Page 1

Eleições

ROCA SALES

Henrique Pedersini

2012

RETA FINAL As ações para conquistar os últimos votos Página 10

R$ 354,00

O debate dos candidatos de Relvado Páginas 14 a 16

REAÇÃO A ASSALTO termina em morte Agenor Miguel Fleck, 70 anos, foi morto com um tiro no pescoço, na tarde de ontem (27), na localidade de Linha Santo André, interior de Roca Sales. Página 17 ENCARTADOS

R$ 354,00

ClassiNegócios Caderno MIX Vida & Saúde

R$ 354,00

Leão empata segunda consecutiva Página 20

REGIONAL Esperança é punido Página 22

Um ano de falecimento

mirIAN ANGELA DEVES tonin Mãe Mirian! Um ano. De saudades. De falta e de lembranças.

Deixastes um espaço que aos poucos vai sendo preenchido com as lembranças, os sorrisos, os abraços. E quando as lágrimas insistem em cair, nos vem teu rosto à mente, e se renovam os momentos que marcaram nossa vida juntos e construímos nossa família, que continua perpetuando teus conselhos, dando-nos a grandiosidade da fé e da coragem de viver pensando em ti. O tempo e tua ausência nos estão a nos dizer, diariamente, o quanto era essencial tua presença em nossas indecisões, dando-nos conselhos, mostrando-nos a razão de para juntos acertarmos na vida. Teu esposo Marcos, filhos Simone, Fernanda, Ana Paula e Gustavo, genros Davi, Alexandro e Gabriel, sua nora Paula e suas netas Luana e Julia saberão eternizar teus conselhos, marcando sempre em nossa memória o compromisso de fazer a tua história marcar o caminho certo a seguir. Assim saberemos suportar o mistério da morte que nos trouxe a solidão, a dor e a eterna saudade. Os familiares agradecem a todos pelo comparecimento e conforto recebidos e convidam para a Missa de Um ano de Falecimento de Mirian Angela Deves Tonin, a realizar-se na Igreja Matriz de Encantado, dia 30 de setembro, às 18h30min.


COLUNA

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

Diogo Daroit Fedrizzi

Salvem os jovens! Esta semana para mim foi de intensa reflexão sobre o que nós queremos para os nossos jovens, isto partindo de um suposto assassinato praticado por três jovens em Caxias do Sul, que mataram um papeleiro queimado, todos menores de idade. O fato teria iniciado na quintafeira da semana passada, quando estes três jovens haviam roubado uma faca do catador de papel, e tentaram no dia seguinte vendê-la ao trabalhador pelo valor de R$ 20,00 e, havendo a recusa da compra, foi arquitetado o plano, e os supostos assassinos compraram um litrão de gasolina e atearam fogo na barraca onde o trabalhador dormia. Trabalhador sim, já que o mesmo recolhia papeis, papelão, latas e outros objetos para sobreviver. Não me considero um cidadão velho, mas, no meu tempo, ou seja, há quase 40 anos, o jovem podia trabalhar depois dos 12 anos, mas hoje, é proibido trabalhar antes dos 16 anos, pois isto atrapalha o crescimento do jovem e pode torná-lo um adulto rebelde, laborar antes da idade mínima atrapalha a formação de um cidadão, e eu faço vários questionamentos a seguir, e pergunto o que atrapalha mais, trabalhar ou...

....O Jovem fumar crack num culto ao ostracismo, já que cresce sem poder trabalhar, talvez a única situação que lhe dê a condição de cidadania no futuro?

Não me considero um cidadão velho, mas, no meu tempo, ou seja, há quase 40 anos, o jovem podia trabalhar depois dos 12 anos, mas hoje, é proibido trabalhar antes dos 16 anos, pois isto atrapalha o crescimento do jovem e pode torná-lo um adulto rebelde...

...Ficar em turma, às vezes, em gangues, bebendo, fumando, sem perspectivas nas longas noites, e às vezes esbarrando com o crime, e flertando com ele, ou ainda ficar refém do vício e buscar o mundo do crime? ...Praticando a mesma cultura do ócio, meninas com não mais do que Na segunda-feira (24), a sessão da Câmara de Vereadores de Encantado precisou improvisar. O local vem passando por reformas desde a semana passada. Os operários trabalham na troca do piso. Os pilares da coluna central já foram derrubados.

5

milton@rdencantado.com.br

13 ou 14 anos, ficam grávidas, muitas vezes sem a mínima condição de cuidar de uma criança, já que ainda estarem na idade de cuidar de bonecas, outras mesmo sendo mães sem ao mínimo ter recebido de presente uma Barbie. ...Meninos de 14 ou 15 anos gerando filhos, sem entrar no mérito da condição psicológica para cuidar desta situação, mas se não pode trabalhar, como pode ter uma família pra cuidar? Poderíamos ficar divagando sobre condições que estão diariamente em baixo de nossos olhos, mostrando uma realidade cruel, onde justamente o trabalho do menor é que não tem nenhuma contribuição, e justamente o oposto, ou seja, a cultura do ócio é que leva a situações de expor os nossos meninos e meninas a uma situação de degradação total. O trabalho nunca matou ninguém e quem criou o ditado de que “o trabalho enobrece o homem”, foi um sábio, e a nós, enquanto sociedade, precisamos refletir, e não aceitar mais esta imposição que está matando todo uma juventude, que deveria ser o futuro deste país. Senhores e Senhoras autoridades do país, salvem nossos jovens.

Dia das Crianças

Por iniciativa da estudante Vitória Stürmer Bortoletti, que criou no facebook o grupo Vale do Taquari Solidário, e para marcar o Dia das Crianças, está sendo realizada a Campanha Toys, que tem como objetivo arrecadar brinquedos para as crianças e adolescentes da Associação Abrigo Comarca de Encantado. Serão três pontos de coleta dos utensílios: saguão do Centro Administrativo Municipal, Sicredi, Acesso Informática e Tabacaria Encantado. As doações podem ser realizadas desta sexta até o dia 10 de outubro.


6

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

Se cada pessoa é do tamanho do seu mundo, que tamanho ele tem? O seu mundo tem o tamanho dos seus sonhos. E falar sobre isso é, principalmente, mexer com a emoção e o inconsciente das pessoas. É procurar em cada um de nós aquilo que parece e precisa nos dar um motivo maior para viver. Esta história, a última da Série “Quem te viu, quem te vê”, tem o objetivo de perceber as qualidades e belezas escondidas num universo particular transformando-as num momento real.

s é r i e quem te viu quem te vê

Marciana Damazio Henicka, 22 anos

A

jovem Marciana, com 22 anos, já tem uma história de vida, e amadurecimento mais cedo do que espera-se das garotas da sua idade. Começou a namorar cedo, aos 13 anos, com um jovem vindo de São Paulo. Nessa idade, os hormônios entram em ebulição e não é fácil controlá-los. Os encontros aconteceram e, aos 14 anos, ela dava entrada no hospital para dar à luz a uma menina linda, chamada Emelly. Ele não era um namorado de longa data. Era um jovem por quem ela nutria carinho e tiveram alguns breves encontros. Como ele morava longe e chegava o dia de partir, despediu-se dela deixando-a grávida, sem saber. Ela chorou muito e não sabia como contar para sua mãe. Tinha conhecimento do uso de preservativos, pois tinha aprendido na escola, mas não acreditava que isso poderia acontecer justamente com ela. E aconteceu. “Minha adolescência foi abreviada pela gravidez e muitos amigas se ofereceram para me ajudar e sugeriram que eu abortasse.” Mas aí entrou a força da sua mãe. Quando soube da gravidez, foi um choque tremendo e ela chorou muito, pois compreendia bem o que lhe esperava. Ela própria fora abando-

A COSTUREIRA VIRA ROQUEIRA


Ao aceitar o convite para ser personagem desta reportagem, Marciana nos mostra que a vida pode ter o tamanho dos nossos sonhos.

