Issuu on Google+

FRIGORÍFICO DE AVES DÁLIA

ENCANTADO PODE

ES TA R FO R A

Henrique Pedersini

Presidente Gilberto Piccinini deixa escapar que município onde será instalado o novo empreendimento da cooperativa não pode ter cancela (de pedágio) no meio. Páginas 7 e 15

MILTON FERNANDO Novos secretários na Prefeitura de Encantado Página 5 EXPOROCA E FECARPA Meta é comercializar 10 toneladas de peixe Página 8 TÁXIS Nova lei obriga instalação de taxímetro Página 9 NOVA BRÉSCIA Churrasco mais longo do mundo atrai milhares Página 11

Suspeito de assaltos em Muçum é preso Página 16

ESPECIAL A rotina no lar dos idosos Páginas 12 e 13


2

GERAL

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Patinação volta em março A Cia de Patinação Sobre Rodas que ministra aulas de patinação no Ginásio de Esportes do Parque João Batista Marchese de Encantado, numa parceria com a Secretaria Municipal da Juventude, Desporto e Turismo, retornará com as atividades no dia 10 de março, a partir das 17h. Porém, nesta segunda-feira (24), a equipe liderada pela técnica Jaqueline Nonnenmaccher irá receber os pais e alunos para a renovação das matrículas e também para inscrições para esta nova temporada. Quem precisar trocar de patins também deverá entrar em contato. As aulas permanecerão nas segundasfeiras, com duas turmas de elenco infantil e uma de elenco intermediário/adulto master, não superlotando assim as turmas, e dando melhor qualidade de trabalho junto aos alunos. Os horários serão os seguintes: 17h às 18h – Infantil (para alunos que estudam na parte da manhã); 18h às 19h – Infantil (para alunos que estudam na parte da tarde); 19h às 20h – Intermediário/adulto master; O valor da mensalidade para este ano será R$ 70,00 e a anuidade da Cia de Patinação R$ 80,00 (podendo ser paga em 2 vezes). Maiores informações pelo telefone (51) 8134.0520 ou pelo jaquesobrerodas@ gmail.com.

PONTOS DE VENDA DO JORNAL OPINIÃO

2171

Em Encantado: Tabacaria Encantado, Dália Supermercados, Mercado Potrich, Mercado da Praça, Bratti Supermercados, Mercado do Irno (Porto XV), Rodo Bar (Estação Rodoviária); Fruteira do Peter (centro). Em Roca Sales: STR Supermercados Em Muçum: Lotérica do Neki

Secretaria e pilotos discutem melhorias em pista de bicicross Encantado - A Secretaria da Juventude, Desporto e Turismo de Encantado esteve reunida na terça-feira (18), com representantes da Associação Ciclística Encantadense (ACE), os pilotos de BMX Cristiano Vitalli, Henrique Vitalli e Breno Capelari. Na ocasião foram discutidas as necessidades de melhorias na Pista de Bicicross do Parque Multiesportivo Municipal (conhecido como Caminhódromo), local perfeito para a prática do esporte, onde neste ano vamos sediar uma etapa do campeonato regional de BMX. Na oportunidade, foram definidas algumas metas como a remodelação de alguns pontos da pista que devem receber algumas cargas de terra e necessitam de trabalho com máquina tipo retroes-

cavadeira, consertos no gate (portão) de largada, e o compromisso da reativação da Associação dos desportistas para que os mesmos possam buscar verbas através de projetos junto aos órgãos de esportes do governo estadual/federal. Segundo a Secretária Municipal da Juventude, Desporto e Turismo, Anapaula Gotardi, o encontro foi proveitoso. "É assim que se constrói as políticas públicas para a juventude e o desporto, ouvindo os maiores interessados, e, cada um fazendo a sua parte no processo. Agora vamos em busca da manutenção da pista, buscando logo mais realizar a II Copa Suinofest de BMX, sendo uma etapa válida para o campeonato regional”, afirma.

Caroline Possamai

Grupo planeja a realização da II Copa Suinofest de BMX

Quebra-molas são colocados nas ruas Severino Pretto e Estrada dos Imigrantes Divulgação

FALECIDOS DA SEMANA 13/fevereiro a 20/fevereiro Divulgação na Rádio Encantado AM

14/02 - Alexandrina Gerlin da Rosa - 43 anos - Cemitério Santo Antão/Encantado - Funerária Mazzarino; 15/02 - Ignes Cadore - 86 anos - Seu Nenê - Cemitério São Pedro/Encantado - Funerária Mazzarino; 18/02 - Tecla Smijeviski Scheffel - 78 anos - Cemitério Linha Ernesto Alves/Vespasiano Corrêa - Funerária Garibotti; 19/02 - Egídio Zacaria Marchi - 73 anos Cemitério Santo Antão/Encantado - Funerária Mazzarino; 19/02 - Rose Maria Bagatini Haefliger - Cemitério São Pedro/ Encantado - Funerária Schneider.

Obras foram feitas nesta semana Encantado – A secretaria de Obras realizou esta semana trabalhos na estrada de Linha São Luiz, com a limpeza de barrancos e valetas e o nivelamento da via. Na próxima semana, estão previstas as manutenções nas localidades de Linha Berlina e Linha Divertida, mantendo os trabalhos na região da Linha São Luiz. Também começaram a ser instalados os quebra-molas nas ruas Severino Augusto Pretto e Estrada dos Imigrantes, uma demanda da comunidade local. “Estamos dando continuidade ao trabalho que planejamos no começo de cada ano e atendendo uma solicitação da comunidade ao Departamento de Trânsito que com certeza trará uma maior segurança nessas vias só estávamos aguardando a liberação legal para começarmos a instalação destes quebra-molas”, destaca o secretário Odocir Bagatini.


GERAL

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

3

Divulgação

Mande sua reclamação, sugestão, elogio para bocanotrombone@opiniaojornal.com.br

Colocação de faixa de pedestres desagrada moradores Primeiro encontro aconteceu nesta semana

Audiências públicas debatem Plano Municipal de Saneamento Básico Encantado – Na terçafeira (18) foi realizada a primeira audiência pública relacionada à elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico. A ação faz parte da etapa de mobilização social, onde serão realizados encontros em cinco locais: Centro Administrativo Municipal, Salão Comunitário Santo Agostinho, Salão Comunitário Nossa Senhora Aparecida, Salão Comunitário São José 2 – Scalabrini e Salão Comunitário de Jacarezinho. De acordo com o secretário da Saúde e Meio Ambiente, Marino Deves, a mobilização social, por intermédio das audiências públicas, é a etapa mais importante do projeto. "Ela serve de oportunidade para a sociedade se manifestar sobre tudo o que

envolve sua rua, seu bairro e o município em geral”, comenta. “O diagnóstico real permitirá que se estabeleça um cronograma de ações para que as futuras administrações, nos próximos 20 anos, saibam das prioridades para melhorar a situação de aspectos como a drenagem pluvial, o abastecimento de água, o tratamento de esgoto sanitário e dos resíduos sólidos, como, por exemplo, a coleta seletiva de lixo”.. O objetivo principal do Plano Municipal de Saneamento Básico é promover a segurança hídrica, a prevenção de doenças, a preservação do meio ambiente e a ocupação adequada do solo. Além disso, visa também trabalhar na prevenção e redução de acidentes ambientais e de eventos como

enchentes, falta e poluição da água e a redução das desigualdades sociais através do meio ambiente sadio e com saneamento básico adequado. O plano está estabelecido em quatro eixos: política do setor de saneamento, infraestrutura de abastecimento de água e manejo de águas pluviais, infraestrutura de esgotamento sanitário e limpeza urbana e gerenciamento dos resíduos sólidos. Com o plano, Encantado também cumpre as exigências do Governo Federal no que diz respeito à habilitação para a captação de recursos para esta finalidade, ou seja, os municípios que não tiverem o plano elaborado, não poderão solicitar recursos para as melhorias necessárias na área do saneamento básico junto à União.

Encantado receberá comitiva italiana em março Encantado – Uma comitiva da cidade de Brentonico, província de Trento, na Itália, estará no município no dia 7 de março. Integram a comitiva o prefeito de Brentonico, Giorgio Dossi, secretário municipal Maurizio Passerini e a esposa Monica Bianchi, a historiadora Rita Pedrotti, além de 30 integrantes do Coro Soldanella e Grupo Musical Tirolês. A recepção aos visitantes será feita pela Administração Municipal, no Centro Administrativo, às 11h30min. Na parte da tarde o grupo participará de um tour pelos principais pontos turísticos do município, pertencentes ao Roteiro Encantado. Às 17h haverá a apresentação livro As

Memórias da Emigração do Planalto de Brentonico, da historiadora Rita Pedrotti, no Auditório Brasil do Centro Administrativo, aberta à comunidade. A historiadora convida os descendentes das famílias oriundas da região trentina para uma interação. No encerramento da programação haverá a apresentação do Coro Soldanella e Grupo Musical Tirolês, às 19h, no Auditório Itália, com entrada franca. O Coral Municipal de Encantado também participa do momento cultural para recepcionar os visitantes italianos. Após, haverá jantar por adesão para que a comunidade possa interagir com a comitiva.

Juntamente com os quebra-molas, estão sendo pintadas faixas de segurança em alguns locais de Encantado. Na Travessa dos Imigrantes, no acesso a Localidade de Linha Garibaldi, a pintura de uma faixa de segurança causou irritação em alguns moradores. Tudo porque a faixa de segurança foi pintada cerca de cinco metros antes de uma curva fechada para quem trafega em direção a Linha Garibaldi. Para quem precisa cruzar a rua no local, que é reconhecido pelo alto número de acidentes, não consegue observar se há um carro vindo na direção. Uma moradora que não quis se identificar relatou que muitas pessoas preferem atravessar onde não há faixa de pedestre, mas em local em que conseguem ter uma segurança maior. Outra moradora das proximidades queixou-se do problema exatamente

na oportunidade em que a reportagem buscava informações a respeito de um acidente há menos de 10 metros onde foi pintada a nova faixa. A moradora ainda lembrou que a grande maioria dos carros não respeita os limites de velocidade. Mesmo com a presença da Brigada Militar e com um acidente recente no local, vários carros passavam em alta velocidade, ignorando as pessoas que pudessem ser atingidas.

Henrique Pedersini

Pedestres têm visão prejudicada

Estudantes são recepcionados no retorno às aulas Roca Sales – A recepção de volta às aulas foi calorosa na rede municipal de ensino. Os cerca de 600 alunos das três Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF´s) receberam, nesta segunda-feira, dia 17, a visita do Prefeito Nélio José Vuaden, Secretário Municipal de Educação e Cultura, Roberto Carlos Schwab, e a Supervisora de Ensino, Ivanete Erthal. No mesmo dia, as crianças e jovens também foram recebidos com atividades do Programa Mais Educação. Nas salas de aula, Vuaden falou sobre a importância de dedicar-se aos estudos e o que isso reflete no futuro dos alunos. Uma lembrança foi entregue para cada aluno. “Nós queremos o melhor para nossos alunos e este é um pequeno gesto. Apesar de simples é feito de coração. Desejo que Deus abençoe e conduza este ano letivo de 2014 e que tudo possa correr da melhor forma possível. Sejam bem vindos alunos, professores e todos os que de alguma forma contribuem para que a educação aconteça em nossa cidade”, destacou. Vitória Stürmer Bortoletti

Saúde e bem-estar do tradicionalista

Venâncio Aires - A 24ª Região Tradicionalista promove no domingo (23), às 11h, no CTG Machry, em Venâncio Aires, a palestra Saúde Bucal: a importância da prevenção. O palestrante será o cirurgião dentista venâncio-airense, Alan dos Santos. O evento integra o projeto CTG Núcleo de Fortalecimento da Cultura Gaúcha – MTG em defesa da saúde e bem-estar do tradicionalista. De hoje (21) até domingo acontece a Festa Campeira Regional, em Venâncio.

ASSINE O OPINIÃO LIGUE 3751-1580 Cerca de 600 alunos foram recepcionados no primeiro dia do ano letivo


GERAL

4

Projeto de asfalto entre Roca e Colinas ĂŠ apresentado ao governo do RS SESSĂƒO ORDINĂ RIA DIA 17 DE FEVEREIRO DE 2014 EXPEDIENTE DO EXECUTIVO 2ÂżFLR$'0QžTXHHQFDPLQKDUHVSRVWDDRSHGLGRGHLQIRUPDo}HVQž 2ÂżFLR$'0QžTXHHQFDPLQKDUHVSRVWDDRSHGLGRGHLQIRUPDo}HVQž 3URMHWRGHOHLQžTXHDXWRUL]DRSRGHU H[HFXWLYR D ORFDU SDUWH GH XP SUpGLR GH SURSULHGDGHGD)XQGDomR$OWR7DTXDULGH(GXFDomR5XUDOH&RRSHUDWLYLVPR)$7(5&2 3URMHWRGHOHLQž4XHDXWRUL]DRSRGHU H[HFXWLYR D ORFDU SDUWH GH XP SUpGLR GH SURSULHGDGHGD)XQGDomR$OWR7DTXDULGH(GXFDomR5XUDOH&RRSHUDWLYLVPRÂą)$7(5&2 3URMHWR GH OHL Qž  TXH LVHQWD GR SDJDPHQWR GR ,378 RV SRUWDGRUHV GH DOJXPDV GRHQoDVJUDYHVHHVWDEHOHFHRXWUDVSURYLGrQFLDV 3HGLGRVGHLQIRUPDo}HVQžGHDXWRULD GRYHUHDGRU$GURDOGR&RQ]DWWL 36'%   Âą4XDQWRVFDUJRVHVWDWXWiULRV&DUJRVHP FRPLVVmR (VWDJLiULRV 5HPXQHUDGRV H 6HUYLGRUHVWHPSRUDLVH[LVWLDPHP   Âą 4XDQWRV FDUJRV HP )XQomR *UDWLÂżFDGD )*V H[LVWLDPHP  Âą4XDQWRVFDUJRV(VWDWXWiULRV&DUJRVHP FRPLVVmR (VWDJLiULRV 5HPXQHUDGRV H 6HUYLGRUHVWHPSRUDLVH[LVWLDPHP   Âą 4XDQWRV FDUJRV FRP )XQomR JUDWLÂżFDGD )*V H[LVWLDPHP  Âą4XDQWRVFDUJRVIRUDPFULDGRVQRSHUtRGR GHj (VWDWXWiULRV &DUJRVHP&RPLVVmR (VWDJLiULRV5HPXQHUDGRV 6HUYLGRUHVWHPSRUiULRV  Âą4XDQWRVWUDEDOKDGRUHVSUHVWDP6HUYLoRV 7HUFHLUL]DGRV DR 0XQLFtSLR GH (QFDQWDGR KRMH H TXDO DV VXDV IXQo}HV H UHVSHFWLYDV UHPXQHUDo}HV 3HGLGR GH ,QIRUPDomR Qž  4XH VHMD HQYLDGR FySLD GR HPSHQKR  UHIHUHQWHDUHVWLWXLomRGHUHFXUVRVDR*RYHUQR GR (VWDGR GR 5LR *UDQGH GR 6XO &RQYrQLR (VWLDJHP'HIHVD&LYLO5  3HGLGR GH ,QIRUPDomR Qž  4XH VHMD HQYLDGR FySLD GR HPSHQKR  WHQGR FRPR FUHGRU ',1+2 $0%,(17$/ /7'$0(UHIHUHQWHDSUHVWDomRGHVHUYLoRGH DVVHVVRULD H FRQVXOWRULD HVSHFLDOL]DGD SDUD DSRLR DR 3ODQR 0XQLFLSDO GH 6DQHDPHQWR %iVLFR 306%  4XH VHMD WDPEpP DQH[DGR R FRQWUDWR GH SUHVWDomR GH VHUYLoR FRP HVWD HPSUHVD 3HGLGRGH,QIRUPDomRQž4XDLVVmR RV YDORUHV GHSRVLWDGRV UHIHUHQWH D GHVDSURSULDomR GDV iUHDV GH WHUUDV LQtFLR 5XD 3DGUH $QFKLHWD H )LP 5XD &RURQHO 6REUDO SDUD DEHUWXUD GD 5RWD GR 'HVHQYROYLPHQWR ,QIRUPDUDVGDWDVGRVGHSyVLWRVHUHVSHFWLYRV YDORUHV 3HGLGR GH ,QIRUPDomR Qž  4XH VHMD HQYLDGR FySLD GR HPSHQKR  GH  WHQGR FRPR FUHGRU R ,167,78720$75,=66/7'$0(SURYHQLHQWHGD SUHVWDomRGHVHUYLoRSDUDHODERUDomRGRSURMHWR 30$7%1'(6 H VROLFLWD DLQGD TXH VHMD HQYLDGRDR/HJLVODWLYRRFRQWUDWR 0RomR GH $SODXVRV SURSRVWD SHOR YHUHDGRU $GURDOGR&RQ]DWWL 36'% DVVLQDGDSHORVGHPDLV9HUHDGRUHVDRUHTXHULPHQWRSURSRQGRD ,QVWDODomR GH XPD &3, VREUH RV DSDJ}HV QR 56GHLQLFLDWLYDGR'HSXWDGR(VWDGXDO/XFDV 5HGHFNHU 36'%  3HGLGRVGHSURYLGrQFLDVQžVH GH DXWRULD GR YHUHDGRU &HOVR &DXGXUR 30'%  Âą5RoDGDH3DWURODPHQWRGDVUXDVGR %DLUUR6mR-RVp6FDODEULQL  Âą 5RoDGD H 3DWURODPHQWR GDV UXDV TXH LQWHUOLJDP H FLUFXQGDP DR &HPLWpULR GR %DLUUR6DQWR$JRVWLQKR  Âą &RORFDomR GH UHGHV GH SURWHomR QD4XDGUDGH(VSRUWHVGR3DYLOKmRGR%DLUUR 1RYD0RUDGD 3HGLGRVGHLQIRUPDo}HVQžVH GH DXWRULD GR YHUHDGRU &HOVR &DXGXUR 30'%  Âą&RPUHODomRDVFHUWLG}HVGHGpELWR QžV HLQIRUPDURTXHVHJXH D 4XDLVFHUWLG}HVDFLPDFLWDGDVHVWmRVHQGR SDJDV" E 4XDORYDORUFRUULJLGRGHFDGDFHUWLGmR" F  &RQVLGHUDQGR TXH WRGDV HVWmR VHQGR SDJDVLQIRUPDUVHIRUDPSDUFHODGDVHPTXDQWDV YH]HV IRUDP SDUFHODGDV R YDORU GH FDGD SDUFHODHRQ~PHURGDSDUFHODTXHHVWiVHQGR SDJD" G  (P FDVR GH QmR SDJDPHQWR R TXH HVWi VHQGRIHLWRSDUDFREUDURVYDORUHVGHYLGRVDRV FRIUHVS~EOLFRV"  Âą ,QIRUPDU WRGDV DV DTXLVLo}HV GH DSDUHOKRVGHDUFRQGLFLRQDGRHFRQGLFLRQDGRUHVGHDU6SOLWHIHWXDGDVSHOD$GPLQLVWUDomR 0XQLFLSDOQRVDQRVGHHDQH[DQGR FySLD GDV 1RWDV )LVFDLV ,QIRUPDU WDPEpP R Q~PHURGRSDWULP{QLRHRORFDOGDLQVWDODomR GRVPHVPRV  Âą ,QIRUPDU R Q~PHUR GH &&V GD$GPLQLVWUDomR 0XQLFLSDO HP GH]HPEUR GH 

