26/06/2019

GUILHERME

R00

30/04/2019

GUILHERME

AJUSTES DO MODELO HIDROSSANITÁRIO EMISSÃO PROJETO EXECUTIVO

REVISÃO

DATA

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

AQUECEDOR SOLAR BN-1-30 TUBO CAP.: 262L

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH OBRA

RESIDÊNCIA SULZBACH AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893

AMPLIAÇÃO A3 ESC.: 1 : 25

STATUS

INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS DETALHE AQUECEDOR

Projeto Executivo

DATA EMISSÃO

06/29/19

NOME FOLHA

138_SLZ_EXE_HID_106_R01

HID_106


INFRAESTRUTURA PARA ILUMINA

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO R - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENAR

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø2 - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENAR

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTRE - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO

INFRAESTRUTURA PARA COMUNIC

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO R - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENAR

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø2 - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENAR

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTRE - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO

INFRAESTRUTURA PARA AUTOMA

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO R - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENAR

Ø40 SOBE

Ø40 SOBE

Ø40 SOBE

Ø40 SOBE

Ø25 DESCE

Ø40 DESCE

Ø25 SOBE

Ø25 DESCE

Ø40 SOBE

Ø25 SOBE

Ø25 DESCE

Ø32 DESCE

Ø40 DESCE Ø25 SOBE

R00 REVISÃO

09/05/2019 DATA

TIAGO DESENHO

Ø32 SOBE

Ø40 SOBE

RE

D

co

Ø40 DESCE

CL

SL

Ø40 DESCE

OB

R

Ø40 DESCE

Ø40 DESCE

AV

ST

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AXONOMÉTRICA


LEGENDA INFRAESTRUTURA PARA ILUMINAÇÃO E TOMADAS ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

INFRAESTRUTURA PARA COMUNICAÇÕES ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

INFRAESTRUTURA PARA AUTOMAÇÃO ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO.

Ø25 DESCE

R00 REVISÃO

09/05/2019 DATA

TIAGO

EMISSÃO INICIAL

DESENHO

DISCRIMINAÇÃO

Ø40 DESCE

Ø25 DESCE RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017 contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH Ø25 DESCE

OBRA

RESIDÊNCIA SULZBACH AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893

Ø32 DESCE

STATUS Ø40 DESCE

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AXONOMÉTRICA RESIDÊNCIA

APROVADO

DATA EMISSÃO

05/01/19

NOME FOLHA

138_SLZ_AP_ELE_002

ELT_002 R00


INFRAESTRUTURA PARA ILUMINAÇÃO E TOMAD

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/ - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE

PISO AQUECIDO 1.13,14

C

D

ELT_202

ELT_202

220 V/ 0,50 kW

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICA - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE

h=15 cm

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

PISO AQUECIDO 1.15,16

220 V/ 2,07 kW

INFRAESTRUTURA PARA COMUNICAÇÕES

h=15 cm

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/ - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICA - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE

1.1i

1.1a 1.1a 1.1b

1.1i 1.1j 1.1b

A

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

A

DESCE AO TÉRREO

ELT_201

ELT_201 1.1b

1.1b

1.1b

1.1e 1.10

1.1b 1.1n

1.1b

1.4

1.1d

1.1e

1.1 1.10

INFRAESTRUTURA PARA AUTOMAÇÃO

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/ - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE

SOBE A COBERTURA

LEG

n

INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTAL 1.4

INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM INSTA

1.1b 1.10 600 W

j 1.15,16

1.8 600 W

1.1 b 1.13,14

INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇ

1.7

1.8 600 W

1.10 600 W

TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136 PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU IN TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136 PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,25m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,25m OU IN TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136 PRÓPRIA ALVENARIA, h=2,00m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=2,00m OU IN TOMADA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MODUL

1.5

1.5

1.5

1.10

1.5

1.1c

1.7 1.8 1.1e 1.1e

1.1b

1.1d

1.7 1.1b

1.7 600 W

n 1.4

1.7 1.8

1.5 1.1c

1.7

1.1e h=2,20m

1.9 1200 W

CAIXA DE PISO 100x100mm. OU INDICADA

1.7 1.8 1.9

1.1l

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE INSTALAÇÕES E

1.1l

LEGE

1.1b 1.4

ESPERA PARA COMUNICAÇÃO EM CAIXA DE PV 1.2

1.1b 1.2 1.4

CX 143x143

1.2

ESPERA PARA COMUNICAÇÃO EM CAIXA DE PIS CAIXA DE PISO 100x100mm. OU INDICADA 1.1

1.1c

1.5 c

b

1.13,141.21,22

n 1.2 1.4

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕ

NOTA 02

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃO ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIOS, - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELHO - RETORNO: AMARELO; - NEUTRO: AZUL CLARO; - TERRA: VERDE OU VERDE-AMARELO;

NOTA 03

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA IN

NOTA 04 NOTA 05

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER S CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃO. AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS REVESTIDAS COM FITA DE BORRACHA E FITA I

NOTA 06

CONDUTORES NÃO IDENTIFICADOS SÃO PVC -

NOTA 07

NAS TUBULAÇÕES SECAS DEIXAR CABO GUIA

#4,0

1.6 300 W 1.6 300 W

1.5

1.5 1.5

1.1c

1.5

1.1c

1.1f

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE COMUNICAÇÕES

1.1h 1.5 1.10

1.1f

1.4 CX 143x143

CX 143x143

#4,0

1.1

1.5 1.10

1.4

1.101.13,141.21,22

1.6

1.21,22 CX 194x194

#4,0

1.6

1.1f 1.1h n 1.4 1.5 1.4 1.1h

1.1n

1.1n

1.1n

1.1k h j

1.1h 1.2 b 1.4 1.13,14

1.1h

1.1n

1.1h

1.1n 1.1h

1.4 1.1h

1.1j 1.1k

1.1j 1.1m 1.2 1.4 1.13,14

1.15,16 1.17,18 1.21,22

1.1j

n

1.1h

#4,0

#4,0 QD-01

1.1h 1.21,22 #4,0

B

R00

1.17,18 1.1m k

REVISÃO 1.5 1.6 1.7

#4,0

DATA

TIAGO DESENHO

B

1.8 1.9 1.10

ELT_201

09/05/2019

ELT_201 1.1h

1.1m

1.1g 1.1g

1.1k

RESPONSÁVEL TÉ

1.1m

DIOGO ERDMA

1.1m

C

D

ELT_202

ELT_202

contato@valls.cc | w

PISO AQUECIDO 1.17,18

220 V/ 3,54 kW

CLIENTE

SLZ OTTO E M

h=15 cm

OBRA

PISO AQUECIDO 1.21,22

RESIDÊNCIA S

220 V/ 3,37 kW

AV. PROTÁSIO ALVE

h=15 cm

STATUS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PLANTA BAIXA RESIDÊNCIA

APROV


LEGENDA INFRAESTRUTURA PARA ILUMINAÇÃO E TOMADAS ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO.

C

D

ELT_202

ELT_202

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

INFRAESTRUTURA PARA COMUNICAÇÕES ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE DO TETO. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO.

COBERTURA Cobertura 5000 500,0 mm

ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA. - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. - NSTALAÇÃO APARENTE SOBRE O PISO.

INFRAESTRUTURA PARA AUTOMAÇÃO ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA LAJE. - INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. Caixa 4"x2" com interruptor simples + interruptor hotel

Caixa 4"x2" com interruptor simples + dois interruptor hotel Caixa 4"x2" com espelho cego. h=110 cm

Caixa 4"x2" com espelho cego. h=30 cm

Caixa 4"x2" com espelho cego. h=30 cm

Caixa 4"x4" com espelho cego. h=15 cm

Caixa 4"x4" com espelho cego. h=15 cm

2º PAVIMENTO 2 Pavimento 2500 250,0 mm CORTE A ESC: 1 : 25

C

D

ELT_202

ELT_202

COBERTURA 500,0 Caixa 4"x2" com espelho cego. h=220 cm Caixa 4"x2" com interruptor hotel. h=125 cm

Caixa 4"x2" com interruptor simples + interruptor hotel Caixa 4"x2" com espelho cego. h=30 cm

R00 REVISÃO

Caixa 4"x2" com espelho cego. h=110 cm

Caixa 4"x2" com espelho cego. h=30 cm

Caixa 4"x2" com espelho cego. h=30 cm

Caixa 4"x4" com espelho cego. h=15 cm

09/05/2019 DATA

TIAGO

EMISSÃO INICIAL

DESENHO

Caixa 4"x4" com espelho cego. h=15 cm

DISCRIMINAÇÃO

RESPONSÁVEL TÉCNICO

DIOGO ERDMANN VALLS - CREA-RS 151.017

2º PAVIMENTO

contato@valls.cc | www.valls.cc CLIENTE

250,0

SLZ OTTO E MOREIA SULZBACH OBRA

CORTE B

RESIDÊNCIA SULZBACH

ESC: 1 : 25

AV. PROTÁSIO ALVES N° 1893 STATUS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS CORTE A E CORTE B

APROVADO

DATA EMISSÃO

05/09/19

NOM


AMARO


NOTAS GERAIS PARA ESTRUTURAS 1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 'm' (METROS). 2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SAE 1020; B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRAU-50; 3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA); 5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0 x t(ESPESSURA);

6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO EXISTENTE (QUANDO NECESSÁRIO): • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARRAS HAS Std CONFORME PADRÃO HILTI ; • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAMENTOS MÍNIMOS CONFORME CATÁLOGO DO FORNECEDO

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PADRÃO INDICADO; • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE EPÓXI, COR CONFORME ESPECIFICAÇÃO DO PROJETO AR

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTES COM SUAS RESPECTIVAS CHAPAS SOLDADAS, DEVER

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, CHAPAS AUXILIARES: a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM TODA A EXTENSÃO DE CONTATO, COM LADO NÃO MEN • PADRÃO GERAL:

t1

t2

t1 < t2

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ VERIFICAR NO LOCAL DA OBRA, ANTES DA CONF DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

11. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO SEGUEM AS PRESCRIÇÕES DA NBR EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICADAS. FORAM CONSIDERADAS ABNT NBR 88 ESTRUTURAS MISTAS DE AÇO E CONCRETO DE EDIFÍCIOS, ASSIM COMO A ABNT NBR 8681 : 1984 - AÇÕ

12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS NO LOCAL ANTES DO INÍCIO DA FABRICAÇÃO DAS PEÇAS

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTINUIDADE DOS PERFIS (EXCETO OUTRA INDICAÇÃO): • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO CONTORNO DE CONTATO COM JUNTAS CHANFRADAS; • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO COM ESPESSURA (t) IGUAL À ESPESSURA DA CHAPA DO PE DO EIXO DA EMENDA;

CHAPA DE REFORÇO

EIXO EMENDA

A

8

8

(MÍNIMO)

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ DESENVOLVER OS PROJETOS DE FABRICAÇÃO DAS PEÇAS;

15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQUER ALTERAÇÕES NESTE PROJETO, DEVERÁ SER CONTA PROJETISTA.

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05 CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017 ASSINATURA PROJETO:

A R0

24/06 12/06

REVISADO PATAMAR, INCLU EMISSÃO ORIG

AMARO

ETAPA:

FOLHA

EX-ES

REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI PORTO ALEGRE

EXECUÇÃO

Aprovador

ARQUIVO:

3D

DESENHADO POR:

DATA:

DIOGO

12/06/2019

ESCALA:


X3

B

NOTAS GERAIS PARA ESTRUTURAS EM AÇO 1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 'm' (METROS).

EST-601

TUBO T1 L=300

TUBO T1 L=300

3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA);

50 50

422

50

422

50

422

50

422

50

50

230

50

230

50

230

5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0 x t(ESPESSURA);

50

TUBO T1 L=300

t2

50

t1 < t2

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ VERIFICAR NO LOCAL DA OBRA, ANTES DA CONFECÇÃO DAS PEÇAS, A POSIÇÃO EXATA DOS DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

4

50

422

50

451

12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS NO LOCAL ANTES DO INÍCIO DA FABRICAÇÃO DAS PEÇAS;

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTINUIDADE DOS PERFIS (EXCETO OUTRA INDICAÇÃO): • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO CONTORNO DE CONTATO COM JUNTAS CHANFRADAS; • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO COM ESPESSURA (t) IGUAL À ESPESSURA DA CHAPA DO PERFIL. TRASPASSE MÍNIMO = 8 cm CADA LADO DO EIXO DA EMENDA;

50 CHAPA DE REFORÇO

TUBO T1 H=407

T1 BO 4 TU =2 0 L

TUBO T2 H=861

TUBO T1 H=861

EIXO EMENDA

33 =4 -L

422

11. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO SEGUEM AS PRESCRIÇÕES DA NBR-6120 - CARGAS PARA O CÁLCULO DE ESTR EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICADAS. FORAM CONSIDERADAS ABNT NBR 8800 : 2008 – PROJETO DE ESTRUTURAS DE A ESTRUTURAS MISTAS DE AÇO E CONCRETO DE EDIFÍCIOS, ASSIM COMO A ABNT NBR 8681 : 1984 - AÇÕES E SEGURANÇA NAS ESTRUTURAS.

TUBO T1 - L=2067

T1

50

TUBO T1 - L=2010

5

BO TU

35 =4 -L

L= 48 35

TUBO T1 - L=1515

T1 -

TUBO T1 - L=1164

BO TU T1

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, CHAPAS AUXILIARES: a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM TODA A EXTENSÃO DE CONTATO, COM LADO NÃO MENOR QUE A CHAPA DE MENOR ESPESSURA; • PADRÃO GERAL:

TUBO T1 H=861

TUBO T2 H=861 TU BO

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTES COM SUAS RESPECTIVAS CHAPAS SOLDADAS, DEVERÃO SER GALVANIZADAS A FOGO;

TUBO T1 L=300

TUBO T1 - L=2247

T1 BO 6 TU =3 3 L

1149

TUBO T1 - L=1099

TUBO T1 - L=1099

TUBO T1 L=300

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PADRÃO INDICADO; • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE EPÓXI, COR CONFORME ESPECIFICAÇÃO DO PROJETO ARQUITETÔNICO;

t1

TUBO T1 L=300

TUBO T1 H=632

TUBO T1 - L=1099

TUBO T1 - L=1099

C1 - W200x26.6 H=1135

TUBO T1 H=407

230

6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO EXISTENTE (QUANDO NECESSÁRIO): • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARRAS HAS Std CONFORME PADRÃO HILTI ; • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAMENTOS MÍNIMOS CONFORME CATÁLOGO DO FORNECEDOR;

TUBO T1 - L=1189

A

EST-501

422

TUBO T1 - L=1189

50

TUBO T1 - L=1189

= -L

TUBO T1 L=300

2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SAE 1020; B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRAU-50;

3 46

W150x24 - L=1194

T1

TUBO T1 L=300

TUBO T1 - L=2842

TUBO T1 - L=1101

BO TU

A

TUBO T1 - L=460

TUBO T1 H=407

TUBO T1 H=861

1049

TUBO T1 H=632

TUBO T2 H=861 8

8

(MÍNIMO)

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ DESENVOLVER OS PROJETOS DE FABRICAÇÃO E SISTEMA DE MONTAGEM E TRANSPORTE DAS PEÇAS; 15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQUER ALTERAÇÕES NESTE PROJETO, DEVERÁ SER CONTATADA PREVIAMENTE ESTA EMPRESA PROJETISTA.

TUBO T1 H=632

TUBO T1 H=861

TUBO T2 H=861

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE TUBO T1 H=407

T1

BO 2 TU =1 0 L

ATIVIDADE PRINCIPAL:

TUBO T1 - L=434

MODA FEMININA N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05

PILAR EXISTENTE

CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI

Y2

ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

X1 Y1

X2

X3

CREA-RS 151.017

X4

ASSINATURA PROJETO:

A R0

LOJA AMARO SUC 2102/03/04/05

Y2

24/06 12/06

REVISADO PATAMAR, INCLUÍDO ARQ MONOLITO EMISSÃO ORIGINAL

AMARO

ETAPA:

ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI PORTO ALEGRE

EXECUÇÃO

Aprovador

Y4

IMPLANTAÇÃO SHOPPING ESC.: 1/1000

REVISÃO

EX-EST-201-A

REFORMA DE LOJA

Y3

FOLHA:

ARQUIVO:

MONOLITO

DESENHADO POR:

DATA:

ESCALA:

Autor

06/12/19

Como indicado

contato@valls.cc | www.v


NOTAS

1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SAE 1020; B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRAU-50; 3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA);

5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0 x t(ESPESSURA

6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO EXISTENTE (Q • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARRAS HAS Std CO • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAMENTOS MÍNIMOS

X2

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PADRÃO INDICAD • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE EPÓXI, COR CON

X3

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTES COM SUAS R

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, CHAPAS AUXILIA a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM TODA A EXTE • PADRÃO GERAL: t2 t1

A

t1 < t2

MEZANINO

TUBO 200x100x6.3 - L=1325

3760

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ VERIFIC DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

11. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PRO EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICAD ESTRUTURAS MISTAS DE AÇO E CONCRETO DE EDIFÍCIOS, A

12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS NO LOCAL ANT

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTINUIDADE DOS P • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO CONTORNO DE C • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO COM ESPESSURA DO EIXO DA EMENDA;

TUBO 80x50x4.76 L=1300

CHAPA REFO

TU BO 2

00

x1

00

x6

.3

-L =4

80

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ DESEN DAS PEÇAS;

5

3760

15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQUER ALTERAÇÕE PROJETISTA.

188

280

CHAPA #3mm W150x24 - L=1194

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE A

ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA N° LOJA:

C1 - W200x26.6 H=1135

CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

457

682

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05

DIOGO ERDMANN VALLS

PISO 0

INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017 ASSINATURA PROJETO:

A R0

24/06 12/06

AMARO REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

SHOPPING IGUATEMI PORTO ALEGRE


NOTAS GERAIS PARA ESTRUTURAS EM AÇO 1. DIMENSÕES EM 'cm' (CENTÍMETROS), COTAS DE NÍVEL EM 'm' (METROS).

5. CHAPA DOBRADAS • t = ESPESSURA DA CHAPA; • O RAIO DE CURVATURA SERÁ IGUAL A 1,0 x t(ESPESSURA); 6. CHUMBADORES DE FIXAÇÃO EM CONCRETO EXISTENTE (QUANDO NECESSÁRIO): • UTILIZAR CHUMBADORES HVA COM BARRAS HAS Std CONFORME PADRÃO HILTI ; • RESPEITAR EMBUTIMENTOS E AFASTAMENTOS MÍNIMOS CONFORME CATÁLOGO DO FORNECEDOR;

TUBO 200x100x6.3 - L=1250

4 CHUMBADORES QUÍMICOS MODELO HY-150 BARRA ROSCADA HIT-C 12,5mm MARCA HILTI OU SIMILAR QUALIDADE

NIVELAR CHEGADA PATAMAR COM NIVEL PISO PRONTO MEZANINO

8. OS CHUMBADORES, PARAFUSOS E TIRANTES COM SUAS RESPECTIVAS CHAPAS SOLDADAS, DEVERÃO SER GALVANIZAD

MEZANINO 200

200

3760 200

Chapa 205x133 #10

7. TRATAMENTO SUPERFICIAL: • JATEAMENTO COMERCIAL CONFORME PADRÃO INDICADO; • APLICAR 1ª DEMÃO DE PRIMER; • APLICAR 2ª DEMÃO DE PINTURA À BASE EPÓXI, COR CONFORME ESPECIFICAÇÃO DO PROJETO ARQUITETÔNICO;

TUBO 200x100x6.3 - L=1325

200

9

160

3

W150x24 - L=1194

3. ELETRODOS AWS E70.xx; 4. PARAFUSOS • TIPO: AÇO A-325 (ALTA RESISTÊNCIA);

TUBO 200x100x6.3 - L=4805

TUBO 200x100x6.3 - L=4805

2. MATERIAIS A. CHAPA DOBRADA AÇO ASTM A-36 OU SAE 1020; B. PERFIS LAMINADOS AÇO ASTM-572 GRAU-50;

9. SOLDAS: • NÓS, CHAPA DE NÓ, PLACAS, BARRAS, CHAPAS AUXILIARES: a. CORDÕES DE SOLDA DE FILETE EM TODA A EXTENSÃO DE CONTATO, COM LADO NÃO MENOR QUE A CHAPA DE • PADRÃO GERAL:

30

160

30

CHAPA #8

220

1122.5

CHAPA #8

183

t1

C1 - W200x26.6 H=1135

t2

t1 < t2

183

10. EXECUTANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ VERIFICAR NO LOCAL DA OBRA, ANTES DA CONFECÇÃO DAS PEÇAS, A DOS CHUMBADORES E DIMENSÕES;

11. AS CARGAS CONSIDERADAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO SEGUEM AS PRESCRIÇÕES DA NBR-6120 - CARGAS PARA EDIFICAÇÕES - PROCEDIMENTO. EXCEÇÕES ESTÃO INDICADAS. FORAM CONSIDERADAS ABNT NBR 8800 : 2008 – PROJETO D ESTRUTURAS MISTAS DE AÇO E CONCRETO DE EDIFÍCIOS, ASSIM COMO A ABNT NBR 8681 : 1984 - AÇÕES E SEGURANÇA NA

130

50

13. EMENDAS TÍPICAS DE FÁBRICA DE CONTINUIDADE DOS PERFIS (EXCETO OUTRA INDICAÇÃO): • SOLDAR OS PERFIS DE TOPO EM TODO CONTORNO DE CONTATO COM JUNTAS CHANFRADAS; • APÓS, SOLDAR CHAPAS DE REFORÇO COM ESPESSURA (t) IGUAL À ESPESSURA DA CHAPA DO PERFIL. TRASPASSE MÍN DO EIXO DA EMENDA;

CHAPA DE REFORÇO

EIXO EMENDA

176

Chapa Base 410x490 #12.5

12. CONFIRMAR MEDIDAS E INTERFERÊNCIAS NO LOCAL ANTES DO INÍCIO DA FABRICAÇÃO DAS PEÇAS;

** SOLDAR ELEMENTOS EM TODA SUPERFÍCIE DE CONTATO **

80

12.5

50

226

Aleta Enrijecimento #4.8

PISO 0 8

8

(MÍNIMO)

14. O FABRICANTE DA ESTRUTURA METÁLICA DEVERÁ DESENVOLVER OS PROJETOS DE FABRICAÇÃO E SISTEMA DE MONT DAS PEÇAS;

Fixar chapa junto a laje existente com adesivo químco

15. EM CASO DE DÚVIDAS, OU PARA QUAISQUER ALTERAÇÕES NESTE PROJETO, DEVERÁ SER CONTATADA PREVIAMENTE E PROJETISTA.

** SOLDAR ELEMENTOS EM TODA SUPERFÍCIE DE CONTATO **

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05 CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

TUBO 200x100x6.3 - L=4805 W150x24 - L=1194

DIOGO ERDMANN VALLS INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

TUBO 200x100x6.3 - L=1250

C1 - W200x26.6 H=1135

CHAPA #8

CREA-RS 151.017 ASSINATURA PROJETO:

R0 Chapa 205x133 #10 Aleta #4.8

12/06

EMISSÃO ORIGINAL

4 CHUMBADORES QUÍMICOS MODELO HY-150 BARRA ROSCADA HIT-C 12,5mm MARCA HILTI OU SIMILAR QUALIDADE

Chapa Base 410x490 #12.5

AMARO

ETAPA:

FOLHA:

EX-EST-60

REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI PORTO ALEGRE

EXECUÇÃO

Aprovador

ARQUIVO:

DETALHES

DESENHADO POR:

DATA:

Autor

06/13/19

ESCALA:

1 : 10

co


PA 3º 0,0 68

V.

O NIN ZA E M 0,0 38

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05 CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017

EO RR

TÉ 0 ,0

ASSINATURA PROJETO:

R00 R01

12/06/19 26/06/19

EMISSÃO PARA ANÁLISE ALTERAÇÕES CONFORME NOTIFICAÇÃO DO SHOPPI

AMARO

ETAPA:

FOLHA:

RE

EX-ELT-203-R

REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI - PORTO ALEGRE/RS

LIB. PARA APROVAÇÃO

VISTA ISOMÉTRICA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DESENHADO POR:

DATA:

TIAGO R

13/06/2019

ARQUIVO:

AMA-EXE-ELT-203 ESCALA:

contato@valls.cc


L

NOTAS

X7

X6

Y2

X8

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR 40%.

NOTA 02

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃO POSSUIR AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS: ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIOS, ENCORDOAMENTO CLASSE 5, NAS SEGUINTES CORES: - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELHO; - RETORNO: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - PROTEÇÃO: VERDE;

NOTA 03

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA INDICADA SÃO CONSIDERADOS 100W CADA.

NOTA 04 NOTA 05

X1

8 150 W

8 99 W

14 h=1,50 m

8 99 W 14 h=1,50 m

14

8 99 W

12 110 W

14 h=1,50 m

12 110 W

12 50 W

12 110 W

12 110 W

12 50 W

12

12 110 W

10 110 W

12

10 50 W

10 110 W

12

14 h=1,50 m

NOTA 06

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃO APARENTE NA LOJA

NOTA 07

ELETRODUTOS DE AÇO GALVANIZADO NÃO COTADOS SERÃO Ø3/4".

