Page 1

dezembro 2011 | comuna | 1


comuna 22 Produção: Comunidade da Graça Sede Pastor Presidente: Carlos Alberto de Quadros Bezerra Pastor Responsável: Wagner Fernandes Jornalista Responsável: Fabiana Lima - MTB 58739 Coordenação e Revisão: Paulo Alexandre Sartori Redação: Elisabete Mazi Colaboração: César Stagno Projeto Gráfico e Editoração: André Rinaldi Direção de arte: Diego Boaventura Assistente de arte: Flávia Lima Cunha Contato Publicitário: Gabriela Rosaneli Tiragem: 15.000 exemplares

Há um ditado popularíssimo que diz “tudo que é bom dura pouco”. Tem gente que pensa assim; tem gente que não. A comemoração do Natal dura praticamente uma semana. E até o agitado mês de dezembro nos permitir perceber, lá se foi o Natal. Duvido que suportaríamos mais outro mês de agito comercial e de intermináveis festas de confraternização... Entretanto, o Natal da manjedoura, da solidariedade, do amor ao próximo, da doação, da atitude fraterna etc., esse sim deveria se estender por todo o ano. E somente uma mudança de mente e coração pode nos habilitar para este compromisso cada dia do ano. A esperança não é a última que morre? “Se alguém diz: ‘Eu amo a Deus’, mas odeia o seu irmão, é mentiroso. Pois ninguém pode amar a Deus, a quem não vê, se não amar o seu irmão, a quem vê.” 1 João 4.20 Wagner Fernandes

Os anúncios contidos nessa edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Comunidade da Graça nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade dos mesmos.

Interessados em anúnciar na próxima edição: midia@comuna.com.br 11 3588 0575

Comunidade da Graça Sede Rua Eponina, 390 - V. Carrão - (11) 2090-1800 Para saber o endereço de outras igrejas acesse: www.comuna.com.br/endereco-das-igrejas


índice

06. VISÃO

08. LIDERANÇA

10. CULINÁRIA

LADO A LADO

VISÃO

TORTA NATALINA DE AMÊNDOA

11. ELES ANDARAM COM JESUS

12. DEUS AGINDO

14. FUNDAÇÃO CG

TERESA DE CALCUTÁ

MULHER, VOCÊ ESTÁ LIVRE!

PROJETO PAPAI DO CÉU

16. ESPECIAL

18. IGREJA-FAMÍLIA

20. PONTO DE VISTA

ALBÂNIA – UM CHAMADO ESPECÍFICO

MULTIPLICAÇÃO - UMA QUESTÃO DE AMOR

DE OLHOS BEM ABERTOS

22. CAPA

30. APOCALIPSE

32. SAÚDE

NATAL TODO DIA

O GOVERNO MUNDIAL PARTE 1

ESTRESSE - O MAL DO SÉCULO

4 | comuna | dezembro 2011


nossos horários - comunidade da graça DOMINGO

COMUNA E VOCÊ! “Meus parabéns! O nível de excelência da revista COMUNA, tanto em diagramação como em qualidade das reportagens e da escrita, está altíssimo. Ela tem atingido ótimos padrões como as boas revistas que há no mercado secular. A revista Comuna se tornou um padrão a ser imitado. Parabéns a todos os envolvidos na produção dela. A excelência e dedicação nela demonstram um louvor ao Senhor. Deus continue abençoando enormemente toda a equipe. Grande abraço.” Gustavo Jitsuchaku, Comunidade da Graça em Curitiba/PR

Gostou dos temas e assuntos da revista? Deseja fazer algum comentário? Tem sugestões? Escreva para nós. Queremos saber sua opinião! revista@comuna.com.br

09h00 – Culto de Celebração 19h00 – Culto de Celebração Durante os cultos de Celebração temos interpretação em linguagem de sinais (LIBRAS) para surdos 1o. Domingo do mês: Ceia do Senhor 2o. Domingo do mês: Projeto Neemias / Projeto Primícias

SEGUNDA-FEIRA

20h00 – Culto da Vitória Pastor Wagner Fernandes Tema: Minha família vai ficar de pé Como ter uma família forte.

QUARTA-FEIRA

15h00 – Tardes de Bênção Pastor Valmir Ventura Tema: Liberando o poder da Palavra de Deus 20h00 – Encontro de Adoração e Intercessão Pastor Ronaldo Bezerra Tema: Quartas Com Vida

2º E 4º SÁBADO

09h00 – Encontro da Melhor Idade Pastor Gilberto Dalmaso Comunhão, edificação e desafios. 20h00 – MAG / Marcando a Geração Pastor Wagner Fernandes Encontro para Jovens e Adolescentes.

CARLOS ALBERTO DE QUADROS BEZERRA Fundador e Presidente da Comunidade da Graça

Uma igreja família, vivendo o amor de Cristo, alcançando o próximo e formando discípulos

CÉLULAS

Nossos células se reúnem nos lares. Temos grupos para adolescentes, jovens, mulheres e famílias, em várias regiões de São Paulo e em vários dias da semana. Informe-se pelo telefone: (11) 2090-1817, durante o horário comercial, ou pelo email: ctl@cgbr.com.br


liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

LADO A LADO CARLOS ALBERTO BEZERRA, PR.

A

mados amigos, estamos orando e jejuando porque estamos em vias de inaugurarmos um novo ano e queremos que em 2012 o Senhor aperfeiçoe Sua obra em nós. Estou muito satisfeito com a maneira como nós estamos caminhando, como nossas células estão se multiplicando, como as pessoas estão entendendo 6 | comuna | dezembro 2011

fundação CG

especial

Foto: ShutterStock

visão

a responsabilidade de cuidar umas das outras, como aqueles que um dia estiveram desalinhados estão retomando com ânimo redobrado o trabalho. Eu tenho visto a beleza que é o sonho do coração de Deus se tornar realidade entre nós. Sei que não está nada perfeito, não está nada concluído. É um

processo constante que exige determinação, persistência e perseverança. Eu conto com cada vida que se dispõe a cooperar neste projeto. É o Espírito Santo que motiva as pessoas a realizar as mesmas obras de Jesus. Ele trabalha em nós e vai criando este ambiente de igreja sadia.


igreja família

ponto de vista

capa

Uma igreja sadia é uma igreja bem pastoreada, onde os membros do corpo, as pessoas, são saudáveis, são curadas no espírito, na alma e também no corpo. Não somente no corpo físico, mas curadas também nas emoções, nos seus sentimentos, nas suas debilidades, nas suas lembranças do passado, nas suas taras, nas suas misérias.

apocalipse

saúde

aconteceu

você leva, pela vida devocional que você desenvolve diariamente. Na Bíblia, o livro de Neemias, em seu capítulo 3, mostra que existia um grupo de auxiliares junto com Neemias para trabalhar. Esse grupo tinha no coração a mesma paixão que Neemias tinha. Todos tinham a consciência da mesma responsabilidade que Neemias