HHPGH]HPEURGHHVSHFLÂżFDQGRRQ~PHURSRUFDGDFDWHJRULDGH&&QRVUHIHULGRV PHVHV 3HGLGR GH ,QIRUPDomR Qž  GH DXWRULD GRV 9HUHDGRUHV -RQDV &DOYL 37%  H :DOGLU *URRGHUV 37% 4XHVHMDLQIRUPDGRDR/HJLVODWLYRTXDODVLWXDomRGDFRQFHVVmRGHVHUYLoRVS~EOLFRVQRTXHGL]UHVSHLWRDRVWUDQVSRUWHFROHWLYRQRPXQLFtSLRGH(QFDQWDGR EXPEDIENTE DE DIVERSOS 2ÂżFLR Qž  GD VHFUHWDULD GD DGPLQLVWUDomR H GRV UHFXUVRV KXPDQRV GR (VWDGR GR5LR*UDQGHGRVXOVROLFLWDQGRDFHGrQFLD GRSOHQiULRGHVWDFDVDOHJLVODWLYDFRPDFHVVR jLQWHUQHWRQGHSRVVDVHULQVWDODGRXPWHOmR SDUD'DWDVKRZQRGLDGHPDUoRGH GDVjVKRUDVSRURFDVLmRGRVSUHJ}HV SUHVHQFLDLV GR SURJUDPD )RUQHFHU 56 SDUD DTXLVLomR GH DOLPHQWDomR KXPDQD SDUD RSUHVLGLR(VWDGXDOGH(QFDQWDGR 2ÂżFLR FLUFXODU Qž &$0 GD FRPLVVmR GH DVVXQWRV PXQLFLSDLV GD $VVHPEOpLD /HJLVODWLYDFRQYLGDQGRRVPHPEURVGHVWDFDVD OHJLVODWLYD SDUD XPD DXGLrQFLD S~EOLFD TXH VHUHDOL]DUiQRGLD WHUoDIHLUD QR SOHQDULQKRGDDVVHPEOpLDOHJLVODWLYDžDQGDU SDUDWUDWDUGDTXHVWmRGD(QHUJLD(OpWULFDQR (VWDGRGR5LR*UDQGHGR6XO &RUUHVSRQGrQFLD GD &kPDUD GRV 'HSXWDGRV %UDVtOLD')LQIRUPDQGRRVUHFXUVRVGD8QLmR HPSHQKDGRV SDUD R PXQLFtSLR GH (QFDQWDGR QDSHUtRGRGHMDQDGH] 7HOHJUDPD GR 0LQLVWpULR GD 6D~GH Qž UHI  LQIRUPDQGR D OLEHUDomR GH UHFXUVRV ÂżQDQFHLURV GR IXQGR QDFLRQDO GH VD~GH HP FXPSULPHQWR DR DUW ž GD OHL  GH  SDUD SDJDPHQWR GH SLVR Âż[R GH YLJLOkQFLD HP VD~GH YDORU 5  FRPSHWrQFLD 7HOHJUDPD GR 0LQLVWpULR GD 6D~GH Qž GH UHI  LQIRUPDQGR D OLEHUDomR GH UHFXUVRV ÂżQDQFHLURV GR IXQGR QDFLRQDO GH VD~GH HP FXPSULPHQWR DR DUW ž GD OHL  GH  SDUD SDJDPHQWR GH 3$% Âż[R FRPSHWrQFLD  QR YDORU GH 5  7HOHJUDPD GR 0LQLVWpULR GD 6D~GH Qž UHI  LQIRUPDQGR D OLEHUDomR GH UHFXUVRV ÂżQDQFHLURV H FXPSULPHQWR DR DUW ž GD OHL GHSDUDSDJDPHQWRGHVHUYLoRV GH$WHQGLPHQWR PyYHO6$08 QR YDORU GH5FRPSHWrQFLD 7HOHJUDPD GR 0LQLVWpULR GD 6D~GH Qž UHI LQIRUPDQGRDOLEHUDomRGHUHFXUVRVÂżQDQFHLURGRIXQGRQDFLRQDOGHVD~GHHPFXPSULPHQWRDRDUWžGDOHLGH SDUD SDJDPHQWR GH VHUYLoRV GH DWHQGLPHQWR PyYHO GH XUJrQFLD6$08 QR YDORU GH 5 FRPSHWrQFLD ORDEM DO DIA 3URMHWR GH /HL Qƒ  TXH Âł$XWRUL]D R SRGHUH[HFXWLYR0XQLFLSDODFRQWUDWDUÂżQDQFLDPHQWRGR30$73URJUDPDGHPRGHUQL]DomR GD DGPLQLVWUDomR WULEXWiULD H GD JHVWmR GRV VHWRUHVVRFLDLVEiVLFRVGR%1'6MXQWRj&DL[D(FRQ{PLFD)HGHUDO´ 9LVWDVPHVDGLUHWRUD

3URMHWR GH /HL Qž  TXH HVWDEHOHFH QRYDVQRUPDVSDUDDH[SORUDomRGRVHUYLoRGH DXWRPyYHLV7$;, H UHYRJD D OHJLVODomR DQWHULRUSHUWLQHQWH 0HVDGLUHWRUD  PAUTA DO DIA 23URMHWRGH/HLTXHHVWDEHOHFHQRYDVQRUPDVSDUDH[SORUDomRGRVHUYLoRGHDXWRPyYHLV7$;, H UHYRJD D OHJLVODomR DQWHULRU SHUWLQHQWHUHFHEHXXPDHPHQGDTXHDOWHUDD UHGDomRGRDUWHSDUiJUDIRSDVVDQGRDWHU DVHJXLQWHUHGDomR $UW  3DUD HVWDEHOHFHU XPD SDGURQL]DomR QR VHQWLGR GH FRQWULEXLU SDUD D LGHQWLÂżFDomR GD IURWD GH Wi[L QR PXQLFtSLR WRGR R YHtFXOR D VHU OLFHQFLDGR D SDUWLU GD SXEOLFDomR GHVWD /HLGHYHUiVHUQDFRUEUDQFDFRPIDL[DVODWHUDLVYHUPHOKDVHPWRGDH[WHQVmRFRPODUJXUD GH YLQWH FHQWtPHWURVFRQWHQGRREUDVmR QD SDUWH LQWHUQD GD IDL[D QD DOWXUD GD SRUWD HDLQGDDH[SUHVVmRÂł7Ăˆ;,(1&$17$'2´R Q~PHURGRWHOHIRQHORFDOGRSRQWRHRQ~PHUR GRSUHÂż[R 3DUiJUDIRĂ’QLFRÂą2VYHtFXORVTXHDWXDOPHQWH SRVVXHPDFRQFHVVmRGRVHUYLoRWHUmRRSUD]RGH VHLV PHVHVSDUDVHDGDSWDUDUHJUD DFLPDUHIHUHQWHDFRORFDomRGHIDL[DVVHQGR TXHRVTXHQmRIRUHPQDFRUSDGUmR EUDQFD  GHYHUmRDÂż[DUIDL[DVODWHUDLVGDFRUEUDQFD 23URMHWRIRL$3529$'2FRPDEVWHQomRGD 9HUHDGRUD6DQGUD9LDQ 33  TRIBUNA DO VEREADOR )L]HUDP XVR GD 7ULEXQD RV VHJXLQWHV 9HUHDGRUHV  -RQDV &DOYL 37% $GURDOGR &RQ]DWWL 36'% /XFLDQR0RUHVFR 37 &HOVR&DXGXUR 30'% (QRLU&DUGRVR 33 &ODXGLR5GD 6LOYD 30'% :DOGLU*URRGHUV 37% *XVWDYR 6FDWWROD 30'%  6DQGHU %HUWR]]L 33 $ SUy[LPDVHVVmRVHUiGLDGHIHYHUHLURjV KRUDVDEHUWDDRS~EOLFRHWUDQVPLWLGRDRYLYR SHORVLWHZZZFDPDUDHQFDQWDGRFRPEU

Porto Alegre – Na Ăşltima semana, o Prefeito NĂŠlio JosĂŠ Vuaden, juntamente com o SecretĂĄrio Municipal de Administração Lauri Budke, estiveram reunidos com o SecretĂĄrio de Estado do Gabinete dos Prefeitos e Relaçþes Federativas, Jorge Branco, e com o Superintendente regional do Departamento AutĂ´nomo de Estradas de Rodagem (DAER), engenheiro Hildo MourĂŁo. O encontro ocorreu no PalĂĄcio Piratini e teve como assunto a viabilização da ligação asfĂĄltica entre Roca Sales e Colinas. Na ocasiĂŁo, Vuaden realizou a apresentação do projeto. Branco colocou-se Ă  disposição na busca de mecanismos para facilitar e agilizar o inĂ­cio da obra. “A reuniĂŁo foi de extrema importância, pois houve a apresentação do projeto por parte do Executivo roca-salense, ex-

pondo a necessidade da obra para a região e o Estado. Destacar a participação de Mourão, que, de forma tÊcnica, mostrou detalhes sobre a proposta de execução�, afirmou NÊlio.

Gusttavo Arossi

O projeto A obra de pavimentação Ê reivindicada pela comunidade hå mais de 40 anos. A melhoria servirå como rota alternativa à ERS 130, aproximando a região alta do Vale do Taquari à Serra, servindo como potencial turístico

Branco, MourĂŁo e Vuaden e de crescimento econĂ´mico da regiĂŁo e Estado. A estrada ligando os dois municĂ­pios possui cerca de 20 quilĂ´metros de extensĂŁo, sendo que oito precisam ser asfaltados.

Roca Sales quer apoio de Sossella para a SaĂşde

Porto Alegre - Em visita ao gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, Gilmar Sossella (PDT), na semana passada, os secretårios municipais de Roca Sales, Gilvani Bronca (Saúde) e Evaristo Bronca (Agricultura), agradeceram o empenho do deputado na aquisição de equipamentos para o Hospital Roque Gonzales. O investimento recente Ê superior a R$ 70 mil. Eles aproveitaram para reiterar o pedido de apoio junto ao gabinete para o projeto em tramitação que busca, desta vez, equipamentos para a unidade de Saúde.

Vinicius Reis

Assessor Ă‚ngelo Barbieri, Evaristo, Gilvani e Sossella

Santini recebe demandas de Muçum para Saúde Porto Alegre - Na semana passada, o gabinete do deputado estadual Ronaldo Santini (PTB) recebeu a visita do vereador de Muçum, AndrÊ Vianini, para encaminhar projetos em defesa da saúde no município. Ele foi recebido pelo chefe de gabinete Edir Domeneghini, que ressaltou o apoio de Santini ao Hospital Nossa Senhora Aparecida. A instituição possui diversas solicitaçþes de investimentos do governo do Estado na aquisição de equipamentos hospitalares, veículo e obras estruturais da casa de saúde. Como presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas na à rea da Saúde do RS, Santini tem atuado de forma decisiva na garantia de recursos da Secretaria Estadual da Saúde para os hospitais gaúchos e as secretarias municipais de saúde. Ao receber as solicitaçþes do vereador, em nome do hospital e da comunidade de Muçum, Domeneghini confirmou o empenho de Santini para liberar os investimentos propostos. Vianini

ressaltou o trabalho da Administração Municipal, atravÊs do prefeito Lourival de Seixas, e do secretårio municipal da Saúde, Leonardo Bastiani, alÊm do diretor do hospital, Arthur Ried, para manter as atividades do hospital e qualificar o atendimento à população. Ederson da Rocha

Vianini com o chefe de gabinete Edir Domeneghini


COLUNA

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

5

milton@rdencantado.com.br Diogo Daroit Fedrizzi

Trocas no secretariado A Administração Municipal de Encantado deverá realizar trocas em duas secretarias, na Educação e Assistência Social. Roseli Mottin Soares e Valéria de Castro Caldas solicitaram desligamento como titulares das pastas. Na pasta de Assistência Social, o cotado para o cargo é o suplente de vereador do PP, Enoir Cardoso, que já conversou com amigos sobre a possibilidade de assumir o cargo. Na volta das férias, o prefeito Paulo Costi deverá indicar os substitutos.

Enoir Cardoso deve assumir a pasta da Assistência Social

Repercussões da entrevista com o Quebra-Molas Pergunta O secretário da Administração de Encantado, Fredi Camargo, e nossa Executiva de Contas do Jornal Opinião, Rejane Bicca, questionaram o que eu havia fumado quando fiz a coluna da semana passada, entrevistando um Quebra-Molas. Agora,”baixando o espírito” do meu amigo Adriano Mazzarino, eu pergunto: o que estes dois sabem no alto de suas experiências sobre fumar algo para escrever uma coluna diferente? Sinceramente, não sei a resposta, nunca passei de três carteiras de Charm por dia, mas larguei o vício faz 18 anos. Cigarros, apenas cigarros. Exclusividade Já o vereador (uma vez sendo, sempre será) Eldo Orlandini cumprimentou-me pela exclusividade da entrevista com o QuebraMolas. Pergunta-me se foi difícil consegui-la. Fácil não foi.

Canto da Lagoa

Viagem Que viagem tu fez na coluna, disse-me Jonas Calvi. Perguntei se ele havia lido até o final. Ele respondeu que sim. Conclusão, quem viajou foi o vereador, no texto.

Antes só que mal acompanhado O colega Henrique “Peda” Pedersini me questionou sobre o mesmo assunto, se tinha feito a coluna sozinho? Na hora respondi que sim, mas agora, me dou conta que o Wikipédia, os leitores do Jornal e os ouvintes da Rádio Encantado com as suas angústias em relação à alta velocidade me ajudaram a construir o texto. Obrigado a todos. Hospital Alceu Signori, conhecido por “Feu”, e por alguns chamado também de “M.r...r....” em função do exercício da arbitragem, a qual exercia em outras épocas, de longe gritou: “e o quebra-molas?”.