NOTA 08

AS INFRAESTRUTURAS PRINCIPAIS REPRESENTADAS NESTA PRANCHA SÃO COMPARTILHADAS COM OS CIRCUITOS DE ILUMINAÇÃO, VER PRANCHA ELE-201.

NOTA 09

AS INSTALAÇÕES NÃO PODERÃO SER EMBUTIDAS NAS PAREDES LIMÍTROFES DA LOJA.

NOTA 10

TODAS AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM O CADERNO TÉCNICO DO SHOPPING.

NOTA 11

MANTER INFRAESTRUTURA PARA CONEXÃO DO MEDIDOR COM A AUTOMAÇAO DO SHOPPING.

NOTA 12

TODAS AS TOMADAS DEVEM SER IDENTIFICADAS COM INDICAÇÃO DE CIRCUITO E TENSÃO.

CAIXA DE PISO 100x100mm. OU INDICADA

10 50 W

QDFL-01

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE UM CONDUTOR PROTEÇÃO, DESDE QUE TENHA SEÇÃO IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃO. AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS SÓ PODERÃO SER FEITAS EM CAIXAS DE PASSAGEM, DEVENDO SER SOLDADAS E REVESTIDAS COM FITA DE BORRACHA E FITA ISOLANTE ADESIVA, PARA GARANTIR O ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NBR 5410.

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZA COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFO PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø2 OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø2 NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-1413 CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA DRYWAL TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-1413 CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA DRYWAL TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-1413 CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVENA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-1413 EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVE TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-1413 CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVENA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-1413 EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVE TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-1413 CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVENA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-1413 EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVE TOMADA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MODU 100x100mm.

QUADRO DE MEDIDORES EXISTENTE - MANTER

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE INSTALAÇÕES E 14

8 99 W

13 110 W

27

11 50 W 27

11 110 W

11 50 W

11 110 W

ATUALIZAÇÃO CONFORME ANÁLISE DO SHOPPING

10 110 W

27 10 50 W

27

14 h=1,50 m

10 50 W

27

14 h=1,50 m

14 h=1,50 m

11 50 W

8 99 W

SOBE AO MEZANINO

10

PREVER RÉGUA COM PONTOS

8 99 W

3

4

2

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ELETRODUTO

ELETRODUTO

1

10

11

13 50 W

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

11 50 W 10

11 50 W

11 50 W

FRIGOBAR 18

220 V/ 0,60 kW

9 110 W

h=30 cm

27 h=1,00 m 26

X2

26

13

27 h=1,00 m

LUMINOSO 22 27

27

220 V/ 0,10 kW h=300 cm

9

27

13 50 W

FIXAÇÃO EM CONCRETO

9 110 W

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

26 11 50 W

26

LUMINOSO 22

9 50 W

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS

220 V/ 0,10 kW

ATIVIDADE PRINCIPAL:

SEM ESCALA

9 110 W

h=309 cm

NOME LOJA:

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

MODA FEMININA VIGA DA COBERTURA

26

LAJE DE CONCRETO

13 50 W

FIXADOR MÉDIO

9

FIXADOR MÉDIO

N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05 CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA:

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

X4

13 34 W

13 34 W

13

9 34 W

9 33 W

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

ILUMINAÇÃO LOGO 23

220 V/ 0,10 kW h=310 cm

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

PORTA DE ENROLAR 28

220 V/ 0,60 kW

25

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

h=310 cm ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

PORTA DE ENROLAR 220 V/ 0,60 kW h=311 cm

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

FIXADOR DE TUBO

X5

LAJE ESC: 1 : 50

ELETRODUTO COBERTURA METÁLICA

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA

INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017 ASSINATURA PROJETO:

R00 R01 R02

12/06/19 17/06/19 26/06/19

ALTE ALTERA

FIXADOR DE TUBO

ELETRODUTO

PLANTA BAIXA TÉRREO

RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS

9 33 W

AMARO REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

SHOPPING IGUATEMI - PORTO ALEGRE/RS PLANTA BAIXA TÉRREO -TOMADAS DESENHADO POR:

DATA:

TIAGO R

13/06/201


N

X7

X6

Y2

X8

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇ

NOTA 02

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃ ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIO - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELH - RETORNO: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - PROTEÇÃO: VERDE;

NOTA 03

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA

NOTA 04 QFAC-02

X1

29 600 W

NOTA 05 29 600 W

17

17

20

21 1200 W

FRIGOBAR 16

QFAC-01

20

20

220 V/ 0,60 kW 17

h=30 cm

20 15 h=0,90 m

19 1200 W

ALIMENTADOR - QFAC-01

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIA DEVENDO SER SOLDADAS E REVESTIDAS CO GARANTIR O ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NB

NOTA 06

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃO

NOTA 07

ELETRODUTOS DE AÇO GALVANIZADO NÃO C

NOTA 08

AS INFRAESTRUTURAS PRINCIPAIS REPRES CIRCUITOS DE ILUMINAÇÃO, VER PRANCHA E

NOTA 09

AS INSTALAÇÕES NÃO PODERÃO SER EMBU

NOTA 10

TODAS AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR D

NOTA 11

MANTER INFRAESTRUTURA PARA CONEXÃO

NOTA 12

TODAS AS TOMADAS DEVEM SER IDENTIFICA

17 15

15

20 15

7 150 W

20

LUMINOSO 7 DESCE AO TÉRREO

4

3

2

220 V/ 0,10 kW h=180 cm

1

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO REDONDA SOBERBA ARRUELA L

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADE

ELETRODUTO

ELETRODU

ALIMENTADORES - QFAC-02 + QFAC-01

DESCE AO TÉRREO

X2

FIXAÇÃO EM CONCRETO

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA

VIGA DA CO LAJE DE CONCRETO

X4 DESCE AO TÉRREO CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

X5

FIXADOR MÉDIO

FIXADOR MÉ

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

BALANC FIXADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA GALVANIZADO SEXTAVADA R AÇO GALVANIZ

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO R AÇO GALVANIZ

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA GALVANIZADO SEXTAVADA R AÇO GALVANIZ

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PAR 38x38mm

PERFILADO 38

PERFILADO 38x38mm

COBERTURA METÁLICA

LAJE

PLANTA BAIXA MEZANINO ESC: 1 : 50

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO SEM ESCALA


ELETRODUTO DERIVAÇÃO

DERIVAÇÃO

X7

X6

Y2

PERFILADO 38x38mm

X8

X1

ELETRODUTO

1 41 W

ESPERA PARA SISTEMA LUTRON DIMERIZAÇÃO VER PROJETO LUMINOTÉCNICO

1 41 W

1 24 W

1 41 W

3 33 W

3 50 W

3 50 W

3 50 W

3 50 W

3 50 W

BUCHA E ARRUELA

DERIVAÇÃO POR CIMA

3 50 W 1 59 W

1 53 W

ENTRADA DE ENERGIA EXISTENTE

3 50 W

PERFILADO 38x38mm

3 50 W

3 50 W

3 47 W

3 50 W

3 50 W

30 9W

3 8W

3 8W

DERIVAÇÃO LATERAL NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

3 50 W

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO SAÍDAS DE ELETRODUTO

30 9W

SEM ESCALA

QDFL-01 3 50 W

3 57 W 30 9W 30 9W 1 27 W

2 48 W

1 59 W

1 36 W

3 57 W

30 9W

2 47 W

2 54 W

1 59 W 2 47 W

3 50 W

3 50 W

1 60 W 2 47 W

30 9W

2 33 W

30 9W 2 51 W

2 51 W

2 35 W

2 54 W

3 8W

3 50 W

2 8W 2 8W 4

2 8W 2 54 W

3 8W

3 3 3 3 34 W 34 W 40 W 40 W

3

2

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BU DE

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PA RE SO AR

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

AB

ELETRODUTO

EL

1

2 8W

2 8W

2 54 W

2 60 W

FIXAÇÃO EM CONCRETO

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

2 47 W

X2

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA

VIG LAJE DE CONCRETO

2 60 W 30 9W 30 9W

2 51 W 2 48 W

X4

FIXADOR MÉDIO

FIXA

30 9W

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

2 60 W

2 60 W

2 50 W

2 60 W

6 60 W

6 60 W

6 60 W

6 60 W

6 60 W

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

2 50 W

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRU GALVA SEXTA AÇO G

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERG AÇO G

2 60 W

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

2 50 W

ARRU GALVA SEXTA AÇO G

FIXADOR DE TUBO

FIXAD

2 50 W

ELETR

ELETRODUTO

LAJE

COBERTURA METÁLICA

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

X5 PLANTA BAIXA TÉRREO ESC: 1 : 50

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA


X7

X6

X1

Y2

RACK h = 1,10m NO EIXO

LEGENDA

X8 LISTA DE PONTOS

DESCE AO TÉRREO

L-1

PONTO L-1 L-2 L-3 L-4 L-5 L-6 L-7 L-8 L-9 L-10 L-11 L-12 L-13 L-14 L-15 L-16 L-17 L-18 L-19 L-20 L-21 L-22 L-23 L-24 L-25 L-26 L-27 L-28 L-29 L-30 L-31

L-5

L-4 L-3

L-30 WI-FI

L-31 WI-FI

4

3

2

1

Ø40

DESCE AO TÉRREO

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 100x100x3000m COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 38x38x6000mm OU INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 6), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇ 100x50mm PRÓPRIA PARA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 6), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇ 100x50mm PRÓPRIA PARA DRYWALL, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 6), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇ CONDULETE, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 6), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇ FORRO. TOMADA PARA LÓGICA RJ45 (CAT. 6), MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇ CAIXA 4x4.

ATUALIZAÇÃO CONFORME ANÁLISE DO SHOPPING

PAINEL RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK RACK

CABO UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6 UTP CAT. 6

LOCAL ACESSO PROVADOR MEZANINO ACESSO PROVADOR TÉRREO ESTOQUE ESTOQUE ESTOQUE SALÃO DE VENDAS VITRINE VITRINE MEDIDOR DE FLUXO MEDIDOR DE FLUXO VITRINE VITRINE MEDIDOR DE FLUXO MEDIDOR DE FLUXO SALÃO DE VENDAS SALÃO DE VENDAS ACESSO PROVADOR TÉRREO ACESSO PROVADOR TÉRREO SALÃO DE VENDAS CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO CAIXAS TÉRREO SALÃO DE VENDAS SALÃO DE VENDAS WI-FI WI-FI WI-FI

CAIXA DE PISO 100x100mm. OU INDICADA CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE COMUNICAÇÕES.

NOTAS

DESCE AO TÉRREO

X2

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSA

NOTA 02

OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETROCALHAS, PERFILADOS E ELETRODU INSTALADOS A CADA 2,00m;

NOTA 03

AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM O MANUAL DE OBRAS D

NOTA 04

CONFIRMAR NO LOCAL O PONTO DE ENTRADA DE TELEFONE.

NOTA 05

O CABEAMENTO DE SISTEMA DE SEGURANÇA DEVE SER DIFERENCIADO POR LÓGICA.

NOTA 06

PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS EQUIPAMENTOS, VER PRANCHAS DA SÉ

NOTA 07

INFRAESTRUTURA SECA DEVERÁ CONTER ARAME GALVANIZADO Nº 16 BWG.

NOTA 08

TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES EM ALVENARIAS OU P DEVIDAMENTE CALAFETADOS.

NOTA 09

NÃO É PERMITIDO EMBUTIR AS INSTALAÇÕES NAS PAREDES LIMÍTROFES.

NOTA 10

CONFIRMAR ALTURA DO RACK IN LOCO.

NOTA 11

A LOJA CONTARÁ COM O PROVEDOR SPIN 18.

ATUALIZAÇÃO CONFORME ANÁLISE DO SHOPPING

L-29 WI-FI

ELETRODUTO

DESCE AO TÉRREO

X4

PLANTA BAIXA MEZANINO

X7

ENTRADA DE LÓGICA CONFIRMAR POSIÇÃO IN LOCO

ESC: 1 : 50

ELETRODUTO

FIXAÇÃO EM CONCRETO

X6

Y2

X8

X1

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS

SOBE AO MEZANINO L-27

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

SEM ESCALA

L-28

VIGA DA COBERTURA LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

L-23 L-24 L-25 L-26

L-21 L-20

L-22

L-18 WI-FI

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

L-19 WI-FI

PREVER RÉGUA COM PONTOS

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

PREVER ALÇAPÃO PARA MANUTENÇÃO DO PONTO 4

L-17

SOBE AO MEZANINO

3

2

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

1

FIXADOR DE TUBO

FIXADOR DE TUBO

ELETRODUTO

ELETRODUTO

LAJE SOBE AO MEZANINO

X2

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

L-16

L-6

COBERTURA METÁLICA

ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO

N° LOJA:

SEM ESCALA

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05

L-2 WI-FI

CONTATO LOJISTA:

VIGA DA COBERTURA

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA:

LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO

FIXADOR MÉDIO

RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS L-15

L-11

L-7

L-12

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

L-8

INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017 ASSINATURA PROJETO:

L-10

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

L-9

X4 SOBE AO MEZANINO L-14

L-13

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

R00 R01 R02

12/06/19 18/06/19 26/06/19

EMISSÃO PARA ANÁ ALTERAÇÃO PONTOS PA ALTERAÇÕES CONFORME NOTIFICA

AMARO

ETAPA:

REFORMA DE LOJA

COBERTURA METÁLICA

LAJE

X5

PLANTA BAIXA TÉRREO ESC: 1 : 50

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO SEM ESCALA

FOLHA:

EX-ELT

ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI - PORTO ALEGRE/RS

LIB. PARA APROVAÇ

PLANTA BAIXA TÉRREO E MEZANINO COMUNICAÇÃO

AMA-EXE-ELT-301

ARQUIVO:

DESENHADO POR:

DATA:

ESCALA:

TIAGO R

13/06/2019

Como indicado


LEGENDA

ATUALIZAÇÃO CONFORME ANÁLISE DO SHOPPING

DESCE AO TÉRREO

X7

X6

Y2

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 100x50x OU INDICA

X8

PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 38x38 OU INDICADO E

ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, CO OU NO ENTREFORRO.

ESPERA PARA SONOFLETOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NO FORRO, h=FORR

X1

ESPERA PARA SONOFLETOR, COM INSTALAÇÃO DE SOBREPOR, h=LAJE OU INDIC

NOTAS S

S

S.6

S.5

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR 40

NOTA 02

OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETROCALHAS, PERFILADOS E ELETRODUTO INSTALADOS A CADA 2,00m;

NOTA 03

AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM O MANUAL DE OBRAS DO S

NOTA 04 NOTA 05 NOTA 06

4

3

2

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

1

ELETRODUTO

DESCE AO TÉRREO

ESC: 1 : 50

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃO APARENTE NA LOJA

NOTA 07

AS INSTALAÇÕES NÃO PODERÃO SER EMBUTIDAS NAS PAREDES LIMÍTROFES DA

NOTA 08

O SISTEMA DE SOM DE CADA LOJISTA DEVE SER ADMINISTRADO PELO MESMO, S SOMADO A OUTRAS MANIFESTAÇÕES SONORAS NÃO PODERÁ ULTRAPASSAR 60 E SIMILARES, INDEPENDENTE DE SUA FINALIDADE DE USO OU NATUREZA, NÃO P PARA O MALL(PARA FORA DA LOJA).

NOTA 09

RUÍDOS OU QUALQUER SOM PROVENIENTE DE EQUIPAMENTOS FIXOS NÃO DEVE PARA O MALL. TODA A OPERAÇÃO INSTALADA OU A SER INSTALADA NO SHOPPIN PARA QUE FIQUE DENTRO DAS NORMAS DE EMISSÃO DE RUÍDO.

NOTA 10

TODAS AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM O CADERNO TÉCNIC

ELETRODUTO

FIXAÇÃO EM CONCRETO

PLANTA BAIXA MEZANINO

X2

TODAS AS PARTES METÁLICAS (NÃO CONDUTORAS DE ENERGIA) DEVERÃO SER ATRAVÉS DE CONDUTOR DE PROTEÇÃO (PE). TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES EM ALVENARIAS OU PAIN DEVIDAMENTE CALAFETADOS.

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA

VIGA DA COBERTURA

SOBE AO MEZANINO

X7

X6

Y2

X8

LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO

FIXADOR MÉDIO

X1

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

S.2 S

S S.2

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

S.1

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

S

S.1 S

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

S S.2

COBERTURA METÁLICA

LAJE 4

3

2

1

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO SEM ESCALA

VIGA DA COBERTURA LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

S.3 S

X2 SOBE AO MEZANINO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

ROTEADOR WIFI FIXOS NO PILAR

S S.3

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

NOME LOJA:

AMARO GUIDE SHOP PORTO ALEGRE ATIVIDADE PRINCIPAL:

MODA FEMININA N° LOJA:

LOJA COMERCIAL SUC 2102/03/04/05 ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO S

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

FIXADOR DE TUBO

S.2

FIXADOR DE TUBO

CONTATO LOJISTA:

LODOVICO GUIDO LUCIANO BRIOSCHI ASSINATURA LOJISTA: RESPONSÁVEL PROJETO:

DIOGO ERDMANN VALLS

X4

INFOS RESPONSÁVEL PROJETO:

CREA-RS 151.017

ELETRODUTO

ELETRODUTO

LAJE

ASSINATURA PROJETO:

COBERTURA METÁLICA

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO

R00 R01

12/06/19 26/06/19

EMISSÃO PARA ANÁLIS ALTERAÇÕES CONFORME NOTIFICAÇÃ

SEM ESCALA

AMARO

X5

PLANTA BAIXA TÉRREO ESC: 1 : 50

ETAPA:

FOLHA:

EX-ELT-

REFORMA DE LOJA ENDEREÇO:

LIBERADO PARA:

SHOPPING IGUATEMI - PORTO ALEGRE/RS PLANTA BAIXA TÉRREO - SONORIZAÇÃO

LIB. PARA APROVAÇÃO ARQUIVO:

AMA-EXE-ELT-501

DESENHADO POR:

DATA:

ESCALA:

TIAGO R

13/06/2019

Como indicado


DIVERSOS


C

ø32

ø32

ø32

ø25

ø32

CO NTIN

PR AN

PRANCHA HID-201

ø32

ø32

ø25

VER CONTINUAÇÃO

VE R

CH

AH

UA Ç

ID-2

01

ÃO RESERVATÓRIO DE CONSUMO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L VENTILAÇÃO ø32mm

Elevação: 8.0 cm Elevação: 8.0 cm

EXTRAVASOR ø32mm

Elevação: 8.0 cm

RESERVATÓRIO DE REÚSO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

Elevação: 8.0 cm

VENTILAÇÃO ø32mm

REGISTRO DE GAVETA ø3/4"

EXTRAVASOR ø32mm

REGISTRO DE GAVETA ø1"

REGISTRO DE GAVETA ø3/4" cm

REGISTRO DE GAVETA ø32mm

Ele vaç ão :8

RESERVATÓRIO DE CONSUMO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

5

.0 Ele cm vaç ão :8

.0 cm Ele vaç ão :8 .0 Ele cm vaç ão :8

.0

VENTILAÇÃO ø32mm EXTRAVASOR ø32mm

ø2

D

REGISTRO DE GAVETA ø1"

REGISTRO DE GAVETA ø32mm REGISTRO DE GAVETA ø32mm ø3

ø25

ø32 ø32

REGISTRO DE GAVETA ø1"

ø3

2

67.63 m²

2

REGISTRO DE GAVETA ø32mm

ÁREA EXTERNA

ø32 ø32

REGISTRO DE GAVETA ø1"

ø32

ø3

2

REDE DE LIMPEZA DOS RESERVATÓRIOS ø32mm

ø32

ø25

REGISTRO DE GAVETA ø32mm

ø32

REGISTRO DE GAVETA ø32mm

ø3

2

900

VENTILAÇÃO ø32mm EXTRAVASOR ø32mm

RESERVATÓRIO DE REÚSO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

1-1

E

HID-206 2-2 HID-206

PLANTA BAIXA - RESERVATÓRIO SUPERIOR (CONSUMO E REÚSO) 1 : 25 E

D

C

TORNEIRA BÓIA ø3/4" TORNEIRA BÓIA 3/4"

ø32

ø32

VENTILAÇÃO ø32mm EXTRAVASOR ø32mm

ø32

RESERVATÓRIO DE REÚSO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

06/02/2019 16:20:30

RNR-479-EXE-HID-206-R00-R00.pdf

ø32

ø25

ø32

RESERVATÓRIO DE REÚSO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

ø32

CORTE 1-1 1 : 25

ø32

REDE DE LIMPEZA ø32mm

RESERVATÓRIO DE CONSUMO SUPERIOR REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP:5000L

900.0 ÁREA TÉCNICA

900.0 ÁREA TÉCNICA

CORTE 2-2 1 : 25

REGISTRO DE GAVETA ø1"

VER CONTINUAÇÃO NESTA PRANCHA


VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID-101

20.00

ø25

ø200 ø32

240.00

PRANCHA HID-101

142.00

66.00

32.00

VÁLVULA SOLENÓIDE 1" REGISTRO DE GAVETA 1"

18.00

VER CONTINUAÇÃO

ø32

ø32

H=-95cm

122.00

POÇO DE RECALQUE PLUVIAL PARA REÚSO DE ÁGUA DA CHUVA CAP: 6000m³ CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE REÚSO PRINCIPAL i=0,5% Q=4,1m3/h Alt. man=26mca Potência=2cv RESERVA 1-1 Q=4,1m3/h Alt. man=26mca HID-103 Potência=2cv

200.00

240.00

CX. PLUVIAL ø80 N° 5

i=0.4%

ø32

i=0.5%

ø200

NÍVEL MAX.

PRANCHA HID-103

i=0,5%

i=0.5%

CT: 0cm CF: 95cm

CABO DE AÇO PARA IÇAMENTO DAS BOMBAS

209.83

66.00

VÁLVULA DE RETENÇÃO 1"

PRANCHA HID-103

i=0.5%

REGISTRO DE GAVETA 1"

0.0 TÉRREO

INSPEÇÃO

VÁLVULA DE RETENÇÃO 1"

REDE ESTRAVASORA ø100mm

VER CONTINUAÇÃO

ø200 ø200

PRANCHA HID-101

ø200

VÁLVULA SOLENÓIDE 1"

VER CONTINUAÇÃO

VER CONTINUAÇÃO

i=0.5%

ø25

ø32

E

POÇO DE RECALQUE PLUVIAL PARA REÚSO DE ÁGUA DA CHUVA CAP: 6000m³ CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE REÚSO PRINCIPAL Q=4,1m3/h Alt. man=26mca Potência=2cv RESERVA Q=4,1m3/h Alt. man=26mca Potência=2cv

30.00

NÍVEL MIN.

