Page 1

CNBB

- Regional Sul II

Estimados irmãos em Cristo Coordenadores e Assessores da Pastoral Familiar do Regional Sul II Irmãos no episcopado, saudações!

Quando se vê, já é Natal – As alegrias do nascimento do Salvador se somam às confraternizações nas empresas, férias das crianças, programação de viagens e encontros familiares, vitrines que sugam o 13º do nosso bolso, formaturas e amigos secretos. É o clima de final de ano: tempo de balanço, avaliação e novos planos. Na nossa Pastoral Familiar do Paraná, temos muitas alegrias a comemorar. Nossas dioceses deram grandes passos. Um sinal disso está nas páginas deste boletim: começam a chegar notícias, fotos, informações com relatos entusiasmados. Tivemos grandes eventos, encontros, assembleias, com resultados bem positivos, na animação da nossa Pastoral. Parece que quanto mais crescem os desafios, maior é a nossa disposição de enfrentá-los. Isso se vê na programação que já está esboçada para o próximo ano, com a graça de Deus.

-

Boletim On line

- Dezembro/2010

sentes? Gostaria que lessem na última Exortação do Papa a sua palavra dirigida às Famílias (Verbum Domini, 85): Ali o Santo Padre chama a atenção para o contraste tão evidente: “Perante a difundida desordem dos sentimentos e o despontar de modos de pensar que banalizam o corpo humano e a diferença sexual, a Palavra de Deus reafirma a bondade originária do ser humano, criado como homem e mulher e chamado ao amor fiel, recíproco e fecundo”. Muito esperado desde o Sínodo de 2008, este documento deve chegar às mãos dos nossos casais e famílias, motivando o encontro diário, vivo e amoroso com a Palavra Divina, para que, “através da fidelidade e da unidade da vida familiar, os esposos sejam, para os seus filhos, os primeiros anunciadores da Palavra de Deus”. Gratidão e esperança – A nossa Comissão Regional quer deixar, neste último número do boletim da Pastoral Familiar, um grande agradecimento a todos os que acompanharam, divulgaram, enviaram matérias, críticas e sugestões, viveram as alegrias, as esperanças e propostas trabalhadas durante este ano abençoado. Temos certeza que 2011 será melhor. Talvez não seja exatamente tudo como nós queremos, mas será certamente como nosso Pai, sábio e providente, quer. Pois ele sabe melhor que nós mesmos, o que nos faz bem.

O Verbo se fez carne – Natal é a festa de acolhida da Palavra – o Verbo – que vem até nós. A Palavra que se fez carne – Jesus, o motivo do Natal – quase desaparece no turbilhão de palavras que hoje se multiplicam na guerra do comércio e do consumo de- Feliz Natal a todos, um Ano Novo de muita senfreado: Papai Noel, gordo e sorridente, santidade, Paz e Bem, de verdade! vende mais produtos do que Jesus, pobre e excluído das vitrines, embora seja Ele o hoDom João Bosco, O.F.M. menageado. Como foi que aprendemos a Bispo de União da Vitória combinar o cheiro da estrebaria, o silêncio, o frio e a fome, com as nossas mesas fartas de carnes, frutas, bebidas, sorrisos e pre-


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

2

DEZEMBRO/2010

Santa Sé define diretrizes contra abusos sexuais O prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, cardeal William Levada, anunciou a preparação de uma "circular" com linhas de orientação para todas as conferências episcopais, a respeito dos casos de abusos sexuais de crianças e adolescentes, por parte de membros do clero. Falando aos 150 cardeais de todo o mundo, que se reuniram no dia 19 de novembro, com o Papa, no Vaticano, o cardeal norte-americano explicou que a iniciativa visa oferecer um “programa coordenado e eficaz”. A comunicação feita pelo cardeal é intitulada “Resposta da

do problema e linhas de intervenção, “ se-

ja para restabelecer a justiça, seja para a assistência das vítimas”, procurando a prevenção e formação, “mesmo nos países onde o Igreja aos casos de abuso sexual: rumo a problema não se manifestou de modo tão drauma orientação comum”. mático como noutros”. O cardeal Levada ofereceu uma “a-

tualização sobre a legislação canônica relativa ao delito de abuso sexual sobre menor” e destacou a “mais ampla responsabilidade dos

bispos pela tutela dos fiéis que lhes são confiados”. Dom Levada lembrou o exemplo de “escuta e acolhimento das vítimas” por parte de Bento XVI e falou da “colaboração com as autoridades civis”. De acordo com o cardeal, é necessário um “compromisso eficaz de proteção das crianças e dos jovens”, bem como “uma atenta seleção e formação dos futuros sacerdotes e religiosos”.