Depois falou algo sobre o Hospital, verbas para a saúde, que sinceramente fiquei na dúvida. Aliás, grande estaria a lombada doente. Se estiver “Feu” espero que o caso não seja terminal.

Mulher Outra do Fredi Camargo. Lendo o texto, ele descobriu que “o quebramolas também é mandado pela mulher”. Fazer o que Fred! Tu tens pouco tempo na vida de casado. O que posso dizer com uma experiência superior a três décadas é o seguinte: te apossa logo do controle remoto. É só o que vai sobrar para ti, se a posse for imediata. Caso demorar um pouco, nem isto. Vai restar dizer o seguinte: estou de acordo amor. Vamos fazer isso sim amor. O caminho é este benzinho. Concordo contigo. E um recado final, não tenha animais de estimação, eles

estarão a sua frente. Experiência própria, nada além disso, vivências do dia a dia.

Agradecendo Aos citados acima, e a todos que comentaram sobre a coluna, nosso agradecimento pela leitura desse espaço. Foi a coluna mais comentada nestes três anos que escrevo no Jornal Opinão.

Estreia amanhã, às 17h, programa de uma hora por semana falando sobre o único festival de música do Vale do Taquari. Todos os sábados, Ranieri Moriggi, até o dia 29 de março (quando o programa será direto do Parque Cinquentenário), a história, músicos e pessoas que fazem este grande evento, estarão sendo ouvidos na Rádio Encantado AM 1580, e claro, muita música desse que é o remanescente dos festivais, do terceiro Vale mais fértil do mundo.


6

ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Estou aposentado, e agora?

Uma vida de aposentado começa da melhor forma possível: sem hora para acordar, sem pressa para o café, todo o tempo do mundo para ler o jornal e acompanhar o que aconteceu no mundo. E pensar que isto vai se repetir pelos próximos dias, semanas, meses e anos... êpa, agora essa ideia começa a não parecer tão boa assim.

TEXTO E FOTOS: Angela Reale

O aspecto preocupante da aposentadoria é o risco da depressão causado pela sensação de falta de propósito na vida. Portanto, por mais atraente que possa parecer a possibilidade de nunca mais ter horários e compromissos, o que o aposentado mais necessita é um jeito de colocar alguma estrutura em seus dias. É comum ver pessoas que param de trabalhar para assumir uma vida de passividade frente à televisão e uma tendência a se exceder na comida ou bebida. Tive a oportunidade de conversar com o professor Sérgio Agostini, morador do bairro Jacarezinho em Encantado. Ele nos conta que há 22 anos assinou o termo de aposentadoria após longo período como professor e diretor de escola pública. Em um dia você está empregado, tem a sua profissão, seu local de trabalho e uma rotina a ser cumprida. No outro você é um aposentado, tem todo o tempo do mundo, mas e agora, o que fazer? Perguntou-se ele. O negócio é pensar em outra atividade. Na sua área de terras de um hectare no bairro Jacarezinho, ele já criava vacas de leite e outros animais, mas, com o tempo, se desfez. “Os animais prendem muito a gente e eu nunca podia sair de casa para um passeio mais longo”, comenta. A escolha foi por manter a terra ativa com um parreiral produzindo uvas finas de mesa. Seguindo o exemplo dos produtores da serra gaúcha, que cultivavam em pequenos espaços videiras cobertas e, cuja produção era satisfatória, iniciou ali sua experiência. E a terra foi sendo ocupada com laranjas, bergamotas, limões, goiaba, figo, romã. E dessa maneira, Sérgio vem preenchendo seu tempo e sente-se feliz em presentear os amigos com o resultado dessa produção. O segredo é não parar e ele mantém uma rotina de trabalho, pois como as frutas são de época, diz ele, sempre há o que fazer. Podar, tirar as ervas daninhas, fazer o raleamento, adubação, limpeza, e tudo o que necessita para vê-las crescer saudáveis e vibrar com esse resultado. Tudo isso, conforme Sérgio, é uma maneira de manter-se ativo, não cair em depressão, não cair em vícios e nem fazer como os preás, que usam sempre a mesma trilha. Aos poucos a terra vem sendo ocupada também por abóboras, melões, moranga e tudo sem agrotóxicos. E sem se esquecer de uma bela lagoa onde a pesca esportiva e familiar reúne a família e amigos em momentos de lazer.

Agostini está aposentado há 22 anos e passa boa parte do tempo cuidando do pomar e da horta

Planeje sua vida social Após a aposentadoria, é primordial planejar a vida social, ampliar contatos pois aquelas amizades que antes existiam em função do trabalho, deixam de existir. Sérgio nos conta que nesse quesito, participa ativamente da comunidade em organizações de eventos, coral, missas, festas sendo isso uma terapia promovendo seu bem-estar. “Apaixone-se pelos seus projetos e tenha objetivos”, nos diz Sérgio. “Quem se aposenta, independente de onde mora, cidade ou campo, tem que ter uma ocupação prazerosa que seja envolvente, para ocupar a mente e utilizar esse tempo disponível em algo que nunca pensou em fazer antes enquanto atuava. Seja uma leitura, atividades manuais, serviço voluntários, enfim, algo que lhe mantenha entusiasmado e que o faça acordar todas as manhãs com um objetivo.” Especialistas em gerontologia dizem que simplificar a vida também é bom. Acumulou muita coisa? Jogue fora, doe, venda, mas livre-se do lixo em sua vida. Simplifique. Guarde aquilo que lhe traz boas lembranças, pois a vida não tem graça sem beleza. Assim como o nosso entrevistado, muitos aposentados mantém-se ativos e segundo o médico JJ Camargo, “viver é muito mais que durar”.

“Apaixone-se pelos seus projetos e tenha objetivos” Sérgio Agostini aposentado

Com a esposa Maria na casa do lago, nos fundos da residência


ENTREVISTA

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

7

FRIGORÍFICO DE AVES DA DÁLIA^

Presidente sinaliza que Encantado está fora dos planos O presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Piccinini, fala sobre novo projeto que será implantado pela Cooperativa na região. Em entrevista ao Grupo Encantado de Comunicação, Piccinini, que recentemente assumiu o comando do Instituto Gaúcho do Leite, revela os critérios que estão sendo analisados e avisa: "não pode ter pedágio no meio". Diogo Daroit Fedrizzi

Divulgação Jornal Opinião - Como você recebe mais esse desafio de assumir a presidência do Instituto Gaúcho do Leite? Gilberto Piccinini - Muitos me perguntam como eu consigo tempo para fazer e pensar tudo o que tenho pela frente. Tenho procurado participar sempre que possível. Tenho um cargo de presidente da Cosuel, hoje uma cooperativa cada vez mais reconhecida no Brasil, que lidera vários processos. O presidente da Cooperativa, seja ele quem for, exerce um cargo de liderança, que pode ter projetação positiva ou negativa. Esses desafios surgem. Quando participamos de reuniões, expomos as ideias. Essa ideia do Instituto Gaúcho, não é falsa demagogia, nasceu na Cooperativa. Quando fomos à Galícia (Espanha), visitamos uma região muito parecida com a nossa, com dificuldades, pequenas propriedades. E vimos os produtores, o governo, a universidade e as empresas se organizarem em torno dos objetivos comuns, que buscavam melhorar as condições de renda, produção, qualidade do produto. Ficamos impressionados, vimos que não envolvia muito dinheiro, mas sim, planejamento e organização. Fomos analisando aquela ideia, mais viagens foram feitas, levamos lideranças para lá. Essas experiências serviram muito como base. Apresentamos essas ideias na Câmara Temática do Leite, para o governo do Estado e outras entidades. Foi amadurecendo. Mais gente entendeu que era importante. Até chegar ao dia 11 de fevereiro, quando, depois de muita negociação, criamos o Instituto Gaúcho do Leite.

JO - Como vai funcionar o trabalho? Piccinini - O Instituto Gaúcho do Leite vai ser o organizador do setor. Temos boas entidades: o Sindilate, o Fundesa, que recolhe os recursos, o Conseleite, que define preços. O Instituto vai pensar nessas 120 mil famílas trabalham com leite, de pequenas e médias propriedades. Anos atrás, se ouvia mais o agricultor dizer que quem trabalhava na cidade tinha um salário no fim do mês, e ele tinha uma safra uma vez por ano. Quando procuramos fazer a agregação de valor, pegando o perfil da Cooperativa, que é suinocultura e leite, é agregar valor para não depender só de uma safra. No leite sempre gira dinheiro. Se você fizer de forma planejada, calcular média do valor do ano, considerar o descarte de vacas, o nascimneto de

terneiras, a venda de novilhas, você forma uma renda mensal e adquire um padrão de vida importante no cenário de opção de ganhar dinheiro. A gente sabe que leite bem feito, e trabalhando estrategicamente para que esse leite se valorize mais, através de produção e qualidade, vamos cada vez mais rentabilizar toda a cadeia.

JO - Quais são as principais atribuições do Instituto? Piccinini - Hoje tem estatuto social, com objetivos e atribuições muito claros. Agora, aguardase o registro disso. Estamos buscando um endereço. Teremos que contratar funcionários, um executivo que vai ser o braço direito do presidente, secretária. É o início de um processo. Tão logo estiver organizado vamos nos reunir. O estatuto aponta que em abril e novembro tem assembleias gerais entre os 47 associados, que são as entidades. Por exemplo, a Famurs (Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul), faz parte. É uma atividade que envolve mais de 470 municípios no Estado. 95% dos municípios têm o leite no seu PIB agrícola. JO - Como a Dália tem se posicionado no mercado da produção leiteira? Piccinini - Bom, as cooperativas têm muito bem claro a respeito da assistência técnica. Temos experiências novas. A escola do leite está sendo um sucesso regional. Essa capacidade de gerenciar, é isso que procuramos passar para o produtor. Nossos técnicos buscam experiências em viagens internacionais, em congressos, em cursos. A cada dia, eles aumentam o conhecimento e repassam rapidamente para o produtor. Hoje os produtores da cooperativa produzem em média 20 litros/vaca/dia, média no ano. Então se são 20 litros, média dia/ ano, uma vaca produz leite 305 dias na média. A média que os produtores associados da Cooperativa estão produzindo são mais de seis mil litros por ano por vaca. Índices que ja superam

Gilberto Piccinini: novos desafios países como Uruguai e Argentina. Estados Unidos e Alemanha chegam a nove mil litros. Essa é a nossa meta. O produtor alemão concorre com o produtor do Brasil, da Cooperativa. Então nossa meta é estar entre os melhores e fazer frente, buscar a rentabildiade. No Instituto do Leite vamos buscar essas experiências das outras entidades, somar forças junto com as outras entidades e fazer com que esta atividade seja mais importante. Queremos colocar o Estado, que já é o segundo produtor, em destaque no Brasil. No momento em que foi instalado o Instituto Gaúcho do Leite, os japoneses já ficaram sabendo, os chineses também. O mundo todo sabe que o Rio Grande do Sul tem um instituto para cuidar de toda a cadeia. Dá um status diferenciado. Quando começar o trabalho, vão começar as ações. O mercado mundial comprador de leite começa a olhar para o Estado de maneira diferente.

JO - E como está o projeto do Frigorífico de Aves? Piccinini - No segundo semestre se trabalhou a ideia do novo investimento, começamos a planejar com tempo. O processo foi um pouco diferente do leite em pé, já que na época tivemos que tomar uma decisão rápida. Era uma linha de crédito que abriu e logo fechou em seguida. A primeira área que surgiu. Já o abatedouro de aves é uma necessidade de muitos avicultores associados. Muitos que até desistiram temporariamente

da atividade, outros que fazem a atividade mas reclamam muito porque se concentrou numa empresa, virou monopólio na criação de aves. É um sonho, uma vontade de muitos anos da Cooperativa como um todo, é um sonho da região. Com base nisso começamos a elaborar um projeto pensando em tamanho, em ter no mix de produtos o frango. Qual é a diferença da suinocultura e da avicultura hoje no mercado mundial? O frango é consumido praticamnte em todo o mundo. Já a carne suína, em parte do mundo. Certos países, por questoes culturais ou religiosas, não consomem carne suína. É um mercado mais limitado. A avicultura é uma atividade que você tem maior capacidade de gerenciar momentos bons e de crise. Se você decide não criar o pinto, você toma a decisão rápida. Se vai aumentar ou diminuir a produção. A suinocultura é um processo mais longo, tem que investir em genética, por exemplo. Temos um interesse muito grande dos produtores e da Cooperativa em ter o mix, os cortes de frango. Temos o projeto pronto. Os municípios da região estão se apresentando, colocando seu município à disposição. JO - Como será o processo de escolha do município? Piccinini - Definimos um padrão do que a cooperativa pede para instalar o projeto. Quando começamos a elencar o que estávamos pedindo, muitos já ofertaram. E agora estão aguardando a resposta. Encantado também se ofereceu. O Executivo e os vereadores vieram falar conosco. Colocamos as dificuladdes e as vantagens que teriam. A decisão a ser tomada será técnica, bem pragmática, para que sejam contemplados todos os pré-requisitos, que vão ser o fator definitivo.

JO - Quais serão os critérios? Piccinini - Vamos levar em conta a distância de onde estão produtores, questões de logística. Por isso pensamos em estar próximo a uma BR

ou RS, e que no meio não tenha uma cancela que fecha a estrada, como é o nosso pedágio. Que tenha facilidade de logística, disponibilidade de mão de obra. Que tenha água por perto. Na indústria de leite em Palmas precisamos fazer poços artesianos. Os produtores precisam estar próximos, ou a planta estar no meio para que os caminhões possam entrar e sair. Será necessário uma área de terras entre 25 e 30 hectares. O projeto que vamos fazer será composto por um frigorífico, fábrica de rações e incubatório. Queremos colocar numa mesma área, cercada, com guarita. Isso racionaliza gastos, investimentos e custos de controle. No momento em que encaminhar o projeto para o banco, você tem que ter endereço e matrícula da escritura. Outra preocupação, e isso tivemos em Palmas, é o barulho. Por isso tem que ser numa área industrial, onde não vão existir casas ao redor. No passado, há 67 anos, quando construímos a Cosuel em Encantado, o terreno era um descampado. A cidade foi chegando na volta e hoje há moradores que se queixam. Mas a indústria chegou muito tempo antes. Todo crescimento trás ônus e bônus. Mas com certeza, não é toda a hora que se faz um projeto desses, como o do frigorífico de aves. A região vai ganhar com isso, nossas cidades são bem próximas e pequenas, vai beneficiar a todas. JO - E o projeto do posto de gasolina? Piccinini - Acredito que ele sairá do papel pela necessidade de estacionamento. Estamos com problemas sério nesse setor. A quantidade de carretas que vem até Encantado é muito grande. Temos o problema do acesso (Rota do Desenvolvimento), que está na justiça. O Executivo e a Câmara vêm acompanhando. As ruas da cidade não comportam a quantidadade de carretas. São quase 11 mil sacos de milho moídos diariamente na fábrica de ração. Pensamos em ter um pátio de estacionamento. E o abastecimento dos caminhões que chegam para carregar os containers que vão ao porto. É mais uma opção, um ponto de comércio que a cooperativa tem de aproveitar os terrenos. Para o estacionamento, pensamos em aproveitar a antiga SCREC, os campos. Criar estrutura para os motoristas chegarem, tomarem um banho, fazerem as refeições. Esse é o crescimento. Ele não vem sozinho, vem junto com alguns desafios e temos que buscar soluções.


8

REGIÃO

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

6ª ExpoRoca e 9ª Fecarpa

Meta é comercializar 10 toneladas de peixe Evento acontece de 7 a 9 de março no Centro Social Urbano em Roca Sales

Roca Sales - Entre os dias 7 e 9 de março, a 6ª ExpoRoca e 9ª Fecarpa têm como meta a comercialização de 10 toneladas de pescado. O alimento poderá ser degustado em mais de 10 diferentes formas. Entre as opções estão peixe recheado, frito, pastel, escabesche, arroz à grega com peixe, estrogonofe de peixe, salpicão, filé, iscas e pizza de peixe. Os pratos estarão disponíveis no Restaurante Carpa´s Grill, localizado no novo ginásio de esportes. O espaço estará aberto no almoço e janta. As receitas são preparadas pela equipe Festas Brescienci de Nova Bréscia, que trabalha desde o primeiro evento. O valor da refeição será R$ 20 por pessoa, buffet livre com mais de 30 pratos diferentes, também com outras carnes. O espaço tem capacidade para 500 pessoas. Na sede do Concórdia, o Recanto do Peixe oferecerá petiscos nos mais diferentes horários, bem como na praça de alimentação a Peixaria da Jú servirá deliciosos lanches e petiscos a base de peixe. Além da degustação, peixes estarão expostos em piscinas ao ar livre para apreciação, com diversos tamanhos e cores, alguns com mais de 30 kg. Para quem prefere preparar seu peixe em casa, haverá também a comercialização de peixes inteiros, fileteados e postas prontos para assar.

