Issuu on Google+

VERBUM DOMINI Sendo a Bíblia o Livro da Comunidade, a Catequese deve ter, portanto, uma dimensão bíblica: “A atividade catequética implica sempre abeirar-se das Escrituras na fé e na Tradição da Igreja, de modo que aquelas palavras sejam sentidas vivas, como Cristo está vivo hoje, onde duas ou três pessoas se reúnem em seu nome - Mt 18,20”. (74) Entre os métodos de leitura eficaz da Bíblia se destaca a Lectio Divina: leitura, meditação, oração e contemplação. “Método capaz não só de desvendar ao fiel o tesouro da Palavra, mas também de criar o encontro com Cristo, Palavra divina viva.” (87) Terra Santa: E quando se fala da Bíblia a mente vai à terra de Jesus. Os Padres sinodais lembram a expressão 'Terra Santa - 5º Evangelho'! “Como é importante a existência de comunidades cristãs naqueles lugares, apesar das inúmeras dificuldades! O Sínodo exprime profunda solidariedade a todos os cristãos que vivem na Terra de Jesus, dando testemunho da fé no Ressuscitado.” (89) O Papa salienta também que há muitos irmãos que são batizados, porém, não suficientemente evangelizados. “É frequente ver nações, outrora ricas de fé e de vocações, que vão perdendo a própria identidade, sob a influência de uma cultura secularizada”. (96) Seguindo João Paulo II, o Papa reafirma sem medo a urgência de uma nova evangelização, na certeza da eficácia da Palavra divina. Certamente, a Palavra será eficaz na medida em que o homem dá Testemunho de sua fé e se compromete com a Justiça: “A Palavra de Deus alcança os homens através do encontro com testemunhas que a tornam presente e viva.” (97) Ela impele o homem para atitudes animadas pela justiça e confirma o valor de suas fadigas para tornar o mundo mais justo e mais habitável. (100) A Palavra, porém, tem a ver com a defesa e promoção dos direitos humanos: “A difusão da Palavra de Deus não pode deixar de reforçar a consolidação e o respeito dos direitos humanos de cada pessoa.” (101). No contexto atual, é grande a necessidade de descobrir a Palavra de Deus como fonte de reconciliação e paz, porque em Cristo, Deus reconcilia em Si todas as coisas - 2 Cor 5,18. Cristo, o Senhor, derruba os muros de divisão - Ef 2,14. (102) Inclusive, a Palavra gera compromisso com a própria criação: “O compromisso no mundo (...) impele-nos a ver com olhos novos todo o universo criado por Deus e que traz já em si os vestígios do Verbo, por Quem tudo foi feito”. (108) Porém, a arrogância do homem que vive como se Deus não existisse, leva a explorar e deturpar a natureza, não a reconhecendo como obra da Palavra criadora. Internet: E quanto à rede mundial de computadores Bento XVI orienta: “No mundo da internet, que permite que bilhões de imagens apareçam sobre milhões de monitores em todo o mundo, deverá sobressair o rosto de Cristo e ouvir-se a sua voz, porque, 'se não há espaço para Cristo, não há espaço para o homem' ”. (113) Pe. Daniel Balzan - Pároco 50 Anos de Vida Religiosa Dedicação da Igreja Cristo Rei Avaliação Bíblica / Humor Agenda Paroquial Comunidades Festa do Divino 2012 Preparação para o Matrimônio Curso de Teologia Pastoral Atividades Permanentes Festas de Agosto 2012 Festas de Agosto 2011 Álbum dos Ex-Festeiros (46) Expediente

Pág. 02 Pág. 02 Pág. 03 Pág. 03 Pág. 04 Pág. 05 Pág. 05 Pág. 05 Pág. 06 Pág. 06 Pág. 07 Pág. 08 Pág. 08

“... Tive a alegria de ungir um dos lados do dito templo, o lado do Mosteiro Cristo Rei...” - Página 02 -

Os números entre parênteses se referem aos parágrafos da exortação Em outubro de 2008 aconteceu, em Roma, a 12ª Assembleia Geral dos Bispos que teve como tema “A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja”. A pedido dos próprios Bispos presentes naquele evento, Bento XVI escreveu a Exortação Apostólica: Verbum Domini (Palavra do Senhor). Segue-se uma síntese desta exortação a partir das citações escolhidas pelo próprio Papa ao resumir este escrito. O objetivo da exortação é a “redescoberta, na vida da Igreja, da Palavra divina, como fonte de constante renovação ... de toda a atividade eclesial.” (1) O Papa salienta que a fé cristã não é uma religião de um livro; mas da Palavra de Deus, do Verbo encarnado e vivo. (7) Lembra que a Tradição viva é essencial para a compreensão da verdade revelada nas Escrituras. “É a Tradição viva da Igreja que nos faz compreender adequadamente a Palavra de Deus”. (17) Nesta compreensão aparece a importância do autor humano e, ao mesmo tempo, do próprio Deus como verdadeiro autor. (19) Deus escuta: Bento XVI adverte que hoje, sobretudo no Ocidente, difundiu-se a idéia de que Deus é alheio à vida e aos problemas do homem e que sua presença pode ser uma ameaça à autonomia humana. “É decisivo, do ponto de vista pastoral, apresentar a Palavra de Deus na sua capacidade de dialogar com os problemas que o homem deve enfrentar na vida diária”. (23) E quanto aos peritos em Bíblia: “No seu trabalho de interpretação, os exegetas católicos jamais devem esquecer que interpretam a Palavra de Deus.” (33) Sua tarefa não é apenas identificar as fontes e explicar os processos literários. Seu trabalho só está alcançado quando tiverem esclarecido o significado do texto bíblico como Palavra atual de Deus. (33) As Traduções Comuns: Tendo a Igreja seu fundamento em Cristo o Sínodo quis sublinhar a centralidade dos estudos bíblicos no diálogo ecumênico. A busca de se fazer traduções comuns da Bíblia ajuda enormemente na aproximação ecumênica. (46) Um dos lugares especiais da escuta, meditação e aprofundamento da Palavra é a Liturgia. O Papa exorta os Pastores e Pregadores quanto à importância da homilia. Sua função é ajudar os fiéis a compreender, aprofundar e assimilar a Palavra, como também viver intensamente os mistérios fundamentais da fé. (52) Salienta também o valor das Celebrações da Palavra de Deus: “São ocasiões privilegiadas de encontro com o Senhor. Tal prática não pode deixar de trazer grande proveito aos fiéis, e deve considerar-se um elemento importante da pastoral litúrgica.” (65) Porém, “Para favorecer a escuta da Palavra de Deus, não se devem menosprezar os meios que possam ajudar os fiéis a prestar maior atenção. Neste sentido, é necessário que, nos edifícios sagrados, nunca se descuide a acústica, no respeito das normas litúrgicas e arquitetônicas.” (68) Uma atenção especial seja dada à mesa da Palavra, enquanto lugar litúrgico donde é proclamada a Palavra de Deus. E: “No âmbito da valorização da Palavra de Deus durante a liturgia, tenha-se presente também o canto nos momentos previstos pelo próprio rito”. (70) O canto, de clara inspiração bíblica, favorece e expressa a beleza da Palavra divina por meio de um harmonioso acordo entre as palavras e a música. Aqui o papa faz referência específica ao canto gregoriano, cuja beleza expressa vivamente o critério acima citado. Nota-se, nesta exortação, um detalhe quanto à atenção que deve ser dada aos portadores de deficiência: “... atenção particular àqueles que, por causa da própria condição, sentem dificuldade em participar ativamente na liturgia: cegos e os surdos.” (71) Ou seja, o Sínodo convida a um esforço pastoral para que a Palavra de Deus ocupa, de fato, um lugar central na vida da Igreja. (73)


