Page 1


Para tipos de texto, utilize tamanhos que, de acordo com estudos de legibilidade, sejam mais legíveis. Os designers tipográficos experimentados podem, normalmente, contar os seus tipos favoritos com os dedos de uma mão. Muitas vezes, tratam-se dos tipos desenhados e realizados com consistência entre os caracteres e os que apresentam proporções de grande legibilidade.

1. 0 livro Typographíc Specimens: The Great Typefaces, de autoria conjunta de Philip Megs e Rob Carter, apresenta 38 tipos considerados clássicos e intemporais. A escolha destes tipos baseou-se nos resultados de um inquérito enviado a mais de 100 designers tipográficos de relevo. Neste livro, encontramos exemplares admiráveis destes clássicos, incluindo caracteres serif e sans serif. Todos estes tipos podem ser utilizados no computador de secretária.


Tenha o bom senso de não utilizar demasiados tipos diferentes ao mesmo tempo. O principal objectivo de se utilizar mais do que um tipo é realçar ou separar uma parte do texto de outra. Quando se utilizam demasiados tipos, a página parece um circo e o leitor fica incapaz de distinguir o que é e o que não é importante.

2. A utilização em demasia de muitos tipos diferentes numa página ou num texto desvia a atenção e a capacidade do leitor em discernir entre o que é e o que não é importante. A combinação de dois ou três tipos diferentes pode ter excelentes resultados, desde que, para o efeito, o papel de cada um deles seja cuidadosamente ponderado.


Evite combinar tipos que têm um aspecto muito semelhante.

Se a razão para se combinar tipos é realçar, é importante evitar a ambiguidade provocada pela combinação de tipos demasiado idênticos em termos de aspecto. Quando isso acontece, parece normalmente um erro, porque não há contraste suficiente entre os tipos.

4. A combinação do Helvética com o Univers ou o Caslon com o Goudy Old Style não tem qualquer sentido porque os pares de tipos são muito parecidos entre si. 5. Por que razão não utilizar somente um tipo e criar realce através da alteração do peso, largura ou inclinação 3. Ao mesclar-se diferentes tipos, uma boa regra é a utilização de tipos que parecem muito diferentes uns dos outros. Um tipo serif combinado com um sans serif pode ser muito eficaz, assim como um tipo leve combinado com um tipo muito pesado.


O texto em caixa alta atrasa muito a leitura. Utilize caixa alta e baixa para obter a melhor legibilidade possível As caixas baixas proporcionam os sinais visuais necessários que tornam mais legível um texto. Este facto deve-se à presença de hastes ascendentes, descendentes e padrões internos variados das caixas baixas. A utilização de caixas altas e baixas é o modo mais comum de composição de um texto e a convenção a que os leitores estão mais acostumados. Todavia, as caixas baixas podem ser utilizadas com muito êxito para o tipo display. 6. As palavras em caixa baixa possuem hastes ascendentes e descendentes que dão às palavras formas distintas e memoráveis. As palavras formadas exclusivamente por caixas altas resultam em formas rectangulares monótonas. 7. O texto composto totalmente em caixa alta não possui variedade rítmica e é, por isso, de difícil leitura (em cima). O texto composto totalmente em caixa baixa é de fácil leitura devido aos seus padrões visuais distintos (em baixo). 8. O meio mais comum de compor texto é o recurso a caixa alta e baixa, sendo que as caixas altas marcam claramente o início das frases.


Para tipos de texto, utilize tamanhos que, de acordo com estudos de legibilidade, sejam mais legíveis. Estes tamanhos variam normalmente entre 8 e 12 pontos (incluindo todos os pontos entre aqueles) para um texto lido a uma distância média entre 30,5cm e 35,6cm. No entanto, é importante ter presente o facto de os tipos com o mesmo tamanho poderem, na realidade, parecer diferentes, dependendo da altura x das letras (a distância entre a linha da base e a linha central).

9. Os tamanhos mais legíveis de tipo de texto são compostos entre 8 e 12 pontos. Estes espécimes estão compostos em Minion Regular. 10. Compare-se os tamanhos distinguidos de Bodoni (em cima). Helvética (no meio) e Frutiger (em baixo), compostos cada um deles num tamanho de 8 pontos.


Evite utilizar demasiados tamanhos e pesos diferentes de tipos ao mesmo tempo. O número de tamanhos e pesos diferentes corresponde à necessidade de estabelecer uma hierarquia clara entre as diversas partes de informação. Josef Müller-Brockmann defende a utilização de um máximo de dois tamanhos, um para os títulos e outro para o texto. A contenção no número de tamanhos utilizados proporciona páginas funcionais e atraentes.