ø32

200.00

240.00

BRP

BRP

01

02

BRP

BRP

01

02

CORTE 1-1 1 : 25

PLANTA BAIXA - POÇO DE RECALQUE 1 : 25 2

VE

R

O ÇÃ UA IN 1 -10 NT ID CO H A H C AN PR

ø3

2

i=0,5% ø2

ø3

5

2

VÁLVULA SOLENÓIDE 3/4" REGISTRO DE GAVETA 1" ø3

2

VÁLVULA DE RETENÇÃO 1"

VE POÇO DE RECALQUE PLUVIAL PARA REÚSO DE ÁGUA DA CHUVA CAP: 6000m³ CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE REÚSO PRINCIPAL Q=4,1m3/h Alt. man=26mca Potência=2cv RESERVA Q=4,1m3/h Alt. man=26mca Potência=2cv

BRP 01 ø2

ø2

ø2

00

00

i=

0.5

%

00

RNR-479-EXE-HID-103-R00-R00.pdf

CX. PLUVIAL ø80 N° 5

06/02/2019 16:19:47

R

C

O PR NT AN IN CH UA A HID ÇÃ -1 O 01

CT: 0cm CF: 95cm

BRP 02

VISTA 3D - POÇO DE RECALQUE PLUVIAL (REÚSO)

i=0

.5

%

i=0

.5

H=-95cm

%

ø2

00

VER CONTINUAÇÃO PRANCHA HID-101


6

7

2-2 INC-501

HID - REC ø100

HID - REC

ø100

CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE HIDRANTES PRESSURIZADOS PRINCIPAL Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv RESERVA Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv JOCKEY Q=1,2m3/h Alt. man=70mca Potência=3cv

20.00

25.26 m²

20.00

ø65

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE

VÁLVULA GAVETA ø65mm

BH 01

ø65

ø25

ø65

ø65

VÁLVULA GAVETA ø65mm

02

R

IN

C AN PR

UA

HA

IN

ÇÃ

C-2

O

01

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

ø25

BJ

ø65

VÁLVULA ESFÉRA ø25mm

BATERIA DE PRESSOSTÁTO

01

ø25

PRANCHA INC-201

VER CONTINUAÇÃO

VÁLVULA GAVETA ø65mm

VE

NT CO

BH

ø65 VÁLVULA GAVETA ø65mm

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

ø100

ø100

ø100

ø100

ø25

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

BATERIA DE PRESSOSTÁTO VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

ø25 VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

ø25 ø25

ø10

0

BATERIA DE PRESSOSTÁTO

CASA BOMBAS

ø100

Elevação: -35.4 cm

9.81 m²

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

GRELHA DE PISO INTERLIGA À REDE PLUVIAL

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

1-1 INC-501

CHAMADA DE DETALHE 1 - REDES DE HIDRANTES

ø6

ø10

5

0

1 : 25 ø1

ø65

PROVADOR FEMININO

ø1

56.91 m²

ø1

00

00

00

ø25

66

ø25

7 ø25

HID - REC ø100 RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

ø6

5 BATERIA DE PRESSOSTÁTO

ø25

RESERVATÓRIOS DE HIDRANTE REF: FORTLEV MAT: FIBRA DE VIDRO CAP: 20000L

ø100

Elevação: -10.0 cm Elevação: -10.0 cm

ø25

ø25

Elevação: -10.0 cm

ø2 ø2

ø100

ø100

ø100

Elevação: 230.0 cm

5

5

Elevação: 230.0 cm

Elevação: 230.0 cm

ø25 Elevação: 180.0 cm BATERIA DE PRESSOSTÁTO

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø80mm

VÁLVULA GAVETA ø80mm

VÁLVULA GAVETA ø65mm

VÁLVULA GAVETA ø25mm

ø65

ø65

Elevação: 12.6 cm

Elevação: 12.6 cm ø25

CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE HIDRANTES PRESSURIZADOS PRINCIPAL Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv RESERVA Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv JOCKEY Q=1,2m3/h Alt. man=70mca Potência=3cv

HID - REC

ø100

ø1

00

ø1

00

ø1

ø1

0.0 TÉRREO

Elevação: -10.0 cm

01

5

ø2

5

BATERIA DE PRESSOSTÁTO

00

BATERIA DE PRESSOSTÁTO

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø80mm

ø25

BJ

ø2

00

ø80

ø25

VÁLVULA GAVETA ø65mm

ø80

ø100

VÁLVULA GAVETA ø80mm VÁLVULA GAVETA ø65mm

VÁLVULA GAVETA ø80mm

BATERIA DE PRESSOSTÁTO

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

CORTE 1-1

VÁLVULA GAVETA ø65mm

ø6

5

ø25

1 : 25

ø25

REGISTRO ESFERA ø25mm

ø6

VE

CO

NT

HA

IN

IN

C-2

UA

01

ÇÃ

O

5 ø2 5 ø2 5 ø2

5 ø6

R

PR AN C

5

ø2

5

CONJUNTO DE BOMBAS DO SISTEMA DE HIDRANTES PRESSURIZADOS PRINCIPAL Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv RESERVA Q=36m3/h Alt. man=60mca Potência=17,5cv JOCKEY Q=1,2m3/h Alt. man=70mca Potência=3cv

PONTO DE LIGAÇÃO DO RECALQUE DA BOMBA

5

BJ 01

2

BH 02 BH

1

01

ø100

HID - REC ø100

3

ø100 BATERIAS DE PRESSOSTÁTO ø25

ø80

ø80

Elevação: 230.0 cm

ø25

4

Elevação: 180.0 cm

ø25

6

ø25

ø80

ø80

ø25

ø25

5

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25mm

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø80mm

06/02/2019 16:18:52

ø25

ø80

ø80

RNR-479-EXE-INC-501-R00-R00.pdf

ø25

ø25

VÁLVULA ESFERA ø25mm

ø25

VÁLVULA GAVETA ø80mm

VAI À DRENAGEM

DETALHE - BATERIA DE PRESSOSTÁTO PARA CADA BOMBA

VÁLVULA GAVETA ø65mm VEM DOS RESERVATÓRIOS ø65mm

SEM ESCALA ø65

ø65

ø65

Elevação: 12.6 cm

ø25 Elevação: -10.0 cm

CORTE 2-2 1 : 25

BH

BH

01

02

BJ 01

0.0 TÉRREO

1

PRESSOSTATO DE REGULAGEM SIMPLES, ASCO OU TELEMECANIQUE DE 2 A 20 kg/cm2 ROSCA BSP ø25 mm (PARA BOMBA JOCKEY: REGULAGEM DUPLA).

2

MANÔMETRO, CORPO DE AÇO ø100 mm, DE 0 A 20 kg/cm2, ROSCA BSP ø25 mm. PROTEÇÃO DE GLICERINA. NIÁGARA OU WYLLI.

3

REGISTRO DE 3 VIAS PARA MANÔMETRO, WORCESTER, NIÁGARA FIG 301 - 3, ROSCA BSP ø25mm

4

REGISTRO DE ESFERA, DE BRONZE, COM ROSCA BSP ø25 mm - NIÁGARA FIG 300

5

TUBO DE AÇO CLASSE A ø25mm.

6

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø25 mm.


4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

ø 50

REGISTRO DE GAVETA ø2"

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø2"

CORRENTE

MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2"

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

EQUIVALÊNC POLEGADAS (")

PVC - ESGOTO

1/2

-

3/4

-

1

-

TAMPA EM CHAPA DE AÇO

84 TAMPA EM CHAPA DE AÇO

82 70

57 0 ø 10

TAMPA EM CHAPA DE AÇO

20

20

56

1.1/4

-

1.1/2

40

2

50

ø50

103

100

ø100

NÍVEL MÁX. D'ÁGUA

ø 50

REGISTRO DE GAVETA ø2"

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø2" MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2" CORRENTE

150

CORRENTE

150

MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2"

REGISTRO DE GAVETA ø2"

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø2"

CORRENTE

15

15

MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2"

120

15

15

120

15

CORTE 1-1

CORTE 2-2

ESCALA 1 : 25

ESCALA 1 : 25 TAMPA EM CHAPA DE AÇO

84 57 TAMPA EM CHAPA DE AÇO

56

20

20

82 70

ø50

103

100

ø100

NÍVEL MÁX. D'ÁGUA

REGISTRO DE GAVETA ø2"

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø2" MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2" CORRENTE

150

CORRENTE MANGUEIRA FLEXÍVEL ø2"

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

150

15

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

GRUPO MOTO BOMBA DE RECALQUE SUBMERSA DE ESGOTO CLOACAL VAZÃO: 10m3/h Hmano:15,00 mca POTÊNCIA:2,0CV 3500 RPM

2.1/2

-

3

75

4

100

6

150

PVC


S11

LEGENDA GERAL:

S7

S7

H1

BOMBA PRINCIPAL;

H2

BOMBA RESERVA;

H3

BOMBA JOCKEY;

H4

BOMBA JOCKEY;

H5

REGISTRO DE GAVETA ø4";

H6

VÁLVULA DE RETENÇÃO ø3/4";

H7

BATERIA DE PRESSOSTÁTO;

H8

CAP 4";

S7

S8

S8

S6

S8

S6

S6

C2

H1

BOM

H2

BOM

H3

BOM

H4

BOM

H5

REG

H6

VÁLV

H7

BATE

H8

CAP

C1 H-H

S6

S6

S10

HID-205

EQUIVALÊNCIA DE BITOLAS H3 POLEGADAS (")

PVC - ESGOTO

PVC - ÁGUA

FG OU FF

1/2

-

20

13

15

3/4

-

25

19

22

H7

COBRE

H2 1

-

32

25

28

1.1/4

-

40

32

35

1.1/2

40

50

38

42

R 0.0 04 - LAJE

S7

0.0 04 - LAJE S2

S3

S7

S4

H1

2

50

60

50

54

2.1/2

-

75

63

66

3

75

85

75

76

4

100

110

100

-

6

150

160

150

-

H7 S8

CORTE F-F S6

C2 S11 S6

S9

ESCALA 1 : 25 S11 S6

H7

C1 H-H S10 S4

HID-205

H3

S7

S6

S2

CASA DE BOMBAS

POLEGADAS (")

S9

33.36 m² Pd=310cm

S3

S6

0.0 04 - LAJE

S7

0.0 04 - LAJE

1/2

S7

3/4

S6

H7 H2 1

S2 S6

S9

S7

CORTE E-E S7

S7

1.1/4

S7

ESCALA 1 : 25 1.1/2

E-E INC-103

H1

2 S9

H7

S7

2.1/2

S8

3 F-F

S6

S9

INC-103

4

S11 S6 6

S11 S6

H7 S11 S5

S10 S4 SPK ø100 S7

S6

S1

S7

CASA DE BOMBAS

S7

S2

S7

S9

33.36 m² Pd=310cm

S3

S6

0.0 04 - LAJE

S7

S7

S8

S8

S6

S6

0.0 04 - LAJE

S8

S6 R S6

D-D

S2 S6

SPK ø100

INC-103

S9

S7

CORTE E-E S6

S6

S10

S7

ESCALA 1 : 25 E-E INC-103 S9 R

S7

0.0 04 - LAJE

0.0 04 - LAJE S2

F-F

S3

S4

CORTE F-F

INC-103

ESCALA 1 : 25

S11 S5

S1

S7

S7

7.0 06 - PISO PRONTO R

VISTA 3D (SEM ESCALA)

S7

S8

S8

S8

S6

S6

S6

D-D INC-103

SPK ø100 S6

SPK ø100

S6

S10

CORTE D-D ESCALA 1 : 25 R 0.0 04 - LAJE

0.0 04 - LAJE S2

CORTE F-F ESCALA 1 : 25

7.0 06 - PISO PRONTO

7.0 06 - PISO PRONTO

VISTA 3D (SEM ESCALA)

PLANTA BAIXA - TÉRREO (CASA DE MÁQUINAS)

CORTE D-D

ESCALA 1 : 25

ESCALA 1 : 25

SPK ø100

S3

S4


MARVITEC OU SIMILAR. FIXAÇÃO COM CHUMBADOR PARABOLT.

*TUBULAÇÕES: DEVERÃO SER EM AÇO CARBONO DIN 2440 GALVANIZADO E ROSQUEADAS PARA DIÂMETRO ATÉ Ø 2“ E DIÂMETROS SUPERIORES. NÃO SERÁ ADMITIDO DIÂMETRO INFERIOR À Ø1”; *CONEXÕES: AS CONEXÕES DEVERÃO ATENDER A NORMA FERRO MALEÁVEL, CLASSE 10, ROSCA BSP PARA DIÂMETRO AS ROSCAS DEVERÃO SER DO TIPO BSP (25 KG/CM²), FABR SIMILAR, E EM AÇO CARBONO PARA SOLDA NOS DIÂMETRO NÃO SERÁ ADMITIDA LUVA PARA EMENDA DAS TUBULAÇÕE *PINTURA: TODA A REDE DEVERÁ SER PINTADA COM FUND (PRIMER) E EM 2 DEMÃOS DE TINTA ESMALTE NA COR VERM NORMA; *FIXAÇÃO: A REDE DEVERÁ SER FIXADA COM BRAÇADEIRAS COM VERGALHÃO ROSQUEADO DE 3/8” GALVANIZADAS E CH (JAQUETA E CONE), NÃO SENDO ACEITOS SUPORTE FLEXÍV WALSIVA). OS SUPORTES DEVERÃO SER INSTALADOS ENTRE CADA CO ESPAÇAMENTO DE NO MÁXIMO DE: 0,90 M PARA TUBO DE 1 DOS RAMAIS, 1,20 M PARA TUBO DE 11/4” NAS EXTREMIDAD PARA TUBO DE 11/2” A 2” E DIÂMETRO SUPERIOR A 2” O ESP DEVERÁ SER DE NO MÁXIMO 4,60 M ENTRE FIXAÇÕES; *VEDAÇÃO: DEVERÁ SER FEITA ATRAVÉS DE PASTA DOX / C BICOS DE SPRINKLERS, E FITA TEFLON Ø ¾”, SENDO PROIB FIO SISAL;

VERGALHÃO COM ROSCA NAS EXTREMIDADES, CONFORME TABELA "A'. BRAÇADEIRA TIPO "A", MARVITEC OU SIMILAR. TUBULAÇÃO, DIÂMETRO INDICADO EM PLANTA.

TABELA 4 - NBR 10897/2014 DIÂMETRO DOS TIRANTES EM FUNÇÃO DOS TUBOS DIÂMETRO DO TIRANTE DO SUPORTE (mm) 9,5 mm 12,7 mm 16,0 mm

TUBULAÇÃO (ø) ATÉ 100 DE 125 À 250 DE 250 À 300

TABELA DE SPRINKLERS SÍMBOLO

TABELA 6 - NBR 10897/2014 DIÂMETRO DOS TIRANTES EM FUNÇÃO DOS TUBOS DIÂMETRO NOMINAL 20 25 32 40 50 65 (mm)

80

90

100 125 150 200

TUBO DE AÇO

N/A 3,65 3,65 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60

TUBO DE COBRE

2,45 2,45 3,05 3,05 3,65 3,65 3,65 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60

CPVC

1,7

1,8

2,0 2,15 2,45 2,75 3,0

TIPO DE BICO

TEMPERATURA DE AÇÃO (°C) E RESPOSTA

5,6 (80,6)

VER NOTA 09

5,6 (80,6)

NOTA 05

QUANDO A DISTÂNCIA DO FORRO À LAJE FOR SUPERIOR A INSTALADOS BICOS DE SPRINKLER NESTA ÁREA DE ENTRE

NOTA 06

A ÁREA MÁXIMA DE COBERTURA PARA CADA PONTO DE SP *O ESPAÇAMENTO MÁXIMO PERMITIDO PARA O RISCO ORD ENTRE BICOS E 2 m ENTRE BICOS E PAREDES, DESDE QUE ATUAÇÃO DE CADA UM; *DEVERÁ SER OBSERVADA A DISTÂNCIA MÁXIMA ENTRE OS AUTOMÁTICOS (SPRINKLER) PARA A CLASSE DE RISCO DO GRUPO 2 – NBR 10.897/07): a. MÁXIMA ENTRE DOIS PONTOS: 4,0 m; b. MÍNIMA ENTRE DOIS PONTOS: 1,80 m; c. MÁXIMA DA PAREDE: 2,00 m (DESDE QUE SEJA RESPEITA m²); d. MÍNIMA DA PAREDE: 0,50 m; e. MÁXIMA DO PONTO À LAJE DO TETO: 0,30 m;

NOTA 07

A DISTÂNCIA ENTRE QUALQUER ELEMENTO (ESTANTES, M DE SPRINKLER DEVE SER DE 1m;

NOTA 08

A INTERLIGAÇÃO DA ÁGUA DA REDE DE SPRINKLER OU HID SISTEMA DO SHOPPING DEVERÁ SER PROGRAMADA COM A A ABERTURA DA VÁLVULA ESFERA QUE ALIMENTA A REDE HIDRANTE DA LOJA, DEVERÁ SER PROGRAMADA COM A AD SHOPPING, APÓS A VISTORIA DA REDE DE INCÊNDIO DA ME CADERNO TÉCNICO DO SHOPPING.

NOTA 09

BICOS DE SPRINKLERS: DEVERÃO SER UTILIZADOS SPRINK ½”, DO TIPO “PENDENTE” OU “UP RIGHT” NAS ÁREAS SEM F NAS ÁREAS COM FORRO. OS MODELOS DEVERÃO SER APR OBEDECER ÀS SEGUINTES TEMPERATURAS DE ACIONAME a. DE 68ºC PARA A ÁREA DE LOJA JIRAUS E VITRINES (VER b. DE 79ºC PARA A ÁREA DE COZINHA E 93ºC QUANDO O ME FORNOS OU OUTRO EQUIPAMENTO POSSA GERAR CALOR

NOTA 10

OS BICOS DE SPRINKLERS DEVERÃO TER APROVAÇÃO DA O TESTE DE ESTANQUEIDADE DEVERÁ SER ACOMPANHAD SHOPPING. DEVERÁ FICAR EM TESTE POR 24H.

NOTA 11

NAS ÁREAS DE RETAGUARDA, ESTOQUE E CASA DE MÁQU PREVISTO GAIOLA PROTETORA PARA OS BICOS DE SPRINK DETALHE EM PRANCHA.

25

A REDE DE SPRINKLER E ACESSÓRIOS PASSÍVEIS DE SERE PRESSÃO DE TRABALHO DO SISTEMA, ANTES DE SE INTER SHOPPING, DEVEM SER TESTADAS HIDROSTATICAMENTE À libras/pol² - PSI, E DEVEM MANTER ESSA PRESSÃO POR 02 (D PERDAS, CONFORME NORMA NBR 10.897/14.

DETALHE D

ø À PARTIR DE 50mm

TÊ DE REDUÇÃO COM ROSCA 2,5 À 30cm

LAJE OU VIGA

CHUVEIRO UPRIGHT

DETALHE TÍPICO DAS REDES SOLDADAS

LUVA DE REDUÇÃO

NOS TUBOS PRINCIPAIS DA REDE DE SPRINKLERS, DEVERÃO SER SOLDADAS LUVAS, PARA EXECUTAR A TRANSIÇÃO COM AS REDES ROSCADAS DOS RAMAIS COM DIÂMETROS INFERIORES A 50mm. RAMAL RAMAL

LUVA DE REDUÇÃO

25

VARIÁVEL

LUVA DE REDUÇÃO

FORRO FORRO CANOPLA

CANOPLA

CHUVEIRO PENDENTE CHUVEIRO PENDENTE

DETALHE F

DETALHE A

SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO E ABAIXO DO FORRO NO MESMO RAMAL.

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ABAIXO DO FORRO.

LAJE OU VIGA

2,5 À 30cm

RAMAL

CHUVEIRO UPRIGHT

25

LUVA DE REDUÇÃO

O PROJETO E AS INSTALAÇÕES DA REDE DE SPRINKLER A NBR 10.897/2014. O SHOPPING GARANTIRÁ A PRESSÃO E A VAZÃO NECESSÁ FUNCIONAMENTO DE TODO O SISTEMA DE SPRINKLER DA

NOTA 04

ø150,100,80 E 65mm

ISOMÉTRICO 02

DENSIDADE

OS BICOS DE SPRINKLER SERÃO DO TIPO DISPARO POR AM AMPOLA VERMELHA 68ºC. SERÃO NOVOS, DE MARCAS TRA COMO SKOP; FABRICADOS DE ACORDO COM A NBR 6135 E INMETRO.

RAMAL

SPRINKLERS INTERMIDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO.

12,00 m²

VAZÃO POR BICO

NOTA 03 TUBO GERAL

TOCO SOLDADO

12,00 m²

NOTAS DOS SPRINKLERS: NOTA 01

LUVA DE REDUÇÃO

LUVA DE REDUÇÃO

BRONZE S/ CANOPLA

ÁREA DE COBERTUR POR BICO

140,00 m²

CHUVEIRO UPRIGHT

NOTA 02 RAMAL COM SOLDA DIRETA DO TUBO GERAL.

VER MEMORIAL DESCRITIVO

VER NOTA 09

UPRIGHT

N/A N/A N/A N/A N/A

2,5 À 30cm

LAJE/VIGA

ACABAMENTO

PENDENTE

ÁREA DE CÁLCULO SISTEMA DE SPRINKLER

TE DE REDUÇÃO P/ SOLDA

FATOR "K"

LUVA DE REDUÇÃO

FORRO

CANOPLA RAMAL CHUVEIRO PENDENTE

DETALHE B SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ABAIXO DO FORRO

DETALHE C SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ACIMA DO FORRO

CONDULETE ELETRODUTO

ELETRODUTO

CABO BLINDADO

TUBULAÇÃO EM AÇO DIN 2440 (ø-INDICADO)

R00

Emissão Projeto Legal

REVISÃO

DESCRIÇÃO DAS ALTERAÇÕES

DETALHE - CONEXÃO DA CHAVE DE FLUXO COM REDE DE DETECÇÃO E ALARME SEM ESCALA

ISOMÉTRICO 01

MANÔMETRO PARA MEDIÇÃO DE PRESSÃO DA REDE DE SPRINKLERS

CONECTA NA REDE DE SPRINKLERS REGISTRO DE ESFERA À 2,10m OU NO FORRO

Praça Osvaldo Cruz, nº 15 - Conj. 213 Porto Alegre - Cep. 90.038-900 Fones: 55 51 3212 0740 optare@optare.com.br

TUBULAÇÃO DE SPRINKLERS MANÔMETRO

06/09/2017 10:42:08

CAM-UBE-INC-301-R00.rvt

BOCAL COM ORIFÍCIO NÃO CORROSIVO DE DIÂMETRO IGUAL AO DO CHUVEIRO UTILIZADO NA INSTALAÇÃO LIGA NO PLUVIAL EXISTENTE DO SHOPPING h=60cm (PISO ACABADO) TAMPÃO

DETALHE - DRENO DA REDE DE SPRINKLERS SEM ESCALA

Responsável pelo Projeto: Eng. Civil MARCIO VALLANDRO TROLLI CREA: RS124.609 Nº DA LOJA:

SIGLA DO PROJETO:

CAM UBE TIPO DE PROJETO:

LOJA TRADICIONAL EMISSÃO:

Proprietário: Maxmix Comercia

OBRA:

CAMICADO CENTER SH UBERLÂNDIA

043

01/09/2017

ENDEREÇO:

Av. João Naves de Ávila, 1331 - Loja 1278,1280,1281 - Piso L1 - U - CEP 38408-902

DISCIPLINA:

PROTEÇÃO E COMBATE CONTRA INCÊ TÍTULO:

ISOMÉTRICA 01 E 02 - REDES DE SPRIN


MANÔMETRO PARA MEDIÇÃO DE PRESSÃO DA REDE DE SPRINKLERS

A

CONECTA NA REDE DE SPRINKLERS

184

A'

B

A

108

A'

198

23

83

B

70

ø25

PLATAFORMA ELEVATÓRIA PNE

103

ø25

ø25

ø25

73

87

TAMPÃO

ø25

46

ø25

176

164

ø25

BOCAL COM ORIFÍCIO NÃO CORROSIVO DE DIÂMETRO IGUAL AO DO CHUVEIRO UTILIZADO NA INSTALAÇÃO LIGA NO PLUVIAL EXISTENTE DO SHOPPING h=60cm (PISO ACABADO)

56

ø25

MANÔMETRO

117

88

73

TUBULAÇÃO DE SPRINKLERS

ø25

REGISTRO DE ESFERA À 2,10m OU NO FORRO

ø32

ø25

ø25

ø32

ø25

204

ø25

250

SEM ESCALA

204

DETALHE - DRENO DA REDE DE SPRINKLERS

ø40

ø50

34

43

24

93

93

22

116

111

22

115

111

22

142

22

83

302

322

ø25

250

169

114

41 116

88

ø40

ø25

ø50

209

54

323

184

ø65

61

ø50

36

220

ø25

2 m²

384

ø25

7 m²

31 ø25

178 ø25 ø25

ø25

ø65

115

110

228

77

36

13

87

102

ø25

274

ø25

ø25

ø32

ø32

123

ø50

107 ø25

250

ø25

253

ø50

10

ø32

3 m²

9 m²

ø25

ø25

ø40

ø32

114 ø40

ø32

ø32

208

ø32

ø32

66

10

ø50

GERENTE

COPA ø25

ø40

6 m²

1 m²

125

SALA DE MÁQUINAS ø25 EXAUSTÃO

LIMPEZA

110

ø25

ø32

INC-501 ø25

ø25

ø25

47

115

B

207

110

52

116

95

SALA DE MÁQUINAS

ø50

373

78 ø25

3 m²

110

300

100

ø25 VESTIÁRIO

PROJEÇÃO VIGAS RUA ARGENTINA

73

PROJEÇÃO VIGAS RUA ARGENTINA

424

PROJEÇÃO VIGAS RUA ARGENTINA

366

ø25

ø32

64

285

ø40

249

B INC-501 83

59

ø25

25

PROJEÇÃO VIGAS RUA ARGENTINA

169 220

ø32

254

ø32

ø25

156

95

ø100

ø25

132

ø32

ø32

ø32

84 59

81

72

ø25

ø50

ø32

117

ø25

ø25

35

ø40

ø40

93

VESTIÁRIO ø25

ø40

ø25

ø40

ø32

245

ø25

88

219

171

ø50

ø25

101

ø40

ø40

ø40

6 m²

254

ø40

SALAø25DE MÁQUINAS AR CONDICIONADO

6 m²

ø32

ø25

ø25

CIRCULAÇÃO

ø25

ø80

254

ø80

ø25

ø65

ø25

ø65

ø25

ø65

ø40

ø32

ø65

ø25

ø65

ø50

ø40 ø40

52

ø25

98

215

ø25

ø25

108

ø32

ø32

85

ø40

11 ø32

ø25

62 m²

322

9

11 45

57

ESTOQUE (51 ESTANTES)

INC-501

L

ø50

K

ø40

ø25

INC-501

L

A

262

ø25

A

K

175 80

115

400

ø50

REDE DE SPRINKLERS ø100mm VEM DO ENTREFOROO

250

ø25

ø25

ø25

ø80

145

ø25

113

ø25

ø25

ø25

ø25 ø25

ø100

ø100

ø100

ø32

ø25

ø100

ø80

ø25

ø80

105

ø65

254

ø65

ø25

ø50

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø40

203

200

ø100

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

158

ø25

ø32

ø100

29

DETALHE- SPRINKLER COM GAIOLA DE PROTEÇÃO

254

ø100

ø25

ø25

ø25

ø25

317

282

ø25

ø25

ø25

ø25

279

ø25

ø25

CALHA DE CONCRETO EXISTENTE h=4,21m DO TÉRREO

82

ø25

TRILHO VITRINE

180

135

166

178

TRILHO VITRINE

ø25

ø25

SEM ESCLA

75

93

22

116

111

22

115

111

22

142

22

PLANTA BAIXA - TÉRREO

ESCALA 1 : 50

REDE DE SPRINKLERS -ø100mm INTERLIGA À REDE DE SPRINKLERS DO SHOPPING, VERIFICAR INTERLIGAÇÃO IN LOCO, CONFORME CADERNO TÉCNICO DO SHOPPING.