set / out

50 ANOS DE VIDA RELIGIOSA “Irmã Therezinha” Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Paz e Bem! Para mim, completar 50 anos de consagração ao Senhor é privilégio, fruto do imenso amor de Deus que me envolve, escolhe, consagra e envia. É momento rico e oportuno para retomar minha caminhada, buscando perceber o jeito com que Deus me conduziu, bem como a forma com que me abriu para acolhê-la no meu dia a dia. São momentos para louvar e agradecer Seu convite amoroso e insistente a me colocar confiante em Seu amor, consagrando minha vida a Ele na Igreja, como Irmã Missionária Capuchinha. Com esta, ofereço um roteiro que me ajudará na preparação ao grande dia de Ação de Graças a ser caminhado... Nesta caminhada descobri o Amor de Deus presente em mim aos acontecimentos, quer tenham sido agradáveis ou

desagradáveis; senti a ternura de Deus envolvendo-me nessa fase da minha existência, louvá-lo, agradecida pelas graças que me envolveu. Seguir Jesus Cristo nem sempre é fácil, é que implica carregar no cotidiano o peso da cruz. Todo esforço e doação em favor do Evangelho não são em vão, mas recompensados com a vida em plenitude. A falta do amor evangélico pode nos levar a situações negativas e pode nos causar desencantos, stress, até mesmo desistências, podem também ser por falta do sentido de motivação, porque escolhemos livremente dizer SIM ao convite de Deus para nos consagrarmos a Ele na Vida Religiosa numa Fraternidade de Irmãs, onde se deve exercitar no amor-perdão, respeito, compreensão, partilha, acolhimento, aceitação, etc... As experiências de minha vida foram de vivências muito humanas e fraternas que fortificaram até hoje nas tomadas de decisões e caminhadas, em todas fraternidades onde andei, ao encontro de Cristo que procuro e procurei fazer a Sua vontade na vida pessoal e comunitária. ...Continua na página 04

DEDICAÇÃO DA IGREJA CRISTO REI Texto transcrito do Livro Tombo da Paróquia São Roque: Hoje, sábado, dia 06 de Agosto de 2011, às 15 h, aconteceu a cerimônia da dedicação da Igreja Cristo Rei do Mosteiro Cristo Rei, das Monjas Dominicanas, Cambará, São Roque. Presidida por Sua Excia. Revma. Dom Walter Michael Ebejer, OP, a cerimônia iniciou-se no jardim, fora da Igreja, com a presença de Religiosos, Padres, Religiosas e fiéis. Era uma tarde agradável em pleno inverno. O presidente da celebração estava acompanhado pelo Pe. Provincial dos Dominicanos e por mim, na qualidade de Pároco da Paróquia São Roque. Chegados à porta do templo, o arquiteto, fazendo a parte de Comentarista, esclareceu o sentido simbólico de detalhes da cerimônia. Ainda fora, em frente à porta, o Presidente da Celebração entregou as chaves da Igreja, cujas portas estavam fechadas. O Povo de Deus, dirigido por seus pastores, entrou no Templo, ainda com luzes apagadas, velas apagadas, sacrário aberto e vazio. Houve a bênção da água e a aspersão do povo, em sinal de penitência, aspersão das paredes e do altar do novo templo para purificá-los. Tudo acompanhado pelas orações conforme o ritual. Após o Hino do Glória e da Oração do dia iniciou-se a Liturgia da Palavra. Dois leitores trouxeram o Lecionário da Missa, aproximaram-se do Bispo entregando-lhe o Lecionário que foi mostrado para o Povo presente. Após a Liturgia da Palavra e a Homilia, deu-se início à dedicação propriamente dita. O Bispo, tirando a casula e cingindo-se com um gremial de linho, dirigiu-se ao altar sobre o qual derramou o óleo do Crisma no meio do altar e em seus quatro cantos, ungindo a mesa inteira. O Bispo colocou o óleo exatamente nas cinco cruzes cravadas na superfície do altar, representando as cinco chagas de Cristo crucificado. Terminada a unção do altar iniciou-se a unção do próprio templo. O Pe. Provincial e eu, acompanhados por dois ajudantes, dirigimo-nos às cruzes fixadas nas paredes da igreja. Tive a alegria de ungir um dos lados do dito templo, o lado do Mosteiro Cristo Rei, enquanto o outro sacerdote ungia o lado do jardim externo. Eram seis cruzes de cada lado, simbolizando os Doze Apóstolos e as Doze Tribos mencionados na Bíblia sagrada. Em seguida, o diácono entregou ao Sr. Bispo cinco mechas de velas em forma de cruz, cada qual tendo quatro pequenas velas, montadas sobre bolas de incenso. O Bispo colocou as mechas sobre as cinco cruzes e as acendeu, queimando nelas o incenso. Terminada a incensação, duas irmãs enxugaram o altar, cobrindo-o com uma toalha branca. O altar foi assim preparado para a celebração da Eucaristia. Ainda o diácono entrega ao Sr. Bispo uma vela acesa pela qual as velas das cruzes do templo são acesas. Todas as lâmpadas também são acesas. Completouse a Liturgia Eucarística. Aliás, um detalhe: Assim que recebi o Santo Crisma nas mãos, ainda no lado direito do celebrante, iniciando a caminhada em direção às cruzes para serem ungidas, escutei um estrondo no presbitério! Não olhei para trás, porém, fiquei sabendo que alguém, sem querer, derrubou a lamparina do Santíssimo que estava apoiada no seu lugar no mesmo pedestal. Por sinal o óleo manchou uma parte do degrau do mesmo altar. Terminada a Eucaristia, o Bispo incensou o Santíssimo Sacramento o qual foi colocado no Sacrário em forma de tenda, pois o Senhor veio fixar sua morada entre os homens. Após a Santa Missa, houve uma pequena confraternização entre os presentes. Pe. Daniel Balzan - Pároco