Houve, pelo menos, 12 intervenções de cardeais, sugerindo que as conferências episcopais desenvolvam “pla-

nos eficazes, articulados, completos e decididos para a proteção dos menores”. Esses planos devem ter em conta os vários aspectos

Boletim ON LINE da Pastoral Familiar do Regional Sul II - CNBB Rua Saldanha Marinho, 1266 – 80430-160 Curitiba – PR – Tel.:(41) 3224-7512 Dom João Bosco Barbosa de Sousa Bispo de União da Vitória-PR Representante Episcopal E-mail: dombosco@dioceseunivitoria.org.br Diác. Juares Celso Krum Assessor Regional E-mail: jckrum@yahoo.com.br


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

3

DEZEMBRO/2010

Semana Nacional da Vida na Lapa Faustino e Eloína (*)

A VIDA PRECISA SER RESPEITADA E VALORIZADA!

a vida que precisa ser cultivada, cuidada, para Entre os dias 1º e 8 de outubro, a comuni- crescer e germinar. dade Lapeana comemorou a Semana Nacional O tema central da Semana em 2010 foi “Vida Vida, promovida pela Paróquia Santo Anto- da, Ecologia Humana e Meio Ambiente” e as anio da Lapa da Diocese de São José dos Pinhais, tividades que seguiram acontecendo durante a através da organização da Pastoral Familiar em semana abordaram cada um dos tópicos. No conjunto com todas as Pastorais e Movimentos Terço pela Vida, por exemplo, rezado de seguncatólicos, escolas, instituições municipais e Pre- da a sexta-feira, durante o programa da Rádio feitura. Legendária, Caminhando e Evangelizando, em cada dia era oferecida oração para um assunto: VIDA, ECOLOGIA HUMANA, MEIO AMBIENTE, RESPEITO À VIDA E NASCITURO.

A abertura das comemorações aconteceu com as missas na sexta-feira, dia 1º, no Educandário, com os coroinhas, na Matriz, com a Pastoral da Criança, e nos Vicentinos, com os Acólitos. Durante o final de semana, mais missas foram celebradas, cada qual sob-responsabilidade de um movimento ou Pastoral, sendo que nestes encontros foram entregues aos presentes envelopes personalizados com sementes, simbolizando

Além de orações, as atividades da Semana da Vida abrangeram ações concretas, como visitas na Casa de Passagem, na Maternidade, na Clínica da Mulher, Hospital São Sebastião, Educandário, Vicentinos, APAE, palestras e atividades especiais nas escolas. Na Casa de Passagem os seminaristas e a Pastoral Familiar foram os responsáveis por trazer mais alegria ao dia das crianças, fazendo brincadeiras e entregando brinquedos aos pequenos. A visita realizada na Maternidade levou o carinho para as mamães que estavam com seus recém-nascidos, uma palavra de conforto e um parabéns a elas e aos profissionais de saúde por serem guardiãs de vidas tão importantes e frágeis. Neste momento, foram entregues terços às mães e sapatinhos de lã, feitos pela Pastoral da Criança.

Outras atividades ainda foram realizadas, como palestras orientando sobre a Aids nas escolas, desenhos, textos e dinâmicas preparados com muito carinho pelos profissionais da educação, que também fizeram visitas nas entidades dos municípios.


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

4

DEZEMBRO/2010

Se as visitas tiveram momentos especiais, o Túnel da Vida, montado na quarta-feira, dia 6 de outubro, na Praça General Carneiro, foi o responsável pela movimentação do dia e por chamar a atenção daqueles que por ali passavam, sobre a importância do tema Vida. Desde as 8h, as equipes das pastorais, movimentos e entidades que lutam pela vida já organizavam o seu espaço dentro do túnel, com banners demonstrando tudo o que é feito de concreto em favor das pessoas.

Na noite do dia 8 de outubro, na missa de

encerramento da semana, foi realizada a entrada de todos os banners das pastorais e movimentos e o banner com o nome das gestantes da Lapa que passaram pelo Túnel da Vida na quartafeira, louvando e agradecendo pela saúde dos nascituros e principalmente pela vida. Adriane deu seu testemunho de vida na homilia, emocionando a todos os que assistiram a celebração.