LEGENDA:

NOTAS DOS SPRINKLERS: NOTA 01

2,5 À 30cm

CHUVEIRO UPRIGHT

ELETRODUTO

OS BICOS DE SPRINKLER SERÃO DO TIPO DISPARO POR AMPOLA, DIÂMETRO 1/2", AMPOLA VERMELHA 68ºC. SERÃO NOVOS, DE MARCAS TRADICIONAIS NO MERCADO, COMO SKOP; FABRICADOS DE ACORDO COM A NBR 6135 E COM O SELO DO INMETRO.

NOTA 04

A REDE DE SPRINKLER E ACESSÓRIOS PASSÍVEIS DE SEREM SUBMETIDOS À PRESSÃO DE TRABALHO DO SISTEMA, ANTES DE SE INTERLIGAR AO PONTO DO SHOPPING, DEVEM SER TESTADAS HIDROSTATICAMENTE À PRESSÃO DE 200 libras/pol² - PSI, E DEVEM MANTER ESSA PRESSÃO POR 02 (DUAS) HORAS, SEM PERDAS, CONFORME NORMA NBR 10.897/14.

NOTA 05

QUANDO A DISTÂNCIA DO FORRO À LAJE FOR SUPERIOR A 80 cm, DEVERÃO SER INSTALADOS BICOS DE SPRINKLER NESTA ÁREA DE ENTRE FORROS;

NOTA 06

A ÁREA MÁXIMA DE COBERTURA PARA CADA PONTO DE SPRINKLER É DE 12 m²; *O ESPAÇAMENTO MÁXIMO PERMITIDO PARA O RISCO ORDINÁRIO É DE 4 m X 3 m ENTRE BICOS E 2 m ENTRE BICOS E PAREDES, DESDE QUE RESPEITADA A ÁREA DE ATUAÇÃO DE CADA UM; *DEVERÁ SER OBSERVADA A DISTÂNCIA MÁXIMA ENTRE OS CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLER) PARA A CLASSE DE RISCO DO SHOPPING (ORDINÁRIO GRUPO 2 – NBR 10.897/07): a. MÁXIMA ENTRE DOIS PONTOS: 4,0 m; b. MÍNIMA ENTRE DOIS PONTOS: 1,80 m; c. MÁXIMA DA PAREDE: 2,00 m (DESDE QUE SEJA RESPEITADA A ÁREA MÁXIMA DE 12 m²); d. MÍNIMA DA PAREDE: 0,50 m; e. MÁXIMA DO PONTO À LAJE DO TETO: 0,30 m;

CABO BLINDADO

RAMAL COM SOLDA DIRETA DO TUBO GERAL.

LUVA DE REDUÇÃO

TUBO GERAL

TUBULAÇÃO EM AÇO DIN 2440 (ø-INDICADO)

RAMAL ø150,100,80 E 65mm

TOCO SOLDADO

LUVA DE REDUÇÃO

DETALHE D SPRINKLERS INTERMIDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO.

TÊ DE REDUÇÃO COM ROSCA 2,5 À 30cm

LAJE OU VIGA

DETALHE TÍPICO DAS REDES SOLDADAS

NOS TUBOS PRINCIPAIS DA REDE DE SPRINKLERS,

CHUVEIRO UPRIGHT

LUVA DE REDUÇÃO

DETALHE - CONEXÃO DA CHAVE DE FLUXO COM REDE DE DETECÇÃO E ALARME SEM ESCALA

NOTA 07

*TUBULAÇÕES: DEVERÃO SER EM AÇO CARBONO DIN 2440 (NBR 5580 M), PRETO OU GALVANIZADO E ROSQUEADAS PARA DIÂMETRO ATÉ Ø 2“ E SOLDADOS PARA DIÂMETROS SUPERIORES. NÃO SERÁ ADMITIDO DIÂMETRO INFERIOR À Ø1”; *CONEXÕES: AS CONEXÕES DEVERÃO ATENDER A NORMA NBR 6943, E SER EM FERRO MALEÁVEL, CLASSE 10, ROSCA BSP PARA DIÂMETRO ATÉ Ø 2“. AS ROSCAS DEVERÃO SER DO TIPO BSP (25 KG/CM²), FABRICAÇÃO TUPY OU SIMILAR, E EM AÇO CARBONO PARA SOLDA NOS DIÂMETROS SUPERIORES A Ø 2“. NÃO SERÁ ADMITIDA LUVA PARA EMENDA DAS TUBULAÇÕES; *PINTURA: TODA A REDE DEVERÁ SER PINTADA COM FUNDO ANTICORROSIVO (PRIMER) E EM 2 DEMÃOS DE TINTA ESMALTE NA COR VERMELHA, CONFORME NORMA; *FIXAÇÃO: A REDE DEVERÁ SER FIXADA COM BRAÇADEIRAS DO TIPO ECONÔMICO, COM VERGALHÃO ROSQUEADO DE 3/8” GALVANIZADAS E CHUMBADOR CB 3/8” (JAQUETA E CONE), NÃO SENDO ACEITOS SUPORTE FLEXÍVEIS (EXEMPLO: FITA WALSIVA). OS SUPORTES DEVERÃO SER INSTALADOS ENTRE CADA CONEXÃO DA REDE COM ESPAÇAMENTO DE NO MÁXIMO DE: 0,90 M PARA TUBO DE 1” NAS EXTREMIDADES DOS RAMAIS, 1,20 M PARA TUBO DE 11/4” NAS EXTREMIDADES DOS RAMAIS, 3,60 M PARA TUBO DE 11/2” A 2” E DIÂMETRO SUPERIOR A 2” O ESPAÇAMENTO DA FIXAÇÃO DEVERÁ SER DE NO MÁXIMO 4,60 M ENTRE FIXAÇÕES; *VEDAÇÃO: DEVERÁ SER FEITA ATRAVÉS DE PASTA DOX / CÂNHAMO E PARA OS BICOS DE SPRINKLERS, E FITA TEFLON Ø ¾”, SENDO PROIBIDO O USO DE ZARCÃO E FIO SISAL;

O PROJETO E AS INSTALAÇÕES DA REDE DE SPRINKLER ATENDERÃO A NORMA NBR 10.897/2014. O SHOPPING GARANTIRÁ A PRESSÃO E A VAZÃO NECESSÁRIAS PARA O FUNCIONAMENTO DE TODO O SISTEMA DE SPRINKLER DA LOJA;

NOTA 03

ELETRODUTO

25

ø À PARTIR DE 50mm

NOTA 02

CONDULETE

LAJE/VIGA

CHAVE DE FLUXO

PLANTA BAIXA - MEZANINO REDE DE SPRINKLERS ø100mm VEM DO ENTREFOROO

ESCALA 1 : 50

TE DE REDUÇÃO P/ SOLDA

83

09

35

09

A DISTÂNCIA ENTRE QUALQUER ELEMENTO (ESTANTES, MOBILIÁRIO, ETC) E O BICO DE SPRINKLER DEVE SER DE 1m;

TABELA DE SPRINKLERS SÍMBOLO

TIPO DE BICO

PENDENTE

TEMPERATURA DE AÇÃO (°C) E RESPOSTA

VER NOTA 09

FATOR "K"

ACABAMENTO

ÁREA DE COBERTURA POR BICO

5,6 (80,6)

VER MEMORIAL DESCRITIVO

12,00 m²

FABRICANTE QUANTIDADE

TYCO, SKOP OU EQUIVALENTE

72

FS


L

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV. 357

320

JUNÇÃO ANGULAR DUPLA EM "U" MARVITEC OU SIMILAR. JUNÇÃO ANGULAR DUPLA FIXAÇÃO COM CHUMBADOR MARVITEC OU SIMILAR. PARABOLT.

P

P

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

320

320

320

320

320

320

320

320

320

320

ø25

279 ø25

113

ø25 ø32

326

EL 3.60m

ø32

ø25

314

ø25

320

ø50

320

320

ø25

ø25

EL 3.60m

ø25

EL 3.60m

320

320

320

320

320

314

ø25

334

ø25

84

TUBO GERAL

320

320

320

334

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

402

398

400

115

400

2,5 a 30cm

223

ø32 EL 5.78m

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ACIMA DO FORRO

25

SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO E ABAIXO DO FORRO NO MESMO RAMAL.

FORRO

EL 5.78m

ø65

NOTA 11

A ALTURA MÁXIMA PARA ARMAZENAMENTO NO DEPÓ

RAMAL

2,5 a 30cm

CHUVEIRO UPRIGHT

LUVA DE REDUÇÃO

CHUVEIRO PENDENTE

SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ABAIXO DO FORRO

RAMAL

LUVA DE REDUÇÃO

CHUVEIRO UPRIGHT

FORRO

CANOPLA

ø50 EL 5.78m

DETALHE C 223

ø32

ø32 ø65

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

ø32

EL 5.78m

ø32

ø32 ø80

ø32

ø80

384

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

ø40

ø40

ø40

ø65

NOTA 09

NAS ÁREAS DE ACESSO DE CLIENTES COM FORRO, O DEVEM SER DA COR BRANCA, CONFORME A TONALID NAS ÁREAS COM ACESSO DE CLIENTES SEM FORRO, APARENTE É DA COR ÀGATA DA ISLÂNDIA, OS BICOS NAS ÁREAS SEM ACESSO DE CLIENTES, OS BICOS DE COM ACABAMENTO BRUTO PARA OS BICOS UPRIGHT PENDENTES.

ESTÃO SENDO PREVISTOS BICOS DE CHUVEIROS AU ENTREFORRO, QUANDO HOUVER MATERIAIS COMBUS

CHUVEIRO PENDENTE

ø32

ø80

ø65

ø32

ø80

ø32

ø100

ø32

ø32 ø100

ø50

EL 5.78m

ø50

ø100

EL 5.78m

INCLUSIVE, DEV ROSQUEADO D OS TUBOS COM DIÂMETRO SUPERIORES A 1 1/2" DEV BRAÇADEIRA ECONÔMICA E TIRANTE ROSQUEADO D O ESPAÇAMENTO ENTRE SUPORTES NÃO PODERÁ EX - 3,70M PARA TUBOS COM DIÂMETRO ATÉ 1.1/2”, INCL - 4,60M PARA TUBOS COM DIÂMETROS SUPERIORES. É VETADO O USO DE FITA PERFURADA.

NOTA 10

2,5 a 30cm 115

A ÁREA MÁXIMA DE COBERTURA PARA CADA SPRINKL FORAM CONSIDERADAS AS SEGUINTES DISTÂNCIAS: - MÁXIMO DE 4,60M ENTRE DOIS BICOS; - MÍNIMA DE 1,80M ENTRE DOIS BICOS; - MÁXIMA DE 2,30M DA PAREDE; - MÍNIMA DE 0,60M DA PAREDE (ONDE POSSÍVEL); FORAM PREVISTOS BICOS DE CHUVEIROS AUTOMÁTI FORRO COM ALTURA IGUAL OU SUPERIOR A 1,00M, N MATERIAIS CONBUSTÍVEIS NESTE ESPAÇO.

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ACIMA DO FORRO E ABAIXO DO FORRO NO MESMO RAMAL.

384

400

ø25

400

A LOJA SE CLASSIFICA COMO RISCO COMUM (ORDINÁ A LOJA ESTÁ SUJEITA À VISTORIA DO CBPMESP E DE PRONTAMENTE A TODAS AS OBSERVAÇÕES FEITAS N

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ABAIXO DO FORRO.

136 385

ø25

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø25

400

NOTAS DOS SPRINKLERS

O PROJETO ATENDE A CRITÉRIOS DA IT-23 E/OU IT-24

NOTA 08

CHUVEIRO PENDENTE

383

ø25

EL 5.78m

400

DENSIDAD

DETALHE E

LAJE OU VIGA

385 400

VAZÃO POR B 140,00 m²

AS TUBULAÇÕES DE SPRINKLERS, INTERNAS À LOJAS CONFORME DESCRIÇÃO ABAIXO: - ATÉ DOIS BICOS DIÂMETRO DE 25mm; - ATÉ TRÊS BICOS DIÂMETRO DE 32mm; - DE QUATRO A CINCO BICOS DIÂMETRO DE 40mm; - DE SEIS A DEZ BICOS DIÂMETRO DE 50mm; - DE ONZE A VINTE BICOS DIÂMETRO DE 65 mm; - DE VINTE E UM A QUARENTA BICOS DIÂMETRO DE 8 - ACIMA DE QUARENTA BICOS CÁLCULO HIDRÁULICO.

25 25

CHUVEIRO PENDENTE

DETALHE B

EL 5.78m

EL 5.78m

400

12,0

TODAS AS TUBULAÇÕES DEVERÃO SER TESTADAS AN PRINCIPAL, COM ACOMPANHAMENTO DO SHOPPING, DE 14KGF/CM² DURANTE DUAS HORAS, SEM HAVER Q DEVERÁ SER UTILIZADO MANÔMETRO AFERIDO COM DIÂMETRO E ESCALA COMPATÍVEL COM PRESSÃO DE

CANOPLA

FORRO

ø25

400

ø25

400

ø25

384

5,6 (80,6)

NOTA 07

FORRO

25

115

12,0

DETALHE A

111

400

68 °C STANDART

BRONZE S/ CANOPLA

O PROJETO PREVÊ UMA CONEXÃO DE DRENO, CONFO PROJETO, COMPOSTA POR UMA TUBULAÇÃO DE NO M VÁLVULA/REGISTRO GLOBO (H=2,10M) NA PARTE INFE

LUVA DE REDUÇÃO

111

EL 4.37m

111

ø25

ø25

ø25

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

CHAVE DE FLUXO

ø25

250

ø32

ø32

ø32

ø32 ø40

ø50

EL 5.78m

VARIÁVEL

VARIÁVEL

LUVA DE REDUÇÃO CHUVEIRO PENDENTE

385

ø25

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

ø25 EL 5.78m

398

VER NOTA 09 ABAIXO

NOTA 06

DETALHE F

LAJE OU VIGA

ø150

ø100

ø50

EL 5.78m

ø100

ø50

ø25 ø65

RAMAL

REDE DE SPRINKLERS AÇO DIN 2440 - ø150mm INTERLIGA À REDE DO SHOPPING (VERIFICAR PONTO DE ENTREGA IN LOCO) 1-PREVER REGISTRO GERAL 2-PREVER CHAVE DE FLUXO 3-PREVER MEDIDOR DE PRESSÃO CONFORME DE TALHE EM PROJETO

ø65

ø100

ø50

ø50

ø32

ø32

CHUVEIRO UPRIGHT

LUVA DE REDUÇÃO

CANOPLA

384

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25 ø25 EL 5.78m

EL 5.78m

ø40

240

402

5,6 (80,6)

ÁRE COBE POR

DEVEM SER DA COR BRANCA, CONFORME A TONALIDADE DE FORRO. NAS ÁREAS COM ACESSO DE CLIENTES SEM FORRO, EM QUE A TUBULAÇÃO APARENTE É DA COR ÀGATA DA ISLÂNDIA, OS BICOS DEVEM SER DA COR PRETA. OS TUBOS COM DIÂMETRO ATÉ 1 1/2” NAS ÁREAS SEM ACESSO DE CLIENTES, OS BICOS DE SPRINKLERS DEVEM SER BRAÇADEIRA ECONÔMICA E TIRANTE COM ACABAMENTO BRUTO PARA OS BICOS UPRIGHT E BRONZE PARA OS PENDENTES.

FORRO

RAMAL

PLANTA BAIXA MEZ. TÉRREO

NOTA 04

DETALHE DSENDO PREVISTOS BICOS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS NO ESTÃO NOTA 10

LUVA DE REDUÇÃO

MEDIDOR DE PRESSÃO

SEM ESCALA

ø100

- DE QUATRO A CINCO BICOS DIÂMETRO DE 40mm; - DE SEIS A DEZ BICOS DIÂMETRO DE 50mm; - DE ONZE A VINTE BICOS DIÂMETRO DE 65 mm; - DE VINTE E UM A QUARENTA BICOS DIÂMETRO DE 80 mm; - ACIMA DE QUARENTA BICOS CÁLCULO HIDRÁULICO.

CHUVEIRO UPRIGHT

LUVA DE REDUÇÃO

ø25

295

EL 5.78m

ø25

ø25 ø25 EL 5.78m

EL 5.78m

FS

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

ø25

ø25

ø25

ø25

166

ø25

ø25

ø40 ø25

ø32

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

ø25

ø100

ø25

ø25

LUVA DE AÇO PARA SOLDA NPT - ø2"

EL 5.78m

19

BUCHA DE REDUÇÃO NPT ø2"x1/2"

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

86

EL 5.78m

TOCO DE TUBO AÇO DIN 2440 NPT - ø1/2"

ø25 ø100

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

ø25 EL 5.78m

ø25 REGISTRO DE ESFERA NPT - ø1/2"

ESCALA 1 : 100

DEVERÁ SER UTILIZADO MANÔMETRO AFERIDO COM NO MÍNIMO 150MM DE DIÂMETRO E ESCALA COMPATÍVEL COM PRESSÃO DE TESTE.

CANOPLA

DETALHE - AUTOMAÇÃO

EL 5.78m

EL 5.78m EL 5.78m

ø25 ø25

45

EL 6.00m

300 EL 5.88m

467

14/09/2017 15:57:00

ø32

223

ø25

71

71 80

ø32

ø50

ø40

EL 5.78m

EL 2.85m

RNR-MEI-EXE-INC-101CAP03.rvt

ø80

ø25

383

ø25 ø32 32

C-01

ø25

RAMAL

ø80 ø32

ø32

ø32

400

P

ACABAMENTO

OS BICOS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS SERÃO DE 1 SERÃO DO TIPO VERTICAL PENDENTE E UPRIGTH, CO OBEDECENDO AS SEGUINTES TEMPERATURAS DE AC NOTA O PROJETO PREVÊ UMA CONEXÃO DE DRENO, CONFORME DETALHE NO 03 68º - BULBO VERMELHO - PARA ÁREA DE LOJA, MEZAN PROJETO, COMPOSTA POR UMA TUBULAÇÃO DE NO MÍNIMO 25MM, DOTADA DE 79º - BULBO AMARELO - PARA ÁREA DE COZINHA. VÁLVULA/REGISTRO GLOBO (H=2,10M) NA PARTE INFERIOR DO SISTEMA. CHUVEIRO TODAS AS TUBULAÇÕES DEVERÃO SER TESTADAS ANTES DE LIGADAS À REDE EM ÁREAS VULNERÁVEIS E MEZANINO DAS LOJAS DE UPRIGHT PRINCIPAL, COM ACOMPANHAMENTO DO SHOPPING, COM ÁGUA A UMA PRESSÃO PARA A PROTEÇÃO DE BICOS. DE 14KGF/CM² DURANTE DUAS HORAS, SEM HAVER QUEDA DE PRESSÃO.

LAJE OU VIGA

TUBOS PRINCIPAIS DA REDE DE SPRINKLERS, DEVERÃO SER SOLDADAS LUVAS, PARA EXECUTAR A TRANSIÇÃO COM AS REDES LUVA ROSCADAS DOS RAMAIS DE REDUÇÃO COM DIÂMETROS INFERIORES A 50mm.

DETALHE C

ø32

ø50

EL 5.78m

ø40

ø40 ø40

O

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

400

ø40

400

ø100

ø25

ø25

ø25

210

ø25

NPT - ø1/4"

EL 5.78m

EL 5.78m

EL 5.78m

EL 5.78m

102

EL 5.78m

ø25

CABLE GLAND WITH 3' OF PREWIRED CLABLE

LUVA DE REDUÇÃO NPT ø1/2"x1/4" EL 5.43m

EL 5.05m

EL 5.78m

ø100 EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø25

ø100 EL 5.78m

NOTA 02

OS TUBOS COM DIÂMETRO SUPERIORES A 1 1/2" DEVEM SER FIXADOS COM N/A N/A N/AROSQUEADO N/A DE 3/8”. 3,0 N/A ECONÔMICA BRAÇADEIRA E TIRANTE O ESPAÇAMENTO ENTRE SUPORTES NÃO PODERÁ EXCEDER A: - 3,70M PARA TUBOS COM DIÂMETRO ATÉ 1.1/2”, INCLUSIVE; - 4,60M PARA TUBOS COM DIÂMETROS SUPERIORES. É VETADO O USO DE FITA PERFURADA.

CHUVEIRO PENDENTE

384

ø25

ø25 ø32 ø65

ø32

EL 5.78m

ø65

ø32

ø80

ø32

ø32

ø65

ø80

ø32

ø32

EL 5.78m

ø80

ø32

ø80

144

144 70

EL 5.42m

UPRIGHT

A ÁREA MÁXIMA DE COBERTURA PARA CADA SPRINKLER É DE 12M². FORAM CONSIDERADAS AS SEGUINTES DISTÂNCIAS: - MÁXIMO DE 4,60M ENTRE DOIS BICOS; - MÍNIMA DE 1,80M ENTRE DOIS BICOS; - MÁXIMA DE 2,30M DA PAREDE; -80 MÍNIMA 90 DE 0,60M DA PAREDE 100 125 (ONDE 150POSSÍVEL); 200 FORAM PREVISTOS BICOS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS NAS ÁREAS SOBRE NOTA 01 O FORRO COM ALTURA IGUAL OU SUPERIOR A 1,00M, NOS CASOS ONDE HAJA MATERIAIS CONBUSTÍVEIS NESTE4,60 ESPAÇO. 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60

CHUVEIRO UPRIGHT

DETALHE TÍPICO DAS REDES SOLDADAS

68 °C STANDART

OS BICOS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS SERÃO DE 1/2" COM FATOR K DE 80. SERÃO DO TIPO VERTICAL PENDENTE E UPRIGTH, COM SELO DO INMETRO E OBEDECENDO AS SEGUINTES TEMPERATURAS DE ACIONAMENTO: 68º - BULBO VERMELHO - PARA ÁREA DE LOJA, MEZANINO E VITRINE; 79º - BULBO AMARELO - PARA ÁREA DE COZINHA. ÁREA DE CÁLCULO EM ÁREAS VULNERÁVEIS E MEZANINO DAS LOJAS DEVERÁ SER UTILIZADA GRADE SISTEMA DE SPRINKLER PARA A PROTEÇÃO DE BICOS.

SPRINKLERS INTERMIDIÁRIOS A ALTURA MÁXIMA PARA ARMAZENAMENTO NO DEPÓSITO DEVE SER DE 3,70 m. NOTA 11 INSTALADOS ACIMA DO FORRO.

TÊ DE REDUÇÃO COM ROSCA

ø150

N

ø40

ø40

ø50

ø25

400 ø40

A LOJA SE CLASSIFICA COMO RISCO COMUM (ORDINÁRIO) GRUPO II. A LOJA ESTÁ SUJEITA À VISTORIA DO CBPMESP E DEVERÁ ATENDER PRONTAMENTE A TODAS AS OBSERVAÇÕES FEITAS NESSAS VISTORIAS.

CANOPLA

ø40

ø65

ø40

ø50 EL 5.78m

111

PENDENTE

136 385

ø25

EL 5.78m

ø25

ø25 ø25

ø25

ø25

ø25 ø32 ø100

ø50

EL 5.78m

ø100

FATOR "K"

8,10 mm/min

NOTA 05 ENTREFORRO, QUANDO HOUVER MATERIAIS COMBUSTÍVEIS NESTE ESPAÇO.

LUVA DE REDUÇÃO

SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ABAIXO DO FORRO NOS LAJE OU VIGA

EL 5.78m

ø32 ø100

ø50

ø100

TEMPERATURA DE AÇÃO (°C) E RESPOSTA

O PROJETO ATENDE A CRITÉRIOS DA IT-23 E/OU IT-24 DO CBPMESP.

RAMAL

ø25

ø25 ø32

ø50

ø65

ø32

ø25

126

400

400

DENSIDADE

LUVA DE REDUÇÃO

DETALHE B

EL 5.78m

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø25

ø25

ø25

ø25

327

ø25 ø32

ø32

ø100

REDE DE SPRINKLER VAI AO 2º PAV.

ø50

384

400

VAZÃO POR BICO

RAMAL

LUVA DE REDUÇÃO

400

EL 5.78m

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

ø100 EL 5.78m

EL 3.60m

EL 5.78m

ø25

ø100

ø32 EL 5.78m

ø32

250

200

ø25

276

5

AH-04

6

04 EL 2.85m

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ACIMA DO FORRO E ABAIXO DO FORRO NO MESMO RAMAL.

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

400

ø50

ø50

ø25

291

ø100

EL 2.33m REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

84

400

380

ø25

EL 5.88m

ø25

.85m

DETALHE E

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ABAIXO DO FORRO.