set / out

AVALIAÇÃO BÍBLICA - Outubro, Mês do Rosário! Uma das práticas devocionais do Católico é a recitação do santo rosário. Trata-se de uma devoção muito antiga difundida por São Domingos de Gusmão para combater as heresias e a falta de fé que assolava a Europa no início do século XIII. Nos mistérios do Rosário, contemplamos todas as fases da vida de Jesus contada nos Evangelhos. Leia atentamente às questões e escolha as alternativas corretas: c) A condenação de Jesus por Pilatos, a flagelação 1. O “Rosário” é uma devoção composta de: de Jesus, as três quedas de Jesus pelo caminho, a) 150 Ave-Marias, divididas em 15 dezenas, cada o ferimento no lado de Jesus pela lança, a morte uma precedida de um Pai-Nosso. de Jesus. b) 200 Ave-Marias, divididas em 20 dezenas, cada uma precedida de um Pai-Nosso. 4. Os mistérios da Glória contemplam: c) Oferecimento de uma guirlanda de rosas (Ave- a) A Ressurreição de Jesus, a sua Ascensão aos Marias), à Maria como Rainha do céu e da terra. Céus, a vinda do Espírito Santo sobre Maria e os Apóstolos, a sua Assunção e gloriosa 2. Os mistérios da Alegria contemplam: Coroação. a) A vida oculta de Jesus. b) A Ascensão de Jesus, a Assunção de Maria, a b) A infância de Jesus. Coroação de Maria, a Glorificação de Maria e a c) A origem de Jesus. Realeza de Maria. c) A Ascensão de Jesus, a Glorificação de Jesus, a 3. Os mistérios da Dor contemplam: Ressurreição de Jesus, o Aparecimento de Jesus a) A traição de Judas, o adormecimento dos aos Doze, a Manifestação de Jesus aos Apóstolos, a negação de Pedro, a soltura de discípulos de Emaús. Barrabas, a insolência do ladrão crucificado. b) A agonia de Jesus no Jardim das Oliveiras, a 5. Os mistérios da Luz retratam: flagelação de Jesus, a coroação de espinhos, o a) O anúncio a Zacarias, o nascimento de João caminho para o calvário, a crucificação e morte Batista, a Anunciação a Maria, o nascimento de de Jesus. Jesus, a benção de Jesus às crianças.

O Padre, a Beata e a Vela!!! A beata e piedosa Maria ia pela rua quando encontrou com o sacerdote. O padre disse-lhe: “Bom dia! Por acaso você não é a senhora Maria, a quem casei já há dois anos na minha antiga diocese?” Ela respondeu: “Sim senhor, Padre, sou eu.” O sacerdote perguntou: “Mas não me lembro de ter batizado nenhum filho seu. Não teve filhos?” Ela respondeu: “Não, Padre, infelizmente ainda não.” O padre disse: “Bem, na próxima semana viajo para Roma. Por isso se você quiser, acendo lá uma vela por você e seu marido, para que recebam a

Guaçú II Vila Mike - Procissão São Benedito Santa Quitéria Nossa Senhora das Graças Santa Casa Cambará Guaçú I Santo Antônio Junqueira Restinga Verde Vila Nova São Roque Matriz - Mãe Peregrina Guaçú I Matriz - Novena do Divino Capela do Colégio São José Vila Aguiar São Benedito Goianã Santa Quitéria Matriz - Cel da Penitência RICA Cambará Taboão Nossa Senhora das Graças Vila Mike São Benedito Junqueira Saboó Matriz - Santa Teresinha Vila Nova São Roque

6. Os mistérios da Luz foram introduzidos: a) Pelo Papa João XXIII. b) Pelo João Paulo II. c) Pelo Papa Bento XVI 7. Por que os mistérios da Luz são rezados na 5ª feira? a) Porque a 5ª feira separa a semana em duas partes. b) Porque tem a ver com a 5ª feira da Paixão de Jesus. c) Porque Jesus instituiu a Eucaristia na 5ª feira. Pe. Daniel Balzan - Pároco Respostas na página 04

bênção de poder ter filhos.” Ela respondeu: “Padre, muito obrigada, quanta bondade, faça isso e ficaremos muito gratos.” Alguns anos mais tarde encontraram-se novamente. O sacerdote ancião perguntou: “Bom dia, senhora Maria. Como está agora? Já teve filhos?” Ela respondeu: “Sim, Padre, 3 pares de gêmeos e mais 4. No total 10!!!” Disse o padre: “Bendito seja o Senhor! Que maravilha! E onde está o seu marido agora?” E a senhora Maria respondeu: “Está a caminho de Roma, para ver se apaga aquela bendita vela!!!” Colaboração: L.O.K.

Outubro

Setembro 04 set 04 set 07 set 10 set 11 set 12 set 13 set 13 set 13 set 15 set 17 set 17 set 18 set 18 set 18 set 19 set 20 set 21 set 21 set 22 set 23 set 24 set 24 set 25 set 27 set 28 set 28 set 28 set 30 set 30 set

b) A cura do cego de nascença, a cura do cego de Jericó, a ressurreição de Lázaro, a restituição da vida ao filho da viúva de Naim, a Luz da Estrela Guia que orientou os Magos. c) A vida pública de Jesus, desde o seu batismo no Jordão, o primeiro milagre nas Bodas de Caná, a proclamação do Reino, a Transfiguração e a instituição da Eucaristia.

16h00 17h00 19h00 19h00 17h00 18h00 19h30 19h30 19h30 19h30 16h00 19h30 07h30 09h00 19h00 19h30 19h30 18h00 19h30 19h00 19h30 18h00 19h30 17h00 19h30 18h00 19h30 19h30 19h00 19h30

01 out 02 out 02 out 03 out 04 out 05 out 07 out 07 out 07 out 08 out 09 out 09 out 09 out 10 out 10 out 11 out 11 out 12 out 12 out 12 out 13 out 13 out 15 out 15 out 16 out 16 out 18 out 18 out 19 out 19 out

Vila Nova São Roque Matriz - Entrega (RICA) Guaçú II Vila Nova São Roque Vila Nova São Roque São Benedito Matriz - Sagr. Coração de Jesus São Pedro Vila Nova São Roque Santa Quitéria Matriz - 1ª Comunhão Adultos Vila Nova São Roque - Procissão Nossa Senhora das Graças Santa Casa Guaçú II Guaçú II Santo Antônio Matriz Guaçú II - Procissão Matriz Cambará Guaçú I Restinga Verde Vila Nova São Roque Guaçú I Matriz - Novena do Divino Matriz - Mãe Peregrina Vila Aguiar São Benedito Capela do Colégio São José

19h30 07h30 16h00 19h30 19h30 19h00 19h00 19h30 19h30 19h00 07h30 17h00 17h00 18h00 19h00 19h00 19h30 07h30 16h00 19h00 19h30 19h30 16h00 19h30 09h00 19h00 19h00 19h30 18h00 19h30

19 out 19 out 20 out 21 out 22 out 23 out 24 out 25 out 26 out 26 out 27 out 28 out 29 out 30 out

Junqueira Goianã Junqueira Santa Quitéria Cambará Nossa Senhora das Graças Taboão Vila Mike São Benedito Saboó Junqueira Junqueira - Procissão Restinga Verde Matriz - Santa Teresinha

19h30 19h30 19h30 19h00 18h00 17h00 19h30 19h30 18h00 19h30 19h30 18h30 16h00 19h00

Novembro 02 nov 02 nov 02 nov 02 nov 04 nov 04 nov

Matriz - Finados Cemitério da Paz Cemitério do Cambará São Benedito Matriz - Sagr. Coração de Jesus São Pedro

12 de outubro (quarta-feira) Nossa Senhora Aparecida * Padroeira do Brasil * Dai-nos a bênção, ó Mãe querida, Nossa Senhora Aparecida!!!

