Page 1

       

 !" # Alfa InformĂĄtica

Oferece Vaga de emprego para Auxiliar tĂŠcnico ou auxuliar elĂŠtrico. Interessados enviar currĂ­culo para adm@alfainf.com.br

Acert InformĂĄtica

Manutenção e venda em toda linha de informåtica: computadores; notebooks; imp. a laser, jato de tinta e matricial; monitores; supote especializado em redes de computadores e redes wireless. Telefone: 51-3751-3291

OPORTUNIDADE Vende-se cadeiras universitårias. Preço de ocasião. Novas. Tratar no 9607.7842

CLASSILINHAS ImĂłveis

Motos VENDO - Fazer 250/ 2007 azul, 9000km – R$ 7.000,00 Tr: 96056110 VENDO - Titan 125 2000 ES prata – R$ 3.100,00 Tr: 81230661 VENDO - Neo 115 automåtica prata 2006 – R$ 4.600,00 Tr: 96056110 VENDO - Titan 125 1995 vermelha – R$ 1.900,00 Tr: 3751-1985 VENDO - Moto Honda nova - 5.000,00 Tr: 8871.7188

Oportunidades VENDE-SE restaurante, centro de Encantado - Tratar manhĂŁ 3751-3228 e tarde 3751-2634

(*)

(*) PESSOA FĂ?SICA

VENDO - Santo AntĂŁo Terreno c/529,19m² de frente 13,00 x 40,77, localizado na Duque de Caxias. Valor R$ 95.000,00 - 3751.1499 VENDO - Casa Lago Azul – Residencial Casas Claras, 03 dorm, 51,00 m² Obs: cercado c/portĂŁo eletr, tijolo maciço, abertura de madeira VENDO - Casa nova, Ăłtima oportunidade para ďŹ nanciar no programa minha casa minha vida. (9689-0214) VENDO - Terreno Urbano: 486,77m² - B.Santa Clara– Encantado/RS – 9689-0214 VENDO - Casa B. Lambari, 02 dorm 48,67 m², Terreno:160 m² ĂĄrea - 96890214


ClassiďŹ cados - 09 de novembro - PĂĄgina 02


Construção civil atrai jovens atrás do primeiro emprego Falta de profissionais na área de construção desperta interesse de quem quer ingressar no mercado A indústria da construção civil é considerada o termômetro da economia brasileira, já que representa 13% do PIB nacional, e tem a maior cadeia produtiva, pois estimula a indústria de materiais e fornecedores, da construção, comércio de materiais e serviços (como azulejistas, encanadores, pintores e etc). Dados da Anamaco, Associação Nacional dos Comerciantes de Ma-

terial de Construção, apontam que toda a cadeia da construção civil emprega 15 milhões de pessoas, sendo quatro milhões diretamente. A entidade também reforça que falta mão de obra especializada, sobretudo, para atender a demanda de produtos novos e mais eficientes como edificação pré-fabricada, drywall e muitas técnicas que ainda são novas para grande parte desses trabalhadores.

Para construtores mercado da construção civil está estabilizado

Terminou a euforia que havia tomado conta da indústria da construção civil nos últimos anos, mas o mercado se mantém firme com a demanda de habitações dentro de padrões de normal para bom, uma vez que houve crescimento da classe média no País, e os juros dos financiamentos diminuíram em relação aos valores históricos do passado, tornando mais fácil a aquisição da casa própria. A informação é do engenheiro Paulo Rockenbach, da Construtora R. Correa de Porto Alegre, ressaltando que o fim da euforia também é benéfico para o setor, pois diminui problemas como falta de mão de obra e de insumos, que complicavam a vida das empresas quando a demanda estava super aquecida. “A loucura já passou, e vivemos um momento bom, de estabilidade, bem melhor do que há 7 ou 8 anos, quando não havia demanda porque as pessoas não podiam comprar moradia”, disse Rockenbach. A Construtora R. Correa, com 32 anos no mercado, está lançando, ou planejando lançar, três empreendimentos com mais de 400 apartamentos, um no Menino Deus, outro entre as ruas São Manoel e São Luiz e outro na Vila Assunção, todos na capital gaúcha.

