Page 1

14 de Agosto de 2019 | Número 2544

Destaque do dia

Seções

Pág. – 10 - Mulheres indígenas ocupam

Brasília e dão recado à Bolsonaro Pág. – 15 - Sessão solene em homenagem

à Marcha das Margaridas reafirma protagonismo das mulheres na luta

Diário Oficial Pág. 3

Clipping Pág.

Artigos/ Notícias Pág.

Agenda Pág.


Sumário SEÇÃO 1 – DOU ......................................................................................................................... 3 SEÇÃO 3 – INEDITORIAIS ......................................................................................................4 NOTICIAS ................................................................................................................................ 10

2|Página


SEÇÃO 1 – DOU COORDENAÇÃO-GERAL DE REGISTRO SINDICAL COORDENAÇÃO DE TÉCNICA DE REGISTRO SINDICAL 14 de Agosto de 2019, DOU, SEÇÃO I, Nº 156 Pag. 47

E para fins de Anotação no Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES), resolve: Excluir os MUNICÍPIOS de Arco-íris, Bastos, lacri, Parapuã, Rinópolis e Tupã da BASE TERRITORIAL do SINDICAM-SP - Sindicato dos Caminhoneiros do Estado de São Paulo (SEI nº 9430362), Carta Sindical: L105 P006 A1987, CNPJ nº 57.660.334/0001-09, nos termos do art. 28 da Portaria nº 501/2019. PAULO EDSON ROSÁRIO SILVA

3|Página


SEÇÃO 3 – INEDITORIAIS 14 de Agosto de 2019, DOU, SEÇÃO 3, Nº 156 Pag. 147

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES - CONTAG

RURAIS

EXTRATO DE ADESÃO Referência: Processo nº 35000.001125/2017-98 (ACT-CONTAG/INSS). Objeto: Termo de adesão ao Acordo de Cooperação Técnica que entre si celebram o Instituto Nacional do Seguro Social - INSS, por intermédio da Gerência Executiva de Vitória-ES, e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais-STR de Domingos Martins e Marechal Floriano, CNPJ 27374800000129, Proc.35059.000430/2018-78; Mucurici, CNPJ 27115542000166, Proc.35059.000304/2018-13; Jerônimo Monteiro, CNPJ 27415272000109, Proc.35059.000619/2018-61; Itarana, CNPJ 27757681000193, Proc.35059.000258/2018- 52; e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares-STRAAF de Agua Doce do Norte, CNPJ 07721141000142, Proc.35059.000528/2018-25; Boa Esperança, CNPJ 27247337000154, Proc.35059.000269/2018-32; Presidente Kennedy, CNPJ 27561745000186, Proc.35059.000281/2018-47; Rio Novo do Sul, CNPJ 09432407000162, Proc.35059.000283/2018-36; Guarapari, CNPJ 27717420000140, Proc.35059.000295/2018-61; Alfredo Chaves, CNPJ 27011972000138, Proc.35059.000294/2018-16; Colatina, Marilândia, São Domingos do Norte e Governador Lindenberg, CNPJ 27503432000171, Proc.35059.000259/2018-05; Muniz Freire, CNPJ 27080522000105, Proc.35059.000297/2018-50; Iuna e Irupi, CNPJ 28402972000121, Proc.35059.000305/2018-68; São Gabriel da Palha e Vila Valério, CNPJ 27503499000106, Proc.35059.000633/2018-64; Mantenópolis, CNPJ 27154392000108, Proc.35059.000282/2018-91; Conceição do Castelo, CNPJ 27315993000147, Proc.35059.000244/2018-39; Afonso Claudio, Laranja da Terra e Brejetuba, CNPJ 31274079000172, Proc.35059.000203/2018-42; Venda Nova do Imigrante, CNPJ 02726220000122, Proc. 35059.000270/201867; Santa Teresa, CNPJ 27658319000165, Proc.35059.000220/2018-80; Santa Maria de Jetibá, CNPJ 07257213000142, Proc.35059.000179/2018-41; Guaçui e Divino São Lourenço, CNPJ 27686526000123, Proc.35059.000411/2018-41; Cachoeiro de Itapemirim, CNPJ 27071067000173, Proc.35059.000219/201855; Montanha, CNPJ 27559293000106, Proc.35059.000431/2018-12; Águia Branca,CNPJ 31799646000104, Proc.35059.000209/2018-10; Ibatiba, CNPJ 31725732000172, Proc.35059.000223/201813; Ecoporanga, CNPJ 27102094000166, Proc.35059.000224/2018-68; Barra de São Francisco, CNPJ 27162510000111, Proc.35059.000225/2018-11; Anchieta e Piúma, CNPJ 4|Página