ELES NÃO TRABALHAVAM ISOLADAMENTE, ANTES TRABALHAVAM DE DOIS EM DOIS. ERAM DOIS LÍDERES TRABALHANDO JUNTOS NA REEDIFICAÇÃO DAS MURALHAS. LADO A LADO! Uma igreja sadia é aquela em que as pessoas reconhecem que são pedras vivas que estão sendo colocadas no lugar exato para suportar, firmar e reforçar a estrutura onde as outras “pedras” estão sendo colocadas. Jesus é a pedra fundamental. Sem Ele a estrutura cai; ela não se sustenta. Quando uma pedra (que são as pessoas) não sabe o lugar que deve ocupar, será facilmente roubada e enganada. Por isso tem muita gente no meio do rebanho sendo enganada, porque não sabe qual é seu lugar no corpo de Cristo. Portanto, que o Senhor coloque no seu coração este amor, para que você venha pastorear o rebanho junto comigo. Eu preciso de você para cuidar do rebanho, mas eu não posso exigir isto de você. Isso tem que ser convencimento interior promovido pelo Espírito Santo, pela vida de oração que

tinha. Eles não trabalhavam isoladamente, antes trabalhavam de dois em dois. Eram dois líderes trabalhando juntos na reedificação das muralhas. Lado a lado! E com Jesus não foi diferente, Ele usou a mesma estratégia. Enviava seus discípulos sempre de dois em dois. Por uma razão simples: quando estamos trabalhando lado a lado com alguém, nos complementamos e aprendemos a suprir as carências um do outro; fortalecendo um ao outro; animando um ao outro; levantando um ao outro; suportando um ao outro; consolando um ao outro e ajudando um ao outro. Essa dinâmica de dois a dois acontece na vida conjugal e vale também para a vida ministerial. Não existe ministério independente. Existe o ministério do corpo, do organismo vivo, das

pedras vivas que edificam e estabelecem uma igreja. Então, quem é você dentro deste contexto? Você é mais um instrumento para participar da restauração das vidas daqueles que Deus tem enviado para serem pastoreados, cuidados com significado, amor, paixão e interesse. O ministério de igreja em células é diferente de qualquer instituição que você conhece por aí. A igreja em células, é uma igreja apaixonada pelo ser humano e por restaurar vidas. Os que estiverem comigo precisam ter esta mesma paixão. Vocês não são apenas participantes ou expectadores na igreja de Cristo. Vocês são parte da equipe de produção. Vocês são produtores de vidas. Vocês são fazedores de discípulos. Que isto seja firmado na mente e no coração de cada um de vocês. Preciso de vocês neste projeto, que nada mais é do que o sonho do coração de Deus de ter uma grande família na terra, com muitos filhos, semelhantes ao Seu filho Jesus! Vamos juntos? De dois em dois. Vamos reconstruir as muralhas. Trabalhar com vidas. Ver as pessoas abençoadas. O amor do coração de Deus derramado em vocês é que faz isto. Eu quero que vocês me ajudem a cuidar de pessoas. Este é o meu projeto para o ano que vem. Para a vida toda. dezembro 2011 | comuna | 7


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Foto: ShutterStock

CONSIDERE ISSO: 1. A visão começa no interior. Ela

deve vir de dentro. Se você não tem visão, olhe para dentro de si mesmo. Recorra a seus dons naturais e a seus desejos. Olhe para seu chamado, se tiver algum. Caso contrário, busque-a em um líder cuja visão faz sentido para você. Torne-se seu parceiro.

VISÃO

2. A visão vem de sua própria histó-

A 21A QUALIDADE DE UM LÍDER

JOHN C. MAXWELL

“A CORAGEM DE UM GRANDE LÍDER PARA FAZER DE SUA VISÃO UMA REALIDADE VEM DA PAIXÃO, NÃO DA POSIÇÃO.” JOHN C. MAXWELL

ria. A visão não é uma qualidade mística que vem do nada. Ela se desenvolve com base no passado do líder e na história das pessoas que o cercam. Os acontecimentos-chave do passado servem como instrumento na criação da visão de um líder.

3. A visão atende às necessidades dos

W

alt Disney foi um dos maiores sonhadores do século XX. Criou o primeiro desenho animado sonoro, o primeiro desenho colorido e o primeiro desenho animado em longa-metragem. Era uma pessoa de visão. Quando as duas filhas de Disney eram crianças, ele as levava a um parque de diversões. Ele era fascinado pelo carrossel, embora fosse uma peça do parque com 8 | comuna | dezembro 2011

cavalos velhos pintados em tinta desbotada e lascada. A decepção do cartunista deu-lhe uma grande inspiração. Com os olhos da mente, ele podia ver um parque de diversões onde a ilusão não se evaporava, onde as crianças e os adultos podiam sentir uma atmosfera alegre sem aquele aspecto descuidado de alguns circos e parques itinerantes. Seu sonho se transformou na Disneylândia.

outros. A verdadeira visão é abrangente. Vai além do que o indivíduo pode realizar. A visão agrega valor à vida de outras pessoas. Se você tiver uma visão que não serve a outros, provavelmente ela é pequena demais.

4. A visão ajuda você a reunir re-

cursos. A visão age como um ímã – atraindo, desafiando e unindo as pessoas. Também angaria finanças e outros recursos. Quanto maior for a visão, maior será o número de vencedores que ela atrairá.


igreja família

ponto de vista

capa

apocalipse

Você só toca aquilo que vê. A visão é tudo para um líder. A visão lidera o líder. Ela desenha o alvo. Acende e alimenta a chama interior e impele o líder para frente. Ela também acende aqueles que seguem o líder. Um líder sem visão vai andar em círculos.

saúde

aconteceu

PARA MELHORAR SUA VISÃO:

PARA ENCONTRAR A VISÃO INDISPENSÁVEL À LIDERANÇA, OUÇA:

Faça uma auto-avaliação. Se você já pensou sobre a visão para a sua vida e a articulou, avalie como você a executa. Converse com pessoas importantes como seu cônjuge, amigos e peça-lhes que expressem o que eles acham de sua visão. Se eles a expuserem com clareza, significa que você a está vivenciando.

A voz interior. Você conhece a missão de sua vida? O que instiga o seu coração? Com o que sonha? Se aquilo que você busca na vida não vier de um desejo interior – do fundo do seu ser e daquilo em que acredita –, não será capaz de realizá-lo.

Anote. Se você pensou sobre sua visão, mas nunca a colocou no papel, dedique algum tempo para fazê-lo hoje. Escrever esclarece seu pensamento. Depois de escrever, avalie os pontos que merecem o melhor de sua vida e persiga-os com tudo que tiver.

