Page 1

ENCANTADO

POLÍCIA JÁ SABE

ROCA SALES Taxistas denunciam transporte clandestino Página 6

Delegado Peixoto afirma que prova técnica ajudou a Polícia a desvendar o caso do jovem encantadense assassinado em obra próxima ao Fórum da cidade. Página 16

CÂMARA Vereadores ouvem pedidos de moradores do Nossa Senhora Aparecida Página 7

Dilamar dos Passos

QU EM MATO U deo zin ho

CURIOSIDADE Quem cuida do relógio da Igreja? Página 9 EXPECTATIVA Canto da Lagoa conhece campeões no domingo CAPA MIX

TRÁFICO DE DROGAS Seis mandados de apreensão são cumpridos em Encantado ENOGASTRONOMIA

Os produtos que estão na mesa dos consumidores Páginas 10 e 11

DILAMAR DOS PASSOS O secretário e a polêmica do Facebook Página 13 Pág 17

ESPORTE

17 gols na primeira rodada do Municipal de Futebol Página 19

DESTAQUE Sicredi Região dos Vales apresenta resultados do ano Página 15


2

GERAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Tarde de campo da Dália em Linha Argola Encantado - A estrutura da Escola do Leite da Dália Alimentos serviu de suporte e local para a realização de uma Tarde de Campo na segunda-feira (24). Vinte e um produtores de leite reuniram-se em Linha Argola, interior de Encantado, para ouvir as explanações do técnico responsável pelo Programa de Nutrição da Dália Alimentos, Paulo Roman, e da técnica na região, Bruna Nardi. Durante o encontro foram repassadas informações acerca do manejo nutricional na propriedade leiteira, enfatizando quesitos relacionados à pastagem, produção de silagem, qualidade de água e manejo de forma geral. Para Bruna, o encontro atingiu os objetivos, que eram orientar os produtores sobre a atividade leiteira. “Pretendemos realizar novas tardes de campo em outras propriedades, regiões e municípios”, adianta. Um novo encontro, que terá novamente a presença da estrutura da Escola do leite, está programado para meados deste ano, com local e município a serem ainda definidos.

Carina Marques

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE ROCA SALES OFÍCIO DOS REGISTROS PÚBLICOS SERVIÇO DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS EDITAL DE PROCLAMAS

Técnico Paulo Roman falou o orientou plateia composta por agricultores

Obras em canteiros e estradas

2176

Encantado - A Secretaria de Obras realizou, nesta semana, o plantio de mais de 1.000 mudas de flores nos trevos da RS 129, na entrada da cidade e de acesso ao Parque João Batista Marchese; na Avenida Padre Anchieta, na subida da Igreja e na rótula; e no Monumento “Lenda do Nome Encantado”, em frente ao Parque João Batista Marchese. Além disso, foram recuperadas as estradas da Linha Divertida e está sendo executada a manutenção das estradas na Linha São Brás, após será feita na Linha São Roque. Também a preparação da cancha para o calçamento das ruas Linda Scarello e João Batista Bertozzi, no Bairro São José II, serão feitas a partir da próxima semana. Segundo secretário municipal de Obras, Odocir Bagatini, a empresa que venceu a licitação para a execução da pavimentação iniciará a obra em breve. Conforme o secretário, diversas equipes realizam

Gisele Feraboli

DANIELA GRANDEAUX, Registradora desta Serventia Registral de Roca Sales-RS, vem informar que se habilitaram para casar: GUSTAVO FLECK E JULIANA REGINA KUMMER. Ele é agricultor, residente e domiciliado na Linha Marechal Floriano, neste município. Ela é industriaria, residente e domiciliada na Linha Julio de Castilhos, neste município. Ambos brasileiros, solteiros, naturais deste Estado. Se alguém souber de algum impedimento, apresente-o, na forma da Lei.

Roca Sales, 28 de março de 2014.

Vuaden reúne-se com o diretor do Gabinete dos Prefeitos Roçadas na beira das estradas também foram feitas serviços em vários lugares equipe responsável pela do município. Uma delas limpeza pública, a qual está trabalhando no Parque diariamente realiza roçadas João Batista Marchese para e limpeza em ruas e em deixar o local organizado locais públicos. Bagatini e preparado para receber comenta que “devido ao a todos que irão participar período em que a vegetado 14º Canto da Lagoa. ção cresce rapidamente Outra equipe está constannão conseguimos atender temente realizando maa demanda como gostarínutenções das tubulações amos, por isso pedimos a de esgoto na área urbana compreensão de todos”. O da cidade. Nesta semana, secretário acrescenta ainda em função disso, houve a que reiterou a Corsan que reposição de pavimentação faça imediatamente os onde foram realizados os consertos, nos pontos onde consertos das tubulações. a empresa realizou reparos Também foi feito em alguns na rede de água. A empresa trechos do centro da cidade informou que os reparos o tapa-buracos com asfalto. serão feitos na próxima Há também outra semana.

FALECIDOS DA SEMANA

21/março até 27/março Divulgação na Rádio Encantado AM

21/03 - Tessia Barzotto Pozza - Cemitério São Pedro/Encantado - Funerária Mazzarino; 22/03 - Celestina Fassini - 86 anos - Cemitério Linha Bonita Alta/ Dr. Ricardo; 22/03 - Margarete Foinhaimporg - Cemitério Santo Antão/Encantado Funerária Garibotti; 22/03 - Claudino Bordignon - 94 anos - Cemitério Comunitário da Linha Alegre/Muçum - Funerária Garibotti; 23/03 - Pedro Lina Dutra - Cemitério São Pedro/Encantado - Funerária Mazzarino; 25/03 - Odila Maria Scaravonatti - Cemitério de Muçum - Funerária Garibotti.

Roca Sales - O diretor de Apoio aos Municípios da Secretaria de Estado do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, João Davi Goergen, reuniu-se com o prefeito Nélio José Vuaden na segunda-feira (24), no Palácio Piratini. Vuaden relatou os encaminhamentos das demandas junto ao Governo do Estado nas áreas de infraestrutura e fomento à piscicultura local, em especial para a criação carpas. O chefe do executivo municipal comemorou o excelente fluxo de pessoas que participaram da 6ª ExpoRoca e 9ª Fecarpa, realizada nos dias 7, 8 e 9 de março, bem como a utilização de peixes na alimentação escolar, Divulgação/SGRPF proporcionando uma merenda mais saudável aos alunos do município. Ao final da reunião, Goergen colocou a Secretaria do Gabinete dos Prefeitos à disposição da Prefeitura para orientações sobre programas estaduais e federais, além do ágil atendimento das demandas do municíGoergen e Vuaden pio e região.

PONTOS DE VENDA DO JORNAL OPINIÃO Em Encantado: Tabacaria Encantado, Dália Supermercados, Mercado Potrich, Mercado da Praça, Bratti Supermercados, Mercado do Irno (Porto XV), Rodo Bar (Estação Rodoviária); Fruteira do Peter (centro). Em Roca Sales: STR Supermercados Em Muçum: Lotérica do Neki


GERAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

3

Roca Sales elabora Plano de Saneamento Básico entender o que acontece com o saneamento da sua cidade, discutir as causas dos problemas e buscar soluções. Tanise lembra que além do planejamento por parte da empresa e da execução realizada pelo poder público municipal, a população também deve ter consciência sobre a importância de preservar o meio ambiente e contribuir para isso. Após a explanação, questionários foram entregues aos presentes a fim de apontar os principais problemas de saneamento básico que encontram na sua residência e comunidade. Saiba mais O diagnóstico de Roca Sales permitirá que se estabeleça um cronograma de ações para que as futuras administrações, nos próximos 20 anos, saibam das prioridades para melhorar a situação de aspectos como a drenagem pluvial, o abastecimento de água, o tratamento de esgoto sanitário e dos resíduos sólidos, como, por exemplo, a coleta seletiva de lixo.

O objetivo principal do Plano Municipal de Saneamento Básico é promover a segurança hídrica, a prevenção de doenças, a preservação do meio ambiente e a ocupação adequada do solo. Além disso, busca trabalhar na prevenção e redução de acidentes ambientais e de eventos como enchentes, falta e poluição da água e a redução das desigualdades sociais através do meio ambiente sadio e com saneamento básico adequado. O plano está estabelecido em quatro eixos: política do setor de saneamento, infraestrutura de abastecimento de água e manejo de águas pluviais e de esgotamento sanitário e limpeza urbana e gerenciamento dos resíduos sólidos. Com o plano, Roca Sales cumpre as exigências do Governo Federal no que diz respeito à habilitação para a captação de recursos para esta finalidade. Os municípios que não tiverem o plano elaborado não poderão solicitar recursos para as melhorias necessárias na área do saneamento básico junto à União.

Associado do Paraná ganha prêmio do Sicredi

Foi para Boa Vista da Aparecida/PR o 5º prêmio de R$ 30 mil da Promoção Sorte em Campo Sicredi, sorteado no dia 15 de março. O ganhador é o associado José Elizeu Moreira da Silva. Até o mês de agosto, serão distribuídos 25 prêmios de R$ 30 mil e um prêmio final no valor de R$ 250 mil a associados pessoas físicas e jurídicas. No total, serão R$ 1 milhão em prêmios. Os sorteios são pela Loteria Federal.

Mande sua reclamação, sugestão, elogio para bocanotrombone@opiniaojornal.com.br Fotos: Angelo Delavy

Roca Sales – O município firmou em julho de 2013 um convênio com a Secretaria Estadual de Habitação e Saneamento do Rio Grande do Sul para elaboração do Plano Municipal de Saneamento e Resíduos Sólidos. Após licitação, a Equilíbrio Consultoria Ambiental, Controle de Qualidade e Controle de Pragas, de Encantado, iniciou o processo de audiências públicas para elaboração do plano. A segunda-feira (24) foi dedicada à mobilização social. A escola Perpétuo Socorro, na comunidade de Arroio Augusta Alta, Salão Comunitário da Linha Júlio de Castilhos e a Câmara Municipal de Vereadores receberam a população para discutir quatro eixos: drenagem pluvial, abastecimento de água, tratamento de esgoto sanitário e resíduos sólidos. Tanise Signori Casagrande, bióloga e representante da empresa, apresentou o que é o plano e seus objetivos. Conforme ela, por intermédio das consultas públicas é uma oportunidade para toda a comunidade conhecer e

Moradores realizam obra que seria de responsabilidade da EGR Após várias tentativas de contato com a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) para a realização de uma obra as margens da ERS 129, mais precisamente na altura do quilômetro 72, proximidades do Trevo do Rizzi, moradores preferiram arcar com os custos da construção de um local para escoamento da água para que suas casas não fossem mais atingidas. Segundo Clevi Daldon, que reside na local, desde o mês de novembro quando a EGR teria intensificado as obras nesse trecho da rodovia, as casas são atingidas em cada oportunidade que chove. Para a moradora falta consideração com os moradores por parte da empresa responsável pela rodovia. “Acho que é descaso da concessionária que administra essa rodovia, pois não são feitos os serviços que deveriam ser, como limpar as valetas e arrumar os boeiros. Deveria existir uma consideração maior com os moradores”, disse. Nilton Daldon confirma que a estrutura de escoamento da água é precária. Segundo ele foram inúmeras tentativas de contato por telefone com a EGR. Ele relatou que em pelo menos cinco oportunidades, representantes da empresa foram até

o local avaliar a situação, chegando a conversar com os moradores. Daldon ainda contou que estipulou até o final do mês de fevereiro como prazo para resolução do problema, como não houve mudanças ele procurou o Ministério Público onde expôs a situação ao Promotor André Prediger. “Recebemos a ordem do Promotor para realizar a obra. Era para gente fazer o que precisava e encaminhar as notas para a promotoria que haveria a cobrança na EGR”, explicou. O esgoto foi construído utilizando seis dos chamados tubos para canalizar água da rua e ligar a obra até outro local para o fluxo de água. O investimento girou em torno dos R$ 1 mil. A água que acabava empurrando a terra para dentro das casas acabou deixando prejuízos para os moradores. Segundo a senhora Mari Lurdes Sartori foi necessário lavar a casa com mangueira para retirar o lodo por diversas vezes. Vários móveis e o solo da casa ficaram danificados. Ela relatou que possui um processo contra a EGR, mas que a situação ainda está no Departamento de Engenharia. O Ministério Público preferiu não se manifestar sobre a questão nesse momento.

Clevi e Nilton Daldon realizaram as obras nesta semana


Pรกgina 4 - Jornal Opiniรฃo - 28 de Marรงo de 2014


COLUNA COLUNA

JORNAL OPINIÃO março 2014 JORNAL OPINIÃO n Q 28 28 de de março de de 2014

55

milton@rdencantado.com.br

Colaboração de Vitória Bortoletti

Putinga prepara a Leitão Fest com grandes shows Fotos: Vitória Bortoletti e divulgação

O município de Putinga realizará, no próximo fim de semana, entre 4 e 6 de abril, a 6º Leitão Fest, que tem como objetivo divulgar as potencialidades econômicas, culturais, gastronômicas e turísticas, em especial a produção de suínos. Junto ao evento, ocorre a 4º Feira Comercial Industrial e de Serviços, Seminário da Suinocultura, Comemorações alusivas aos 50 anos, com memorial do cinquentenário e memorial do leitão, salão da gastronomia com pratos derivados da carne suína. A festividade conta ainda com uma gama de shows variados para todos os públicos. Na abertura será com Grupo Thool e Mano Lima. No sábado as atrações ficam a cargo de Os Federais, show de humor com Mulita logo após Felipe & Falcão. Para encerrar, no domingo tem Caravana Gilmar Brasil com as bandas Rainha Musical e Balanço Latino e, em seguida, o show nacional com Cezar & Paulinho.

Dupla sertaneja Cezar & Paulinho

Ignês Giacomolli é eleita a Mãe do Ano Ignês Giacomolli, 66 anos, do Centro de Encantado, foi eleita na tarde desta quinta-feira (27) Mãe do Ano. Também compõe a corte as princesas Ivanir Agostini, da Linha Argola, e Neodete Maria Terra dos Santos, da localidade de São Luis. Onze candidatas concorreram. O evento ocorreu no Salão Comunitário da Linha Argola. Na parte da manhã foi servidor café colonial e realizada palestra com o terapeuta holístico ortomolecular Ari Vieira Marques. Após o almoço teve o corte do bolo de 52 anos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) e baile. A festa foi promovida pelo STR, Conselho Encantadense de Clube de Mães, Emater-RS/Ascar e Prefeitura de Encantado. Mais de 500 pessoas participaram.