nada pelo seu marido, ficando com 10 filhos para cuidar e fez isso com muita garra e trabalho. Por isso não permitiu que a gravidez da sua filha fosse interrompida. O tempo foi passando, a barriga crescendo e Marciana decidiu comunicar o namorado sobre a gravidez. “Foi uma surpresa para mim quando ele duvidou que o filho fosse seu e exigiu o exame de DNA”. E assim foi feito. Emelly nasceu linda e com muita saúde. O exame de DNA foi solicitado e o resultado deu positivo. Ela era filha dele. Entre os trâmites burocráticos e o distanciamento do pai, o encontro entre eles aconteceu quase três anos depois. Isso, diz Marciana,”significa que ele não tinha amor pela filha e não tem até hoje, pois raramente vem visitá-la ou pergunta por ela”. De acordo com a lei, ele paga pensão regularmente. A

frieza desse relacionamento, entre pai e filha, faz com que não se criem laços afetivos importantes para consolidar o fato. “Amor não se impõe, se conquista. E se ele quer assim, futuramente não poderá reclamar por carinho”. Hoje, Marciana tem outro relacionamento no qual é muito feliz. Tem ao seu lado um homem que lhe entende, trata-a com amor e também a sua filha. “Os dois se dão muito bem e ele está oferecendo a ela todo o carinho e atenção”. Teve sua filha com a presença e o olhar da mãe, que lhe ajudou a cuidá-la durante muito tempo e ainda continua. É uma avó sempre presente. “A história se repetiu. Eu fiquei sem meu pai muito jovem e senti a falta da presença dele. Hoje já superei, em parte, mas não quero que minha filha sofra como eu. Quero falar para ela tudo sobre a vida, sobre

gravidez, sobre as mazelas do mundo e tudo mais.” Quando estava na escola, ela pensava em ser bióloga por gostar muito de animais. Mas a vida tomou outro rumo. Marciana estudou até o primeiro ano do ensino médio e depois teve que parar para sustentar e cuidar da filha. Tinha 16 anos e pouco viveu da sua juventude. Passou por várias fábricas e hoje é costureira na Coopen (cooperativa). Iniciou como passadeira e aos poucos foi aprendendo a arte da costura. Está feliz com seu trabalho. Em relação a sua filha, ela deseja que estude muito e que se dedique cada vez mais para ter uma profissão diferente da sua, que adquira conhecimentos suficientes e tenha outras oportunidades na vida porque TUDO PODE SER DIFERENTE! “Até eu virar uma cantora de rock”.

JORNAL OPINIÃO n 07 de setembro de 2012

7

EXPEDIENTE

Direção e reportagem: ANGELA REALE Projeto Gráfico: DIOGO DAROIT FEDRIZZI Roupas/Acessórios: CASA BELLA Cabelo e Make: SALÃO DIVAS Fotografia: JOSUÉ BIGLIARDI Espaço: SALÃO CENTRO DE BELEZA DIVAS

Maria de Fátima, Marciana, Valéria e Angela Reale


JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

série

8

Gente que acredita no

Turismo

parceria

Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales

SAIBA MAIS

Agende sua visita: Fone: (51) 3772-1231 ou (51) 9959-6402 Linha Gramado – Arvorezinha Site: www.parquedasaraucarias.tur.br

Estamos na Rota do Pão e do Vinho

Cheiro de mato, canto dos pássaros e córrego de água limpa Empresário do setor metalúrgico de Arvorezinha constroi o Parque das Araucárias. Local é um santuário da natureza, com lago, piscina, cabanas e camping, que atrai turistas no verão e também no inverno Reportagem e fotos: Diogo Daroit Fedrizzi

O empresário Valdacir Bresciani, 48 anos, é apaixonado por ecoturismo. Ele e a família já percorreram quilômetros para explorar lugares que oferecem natureza exuberante, como a serra de Santa Catarina, a Chapada Diamantina na Bahia e o Pantanal no Mato Grosso. “É o que gosto de fazer nas férias, saio do mato e vou para o mato”, brinca. Proprietário de uma metalúrgica no município de Arvorezinha, em 1999, junto com um amigo que virou sócio, comprou uma área de terras de 125 mil metros quadrados, em Linha Gramado, distante dois quilômetros do centro da cidade, e construiu o Parque das Araucárias, um dos atrativos turísticos da Rota da Erva-Mate, na região Alta do Vale do Taquari. Trilhas, camping, lago, piscina, cabanas, restaurante e pedalinhos ficam à disposição dos visitantes. “Transformei um hobbie em negócio”, conta Bresciani.

Ele nunca fez cursos específicos sobre turismo, mas sempre que pode participa de atividades relacionadas ao setor para se manter atualizado. Recentemente, Bresciani terceirizou a administração do Parque (piscina, camping e restaurante), mas ainda cuida da hospedagem. “Afastei-me agora para poder usufruir também. E até para propiciar ao público algo diferente”.

Serraria e olaria

No local, antigamente, funcionava uma serraria e uma olaria, que mais tarde foram desativadas. Conforme Bresciani, o terreno era totalmente coberto por araucárias de grande porte, que foram desmatadas pela madeireira. O lago armazenava uma jazida de matéria-prima para a olaria. “Quando adquirimos a área, essas duas empresas não existiam mais, apenas um gado dos vizinhos que ajudavam a manter o local limpo”.

Dois anos foram necessários para fazer a limpeza. Segundo Bresciani, o investimento foi feito com o propósito de intervir o mínimo possível na natureza existente. “Construímos a piscina próxima ao lago porque foi o único local em que não foi preciso mexer no meio ambiente. Procuramos preservar ao máximo”. Depois, veio o processo de licenciamento junto aos órgãos ambientais, que foi demorado. A liberação só foi assinada no começo de 2005. Em dezembro do mesmo ano, o Parque das Araucárias foi inaugurado.

Investimentos

Empresário do setor metalúrgico, Valdacir Bresciani é apaixonado por ecoturismo

A estratégia administrativa do Parque das Araucárias procura acompanhar os investimentos no turismo regional. “Não podemos fazer grandes movimentações financeiras sem que outras paralelas aconteçam. Pretendemos investir mais, mas na medida em que a região toda evolua. Sempre preguei que você não pode construir um grande hotel sem ter atrativos ou motivos em que as pessoas venham se hospedar”, diz Bresciani, que também é presidente da Associação Comercial e Industrial de Arvorezinha e integrante da diretoria da Câmara da Indústria e Comércio do Vale

do Taquari. “É um processo que tem que caminhar junto em todos os setores”. O empresário entende que faltam empreendedores com vocação para o turismo. “Nossa região tem potencial pela beleza natural, mas carecemos de empreendedores. É um processo demorado. Alguns esperam ter a certeza do retorno, outros investem hoje para colher amanhã, que é o meu caso. A iniciativa privada não é forte na região, isso leva tempo. Mas acredito que com algumas frentes, como o Caminho dos Moinhos, que também é demorado, mas uma vez formatado, a coisa vai engrenar”, prevê.


SÉRIE ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

9

Restaurante

O estabelecimento atende as sextas-feiras à noite, sábados e domingo. O cardápio principal é a pizza assada no forno à lenha. A capacidade é para 100 pessoas e pode ser alugado para festas de aniversário, casamentos, reuniões de empresas.

Caminho dos Poetas

Ao lado das trilhas estão espalhados cartazes com poemas. Os textos foram elaborados por escritores de Arvorezinha ou que tenham alguma afinidade com o município.

Cabanas

Ponte

Sete cabanas ficam à disposição dos visitantes. Duas delas contam com infraestrutura completa, com cozinha, louça, dormitórios e até lareira. A taxa mínima é de R$ 80,00 para duas pessoas. A partir de um terceiro hóspede há o acréscimo de R$ 10,00 por pessoa. “São preços acessíveis para a realidade da região. Na temporada de verão, o aluguel mínimo é de duas diárias. No inverno aceitamos hospedagem para um dia”. A cabana da foto conta com dois quartos na parte debaixo e dois no andar superior. A lotação é para até 15 pessoas.

Um quiosque no meio do lago é o espaço ideal para colocar mesas e cadeiras e curtir a brisa fresca. Uma enorme ponte de madeira, projetada e construída por Bresciani, é contornada por várias luminárias que ficam acesas em eventos especiais, como casamentos. “No verão, liberamos para pesca. Tem bastante peixe, jundiá, carpas húngara e capim”, conta.

Frio

Água limpa

Ao percorrer as trilhas o visitante é acompanhado por córrego que chama atenção pela limpeza da água e pelo desenho do trajeto. “A água nasce numa terra afastada do Parque, de minha propriedade. Não tem poluição, não passa por lavouras nem construções. Ela vem do meio da mata, é limpinha, gelada”. Alguns peixes podem ser encontrados, como lambari de sanga e o jundiá mole.

Flora

O maior movimento é na temporada de verão, que compreende os meses de dezembro, janeiro e fevereiro. O principal atrativo é a piscina e o espaço para acampamento. Porém, no inverno também há um público fiel, que gosta de enfrentar as temperaturas negativas. No Parque das Araucárias, os termômetros chegam a marcar quatro graus menos do que a temperatura registrada no centro da cidade de Arvorezinha. Segundo Bresciani, no último inverno, a menor marca foi 6,1 graus negativos. “A borda do lago ficou totalmente congelada. O recorde no Parque é 7,6 graus negativos”, conta.