Muitas pessoas pararam por uns instantes para observar e acompanhar as atividades. Alguns participaram da programação da Rádio Legendária, que foi transmitida ao vivo, diretamente da praça naquele dia. Dando continuidade às atividades, na quinta-feira, dia 7, foi feita apresentação no Theatro São João de uma peça sobre a Água e a Vida. E, no dia 8, fechando a semana com “chave de ou-

Depois dela, uma Lapeana também foi chamada ao altar: Laura Hoffmann, que também teve a vida de uma filha desenganada pela medicina, já que estava com rubéola durante a gravidez. Laura não quis ouvir a orientação do médico, que dizia ser o aborto o melhor caminho, e levou adiante a gravidez. A filha, na época condenada à morte pelos médicos, nasceu saudável e já deu netos à Laura. Ao final da celebração, os padres Emerson e Odair fizeram uma bênção especial a todas as grávidas e seus companheiros. Cada uma delas ganhou como lembrança um sapatinho de lã, simbolizando o cuidado com a vida que está para nascer.

Esta semana foi muito especial para a Lapa, pois os objetivos foram atingidos e superados. A ro”, a visita de Adriane Loper, que abordou o alegria de todos que colaboram foi contagiante, tema Valor da Vida, em palestras na APAE e no o trabalho das crianças foi maravilhoso! É um Cine Teatro Imperial.


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

5

DEZEMBRO/2010

bom sinal que nossas crianças querem e irão va- brigado e que a Sagrada Família, os abençoe e lorizar a vida, natureza, o ser humano. Certa- os cubra de bênçãos. mente esta semana marcou a vida de muitos, inclusive da Pastoral Familiar, que está extrema- (*) Faustino e Eloína são os coordenadores da Pasmente feliz e satisfeita com os resultados alcantoral Familiar da Diocese de São José dos Pinhais çados. Agradecimento especial a Deus e a todos que participaram e colaboram o nosso muito o-

Retiro para casais Diocese de São José dos Pinhais Faustino e Eloína(*)

Retiro para casais agentes de pastoral familiar da diocese de São José dos Pinhais realizado nos dia 11 e 12 de setembro de 2010 no Eremitério Santa Clara em Tijucas do Sul. Este retiro finalizou a escola de formação para agentes de pastoral familiar iniciada em março de 2009. Estiveram presentes 19 casais agentes de pastoral e o pregador do retiro foi o Pe. Roque Scheneider, Sj. (*) Faustino e Eloína são os coordenadores da Pastoral Familiar da Diocese de São José dos Pinhais


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

6

DEZEMBRO/2010

8º Encontro Nacional da Pastoral Familiar em Curitiba tudo (6 grupos). Ao meio dia, a oração do Ângelus foi feita nos grupos. Após o almoço foi feita a oração do terço, conduzida por pe. Rafael Solano. O casal Volnei e Marivone do Regional Sul 4 trouxe flores que foram distribuídas aos participantes. À medida que iam rezando, colocou-se as flores numa parede até formar um terço.

Com a participação de 61 pessoas, iniciou na sexta-feira, dia 12 de novembro, às 18h30 com a Celebração Eucarística presidida por Dom Irineu Roque Scherer, Bispo de Joinville e referencial da Pastoral Familiar no Regional Sul 4, foram concelebrantes Dom Antonio Augusto Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro e membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, Os casais retornaram aos grupos. No PlePe. Marcelo Pépin (Assessor do Nordeste 5) e Pe. Luiz Antonio Bento, Assessor da Co- nário – os coordenadores dos grupos apresentaram suas sugestões, entregaram para o missão para a Vida e a Família da CNBB. pe. Rafael. Como é um estudo, o pe. Bento Pe. Bento pediu aprovação da pauta e falou que devemos continuar trabalhando, convidou Tico e Vera para comentarem so- fazendo os encontros, retiros e acolhida aos bre o Seminário da Pastoral Familiar em Bo- casais em 2ª união nos regionais e em todas gotá. Com a palavra pe. Rafael Solano (co- as dioceses. ordenador do grupo de estudos teológicoO Pe. Eduardo Peters (Membro da CoPastoral da Pastoral Familiar) fez o encamimissão de Bioética da CNBB) falou sobre o nhamento do estudo dos grupos para o sábado. cada grupo poderia escolher a metodolo- 2º Congresso Nacional de Planejamento Fagia que julgasse mais eficaz para a compre- miliar em Brasília de 28 a 30.10.2011 no qual haverá vaga para 700 pessoas. ensão dos participantes. Dom Petrini discorreu sobre o Encontro O sábado, dia 13 iniciou com a Celebração Eucarística, presidida por Dom João Mundial das Famílias que acontecerá de 30 Carlos Petrini, Bispo Auxiliar de Salvador e de maio a 03 de junho de 2012 em Milão (Imembro da Comissão Episcopal Pastoral pa- tália). Tema “A Família: o trabalho e a fesra a Vida e a Família da CNBB. Após o café ta”. O Papa Bento XVI propõe a Exortação da manhã todos foram para os grupos de es- Apostólica Familiaris Consorcio, “magna carta” (Grande Carta) da Pastoral Familiar,