07h30 09h00 09h00 19h00 19h00 19h30


set / out

“Irmã Therezinha”

COMUNIDADES

(Continuação)

Nossa Senhora de Fátima (Cambará)

Recordo a minha profissão religiosa (02/08/61): “Tudo perdi a fim de ganhar a Cristo!”. Somos sempre anunciadores da Boa Nova da missão: “Somos felizes quando conseguimos olhar dentro de nós mesmos!” e “Se mantivermo-nos firmes, com Ele reinaremos!” (II Tim 2,12) - lembrando minha profissão perpétua. Nesta caminhada, muitas dificuldades aconteceram, mas Ele, segurando-me pelas mãos, manteve-me firme, mesmo com meus medos, timidez, fé, alegria, lutas e conquistas. “Não deixe que seus medos tomem o lugar dos seus sonhos”. (02/02/71) Como Maria que acolhe seus filhos, minha Vida religiosa também deve ser assim: evangelizar com humildade, ternura e com amor evangélico. Contemplando minha história de vivência e convivência fraterna, sou agradecida a Deus, à minha Família, à Congregação e às irmãs com quem tive a graça de partilhar em fraternidades os bons exemplos, a ajuda nas dificuldades, nos trabalhos, no acolhimento, na misericórdia, na ajuda mútua, no perdão mútuo e tudo o mais. Em muitas fraternidades e outros lugares, o nosso ser tem que ser vigilante, nas palavras, ações e testemunhos. Nos meus 25 anos, Cristo abre as portas do seu coração e me adverte como Paulo escreve aos Filipenses: “Considero tudo como uma perda, diante do bem superior que é o conhecimento do meu Senhor Jesus Cristo” (Fl 3,8). (02/08/86) “O melhor dos sonhos é a capacidade de torná-los realidade!” - Hoje vejo esta realidade de querer bem os amigos e amigas que cativei e fui cativada nestes lugares, de norte a sul, tudo que aprendi, os meus trabalhos, as belezas dos lugares da região, os frutos da terra, o clima e tantos outros elementos através dos quais o Senhor me acompanhou com carinho. A minha fome de ser está sendo abastecida até hoje, nas fontes, vivendo minha missão na Igreja, anunciando o Reino de Deus alimentado pela Eucaristia, vida de Fé na oração diária e comunitária. Vejo também as lutas, vitórias e fracassos... sombras que possam ter me envolvido nestas temporadas. Como o Senhor me amparou, fortaleceu e fortalece e me salvou! E quantas vezes fui e sou sombra e peso para alguém, e como o Bom Deus me acompanhou e me acompanha com infinita misericórdia e paciência, salvando-me sempre! Admiro, louvo, bendigo e agradeço com todo meu ser o Bom Deus que me acolheu e me consagrou. “Bendize, ó minha alma ao Senhor. E jamais te esqueças de todos os seus benefícios.” (Sl 102,2) Sempre penso neste mantra: “Não perca de vista seu ponto de partida!”

No dia 06 de agosto, a Capela Nossa Senhora de Fátima acolheu a Família Dominicana para um momento de reflexão sobre a Vida das Monjas Dominicanas. Agradecemos a presença de todos os visitantes e membros da comunidade que ajudaram no almoço e o carinho especial ao Frei Mariano pela dedicação e iniciativa. Tivemos no almoço a presença do Bispo Dom Walter Ebejer, OP.

São Francisco de Assis (V.N.S.R.)

Festividades na Comunidade A Comunidade da Vila Nova São Roque realizará a Novena Diária em louvor a São Francisco de Assis no período de 30 de setembro a 08 de outubro, com a celebração da Santa Missa às 19h30. No dia 09 de outubro, domingo, às 17h00, haverá a Solene Procissão pelas ruas do bairro e, logo após, celebração da Santa Aos devotos de Nossa Senhora de Fátima Missa de encerramento das festividades. que conduziram o andor e acompanharam a Todos estão convidados!!! Participem!!! A Comunidade procissão da Padroeira Nossa Senhora da Assunção, nossos agradecimentos. Nossa Senhora Aparecida (Guaçú II) Dando continuidade à Novena Mensal em louvor a nossa Padroeira, convidamos para a 2ª Caminhada à Capela N. Sra. Aparecida: 2ª Missa, que será celebrada no dia 13 de No dia 02 de outubro, domingo, às 08h00, setembro, às 19h30. Neste dia, celebraremos será realizada a 2ª Caminhada à Capela N. a 5ª aparição da Mãe Santíssima aos três Sra. Aparecida, no bairro Guaçú II. A saída pastorinhos Jacinta, Francisco e Lucia, fato será da Avenida Bandeirantes. que aconteceu há 94 anos na presença de mais de 20 mil pessoas em Fátima (Portugal), onde Nossa Senhora pediu ao povo que rezassem o terço para alcançarem o fim da guerra. “Por fim, meu Imaculado Coração Triunfará” Festeiros 2012 - Janice Chad e José Roberto

São Judas Tadeu (Junqueira)

Casamento Comunitário: No dia 09 de outubro, domingo, às 15h30, haverá uma Cerimônia de Casamento Comunitário.

A Novena Diária em louvor a São Judas Tadeu será realizada de 19 a 27 de outubro, com a celebração da Santa Missa às 19h30. No dia 28 de outubro, dia dedicado a São Judas Tadeu, a partir do meio dia, a Capela estará aberta para oração e visitação dos fiéis. Às 18h30, será realizada a Solene Procissão seguida da Santa Missa. Haverá quermesse todas as noites, com barracas de pastel, doce e churrasco.