Ignês Giacomolli (66) foi eleita a Mãe do Ano 2014

14º Canto da Lagoa O Grupo Encantado de Comunicação, através de suas rádios Encantado AM 1580 e Pop 97,7 e Jornal Opinião, vão realizar a cobertura do Canto da Lagoa. Durante as noites de sexta-feira (28), sábado (29) e domingo (30), as duas emissoras irão transmitir ao vivo as apresentações musicais, que acontecem no Parque Municipal João Batista Marchese. E na próxima segunda-feira (31), o Jornal Opinião leva até você, uma edição especial, com as informações e acontecimentos desta 14ª do Festival.

Cerca de 500 pessoas prestigiram o evento


6

REGIÃO

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Taxistas denunciam transporte clandestino em Roca Sales Diogo Daroit Fedrizzi

Associação também considera irregular número de concessões na área urbana

Roca Sales - A Associação dos Taxistas de Roca Sales denuncia a ação de quatro táxis clandestinos no município. São carros particulares, sem placas de identificação, que transportam passageiros de forma irregular, com preços inferiores àqueles cobrados pelos profissionais regularizados. "São pessoas que já trabalharam para taxistas como motorista, seja na cidade ou no interior. Divulgam o número do Diretoria da Associação: Fragata (vice-presidente), Marques (presidente) e Leal (tesoureiro) telefone e os clientes começam a ligar pedindo a os infratores, porém, os ignora. "Repasmunicípio é de 39 veículos na cidade e corrida. Se nós cobramos no interior (veja quadro). No centro, seis R$ 7,00, os clandestinos cobram R$ 4,00. samos o número das placas irregulares para o setor de fiscalização, mas até hoje pontos prestam o serviço. É uma concorrência desleal", explica o A legislação determina um táxi para presidente da Associação, Jorge Marques, não houve a cobrança efetiva", lamenta. "A única fiscalização em Roca Sales é cada 300 habitantes na área urbana. 52 anos, há quatro como taxista. para os vendedores de moranguinho". Marques alerta que o número atual de "Há dias em que estamos parados no A Associação também já constatou placas está acima do permitido. "O Censo ponto de táxi, enquanto os clandestinos exemplos de taxistas que usam o carro do IBGE aponta 6.602 de moradores na passam três, quatro vezes levando pasparticular para fazer corrida e escalam zona urbana. O correto seriam 22 táxis, sageiros", acrescenta o vice-presidente, um empregado para cuidar do táxi. mas na realidade Roca Sales tem 24 Jandir Fragata, 50 anos, há 15 na proconcessões. Recentemente, um taxista fissão. "A população deveria se consLei desatualizada vendeu o veículo, deu baixa na concessão cientizar que está participando de uma Outra reivindicação refere-se a altee, logo em seguida, o comprador recebeu situação ilegal". rações na Lei Municipal, criada em 14 de uma nova placa. Está errado, não pode, já Marques afirma que a Administração março de 1988. Hoje, a frota de táxis no tem dois a mais. Esta lei está desatualizaMunicipal sabe quem são e onde agem

da. Necessita ter artigos que deem maior poder de fiscalização", diz. Conforme Fragata, o Executivo já está de posse de uma sugestão de projeto, mas não deu andamento. Outro pedido inclui a instalação de taxímetros, como forma de padronizar o preço das corridas. "Hoje, cada um cobra um preço", revela o vice-presidente.

Sem respaldo Criada há um ano, a Associação conta com a contribuição de 20 taxistas que desembolsam R$ 5,00 por mês. Parte do dinheiro serve para despesas com serviço contábil. O restante é economizado na 'caixinha'. "Temos alguns projetos, como a construção de uma sede para os taxistas", conta Osmar Leal, 32 anos, tesoureiro da entidade, profissional há dois. Porém, a falta de resultados mais efetivos fez com que os associados se desestimulassem e parassem de pagar a mensalidade. "E agora, quem vai bancar a contabilidade?", questiona Leal. "A Associação foi uma ideia boa, tivemos o estímulo da própria Administração Municipal para criá-la, mas sem respaldo em nossos pedidos fica difícil".

"Se nós cobramos R$ 7,00, os clandestinos cobram R$ 4,00. É uma concorrência desleal", Jorge Marques, presidente da Associação de Taxistas

As 39 concessões de táxi em Roca Sales 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22.

Adelar Gugel - La. Barão do Rio Branco Ademar Wunsch - R. Eliseu Orlandini Airton José Bazanella - R. Cândido Giongo Alcides Secchi - R. Napoleão Maioli Aldino Benini - Júlio de Castilhos Alexandre Luis Botassoli - R. 31 de Março Alvaro Luiz Schaffer - La. Júlio de Castilhos Andreia Locatelli - La. Marechal Floriano Antonio Marcos da Silva - R. José Brock Carlos de Souza - R. 31 de Outubro Claudio Schwarz - La. Marechal Floriano Cristian Alves do Amaral - R. Jacob Lang Daniele Kipper - La. Marechal Floriano Darci Flunk - La. Benjamin Constant Delano Antonio Togni - R. Rio Branco Franck Geroldin - La. Marques do Herval Gilberto de Souza - R. Silvio Piccinini Heriberto Henn - La. Fazenda Lohmann Irno Henn - La. Fazenda Lohmann Ivo Fin - La. Marechal Floriano Jackson Maioli - R. Cesario Piccinini Jandir Fragata dos Santos La. 7 de Setembro 23. Jorge Luiz Marques - Av. General Daltro Filho

24. José Carlos da Costa R. Padre Fernando Steffen 25. José Paulo Vian - R. Carlos Redecker 26. Lirio Nietiedt - La. fazenda Lohmann 27. Luciano Paulo Tonini - R. Eliseu Orlandini 28. Luiz Emilio Zimmer - R. Emilio Engler 29. Maria Cristina da Silva R. General Daltro Filho 30. Mauricio Constantino Agostini La. João Abott 31. Nelson da Rosa Lima La. Marques de Herval 32. Osmar José Niedermeier Leal R. Carlos Redecker 33. Paolo Sodré Dentee - R. Silvio Piccinini 34. Pedro Alberi Figueiredo de Oliveira R. Cezario Piccinini 35. Rene Nestor Severico - R. Napoleão Maioli 36. Ricardo André de Borba Av. General Daltro Filho 37. Roque Deolinda da Silva - R. 31 de Março 38. Vanusa Vitsrki - R. Santos Pinto 39. Walmir Sebben - La. Marques do Herval


ENCANTADO

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

7

BAIRRO NOSSA SENHORA APARECIDA ^

Vereadores ouvem pedidos dos moradores Sessão desta semana marcou a retomada do Projeto Câmara Cidadã em 2014

Fotos: Diogo Daroit Fedrizzi

Salão comunitário recebeu a primeira reunião externa do ano do legislativo Diogo Daroit Fedrizzi Encantado - A primeira sessão do Projeto Câmara Cidadã de 2014 ouviu as reivindicações dos moradores do Bairro Nossa Senhora Aparecida. O encontro aconteceu na segunda-feira (24) no salão comunitário. O empresário Cláudio Pivatto representou a comunidade e apresentou uma série de demandas, entre elas, problema de esgoto em ruas do bairro, asfaltamento na Rua Coronel Sobral, obras de calça-

mento na Rua Augusto Pretto, construção de uma praça infantil, canalização do arroio, melhorias na iluminação pública e limpeza das ruas. “O esgoto é um problema pontual. No nosso arroio, o que menos tem é água. No verão, aumenta o número de mosquitos. O pessoal deposita lixo, animais mortos. O mau cheiro em dias que antecedem a chuva é terrível. O ideal seria canalizar”, relatou Pivatto. O presidente do Legislativo, Sander Bertozzi, disse que os pedidos serão encaminhados à Administração Municipal.

Pivatto apresentou as demandas da comunidade

Notas da Câmara Vergonha Cláudio Roberto da Silva (PMDB) considerou vergonhoso ter que ouvir, no século 21, problemas como esgoto a céu aberto, iluminação pública, mosquito e limpeza de ruas. "Se uma administração não consegue resolver isso, o que estão fazendo?", questionou. Ele afirmou que os moradores do Bairro Nossa Senhora Aparecida podem esperar sentados, que as reivindicações não serão atendidas pelo governo. "Se sair alguma coisa, será no ano da eleição. O que está acontecendo é que fizeram uma eleição caríssima e vão levar quatro anos pagando. E outra, 50% do que é arrecadado são gastos com CCs", concluiu. Canalização do esgoto Waldir Grooders (PTB) revelou que os moradores da Rua Augusto Pretto concordaram em juntar dinheiro para bancar as obras de calçamento. Ele disse também que o Secretário de Planejamento, Roberto Turatti, já tem conhecimento da necessidade de canali-

zação do esgoto no final da Rua Minas Gerais. "O custo é de uns R$ 10 mil", falou. O petebista comparou o trabalho dos vereadores e secretários hoje com 20 anos atrás. "Antigamente, o vereador lançava um projeto e logo era acolhido pelo prefeito, que fazia de tudo para colocá-lo em prática. Hoje, é mais difícil, devido às dificuldades financeiras das administrações".

Canto da Lagoa Gustavo Scatolla (PMDB) justificou o voto contrário ao Projeto 17, que autoriza o Executivo a firmar convênio com a Associação Cultural Encantado para o repasse de R$ 150 mil para a realização do Canto da Lagoa. "Está obscuro, e eu não aprovo". O peemedebista relatou que a primeira matéria que entrou na Casa destinava o valor para a empresa Pró-Records. Porém, por sugestão da assessoria jurídica do Legislativo, o projeto foi retirado e retornou com alteração no destinatário, que passou a ser a Associação Cultural Encantado. Scatolla disse que a Associação, criada

em 2009, realizou apenas duas reuniões até hoje. A primeira no dia 12 de novembro de 2009 e a outra no dia 14 de março de 2014. "E o presidente da Associação é o sócioproprietário da Pró-Records. Até então era uma empresa, agora é uma Associação. Fica complicado aprovar a toque de caixa", disse.

ACI-E Sandra Vian (PP) parabenizou a empresária Renata Galiotto que assumiu como presidente da Associação Comercial e Industrial de Encantado (Aci-E) e o Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi pelo aniversário de 20 anos.

Rota do Desenvolvimento Valdecir Gonzatti (PMDB) lamentou que os moradores do Bairro Nossa Senhora Aparecida ainda não foram beneficiados com a Rota do Desenvolvimento. "Quando fui presidente da Câmara, indicamos R$ 150 mil das economias do Legislativo para serem investidos nessa obra. E até agora nada. Aliás, não acontecem obras no nosso município, mas sim, indícios de

irregularidades", comentou.

Ações positivas Jonas Calvi (PTB) admitiu a existência de problemas, mas enalteceu importantes ações da Administração Municipal no Bairro. "Este pavilhão foi o prefeito Paulo Costi que construiu. O sistema de esgoto, que causava transtornos há mais de 30 anos, também foi refeito nesse governo. O capeamento asfáltico da Rua Coronel Sobral será colocado em breve", citou. Jonas explicou que o início das obras da Rota do Desenvolvimento depende de liberação judicial. Segundo ele, um perito já foi nomeado pela Justiça para fornecer o laudo com o valor do terreno para ser desapropriado. "O município está no aguardo dessa autorização judicial para começar a abrir a rua", disse. Carrapatos Deisi dos Santos cobrou da Administração a construção de uma pracinha. Natural do bairro, ela conta que desde a infância a obra é prometida, mas nunca

executada. "O problema do esgoto também teve a vida inteira. E não só mosquito que aparece, esqueceram dos carrapatos", apontou.

Modelo político Luciano Moresco (PT) fez comentários sobre o modelo político de Encantado. Segundo ele, os episódios se repetem independente do partido que está no poder. O petista afirmou que está fazendo uma pesquisa nos arquivos da Câmara de Vereadores para buscar os discursos dos vereadores de oposição nas administrações de Paulo Costi e Agostinho Orsolin. "Independente de quem cozinha, a comida tem o mesmo gosto", comparou. "Essa mentalidade de quem está fora da Administração dizer que está tudo errado e quem está dentro afirmar que está tudo certo, tem que mudar. Acho que não vai mudar pelos políticos. Tem que mudar pelo povo". Exagero de CCs Celso Cauduro (PMDB) criticou o número de Cargos em Comissão (CCs) na Admi-

nistração Municipal. Segundo ele, de dezembro de 2012 a dezembro de 2013, 14 servidores foram contratados, fato que representa um acréscimo de R$ 60 mil nas despesas com folha de pagamento. "Dava para canalizar o esgoto, para construir a pracinha e terminar o campo do Navegantes. Em um ano, dava para construir a Rota do Desenvolvimento", comentou.

"Jogo de lamúrias" Marcelo Deves (PT) reclamou do comportamento dos vereadores de oposição. "É um jogo de lamúria, de cobranças, mas de útil, nada. Há poucos dias, reclamavam que o Canto da Lagoa não era realizado, agora votam contra o projeto. Tem gente que torce que dê tudo errado", disse. Deves lembrou que está em andamento o Plano Municipal de Saneamento Básico, com a proposta de solucionar o problema de esgoto na cidade. Ele destacou ainda o trabalho final das obras do Posto do Navegantes, que vai auxiliar também os moradores do Bairro Nossa Senhora Aparecida.


