Page 1

NOVO COMANDANTE

NA BR IGA DA DE EN CA NTAD O Capitão Abreu assume lugar de Ricardo Machado da Silva e considera uma das prioridades a instalação das câmeras de segurança no centro da cidade. Página 21

ROCA SALES Prefeitura realiza melhorias no trânsito Página 16

VANDERSON DOS SANTOS

série

Superação

O Mudinho leva a vida numa boa

Arquivo pessoal

BASQUETE Jogos com cadeirantes em Roca Sales Página 26

Páginas 10 e 11

SICREDI 10 mil associados participam das assembleias Página 7

NOVA SÉRIE

Belvedere da Santinha do Perau página 15

AMADOR DE NOVA BRÉSCIA Canarinho goleia na estreia Página 22 FUTSAL FEMININO Westfália leva o título em Encantado Página 23

PALESTRA Cardiologista Lucchese confirmado para o dia 5 de abril em Encantado Página 5 SUINOFEST Pastel de carne suína é uma das novidades do cardápio Página 13

ESPORTES

ENCANTADO Definido auxílio financeiro aos universitários Página 2

REGIÃO Número de turistas aumenta no Vale do Taquari Página 6

VEREADORES Audiência do pedágio repercute na Câmara Página 9

Jovens de Encantado se reúnem no domingo Página 8


GERAL

A coluna de Milton Fernando retorna no final do mês. O colunista está em férias

5

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

Liga traz Lucchese no dia 5 de abril

Divulgação

Divulgação

Equipe Quatrum: Cintia, Sabrina, Suzana e Karine

Escola de Inglês Quatrum completa oito anos em Encantado Cardiologista já fez mais de 30 mil procedimentos cirúrgicos Encantado - O cardiologista Fernando Lucchese é o convidado especial da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Encantado para o jantar em homenagem à mulher. O médico fará palestra no dia 5 de abril no Clube Comercial às 20h. Os convites já estão à venda no valor de R$ 27 e podem ser adquiridos com as conselheiras da Liga. O Doutor Lucchese é um médico com atuação em tempo integral. Com 40 anos de medicina, fez mais de 30 mil procedimentos cirúrgicos realizados. Formou-se em medicina na Faculdade de Medicina da UFRGS em 1970 com 22 anos de idade. A rotina de vida consiste em cirurgias pela manhã e consultório à tarde. Atualmente, dirige o Hospital São Francisco de Cardiologia, um dos hospitais da Santa Casa de Porto Alegre. Como professor fez carreira na Fundação Federal de Ciências Médicas, antiga Faculdade Católica e atual Universidade Federal de Ciências da Saúde, em Porto Alegre. Apaixonado por literatura, é autor de vários livros que abordam o tema saúde de fácil compreensão, entre eles, Pílulas

para Viver Melhor, com mais de 200 mil exemplares vendidos. No total, escreveu mais de 14 obras, com mais de 1,5 milhões de exemplares.

Experiência

Um dos livros mais vendidos de Lucchese

Paraná e Rio de Janeiro buscam informações sobre o Turisvales Encantado - Na noite da sexta-feira (15), o coordenador do Salão de Turismo dos Vales – Turisvales – , Rafael Fontana, participou da Assembleia Geral da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), em Encantado. Na oportunidade, falou da importância da realização deste evento que será referência no interior do Estado. “Temos recebido contato de pessoas do Paraná e do Rio de Janeiro, que já estão se programando para participar”, enfatizou. Fontana alertou para a oportunidade de as regiões mostrarem o potencial turístico. “Nosso momento é agora. Se quisermos dar um salto de qualidade devemos aproveitar o Turisvales. Não teremos outra oportunidade de nos mostrarmos para tantas pessoas especializadas neste setor. Os Vales estarão em evidência”, afirmou, lembrando que o objetivo é atrair

Há 30 anos no mercado e há oito em Encantado, a escola de inglês Quatrum oferece cursos para todas as faixas etárias, desde crianças de quatro anos até adultos. A metodologia de ensino usa o conceito ‘vivendo e aprendendo’ (living and learning) e faz com que o aluno interaja com situações reais do dia a dia como, por exemplo, cozinhar. A Quatrum de Encantado é comandada pelas professoras Cintia Signori e Karine Devitte, e conta com apoio da professora Sabrini Bosini e da consultora em atendimento, Susana Bernardon.

três mil agências e sete mil visitantes.

O Turisvales O 1º Salão de Turismo dos Vales – Turisvales –ocorre nos dias 15, 16 e 17 de agosto de 2013, no Parque do Imigrante, em Lajeado. O Salão de Turismo dos Vales – Explore Novos Caminhos – terá Feira de Rotas e Roteiros Turísticos; Exposição de Equipamentos e Serviços para Hotéis e Restaurantes; Atividades Técnicas e Rodas de Negócios; Festival de Cultura; Gastronomia Regional; e Exposição de Produtos Regionais. O Turisvales é promovido pela Amturvales e a Aturvarp. A realização do Salão é da Lume Organização de Eventos e conta com as parcerias da Secretaria Estadual de Turismo do RS (Setur-RS) e da Prefeitura de Lajeado.

Formada em vários cursos de Inglês em Porto Alegre e em Letras na PUC, Cintia teve duas experências no exterior, uma nos Estados Unidos e outra na Inglaterra. Nos dois países, morou em casas de família. “Fiz um exame de proviciência na Universidade de Londres e consegui o certificado nível 1, 2, 3 e 4. É um documento importante, que certifica a fluência no inglês”, comenta. “É importante para o aluno vivenciar a cultura de outro país. Mas com um detalhe, quando eu fui, já falava inglês fluentemente. A gente pode e aprende a falar inglês por aqui, na nossa escola. O intercâmbio serve para aperfeiçoamento”. Karine também viveu um tempo na Nova Zelândia para aperfeiçoar a língua e Sabrina morou em Londres durante sete anos.

Cursos

Na Quatrum, os cursos são divididos por faixas etárias. Para crianças e adolescentes as modalidades são Ballonn (de 4 a 6 anos), Kids (6 e 7

anos), Júnior (crianças alfabetizadas), Pre-teen, Teenager e Teenager Expert. Para os adultos são oferecidos o Refresher, Interact, Advanced, Post Advanced, VIP Classes e TOEFL/ TOEIC Prep. As aulas são realizadas duas vezes por semana e tem duração de uma hora e 15. Cintia conta que o dinamismo dos encontros é outra marca da Quatrum. Ela destaca a Cooking Class, em que os estudantes ocupam o espaço da cozinha para aprender. “A gente prepara um bolo, por exemplo, baseado na receita que aprendemos na semana anterior. Ao mesmo tempo, exercitamos a conversação e a leitura”, explica. Sala de cinema, música, jogos, teatro e salas temáticas também são atividades utilizadas no aprendizado. “Nas salas temáticas, a cada dia, as crianças ocupam um espaço diferente. A turma do Balloon tem cadeirinhas, balões, que servem de estímulo para os pequeninhos”, acrescenta Karine. O material de estudo oferecido pela Quatrum é produzido por renomadas editoras internacionais como Oxford, Cambridge, London e Macmillan.

Toy Market

A Quatrum também organiza eventos para interagir com a comunidade. Em junho está previsto o Toy Market, uma feira de brinquedos que vai oportunizar aos alunos vivenciar a linguagem de compra e venda em inglês. Conforme Cintia, os estudantes doarão brinquedos, CDs e livros usados para a escola utilizar durante a programação. Em anos anteriores, a Quatrum realizou o Pet Show, com apresentações de animais de estimação dos alunos.