Avaliação da Amturvales

A turismóloga da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Lizeli Bergamaschi, comenta que a família Bresciani abriu as portas para o turismo por apostar na proposta de investir em um local para receber visitantes e oferecer a essas pessoas momentos de repouso, diversão, recreação, aventura, entre outros, que a natureza proporciona. “O Parque das Araucárias é uma área de camping muito bem estruturada da região alta do Vale do Taquari”, diz. “O principal objetivo do Parque é levar ao turista um dia diferente da sua rotina, mostrar as belezas naturais, onde os visitantes têm um contato direto com a natureza através da fauna e da flora, despertando a consciência ambiental e a valorização do meio ambiente”.

Um biólogo catalogou 53 espécies de árvores. Apenas três não foram identificadas.

Trilhas

Ovelhas

Atualmente, sete animais estão espalhados pelo Parque. As ovelhas ajudam na manutenção do local, principalmente, no aparo da grama. “É um animal que não incomoda, não agride e faz pouca sujeira. No verão, chegamos a colocar 30 ove-

lhas”, diz o proprietário.

Área preservada

O Parque conta com vários caminhos, que podem ser percorridos a pé ou de carro. “Quando abrimos as estradas, derrubamos poucas árvores”, explica Bresciani.

Desde o início das atividades do Parque, os proprietários averbaram uma área de 11 mil metros de reserva legal. “Esse espaço vai ficar

preservado, aconteça o que acontecer com o Parque, mesmo se um dia for adquirido por outras pessoas”, comenta Bresciani.

Fauna

O local é habitat de várias espécies animais, entre elas, veados, gralhas azuis, sabiás, baitacas tucanos, micos e cachorros do mato.

Tratamento

Todo resíduo produzido, seja dos banheiros ou da cozinha, é coletado e levado para uma área externa ao Parque, onde uma Estação de Tratamento faz o processo e depois libera para o meio ambiente.


10

Eleições

2012

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

Coligações definem ações para a última semana de campanha Restando oito dias para a votação, líderes das coligações preparam estratégias para conquistar os últimos votos

Fotos: Henrique Pedersini

DE OLHO NAS DATAS

Organização de campanha: Marafiga, Zuchetti e Camargo Diogo Daroit Fedrizzi Encantado - A oito dias das eleições municipais, a corrida pelos últimos votos se intensifica. As coordenadorias das coligações definem as ações para a última semana de campanha. Sandro Marafiga, que assessora a candidata Denise Pretto (PSDB), afirma que a linha de atuação não será alterada. “Somos a mudança que Encantado precisa. Vamos continuar planificando e apresentado a Encantado o que todos nós queremos para o futuro. Continuaremos demonstrando que ou-

tros tiveram a oportunidade de fazer as coisas acontecerem e não fizeram e agora dizem que vão fazer, mas sabemos que pouco fazem”, disse. Para Fredi Camargo, que coordena a candidatura de Paulo Costi (PP/PTB/PP), na última semana, a meta é colocar a militância com mais ênfase nas ruas. “Queremos mostrar que nossa vitória está se consolidando. Vamos montar uma carreata de motos e jipes neste sábado (29) e outra de carros na véspera da eleição, dia 6”, comenta. Conforme Camargo, o trabalho pretende também reforçar as ações dos

O Cartório Eleitoral da Comarca de Encantado divulgou nesta semana alterações em alguns locais de votação.

Em Encantado A seção 84 do Salão Comunitário Pinheirinho funcionará junto à Escola de Ensino Fundamental Agostinho Costi, no Bairro Planalto, agregada à seção 29; A seção 03 do Posto de Saúde funcionará na Escola Estadual Érico Veríssimo; A seção 93 da Escola Antônio

simpatizantes e apoiadores no entorno do Comitê Central e também nos comitês dos bairros. “Fora as ações contínuas das visitas nos bairros feitas pelos candidatos, ainda teremos a oportunidade de mais uma vez comparar as propostas do candidato Paulo Costi com os demais candidatos no debate da Rádio Encantado AM, dia 3”, diz. Ele garante que a Coligação está feliz pela festa democrática que está acontecendo em Encantado, se comparado com a história das eleições no município. “Esperamos que o ritmo continue assim até o dia 7 de outubro”, afirma.

Ramon Zuchetti, que coordena as ações do candidato Baixinho Orsolin (PMDB/ PDT/DEM), revela que a ideia é aumentar o trabalho de corpo a corpo. Mais seis comícios serão realizados até o dia da eleição. “O Baixinho e o Gilmar Spader vão intensificar as visitas às comunidades que ainda não passaram”, conta. Segundo Zuchetti, a militância está sendo convocada a ir para a rua. “Queremos que ela nos ajude nessa batalha de fiscalização e de conquista de votos. Sabemos que será uma eleição difícil, mas estamos muito otimistas quanto ao resultado positivo”.

04/10/2012 • Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV • Último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa entre as 8 e as 24h • Último dia para a realização de debate no rádio e na TV, admitida a extensão do debate cuja transmissão se inicie nesta data e se estenda até as 7h do dia 5 de outubro de 2012. • Último dia para os partidos e coligações indicarem, perante os Juízos Eleitorais, o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados que estarão habilitados a fiscalizar os trabalhos de votação durante o pleito eleitoral. 05/10/2012 • Último dia para a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral 06/10/2012 • Último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 e as 22 horas • Último dia, até as 22 horas, para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos

Mudanças nos locais de votação

de Conto funcionará agregada à seção 49 do mesmo local; A seção 86 do Salão Comunitário Bairro Lajeadinho funcionará agregada à seção 10 do mesmo local; A seção 79 do Salão Comunitário Bairro São José funcionará agregada à seção 20 do mesmo local; A seção 95 da Escola Municipal de Educação Infantil Planalto funcionará agregada à seção 75 do mesmo local; A seção 81 que funcionava no

Pavilhão da Comunidade Lambari, funcionará no Salão Comunitário Jardim da Fonte; As seções 12 e 56 que funcionavam na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista La Salle, no Bairro Santa Clara, funcionarão junto ao Salão Comunitário Santa Clara; Em Doutor Ricardo A seção 73 do Salão Comunitário Capela Menino Jesus – Linha Zanella, funcionará junto ao Ginásio Municipal de Esportes – Linha

Zanella

Em Anta Gorda A seção 21 do Salão Comunitário Vila Borghetto funcionará agregada à seção 01 do mesmo local A seção 17 da Escola M. de 1º Grau Incompleto Osvaldo Cruz funcionará agregada à seção 07 do mesmo local A seção 24 da Escola E. de 1º Grau Pe. Alfredo Antonelli funcionará agregada à seção 05 do mesmo local

Em Roca Sales A seção 94 do Colégio Evangélico Alberto Torres funcionará agregada à seção 29 do mesmo local A seção 20, que funcionava na Linha Fazenda Lohmann – Bicudo, funcionará agregada à seção 10 do Centro Evangélico Linha Fazenda Lohmann A seção 31, que funcionava na Escola M. Perpétuo Socorro, funcionará agregada à seção 19 do mesmo local


GERAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

GAN Anita Garibaldi elege prendado Encantado - O Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi promoveu no sábado (22), o concurso para escolher as prendas que vão representar a entidade na gestão 2012/2013. As candidatas realizaram prova escrita, em que devem mostrar conhecimentos sobre geografia, história, folclore e tradicionalismo. Também tem a prova oral, em Classificação

que é sorteado o tema 15 minutos antes de realizar o exame, a prova artística, em que precisa cantar ou declamar, uma dança tradicional e uma dança de salão e, ainda, a mostra folclórica, em que elas devem demonstrar sobre um determinado tema. A comissão julgadora foi formada por integrantes da 24ª Região Tradicionalista.

11

Fumaça misteriosa no Bairro Jacarezinho Um fato, no mínimo, curioso aconteceu no bairro Jacarezinho, na localidade de Rua Sconta. Após o temporal da semana passada, fumaça começou a surgir por debaixo da terra. O fato assustou o proprietário da casa em frente ao local, Mauro Marques. “Começou do nada a fumaça a sair da terra, nos assustamos pois nunca tinha visto nada parecido”, relata Marques.

Fotos: Henrique Pedersini

Mauro apoiou o cabo de uma enxada sobre o local e para sua surpresa a terra afundou. Maior ainda foi a surpresa de Mauro, ao perceber que no fundo do buraco havia água em alta temperatura. Mauro não encontrou explicação para a questão, o que realmente impressiona é a quantidade de fumaça que sai do local. Um termômetro estourou ao ser aproximado.