Veri Fotos

Horários da comercialização de peixes: Dia 07 (sexta-feira): 14 às 22h Dia 08 (sábado): 10 às 17h Dia 09 (domingo): 10 às 17h

Oficina de gastronomia e processamento de pescado A preparação de receitas poderá ser acompanhada de perto. Uma cozinha demonstrativa será "montada". O assistente técnico regional de piscicultura, João Sampaio, coordenará os trabalhos. Estão programadas oito aulas, abordando receitas como salpicão, patê e peixe tipo sardinha. Tanto no sábado, dia 8, quanto no domingo, dia 9, a demonstração ocorre às 10min, 11h30min, 14h e 16h. A 6ª ExpoRoca e 9ª Fecarpa ocorrem nos dias 7, 8 e 9 de março, no Centro Social Urbano. São promovidos pela CICRoca Sales, com a parceria da Administração Municipal e Câmara Municipal de Vereadores, a organização é da Lume Eventos, o apoio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul, Emater-RS/Ascar, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Associação Rocasalense de Piscicultura. O evento tem o patrocínio de: Sicredi, Corsan, Benoit, Bremil, Calçados Beira Rio, Posto Parada Obrigatória - Charrua, Banrisul, Unimed, Fecundo e Caixa Econômica Federal.

Peixes serão comercializados em piscinas

Pré-candidatura de Paulo Kohlrausch tem apoio do PTB estadual A bancada estadual do PTB recebeu, na terça-feira (18), durante o tradicional almoço semanal dos deputados, o ex-prefeito de Santa Clara do Sul, Paulo Kohlrausch. Na presença do presidente estadual do partido, deputado federal Luiz Carlos Busato, atual secretário de Obras Públicas e Irrigação do Estado, as lideranças destacaram a intenção de colaborar para fortalecer a sigla e fomentar potenciais candidaturas em suas regiões. As lideranças estaduais petebistas ratificaram o nome de Kohlrausch como pré-candidato a deputado estadual pela sigla nas eleições de outubro. O ex-prefeito foi recebido pelos líderes da bancada, deputado Aloísio Classmann, e partidário, deputado

Ronaldo Santini, que enfatizaram a representatividade das lideranças partidárias regionais, consideradas fundamentais para o crescimento do PTB no próximo pleito. “O ingresso do Paulo Kohlrausch no PTB fortaleceu muito a legenda no Vale do Taquari, devido ao seu prestigio como ex-prefeito e presidente da AMVAT, além da sua habilidade na articulação política que resultaram na conquista de grandes projetos e recursos para a região”, destacou Santini. Também participaram os deputados Marcelo Moraes, José Sperotto e Jurandir Maciel, e a presidente da Fundação de Proteção Especial do Estado (PTB), ex-deputada e exprefeita de Santa Cruz do Sul, Kelly Moraes. Mirian Helfenstein

Kohlrausch foi recebido pelo presidente e pelos deputados do PTB na Assembleia


CÂMARA DE VEREADORES

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

9

Nova lei obriga instalação de taxímetro Taxistas têm prazo de seis meses para instalar equipamento. Padronização dos veículos também passa a ser exigida Diogo Daroit Fedrizzi

Encantado - Passados 20 anos, o sistema de táxis em Encantado apresenta mudanças após a aprovação do projeto de lei na Câmara de Vereadores na segunda-feira (17). As principais alterações referem-se à obrigatoriedade da instalação do taxímetro, à padronização na identificação dos veículos e ao cálculo de autorização de placas que observa a proporção de um veículo para cada 500 habitantes na área urbana. Atualmente, Encantado conta com 43 placas de táxi na cidade e no interior. O governo avalia que a atualização da legislação é justificada por vários fatores, entre eles, o aumento da expectativa de vida da população, e por consequência, o crescimento do número de idosos, parcela tida como forte consumidora do serviço de táxis. Eventos como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos também devem favorecer a maior circulação de turistas na região, além da alta demanda do público jovem em finais de semana em virtude da Lei Seca, que proíbe o uso de álcool associado à direção de automóveis. Para o vereador Luciano Moresco, a instalação do taxímetro garante transparência na relação taxista e usuário. Segundo ele, cidades do porte de Encantado já adotam esse sistema há mais tempo. "Permite ao passageiro acompanhar o quanto está custando o deslocamento", diz. Os taxistas terão um prazo de seis meses para instalar o equipamento. O custo da bandeirada, ou seja, a quantia mínima que se paga por uma corrida de táxi,

e que já é devida quando o motorista liga o taxímetro, será definido pelo município. "Sugiro que o governo discuta o assunto com os taxistas. Eles têm que ter viabilidade no serviço, ninguém pode pagar para trabalhar. Os taxistas são dedicados, assumem riscos muitas vezes por trabalhar à noite e transportar desconhecidos. As pessoas precisam valorizar isso", entende Moresco.

Identificação A lei estabelece ainda que todos os veículos licenciados a partir de agora devem ser na cor branca, com faixas laterais vermelhas em toda a extensão, com largura de 20 centímetros e com o brasão do município na parte interna da faixa, na altura da porta, e ainda com a expressão TÁXI-ENCANTADO, o número do telefone, local do ponto e o número do prefixo. Os veículos que já possuem concessão e que não são na cor padrão branca devem afixar faixas laterais na cor branca. Para o coordenador do trânsito, Getúlio Leonel dos Santos Nunes, a padronização dos veículos representa um ganho considerável. "Os taxistas são nossas referências na cidade. São eles que transportam os turistas, por exemplo. Precisam estar bem apresentados, ter tratamento cordial, isso eleva o nome do município", aponta. Leonel lembra que o uso do taxímetro vale apenas para transporte dentro do município. Para viagens para outros municípios o valor é definido pelo taxista, que considera o quilômetro rodado.

Taxistas querem discutir valor da bandeirada Fotos: Diogo Daroit Fedrizzi Os taxistas Felipe Queiroz, 28 anos, e Claudir Cuciolli, 34, atendem no ponto localizado na Praça da Bandeira. Queiroz, que atua na função há dois anos, tem o veículo na cor branca, com faixa de identificação vermelha. Claudir, também conhecido por Beto, é motorista há um ano e possui o carro na cor vemelha, com faixa branca. Para Queiroz, a ideia do taxímetro vai garantir segurança ao usuário. "Não vão achar que estamos roubando na hora de definir o valor, como muitos reclamam", diz. Segundo ele, a diferença no preço cobrado entre os taxistas deixa dúvidas aos clientes. "Precisamos discutir o valor da bandeirada e definir como será feita a fiscalização", acrescenta Beto, que é a favor de uma reunião geral para discutir as questões.

Queiroz é taxista há dois anos

Beto trabalha há um ano como motorista

Notas da Câmara Instituto do Leite Sandra Vian (PP) parabenizou o presidente da Dália Alimentos, Gilberto Piccinini, pelo cargo de primeiro presidente do Instituto Gaúcho do Leite do Rio Grande do Sul. Repúdio Luciano Moresco (PT) repudiou as manifestações do deputado federal Luiz Carlos Heinze que se referiu referiu a índios, quilombolas e homossexuais como 'tudo que não presta'. "Uma pessoa que ocupa um espaço público não tem o direito de mudar de opinião conforme o ambiente que se encontra", disse. Moresco também condenou as manifestações contra o jogador do Cruzeiro de Minas, Tinga, chamado por uma torcida do Peru de 'macaco'. Para Cláudio Roberto da Silva (PMDB), o maior problema é o racismo dissimulado. "Aquele que não fala, que não faz, mas às vezes se mostra num olhar, num gesto. Esse é o difícil de combater", afirmou.

Energia elétrica Jonas Calvi (PTB) revelou que o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) pretende se mobilizar para incluir a energia elétrica como uma das prioridades na próxima Consulta Popular. Estradas Adroaldo Conzatti (PSDB) reclamou do trabalho feito pela Secretaria de Obras em Linha Azevedo. "Esse sistema de passar a patrola no meio da estrada não resolve. Por que não fizeram igual ao trabalho de Linha Alegre?", cobrou.

Gratificação das agentes de saúde Celso Cauduro (PMDB) cobrou explicações do governo a respeito da gratificação às agentes de saúde. Segundo o vereador, as servidoras ganharam na justiça o direito de receber R$ 900,00 repassados pelo governo federal. "O Executivo recorreu, deram desculpa que o valor foi usado para comprar um automóvel para facilitar o serviço das agentes", disse Cauduro. "E a gratificação desse ano, que é de R$ 1 mil, onde está? Sumiu de novo. Parabéns ao município de Muçum que repassou o dinheiro para as agentes. Aqui em Encantado funciona diferente, aqui se pensa no bolso, na acomodação dos companheiros", desabafou. Em contato com o secretário da Saúde, Marino Deves, ele afirmou que as agentes já ganham o 14º salário. "Agora estão pleiteando o 15º", disse. Explicações Enoir Cardoso (PP) sugeriu a convocação do secretário de Administração, Fredi Camargo, para esclarecer sobre a contratação de CCs. "Precisamos por um ponto final nessa questão e começarmos a tratar de assuntos que possam trazer novas sugestões para o crescimento do nosso município", falou.

Cláudio x Jonas, de novo Cláudio Roberto da Silva (PMDB) e Jonas Calvi (PTB) mais uma vez protagonizaram um embate particular na sessão de segunda-feira (17). Cláudio lembrou a expressão usada por Jonas na reunião anterior, quando foi chamado de demagogo pelo petebista. "Não fui eu quem fiz o Dia D, Dia da Demagogia, para o governador vir a Encantado fazer um ato de demagogia com os encantadenses. Não fui eu quem foi tirar foto, largar foguete e tocar gaita quando abriram as cancelas do pedágio", citou. Jonas respondeu lembrando o período

em que Cláudio foi presidente da Câmara. "O senhor foi apontado pelo Tribunal de Contas. Foi o único presidente desta Casa que gastou mais de 7%, precisa sentença? Os fatos comprovam", rebateu. "O senhor é juiz? Estamos a mercê do seu julgamento e do seu grupo? Jamais trouxe para a Câmara questões que não tiveram trânsito em julgado", salientou Cláudio. Luciano Moresco (PT) entrou no bate-boca. "Esqueceu o que fizeram comigo no episódio do concurso público? O senhor só busca lá atrás o que lhe convém", disse para o peemedebista. "Tem funcionário público denunciado por tentativa de fraude nesse concurso. Como não tem sentença transitado em julgado eu não levanto esse assunto", concluiu Cláudio. Mais ousadia Cláudio Roberto da Silva (PMDB) comparou Encantado com municípios vizinhos e cobrou do governo ousadia nas ações. "Estamos comemorando a chegada de patrola. Isso é coisa do século passado. Encantado precisa ousar mais, menos discurso e mais ousadia, menos nhe, nhe, nhe", comentou. "Encantado é uma ilha de choradeira e de atraso num mar de desenvolvimento", falou, referindo-se ao desenvolvimento de Arroio do Meio e Roca Sales, por exemplo. "Já passaram por nós faz tempo". Fiança Waldir Grooders (PTB) afirmou que a possibilidade da fiança para motoristas que cometem infrações graves no trânsito incentiva ainda mais a impunidade no Brasil. "É inadmissível alguém andar a 150 por hora, atropelar e matar outra pessoa, chegar na Delegacia, pagar um valor e ir para casa", disse.

Gastos com a folha Gustavo Scatolla (PMDB) disse compreender o porquê Encantado não tem condições de investimento. "Município que gasta 50% em folha de pagamento não tem condições de investir um real sequer em asfalto. Infelizmente é a verdade, e ela dói", disse. "Não são os 7% da Câmara que engessam o município". Sander lista ações ousadas O presidente Sander Bertozzi (PP) condenou os discursos da oposição que, segundo ele, servem para depreciar o município. "Isso é um desserviço para pessoas e empresários que queiram investir em Encantado", disse. Bertozzi citou ações do governo, consideradas por ele exemplos de ousadia. Entre elas, a lei que dá incentivo de R$ 25 mil para agroindústrias, máquinas para a Secretaria de Obras, o Encantado Participa. "Os investimentos em saúde, por exemplo, fazem inflacionar a folha de pagamento. São mais psicólogos, agentes de saúde, mais médicos, enfermeiras. Os serviços aumentaram. São mais de 40 agentes de saúde, 97% do território atendido. Isso é investimento", declarou.

Números verdadeiros Jonas Calvi (PTB) rebateu as afirmações de que são gastos mais de 40% do orçamento com a folha de pagamento. "Se fosse, seriam R$ 25 milhões. Não é verdade", disse. "Para termos comparação justa, não basta pegar os índices. Será uma comparação politiqueira. Para ser correto, tem que observar a quantidade de postos de saúde, agentes, professores, creches, médicos, dentistas. Tem que fazer a evolução do quadro funcional. Aí sim vamos chegar ao resultado correto".


10

CANTO DA LAGOA

JORNAL OPINIÃO Q21 de fevereiro de 2014

Canto da Lagoa: inscrições se encerram dia 24 ĆēĎĊėĎǤĔėĎČČĎ Encerra na próxima segunda-feira (24) o período de inscrições para a décima quarta edição do Canto da ƒ‰‘ƒ†‡…ƒ–ƒ†‘ǤŽƒ•’‘†‡•‡” feitas, gratuitamente, diretamente na ‡…”‡–ƒ”‹ƒ—‹…‹’ƒŽ†ƒ —˜‡–—†‡ǡ Desporto e Turismo, no Instituto Gaú…Š‘†‡”ƒ†‹­ ‘‡ ‘Ž…Ž‘”‡ȋ˜‡‹†ƒ ‘”‰‡•†‡‡†‡‹”‘•ǡͳͷͲͳȀ±””‡‘ǡ ‘”–‘Ž‡‰”‡Ȍ‘—†‹”‡–ƒ‡–‡’‡Ž‘ ‡Ǧƒ‹Ž…ƒ–‘†ƒŽƒ‰‘ƒͳͶ̷‰ƒ‹ŽǤ…‘Ǥ ’ו‘–±”‹‘†‘’”ƒœ‘†‡ ‡˜‹‘†ƒ•ï•‹…ƒ•ǡƒ‘‹•• ‘†‡ Triagem, se reúne nos dias de 28 de ˆ‡˜‡”‡‹”‘‡ͳ͑†‡ƒ”­‘ǡ’ƒ”ƒ†‡ˆ‹‹” ƒ•…‘’‘•‹­Ù‡•…Žƒ••‹ˆ‹…ƒ†ƒ•’ƒ”ƒƒ• ˆƒ•‡•‡•–—†ƒ–‹Žǡ”‡‰‹‘ƒŽ‡ƒ…‹‘ƒŽǤ ‘†‹ƒͲʹ†‡ƒ”­‘ǡ•‡”žƒ’”‡•‡Ǧ –ƒ†‘‘”‡•—Ž–ƒ†‘†ƒ–”‹ƒ‰‡ƒ–”ƒ˜±• †‘•‹–‡†ƒ†‹‹•–”ƒ­ ‘—‹…‹’ƒŽ †‡…ƒ–ƒ†‘ȋ™™™Ǥ‡…ƒ–ƒ†‘Ǧ”•Ǥ …‘Ǥ„”ȌǤ ‡ƒ…‘”†‘…‘ƒ•‡…”‡–ž”‹ƒ—‹Ǧ …‹’ƒŽ†ƒ —˜‡–—†‡ǡƒ’ƒ—Žƒ ‘–ƒ”Ǧ di, até o momento, só as inscrições ’ƒ”ƒ ƒ•‡ƒ…‹‘ƒŽ—Ž–”ƒ’ƒ••ƒ”ƒ

