Page 1

Diogo Fedrizzi

CÂMARA DE ENCANTADO

UM BARRIL DE PÓLVORA PRONTO PARA EXPLODIR

Em mais uma sessão de debates fortes, vereadores trocam provocações na tribuna Páginas 10 e 11 E MAIS LUTA ANTIGA Município reconquista área avaliada em R$ 7 milhões Página 14


Coluna

A preparação

www.facebook.com/facedoalemao

5

milton@rdencantado.com.br

José Raimundo Tramontini

A foto mostra a preocupação de uma jornada esportiva interestadual e também com decisão de título brasileiro em jogo. Dilamar dos Passos se vê perdido no meio de tanto material a ser embarcado e ainda com a preocupação de evitar o excesso de peso na hora do embarque no Aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre.

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

Alexandre dos Santos

O resultado A satisfação está estampada na cara do repórter esportivo, após se emaranhar nos fios, a chegada da equipe esportiva da Rádio Encantado AM 1580 ao Estádio do Pacaembu mostra que tudo estava dentro dos conformes. É bom esse Dilamar.

Grandes eventos Já está virando tradição o Grupo Encantado de Comunicação acompanhar os grandes eventos esportivos, e não foi diferente no domingo que passou, quando as Rádios Encantado AM e Energia POP 97.7 FM transmitiram, in loco, a decisão do Brasileirão 2011. A sempre competente narração de Valmir Feil, acompanhado de Alexandre dos Santos e Dilamar dos Passos. Com a chegada de 2012, a missão não será diferente: Libertadores, Copa do Brasil, Sul Americana, Gauchão e Brasileirão, com tempero local, feito especialmente para a nossa região.

Dilamar dos Passos

Alexandre e Valmir, na cabine do Pacaembu

** Vias de fato As sessões da Câmara de Vereadores de Encantado andam tão quentes, e o descontrole verbal é tão grande, que o “velho oeste” está passando vergonha. Resta saber quem é mocinho e bandido. Na tribuna faz tempo que o debate saiu do campo das ideias e descambou para o lado pessoal. Na segunda feira, a turma da plateia chegou, ou quase esteve nas vias de fato. A turma do deixa disto entrou em campo. No meio do tiroteio, um Secretário municipal e um Suplente de Vereador. Que bonito!

**Se adiantar Ficar xingando todo mundo não resolve nenhum problema, se resolver, insultem este colunista. Este é um momento de reflexão.

** Fruki Um passarinho me contou, pode ser até que ele seja desinformado, que o terreno da Faterco cedido ao município no dia de ontem, pode ser o grande trunfo de Encantado na disputa da Fábrica de Refrigerantes.

José Raimundo Tramontini

*** Nosso Vuaden Parabéns ao rocassalense Leando Pedro Vuaden, escolhido o melhor árbitro do Brasil. Aqui no Grupo Encantado de Comunicação hoje é dia de festa anual (ou mais uma festa no ano), e marcado o grande embate futebolístico da década: de um lado o time de Joilson Pereira, o glorioso E. C. NÃO JOGAMOS NADA, contra o não menos famoso, F. C. CADÊ A BOLA, que tem como presidente o Katinga, diretor de futebol, Pulguinha Atômica e técnico, o Felipinho “KK”. O Joilson tentou convencer a Dona Rosane a apitar o jogo, inclusive, lhe entregou o material necessário para a arbitragem, mas ela declinou, afinal é inteligente e sensata. É jogo para se apitado do helicóptero. Joilson e Rosane, foto acima. Vuaden, ao lado

Divulgação


Encantado Uergs planeja implantar o curso de Agronomia em Encantado Instituição conta com apoio do Conselho Encantadense Pró-Desenvolvimento para fortalecer a unidade Vale do Taquari Divulgação

DIOGO FEDRIzzI Encantado - A unidade Vale do Taquari, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, polo de Encantado, estuda a implantação do curso de Agronomia. Conforme a diretora regional do Campus II, professora Eliane Maria Kolchinski, a ideia é agregar a qualificação com o curso já existente em Tecnologia de Agroindústrias. “Estamos avaliando esta possibilidade. A Agronomia poderia contribuir para a produção de matériaprima e, por consequência, teríamos a Agroindústria para atuar no processamento desta matéria-prima”, explica Eliane. A Uergs conta com o apoio do Conselho Encantadense Pró-De-

Integrantes do Conselho conheceram o planejamento da Uergs senvolvimento para aprimorar as ações na região. Na segundafeira (6), integrantes do CEPD estiveram reunidos com a coordenação da Universidade. Também acompanharam o encontro

os professores Micheline Frizzo, Rosiele Lappe e Lírio Haas, a coordenadora do curso de Tecnologia em Agroindústria, Elaine Biondo, e a representante dos alunos, Isabel Zambiazi.

Universidade consegue posição de destaque na avaliação do MEC

Diogo Fedrizzi

7

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

Novo presidente da Aci-e promete dar continuidade ao trabalho DIOGO FEDRIzzI Encantado - O novo presidente da Associação Comercial e Industrial de Encantado (Aci-e), Júlio Medeiros, foi eleito na terça-feira (6), em assembleia geral ordinária realizada no Clube Comercial de Encantado. A vice-presidente é Renata Gagliotto, atual presidente da Suinofest. Os trabalhos foram coordenados pelo atual presidente Marciano Fontana e pelo Colégio Eleitoral formado pelos associados Antonio Alberto Lucca, Moacir Casaril e Rafael Fontana. Além da presidência, concorreram em chapa única mais 24 diretores de áreas, conselhos deliberativo e fiscal. Participaram da votação 42 associados, que aprovaram a formação da chapa. Durante a Assembleia Geral, os associados também deliberaram sobre a venda de imóveis da entidade. A proposta de Medeiros é dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela diretoria anterior. “A Aci-e está num momento muito bom, fazendo um trabalho

Divulgação

Medeiros é engenheiro de base com relação a treinamentos de funcionários em todos os sentidos. Buscamos sempre o melhor atendimento do associado, que é o alvo principal da Acie”, comentou. Para ele, as mudanças já puderam ser percebidas na gestão de Marciano Fontana. “Queremos manter o trabalho para atender o planejamento estratégico feito há 10 anos, com a construção da sede própria e uma maior integração entre as entidades. “Quero fortalecer o trabalho da Parceiros Voluntários. E a Suinofest, agora nas mãos da Renata, queremos fazer com que o evento continue crescendo”, disse. A posse da nova diretoria da Acie está marcada para 8 de março de 2012.