27117282000168, Proc.35059.000205/2018-31; Linhares e Sooretama CNPJ 27837210000195, Proc.35059.000206/2018-86; Jaguaré, CNPJ 08285220000110, Proc.35059.000207/2018-21; Nova Venécia e Vila Pavão CNPJ 27103605000164, Proc.35059.000218/2018-19; São Mateus, CNPJ 27998897000140, Proc.35059.000245/2018-83; Rio Bananal, CNPJ 10775446000141, Proc.35059.000208/2018-75; Pancas, CNPJ 27503465000111, Proc.35059.000347/201807; Aracruz, CNPJ 27012962000117, Proc.35059.000410/2018-05; Vargem Alta, CNPJ 07247507000193, Proc.35059.000204/2018-97; Castelo, CNPJ 27389378000185, Proc.35059.000298/2018-02 e Sindicato dos Agricultores Familiares e Assalariados Rurais-SAFAR de Alegre, CNPJ 03745602000166, Proc.35059.000306/2018-11, para efetivação/operacionalização de requerimentos de serviços e/ou benefícios previdenciários de seus representados junto ao INSS, na modalidade atendimento a distância. Vigência: Este termo vigorará pelo mesmo prazo do acordo n° 35000.001125/2017-98, objeto deste instrumento, com início a partir da publicação no Diário Oficial da União. Dos signatários: Wiliam Marinot, Gerente Executivo da gerência executiva do INSS de Vitória/ES; Niobem Francisco Simmer STR Domingos Martins e Marechal Floriano; Ricardo Mota Souza, STR Mucurici; Márcia Regina Candido STR Jerônimo Monteiro; Alcides Kopp STR Itarana; Luciene da Silva Rodrigues Ercullino, STRAAF Agua Doce do Norte; Aprigio José Medeiros Correia, STRAAF Boa Esperança; Geraldo Passabão STRAAF Presidente Kennedy; Camilo João Thompson Diirr STRAAF Rio Novo do Sul; Stella Maris Simões Melo STRAAF Guarapari; Zilma Favato Lorenzini STRAAF Alfredo Chaves; Fabio Alexander Armond Teixeira STRAAF Colatina, Marilândia, São Domingos do Norte e Governador Lindenberg; Sebastião Gildo Mares Pereira, STRAAF Muniz Freire; Monica Castro de Oliveira STRAAF Iuna e Irupi; Dauri José Tamanhão STRAAF São Gabriel da Palha e Vila Valério; Varly Lima STRAAF Mantenópolis; Saulo Mareto STRAAF Conceição do Castelo; Pedro Vill STRAAF Afonso Claudio, Laranja da Terra e Brejetuba; Licio Ventorim STRAAF Venda Nova do Imigrante; Adriana Rubia Rassele Bazon STRAAF Santa Teresa; Egnaldo Andreatta STRAAF Santa Maria de Jetibá; Jorge Antonio da Silva STRAAF Guaçui e Divino São Lourenço; Edmilson da Silva Moulim STRAAF Cachoeiro de Itapemirim; Elson Soares da Paixão STRAAF Montanha; Aleonsio Basilio da Silva STRAAF Águia Branca; Marli Andrade da Silva Silveira STRAAF Ibatiba; Rosangela Silva de Siqueira STRAAF Ecoporanga; Silvestre Ribeiro de Souza Netto STRAAF Barra de São Francisco; José Maria Rovetta STRAAF Anchieta e Piúma; Pedro Soares Rodrigues STRAAF Linhares e Sooretama; Fábio Silvério Uceli STRAAF Jaguaré; Wasley Daros Cesconetto STRAAF Nova Venécia e Vila Pavão; Samara Salvador Ferreira STRAAF São Mateus; Gladisson José Falção STRAAF Rio Bananal; Reginaldo Muniz STRAAF Pancas; Marcia Silva Bobbio STRAAF Aracruz; Gilmar Valentim Marinato STRAAF Vargem Alta; Welito Augusto Alves, STRAAF Castelo; Anivaldo Bernardo da Silva, SAFAR Alegre.