ͳͲͲï•‹…ƒ•Ǥƒ”ƒƒˆƒ•‡”‡‰‹‘ƒŽ •‡” ‘•‡Ž‡…‹‘ƒ†ƒ•ͳʹ…‘’‘•‹­Ù‡• que se apresentam no dia 28 de ƒ”­‘‡ͳ͸ï•‹…ƒ•’ƒ”ƒƒƒ…‹‘ƒŽǡ “—‡‘…‘””‡†‹ƒʹͻ†‡ƒ”­‘Ǥ‘–‘–ƒŽǡ †‘œ‡ï•‹…ƒ•…‘…‘””‡ƒˆƒ•‡ ˆ‹ƒŽǡƒ•‡””‡ƒŽ‹œƒ†ƒ‘†‘‹‰‘ǡ ͵Ͳ†‡ƒ”­‘‡“—‡˜ ‘‹–‡‰”ƒ”‘ †‘ˆ‡•–‹˜ƒŽǡƒŽ±†‡’”²‹‘•‡ †‹Š‡‹”‘’ƒ”ƒ‘•–”²•’”‹‡‹”‘•…‘Ž‘Ǧ …ƒ†‘•ǣ̈́ͺ‹Žǡ̈́ͷ‹Ž‡̈́͵‹Žǡ ”‡•’‡…–‹˜ƒ‡–‡ǡƒŽ±†‡’”²‹‘• ‡†‹Š‡‹”‘’ƒ”ƒ‡ŽŠ‘”–‡ƒ’ƒ”ƒ DzͳͲͲƒ‘•†‡…ƒ–ƒ†‘dzǡ‡ŽŠ‘” ‹–±”’”‡–‡ǡ‡ŽŠ‘”ƒ””ƒŒ‘ǡ‡ŽŠ‘” ‹•–”—‡–‹•–ƒǡ‡ŽŠ‘”‡Ž‘†‹ƒ‡ ï•‹…ƒƒ‹•’‘’—Žƒ”Ǥ  ‡•–‹˜ƒŽ‡•–ž‡•—ƒ†±…‹ƒ “—ƒ”–ƒ‡†‹­ ‘‡±ƒ„‡”–‘‡š…Ž—•‹˜ƒǦ mente a composições originais e ‹±†‹–ƒ•Ǥƒ”ƒ•‡‹•…”‡˜‡”ǡ‘…‘Ǧ ’‘•‹–‘”†‡˜‡’”‡‡…Š‡”—ƒˆ‹…Šƒǡ †‹•’‘À˜‡Ž‘•‹–‡†‡”‡ˆ‡‹–—”ƒǡ…‘ os dados pessoais, endereço, dados da canção e o aceite das normas que ”‡‰‡‘…‘…—”•‘Ǥ

Fotos: Divulgação

Inscrições para as fases regional e nacional terminam na segunda-feira (24)

Abertura oficial será com show em homenagem à memória dos festivais

Show dos Festivaleiros integra a programação do evento

—”ƒ–‡ƒ‘‹–‡†ƒƒ„‡”–—”ƒ‘ˆ‹Ǧ …‹ƒŽ†‘‡˜‡–‘ǡƒ”…ƒ†ƒ’ƒ”ƒ‘†‹ƒ ʹͺ†‡ƒ”­‘ǡ•ͳͻŠ͵Ͳ‹ǡ‘ ‹žǦ •‹‘†‘ƒ”“—‡ ‘ ‘ƒ–‹•–ƒƒ”…Š‡•‡ ƒ…‘–‡…‡ƒƒ’”‡•‡–ƒ­ ‘†‘‡•’‡…‹ƒŽ †‘’”‘Œ‡–‘Dz‡‘”‹ƒŽ†‘• ‡•–‹˜ƒ‹• Ȃ…‘–”‘•—•‹…ƒ†‘•dzǡ“—‡˜‡ƒ‘ ͳͶ͑ƒ–‘†ƒƒ‰‘ƒ…‘‘Š‘™†‘• ‡•–‹˜ƒŽ‡‹”‘•ǡ—‘‡–‘’ƒ”ƒ …ƒ–ƒ”‡”‡Ž‡„”ƒ”ï•‹…ƒ•“—‡ˆ‹Ǧ œ‡”ƒ’ƒ”–‡†ƒŠ‹•–×”‹ƒ†‘•ƒ‹•†‡ ͶͲƒ‘•†‡ˆ‡•–‹˜ƒ‹•†‘‡”ƒ•‹ŽǤ  ‘ƒ””ƒŒ‘•‹±†‹–‘•‡‹–‡”’”‡–ƒǦ ­ ‘†‘•’‡”ƒ†‹”‡•‡Š‹…‘ƒ”ƒ––Ǥ

„ƒ†ƒ±…‘’‘•–ƒ’‘”ƒ—…ƒ†‘ …‘”†‡‘‘ƒ…‘”†‡‘ǡ”‹ƒ‘• ‘„ƒ‹š‘ǡƒ†”‘‘ƒ–‘ƒ„ƒ–‡”‹ƒ ‡Š‹… ‘‘”‡ŽŽ‡•ƒ’‡”…—•• ‘Ǥ †‹”‡­ ‘—•‹…ƒŽ±ƒ••‹ƒ†ƒ’‡Ž‘ Œ‘”ƒŽ‹•–ƒ‡…”À–‹…‘—•‹…ƒŽ —ƒ”‡œ ‘•‡…ƒǤ ’”‘Œ‡–‘±’ƒ–”‘…‹ƒ†‘’‡Žƒ‹…ǡ ƒ–”ƒ˜±•†ƒ‡…”‡–ƒ”‹ƒ†‡•–ƒ†‘†ƒ —Ž–—”ƒ‡‡–”‘„”ƒ•ǡ”‡ƒŽ‹œƒ­ ‘†ƒ ƒ„Žƒ”‘†—­Ù‡•”–À•–‹…ƒ•‡‘

  – Fundação Instituto Gaúcho de ”ƒ†‹­ ‘‡ ‘Ž…Ž‘”‡…‘‘’ƒ”…‡‹”‘ ‹•–‹–—…‹‘ƒŽǤ

Comissão Organizadora prorroga inscrições do 3º Canto da Lagoa Estudantil ͵͑ƒ–‘†ƒƒ‰‘ƒ•–—†ƒ–‹Ž •‡”ž”‡ƒŽ‹œƒ†‘ƒ“—‹–ƒǦˆ‡‹”ƒǡ†‹ƒʹ͹ †‡ƒ”­‘ǡ‡’‘†‡’ƒ”–‹…‹’ƒ”ƒŽ—‘• †ƒ”‡†‡’ï„Ž‹…ƒ‡’”‹˜ƒ†ƒǡ†‘‡•‹‘ ˆ—†ƒ‡–ƒŽ‡±†‹‘Ǥ•‹•…”‹­Ù‡• que iriam até a segunda-feira (24), ˆ‘”ƒ’”‘””‘‰ƒ†ƒ•’‡Žƒ‘‹•• ‘ ”‰ƒ‹œƒ†‘”ƒƒ–±‘†‹ƒͲ͹†‡ƒ”­‘ǡ

˜‹•–‘“—‡ƒ•ƒ—Žƒ•‹‹…‹ƒ•‘‡–‡ƒ próxima semana para a maioria dos ƒŽ—‘•Ǥ—–”ƒ—†ƒ­ƒˆ‘‹ƒƒ„‡”–—Ǧ ”ƒ†ƒ’ƒ”–‹…‹’ƒ­ ‘‘ˆ‡•–‹˜ƒŽ’ƒ”ƒ composições de todo o Estado, antes •×‡”ƒƒ…‡‹–ƒ•“—‡ˆ‘••‡†‘ƒŽ‡†‘ ƒ“—ƒ”‹Ǥ •‹•…”‹­Ù‡•• ‘‰”ƒ–—‹–ƒ•‡

‹Ž‹‹–ƒ†ƒ•Ǣ’‘”±…Žƒ••‹ˆ‹…ƒǦ•‡‘ žš‹‘†—ƒ•ï•‹…ƒ•’‘”ƒ—–‘”‘— ’ƒ”…‡”‹ƒǤ•…‘’‘•‹­Ù‡•†‡˜‡•‡” ‹±†‹–ƒ•ǡ‡Ž‡–”ƒ‡ï•‹…ƒǢ‡–”‡‰—‡• ‡‰”ƒ˜ƒ†‘ǡŽ‡–”ƒ‹’”‡••ƒ‡ˆ‹…Šƒ †‡‹•…”‹­ ‘’”‡‡…Š‹†ƒ‘—‡˜‹ƒ†ƒ• ’‘”‡Ǧƒ‹Ž’ƒ”ƒ…ƒ–‘†ƒŽƒ‰‘ƒͳͶ̷ ‰ƒ‹ŽǤ…‘…‘‘•ƒ”“—‹˜‘•‰”ƒ˜ƒ†‘•

•‡’ƒ”ƒ†ƒ‡–‡ǣ—ƒ”“—‹˜‘†‡ž—†‹‘ ȋǤ’͵Ȍǡ—ƒ”“—‹˜‘†ƒˆ‹…Šƒ†‡‹•…”‹Ǧ ­ ‘ȋǤ’†ˆ‘—Ǥ†‘…Ȍ‡—ƒ”“—‹˜‘…‘ƒ Ž‡–”ƒ†‹‰‹–ƒ†ƒȋǤ†‘…Ȍ ‡” ‘̈́ͶǤʹͲͲǡͲͲ‡’”²‹‘•‡ –”‘ˆ±—•’ƒ”ƒͳ͑ƒ͵͑Ž—‰ƒ”‡•ǡ‡ŽŠ‘” ƒ””ƒŒ‘ǡ‹–±”’”‡–‡ǡ‹•–”—‡–‹•–ƒǡ Ž‡–”ƒǡï•‹…ƒƒ‹•’‘’—Žƒ”Ǥ


REGIÃO

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

NOVA BRÉSCIA

11

Churrasco mais longo do mundo atrai milhares de pessoas Evento segue até o domingo (23) e pretende colocar o município no Livro dos Recordes

O churrasco mais longo do mundo só poderia ocorrer na Capital dos Churrasqueiros: Nova Bréscia. Berço dos preparadores do principal prato da culinária gaúcha, o município realiza desde o domingo (16), o 1º Encontro de Churrasqueiros. A marca principal do evento tem sido a cooperação entre organizadores, churrasqueiros e comunidade. O trabalho para manter a chama acesa e servir o churrasco 24 horas por dia reúne sete equipes. As equipes são formadas por 15 pessoas da comunidade e um churrasqueiro responsável. A troca entre elas ocorre a cada 12 horas. Além disso, a cooperação da comunidade local em participar do evento e receber bem os visitantes também auxilia para o sucesso do Encontro. Para o secretário municipal de Administração, Juarez Giovanaz, o êxito está na forma de organização dos envolvidos. “O trabalho está perfeito. Não há dúvida que a cooperação de todos tem sido fundamental

para o sucesso”, afirma Giovanaz. Durante os primeiros dias, o evento já alcançou todos os recordes e gerou grande repercussão Estadual e Nacional. Nos três primeiros dias cerca de 6mil visitantes já passaram pela Praça da Matriz. A projeção inicial de assar cerca de cinco toneladas de carne nos oito dias de programação também deve ser ultrapassada. Além disso, a divulgação do evento tem se multiplicado nas redes sociais, diversos veículos de comunicação têm publicado notícia sobre os churrasqueiros. A repercussão tem atraído os visitantes para apreciar o prato e conhecer um pouco da história do município, conhecido por ser exportador de churrasqueiros e por ter, inclusive, um monumento em homenagem a eles. O evento promovido pela prefeitura e a Associação Comercial e Industrial de Nova Bréscia (AciNB) também tenta entrar para o Guiness Book, o livro dos recordes, pelo churrasco mais longo do mundo. O encontro já está cadas-

trado para avaliação da comissão julgadora. O 1º Encontro de Churrasqueiros segue até o dia 23, na Praça da Matriz. Durante todos os dias de programação é servido churrasco gratuitamente 24 horas por dia, em uma estrutura formada por churrasqueiras, assadores e tendas. O Encontro que tem o objetivo de reunir os churrasqueiros da cidade que estão espalhados pelo Brasil, conta com o patrocínio do Sicredi Região dos Vales, instituição que tem a cooperação em sua essência e que apoia e incentiva as iniciativas das comunidades nos 18 municípios onde está inserido. Para o presidente do Sicredi Região dos Vales, Ricardo Cé, o evento é um exemplo de cooperação e envolvimento entre organizadores, churrasqueiros e comunidade. “Essa parceria nas iniciativas que promovem as potencialidades da região reforça o papel do Sicredi como instituição financeira cooperativa voltada ao desenvolvimento regional”, afirma o presidente.

Gilnei Agostini/Divulgação

Dezenas de churrasqueiros servem os visitantes

Programação Hoje - 21h - Show com Banda The Travellers Sábado - 21h - Show com Garotos do Surungo Domingo - 15h - Show com Alma Crioula; 17h - Show com Teixeirinha Filho


12

ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

A vida no lar de idosos Jornal Opinião acompanhou a rotina de hóspedes e funcionários da casa geriátrica de Encantado. Busca pela qualidade de vida é o objetivo principal Reportagem e fotos: Vitória Stürmer Bortoletti

Encantado - Nas últimas décadas, tem-se observado um ritmo acelerado no crescimento da população idosa em todo mundo. Esse aumento implica consequências que afetam diretamente os serviços de assistência social e de saúde da população geriátrica, agravado com a precariedade dos convênios médicos e do baixo salário da aposentadoria. Somado a isso, existem ainda, em alguns casos, problemas familiares. Uma pesquisa divulgada em 2013 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que até 2060 o número de idosos no Brasil quadriplique, chegando a 58,4 milhões. No período, a expectativa média de vida do brasileiro deve aumentar dos atuais 75 para 81 anos. Para manter a qualidade de vida entre a faixa etária, políticas públicas e demais recursos são oferecidos às pessoas acima de 65 anos. Entre eles, o serviço em Casas Geriátricas, espaços que proporcionam segurança, atendimento integral, acompanhamento de profissionais especializados e momentos de lazer e integração entre os internos. Em Encantado, o Lar do Idosos RM oferece 34 leitos. Atualmente, 32 pessoas frequentam o local, oriundas de municípios da região e Estado. Um dos leitos é reservado para internações urgentes. De propriedade de João Carlos Manjori e Elis Regina Rocha, que trabalha há 22 anos na área da geriatria, o espaço recebe pessoas acima de 55 anos. Porém, a entrada pode ser antecipada. "Temos apenas que justificar o porque da procura. Muitas pessoas mais novas com alguma síndrome ou doença específica busca a nossa

ajuda", explica Elis. Dezesseis colaboradores revezam-se em três turnos, atendendo 24 horas por dia. O quadro social é formado por multiprofissionais, como educador físico, massoterapeuta, técnicos em enfermagem, enfermeira chefe, nutricionista, médico, cuidadores de idosos, cozinheiras e serviços gerais. A maioria dos internados são mulheres. Segundo Elis, deve-se ao maior autocuidado e à busca pela qualidade de vida. "As idosas são mais flexíveis tanto no convívio como atendimento e entendem o quão bem morar nesses espaços", afirma. O horário de visitação é das 13h às 18h, diariamente.

Proprietária e enfermeira, Elis trabalha há 22 anos na área de geriatria

Convivência social é fundamental "Não é somente dar comida e uma boa cama. É muito além disso". Elis define o lar como uma família. Passeios, brincadeiras, festas de aniversário, bailes, momentos de integração, visitas de crianças, igrejas e músicos, banho de sol, churrasco nas sextas-feiras e alimentação saudável são alguns dos diferenciais oferecidos pelo local, além do acompanhamento clínico e técnico. "Viajamos para outros estados e exterior para conhecer outra realidades e aplicá-las aqui. A busca por experiência novas é primordial para o aperfeiçoamento do trabalho", cita. O lar conta ainda com sistema de segurança composto por 19 câmeras de vigilância. Com senha, os familiares podem visu-

alizar de casa como os idosos estão sendo acompanhados. Conforme a psicóloga Gisele Santin, a convivência social é fundamental para o bem-estar de qualquer pessoa, independentemente da faixa etária. "O que acontece com os idosos é a falta de locais destinados para o lazer e convívio social, pois alguns possuem dificuldade de locomoção, entre outros impedimentos que tornam difícil a convivência com seus pares. As casas geriátricas se tornam espaços de cuidado e convivência, mas é fundamental destacar que o convívio social não deve servir como única justificativa para o abrigo dos idosos", define.


ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

13

O papel da família De acordo com Gisele, a internação deve ser uma decisão conjunta. "O idoso não pode ser destituído do poder de decisão sobre sua própria vida. Quando a decisão é em conjunto, a adaptação tende a ser melhor, mas é fundamental que a família mantenha um vínculo próximo ao idoso, visitando-o com a maior frequência possível, pois a qualidade de vida do idoso não depende somente dos cuidados físicos, mas sim do afeto, carinho e respeito dos familiares", justifica. Elis ressalta que há diversidades entre os familiares dos internados. "Algumas famílias são bem presentes. Outras nem tanto. Tem casos de filhos que não veem seus pais há cinco, seis anos. Além disso, algumas famílias buscam luxo e conforto ao internar, enquanto outras qualidade de vida e atendimento especial. Porém, gostaríamos que todas as famílias acompanhassem a estadia do idoso. É importantíssimo para suas vidas", afirma.