A voz infeliz. A inspiração dos grandes líderes vem da observação do que funciona. O descontentamento com o status quo é um grande catalisador da visão. Nenhum grande líder da história lutou para evitar mudanças.

Avalie suas emoções. Se você não tem trabalhado muito em sua visão, dedique as próximas semanas ou meses pensando sobre isso. Responda a perguntas básicas como: O que faz você chorar? O que faz você sonhar? O que lhe dá energia? O que gostaria de mudar no mundo ao seu redor? O que você vê que não é, mas poderia ser? Anote tudo isso e converse com um mentor.

A voz bem-sucedida. Ninguém pode realizar grandes coisas sozinho. Pôr em prática uma grande visão requer uma boa equipe. Também precisa de bons conselhos de alguém que esteja à frente como líder. Você tem algum mentor que possa ajudá-lo a aguçar sua visão? A voz do alto. Uma visão realmente valiosa deve incluir Deus. Somente ele conhece suas capacidades plenas. Você já olhou além de si próprio ao procurar sua visão? Se a resposta é não, é possível que você esteja perdendo seu verdadeiro potencial e o melhor da vida para você.

AÇÃO DIÁRIA: De 1923 a 1955, Robert Woodruff ocupou a presidência da Coca-Cola. Durante esse período, desejava que a coca-cola estivesse ao alcance de todos os trabalhadores americanos em todo o mundo por 50 centavos de dólar, qualquer que fosse o custo para a companhia. Que meta ousada! Entretanto, não era nada se comparado ao quadro maior que ele via com os olhos da mente. Durante sua vida, ele queria que todas as pessoas no mundo experimentassem coca-cola. Quando você procura no fundo de seu coração e de sua alma por uma visão, o que você vê?

Texto extraído do livro As 21 indispensáveis qualidades de um líder, de John Maxwell - Adaptado por Wagner Fernandes À venda na livraria da Comunidade Sede - (11) 2090.1814

dezembro 2011 | comuna | 9


visão

liderança

Foto: Thaís Fernandes

10 | comuna | dezembro 2011

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial


igreja família

ponto de vista

capa

apocalipse

saúde

aconteceu

TORTA NATALINA DE AMÊNDOA INGREDIENTES

MODO DE FAZER

Massa

1ª etapa - Preparo da amêndoa Colocar uma panela com água para ferver. Quando estiver fervendo, colocar as amêndoas. Quando subirem, retire-as e descasque-as. Colocar em uma assadeira e levar ao forno médio até que doure (cuidado para não queimar). Depois de assadas, passar pelo processador (não triturar muito).

500g de farinha de trigo 250g de açúcar 200g de manteiga 2 ovos 1 pitada de sal 1 colher de sobremesa de fermento em pó Recheio 500g de amêndoa 500g de açúcar 2 colheres de sopa de manteiga 1 colher de sobremesa de essência de amêndoa

2ª etapa - Massa Em uma vasilha, colocar a farinha, o açúcar, o fermento, a pitada de sal, os ovos e a manteiga. Amassar bem. Se precisar, coloque um pouco mais de farinha até ficar uma massa consistente. 3ª etapa - Recheio Em uma tigela, colocar as amêndoas, o açúcar, a essência, o licor, as gemas, a manteiga e as claras em neve. Misturar bem.

1 cálice de rum 1 cálice de licor Amaretto 3 ovos

Receita da Silmara Encomende esta torta pelo telefone 11 9745 0662

MONTAGEM Abrir a massa (deixar fina), colocar sobre a assadeira, deixando a borda alta. Colocar o recheio. Em cima do recheio, colocar pequenos pedaços de manteiga e levar ao forno 180ºC por mais ou menos 30 minutos até que doure a massa e o recheio.

dezembro 2011 | comuna | 11


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

TERESA DE CALCUTÁ

PAULO ALEXANDRE SARTORI

M

adre Teresa nasceu Agnes Gonxha Bojaxhiu, na Macedônia, a 26 de agosto de 1910. Sua família era de descendência albanesa. Com apenas 12 anos Agnes sentiu um chamado de Deus para espalhar o amor de Cristo por onde quer que fosse. Aos 18 anos ela se juntou a uma comunidade missionária irlandesa de freiras. Treinada em Dublin, ela foi enviada à Índia em 1931. Chegando lá, Madre Teresa ensinou no Colégio Santa Maria de Calcutá, porém o sofrimento e a pobreza, que observava fora das paredes do convento, causaram-lhe profunda impressão. Os problemas sociais da Índia se refletiam nas condições de vida das crianças, mulheres e velhos que viviam na rua e em absoluta miséria. Em 1948 ela recebeu permissão para deixar a escola e devotar-se ao trabalho pelos mais pobres entre os pobres nas “favelas” de Calcutá. Nesse tempo, fez um curso rápido de enfermagem, que veio a tornar-se fundamental no seu ministério. 12 | comuna | dezembro 2011

Foto: Divulgação

O MUNDO SE RENDEU AO SEU APELO DE AJUDAR OS MAIS POBRES ENTRE OS POBRES

Embora não tivesse recursos financeiros, ela começou uma escola ao ar livre para crianças daqueles bairros pobres. Logo outros voluntários se uniram a ela, e o suporte financeiro também apareceu. Isto lhe trouxe a possibilidade de estender a sua obra. Ainda em 1948, foi-lhe concedida a nacionalidade indiana. Em 1950, Madre Teresa iniciou um novo projeto: As Missionárias da Caridade, cuja tarefa era amar e cuidar de pessoas que não tinham ninguém por si, principalmente auxiliar os doentes com lepra. Um dos requisitos para fazer parte dessa missão era o abandono e o desapego de todos os bens materiais. Este trabalho espalhou-se por outros países, incluindo a antiga União Soviética e os países do Leste Europeu, além da África e América Latina. Centros de apoio a leprosos, moradores de ruas, deficientes e doentes com HIV surgi-

SE VOCÊ VIVE JULGANDO AS PESSOAS, NÃO TEM TEMPO PARA AMÁ-LAS. TERESA DE CALCUTÁ ram em várias cidades do mundo, bem como escolas, orfanatos e trabalhos de reabilitação para alcoólatras e presidiários. Como na parábola do bom samaritano, o trabalho social desenvolvido por ela na Índia transcende qualquer preconceito, pois teve como característica a linguagem do amor cristão. Em 1979 recebeu o prêmio Nobel da Paz pelos serviços prestados à humanidade. Depois de dedicar toda uma vida aos pobres, Madre Teresa faleceu em Calcutá, em 1997, aos 87 anos. Para saber mais! Há várias publicações sobre ela, além do filme “Madre Teresa: Em Nome dos Pobres de Deus” de 1997


dezembro 2011 | comuna | 13


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Foto: ShutterStock

MULHER, VOCÊ ESTÁ LIVRE! SUELY BEZERRA, PRA

S

empre que chega o fim de ano, fazemos planos para o próximo. Mas, muitas vezes, tememos entrar no novo ano sem saber como resolver os problemas que nos fizeram sofrer durante todo o ano que termina. Para piorar, podemos até mesmo pensar que “Deus virou as costas para mim. Ele não ouve minha oração! Tenho clamado tanto por essa situação, mas nada vai bem!” O Salmo 18.6 diz que “Na minha angústia, invoquei o Senhor, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha voz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos.” Deus ouve sim! Muitas vezes achamos que não, mas creia que o Senhor está mais perto do que possamos imaginar! 14 | comuna | dezembro 2011