Famílias rurais são beneficiadas com recursos para moradias Eliane A. Fachinetto

13 contratos foram assinados na quinta-feira (7) DIOGO FEDRIzzI

Eliane Kolchinski coordena a Uergs/Encantado De acordo com Eliane, o Conselho procurou a instituição e mostrou interesse em fortalecer a unidade sediada em Encantado. “Ficamos contentes porque é o período em que a Uergs está discutindo o plano de desenvolvimento institucional. Estamos projetando o período 2012 a 2016, quais os cursos, as linhas de pesquisa e de extensão, ou seja, onde pretendemos chegar. É a possibilidade para diagnosticarmos o que precisamos melhorar em termos de infraestrutura”, comentou Eliane. “É fundamental o apoio do Conselho. Foi formado um Grupo de Trabalho para pensar a infraestrutura da unidade, que vai nos possibilitar a dar continuidade a essas ações. Precisamos indicar qual o curso que Encantado vai oferecer e que a comunidade vai abraçar. Precisamos acertar

nesta escolha”. A professora revela dados positivos da Uergs em recentes avaliações do Ministério de Educação. Em 2010 foram avaliados 14 cursos no Brasil e 2.176 instituições. A Uergs ficou na posição 57. No Rio Grande do Sul, a Universidade Estadual conquistou a sétima colocação. “Apesar de todos os problemas, faço questão de ressaltar esses números. Muitas vezes, se divulga a falta de professores, de infraestrutura. Mas temos todo um trabalho que é desenvolvido pelas pessoas que estão na Universidade e que a colocam numa condição de destaque”, salientou. A Uergs Vale do Taquari, com sede em Encantado, conta com 81 alunos no Curso Superior de Tecnologia em Agroindústria, e cinco professores.

Encantado - 13 famílias rurais do município assinaram, na manhã de quinta-feira (8), o contrato com a Caixa Econômica Federal que garante recursos de R$ 268 mil para a construção de moradias. Os beneficiados residem nas localidades de Linha Alegre, Linha Azevedo, Barra do Coqueiro, São Luiz e Linha Argola. A solenidade aconteceu no Auditório Brasil, do Centro Administrativo Municipal e foi acompanhada por representantes da Caixa, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Encantado, da Cooperativa de Habitação da Agricultura Familiar e da Fetag/RS. “Estamos trabalhando desde o final de 2010 neste projeto. Algumas mudanças ocorreram, mas agora concluímos. São 13 contratos, é um momento importante para nós como entidade e para os beneficiados que

vão ter um recurso disponível para a compra do material de construção e conseguir realizar o sonho da casa própria”, afirmou o presidente do STR, Gilberto Zanatta. Para o gerente da Caixa, Marcos Mazutti, a assinatura do contrato tem um significado muito grande, pois colabora para manter as famílias no campo. “Desde que estou em Encantado são os primeiros contratos que faço no município”, revelou. “Este ano assinamos 31 documentos em Anta Gorda, Nova Bréscia e Relvado”. Segundo Mazutti, há uma demanda crescente entre os municípios da região. “O trabalho requer uma parceria muito grande entre STRs, prefeituras e Caixa. “Os sindicatos são fundamentais, eles conhecem a dificuldade do homem do campo, sabem selecionar e preparar a família para que consigamos fazer a conclusão do processo”, comentou.


8

Encantado

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

Centro fica com cara de feriado após implantação do rotativo Vivendo o tempo da Esperança Deus criou o mundo e, sobretudo a humanidade e disse: “Façamos o ser humano à nossa imagem e semelhança”(Gn 1,26), reconhecendo que todas as coisas criadas eram muito boas ninguém podia imaginar que o Criador estava preparando uma grande surpresa: experimentar, na pessoa do seu Filho, como é bom ser humano, viver a nossa vida. O Natal é a concretização desse sonho divino. O evangelista João o confirma, dizendo que “a Palavra se fez carne e veio morar entre nós” (Jo 1,14), e esse fato é a mais elevada expressão do amor que Deus tem pela humanidade: “Deus amou de tal forma o mundo, que entregou o seu Filho único”(Jo 3,16). Muito antes do nascimento de Jesus, reis e profetas, descobriram que Deus não podia caber dentro de templos e santuários. A sua grandeza e divindade não podiam ser contidas num espaço tão limitado. Mas então, aonde se situa sua morada? A novidade é surpreendente: no corpo de uma mulher chamada Maria. É no seio materno de Maria que Deus realiza o sonho de ser gente como nós. E é isto que alimentamos esperançosos no período do Advento e celebramos contentes e agradecidos no Natal: Jesus se tornou semelhante a nós e garantiu que, se alguém o ama do jeito que ele amou, essa pessoa se torna morada do Pai e do Filho (Jo 14,23) Advento não é expectativa, é esperança. A expectativa pode dispensar nossa colaboração, mas a esperança nos convoca a entrar na roda, pois a esperança bíblica e do Advento, se faz com mãos, pés, coração...Esta experiência certamente aconteceu com Maria, portadora da esperança da humanidade, corpo escolhido por Deus para que seu Filho realizasse seu sonho de ser nossa imagem e semelhança. Maria, não esperou acontecer; pelo contrário, soube fazer a hora. Ela é a maior expressão do Advento. Que o Advento, tempo de esperança, nos prepare através de gestos concretos para este grande momento que é a vinda do filho de Deus, Jesus. Que sejamos embalados pela alegria e o amor neste sublime tempo de espera. Pastoral da Comunicação Paróquia São Pedro - Encantado