Aulas diferentes: Cooking Classes e Games and Crafts


6

ENCANTADO

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

Número de turistas no Vale do Taquari aumenta 32% A Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales) realizou a escolha da nova diretoria para o biênio 2013/2015. A eleição, realizada na sextafeira (15), contou com apenas uma chapa, liderada pelo atual presidente Vanildo Luiz Roman. O pleito aconteceu no auditório Brasil, no Centro Administrativo de Encantado. Os associados da entidade reelegeram Roman por aclamação. O vicepresidente é o prefeito de Colinas, Gilberto Keller.

O presidente reeleito explica que decidiu manter o nome à disposição devido à solicitação dos prefeitos. “Em janeiro, quando visitei os municípios associados, os gestores solicitaram a continuação dos projetos que já estão em andamento”, salienta Roman, fazendo referência aos Cursos de Qualificação, que irão preparar a região e os Roteiros para a Copa do Mundo, e ao Salão de Turismo dos Vales – Turisvales – que acontecerá em agosto em Lajeado.

Fotos: Diogo Daroit Fedrizzi

Levantamento foi apresentado na assembleia da Amturvales que reelegeu Vanildo Luis Roman para a presidência da entidade

Samanta, Vânia, Veloso, Bergamaschi, Keller, Roman, Ariana, Lizeli e Magedanz

Posse deve ocorrer em abril

Paulo Costi, Veloso, Roman e Rafael Fontana Além da eleição, a entidade apresentou o número de turistas. Em 2012, conforme registrado pelas Rotas, Roteiros e o Centro de Atenção ao Turista, 92.826 turistas estiveram no Vale. O número representou um acréscimo de 32% em relação ao ano anterior quando quase 70 mil visitaram a região. “Esses dados são só os registrados nos Roteiros, ainda temos as Festas e Feiras que movimentam muito a região e, se somados, dariam um número bem superior”, afirma Roman. O demonstrativo de Receitas e Despesas do ano de 2012 também foi apresentado. Ele será entregue diretamente a cada associado da entidade. O quadro de associados da Amturvales

conta, atualmente, com 35 prefeituras e 26 instituições privadas. Nos próximos dias, o presidente, juntamente com a diretoria, definirá os responsáveis pelos departamentos da Associação e fará uma avaliação das ações realizadas na última gestão e planejará novas metas que serão apresentadas na cerimônia de posse da nova diretoria, que deve ocorrer em abril.

Presenças Entre os presentes estiveram o prefeito de Encantado, Paulo Costi; de Relvado, Adroaldo Da Croce; o prefeito de Imigrante, Celso Kaplan; o vice-prefeito de Anta Gorda, Evandro Santin Lazzari; e o vice-prefeito de Roca Sales, Eloí Machado dos Santos.

Associados reelegeram Roman por aclamação

Diretoria Amturvales 2013/2015 Sobre a nova diretoDiretores ria eleita, Roman destaca que ela contempla todas PRESIDENTE - Vanildo Luiz Roman - Anta Gorda as regiões. “Escolhemos VICE-PRESIDENTE - Gilberto Keller – Colinas pessoas com envolvimento SECRETÁRIO – Ariberto Magedanz – Teutônia direto no turismo. Fizemos 2ª SECRETÁRIA - Ariana Helena Maia Cittolin - Ilópolis uma renovação, mas todos TESOUREIRO - André Bergamaschi - Encantado os eleitos têm ligação com o 2º TESOUREIRO – Eduardo Gomes Müller - Lajeado setor”, diz. Para o novo vice-presiCONSELHO FISCAL dente e prefeito de Colinas, Gilberto Keller, o turismo TITULAR – Antônio Veloso - Estrela precisa ser visto como um 2º TITULAR – Ana Paula Mallmann – Santa Clara do Sul negócio. “Os desafios são 3º TITULAR - Arilene Maria Dalmoro – Lajeado grandes. Várias ações aconteSUPLENTE – Vânia Cima – Doutor Ricardo cem na região, mas precisa2º SUPLENTE - Jaqueline Kuhn - Arroio do Meio mos de uma maior afirmação 3º SUPLENTE – Simone Berté - Progresso do setor junto aos poderes público e privado”, destaca.

"Nossa prioridade é qualificar"

Entrevista: VANILDO ROMAN, presidente da Amturvales

Jornal Opinião - Como você encara esse novo desafio? Vanildo Luis Roman - Vamos continuar fazendo ações para desenvolver o Vale do Taquari, nossos roteiros e empreendedores. Queremos focalizar já nos próximos dias a qualificação para que o Vale seja visto no Rio Grande do Sul e no Brasil como um destino turístico.

JO - E o recurso de R$ 500 mil do governo para os cursos de qualificação? Roman - Esse recurso foi uma demanda votada pela população através da Consulta Pouplar. Apresentamos o projeto, assinamos o convênio. O governo nos garantiu o repasse ainda este ano. Marcaremos uma audiência com a secretaria de Turismo e, se possível, com o governador para conseguir a liberação ainda no primeiro semestre. Pensamos

na qualificação para preparar o Vale em virtude da Copa do Mundo do ano que vem. Temos o Turisvales que vai acontecer em agosto em Lajeado. Queremos começar os cursos ainda no primeiro semestre.

GILBERTO KELLER, vice-presidente JO - Como você pretende atuar na Amturvales? Keller - Sempre fomos um grande incentivador do Turismo no Vale do Taquari. A Amturvales tem esse papel de afirmar o turismo como um grande negócio. A Associação tem que ser esse gestor dos grandes projetos. Temos que fazer com que tanto o poder público como a iniciativa privada enxerguem o turismo como um negócio, para que traga lucros para que possamos evoluir em termos de Turismo no Vale.


ENCANTADO

7

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

Sicredi Região dos Vales conclui assembleias

Com a realização da Assembleia Geral, ocorrida no dia 15 de março, em Encantado, o Sicredi Região dos Vales concluiu o seu cronograma de assembleias que reuniram cerca de 10 mil associados dos 18 municípios de abrangência da Cooperativa. Dentre os assuntos tratados, destaque para a nova política de governança da Cooperativa, aprovação das contas do exercício, destinação das sobras, onde foram distribuídos R$ 7,4 milhões para a cota capital dos associados e a eleição do Conselho de Administração, que reelegeu Ricardo Cé, como presidente e Gilberto Piccinini como vice-presidente do Sicredi Região dos Vales. A nova política de governança corporativa aprovada durante a Assembleia Geral e exigida pelo Banco Central, evoca o aperfeiçoamento da estrutura de governança das Cooperativas de Crédito, visando garantir a representação dos seus quadros sociais e a segregação das funções de cunho estratégico-político em relação às de caráter executiva. Com estas adequações, cria-se na estrutura administrativa da Cooperativa uma Diretoria Executiva, responsável pela gestão de seu desenvolvimento, operações e administração, hoje representada pela Superintendência. A diferença é que a partir da nova regulamentação, a Diretoria Executiva estará sob regime estatutário e não mais celetista, passando esta, a responder pelas atribuições de responsabilidade formal junto ao Banco Central do Brasil e demais instituições normativas. Com um crescimento médio de 20%, fruto da ampliação das relações comerciais do Sicredi com seus associados, o Sicredi Região dos Vales concluiu ano de 2012 administrando R$ R$ 132 milhões de patrimônio líquido, reforçando o crescimento e solidez da instituição.