1ª Prenda Pré-Mirim: Luiza Pertille Muccini 1ª Prenda Mirim: Carolina Terra Rosalen 3ª Prenda Juvenil: Ana Paula Pittol 2ª Prenda Juvenil: Eduarda Olseffer Fachini 1ª Prenda Juvenil: Anna Laura Dalmolin Beneduzzi

Conforme a Coordenadora Cultural Margarete Capelari Hammes, a patronagem do GAN Anita Garibaldi agradece a dedicação, o trabalho e o empenho das prendas da gestão 2011/2012 e deseja muita sorte e sucesso à nova gestão.

Divulgação

Buraco, à esquerda, por onde sai fumaça. Proprietário da casa, Mauro Marques, ficou preocupado Margarete com as prendas do GAN Anita Garibaldi

PNL APLICADA À LIDERANÇA “A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns.” (Abraham Lincoln)

Assim que inserido no mercado de trabalho, todo jovem sonha em seguir carreira na empresa escolhida, receber promoções, ganhar um cargo de confiança, mas para isso acontecer é necessário duas coisas, trabalho duro e preparação, através de muito estudo. A PNL é baseada na ideia de que a mente, o corpo e a linguagem interagem para criar a percepção que cada indivíduo tem do mundo, e tal percepção pode ser alterada pela aplicação de uma variedade de técnicas. A fonte que embasa tais técnicas envolve a reprodução cuidadosa dos comportamentos e crenças daqueles que atingiram o “sucesso”.

O desafio da PNL é capacitar as pessoas a assumirem o controle da sua própria evolução cognitiva e tomar consciência que suas imagens, vozes e sensações internas pertencem a elas e que elas podem as manipular a favor do que desejam, melhorar relacionamentos, aptidões, tarefas, superar desafios, alcançar objetivos, da mesma maneira que elas usam seus dedos para abrir a maçaneta de uma porta.” O curso PNL aplicada à liderança proporcionará ferramentas e princípios para a formação de uma equipe motivada e principalmente um líder decidido a superar desafios. Na Lume Centro de Ensino e Qualifi-

cação Profissional, este curso inicia no dia 08/10/2012 sendo este um treinamento para todos que desejam uma evolução em sua capacidade mental e produtiva, um curso sobre a nova tecnologia mental e emocional. As vagas são limitadas! Para mais informações acesse o site www.lumeonline.com.br ou entre em contato com nossa equipe pelo telefone 51.3751 6812 ou pelo e-mail comercial@lumeonline.com.br. “A palavra liderar, etimologicamente, significa conduzir. O líder é aquele que conduz o grupo. Conduzir pode ser compreendido como a ação de mostrar o caminho, de orientar os esforços dos

membros do grupo para o alcance de objetivos comuns. Logo, fica claro que não há líder sem seguidores; não há líder no vácuo. Podemos então conceituar liderança como sendo a realização de metas por meio da direção de colaboradores. A pessoa que comanda com sucesso seus colaboradores para alcançar finalidades específicas é líder. Um grande líder tem essa capacidade dia após dia, ano após ano, numa grande variedade de situações.” (Fonte http://www.administradores.com. br/informe-se/producao-academica/ importancia-do-lider-na-formacao-deequipes/3198/)


12

JORNAL OPINIテグ n 28 de setembro de 2012


GERAL

JORNAL OPINIテグ n 28 de setembro de 2012

13


14

Eleições

2012

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

DEBATE RELVADO

Jatir e Adroaldo frente a frente na Rádio Encantado AM

A Rádio Encantado AM realizou no sábado (22), o debate entre os candidatos de Relvado. Durante uma hora e meia, o atual prefeito, Jatir Radaelli (PMDB), e Adroaldo Da Croce (PT/PDT/PP/PTB) responderam a perguntas elaboradas pelo departamento de jornalismo da emissora e dos ouvintes. Eles também tiveram oportunidade de fazerem questionamentos livres entre si. Foram oito perguntas, quatro para cada um. O Jornal Opinião acompanhou o programa e reproduz, na íntegra, a parte em que os prefeituráveis se confrontaram. ADAPTAÇÃO DO TEXTO: Diogo Daroit Fedrizzi * Fotos: Henrique Pedersini

1. Adroaldo Da Croce pergunta para Jatir Radaelli

Resposta Jatir Radaelli

Durante todo esse tempo, tivemos desde 1987 e fiquei até 1999 como presidente, com o alvará devidamente sempre em funcionamento. E lá sempre trabalhamos com o funcionalismo pago, com todos seus direitos trabalhistas, e nunca houve por parte da secretaria estadual de saúde qualquer obrigação que fechássemos o hospital. E nós não fechamos o hospital durante esse período. Quando eu voltei em 2003 e 2004 ainda continuamos trabalhando. A gente sempre sabia que dependia da demanda de recursos, e estes recursos não foram nos obrigado a fechar o hospital. O hospital sempre teve a oportunidade de fazer. O que aconteceu depois quando nós não estávamos mais lá? Houve um trabalho contínuo e persistente da administração, que depois assumiu em 2005 e 2006, para que isso não acontecesse. Se eu tenho parte de culpa, todos têm parte de culpa. E a comunidade relvadense sabe disso. Relvado acompanhou que esse

O Hospital Beneficente de Relvado esteve funcionando por aproximadamente 19 anos. Neste período, teve três presidentes, sendo que o senhor foi o que ficou mais tempo responsável pela instituição, por quase 13 anos. Sabe-se que o Hospital fechou em 2006 por falta de alvará, um ano após sua saída da presidência. Por cinco anos funcionou sob alerta e sem alvará de funcionamento, ou seja, de forma irregular. Quais foram as ações que o senhor fez ou tomou como presidente do Hospital no período em que foi presidente, como presidente, pois não conquistou novamente o alvará. O que faltou?

hospital funcionou durante muitos anos, foi dado às irmãs para que elas continuassem trabalhando. E nós tivemos sempre saúde. Nunca foi nos obrigado, exigido que fosse feito reforma. Mas também não foi por falta de garra, de vontade, durante o tempo em que eu fiquei como administrador voluntário do nosso hospital.

Réplica Adroaldo Da Croce

O hospital tinha uma finalidade muito grande no nosso município. Gerava emprego, impostos, prestava serviços relevantes. Fechou por falta de melhorias no prédio e por falta de investimentos por parte do município, por falta talvez do governo federal e estadual. Esta pergunta eu tenho objetivo para dizer justamente isso. Não foi só culpa de um administrador ou outro. No nosso município muito se culpa pelo fechamento do hospital. Por falta de atendimento, por poucos pacientes, pela questão do prédio estar em grande dificuldade, não sofrer nos últimos 20 anos

melhorias. Foi importante a formação daquele prédio naquilo que tem hoje. Se não foi possível o hospital funcionar, prefeito, tudo aquilo que tem hoje lá foi fruto de um governo sério.

Tréplica Jatir Radaelli

Estamos muito satisfeitos. Ali existe este prédio, magnífico, bom, grande parte dele ocupado. E que agora com essa nova proposta e com esta possibilidade de termos o hospital de pequeno porte. O município hoje tem condições e sempre teve certas condições financeiras. Quem sabe que lá, com este encaminhamento que temos, vamos ter sim a possibilidade de reabrimos como hospital de pequeno porte. A gente sabe que nestes hospitais pequenos, há dificuldade de fazer cirurgia, procedimentos maiores. E com certeza será um suporte para a nossa comunidade, de vermos o nosso paciente ficando mais junto das famílias. Vamos nos empenhar muito para que isso aconteça nos próximos quatro anos.

Candidato Adroaldo Da Croce


Eleições

2012

2. Jatir Radaelli pergunta para Adroaldo Da Croce Resposta Adroaldo Da Croce

A educação é importante. Queremos melhor aproveitar a escola de educação infantil que foi construída neste governo. Mas que teve desde 2006 a luta, a aquisição do terreno para implantar esta escola. Estive em Brasília no Ministério para tentar fazer em 2007 com que Relvado fosse contemplado com este recurso. Felizmente, Relvado tem construída essa escola que com melhor aproveitamento poderemos colocar creche de seis meses até três anos e manter continuamente os trabalhos. A questão artística, cultural com os jovens, turno inverso, atividades pedagógicas, para fazer sempre que a educação seja aquele elo da família, para poder levar, com educação, prosperidade, dinheiro e conforto. Além disso queremos fazer com que os alunos do ensino superior que vão à faculdade, tenham transporte gratuito, tenham sempre possibilidade de permanecer junto de seus pais na nossa cidade. Vamos também fazer com

Sabemos que a educação deve ser prioridade número 1 para qualquer administração pública. Em meu governo investi fortemente na qualificação dos professores e somei um aumento salarial de 32,5% contra 23% da administração anterior. Pensei na qualidade da administração e construí uma escola pró-infância de 580 metros buscada junto ao governo federal. As escolas totalmente equipadas com material pedagógico de qualidade. Merenda de qualidade para todos alunos do município, com acompanhamento de nutricionista, inclusive, para os alunos do ensino médio e tantas outras ações. Qual a tua proposta para a educação para os próximos quatro anos? que programas educacionais, culturais e esportivos tenham sempre apoio. E vamos buscar isso também com o governo federal e estadual. Vamos incentivar financeiramente as associações. Vamos instalar biblioteca pública, telecentro, num local onde tenha acessibilidade. Atender de forma gratuita os estudantes com medicamento, atendimento médico, oftalmológico, psicológico, entre outros.