Na média, 480 veículos pagaram o estacionamento na primeira semana de implantação do rotativo Fotos: Diogo Fedrizzi

DIOGO FEDRIzzI Encantado - A implantação do estacionamento pago no centro da cidade completa o quinto dia nesta sexta-feira (9). Conforme o responsável pela administração do rotativo, Adil Feraboli, de segunda a quartafeira, a utilização na área destinada para o estacionamento chegou a 1.400 veículos, média de 480 automóveis por dia. “Nossa avaliação é positiva. Claro, tem algumas exceções, pessoas que se acham no direito de ofender quem está trabalhando, mas já estamos tomando providências”, disse. Feraboli orienta os motoristas a se cadastrarem e comprarem créditos de forma antecipada. “Com isso, não precisa ficar esperando o operador na rua. Ele paga o valor que achar necessário e, todos os dias, irá receber por email a movimentação que teve e o saldo disponível. Semelhante

Poucos carros estavam estacionados na Júlio de Castilhos às 14h de quinta-feira (08) ao celular de cartão”, explicou. O sistema funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30min às 17h, e aos sábados das 9h às 12h, sem tolerância de tempo. Os usuários podem obter mais informações no telefone 3751-1047 ou no

site ameencantado.com.br. Para 30 minutos estacionado, o valor é de R$ 0,75 e para uma hora, R$ 1,25. “Nos próximos dias vamos disponibilizar o boleto para impressão no site. Com isso, as pessoas poderão pagar em qualquer casa lotérica”.

“Motoristas de outros municípios estão satisfeitos” A operadora Geisibel Botassoli, de 17 anos, conta que os motoristas ainda estão se adaptando ao novo sistema. “Antes, eles reclamavam que não havia vagas, agora reclamam porque tem que pagar”, afirmou. “As pessoas que vêm de outros municípios ficaram mais satisfeitas”. Para o motorista Ricardo Straub, 32 anos, o rotativo pago está aprovado. “Antes, para ir ao banco, você andava toda a Júlio de Castilhos e não conseguia vaga. Agora é mais confortável e tranquilo”, disse, enquanto buscava informações com a atendente. Ricardo pagou R$ 1,25 por uma hora enquanto realizava seus compromissos pelo centro da cidade.

Mário Quintana realiza Comemoração Natalina Ex-governador Olívio Dutra em Encantado Encantado - O diretório municipal do PT reúne os filiados no próximo dia 17 de dezembro, para uma reunião-almoço. O palestrante será o exgovernador Olívio Dutra. O tema serão informações a respeito do comportamento da sigla nas eleições de 2012. O local do encontro ainda não está definido.

Divulgação

Encantado - O Colégio Cenecista Mário Quintana realizou na quarta-feira (7), no Auditório Itália do Centro Administrativo Municipal, a Comemoração Natalina 2011. Entre as atrações estiveram a peça teatral ‘O Sonho de Natal’, encenada pelos alunos da Educação Infantil, com a participação dos estudantes do 1º ao 5º ano, e a apresentação da Orquestra de Imigrante.


Geral

Novo presidente da Amvat quer “desenvolvimento harmonioso” do Vale do Taquari

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

9

Delegadas pedem apoio para equiparação salarial

Prefeito de Taquari assumiu a Associação em eleição que aconteceu no município de Dois Lajeados. Posse de Ivo dos Santos Lautert está marcada para o dia 14 de dezembro Fotos: Caroline Rodrigues

Márcia Scherer e Elizabete Barreto Müller

Prefeito Sérgio Marasca, de Westfália, repassa o cargo para Ivo Lautert, de Taquari DIOGO FEDRIzzI Dois lajeados - O prefeito de Taquari, Ivo dos Santos Lautert (PDT), é o novo presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat). Ele substitui Sérgio Marasca (PT), chefe do Executivo de Westfália. A escolha aconteceu na sexta-feira (2), na última assembleia do ano da entidade, realizada em Dois Lajeados. Lautert prometeu dar seguimento ao modelo de gestão ado-

tado pelos outros presidentes nos últimos anos. “A Associação vem mantendo uma filosofia que procura agregar o grupo de prefeitos, sem fazer distinção partidária, com cada um procurando trabalhar pela sua comunidade, juntando esforços para que o Vale do Taquari se desenvolva harmoniosamente e que todos os pontos da região sejam atendidos pelas suas reivindicações”, comentou. “Não fizemos distinção partidária, tanto que na composição da diretoria

procuramos privilegiar muitos prefeitos que até então não tinha participado. Ficamos com alguns companheiros que já estavam, estrategicamente, para nos dar um suporte. Os outros cargos procuramos distribuir pelo Vale, para que possamos atender toda a região de forma coesa”. A posse está marcada para o dia 14 de dezembro na sede da Amvat, em Estrela, quando também será inaugurada a galeria dos ex-presidentes.

Outro assunto em pauta foi o realinhamento salarial pleiteado pelos delegados de Polícia. Uma representação da região participou do encontro e o pleito da categoria foi apresentado pelas delegadas Márcia Scherer e Elisabete Barreto Müller. Elas explicaram que lei de 1992 concedeu isonomia com as demais carreiras políticas, mas que os últimos governos tiraram este direito dos delegados. O objetivo é buscar a equiparação com os procuradores do Estado. Hoje um delegado, em início de carreira, possui salário bruto de R$ 7 mil, enquanto os procuradores recebem R$ 17 mil. Conforme Márcia Scherer, se a situação continuar os municípios não

terão mais delegados com a qualidade dos que hoje atuam. A Amvat apoiou moção de apoio ao movimento, a ser encaminhada ao governador do Estado e deputados estaduais, uma vez que o Executivo deve encaminhar projeto à Assembleia Legislativa para que ocorra a recomposição salarial. “O que estamos reivindicando não é apenas salário. É dignidade, valorização e respeito à nossa carreira”, enfatizou a delegada Elisabete. Márcia Scherer salientou, ainda, que representantes da categoria têm conversado com o governo, ao qual foi encaminhada proposta para a recomposição em três anos, até atingir o vencimento dos procuradores.