P

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

272

DETALHE A

155

EL 2.33m

204

AH-03

85

400

127

54

CHUVEIRO PENDENTE

FORRO

ø25 EL 5.78m

ø25

ø65

EL 5.78m

ø65

EL 2.33m

M

ø65

106

ø25

EL 2.21m

EL 2.35m 204

EL 2.04m

CCø50

EL 2.33m INC-501

ø25

04

AH-02

180

78

ø25

ø25 ø100 ø32

ø32 ø25

300 EL 5.88m

45 EL 2.33m

EL 2.21m

AH-01

NOTA 08

LUVA DE REDUÇÃO

TOCO SOLDADO

25

400

TABELA DE SPRINKLERS

TIPO DE 96,00 L/min BICO

RAMALNAS ÁREAS DE ACESSO DE CLIENTES COM FORRO, OS BICOS DE SPRINKLERS

CANOPLA

341

400

220

SÍMBOLO

AS TUBULAÇÕES DE SPRINKLERS, INTERNAS À LOJAS, FORAM DIMENSIONADAS CONFORME DESCRIÇÃO ABAIXO: - ATÉ DOIS BICOS DIÂMETRO DE 25mm;

CANOPLA

LAJE OU VIGA

400

289

TYCO OU EQUIVALENTE

- ATÉ TRÊS BICOS DIÂMETRO DE 32mm; LUVA DE REDUÇÃO

NOTA 09

ø65

106 336

ø50

EL 2.33m

EL 2.33m 126

ø25

ø25 ø50

ELUEx-01 2.33m

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

L

EL 2.70m

K

467

ø40

EL 2.33m 282

J

EL 5.78m

ø25

80

ø32 EL 2.70m

AA

EL 2.70m

QCAC-02

EL 2.85m

426

198

ø25

RAMAL COM SOLDA DIRETARAMAL DO TUBO GERAL.

71

71

ø25 04 EL 2.85m

UV-01

QEAC-02

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

ø100

NOTA 06

TE DE REDUÇÃO CHUVEIRO P/ SOLDA UPRIGHT

FORRO

ø150,100,80 E 65mm

LUVA DE REDUÇÃO

330

EL 5.78m

ø25 EL 2.85m EL 2.74m

INC-501

ø50

2,15 2,45NOTA 2,75 05

NOTA 07

TUBO GERAL

327

O

REDE DE SPRINKLER VAI AO 2º PAV.

ø50

QCAC-01 QEAC-01

CALA

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV. ø40

2,0

CHUVEIRO PENDENTE

N

TYCO OU EQUIVALENTE

12,00 m²

140,00 m²

2,5 a 30cm

320

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

ø65

32

65

LUVA DE REDUÇÃO

LUVA DE REDUÇÃO

FORRO

M

41 36

ø25

ø50

272

NOTA 04

LAJE/VIGA

2,5 a 30cm

84

12,00 m²

OS TUBOS COM DIÂMETRO ATÉ 1 1/2” INCLUSIVE, DEVEM SER FIXADOS COM

1,8

25

37

VARIÁVEL

ø25

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

320

ø25

ø25

210 19

EL 3.60m

ø50

54

NOTA 01

3,65 3,65 4,60 4,60 4,60

LAJE OU VIGA

NOS TUBOS PRINCIPAIS DA REDE DE SPRINKLERS, DEVERÃO SER SOLDADAS LUVAS, PARA EXECUTAR A TRANSIÇÃO COM AS REDES ROSCADAS DOS RAMAIS COM DIÂMETROS INFERIORES A 50mm.

RAMAL

EL 6.00m

137

223

ø32

126

N/A

SPRINKLERS INTERMIDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO.

DETALHE TÍPICO DAS REDES SOLDADAS

150

ø25

CANOPLA

2,45 2,45 3,05 3,05 3,65 3,65 3,65 4,60ECONÔMICA 4,60 4,60 4,60 4,60 DE 1/4”. BRAÇADEIRA E TIRANTE ROSQUEADO

CPVC DETALHE D1,7

LUVA DE REDUÇÃO

320

ø25

EL 3.60m

327

ø32

155

5,6 (80,6)

FABRICANTE QUANTIDADE

CANOPLA

EL 5.78m

ø25

EL 5.05m

EL 5.78m

EL 5.43m

300 EL 5.78m

330

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

4

REDE DE SPRINKLERS

ø25

320

INC-501

EL 2.33m

BB

383

ø25

295

RAMAL

TUBO DE AÇO

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

144 102

ø100 EL 5.78m

ø25

ø50

200 4,60

2,75

TUBO DE COBRE

341

ø25 EL 3.60m

ø40 330

300

129 REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

384

EL 5.78m

EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø100 EL 5.78m

ø25

EL 5.78m

ø25

EL 5.42m

150

RAMAL COM SOLDA DIÂMETRO DOS LUVA TIRANTES EM FUNÇÃO DOS TUBOS DIRETA DO TUBO DE REDUÇÃO GERAL. DIÂMETRO NOMINAL 20 25 32 40 50 (mm)

EL 3.60m

ø40

ø80

44 32

40

ø32

250

125

EL 3.60m

ø25

276

100

TABELA 6 - NBR 10897/2014

327

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

98

ø25 300

ø25

41 36

ø25

90

CC

291

ø80

80

25

37

150

ø25

44 32

ø32

ø25

ø32

129

ø32

ø40

ø40

ø80

68 °C STANDART

2,5 a 30cm

ø À PARTIR DE 50mm

320

326

EL 3.60m

ø32

ø25

108 337 97

ø50

ø25

68 °C STANDART

UPRIGHT

3,0 N/A N/A N/A N/A N/A DIÂMETRO DO TIRANTE DO SUPORTE (mm) NOTA 03 LAJE/VIGA ATÉ 100 9,5 mm TE DE REDUÇÃO DE 125 À 250 12,7 mm P/ SOLDA CHUVEIRO UPRIGHT DE 250 À 300 16,0 mm

1,8 2,0 2,15 2,45 TUBULAÇÃO (ø)

ø150,100,80 E 65mm

91 58

ø25

ø50

330

INC-501

144

ø50

1,7

EL 3.60m

ø32

ø32

CPVC

TÊ DE REDUÇÃO COM ROSCA

ø32

ø25 EL 3.60m

ø25 ø25

EL 5.88m

ø25

EL 3.60m

ø50 ø25

ø50

EL 3.60m

ø32

5,6 (80,6) VER NOTA"A", 09 BRAÇADEIRA TIPO ABAIXO MARVITEC OU SIMILAR. BRONZE S/

PENDENTE

DIÂMETRO TIRANTES DOS TUBOS NOTA 02 2,45 2,45 3,05 DOS 3,05 3,65 3,65 3,65 EM 4,60 FUNÇÃO 4,60 4,60 4,60 4,60

TUBO DE COBRE REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

65

TABELA 4 - NBR 10897/2014 3,65 3,65 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60 4,60

N/A

ø25

ø25

ÁREA DE COBERTURA POR BICO

NOTAS DOS SPRINKLERS:

DIÂMETRO DOS TIRANTES EM FUNÇÃO DOS TUBOS DIÂMETRO NOMINAL 20 25 32 40 50 (mm) TUBO DE AÇO

88

ACABAMENTO

TABELA 6 - NBR 10897/2014

40

BOCAL COM ORIFÍCIO NÃO CORROSIVO DE DIÂMETRO IGUAL AO DO CHUVEIRO UTILIZADO NA INSTALAÇÃO LIGA NO PLUVIAL EXISTENTE DO SHOPPING h=60cm (PISO ACABADO)

ø32

ø25

L

K

ø50

58

28 0

ø25

FATOR "K"

ÁREA DE CÁLCULO SISTEMA DE SPRINKLER

RAMAL

REDE DE SPRINKLER VEM DO 1º PAV.

91

ø4 0

ø25

ø32

EL 3.60m

70

ø25

TUBULAÇÃO

ø50

ø40 EL 3.60m

ø40 ø40

EL 3.60m

ø40 142

ø40

300

51 54

3

28 0

ø25 EL 3.60m

ø50

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

400

380

316

ø32 400

78

REGISTRO DE ESFERA À 2,10m OU NO FORRO

ø32

99

ø50

320

142

J

TEMPERATURA DE AÇÃO (°C) E RESPOSTA

TUBULAÇÃO, DIÂMETRO INDICADO EM PLANTA.

DIÂMETRO DO TIRANTE DO SUPORTE (mm) 9,5 mm 12,7 mm 16,0 mm

ATÉ 100 DE 125 À 250 DE 250 À 300

99

I

ø4 0

ø25

EL 3.60m

295

ø25

62

146

ESCALA 1 : 100

ø3 2

113

ø65 335 101

108

103 375 62

ø4 0

16 6

ø25

EL 3.60m

ø25

ø25

234

ø2 5

CONECTA NA REDE DE SPRINKLERS

ø32

ø32

SEM ESCALA

PLANTA BAIXA TÉRREO

TIPO DE BICO

DIÂMETRO DOS TIRANTES EM FUNÇÃO DOS TUBOS TUBULAÇÃO (ø)

ø50

268

ø25

16 6 51 54

ø3 2

EL 3.60m

36 32

ø32

88

ø25

ø65

ø25

98

176

268

ø25

EL 3.60m

ø32

77

ø25

ø4 0

ø25

265

ø32

ø32

ø25

ø25

265

ø32

ø32

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

331

ø25331

200

77

ø25

28 0

ø32

331

ø32

ø25

ø25

EL 3.60m

ø25

ø25

ø32

146

ø2 5

331

ø25

332

ø25

ø25

234

DETALHE - DRENO DA REDE DE SPRINKLERS

73

ø25

257

ø25

EL 3.60m

ø25

200

ø25

ø65

ø25

ø25

ø25

ø25

ø25

267

ø25 ø25

ø25

ø65

28 0

ø25

ø32

ø25

EL 3.60m

ø25 375

ø25

132

375

200

TABELA DE SPRINKLERS SÍMBOLO

TABELA 4 - NBR 10897/2014

ø65

EL 3.60m

ø25

ø25

TUBULAÇÃO

6

239

ø25 400

ø25

BOCAL COM ORIFÍCIO NÃO CORROSIVO DE DIÂMETRO IGUAL AO DO CHUVEIRO UTILIZADO NA INSTALAÇÃO LIGA NO PLUVIAL EXISTENTE DO SHOPPING h=60cm (PISO ACABADO)

145

ø25

TOCO SOLDADO

EL 3.60m

ø25

EL 2.85m

ø25 ø25

EL 2.85m

ø40

103

EL 2.85m

ø50 ø25

ø25

ø25

ø40

REGISTRO DE ESFERA À 2,10m OU NO FORRO

88

332

337

ø25

ø25 ø25

178 139 256

ø40

CONECTA NA REDE DE SPRINKLERS

EL 3.60m

ø25

ø25 266ø25

ø25

73

ø25

176

ø25

77

ø25

ø25

267

239

ø25

ø25

257

ø32

266

ø25 ø25

ø25

ø25

EL 3.60m

EL 2.85m

145

EL 3.60m

ø25

266

ø32

ø25

ø25

ø25

ø25

200

ø25

ø25

106

ø32 EL 3.40m

ø25 EL 3.20m

ø25

EL 3.40m

ø25

EL 2.85m

EL 3.60m

ø25

ø40

ø32 375

266

ø25

ø25

ø25

TODA A REDE DEVE SER PINTADA COM PRIMER. NAS Á CLIENTES E SEM FORRO, A PINTURA DE ACABAMENTO DA ISLÂNDIA, DEVENDO SER IDENTIFICADAS COM ANÉ COM 0,20m DE LARGURA, A CADA 5,00m DE DISTÂNCIA, NBR-10897/2014. NAS DEMAIS ÁREAS, A PINTURA DEVE

BRAÇADEIRA TIPO "A",

VERGALHÃO COM ROSCA NAS MARVITEC OU SIMILAR. EXTREMIDADES, CONFORME TUBULAÇÃO, DIÂMETRO TABELA "A'. INDICADO EM PLANTA.

EL 3.60m

ø25

88

ø25

EL 3.60m 159

ø32

ø25

ø32

300

ø25 ø25 ø25

123

ø50

29 50

ø25

ø50

ø40

139 256

ø25 EL 2.85m

VERGALHÃO COM ROSCA NAS EXTREMIDADES, CONFORME TABELA "A'.

EL 3.60m

ø40

ø50

77

ø25

316

182

ø40

198

ø25

ø25

36 32

ø50

266

ø25

159

ø40

ø25 400

141

ø25

EL 3.60m

ø25

ø50

ø25

ø25

262

320

ø32

EL 3.60m

97

173

ø40320

ø40

EL 3.60m

EL 3.60m

ø25

101

5

ø25

ø65

ø65

ø25

266

ø25

ø32 ø50

ø40

132

161

ø25

258

185

61

ø25 ø25

ø25

335

76

EL 2.85m

320

ø65

210

ø25

ø25

ø25

94

74

85

ø25

109

320 ø65

ø50

ø50

320

EL 3.60m

ø50 ø25

266

182

ø25

AA

EL 3.20m

EL 3.40m

ø25

200

ø25

ø25

53

198

178

266

ø40

ø80 ø80

320

ø50

ø25

ø25 ø25

ø25

200

ø25 ø25 ø25

199

66

ø25

112 138

EL 3.40m

242

299

EL 3.13m

ø50

50

EL 3.13m

ø25

69

ø40

EL 3.13m

106

141

EL 3.13m

INC-501

ø80

ø32

148

143

EL 3.40m

ø25

24

76 400

ø25 EL 3.60m

ø65

ø40 320

ø40

EL 3.40m

ø50

384

177 300

ø32

ø25 ø25 EL 3.40m

ø25

ø50 EL 3.40m

83

EL 3.13m

109

ø25

300

ø32

ø25

ø25 ø25

123

ø25

29 50

ø25 ø25

199 200

EL 3.40m

242

299

EL 3.13m

ø50

66

ø25

112

EL 3.13m

ø40

ø80 ø80

285

ø40

210

EL 3.40m

50

138

ø80

43

70

ø25

ø25

200

ø25

24

ø65

ø50

82

ø50

4 83

ø50 167

76

BB

ø25 167

82

ø50

DRENO DO SISTEMA DE SPRINKLER VER DETALHE NESTA PRANCHA

INC-501

RINKLER NCHA

ø40 ø25

EL 3.60m

ø40

ø32 137

ø25

375

ø25

EL 3.40m

ø25

78

EL 3.40m

ø25

212

375

EL 3.40m

375

37 41

ø25

33

75 179

320

ø32

EL 3.60m

ø25

ø65

320

78

375

ø25

212

ø25

375

EL 3.40m

375

37 41

320

33

320 179

EL 3.40m

320

EL 3.40m

75

357

LEGENDA:

OS TUBOS SERÃO EM AÇO CARBONO, COM OU SEM COSTURA, ROSCADOS PARA DIÂMETROS ATÉ 2" E SOLDADOS PARA DIÂMETROS SUPERIORES OU AÇO SOLDADO OU UNIDO COM SULCO LAMINADO, PARA PRESSÕES ATÉ 2,07 MPA OU COBRE, SEM OS TUBOS SERÃO EM AÇO CARBONO, COM OU SEM CO COSTURA. AS ROSCAS DEVERÃO SER DO TIPO BSP (25 kg/cm²). AS CONEXÕES SERÃO EM FERRO MALEÁVEL PARA DIÂMETROS ATÉ 2" E EM AÇO DIÂMETROS ATÉ 2" E SOLDADOS PARA DIÂMETROS SU CARBONO SOLDÁVEL PARA DIÂMETROS SUPERIORES. É VETADO O USO DE OU UNIDO COM SULCO LAMINADO, PARA PRESSÕES AT BUCHAS DE REDUÇÕES. COSTURA. AS ROSCAS DEVERÃO SER DO TIPO BSP (25 TODA A REDE DEVE SER PINTADA COM PRIMER. NAS ÁREAS COM ACESSO DE CLIENTES E SEM FORRO, A PINTURA DE ACABAMENTO DEVE SER NA COR ÁGATA AS CONEXÕES SERÃO EM FERRO MALEÁVEL PARA DIÂ DA ISLÂNDIA, DEVENDO SER IDENTIFICADAS COM ANÉIS PINTADOS EM VERMELHO, CARBONO SOLDÁVEL PARA DIÂMETROS SUPERIORES. COM 0,20m DE LARGURA, A CADA 5,00m DE DISTÂNCIA, EM CONFORMIDADE COM A NBR-10897/2014. NAS DEMAIS ÁREAS, A PINTURA DEVE SER NA COR VERMELHA. BUCHAS DE REDUÇÕES.

279

3 167

LEGENDA:

EM "U"

FIXAÇÃO COM CHUMBADOR PARABOLT.

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV. 167

O

O

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

VARIÁVEL

INC-501

N

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

2,5 a 30cm

CC

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

M

N

CC INC-501

2,5 a 30cm

M

25

K

REDE DE SPRINKLER VAI AO MEZ. 1º PAV.

ø À PARTIR DE 50mm

J

L

25

I

K

25

J

SPRINKLERS DE EXTREMIDADE INSTALADOS ACIMA DO FORRO

DETALHE F SPRINKLERS INTERMEDIÁRIOS INSTALADOS ACIMA DO FORRO E ABAIXO DO FORRO NO MESMO RAMAL.


LEGENDA

6

4º PAV

PULSADOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA.

6108

2

2

INTERRUPTOR SIMPLES + BIPOLAR 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + PULSADOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h= 1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. PULSADOR + SENSOR DE PRESENÇA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h= 1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + TOMADA USB. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR INTERMEDIÁRIO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + TOMADA USB. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h= 1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, h = 1,10m OU INDICADA+ TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, h=0,30m OU INDICADA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO DOIS INTERRUPTORES PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, h=0,70m OU INDICADA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA. CONJUNTO UMA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + UMA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CAIXA DE PASSAGEM ESMALTADA 100x50mm, PRÓPRIA PARA INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM ALVENARIA, h= 0,30m OU INDICADA. CAIXA DE PASSAGEM ESMALTADA 100x100mm, PRÓPRIA PARA INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM ALVENARIA, h= 0,30m OU INDICADA. SENSOR DE PRESENÇA DE PAREDE, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. ESPERA PARA INTERFONE, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50x50mm, h=1,30m OU INDICADA. ESPERA PARA ANTENA DE TV OU TV A CABO, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA PARA TELEFONE TIPO RJ-11, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h= 0,30m OU INDICADA.

3º PAV 5820

Corte 5

ESC: 1 : 25

6

5

4º PAV 6108

5

6

6

5

3º PAV 5820

Corte 6

5

ESC: 1 : 25 9

NOTAS

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 100x100x3000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 38x38x6000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. CABO HEPR 0,6/1,0kV 90°C, LIVRE DE HALOGÊNIOS, 3x2,5mm², COM PLUG FÊMEA 2P+T - (10A/250V) NA EXTREMIDADE, PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DAS LUMINÁRIAS A PARTIR DA INFRAESTRUTURA (DISTÂNCIA MÁXIMA = 1,50m). INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR TRIPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA.

NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR 40% DE SUA ÁREA TOTAL.

NOTA 02

OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DOS ELETRODUTOS DEVERÃO SER INSTALADOS A CADA 2,00m.

NOTA 03

ELETRODUTOS DE DIÂMETRO NOMINAL NÃO INDICADOS SERÃO DE ∅1" (32mm).

NOTA 04

DEVERÁ SER RIGOROSAMENTE SEGUIDA A CONVENÇÃO DE CORES PREVISTA NA NBR-5410 PARA A IDENTIFICAÇÃO DOS CABOS: → CONDUTORES DE NEUTRO (OBRIGATÓRIO): AZUL CLARO; → CONDUTORES DE PROTEÇÃO OU TERRA (OBRIGATÓRIO): VERDE; → CONDUTORES DE FASE: VERMELHO, PRETO OU AMARELO; → CONDUTORES DE RETORNO: BRANCO;

NOTA 05

NO CASO DE CABOS COM SEÇÃO IGUAL OU SUPERIOR A 6mm², PODERÃO SER UTILIZADOS CABOS COM ISOLAÇÃO NA COR PRETA, MARCADOS COM FITA ISOLANTE COLORIDA EM TODOS OS PONTOS VISÍVEIS (CD's, CAIXAS DE PASSAGEM, ETC).

NOTA 06

NOTA 07

OS CABOS NÃO DEVERÃO SER SECCIONADOS EXCETO ONDE ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIO. EM CADA CIRCUITO OS CABOS DEVERÃO SER CONTÍNUOS DESDE O DISJUNTOR DE PROTEÇÃO ATÉ A ÚLTIMA CARGA, SENDO QUE NAS CARGAS INTERMEDIÁRIAS SERÃO PERMITIDAS DERIVAÇÕES. AS EMENDAS DEVERÃO SER FEITAS ASSEGURANDO O BOM CONTATO E RESISTÊNCIA (ACONSELHA-SE O USO DE CONECTORES POR MOLA ATÉ A SEÇÃO DE 6mm² E SOLDAS COM ESTANHO EM CADINHO NO MÍNIMO 10s E ISOLADAS COM FITA AUTO-FUSÃO). AS EMENDAS SÓ PODERÃO OCORRER EM CAIXAS DE PASSAGEM. A SEÇÃO MÍNIMA A SER UTILIZADA SERÁ DE 2,5mm² PARA A ILUMINAÇÃO E DEMAIS CIRCUITOS. SEÇÕES NÃO IDENTIFICADAS EM PLANTA SERÃO 2,5mm². O FABRICANTE DOS CONDUTORES DEVERÁ POSSUIR CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE DO INMETRO E SER HOMOLOGADO PELA MELNICK EVEN.

NOTA 08

PARA PROTEÇÃO CONTRA FUGAS DE CORRENTES E CHOQUES ELÉTRICOS DEVIDO A CONTATOS COM PARTES ENERGIZADAS, DEVERÃO SER UTILIZADOS INTERRUPTORES DIFERENCIAIS RESIDUAIS (DR). ESTES DEVERÃO TER AS CARACTERÍSTICAS NOMINAIS A SER INSTALADOS NOS LOCAIS DESCRITOS EM PLANTA, SENDO QUE IDr=30mA.

NOTA 09

CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO (CDs): → SERÃO DE EMBUTIR COM PORTA E ESPELHO PARA EVITAR CONTATO DIRETO COM AS PARTES INTERNAS ENERGIZADAS; → INTERNAMENTE DEVERÃO CONTER BARRAMENTOS DE COBRE PARA AS FASES E NEUTRO COMPATÍVEIS COM AS CORRENTES NOMINAIS DESCRITAS NO PROJETO. DEVERÁ CONTER TAMBÉM BARRAMENTO EXCLUSIVO PARA LIGAÇÃO DO CONDUTOR DE PROTEÇÃO (TERRA);

NOTA 10

OS DISJUNTORES A SER INSTALADOS DEVERÃO SER DO TIPO TERMOMAGNÉTICO, NAS CORRENTES NOMINAIS DESCRITAS EM PLANTA, CAPACIDADE DE RUPTURA DE 4,5kA SEGUNDO A NORMA IEC-947, CURVA CARACTERÍSTICA DE DISPARO TIPO "C" (5 À 10 VEZES A CORRENTE NOMINAL).

NOTA 11

INTERRUPTORES E TOMADAS: → TOMADA (2P+T) 10A: 1 TOMADA (2P+T) 10A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO; → TOMADA (2P+T) 20A: 1 TOMADA (2P+T) 20A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO. PARA UTILIZAÇÃO EM ÁREAS MOLHADAS E ÁREAS CONDOMINIAIS; → INTERRUPTOR SIMPLES: 1 INTERRUPTOR SIMPLES MONOPOLAR 10A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO;

NOTA 12

EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO: → A ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO SERÁ NAS CONDENSADORAS. A INTERLIGAÇÃO ELÉTRICA ENTRE CONDENSADORA E EVAPORADORA FICA A CARGO DA INSTALADORA DE AR CONDICIONADO (VER PROJETO ESPECÍFICO). → A CAIXA DE LIGAÇÃO ELÉTRICA, DO DRENO E DO GÁS DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO SERÁ FORNECIDA E INSTALADA PELA INSTALADORA DE AC.

NOTA 13

AS ARANDELAS DOS POÇOS DOS ELEVADORES POSSUEM PROTEÇÃO MECÂNICA E DEVEM SER INSTALADAS NAS SEGUINTES POSIÇÕES: A PRIMEIRA 0,50m DE DISTÂNCIA DO PISO, AS DEMAIS EM CADA ANDAR E A ÚLTIMA A 0,50m DO TETO DO POÇO, DE FORMA A GARANTIR A ILUMINAÇÃO MÍNIMA DE 50Lux EM QUALQUER PONTO E 200Lux PRÓXIMO À CASA DE MÁQUINAS DO ELEVADOR. NO MOMENTO DA EXECUÇÃO DEVERÁ SER VERIFICADA A POSIÇÃO DAS LONGARINAS DE APOIO DOS ELEVADORES E DESVIAR A INSTALAÇÃO DAS LUMINÁRIAS CASO NECESSÁRIO. SERÃO COMANDADAS POR INTERRUPTOR HOTEL, NO INICIO E FIM DO POÇO.

NOTA 14

PARA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DAS LUMINÁRIAS, VER PROJETO LUMINOTÉCNICO ESPECÍFICO.

NOTA 15

NOTA 16 NOTA 17

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE UM CONDUTOR TERRA, DESDE QUE TENHA SEÇÃO IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃO. DEVERÁ SER PREVISTA A INSTALAÇÃO DE TOMADA (2P+T), COM POTÊNCIA DE 200W EM 127V PARA ALIMENTAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DE TV À CABO SOMENTE NO ÚLTIMO DG, LOCALIZADO NO PAVIMENTO TIPO MAIS ALTO DA EDIFICAÇÃO. PARA NUMERAÇÃO DOS CIRCUITOS ELÉTRICOS DAS ÁREAS DE CIRCULAÇÃO CONDOMINIAL, POÇO DOS ELEVADORES, ESCADAS, E POSIÇÕES DAS TOMADAS DE SERVIÇO DOS PAVIMENTO TIPO, VER COLUNA MONTANTE DE ENERGIA ELÉTRICA, PRANCHA ELE-XXX.