8

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

GERAL Problemas de energia elétrica no interior são apresentados à AES SUL Fotos: Diogo Daroit Fedrizzi

Slaghenauffi sugeriu aos produtores encaminharem pedidos de aumento de carga

Representantes das comunidades rurais assistiram aos debates

Diogo Daroit Fedrizzi Encantado - Uma audiência pública na quarta-feira (26), na Câmara de Vereadores, buscou explicações para os problemas de energia elétrica no interior do município. Representantes da concessionária AES Sul responderam a questionamentos dos vereadores e de produtores rurais. O coordenador operacional da AES Sul no Vale do Taquari, Ricardo Slaghenaufi Neto, esteve acompanhado de engenheiros. Entre os assuntos abordados esteve a necessidade do aumento de carga na área rural, alterando o sistema monofásico para trifásico, e os custos para executar as obras. Slaghenaufi estimulou os produtores a encaminharem a AES SUL os pedidos para instalação da rede trifásica. "É preciso fazer nascer a obra para depois montarmos os projetos e vermos os custos", falou, ressaltando o trabalho feito em Vespasiano Corrêa, em que os investimentos chegaram a R$ 1,3 milhão com a instalação de cerca de 23 quilômetros de rede trifásica no interior. "Desse valor, R$ 480 mil foram pagos pelas 40 famílias e pelo município. A concessionária entrou com R$ 900 mil". Temporais Slaghenaufi explicou que a dificuldade maior de recuperação da energia elétrica ocorre em dias de temporal. "É impossível solucionarmos os problemas em menos de 40 horas. É um trabalho braçal, perigoso, depende de pessoas, demanda tempo para isolamento de área", argumentou. "Ocorrências fora do temporal fluem normalmente. Não se fica dois dias sem luz. Mas em 34 anos de profissão nunca enfrentei uma situação igual à do último verão".

Próxima etapa O vereador Luciano Moresco (PT), que propôs a realização da audiência pública, afirmou que o próximo passo é fazer encaminhar para a AES SUL um levantamento geral dos problemas. A concessionária terá 30 dias para apresentar a solução e o custo da obra. "A partir disso teremos que buscar a forma de bancar as obras. A AES SUL participa, mas podemos reivindicar verbas estaduais e federais para pesar menos no bolso do produtor rural", disse Moresco. Reuniões com pais, funcionários e educadores Encantado - No decorrer dos meses de março e abril estão sendo realizadas reuniões com as equipes das escolas e com os pais/ responsáveis pelos alunos. A rede municipal é formada por seis escolas de Ensino Fundamental e nove escolas de Educação Infantil, totalizando mais de 1,5 mil alunos nesses níveis da Educação Básica. Conforme a Secretária Municipal da Educação, Roseli Mottin Soares, uma das metas da Secretaria é apoiar as ações que visem a integração da família com a escola. “As reuniões são muito importantes para a educação, pois somente a parceria entre escola e família é capaz de garantir a formação integral do ser humano, de maneira que se possam formar melhores cidadãos” menciona.


ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Divulgação

QUEM CUIDA DO RELÓGIO DA IGREJA? Ângela Reale

do município de Marques de Souza,RS, a convite do padre Jacob Tonus. De acordo com Tarcisio, o começo foi difícil porque o motor que puxa os pesos da corda do relógio, queimava frequentemente e o relógio parava e esse conserto era muito caro. Lembra também, do colega Carlos Pundrich “que subiu até uma torre lateral, e ao abrir uma caixa para lubrificá-la, um ninho de marimbondo se dispersou, ele desceu as escadas na corrida e quebrou o pé. Desesperado de dor, conseguiu chegar ao térreo antes dos marimbondos, livrando-se das picadas”.

Três sinos badalam na torre da Igreja

Fotos: Angela Reale

Encantado - Nossos ancestrais mais primitivos só tinham conhecimento do dia e da noite, ignorando completamente o correr das horas e suas divisões. Foram os egípcios e parte dos povos da Ásia ocidental quem primeiro dividiram o dia em 24 horas. O mais antigo instrumento de marcar as horas foi o "relógio do sol" que, acredita-se, foi inventado pelos babilônios, e tinha um funcionamento simples: uma haste vertical se projetava do centro de uma superfície circular, projetando uma sombra do sol para indicar a hora e entre o seu ponto inicial e seu ponto final, havia um espaço que o homem fracionou, criando a divisão do tempo. A história do relógio se confunde com a do calendário, ambas remontam a uma época em que ainda não se sabia ler nem escrever. Hoje, todos sabem que relógio é o nome que se dá a qualquer instrumento destinado à medição do tempo, mas a maioria desconhece como o homem conseguiu descobrir um sistema de medida das horas, um processo que durou séculos. Acredita-se que o tempo começou a ser medido há cerca de 5000 anos. De lá para cá, muita coisa mudou. E olhando para o relógio da Igreja Matriz de Encantado, veio a curiosidade: quem cuida dele? Pesquisando a história nos livros do Gino Ferri, soube-se que a Igreja Matriz de Encantado passou por três grandes reformas até hoje e o relógio foi instalado na primeira reforma com a construção das torres laterais e a parte central no final da década de 1930. O relógio fabricado por Bruno Schwertner - Estrela,/RS, funcionou por um tempo e após, parou por falta de manutenção. Nossa história reinicia em 1967, quando o relógio

foi recolocado no período do vigário João Granzotto. Os anos passaram até que Tarcisio Werlang, em 1975, assumiu a conservação e funcionamento. Aconselhado pelo seu fabricante, uma vez ao mês, Tarcisio subia as escadarias que dá acesso à maquina para mantê-la lubrificada e nessa hora tinha como companhia algumas corujas que ali viviam. Em 1992, essa função ficou a cargo de Euclides Cover (in memorian). Tarcisio reassumiu o cargo novamente até 2013 quando foi feita uma revisão e limpeza para as festividades de São Pedro. Trabalho esse realizado pelo Dauri Klein

9

Samer Vendramin é o responsável pelo relógio desde o ano passado

Mexendo nos ponteiros O relógio tem dois martelos que batem nos sinos marcando a hora cheia e meia hora. As badaladas festivas não dependem do relógio. Hoje, essas badaladas são realizadas eletronicamente mas, durante muitos anos, o trabalho era manual. Quando falta energia elétrica, é um problema. A energia funciona para puxar os pesos (pêndulos) para cima a cada quatro horas. Embora ele tenha autonomia de funcionamento de oito horas, se faltar energia e os pesos estiverem na parte baixa, o relógio para. Quando a energia retornar, alguém tem que subir até a máquina, rearmar o motor e ajustar os ponteiros da hora. Tarcisio acredita que o envolvimento da população nas

obras sociais é importante e diz que cada um deve colaborar doando um pouco do seu tempo e da sua profissão para manter unida uma comunidade. "A Igreja é um ponto de encontro de fiéis e também de turistas. O trabalho de restauração da igreja, coordenado pelo Padre Enio Bottan foi especial, embora muito criticado na época. Hoje é impossível não reconhecer seu empreendedorismo”, comenta. Desde 2013, quem assumiu essa função é Samer Vendramin. Trabalho voluntário que lhe consome algumas horas mensais. Limpar, lubrificar, mexer nos ponteiros na parte externa e manter a hora certa é função que lhe compete e que faz com o maior prazer. Samer nos conta que subir

e descer escadas nas alturas dá um frio na barriga. "Principalmente quando tenho que subir nos mostradores (relógios) das torres, porque as escadas são expostas e usar o cinto de segurança é fundamental para quem trabalha", diz. Questionado por que decidiu assumir essa função, Samer nos diz que sentiu necessidade de dar seguimento ao trabalho iniciado pelo seu Euclides e seu Tarcisio pois, o relógio é um patrimônio da Igreja e da comunidade. "Espero que quando eu parar, alguém possa dar continuidade com a mesma alegria que eu faço. O relógio da Igreja é importante e normalmente as pessoas reparam nele com mais intensidade, só quando está parado”, brinca.

Em 1975, Werlang assumiu a manutenção do relógio da Igreja


10

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Suco 100% integral

enogastronomia Reportagem: Vitória Stürmer

Bortoletti

Embalagens do suco de uva Dom Eliseo

cados. Além do Rio Grande do Sul, estados como São Paulo, Ceará, Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo e Rio de Janeiro recebem a produção. Só em Porto Alegre são 120 estabelecimentos atendidos. Oito funcionários fixos compõem o quadro. Em época de safra, entre janeiro e março, o número sobre para 17. Conforme Lucas, o suco de uva integral pode ser encontrado em 60% dos municípios do Estado. Para este ano, ele revela que a empresa pretende construir uma sede própria e expandir os negócios, com a ampliação do leque de produtor disponíveis ao consumidor. Além disso, a família lançará o suco bag in box de três litros (embalagem com torneiras, que conservam o produto por um longo período tempo). Fotos:Vitória Stürmer Bortoletti

Industrialização da fruta As frutas chegam à empresa da Serra gaúcha e das terras da família Civardi, localizadas na Linha Barra das Contas, em Muçum. O recebimento é feito na área de entrada da indústria, localizada em Encantado, para processamento e elaboração do suco. É nesse local onde se efetuam o controle da cultivar para garantir a procedência conforme a característica, estado sanitário e peso da uva, e onde se determina o teor de açúcar do mosto para cálculo do rendimento. O processo de produção do suco contém nove etapas: recebimento da uva, separação de ráquis e esmagamento da uva, aquecimento da uva, adição de enzimas, extração do suco de uvas, pasteurização, engarrafamento, armazenamento e embalagem. Os funcionários recebem a uva em cachos inteiros. Após, uma desengaçadeira separa o grão do cacho, que seguem para uma composteira, e os grãos para um tanque que comporta 5.200 quilos, onde são aquecidos a vapor, sem contato com água, numa temperatura entre 85ºC e 90ºC, por cerca de 150 minutos. A partir dessa etapa, o suco é extraído da fruta. Em seguida, o suco é colocado em outro tanque, onde fica por aproximadamente 90 minutos. Após, passa a ser pasteurizado. Em seguida, é armazenado automaticamente em garrafas esterilizadas, tampado e pronto para rotular. Conforme os proprietários, desde a entrada da uva na produção até sua saída, o processo dura em torno de oito horas. Cerca de três mil litros de suco podem ser fabricados neste tempo.

Em homenagem a Eliseo, patriarca da família Civardi, Nestor e seus filhos, Lucas e Eduardo, fundaram em 2012 a Dom Eliseo Delicatessen. Há um ano e meio no mercado, a indústria tem por base o plantio, colheita e venda de produtos. E a uva é o carro-chefe da empresa. Sucos 100% integrais, sendo adição de água, açúcar e conservante, assim como a geleia de uva são os destaque da produção. Em 2013, 35 mil litros de suco foram comercializados. Para este ano, o mercado deve receber 100 mil, um aumento de mais de 180%. O valor médio do litro fica em R$ 7,50. O produto é vendido em embalagens de 300 e 500 ml e um litro. Entre os estabelecimentos que recebem os produtos estão bares, restaurantes e mer-

Máquina armazena automaticamente o suco nas garrafas A iniciativa em produzir geleias deve-se ao aproveitamento de parte da uva que seria desperdiçada. Após o aquecimento no primeiro tanque, entre as sobras está o bagaço da uva, que é passado numa despolpadeira, onde é separada a polpa do resíduo. Em seguida, é cozida com açúcar e substâncias químicas, como espessantes. O produto final é comercializado em embalagens de 260 gramas.

Produção de geleia

Embalagens contêm 260 gramas de geléia


SÉRIE ESPECIAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014 Vitória Stürmer Bortoletti

Consumo no cardápio escolar O aumento do consumo de suco de uva integral também deve-se à inserção do produto no cardápio escolar. Em dezembro de 2013, escolas da região receberam doação de bebida da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), via Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Em Roca Sales, a Escola Estadual de Educação Básica Padre Fernando recebeu 1.159 caixas, totalizando quase três mil litros. A doação é devido à alta produção do produto nas cooperativas da Serra Gaúcha, o qual foi adquirido e está sendo repassado a entidades. O produto é considerado um dos alimentos mais completos, atrás apenas do leite materno. Hoje, as Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental oferecem a bebida semanalmente. Em Capitão, 950 litros de suco foram repassados às escolas municipais. Na mesma doação, a Escola Estadual de Ensino Médio de Capitão recebeu 40 caixas do mesmo suco, totalizando cerca de 600 litros.

Alunos de Roca Sales têm o hábito de consumirem suco de uva

Agroindústria fomenta o trabalho familiar Desde julho de 2013 a família Zanella, no município de Encantado, inaugurou uma agroindústria de compotas, conservas e geleias. Localizada em Linha Lajeadinho, a MZ Alimentos tem como incentivadora o patriarca da família, Vitório Zanella, que há mais de três décadas sonhava com o empreendimento. A agroindústria é comandada pela filha, Marilete Zanella, de 31 anos, que também é responsável técnica do empreendimento. Com o incentivo da Emater/RS-Ascar, por meio do Programa de Agroindústrias da SDR/

Vitória Stürmer Bortoletti

RS, e da prefeitura municipal, por meio da Lei de Incentivo às Agroindústrias, a família conseguiu dar os encaminhamentos necessários para a comercialização de produtos. Hoje, vendem, além de conservas, doces cremosos de frutas. Entre as opções está a uva. A matéria-prima provém da horta da propriedade ou é fornecida por produtores da região. Marilete Zanella (à direita) é a responsável técnica da agroindústria O doce é comercializado em três versões: Doutor Ricardo, Encantado, Capitão, Roca Sales 450g, 750g e 1kg. O preço é R$ 10,00 ao quilo. A e Muçum são abastecidas com os doces. produção é realizada num prédio de 63m², nos Em 2013, mil quilos foram produzidos. Nesfundos do terreno da família Zanella. Os estabete ano, o rendimento alcançou 1,5 mil quilos. A lecimentos comerciais do município e cidades meta é ampliar o espaço físico e adquirir equivizinhas, Feira do Produtor Rural de Encantado pamentos, como uma caldeira à lenha, e contrae a merenda escolar de Vespasiano Corrêa, tação de vendedores para atender o mercado.

Divulgação

Benefícios

A nutricionista especialista em nutrição clínica, Fernanda Protto, explica quais são as propriedades da uva, seus benefícios recomendação diária recomendada e se há restrição no consumo.