Atividades da Comunidade: Terço: segunda-feira, às 19h30 Celebração da Palavra: quinta-feira, às 19h30 Missa Mensal: 3ª quinta-feira, às 19h30 Novena Mensal: dia 28, às 19h30 A Comunidade Irmã Therezinha Vaz Guimarães

Tríduo Preparatório: A Comunidade do Guaçú II convida todos os devotos e todas as Comunidades para participarem nos dias 09, 10 e 11 de outubro do Tríduo em louvor à Nossa Senhora Aparecida, às 19h00. Dia de Nossa Senhora Aparecida: No dia 12 de outubro, quarta-feira, dia da Padroeira, a Comunidade seguirá a programação abaixo: * 10h00: Abertura com o terço das Rosas * 15h00: Batizados * 16h00: Procissão e Missa * 18h00: Brindes para as crianças Em todos os dias de festa, haverá barracas de comes e bebes e muita diversão!!! A Comunidade Respostas da Avaliação Bíblica:

1-b

2-b

3-b

4-a

5-c

6-b

7-c


set / out

FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO 2012 conhecendo melhor a vontade de Deus para cada um de nós. - A cor vermelha nos lembra o infinito amor de Deus por todos nós. O amor sem o qual nossas ações não se realizam segundo a vontade Dele. Que o amor que estamos recebendo floresça em nossos corações para sentirmo-nos amados porque amamos.

Agradecimento Agradecemos aos ex-festeiros e peregrinos do Divino que conduziram o Andor do Espírito Santo, no dia 15 de agosto, na Procissão de Nossa Senhora da Assunção, grandioso momento de comunhão, devoção e fé de toda comunidade sanroquense. Que o Espírito Santo os ilumine e derrame as graças que lhes são necessárias.

Explicação do Logotipo 2012 A mensagem do Logotipo da Festa do Divino 2012 é “O Espírito Santo é o dom oferecido pelo Pai através de Jesus Cristo ao mundo.” - A cruz nos faz recordar o mistério central de nossa fé, a cruz de Cristo. Sinal de nossa Redenção. Jesus foi um servo fiel, sofredor, que morreu na cruz para nos salvar. - O Espírito Santo à frente da cruz nos faz pensar na promessa que Cristo mesmo nos fez de que, subindo aos Céus, enviaria o Espírito Santo e Ele iria levar ao cumprimento a obra da nossa santificação e estaria conosco para nos dar força, iluminar e conduzir. O Espírito Santo é a chave para a vida sobrenatural. Quem se abre à sua ação transforma-se em uma pessoa ousada na fé, capaz de converter as derrotas em vitórias e as antigas dúvidas desaparecem para dar lugar à certeza do poder de Deus. - A luz que brota no centro e os círculos concêntricos nos recordam o Pentecostes e a missão que nos foi confiada de sermos testemunhas de Cristo. O testemunho de Maria e dos apóstolos iluminados pelo Espírito Santo chegou até nós. Saibamos estar atentos às maravilhas que o Espírito Santo oferece a nós e sejamos suas testemunhas através de ações, obras e gestos para que as pessoas sintam a Sua presença agindo em nossa vida. “Sereis minhas testemunhas”. - O globo terrestre é toda a humanidade que necessita da luz do Espírito Santo para se santificar e renovar a face da Terra. Construindo uma civilização de amor desejada e criada por Deus. - As 7 chamas de fogo lembram os 7 dons do Espírito Santo que são derramados à medida que somos dóceis a Sua ação e o testemunhamos. Pode-se observar que não são todas do mesmo tamanho, pois representam a multiplicidade de dons que são oferecidos pelo Espírito Santo segundo a personalidade e a missão de cada um e vão crescendo à medida que buscamos desenvolver nossa espiritualidade,

Convite Convidamos a todos para estarem conosco na 2ª e 3ª Missa da Novena Mensal em louvor ao Divino Espírito Santo, sempre aos domingos, na Igreja Matriz São Roque, às 19h00. Dia 18 de setembro - Comunidades convidadas: Radar, Remédios, Rosário, Ponta Porã, Taipas de Pedra e Maylasky. Dia 16 de outubro - Comunidades convidadas: Vila Mike, Goianã e Parque Aliança. “Temos que rezar e invocar o Espírito Santo, porque cada um de nós tem grandemente necessidade de sua proteção e sua ajuda. Ele é incessante fonte de Luz, da Força, da Consolação e da Santidade”. (Papa Leão XIII)

Viva o Divino Espírito Santo!!! Amauri Gabriel Vieira e Tânia Cristina Antunes Vieira Festeiros do Divino Espírito Santo - 2012

PREPARAÇÃO PARA O MATRIMÔNIO Os Coordenadores de Preparação para o Matrimônio (Curso de Noivos) comunicam que o próximo Encontro será realizado nos dias 22 e 23 de outubro, sábado e domingo. Lembramos que, para a celebração do Para nós foi uma graça compartilharmos Sacramento do Matrimônio, é imprescindível com todos os ex-festeiros esse momento de a participação dos noivos neste Encontro . fé. O Espírito Santo é o elo que nos une em Faça sua inscrição na Secretaria da Igreja! uma só família. “Quando dois ou mais Pedro e Jane / Jorge e Silvia (Coordenadores 2011-2012) estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles.” (Mt 18,20).

Novena em louvor ao Espírito Santo

Após as festividades de nossos padroeiros, muito bem conduzidas pelos festeiros de agosto, iluminados pelo Espírito Santo, iniciamos a nossa Novena Mensal no dia 21, dia em que celebramos a Assunção de Nossa Senhora, Maria, nossa intercessora junto ao Pai, sendo motivo de grande comoção para nós, festeiros do Divino. Por meio da Novena em honra ao Espírito Santo pedimos ao Senhor que renovasse em nossa vida e na vida de todos os fiéis o perene Pentecostes. Agradecemos a todos que colaboraram, ao Padre Emilson - celebrante, peregrinos, às Comunidades do Santo Antônio, Cambará e Vila Aguiar e aos Festeiros de Agosto 2012 pela participação.

CURSO DE TEOLOGIA PASTORAL

A Região São Roque, no começo de julho, com a Coordenadora da Região sra. Ignez e mais três assessores, participaram da Reunião entre coordenadores e assessores do Curso de Teologia Pastoral da Diocese de Osasco. O Curso de Teologia Pastoral da Diocese de Osasco está com uma nova coordenação: Dalva e Padre Mauro. Enunciou-se as funções próprias dos coordenadores e os participantes apontaram as dificuldades que se apresentam no Curso. Expuseram também idéias e sugestões para melhorar o Curso. Sublinhou-se a necessidade de se formar os assessores nos pilares em que estrutura o programa de ensino: Bíblia-DoutrinaSociedade e Pastoral. Sublinhou-se também a importância da participação dos sacerdotes na divulgação do curso e apresentação dos interessados. O curso está em um momento de reformulação, o que implica em uma participação atuante de todos, para interagir na construção de uma Igreja Viva. A Região São Roque apresentou a “Agenda Latino-Americana” para 2012 e terá como tema “Bem viver - Bem conviver”. Ignez Donadon - Coordenadora da Reg. São Roque


set / out

FESTAS DE AGOSTO 2012

F Funcionamento da Igreja * 2ª, 3ª, 5ª e 6ª feira: 06h30 às 18h30 * 4ª feira: 06h30 às 17h30 * Sábado e Domingo: 06h30 às 20h30

F Secretaria Paroquial 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª feira: 09h00 às 12h00 14h00 às 17h00 Sábado: 09h00 às 12h00 Telefone: 4712-2377

F Missas Semanais 3ª, 5ª e 6ª feira: 18h00 Sábado: 19h00 Domingo: 07h30, 09h00 e 19h00

Ser Festeiro: Emoção Inexplicável

A emoção em sermos escolhidos festeiros!