CAMPAINHA 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. TOMADA TIPO RJ-45, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h=0,30m OU INDICADA.

9

SENSOR DE PRESENÇA DE TETO, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM FORRO DE GESSO OU EQUIVALENTE. CAIXA DE PASSAGEM OCTOGONAL, EM AÇO ESMALTADO, COM INSTALAÇÃO EMBUTIDA NA LAJE DO TETO, DIMENSÕES 75x75x50mm. CAIXA DE PASSAGEM OCTOGONAL, EM AÇO ESMALTADO, COM INSTALAÇÃO EMBUTIDA NA LAJE DO TETO, DIMENSÕES 100x100x50mm.

AXONOMÉTRICA CORTE 5 E 6

4º PAV 6108

EAP

21/12/2018

R00

Emissão para análise

TRF

EAP

05/12/2018

REVISÃO

R01

Alterações conforme solicitações da arquitetura DESCRIÇÃO DAS ALTERAÇÕES

RESP.

TRF

APROV.

DATA

3º PAV 5820

3º PAV 5820

Corte 2

Corte 7

ESC: 1 : 25

ESC: 1 : 25

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ARTHUR ROCHA

Projeto/Desenho: Tiago R Escala(s): Como indicado Unidade(s):

Rua Artur Rocha, 505 - Auxiliadora, Porto Alegre/RS DESCRIÇÃO:

PROPRIETÁRIO:

AXONOMÉTRICA CORTE 1

AXONOMÉTRICA AQUECEDOR

Praça Osvaldo Cruz, 15 - Sala 213 - CEP 90038-900 Fone: (51) 3212 0740 - (51) 99923 7005 Porto Alegre - RS - Brasil e-mail: optare@optare.com.br www.optare.com.br

MELNICK EVEN LIMOEIRO EMPREENDIMENTO IMOBILIARIO LTDA RESPONSÁVEL TÉCNICO PELA EXECUÇÃO:

7250-PE-ELE-100

CÓDIGO PROJETO

ELE-100

ENG. ELETRICISTA EDUARDO PINHEIRO - CREA/RS 103.485

PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TIPO

DEZ/2018 Arquivo:

Desenho Nº.:

RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO PROJETO:

ESC: 1 : 33

cm Data:

PLANTA BAIXA TIPO ILUMINAÇÃO E TOMADAS

R01

OBRA:

Revisão:

PROJETO:


LEGENDA ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 100x100x3000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 38x38x6000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. CABO HEPR 0,6/1,0kV 90°C, LIVRE DE HALOGÊNIOS, 3x2,5mm², COM PLUG FÊMEA 2P+T - (10A/250V) NA EXTREMIDADE, PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DAS LUMINÁRIAS A PARTIR DA INFRAESTRUTURA (DISTÂNCIA MÁXIMA = 1,50m). INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR TRIPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA.

A

10464.00 10455.00 ROOFTOP/CASA DE MÁQ. 10446.00 nivel terraço entregue osso laje terraço

PLANTA BAIXA COBERTURA 10439

10400.00 LIMITE DE ALTURA

10140.00

18º PAV

18º PAV

CORTE DIFERENÇA ENTRE LAJES ESC: 1 : 33

2

VISTA LAJE 18º PAVIMENTO

10133

PULSADOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR SIMPLES + BIPOLAR 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO + PULSADOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h= 1,10m OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=1,10m OU INDICADA. PULSADOR + SENSOR DE PRESENÇA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h= 1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA DUPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. TOMADA TRIPLA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,80m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + TOMADA USB. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR INTERMEDIÁRIO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + TOMADA USB. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h= 1,10m OU INDICADA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, h = 1,10m OU INDICADA+ TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, h=0,30m OU INDICADA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA. CONJUNTO INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CONJUNTO DOIS INTERRUPTORES PARALELO 10A/250V + TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA. MIOLO NA COR BRANCA, h=0,70m OU INDICADA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA. CONJUNTO UMA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA + UMA TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), BIFÁSICA, MIOLO NA COR BRANCA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=1,10m OU INDICADA. CAIXA DE PASSAGEM ESMALTADA 100x50mm, PRÓPRIA PARA INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM ALVENARIA, h= 0,30m OU INDICADA. CAIXA DE PASSAGEM ESMALTADA 100x100mm, PRÓPRIA PARA INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM ALVENARIA, h= 0,30m OU INDICADA. SENSOR DE PRESENÇA DE PAREDE, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. ESPERA PARA INTERFONE, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50x50mm, h=1,30m OU INDICADA. ESPERA PARA ANTENA DE TV OU TV A CABO, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. TOMADA PARA TELEFONE TIPO RJ-11, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h= 0,30m OU INDICADA.

NOTAS NOTA 01

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR 40% DE SUA ÁREA TOTAL.

NOTA 02

OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DOS ELETRODUTOS DEVERÃO SER INSTALADOS A CADA 2,00m.

NOTA 03

ELETRODUTOS DE DIÂMETRO NOMINAL NÃO INDICADOS SERÃO DE ∅1" (32mm).

NOTA 04

DEVERÁ SER RIGOROSAMENTE SEGUIDA A CONVENÇÃO DE CORES PREVISTA NA NBR-5410 PARA A IDENTIFICAÇÃO DOS CABOS: → CONDUTORES DE NEUTRO (OBRIGATÓRIO): AZUL CLARO; → CONDUTORES DE PROTEÇÃO OU TERRA (OBRIGATÓRIO): VERDE; → CONDUTORES DE FASE: VERMELHO, PRETO OU AMARELO; → CONDUTORES DE RETORNO: BRANCO;

NOTA 05

NO CASO DE CABOS COM SEÇÃO IGUAL OU SUPERIOR A 6mm², PODERÃO SER UTILIZADOS CABOS COM ISOLAÇÃO NA COR PRETA, MARCADOS COM FITA ISOLANTE COLORIDA EM TODOS OS PONTOS VISÍVEIS (CD's, CAIXAS DE PASSAGEM, ETC).

NOTA 06

NOTA 07

OS CABOS NÃO DEVERÃO SER SECCIONADOS EXCETO ONDE ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIO. EM CADA CIRCUITO OS CABOS DEVERÃO SER CONTÍNUOS DESDE O DISJUNTOR DE PROTEÇÃO ATÉ A ÚLTIMA CARGA, SENDO QUE NAS CARGAS INTERMEDIÁRIAS SERÃO PERMITIDAS DERIVAÇÕES. AS EMENDAS DEVERÃO SER FEITAS ASSEGURANDO O BOM CONTATO E RESISTÊNCIA (ACONSELHA-SE O USO DE CONECTORES POR MOLA ATÉ A SEÇÃO DE 6mm² E SOLDAS COM ESTANHO EM CADINHO NO MÍNIMO 10s E ISOLADAS COM FITA AUTO-FUSÃO). AS EMENDAS SÓ PODERÃO OCORRER EM CAIXAS DE PASSAGEM. A SEÇÃO MÍNIMA A SER UTILIZADA SERÁ DE 2,5mm² PARA A ILUMINAÇÃO E DEMAIS CIRCUITOS. SEÇÕES NÃO IDENTIFICADAS EM PLANTA SERÃO 2,5mm². O FABRICANTE DOS CONDUTORES DEVERÁ POSSUIR CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE DO INMETRO E SER HOMOLOGADO PELA MELNICK EVEN.

NOTA 08

PARA PROTEÇÃO CONTRA FUGAS DE CORRENTES E CHOQUES ELÉTRICOS DEVIDO A CONTATOS COM PARTES ENERGIZADAS, DEVERÃO SER UTILIZADOS INTERRUPTORES DIFERENCIAIS RESIDUAIS (DR). ESTES DEVERÃO TER AS CARACTERÍSTICAS NOMINAIS A SER INSTALADOS NOS LOCAIS DESCRITOS EM PLANTA, SENDO QUE IDr=30mA.

NOTA 09

CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO (CDs): → SERÃO DE EMBUTIR COM PORTA E ESPELHO PARA EVITAR CONTATO DIRETO COM AS PARTES INTERNAS ENERGIZADAS; → INTERNAMENTE DEVERÃO CONTER BARRAMENTOS DE COBRE PARA AS FASES E NEUTRO COMPATÍVEIS COM AS CORRENTES NOMINAIS DESCRITAS NO PROJETO. DEVERÁ CONTER TAMBÉM BARRAMENTO EXCLUSIVO PARA LIGAÇÃO DO CONDUTOR DE PROTEÇÃO (TERRA);

NOTA 10

OS DISJUNTORES A SER INSTALADOS DEVERÃO SER DO TIPO TERMOMAGNÉTICO, NAS CORRENTES NOMINAIS DESCRITAS EM PLANTA, CAPACIDADE DE RUPTURA DE 4,5kA SEGUNDO A NORMA IEC-947, CURVA CARACTERÍSTICA DE DISPARO TIPO "C" (5 À 10 VEZES A CORRENTE NOMINAL).

NOTA 11

INTERRUPTORES E TOMADAS: → TOMADA (2P+T) 10A: 1 TOMADA (2P+T) 10A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO; → TOMADA (2P+T) 20A: 1 TOMADA (2P+T) 20A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO. PARA UTILIZAÇÃO EM ÁREAS MOLHADAS E ÁREAS CONDOMINIAIS; → INTERRUPTOR SIMPLES: 1 INTERRUPTOR SIMPLES MONOPOLAR 10A/250V, COM PLACA DE ACABAMENTO, PARA MONTAGEM EM CAIXA 100x50mm (4x2") CONFORME MEMORIAL DESCRITIVO;

NOTA 12

EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO: → A ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO SERÁ NAS CONDENSADORAS. A INTERLIGAÇÃO ELÉTRICA ENTRE CONDENSADORA E EVAPORADORA FICA A CARGO DA INSTALADORA DE AR CONDICIONADO (VER PROJETO ESPECÍFICO). → A CAIXA DE LIGAÇÃO ELÉTRICA, DO DRENO E DO GÁS DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO SERÁ FORNECIDA E INSTALADA PELA INSTALADORA DE AC.

NOTA 13

AS ARANDELAS DOS POÇOS DOS ELEVADORES POSSUEM PROTEÇÃO MECÂNICA E DEVEM SER INSTALADAS NAS SEGUINTES POSIÇÕES: A PRIMEIRA 0,50m DE DISTÂNCIA DO PISO, AS DEMAIS EM CADA ANDAR E A ÚLTIMA A 0,50m DO TETO DO POÇO, DE FORMA A GARANTIR A ILUMINAÇÃO MÍNIMA DE 50Lux EM QUALQUER PONTO E 200Lux PRÓXIMO À CASA DE MÁQUINAS DO ELEVADOR. NO MOMENTO DA EXECUÇÃO DEVERÁ SER VERIFICADA A POSIÇÃO DAS LONGARINAS DE APOIO DOS ELEVADORES E DESVIAR A INSTALAÇÃO DAS LUMINÁRIAS CASO NECESSÁRIO. SERÃO COMANDADAS POR INTERRUPTOR HOTEL, NO INICIO E FIM DO POÇO.

NOTA 14

PARA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DAS LUMINÁRIAS, VER PROJETO LUMINOTÉCNICO ESPECÍFICO.

NOTA 15

NOTA 16 NOTA 17

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE UM CONDUTOR TERRA, DESDE QUE TENHA SEÇÃO IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃO. DEVERÁ SER PREVISTA A INSTALAÇÃO DE TOMADA (2P+T), COM POTÊNCIA DE 200W EM 127V PARA ALIMENTAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DE TV À CABO SOMENTE NO ÚLTIMO DG, LOCALIZADO NO PAVIMENTO TIPO MAIS ALTO DA EDIFICAÇÃO. PARA NUMERAÇÃO DOS CIRCUITOS ELÉTRICOS DAS ÁREAS DE CIRCULAÇÃO CONDOMINIAL, POÇO DOS ELEVADORES, ESCADAS, E POSIÇÕES DAS TOMADAS DE SERVIÇO DOS PAVIMENTO TIPO, VER COLUNA MONTANTE DE ENERGIA ELÉTRICA, PRANCHA ELE-XXX.

CAMPAINHA 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x50mm, h=2,10m OU INDICADA. TOMADA TIPO RJ-45, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM CAIXA ESMALTADA 100x100x50mm, h=0,30m OU INDICADA. SENSOR DE PRESENÇA DE TETO, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR EM FORRO DE GESSO OU EQUIVALENTE. CAIXA DE PASSAGEM OCTOGONAL, EM AÇO ESMALTADO, COM INSTALAÇÃO EMBUTIDA NA LAJE DO TETO, DIMENSÕES 75x75x50mm. CAIXA DE PASSAGEM OCTOGONAL, EM AÇO ESMALTADO, COM INSTALAÇÃO EMBUTIDA NA LAJE DO TETO, DIMENSÕES 100x100x50mm.

2

R00

Emissão para análise

TRF

EAP

21/12/2018

REVISÃO

DESCRIÇÃO DAS ALTERAÇÕES

RESP.

APROV.

DATA

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ARTHUR ROCHA

Projeto/Desenho: Tiago R Escala(s): Como indicado Unidade(s):

Rua Artur Rocha, 505 - Auxiliadora, Porto Alegre/RS DESCRIÇÃO:

PROPRIETÁRIO:

Praça Osvaldo Cruz, 15 - Sala 213 - CEP 90038-900 Fone: (51) 3212 0740 - (51) 99923 7005 Porto Alegre - RS - Brasil e-mail: optare@optare.com.br www.optare.com.br

MELNICK EVEN LIMOEIRO EMPREENDIMENTO IMOBILIARIO LTDA RESPONSÁVEL TÉCNICO PELA EXECUÇÃO:

7250-PE-ELE-101

CÓDIGO PROJETO

ELE-101

ENG. ELETRICISTA EDUARDO PINHEIRO - CREA/RS 103.485

PLANTA BAIXA - 18º PAVIMENTO

DEZ/2018 Arquivo:

Desenho Nº.:

RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO PROJETO:

ESC: 1 : 33

cm Data:

PLANTA BAIXA 18º PAVIMENTO ILUMINAÇÃO E TOMADAS

R00

OBRA:

Revisão:

PROJETO:


LEGEN

ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4 INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE OU INDICADA. INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO D OU INDICADA. INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO DE E INDICADA. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MIOLO CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA, h=0,30m OU TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA ALVENARIA

ESPERA PARA PONTO DE FORÇA EM CAIXA 4x2 DE EMBU CHUVEIRO

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

CHUVEIRO 9,10

3 3

220 V/ 5,00 kW

2a

a 3

2a

9,10

a

3

3 3 3

20,21

3 3

3

3 3

220 V/ 5,00 kW 20,21

h=180 cm

3

3

3

3

h=180 cm

3

AR CONDICIONADO

20,21

3

3 3 3 2a 80

#6,0 2b 2c 80

h=180 cm

2c 80

2c 3

3 3

220 V/ 1,90 kW 9,10

NOTAS

3 20,21 3 2c

2a 80

#6,0 2c 80

2 3 9,10 2b 100

NOTA 03

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃO POSSUIR

220 V/ 1,90 kW

2c 80

9,10 h=180 cm

2b 100

3 2a

ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIOS, ENCORD - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELHO; - RETORNO DE FASE: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - TERRA: VERDE OU VERDE-AMARELO;

3

2a 3

2b

2b

2c

2c 5,6

3

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO D 40% PARA ELETRODUTOS;

2b

9,10 3 2

3

NOTA 01 AR CONDICIONADO

17 600 W

17

2c

5,6 17 600 W

17

3

2c

AR CONDICIONADO 3

3

AR CONDICIONADO

2f

2f

220 V/ 1,90 kW

NOTA 04

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA INDICADA S

5,6 220 V/ 1,90 kW 2d

5,6

2a 80

2f

15,16

h=180 cm

2f 100

2d 100

#6,0

17 2d

2a 80

2a 3

20,21 17 2

3 4

3

2d 100 2d 17

2 3 5,6

#4,0 4 4

7,8 19

25

4

4 4

4

#6,0

NOTA 06

4

25

17 600 W

4 4

19 7,8 2e

#4,0

#6,0

#6,0

#4,0 #4,0 #4,0 #4,0

24

23

4

#4,0 #4,0 #4,0 #4,0 7,8 4

17 15,16 2

4 7,8

2 15,16 17

18 1

1 18 23

#4,0

24 QDE-901

#4,0#4,0

#6,0 2e 80

CHUVEIRO

11,12 4 2e

1 e 4

h=180 cm

#4,0

11,12 4

4

#4,0

#4,0

#4,0 #4,0 #4,0

1 e 4

4

4

#4,0 1e 60

#4,0

4

#4,0

1e 100

#4,0

#4,0

1e 100

2e 80

4 4

4

h=180 cm

1e 60

#4,0

#4,0

4

4

4 11,12

4

11,12

11,12 #4,0

220 V/ 5,00 kW

2e 4 11,12

4 11,12

4 4

AR CONDICIONADO

CHUVEIRO

2e 80

15,16

1e

4 #4,0

#6,0

4

4 #4,0 #4,0 #4,0

4 4

11,12 4

220 V/ 5,00 kW 15,16

#4,0#4,0

4

2e 80

19 25

19

4

AR CONDICIONADO

#4,0

#4,0

25

1e #4,0 #4,0

4

7,8

#4,0 #4,0

24 23 18 1e

7,8

1e 18

23

220 V/ 1,90 kW

4

1e

1e

220 V/ 1,90 kW

4

24

h=180 cm

1e 1e

h=180 cm #4,0 #4,0 #4,0

#4,0 #4,0 #4,0

1e

24

1e

AR CONDICIONADO

24

AR CONDICIONADO 220 V/ 1,90 kW 220 V/ 1,90 kW

24

24

h=180 cm

#4,0

#4,0

1e 60

1e 60

24

24

#4,0

#4,0

11,12 h=180 cm

11,12 24 a 1

1a 68

1 a 24 19 600 W

19 1

#4,0

1 19

1a 68

#4,0

19 600 W

24

24

#4,0

#4,0 1d

24 a 1

24

23

18 a 1

1d

25 19

#4,0 #4,0 #4,0

1a

19

1d 100

1d 100

1d #4,0

19

19

1 a 18

#4,0 #4,0

24

23

24

1c

1c

1c

1c

23

24 600 W

25

24

19 #4,0 24

1c 100

24 600 W

24 25

#4,0 18

23 18 a 1

#4,0

#4,0

23

19

#4,0 #4,0 #4,0

18

1 a 18 23 24

1a 68

#4,0 #4,0 #4,0 1c 100

#4,0

#4,0 #4,0 #4,0

FORNO DE MICROONDAS

24

1a 24

#4,0 1a 68

#4,0

1a 24

24 1a

#4,0

1 a 24

#4,0 #4,0 #4,0

#4,0

#4,0 24

25

1d

#4,0#4,0

1b 100

1b

18 600 W

1b

19

#4,0

#4,0 #4,0 #4,0

1b 100

18 600 W

1b

1b

19

FORNO DE MICROONDAS 127 V/ 1,30 kW 25

18

#4,0

h=110 cm

19 600 W

24

18 600 W

1a

24 a 1

18

18 600 W

1a

1 a 24

#4,0

#4,0

127 V/ 1,30 kW 25

19 600 W

#4,0 #4,0

h=110 cm

24

#4,0

MÁQUINA DE LAVAR 1a

127 V/ 1,50 kW

MÁQUINA DE LAVAR

1a

23

127 V/ 1,50 kW

h=30 cm 1a 68

1a 68

1a 68

1a 68

1a 24

24

ESC: 1 : 50

1a 68

1a

1a

Planta Baixa - Cobertura

1a 68

1a

24

24

24

24

24

24

#4,0

#4,0

#4,0

#4,0

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃ AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS SÓ PODE SER SOLDADAS E REVESTIDAS COM FITA DE BORRACH ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NBR 5410.

NOTA 07

CONDUTORES NÃO IDENTIFICADOS SÃO PVC-750V - SEÇ

NOTA 08

ELETRODUTOS NÃO COTADOS SÃO DE (Ø3/4")25mm.

2e

2 15,16 17

QDE-902

2e 4

NOTA 05

3

5,6 3 2

17 15,16 2

15,16

#6,0

3

3

#4,0

2f 100

2 17 20,21

2 3 9,10

2e 17 600 W

4 4

2a

9,10 3 2 #6,0

h=180 cm

2d

2f

2a

2a

23 h=30 cm


Vista QDE-901

QDE-901

Potênci Potênci Corrent Ib: In: Tensão a Total a Total e Descrição FP FCA FCT Corrent Disjunto Fase Neutro Terra A B C (V) (VA) (W) Nomin... e... r (A) minação Sala, cozinha e... 127 V 935 VA 0,92 860 W 7,36 A 0,65 1 11,32 A 10,00 A 2,5 2,5 2,5 935 VA minação Dormitórios 127 V 848 VA 0,92 780 W 6,68 A 0,7 1 9,54 A 10,00 A 2,5 2,5 2,5 848 VA madas Suíte 127 V 1200 VA 1 1200 W 9,45 A 0,7 1 13,50 A 16,00 A 2,5 2,5 2,5 1200 VA madas Quarto 2 127 V 1200 VA 1 1200 W 9,45 A 0,65 1 14,54 A 16,00 A 4,0 4,0 4,0 1200 VA Condicionado 220 V 2375 VA 0,8 1900 W 10,80 A 0,7 1 15,42 A 16,00 A 2,5 2,5 2,5 1188 VA ------------1188 VA Condicionado 220 V 2375 VA 0,8 1900 W 10,80 A 0,65 1 16,61 A 16,00 A 4,0 4,0 4,0 1188 VA ------------1188 VA Condicionado 220 V 2375 VA 0,8 1900 W 10,80 A 0,7 1 15,42 A 16,00 A 2,5 2,5 2,5 1188 VA ------------1188 VA Vista QDE-901 Condicionado 220 V 2375 VA 0,8 1900 W 10,80 A 0,7 1 15,42 A 16,00 A 2,5 2,5 2,5 1188 VA ------------1188 VA evisão de Carga --------16,00 A ---1200 VA evisão de Carga --------16,00 A ---1200 VA uveiro 220 V 5000 VA 1 5000 W 22,73 A 0,7 1 32,47 A 25,00 A 6,0 6,0 6,0 2500 VA ----- Potênci --- Potênci -- Corrent ---2500 VA Ib: -In: -madas Banheiro Suíte 127 V 1200 VA 1 Tensão 1200 Wa Total 9,45 A FP0,7 a Total 1 13,50 A FCA 16,00 A FCT2,5 Corrent 2,5 Disjunto 2,5 Fase 1200 VATerra e Circuito Descrição Neutro A (V) e...4,0 r (A)4,0 madas Cozinha 127 V 1200 VA 1 1200 W (VA) 9,45 A 0,65 (W) 1 Nomin... 14,54 A 16,00 A 4,0 1200 VA madas Cozinha 1 V cozinha 1200 VA 1200 0,65 860 W 1 7,36 14,54 16,00 A 1 4,0 11,324,0 1200 Iluminação127 Sala, e... 1 127 V W9359,45 VA A 0,92 A A 0,65 A 10,004,0 A 2,5 VA 2,5 2,5 935 VA uveiro V 5000 VA 1 127 5000 22,73 1 6,68 32,47 25,00 A 1 6,0 9,546,0 2500 2 Iluminação220 Dormitórios V W848 VA A 0,920,7 780 W A A 0,7 A 10,006,0 A 2,5 2,5 VA 2,5 -- 3 ------ 9,45 A -2500 VA Tomadas Suíte 127 V-- 1200 VA 1 -- 1200 W 0,7 -1 -- 13,50 --A 16,00 --A 2,5 2,5 2,5 Previsão4 ----- 9,45 A -0 VA 4,0 Tomadas Quarto 2 -127 V-- 1200 VA 1 -- 1200 W 0,65-1 -- 14,54 --A 16,00 --A 4,0 4,0 1200 VA Máquina de Lavar 127 V 1875 VA 0,8 220 1500 14,76 1 10,80 21,09 20,00 A 1 4,0 15,424,0 1875 VA 2,5 5 Ar Condicionado V W2375 VA A 0,80,7 1900 W A A 0,7 A 16,004,0 A 2,5 2,5 Tomada Cozinha 127 V 1200 VA 1 1200 W -9,45 A --0,65 14,54 A 16,00 A -- 4,0 1200 6 ---- 1 ---- 4,0 -- 4,0 ---- VA Forno de Microondas 127 V 1300 VA 1 1300 10,24 1 10,80 15,75 16,00 A 1 4,0 16,614,0 1300 VA 4,0 7 Ar Condicionado 220 V W2375 VA A 0,80,65 1900 W A A 0,65 A 16,004,0 A 4,0 4,0 1188 VA Previsão8 ------ --- --- --- --- --- --- --- --- ----0 VA -Previsão9 ------ 10,80 --A 0 VA Ar Condicionado 220 V-- 2375 VA 0,8 -- 1900 W 0,7 -1 -- 15,42 --A 16,00 --A 2,5 2,5 2,5 Previsão ---10 --- --- --- --- --- --- --- --- --- ---0 VA --1188 VA 10317... 2,5 10655... 2,5 11648... Totais: 11 Ar Condicionado 220 V 2375 VA 0,8 1900 W 10,80 A 0,7 1 15,42 A 16,00 A 2,5 12 -------------13 Previsão de Carga --------16,00 A ---1200 VA Potência (Ib < In < Iz) 14 Previsão de Carga --------16,00 A ---e Correção por Agrupamento 15 Chuveiro 220 V 5000 VA 1 5000 W 22,73 A 0,7 1 32,47 A 25,00 A 6,0 6,0 6,0 16 -------------2500 VA e Correção por Temperatura 17 TomadasFator Banheiro VA 1 Painel 1200 W 9,45 A 0,7 1 13,50 A 16,00 A 2,5 2,5 2,5 ga Potência... de... Suíte Potência...127 V 1200Totais do 18 Tomadas 100,00% Cozinha 1 1200 W 9,45 A 0,65 1 14,54 A 16,00 A 4,0 4,0 4,0 2400 VA 2400 VA 127 V 1200 VA 19 Tomadas Cozinha 1 1200 W 9,45 A 0,65 1 14,54 A 16,00 A 4,0 4,0 4,0 1200 VA ão e... 8868 VA 86,00% 7626 VA 127 V 1200 VA Potência... 32522 VA 20 Chuveiro 220 V 5000 VA 1 5000 W 22,73 A 0,7 1 32,47 A 25,00 A 6,0 6,0 6,0 s de... 11300 VA 70,00% 7910 VA Potência... 28015 VA 21 -------------ionado Splits 9500 VA 100,00% 9500 VA 85,35 A Corrente Total: 22 Previsão ------------0 VA 1875 VA 100,00% 1875 VA 73,52 A Corrente Total... 23 Máquina de Lavar 127 V 1875 VA 0,8 1500 W 14,76 A 0,7 1 21,09 A 20,00 A 4,0 4,0 4,0 Disjuntor Geral d... 24 Tomada Cozinha 127 V 1200 VA 1 1200 W 9,45 A 0,65 1 14,54 A 16,00 A 4,0 4,0 4,0