JO - Qual a recomendação diária? Fernanda - Apesar de todos os benefícios citados, não podemos exagerar na dose: quinze uvas pequenas ou oito grandes têm cerca de 80 calorias. Um copo de suco orgânico integral tem 120 calorias. Dê preferência ao suco orgânico, já que este não vai

ter o agrotóxico. As versões de sucos em pó não trazem benefícios à saúde. Por serem artificiais, apresentam quantidades altas de corantes, Fernanda Protto que podem ser tóxicos ao nosso organismo e causar reações alérgicas. JO - Há alguma restrição no consumo? Fernanda - Não existem muitas restrições quanto ao consumo da uva in natura e suco integral. Pacientes diabéticos e gestantes (especialmente no último trimestre) devem ter cautela, e sempre seguir orientação do médico e/ou nutricionista. Cada fase da vida exige um cuidado especial com a nutrição. Crianças, adolescentes, adultos, gestantes e idosos são diferentes e necessitam de cuidados específicos. O profissional de nutrição está apto para desenvolver uma dieta personalizada para cada pessoa.

NA COZINHA Filé de cordeiro com molho de uva Ingredientes • 500g de filé de cordeiro • 250g de manteiga • tomilho salsa • alecrim • 500ml de suco de uva tinto • 200ml de caldo de legumes • 1/2 cebola picada • 2 dentes de alho picados • 400g de batata cozida e amassada • 150ml de creme de leite fresco • azeite de oliva • sal e pimenta

Modo de preparo 1. Grelhe o filé de cordeiro com azeite de oliva, sal e pimenta do reino. 2. Refogue o alho e a cebola. 3. Junte o suco de uva e o caldo de legumes e deixa reduzir até que fique espesso. Reserve. 4. Leve ao fogo a batata amassada com 200g de manteiga e o creme de leite fresco e mexa até que fique uma mistura lisa e homogênea. 5. Tempere com sal. Reserve. 6. Derreta o restante da manteiga e junte com as ervas frescas. 7. Distribua entre duas folhas de papel manteiga, alise bem e leve para congelar. 8. Corte com auxílio de aros redondos. 9. Silva o filé de cordeiro acompanhado do purê de batatas, o molho de uva e uma lâmina de ervas por cima do filé.

Doces Carmen: da brincadeira à fabricação artesanal Em Arvorezinha, Carmen Pompermaier Gehlen mantém viva a tradição dos antepassados: fabricar chimia com as próprias mãos. A geleia de uva é um dos produtos da Doces Carmen, que elabora mensalmente 10 mil potes de 300g. O empreendimento existe desde 1984, porém, há cerca de 15 anos está constituída como empresa devido à grande procura pelos produtos. "Comecei como brincadeira. Sou professora de arte e após aposentada eu projetei a fabrica. Pensei: desta vez vou colocar cor, textura e sabor dentro de potes. E deu certo", diz. A geleia é produzida de duas formas: tradicional e com casca, sendo R$ 8 e R$ 8,50, respectivamente. Para fabricar a segunda opção é necessário retirar o grãos e as sementes da casca. Após, seu cozimento e devolvida a casca para o processo. A preparação é definida por Carmen como especial, já que apresenta uma textura mais consistente e um sabor mais natural. Independente do tipo, a geleia é produzida em pequenas quantidades e de forma limitada apenas com a fruta e açúcar. "Não queremos aumentar a produção para não industrializar o serviço, o que não é o foco", explica Carmen. Atualmente, os estados abastecidos são Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Doze fogões e algumas panelas compõe a cozinha da empresa. Seis funcionários cuidam do preparo das guloseimas. Carolina, filha de Carmen, atua no setor administrativo. A uva é fornecida por produtores do próprio município. A proprietária, que prefere trabalhar com a variedade Isabela, diz que seleciona com cuidado a fruta. Em 2013, Carmen realizou a ampliação do espaço físico. Para este ano, pretende lançar no mercado geleia de cebola roxa. O produto está em fase de experimentação. "Faço com carinho, como se fosse pra prateleira da minha casa", revela.

Divulgação

Jornal Opinião - Quais são os benefícios da uva para organismo? Fernanda Protto - Fonte de carboidrato que fornece energia para o corpo e vitamina C, auxiliando no bom funcionamento do sistema imunológico, a uva possui também vitaminas do complexo B, D, E e K e carotenóides (alfa caroteno, beta caroteno, luteína e zeaxantina) que estão associados à prevenção de certos tipos de câncer e diminuem o risco de doenças oculares como degeneração macular e catarata.Uma substância antioxidante da uva que tem sido muito estudada é o resveratrol. Em estudos, essa substância demonstrou que diminui a formação de coágulos sanguíneos e de redução da oxidação celular, retardando os efeitos do envelhecimento. Estudos também

apontam que as uvas vermelhas melhoram a flexibilidade dos vasos sanguíneos e diminuem a oxidação do colesterol “ruim” (LDL) e a pressão arterial, trazendo benefícios à saúde cardiovascular. Quando consumimos a uva in natura o correto é não descartar a casca, especialmente as de cor escura, pois concentram maior quantidade de resveratrol. O suco de uva integral contém maior quantidade de compostos fenólicos glicosilados do que o vinho, sendo que, estes compostos são mais facilmente absorvidos pelo organismo e, ainda, a ausência de álcool permite que o suco seja consumido pela maioria das pessoas, inclusive crianças e aquelas portadoras de algumas doenças, por exemplo, a hepatite.

11


12

GERAL

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Vitória Stürmer Bortoletti

COLUNA DO POSTAL Palácio Piratini: o foco Consolida-se o cenário eleitoral do Rio Grande do Sul, em relação à disputa ao Palácio Piratini. É claro que as eleições para Assembleia Legislativa e Câmara Federal, bem como ao Senado, igualmente despertam atenção, principalmente porque sempre existe a expectativa em relação às alterações nas composições das bancadas, muito especialmente no Parlamento gaúcho. É inegável, no entanto, que os olhares se voltam ao Palácio Piratini, faltando aproximados seis meses para o pleito. Neste momento, são cinco os pretendentes à cadeira de governador: Vieira da Cunha (PDT), Ana Amélia Lemos (PP), José Paulo Cairoli (PSD), Tarso Genro (PT) e José Ivo Sartori (PMDB). A escolha do nome de Sartori, em memorável pré-convenção peemedebista, no dia 15 de março, lotou o auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa. Por ali circularam aproximados 3,5 mil correligionários, sendo 1.380 votantes, numa demonstração da capacidade de mobilização da sigla que encheu os olhos. Foi um espetáculo alegre e democrático. Para o tabuleiro montado visando ao governo do Estado, porém, o evento do PMDB e a definição do nome de Sartori trouxeram um componente bem mais significativo: houve a quebra de uma suposta polarização na corrida ao Piratini, que tinha como personagens Tarso Genro e Ana Amélia Lemos. O ex-prefeito de Caxias do Sul, com 82% de aprovação, passou a ser forte candidato ao governo do Estado. Mas Sartori não tem só este número como fator favorável. Além de bom gestor, aspecto consolidado à frente da prefeitura de Caxias do Sul, tem grande experiência parlamentar e vida partidária respeitável. Por sua história e posições coerentes, tem relacionamento de alto nível com as mais diversas siglas. O pleito deste ano, em razão da Copa, tende a ser mais sucinto, determinando campanhas mais objetivas, cobrando dos pretendentes posturas e proposições possíveis de serem realizadas. Não há espaço para promessas irrealizáveis, ou que criem falas expectativas. A situação financeira do Estado é por demais conhecida, um verdadeiro caos. Somente alguém com posicionamento sério e com credibilidade poderá tentar reverter este quadro. Alguém capaz de unir todos os que quiserem um Rio Grande grande outra vez.

Alexandre Postal deputado estadual

Mobilização aconteceu na terça-feira, em Arroio do Meio

Duplicação Venâncio-Muçum

Estudo de viabilidade é apresentado a lideranças regionais Empresa realiza levantamento técnico, econômico e ambiental do trecho. Próximo passo é a elaboração do projeto

Vitória Stürmer Bortoletti

Arroio do Meio - Lideranças regionais, empresários e representantes de entidades estiveram reunidos na terça-feira (25) na Churrascaria Roda Viva, em Arroio do Meio. Na ocasião, a empresa Serviços Técnicos de Engenharia (STE), de Canoas, apresentou, com apoio técnico e supervisão da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), concessionária do trecho, o estudo de viabilização técnica, econômica e ambiental da duplicação do corredor RSC-453, ERS-130 e ERS-129. A engenheira Zélia de Azevedo e a geógrafa, Chaiana Teixeira, coordenaram a explanação. O estudo deve nortear o projeto executivo da obra. O levantamento analisou o fluxo de tráfego, potencial econômico e demandas municipais referentes aos seus trechos. Conforme o presidente da EGR, Luiz Carlos Bertotto, a rodovia deve ser reestruturada, porém, deve-se pensar no futuro da via. "Num primeiro momento temos que recuperar a rodovia. Mas temos que pensar também na sua duplicação e investimentos maiores. Ele salienta que o próximo passo é realizar a elaboração do projeto. "São passar que precisamos dar. Após o projeto pronto, buscaremos recursos para a duplicação". Em relação aos valores para execução da obra, Bertotto afirma que ainda estão em fase de análise. "A partir da projeção saberemos o valor exato para revindicação de recursos estaduais ou federais", completa. O prefeito de Arroio do Meio e presi-

dente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (AMVAT), Sidnei Eckert, a duplicação desenvolverá a região como um todo. "A obra é importante e fundamental para o crescimento dos municípios que beiram a rodovia, assim como demais. Da maneira como está o tráfego hoje, qualquer empresário ou investidor que necessita deslocar-se pela via será prejudicado, tanto pelo custo de logística como pelo incômodo gerado na estrada", explica. Segundo ele, além do desenvolvimento econômico, a área social também será beneficiada. "O número de acidentes que ocorre atualmente neste trajeto é muito grande. As vidas humanas poderão ser salvas a partir do momento da duplicação", diz.

O início

A mobilização pela duplicação da ERS 130 iniciou num encontro ocorrido em setembro de 2011 em Arroio do Meio, com a presença de líderes locais e regionais. Logo após, numa iniciativa dos municípios de Arroio do Meio e Lajeado, a CIC Vale do Taquari foi convidada a coordenar o processo para abranger o trajeto ideal a duplicar. Após reuniões microrregionais, os municípios envolvidos e entidades empresariais concluíram trabalhar o trecho Venâncio/Muçum pela diversidade econômica, crescimento projetado no trajeto e entroncamento com outras rodovias. Sucederam-se audiências junto ao Governo do Estado, sendo sugerido que os municípios custeassem os pré-estudos exigidos por legislação para agilizar

o processo. Diante da necessidade da duplicação, os sete municípios lindeiros à obra - Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Encantado, Lajeado, Mato Leitão, Muçum e Venâncio Aires - através dos seus executivos e legislativos, aprovaram o apoio financeiro, conveniando com a CIC Vale do Taquari para a contratação de empresa especializada. As manifestações inter-regionais pela duplicação das RSC 453, ERS 130, e ERS 129 – trajeto Venâncio Aires/ Muçum - começaram em outubro de 2011, numa iniciativa do município de Arroio do Meio. Ao todo são 70,3 km de extensão.

Argumentos para a duplicação

O assunto cresceu em importância devido ao expressivo movimento da rodovia, que registra pesado tráfego de caminhões, ônibus e automóveis e outros tipos de veículos. O mesmo deverá aumentar ainda mais com fatores como, por exemplo, a chegada de novas empresas e o crescimento de outras situadas ao longo ou próximas da mesma; o número crescente de alunos da Univates e a migração de pessoas vindas de outras regiões. Somam-se a esses a crescente atividade econômica ao longo e no entorno, não só do trajeto em questão, mas também das regiões que ele conecta e cujas riquezas e pessoas por ali transitam; e a duplicação da BR-386, entre Estrela/ Tabaí, que igualmente contribuirá para o aumento do fluxo de veículos.


PÁGINA DO DILAMAR

13

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

Dilamar dos Passos - dilamar@rdencantado.com.br

Fotos: Arquivo JO

Secretário Fredi Camargo

Vereadores Celso Cauduro e Gustavo Scatolla

A polêmica do Facebook

A utilização desta ferramenta de trabalho ou muro das lamentações foi o tema de duas manifestações na tribuna da Câmara de Vereadores de Encantado desta semana.

Gustavo Scatolla Conforme o vereador, “Tem um secretário que no horário comercial, onde deveria estar buscando o que fazer em prol da comundiade, está no Facebook postando algo em seu interesse. No dia 11 de março, às 15h33min, o secretário, que se esconde atrás da foto de uma criança ainda por cima, não tem coragem de postar a foto dele”. Gustavo prossegue. “Um secretário forasteiro, que não é da cidade. Essa é a administração que infelizmente nós estamos tendo aqui no nosso município. Eu não mereço isso e vocês também não merecem. Vamos sentar e esperar. Somos reféns de emendas parlamentares”, finaliza o vereador.

Celso Cauduro O vereador também bateu forte no secretário: “Enquanto vocês estavam trabalhando às 15h30min, o secretário da administração estava brigando com as pessoas pelo face. Vocês trabalhando, pagando o salário dele, e ele brigando e discutindo no face”. O vereador prossegue: “ O face tem o rosto de uma criança, escondido atrás do rosto de uma criança. Quando eu digo que é demais, é porque é demais”, conclui Celso. Direito de Resposta Imediatamente após a manifestação dos vereadores Gustavo Scatolla e Celso Cauduro, o secretário municipal de Administração de Encantado, Fredi Camargo, solicitou o direito de resposta e enviou o

Mudança Na semana passada, o vereador de Muçum, José Mário Didomênico, o Zequinha, se manifestou contrário ao projeto de Lei que alterava de seis meses para um ano a contratação emergencial de servidores públicos. Após discussão, o vereador André Vianini pediu vistas ao projeto.