Réplica Jatir Radaelli

Queremos valorizar ainda mais nossos professores da educação, oferecendo qualificação continuada, bem como o projeto de reajuste salarial. Iremos reformular o plano de carreira do magistério público municipal. Iremos disponibilizar sinal de internet para todas escolas, implantar o atendimento de creche municipal para as crianças de seis a três anos, para que as mães possam trabalhar e contribuir na renda da família. Queremos continuar oferecendo

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

um transporte escolar de qualidade, com segurança, com aquisição de novos veículos. Queremos também ampliar o auxílio ao transporte aos estudantes universitários. Sabemos que em 2008 foi repassado o auxílio de R$ 20 mil, em 2011 e 2012 R$ 35 mil. Relvado, vale a pena estudar.

Tréplica Adroaldo Da Croce

Vamos fornecer também aos alunos da rede pública uniforme. A educação como elo de ligação numa família, com a questão de cultura, a questão de permanecer no nosso município com motivação, nesse sentido vamos ter um forte apoio, participação do município para que a população educacional, hoje não tem grande como foi no passado, até porque há uma baixa taxa de natalidade. Vamos ter uma educação condizente, internet, acesso aos meios para que todos os estudantes possam estudar e fazer com que possam permanecer junto de sua família no município de Relvado.

15

3. Adroaldo Da Croce pergunta para Jatir Radaelli Sobre a usina de britagem, pois ela tem sido muito útil para o nosso município, principalmente, para nossa comunidade, nosso interior, para melhoria de estradas, colocação de brita nas propriedades, acessos. Seu lema é Venha com quem faz, então diga prefeito, quem instalou o britador na Linha Cruzeiro, devidamente funcionando?

Resposta Jatir Radaelli

Tenho a grata satisfação de dizer que realmente temos uma contribuição muito grande com a instalação daquele britador. Porque parte daqueles equipamentos que estavam lá foi adquirida quando eu estava como prefeito, ainda na administração anterior. E com orgulho podemos dizer que isso aconteceu. É uma das obras que realmente tínhamos um encaminhamento e a vontade. E a gente sabe que nem sempre 100 por cento daquilo que a gente quer se faz. Que bom que está lá e estamos produzindo brita de muito boa qualidade, que oportuniza aos agricultores e produtores as estradas hoje em dia. É uma meta da administração continuar com esse britador, e vamos melhorar esse britador. Vamos fazer com que toda nossa produção de brita seja devidamente colocada nas estradas, aos acessos às moradias, de modo especial, da avicultura, suinocultura, e que nós, graças aos investimentos que fizemos, tivemos a oportunidade de termos hoje as estradas em ótimo estado de conservação. Porque com as melhorias que fizemos nos últimos quatro anos nos deu a oportunidade para que as empresas integradoras, acima de tudo, não viessem fazer todas aquelas reclamações que existiam pelas dificuldades das estradas não terem condições de modo especial, de toda aquela mata que existia. Fizemos limpeza, colocação de bueiro. Isso ajudou muito o agricultor. Com certeza o britador será prioridade, e vamos se necessário fazer uma reforma e ampliar.

Réplica Adroaldo Da Croce

No estúdio da Rádio Encantado AM: Jatir Radaelli e Adroaldo Da Croce

4. Jatir Radaelli pergunta para Adroaldo Da Croce

Resposta Adroaldo Da Croce

Vamos sempre intensificar o apoio a todas associações, toda questão cultural, seja ela feita através de CTGs, grupo de canção. Vamos trabalhar forte e apoiar isso. Por outro lado, não podemos esquecer que todo município precisa de atenção, seja na agricultura, na saúde, na cultura. Temos sempre que ter uma visão de poder levar isso de forma parecida, junto, proporcional. Não adianta nós investir todos recursos na cultura, por exemplo, e deixar de apoiar atividade agrícola, saúde. Temos que ser razoáveis, não podemos pensar grande em uma só atividade, temos que pensar grande em todas. E é dessa forma que quero ser prefeito de Relvado. Quero atender as necessidades, as questões que visam o fortalecimento na saúde, na agricultura, para poder dar sempre condições de sobrevivência no nosso município, questão sustentável como sempre falamos, na sustentabilidade. Em relação à cultura, a relação

Sabemos que Relvado é conhecido nos estado e no país pelos grandes rodeios que realiza, pelos shows trazidos após os rodeios, pelo festival do churrasco, uma parceria registrada... pelo reencontro dos filhos de Relvado, pelos grupos artísticos que temos, com representatividade nacional e internacional, apresentando-se, recentemente, em são Paulo e em Portugal. Qual a sua proposta de governo para manter este nível de cultura em nosso município?

com quem está fora de Relvado, a festa do churrasco, o encontro dos filhos de Relvado, vamos apoiar. Inclusive, o encontro dos filhos de Relvado foi feito na gestão anterior, só que foi feito com recursos mínimos para fazer o funcionamento, fazer toda aquela estrutura. Porque precisa ser feito de forma razoável, proporcional.

Réplica Jatir Radaelli

Investimos muito na cultura, pois sabemos o que ela é importante para a construção da cidadania. Oferecemos professores para o CTG, para a cantoria italiana, construímos e melhoramos o parque de rodeios, e com certeza vamos dar uma infraestrutura ainda maior. Queremos também instalar o museu e a biblioteca pública municipal junto à Praça da Harmonia. Fizemos isso com empenho, dedicação e galhardia. Com certeza, isso que nós fizemos na cultura, nunca se deixou de colocar recursos importantes em todos os outros seto-

res, na agricultura de modo especial, na saúde, na educação, na valorização do nosso idoso. Sempre trabalhamos em sintonia com o nosso orçamento.

Fiz essa pergunta para mostrar que muita coisa em Relvado não foi feito pelo senhor. Por muitos anos havia alguns equipamentos na garagem para instalar o britador, mesmo sem área de terra adquirida. Foi adquirida área de terra, foram colocados os equipamentos, disponibilizada energia elétrica, incluindo mais equipamentos para ter hoje a usina de britagem. Nós fizemos, isso era apenas nossa obrigação. Em relação às estradas, o município recebeu R$ 500 mil do governo federal para fazer melhorias. Felizmente teve uma participação muito boa, muitos municípios ganharam para poder contribuir também junto com a administração, para deixar aquelas estradas boas. A questão da brita nas estradas é fruto do investimento feito na gestão anterior.

Tréplica Jatir Radaelli

O município recebeu sim R$ 500 mil para investimentos. Quando tivemos aquela enxurrada que assolou o Vale do Taquari, parte do Rio Grande do Sul. E nós buscamos recursos, isso nos ajudou muito. Porque levou parte da ponte da Barra do Coqueiro, levaram inúmeros bueiros. E nós procuramos melhorar, investir este recurso. Graças à busca incessante de recursos, isso nos ajudou. Temos também mérito de termos comprado grande parte daqueles equipamentos que estavam lá para fazer instalação desta usina de britagem. Como é importante quando se pensa, e se quer melhorar, e ajudar de modo especial a nossa agricultura, dar o conforto para termos boas estradas. Em Relvado hoje existe.

Tréplica Adroaldo Da Croce

Fiz o apontamento de uma forma proporcional e razoável, porque muitas vezes a gente investe... e é importante investir na cultura, como o prefeito fala... mas por outro lado, o setor produtivo, a avicultura, embora contendo no plano de governo que seria apoiado financeiramente, através de subsídio, não foi dada uma atenção especial. Faltou aplicação de recursos. Também é mencionado que não foi feito isso porque as máquinas do município estavam em péssimas condições. Muitas vezes investir R$ 200 mil em um show, poderia ser repensado e aplicado nas necessidades mínimas de nossa comunidade, que vive trabalhando ativamente, pessoas de idade que precisam de atenção.