Marasca destaca realização de grandes debates O prefeito de Westfália, Sérgio Marasca, entrega o cargo satisfeito com o trabalho realizado. “Houve uma grande integração entre os prefeitos do Vale. A região ficou acima dos interesses municipais e partidários”, disse. Marasca ressaltou a realização de grandes debates, com a participação de autoridades federais e estaduais. “Pessoas de representatividade participaram de nossas reuniões. Recebemos o presidente do INSS, além de vários secretários estaduais. Com isso, quem ganha é o Vale”, enfatizou. Marasca lembrou ainda o envolvimento da Amvat com as mobilizações para a duplicação

da BR 386, a instalação de uma universidade federal, a estruturação do turismo e com a busca de recursos em nível federal e estadual, principalmente, na educação, saúde, agricultura e desenvolvimento geral do Vale. “Estivemos atentos também à iniciativa de duplicação da RS 130, de Encantado a Cruzeiro do Sul. É uma necessidade. Temos certeza que com a mobilização das comunidades e lideranças, não só políticas e empresariais, nós vamos ter essa duplicação. E espero que seja a curto prazo. Cada vez é maior o número de carros e de transporte de cargas”, argumentou.

ESTÁGIO JORNALISMO Rádio Encantado AM e Jornal Opinião Estudantes do curso de Jornalismo (4º semestre) enviem currículo para comercial@opiniaojornal.com.br

NOVA DIRETORIA AMVAT 2012 PRESIDENTE: Ivo Lautert (PDT), Taquari VICE-PRESIDENTE: Valnei Cover (PDT), Dois Lajeados 2º VICE-PRESIDENTE: Vanderlei Moresco (PMDB), Anta Gorda 1º SECRETáRIO: Osmar Baldissareli (PMDB), Ilópolis 2º SECRETáRIO: Waldemar Richter (PP), Forquetinha 1º TESOuREIRO: Celso Brönstrup (PPS), Estrela 2º TESOuREIRO: Tarso Bastiani (PSDB), Muçum CONSElhO FISCAl Edegar Cerbaro (PP), Progresso César Beneduzzi (PDT), Capitão Diógenes Laste (PP), Nova Bréscia Amilton Fontana (PMDB), Roca Sales Rudimar Muller (PT), Cruzeiro do Sul José Luiz Cenci (PP), Fazenda Vilanova


10

Jornal Opinião Encantado, 09 dezembro de 2011

Câmara de Vereadores

Só falta explodir!! Jonas e Cláudio travam mais uma batalha e antecipam ano eleitoral mais do que quente em Encantado

Fotos: Diogo Fedrizzi

DIOGO FEDRIzzI

Encantado - À medida que se aproxima o final de ano, o ambiente na Câmara de Vereadores dá mostras daquilo que se transformará o cenário político em Encantado em 2012, quando ocorrem as eleições municipais. Mais uma vez, no encontro de segunda-feira (5), os O alvo de Cláudio foi Jonas. O peemedebista voltou a fazer referência às declarações do petebista na reunião anterior. Jonas, ao condenar a postura da oposição em derrubar o veto do prefeito à lei de insalubridade e periculosidade, disse que os adversários usavam o povo carente da cidade como marionete. Agora, na tribuna, Cláudio ficou inconformado e rebateu com veemência. “O meu eleitor não é marionete, ele não pode ser manipulado, ele merece respeito. Ele é pobre, sim, mas tem personalidade. Eu jamais chamei um deles de marionete por terem votado no senhor (Jonas). Eu sei o porquê estou aqui, eu sei de onde vim, eu sei quem sou. Não faça isso com a minha gente”, desabafou Cláudio. “Esse pensamento explica o porquê a gente vê o vereador Jonas somente em época de eleição

no Bairro Navegantes e em todos os bairros da cidade. Porque ele pensa que aquele povo é massa de manobra, que não tem personalidade, que pode ser manipulado. Daqui a 10 meses, o senhor vai lá, pois estará preocupado com a eleição, e vai dizer que é um povo inteligente, que precisa de ajuda”. Cláudio lembrou também o resultado das últimas eleições, quando concorreu pela primeira vez a vereador em 2000 e conquistou 230 votos. “Perdemos a eleição e, humildemente, reconhecemos o resultado nas urnas. E quando o meu prefeito perdeu, não chamei ninguém de sem personalidade, de massa de manobra. Eu respeitei a decisão de todos”, falou, ao mesmo tempo em que fez um desafio para o colega petebista: “Eu duvido que o senhor tem colhão para dizer que o Conse-

parlamentares de situação e oposição trocaram provocações na tribuna. Cláudio Roberto da Silva (PMDB) e Jonas Calvi (PTB) protagonizaram os discursos mais fortes. Ivanor Daltoé (PP) e Everaldo Delazeri (PDT) também se envolveram. lho Pró-Desenvolvimento serve de massa de manobra de alguém. Duvido, porque eles têm dinheiro. Agora, para a minha negadinha (sic) lá embaixo, para o pessoal humilde, todo mundo acha que tem direito de chamar de massa de manobra, de ignorante, de pessoas sem personalidade. Comigo, não!”. Teatro Jonas Calvi rebateu a fala de Cláudio dizendo que o peemedebista, por exercer a profissão de advogado, e atuar em júris populares, é especialista em fazer teatro. “Quero cumprimentá-lo pelo teatro e pela distorção que o senhor faz”, disse. Segundo Jonas, em nenhum momento do debate, ele se referiu a pessoas de algum bairro. “Nunca falei isso, o senhor é que está tendo esta interpretação. Tenho muitos amigos