Em Lucas 13.10 a 17, encontramos a história de uma mulher enferma que andava encurvada. Jesus estava ensinando na sinagoga, vendo cada um que entrava, mas se deteve especificamente naquela mulher. E é isso que me encanta nesta passagem! Talvez ninguém tivesse notado ela se arrastando, toda encurvada. Ninguém se aproximou para perguntar o seu nome, ou se precisava de algo. Mas Jesus conhecia a sua vida, assim como Ele conhece a história de cada uma de nós! Tenho uma boa notícia: Jesus sabe tudo a seu respeito! Por isso, você não precisa se preocupar. Os caminhos que Ele usa podem parecer longos e desconhecidos, mas certamente nos levarão a um bom termo. Tudo o que Ele

faz tem um propósito, seja para aperfeiçoar-nos, seja para moldar o nosso coração segundo a Sua vontade. Ele não quer que você seja apenas um cristão de domingo. Ele quer fazer de você uma pessoa cheia do Espírito Santo! Essa mulher entrou encurvada na sinagoga, sem poder endireitar-se. Ela só via o chão, não tinha perspectivas nem sonhos. Era deprimida, uma mulher que só olhava para a sua situação. Não conseguia nem ver que Jesus estava naquela sinagoga. E quantas vezes não fazemos o mesmo? Não vemos que o Senhor está próximo de nós, enquanto só conseguimos focar o nosso problema. Como aquela mulher, ficamos sem esperanças.


igreja família

ponto de vista

capa

Há 18 anos aquela mulher travava uma batalha. A Bíblia não é clara sobre sua condição, mas, se era casada, não podia ter uma boa vida conjugal; se era mãe, não podia nem sequer levantar o seu filho. Talvez até suas amizades fossem afetadas, porque quando alguém se encontra em uma situação de dor, não quer estar com ninguém... só consigo mesma.

apocalipse

saúde

aconteceu

momento, Ele pôde mostrar para ela que entendia o que eram 18 anos de sofrimento. Jesus tocou aquela mulher. Seu toque muda tudo! Cura a dor e as feridas do passado. Cura até mesmo o que o diabo fez na sua vida.

O seu passado não determina o seu futuro. O passado é imutável, mas o seu presente é que determinará o seu futuro. Veja as coisas A Bíblia também comenta que sob a perspectiva de Deus! Veja ela estava possessa as bênçãos que Ele tem por um espírito de enO SEU PASSADO NÃO reservado para você! fermidade. Essa era a DETERMINA O SEU FUTURO. explicação para o seu É verdade que a camiproblema. Não era físi- O PASSADO É IMUTÁVEL, nhada cristã não é fácil. co nem emocional. Era MAS O SEU PRESENTE É E quando você pensa espiritual. Pesquisando QUE DETERMINARÁ O SEU ter superado uma crise, sobre sua doença, desvem outra em seguida. FUTURO. cobri que esta mulher Mas não podemos detinha uma espondilite anquilosan- sistir. Porque sabemos em quem te - uma doença crônica que im- temos crido, e sabemos o que Ele pede os movimentos da coluna e pode fazer. O Senhor tocou naprovoca uma dor terrível que vai quela mulher e mudou tudo. Da travando a pessoa. mesma forma, o Senhor quer enxugar suas lágrimas e curar suas Mesmo com tantas dores, ela foi feridas. Até aquela que você não ao templo. Muitas vezes, quan- aguenta nem tocar. Dói só de pendo sentimos as dores terríveis do sar. sofrimento, pensamos em deixar tudo. Já não queremos conver- Pode ser que as coisas não andam sar com ninguém. Não quere- bem na sua vida ou na sua casa. mos mais receber o consolo dos Parece que nada vai melhorar. irmãos, deixamos de ir à célula e Mas levante a sua cabeça e veja às vezes nem mesmo queremos o que o Senhor quer fazer na sua ir à igreja. Quando percebemos, vida! Existem dois olhos nos estamos atrofiadas, amarradas, céus, que não dormem nem piscurvadas. cam, e nada passa despercebido a eles! O Senhor está presente sim, Jesus viu a mulher, ainda que ela por mais que você não perceba. não pudesse vê-lo. Seu coração Dê oportunidade para que Ele tofoi ligado ao dela em compaixão. que sua vida e você também será Ele sentiu suas dores. Naquele livre do seu grande sofrimento. dezembro 2011 | comuna | 15


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

Foto: Davi Martins

PROJETO PAPAI DO CÉU MUDANDO DESTINOS ATRAVÉS DA ORAÇÃO 16 | comuna | dezembro 2011

especial


igreja família

ponto de vista

capa

A

Fundação Comunidade da Graça realiza no mês de Dezembro o projeto ‘Papai do Céu’, que envolve a comunidade em um movimento de oração, palavra profética e ações práticas em favor das crianças carentes que estão em volta de nossas igrejas, visando alcançá-las e demonstrar quem é Deus com as atitudes. O projeto é simples e maravilhoso: As crianças são apadrinhadas e recebem mais que presentes do Natal, ganham uma ação de amor. São promovidos encontros com as crianças, para que as pessoas que estão dispostas a ajudar possam conhecê-las e entregar um presente: roupas, calçado e um brinquedo. “Não só neste projeto, mas em tudo que envolve a questão social, a igreja tem extrema relevância. É papel de cada cristão lutar pelos excluídos. Há inúmeras citações bíblicas que nos vinculam a essa responsabilidade”, disse Patrícia Bezerra, diretora da FCG. O projeto atende crianças de 0 a 10 anos, sendo que todas elas participam de programas executados pela Fundação Comunidade da Graça. É distribuído um cartão com identificação pessoal e contexto familiar para os padrinhos. Há uma equipe de 20 mulheres na FCG para fazer o controle das cartas: envio, recebimento das respostas e distribuição das mesmas aos padrinhos.

apocalipse

saúde

aconteceu

“O projeto ‘Papai do Céu’, conta com a participação da igreja no acolhimento e oração pelas crianças. Esse é o propósito ao ‘adotar’ a criança. O brinquedo e a roupa são apenas ferramentas para facilitar essa interação. No acolhimento, nos aproximamos da criança e de sua família, numa demonstração clara de que nos importamos com eles. Através da oração também nos comprometemos em abençoar de uma maneira que exceda o cuidado e a preocupação com o material. Temos a oportunidade de zelar pela vida espiritual destas crianças e de suas famílias a fim de que todas estas ações culminem numa experiência transformadora por meio de Jesus”, afirma Patrícia. Na maioria dos casos, estes são os únicos presentes que a criança recebe nesta data. Imaginem o impacto que isto produz gerando alegria, melhora na auto-estima, satisfação de um desejo e o sentimento de que há um Deus que olha para elas e as enxerga através das ações dos outros.