Candidato Jatir Radaelli


16

Eleições

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

Sabedor que tu estavas da questão dos nossos equipamentos, e foram feitos 5. Jatir Radaelli pergunta para investimentos e recuperações... e a gente Adroaldo Da Croce sabe que essas máquinas já estavam num estado avançado e que, provavelmente, não deu tão certo. Com todas essas aquisições feito, mas Resposta que eu enumerei anteriormente, hoje temos falta muito a oportunidade de fazer um bom trabalho. E Adroaldo Da Croce a fazer. A você diz que a economia está encolhendo no No nosso plano de govermunicípio. Eu não acredito nessa tua hipóno, temos lei de incentivo para minha obrigação como tese, porque todos os municípios da região poder beneficiar o produtor. prefeito é estão, mais ou menos, neste caminho. Qual Ajudar na questão de limpeza é a sua plataforma de governo para a nossa das propriedades com sistema fazer, independente agricultura, além de tudo isso que mencioterceirizado, para poder comde qualquer nei na questão anterior? plementar os serviços. Quero coisa, é mencionar que há máquinas obrigação no nosso município fazendo, minha fazer. Tréplica através do sistema terceirizado, cobrando um alto valor do produtor, na ordem de 300 horas-máquinas aproximadamente, nos últimos dois meses. Na nossa campanha encontramos um monte de produtores que vem pagando de forma particular serviços de máquinas. Porque a prefeitura não tem condições de atender todos de forma igual. Eu quero, como prefeito, poder atender todos de forma igual, esquecer a questão partidária, seja 11, 12, 13, seja 14 ou 15. Produtor que quer produzir no nosso município, precisa ter atenção. Poços artesianos foram perfurados de forma individual. A questão da energia elétrica, muitos produtores estão com problema. Não quero fazer uma crítica pessoal ao senhor. Quero dizer que falta coisa no nosso município. Não adianta dizermos que é feito, é feito, é

Réplica Jatir Radaelli

Investimos fortemente nos auxílios financeiros, foram mais de 100%. Mantivemos nossa avicultura forte, com mais de 1,6 milhão de cabeças de frango/lote, com dois aviários em construção. Tivemos um crescimento muito grande na bacia leiteira, de mais de R$ 2 milhões de valor por ano. Mais de R$ 1,5 milhão por ano na suinocultura. Nas redes de energia elétrica tivemos investimentos da AES Sul, com o nosso apoio, levando toda a rede de melhoria até Relvado. Hoje estamos com melhoria na rede trifásica, Linha Marco Três Pedras, Linha Cordilheira, Linha Saudade, através da Cerfox. Linha Lajeadinho, com melhorias da AES Sul. Redes de água em São Rafael, Linha Gruta, Linha Cristo Rei Alto.

7. Jatir Radaelli pergunta para Adroaldo Da Croce Resposta Adroaldo Da Croce

É importante sim. Temos uma relação com quatro partidos que nos apoiam, e através disso vamos ter acesso tanto com o governo do Estado, quanto com o governo federal, através dos parlamentares, para buscar recursos através de emendas para contemplar diversos meios, como calçamento, saúde e agricultura. Além disso temos a questão partidária, através do governo do Estado e a presidente Dilma. Sem dúvida seremos um elo. Vamos buscar recursos e levar ao nosso morador de Relvado melhores condições de vida no sentido de calçamentos e calçadas. Calçamento, na gestão atual, não foi feito nada. Em relação à agricultura, vamos buscar equipamentos. O senhor fala do ministério que tem processo em andamento para buscar recursos, sem dúvida, pós-eleição, vamos novamente buscar e intensificar a luta de trazer recursos. Eu, enquanto secretário do Planejamento, posso lhe dizer prefeito, que aquela escolinha foi fruto de muito trabalho na gestão anterior também, inclusive comprando o terreno. A praça de esportes, que lá foi construída no seu governo, veio do

Adroaldo Da Croce

Ainda falta muito. É por isso que a gente quer sempre salientar que temos muita coisa por fazer. É com essa vontade que quero ser prefeito, atender a todos de forma indistinta, esquecer a questão partidária e partir para a questão das necessidades do nosso município, dos nossos produtores. Se foi feito, muita coisa tem por fazer. Fecharam 40 aviários, produtores que tem equipamentos, altos investimentos em atividade. O leite, vacas de leite, foi feito grande parte através de financiamento nos bancos. Aquisição de tratores, altamente financiada. A questão econômica nossa funciona, mas muito mais por iniciativa do próprio produtor, do que pela participação do município.

Nos seus programas de rádio, você transmite aos eleitores que para conseguir mais recursos do governo federal ou estadual, deve estar em sintonia com os mesmos. Você acha que realmente é muito importante para conseguirmos os recursos em Brasília estar alinhado com os demais governos? Qual a sua opinião e de que maneira vai fazer para que se busquem mais recursos para o nosso município?

meu deputado, Tarcísio Zimmermann. A ambulância que foi adquirida posterior à primeira, também veio recurso do senador Paim, enquanto viagem a Brasília que fiz.

Réplica Jatir Radaelli

Na administração anterior, em que o senhor era o secretário do Planejamento, foram recebidos R$ 529 mil de recursos. No meu mandato, buscamos mais de R$ 2 milhões em Brasília. Isso demonstra que não é tão importante assim sincronia. O que precisamos é ter projetos bem elaborados, isso nós fizemos. Nós retomamos, encaminhamos e buscamos aquela escola. Nós encaminhamos e buscamos aqueles recursos todos, que fizemos até o Parque de Rodeios, em que uma parte que será concluída com R$ 190 mil. Onde você diz que nós não fizemos calçamentos, quem sabe, se os recursos tivessem bem encaminhados, os tais de R$ 500 mil que estavam sendo prometidos, que foram colocados em alto e bom som na entrega do mandato, quantos calçamen-

tos teríamos feito com estes recursos que buscamos para fazer o acesso asfáltico até o parque de Rodeios.

Tréplica Adroaldo Da Croce

O acesso asfáltico até o Rodeio não está concluído ainda, inclusive está em péssimas condições, porque o recurso não pode ser aplicado ainda, prefeito. Em relação aos recursos, o senhor está mencionado aqueles dois que vieram do deputado Tarcísio Zimermann como seus? Foram aplicados na sua gestão, mas foram buscados na gestão anterior. São processos que foram dados continuidade. A escolinha, as cisternas. Inclusive tiveram recursos que foram devolvidos. A relação com o governo federal é importante, vamos trabalhar muito nisso. Se vieram R$ 2 milhões, nós podíamos ter buscado muito mais. E poderemos buscar muito mais, com toda certeza, com apoio de deputados. Haja vista que o senhor, só através do Mendes Ribeiro, ministro este que é da minha presidente Dilma.

6. Adroaldo Da Croce pergunta para Jatir Radaelli

2012

Minha pergunta vem justamente para contradizer algumas coisas. As máquinas estavam expostas em frente à garagem da prefeitura por ocasião da posse, assim como a maioria estava com termo de garantia vigente. Agora, durante a campanha eleitoral, é feito referência que todas as máquinas estavam em mau estado. Isso não é desespero para justificar tantas promessas não cumpridas. O senhor possui laudo para provar o que vem dizendo no programa de rádio? Foi ajuizada ação de indenização para averiguar se houve danos ao erário? O que o senhor fez efetivamente em relação isso?

Resposta Jatir Radaelli O candidato deve estar desinformado. A grande maioria daqueles equipamentos, o convênio estava totalmente vencido. E de que essas reformas deveriam ser feitas com clareza, bem organizado, porque nós também investimos. E estas máquinas, todas elas, sempre tiveram garantia de empresas sérias, empresas que realmente fizessem este serviço. Podemos dizer, sim, que nós relvadenses, todo mundo pode ver, de olho nu, que aquela patrola estava com contrato vencido, a retroescavadeira, a carregadeira. E o grande problema que tivemos lá foi com o trator de esteira, que foi mais de R$ 80 mil que foram investidos, e que não deu para ocupar. Não estou criticando, só estou dizendo que quando se faz conservação de máquinas, tem que ser bem feita, com empresas sérias, que tem condições de fazer. Investimos forte na agricultura com a aquisição dessas máquinas. O nosso agricultor não foi desassistido. Temos 73 aviários em pleno funcionamento, com o devido licenciamento ambiental. 23 produtores, terminadores de suínos com licenciamento ambiental, com acompanhamento de tudo isso. Relvado está acompanhando, dia a dia, o que se faz para a agricultura. Nosso caro agricultor, não viramos as costas. Se não podemos dar esses incentivos que vamos propor por lei, foi pela falta destes equipamentos. E com todas essas aquisições, com certeza, vamos poder melhor ainda mais o nosso plano de governo.