Nova política de governança da Cooperativa foi apresentada nos 18 municípios de abrangência

O índice de Basiléia, que demonstra a capacidade de solvência de instituição, atingiu o índice de 22,0 em 2012, 100% acima do exigido pelo Banco Central do Brasil (11,0). As liberações de crédito realizadas pelo Sicredi Região dos Vales também foram destaque no ano que passou. Foram R$ 336 milhões de recursos liberados para os diversos setores econômicos, fomentando as atividades produtivas e a geração de renda de seus associados. Para 2013, conforme o diretor executivo, Roberto Scorsatto, o Sicredi Região dos Vales continuará desenvolvendo ações para fortalecer o relacionamento e o atendimento ao seu quadro social, buscando ampliar os negócios, mantendo a política de reinvestir os recursos que administra na região e fomentando as atividades econômicas dos associados e a economia regional. Segundo o presidente do Sicredi Região dos Vales, Ricardo Cé, as assembleias do Sicredi são momentos especiais em que o quadro possui a oportunidade de conhecer o desempenho e a ações desenvolvidas em seu município. Além disso, Ricardo reiterou que as decisões tomadas pelos associados são essenciais para a governança e para a construção de uma cooperativa de crédito cada vez mais forte.

Fotos: Divulgação

Assembleia Geral conclui cronograma de assembleias do Sicredi Região dos Vales.

Associados acompanhando apresentação em Assembleia realizada em Encantado.

Ricardo Cé, presidente do Sicredi Região dos Vales

Com um crescimento médio de 20%, fruto da ampliação das relações comerciais do Sicredi com seus associados, o Sicredi Região dos Vales concluiu o ano de 2012 administrando R$ R$ 132 milhões de patrimônio líquido, reforçando o crescimento e solidez da instituição.

Roberto Scorsatto, diretor executivo do Sicredi Região dos Vales


8

Boletins da Jornada na Rádio Encantado AM segundas, quartas e sextas - 8h30min e 18h30min

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

Caminhada da Juventude é domingo em Encantado Os grupos Juventude Scalabriniana (Juves) e Jovens de Jaca (JDJ) realizam no domingo (24) uma Caminhada de preparação para a Jornada Mundial da Juventude. O encontro inicia às 16h no Parque Multiesportivo, conhecido como Caminhódromo, no Bairro Vila Moça. Conforme uma das organizadoras, Anapaula Gotardi, a ideia é motivar os jovens e a comunidade a se envolverem mais com as atividades cristãs. A inspiração vem da JMJ e do tema da Campanha da Fraternidade de 2013, também relacionado à juventude. “Queremos reforçar que somos todos peregrinos, e que buscamos a união dos jovens em torno de causas nobres. Tanto a CF como a Jornada são dois momentos muito importantes para toda nossa juventude, pois nos propõem a refletir, a repensar nossa missão, a termos atitudes fraternas, justas e solidárias”, comenta.

Matrículas abertas Telefone 3751-3748

Rua Duque de Caxias, 1103, Encantado

Diogo Daroit Fedrizz

i

Músicas das celebrações “No coração da Jornada” é o nome dado ao CD que reúne as músicas que farão parte das celebrações dos Atos Centrais da JMJ Rio2013, de 23 a 28 de julho. Após a seleção das letras pelo setor responsável e gravação pelos cantores, com os devidos retoques realizados, foi realizada no auditório do Edifício João Paulo II, na Glória, a audição geral das músicas do CD por todos aqueles que fizeram parte de sua criação, desde a elaboração do projeto até o produto final. Este foi um dos últimos passos para o lançamento do CD, que está previsto para o mês de abril. Entre as canções estará uma inédita, uma homenagem para o Papa Francisco, “Seja bem-vindo”, gravada e composta pelo padre Fábio de Melo, que em seus versos diz: “Pode chegar, a nossa gente lhe recebe com amor / Nessa Cidade onde o Cristo Redentor / Abençoa o Rio de Janeiro / Que hoje torna-se o lugar de todos nós”. Gravado pela “MZA Music” e produzido por Marco Mazzola, o CD é composto por 14 faixas e foi gravado nas vozes de grandes nomes da música católica brasileira, como o padre Marcelo Rossi, padre Reginaldo Manzotti, padre Omar, padre Juarez, padre Gleuson e a irmã Kelly Patrícia. As músicas serão cantadas em três dos Atos Centrais da JMJ: Missa de Abertura, acolhida do Papa e Missa de Envio. O CD possui canções litúrgicas já conhecidas, como “Kyrie Eleison” e “Tantum Ergo” e “A barca (Pescador de Homens)”, e uma lista de inéditas, entre elas a homenagem ao Papa, uma à Nossa Senhora Aparecida e uma a São Sebastião, padroeiro da Arquidiocese do Rio.


notícias da Acompanhe às sessões Terças-feiras, às 18h

Diogo Daroit Fedrizzi Encantado - A audiência pública realizada na semana passada sobre o novo modelo de pedágios, que contou com a participação do governador Tarso Genro, pautou a maioria dos discursos de tribuna na sessão de terça-feira (19) na Câmara de Vereadores. O encontro durou uma hora e meia e foi o mais rápido do ano. Adroaldo Conzatti (PSDB) entende que Tarso não foi claro quanto aos benefícios que o novo modelo vai trazer para o usuário. "Ele não disse, por exemplo, se as placas de Encantado e dos outros municípios que têm praça, estarão isentas", salientou. Conzatti lamentou ainda a falta de capacidade de investimentos. "Só ouvimos falar em investimentos federais e da iniciativa privada. Do Estado, nada. Só se fala em aumento de servidores em secretarias".

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

Vereadores repercutem audiência sobre pedágios Postura do governador Tarso Genro mereceu comentários dos parlamentares

Luciano Moresco (PT) enalteceu a presença maciça das pessoas no Auditório Itália, ressaltando ainda o esforço para atrair o debate para Encantado. O petista contestou os comentários de que Tarso não trouxe algo objetivo. "Se fosse assim, não seria necessário termos audiência. Tivemos oportunidade de mostrarmos nossa opinião. Vamos continuar pleiteando", afirmou. Moresco também criticou o contrato original do Estado com as concessionárias, assinado em 14 de abril de 1998. Marcelo Deves (PT) falou do orgulho de conhecer pessoalmente o governador Tarso Genro e elogiou a condução da audiência. Cláudio Roberto da Silva (PMDB) parabenizou os organizadores do debate, sobretudo, os colegas Jonas Calvi (PTB) e Luciano Moresco (PT). Por outro lado, criticou a forma como o governo está assumindo o controle dos pedágios. “Trocando em miúdos, só vai

trocar a mão de quem recebe. Os R$ 5,00 anunciados é para manter o que está aí. E o que está aí é nada”, disse Cláudio, que revelou a opinião de algumas pessoas que caracterizaram o Dia D como o Dia da Decepção. Valdecir Gonzatti (PMDB) disse que restou ao governo Tarso abraçar a bandeira dos pedágios. Para ele, o governo Rigotto superou duas estiagens e conseguiu entregar o Estado em ordem e a gestão de Yeda Crusius deixou dinheiro em caixa. “O Tarso abandonou a segurança, os professores e vai abraçar o pedágio. É a única bandeira que restou”, comentou. A afirmação foi logo contestada por Luciano Moresco, que apontou as reformas nas escolas e a nomeação de novos bombeiros, por exemplo, como medidas importantes do governo estadual nas áreas de educação e segurança. “Você está jogando para a torcida ao fazer essas afirmações”, rebateu o petista.