é uma Entidade Social a serviço do Reino de Deus. Somos: ‘agentes do Reino’ que usam o disfarce de ‘atores sociais’, como somos denominados. Nosso desejo é ver sinais do Reino de Deus sendo evidenciados a partir do serviço em amor a estas pessoas pelas quais poucos - pouquíssimos! - se importam. Esta será a 5a edição do ‘Papai do Céu’ e, muito além da doação no dia do evento, existem meses de preparação, oração e intercessão. Por trás de cada pacote recheado de surpresas (e porque não dizer: de pacotes recheados de amor e compaixão), existem pessoas irmanadas no mesmo desejo de fazer com que naquele dia expressemos nosso amor por estas crianças e suas famílias. Acreditamos que todos os envolvidos neste projeto (colaboradores, voluntários, padrinhos, líderes, pastores, crianças e famílias) são tocados, todos são transformados. Eu não tenho dúvidas: o amor transforma! Venha ser transformado, participe!” finaliza Patrícia Bezerra.

Com o ‘Papai do Céu’, os atendimentos no ano subsequente aumentam, pois os usuários são tão beneficiados - não só pelos presentes, mas principalmente pelo amor de Deus através das pessoas - que apresentam um interesse maior em participar dos outros programas da Fundação. “Nós costumamos dizer que a Fundação Comunidade da Graça dezembro 2011 | comuna | 17


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Foto: ShutterStock

ALBÂNIA – UM CHAMADO ESPECÍFICO

Q

uando lemos as instruções de nosso Senhor sobre a missão que temos como cristãos (Mateus 28:18-20), não devemos interpretar como “um conjunto de tarefas” atribuídas pelo Líder aos seus servos. O comissionamento que recebemos deve ser entendido como uma “grande expressão de amor” de um Deus que se importa com cada vida, em todos os lugares e nações da terra. Este amor derramado em nossos corações é o que verdadeiramente nos impulsiona a cumprir o propósito de “ir e fazer discípulos de Jesus”. Assim, todos nós temos um “chamado genérico”, tendo como campo missionário nossa família, nosso trabalho, escola, bairro etc. Além disto, o Pai, em sua infinita sabedoria, muitas vezes nos faz um “chamado específico”. Em Atos 16:6-9 vemos que Paulo e seus companheiros estavam se dirigindo para algumas missões (em 18 | comuna | dezembro 2011

acordo com o chamado genérico), mas o próprio Senhor não permitiu que fossem. Isto porque Cristo tinha para eles uma missão específica, em seguida revelada a Paulo por sonho, entendida e assumida por todo o grupo.

O CHAMADO PARA A ALBÂNIA

No meio do ano passado tive um sonho que mostrava eu e minha família indo a um lugar que não conhecíamos para algo muito importante. Enquanto chegávamos, uma voz repetidamente dizia: “– Fliste, fliste” (uma palavra desconhecida). Despertado com esta palavra, e sentindo que Deus queria falar ao meu espírito, orei e fui procurar entender. Acessando o Google, tudo que passei a ver e ler era sobre a Albânia. Comecei a conhecer a nação, sua história, seu povo, sua realidade. Deus foi me levando a amar e ter compaixão por este povo; com o desejo de fazer algo!

Em seguida, encontrei a primeira tradução da palavra no contexto de um site: “Ela chama!” (do verbo falar e que isoladamente pode significar “fala!”). Além de tantas outras confirmações, quero destacar que após esta experiência tive as seguintes atitudes, por ordem: um tempo de aproximadamente um mês de oração, o compartilhar com minha esposa, depois com nossos filhos, com o pastor Osmar meu discipulador, e finalmente com o pastor Carlos Alberto. Ao terminar nosso relato em reunião com o pastor Carlos Alberto, perguntei: “– Pastor, nós precisamos ter as respostas para qualquer inquietação ou dúvida com relação ao nosso chamado e planos. O que o senhor tem a dizer?”. “– Filho, isto é resposta de Deus! Eu e Suely temos orado sobre missões! Você já falou o que eu precisava ouvir! Vocês são missionários da Comunidade da Graça!” Chora-


igreja família

ponto de vista

capa

mos juntos de alegria, gratos ao Pai por este “chamado específico”.

A ALBÂNIA

Embora tenha lido muito sobre a Albânia, eu quero me limitar neste momento a falar que se trata do país mais pobre da Europa; tendo sido um dos países mais ateus e mais fechados por um longo tempo de forte ditadura comunista. O povo, em grande demanda e sofrimento, riscos e mortes, tem migrado para países mais próximos como Itália e Grécia. Eu gostaria de em breve relatar muito mais sobre esta nação e povo, mas “de com eles andar”. Desejo também falar como a Palavra de Deus e o Seu amor tem alcançado este povo através da vida de irmãos brasileiros que já estão lá há mais de 10 anos.

OS PLANOS

Estamos embarcando com destino a Tirana (capital) no dia 7 de dezembro, com previsão de estada por 6 meses. Estaremos no primeiro momento em uma região periférica da cidade, ao lado de uma

apocalipse

saúde

aconteceu

família missionária da Missão Antioquia, com recomendação e acompanhamento do pastor Carlos Alberto. Nosso foco neste momento se resume em dois verbos: Aprender (cultura, língua, forma de evangelismo etc.) e Amar (principalmente servindo e cuidando).

NOSSA MISSÃO

Nós, Comunidade da Graça (parte do Corpo de Cristo na terra), temos esta missão como família. Como declarado em nossa visão: “alcançando o próximo”, e alicerçados no amor de Cristo, temos aprendido com nossos pastores a ir em direção aos necessitados. O fato é que nem sempre o próximo está tão próximo assim. Só o amor de Cristo nos aproxima daqueles aparentemente distantes. E não podemos fazer nada sozinhos! Isto é um trabalho de todos nós! Cremos que nós Comunidade da Graça estamos respondendo a este “chamado específico” dizendo: “Eis-nos aqui Senhor, para a Albânia”. Amamos vocês! Família Miziara

dezembro 2011 | comuna | 19


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Foto: Ricardo

MULTIPLICAÇÃO UMA QUESTÃO DE AMOR WAGNER FERNANDES, PR.