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

7

DEZEMBRO/2010

como um itinerário válido de preparação com iniciativas em âmbito paroquial, diocesano e nacional. Famílias cristãs e comunidades eclesiais de todo mundo, sintam-se interpeladas, envolvidas e se coloquem solicitamente a caminho de “Milão 2012”, diz o Papa. O desenvolvimento do evento se realizará de tal maneira a harmonizar as várias dimensões: oração comunitária, reflexão teológica e pastoral, momentos de fraternidade de troca entre famílias hospitaleiras. Carlos Berlini da Amici Dei Bambini falou sobre os projetos, sobre a parceira com a Pastoral Familiar e já agenda de alguns encontros com alguns regionais. O domingo, novamente iniciou com a celebração da Missa às 7h30, presidida por Dom Antonio Augusto.

O casal Júlio e Marília (Leste 2) falou sobre o XIII Congresso Nacional da Pastoral Familiar que será em Belo Horizonte de 19 a 21 de agosto de 2011, com o tema Família, Pessoa e Sociedade, e o lema “ Somos cidadãos e membros da Família de Deus”, na Minascentro, Av. Augusto de Lima. O início será no dia 19 às 18h00 e o término no domingo dia 21 às 12h15 com almoço. As vagas serão distribuídas para as 272 Dioceses do Brasil (3 vagas por Diocese (isso será confirmado). Foi apresentado o logotipo do Congresso, que agora tem como fundo a silhueta da Igreja da Pampulha e a família símbolo do logo da Pastoral Familiar (veja

abaixo), a marca foi aprovada e deverá constar em todos os materiais de divulgação. A reunião com os Bispos, Assessores e Coordenadores regionais será no dia 19 com início as 8h00; a reunião estará centrada na Exortação apostólica Familiaris Consortio, celebrando e revendo o que ela significou no Brasil. Pe. Bento pediu para que a Familiaris Consortio seja estudada e aprofundada nos regionais e para explorar o máximo.

A Célia (Coordenadora do Sul 1) falou sobre a 3ª Peregrinação Nacional da Família 2011 que será nos dias 28 e 29 de maio de 2011 em Aparecida. No dia 28 (sábado) haverá um Simpósio das 9 às 17 horas ao preço de R$ 10,00 por pessoa. As vagas serão limitadas (o salão tem 600 lugares) e nós do Paraná teremos 70 vagas que serão distribuídas por dioceses; cada coordenador regional controlará estas vagas e também será responsável pelo recebimento e entrega dos crachás, cuja confecção está a cargo do Regional Sul I. No sábado após a Missa haverá a procissão luminosa, e a Missa de domingo será às 10h00 presidida por Dom Orlando Brandes. Os cartazes serão enviados para os regionais. O Sr. Antonio Bueno apresentou o novo método natural de planejamento familiar


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

8

DEZEMBRO/2010

(EVA), é um aparelho que faz teste expresso para saber quando é a ovulação através da saliva. Poderão acessar o site www.fertilidadefacil.com. As vendas serão somente pela internet a partir de 2011 ao preço de 288 euros, Dr. André que estava acompanhando o Sr. Antonio falou sobre paternidade responsável e o uso do aparelho.