no Bairro Navegantes que vou visitá-los. As pessoas me conhecem”, acrescentou. O vereador da situação aproveitou para cutucar o peemedebista sobre o período em que Cláudio esteve na presidência do Legislativo. “Agora, respeito com o povo, independente do bairro que seja, são os gastos desta Câmara. Gastar 80 quilos de açúcar, gastar mais de 7%, isso não é desrespeito com o dinheiro público?”, perguntou. E ironizou: “Eu lhe cumprimento porque todas as vezes que a gente questiona, debate, traz argumento, o senhor sai pelo lado emocional, pelo lado das pessoas carentes, isso reflete uma pessoa que não tem argumento para contrapor. O senhor vai sempre querer me colocar de coitadinho com as pessoas do Bairro Navegantes, mas não estou preocupado com isso”.

Cláudio coloca áudio com a fala de Jonas. Petebista diz que é palhaçada Um dos momentos de maior tensão foi quando Cláudio pediu para reproduzir um trecho da fala de Jonas, na tribuna, durante a sessão anterior. Confira o diálogo acalorado, que teve ainda a intervenção do presidente Valdecir Gonzatti: Jonas - Eu não acredito que o senhor vai fazer esta palhaçada! Cláudio – Me respeita. Jonas - Eu não acredito que a Mesa vai se sujeitar a passar... está na internet, todo mundo tem acesso.. Cláudio – O senhor falou, banca... Jonas - Eu não acredito, presidente, que vão fazer isso... Presidente Valdecir Gonzatti – Jonas, o Cláudio está dentro do tempo dele, espero que não seja longo... Cláudio – 8 segundos... Presidente Valdecir – Assim como foi aberta uma exceção, a gente abre... Jonas – Aberta exceção pra quê? É de costume mesmo fazer essas palhaçadas... Cláudio – Tu tá com medo do quê meu querido, tu não

falou? Nesse momento, é reproduzido um trecho da fala de Jonas, mas problemas no áudio impedem a gravação de continuar.... Cláudio – O senhor disse assim ‘usando o povo carente da cidade como marionete’... Jonas - As pessoas que estavam aqui e estavam sendo usadas... Todas elas são do Navegantes? Carente para mim não é questão financeira. Tem muita gente rica que é muito mais carente que os meus amigos do Navegantes... Cláudio – No meio do pronunciamento, o senhor disse ‘Usando pessoas carentes da cidade como marionete em época de eleição’. Tá gravado, o senhor nega? Eu sei o que o senhor disse. Só precisa ter coragem para assumir. Jonas- O senhor tem coragem para assumir que o senhor disse que ia sair do cargo? Cláudio – O senhor chamou as pessoas carentes do município, que votaram em nós, de marionete... Jonas – Não, que votaram em vocês, não. Cláudio – Em mim... Jonas – Não senhor...

Cláudio – Vou fazer constar em ata e, na próxima sessão, tenho gravado na minha sala.. Não avisei antes o sistema de som porque não pensei que o senhor fosse negar.. Jonas – Não estou negando, eu estou discordando da forma como o senhor está falando que afirmei. Só por isso. Está gravado.. Cláudio – Se está gravado, o senhor disse, ‘Usando as pessoas carentes como massa de manobra’. Quanto ao resto, desconheço totalmente o teor da outras acusações do senhor.... Jonas – Aquelas que estão no site do Tribunal de Contas, o senhor desconhece? Cláudio – Desconheço. Quando,na hora certa, se tivermos que nos manifestar, vamos nos manifestar... Eu não fui notificado de nada. Enquanto o atual prefeito responde por improbidade administrativa da Casa do Artesão na Vara Federal de Lajeado. Jonas – E que o senhor disse que iria trazer o processo e não trouxe... Cláudio – Vou trazer o número do processo e a gravação na semana que vem...


Câmara de Vereadores Everaldo lembra projetos polêmicos que tiveram apoio da oposição Fotos: Diogo Fedrizzi

Depois de não participar da sessão anterior, Everaldo ocupou a tribuna e rebateu as críticas de Jonas Everaldo Delazeri (PDT), que não esteve na sessão da semana anterior, defendeu-se dos ataques de Jonas Calvi. O vereador de situação disse que Everaldo usava dois pesos e duas medidas ao concordar com a derrubada do veto do prefeito, ao contrário do que havia proposto em 2008 quando elaborou um anteprojeto sobre insalubridade. Para Everaldo, Jonas distorceu a situação. “Em 2009, quando fui presidente da Câmara, logo procurei o secretário Luciano Moresco e pedi para que a administração fizesse o projeto de insalubridade para os funcionários. E se precisasse de dinheiro, pegaríamos parte do orçamento da Câmara. O projeto chegou à Câmara e fizemos algumas emendas”, comentou. “Eu poderia ter usado todas as manifestações para jogar confete em mim mesmo, mas não é minha

postura. O que precisávamos era de uma discussão honesta e transparente para que o servidor pudesse ser amparado por uma lei. E por eu não dar a resposta, passou a impressão que eu não queria tocar no assunto. E que bom que o Jonas tocou no assunto e ressaltou que eu desenvolvi o projeto em 2008”. Everaldo também questionou a competência da empresa contratada para fazer os laudos. Segundo ele, a empresa prometeu visitar as creches, por exemplo, e não visitou. “A administração fez o projeto, mandou para a Câmara, fizemos as emendas, o prefeito vetou, derrubamos o veto, e os peritos ainda não haviam passado nos estabelecimentos de ensino para dizer se aquelas pessoas tinham ou não condições de serem abrangidas pela insalubridade. Como eu, vereador, vou me sentir satisfeito com uma resposta des-

sas?”. O parlamentar lembrou outros projetos polêmicos aprovados pelo Legislativo encantadense e que, segundo o pedetista, não causaram a mesma revolta no governo. “Quando aprovamos um projeto para beneficiar uma empresa com R$ 1,5 milhão, que prometeu colocar um laboratório, e não colocou, aí não somos irresponsáveis, não somos massa de manobra. Naquela época não fomos criticados. Isso sim são dois pesos e duas medidas, isso sim é jogo político. Quando para mim serve, está certo. Quando não serve está errado. Será que fizemos teatro quando aprovamos a venda do patrimônio público do município? Quando nós aprovamos R$ 15 mil por mês para uma empresa que veio de Roca Sales prometendo 100 novos empregos, foi jogo político?, cobrou.