D

eus tem movido corações! Existe um fenômeno espiritual nos nossos dias. E ele não está restrito ao nosso país e nem se trata de coisa nova. Jesus nos deixou um modelo de vida cristã inspiradora. Mais do que os milagres e ensinamentos, o que nos chama muito a atenção foi o estilo de vida simples que Ele teve na companhia de seus doze discípulos. Isso fez de Jesus a maior referência de como cumprir a missão de abençoar outras pessoas e levá-las ao crescimento espiritual através da frutificação. O cuidado de Jesus com sua célula (seu grupo de discípulos) permeia 20 | comuna | dezembro 2011

os quatro evangelhos. O fenômeno espiritual que tem ocorrido nos nossos dias é que muitos cristãos estão sendo despertados pelo Espírito Santo e por planos de igrejas sérias, que desejam ver seus membros reproduzindo o mesmo estilo de vida do Mestre, a ter um grupo de discípulos num projeto intencional de resgatar outras pessoas do maligno e levá-las à maturidade cristã. O apóstolo do amor, João, fez um registro que merece atenção: “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim” João 13:1. A frase amou-os até ao fim

sugere uma atitude firme de Jesus no cuidado pessoal dos discípulos. Era uma meta. Não se tratava de uma coisa ocasional. Veja o registro bíblico subseqüente ao batismo de Jesus: “Naqueles dias, retirou-se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. E, quando amanheceu, chamou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos.” Lucas 6:12 e 13 A missão de irmos, fazermos discípulos, ensinando-os a guardar todas as coisas que Jesus nos ensinou (Mateus 28:19-20), deve acontecer no contexto da célula; no encontro de um grupo menor. E não se trata de uma estrutura fria ou rígida,


igreja família

ponto de vista

capa

apocalipse

saúde

aconteceu

mas de amor. Dispor-se a cuidar de outras pessoas é um ato de amor. Requer perseverança, paciência e foco. Jesus teve muitos problemas com a imaturidade dos discípulos. Mas amando-os até ao fim, conseguiu imprimir neles o senso de missão e de compromisso. Depois de Sua partida, os discípulos frutificaram dando continuidade ao Seu ministério.

forma entusiástica e estimulante, que dali mais ou menos nove meses outro grupo pode ser gerado. As pessoas precisam entender a beleza do processo de multiplicação que se assemelha muito com a alegria de um casal que gera filhos. Os líderes precisam conscientizar as pessoas do grupo que a reunião só faz sentido à medida que atinge a vida de outros que precisam da graça de Deus.

Quem dirige uma célula deve ter a multiplicação como uma de suas metas principais. Uma célula saudável tende a se multiplicar através do trabalho de todos. Donde se conclui que a multiplicação é uma questão de amor.

Injeção de ânimo e fé. Bons líderes criam estímulo o tempo todo. As pessoas do grupo precisam ser estimuladas ao compromisso. Pessoas inconstantes contagiam negativamente os outros membros da célula. O contrário também é verdade. Quando uma célula tem pessoas que são firmes, perseverantes e comprometidas com o grupo, elas passam essa energia positiva para os outros. Então cabe ao líder e seus auxiliares, em cada encontro, a repetição das recompensas de Deus para aqueles que levam a célula a sério. As pessoas constantes e que contribuem para o desenvolvimento do grupo precisam ser elogiadas publicamente. As pessoas inconstantes precisam ser estimuladas e chamadas com amor ao compromisso com o grupo (faça isso sempre em particular; jamais na frente dos outros).

SEGREDOS PARA A MULTIPLICAÇÃO DA CÉLULA: Coesão na liderança. O líder da célula e seus auxiliares devem estar unidos num plano de tempo de qualidade para oração na busca do poder do Espírito Santo e troca de idéias sobre a saúde e o que pode melhorar no grupo. Ninguém, em sã consciência, quer liderar uma célula doente. A boa saúde da célula vai culminar com uma multiplicação; ou seja, com o surgimento de uma nova célula sadia. A figura dos auxiliares na célula representa a visão mais nítida da tendência de multiplicação. Bons auxiliares serão bons dirigentes. O líder deve estar atento a isso. Clareza na comunicação. O líder da célula e seus auxiliares devem deixar bem claro para o grupo, de

Uma saída com o grupo. A quebra da rotina melhora os ânimos das pessoas. Uma saída para um parque no sábado de manhã, por exemplo, para um lanche juntos, é sempre interessante para o grupo. Um ambiente novo pode trazer no-

vas descobertas sobre as pessoas. Por conseqüência, novas maneiras de lidar com elas e ajudá-las no progresso da fé. Um encontro evangelístico por mês. As pessoas do mundo estão cada vez mais solitárias. Quando elas chegam às nossas células e nos vêem unidos e alegres num propósito, isso tende a contagiá-las. O ser humano tem necessidades de relacionamento. Os membros do grupo precisam ser estimulados a trazer visitantes. Muitas vezes não o fazem porque não há razões claras para isso. O líder e seus auxiliares devem planejar estes encontros evangelísticos de modo a permitir que seja um tempo muito proveitoso e alegre. Fundamentar a fé dos membros da célula através do Formando Discípulos. As pessoas não tendem a ficar numa célula porque gostam do líder, dos auxiliares ou do ambiente. Aquelas que permanecem, o fazem por um fundamento bíblico implantado em seus corações. O líder e seus auxiliares precisam se organizar de modo a aplicar o livro Formando Discípulos. É simples: uma ou duas lições por semana. O discipulador também se compromete em ler e indica as lições da semana. No encontro, informal e particular, trocarão idéias e poderão orar juntos. Na culinária, como em tudo na vida, o ingrediente essencial é o amor. A multiplicação é uma questão de amor. dezembro 2011 | comuna | 21


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Graffiti no Centro de São Paulo. Marca dos “invisíveis” nos muros da cidade

Foto: Divulgação

T

enho uma queda pelo Natal, confesso. Todas as festas cristãs são especiais, mas essa é a que mais me emociona. Não sei quanto a você, mas eu gosto demais das músicas antigas, dos presépios e das poesias. Para mim, além da adoração que o ato de amor do Pai ao enviar Seu Filho nos desperta, tem algo de único na essência dessa celebração – e que penso estar na raiz do próprio cristianismo: é impossível experimentá-la sozinho. Natal tem a ver com comunhão, não é mesmo? Comunhão com Aquele que veio ao mundo por nós, perdidos, e com o nosso próximo. Diz respeito ao milagre de partilhar a vida com o outro. Por isso, há algo 22 | comuna | dezembro 2011