Boa conversa Na sessão desta semana, os quatro vereadores de oposição mantiveram a posição de contrariedade. Já o vereador Zequinha, sem justificar o voto, foi favorável ao projeto, que foi aprovado por 5 x 4. Dilúvio Na sessão da Câmara Cidadã realizada na comunidade Nossa Senhora Aparecida, em Encantado, o representante da comunidade, Cláudio Pivatto, questionou o “Arroio Dilúvio”. Córrego a céu

email que segue:

“Venho através desse e-mail solicitar aos meus amigos colunistas a gentileza de obter um espaço para ter o direito de resposta sobre acusações feitas pelos vereadores Gustavo Scatola e Celso Cauduro a minha pessoa na condição de Secretário da Administração de Encantado. ... Primeiro, gostaria de esclarecer que sim, postei um questionamento no Facebook conforme eles citaram, postagem esta que foi retirada pois, em avaliação própria posterior, eu entendi que não valeria a pena para a comunidade de Encantado entrar neste nível de discussão pois afinal tenho que ser coerente com a ideia de trabalharmos em prol de nosso município (apesar de que meu

aberto que passa ao lado da comunidade. Colaboração Conforme Pivatto, o que menos tem no córrego é água. Todo animal morto e ou sujeira são jogados no local. Conjunto O trabalho conjunto da Polícia Civil e Brigada Militar surtiu efeito junto à comunidade ordeira de Encantado. Auxílio Com a ajuda da comunidade, várias pessoas acusadas de cometer delitos, principalmente o tráfico de drogas, foram tiradas de circulação. Peixoto Na entrevista concedida ao Grupo Encantado de Comunicação, o delegado João Peixoto

questionamento foi sobre ações públicas tomadas em outras gestões) e no meu humilde entendimento não é através dessa ferramenta que se faz isso. ... Segundo, gostaria de lembrar aos vereadores que há a possibilidade de se acessar a rede social citada pelo celular, sem custos operacionais para qualquer função, inclusive sendo esta uma ferramenta de trabalho institucional em muitas áreas. Talvez o que os tenha perturbado foi exatamente a questão postada, mas como avaliei, não é uma "briga" que eu tenha que comprar, a justiça está apurando-a. Porém, o que me preocupou e quero trazer esta reflexão com quem esteja lendo este espaço, foi o que veio posteriormente à dita fiscalização praticada por eles. As afirmações de que "é um se-

declarou que um dos autores do assassinato de Déo do Couto, Deozinho, foi identificado.

Prosseguindo Peixoto relatou que outro acusado também deverá já foi identificado nas próximas diligências. As prisões devem ocorrer nos próximos dias. Comunidade Tanto o delegado Peixoto quanto o capitão da Brigada Militar, Alessandro Bernardes, destacaram a importância da comunidade participar repassando as informações para as corporações. Segurança “Cada comunidade tem a polícia que merece. Se a comunidade participa dando informações para os órgãos de segurança, é evidente que estes órgãos de segurança conseguem prestar um serviço de melhor qualidade”, finaliza o delegado Peixoto.

cretário forasteiro, que nem do município é..." demonstram, por parte do vereador que as disse, um perfil extremamente preconceituoso e fascista, repetido por quem se diz representar um movimento democrático. Perfil este que, com certeza e felizmente, não é a característica da população encantadense. Essa expressão mostra a verdadeira face demagoga e hipócrita desse vereador que no mesmo discurso disse que era vereador de 20 mil habitantes e se contradiz com uma afirmação de que não aceita as pessoas que vem colaborar com o crescimento do município. ... Só para refletirmos todos, a presidenta da ACIE-E, Sra. Renata Galioto, o Diretor da Cosuel, Sr. Carlos Freitas, o presidente da segunda maior indústria de Encantado, Sr.

Humor

Arlindo Baldo, o presidente da Quinta do Vale, Sr. Alvimar Lisot, o Milton Fernando, o Dilamar dos Passos, o Juremir Versetti, entre outros tantos ilustres colaboradores com o município de Encantado, na visão desse vereador, são simples "forasteiros". Se fôssemos nos valer por esta visão tacanha e preconceituosa, imaginem onde estaríamos, imaginem qual a imagem que Encantado estaria passando aos inúmeros empreendedores que vem tentar a vida aqui. ... Para finalizar, a foto de meu filho em meu perfil no face é uma homenagem justa e sincera para a maior realização pessoal da minha vida. Quem é pai de verdade entende. Att, Fredi Camargo


14

DOUTOR RICARDO

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

CRAS inicia projeto A Arte em PVC O CRAS está disponibilizando mais uma novidade no ano de 2014. O projeto A Arte em PVC trabalha com a reciclagem de restos de canos de plástico não utilizados que sobram em obras. Os canos ideais para realizar o trabalho são de números 100, 150, 200. Com eles podem ser feitos desde luminárias até objetos decorativos, como lustres, porta toalhas, porta guardanapos, fruteiras, porta docinhos, chaveiros, quadros, pendentes, painéis de paFotos: Divulgação

rede e o que a imaginação permitir. O trabalho é feito com microretíficas, que são como furadeiras menores que fazem a parte dos furos, cortes e escavação em com qualquer desenho que se queira fazer. Podem participar do projeto pessoas que tenham boa motricidade, vontade de aprender e interesse. O projeto contempla desde adolescentes até mulheres de 60 anos. Todas as etapas da arte são feitas no CRAS, desde o corte do cano, fu-

ros, outros cortes necessários, instalação elétrica para luminárias. Tudo é realizado com cuidado e equipamentos de proteção como aventais e óculos, que são indispensáveis para a segurança. Não é um trabalho perigoso, mas requer atenção. Os cursos estão acontecendo nas sextas-feiras à tarde com turmas de, no máximo, quatro pessoas, devido ao número de equipamentos. A artesã Caroline Cechin Weber coordena a oficina.

Vice-prefeito Adagir recebe comitiva da Leitão Fest Na terça-feira (25), o vice-prefeito Adagir Pellegrini, juntamente com o presidente do legislativo ricardense, Vagner Radaelli, recebeu no gabinete a visita da comitiva que divulga a Leitão Fest, convidando o município para participar do evento, que acontecerá em Putinga nos dias 4, 5 e 6 de abril. Adagir agradeceu a visita e reiterou a presença na Festa, estendendo o convite a todos os ricardenses para participar de mais um evento da Região Alta do Vale que visa divulgar o município de Putinga com seus produtos e potencialidades.

Doutor Ricardo confirmou presença no evento

Melhorias nas estradas A Secretaria de Obras e Trânsito continua realizando melhorias nas estradas municipais. Nesta semana, as obras estão sendo realizadas na Linha Leopolda, Linha Palacin/Aeroporto e Rio Branco. Na semana passada foram finalizados os trabalhos na Linha Zanella, Palacin, estrada para Relvado, Rio Verde e Pompéia. O secretário Valentin Radaelli ressalta a importância da manutenção das estradas para o tráfego e escoamento da produção. “Os trabalhos são intensos e necessários para deixar as estradas em dia, além do atendimento às necessidades dos produtores.”

Projeto contempla desde adolescentes até mulheres de 60 anos

Pedágio contra a dengue A Secretaria da Saúde promoveu nesta semana um pedágio contra a dengue. Houve distribuição de material educativo sobre os cuidados contra a doença e também lixeirinhas internas para veículos. O mascote “mosquito da dengue” também esteve presente na abordagem dos motoristas. "O combate ao inseto tem que se tornar uma rotina diária, um hábito saudável a ser praticado todos os dias. Se todos nós não combatermos a dengue todos os dias, ela vai chegar até nós. Cuide para não deixar água parada a céu aberto em qualquer tipo de recipiente. Faça a sua parte e todos seremos beneficiados!”, alerta a equipe da Saúde

Ação aconteceu na manhã da terça-feira (25)

Equipe recupera estradas do interior

Dados familiares A Secretaria da Agricultura, juntamente com a Emater, estão realizando levantamento de dados junto às famílias, buscando informações a respeito das demandas existentes na propriedade para, posteriormente, criar um plano de ação para implementar possíveis melhorias. O levantamento iniciou neste mês de março estendendo-se até maio. A primeira etapa contemplará as comunidades de Linha Rio Branco, São Paulo, Rio Bonito, Santa Lucia, Guabiroba, Linha Bonita Alta e Baixa, João de Mello Alto e Baixo, Gruta, Barra do Zeferino e Santo Antônio. Posteriormente, o diagnóstico será realizado nas demais comunidades. Para o secretário da agricultura, Zaquiel Roveda, é importante contar com a colaboração de todos os moradores das comunidades envolvidas para que o serviço seja completo e possibilite um bom diagnóstico e a implementação das melhorias. "Desde já agradecemos o empenho de todos", ressalta. Outras informações podem ser obtidas na Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente ou no escritório da Emater.


GERAL

JORNAL OPINIテグ n 28 de marテァo de 2014

15


16

SEGURANÇA

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

CASO DEO AGNOLETTO

Delegado confirma que Polícia tem nome DO autor do homicídio Informação foi repassada nessa semana em entrevista. O Capitão da Brigada Militar e o Delegado ainda falaram sobre o elevado número de ocorrências e as ações conjuntas entre as entidades de segurança pública.

Diogo Daroit Fedrizzi

Henrique Pedersini

Para abordar o trabalho de duas das mais importantes entidades de segurança pública em Encantado, o Delegado João Antônio Merten Peixoto e o Capitão da Brigada Militar Alessandro Bernardes concederam entrevista à Rádio Encantado AM na segunda-feira (24). Entre os assuntos abordados, o sucesso em atividades conjuntas entre Polícia Civil e Brigada Militar, inclusive com a participação de outras entidades como Ministério Público e Poder Judiciário. Na oportunidade, o Delegado Peixoto confirmou que a Polícia já apurou o nome o responsável pelo assassinato a Deo Agnoletto, ocorrido no final do ano de 2012. O Capitão atentou para Legislação como uma das principais causas para a limitação do trabalho dos policiais em algumas situações. Segundo Bernardes em muitas oportunidades a Polícia está ciente dos problemas e inclusive reconhece os responsáveis, mas lembra que é preciso conduzir o trabalho a partir da constituição. “Sabe-se de muitas coisas, mas ficamos limitados pela Legislação. Há um limite muito tênue em entre uma ação e uma arbitrariedade. Muitas vezes pessoas testemunharam fatos, mas se reservam ao direito de não falar. Nós temos que deixar de chorar e passar a vender lenços”, enfatizou. Sobre esse tema, o Delegado Peixoto atentou para o papel das pessoas em repassar informações especialmente para a polícia. “A realidade é que o efetivo está a quem do necessário. Se as pessoas souberem e não nos disserem nada, eu vou juntar isso tudo e levar para um juiz com a expectativa de um mandado de busca e não conseguirei nada, graças a falta de dados. Nós trabalhamos com informação, ainda bem que aqui (Encantado) há uma integração grande entre PC e BM, o que resultou em muitas prisões”, comemorou.

Transferência de apenado ajudou a tranquilizar Encantado Sobre a sequência de homicídios em Encantado que ocorreu no mês de janeiro, o Delegado avalia a atual situação na comunidade como tranquila, mesmo que sejam descartados novos casos de assassinatos motivados pela disputa no tráfico de drogas. Um grupo da cidade de Santa Cruz do Sul que foi preso pela Brigada Militar no dia 13 de março desse ano é suspeito de estar articulando novos crimes dessa mesma estirpe. Para Peixoto a transferência de um apenado foi crucial na diminuição dos “embates” entre gangues pelo controle do tráfico em Encantado e região. “O mentor de boa parte dessas execuções foi transferido para Passo Fundo, pois no interior da casa prisional de Lajeado ele articulava esses crimes. Inclusive conseguimos essa transferência em uma ação alinhavada com Ministério Público e Poder Judiciário”, revelou.

Regime de trabalho igual ao de UTI O Delegado Peixoto reconheceu a dificuldade de efetivo ao retratar que a Polícia Civil de Encantado conta com quatro policiais para um montante de quatro mil processos, uma média de mil processos por servidor. Segundo o responsável pela Delegacia de Polícia encantadense, deveriam existir ao menos oito policiais para o número de ocorrências. “Trabalhamos em regime de UTI”, disse Peixoto referindo-se para a necessidade de se atender prioritariamente os casos mais urgentes deixando o restante em segundo plano. Sobre o assunto, o Capitão Bernardes aproveitou a oportunidade para valorizar o trabalho do efetivo tanto da Polícia Civil quanto da Brigada Militar a quem atribuiu a condição de herois, pelo combate ao crime organizado que já se instalou na região com armamento e estrutura por vezes igualitária e

Delegado Peixoto e capitão Bernardes foram entrevistados por Milton Fernando até superior do que dispõe a polícia.

Provas técnicas determinarão fechamento de inquéritos Sobre alguns casos que estão sendo investigados pela Polícia Civil, o Delegado remeteu a dificuldade na obtenção de provas técnicas que estão sendo aguardadas para o fechamento de inquéritos. Sobre a morte no edifício Versalhes que ocorreu no dia 04 de fevereiro de 2014, Peixoto acredita que tenha ocorrido um acidente muito em função de dados informais repassados pela Perícia que analisou o local do crime. Algumas marcas nos andares inferiores de onde ocorreu a queda indicando que o morador de Bento Gonçalves, César Durli, ainda teria tentado se segurar antes de chegar ao solo e a distância onde o corpo ficou também aponta de que não teria sido empurrado. Referente a série de mortes na cidade no início de 2014, o Delegado ressaltou a prisão do indivíduo conhecido como Boi, que seria responsável por pelo menos um dos crimes. O Capitão Bernardes ainda afirmou que as ações conjuntas entre BM e Polícia Civil devem continuar e que o trabalho em parceria deveria ser uma realidade por toda região.

O caso

Identificação do autor Com base em provas técnicas, o Delegado conseguiu apurar a identificação de um dos autores do assassinato a Deo Agnoletto de Couto, 22 anos, ocorrido no dia 13 de dezembro de 2012, quando a vítima foi atingida por disparos em uma construção nas proximidades do Fórum e da Brigada Militar. “Já sabemos quem é um dos autores e estamos trabalhando para identificar o segundo. Sabemos que nenhum deles tem identificação com Encantado e são da região de Cachoeira do Sul. Uma prova técnica, através de exame com impressões digitais levou a polícia até a identificação de um dos envolvidos. Na ocasião, foi encontrada uma passagem de ônibus no interior do veículo utilizado no crime. O bilhete indicava que a dupla saiu de Lajeado antes de chegar em Encantado. Durante essa semana a Polícia tinha a expectativa de ir até a região de Cachoeira do Sul para cumprir diligências antes de finalizar o inquérito.