5|Página


14 de Agosto de 2019, DOU, SEÇÃO 3, Nº 156 Pag. 148

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DOS JUDICIÁRIOS - FENA JUD CNPJ 32.766.859/0001-00 - CNES/MTB Nº 46206.015323/2012- 34 EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONGRESSO NACIONAL EXTRAORDINÁRIO DA FENAJUD - CONSEJU A Coordenação Executiva Colegiada da FENAJUD - Federação Nacional dos Servidores dos Judiciários nos Estados, com fulcro nos artigos 15, II, e 26, VI, ambos do Estatuto Social da entidade, CONVOCA todos os sindicatos filiados, quites com suas obrigações financeiras (art. 8º, III, c/c art. 12), para participarem do CON G R ES S O EXTRAORDINÁRIO NACIONAL DA FENAJUD sob o tema: "QUE JUSTIÇA É ESSA?", a ser realizado no período de 12 a 14 de dezembro de 2019, na cidade de Belo Horizonte/MG, no Auditório Dayrell Hotel & Centro de Convenções, situado à R. Espírito Santo, 901 - Centro, Belo Horizonte - MG, CEP 30160-031, com a seguinte pauta: I Prestação de Contas do Exercício 2018; II - Alteração no art. 25 e conexos do Estatuto da FENAJUD com a finalidade específica de incluir até cinco suplentes para substituição na coordenação executiva colegiada; III - Eleição para a coordenação da Região Norte; IV - Alteração do art.50, §1º, do Estatuto da FENAJUD. ESTABELECE aos sindicatos os prazos seguintes para tomada de providências para participação no CONSEJU, a saber: I - Até 25.10.2019: realização de assembleia geral, encontro ou congresso para eleição de delegados e observadores (art. 18, § 3º); II - Até dia 01.11.2019: prazo limite para inscrição de delegados e observadores; III - Até 01.11.2019: Encaminhamento das teses e moções para apreciação no CONSEJU; IV - Até 20.11.2019: estarem quites com todas as contribuições financeiras junto à Secretaria de Finanças da FENAJUD, incluindo-se a mensalidade do mês de novembro de 2019, nos termos da Resolução nº 001/2015-PRE/FENAJUD. A Coordenação Executiva Colegiada da FENAJUD encaminhará oportunamente às entidades as demais orientações acerca CONGRESSO NACIONAL EXTRAORDINÁRIO - CONSEJU. Brasília-DF, 9 de agosto de 2019. JOSÉ ROBERTO PEREIRA Coordenador Geral DIONIZIO JANIO BARBOSA DE SOUZA Coordenador da Secretaria Geral

6|Página


FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

EXTRATO DE ADESÃO Referência: Processo nº 35000.001125/2017-98 (ACT CONTAG-INSS), com extrato publicado no D.O.U, Seção 3, de 30 de Novembro de 2017.Objeto: Termo de adesão ao Acordo de Cooperação Técnica que entre si celebram o Instituo Nacional do Seguro Social - INSS, por intermédio da Gerência Executiva de Governador Valadares, e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais/STR de: STR de Alto Jequitiba/MG, CNPJ: 05.385.812/0001-16 - Proc. 35121.000453/2019-62; STR de Manhumirim/MG, CNPJ: 21.025.168/0001-21 - Proc. 35121.000452/2019-18; STR de Lajinha/MG, CNPJ: 22.050.801/0001-02 - Proc. 35121.000454/2019-15; STR de Martins Soares, CNPJ: 05.047.446/0001-95 - Proc. 35121.000451/201973; para efetivação/operacionalização de requerimentos de serviços e/ou benefícios previdenciários de seus representados junto ao INSS, na modalidade atendimento à distância. Vigência: 60 (sessenta) meses a contar da data de sua publicação no Diário Oficial da União. Dos respectivos signatários: Ricardo Orlando Sales - CPF: 044.642.296-70, Gerente Executivo da Gerência Executiva do INSS em Governador Valadares MG; Lilia Maria da Roza- CPF: 031.136.14635, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alto Jequitiba-MG, data da assinatura: 01/08/2019; Rosimeire Jordao Faria Soares- CPF: 069.742.666-18, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alto Jequitiba-MG, data da assinatura: 01/08/2019; Cleber Oliveira da Silva- CPF: 030.567.076-09, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lajinha -MG, data da assinatura: 01/08/2019; Felipe Rodrigues Filho- CPF: 044.835.096-32, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Martins Soares-MG, data da assinatura: 01/08/2019.