"A Elis é a minha família"

B. R., 63 anos, tem dois sonhos: receber a visita de familiares e rever Rodolfo, seu único filho. Depressiva, mora no lar há seis anos, desde quando era mantido em Bom Retiro do Sul. Ao nascer, foi adotada por uma família de médicos. Morou em Araranguá, Santa Catarina. Mudou-se para Porto Alegre, onde teve Rodolfo. A gravidez foi "sob encomenda". B. não tinha condições financeiras para cuidar do bebê e o entregou para um casal. Rodolfo está com 33 anos. Hoje mora em São Paulo com os pais adotivos. "Imagina ele vir me ver. Meu coração já pula de alegria. Só o que tenho hoje, aqui no lar, é a Elis. Ela é minha família", revela. Faz seis meses que B. não recebe notícias sobre os familiares. A última foi uma ligação de sua irmã.

Níveis de atendimento O Estatuto do Idosos, em que Elis se baseia para compor a política da instituição, prevê a classificação de três níveis para compor o valor da mensalidade. No nível 1 enquadram-se idosos que não necessitam de auxílio corpo a corpo. O nível 2 refere-se aos deficientes físicos que ainda conseguem se autoajudar. Já o nível 3 são os idosos totalmente dependentes de profissionais. Gisele explica que a opção pela internação está relacionada com a incapacidade da família em gerir os cuidados (por falta de tempo, recursos financeiros ou mesmo quando o idoso não possui filhos) do que pelo nível de dependência do idoso. "Sabemos que doenças como o Alzheimer ou certas deficiên-

Multiprofissionais, como massoterapeutas, trabalham no local

Lar em Roca Sales é o próximo passo Desde 2013, Elis e João Carlos negociam a instalação de um hotel para idosos em Roca Sales. O objetivo é oferecer atendimento individualizado, com a participação de mais massoterapeutas. "É incrível como a terceira idade gosta de ser massageada. Eles saem da consulta com outro ar", sustenta. O prédio a ser ocupado está localizado na entrada da cidade, próximo ao trevo de acesso principal.

"Não é somente dar comida e uma boa cama. É muito além disso", Elis Regina Rocha, proprietária do Lar

cias físicas requerem cuidados complexos, mas a decisão pela internação deve se dar quando todas as outras possibilidades de cuidado junto à família já foram esgotadas", diz.

Idosos são classificados em três níveis, sendo que o terceiro depende exclusivamente de acompanhamento

Bastidores Fiquei emocionada ao entrevistar B.R.. Quando pedi posse pra foto, ela disse: "Espera, minha filha quer sair junto na foto". A boneca Giovana foi entregue a B. por uma ex-funcionária da Lar dos Idosos. Banho, comida e carinho é dado a ela. Giovana é a filha que B. não teve. Giovana é o Rodolfo que B. quis ter nos braços e não teve condições. Giovana é o fruto da imaginação de B.R. Um sonho de filha. Sonho que acompanha B. há 33 anos.


14

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Operários recuperam estradas do interior Após o retorno dos operários em turno integral, a secretaria de Obras e Trânsito vem realizando melhorias nas estradas municipais. O serviço inclui roçadas, limpeza e patrolamento. Nesta semana, os trabalhos iniciaram na Linha Bonita Baixa e na comunidade de São Marcos . A sequência dos trabalhos será nas comunidades de Rio Verde e Pompéia.

DOUTOR RICARDO Servidores municipais iniciam atividades Mais servidores aprovados no último concurso público no município iniciaram as atividades funcionais na manhã de terça-feira (11). O vice-prefeito, Adagir Antonio Pellegrini, recebeu as colaboradoras dando boas-vindas e parabenizando pela aprovação na seleção, reiterando a importância dos funcionários no crescimento e desenvolvimento de Doutor Ricardo. "Cada qual deve ser o diferencial para contribuir com a população ricardense", disse. Logo após foram conduzidas à Secretaria de Educação para iniciar as atividades as servidoras Aline Vanzetta e Daiane Dagostini, que atuam como professoras municipais, e Jussara Dezordi, como auxiliar de serviços gerais na Escola Municipal Olavo Bilac.

Fotos: Divulgação

Máquinas fazem limpeza das margens das estradas

Vice-prefeito deu as boas-vindas às novas colaboradoras

Chá para as mães na abertura do ano letivo

Serviço de patrola também está sendo executado

Agricultura e Meio Ambiente Encomenda de calcário Os agricultores interessados em adquirir calcário devem passar na Secretaria para providenciar a encomenda do produto até o dia 31 de março. É importante fazer a reserva, a fim de garantir o pedido.

Declaração anual de rebanho A secretaria da Agricultura e a Inspetoria Veterinária comunicam aos agricultores que está sendo realizada a declaração anual de rebanho de todas as espécies existentes na propriedade. Os produtores deverão passar na secretaria para preencher o formulário. O cadastro é obrigatório e quem não o fizer estará sujeito a multas. Pedidos de mudas de erva-mate Os interessados em adquirir mudas de erva-mate para plantio na safra de 2014 devem procurar a secretaria para fazer a reserva e também garantir a qualidade da muda na hora da retirada nos viveiros onde serão realizados os pedidos.

Milho troca-troca A secretaria avisa os agricultores que ainda estão disponíveis sementes de milho troca-troca. Os interessados devem entrar em contato com a secretaria.

Vacinação da brucelose Os agricultores que possuem terneiras com idade entre 3 a 8 meses devem efetuar o pedido da vacinação da brucelose.

A secretaria de Educação e escolas municipais de Doutor Ricardo convidam as mães para o chá de abertura do ano letivo 2014. O objetivo é apresentar os projetos educativos a serem trabalhados com as Mães dos alunos de cada escola municipal de Doutor Ricardo, nos seguintes dias e horários: 21 de fevereiro, sexta-feira: às 14h, para as mães dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Olavo Bilac; 24 de fevereiro, segunda-feira: às 14h, para as Mães dos Estudantes da Escola Municipal de Educação Infantil Amiguinhos do Coração. O Transporte Escolar passará pelas comunidades, a partir das 13h, proporcionando a participação de todas as mães para essa prática pedagógica que trabalhará projetos integrando a escola e a família. Informações na Secretaria de Educação de Doutor Ricardo.

Nova turma de educação infantil

A Secretaria de Educação avisa que este ano terão início as atividades escolares com uma nova turma de educação infantil. A EMEI Amiguinhos do Coração atenderá, a partir do mês de abril, crianças de 02 anos completos até a data de 31 de março. Informações serão repassadas na reunião de pais que será realizada no dia 17 de março, no auditório da Prefeitura, às 19h.

Programação Volta às Aulas

24 de fevereiro – Início das aulas para os alunos da Escola Olavo Bilac: pela manhã, alunos do 6º Ano a 8ª série e à tarde para alunos do 1º Ano 5º Ano; 25 de fevereiro – no turno da tarde, início das aulas para os alunos da EMEI Amiguinhos do Coração. O transporte escolar realizará os roteiros conforme os anos anteriores. A Secretaria solicita aos pais e responsáveis pelos estudantes, compreensão nos primeiros dias de aula para que os imprevistos sejam solucionados de maneira que o transporte contemple a todos.

Confecção de Carteiras de Trabalho

A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente comunica a todos os munícipes que devido as novas leis para confecção de Carteira de Trabalho, o município esta em fase de adequação e passará a atender novamente a partir de 15 de março de 2014.


PÁGINA DO DILAMAR

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Dilamar dos Passos - dilamar@rdencantado.com.br

Abatedouro de Aves da Cosuel não será instalado em Encantado Arquivo JO

Outdoor l Antes mesmo da EGR assumnir a ERS 129 e ERS 130, várias pedras cairam às margens da rodovia na Linha Pinheirinho, entre Encantado e Muçum. Outdoor ll Passado cerca de um ano, as pedras ainda não foram reti-

Se para um bom entendedor um risco é Francisco, vamos aos fatos:

Durante entrevista ao Grupo Encantado de Comunicação, o presidente da Cosuel, Gilberto Piccinini foi questionado sobre o projeto de construção do abatedouro de aves da cooperativa.

radas da vala, o que provoca a invasão da água da chuva na rodovia. Outdoor lll Mas se para alguns é um problema, para outros é uma solução. As pedras viraram um outdoor natural e bem visto para quem transitar pelo local. Dilamar dos Passos

Justificativa Conforme Gilberto, o abatedouro é uma necessidade dos avicultores associados e foi muito bem planejado. Sonho Gilberto foi além, quando disse que o abatedouro é a realização de uma sonho da cooperativa e que vai vai contemplar os associados que reclamam do monopólio criado em torno de outra integradora. Projeto O projeto está pronto e poderá sair do papel a qualquer momento.

Critérios Desde o início da negociação, os cerca de 120 municípios de abrangência da cooperativa estão se colocando à disposição e oferecendo incentivos para viabilizar o projeto. Decisão técnica Gilberto relatou que a decisão a ser tomada, independente do município, vai obedecer critérios puramente técnicos.

Critérios •Ao destacar que o abatedouro será instalado em uma área que contemple a distância dos produtores e o abatedouro; •Logística para transporte da matéria-prima e produto final; •Não possuir cancelas no município que feche a estrada; •Estar perto de uma BR ou RS; •Disponibilidade de mão de obra; •Que tenha água perto; •Uma área de 25 a 30 hectares;

•Não proporcione barulho para moradores próximos; Descarte Com estes critérios técnicos, Encantado está descartado.

Se não vejamos •Teríamos problemas com matéria-prima; •Temos a chamada cancela trancando e dividindo o município e a região Alta do Vale do Taquari; •Nossa rodovia, ERS 129 e ou ERS 130 não é duplicada e está sendo mal conservada; •As empresas de Encantado enfrentam hoje muita dificuldade com a falta de mão de obra; •Não temos uma área que contemple o exigido; •Não podemos atender a questão barulho para moradores próximos; •Atualmente, a laticínios, instalada em Palmas, enfrenta dificuldade no abastecimento de água (os poços perfurados no local não produzem água de boa qualidade) fazendo com que a água tratada no frigorífico seja levada até a indústria de Leite em Pó; Completo O projeto será composto por um frigorífico, fábrica de rações e incubatório.

Mão de Obra

Em contato com a Agência do FGTAS/ SINE de Encantado fomos informados da falta de 250 profissionais nas mais diversas áreas para mão de obra no município.

Confirmado Na semana passada, o prefeito de Muçum, Lourival de Seixas, assinou convênio para a vinda de um médico estrangeiro para atender no Hospital. Março O novo profissional deve iniciar as atividades na Princesa das Pontes a partir do próximo mês.

15


16

SEGURANÇA

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Suspeito de assaltos em Muçum é capturado Henrique Pedersini O trabalho de patrulhamento que vem sendo intensificado pela Brigada Militar culminou em mais resultados expressivos durante a última segundafeira (17). Foi preso Odair José Baldissera Alves, 37 anos, acusado de ser o responsável por pelo menos duas ocorrências de assalto no município de Muçum. Baldissera foi avistado no bairro Nova Morada, em Encantado, guiando uma motocicleta. A guarnição desconfiou da atitude do homem que estava acompanhado de um caroneiro. A moto foi seguida pela polícia e acabou sendo encontrada abandonada na Rua Alegrete, bairro Jardim do Trabalhador. A dupla fugiu a pé. Na consulta ao sistema, constatado que a motocicleta tratava-se da Yamaha Fazer 250, de cor cinza, placa IMZ-8015, de Vespasiano Corrêa, pertencente a Everaldo Casagrande, que havia sido roubada no centro de Muçum durante o final de semana anterior. Os brigadianos segui-

Odair José Baldissera Alves, 37 anos, foi preso no Bairro Nova Morada, em Encantado

ram na busca pelos dois suspeitos e apuraram que um deles estaria no interior de uma residência ainda no bairro Nova Morada. A proprietária teria sido consultada só permitido a revista por parte da polícia depois de muita conversa com a guarnição. Odair José Baldissera Alves estava sentado em um sofá e foi capturado. O homem possui 38 ocorrências policiais por roubos, furtos e estelionato. O registro foi feito na Delegacia de Polícia de Encantado e posteriormente encaminhado para o Presídio Estadual de Encantado. A Brigada Militar não acredita que o acusado esteja envolvido com a perseguição e tentativa de assalto ao funcionário do Banrisul de Doutor Ricardo que ocorreu no dia 07 de fevereiro. Já com relação ao assalto na Lotérica Neki de Muçum, também no dia 07 de fevereiro, e o furto da motocicleta no último final de semana, as evidências apontam Baldissera como autor dos crimes.

Fotos: Henrique Pedersini

Homem possui 38 ocorrências policiais por roubos, furtos e estelionato

Acidente deixa motociclista ferida em Encantado Colisão aconteceu na Estrada dos Imigrantes, no acesso à Lagoa da Garibaldi

Brigada Militar e Serviço Móvel de Atendimento a Urgência (SAMU) prestaram atendimento a um acidente de trânsito no início da tarde da última quarta-feira (19). Um veículo Uno, placas HOR- 5953 de Encantado e uma motocicleta CG 150 placas IOG-2147 colidiram na Estrada dos Imigrantes, na estrada de acesso à Lagoa da Garibaldi. De acordo com informações, a motocicleta ingressou na estrada, obstruindo a frente do veículo Uno. A motociclista caiu por cima do veículo, sofrendo ferimentos. Daiana Zamboni, 24 anos, precisou de atendimento médico no local e posteriormente foi conduzida ao Hospital Beneficente Santa Teresinha de Encantado. O carro, guiado por Eduardo Sulidário, sofreu danos de grande monta.


SEGURANÇA

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Fotos: Dilamar dos Passos

17

ni

pe

i

nr

e :h

e qu

i rs de

o çã

i Ed

Carro abandonado em Encantado Na manhã da segunda-feira (17) um veículo Pálio foi localizado abandonado às margens da ERS-332, proximidades do início da ciclovia e do trevo do Peteba. O carro não possuía nenhum registro de roubo e, segundo informações de moradores das proximidades, teria sido deixado no local durante a madrugada. Não havia nenhum estrago no veículo. CNH vencida Durante a madrugada da sexta-feira (14), a Polícia Rodoviária Estadual de Encantado abordou um veículo Pálio com placas de Encantado. O policiamento constatou que o homem estava com a Carteira Nacional de Habilitação vencida.

Acidente deixa moradora de Encantado ferida Uma pessoa ficou ferida em acidente na BR-386 no município de Estrela na sexta-feira (14). O Gol com quatro ocupantes da mesma família, residentes em Encantado, trafegava pela rodovia quando nas imediações do acesso a Trans Santa Rita, saiu da pista e capotou. Sofreu ferimentos a passageira Fabiane Luckmaier, 40 anos. Ela foi levada pelo SAMU ao Hospital de Estrela com lesões leves. O motorista e duas crianças que estavam no veículo não se feriram.

Mercado arrombado Durante a madrugada do sábado (15), a Brigada Militar de Encantado foi comunicada do arrombamento da porta principal do Mercado Conte, localizado na Avenida Antônio de Conto, em Encantado. Conforme levantamento realizado pelos proprietários, foram levadas

do local algumas carteiras de cigarro. O alarme disparou provocando a fuga dos larápios

Homem é baleado após assalto Um cliente foi baleado em um assalto a uma lotérica no bairro Florestal, em Lajeado, na tarde do sábado (15). Conforme registro, no final do expediente um homem armado invadiu a Lotérica Florestal e rendeu alguns clientes. Ao sair do estabelecimento, o acusado se deparou com uma viatura da Brigada Militar que realizava patrulhamento, voltou para o interior da lotérica, jogou fora a arma e se deitou no chão. No momento, um dos clientes, Fabiano Jones Cardoso, 27 anos, que possui experiência como vigilante, pegou a arma e rendeu o criminoso. Na chegada da policia e imaginado que o cliente fosse o bandido, ordenou que largasse a arma. Como Fabiano Cardoso não obedeceu, ao se virar, um dos brigadianos atirou três vezes. Fabiano foi atingido na perna e na barriga. Os policiais imobilizaram os dois homens, sendo identificado o verdadeiro assaltante, denominado Arnaldo Domingos de Souza, 29 anos.O cliente atingido foi socorrido pelo SAMU

para atendimento no Hospital Bruno Born onde passou por cirurgia e esta internado na UTI em estado regular . Morte em Guaporé Morreu no hospital de Guaporé um homem vítima de acidente de bicicleta na manhã do sábado (15). Antônio Adilar de Souza, 47 anos, foi encontrado caído no chão. Não se sabe exatamente se a vítima sofreu queda ou foi atingida por outro veículo. Antônio Adilar de Souza foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu na tarde do último domingo.