Os números são muito atraentes para os jovens que estão de olho no mercado profissional em busca de uma oportunidade. Para o avaliador da Olimpíada do Conhecimento, Anderson da Silva Campos, a tecnologia empregada pelas empresas de construção ainda atrairá muitos investimentos para o setor. Ele frisa, entretanto, que mesmo com tanto aporte no mercado, a demanda gerada ainda não é suprida, em parte pela falta de qualificação e, também, pela baixa produtividade da própria indústria. “A demanda é maior que a procura. Mesmo com o aumento do número de escolas e cursos, não há alunos suficientes para atender à quantidade de obras existentes. Para termos uma ideia, a reforma no Maracanã envolve 5.400 profissionais, trabalhando em dois turnos, 24 horas por dia”, afirma. Observando o panorama atual do merca-

do brasileiro, justifica-se porque 18 das 54 ocupações, que estarão na 7° Olimpíada do Conhecimento, são relacionadas com a área da construção. “São portas que se abrem. Em apenas dois anos eu consegui me sobressair diante de outros colegas, porque compreendo o processo e, com isto, posso ter mais qualidade no meu trabalho”, afirma Rodrigo Miguel. O jovem, de apenas 19 anos, treina das 8h às 18h e irá competir pela ocupação Construção em Alvenaria. À noite, faz o curso Tecnologia de Edificações, também no SENAI. O curso, inclusive, é uma ocupação demonstrativa na Olimpíada, ou seja, será avaliado como uma nova modalidade a ser incluída em edições futuras. Seguindo a tendência do mercado, a justificativa do avaliador é simples. “É preciso analisar a sincronia e o bom andamento da equipe. É isto que observamos no dia a dia: planejamento, organização da equipe e do trabalho, segurança - que é fundamental - e a conclusão da obra. Tem que haver uma sinergia entre todos os competidores, assim como no mercado de trabalho também”, conclui.


Classificados - 09 de novembro - Página 04

Utilitário esportivo cai no gosto do brasileiro

A julgar pelos principais lançamentos das grandes montadoras no Salão do Automóvel — o maior evento do gênero na América Latina, tudo indica que os utilitários esportivos, caíram no gosto popular. Mesmo longe do segmento de compactos, que responde por 60% do mercado, a categoria é hoje uma das que mais crescem entre veículos de passageiros. No período de 2000 e 2010, as vendas saltaram 16 vezes enquanto o mercado cresceu 2,2 vezes. “O segmento tem crescido bastante, principalmente entre os jovens. Esse é um grande mercado para nós”, afirmou ao DCI o presidente da Renault no Brasil, Olivier Murguet. O otimismo da montadora deve-se

ao sucesso de vendas do Renault Duster, que desbancou o Ecosport, da Ford, líder e referência no segmento. Até o final do ano deve chegar com 40 mil unidades vendidas, comemora Murguet. Com essas vendas, a Renault deverá encerrar 2012 com cerca de 6,7% de participação de mercado no segmento. Outra montadora que irá apostar as suas fichas em utilitários esportivos é a General Motors (GM) com o lançamento do TrailBlazer. Líder do segmento por vários anos, a Ford também vai reforçar sua posição para recuperar a liderança. O Ecosport, projetado no Brasil, agora também deve ser vendido na Europa e na Ásia.

AQUI TEM TEM REDUÇÃO REDUÇÃO DO DO IPI IPI AQUI GARANTIA CIADOCARRO. CIADOCARRO. EE GARANTIA VALORES PARA PAGAMENTO À VISTA

57.500,

POLO SEDAN 1.6 2004 00 R$

48.800,00

49.300,00

IQO-3885

R$

23.500,

INM-0945

CITY EX 2010

I30 2.0 2010

ILX-9676

EEQ-5568

IRL-8149

33.000,

IOL-7269

40.800,

R$

CIVIC LXL FLEX 2010 00 R$

FIT EX 1.5 2008 00 R$

IQQ-1262

IDEA ADV. 1.8 2010 00 R$

LAND ROVER DISCOVERY 3 V6 2006 R$

Loja S. Cristóvão 3714-6663 - LAJEADO

Loja Centro 3748-6663 - LAJEADO

www.ciadocarro.com.br

Loja Florestal 3011-6663 - LAJEADO

107.000,00

R

ZERO KM E SEMINOVOS


    