EXTRATO DE ADESÃO Referência: Processo nº 35000.001125/2017-98 (ACT CONTAG-INSS), com extrato publicado no D.O.U, Seção 3, de 30 de Novembro de 2017.Objeto: Termo de adesão ao Acordo de Cooperação Técnica que entre si celebram o Instituo Nacional do Seguro Social - INSS, por intermédio da Gerência Executiva de Governador Valadares, e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais/STR de: STR de Ipanema/MG, CNPJ: 19.631.829/0001-10 - Proc. 35121.000450/2019-29; STR de Pedra Bonita/MG, CNPJ: 02.042.500/0001-11 - Proc.35121.000449/2019-02; STR de Durandé/MG, CNPJ: 01.364.829/0001-36 - Proc. 35121.000448/2019-50; STR de Luisburgo/MG, CNPJ: 06.135.327/0001-57 - Proc. 35121.000447/2019-13; STR de Pocrane, CNPJ: 86.864.006/0001-22 - Proc. 35121.000446/2019-61; STR de Manhuaçu/MG, CNPJ: 00.175.773/0001-09 - Proc. 35121.000445/2019-16; para efetivação/operacionalização de requerimentos de serviços e/ou benefícios previdenciários de seus representados junto ao INSS, na modalidade atendimento à distância. Vigência: 60 (sessenta) meses a contar da data de sua publicação no Diário Oficial da União. Dos respectivos signatários: Ricardo Orlando Sales - CPF: 044.642.296-70, Gerente Executivo da Gerência Executiva do INSS em Governador Valadares MG; José Francisco da Silva - CPF: 778.921.006-87, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de IpanemaMG; Paulo da 7|Página


Natividade Silva - CPF: 992.227.016-15, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pedra Bonita-MG; Geovani Rodrigues Pereira - CPF: 059.295.196-09, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Durande MG; Silvana Damasceno Gomes Labanca - CPF: 031.671.636-74, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luisburgo-MG; Manuel Pereira Lopes CPF:358.939.406-44, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pocrane-MG; Marco Antônio Domingos - CPF: 040.123.016-32, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Manhuaçu-MG. 14 de Agosto de 2019, DOU, SEÇÃO 3, Nº 156 Pag. 156 SINDICATO DOS ARRUMADORES DA CIDADE DO SALVADOR

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES SINDICAIS Pelo presente Edital, faço saber que o Presidente do Sindicato dos Arrumadores da Cidade do Salvador (SACS), no uso das suas atribuições estatutárias, convoca todos associados que estiverem em pleno gozo de seus direitos conferidos no estatuto para o PLEITO ELEITORAL, do quadriênio 2019/2023 a realizar-se na Rua Campos Sales, nº 63, Edf. Resistência, 1º Andar - Comércio, no dia 14 de Outubro de 2019, às 08:00 h. na forma do Estatuto do Sindicato, salientamos que se houver IMPUGNAÇÃO, este prazo será de três dias e como também será dado um prazo de 10 (Dez) dias a partir da data da PUBLICAÇ ÃO para encerramento da inscrição de chapa(s), conforme reza o estatuto, e em não atingido o "QUORUM" serão marcadas datas, horários e local para segunda e terceira votações caso necessário. Salvador, 13 de agosto de 2019 EDGAR SANTOS DANTAS

14 de Agosto de 2019, DOU, SEÇÃO 3, Nº 156 Pag.