Arno sugere construção de pórtico na entrada da cidade Arno Bagatini (PP) encaminhou um pedido ao Executivo para que construa um pórtico na entrada da cidade. O parlamentar citou exemplos de municípios menores da região que investiram no embelezamento do acesso urbano. “Olhem Nova Bréscia e Arroio do Meio, cidades menores que possuem uma entrada bonita”, comentou. “Encantado precisa melhorar o seu acesso, é muito feio, está uma vergonha”. Arno também solicitou a recuperação do calçamento da Rua Liberato Salzano Vieira da Cunha, no Bairro Planalto.

Jornal Opinião Encantado, 09 de novembro de 2011

11

Ivanor critica Cláudio por chamar prefeito de ‘terneiro desmamado e máfia’ Ivanor Daltoé (PP) mostrou-se desanimado com a realidade política de Encantado e reforçou a vontade de abandonar a vida pública. Segundo ele, boa parcela da população não tem partido e só pensa no desenvolvimento do município, ao contrário de alguns políticos. “Tem muita gente que só pensa em eleição, não pensa no desenvolvimento e no cidadão. Uma boa parcela da população nem partido tem, e não se importa, só quer ver a união e o crescimento do município. E assim penso eu, não importa quem está no comando”, disse. Ivanor comunicou ainda a conquista de R$ 250 mil, através de emenda do deputado federal Jerônimo Göergen, para a continuidade do asfalto na Lagoa da Garibaldi.

“Não chuto pessoa humilde”, diz Cláudio Ivanor também criticou Cláudio Roberto da Silva por ter chamado o prefeito Paulo Costi de terneiro desmamado e dizer que a atual administração é uma máfia. “E agora o senhor vem, grita, bate, fala alto e cobra respeito. Se chamar uma autoridade de terneiro desmamado não é falta de respeito, não sei o que é?”, cobrou Ivanor. Claudio reconhece que por vezes se excede. “Sou assim mesmo, chamei sim, e se faltei com respeito já peço desculpas de imediato. Mas tenho coragem de faltar com respeito com gente que pode se defender, que tem quatro vereadores aqui que podem lhe ajudar a se defender. Mas não chuto pessoa humilde”.

Ivanor reafirmou que vai abandonar a vida política

Cassação do prefeito Jonas Calvi pediu uma trégua à oposição sobre as manifestações de que o prefeito Paulo Costi será cassado. “Nunca vi, na história de Encantado, um prefeito que foi cassado tantas vezes que nem o Paulo Costi. As pessoas não aguentam mais ouvir isso. O município precisa crescer, chega de tanta bobagem. Deixem cassar o homem primeiro, para depois vir aqui

dizer. É uma realidade que não existe. Cassem primeiro, depois podem soltar foguetes”, provocou. Everaldo Delazeri (PDT) emendou: “Acompanho a política há um bom tempo e, efetivamente, a única vez em que vi um pedido de cassação ao atual prefeito foi através do secretário Marino (Marino Deves), que hoje é secretário de Saúde dele”.

Cinco projetos aprovados Antes dos debates acalorados, os vereadores aprovaram cinco projetos. Uma das matérias libera R$ 323 mil para o pagamento da folha de dezembro aos funcionários que atuam na educação das crianças. Outro texto dá incentivos à empresa Enilda Teresinha de Moura, através de horas-máquina. Também foram aprovados R$ 3 mil para a confecção de uma revista sobre os 10 Anos do Fundo de Previdência Social dos Servidores Públicos Efetivos do Município, R$ 150 mil para o atendimento à saúde e R$ 5 mil para a Liga Feminina de Combate ao Câncer. Arno pede melhorias no acesso à cidade de Encantado


12

Especial

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

FESTA hISTÓRICA PARA O CENTENáRIO JOANIN REPORTAGEM: DIOGO FEDRIzzI * FOTOS: JUREMIR VERSETTI

ENCANTADO - Familiares e amigos acompanharam no sábado (3) as comemorações do centenário de João Francisco Pretto, o Joanin. A festa aconteceu na Comunidade São Carlos, no Bairro Jacarezinho, e contou com a presença do bispo Dom Paulo de Conto que celebrou a Missa. “Joanin é inteligente, muito capaz e por tudo isso estamos louvando a Deus pelos seus 100 anos”, disse o religioso. Dom Paulo, que é sobrinho de Joanin, lembrou a trajetória de Giovani Batista Pretto, oriundo do município italiano de Valdástico, um dos pioneiros a adquirir terras no Bairro Jacarezinho a partir de 1888. “Ele trouxe a esposa e os filhos direto para cá”, contou, ao mesmo tempo em que lembrou os outros precursores da família Pretto em Encantado. Para Dom Paulo, os 100 do ‘Tio Joanin’, como ele mesmo chamou durante a celebração, são uma benção. “A vida é sempre bonita, embora, muitas vezes, difícil, com muitas cruzes, mas sempre é renovada”, falou. O bispo destacou que um dos segredos para a longevidade de Joanin foi a fé. “A fé projeta para longe a vida, nossos antepassados, que vieram da Itália, vieram rezando. Rezavam muito. Tinham entre si um grande respeito, uma grande amizade. Nenhuma família se desentendia com a outra, todas somavam o espírito de amor, de fé, todos abraçavam a religião”, disse enquanto fazia um agradecimento especial pelos exemplos do aniversariante. “Tio, como é importante dizer muito obrigado pela vida, obrigado pelo seu nascimento, pela sua existência, pelos filhos, genros, noras, netos, bisnetos. Sua marca foi muito importante aqui no nosso Jacarezinho: família, trabalho, fé, oração, futebol, clube, comunidade. Quantas vezes o tio liderando, animando, fortalecendo. Muitos de nós vimos e sentimos o exemplo de quem foi fruto do amor de Deus”. Conforme Dom Paulo, o segredo da longevidade reflete um coração bonito, de paz, cheio de