“Debates Pelo Brasil” da UVB inicia por Porto Alegre Fotos: Juremir Versetti

A União dos feminina. Vereadores do O início dos Brasil (UVB) trabalhos do realizou, de 13 primeiro “Debaa 15 de março, a tes pelo Brasil”, primeira etapa do contou com a projeto “Debates presença do Pelo Brasil”, em presidente da Porto Alegre. O Assembleia Leevento reuniu gislativa do RS, aproximadamendeputado Pedro 300 vereadores assistiram às palestras te 300 vereaWhestphalen; dores, entre os quais, uma comitiva de do presidente do TCE, Cezar Miola; do legisladores da Bahia, e a participação de ouvidor do Ministério Público Estadual, lideranças do Governo do RS, Assembleia Luiz Cláudio Varela Coelho, entre outras Legislativa, Senado Federal e da Câmara autoridades estaduais. Entre os painelisdos Deputados, entre outros palestrantes. tas do encontro, destacaram-se, o vice“No início desta caminhada, o projeto governador do RS, Beto Grill; o Senador da consolidou a sua proposta de capacitar, República, Pedro Simon; a ex-deputada e qualificar e proporcionar ao vereador uma vereadora de POA, Jussara Cony; Depuparticipação efetiva em suas comunidades, tados Estaduais, Edson Brum e Edegar bem como, propor uma visão municipalista Pretto; Vice-presidente da OCERGS, Irno de temas importantes para serem aplicaPretto; Deputado Federal Vilson Covatti; dos em projetos para a população”, avaliou do presidente da Corsan, Arnaldo Dutra; e o presidente da UVB, Gilson Conzatti. Nos do ex-deputado federal Pompeo de Matos, três dias foram abordados temas como a atual secretário municipal do Trabalho e PEC 35, a importância do vereador, comuEmprego em Porto Alegre, entre outros. nicação e inserção digital, Pacto Federativo, A UVB é uma entidade federativa e cooperativismo, aspectos do Tribunal de congrega 56,8 mil vereadores brasileiros, Contas, e da participação da mulher na essendo presidida pelo encantadense Gilson fera legislativa dos municípios. Neste senti- Conzatti, atualmente radicado e vereador do, a UVB irá promover uma alteração nos no município de Irai, no norte do RS. A próestatutos da entidade, para que a diretoria xima etapa do “Debates Pelo Brasil”, será seja composta com 30% de participação em Brasília de 16 a 19 de abril.

9

Evaldo Lang

Público assistiu à sessão mais rápida do ano da atual legislatura Providências Celso Cauduro (PMDB) assinou três pedidos de providências para o Executivo. Um deles solicita a colocação de tubos e aterro nos dois lados da estrada principal, no acesso à Lagoa da Garibaldi, nos trechos entre a ponte até a Duque de Caxias e até a entrada para a SCREC. O peemedebista argumenta que a rua não tem acostamento e os moradores carecem de maior segurança. Moinhos Adroaldo Conzatti (PSDB) questiona o Executivo sobre o destino que será dado aos Moinhos adquiridos pelo município em Palmas e na Barra do Guaporé. Segundo o tucano, até agora nenhum projeto sobre o futuro do patrimônio foi feito. Conzatti cobra ainda respostas sobre os motivos do

sinistro que destruiu o Moinho da Barra do Guaporé, sobretudo, por ter ocorrido em noite de chuva.

Informações A Bancada de Oposição encaminhou três pedidos de informações ao Executivo. Um deles questiona o governo sobre os gastos com a compra do terreno que abriga o campo de futebol do Bairro Navegantes. O outro, o valor gasto com a reforma na infraestrutura da Lagoa da Garibaldi em 2011. O terceiro, as despesas com o controle do mosquito borrachudo nos últimos três anos. Saúde Antes da sessão, o secretário de saúde, Marino Deves, apresentou o relatóri anual, gestão 2012, referente ao 3º trimestre do ano passado.

Cláudio estranha valor utilizado na Rota do Desenvolvimento Cláudio Roberto da Silva (PMDB) se mostrou intrigado com a resposta de um pedido de informações elaborado pelo Executivo sobre a venda de três pavilhões industriais. O peemedebista contestou a informação de que parte dos recursos oriundos das alienações, R$ 194 mil, foram aplicados na desapropriação do terreno para a Rota do Desenvolvimento. “Onde estão

os R$ 150 mil que o ex-presidente da Câmara, Valdecir Gonzatti, devolveu para o Executivo aplicar na Rota? Enrolaram o Valdecir, os empresários e toda a comunidade. Eu avisei o Valdecir, não devolve que vão usar na campanha”, falou. Cláudio também lamentou a não criação do Fundo de Desenvolvimento do Município.

Apoio a mulheres Sandra Vian (PP) falou sobre o convênio que será assinado entre o município de Encantado e a Casa de Passagem, instalada em Cruzeiro do Sul. O local, que trabalha sem fins lucrativos, acolhe mulheres vítimas de violência. “Temos em torno de 40 registros mensais em Encantado de Lei Maria da Penha. Este convênio visa dar maior segurança para as mulheres”, destacou.

Limpeza do Arroio Lambari Sander Bertozzi (PP) chamou a atenção para as condições do Arroio Lambari. A ideia do político é organizar a limpeza do local. “Volto a minha infância, quando tomávamos banho no Arroio, a água era limpa. Hoje, infelizmente, não tem mais como tomar banho”. Sander também convidou a população a participar dos eventos alusivos aos 98 anos de Encantado.


10

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

VANDERSON DOS SANTOS

o MUDINHO É O CARA

série

Superação Diogo Daroit Fedrizzi

Os clientes da Fruteira Produtos do Vale conhecem bem o personagem desta semana, o último da Série. Atencioso, seja embalando os produtos no caixa ou correndo de um lado para o outro carregando um galão de água até o carro do freguês, Vanderson dos Santos, 22 anos, é mais um exemplo de que a dificuldade física nem sempre é empecilho para tocar a vida com alegria e esperança. Surdo e mudo desde a infância, Mudinho, como é chamado carinhosamente pelos amigos, também é exemplo de superação. Fotos: Arquivo pessoal

O remédio que era para curar uma forte infecção intestinal do garoto Vanderson dos Santos, na época com quase dois anos de idade, provocou reação contrária, atingiu os nervos auditivos e deixou surdo o filho da faxineira Odete dos Santos. O fato não foi bem aceito pela família, que processou o médico. Porém, a Justiça entendeu que não houve erro do profissional nem da Casa de Saúde. A alegação era que se não tivesse aplicado o medicamento, Vanderson teria morrido. A mãe está com 65 anos. Estrelense de nascimento e moradora do Bairro Nossa Senhora Aparecida de Encantado há 30 anos, ela conta que só percebeu que a criança não ouvia mais após deixar o hospital. Uma vizinha alertou. “Ela o chamava por várias vezes, mas ele não olhava “, lembra. Exames no Hospital de Clínicas e na Santa Casa de Porto Alegre confirmaram o pior: surdez

profunda. A reação foi de inconformidade. Ao mesmo tempo, Odete se esforçava para ajudar o filho. No começo, ia três vezes por semana à capital para tratamento com fonaudióloga. Mais tarde, Vanderson começou a consultar com uma especialista da Apae de Encantado. O garoto ingressou na pré-escola do Érico Veríssimo, de Encantado e, em seguida, no Colégio Fernandes Vieira, de Lajeado. O preconceito incomodava Odete. Ela lembra de um episódio marcante até hoje. No primeiro dia de aula no Érico, a mãe de uma colega de Vanderson gritava pelos corredores dizendo que a filha não iria conviver na mesma sala de um surdo/mudo. “Antes havia mais preconceito. As mães não queriam nem que os filhos brincassem com ele, achavam que era contagioso. Aquilo me machucava muito. Entrei em pânico, em desespero”, emociona-se.

Odete agradece à família Radaelli

O amigo Emano

E foi no Érico que Vanderson conheceu Emanuel Radaelli, o Emano. “Ele escapava da professora do pré e ia até a sala da oitava, sentava do meu lado e não saía mais”, recorda o advogado, hoje com 29 anos. A aproximação e a amizade foram crescendo. Mudinho passava o dia na Fruteira Produtos do Vale, de propriedade da família Radaelli. Queria trabalhar. “Pensávamos que poderíamos ajudá-lo a minimizar o impacto dele com a sociedade, ensinar aquilo que fazíamos no dia a dia, mas sempre deixando a escola em primeiro lugar”, diz Emano. A interação com os Radaelli logo extrapolou o ambiente da Fruteira. Em várias oportunidades, Vanderson passou a frequentar almoços e jantares na casa

Vanderson e o amigo Emanuel Radaelli

dos patrões, além de acompanhá-los em viagens para a praia, passeios na chácara e festas. “Ele gosta de ficar com a gente quando não tem aula”.