Vendas de veículos batem recorde no RS no mês de outubro, diz Sincodiv As vendas de veículos novos bateram recorde no Rio Grande do Sul no mês de outubro. De acordo com o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos (Sincodiv/FenabraveRS), foram comercializados 29.364 unidades entre carros, comerciais leves, caminhões e ônibus no período, o que representa alta de 33,41% na comparação com setembro e 13,28% em relação ao mesmo período do ano passado. O segmento de automóveis e comerciais leves respondeu por 76% de todas as vendas. Foram comercializadas 22.504 unidades, alta de 33,66% sobre o mês anterior. Na avaliação das concessionárias, as vendas foram impulsionadas pelo desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o lançamento de vários novos modelos. Na comparação com outubro de 2011, o aumento nas vendas de automóveis e comerciais leves chegou a 22,07%. Já o resultado acumulado, de janeiro a outubro de 2012, foi o melhor do segmento, com aumento de 15,31% em comparação com os primeiros 10 meses do ano passado. Foram emplacadas no estado 199.196 unidades

no período. As vendas nos demais segmentos também apresentaram índices expressivos. Foram comercializados 992 unidades de caminhões, que significa crescimento de 59,49% sobre o mês de setembro. Programas de incentivo como a redução dos juros de financiamento do programa PSI-Finame, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), influenciaram o resultado no segmento, diz Sincodiv. Já o segmento de ônibus apresentou crescimento de 28,28%, com o licenciamento de 127 unidades. Por sua vez, as vendas de motocicletas subiram 26,56% de setembro para outubro, com a comercialização de 4.474 unidades. O resultado

poderia ter sido melhor, dizem as concessionárias, não fosse o alto índice de 78% dos pedidos de financiamentos reprovados. Incluindo todos os segmentos, o crescimento nas vendas no Rio Grande do Sul no acumulado do ano é de 8,05% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado vai na contramão das vendas registradas em todo o país, que apresentaram queda de 0,64% no mesmo período. Para o presidente do Sincodiv/Fenabrave-RS, os altos índices de crescimento no mês foram “distorcidos” pelo desempenho obtido no mês anterior, considerado baixo. Mesmo assim, o setor tem motivos de sobra para comemorar. “Acho que nos vamos ter um resultado positivo no ano no Rio Grande do Sul, ao contrário do Brasil. Os preços agrícolas estão altos, o comércio varejista vai bem a e a massa salarial teve aumento. Prevemos uma variação positiva de 2% em todos os segmentos e algo entre 4 e 5% nos automóveis e comerciais leves”, projeto Fernando Esbroglio.

Fabricantes de automóveis investirão US$ 5 bilhões no Brasil Fabricantes de automóveis anunciaram investimentos no valor de US$ 2,5 bilhões (cerca de R$ 5 bilhões) nos próximos três anos no Brasil, segundo informou a organização do 27º Salão do Automóvel de São Paulo que terminou no domingo. A sul-coreana Hyundai investirá US$ 600 milhões, as alemãs BMW e Volkswagen US$ 264 milhões e US$ 742,8 milhões respectivamente, a japonesa Honda US$ 100 milhões e a francesa Renault US$ 500 milhões, com o propósito de aumentar em 45% sua produção. O consórcio das asiáticas Ssangyong, Changan e Haima, investirão

US$ 300 milhões no mesmo períoúltima feira. do. Na comunidade virtual do FaEm um primeiro balanço do Salão cebook, com 166 mil membros, o do Automóvel de São Paulo, que Salão do Automóvel de São Paulo superou os de Paris (26.760 seguiatraiu durante 12 dias cerca de 750 mil visitantes ao Centro de Expodores) e Frankfurt (3.275). As novas tecnologias da indústria sições e Convenções Anhembi, a organização detalhou os investimen- automotiva, os modelos atrevidos e tos anunciados durante a feira por inovadores, a interação com o mundo virtual e o compromisso com grandes fabricantes que buscam se instalar ou expandir suas operações o meio ambiente, foram os pontos no país. altos mostrados pelos expositores, A presente edição registrou a exsegundo destacou a organização. A presidente Dilma Rousseff, posição de 500 modelos de automóvários de seus ministros e os altos veis de 49 marcas - cerca de 10% executivos mundiais das multinamais que em 2010 - que também apresentaram um aumento de 7% cionais visitaram a feira automotiva, frente à participação de empresas na a principal realizada no Brasil.

A Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) calculou que este ano serão comercializados no Brasil 3,8 milhões de automóveis, caminhões e ônibus, com uma projeção de aumentar para cinco milhões em 2020


ClassiďŹ cados - 09 de novembro - PĂĄgina 07

!" #$ $%&'$ (  $#$

  

   

           


ImĂłveis VENDO - Ă rea de terras com 12 ha., com 02 aviĂĄrios em atividade, localizada Ă 1,5 km do asfalto. Valor R$ 80.000,00

VENDO -Terreno na RS 129, B. Sta. Clara, 3.227,00m², frente 25,00. Valor R$ 165.000,00 - Fone 3751-1499

VENDO -Terreno na RS 129, B. Lago azul, 800,00m², frente 26,70 x 30,00. Valor R$ 85.000,00 - Fone 37511499

VENDO -Terreno Localizado Rua Duque de Caxias, Bairo Santo Antão, 527,80². R$ 95.000,00 - Fone 37511499

VENDO -Terreno de esquina na rua Duque de Caxias, Bairro Santo Antão, 400,90 m² - Tratar fone 3751-1499 VENDO -Terreno com frente para 2 ruas, bairro Sta. Clar, 616,00m². Valor R$ 165.000,00 - Fone 37511499 VENDO -Casa Porto XV, 132,00m², terreno esquina 420,80m². R$ 260.000,00 Fone 3751-1499 VENDO -Casa 2 pisos - 1ª 02 dorm. 2ª 03 dorm. terreno 391,68m² R$ 160.000,00. Fone 3751-1499

   - Bairro Lambari, 02 dormitórios, 69,00 m² - Apenas 03 sobrados, ótima oportunidade para realizar o sonha da casa própria. Bairro Porto Quinze – 01 suíte, 02 dormitórios, 110,00m², amplo påtio nos fundos Bairro Jardim da Fonte – 02 dormitórios, 65,74 m² , ótima localização. Bairro Santa Clara – 03 dormitórios 87,00m² - Condomínio fechado.  

   Jacarezinho – Vale Vêneto - 02 dormitorios – 76,08 m² Ótimo para financiar pelo Programa minha casa minha vida Centro - 01 dormitório, 71,47 m² . venha conferir e 02 dormitorios, 76,08 m²  Porto Quinze: 03 dormitórios - 70,00 m² - Loteamento do Guido próximo ao colÊgio. Lambari : 02 dormitórios, 76,00 m² casa nova



: Terreno urbano 360,00m² - Bairro Barra do JacarÊ - Terreno urbano 465,00 m² - Bairro Santa Clara - Terreno urbano 753,49 m² - Frente rodovia RS 129 – ótima localização  Apartamento 01 dormitorio, sala de estar com sacada e churrasqueira, cozinha e lavanderia. - R$ 390,00 aluguel - R$ 70,00 condominio Apartamento 01 dormitorio, sala de estar, churrasqueira, cozinha e lavanderia. R$ 420,00 aluguel - R$ 60,00 condominio Apartamento 02 dormitorios, sala de estar, sacada com churrasqueira, cozinha e lavanderia. - R$ 650,00 aluguel - R$ 80,00 condominio

            

VENDO -Casa 2 pisos Planalto. 1° piso 03 dorm. 2° piso 02 dorm. - årea 221,98m² - terreno de esquina 386,96m². R$ 180.000,00 - Fone 3751-1499

Oportunidades VENDO - GOL 93 1.0 branco - R$ 7.500,00 - tratar 9781.7666 - c/Luiz. VENDO - 4 capacetes usados, em bom estado, 2 abertos e 2 fechados, por R$ 60,00 (os quatro). Tratar no 9895.1981

Profile for Diogo Fedrizzi

ClassiNegócios 09 de Novembro  

Classificados do Jornal Opinião, da cidade de Encantado/RS.

ClassiNegócios 09 de Novembro  

Classificados do Jornal Opinião, da cidade de Encantado/RS.

Advertisement