Suspeito de homicídios em Encantado está preso Foi preso preventivamente no final da tarde da sexta-feira (14) Fagner da Silva, popularmente conhecido Boi. Ele é suspeito de envolvimento ou até autoria de dois homicídios registrados recentemente no município de Encantado. O mandado de prisão expedido para o suspeito chegou até os policiais na mesma sextafeira. Foi quando teria sido tentado contato telefônico com Fagner da Silva para que ele comparecesse até a Delegacia de Polícia onde prestaria esclarecimentos. Para a surpresa

dos próprios policiais, o homem compareceu na Delegacia de Polícia munido de pertences pessoais, inclusive com um ventilador, consciente de que seria recolhido ao sistema prisional. O último crime que Boi é suspeito diz respeito a morte do menor Giovani de Souza que foi assassinado no bairro Navegantes em Encantado durante o dia primeiro de fevereiro. A polícia investiga a morte de Fábio Junior Maceda, baleado em frente a sua residência no dia 05 de dezembro de 2013, e não descarta a participação do homem hoje preso também nesse assassinato. Acidente em Muçum A Polícia Rodoviária Estadual de Encantado, Corpo de Bombeiros e SAMU atenderam a um acidente de trânsito na RS-129 no município de Muçum durante a noite da segundafeira (17). Um caminhão Iveco transitava pela rodovia quando na altura do quilômetro 82, saiu da pista e chocou-se contra um barranco. O caminhoneiro ficou preso às ferragens e após ser resgatado foi conduzido ao Hospital Beneficente Santa Teresinha, onde recebeu atendimento médico e após foi transferido para o hospital da cidade de

Passo Fundo

Acidente deixa mãe e filho feridos em Putinga Uma motociclista e o filho sofreram ferimentos em acidente de trânsito na ERS-435 em Putinga na última terça-feira. Joavania Camilotti, 33 anos, colidiu na lateral de um caminhão. Conforme a Polícia Rodoviária Estadual, a vítima teria invadido a contramão. A motociclista e o filho Kaue Antônio Cenci, 10 anos, sofreram ferimentos. O menino foi medicado e liberado. Jovania foi transferida para o Hospital Bruno Born em Lajeado. Carroça provoca a morte de agricultor O agricultor Domingos Luís Rodrigues dos Santos, 58 anos, morreu no interior de Putinga, vítima de acidente com uma carroça na última terça-feira. Conforme registro policial o agricultor Domingos carregava pasto em uma carroça na propriedade na Linha Felizardo Júnior, quando os bois teriam se assustado e atropelado o agricultor que sofreu traumatismo craniano. A vítima foi encaminhada ao Hospital de Ilópolis, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante tarde do mesmo dia.


18

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Edição: Henrique Pedersini (henrique@opiniaojornal.com.br)

AMISTOSO

SELEÇÃO DE ROCA ENFRENTA JUNIORES DO NOVO HAMBURGO Roca Sales - Um jogo amistoso na tarde desse sábado (22) colocará em prova a seleção do Campeonato Municipal de Roca Sales de 2013. A partida será diante dos juniores do Novo Hamburgo, reforçados com alguns atletas do grupo principal. O enfrentamento ocorre no Campo do Concórdia a partir das 16h30min. O principal objetivo do jogo amistoso é promover a integração entre o esporte amador e o profissional e dar ritmo de jogo aos jogadores da região metropolitana. O coordenador das categorias de base do Novo Hamburgo é o roca-salense Diego Ziegg. A partida serviria como abertura dos trabalhos visando o Campeonato Municipal de futebol em Roca Sales, mas a competição não inicia-

Henrique Pedersini

rá nesse momento em razão de uma pendência administrativa envolvendo o repasse da Administração Municipal de Roca Sales. Inclusive o torneio início que estava programado para esse domingo, que daria ao campeão os primeiros três pontos na disputa foi cancelado. Copalto, Sete de Setembro, Glicose/Gaúcho, Toma 10/Botafogo da Constância, além do Juventude de Colinas são os times inscritos para 2014. Alguns jogadores do CTE Roca Sales também poderão ser utilizados no jogo amistoso desse final de semana.

Conceição compete em Rio Grande pelo Estadual de Triathlon O atleta roca-salense Eduardo Conceição estará em Rio Grande nesse final de semana para disputa da terceira etapa do Campeonato Estadual de Triathlon. A prova ocorre no Clube de Regata Rio Grande e deve reunir todos os favoritos ao título estadual. Entre eles está o atleta de Roca Sales, que vem sendo um dos destaques positivos no Triathlon estadual em 2014. Nas duas primeiras provas da competição, Conceição obteve dois bons resultados que o credenciaram a ser líder isolado da categoria para participantes entre 30 e 34 anos. Um novo bom desempenho em Rio Grande pode resultar numa vantagem ainda maior ao atleta que somou 187,5 pontos até então. A prova contará com um trajeto de 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e outros cinco de corrida. Para a etapa desse final de semana, as empresas JB Couros, Fernando Multimarcas e Musclemania são os apoiadores do atleta que compete pela equipe Gusch.

Seleção do campeonato de Roca Sales foi escolhida por comissão organizadora e premiada ainda no ano passado

Seleção do campeonato de Roca Sales 2013

Goleiro: Sérgio Benini - XV de Novembro Lateral-direito: Róbson dos Reis (Sapo) - Glicose Zagueiro: Isaías Werner - XV de Novembro Zagueiro: Jonas Ebeling - Glicose Lateral-esquerdo: Leocádio Azevedo - XV de Novembro Volante: Carli Kepkler - Glicose Volante: Márcio de Conto - XV de Novembro Meia: Leonardo Kapller - Concórdia Meia: Jéferson Gedoz - XV de Novembro Atacante: Edelvan Rodrigues - Concórdia Atacante: Ricardo Bronca - Concórdia Revelação: Tiago Paloski - Glicose Treinador: Darci Müller - Concórdia

Divulgação

* Municipal de Encantado l Foi adiada em uma semana o fechamento das inscrições para o Campeonato Municipal de Encantado. Na primeira reunião foi acordado que a segunda-feira (17) seria a data derradeira. Sendo assim, os times continuarão desrespeitando normas e prazos. * Municipal de Encantado ll Me agrada a iniciativa em priorizar questões relacionadas a disciplina na construção do regulamento referente ao Campeonato Municipal de Futebol em Encantado. Posso estar errado, mas mesmo que muita gente não respeite, um regulamento rígido inibe algumas atitudes que não deveriam acontecer no futebol amador. * Municipal de Encantado lll O Ouro Verde optou por não participar do campeonato em 2014 devido a uma briga interna entre membros da direção do clube. A ausência do clube na competição foi confirmada na reunião da última segunda-feira (17).

* Municipal de Encantado IV O primeiro jogador fixado para disputa do Municipal encantadense foi um goleiro. O ato ocorreu ainda no auditório Brasil da Prefeitura Municipal após a reunião. Fernando Radaelli fará parte do grupo do Sackmaihouse. * Municipal de Encantado V Houve mudanças significativas nas punições de jogadores advertidos no Campeonato Municipal do ano passado. Não foi divulgada ainda a punição final dos atletas que solicitaram recurso, mas pelo menos dois deles estarão aptos a jogar ainda em 2014.

* Concluo Para concluir esse assunto: Que ocorram muito lances bizarros nessa competição, que tenhamos jogos disputados, gols bonitos e integração. Que tenhamos futebol! Para quem possui qualquer pensamento contrário sugiro ficar bem distante dos gramados onde serão realizados os jogos. * Uma arquibancada para Vila Moça A diretoria do Ouro Verde do bairro Vila Moça e do CFM, escolinha que utiliza o campo da Vila Moça para treinamentos, idealiza a construção de uma arquibancada no espaço localizado entre o campo e a estrada. Há espaço e também a demanda, acho um projeto viável. * O acerto e o erro com Aranguiz O Internacional acertou e muito ao contratar o chileno Aranguiz. O jogador é o grande destaque colorado nesse início de temporada. Além da marcação e qualidade em saída de bola, o camisa 20 apresenta-se a todo momento no ataque, já fez gol e deu assistência, sem falar na bola parada que Aranguiz vem tendo bom aproveitamento.

Expectativa do atleta é disparar na liderança da categoria

* Cômico/trágico As duas palavras que intitulam esse tópico foi o que encontrei para descrever o Gauchão 2014. Um campeonato ruim, com a dupla Grenal sendo enormemente superior, de tal modo que chega a ser constrangedora uma comemoração mais eufórica de gol. Cômico pela repetição de fiascos que é a edição atual da disputa e trágico pela forma com que os times do interior se comportam. Gastando horrores em jogadores indisciplinados. Uma pena.


JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Futebol Sete

19

JUVENTUDE DO LAMBARI CONQUISTA A COPA VERÃO Encantado - Após o Cruzeiro do Lajeadinho conquistar a primeira edição da Copa Verão de Futebol Sete no ano passado, outra equipe tradicional do futebol amador encantadense entrou para o hall de vencedores dessa disputa: o Juventude do Lambari é o mais novo vencedor do certame. A conquista ocorreu na tarde de sábado (15) em duelos realizados no campo principal do bairro Vila Moça. Na decisão o placar final foi de 3 a 2 para o Juventude diante do Brahmeiros. Na decisão do terceiro lugar, melhor para o Laranja Mecânica que superou o Bohemios por 2 a 0. A competição foi promovida pela Secretaria da Juventude, Desporto e Turismo de Encantado e teve a participação de cinco equipes, sendo realizada em dois sábados.

Jogo equilibrado foi decidido em detalhes

Após chegar até a decisão tendo eliminado o Laranja Mecânica na semifinal com uma vitória por 1 a 0, o Juventude que contava com vários jogadores experientes, encarou um adversário repleto de garotos. O Brahmeiros chegou até a final após ter vencido o Bohemios por 3 a 0 em um jogo disputado e com uma expulsão para cada lado. Logo nos primeiros instantes da decisão o Juventude marcou seu primeiro gol com Cristian Rossini, que aproveitou a liberdade para abrir o marcador. O empate ocorreu ainda no primeiro tempo (cada etapa tinha 20 minutos de duração), após rebatida

de bola, Eliomar chutou no alto do gol deixando tudo igual. Na segunda etapa, as duas equipes partiram para o ataque sendo que o Brahmeiros desperdiçou pelo menos três boas chances de virar o placar. Em um contra-ataque, Mateus chutou na saída do goleiro e fez o segundo gol do Juventude. Faltando cinco minutos para o apito final, Chico aproveitou cruzamento e fez um golaço empatando novamente. Quando os dois times pareciam contentes com a decisão nas penalidades, a defesa do Brahmeiros vacilou na saída de bola e Cristian Rossini marcou seu segundo gol, dando o título ao Juventude do Lambari pelo placar de 3 a 2. O time campeão atuou com Gilmar, Guilherme, Mateus e Paulo Sérgio. Caju, Super e Camisinha. Joe entrou durante o jogo. O time ainda teve a disposição o experiente Dilvo Dalmoro. Já o Brahmeiros atuou com Robin, Seco, Chico e Kitty. Diego, Belotti e Eliomar. Luft entrou durante o jogo.

Fotos: Henrique Pedersini

Grupo campeão da segunda Copa Verão de futebol sete

Brahmeiros, time vice-campeão da competição

Avaliação

Para o Coordenador de Esportes da Secretaria da Juventude, Desporto e Turismo de Encantado, Thiago Marchese, a competição pode ser avaliada positivamente. “Tivemos cinco equipes que realizaram boas partidas nos dois dias de jogos. A própria final terminou com um placar apertado, o que prova o bom nível de competitividade da Copa Verão, que certamente será um evento esportivo realizado ainda nos próximos anos”, interpretou. Já a secretária Anapaula Gottardi enfatizou a disponibilidade das equipes para mais essa disputa. “É sempre bom fortalecer essa parceria da Secretaria da Juventude com os participantes. Só nos resta agradecer, parabenizar os vencedores e adiantar o convite para próxima edição”, destacou. Pelo título, o Juventude recebeu R$ 400 e mais troféu e medalhas. O Brahmeiros recebeu R$ 250 e mais as medalhas de vice-campeão. Laranja Mecânica e Bohemios foram premiados com R$ 100,00 e R$ 50,00 respectivamente.

Jogo foi muito equilibrado e decidido na parte final


20

JORNAL OPINIテグ n 14 de fevereiro de 2014

Participe: facebook.com/JornalOpiniaoEncantado facebook.com/RadioEncantadoAM facebook.com/energiapop


JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Notas do Xandão

Bagnara planeja ações esportivas em Muçum Pernada esportiva será em março

Muçum - No cargo desde o mês de dezembro, Remor Bagnara, presidente do Conselho Municipal de Desporto (CMD) de Muçum trabalha para desenvolver modalidades esportivas na cidade. Um dos primeiros eventos esportivos realizados por ele na cidade de Muçum será a pernada esportiva, que acontece no próximo dia 09 de março. O principal objetivo é estimular alunos e professores na realização das mais variadas atividades físicas. A promoção do CMD ocorrerá em parceria com a secretaria de cultura. O local onde acontecerão as disputas relacionadas à corrida será na praça Cristóvão Colombo. Além da pernada esportiva, Remor apresenta como objetivos a curto prazo um maior incentivo à realização de campeonatos municipais de futebol sete e de campo, buscar recursos para a aquisição de um novo uniforme para a equipe do CMD, além de tornar o Conselho mais ativo no município, em um trabalho parceiro com a secretaria de Desporto.

Por Alexandre dos Santos

Divulgação

Beira-Rio 1 O Internacional realizou no sábado (15) contra o Caxias, a partida de reinauguração do Estádio Beira-Rio. O Colorado venceu por quatro a zero. A “casa” colorada ficou um espetáculo.

Beira-Rio 2 Ontem foi a vez da presidente da república Dilma Rousseff visitar o Estádio Beira-Rio. Dilma, que é colorada, ficou impressionada com a nova forma do Gigante. Beira-Rio 3 O presidente do Internacional, Giovanni Luigi, foi esperto, convidou o Barcelona para reinauguração do Beira-Rio, acertou com o Peñarol, e inaugurou com o Caxias.

Beira-Rio 4 Lembrando que o Internacional ainda realizará um jogo festivo contra o Peñarol, do Uruguai, dentro das atividades de reinauguração do Estádio Beira-Rio. A partida será disputada no dia 06 de abril. Amador de Encantado Seis equipes confirmaram participação no Campeonato Municipal de Encantado: Arsenal, Sackmaihouse, Juventude (Lambari), Bohêmios, Clube Atlético Navegantes e Cruzeiro (Lajeadinho). Outras duas agremiações, Galácticos e Laranja Mecânica, tem até a próxima segunda-feira, dia 24, para confirmar participação no certame.

Bagnara comanda o CMD desde dezembro

21

Encantado no Estadual Juvenil B A confirmação por parte da Federação Gaúcha de Futebol do congresso técnico referente ao Estadual Juvenil da série B para o próximo dia 27 de fevereiro, obrigou a comissão técnica do Esporte Clube Encantado a acelerar a preparação. Ainda buscando formatar o grupo de jogadores, o Leão do Vale realiza uma espécie de pré-temporada semanalmente, onde participam jogadores da cidade que farão parte do grupo. A grande maioria pertence a categoria 1998 e fazem parte do trabalho conjunto entre Encantado e CFM. A apresentação oficial do Encantado deve ocorrer apenas após o Carnaval. Onde estará boa parte o grupo que representará o clube na competição. Uma das principais ideias para atrair jovens talentos é apostar na parceria com a Chapecoense, onde os destaques do Leão na temporada serão enviados para testes em Santa Catarina. Nesse ano, a comissão técnica do Encantado contará com os professores Lisandro Lourenço(Marron) e Werner Werle. No apoio estarão os professores Fernando Radaelli, Thiago Marchese e Danilo Mior. A competição está prevista para iniciar no mês de março.

Libertadores 1 O Grêmio estreou com vitória na Libertadores da América. O resultado positivo (1x0) diante do Nacional, em Montevidéu, deu um alento aos torcedores gremistas, que estavam bastante desconfiados em relação ao potencial do time para disputar a competição. Libertadores 2 Na próxima terça-feira (25), o Grêmio enfrenta o Nacional de Medelin, pela segunda rodada da fase de grupos. A partida será disputada às 22h, na Arena, em Porto Alegre. Libertadores 3 Paulo César Tinga, jogador do Cruzeiro, foi vítima de racismo, por parte de torcedores do Real Garcilaso em jogo pela Copa Libertadores. A Conmebol abriu procedimento disciplinar e o clube peruano pode ser excluído da competição ou sofrer algum tipo de punição.