O casal Eduardo e Angela Guenka discorreu sobre o INAPAF, – dizendo que em 2010 avançou muito com a difusão do curso à distância e realizou diversos cursos intensivos presenciais (CIPs) em várias regiões do Brasil. Foi aprovado o novo logotipo do Instituto (veja acima), que vai servir para auxiliar na difusão e fixação da “marca” INAPAF. E informando que o I Encontro para os monitores e representantes do INAPAF nos Regionais será em Brasília de 18 a 23 de março de 2011. Deverão ir uma ou duas pessoas que já tenham feito o curso, que tenham no mínimo 3 anos de participação e sejam bons comunicadores. Quem for participar deverá estudar e levar a Fase I e II. O André da Secren falou sobre a Hora da Família e passou um relatório sobre a venda em todos os regionais, pediu para confirmarem ou arrumarem o nº de vendas. No nosso regional estava anotado a venda de 3800 livros e pedimos para corrigir pois pelas notas

fiscais nós compramos e vendemos 5050 livros. Pe. Bento pediu para que a venda seja aumentada, pois estes livros aumentam a renda da Secren.

Quanto a Semana Nacional da Vida foi formada uma equipe para preparar subsídios (6 pessoas). A sugestão foi preparar 3 encontros para serem objetos de reflexão tanto nos grupos católicos, ecumênicos, escolas e outros ambientes. Fazer uma celebração para o Dia do Nascituro e também a sugestão de que o tema seja “Vida no Planeta”. Foi falado também sobre a 35º Assembléia Nacional da Pastoral Familiar, em Brasília. De 17 a 19 de junho de 2011 no Seminário Nossa Senhora de Fátima. Depois o pe. Bento falou sobre o calendário – Projetos de Atividades Pastorais para 2011.


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

9

DEZEMBRO/2010

CAMPO MOURÃO REALIZOU ASSEMBLEIA DIOCESANA DA PASTORAL FAMILIAR José Lafaete Fernandes dos Santos e Maria Aparecida Vasco dos Santos(*)

va, os assuntos discutidos e as prioridades eleitas. O casal Rotilho e Solange Biazin falou sobre o método de ovulação Bilings, fazendo uma prévia da formação sobre o assunto, que teremos em 2011. Logo após o almoço, João Magro, coordenador da comissão do setor família, explanou sobre a preparação do 19º Plano da Ação Evangelizadora da Diocese de Campo Mourão e a importância da Pastoral Familiar nesse plano. Em seguida, os decanatos se reuniram em círculos para avaliar os trabalhos A assembleia da Pastoral Familiar da Di- realizados em 2010, suas dificuldades, suas ocese de Campo Mourão, aconteceu dia 14 realizações e suas sugestões para 2011 e ede novembro no centro de Formação Dom leição de novos coordenadores decanais. Eliseu, no Lar Paraná. Estiveram presentes 18 paróquias da Diocese. Iniciamos às 08:30 com a apresentação das paróquias presentes e dos casais que vieram para colaborar conosco: Sérgio e Aurora, casal setor pré matrimonio do Regional Sul II, Rotilho e Solange da diocese de Umuarama. A apresentação e animação da Assembleia ficou a cargo do seminarista Jilliard; a oração inicial foi presidida pelo padre Geronimo Zonca.

Um relator de cada círculo expôs o que foi discutido no seu grupo, os coordenadores dos decanatos resolveram ficar na coordenação até o primeiro encontro de 2011, que será dia 13 de fevereiro, quando haverá uma nova eleição. Lafaete falou sobre os trabalhos realizados pela coordenação diocesana, as visitas a todos os decanatos, a participação na II peregrinação das famílias, as visitas a algumas paróquias na Semana Nacional Sérgio e Aurora falaram sobre a Assem- da Família, a participação na Assembleia em bleia Regional que aconteceu em Guarapua-


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

10

DEZEMBRO/2010

Guarapuava, a Semana da vida e dia do nascituro.

Contamos ainda com a presença de vários padres durante a Assembleia: padre Geronimo e padre Roberto, assessores da Pastoral Familiar; padre Luca Pelis, vigario geral da diocese, representando o nosso bispo diocesano Dom Javier (que estava em Roma, em sua visita Ad Limina); o padre Sidinei, da paróquia Imaculada Conceição, de Mamborê e o padre Valdecir, da paróquia Nossa Senhora do Caravággio, Campo Mourão.

Nós agradecemos a todas as paróquias que estiveram presentes e a todos os que colaboraram para que a Assembleia acontecesse: especialmente às paróquias Nossa Senhora das Graças de Engenheiro Beltrão e São Judas Tadeu de Quinta do Sol, por nos fornecer os ingredientes para o delicioso almoço que foi preparado por membros da paróquia Nossa Senhora do Caravággio, ao querido amigo, seminarista Jilliard, pela sua presença e animação, aos casais Sergio e Aurora, Rotilho e Solange, que se deslocaram de suas dioceses para virem nos auxiliar; e a todos os padres que estiveram conosco, mostrando que o bom pastor é aquele que cuida e apóia suas ovelhas. Pois como diz o lema adotado pela coordenação diocesana: "Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aqueles que vão acompanhados, com certeza chegarão mais longe". Que bom que podemos contar com nossos padres. Que a Sagrada Família os abençoe sempre!