No início da tarde do dia 13 de dezembro de 2012, Tales Mazzarino foi acionado para uma corrida de táxi. No trajeto os dois homens que estavam a bordo anunciaram o sequestro-relâmpago. O homem de 74 anos foi colocado no portamalas e o veículo seguiu até a construção onde um dos homens desceu e realizou vários disparos contra o ex-apenado Deo Agnoletto de Couto. O carro foi abandonado nas imediações do bairro Jardim do Trabalhador e a dupla fugiu para um matagal. De acordo com informações, o jovem de 22 anos teria sido assassinado por ter repassado informações para polícia no período em que esteve preso.


SEGURANÇA

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

17

“Efetividade de operação ficou comprometida por demora na expedição dos mandados”, dizem delegados Operação Conexão cumpriu 20 mandados de apreensão entre Encantado e Lajeado. Ação foi comandada pelos Delegados Peixoto e Juliano.

Uma Operação da Polícia Civil Regional foi realizada na manhã de ontem (27) no Vale do Taquari. Foram cumpridos 20 mandados de apreensão, seis deles em Encantado. A ação denominada Conexão, pela integração do trabalho entre os municípios de Encantado e Lajeado, foi comandada pelo Delegado Peixoto da Delegacia de Polícia de Encantado e pelo Delegado Regional Adjunto Juliano Stobbe. O objetivo foi o combate ao tráfico de drogas. Na Boate Lilás, RS-129, Encantado, foi localizado um revólver calibre 38 com munição de uso exclusivo policial. O proprietário José Gilberto Magnani, popularmente conhecido como Betinho foi conduzido para Delegacia e encaminhado ao Presídio Estadual de Encantado. A fiança nesse caso somente pode ser estipulada pelo Poder Judiciário. Na Barra do Coqueiro, localidade de Valdástico, foi apreendida uma espingarda calibre 36 com munição. Foi preso no local Antônio Teixeira, pai do suspeito Gilmar Teixeira, acusados de envolvimento no tráfico. “Estivemos três vezes fazendo buscas no Ônibus retido por excesso de alunos Na noite da quinta-feira (20) a Polícia Rodoviária Estadual de Encantado flagrou um microônibus que faz o trajeto para cursos em Lajeado com excesso de passageiros. O coletivo destinado para 25 passageiros contava com seis alunos a mais do que o limite. O veículo foi retido.

Brigada de Muçum atende duas ocorrências A Brigada Militar de Muçum atendeu duas ocorrências na noite da quinta-feira (20). Paulo César Gomes de Borba foi até um bar e na chegada foi agredido por quatro desafetos. O homem foi conduzido ao hospital, medicado e liberado. Na sequência foi registrada uma violência doméstica. Junior César Stum, 23 anos, teria discutido e agredido os pais Idalina, 60 anos e Nilson Stum, 63 anos. Conforme registro, Junior teria solicitado que os pais deixassem a casa da família, o que não foi aceito. Após discussão os envolvidos foram levados para Delegacia de Polícia para o registro de violência

local e encontramos dessa vez onde era armazenada a droga. Foram encontradas embalagens plásticas, mas infelizmente não havia mais droga no local”, esclareceu Peixoto. Um conflito de competências entre o Poder Judiciário de Encantado e Lajeado é apontado como uma das causas da falta de efetividade da Operação realizada na manhã de ontem. Segundo o Delegado Regional Adjunto Juliano Stobbe o trabalho faz parte das investigações realizadas há alguns meses. “Com certeza a demora na obtenção desses 20 mandados prejudicaram as investigações. Trata-se de uma questão jurídica que foge de minha alçada, enquanto Delegado de Polícia, mas que com certeza prejudicou”, lamentou. O Delegado Peixoto relatou que esses mandados eram esperados há cerca de seis meses. Em Lajeado, durante trabalho da Operação Conexão, a Polícia Civil apreendeu no bairro Planalto um veículo Corsa, placas LAS-2827 e uma bucha de cocaína. Um morador do local, 36 anos, foi levado para Delegacia.

doméstica Invadida Superintendência do Sicredi em Lajeado O prédio onde fica a Superintendência Regional do Sicredi Vale do Taquari (Sureg) foi arrombado no início da manhã de sexta-feira (21). O setor fica no segundo andar do prédio onde funciona o setor de auto-atendimento da cooperativa no centro de Lajeado. Por volta das 6h o alarme disparou e a empresa de vigilância foi ao local constatando a situação. Duas portas foram forçadas pelos criminosos. Algumas gavetas foram reviradas, mas apenas um notebook foi furtado. Abordagens Na noite da sexta-feira (21) a Brigada Militar de Encantado abordou uma Capitiva sendo que o condutor estava com a Carteira Nacional de Habilitação retida por excesso de pontos. Já durante a madrugada do sábado (22), a Brigada tentou efetuar abordagem de um Fiat Uno com placas de Alvorada, guiado por um morador de Encantado. Ao perceber

a tentativa de abordagem o condutor abandonou o veículo em via pública e juntamente com o caroneiro embrenharam-se no mato. O veículo que está com o licenciamento vencido e com pneus sem condições de trafegabilidade foi recolhido. Mulher cai de prédio em Roca Sales Mariela Giongo, 29 anos, caiu do segundo andar da sacada de apartamento na Avenida Daltro Filho, centro do município de Roca Sales, durante a tarde do sábado (22). Conforme registro a vítima teria deixado cair uma peça de roupa da sacada e quando se debruçou para tentar pegar a peça acabou se desequilibrando e caindo sobre o toldo e depois na calçada. Mariela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e conduzida ao Hospital Santa Teresinha de Encantado. BM autua mais dois condutores por embriaguez A Brigada Militar de Encantado autuou dois condutores

Fotos: Dilamar dos Passos

Delegados Peixoto e Juliano lideraram a ação

Munição e armas apreendidas

por embriaguez ao volante na quadrados pertencente a Moisés madrugada do domingo ni (23). Thiago Henrique si r Echart, 22 anos, foi aborde pe dado na Rua Monsenhor ue Scalabrini. Como apreiq r sentava visíveis sinais de en :h embriaguez foi autuado, o ã iç teve a Carteira Nacional Ed de Habilitação recolhida e o veículo entregue para outra pessoa em condições de dirigir. De acordo com informações, o jovem ainda estava realizando arrancas bruscas. Já Willian dos Santos Henikka, 24 anos, foi Fachini. O policiamento fez o abordado na Rua Padre Anchieta e rescaldo das chamas. A casa e a autuado também por embriaguez. mobília foram totalmente consuO jovem também teve a habilitamidas pelo fogo. ção recolhida, o carro guinchado e levado para o depósito. 34 motoristas acima da velocidade permitida Incêndio em Nova Bréscia A Polícia Rodoviária Estadual Uma casa foi destruída por de Encantado realizou na última um incêndio na Linha Borgheto, quarta-feira (26) trabalho de Nova Bréscia. O corpo de bomfiscalização com radar fotográfibeiros de Encantado foi acionado co no quilômetro 82 da ERS-130 para atender a ocorrência no em Arroio do Meio. Foram 34 inicio da tarde da terça-feira (25). motoristas flagrados transitando O fogo atingiu a residência de pelo local acima da velocidade madeira com cerca de 80 metros permitida.


18

Edição: Henrique Pedersini (henrique@opiniaojornal.com.br)

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

37 gols em cinco jogos no Futsal de Doutor Ricardo Está em andamento na cidade de Doutor Ricardo a primeira edição da Copa Quinta do Vale de Futsal. A competição ocorre sempre aos domingos no Ginásio Municipal de Esportes, sendo a empresa responsável por administrar o local quem Fotos: Divulgação

organiza a competição. Nesse domingo (30) acontecem os jogos válidos pela terceira rodada na primeira fase. Serão seis jogos realizados. O início está programado para as 18h. A segunda rodada do certame

ocorreu no domingo (23) e foi marcada pelo bom aproveitamento dos jogadores. Foram marcados 37 gols em cinco confrontos. Destaque para o Frigorífico Ricardense Vian que aplicou 11 a 1 no Estofados Márcia Movezan.

Resultados 2ª Rodada (23/março) Frigorífico Ricardense Vian 11 X 1 Estofados Márcia/Movezan Mecânica Mariotti/Scobar 3 X 2 Agrop. Quinta do Vale Dagostini Dist./Arcari Vidros 2 X 1 Odi Valentini/Transportes Tomasi Marchetti/Ar Fitness 8 X 1 Erva Mate Saphira Posto Barella/Restaurante Biolchi 3 X 5 Duo Farma/ Roge Autoo Elétrica

Frigorífico Ricardense Vian aplicou 11 a 1 na rodada

Jogos 3ª Rodada (30/03) Erva Mate Saphira X Quinta do Vale/Só Pela Ceva Marchetti/AR Fitness X Estofados Márcia/Movezen Frigorífico Ricardense Vian X Duo Farma/Roge Auto Elétrica Granja Biolchi X Dagostini Dist./Arcari Vidros Odi Valentini/Transportes Tomasi X Mecânica Mariotti/Scobar Padaria Mania de Comer/Novo Visual X Agrop. Quinta do Vale Folga – Posto Barella/Restaurante Biolchi.

Conceição em Torres pelo Estadual de Triathlon O atleta roca-salense Carlos Eduardo Conceição estará em Torres na disputa da quinta etapa do Campeonato Estadual de Triathlon que ocorre nesse domingo (30). Um dos destaques até então na competição gaúcha de Triathlon, que envolve as modalidades de ciclismo, natação e corrida, Conceição tem a expectativa de somar preciosos pontos na classificação geral. Atualmente ele é segundo colocado com 359,5 estando 123 pontos atrás do competidor de São Leopoldo, Ricardo Nilson, líder isolado. A etapa em Torres nesse final de semana terá 800 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e seis de corrida. A largada está prevista para as 9h. O atleta roca-salense não briga mais pelo título, uma vez que o concorrente direto pela liderança na categoria elite participou de duas provas de trajeto longo, onde a pontuação contabilizada é dobrada. “Antes mesmo de começar esse campeonato eu sabia das dificuldades, mas ainda busco o vice-campeonato estadual que para mim já é um marco incrível. O objetivo é sempre chegar entre os primeiros”, disse. No dia 06 de abril o atleta participa de rústica na cidade de Lajeado para aprimorar suas técnicas na corrida. Paralelo as competições, Carlos Eduardo Conceição trava uma batalha na luta por patrocínios que viabilizem sua participação. Segundo ele, praticamente todas as provas em que participou dependeram de busca por recursos nos últimos instantes antes da viagem.

Antes de mais nada, um abraço Fiquei devendo nesse espaço um abraço pro popular Sadi que trabalha no Estádio das Cabriúvas. Há tempos que ele vem requisitando o chamado “tratorzinho” para aparar a grama devido às consideráveis dimensões do campo. A um dos leitores mais assíduos desse espaço fica o registro. Novo adversário O Esporte Clube Encantado, que estreia no Estadual Juvenil Série B no dia 12 de abril, ganhou mais um adversário na primeira fase da competição. No grupo denominado como “Região Serrana”, além do Nova Prata (adversário da estreia), Gramadense, Garibaldi e Glória de Vacaria, o Mundo Novo da cidade de Três Coroas adentrou a esse grupo. Portanto o Encantado terá 10 jogos na primeira fase dessa competição. Vale lembrar que são 10 despesas fixas que o clube terá. Quando atuar em casa o valor com arbitragem, que não é nada modesto se levado em conta a qualidade dos apitadores e a despesa de viagens quando atuar fora de casa.

“Bitecos”, lembra deles? Matheus Bitencourt, 18 anos e Guilherme Bitencourt da Silva, 20 anos, os “Irmãos Biteco” já causaram polêmicas dentro do Grêmio. Guilherme chegou a ser vendido ao Hoffenheim da Alemanha por uma direção gremista. A gestão seguinte tratou de comprá-lo de volta entregando o passe do irmão mais novo como pagamento. Ainda há o episódio onde Guilherme vestiu uma camiseta do goleiro Kidiaba, em provocação ao Internacional e as fotos pararam nas redes sociais. O fato é que nenhum deles mostrou até agora o alvoroço que causaram na base e na subida ao profissional. Guilherme e Mateus sequer são titulares do time B gremista. Vão terminar jogando gauchão por um time do interior provavelmente.

Zimmermann: “O bola da vez” Rogério Zimmermann tem 48 anos. Já passou por diversos times do interior do futebol gaúcho. Conseguiu campanhas memoráveis recentemente como salvar o Canoas, hoje em decadência em uma edição do estadual. O mais recente trabalho destacável do técnico é com o Brasil de Pelotas. Onde ele conseguiu levar o time até a fase semifinal, sendo eliminado pelo Grêmio na última quarta-feira. É um treinador estudioso, sabe montar equipes com rigidez na marcação (Brasil de Pelotas é uma das melhores defesas do gauchão) e com velocidade no ataque. Municipal de Encantado l Aconteceu na vitória do Hoolygans sobre o Bohemios por 3 a 1 no domingo (23): um atleta do Bohemios havia sido substituído. Antes que saísse do campo retirou a camiseta e encaminhou-se para o reservado. O seu substituto já havia ingressado no jogo. O árbitro Maicon Stormovsky aplicou o segundo cartão amarelo ao jogador que acabou sendo expulso mesmo depois de ter sido substituído. Fica o exemplo para sequência da competição.

Atleta não briga mais pelo título

Municipal de Encantado ll Aconteceu nas Cabriúvas também no último domingo: o Galácticos iria promover uma substituição já na parte final de partida. O time vencia por 3 a 2 e colocaria um zagueiro em campo. O jogador já estava rente ao gramado pronto para entrar, quando o treinador da equipe e os jogadores que já haviam sido substituídos relataram que as seis substituições permitidas já haviam ocorrido. Por alguns segundos o desespero foi tamanho por parte de quem estava do lado de foram do campo do Galácticos que ninguém mais lembrava quem estava em campo desde o início e quem entrou no decorrer do jogo. O atleta que seria substituído estava já do lado de fora encaminhadose para o vestiário quando teve que voltar para o campo. Mais uma curiosidade do Municipal!


JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

19

30º CAMPEONATO MUNICIPAL DE ENCANTADO 2014

Lago Azul e Lambari recebem os jogos DA SEGUNDA RODADA Arsenal, Galácticos, Juventude do Lambari e Hoolygans iniciaram competição com vitória. Placares apertados marcaram primeiros jogos da competição.

A segunda rodada do Campeonato Municipal de Futebol em Encantado ocorre nesse domingo (30). Serão realizados mais quatro jogos. No campo do Lambari, o Clube Atlético Navegantes busca a primeira vitória diante do Sackmaihouse, que também perdeu na rodada

inicial do certame. Quem joga em casa no Lambari é o Galácticos. A equipe recebe o Arsenal no jogo de fundo no duelo de dois times que venceram no último domingo. Já no Lago Azul, Bohemios e Juventude do Lambari fazem o primeiro jogo. Na sequência, o Hoolygans,

Arsenal vence jogo decidido nos minutos finais O Arsenal chegou a estar vencendo jogo por 2 a 0, com gols de Moisés aos 18 minutos e de Thales Moretto aos 32, ambos na primeira etapa. A partida que estava se consolidando em uma vitória tranquila da equipe comandada por Adir Moretto, ganhou em emoção com a reação do adversário. Edelvan aos 11 minutos da etapa complementar diminuiu. O empate ocorreu aos 38 minutos, com Francis Lourenzi. A igualdade no placar fazia justiça com a recuperação do Sackmaihouse no segundo tempo. Entretanto, aos 42 minutos Juliano Fontana marcou o terceiro do Arsenal. Por muito pouco a vitória não escapou. O Sackmaihouse teve um pênalti nos instantes finais de jogo. Xuxa assumiu a responsabilidade e mandou para fora, desperdiçando a chance do time comandado por Pelai empatar o jogo. Placar final de 3 a 2 para o Arsenal.

FICHA TÉCNICA Sackmaihouse – André Capalonga, Nei, Willian, Zamboni, Enadiel, Pedro, Xuxa, Douglas, Francis, Edelvan, Lelinho. Técnico – Pelai. Arsenal – Tato, Leonir, Billy, Glademir e Enílton Junior. Tadeu, Lucas Coppini, Muller e Juliano Fontana. Thales e Moisés. Técnico - Adir Moretto. Arbitragem: Roberto G. Zien auxiliado por Jose Fronchetti e Cleiton Teloken. Cartões Amarelos: Sackmaihouse/Hedera Cosmeticos – Alessandro Valentini, Anderson Zamboni, Douglas Radaelli, Enadiel dos Santos e Pedro Parecy. Arsenal – Cleimar Camargo, Cristian Muller, Enilton Contarin Jr., Juliano Fontana, Leonir Sperotto e Lucas Coppini.

Hoolygans vira o jogo e estreia com vitória Em sua estreia no Campeonato Municipal de Encantado, o Bohemios não conseguiu superar o tradicional e experiente time do Hoolygans. Em um jogo que começou com muita marcação e dois times errando muitos passes, o Bohemios aproveitou um lance de bola parada para abrir o placar. Paulo Tramontini cobrou falta para área a bola passou por todos os jogadores e foi para o gol. A vantagem não durou muito tempo. Dez minutos depois de ter sofrido o gol, o Hoolygans empatou com Gustavo Eccher que apenas desviou a bola na saída do goleiro adversário: 1 a 1. A virada no placar também ocorreu em gol de Gustavo, aproveitando boa jogada de Jackson Bastianel. No segundo tempo, Gustavo Graciola aproveitou cruzamento e fez o terceiro gol. Placar final de 3 a 1 para o Hoolygans.

embalado pela vitória na estreia, recebe o Cruzeiro do Lajeadinho,. A primeira rodada ocorreu no domingo (23), quando dois confrontos ocorreram nas Cabriúvas e outros dois no campo do Lajeadinho. A competição tem a participação de oito

Galácticos supera CAN nas Cabriúvas Outro time que conseguiu abrir vantagem sobre o adversário com facilidade foi o Galácticos. Foram três gols marcados para os comandados de Roque Vanzetta. O primeiro foi de Dudu Civardi. Marcel Castoldi fez o segundo e Samuel Calvi ampliou. Entretanto o time do Navegantes comandado por Dilto conseguiu descontar no placar através de Alex Sandro Junior que marcou dois gols para a equipe, deixando o jogo em aberto. O Clube Atlético Navegantes, que sediava a rodada nas Cabriúvas, até tentou arrancar um empate mas esbarrou na falta de pontaria. Placar final de 3 a 2 para o Galácticos

FICHA TÉCNICA

CAN – Ada, Jean, Marcio, Tiago Henica e Alex Sandro Junior. Duda (Tiago Gomes), Junior Parecy (Joederson), Renato e Erick. Moisés e Jackson. Técnico: Dito Galácticos - Andrius, Lucas, Ramon, Fernando e Cléber (Renato). Emanuel (Felipe), Tasquinha, Marcel (Leo) e Vinícius (Fredi). Dudu (Gabriel) e Samuel Calvi. Arbitragem: Jose Fronchetti, Roberto G Zien, Cleiton Teloken Cartões amarelos: CAN – Ada Ribeiro e Junior Parecy Galácticos – Felipe Fachini e Leonardo Turatti.

Lambari aproveita erros do adversário e vence O Juventude do Lambari aproveitou-se dos equívocos adversários para construir sua vitória. O time comandado por Agenor Radaelli abriu o placar com Ramon aos 10 minutos de jogo. Mesmo com a equipe tendo apenas uma opção no banco de reservas e várias improvisações no time devido aos desfalques, o representante do bairro Lambari sustentou a vantagem até os 35 minutos de jogo, quando Luizinho aproveitou um lançamento e arrancou o empate para o Cruzeiro comandado por Remor Bagnara. Quando a partida parecia que terminaria empatada, Rodrigo Baldissera (Joe) sofreu pênalti. Paulo Sérgio cobrou rasteiro e aos 43 minutos do segundo tempo marcou o gol da vitória para o Juventude. Placar final de 2 a 1 para o Juventude.

FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA Juventude – Darci, Guilherme, Mateus, Paulinho e Gilberto. Ramon, Sabiá, Dorigon e Duane (Daniel). Dagostini e Joe Baldissera. Técnico – Agenor Radaelli. Cruzeiro – Kevin, Romulo, Chico, Renan (Jonas Bagatini), Robson, Maxsuel (Belotti), Cristiano (Eloir), Rafael, Luizinho (Enilton), Jonathan (Jeferson Fusieger), Leandro (Jeferson Posebon). Técnico: Remor Bagnara. Árbitro: Lari Dörr, Roberto Rodrigues, Maicon Stormoski Cartões Amarelos: Juventude – Cesar Dalmoro, Ramon Giacomolli, Ricardo Dagostini, Rogerio Dorigon. Cruzeiro – Cristiano Klaunck, Maxsuel Klaunck, Rafael Dutra, Renan Fontana. Cartões Vermelhos: Cruzeiro – Rodrigo Belotti e Jeferson Possebon

Bohemios – Mauricio, Gabriel (Ângelo Cadore), Bê, Jonas e Rafael Feltez. Sacola, Guilherme (Gleisson), Renato e Ratinho (Jô). Paulo Tramontini e Paulão (Ricardo Machado). Técnico: Acemar Machado Hoolygans – Luciano Vian, Renatinho, Erick, Ednildo, Veve (Jacksandro), Patrick (Vagner), Jackson, Rai, Gustavo Graciolla, Gustavo Eccher (Rodrigo), Marcio (Diogo). Técnico: Luciano da Silva. Arbitragem: Maicon Stormoski, Lari Dörr, Roberto Rodrigues Cartões Amarelos: Bohemios – Guilherme Machado e Jô Hoolygans – Veve e Patrick Gianezini. Cartão Vermelho: Bohemios – Renato Marquez

Equipe 1º Hoolygans 2º Juventude 3º Galácticos 4º Arsenal 5º Cruzeiro 6º CAN

7º Sackmaihouse

8º Bohemios

PG 03 03 03 03 00 00 00 00

V 01 01 01 01 00 00 00 00

Classificação: E 00 00 00 00 00 00 00 00

D 00 00 00 00 01 01 01 01

equipes que se enfrentam na primeira fase em sete rodadas. Os quatro melhores avançam para semifinais. No domingo (23) foram marcados 17 gols. Destaque para Gustavo Eccher do Hoolygans e Alex Junior do CAN que marcaram em duas oportunidades.

Paulinho (à esquerda) marcou o gol do Bohemios

GP 03 02 03 03 01 02 02 01

GC 01 01 02 02 02 03 03 03

SG 02 01 01 01 -1 -1 -1 -2

Disc. -20 -40 -20 -60 -240 -20 -120 -120


20

JORNAL OPINIテグ n 28 de marテァo de 2014

Participe: facebook.com/JornalOpiniaoEncantado facebook.com/RadioEncantadoAM facebook.com/energiapop


JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

NOVA BRÉSCIA Botafogo de Jacarezinho assume liderança Restando três rodadas para o término da primeira fase do Campeonato Municipal de Futebol/Copa Sicredi em Nova Bréscia, nada está definido quanto aos classificados para próxima fase. O Cristal de Linha Estefânia é o único virtualmente eliminado da disputa. Os outros seis times brigam por quatro vagas na próxima fase. Nesse domingo as três partidas válidas pela quinta e antepenúltima rodada serão disputadas em Tigrinho Alto. Por essa razão o Imigrante estará de folga. Pela manhã o Canarinho tem pela frente o Botafogo de Olinda a partir a 10h. No primeiro duelo da tarde, a partir das 14h, o Cristal pega o Caçadorense. Clube PG 1º Botafogo 09 2º Caçadorense 09 3º Imigrante 06 4º Canarinho 04 5º Bot. Olinda 04 6º Juventude 04 7º Cristal 00

J 03 04 04 03 04 03 03

No jogo de fundo tem Juventude de Linha Ernesto Alves contra o Botafogo de Jacarezinho. Os jogos válidos pela quarta rodada foram realizados no domingo (23) na localidade de Pinheiros. O Imigrante fez 5 a 1 no Cristal com gols de Jeferson Vargas (2), Joarez Valer, Augusto Gnoatto e Fabiano Souza. Alexandre Laste descontou. Juventude e Botafogo de Olinda empataram 3 a 3. Zequi, Fernando Valer e Felipe Laste marcaram os gols do Juventude. Nédio Merlo e Alberto (2) empataram. No confronto entre as melhores campanhas, melhor para o Botafogo de Jacarezinho que venceu o adversário por 2 a 0 com gols de Valmir Ferreira e Rafael Spesatto.

Classificação V E D 03 00 00 03 00 01 02 00 02 01 01 01 01 01 02 01 01 01 00 00 03

Divulgação

GP 08 11 11 05 09 06 05

GC 03 06 07 04 10 09 11

SG 05 05 04 01 -1 -3 -6

Estadual de Máster inicia em abril

Time de Jacarezinho tem 100% de aproveitamento

Durante a semana o Esporte Clube Encantado confirmou sua participação no Campeonato Estadual de Máster 2014. A competição que inicia no dia 27 de abril contará com a participação de 16 equipes, divididas de acordo com a região. A reunião dessa semana serviu para encaminhar alguns aspectos referentes ao campeonato. Os times deverão encaminhar para organização o dia em que preferem jogar. As opções são na tarde de sábado e manhã de domingo. As inscrições ficarão abertas até o final do mês de março. As 16 equipes inscritas ficarão divididas em quatro chaves, sendo que os dois primeiros colocados garantem classificação para uma segunda fase de grupos antes do mata-mata. Um dos incentivos para o Encantado estar no certame em 2014 é a boa campanha realizada na temporada passada, onde o time foi eliminado em uma das fases decisivas pelo campeão São José de Porto Alegre. Efetuado o pagamento de R$ 3 mil, a equipe tem direito a arbitragem até o final de sua participação no estadual e ainda 20 inscrições de jogadores. Cada inscrição posterior custa R$ 200. “No ano passado desfalques nos levaram a inscrever cerca de 10 jogadores. Nesse ano a ideia é fazer um bom grupo para não precisar gastar desnecessariamente depois”, destacou o jogador e organizador do time Danilo Mior. Equipes tradicionais como Esportivo de Bento Gonçalves e Morro Reutter também estarão participando nesse ano.

21

Notas do Xandão Por Alexandre dos Santos Gre-Nal 1 Grêmio e Internacional iniciam domingo, às 16h, na Arena, a decisão do Campeonato Gaúcho de 2014. A segunda partida da final ocorre no dia 13 de abril.

Gre-Nal 2 A polêmica está em relação ao segundo Gre-Nal da decisão do Gauchão. Enquanto comissão técnica e jogadores do Internacional querem a partida no Estádio Beira-Rio, os dirigentes preferem que o jogo seja realizado no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Acredito que esta definição ocorra somente após o primeiro Gre-Nal, e dependerá muito do resultado desta partida. Gre-Nal 3 Não vou arriscar favorito para esta decisão do Gauchão. Grêmio e Internacional ainda vivem um momento de afirmação na temporada. O Grêmio em relação a ele mesmo melhorou do ano passado para cá, principalmente no ataque e fisicamente. A defesa ainda não passa uma grande segurança para os torcedores. O Internacional este ano tem treinador e a empatia que Abel Braga tem com a torcida é muito importante, mas, no meio de campo precisava mais gente marcado, às vezes o time é muito “faceiro”.