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE BEBEDOURO AVISO DE RETIFICAÇÃO No Edital de Convocação Assembleia Geral Extraordinária , publicada no D.O.U. de 08/03/2019, Seção 3, Pag. 126. Onde se le: "A ser realizada no dia 14 do mes de março de 2018."; Leia-se: "A ser realizada no dia 14 do mes de março de 2019.". RICARDO AUGUSTO LAINETTI FIGUEREDO Presidente do Sindicato

8|Página


SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE URUCÂNIA

EXTRATO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA REFERÊNCIA: Processo nº 35121.000792/2018-68, referente ao Termo de Adesão ao Acordo de Cooperação Técnica assinado entre o INSS e à CONTAG, sob o nº 35000.001125/2017-98, com extrato publicado no DOU, Seção 3, de 30 de novembro de 2017. Do Objeto: Este Termo de Adesão tem por objeto permitir que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Urucânia/MG, inscrito no CNPJ: 04.514.678/0001-43, vinculado à CONTAG e credenciado para este fim, realize, em favor de seus representados, requerimentos previdenciários, junto ao INSS, na modalidade de atendimento a distância, em conformidade com as proposições contidas na Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991; Lei 8.666 de 21 de junho de 1993; Lei 13.019 de 31 de julho de 2014 e Decreto nº 8.726 de 27 de abril de 2016 e demais preceitos de direito público e nos termos e condições estabelecidas no Anexo I do Processo nº 36932.002288/2019-00. Data de assinatura: 12/08/2019. Dos signatários: Antônio Vieira de Souza Neto - CPF: 044.642.296-70, Gerente Executivo da Gerência Executiva do INSS em Ouro Preto/MG, e José Luiz da Anunciação CPF: 585.111.996-91, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Urucânia/MG. Vigência: 60 (Sessenta) meses a contar da data de sua publicação no Diário Oficial da União.

9|Página


NOTICIAS

Mulheres indígenas ocupam Brasília e dão recado à Bolsonaro

ago 13, 2019 “Pena que a cavalaria brasileira não tenha sido tão eficiente quanto a americana, que exterminou os índios”. A fala é do presidente Jair Bolsonaro, quando ainda era deputado federal, e não foi a única na trajetória do político ultraliberal. Mesmo depois de eleito como maior representante do poder Executivo federal, outras declarações de cunho racista, contrárias à demarcação das terras indígenas e à própria cultura dessas comunidades foram proferidas pelo pesselista sem qualquer pudor e em tom de intimidação. Se essa foi (e vem sendo) uma estratégia de Bolsonaro para conter a luta dos povos indígenas, em especial a das mulheres, o resultado vem sendo exatamente o contrário do que almejava o capitão reformado do Exército. A 1ª Marcha das Mulheres Indígenas é prova disso. Com adornos de penas e corpos desenhados com pinturas que expressam suas identidades, cerca de 10 mil mulheres indígenas, representando mais de 10 | P á g i n a


300 povos, ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta terçafeira (13), para reivindicar suas terras, o respeito à suas culturas, educação, saúde, o fim da violência contra a mulher. “Tivemos que parar as plantações, as produções para estar aqui lutando pela sobrevivência”, disse Glicéria Tupinambá, da aldeia Serra do Padeiro, no sul da Bahia. Glicéria, que viajou um dia e meio de ônibus para chegar à capital do Brasil e marchar ao lado de suas parentes, fala categoricamente: “Queremos um Brasil que reconheça nossa vida e os conhecimentos tradicionais dos saberes que nascem com a gente”.

Glicéria Tupinambá, da aldeia Serra do Padeiro

11 | P á g i n a


Com apenas 18 anos, Maikelle, que também é Tupinambá, não mediu esforços para estar na 1ª Marcha das Mulheres Indígenas. A pouca idade, entretanto, não se tornou um entrave para que a jovem tenha na ponta da língua a resposta do porque estar na manifestação: “A gente quer ser ouvida e dizer que também temos direito de ter saúde, educação e viver sem preconceito”.

Maikelle Tupinambá, integrante da 1ª Marcha das Mulheres Indígenas Com o lema “Território: nosso corpo, nosso espírito”, a 1ª Marcha das Mulheres Indígenas começou a ser construída ainda em 2016, no Acampamento Terra Livre de 2016, sendo consolidada no ATL 2019. Para os não indígenas, o mote pode parecer difuso, mas o trecho de uma carta do Cacique Seattle, escrita em 1850, ao presidente dos Estados Unidos, ajuda a entender o valor das terras para os povos indígenas. “Cada pedaço desta terra é sagrado para meu povo. Cada ramo brilhante de um pinheiro: cada punhado de areia das praias, a penumbra na floresta densa, cada clareira e inseto a zumbir são sagrados na memória e experiência de meu povo. A seiva que percorre o corpo das árvores carrega consigo as lembranças do homem vermelho”. Adriana Ramos, coordenadora de Política e Direito do Instituto Socioambiental (ISA), explica que “a Constituição Federal rompeu um paradigma antigo que via a questão indígena como uma questão temporal de integração dos índios à sociedade. E ao fazer isso, ela reconheceu o direito desses povos de viverem como povos indígenas e deu a eles direito ao território que habitam”.