Nossa Assembleia encerrou-se num clima de fraternidade e fé com uma missa presidida pelo padre Geronimo Zonca, que se despediu, depois de 9 anos na assessoria da Pastoral Familiar Diocesana; ele irá para a arquidiocese de Curitiba. A missa foi concelebrada pelo padre Roberto Cesar Oliveira, que continua na assessoria da pastoral.

(*) José Lafaete Fernandes dos Santos e Maria Aparecida Vasco dos Santos são coordenadores da Pastoral Familiar da Diocese de Campo Mourão


Antonelli

Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

11

DEZEMBRO/2010

Retiro para casais em Segunda União em Quatro Barras

Retiro para casais em 2ª união que foi realizado nos dias 23 e 24 de outubro de 2010 na paróquia São Sebastião em Quatro Barras, diocese de São José dos Pinhais.

FAMÍLIA É A PRINCIPAL VIA DA TRANSMISSÃO DA FÉ O presidente do Pontifício Conselho para a Família, cardeal Ennio Antonelli, abriu dia 25 de novembro, em Roma, o Congresso Internacional sobre família, que discute o tema “A família cristã, sujeito de evangelização”. “A família cristã desde sempre foi a principal via de transmissão da fé e ainda hoje tem grandes possibilidades de evangelização”, disse o cardeal. Segundo o Pontifício Conselho, o objetivo do Congresso é reforçar o papel da família como “destinatária e comunicadora da mensagem evangélica por meio de uma resposta onde ao mesmo tempo se aceite o anúncio, se inicie um compromisso propositivo e um forte testemunho de um estilo de vida autenticamente cristão". Mais de 200 pessoas participaram do Congresso, que terminou no dia 27, na Basílica de São Pedro, com a participação dos congressis-

tas da “Vigília pela vida nascente”, presidida pelo Bento XVI. Durante o evento, foram apresentadas 66 experiências de como a família é hoje e como pode ser protagonista de uma fé que muda corações e a sociedade. As experiências foram selecionadas dentre as 187 enviadas ao Pontifício Conselho para a Família, que as solicitou aos bispos de todo o mundo. De acordo com o cardeal Antonelli, o Congresso representa “a inauguração oficial de um processo permanente de comunicação de experiências e testemunhos da pastoral familiar” . “Gostaríamos de ativar um processo contínuo que recolha e coloque em circulação, após adequado discernimento, as experiências que são mais relevantes e mais idôneas, para que inspire e estimule novas experiências”, disse. A ideia de trazer as experiências é justificada, segundo o cardeal, porque elas “falam com a linguagem dos fatos e são mais persuasivas do que as idéias, porque não indicam somente o que se deve fazer, mas também aquilo que com a ajuda de Deus é possível fazer”. (www.cnnb.org.br)