Paulo César Tinga Libertadores 4 O muçunense Felipe Gedoz, o popular “Ticatá” fez um dos gols do Defensor do Uruguai na vitória de 4 a 1 diante do Real Garcilaso pela 2ª rodada da Copa Libertadores.

Dupla Ca-Ju 1 Os técnicos de Caxias e Juventude pediram demissão nesta semana após as Ticatá joga no Defensor do Uruguai derrotas para a dupla Gre-Nal pelo Gauchão. No Juventude, Geraldo Delamore saiu sendo substituído por Roger Machado Marques, que até o ano passado trabalhou de auxiliar técnico no Grêmio. Já no Caxias, Antônio Picoli pediu demissão, e até o fechamento desta edição não havia sido anunciado o novo treinador. Na realidade os clubes de Caxias do Sul realizam campanhas modestas no Gauchão deste ano. Dupla Ca-Ju 2 A CBF divulgou a tabela de jogos do Campeonato Brasileiro da Série C. Na abertura da competição no dia 27 de abril, haverá clássico Caxias e Juventude no Estádio Centenário.

Roger Machado assume como técnico do Juventude


22

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

Municipal de Futebol

Seis clubes já estão confirmados

Washington Alves/Vipcomm

Mais uma semana para inscrições. Outras duas equipes, incluindo atual campeão, ainda não definiram se participam

Henrique Pedersini

Tinga foi chamado de macaco pela torcida de um time peruano * Algumas pessoas me cobraram por que eu, como negro, não me manifestei sobre o fato acontecido com o atleta Paulo César Tinga. Sinceramente titubeei em abordar este tema, até porque é um problema corriqueiro, outros atletas também já sofreram com este tipo de absurdo, pessoas das mais diversas áreas, passaram, passam e ainda vão passar por esse problema. Nesse espaço já foi abordado sobre a palavra preconceito e com toda a honestidade, não me sinto à vontade, pois é revoltante saber que no mundo de hoje globalizado isso ainda teima em acontecer, vou mais longe. Nas histórias em quadrinhos há negros como personagens principais? Em propaganda de carros na TV, há algum negro? Enfim, somos alvo de um preconceito enrustido, que lentamente desvaloriza a raça negra.

* O desenvolvimento do futebol no Brasil passa principalmente pelos clubes, minha experiência me diz, que para o futebol no brasileiro se tornar viável e sem “ Maracutaia“, os clubes deveriam se tornar empresas, como acontece com muitos clubes europeus e americanos. Clube empresa é uma forma de organização que se definem como sociedades empresariais, com finalidade lucrativa. Atualmente algumas entidades formaram um novo conceito, clubes associativos empresariais, que facilitam os associados a fiscalizar com maior facilidade a empresa e aumentam a possibilidade de atrair novos investidores, por conta da transparência da sua administração. Mas por outro lado, clubes como Barcelona e Real Madri são associações muito bem sucedidas. Não podemos atrelar o sucesso de um clube a sua transformação para clube empresa, o mais importante são os resultados alcançados dentro de campo. Também

"...somos alvo de um preconceito enrustido, que lentamente desvaloriza a raça negra."

sou sabedor que as leis brasileiras não favorecem a introdução do clube empresa, mas tenho plena consciência que com leis mais claras podemos sim ter sucesso. * Teve início a fase de mata-mata da Liga dos Campeões. Tenho que manter minha coerência e dizer que Barcelona e Bayern estão um passo à frente dos demais finalistas. Sei que no futebol tudo pode acontecer, mas com o que vem jogando estas duas equipes, dificilmente eles deixarão de brigar pelo título.

* O Grêmio e o Inter começaram a mostrar algumas evoluções. No tricolor, Luan já é uma realidade, jogador moderno, que marca e ataca com a mesma mobilidade, facilitando o trabalho de Zé Roberto, e na frente, Barcos começa adquirir maior confiança e consequentemente os gols começam a aparecer. No colorado, a defesa é o destaque, Paulão com seu vigor físico, Gilberto e Winck, deram maior qualidade para a lateral direita e a recuperação do futebol de Fabrício, esses detalhes foram fundamentais para o equilíbrio do Inter, mas não posso deixar de falar em Aránguiz, um meio de campo de muita versatilidade. Só espero que Rafael Moura continue queimando a minha língua. * Família, algo muito pouco falado em nossa sociedade capitalista, fazendo de nós muito mais egoístas. Nesse último final de semana fui no aniversário do meu irmão e tive mais uma vez a prova que família é a coisa mais importante que temos, pois ela nos educa, nos desenvolve intelectualmente e principalmente nos trás alegria e amor. Por estas e outras, lhe agradeço meu Irmão Vladimir por me proporcionar este momento maravilhoso. Obrigado!!

Reunião aconteceu na segunda-feira (17) Encantado - Contrariando o que havia sido pré-determinado na reunião anterior, os clubes aceitaram pela prorrogação do prazo final de confirmação na disputa do Campeonato Municipal de Futebol 2014 em Encantado. Em encontro realizado na noite da segunda-feira (17), seis equipes confirmar participação no certame. A principal surpresa é o Arsenal do bairro Lago Azul que não estava entre os cotados para participar da competição com data prevista para início no dia 23 de março. O Sackmaihouse, Clube Atlético Navegantes (CAN), Juventude do Lambari e Cruzeiro do Lajeadinho, que estiveram no ano passado, voltarão a participar nessa 30ª edição. Outra atração será o Bohemios, equipe que participa dos jogos ao sábado à tarde desde o ano de 2011, contando com um grupo totalmente formado por jovens jogadores. O atual campeão Galácticos e o Laranja Mecânica adiaram a decisão sobre a participação. As duas equipes receberam o aval da Liga Encantadense de Futebol Amador (Lenfa) e da coordenação de esportes da Secretaria da Juventude, Desporto e Turismo de Encantado, através do coordenador Thiago Marchese, para apresentar na

próxima segunda-feira (24) a posição final referente ao campeonato.

Maior disciplina O regulamento para a disputa de 2014 sofrerá significativas alterações. Mesmo que a reunião dessa semana não tenha definido muitas situações. A disciplina foi novamente a tônica do debate entre organização e representantes de clube participantes. Entre as possibilidades, um aumento significativo na rigidez, principalmente com atos de indisciplina relacionados a agressões. A ideia é que conste no regulamento punições pré-estabelecidas para cada ato, eliminando a comissão formada por representantes de clubes que foi montada em 2013. Ocorreu ainda aumento no valor pago por cada cartão amarelo ou vermelho recebido, para R$ 5 e R$ 20 respectivamente. A organização estará nos vestiários durante a primeira rodada apresentado para cada time o regulamento e ressaltando as questões referentes ao torneio. As equipes queixaramse dos jogos realizados no domingo pela manhã, onde a dificuldade para os jogadores comparecerem é ainda maior. Por essa razão a organização

insistiu para o adiamento do fechamento das inscrições, pois se confirmadas as participações do Galácticos e Laranja Mecânica, os oito time serão divididos em duas chaves e ocorrerão jogos em dois campos a cada domingo.

Arbitragem local e menos gente no campo Após a confusão generalizada envolvendo a arbitragem em 2013, os organizadores da disputa temem por dificuldades para encontrar quem se disponibilize a apitar em outras cidades. Por essa razão, a aposta será na arbitragem local. Na reunião que ocorre na próxima segunda-feira (24), as equipes deverão enviar uma lista com indicações de juízes para ser contratados pela comissão organizadora. A Administração Municipal é quem será responsável pelo valor da arbitragem. Outra lista que deverá ser repassada ainda na segundafeira é da comissão técnica e diretoria de cada equipe, uma vez que a ideia é permitir a entrada de menos pessoas à beira do gramado. O Valor da inscrição é de R$ 200,00. Um jantar de lançamento da 30ª edição do Amador de Encantado deverá ser organizado para o mês de março.


MUNDO JURÍDICO

Falta de gestão profissional ameaça pequenas empresas Abrir o próprio negócio parece ser a solução perfeita para quem quer fugir do patrão e, ao mesmo tempo, ajudar a economia por meio da criação de empregos e do aumento da produção. Esse passo, no entanto, requer planejamento e cuidado para não terminar em dor de cabeça. A falta de gestão profissional, dizem especialistas, põe em risco a sobrevivência das micro e pequenas empresas. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a taxa de mortalidade das empresas com mais de dois anos de funcionamento corresponde a 24,6%. Na prática, uma em cada quatro empresas fecha até dois anos após a criação. Grande parte desse índice pode ser atribuída à má administração. O principal problema diz respeito à mistura entre o patrimônio pessoal dos donos e o dinheiro das empresas. A falta de um sistema claro de contabilidade compromete a manutenção e a capacidade de investimento das empresas. A dificuldade, dizem os especialistas, não se restringe aos negócios familiares e acomete grande parte das empresas. “Sem uma separação definida entre o patrimônio pessoal e da empresa, os donos ou os sócios fazem retiradas sem o devido cuidado e põem em risco a contabilidade do negócio”, adverte o consultor Marcello Lopes. Para ele, os proprietários precisam saber quanto a empresa rende, para somente então definirem o valor das retiradas. “O empresário não pode simplesmente retirar o valor que quiser porque a renda dele é determinada pelo lucro do negócio”, acrescenta. A falta de profissionalização na administração das empresas também pode causar problemas com o Fisco. “Por falta de conhecimento, as retiradas para proveito próprio do dono são registradas como despesas relacionadas à atividade da empresa, que reduzem o lucro e diminuem o Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido”, explica o advogado tributarista Edemir Marques de Oliveira. Se a Receita constatar que as despesas foram registradas de forma errada e diminuíram o lucro artificialmente, ela pode auditar a empresa. “No fim, o empresário vai pagar ainda mais impostos e ter dor de cabeça mesmo que não tenha tido a intenção de burlar o Fisco”, diz o advogado. Pela legislação, as empresas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano pagam os tributos federais, estaduais e municipais por meio do Simples Nacional. Segundo Lopes, o regime simplificado de tributação, ao mesmo tempo em que facilitou a vida das empresas, desestimulou os pequenos negócios a buscar uma gestão profissional. “No Simples Nacional, basta um livro-caixa para pagar os impostos, mas isso não significa que as empresas devam ser descuidadas com a administração e a contabilidade”, diz. A falta de planejamento compromete o crescimento das empresas no médio e no longo prazo, principalmente quando as empresas faturam mais e saem do Simples Nacional. "Uma gestão descuidada compromete não só o pagamento de impostos como atrapalham a obtenção de crédito para a empresa porque ela não consegue justificar a contabilidade aos bancos”, alerta Lopes, que presta orientação a empresas que querem profissionalizar a administração. Para Oliveira, o custo de as micro e pequenas empresas recorrerem a uma consultoria para profissionalizar a gestão compensa os resultados. Caso o custo seja alto, o advogado aconselha os empresários a procurar as associações comerciais e as unidades do Sebrae para receberem orientações sobre a administração dos negócios. “Essas entidades ajudam o empresário a correr atrás de uma gestão um pouco mais profissional”, comenta. Fonte:Agencia Brasil/Terra

JORNAL OPINIÃO n 21 de fevereiro de 2014

23

Empregadora indenizará empregado que teve plano de saúde suspenso durante afastamento previdenciário A saúde é um direito social e fundamental, garantido pela Constituição Federal (artigos 6º e 194). Condutas do empregador que tendem a impedir ou dificultar o acesso a esse direito tem sido reçachadas pelo Judiciário Trabalhista. No caso analisado pelo juiz Vanderson Pereira de Oliveira, na 3ª Vara do Trabalho de Montes Claros, um trabalhador teve o plano de saúde cancelado durante o período em que esteve afastado do trabalho para tratamento de saúde. Na inicial, o trabalhador afirmou ter sido impedido de utilizar o plano de saúde por conta da conduta arbitrária da empregadora, já que seu contrato estava apenas suspenso. E isso causou a ele vários transtornos. Examinando o caso, o juiz constatou que, ao contrário do sustentado pela empregadora, não há nenhuma cláusula normativa autorizando o cancelamento do plano de saúde durante o período de afastamento previdenciário. O julgador considerou questionável o fato de o contrato de prestação de assistência médica celebrado com a empresa de

saúde prever a exclusão do usuário titular do plano no caso de afastamento pelo INSS por doença. Para o magistrado, a empregadora não agiu de forma correta ao contratar o plano de saúde com essa condição, descuidando do direito fundamental do trabalhador à saúde, assegurado constitucionalmente. No mais, ele frisou que o período de afastamento de que trata o artigo 476 da CLT, que, efetivamente, acarreta a suspensão do contrato de trabalho, deve ser também interpretado em harmonia com o direito à saúde. E essa suspensão contratual atinge somente as obrigações principais de pagamento de salário e de prestação de serviços. "O cancelamento do plano de saúde, contratado pela empregadora por força de norma coletiva que, aliás e no caso concreto, não exclui o benefício no caso de afastamento pelo INSS, repita-se, durante a suspensão do contrato de trabalho acarreta prejuízos irreparáveis para o trabalhador e desvirtua-se da proteção que o empregador deve conferir a

seus empregados. Sem contar ainda que a supressão do plano de saúde justamente no momento em que o empregado tem maior necessidade afronta o princípio da dignidade humana (CF/88, art. 1º) e o direito de proteção à saúde (CF, art. 7º, XXII)", concluiu o magistrado, entendo ser também aplicável ao caso, analogicamente, a Súmula 440 do TST. Diante disso, a empregadora foi condenada a restituir ao trabalhador as despesas comprovadamente efetuadas a título de consulta médica. E, entendendo que a situação experimentada pelo trabalhador é capaz de gerar os sentimentos de angústia, desamparo e indignação - ante a dificuldade de ter acesso à saúde pública e o alto custo de se buscar assistência em consultórios particulares - o juiz deferiu também indenização por danos morais (CC 186, 187 e 927 e CF/88, art. 5º, X), arbitrada em R$1.500,00. A decisão foi mantida pelo TRT de Minas, em grau de recurso, que ainda aumentou o valor da indenização para R$5.000,00.

Restaurante terá de indenizar atendente humilhada por gerente Em julgamento realizado pela Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho, a empresa carioca Fafato Restaurante, Bar e Pizzaria Ltda. foi condenada a indenizar uma atendente por danos morais por ter sido chamada de burra e incompetente na frente de colegas e clientes pela gerente do estabelecimento. Em novembro de 2006, ela entrou com reclamação trabalhista na 31ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro pedindo a indenização. Comprovadas as ofensas por meio de prova testemunhal, a empresa foi condenada ao pagamento de indenização no valor de cinco vezes a maior remuneração da atendente, que na época era de R$ 520. A defesa contestou os depoimentos e o valor fixado e disse que, pela sentença, ficou configurado o enriquecimento sem causa da trabalhadora.

Rescisão do contrato Ainda, segundo o restaurante, a atendente se recusou a formalizar, por escrito, seu pedido de dispensa. "Não podíamos obrigá-la a fazer", argumentou. Os advogados da empresa disseram que ela manifestou espontaneamente sua vontade de deixar o emprego, o que deveria prevalecer sobre qualquer documento que porventura houvesse formalizado. O argumento foi rejeitado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª

Região (RJ) em recurso apresentado pela Fafato. Segundo a decisão, o restaurante é quem deveria apresentar prova da rescisão contratual motivada pelo empregado, mediante pedido de demissão (artigo 477, parágrafo 1º, da CLT). De acordo com o dispositivo, o pedido deve ser escrito e acompanhado pelo órgão sindical a que o trabalhador está filiado. A empresa não conseguiu o destrancamento do recurso com o agravo de instrumento apresentado no TST. Segundo o relator do processo, ministro Fernando Eizo Ono, as razões recursais foram insuficientes para alterar a decisão que negou processamento ao recurso de revista. Eizo Ono lembrou que as violações legais apontadas pela empresa não foram discutidas pelo Regional. Seu voto foi acompanhado por unanimidade pela Quarta Turma.


JORNAL OPINIÃO - 21 de fevereiro de 2014

MUNICIPAL DE FUTEBOL DE ENCANTADO

Seis clubes confirmam participação no campeonato Página 22

` ` CURSO DE

GASTRONOMIA GAÚCHA INSCRIÇÕES ABERTAS

www.univates.br/gastronomia


Caderno Mix - 03/janeiro/2014 - Pรกg 07


Jornal Opinião 21 de fevereiro de 2014