12 | P á g i n a


Segundo a pesquisadora, o presidente Jair Bolsonaro vai na contramão da lei quando propõe “levar para dentro das terras indígenas as atividades que não são tradicionais”. “O presidente fala que entende o que é a questão indígena sem a gente ter conhecimento de quantas vezes ele foi a um território indígena, quantas oportunidades ele teve de fazer o diálogo com os coletivos indígenas e não apenas com alguns indivíduos. É uma visão muito restrita achar que a perspectiva de vida do índio é de que ele deixe de viver do modo deles para viver no nosso modo. Aliás, quando os povos indígenas estão vivendo do nosso modo, eles estão em periferias, são levados a uma situação de pobreza que muitas vezes não enfrentariam em seus territórios originários”, afirma.

Mulheres indígenas se pintam em preparação para a marcha De acordo com a parlamentar do Equador Encarnacion Duchi, de origem indígena, a luta pelo respeito às terras é internacional. “No Equador dizemos que somos as filhas da resistência, e que nós mulheres vamos levar a luta de nossas avós, pois nossos filhos necessitam e têm direito a viver em um espaço são, a ter seu próprio território, a ter educação, a ter acesso aos meios de comunicação, a estar presentes dinamicamente nos espaços públicos. É por isso que venho do Equador somar-me à luta de vocês. Sem dúvida, os povos e nacionalidades indígenas da América Latina têm as mesmas necessidades, os mesmos problemas, e por isso temos que estar organizadas, dizendo em voz alta: aqui estamos para defender nosso território.”

13 | P á g i n a


Caminhada Às 7h desta terça-feira (23), mulheres indígenas acampadas no gramado da Funarte começaram a organizar sua 1ª Marcha. Cantos, danças e gritos de guerra eram ouvidos em todos os locais do amplo espaço. O movimento, pela importância e urgência, recebeu o apoio de representações internacionais e parlamentares, entre eles a deputada Joênia Wapichana, a primeira indígena a ser eleita para a Câmara dos Deputados. “Nós viemos para ficar. Viemos para mostrar que temos a sabedoria dos nossos ancestrais e estamos usando desse conhecimento. Viemos para dizer não a Bolsonaro, não à mineração, não ao retrocesso”, disse na concentração da 1ª Marcha das Mulheres Indígenas. Perto das 9h, cerca de 10 mil mulheres indígenas e apoiadores da causa desceram em marcha rumo ao Congresso Nacional. Antes, em frente ao Museu Nacional da República, elas se somaram a manifestantes do Dia de Paralisação Nacional em Defesa da Educação e da Aposentadoria. De lá, seguiram em unidade até o gramado que fica em frente ao Congresso Nacional, onde foram feitas falas políticas. “Se não pode com as mulheres indígenas, não assanhe o formigueiro”, disse uma das manifestantes, de cima do caminhão de som. A jornada das mulheres indígenas, iniciada no último dia 9 de agosto, segue até esta quarta-feira (14), quando elas se somarão às mulheres do campo, da floresta e das águas na Marcha das Margaridas.

Por Vanessa Galassi, da CUT Brasília, e Érica Aragão, da CUT Nacional | Foto: Allen Mesa

14 | P á g i n a


Sessão solene em homenagem à Marcha das Margaridas reafirma protagonismo das mulheres na luta ago 13, 2019

“A Marcha das Margaridas é representação da força e da luta diária das mulheres”. Esse entendimento foi reafirmado em sessão solene realizada nesta terça (13), na Câmara dos Deputados. A atividade contou com intensa representação das mulheres do campo, da floresta, das águas e da cidade, além de indígenas, parlamentares, e representantes do movimento sindical. “Temos uma força incomum, pois, quando nos juntamos, as coisas acontecem, de fato. Hoje, são milhares de mulheres nas ruas de Brasília. Estamos denunciando ao mundo inteiro toda forma de opressão”, disse a secretária nacional da Saúde do Trabalhador da CUT, Madalena Margarida.