TERRA NEUTRO 3x100A

3~+N+T-220V-60Hz

QDE-901

25 26 27 28

Forno de Microondas Previsão Previsão Previsão

127 V ----

1300 VA ----

1 ----

1300 W ----

10,24 A ----

0,65 ----

1 ----

15,75 A ----

16,00 A ----

4,0 ----

4,0 ----

4,0 ----

B

C

1x10A

848 VA

1x10A

1x16A

1x16A

2x16A

2x16A

2x16A

2x16A

1x16A

1x16A

1200 VA 1188 VA

CIRCUITO 1

CIRCUITO 2

CIRCUITO 3

1188 VA 4x63A 30mA

1188 VA

CIRCUITO 4

CIRCUITO 5,6

CIRCUITO 7,8

CIRCUITO 9,10

CIRCUITO 11,12

CIRCUITO 13

CIRCUITO 14

TERRA NEUTRO NEUTRO

1188 VA 3x100A

1188 VA 3~+N+T-220V-60Hz

3~+N+T-220V-60Hz

1188 VA 1200 VA 2500 VA 1200 VA 1200 VA 2500 VA

2x32A

1x16A

1x10A

1x16A

1x10A

1x16A

1x16A

1x16A

2x32A

2x16A

1x20A

2x16A

1x16A

2x16A

1x16A

2x16A

1x16A

1x16A

2500 VA 1875 VA CIRCUITO 15,16

1 CIRCUITO CIRCUITO 17

2 CIRCUITO CIRCUITO 18

3 CIRCUITO CIRCUITO 19

CIRCUITO 4 CIRCUITO 20,21

5,6 CIRCUITOCIRCUITO 22

7,8 CIRCUITOCIRCUITO 23

CIRCUITO 9,10 CIRCUITO 24

CIRCUITO 11,12 CIRCUITO 25

CIRCUITO 13

CIRCUIT

1200 VA

1300 VA 4x63A Diagrama Trifilar QDE-901 30mA

0 VA

NEUTRO

0 VA 0 VA

Totais: 10317... 10655... 11648... 3~+N+T-220V-60Hz

Legenda: FP: Fator de Potência

(Ib < In < Iz)

FCA:Fator de Correção por Agrupamento FCT:Fator de Correção por Temperatura Tipo de Carga Potência... Reposição 2400 VA a = Iluminação e... 8868 VA b = Aparelhos de... 11300 VA c = Ar condicionado Splits 9500 VA e = Motores 1875 VA

Notas:

Fator de... 100,00% 86,00% 70,00% 100,00% 100,00%

Potência... 2400 VA 7626 VA 7910 VA 9500 VA 1875 VA

Totais do Painel Potência... Potência... Corrente Total: Corrente Total... Disjuntor Geral d...

32522 VA 28015 VA 85,35 A 73,52 A

2x32A

1x16A

CIRCUITO 15,16

1x16A

CIRCUITO 17

1x16A

CIRCUITO 18

2x32A

CIRCUITO 19

1x20A

CIRCUITO 20,21

CIRCUITO 22

1x16A

CIRCUITO 23

1x16A

CIRCUITO 24

CIRCUITO 25

Diagrama Trifilar QDE-901

Vista QDE-901

QDE-901 Circuito 1 2

Descrição Iluminação Sala, cozinha e... Iluminação Dormitórios

Potênci Tensão a Total (V) (VA) 127 V 935 VA 127 V 848 VA

FP 0,92 0,92

Potênci a Total (W) 860 W 780 W

Corrent e Nomin... 7,36 A 6,68 A

FCA

FCT

0,65 0,7

1 1

Ib: In: Corrent Disjunto e... r (A) 11,32 A 10,00 A 9,54 A 10,00 A

Fase 2,5 2,5


LEGEN

120,0

25

E1 h=1,20 m

h=1,50 m

E2 600 W

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM T INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4 INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE D INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INSTALAÇÃO EM 1,10m OU INDICADA. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQU INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTALAÇÃO EM C 1,10m OU INDICADA. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQU TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOF CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=0,30m ELÉTRICO DE ENERGIA NORMAL. TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOF CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=0,30m EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=0,30m ELÉTRICO DE ENERGIA NORMAL. TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=0,30m EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOF EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA SIMPLES (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOF EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA DUPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA TRIPLA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁ EMBUTIR EM CAIXA PVC 100x50mm PRÓPRIA DRYWALL EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E TOMADA SIMPLES (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOF EM CAIXA DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=L TRAMONTINA OU EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉ TOMADA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, M PISO 100x100mm. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQUIVA ELÉTRICO DE ENERGIA NORMAL. TOMADA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, M DE PISO 100X100mm. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQU ELÉTRICO DE ENERGIA ESTABILIZADA. TOMADA (2P+T) - 10A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, M ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=FORRO OU IND ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO ELÉTRICO DE EN TOMADA (2P+T) - 20A/250V (NBR-14136), MONOFÁSICA, M DE ALUMÍNIO FUNDIDO TIPO CONDULETE, h=FORRO OU EQUIVALENTE. ALIMENTAÇÃO ATRAVÉS DE CIRCUITO E

74,5

64 h=1,75 m 22 W AL-INC

AL-SEG L2

E3 h=1,50 m 600 W

Ø25

h=270 cm

h=270 cm

h=280 cm

Ø20 64 h=2,00 m 39 600 W

h=269 cm h=263 cm

Ø20

h=270 cm

h=269 cm

DG N°3

135,0

h=263 cm

L1

h=263 cm h=263 cm

RACK DE LÓGICA

25

E

D

ELE-202

ELE-202

24

h=293 cm

h=263 cm

h=30 cm

h=263 cm

220 V/ 1,20 kW

h=270 cm Ø25

Ø25 h=270 cm

RACK DE LÓGICA E9

h=289 cm E10 E10

220 V/ 1,20 kW E8

E10 E10

h=30 cm

DETALHE 01 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO PARA DISJUNTORES E TOMADAS

23 E

SEM ESCALA TRAFO

NO-BREAK

QDFL-01

64 h=1,80 m

QDE-01 PREVER PRATELEIRA

64 h=1,80 m

QDT-01

PREVER PRATELEIRA

Ampliação Sala de Quadros

D 64 h=2,00 m

ESPERA DE DADOS PARA MEDIDOR DE ENERGIA MULT K NO QDFL

ESC: 1 : 25

ELETRODUTO DERIVAÇÃO

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

DERIVAÇÃO

DERIVAÇÃO

64 h=1,80 m

61 600 W

64 h=1,80 m

64 h=1,80 m

ELETRODUTO

61

desce

PERFILADO 38x38mm

64 h=2,28 m 64 h=2,28 m

BUCHA E ARRUELA

DERIVAÇÃO POR CIMA

64 h=1,80 m

ELETRODUTO

DERIVAÇÃO LATERAL

DERIVAÇÃO LATERAL

h=228 cm

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA h=198 cm h=228 cm

h=213 cm

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO SAÍDAS DE ELETRODUTO

63 600 W

F

SEM ESCALA

CAIXA DE PISO 100x100mm. FABRICANTE TRAMONTINA O

004

INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA E PASSAGEM DE INFR ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

DESCE AO TÉRREO

SAÍDA SUPERIOR PARA ELETRODUTO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL Ø3/8" SUPORTE TIPO SUSPENSÃO PARA ELETROCALHA

ELETRODUTO

CONDULETES EM ALUMÍNIO FUNDIDO DE DIVERSOS TIP TUBULAÇÕES, CONEXÕES ROSQUEADAS - INSTALAÇÃO FABRICANTE TRAMONTINA OU EQUIVALENTE.

BUCHA E ARRUELA

DESCE AO TÉRREO

QUADRO GERAL DE FORÇA E LUZ

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICA

NOTAS

NOTA 01 H

H

ELE-202

ELE-202

NOTA 02

E NOTA 03 E

D

ELE-202

ELE-202

ELETROCALHA LISA COM TAMPA NOTA 04

Vista Sala de Quadros

NOTA 05

ELETROCALHA LISA COM TAMPA

MÍNIMO 300mm

E

D

ELE-202

ELE-202

REFRIGERADOR

NOTA 06

46 h=120 cm

25

24

ENTRADA DE TELEFONE. 1-UTP 4P. VEM DO SHOPPING

22

55

45

h=170 cm

h=120 cm

TOMADA IMPRESSORA

23

220 V/ 1,20 kW

220 V/ 1,80 kW

VISTA SUPORTE TIPO SUSPENSÃO

VISTA SAÍDA PARA ELETRODUTO

FIXAÇÃO DE ELETROCALHA

DERIVAÇÃO DE ELETROCALHA

SEM ESCALA

SEM ESCALA

PONTOS DE TOMADA SEM CARGA ELÉTRICA INDICADA

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TER SOMENTE IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DESTA TUBULAÇÃ AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS SÓ PODE SER SOLDADAS E REVESTIDAS COM FITA DE BORRACH ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NBR 5410.

NOTA 07

CONDUTORES NÃO IDENTIFICADOS SÃO 750V - SEÇÃO

NOTA 08

ELETRODUTOS DE AÇO GALVANIZADO NÃO COTADOS S

NOTA 09

AS INFRAESTRUTURAS PRINCIPAIS REPRESENTADAS N CIRCUITOS DE ILUMINAÇÃO, VER PRANCHA ELE-201. TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES DEVIDAMENTE CALAFETADOS PARA IMPEDIR A PASSAG

220 V/ 0,60 kW MICROONDAS

FORNO ELÉTRICO

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVERÃO POSSUI

ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNIOS, ENCORD - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMELHO; - RETORNO DE FASE: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - TERRA: VERDE OU VERDE-AMARELO;

Planta Baixa - Mezanino ESC: 1 : 50

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO D 40% PARA ELETRODUTOS; 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS; OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETROCALHAS, PER INSTALADOS A CADA 2,00m;

NOTA 10 NOTA 11

AS INSTALAÇÕES NÃO PODERÃO SER EMBUTIDAS NAS

NOTA 12

TODAS AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO

NOTA 13

AS TOMADAS COM MIOLO NA COR VERMELHA TEM ORIG UTILIZADAS PARA EQUIPAMENTOS DE MANUTENÇÃO, P

NOTA 14

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃO APARENTE

NOTA 15

EM TODOS OS ELETRODUTOS DEVERÁ SER INSTALADO ELETRODUTOS QUE CHEGAM ÀS CAIXAS DE INTERRUP

220 V/ 0,75 kW 42 h=30 cm

Ø25 h=236 cm INFRAESTRUTURA ABAIXO DA ESCADA

D TOMADA PARA TESTE 220 V/ 0,60 kW 37 h=0 cm

49

49

49

49

VIGA DA COBERTURA E7

64 h=2,84 m h=278 cm

h=268 cm

FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO INFRA PARA COOKTOP

INFRA PARA COOKTOP

h=289 cm

220 V/ 0,60 kW 54 64 h=1,80 m

LISTA DE PONTOS D h=273 cm

41 E5 41 E5 L4

38

TOMADA PARA TESTE

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO VER DETALHE 1

T3

41 41

TOMADAS NA BANCADA h=300 cm

h=0 cm

h=296 cm h=278 cm

48

T4 127V

127 V/ 0,60 kW

TOMADA IMPRESSORA

FIXADOR MÉDIO

COIFA

E5 E5

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

COOKTOP 220 V/ 6,00 kW

48 48 48 48

50 h=30 cm

220V

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

L5 L6 127V

L7

127 V/ 0,75 kW

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

T1 h=120 cm 127V

T2

127V

T2

127V

41 41 64 h=2,73 m

E5 E5

64 h=1,80 m

64 h=2,70 m

E7

64 h=2,69 m

L8 L9

NESPRESSO

E4 E4 L3

38

43 h=270 cm

220 V/ 2,10 kW 40 h=120 cm

38 38

43 64 h=1,80 m

E4 E4

SOBE AO MEZANINO

INFRAESTRUTURA INSTALADA DENTRO DO MOBILIÁRIO

43

64 h=2,70 m 64 h=2,69 m

64 h=2,65 m

43

h=284 cm

127 V/ 2,10 kW T6

38

h=120 cm

Ø25

h=270 cm

TOMADA NESPRESSO

T4 127V

AL-INC AL-SEG

Ø25 cm h=284

PERFILADO 38x38mm

127V

PERFILADO 38x38mm COBERTURA METÁLICA

LAJE

REVISÃO F

004

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO

ELETROCALHA DE LÓGICA ELETROCALHA ENERGIA ESTABILIZADA

DG N°3

AMPLIAÇÃO 3 PRANCHA ELE-101

SEM ESCALA

ELETROCALHA DE ILUMINAÇÃO E TOMADAS 220V

h=263 cm

h=268 cm

E7

F

H

001

E7 64 h=2,70 m

ELE-202 E7

E SOBE AO MEZANINO

64 h=3,39 m

L13 L12

L11 L10

IMPRESSORA 52 E6 52 E6 52 E6

220 V/ 0,75 kW 51

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

h=30 cm 34

64 h=3,39 m

E7

ELETRODUTO

ELETRODUTO

FIXAÇÃO EM CONCRETO

64 h=3,35 m

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

64 h=3,35 m

64 h=3,39 m

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

64 h=3,39 m

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA h=333 cm

E7

VIGA DA COBERTURA LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO

h=403 cm

FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

F T5

127V

T5

127V

MOTOR PORTA 220 V/ 0,60 kW

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

57 h=350 cm 64 h=4,09 m

64 h=4,09 m

64 h=4,09 m

LETREIRO CAMICADO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

64 h=4,09 mAlçapão

Alçapão

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

220 V/ 0,10 kW 33

FIXADOR DE TUBO

h=350 cm

FIXADOR DE TUBO T5 T5

T5 T5

127V

TRAFO

E6

127V

QDT-01

PONTO DE ENTREGA DE ENERGIA PELO SHOPPING MANTER LOCAL ACESSÍVEL

h=333 cm

127V

QDE-01 NO-BREAK

H ELE-202

002 003

127V

F F

Cabo UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6 UTP CAT.6

T4

h=264 cm Ø25

F 004 h=263 cm h=263 cm h=263 cm h=264 cm

Ø25

Nº Circuito L1 L2 L3 L4 L5 L6 L7 L8 L9 L10 L11 L12 L13

ELETRODUTO

ELETRODUTO MÓDULO DAS ANTENAS

COBERTURA METÁLICA

LAJE

Planta Baixa - Térreo 220 V/ 0,30 kW ESC: 1 : 50

58 h=30 cm E

D

ELE-202

ELE-202

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA


ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFO INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA O CABO HEPR 0,6/1,0kV 90°C, LIVRE DE HALOG EXTREMIDADE, PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTR MÁXIMA = 1,50m).

ELETRODUTO DERIVAÇÃO

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

DERIVAÇÃO

DERIVAÇÃO

INTERRUPTOR SIMPLES 10A/250V, COM INS 1,10m OU INDICADA. FABRICANTE TRAMONT INTERRUPTOR PARALELO 10A/250V, COM IN 1,10m OU INDICADA. FABRICANTE TRAMONT INTERRUPTOR DUPLO 10A/250V, COM INSTA 1,10m OU INDICADA. FABRICANTE TRAMONT CAIXA DE PISO 100x100mm. REFERÊNCIAS C TUBULAÇÃO), ANEL PARA REGULAGEM 561 TRAMONTINA OU EQUIVALENTE. CONDULETES EM ALUMÍNIO FUNDIDO DE DI TUBULAÇÕES, CONEXÕES ROSQUEADAS FABRICANTE TRAMONTINA OU EQUIVALENT

ELETRODUTO PERFILADO 38x38mm

BUCHA E ARRUELA

DERIVAÇÃO POR CIMA

ELETRODUTO

DERIVAÇÃO LATERAL

DERIVAÇÃO LATERAL

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

E

25

ELE-202

INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA E PASSAG

SEM ESCALA

ILUMINAÇÃO VIGIA PARA ORIENTAÇÃO DE Ú

ELETROCALHA LISA

D 23 ELE-202

24

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO SAÍDAS DE ELETRODUTO

NOTA 01

SAÍDA SUPERIOR PARA PERFILADO NOTA 02

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULA 40% PARA ELETRODUTOS; 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS; OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETROC INSTALADOS A CADA 2,00m;

OS CONDUTORES DE DISTRIBUIÇÃO DEVER

NOTA 03

D

NOTA 04 28a 29b 28c

29a

29a

28b

28b

28b

30a

30a

28c

NOTA 05

30a

ISOLAÇÃO 750V, 70ºC, LIVRE DE HALOGÊNI - FASES A, B, C: PRETO, BRANCO E VERMEL - RETORNO DE FASE: CINZA; - NEUTRO: AZUL CLARO; - TERRA: VERDE OU VERDE-AMARELO;

CADA TRECHO DE TUBULAÇÃO DEVERÁ TE IGUAL À DO MAIOR CONDUTOR FASE DEST AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECESSÁR SER SOLDADAS E REVESTIDAS COM FITA D ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NBR 5410.

NOTA 06

CONDUTORES NÃO IDENTIFICADOS SÃO 75

NOTA 07

AS INFRAESTRUTURAS PRINCIPAIS REPRE CIRCUITOS DE TOMADAS. VER PRANCHA E

NOTA 08

ELETRODUTOS DE AÇO GALVANIZADO NÃO

NOTA 09

TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE T DEVIDAMENTE CALAFETADOS PARA IMPED

29b

PERFILADO 38x38mm

SAÍDA PARA PERFILADO 28a

DERIVAÇÃO DE ELETROCALHA 28c

29a 28b

SEM ESCALA

ELETRODUTO DE AÇO VEM DO PERFILADO JUNTO AO PILAR E VAI A ILUMINAÇÃO ABAIXO DA ESCADA

28c

30a

SAÍDA SUPERIOR PARA ELETRODUTO

28a 28c 29a

29a

29a

29a

28b

28b

DESCE AO TÉRREO

30a

29a

29a

29a

29a

BUCHA E ARRUELA

AS INSTALAÇÕES NÃO PODERÃO SER EMB

NOTA 11

TODAS AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR

NOTA 12

CIRCUITO VIGIA MARCADO EM VERMELHO

NOTA 13

EM CASO DE DIVERGÊNCIA, AS LUMINÁRIA

NOTA 14

NO SALÃO DE VENDAS, QUANDO APARENT CINZA FOSCO ÁGATA DA ISLÂNDIA (TINTA C

NOTA 15

O CIRCUITO 129 É PARA A ALIMENTAÇÃO D

NOTA 16

NÃO É PERMITIDA A INSTALAÇÃO DE FIAÇÃ

NOTA 17

A LIGAÇÃO DAS LUMINÁRIAS ÀS CAIXAS DE m, DEVERÁ SE EFETUAR POR MEIO DE CAB EQUIVALENTE (CONDUTORES COM CARAC COM PROPRIEDADES DE BAIXA EMISSÃO D 600/1000V, 90°.C), SEMPRE ACOPLADOS CO

DESCE AO TÉRREO

28b

29a

ELETRODUTO

30a

NOTA 10

28b

30a

30a

H

H

ELE-202

ELE-202

ELETROCALHA LISA COM TAMPA

E E

D

ELE-202

ELE-202

E

D

Planta Baixa - Mezanino Iluminação abaixo da escada ESC: 1 : 50

ELE-202

VISTA SAÍDA PARA ELETRODUTO

ELE-202

DERIVAÇÃO DE ELETROCALHA SEM ESCALA

25

24

23

22 VIGA DA COBERTURA

D

FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO

3

65

3

FIXADOR MÉDIO

65 11a

11a

11a

65b

6b

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

12

6b 65b 3

1

3

1

3

1

1

3

3

1

3

1

11a 11b

3

8

11a 1

11a

12

9

12

9

12

9

12 12

11a

9 9

9

12

9

6c 6c

5

4

9

12

12

9

14

13

13

14

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

9

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

12

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

12

5

4

5

4

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

9

5

8

4

VER DETALHE

65

1

8

6b

6b

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

12

12

1

13

13

13

3 2

2

2

2

2

11b

11b

11b

11b

2

14

13

13

13

14

8

13

4

5

4

5

14 14

3 2

9

12

14

8

3 10

10

10

10

8

13

4

9

14

5

5

8

4

2

65

1

13

9

12

13

14 10

10

10

10 12

8

3 13

65b 2

7a

2

2

2

2

14

13

13

14

13

3 3 5

4

5

10

10

10

9

10

12

COBERTURA METÁLICA

LAJE

9

2 8

PERFILADO 38x38mm

13

4

5

4

5

PERFILADO 38x38mm 14

2

3 7a

6b

8

28a

14 14

4

13

13

13

14

REVISÃO

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO 1 3

1

3

1

65

1

65

1

12

1 65

SEM ESCALA 1

65

1

65

1

12

1

65

65a 7a 7a

10

65

10

10

9

10

12

12

9

12

9

12

9

9 12

12 9

12

9

9 12

65a

12 9

3

3

3

9

H

H

ELE-202

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ELE-202

E

65

3

18

18

16

18

16

18

16

18

16

18

16

9

18

16

3

18

16

18

16

18

16

16 16

SOBE AO MEZANINO 17 18 19

17

19

65

19

17

19

18

17

16 16

19 15

15

24

21

22

21

21

22

21

24

15

21

15

18 18

17 65

21

22

21

22

21

22

21

16

17

16

ELETRODUTO

18

19 18

16

FIXAÇÃO EM CONCRETO

17

17

ELETRODUTO

18

16

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

16 18

15

15

19 16 21

22

21

65

21

22

21

21

22

21

22

21

22

21

18 17 17

19

19

17

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

19

17

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS 22

21

22

19

SEM ESCALA

19 24

15

24

15

24

24

15

24

15

24

17

VIGA DA COBERTURA LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO

17

FIXADOR MÉDIO 22

21

18

18

18

16

16

18

16

18

16

20

18

16

23

23

21

22

21

65

18

16

23

20

F

21

18

16

22

18

16

22

23

22

20

21

18

16

18

16

23

22

18

16

20

19

18

16

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

16

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

23

19 17 24

15

24

15

24

24

15

24

15

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

24

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

17 19 23

20

20

65

20

23

20

23

20

23

19 17 23

20

20

23

20

23

20

23

20

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

23

17

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

19 24

15

24

15

24

24

15

24

15

24

FIXADOR DE TUBO FIXADOR DE TUBO

19 17

23

20

20

65

20

23

20

23

20

23

19

17

19

17

17 65

23

20

20

23

19

17

19

ELETRODUTO

ELETRODUTO

19 17

17

COBERTURA METÁLICA

LAJE

20

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

Planta Baixa - Térreo ESC: 1 : 50 E

D

ELE-202

ELE-202

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA


25

24

23

E ELE-202

22

D ELE-202

PAVIMENTO - L2 1300,0

MEZANINO 1017,0

TÉRREO 700,0 E

D

ELE-202

ELE-202

Corte H ESC: 1 : 50

H ELE-202

F

E

D PAVIMENTO - L2 1300,0

REVISÃO

MEZANINO 1017,0

TÉRREO 700,0

Corte D H ESC: 1 : 50 ELE-202

H ELE-202

F

E

D PAVIMENTO - L2 1300,0

MEZANINO 1017,0

TÉRREO 700,0

Corte E

H

ESC: 1 : 50

ELE-202

AGUARDAR DEFINIÇÃO


LEGENDA

ELETRODUTO DERIVAÇÃO

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

DERIVAÇÃO

DERIVAÇÃO S

VIGA DA COBERTURA LAJE DE CONCRETO

FIXADOR MÉDIO

S

FIXADOR MÉDIO

SW

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 100x50x3000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZADA COM TAMPA 38x38x6000mm OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4'' (Ø20mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORRO. ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO REFORÇADO Ø3/4" (Ø25mm) OU INDICADO EM PLANTA, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. ESPERA PARA SONOFLETOR, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NO FORRO, h=FORRO OU INDICADA. REFERÊNCIAS COMERCIAIS: SONOFLETOR COAXIAL JBL SELENIUM 6CO2R 6", TRANSFORMADOR 70,7V. FABRICANTE SELENIUM OU EQUIVALENTE. ESPERA PARA SONOFLETOR, COM INSTALAÇÃO DE SOBREPOR, h=LAJE OU INDICADA. REFERÊNCIAS COMERCIAIS: SONOFLETOR COAXIAL JBL SELENIUM 6CO2R 6", TRANSFORMADOR 70,7V. FABRICANTE SELENIUM OU EQUIVALENTE. ESPERA PARA SUBWOOFER, COM INSTALAÇÃO DE EMBUTIR NO FORRO, h=FORRO OU INDICADA. REFERÊNCIAS COMERCIAIS: SUB WOOFER STYLO HSW8STYLO, TRANSFORMADOR 70,7V-25W. FABRICANTE HINOR OU EQUIVALENTE.