Réplica Adroaldo Da Croce As máquinas que estavam lá fora e foram feitas melhorias, todas elas estavam em garantia. E que, se infelizmente, como o prefeito

diz que não deu certo, não podemos acusar ninguém de forma indistinta. Nós temos que ter cuidado para dizer para a população, de forma coerente, aquilo que realmente aconteceu. Foram feitas reformas, as máquinas estavam em garantia, e um prefeito que assume precisa fazer um levantamento para ver o que havia de bom ou não. Se não houve laudo na época para comprovar o que o senhor fala, nem agora em véspera de campanha o senhor pode falar, porque isso pode ser uma armadilha eleitoral para o senhor querer confundir o eleitor dizendo que alguém fez algo que não deve fazer. Mas isso também, talvez, é o senhor que pode estar dizendo que lá não eram boas, porque não há nada para provar isso que o senhor está falando. Tréplica Jatir Radaelli Se elas realmente tivessem condições, nós teríamos condições de trabalhar. E nós não conseguimos fazer o trabalho com elas. Vocês todos são sabedores. As coisas têm que ser sérias. Não estou aqui dizendo que A, B ou C tenha feito. Vamos fazer as coisas sérias, tratar as coisas sérias. A população vê. Não é o assunto que queremos levantar, e nós levantamos. Porque a população nos cobra o porquê nós não atendemos alguns incentivos a mais. E por isso nós justificamos, se todos os equipamentos realmente estivessem em boas condições, como deveriam estar, mais fácil teríamos dado mais ainda recursos para a agricultura, para o nosso produtor investir. É dessa maneira que a gente sempre trabalhou, é dessa maneira que queremos continuar trabalhando, nosso caro agricultor. Vamos olhar para frente não vamos olhar para trás.

8. Adroaldo Da Croce pergunta para Jatir Radaelli Sabemos que o sonho da maioria dos trabalhadores é ter uma aposentadoria segura, que lhes traga qualidade de vida. O que o senhor tem a dizer para as pessoas que tiveram esse sonho interrompido quando perderam suas aposentadorias após a operação Sonho Encantado da Polícia Federal?

Resposta Jatir Radaelli

Eu tenho a dizer para ti, e jamais pensei que tivesse que dizer aqui. Primeiro lugar, não tenho processo nenhum. Nunca fui chamado, nunca houve um benefício que por minha culpa fosse interrompido. Tive sim uma denúncia, mas que não existe prova nenhuma. Não existe um benefício que eu tenha sido culpado por ter inserido ou ter pedido para colocar documentos que não tenham justificativas. Meu trabalho profissional sempre foi transparente, sério. Acredito muito em Deus nesse processo. Mas acredito muito na justiça do homem. Nunca fiz nada de errado na minha vida, nunca prejudiquei ninguém. Qualquer pessoa que fosse, tem que provar se eu prejudiquei alguém nos meus benefícios, ou benefícios que eu tenha intermediado ou encaminhado para o nosso cidadão. Não foi dessa maneira que eu aprendi na minha vida. A minha vida sempre foi de transparência, seriedade, honestidade. Foi desta maneira que eu trabalhei. E desta maneira, se eu for chamado, vou provar, se tiver que ser denunciado, perante a justiça. Porque nunca prejudiquei ninguém. Sou um homem limpo, são 16 anos e não tenho uma conta sequer rejeitada da minha administração municipal.

Réplica Adroaldo Da Croce

Sabemos que o processo da Operação Sonho Encantado está em tramitação na justiça. O que nos preocupa é que as pessoas foram iludidas. E nós não faremos este tipo de ação como prefeito de Relvado. Vou trabalhar pelas pessoas com dedicação, para que elas saibam que ao lado delas haverá sempre, além de um prefeito, um amigo de verdade. Alguém que as pessoas podem ter a certeza que poderemos ajudar as necessidades de cada pessoa de nossa cidade.

Tréplica Jatir Radaelli

Quero dizer ao povo relvadense, que sou ficha limpa. São quase 16 anos de administração, nunca tive uma conta rejeitada. Ao longo da minha vida profissional, não tem um benefício que eu encaminhei, que esteja interrompido por culpa minha, ou por qualquer coisa. Sou uma pessoa honesta, e quero ser assim na prefeitura, como fui ao longo desses 16 anos. Esses próximos quatro anos não serão diferentes, serão de pessoa honesta, competente, que vai trabalhar com brilho, com garra, olhando sempre nos olhos do cidadão relvadense. Podem contar conosco.


COLUNA DE NILSON DEBORTOLI - Página 22

JORNAL OPINIÃO n 28 de setembro de 2012

19

Henrique Pedersini

LOS AMA Na 14ª reportagem da série, conheça as histórias engraçadas do Esporte Clube Los Ama PÁGINA 21

REGIONAL DE VETERANOS

Encantado vence Torneio das Cidades de Futebol

Divulgação

No domingo (23), aconteceram os jogos válidos pela terceira rodada da Copa Covel/Sicredi/Mundial Tintas de Veteranos. Três confrontos foram realizados. Em Nova Bréscia, Imigrante e Copalto empataram em 2 a 2 Eliandro e Marcelo (Contra), foram os responsáveis pelos gols do Imigrante, Sílvio e João anotaram para o Copalto. No Serranão, em Jacarezinho, o Serrano venceu o Gaúcho de Teutônia pelo placar de 2 a 0, com dois gols de João Ruberti.

Em Travesseiro, o Travesseirense recebeu o Juventude do Lambari, o time visitante venceu pelo placar de 4 a 3, em confronto disputado. Fernando, João Renato e Lasie marcaram para o time da casa, enquanto Vandeko, Dalmoro e Jacson Beneduzi (2) marcaram para o Juventude. No próximo domingo (30), em Roca Sales, o Copalto recebe o líder Serrano, em Teutônia, o Gaúcho joga contra o Travesseirense, e no Lambari, enfrentam-se Juventude e Imigrante.

Time do Lambari Classificação Equipe 1ª - Serrano 2ª - Juventude 3[ - Imigrante 4ª - Gaúcho 5ª - Travesseirense 6ª - Copalto

PG 06 06 05 03 01 01

J 03 03 03 03 02 01

GP 06 09 06 02 04 04

GC 03 07 04 06 05 04

SG 03 02 02 -4 -1 00

Divulgação

Lambari vence fora de casa

Na manhã do domingo (23), aconteceu a primeira edição do Torneio das Cidades de Futebol, promovido pelo professor Paulo Guedes. Quatro equipes participaram da competição. Segundo Paulo Guedes, o objetivo da competição foi atingido. “Quando decidimos fazer o Torneio das Cidades, deixamos claro que o objetivo seria promover a integração entre pessoas que moram em Encantado, mas nasceram em outras cidades”, afirmou Guedes. Jogadores oriundos de Santana de Livramento, São Gabriel, Jaguari e um time representando Encantado marcaram presença, envolvendo quase 100 pessoas. Os jogos foram realizados no campo da Santa Clara, em Encantado. No primeiro jogo, o Jaguari venceu o São Gabriel pelo placar de 2 a 0, com gols de Rafael Fernandes e André Dias. Na segunda partida a equipe de

Encantado venceu o bom time de Santana do Livramento pelo placar de 3x1, gols de Dionathan Saldanha, Rafael Dutra e Tiago Cardoso. Marcelo Menezes descontou para o Livramento. Na disputa de 3° lugar o bom time de São Gabriel venceu Livramento pelo escore de 2x1, gols de Bruno Borba e Carlos Guimarães, Edimar Rodrigues descontou o placar. Valendo o título, a equipe de Encantado venceu Jaguari por 2 a 1, gols de Rafael Dutra e Tiago Cardoso. Robson Seidt descontou para o Jaguari. O representante de Encantado foi o grande campeão da disputa. Ao meio dia foi realizado almoço para atletas e familiares. Em seguida foi entregue premiação aos vencedores e ainda foi instituído que o segundo domingo de setembro seria a data oficial do Torneio das Cidades.