11. A utilização do mesmo tamanho e peso de tipo para os títulos e texto funciona bem, desde que os dois elementos sejam separados por um intervalo de espaço. 12. A utilização de dois tamanhos e pesos de tipo para títulos e texto estabelece uma hierarquia clara e simples. É importante criar-se bastante contraste. Se os elementos estiverem demasiado próximos em termos de tamanho e peso, não têm contraste e a sua relação é ambígua.


6


Utilize tipos de texto com peso para livro. Evite tipos com um aspecto demasiado pesado ou demasiado leve. O peso dos tipos determina-se pela espessura das linhas das letras. Os tipos de texto demasiado leves distinguem-se dificilmente dos fundos. Relativamente aos tipos demasiado pesados, as contra-formas diminuem de tamanho, tornando-os menos legíveis. Os pesos para livro resultam num meio positivo e são ideais para o texto.

13. Demasiados tamanhos e pesos diferentes dão à página um aspecto casual. 14. Dois tipos extremamente pesados são difíceis de ler devido ao desequilíbrio entre as linhas das letras e as contra-formas. Estes tipos resultam melhor em display ou pequenas quantidades de texto. Repare-se no grande contraste das linhas do exemplo de baixo, uma qualidade que também prejudica a legibilidade. 15. Este tipo muito fino parece que quase desaparece no fundo. 16. Um tipo de peso para livro proporciona uma excelente legibilidade.


Utilize tipos de largura média. Evite tipos que pareçam extremamente largos . A distorção do texto para alargar ou estreitar as letras, alongando-as ou encolhendo-as com um computador, impede o processo de leitura. As proporções dessas letras deixam de ser familiares. As famílias de tipos bem desenhadas incluem tipos condensados e prolongados que são englobados em normas proporcionais aceites.

17. O tipo Trade Gothic Regular (em cima) pode comparar-se com as versões condensadas (no meio) e prolongadas (em baixo). Embora as variações condensadas e prolongadas sejam úteis e complementos cuidadosamente concebidos para a família Trade Gothic, grandes quantidades de texto composto com essas variações são difíceis de ler. 18. Como pode ver neste exemplo, o alongamento e a compressão extremos de letras roman, por meios informáticos, torna o texto ilegível.


Utilize um espacejamento consistente de letras e palavras de modo a conseguir uma textura sem interrupções.

As letras devem fluir elegante e naturalmente nas palavras e as palavras nas linhas. Isto significa que o espacejamento de palavras deve aumentar proporcionalmente ao aumento do espacejamento de letras.

19. Excelente espacejamento de letras e palavras. De cima para baixo: espacejamento de letras e palavras com um aspecto muito apertado; espacejamento de letras com um aspecto muito solto; espacejamento de letras com um aspecto muito apertado e espacejamento de palavras com aspecto muito solto; espacejamento de letras e palavras com um aspecto muito apertado. As letras não gostam de multidões, mas também não querem perder os seus vizinhos de vista. Outro aspecto importante é que os tipos mais leves ficam melhor com um espacejamento de letras mais generoso, enquanto o oposto também é verdadeiro para tipos mais pesados.


Utilize comprimentos de linha adequados. As linhas demasiado curtas ou compridas prejudicam o processo de leitura. Quando as linhas de tipo são demasiado compridas ou curtas, o processo de leitura toma-se enfadonho e aborrecido. À medida que os olhos percorrem linhas demasiado compridas, é difícil fazer a passagem para a linha seguinte. A leitura de linhas demasiado curtas provoca movimentos sincopados dos olhos que cansam e aborrecem o leitor.

20. Ao trabalhar com tipo de texto, o mais aceitável é a colocação de um máximo de 70 caracteres (dez a doze palavras) por linha. O exemplo de cima excede muito esta recomendação. Embora a medida seja igual no exemplo de baixo, o aumento do tamanho do tipo diminui o número de caracteres por linha. 21. O texto composto por linhas curtas produz uma leitura muito agitada {à esquerda). O comprimento da linha tem uma importância especial ao compor-se tipo justificado, porque o espaço é distribuído por igual entre as palavras, resultando em espaços grosseiros e irregulares entre as palavras (no meio). Embora a utilização de linhas mais compridas reduza este problema, não o elimina na totalidade (à direita).


10


11


Para tipo de texto, utilize um espacejamento entre linhas que transporte facilmente os olhos de uma linha para outra.