perdão, de amor. “Não estamos aqui só para louvar a Deus pelos 100 anos, não só para cumprimentar o Tio Joanin, mas para sentirmos dentro de nós a importância e a responsabilidade de termos a marca de Deus, da fé, de viver o amor, o perdão, a paz, a harmonia, e de nos encaixarmos no verdadeiro espírito de caridade”, acrescentou, reforçando que a saúde se forma em três dimensões: física, espiritual e psicológica. Em outro momento de sua manifestação, Dom Paulo recordou o período em que era seminarista e, em cada momento de

folga das aulas, visitava o Tio Joanin. “E o tio foi grande no dia que me tornei padre. Coordenou toda a festa da ordenação. E, agora, como bispo, sempre me deu apoio, carinho, força. Não me recordo que em Jacarezinho alguém tivesse alcançado esta idade, marcada por esta vida tão bonita, de amor a Deus e de amor ao próximo”, finalizou.

Acima, o aniversariante sopra a vela dos 100 anos. Ao lado, o sobrinho Dom Paulo com o Tio Joanin


Especial

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

13

Familiares e amigos destacam exemplo de vida do aniversariante Bisnetos Após a Missa, diversas homenagens foram feitas ao aniversariante centenário. Os bisnetos entregaram presentes a Joanin. “Bisavô João, no jardim de suas atividades, você semeou vida, encanto, solidariedade e muita felicidade, agora o senhor colhe frutos de amor, paz e alegria”, disse uma das crianças.

Jaime e Maria Inês falaram em nome dos filhos

Filhos

Os bisnetos entregaram mimos a Joanin

Convivência

que vieram residir aqui até os dias de hoje”, falou. O professor Sérgio Agostini Agostini também ressaltou a falou em nome dos moradores do preocupação de Joanin com a Bairro Jacarezinho e destacou o educação dos filhos e lembrou as envolvimento de Joanin com a co‘pegadinhas’ e frases marcantes munidade. “O cidadão João Franno período em que foi açougueiro, cisco Pretto, o nosso Joanin, é o Sérgio Agostini entre elas, ‘Se a carne for macia, é único que consegue este feito de pela mão do açougueiro. Se for chegar ao centenário. Nenhuma senhora, nenhum dura, a culpa é da vaca’. Conforme o professor, a senhor. Só o Joanin. E vai bater esta marca por vida de Joanin é um exemplo para a comunidade. muito tempo. Ele teve o privilégio de conhecer “Nós nos orgulhamos dos feitos e da sua bela camitodas as famílias que instalaram no Jacarezinho: nhada. Obrigado por tudo Seu Joanin”. Pretto, De Conto, Bonfanti, Pezzini, Luzzi e todas

Amigos e parentes de diversas cidades, Caxias do Sul, Porto Alegre, São Miguel, São Paulo, São Sebastião do Caí, Esteio, Praia do Quintão, Esteio, Estrela, Lajeado, Curitiba, também participaram. “Agradecemos, em especial, ao povo de Jacarezinho, que sempre nos acolheu, sempre tivemos esta convivên-

cia saudável entre a família Pretto e a comunidade”, disse o filho Jaime Pretto. A esposa de Joanin, Rita, também foi lembrada pelos filhos. “A mãe partiu cedo demais, sentimos sua falta. Em nossos pensamentos podemos vê-la nos dando força e coragem para lutar por nossos sonhos”, contou a filha Maria Inês.

Antonio Alberto Lucca, do Grupo Encantado de Comunicação, ex-senador Neuto de Conto e deputado Edgar Pretto

Confraternização lotou o Ginásio da Comunidade São Carlos

Familiares de Joanin vieram de vários lugares

Filhos, genros e noras de Joanin

Ex-senador Neuto de Conto com o tio Joanin


14

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

Encantado

Município reconquista área avaliada em R$ 7 milhões Prefeito e vice estiveram em Brasília na quinta-feira (8) para assinatura do documento. Solenidade contou com a presença da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. Ilkens Souza

Encantado – O prefeito Paulo Costi e o vice José Calvi participaram hoje (8) em Brasília da solenidade de assinatura de entrega de doação de imóveis e terrenos da União ao município. A solenidade foi realizada no Ministério do Planejamento, com a presença da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. Encantado recebeu, em doação, uma área de 68.120,77 metros quadrados, avaliada em aproximadamente R$ 7 milhões – valores calculados pela média de mercado – no Bairro São José, às margens da ERS 332. Calvi comemora a conquista e anuncia que de posse da área, a Administração Municipal viabilizará a partir de agora a implantação de novas indústrias e uma incubadora tecnológica. Ele agradece o empenho da equipe da prefeitura e do ex-senador Sérgio Zambiasi e seu então asses-

sor e hoje deputado estadual Ronaldo Santini (PTB), deputado federal Ronaldo Nogueira (PTB/RS) e do secretário estadual de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Busatto, que têm acompanhado o processo desde o início. luta antiga Há mais de 50 anos, o município havia doado uma área de aproximadamente 500 mil metros quadrados para a União, que foi utilizada durante algum tempo pelo Ministério da Agricultura. Diversas tentativas foram feitas pelas administrações municipais para reaver esta área que estava inativa. Calvi salienta que em março de 2009, a atual Administração Municipal iniciou intenso trabalho de mapeamento e zoneamento, elaboração de projetos e articulações políticas para reassumir a posse

em definitivo da área. Em janeiro de 2011, o município obteve a cessão, sob regime de concessão de direito real de uso, gratuita, de 34.850,51 metros quadrados, que representa uma fração da área total. Este espaço será utilizado pelo município para, no futuro, abrigar 102 lotes para construção de casas. “Essa conquista sinaliza que nosso trabalho está no caminho certo e esperamos em breve obter a totalidade da área para que possamos alavancar o desenvolvimento do município”, avalia Costi. O prefeito afirma

Deputado federal Ronaldo Nogueiro, José Calvi, prefeito Paulo Costi, ministra Miriam e deputado estadual Ronaldo Santini, em Brasília ainda que os trabalhos continuam visando o recebimento, em doação, do restante da área.