DE OLHOS BEM ABERTOS NÃO ENXERGAR O OUTRO NÃO É UMA AÇÃO PASSIVA, É UMA ESCOLHA de errado com aqueles que fazem dos dias que o antecedem um frenesi de consumo egoísta, esquecendo-se dos necessitados à sua volta. Se desejamos viver o Natal de verdade, é preciso que, ao nos lembrarmos da simplicidade do Salvador, que veio ao mundo indefeso como um bebê, sejamos levados a enxergar os mais frágeis, aqueles que são ‘invisíveis’ no meio de uma sociedade indiferente como a nossa. Nas filas de hospitais públicos e seus doentes abandonados para morrerem, nos olhares das crianças abusadas e o vazio que transmitem e no rosto de tantos excluídos encontramos as vítimas dessa violência diária. Uma cegueira coletiva que,

ao nos tolir a visão, impede-nos também de perceber as angústias de nossos semelhantes, de estender os braços para acolhê-los e para lutar contra aquilo que os oprime. Este ano, enquanto dedicava-me à defesa dos direitos humanos, descobri centenas de imigrantes andinos e de brasileiros sendo explorados como escravos bem no Centro da nossa cidade, camuflados nas linhas de produção de empresas multinacionais. Fiz questão de abrir espaço e trazer vários deles para que fossem vistos e dessem seus depoimentos na Assembleia Legislativa. Em lágrimas, contaram sobre tamanha humilhação que, em certos momentos, foi difícil prosseguir com a sessão.


igreja família

ponto de vista

capa

A época bíblica também tinha seus excluídos. Porém, o Mestre nunca os perdia de vista. Em meio às multidões que o acompanhavam, Ele os enxergava e desviava Seu próprio caminho para encontrá-los. Foi assim com a mulher com fluxo de sangue e seus apelos já quase sem forças, foi assim com o cego marginalizado, esquecido à beira da estrada. Ambos foram vistos por Ele. E ao serem notados, receberam o milagre da transformação. Se a realidade de degradação à nossa volta não nos incomoda, é porque estão faltando olhos sensíveis. Não enxergar o outro não é uma ação passiva, é uma escolha. E qual o peso de ser "invisível" numa sociedade fundamentada nas imagens como a nossa? Não ser visto é quase não existir... Diante disso, como comemorar o Natal em abundância quase ofensiva?

apocalipse

saúde

aconteceu

mesas? Qual o sentido de nos encerrarmos dentro de templos confortáveis quando o Menino que nos trouxe a vida eterna foi acomodado no cocho onde se põe comida aos animais, a manjedoura? Ora, o verdadeiro Natal está nas ruas da cidade! E, se não encontrarmos os ‘invisíveis’ que nela habitam, como fazia o Mestre, de nada adiantará desejar-nos os melhores votos diante da mesa farta da ceia. O “feliz Natal!” não cai do céu como um presente que, num solavanco, escapou do trenó do bom velhinho. É preciso que nos livremos de nossas diferenças para fazê-lo, construí-lo, todo dia.

É de olhos bem abertos que devemos festejar o Natal. Sua alegria não está na individualidade, mas na partilha que une: a partilha da vida que recebemos de Jesus. Que, através de nós, cristãos, os ‘invisíveis’ que hoje estão na Uma homenagem tem de estar mais densa escuridão vejam a luz em harmonia com a pessoa ho- da esperança, da solidariedade, menageada, só assim é possível da justiça e do amor. Que, neste torná-la presente Natal, percebaentre aqueles que mos que a verdaÉ DE OLHOS BEM ABERTOS a comemoram, QUE DEVEMOS FESTEJAR O NATAL. deira espiritualiescreveu Rubem dade é aquela que SUA ALEGRIA NÃO ESTÁ NA Alves. Se isso é nos humaniza, verdade, estamos INDIVIDUALIDADE, MAS NA PARTILHA sensibiliza e nos celebrando a festa faz enxergar nosQUE UNE: A PARTILHA DA VIDA errada! Se quereso próximo. Que QUE RECEBEMOS DE JESUS. mos expressar a seja essa a nossa Cristo nesse Natal, devemos nos verdadeira festa nesse ano: enquestionar: o que tem a ver o espe- xergar os excluídos e com eles ditáculo do comércio capitalista com vidir o nosso pão, contando-lhes a chegada do Salvador numa estre- que o Natal é feliz, sim, porque o baria? Onde estão os necessitados Menino na manjedoura continua e os pobres na fartura de nossas a olhar para cada um deles.

CARLOS BEZERRA JR., 43, é pastor da Comunidade da Graça, médico e deputado estadual. É casado com a psicóloga Patrícia Bezerra e pai da Giovanna e da Giulianna. Neste Natal, pediu às “mulheres da sua vida” presentes que o dinheiro não compra. Ainda não faz ideia do que vai ganhar...

ps.: A Patrícia, minha esposa, está coordenando uma ação super criativa: ela reuniu quase 40 fotógrafos para ‘clicar’ moradores da periferia da zona Leste que nunca tiveram seus retratos registrados por lentes profissionais. Será no próximo dia 10, na creche da Fundação Comunidade da Graça, em Itaquera. Se quiser participar, é só ligar para (11) 2672-3232. É uma ótima oportunidade para começar a sensibilizar seu olhar aos ‘invisíveis’!

dezembro 2011 | comuna | 23


Foto: Criativo Comuna

24 | comuna | dezembro 2011


capa NESTA EDIÇÃO ESPECIAL, A REVISTA COMUNA ENTREVISTA O PASTOR CARLOS ALBERTO, FUNDADOR E LÍDER INTERNACIONAL DA COMUNIDADE DA GRAÇA. O TEMA É IMPORTANTE: NATAL. APROVEITE A ENTREVISTA

COMUNA: O Natal é a principal festa cristã? CAQB: O Natal é um momento fundamental na história da humanidade, é o surgimento de uma esperança, é o cumprimento da promessa de Deus de perdoar e reconciliar consigo mesmo o homem perdido, através do Seu próprio filho Jesus. O nascimento de Cristo, fruto do coração amoroso desse Pai que doa tudo a todos que nada merecem, significa a real possibilidade de transformação e salvação do ser humano. Portanto, ninguém conseguirá ser melhor e agradar a Deus enquanto não experimentar o verdadeiro Natal, que é “Cristo em vós, a esperança da glória.” C: O senhor gosta do Natal? Por quê? CAQB: Eu tenho lembranças lindas do Natal. Para mim, é uma festa muito significativa. Mesmo antes de me tornar um cristão evangélico, eu gostava dessas reuniões natalinas, por causa do valor que meus pais davam a isso. dezembro 2011 | comuna | 25


ESPERANÇA É O MAIOR PRESENTE QUE EU PODERIA OFERECER AO BRASIL. ESPERANÇA QUE TEM RUÍDO NO CORAÇÃO DO HOMEM SOFRIDO, INJUSTIÇADO E QUE PASSA DIFICULDADES. ESPERANÇA DE UMA VIDA VIVIDA NA PLENITUDE DO AMOR DE DEUS, E QUE SÓ JESUS PODE PRODUZIR.