Foi com grande satisfação e muita felicidade que aceitamos mais esta etapa de nossa caminhada. É uma emoção inexplicável. A todo momento agradecemos a Deus por sermos escolhidos e muitas vezes não entendemos porque merecemos tão honrado presente de nosso padroeiro, que para completar colocou-nos ao lado de duas pessoas tão maravilhosas como o Roque e a Elisabete. Como poderíamos dizer não a tudo isso? Sabemos que a caminhada é árdua, mas temos certeza que contaremos com a colaboração de vários amigos que já fazem

Mais uma Festa de Agosto está terminando... Ao cair da tarde, depois de mais uma comovente procissão dos Padroeiros São Roque e Nossa Senhora da Assunção, Bispo e Padres rezam com os devotos, pedindo e agradecendo graças, que emocionados aguardam o retorno das imagens à igreja. No alto do Adro, o Pároco anuncia nossos nomes como sendo um dos casais escolhidos para conduzir as festividades do próximo ano. É muita emoção!!! Logo ficamos sabendo que o casal Leôncio e Nadir são os que conosco compartilharão desta missão, e agradecemos a Deus. Deus este, que muitas vezes soubemos pedir e receber, e agora Ele nos confia a responsabilidade de uma festa tão importante para nosso povo. É muita emoção!!! Já no interior da Igreja, ao lado dos

F Missas Mensais Past. da Juventude: 1º Domingo às 19h00 Sag. Coração de Jesus: 1ª sexta-feira às 19h00 E.C.C.: 2º Domingo às 19h00 Enfermos: 2ª segunda-feira às 18h00 (Santa Casa) Mãe Peregrina: Dia 18 às 19h00 Santa Teresinha: Dia 30 às 19h00

F Novenas Mensais São Roque: Dia 16 às 19h00 Div. Espírito Santo: 3º Domingo às 19h00 São Benedito: 1ª quarta-feira às 19h00

F Culto da Palavra 2ª a 6ª feira: 07h00

F Confissões e Aconselhamento 3ª e 5ª feira: 09h00 às 11h00 e 14h00 às 16h30

F Casamentos Sábado: 11h00, 14h00, 15h00, 16h00 e 17h00

F Batizados 5º Domingo após a Missa das 09h00

F Reuniões * Ministro: 1ª terça-feira às 19h30 * Conselho de Pastoral: 1ª quinta-feira às 19h30 * Conselho de Assuntos Econômicos: 2ª quinta-feira às 20h00 * Pastoral da Saúde: 3ª terça-feira às 15h00

F Legião de Maria 5ª e 6ª feira: 15h00

F Reunião Pastoral da Criança 1ª segunda-feira do mês às 14h00 na Obra Assistencial São Roque

F Renovação Carismática 3ª feira: 19h30

F Hora Santa 1ª sexta-feira: 15h00

F Novena Perpétuo Socorro 4ª feira: 15h00

parte desta luta há anos. Pessoas essas, experientes que trabalham com o espírito voluntário e verdadeiro, herdados do nosso padroeiro. Esperamos ter discernimento, capacidade, saúde e forças suficientes para tocar esta caminhada junto com esses voluntários de São Roque. Neste ano, nossa doação será de corpo e alma e com a melhor das intenções. Com certeza contaremos com a bênção de São Roque e de Nossa Senhora da Assunção. Agradecemos a todos que depositaram sobre nós essa maravilhosa confiança e prometemos fazer o impossível para não decepcioná-los. Deus abençoe a todos! Leôncio Rodrigues da Silveira Filho e Nadir Farias da Silveira

Padroeiros São Roque e Nossa Senhora da Assunção são muitas as orações, cumprimentos, abraços, risos e lágrimas, nossas e de tantas outras pessoas, que juntos a nós compartilham este momento tão especial... Sabemos que não estamos sozinhos e isso nos tranquiliza. É muita emoção!!! Se pensarmos que ninguém está nesta vida por acaso, compreendemos que não podemos negar aquilo que nos foi designado por Deus, pois “onde está o seu tesouro, aí estará também o seu coração”, e como é bom saber que podemos fazer algo por nossos irmãos. E hoje, pela intercessão de São Roque e Nossa Senhora da Assunção, entregamos a nossa vontade à vontade de Deus, escolhendo confiar Nele, para que sejamos capazes de tomar decisões baseadas na fé. Que São Roque e Nossa Sra. da Assunção derrame suas bênçãos sobre todos nós! Roque Aparecido Silva e Maria Elisabete Godinho Silva

Viva São Roque!!! Viva Nossa Senhora da Assunção!!!


set / out

FESTAS DE AGOSTO 2011 Muito obrigado, “Festas de Agosto 2011”!

Continua conosco, Senhor!

Terminamos assim como começamos, unidos e em paz! Desde que nos escolheram como Festeiros 2011, fomos determinados a manter a união e a paz em todos os nossos afazeres. Sabíamos que sob nossa responsabilidade e em nossas mãos, juntos com os festeiros Zé Braun e Angela, os casais de apoio e os pais de festeirinhos, estava o maior e mais importante evento da cidade de São Roque, as Festas de Agosto 2011. A responsabilidade tornava-se ainda maior, pois também assumimos o compromisso das festividades em louvor aos nossos padroeiros Nossa Senhora da Assunção, a rainha dos céus, e São Roque, o peregrino do amor. Formamos a família “Fica conosco, Senhor!”! Com a responsabilidade religiosa em nossas mãos, tudo se tornou mais sério, porém mais leve, alegre e espiritual. A série de compromissos festivos, burocráticos, pesados e complexos, logo se tornavam calmos e tranquilos, pois vinham as Novenas e as Santas Missas que nos traziam a Palavra de Deus para nos transformar, encorajar, despertar e iluminar o nosso caminho até Jesus. Tudo se tornava paz e união! Mais jantares, contratações de fornecedores, palco, shows, carros de lenha, reuniões daqui e dali, e novamente as Novenas