Atacante

Apaixonado por futebol, está sempre disposto a bater uma bolinha. A convite de Emano, é atacante do Abutres, tradicional time dos sábados à tarde. “Uma vez, me ligou do orelhão e começou a fazer uns barulhos. Logo entendi que era para buscá-lo para jogar futebol, tamanha vontade que tem de correr atrás da bola”. Dentro de campo, aprendeu com o tempo a entender as reações dos colegas e, principalmente, do árbitro. “Ele joga normal, observa o juiz e sabe parar o lance quando ocorre uma falta. Dificilmente,

fica impedido”, garante o gremista Emano, que por várias vezes tentou convecer Vanderson, colorado fanático, a mudar de camisa. Sem sucesso. Há poucos dias, ganhou uma chuteira da Nike, azul esverdeada, com o nome Vanderson bordado. Como qualquer jovem, Mudinho frequenta boates. E é dançarino. “Ele sente a vibração e dança”, conta o advogado, lembrando o dia em que enganou o amigo quando ainda era criança. “Ele percebe o som do carro colocando a mão no alto-falante. Certa vez, eu estava ouvindo a Voz do Brasil a todo volume. Ele achou que era música e começou a dançar. Foi muito engraçado”. A mãe, por outro lado, pede cautela com a bebida nas festas. “Senão passa um pouco da conta”, diz dona Odete. O novo desafio é ser motorista. Vanderson Já começou a frequentar as aulas do Centro de Formação de Condutores (CFC).


série

Superação O tempo de convivência faz com que o entendimento entre os dois para se comunicar fique facilitado. “Fizemos gestos das coisas que vão acontecendo no dia a dia. Consigo entender tudo o que ele quer. Às vezes, as professoras têm dificuldade de compreendê-lo e me mandam um bilhete para eu transmitir o recado para ele”, salienta . Passados os anos, Radaelli se mostra feliz com as conquistas de Vanderson. “É muito gratificante. Vi ele crescer e hoje quase todos o conhecem”, resume. “Procuramos ensinálo sobre a moeda, que existem leis que precisam ser respeitadas, para que ele possa ter uma vida legal, ter continuidade na vida. Tem momentos que percebemos que ele está frustrado, mas procuramos incentivá-lo”. A mãe nunca se opôs à ligação de Vanderson com a família Radaelli. Pelo contrário, até hoje agradece. “Sempre digo para eles: acho que nunca vou poder pagar o que vocês fazem por ele. Várias vezes pensei em desistir, mas graças a Deus, meu filho conseguiu se encaminhar”.

Implante Coclear

Existe a esperança de que Vanderson possa voltar a ouvir. Por várias vezes, ele tentou ingressar na fila do Sistema Único de Saúde (SUS) para colocar o implante coclear, um dispositivo eletrônico instalado no interior do ouvido para estimular eletricamente as fibras nervosas, fazendo com que a pessoa volte a ouvir. Porém, não foi considera-

do apto. “Tentamos umas quatro vezes. Chegava na hora e diziam que não dava”, lembra Odete. O aparelho custa em média R$ 70 mil. Desde o ano passado, Emano começou a levar o rapaz para novos exames em Porto Alegre. “Toda cirurgia tem um risco e, como é muito caro, o governo prioriza os casos com 99% de chances de dar certo. Como o Vanderson é um pouco mais velho, não se enquadra em alguns requisitos. Agora, estamos tentando a avaliação de um médico particular, com ajuda do Dr. Nestor Bergamaschi”, explica. “Se der certo, poderemos fazer uma campanha para custear as despesas, ou tentar via judicial. O Vanderson está ansioso. Se existir alguma coisa para fazer, queremos ajudar”. Mudinho perdeu 94% da audição do ouvido direito e 90% do esquerdo. Ele consegue emitir alguns sons e até pronunciar algumas palavras como ‘pão’ e ‘pato’. Caso volte a ouvir, os médicos acreditam que, aos poucos, desenvolva a fala. “E aí todo mundo diz que ele vai ser matraqueiro”, brinca Emano. Vanderson tem noções de libras (a língua brasileira de sinais). Aprendeu também leitura labial. Sabe ler e escrever. No ano passado, concluiu a oitava série no Centro Municipal de Educação Encantado (Faterco). Agora, ingressou no Ensino Médio no Instituto Educacional Monsenhor Scalabrini. “É um ótimo filho, trabalhador, não tem preguiça. Ele sonha em ganhar bastante dinheiro”, revela a mãe.

Colorado fanático, sempre recusou as propostas para virar gremista

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

11

Festa de aniversário de 7 anos reuniu os amiguinhos

Na praia com Emano

Passeio no zoológico

Mudinho na balada com os amigos

Atacante no time do Abutres de Sábado à Tarde


12

ENCANTADO

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

A despedida do Xiru Vaqueano Nestor Moraes Ferreira apresentou o último programa Repontando a Tradição no sábado (16) pela Rádio Encantado AM

Fotos: Henrique Pedersini

Diogo Daroit Fedrizzi

"Pedindo ao Patrão Velho que, com certeza, no transcorrer do tempo, haveremos de nos encontrar nesse mundão véio que é Dele, que é de Deus. Muito obrigado!". Eram 16h42min do sábado (16), quando Nestor Moraes Ferreira pronunciou as últimas palavras no microfone da Rádio Encantado AM. O Xiru Vaqueano, como é conhecido, despediu-se dos ouvintes do programa Repontando a Tradição, há mais de 40 anos no ar pela emissora. Aos 77 anos, Ferreira está de mudança para Canoas para ficar mais perto dos filhos. Ainda não sabe se voltará ao rádio. Músicos, declamadores, amigos e familiares estiveram no estúdio no sábado (16) para homenagear o radialista e agradecê-lo pelo incentivo ao tradicionalismo da região.

Nestor Moraes Ferreira nasceu em Barros Cassal, antigo distrito de Soledade, no dia 28 de agosto de 1935. Em 17 de fevereiro de 1953, com 17 anos de idade, veio para Encantado, e fixou residência na localidade de Jacarezinho, para aprender a profissão de ferreiro. Em janeiro de 1955, ingressou na firma Costi S/A na função de ferreiro profissional, onde permaneceu até 1959. No ano seguinte, trabalhou como ferreiro na firma Guido Cé até 1976. Ali chegou à condição de subchefe da Oficina Mecânica da empresa. No mesmo ano, ele foi chamado para atuar na montagem da fábrica de óleo do Bianchini, em Canoas, onde permaneceu até se aposentar, em janeiro de 1983. Nesse período retornou a Encantado, montou uma ferraria e trabalhou até o final de 2009. A ligação de Nestor com o rádio, sobretudo, a Rádio Encantado AM 1580, iniciou no final da década de 50, quando participava dos programas musicais Assim Canta a Nossa Gente, Grande Rodeio Circulista e a Voz do Pampa. Uma das grandes marcas de Nestor foi a criação do Repontando a Tradição, em 23 de maio de 1966, junto com o amigo Jorge Moreira, advogado e poeta. O programa é considerado um dos mais antigos do rádio gaúcho. O nome surgiu de uma enquete que envolveu os ouvintes da emissora, durante 15 dias. A vencedora da promoção foi uma família do município de Arroio do Meio. Apresentado aos sábados à tarde, o Repontando a Tradição divulgou a cultura