Libertadores Na próxima quarta-feira, o Grêmio tem compromisso importante pela Copa Libertadores. O Tricolor vai a Medélin, na Colômbia, e vencendo o Atlético Nacional estará classificado para segunda fase da competição. Caso contrário a vaga será decidida na última rodada em Porto Alegre, contra o Nacional, do Uruguai. Winck (foto) no Lajeadense A direção do CE Lajeadense demitiu o técnico Fabiano Daitx que não tinha um bom relacionamento com a imprensa e com o grupo de jogadores. Os resultados na reta final do Gauchão, quando o clube teve quatro derrotas consecutivas, colaboraram também para demissão do treinador. Para o lugar de Daitx, o escolhido foi Luís Carlos Winck, que nesta temporada treinou o EC Passo Fundo. Winck terá a oportunidade de comandar o Lajeadense nos jogos contra o Bragantino pela Copa do Brasil. As partidas serão disputadas nos dias 02 e 09 de abril, em Lajeado e Bragança Paulista respectivamente. Reforços para o Alviazul A direção do CE Lajeadense realizou a contratação de três reforços para os jogos da Copa do Brasil, contra o Bragantino. Foram contratados o zagueiro Anelka e o volante Matheus Santana, que estavam no Passo Fundo, e o atacante Gilmar (foto), que disputou o Gauchão pela equipe do Pelotas.

Estadual de Futsal – Série Ouro No final de semana as equipes do Vale do Taquari disputam mais uma rodada do Estadual de Futsal – Série Ouro. A ALAF joga em São Luiz Gonzaga, contra a AGSL, e a Teutônia Futsal, enfrenta em Teutônia, o América de Tapera. Os dois jogos iniciam às 20 horas. A ASSOEVA de Venâncio Aires lidera a competição com nove pontos e 100% de aproveitamento, e volta a atuar na quinta-feira, quando enfrenta o Atlântico, de Erechim.


22

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014 Divulgação

* No último final de semana eu tive a oportunidade de ver umas das melhores partidas da minha vida, Barcelona 4x3 Real Madrid, uma partida cheia de nuances, gols, jogadas maravilhosas, jogadores de um nível acima da média, enfim, uma lição didática de como se joga futebol, mas isso sem falar de dois dos maiores jogadores de todos os tempos, o “ET” Messi e o “POP STAR” Cristiano Ronaldo, e cada um ao seu estilo, conseguiu desequilibrar a favor da sua equipe, mas Messi com 3 gols ajudou o Barcelona a conquistar a vitória, mantendo ainda a esperança de conquista do título espanhol. Não é por acaso que estas duas equipes estão na fase final da Liga dos Campeões. * Falando de equipes diferenciadas, não posso deixar de falar do poderoso Bayern, que conquistou o título Alemão com 7 rodadas de antecedência, fora os recordes, de invencibilidade, maior número de gols e pode chegar ao maior número de pontos, pois o recorde é dele mesmo, 91 pontos, conquistado no ano passado. Mas o que mais me surpreende, é o fato de que seu técnico Pepe Guardiola conseguiu instituir no Bayern a filosofia que ele mesmo adotou no Barcelona, técnica, conjunto e movimentação, isso tudo aliado à força do futebol Alemão. Tenho certeza que Guardiola irá fazer uma bela história no futebol, pois se trata de um profissional que ama esse esporte.

* Saiu o julgamento dos clubes envolvidos com o racismo, todos foram condenados a pagar uma multa em dinheiro. Não sei até que ponto é justo cobrar do clube, também não vejo justiça em cobrar valores em dinheiro, pois isso não irá mudar as pessoas, nem mesmo o pensamento delas, a punição deve haver, mas direcionada para quem cometeu o ato, se não, como já foi frisado por algumas pessoas, isso continuará sendo um comportamento normal. * Grenal a vista!! Com a vitória sobre o Brasil de Pelotas, por 2x1 o Grêmio se classificou para a final do gauchão, algo que não acontece desde 2011. O tricolor vem com tudo para esta final e ao meu ver é o grande favorito, pois tem uma

"Depois de ter andado por vários lugares do mundo, a pequena cidade de Encantado me encantou..."

Lucas Uebel/Divulgação

Edinho e Alex, um dos duelos do Grenal equipe mais homogênea e que possui peças que podem modificar seu estilo de jogo sem perder a qualidade. Já o Inter que venceu o Caxias por 3x0, mostrou algumas deficiências de marcação, movimentação, mas Aranquiz e D'Ale, podem sim fazer a diferença, mas não posso deixar de falar na força de Gilberto e a boa fase de Rafael Moura e de W. Paulista. Tudo isso são ingredientes para uma grande final. * Dia 26/03 a minha cidade natal Porto Alegre completou 242 anos de história, e desses, 24 anos eu tive o previlégio de morar lá, e ainda hoje a visito, pois tenho familiares e amigos que moram na capital gaúcha. Depois de ter passado por vários países, várias cidades eu ainda sinto uma falta enorme do meu “Portinho”. Parabéns!!!

* Hoje moro em Encantado, que no próximo dia 31 fará 99 anos. Depois de ter andado por vários lugares do mundo, a pequena cidade de Encantado me encantou, hoje me considero encantadense, criei raízes aqui, meus filhos nasceram aqui, tenho amigos que sempre estão ao meu lado. Por estas e outras, lhes digo meu caro leitor, Encantado me conquistou. Parabéns e rumo ao 100 anos!!!!

Site Prefeitura

Categoria 2006 obteve vitória por 2 a 0 em jogo equilibrado

CFM/Rui Barbosa vence quatro jogos na Copa Piá de Futsal Na tarde do sábado (22), o CFM de Encantado, em parceria com o Rui Barbosa de Arroio do Meio, esteve em atuando pela Copa Piá de Futsal. A categoria 2006 venceu o Colégio Martin Luther por 2 a 0 com gols de Henrique Marques e Arthur Debortoli. A categoria 2005 goleou o Águia por 10 a 1com cinco gols de João Luzzi e outros cinco de Douglas. Os alunos da 2002 venceram por 17 a 0 o Juventus de Lajeado. Henrique Southier (8), Willian Damásio (3), Fabrício Zotti (3) e João Beneduzzi (3). A categoria

Futebol Sete retorna em Roca Sales Após quase um mês de paralisação devido à realização da 6ª ExpoRoca e 9ª Fecarpa, o Departamento Municipal de Esportes retoma hoje as disputas do Campeonato Municipal de Futebol Sete no município de Roca Sales. Os jogos ocorrem a partir das 19h15min, no campo aos fundos do Jogos da Sexta Rodada

Cidade de Encantado

2000 acabou sendo derrotada por 5 a 3 para o Juventus de Teutônia. Na tarde de amanhã (29) o CFM/ Rui Barbosa volta a jogar nas quadras do Parque do Imigrante pelas categorias 2004, 2005 e 2006. No sábado (29) as categorias 1999, 2000 e 2001 do CFM pegam o Lajeadense pela Liga Futura. Nesse final de semana, no campo do Ouro Verde, um avaliador do São Paulo Futebol Clube estará observando os jogadores das categorias 2002,2003,2004,2005 e 2006.

Toma 10 x Botafogo Unidos da Quinta x Conexão Lanches Copalto x Tratantes LH Reciclagem x Esperança

Centro Social Urbano. O campeonato é realizado pela Administração Municipal, com apoio do Sicredi. Paralelo à competição, está sendo realizado o Campeonato Misto de Voleibol. Quatro equipes participam. Os jogos ocorrem nas sextas-feiras, a partir das 19h30min, no ginásio de esportes.


ATUALIDADE

JORNAL OPINIÃO n 28 de março de 2014

23

DICA EMPRESARIAL Ordem de compra

Sonegação de impostos de microempreendedores individuais Os MEI's (Microempreendedores Individuais) que sonegaram impostos nos últimos dois anos estão na mira da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal. A Receita identificou 250 empresas nessa categoria cujas compras são incoerentes com o faturamento máximo de R$ 60 mil anuais estabelecidos para o segmento. Os empresários identificados informaram um faturamento de R$ 21,6 milhões nos últimos dois anos. No entanto, cruzando dados dos fornecedores que vendem produtos e serviços aos MEI's, os técnicos da Receita perceberam compras no valor de R$ 69,7 milhões. A estimativa é que a fraude tenha causado prejuízo de R$ 6 milhões aos cofres públicos. - As empresas do setor industrial e atacadista, fornecedores dos MEI, são obrigadas a emitir nota fiscal eletrônica. Através do cruzamento de dados, conseguimos descobrir quem está comprando mais do que seria razoável para sua faixa de faturamento — explicou o subsecretário da Receita do DF, Wilson de Paula.

Diferença de R$ 2,2 milhões

Um único MEI deixou de registrar uma diferença de R$ 2,22 milhões entre o que ele declarou e o que gastou efetivamente com fornecedores. A menor desproporção encontrada foi de R$ 60 mil. Segundo a Receita, os sonegadores na lista já foram informados e têm 30 dias para regularizar sua situação. Se as pendências não foram resolvidas dentro do prazo, o empresário será autuado. A multa varia caso a caso.

O programa

Criado em 2008, o programa tem o objetivo de desburocratizar a vida do empreendedor individual que fatura até R$ 60 mil por ano e estimular a formalização. A obtenção do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) é on-line e imediata. A facilidade vale também para enviar informações à Receita. Em função da menor necessidade de prestar contas, alguns empresários se aproveitam da situação para tentar burlar o pagamento de impostos. - A Receita está, do ponto de vista tecnológico, preparada para visualizar e trabalhar essas informações. O sonegador não consegue mais se esconder. Fizemos um investimento de R$ 10 milhões na área tecnológica em 2013, com renovação do parque, aquisição de software e treinamento de pessoal — completou o subsecretário. (Fonte: R7)

Pernoite em caminhão não equivale a sobreaviso ou prontidão O pernoite dentro do caminhão não equivale a sobreaviso ou prontidão, pois o motorista não está aguardando ordens e nem vigiando carga, já que estará dormindo. Com esse entendimento, a 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais afastou a condenação imposta a uma transportadora pelo juízo de 1º Grau. Na sentença, o juiz havia entendido que, ao dormir no caminhão, o reclamante ficava de prontidão, nos termos do parágrafo 3º do artigo 244 da Consolidação das Leis do Trabalho. Em consequência, condenou a transportadora ao pagamento de dois terços do salário-hora no período das 22h às 6h. A empresa recorreu e conseguiu reverter a decisão. O relator do recurso, desembargador Sebastião Geraldo de Oliveira, destacou que não há como aplicar, por analogia, o disposto nos parágrafos 2º e 3º do artigo 244 da CLT. O primeiro considera sobreaviso o tempo em que o empregado permanece em sua residência aguardando ser chamado para o serviço a qualquer momento. Já o segundo, considera prontidão o período em que o empregado fica nas dependências da estrada, aguardando ordens. Para o desembargador, nenhuma dessas situações se aplica ao motorista que pernoita na cabine do caminhão. Isto porque o profissional não está aguardando ordens neste período. Segundo o julgador, o caso é diferente dos ferroviários que, obedecendo a escalas de serviço, aguardam em suas próprias casas ou nas dependências da estrada as determinações do empregador. No caso do motorista, isso não ocorre, já que ele está dormindo. Isso impede também que vigie a carga. "A vigília é incompatível com o sono", destacou. Ainda segundo o relator, a situação não se alterou depois da Lei 12.619/2012, que dispõe sobre o exercício da profissão de motorista. "Aliás, o legislador, a reboque dos fatos sociais, acabou por reconhecer a possibilidade de o motorista repousar no próprio veículo", frisou o julgador. Nesse sentido, o parágrafo 2º do artigo 235-E da CLT, acrescentado pela lei, considera como trabalho efetivo o tempo que o motorista estiver à disposição do empregador, excluindo expressamente os intervalos para refeição, repouso, espera e descanso. Este último é exatamente o caso do motorista quando dorme no caminhão, segundo destacou o desembargador. Segundo ele, o inciso III do artigo 235-D da CLT autorizou expressamente que "o repouso diário do motorista obrigatoriamente com o veículo estacionado" seja feito na cabine leito do veículo. A turma, por maioria de votos, decidiu julgar favoravelmente o recurso para excluir a condenação relativa às horas de prontidão e reflexos. (Fonte: Assessoria de Imprensa do TRT-3).

Ordem de Compra é o documento que organiza a compra de produtos efetuados pela empresa junto a seus fornecedores, ela também pode ser conhecida por Pedido de Compra. Assim como é normal a empresa registrar suas vendas antes de emitir a nota fiscal de venda, podemos registrar a compra antes da chegada da nota do fornecedor, vamos listar algumas vantagens de fazer este procedimento. Primeiramente a composição da Ordem de compra, normalmente a fazemos por meio de duas formas. A mais aconselhada é a montagem de um relatório de giro de mercadorias (assunto que já tratamos nesta coluna anteriormente), este relatório vai formar uma sugestão de compra e esta sugestão pode virar nossa ordem de compra. Ou então os vendedores e estoquista podem gerar Requisições de compra, que em um determinado momento o comprador vai analisa-las e soma-las em uma ordem de compra. Tendo os itens e quantidades listados agora vamos escolher o fornecedor e enviar uma cópia, quando o fornecedor retornar o seu orçamento informamos os valores dos itens, prazo de entrega e prazo de pagamento. Agora com a ordem de compra autorizada, todos colaboradores da empresa já tem a informação competente a cada setor. Por exemplo, se o estoquista ou vendedor precisar de um determinado item, e não possui saldo em estoque atualmente, já vai saber a previsão de chegada. Ou então o financeiro olhando o fluxo do caixa (assunto também já tratado nesta coluna anteriormente) já vai ter a previsão de necessidade de receita no dia do vencimento da compra efetuada pelo comprador, mesmo antes da mercadoria chegar na empresa. Por fim, outro beneficio de registrar este tramite é a confirmação do recebimento. Quando o estoque receber a entrega, vai poder entrar na ordem de compra e conferir se o que esta chegando é exatamente o que foi comprado, sendo quantidades, prazos ou valores. Assim ele faz uma avaliação deste fornecedor para futura negociação. Um detalhe que eventualmente ocorre é a entrega parcial de uma ordem de compra, isso é normal quando ela é de uma grande quantidade e a entrega é fracionada, nestes casos a necessidade deste controle é ainda maior.

Felipe Luiz Klunk

Beta Tecnologia Rua Julio de Castilhos, 1335 Sala 204 Fone: 51 3751.1263


Pรกgina 24 - Jornal Opiniรฃo - 28 de Marรงo de 2014

` `


Jornal Opinião 28 de março de 2014  

Veículo do Grupo Encantado de Comunicação, da cidade de Encantado RS

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you