O tempo é uma oportunidade igual para todos. Não conseguimos guardar o tempo para utilizá-lo no outro dia. Mesmo assim, o tempo é extremamente justo e generoso. O sucesso das Festas de Agosto foi o de usarmos o tempo com a sabedoria, com muitas orações, planejamento e estabelecendo as prioridades. Foi um trabalho de doze meses, ensinando-nos o verdadeiro amor a Deus e aos nossos padroeiros, tendo, no último dia 17, o encerramento das Festas de Agosto 2011 com a Missa aos Enfermos. Valeu à pena tantas vezes perder o sono com as reuniões diárias, sem horário para sair do colégio, correrias; mas tudo com muito respeito e amor entre todos nós. Concluímos o ciclo com a certeza de que, de alguma forma, contribuímos com a Igreja e trouxemos para o Município uma bonita e organizada festa. Amamos este espírito alegre, generoso, festivo e amigo do povo sanroquense e de todos que aqui vivem. Percebemos que os momentos da festa em que todos estiveram ao nosso lado - casais de apoio, pais de festeirinhos com seus filhos, família, amigos e aqueles que torceram por nós - foram mais grandiosos do que pequenos. Trabalhamos, mas rimos muito. Neste momento, palavras perdem o sentido diante das lágrimas não contidas de agradecimento a Deus pela missão cumprida; mas o sorriso é o que demostramos pela realização de uma vitória nas Festas de Agosto. Agradecemos ao nosso pároco Pe. Daniel pela confiança em nós depositada, encorajando-nos para essa grande missão. Obrigado por ser portador de Deus e estar perto de nós. Agradecemos também ao vigário Pe. Emilson que nos orientou para a Novena Diária e ao padre Reginaldo e Frei Leandro que estiveram conosco. Que o Senhor Deus cubra com seu amor esses sacerdotes que estão a serviço dos irmãos. Nós, ex-festeiros Zé Braun e Angela, Déro e Fátima, desejamos aos Festeiros de Agosto 2012, Roque e Elizabete, Leôncio e Nadir, um ano abençoado pelos nossos padroeiros. Que vocês façam das Festas de Agosto mais uma festa maravilhosa e intensa, cheia de alegrias e orações. O peso da missão que vocês carregarão, não será nada comparado à alegria que vos espera. A todos os sanroquenses, podemos dizer: Vocês serão os nossos amigos eternos. Iniciamos as festas com o lema: “Fica conosco, Senhor!” Terminamos com o lema: “Continua conosco, Senhor!”

e Santas Missas para buscarmos em Maria e São Roque o olhar que acolhe, salva e perdoa e novamente estávamos nós perseverando na nossa missão de festeiros. Na reta final, muitas e novas tarefas aparecem, as festas se aproximam, as reuniões e compromissos se multiplicam e parece que não vamos dar conta de tudo. E então começa a Novena do Cruzeiro, subimos o morro para ficar literalmente mais perto de Deus. Multiplicam-se os colaboradores, triplicam-se as ajudas. E assim caminhamos até o final da nossa missão, trabalhando forte para realizar uma grandiosa festa em louvor aos nossos padroeiros e, em paz e unidos sob o manto de Maria e o olhar de São Roque, fomos abençoados em todos os momentos: eventos, deveres e obrigações. Terminaram as comemorações da nossa cidade, mas poderemos celebrar todos os dias as bênçãos de Deus sobre nossas vidas. Queremos agradecer de coração a cada um de vocês, e nossa oração é para que Deus, que conhece profundamente a cada um de nós, retribua e multiplique as bênçãos sobre todos, concedendo o desejo de cada coração, de acordo com Sua santa vontade. Muito obrigado, “Festas de Agosto 2011”, jamais te esqueceremos!

“Continua conosco, Senhor!” Viva São Roque!!! Viva Nossa Senhora da Assunção!!! Déro, Fátima, Patricia e Juliana - Festeiros de Agosto 2011

José Carlos Braun e Maria Angela Teixeira Braun Festeiros de Agosto 2011


set / out

ÁLBUM DOS EX-FESTEIROS (46) 1964 - Festas de Agosto Festeiros do Divino Espírito Santo: Sr. Arnaldo Roux Paulino e Sra. Dirce de Lucca Paulino Festeiros de São Roque: Sr. José Raul Calfat e Sra. Wilma Eusébio Calfat Vigário: Padre Luciano Túlio Grilli (Notícia publicada pelo “O DEMOCRATA”, em agosto de 1964) Antes: Desde o dia 7 de agosto, vem se realizando as tradicionais Festas de São Roque e do Divino Espírito Santo, em nossa cidade. No domingo, às 10,30 horas, tivemos a tradicional entrada dos carros de lenha, precedidos dos Cavaleiros de São Jorge. Às 20 horas, na Praça da Bandeira, com música e fogos foi levantado o Mastro com a Bandeira do Divino Espírito Santo, tendo sido Capitão do Mastro, sr. Capitão Jarbas Pires Valente e Alferes sra. d. Jacy Bueno de Oliveira Valente. Depois: Numa das mais vibrantes demonstrações de fé, os Festejos em Honra ao Padroeiro, se constituiu num autêntico e indiscritivel exemplo de religiosidade cristã. As Festas de São Roque de 1964 - realizadas pelos Festeiros, sr. José Raul Calfat e sra. d. Wilma Eusébio Calfat, sr. Arnaldo Roux Paulino e sra. d. Dirce de Lucas Paulino - indubitavelmente tocou na sensibilidade de todos. As procissões dos dias 15 e 16, respectivamente dedicadas ao Divino Espírito Santo e ao nosso Padroeiro São Roque, foram suntuosas e se realizaram com grande pompa. Vimos desfilar 24 andores, todos eles levados por rapazes e senhorinhas, numa demonstração de fé e dedicação cristã e uma incalculável multidão de fieis disputando o lugar, para carregar o andor de São Roque. Os sermões estiveram ao cargo dos nossos Revmos. Padres dos Seminários desta cidade e do Vigário Pe. Luciano Túlio Grilli. Quizeram os festeiros deixar bem patente que as festas religiosas vêm assumindo um caracter profundo de dedicação e de fé, que as importâncias angariadas entre o povo têm integral e exclusiva aplicação nas festas e em melhoramentos aos templos da Paróquia. Festa do Divino Espírito Santo: No dia 15 a cidade foi despertada pelo troar dos morteiros e rojões e pelos acordes das nossas Corporações Musicais, em festiva alvorada em louvor ao Divino Espírito Santo. Às 10 horas, foi celebrada a Missa Solene, abrilhantada pelo Côro do Seminário Metropolitano. Às 9 horas, o bando precatório, composto por meninas e senhorinhas conduzindo o Pavilhão Papal e acompanhado pelas nossas Bandas Musicais, fez uma coleta pró-Festas. Às 16 horas, formou-se a procissão do Divino Espírito Santo, na qual tomaram parte inúmeros andores. O cortejo desfilou pelo itinerário do costume acompanhado por todas as Irmandades religiosas pelas C.M. “Liberdade”, “7 de Setembro” e “Carlos Gomes”, por grande número de anjos e por grande massa de fiéis. Á sua entrada, houve magnífico sermão e ao encerramento da novena, foi dada ao povo a Bênção do S. Sacramento. Encerrado o programa religioso reiniciaram os folguedos populares, na Praça feéricamente iluminada, sendo continuada a “quermesse”, sorteios, tômbolas e leilão. Festa do Milagroso Padroeiro São Roque: No alvorecer do dia 16, dedicado ao nosso Milagroso Padroeiro São Roque, as nossas Corporações Musicais, agora já reforçadas com a garbosa C. M. “Santa Cecília”, de Campinas, desfilaram pelas ruas em alegre e retumbante alvorada, saudada pelo estralejar dos rojões, estrondar dos morteiros e repiques festivos dos sinos das igrejas. Às 10 horas foi celebrada a solene Missa cantada em louvor ao nosso Advogado São Roque, abrilhantada pelo afamado côro “D. Bosco” da Capital, tendo impressionado os fieis. Ao Evangelho, o Revmo. Vigário dissertou com elegância e eloqüência raras sobre a vida piedosa do nosso Padroeiro. Durante o dia, continuaram todos os festejos, tendo a afinada e garbosa Corporação Musical de Campinas, executado belíssimo programa musical. Às 17 horas, formada por 24 andores, saiu á rua a imponente procissão de São Roque. Foi um desfile brilhante e comovente, tendo sido a imagem do nosso glorioso Padroeiro, carregada e acompanhada em triunfo por uma multidão calculada em mais de 50.000 fieis, sendo impressionante o respeito observado por todos. Na entrada o Santo Padroeiro foi recebido por palmas, acenar de lenços brancos, fogos, músicas, notando-se em muitos rostos, lagrimas pelo comovente espetáculo de fé e religião. Durante o trajeto da Procissão foi rezado o Santo Rosário. Na sacada da Matriz, orou o Revmo. Vigário Pe. Luciano Túlio Grilli que produziu belíssimo sermão, agradecendo aos Festeiros e a todos que cooperaram para a grandiosidade do espetaculo que acabavamos de presenciar, tendo em seguida dada a bênção com a Relíquia autêntica de São Roque, sendo a seguir nomeados festeiros para o ano de 1965, os casais: Divino Espírito Santo - Sr. Rubens José Boccato e d. Wilma

