Page 1

DioceseemNotícias

Diocese: 1914-2014 Rumo ao Centenário

INFORMATIVO DA DIOCESE DE CAJAZEIRAS/PB

ANO XI - Nº 44 - ABR/AGO/2012

História Religiosa de Brejo dos Santos A região que hoje conhecemos por Brejo dos Santos chamavase Brejo dos Cavalos, isto porque existia uma grande aglomeração de animais. Inicialmente queriam colocar o nome de Bela Vista. Daí foi modificado para Brejo dos Santos a pedido de um padre que atendia a cidade de Catolé do Rocha, o nome dele era Pe. Joaquim de Assis. Toda essa região era um sítio, cujo a povoação se dava por diversas famílias, mas nos parece ser mais provável que foi a família “Apolônio Pereira” que deu início a esta comunidade. Esta família não era muito religiosa, mas mesmo assim fizeram a doação do terreno para a capela. A capela foi construída de modo muito simples na época de 1932-33. Um dos que trabalhou na construção foi o senhor Conrado Severino e outros. Segundo relatam, a capela era bem pequenina e só depois foi foram aumentando a estrutura das laterais e, bem posterior, veio a construção da torre em 1952 (a construção foi feita pelo Mestre Canoa da cidade de Catolé do Rocha). Depois que construíram a capela tudo se voltou a se realizar nela. Eram as missas, sacramentos e outros momentos de oração. Aqueles que ajudaram para fazer os tijolos levando água foram: Severino Leandro e Cosmo Apolônio Antes de construir a capela as missas eram celebradas nas casas e se destaca o sítio Buenos Aires mais precisamente na casa de seu Pedro Barreto. Essas missas reuniam pessoas de várias comunidades circunvizinhas. A devoção a padroeira da cidade que é a Sagrada Família foi um incentivo do Pe. Assis. Que depois passou ao gosto do povo de Deus. Era a quem as famílias de nossa região recorriam para fazer suas preces e orações. A capela da Sagrada Família acolheu no ano de 1959 o missionário do nordeste Frei Damião de Bozano. Esta sua presença motivou a comunidade de fé. E nesta ocasião havia missas e muitas confissões, crismas e batizados. Foram três dias de missão que fizeram o povo mais forte na fé. Os padres e freis que passaram por aqui foram: Pe. João Cartaxo Rolim, Frei Antonio, Frei Marcelino, Frei Anselmo, Frei Agostinho, Frei Sebastião, Frei Dimas (que na época mandou estruturar a Igreja com um dinheiro de um projeto da Alemanha, o que foi feito foi as Lages da Igreja (1990) pelo senhor Francisco Corando Severino (Chico Corando)), Frei Severino e tantos outros.

A cidade de Brejo Santo, como outras cidades adjacentes, era atendida pelos frades de Catolé do Rocha. Eles vinham celebrar no segundo domingo de cada mês ou aos sábados a noite. Isto, sem contar as missas de finados e outros sacramentos que realizavam durante a semana quando a necessidade exigisse. A construção do salão paroquial. Este foi uma idealização de Frei Enoque que, segundo ele, serviria para as reuniões das pastorais ou movimentos. Para tal construção contaram com ajuda da comunidade e das festas da Sagrada Família. De igual modo, o terreno para o salão paroquial foi comprado com a ajuda da comunidade. Logo após a construção do salão paroquial houve uma reforma na casa paroquial que era uma casa em anexo a capela. Esta casa era bem pequenina e depois ampliada a cozinha, um banheiro no quarto do padre e outras reformas de necessidade da casa. Depois do grande legado dos frades franciscanos de Catolé do Rocha houve a criação da Paróquia Sagrada Família pelo senhor bispo diocesano Dom José González Alonso. A partir da criação da paróquia aconteceu a posse do primeiro padre a residir em nossa comunidade; foi o Pe. Rossivam Lopes da Costa que no ano de 2009 assumiu a Paróquia da Sagrada Família em Brejo dos Santos e a Paróquia São José Operário em Bom Sucesso. Na sua administração houve uma estruturação no conselho paroquial; organização da liturgia; criou o calendário de trabalho para os funcionários da Igreja e outras atividades que tão bem motivou e ensinou o povo desta comunidade. Ele ficou em nossa paróquia até meados de 2011. Neste ínterim em que não tínhamos o nosso padre, quem assumiu temporariamente foi Pe. Francisco Alves até a chegado do novo pároco. Assim, em pouco tempo o senhor bispo Dom José nos enviou o Pe. João Aldcélio que atualmente vem assumindo a paróquia com muitos trabalhos. Em sua administração ele já reformou a garagem da casa paroquial, ampliou os quartos de hospedes e o galpão; também escriturou as capelas da paróquia; deu grande alanvancada ao dízimo paroquial; fundou um coral de crianças para a animação dos cânticos das missas; adquiriu por meio de doação um terreno no sítio Cachoeirinha; está construindo a capelinha do Santíssimo Sacramento. O Pe. João Aldcélio tem sido muito acolhedor para com a comunidade católica de Brejo dos Santos e vem desenvolvendo um valoroso trabalho de evangelização.

São mais de 50 paróquias 1.000 exemplares espalhados em todo o Brasil

Seja impresso ou na internet Sua empresa aparece aqui

+ Online para todo o mundo!

ANUNCIE

CONOSCO

LANÇAMENTO DA LOGOMARCA DO CENTENÁRIO DA DIOCESE

CIANO MAGENTA AMARELO PRETO

pascomnoticias@hotmail.com

Cavalcanti Primo Consórcio Nacional Ford

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras

CAJAZEIRAS SOUSA JOÃO PESSOA 3531-4545

3522-2808

3244-2044

Destaque

Destaque

Nova Paróquia em Santana de Mangueira

Pe. Janilson lança livro em Cajazeiras

Pág. 05

Pág. 07

Dioonline  

Diocese em Notícias