Madalena Margarida (secretária nacional de Saúde da CUT)

15 | P á g i n a


O Plenário da Casa − espaço reservado para o evento − ficou pequeno para a quantidade de pessoas. Devido à intensa demanda para participação, foi necessária a distribuição de senhas. O espaço cheio surpreendeu alguns parlamentares, já que, o governo Bolsonaro tem sido marcado pela limitação da participação popular.

Gleisi Hoffmann (deputada federal e presidenta do Partido dos Trabalhadores) “Está lindo ver esse plenário cheio do povo. Cheio de mulheres trabalhadoras. Esse Plenário, que tem ficado tão afastado do povo brasileiro em um momento em que estamos discutindo temas tão importantes para a sociedade. Hoje, a Casa do Povo se alegra em receber a Marcha das Margaridas”, destacou a deputada federal e presidenta do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann. E, de fato, o espaço estava alegre e bastante colorido. O sentimento que pairava no ambiente era de resistência e ansiedade pela grande marcha que ocorrerá na manhã desta quarta-feira (14). Na avaliação da secretária de Mulheres da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Mazé Morais, a consumação da marcha será a coroação do grande movimento que vem sendo construído ao longo de meses de mobilização.

16 | P á g i n a


Mazé Morais (secretária de Mulheres da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura – Contag) “Nesse momento de retrocesso dos direitos da classe trabalhadora, é fundamental que nós, mulheres, protagonizemos grandes mobilizações pelo país afora. Chegar aqui em Brasília e dizer NÃO a tantos ataques, é uma expressão de luta e resistência”, disse. O evento contou também com a presença de centenas de indígenas, que estão em Brasília para a 1º Marcha das Mulheres Indígenas. No início da manhã, o grupo marchou do gramado da Funarte − local onde estão acampadas − rumo ao Museu da República. Lá, se juntou aos milhares de trabalhadores e estudantes no Tsunami da educação para avançar em direção ao Congresso Nacional.

17 | P á g i n a


Tocador de vídeo http://www.cutbrasilia.org.br/site/wp-content/uploads/2019/08/Momento-dachegada-das-integrantes-da-Marcha-das-Mulheres-Indígenas-na-Câmara-dosDeputados-onde-é-realizada-a-sessão-solene-em-homenagem-à-Marchada.mp4 00:00 00:00 00:00 Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

“Estamos nos juntando à Marcha das Margaridas para selarmos um pacto de unidade. Não estamos aqui para ser ameaçadas, violentadas. Estamos aqui para ser respeitadas”, disse a representante dos povos indígenas Sonia Guajajara. Marcha das Margaridas Desde esta terça-feira (13), mulheres do campo, da floresta e das águas de todo Brasil começaram a chegar em Brasília para realizar a Marcha das Margaridas, agendada para esta quarta-feira (14). A concentração para a atividade começa às 6h, no Pavilhão do Parque − local onde o grupo está acampado. A saída rumo à Esplanada dos Ministérios está agendada para às 7h. Nesta 6ª edição, a Marcha das Margaridas traz como lema: “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência”. São quatro eixos destacados por elas: 1. Por terra, água e ecologia; 2. Pela autodeterminação dos povos, com soberania alimentar energética; 3. Pela proteção e conservação da sociobiodiversidade e acesso aos bens comuns; 4. Por autonomia econômica, trabalho e renda. Além da grande marcha, a programação do evento conta com atividades diversas que abrange rodas de conversas, oficinas e outras.

18 | P á g i n a


CUT - CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES Secretaria de Organização e Política Sindical Ari Aloraldo do Nascimento Secretário Nacional Eduardo Lirio Guterra Secretário de Organização Adjunto Claudio de Oliveira Peronico Assessor Diego Romano Assessor João Bravin Assessor Amélia Maria Motta da Hora Assistente

Contato periscopio@cut.org.br (61) 3251-9380 – CLAUDIO (61) 3251-9364 – AMÉLIA (11) 2108-9119 – BRAVIN (11) 2108-9194 - DIEGO

19 | P á g i n a

Profile for dinhost

Periscópio Sindical nº 254 de 14 de Agosto de 2019  

Periscópio Sindical nº 254 de 14 de Agosto de 2019  

Profile for dinhost
Advertisement