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

12

DEZEMBRO/2010

Vida humana possui "dignidade altíssima, incomparável", diz Papa "Operamos nas realidades terrenas e, O Papa através dessas, podemos perceber a preBento XVI sença de Deus e tender a Ele, verdade, presidiu a Cebondade e beleza absoluta. Saboreamos lebração das fragmentos de vida e felicidade e anelamos Primeiras à plenitude total", expressou. Vésperas do I Domingo do O Papa recordou que o início do novo Advento e a Ano Litúrgico oferece "a oportunidade de Vigília pela fazer a experiência da proximidade d'Aquevida nascenle que criou o mundo, que orienta a história te no sábado, e que tomou conta de nós, alcançando o 27 de novemcume de sua condescendência ao fazer-se bro, às 18h (em Roma – 15h no horário de homem". Brasília), na Basílica de São Pedro. Embrião "O mistério da Encarnação do Senhor e O Sucessor de Pedro fez uma afirmação o início da vida humana estão intimamente e enfática a favor da vida, em contraponto ao harmonicamente conectados entre si dentro que chamou de "tendências culturais que do único projeto salvífico de Deus, Senhor da buscam anestesiar as consciências com movida de todos e de cada um. A Encarnação tivações espúrias: Com relação ao embrião revela-nos com intensa luz e de modo sur- no ventre materno, a própria ciência coloca preendente que toda a vida humana tem uma em evidência a autonomia capaz de interação dignidade altíssima, incomparável", afirmou o com a mãe, a coordenação dos processos biPontífice. ológicos, a continuidade do desenvolvimento, a crescente complexidade do organismo. Não O Bispo de Roma também sublinhou se trata de um acúmulo de material biológico, que toda a pessoa "é um bem em si mesma mas de um novo ser vivente, dinâmico e mae é preciso buscar sempre o seu desenvol- ravilhosamente ordenado, um novo indivíduo vimento integral". Em seguida, complemen- da espécie humana". tou: "Com o antigo autor cristão Tertuliano, Os protagonistas podemos afirmar: 'É já um homem aquele da política, da ecoque o será'; não há nenhuma razão para nomia e da comunão considerá-lo pessoa desde a sua connicação social focepção". ram convidados A iniciativa de realizar a vigília de orapor Bento XVI a ção pela vida partiu do próprio Santo Padre, "fazer o que esteja e foi assumida pelas Conferências Episcoao seu alcance para pais de todo o mundo, com o objetivo de promover uma culpromover o compromisso e o testemunho tura sempre respeieclesial por uma cultura da vida e do amor. tosa pela vida humana, para procurar Bento XVI salientou que o homem condições favorápossui uma originalidade inconfundível com veis e retas de arelação a todos os outros seres vivos, bem poio ao acolhimento como vive tanto a dimensão espiritual quane desenvolvimento dessa vida". to corpórea.


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

13

DEZEMBRO/2010

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2011 ORAÇÃO DA CF 2011 Senhor Deus, nosso Pai e Criador. A beleza do universo revela a vossa grandeza, A sabedoria e o amor com que fizestes todas as coisas, E o eterno amor que tendes por todos nós. Pecadores que somos, não respeitamos a vossa obra, E o que era para ser garantia da vida está se tornando ameaça. A beleza está sendo mudada em devastação, E a morte mostra a sua presença no nosso planeta. Que nesta quaresma nos convertamos E vejamos que a criação geme em dores de parto, Para que possa renascer segundo o vosso plano de amor,

Também nós, movidos pelos princípios do Evangelho, Possamos celebrar na Páscoa do vosso Filho, nosso Senhor,

Por meio da nossa mudança de menO ressurgimento do vosso projeto patalidade e de atitudes. ra todo o mundo. E, assim, como Maria, que meditava Amém. a vossa Palavra e a fazia vida,


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

14

DEZEMBRO/2010

NOVO MÉTODO NATURAL DE PLANEJAMENTO FAMILIAR Teste expresso para ovulação O aparelho Eva possui uma precisão de 99,6%. O período da ovulação é determinado em média dois dias antes do seu início. Ele identifica com precisão cada dia fértil!

O aparelho Eva ajuda a determinar de uma forma rápida e apenas em uma etapa o estado fisiológico do corpo sem a realização de exames, nem procedimentos específicos, sem nenhuma intervenção e utilizando apenas a saliva. Levando em consideração, que todos os procedimentos que você irá realizar por meio do aparelho, bem como os resultados dos diagnósticos, serão mostrados em tempo real num minidisplay. Eva foi projetado em forma de estojo de pó compacto, leve e de fácil manuseio. Funciona com uma pilha de relógio.

Eva permite deixar de usar os métodos contraceptivos permanentes ou intravaginais que agridem a saúde da mulher, e voltar-se ao método natural, liquidando qualquer possibilidade de reações adversas dos contraceptivos. Com Eva você pode: Descobrir os dias prováveis e menos prováveis para engravidar com eficácia de 99,6%. Determinar o melhor período para ter um bebê. Planejar o sexo da futura criança. Evitar o risco de aborto involuntário (caso de 25% das mulheres no Brasil). Identificar as doenças femininas. Reconhecer uma possível infertilidade e determinar a eficácia de seu tratamento. Evitar uma gravidez indesejável sem o uso dos métodos hormonais ou mecânicos. Utilizar normalmente durante o período de amamentação. Usar normalmente para identificar período fértil na menopausa.

Para a realização do teste é necessário adicionar uma gota de saliva no (duzentos e oitenta e oito euros) sensor; feito isso, é só pressionar e soltar o botão. O preço é de Todo o restante é processado pelo minicomputaMais informações em: dor, embutido no Eva. A resposta está disponível http://fertilidadefacil.com/index_port.html após 3 segundos!