Músicos e amigos participaram do último programa

Mais de 40 anos no ar gaúcha. Em cada edição, cantores, músicos, trovadores e declamadores se apresentaram ao vivo no estúdio da Rádio Encantado, ou fora dele, já que o programa fazia gravações em bairros da cidade e em outros municípios do Vale do Taquari, Serra e Planalto. O principal objetivo era difundir o tradicionalismo, valorizando os artistas locais, principalmente os jovens, e os eventos tradicionalistas. O Repontando a Tradição deu a Nestor Moraes Ferreira o nome artístico de Xiru Vaqueano e rendeu ao apresentador importantes prêmios em nível estadual, como o Troféu Darci Fagundes e Dimas Costa, em julho de 2004, concedido pela Associação de Emissoras de Rádio e TV do Rio Grande do Sul, durante o evento “50 anos de Congressos do MTG”, em Santa Maria. E o Troféu Vitor Mateus Teixeira, entregue pela Assembleia Legislativa, em setembro de 2009. Para Nestor, esta última distinção representou um dos momentos de maior alegria na sua trajetória

Agradecimentos

Ferreira criou o Repontando a Tradição em 1966 de radialista, e significou o reconhecimento pelo que ele fez e vem fazendo no rádio em prol da cultura do Rio Grande do Sul. Casado desde 1957 com Dolfina Nava Ferreira, Nestor tem três filhos, Dinorá e Dione, ambas advogadas, e Nei Francisco, professor da área de Engenharia da UFRGS. Ele também é avô de quatro netos. Aos 77 anos de idade, Nestor Moraes Ferreira, o Xiru Vaqueano, consolida-se como um dos grandes incentivadores do tradicionalismo e sempre carrega consigo uma frase que se transformou em lema de vida: NO ENTREVERO DA VIDA É QUE SE CONHECE A ADMIRAÇÃO DO VERDADEIRO GAÚCHO.

Durante o último programa, Ferreira fez uma série de agradecimentos, que faz questão de grifar. "À direção e funcionários da Rádio Encantado AM, à imprensa escrita e falada local e regional, em especial, ao Grupo Encantado de Comunicação (Rádio Encantado AM, Rádio Energia Pop FM e Jornal Opinião). Aos patrocinadores locais e regionais, aos músicos e artistas, às comunidades que nos aplaudiam por ocasião das visitas. À Congregação das Irmãs do Sagrado Coração de Maria, que sempre nos apoiaram. Aos seguintes companheiros que muito contribuíram: Dr. Jorge Moreira, Angelo Delavy, Juarez Filter e Hilário Bazzanella, o mensageiro do Repontando a Tradição. A minha família e a minha querida cidade de Encantado, que me adotou como seu filho. Às autoridades civis, militares e eclesiásticas, e à grande audiência deste espaço, vindo dos nossos amigos de outros municípios. Pois bueno, me despeço dos senhores deixando aquele abraço a todos com esta mensagem: Que o nada com Deus é tudo, e tudo sem Deus é nada.


GERAL

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

SUINOFEST 2013 Pastel de carne suína é uma das novidades do Salão Gastronômico Mantendo a tradição de acrescentar novos pratos ao cardápio do Salão Gastronômico da Suinofest, como aconteceu recentemente com a polenta e o salame brustolados, a edição deste ano terá como novidade o pastel de carne suína. Conforme o presidente Tiago Fachinetto, a ideia é demonstrar que a carne do suíno não serve só para churrasco. "É uma das funções da Festa mostrar a diversidade de pratos que podem ser feitos", comenta. Uma nova vinícola também deverá ser incluída nos espaços do Salão. A comissão organizadora ainda está em negociação com a empresa. "Tem que ser uma marca conhecida, que chame a atenção das

pessoas", diz Fachinetto. A garantia de R$ 100 mil já inseridos no Orçamento Municipal de 2013, possibilita a diretoria da Suinofest pensar em melhorias na parte externa do Parque. Um dos investimentos será feito na colocação de cobertura para proteger os visitantes da chuva. A escolha das atrações artísticas também será mais exigente. "Já combinamos que vamos trazer pelo menos dois shows que chamem a atenção das pessoas, mesmo sabendo que isso não seja o foco principal do evento", antecipa Fachinetto. A 12ª Suinofest acontece nos dias 7, 8 e 9, 14, 15 e 16 de junho, no Parque João Batista Marchese.

Edson Brum considera Expoagro sinônimo de desenvolvimento

Manoela Soares/Divulgação A força e a diversidade da propriedade agrícola familiar pode ser conferida em mais uma edição da Expoagro Afubra, que termina hoje (22) na localidade de Rincão Del Rey, em Rio Pardo. Brum representou a Assembleia O deputaLegislativa na abertura do Edson Brum seu trabalho frente a pasta. (PMDB), presidente da Comissão de Agricul- Mencionou que em 2012, ao tura, Pecuária e Cooperativis- visitar a Expoagro, Mendes mo, participou da solenidade foi sensível aos apelos das ene na ocasião representou a tidades quanto a necessidade presidência da Assembleia de um novo pavilhão para a Legislativa. “A diversidade da agricultura familiar, sendo produção familiar, com o tra- que o Ministério da Agricultubalho realizado por famílias ra destinará R$ 100 mil para a produtoras de diversos muni- construção do novo espaço. Como integrante da Frencípios gaúchos, está aqui representada”, salientando que te Parlamentar de Apoio às trata-se de uma feira que é Ferrovias, Edson Brum tamsinônimo de desenvolvimen- bém falou sobre os problemas to para o Rio Grande do Sul e, de infraestrutura de transportes, salientando a importântambém, para todo o país. Durante sua manifesta- cia das ferrovias e hidrovias, ção, Edson Brum também as quais resolveriam grande elogiou o trabalho realizado parte dessas dificuldades. na Assembleia pelos deputa- “Neste ponto, não podemos dos que integram a bancada esquecer da luta pela implando fumo, assim como dos de- tação da Ferrosul,. Queremos putados federais ligados a re- que passe por Santa Cruz do gião – Alceu Moreira e Sérgio Sul, Pantano Grande, Pelotas Moraes. Ressaltou o trabalho até Rio Grande”, disse. Por das entidades representati- fim, o presidente da Comisvas dos produtores e agricul- são de Agricultura pediu o tores – Farsaul e Fetag. Fez cumprimento da promessa uma menção especial ao ex- de conclusão do asfalto na ministro da Agricultura, Men- rodovia ERA 403, que liga Rio des Ribeiro Filho, por todo o Pardo a Cachoeira do Sul.

13

Últimos preparativos para a Paixão de Cristo de Muçum Arquivo/Divulgação

Cerca de 100 atores participam do elenco em Muçum Ranieri Moriggi Muçum - A Juventude Cristã Muçunense está a todo vapor com os preparativos do espetáculo da Paixão Morte e Ressurreição de Cristo de Muçum que vai acontecer na Sexta-Feira Santa (29), às 20h, na Praça da Matriz. Nesta semana, o elenco vai realizar o último ensaio para a apresentação, além de encerrar a montagem de figurinos e cenários. A peça, realizada pela JCM, vai levar para o morro da Igreja Matriz cerca de 100 atores amadores, oriundos dos municípios de Muçum, Encantado, Roca Sales e Dois Lajeados. A dedicação dos envolvidos

promete reviver com muita emoção e qualidade técnica, a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, numa apresentação que é considerada uma das maiores encenações ao ar livre do Vale do Taquari. De acordo com a coordenadora da Juventude Cristã Muçunense, Anelise Torriani, a equipe vem mobilizando desde o mês de janeiro, pessoas encarregadas em dar o apoio logístico e estrutura necessária para que o evento seja um sucesso. O espetáculo conta com acréscimos significativos, em relação às edições anteriores. Conforme a coordenadora da JCM, o grupo tem um imenso orgulho de oferecer ao povo de Muçum

e região essa atualizada montagem da Paixão de Cristo, cujo sucesso depende também da participação do público. “Esperamos que a emoção causada pela mensagem de Jesus Cristo crie uma onda de amor e paz capaz de nos envolver, pois Ele simboliza o que de melhor existe na condição humana”, enfatiza. O espetáculo conta com o apoio da Administração Municipal de Muçum, Paróquia Nossa Senhora da Purificação, Decibal Móveis, Bonzão Redelar, Farmácia Manipullaris, Joalheria e Ótica Lucca, Autêntica Modas, Bella Casa Materiais de Construção, Gilmar Simoni e pessoas da comunidade muçunense.