ELETRODUTO RACK 40U's. PERFILADO 38x38mm

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

BUCHA E ARRUELA

DERIVAÇÃO POR CIMA

ELETRODUTO

DERIVAÇÃO LATERAL

CONDULETES EM ALUMÍNIO FUNDIDO DE DIVERSOS TIPOS E TAMANHOS CONFORME DIÂMETRO DAS TUBULAÇÕES, CONEXÕES ROSQUEADAS - INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFORO. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQUIVALENTE.

DERIVAÇÃO LATERAL

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA OU PASSAGEM DE INFRAESTRUTURAS, RESPECTIVAMENTE.

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO SAÍDAS DE ELETRODUTO

NOTAS NOTA 01

SEM ESCALA ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

NOTA 02 NOTA 03

FIXADOR DE TUBO FIXADOR DE TUBO

NOTA 04

25

24

23

22

G

NOTA 05

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBULAÇÕES NÃO DEVERÁ ULTRAPASSAR: 40% PARA ELETRODUTOS; 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS; OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETROCALHAS, PERFILADOS E ELETRODUTOS DEVERÃO SER INSTALADOS A CADA 2,00m;

AS INSTALAÇÕES DEVERÃO ESTAR DE ACORDO COM O MANUAL DE OBRAS DO SHOPPING. TODAS AS PARTES METÁLICAS (NÃO CONDUTORAS DE ENERGIA) DEVERÃO SER DEVIDAMENTE ATERRADAS ATRAVÉS DE CONDUTOR DE PROTEÇÃO (PE). CADA CIRCUITO É COMPOSTO DE UM CABO POLARIZADO, SEÇÃO 2x2,5mm² COM LIGAÇÃO DOS SONOFLETORES EM PARALELO.

ELE-301

ELETRODUTO

PAVIMENTO - L2

NOTA 06

1300,0

NOTA 07

ELETRODUTO COBERTURA METÁLICA

LAJE

NOTA 08

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

OS CIRCUITOS DE SUBWOOFER SÃO COMPOSTOS DE UM CABO POLARIZADO, SEÇÃO 2x2,5mm². TODAS EMENDAS DE CONDUTORES SOMENTE PODERÃO SER FEITAS NAS CAIXAS DE PASSAGEM E DEVERÃO SER SOLDADAS A ESTANHO E ISOLADAS COM FITA ISOLANTE AUTO-FUSÃO E RECOBERTA COM ISOLANTE PLÁSTICA. TODOS OS FUROS PARA PASSAGENS DE TUBULAÇÕES EM ALVENARIAS OU PAINÉIS, DEVERÃO SER DEVIDAMENTE CALAFETADOS PARA IMPEDIR A PASSAGEM DE ROEDORES E OUTROS.

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA

MEZANINO AMPLIAÇÃO H

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

1017,0 PRANCHA ELE-202

266,0

266,0

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

266,0

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

285,0

CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

TÉRREO 700,0 ELETRODUTO

ELETRODUTO G

FIXAÇÃO EM CONCRETO

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

ELE-301

G ELE-301

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

25

24

23

22

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA

D VIGA DA COBERTURA

532,2

480,1

530,2

S

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

S1

S

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm

S

S2

S2

SW S2

SW S1

S

SW S1

S1 S1

S

S1

S

S2

S

PERFILADO 38x38mm 199,9

PERFILADO 38x38mm

S2

S1

356,0

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO 356,1

ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

S

S1 S

S

COBERTURA METÁLICA

LAJE

376,2

FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

493,6

194,1

148,6 194,0

FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO REVISÃO

SEM ESCALA F 442,2

F ELE-301

E

F

S

S3

ELE-301

SW

S

S3

S3

ELE-301

D

E

F PAVIMENTO - L2 352,2

1300,0

S

S

S3

118,6

S3

MEZANINO 1017,0

340,0

410,0

SW S3

664,0

266,0

380,0

253,8

380,0

F

TÉRREO

S

S

S3

S3

700,0

239,1

F ELE-301

G ELE-301

Planta Baixa - Térreo ESC: 1 : 50

AGUARDAR DEFINIÇÃO


LE

TABELA DE CABOS CFTV E SEGURANÇA TAG C-301

25

24

25

FS-101 FS-102 TAG FS-103 C-301 FS-104 FS-105 FS-101 FS-106 FS-102 FS-107 FS-103 FS-108 FS-104 FS-109 FS-105 FS-110 FS-106 FS-111 FS-107 FS-112 FS-108 FS-113 FS-109 FS-114 FS-110 FS-115 FS-111 FS-112 S-201 FS-113 S-202 FS-114 S-203 FS-115 S-204 S-205 S-201 S-206 S-202 S-207 S-203 S-208 S-204 S-401 S-205 S-402 S-206 S-207 S-208 S-401 S-402

23

24

FORMAÇÃO 4x22 AWG IFE/SPAR

23

D Limpeza

D Limpeza

DE CENTRAL

PARA TC-01

FUNÇÃO ALIM./SINAL

LOCALIZAÇÃO ACESSO LOJA

ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GALVA INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFO PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVANIZ INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTREFO ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO Ø3/4 OU NO ENTREFORRO. ELETROCALHA LISA EM CHAPA 16, GA ELETRODUTO DEAPARENTE PVC RÍGIDOOU Ø3/4" (Ø25m INSTALAÇÃO NO ENTR ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. PERFILADO LISO EM CHAPA 16, GALVA ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO RE INSTALAÇÃO APARENTE OU NO ENTR DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LAJE D ELETRODUTO DE AÇO GALVANIZADO OU NO ENTREFORRO. CÂMERA FIXA COLORIDA, h=FORRO OU IN ELETRODUTO DE PVC RÍGIDO Ø3/4" (Ø

PAVIMENTO TÉRREO

4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL ALIM./SINAL ESTOQUE TABELAIVP-01 DE CABOS CFTV E SEGURANÇA 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL IVP-02 ALIM./SINAL GERENTE FORMAÇÃO DE PARAALIM./SINAL FUNÇÃO LOCALIZAÇÃO 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL IVP-03 LISTA DE CASAMENTO AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL IVP-04 TC-01ALIM./SINAL ALIM./SINAL ACESSO LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR ACESSO LOJA 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL IVP-05 ALIM./SINAL ACESSO LOJA AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL IVP-06 IVP-01 ALIM./SINALSALÃO DE VENDAS ESTOQUE 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL ORGANIZAÇÃO AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL IVP-07 IVP-02 ALIM./SINAL ÁREA DE VENDAS GERENTE 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL LICENCIADOS AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SIR-01 IVP-03 ALIM./SINAL LISTA DE LOJA CASAMENTO 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL ACESSO AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-01 IVP-04 ALIM./SINAL ACESSO LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL ACESSO LOJA AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-02 IVP-05 ALIM./SINAL ACESSO LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL ACESSO LOJA AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-03 IVP-06 ALIM./SINAL SALÃO DE VENDAS ORGANIZAÇÃO 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL PAPELÃO AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-04 IVP-07 ALIM./SINAL PORTA ÁREA DE VENDAS LICENCIADOS 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL ACESSO RETAGUARDA AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-05 SIR-01 ALIM./SINAL ACESSO LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR ALIM./SINAL CASA DE MÁQUINAS AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-06 SM-01ALIM./SINAL ALIM./SINAL LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR SALAACESSO ELÉTRICA AWG IFE/SPAR CENTRAL CENTRAL SM-07 SM-02ALIM./SINAL ALIM./SINAL LOJA 4x224x22 AWG IFE/SPAR SALAACESSO GERÊNCIA 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL SM-03 ALIM./SINAL PAPELÃO 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL SM-04 IMAGEM ALIM./SINAL PORTAGERENTE ACESSO RETAGUARDA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-01 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL SM-05 IMAGEM ALIM./SINAL CIRCULAÇÃO CASA DE MÁQUINAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-02 RETAGUARDA 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL SM-06 IMAGEM ALIM./SINAL SALA ELÉTRICA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-03 LISTA DE CASAMENTO 4x22 AWG IFE/SPAR CENTRAL SM-07 IMAGEM ALIM./SINAL SALA GERÊNCIA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-04 ACESSO LOJA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-05 IMAGEM CAIXAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTVCF-06 CF-01 IMAGEM IMAGEM GERENTE COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV SALÃO DE VENDAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTVCF-07 CF-02 IMAGEM IMAGEM CIRCULAÇÃO RETAGUARDA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV SALÃO DE VENDAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTVCF-08 CF-03 IMAGEM IMAGEM LISTADE DEVENDAS CASAMENTO COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV SALÃO COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-04 IMAGEM IMAGEM LOJA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV MO-01 LISTA DEACESSO CASAMENTO COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-05 IMAGEM IMAGEM CAIXAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV MO-02 ACESSO LOJA COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-06 IMAGEM SALÃO DE VENDAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-07 IMAGEM SALÃO DE VENDAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV CF-08 IMAGEM SALÃO DE VENDAS COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV MO-01 IMAGEM LISTA DE CASAMENTO COAXIAL RG59/U 75 Ohms SWITCH CFTV MO-02 IMAGEM ACESSO LOJA

MEZANINO TÉRREO PAVIMENTO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO MEZANINO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO MEZANINO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO MEZANINO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO TÉRREO

ALVENARIA OU NA LAJE DE PISO. MONITOR 22'' SUSPENSO. ELETRODUTO FLEXÍVEL CORRUGADO DE EMBUTIR NA ALVENARIA OU NA LA MONITOR 22'' EM BANCADA. CÂMERA FIXA COLORIDA, h=FORRO O INFRAVERMELHO PASSIVO EM CONDULET

MONITOR 22'' SUSPENSO. SENSOR MAGNÉTICO EM CONDULETE NO

S

MONITOR 22'' EM BANCADA. SENSOR MAGNÉTICO EM CAIXA 100mm x

S

INFRAVERMELHO PASSIVO EM CONDU MÓDULO SENSOR TRANSCEPTOR (ANTEN

A S

SENSOR MAGNÉTICO EM CONDULETE CENTRAL DE ALARME DE SEGURANÇA - C

S

SENSOR MAGNÉTICO EM CAIXA 100mm SIRENE COM INSTALAÇÃO EM CONDULET

A

MÓDULO SENSOR TRANSCEPTOR (AN CONDULETES EM ALUMÍNIO FUNDIDO DE TUBULAÇÕES, CONEXÕES ROSQUEADAS CENTRAL TRAMONTINA DE ALARME DE FABRICANTE OUSEGURANÇA EQUIVALE CAIXA DE PISO 100x100mm. REFERÊNCIAS SIRENE COM INSTALAÇÃO EM CONDU DA TUBULAÇÃO), ANEL PARA REGULAGEM EQUIVALENTE. CONDULETES EM ALUMÍNIO FUNDIDO TUBULAÇÕES, CONEXÕES ROSQUEAD RACK 40U's. FABRICANTE TRAMONTINA OU EQUIVA CAIXA DE PISO 100x100mm. REFERÊN DA TUBULAÇÃO), ANEL PARA REGULA INDICAÇÃO DE SUBIDA, DESCIDA OU PAS EQUIVALENTE.

Casa de Maquinas

desce

RACK 40U's. S

FS 101

FS 113 SM-05

IVP-01

desce

A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TUBUL 40%INDICAÇÃO PARA ELETRODUTOS; DE SUBIDA, DESCIDA OU P 35% EM ELETROCALHAS E PERFILADOS; OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELETR NOTA 02 INSTALADOS A CADA 2,00m; CAIXA DE PASSAGEM NÃO COTADA, SOB NOTA 03 A TAXA DE OCUPAÇÃO TOTAL DAS TU NOTA 01 CONDULETES DE ALUMÍNIO FUNDIDO. 40% PARA ELETRODUTOS; OBSERVAR DE VISÃO DOS SENS 35% EM ÂNGULO ELETROCALHAS E PERFILADO NOTA 04 CORTINAS DE ENROLAR COM MICROFUR OS SUPORTES PARA FIXAÇÃO DE ELE NOTA 02 AS EMENDAS QUE SE FIZEREM INSTALADOS A CADA 2,00m;NECESSÁ NOTA 05 DEVENDO SER SOLDADAS E REVESTIDAS CAIXA DE PASSAGEM NÃO COTADA, S GARANTIR O ISOLAMENTO EXIGIDO PELA NOTA 03 CONDULETES DE ALUMÍNIO FUNDIDO NOTA 01

Casa de Maquinas

Estoque FS 113 SM-05

IVP-01

S

FS 101

h=228 cm

Estoque

h=228 cm

OBSERVAR ÂNGULO VISÃOCONTE DOS S NOTA 06 INFRAESTRUTURA SECA DE DEVERÁ NOTA 04 CORTINAS DE ENROLAR COM MICROF TODOS OS CABOS DO SISTEMA DE SEGU AS EMENDAS QUE SE FIZEREM NECE NOTA 07 NOTA 05 PARA INSTALAÇÃO. DEVENDO SER SOLDADAS E REVEST PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS EQU GARANTIR O ISOLAMENTO EXIGIDO P NOTA 08 TOMADAS. NOTA 06 INFRAESTRUTURA SECA DEVERÁ CO NOTA 09 CONFIRMAR POSIÇÃO DOS SENSORES M TODOS OS CABOS DO SISTEMA DE SE NOTA 07 O CABEAMENTO DE SISTEMA DE SEGURA PARA INSTALAÇÃO. NOTA 10 LÓGICA. NOTA 08 PARA ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA DOS E É PERMITIDO EMBUTIR AS INSTALAÇ NOTA 11 NÃOTOMADAS.

DESCE AO TÉRREO

h=195 cm h=222 cm

DESCE AO TÉRREO

1

DIAGRAMA DA PASSAGEM DOS CABOS DO ALARME 1

ELE-403

ELE-403

SALA DE QUADROS

E h=195 cm h=222 cm

DIAGRAMA DA PASSAGEM DOS CABOS DO ALARME 1

1

ELE-403

ELE-403

Planta E Baixa - Mezanino

CENTRAL DE SALA DE QUADROS

3D - CFTV FACHADA

T

ALARME

ESC: 1 : 50

GPRS

Planta Baixa - Mezanino

3D - CFTV FACHADA

CENTRAL DE ALARME

T

CONFIRMAR POSIÇÃO DOS SENSORE NOTA 09 NO SALÃO DE VENDAS, QUANDO APAREN NOTA 12 COR CINZA FOSCO ÁGATA DA ISLÂNDIA ( O CABEAMENTO DE SISTEMA DE SEG NOTA 10 LÓGICA. COM FOCO NOS ARMÁRIOS DOS NOTA 13 CÂMERA

NOTA 11 NÃO É PERMITIDO EMBUTIR AS INSTA NOTA 14 CÂMERA PARA VISUALIZAR O REGISTRO COLABORADORES AOS ARMÁRIOS. NO SALÃO DE VENDAS, QUANDO APA NOTA 12 DEVE SER INSTALADA DEISLÂND FORM COR CINZA FOSCO ÁGATA DA NOTA 15 CÂMERA DO CAMINHÃO. NOTA 13 CÂMERA COM FOCO NOS ARMÁRIOS NOTA 16 IMAGEM PARA MONITOR DE INIBIÇÃO. NOTA 14 CÂMERA PARA VISUALIZAR O REGIST COLABORADORES AOS ARMÁRIOS. NOTA 17 CÂMERA PARA MONITORAR ILHA DE RELÓ NOTA 15 CÂMERA DEVE SER INSTALADA DE FO DO CAMINHÃO. NOTA 16

IMAGEM PARA MONITOR DE INIBIÇÃO

NOTA 17

CÂMERA PARA MONITORAR ILHA DE R

ESC: 1 : 50

GPRS PLACA DE LINHA TELEFÔNICA REDE ELÉTRICA

CABEAMENTO DO ALARME

EXPANSÃO

PLACA DE

ELETROCALHA CABEAMENTO 100x100mm DO ALARME

2

LINHA CAIXA TELEFÔNICA 60x60cm REDE ELÉTRICA

ELE-403

25

24

23

22

EXPANSÃO

ACESSO LOJA IVP-04 GPRS

ELETROCALHA 100x100mm

2

CAIXA 60x60cm PLACAS DE EXPANSÃO

ELE-403

25

24

23

IVP-05

22

D

S

SM-01

S

SM-02

ACESSO LOJA IVP-04 SIR-01 GPRS

S 207 CF-07

TC-01IVP-05 PLACA DE

CARRINHOS

CENTRAL DE ALARME

EXPANSÃO

FS 112 SM-04

S

S 207 CF-07

PLACA DE

CARRINHOS

CENTRAL DE ALARME

EXPANSÃO

ELETRODUTO Ø3/4"

S

BATERIA DO ALARME

FS 112 SM-04

ELETRODUTO Ø3/4" S

FS 111 SM-03

SALA DE QUADROS SEM ESCALA

PAPELÃO

BATERIA DO ALARME

SM-01

S SM-02 LISTA DE CASAMENTO SIR-01 IVP-03 TC-01

GERENTE LISTA DE CASAMENTO

POSICIONAR A 1,50m DO PISO

POSICIONAR A 1,50m DO PISO

S

PLACAS DE EXPANSÃO

D

IVP-02 IVP-03

ESTOQUE GERENTE IVP-01 IVP-02

ESTOQUE FS 111 SM-03

S 202 CF-02

S

ELETRODUTO IVP-01

SALA DE QUADROS CIRCULAÇÃO ESPERA PARA CABO HDMI, A PARTIR DO RACK

CIRCULAÇÃO h=300 cm

S 202 CF-02 FS 102 IVP-02

DERIVAÇÃO

PERFILADO 38x38mm

PERFILADO 38x38mm

DERIVAÇÃO

SEM ESCALA

DERIVAÇÃO

PAPELÃO

ELETRODUTO

PERFILADO 38x38mm

DERIVAÇÃO DERIVAÇÃO

h=280 cm ESPERA PARA CABO HDMI, A PARTIR DO FS 115 S RACK SM-07

PERFILADO 38x38mm ELETRODUTO GERENTE

h=300 cm

DERIVAÇÃO

FS 102 IVP-02

PERFILADO 38x38mm

BUCHA E ARRUELA

ELETRODUTO

h=280 cm

FS 114 SM-06

FS 115 SM-07

S

DERIVAÇÃO POR CIMA

S

FS 114 SM-06

1

h=299 cm

PERFILADO 38x38mm SALA ELÉTRICA

S 201 CF-01

h=264 cm

h=264 cm

h=264 cm

h=299 cm

SALA ELÉTRICA

ELE-403

S 205 CF-05

LAJE DE CONCRETO

1

h=264 cm

h=264 cm

REVISÃO VIGA DA COBERTURA

SEM ESCALA

1

S 206 CF-06

h=283 cm

ELE-403

REVISÃO DERIVAÇÃO LATERAL

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO SAÍDASFIXADOR DE ELETRODUTO MÉDIO

h=300 cm h=264 cm

ELETRODUTO

ACESSÓRIOS PARA PERFILADO DERIVAÇÃO LATERAL SAÍDAS DE ELETRODUTO SEM ESCALA NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

1 h=283 cm

E

DERIVAÇÃO LATERAL

NOTAS: BUCHA ARRUELA 1 - PARA DIÂMETRO DOEELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

DERIVAÇÃO POR CIMA

h=300 cm

S

ELE-403

DERIVAÇÃO LATERAL ELETRODUTO

S 201 CF-01

GERENTE

FIXADOR MÉDIO

ELE-403 SOBE AO MEZANINO

E

S 401 MO-01

S 205 CF-05

VIGA DA COBERTURA BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO S 206 CF-06

SOBE AO MEZANINO

S 401 MO-01

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

ÁREA DE VENDAS S 203 CF-03 FS 103 IVP-03

VIGA DA COBERTURA

ÁREA DE VENDAS S 203 CF-03

FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO

ARRUELA LISA EM AÇO BALANCIM PARA GALVANIZADO COM PORCA FIXADOR MÉDIO SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL LISA EM AÇO AÇOARRUELA GALVANIZADO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA VERGALHÃO ROSCA TOTAL SEXTAVADA ROSCA "WW" DE GALVANIZADO AÇOAÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL LISA EM AÇO AÇOARRUELA GALVANIZADO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA VERGALHÃO ROSCA TOTAL SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO

FIXADOR MÉDIO

FS 103 IVP-03

FIXADOR DE TUBO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VIGA DA COBERTURA BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

LAJE DE CONCRETO

ARRUELA LISA PARA EM AÇO BALANCIM GALVANIZADO COM PORCA FIXADOR MÉDIO SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

BALANCIM PARA FIXADOR MÉDIO FIXADOR MÉDIO

FIXADOR DE TUBO ELETRODUTO

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW"

ARRUELA LISA EM AÇO BALANCIM PARA GALVANIZADO COM PORCA FIXADOR MÉDIO SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL LISA EM AÇO AÇOARRUELA GALVANIZADO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA VERGALHÃO ROSCA TOTAL SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO

VERGALHÃO ROSCA TOTAL LISA EM AÇO AÇOARRUELA GALVANIZADO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA VERGALHÃO ROSCA TOTAL SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO

FIXADOR DE TUBO ELETRODUTO COBERTURA METÁLICA

LAJE ARRUELA LISA PARA EM AÇO BALANCIM GALVANIZADO COM PORCA FIXADOR MÉDIO SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

FIXADOR DE TUBO ARRUELA LISA EM AÇO GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DEELETRODUTO ACORDO COM A ALTERNATIVA

ELETRODUTO

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NOCOBERTURA TETO METÁLICA LAJE S 402 MO-02

S 204 CF-04

CHUMBADOR TIPO "UR" COM ROSCA INTERNA "WW" S 402 MO-02

S 204 CF-04

F

SUPORTE PARA PERFILADO ARRUELA LISA EM AÇO 38x38mm GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

F

PERFILADO 38x38mm PERFILADO 38x38mm SUPORTE PARA PERFILADO SUPORTE PARA PERFILADO 38x38mm 38x38mm COBERTURA METÁLICA

LAJE

FS 105 IVP-05

FIXAÇÃO FS 104 IVP-04

SUPORTE PARA PERFILADO ARRUELA LISA EM AÇO 38x38mm GALVANIZADO COM PORCA SEXTAVADA ROSCA "WW" DE AÇO GALVANIZADO

PERFILADO 38x38mm DE PERFILADOS

NO TETO

PERFILADO 38x38mm

SEM ESCALA NOTAS: 1-CONFORME ELEVAÇÃO DO ELETRODUTO 2-QUANTIDADE DE ACORDO COM A ALTERNATIVA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS NO TETO SEM ESCALA CHUMBADOR "UR" COM ROSCA INTERNA

BUCHA DE EXPANSÃO DE NYLON

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA BUCHALISA DE EXPANSÃO

CHUMBADOR "UR" COM ABRAÇADEIRA TIPO "D" ROSCA INTERNA

ABRAÇADEIRA DE NYLON TIPO "D"

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

PARAFUSO CABEÇA REDONDA MECÂNICA SOBERBA COM ARRUELA LISA

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

ABRAÇADEIRA TIPO "D"

SEM ESCALA COBERTURA METÁLICA

LAJE

FS 108 SIR-01 TECLADO

FS 110 SM-02 FS 104 IVP-04

S

FS 105 IVP-05

FS 109 SM-01

FIXAÇÃO DE PERFILADOS NO TETO SEM ESCALA

S A

FS 108 SIR-01

ELETRODUTO

ELETRODUTO

TECLADO

FS 110 SM-02 S

FS 109 SM-01

FIXAÇÃO EM CONCRETO

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

S

ELETRODUTO

A

ELETRODUTO

Planta Baixa - Térreo FIXAÇÃO EM CONCRETO ESC: 1 : 50

ELE-403

NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS

Planta Baixa - Térreo ESC: 1 : 50

FIXAÇÃO EM ALVENARIA

2

2 ELE-403

SEM ESCALA NOTAS: 1 - PARA DIÂMETRO DO ELETRODUTO E QUANTIDADE VER PLANTA

FIXAÇÃO DE ELETRODUTOS SEM ESCALA


Vista Acima do Mezanino

REVISÃO

Vista Abaixo do Mezanino

AGUARDAR DEFINIÇÃO


Profile for Diogo Valls

studioBIM Engenharia  

studioBIM Engenharia  

Advertisement