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

15

DEZEMBRO/2010

A

cidade está enfeitada com luzes e cores, ouve-se músicas natalinas. Novamente estamos vivendo o clima, o ambiente, os sentimentos, a agitação, as emoções de um grande acontecimento que marcou a história. Faltam alguns dias para o Natal.

A

solenidade do Natal, mais que uma comemoração do nascimento ou do aniversário de Jesus, é a celebração da manifestação de Deus em nossa humanidade. Nela, festejamos a salvação que entra definitivamente na história de cada um de nós.

Acontecimento do presente, a festa do Natal é a celebração, é o tempo oportuno de renovação da humanidade e da transformação do mundo inteiro. Nela festejamos a nova criação que sai mais uma vez das mãos de Deus. A vinda do Verbo de Deus em nossa carne é começo do misterioso processo de unificação de toda a humanidade e de todo o universo em Cristo.

F

eliz Natal e um ano repleto de paz e muito amor em todas as famílias!

(Comissão Regional da Pastoral Familiar – CRPF - CNBB - Regional Sul 2)


Pastoral Familiar – CNBB – Regional Sul II

16

DEZEMBRO/2010

“Nulidade X anulação” *Sednir Edely e Maristela

É muito comum que alguns confundam esses dois termos. Até mesmo em algumas reportagens em veículos de comunicação de abrangência nacional já se disse que a Igreja Católica “faz anulações de casamentos”, o que não é verdade. Apesar de terem semelhança na grafia, os dois termos são bem distintos. Anular é invalidar, rescindir, revogar algo que concreta-mente ocorreu e o termo não se aplica a sacramentos. “O que Deus uniu o homem não separe” (Mt 19,6), é uma determinação do próprio Jesus e a Igreja Católica responsável por preservar o depósito da fé, as verdades ensinadas por Jesus e inspiradas pelo Espírito Santo, não poderia e não vai mudar seu posicionamento com relação a indissolubilidade do sacramento do matrimônio. É possível, no entanto, que um casamento apesar da cerimônia, do sim dos noivos, da presença de padrinhos e tudo mais, não tenha ocorrido de forma válida e para se verificar se isso, qualquer pessoa pode recorrer à justiça eclesiástica, que tem através dos seus tribunais uma estrutura completa dentro da Igreja que pode ser acionada por qualquer pessoa.

É muito importante que fique bastante claro que quando a Igreja declara a nulidade de um casamento, está, em outras palavras, dizendo que o matrimônio na verdade não existiu, ou seja, que apesar das aparências, não ocorreu naquele casal a fusão para um só corpo e uma só carne. Quando uma situação como essa fica evidente para os juízes de um tribunal eclesiástico e se eles têm em mãos provas documentais e testemunhais de que tal situação tenha ocorrido, fica então declarada a nulidade do casamento. A igreja atesta, portanto, que o sacramento não existiu. Anulação é outra coisa. Significa fazer com que aquilo que tinha existência legítima, deixe de tê-la, isto é, que um casamento que inicialmente foi válido passe a não ter valor jurídico. Enquanto, declarar nulo é o ato mediante o qual a autoridade competente faz a declaração afirmando que um ato jurídico nunca existiu, apesar das aparências. Portanto, a Igreja não “anula” matrimônios, mas pode declarar, depois de cuidadosa análise, a sua nulidade. O matrimônio, nesses casos, não é dissolvido: na realidade, constata-se que o sacramento nunca existiu. Para que questões como essa não fiquem sem respostas a coordenação do Regional Sul II da Pastoral Familiar está desenvolvendo um projeto de formação de agentes por todo o Paraná. Iniciamos o trabalho este ano e prosseguiremos por todo o ano de 2011 na tentativa de conseguir deixar, ao menos em cada Diocese, um grupo de agentes prontos para ouvir, aconselhar e encaminhar casais em situação irregular. A previsão inicial é de que cerca de dois mil agentes de pastoral participem das formações. Rezem por nós. Perguntas sobre o setor podem ser feitas pelos e.mails: edelytapia@cbncascavel.com.br ou maristelapezzini@hotmail.com * Sednir Edely Tápia e Maristela Pezzini Tápia são os coordenadores do Setor Casos Especiais do Regional SUL II.

Boletim da Pastoral Familia - Dezembro/2010  
Boletim da Pastoral Familia - Dezembro/2010  

Boletim da Pastoral Familia - Dezembro/2010

Advertisement