Imigrante – Acontece neste sábado (23), a partir das 20h30min, em frente ao Convento Franciscano São Boaventura, no Bairro Daltro Filho. Serão 60 atores amadores, vindos da própria comunidade, que estarão em cena. Lajeado – O Grupo Teatral Vida e Luz encena a tradicional Via Sacra no dia 29, às 20h, na Igreja Matriz.

Encantado – Na sexta-feira (29), às 19h, com saída defronte ao Bradesco, acontece o Teatro Encanto Musical: A Paixão de Cristo, seguindo até a frente da Igreja Matriz. No sábado (30), a partir das 20h, na Comunidade Santo Agostinho, ocorre a tradicional encenação da Via Sacra. Arroio do Meio – Cerca de 100 participantes encenam no dia 29, às

20h, aos fundos da Igreja Católica da Comunidade da Forqueta. A organização pede que o público traga cadeiras. Anta Gorda – Acontece na sextafeira Santa (29), a partir das 19h, no Morro Giroto. Capitão – Na quinta-feira (28), a partir das 20h, na Igreja Matriz. Cerca de 30 atores estão envolvidos na apresentação.

PAIXÃO DE CRISTO PELO VALE DO TAQUARI


14

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

PÁGINA DO DILAMAR Dilamar dos Passos - dilamar@rdencantado.com.br

PT x PMDB Integrante do PT de Muçum estaria indignado com o atual prefeito Lourival. Motivo: nomeação de poucos “companheiros” do partido de apoio . Universitários Uma audiência pública durante a semana definiu o rateio de R$ 100 mil de auxílio para os universitários encantadenses. Frustração Cerca de 30 alunos se fizeram presentes.

Irresponsabilidade Durante a semana depareime com uma situação constrangedora: no centro de Encantado, uma mulher saiu de um luxuoso carro e com o “saquinho” do lixo dirigiu-se a uma lixeira de um restaurante. Para minha surpresa, chegou ao local, abriu o “saquinho” e simplesmente despejou o lixo, que ficou espalhado.

Enduro a cavalo O CTG Sentinela da Tradição de Muçum estará realizando mais uma edição do Enduro a Cavalo, dia 5 de maio. Inscrições com o departamento Campeiro.

Corneta O Internacional joga a cada partida em um estádio diferente. Até parece “terno de reis”, que a cada noite canta em uma nova casa. Se o proprietário abre a porta.

Descaso Torcedor entrando no final do primeiro tempo, depois de ficar mais de duas horas na fila para comprar o ingresso. Televisão não passando jogo comprado. Times reservas, mistos ou reserva dos reservas. Essa é a “Caravana da Miséria”, também conhecida por muitos como Campeonato Gaúcho.

Aparato de segurança para a Nona Ana Marcolim subir no cavalo

Novidade Entre as novidades impostas pela presidência da Câmara de Veredores de Muçum está a presença do assessor jurídico quando da discussão dos projetos pela comissão de pareceres. Desta forma, Ademir Coser pode dirimir possíveis dúvidas.

Situação do gauchão de apartamento

Argentina Cristina Kirchner foi a primeira chefe de Estado a ser recebida pelo Pontifíce. Se não é gaucho, ao menos toma “Tererê”.

Vianini Utilizando a tribuna na sessão da semana, o presidente do poder legislativo de Muçum mandou o recado: o regimento interno será respeitado, não vamos aceitar pressão política. União dos Vereadores do Brasil Como forma de aproximar o veredor da comunidade, o presidente da UVB, Gilson Conzatti, realiza convenções regionais para discutir o papel dos parlamentares. Carro Para incentivar e atrair a participação dos políticos a entidade vai sortear um carro entre os veredores presentes. Sugestão Como o valor da inscrição deverá ser pago pela Câmara (população), o vereador contemplado poderia repassar o carro para a comunidade.

Papa Francisco Quando eleito, não utilizou roupa oficial, dispensa carro oficial, não utiliza o papa-móvel para ficar mais perto da população, trocou o anel e o crucifixo de ouro por prata. Surpreende o mundo de forma positiva.

Brasil Entre os tantos chefes de Estado, a presidente brasileira também pode passar a mensagem ao novo Pontifíce.

Diferenças

Semanalmente, o Grupo Encantado de Comunicação entrevista inúmeros empresários e autoridades. Quando convidados, os representantes da chamada parte “baixa do vale” não fogem aos questionamentos, já os chamados da “região alta” se protegem atrás da “agenda de compromisssos”.

Campanha Na audiência pública da semana que passou, além do folder do Dia D e do material informativo, o que chamava atenção era um Folder do PT Sul, também colocado em todas as cadeiras do Auditório Itália do Centro Administrativo. Eleitoral Tarso Genro estaria em campanha visando à reeleição?

Amturvales Reeleito presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales, Vanildo Roman espera agora, pacientemente, a liberação dos R$ 500 mil da consulta popular. Adroaldo Segundo o vereador de Encantado, precisamos de projetos arrojados para atrair investimentos. “Não podemos ficar esperando pelos projetos dos governos para ver se podemos nos adequar a eles”.

Conzatti “Tenham coragem de tomar as decisões que nós vamos dar o respaldo”. Frase do vereador Adroaldo Conzatti durante pronuncimento.


promessas só no papel

Diogo Daroit Fedrizzi

Há 15 anos, o município de Encantado sedia uma Praça de Pedágio na localidade de Palmas que, além do desgaste natural provocado aos usuários que trafegam pelas RS-129 e 130, causou um prejuízo sócioeconômico imensurável para os municípios da região Alta do Vale do Taquari, principalmente para Encantado. Ao longo dos anos, diversas promessas foram feitas pela concessionária Sulvias, responsável por administrar o Polo de

Lajeado, do qual Encantado faz parte, e pelos órgãos estaduais sobre melhorias nas rodovias. Diversos movimentos populares foram feitos com apoio de entidades e segmentos da indústria, comércio e serviços a fim de sensibilizar os órgãos competentes. Porém, nada foi conquistado. A partir desta edição, o Jornal Opinião resgata algumas promessas de investimentos na rodovia pedagiada que ficaram só no papel.

JORNAL OPINIÃO n 22 de março de 2013

15

Belvedere da Santinha do Perau Arquivo pessoal/Carlos Schäeffer

Diogo Daroit Fedrizzi

Desenho do projeto para a construção do Belvedere

Local é ponto de parada para orações e fica a poucos metros da Praça de Pedágio

História da Santinha A Santinha do Perau é o nome popular dado à imagem da Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, colocada no oratório às margens da rodovia RS 130, divisa entre os bairros Lajeadinho e Palmas, em Encantado. A origem da imagem é desconhecida. Antigos moradores da localidade relatam que uma pequena imagem da santa foi colocada sob uma rocha da qual brotava uma queda d´água, em meados de 1950. Em 1973, a construtora Metropolitana iniciou o corte do perau para alargamento do acesso da estrada. A obra

foi considerada pela empresa, na época, como uma das mais difíceis de ser executada. Em agradecimento por não ter ocorrido nenhum acidente durante a execução da obra, a empresa edificou a atual capela e ali depositou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida ao lado da antiga. Na década de 80, a empresa Sultepa construiu o atual oratório, por ocasião do asfaltamento da rodovia que liga Encantado a Arroio do Meio. Neste local é comum ver motoristas fiéis rezando, agradecendo e solicitando proteção à Santinha.