Baroni Boccato; São Roque: Sr. Olavo Capuzzo e d. Vera Baptista Capuzzo. Festa de São Cristovão: No dia 17, tivemos os festejos de São Cristovão, tendo havido alvorada e às 7,30 horas: Missa com a presença de motoristas. Às 18 horas, Procissão de São Cristovão, tendo chamado a atenção o enfeite do andor e, na chegada, foi dada a benção aos carros e motoristas pelo Vigário. Andores: São Roque: Odete Biazzi e João Ramalho - Divino: Arnaldo Roux Paulino e Sra. - Coração de Jesus: Apostolado Coração de Jesus - São José: Corte de São José - São Benedito: Tereza de Jesus Silva e Setter Agda Santo Antônio: Terezinha Aparecida Dacy - Nossa Senhora do Carmo: Família Carmo Guaranha - São Luiz Gonzaga: Congregados Marianos Santa Catarina: Doralice Rodrigues Bravo - Nossa Senhora Aparecida: Elsa Pontes e Amasilia Ribeiro Lopes - Menino Jesus: Meninas Maria Aparecida e Maria do Carmo Machado - Santa Rita de Cássia: Rosemary Alves - Nossa Senhora Imaculada Conceição: Pia União - Nossa Senhora de Fátima: Terezinha e Maria de Lourdes Moraes - São João Bosco: Odara Lesia Petranwskyj - Nossa Senhora das Graças: Maria Terezinha Vieira - Sagrada Família: Dirce do Carmo Vieira - Santa Luzia: Maria Aparecida Camargo São Cristovão: Festeiros de São Cristovão - Nossa Senhora do Bom Parto: Hermínia Fernandes Turrati. Barracas: Nossa Senhora, Artigos Religiosas - Lembranças: Filhas de Maria; São Roque, Sorteio de Prendas: Marco Antônio de Oliveira e Sra.; Divino, Churrasco: Lázaro Benedito de Andrade; São José, Bonecas: Mario Moretti e Sra.; São Benedito, Folhagens: Célia e Anatólia Ribeiro Lopes; São Judas, Pastel: Antonino Dias Bastos Jr. e Sra.; São Jorge, Corrida de Cavalinhos: Rubens Boccato e Sra.; São Cristovão, Automovinho: Waldemar Barioni e Sra.; Santo Antônio, Vinhos e Petisqueiras: Vicenti Pari e Sra.; São Paulo, Sorteio de Prendas: Alcides Simões e Sra.; São Luiz, Bebidas: Newton Scuoteguazza e Sra. Os Bailes das Festas: Foram brilhantíssimos, seletos e bastante concorridos, os bailes que o “São Roque Clube” e a “7 de Setembro”, ofereceram nos dias 14, 15 e 16. Recebemos e publicamos o seguinte telegrama “Red. de “O Democrata” - Irmãos Boccato - São Roque. No transcurso dos festejos em honra do Padroeiro desse Município, o Governador Adhemar de Barros, por intermédio do Serviço de Cooperação com os Municípios, do Palácio do Governo, vem congratular-se com as dignas Autoridades constituídas e com o operoso povo de São Roque, augurando-lhe prosperidade sempre crescente. Aproveitamos o ensejo para apresentar a Vossas Senhorias os nossos cordiais cumprimentos. José Miraglia, Chefe do Serviço. Adrovaldo Macedo, encarregado Setor de Relações Públicas”. Ao encerrarmos essas notas, queremos cumprimentar os srs. Festeiros José Raul Calfat e d. Wilma Eusébio Calfat, Arnaldo Roux Paulino e d. Dirce de Lucas Paulino, pelo êxito alcançado, não medindo sacrifícios para que os festejos nesse ano, alcançasse o explendor e a magnificiência que alcançaram, estando os mesmos de parabéns. Os Festeiros agradecem: Ainda emocionados pelo comovente e magestoso espetáculo de fé vivido no domingo último em nossa cidade, dirigimo-nos a todos àqueles que de uma forma ou outra colaboraram para o brilhantismo das festividades em louvor ao Divino Espirito Santo e ao querido e Excelso Padroeiro São Roque, a fim de apresentar a nossa imorredoura gratidão. Pedimos perdão por não mencionarmos nomes ou cargos, pois foram tantos os auxílios que recebemos, que a omissão de nomes de alguns colaboradores, por certo seria injusta. Mais uma vez, o nosso muito e fervoroso “Deus lhes pague” e que São Roque derrame sobre todos, suas copiosas bênçãos. São Roque, 22 de agosto de 1964. J.A.S. Para o Boletim Informativo Novembro / Dezembro, favor enviar matérias até o dia 15 de outubro de 2011! Expediente: Publicação Bimestral da Paróquia São Roque Ano XIV - nº 88 - Setembro / Outubro 2011 Coordenação: Véra Lucia da Luz Diez Vecino Kono Colaboradores: Pe. Daniel, Irmã Therezinha, Lauro, Festeiros e Jamil Diagramação: Thaíza Thiemi da Luz Diez Vecino Kono E-mail: verakono@hotmail.com / Telefone: (11) 4712-5391 Impressão: Gráfica O Democrata / Distribuição Gratuita


Boletim Igreja Viva e Peregrina