Geral GRUPO ENCANTADO DE COMUNICAçãO transmite ao vivo conquista do Corinthians em São Paulo Equipes de esportes esteve no Pacaembu e narrou o jogo em cadeia pelas Rádios Encantado AM e Energia Pop FM Dilamar dos Passos

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

15

Daniel Burghardt recebe prêmio de Melhor Ator lajeado - O ator e professor Daniel Burghardt, de Encantado, conquista o prêmio de Melhor Ator do Projeto Portal Cultura do Sesc. A premiação foi entregue na noite de quarta-feira (7), no Sesc em Lajeado. Burghardt recebeu o prêmio pela atuação nas peças Quem Pensa Não Casa, do Grupo Tira o Dedo do Pudim, e Conversando com os Livros, do Grupo Artes & Sonhos. A distinção é uma homenagem aos grupos de teatro amador que apresentaram seus espetáculos teatrais no seu palco, no período de abril a novembro de 2011. Os grupos de Lajeado, Encantado, Estrela, Arroio do Meio e Nova Bréscia tiveram seus trabalhos apreciados por uma comissão avaliadora e público nos espetáculos em nove categorias: direção, melhor espetáculo, ator e atriz principal, ator e atriz coadjuvante, cenário e figurino. Burghardt é professor e ator de teatro

Parceiros Voluntários homenageia empresas São Paulo - O Grupo Encantado de Comunicação esteve no Estádio Pacaembu, no último domingo (4), e acompanhou o jogo decisivo entre Corinthians e Palmeiras. O resultado de 0x0 confirmou o título ao time comandado pelo técnico Tite. Os repórteres Dilamar dos Passos e Alexandre dos Santos estiveram ao lado do narrador Valmir Feil na narração da

partida, que foi transmitida em cadeia pelas Rádios Encantado AM e Energia Pop FM. A foto registra o momento em que os jogadores fazem um minuto de silêncio, antes do apito inicial, em homenagem ao ex-jogador Sócrates, ídolo da torcida corinthiana. O braço erguido com o punho cerrado lembra o jeito que Sócrates comemorava os gols.

Encantado – O último Jantar Empresarial do ano, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Encantado (Aci-e), esteve voltado para as causas sociais. O evento, realizado terça-feira (6), no Clube Comercial, reuniu empresários e representantes de entidades que participam de tra-

balhos voluntários organizados na comunidade. A palestra integrou a programação da 2ª Semana Municipal do Voluntariado, promovida pela Unidade Parceiros Voluntários (UPV) Encantado e a Administração Municipal, e que se estende até este domingo.


16

Jornal Opinião Encantado, 09 de dezembro de 2011

Especial Nesta edição, A reportagem apresenta a obra de 1.200 metros quadrados que está sendo erguida nas proximidades do trevo peteba em encantado. CONSTRUÇÃO EXIGIU INVESTIMENTO DE r$ 150 MIL

Pavilhão comercial próximo à RS 129

JOILSON PEREIRA Às margens da RS 129, dentro do perímetro urbano de Encantado, na Avenida Antônio de Conto, nas proximidades do trevo do Peteba, está acontecendo uma obra de 1.200 metros quadrados destinada a abrigar salas comerciais. O espaço, de propriedade de Fernando Radaelli, está dividido em quatro pavilhões, que serão destinados ao aluguel de espaços comerciais. Radaelli explica que o interior destes pavilhões é aberto para possibilitar a escolha do espaço a ser alugado. “Se o cliente quiser alugar apenas 100 metros quadrados , ou 200, 300, eu posso dividir internamente, de acordo com a demanda”, explica. Este tipo de empreendimento

não é o primeiro que o empresário realiza. Ele acredita que o investimento é muito bom, pois é uma segurança a médio e longo prazo. Radaelli conta que já tem outros pavilhões locados e afirma que este pavilhão em particular já tem contrato de locação pronto, para a instalação de um comércio que ocupará cerca de 600 metros quadrados, e que está esperando apenas a conclusão da obra para se instalar. As obras iniciaram-se no mês de setembro deste ano, sob supervisão do engenheiro Fábio Scaravonatti, e a previsão é de que os trabalhos estejam concluídos no mês de fevereiro de 2012. A construção exigiu um investimento de R$ 150 mil e foi erguida com recursos próprios.

Fotos: Diogo Fedrizzi

Obra de 1.200 metros quadrados vai abrigar salas comerciais

Trabalho começou em setembro deste ano e deve ser concluído em fevereiro de 2012


Encantado, 09 de dezembro de 2011 Juremir Versetti

FESTA hISTÓRICA PARA JOANIN Ginásio da comunidade São Carlos, do Bairro Jacarezinho, lotou no último sábado (3) para homenagear os 100 anos de João Francisco Pretto. Familiares e amigos oriundos de diversas cidades participaram dos festejos PáGINAS 12 E 13

Jornal Opiniao 09 de dezembro de 2011  

Edição do Jornal Opinião, de 09 de dezembro de 2011. Veículo do Grupo Encantado de Comunicação, Encantado/RS.