Projeto aprovado pela Sulvias com os novos acessos para a Santinha

O advogado Carlos Alberto Schäeffer era secretário da Indústria, Comércio e Turismo de Encantado em 2001. Entendedor de que o município e a região alta do Vale tinham potencial para desenvolver o turismo, esforçava-se para oportunizar novos atrativos. Como viajava todos os dias para Lajeado, Cali, como é conhecido, observava que a maioria das pessoas fazia o sinal da cruz quando passavam pela Santinha do Perau ou paravam para rezar. A movimentação despertou a ideia de construir, em cima do morro, um monumento ou uma pequena capela para atrari turistas. "Mandei fazer um rascunho de projeto e, quando de uma das visitas do presidente do Consórcio Univias, Sérgio Coelho, e do diretor Fernando Froes, comentei o assunto com eles e pedi se a concessionária teria possibilidade de nos ajudar na obra", lembra. "O Sérgio Coelho me ouviu, olhou o pequeno

projeto que eu havia mandado fazer e me disse que a ideia era boa, mas que deveria se fazer uma obra maior. Ele pediu outro projeto". Cali conta que logo procurou a arquiteta Ana Bergamaschi que fez, gratuitamente, um novo projeto para ser entregue ao engenheiro Froes. Numa segunda visita a Encantado, os dois diretores da Sulvias anunciaram que a ideia estava aprovada. "Se a prefeitura fizesse a capelinha no morro, eles desenvolveriam e construiriam, na rodovia, os acessos, inclusive, os vicinais, que seriam todos asfaltados, as rótulas, estacionamento para 36 vagas e as calçadas de passeio. Tudo para acesso ao santuário", relata. A planta foi elaborada pela Univias. Conforme Schäeffer, tanto Coelho, quanto Froes, sempre lhe deram apoio para o desenvolvimento do projeto. "Se interessaram mesmo pelo assunto e queriam fazer". Uma Comissão Técnica chegou a ser criada para levar Diogo Daroit Fedrizzi

adiante o projeto do Belvedere da Santinha do Perau. Presidente: Evaldo Lang; Presidente de Honra: Carlos Alberto Schäffer; Vice-presidente: Fernando Froes; Coordenador Comercial e de Divulgação: Eldo Orlandini; Secretário: Luiz Carlos Becker e Tesoureiro: Raul Castoldi. Uma grande e empolgada festa no Clube Comercial de Encantado deu posse ao grupo e apresentou o projeto para os encantadenses. Cali lembra que a Sulvias sugeriu que a comunidade participasse com alguma quantia financeira, para que a obra não fosse entregue 'de graça'. Uma campanha foi feita e a arrecadação chegou a R$ 5 mil. A empolgação era tanta que no dia 10 de setembro de 2002 foi realizada uma solenidade para o lançamento da Pedra Fundamental que marcaria o início das obras. Diversas autoridades compareceram. "O projeto não foi executado, por absoluto desinteresse", alega Cali.

Schäeffer ainda guarda os projetos originais


24

JORNAL OPINIテグ n 22 de marテァo de 2013


JORNAL OPINIテグ n 22 de marテァo de 2013

25


26

JORNAL OPINIテグ n 22 de marテァo de 2013


JORNAL OPINIテグ n 22 de marテァo de 2013

27


Encantado, 22 DE MARÇO DE 2013

Doutor Ricardo representa o Vale no projeto Deputado Por Um Dia Doutor Ricardo - A Escola Municipal de Ensino Fundamental Olavo Bilac, de Doutor Ricardo, recebeu ontem (21) a equipe da Escola do Legislativo Dep. Romildo Bolzan da Assembleia Legislativa para a palestra preparatória ao projeto Deputado Por Um Dia (DPD), realizado neste semestre em sua 41ª edição. Para a diretora do colégio, Ivete Tassi, foi uma oportunidade para os alunos conhecerem como realmente um deputado legisla. "Este evento contribuirá para tornar nossos estudantes mais críticos e participativos", pondera. Os palestrantes foram a coordenadora da Divisão de Pesquisa e Extensão da Escola do Legislativo, Vanessa Albertinence Lopez, e o assessor da Escola do Legislativo, Luís Antônio Costa da Silva, responsável também por gerenciar o programa Interlegis no Parlamento gaúcho. A votação dos projetos criados pelos estudantes ocorrerá no dia 3 de junho, ocasião em que o 41ºDPD terá programação durante todo o dia no Palácio Farroupilha. A diretora da Escola do Legislativo, Gislaine Monza, afirma que o projeto possibilita a aproximação entre o Parlamento e a comunidade escolar. "É uma oportunidade de os estudantes terem uma experiência sobre o dia a dia do deputado, desde o momento em que cria um projeto de lei até a sua votação", ressalta. Cidadania A diretora da Escola Olavo Bilac entende como fundamental saber do papel dos deputados, num momento em que há muita crítica sobre a atuação de muitos representantes na área política. "É um projeto que valoriza a cidadania e permitirá aos alunos avalia-

Equipe da Assembleia Legislativa esteve ontem na Escola Olavo Bilac

rem qual a importância dos deputados", acrescenta.

Cronograma Entre os colégios sorteados para a 41ª edição do projeto Deputado Por Um Dia também está a Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Teotônio Vilela, de Farroupilha, onde a palestra será realizada no dia 26 de março, às 9h45. Já em Alegrete, a equipe da Escola do Legislativo passará no dia 3 de abril, a partir das 10 horas, na Escola Municipal de Ensino Fundamental José Antônio Vilaverde Moura. Em Porto Alegre , A E. E.E.F. Evarista Flores da Cunha terá palestra no dia 4 de abril, às 14h30. Deputado Por um Dia O Deputado Por Um Dia promove a aproximação entre Legislativo e jovens, a partir da 7ª série do ensino fundamental de escolas públicas e privadas do Estado, com o objetivo de proporcionar conhecimento e experiência prática sobre a atividade parlamentar.

Além de escolas, podem participar instituições e entidades da sociedade civil organizada que trabalhem com projetos de integração social para adolescentes. Em cada edição são sorteadas cinco escolas/ instituições/entidades, que são representadas por onze alunos, totalizando 55 deputadosestudantes. Durante os preparativos, uma equipe da Escola do Legislativo vai até os colégios para falar com alunos e professores. Cada escola sorteada elabora um projeto de lei que é discutido, apreciado e votado na Sessão Plenária do Estudante. Neste dia, as atividades na Assembleia iniciam-se às 8h30, com uma programação envolvendo temas de interesse ligados à cidadania. No final da manhã, os alunos líderesdeputados participam de uma reunião para organizar a Ordem do Dia. E, a partir das 14h, eles ocupam as cadeiras dos parlamentares, no Plenário, para apreciação e votação das proposições.

Fotos: Rejane Bicca

11 alunos foram escolhidos para participar do projeto

Secretária de Educação, Vânia Cima; Diretora do Olavo Bilac, Ivete Tassi; Vanessa Lopez e Luis da Silva, da Assembleia Legislativa

RÁDIO

A despedida do Xiru Vaqueano

Henrique Pedersini

Página 12

22 de março de 2013  

Veículo do Grupo Encantado de Comunicação, da cidade de Encantado/RS

Advertisement