As letras devem fluir elegante e naturalmente nas palavras e as palavras nas linhas. Isto significa que o espacejamento de palavras deve aumentar proporcionalmente ao aumento do espacejamento de letras.

22. Blocos de texto com quantidades aceitáveis de texto. À medida que se introduz mais espaço, parece que as linhas ficam mais separadas e o texto mais calmo. 23. Embora os dois blocos de texto deste exemplo sejam tecnicamente idênticos em termos de tamanho e espacejamento entre linhas, o bloco de cima, graças a uma altura x superior, parece ser mais apertado, em termos de espacejamento entre linhas, do que o bloco de baixo. As linhas de texto com uma grande altura x devem ser espaçadas correctamente para compensar o seu maior aspecto. As linhas sem espaços adicionais entre elas denominam-se “sólidas”. 24. Com o computador, é possível criar-se um espacejamento entre linhas negativo. Todavia, para se obter uma legibilidade máxima, esta prática deve ser evitada. Repare-se nas hastes ascendentes e descendentes sobrepostas.


12


Para uma legibilidade máxima, utilize alinhamento à esquerda e desalinhamento à direita.

Embora em casos especiais, sejam aceitáveis outros métodos de alinhamento (alinhamento à direita, desalinhamento à esquerda, centrado e justificado), a legibilidade perde sempre com a troca.

25. Os quatro métodos elementares de alinhamento de texto. O objectivo de terminações eficazes não se limita a conseguir uma beleza estética. Sempre que as terminações são constituídas por finais de linha cuidadosamente articulados, rítmicos e consistentes, permitem que os leitores se desloquem suavemente e sem esforço através de uma coluna de texto. As terminações proporcionam pontos de partida lógicos de uma linha para outra.


13


Procure terminações consistentes e rítmicas.

Evite terminações de linha que originem formas estranhas e difíceis. Evite ainda terminações que provoquem um padrão repetitivo e previsível para os fins das linhas.

26. As terminações eficazes compreendem linhas que estabelecem um padrão informal e consistente de finais de linha. A extremidade da terminação deve parecer que desaparece gradualmente. 27. As terminações são menos eficazes quando os finais de linha não se distinguem suficientemente umas das outras (em cima), quando originam formas e contornos estranhos (no meio) ou quando as linhas curtas e compridas são tão parecidas que criam um padrão repetitivo e previsível (em baixo).


Fixe claramente os parágrafos, não prejudicando a integridade e a consistência visual do texto.

Os dois meios mais comuns de se fazer a marcação de parágrafos são o avanço e a introdução de espaço suplementar entre eles. O primeiro parágrafo de uma coluna de texto não precisa de ser avançado.

28. Identificação usual dos parágrafos através do avanço de linha (em cima) e intervalos de espaço a separar os parágrafos (em baixo). 29. Há muitos outros métodos de indicação de parágrafos que devem, no entanto, ser utilizados com cuidado. Nestes exemplos, os parágrafos são indicados (de cima para baixo) através dos seguintes meios: tipo em negrito para a primeira letra, pequenos quadrados, avanço inverso, versaletes para a primeira palavra e uma grande primeira letra colocada na margem.


14


Sempre que possível, evite viúvas e órfãos.

Uma viúva é uma palavra ou uma linha muito curta no início ou no final de um parágrafo. Um órfão é uma única sílaba no final de um parágrafo. Estas duas condições devem ser evitadas sempre que possível porque destroem a continuidade de blocos de texto, criam páginas desiguais e interferem na concentração na leitura.

30. Ao deparar com viúvas e órfãos, reorganize o texto de forma a eliminá-los, podendo ser necessário alterar o espacejamento, o alinhamento e uma nova redacção do texto.


15


Realce os elementos no texto com descrição e sem perturbar o fluxo da leitura.

Nunca exceda os limites. Recorra ao menor número de limites para obter os melhores resultados. O objectivo último do realce dos elementos de um texto é clarificar o conteúdo e distinguir partes de informações.

31. São apresentados vários métodos de realçar as unidades informativas no seio de um texto, incluindo o itálico, o sublinhado, a cor, os tipos diferentes, os versaletes, as maiúsculas, o tipo bold em tipo claro, o tipo claro em tipo bold, o tipo maior e o tipo contornado (da esquerda para a direita e de cima para baixo). Embora nenhuma destas alternativas invada o texto, algumas são, obviamente, mais acentuadas que outras.


16


Obey  
Obey  

blalalalalalalalalala

Advertisement