22

JORNAL OPINIÃO n 22 de setembro de 2012

Esperança perde seis pontos no Regional Henrique Pedersini No domingo (23) aconteceram os jogos válidos pela sétima rodada do Regional presidido pela Aslivata. Em coqueiro Baixo, o São José recebeu o Canarinho, a partida acabou empatada em 0 a 0. Nos aspirantes, o time de Coqueiro Baixo venceu pelo placar de 4 a 2. Atuando foram de casa, o Esperança de Roca Sales enfrentou o Nacional em Forquetinha, em confronto que acabou sem gols, o mesmo aconteceu nos aspirantes, onde Esperança e Nacional ficaram no 0 a 0. Na próxima rodada, o São José vai até Boqueirão do Leão encarar o São José. o Esperança está de folga. Na sexta rodada do Regional, o Esperança venceu o São Cristóvão pelo placar de 2 a 1, em Fazenda Lohmann. Entretanto, o time lajeadense realizou protesto junto a federação, levando em conta a inscrição do atleta Diona-

than Elias Gehlen, sob o argumento de que o jogador do não teria vínculos suficientes com o município de Roca Sales para disputa do campeonato. Sendo assim, o Esperança teria ultrapassado a cota de cinco jogadores oriundos Dionathan (à direita) chegou a jogar no Fluminense de fora da cidade. Na sexta-feira (21), a Federação Verstegen lamenta o prejuízo. “Tendivulgou nota oficial confirmando a tamos até argumentar com a fedeinscrição irregular de Dionathan e ração, mas não houve possibilidade, punindo o Esperança com a perda agora é levantar a cabeça e correr de seis pontos na tabela de classifi- atrás do prejuízo que é enorme”, cação, e mais multa de três salários afirma Jaime. mínimos, cancelamento da inscrição Na classificação, o Esperança é o do atleta além da contabilização de lanterna da competição com apenas 300 pontos na disciplina. um ponto conquistado. O São José é O presidente do Esperança Jaime o sexto colocado com sete pontos.

Quem é Dionathan Nascido em 28 de maio de 1982 na cidade de São Miguel do Iguaçu, Dionathan iniciou carreira no Juventude, depois jogou no Acadêmica de Coimbra de Portugal, além de Joinville, Internacional e Brasil de Farroupilha. O meia jogou o campeonato municipal dessa temporada pelo Esperança e foi inscrito para disputa do Regional. O jogador de 30 anos foi punido por não ter vínculos suficientes com Roca Sales. Dion como é conhecido, teve boa passagem pelo Fluminense, onde chegou a ser utilizado.

Amigos do Basquete é Encantado no JIRGS O time “Amigos do Basquete”, representará Encantado nos Jogos Intermunicipais do Rio Grande do Sul (JIRGS). A competição acontecerá nesse sábado (29), em Santa Maria. A primeira fase da competição é e, formato de quadrangular. O representante encantadense atuará contra Candelária, Santa Maria e Vale do Sol. O “Amigos

do Basquete” é capitaneado por Elias Chanan, o Bala. A equipe encantadense vem preparando-se há mais de dois meses para esse campeonato. Elias ressalta que o time tem uma boa expectativa para esse certame. “Treinamos muito focados nesse campeonato, há expectativa é muito boa, a experiência é muito importante para o time”, avalia Bala.

CFM consegue três vitórias em Agudo

No sábado (22), a escolinha do CFM viajou até Agudo para disputa de jogos pela Liga Futura. Seis categorias entraram em campo. Enfrentando uma escolinha de alto nível técnico, os encantadenses conseguiram três vitórias, a mais expressiva foi com os garotos da 2002, pelo placar de 9 a 0. Essa categoria é o grande destaque do CFM atualmente, ocupando a terceira posição na classificação, com dois jogos a menos que os clubes da frente. Marcaram na goleada da última rodada, Henrique Cavalheiro (4), Henrique Southier (2), Matteo Arossi (2) e Lucas Bortoncello. Na 2001, o CFM conseguiu mais um triunfo, venceu pelo placar de 1 a 0, gol anotado por Mateus Zandonotto, os garotos ocupam a quarta posição na classificação. Os garotos nascidos no ano 2000

*Acontece nesse sábado (29), às 20h, no pavilhão do São José, jantar Baile com entrega da premiação do campeonato municipal de bochas masculino e feminino, nesse ano de 2012. *O capitão da equipe, Elias Bala, convoca todos atletas da equipe Amigos do Basquete, para participarem do JIRGS. A competição acontece em Santa Maria. *Pelo Regional da Aslivata, vale do Forqueta, sétima rodada, 23 de Setembro, São José 0 X 0 Canarinho. Nacional-F 0 X 0 Esperança, no domingo, pela oitava rodada, o Esperança de Roca Sales folga. Em Boqueirão do leão, São Roque X São José. *No Estadual Juvenil, pela segunda rodada do segundo turno. Quarta-feira (26) em Porto Alegre, Cruzeiro 1 X 1 Encantado. No sábado (29), pela terceira rodada, em Gravataí, cerâmica X Encantado. *No regional da Zona Alta, quinta rodada, São Jorge 1 X 5 Sem Destino. Xarqueadense A 1 X 0 Cruzeiro. São Francisco 5 X 3 Arranca Toco. Floresta 0 X 1 independente-DR *Na sexta rodada, no domingo (30), o Casta enfrenta o São Jorge. O Xarqueadense-A X São Francisco, em Anta Gorda. Floresta X Juventude. Arranca Toco X Sem Destino.

ACEST Amistosos realizados em 22 de Setembro Sakemihouse 3 X 3 União-P Racing 0 X 4 Pavilhão IX Albatroz 6 X 2 Alvorada Benfica 2 X 3 Paloma Serrano 6 X 2 Zambiazi-NB Ouro Verde 1 X 2 Relvado Botafogo-RS 2 X 1 Juventude-TR Pumas 5 X 2 Juventude-COL Hoolygans 3 X 1 Vet. Tiradentes Cruzeiro 3 X 4 Los Acumulados Operário 5 X 2 Xurupita Manchester 2 X 4 juventude-Lamb Sport Star 0 X 3 Bolerage Sukata 2 X 1 Vet. Serrano SCREC 7 X 5 Ajax Botafogo-NB 2 X 0 Luccar Glicose 3 X 2 Arsenal Juventude-RS 1 X 4 Bohemios La Pelota 3 X 0 Los Boleiros Caçadorense 5 X 0 Vet. Relvado Amistosos de 29 de Setembro

não tiveram boa jornada e foram goleados pelo placar de 5 a 1m o resultado manteve a equipe na quarta colocação. A categoria 1999 perdeu pelo placar de 3 a 0, a equipe é a penúltima colocada. A 1998 conseguiu um bom resultado ao vencer pelo placar de 2 a 0 com gols de Alisson e Augusto, com a vitória o CFM avançou para quarta posição no campeonato. A 1997 não

Categoria 2002 do CFM teve boa atuação e foi derrotada pelo placar de 2 a 0, a equipe não está em situação desconfortável na classificação, na penúltima posição com apenas oito pontos somados. Nesse sábado (29), o CFM vai até Alegrete, para disputa de quadrangular no Estadual de Futsal Série Ouro com os garotos da categoria Sub 11.

Cabriúvas - Abutres X Glicose Luccar X Bohemios Moção - Ajax X Concórdia Ouro Verde X Baturité Azulão - Pumas X Los Ama Sakemihouse X La Pelota Serranão - Serrano X Hoolygans Vet. Serrano X Roca Sales Baixada - Albatroz X Caballeros Alvorada X Velha Guarda Muçum - Moranga Mec X Arsenal Fortes Livres X Xurupita Roca Sales - Toma 10 X Hlera Lambarizão - Sport Star X Cruzeiro Muçum - Muçum X Racing Jacão - Jacaré X Inter-BC Manchester X Estrapa A. Meio - Galácticos X Paloma Colinas - Juventude-COL X Juventude-Lamb Moção - Bolerage X Juventude-RS Ricardão - Los Acumulados X Botafogo-NB Cristalzão - Benfica-NB X Zambiazi Belvedere - Vet. Tiradentes X Caçadorense Constanzão - Botafogo-RS X União-P Reizão - Juventude-TR X SCREC


A costureira vira roqueira Páginas 6 e 7

série

Diogo Daroit Fedrizzi

e te viu suéreim q uem te vê q

Encantado, 28 de setembro de 2012 Josué Bigliardi

Gente que acred i

ta no

Turismo

Apaixonado por ecoturismo, empresário do setor metalúrgico de Arvorezinha construiu o Parque das Araucárias

Páginas 8 e 9

Profile for Diogo Fedrizzi

Jornal Opinião 28 de Setembro de 2012  

Veículo do Grupo Encantado de Comunicação, da cidade de Encantado/RS.

Jornal Opinião 28 de Setembro de 2012  

Veículo do Grupo Encantado de Comunicação, da cidade de Encantado/RS.

Advertisement