Foto: Criativo Comuna

Foto: Criativo Comuna

Na minha infância, o Natal ficou marcado como sinônimo de ceia em família, visitas de parentes e amigos em casa, e presentes. Mas depois da minha experiência de novo nascimento em Cristo, o Natal passou a ser uma celebração de todo dia. Eu costumo cantar uma canção que diz “sempre é Natal pra mim.” Pois hoje, Cristo continua vivendo Sua vida através de cada um de nós que cremos nEle. Esta é a grande experiência da minha vida.

aeronáutica que viajava bastante, me presenteou no Natal com um protótipo de um Ford modelo 48 muito bonito. Ao acompanhar meu pai à oficina, onde ele fazia a manutenção do nosso carro, eu vi como o funileiro trabalhava desamassando e concertando os carros. Em casa, fui logo pegando um martelo e amassando o meu Ford 48. Depois tentei arrumá-lo, mas para minha tristeza eu havia estragado irremediavelmente o brinquedo. Coisas de criança.

verdade que para alguns é só comércio, mas não estou preocupado com isso. O importante é que nessa época Jesus seja lembrado. Por que não aproveitarmos esse símbolo reconhecido no mundo inteiro para divulgar o cristianismo? É uma maneira de mostrar aos povos não cristãos como nós valorizamos e celebramos a vinda de Jesus até nós. É uma ocasião para falarmos de Cristo, que veio ao mundo buscar e salvar todo aquele que nEle crer.

C: Quando criança, o senhor ganhou algum brinquedo que ficou marcado na lembrança?

C: Confundir árvore de Natal com paganismo é um legalismo perigoso?

C: Que grande reflexão o Natal deve produzir em todos nós?

CAQB: Eu sempre gostei de carri- CAQB: Todo legalismo é perigoso.

nhos e até fazia alguns de madeira. Lembro que um tio, militar da 26 | comuna | dezembro 2011

A árvore de Natal é apenas um entre outros símbolos desta festa. É

CAQB: Devemos compreender que há dois natais. O Natal da manjedoura e o Natal do Calvário. No primeiro, Cristo veio a este mundo


para expressar Seu imenso amor por nós. No segundo, Ele entregou sua vida na cruz, nos incluindo em sua morte e ressurreição, a fim de fazer-nos novas criaturas. Através do sacrifício de Cristo nós experimentamos a libertação de toda a nossa miséria. E pelo Seu renascimento, ganhamos a possibilidade de viver uma nova vida.

C: Quais práticas as famílias precisam preservar no Natal? CAQB: Acima de tudo, como famílias cristãs, devemos lembrar que este é um tempo de solidariedade, de unidade, de comunhão; um tempo de declararmos nosso compromisso de serviço recíproco; um tempo de paz, harmonia e de felicidade interior. Esses são os

valores que devemos celebrar. O Natal também fala da renovação de aliança de Deus com o homem, através de Cristo, e do homem para com o seu semelhante. Natal é aliança.

injustiçado e que passa dificuldades. Esperança de uma vida vivida na plenitude do amor de Deus, e que só Jesus pode produzir.

C: Por que grande parte das pessoas só se confraterniza e se solidariza no Natal?

CAQB: Que nesse Natal você aproveite para, ao lado de seus mais queridos amigos, familiares e irmãos, expressar gratidão e louvor ao amoroso Pai que resolveu fazer do seu coração a manjedoura onde seu filho Jesus haveria de nascer a cada dia. Faça deste seu coração a eterna morada do Cristo de Deus que ressuscitou e vive Sua nova vida em mim e em você, para fazer de nós instrumentos nas mãos Dele, a fim de abençoar todas as famílias da Terra. Isto é Natal!

CAQB: O problema está na concepção errada que elas têm a respeito do Natal. Sem compreender o real significado do nascimento de Cristo, as pessoas apenas atendem aos apelos festivos e comerciais desta época do ano. Para muitos, o Natal é só um dia para comer e beber bastante. Esse não é o sentido cristão do Natal, que deve ser gratidão a Deus pela tão grande salvação em Cristo Jesus. E isso deve acontecer o ano todo, todos os dias. C: Que cuidados precisamos tomar

com o Natal vendido pela mídia?

CAQB: É natural que a mídia aproveite a oportunidade dessa festa para comercializar seus produtos. O grande perigo é entrarmos nesse consumo louco e doentio, e nessa febre de compras. Nesses dias somos induzidos a gastar o que temos e o que não temos. O resultado é fatal. Dívidas são feitas e causam tantos danos familiares.

C: Qual a sua mensagem final?

ASSISTA O VÍDEO DESTA ENTREVISTA NA ÍNTEGRA NO SITE: WWW.COMUNA.COM.BR

C: Se o senhor pudesse, que presente daria ao Brasil? CAQB: O maior presente que eu poderia oferecer ao Brasil nesses dias é esperança. Esperança que tem ruído no coração do homem sofrido, dezembro 2011 | comuna | 27


RECEITA PARA UM NATAL DIFERENTE PATRÍCIA BEZERRA

V Foto: ShutterStock

ocê já se perguntou o porquê de, em pleno calor de dezembro, nossas casas serem tomadas de uma infinidade de enfeites de Natal decorados com neve artificial? Ou, o que leva aquele senhor já idoso a, no auge de nosso verão tropical, manter a barba naquele comprimento e ainda usar casaco de lã, calças grossas, botas de couro... ah, sim, e gorro vermelho? Já ficou em dúvida sobre que tipo de associação maluca fez um pinheiro enfeitado simbolizar mais a data que marca a chegada de Jesus ao mundo do que um presépio que retrata a cena de Seu nascimento? 28 | comuna | dezembro 2011

Não, não sou contra símbolos de Natal. Não tenho problemas pessoais com papai Noel, árvore de Natal ou peru na ceia (há quem prefira chester, como eu...). Apenas penso que, em torno dessa festa tão delicada e repleta de significado, desenvolveu-se uma pesada indústria que, se não estivermos atentos, fará com que passemos todo o mês de dezembro numa correria descontrolada. Uma insanidade consumista que, de uma só vez, faz com que alguém gaste mais dinheiro do que gostaria, degrade o meio ambiente, não pare um minuto sequer para refletir, tenha menos tempo para aqueles a quem ama e nenhum para quem poderia aprender a amar.

Já perdi Natais nessa rotina. Mas, há algum tempo, aprendi que o valor dessa data está na doação. Está em fazer com “que o tempo gasto em fazer laços seja muito inferior ao dedicado a dar abraços”, como escreveu Frei Betto. Por isso, separei algumas dicas. Nada de deixar o seu filho sem presente ou abrir mão de preparar uma festa gostosa. Na verdade, são sugestões simples. Práticas que ajudam a gastar recursos e energia com aquilo que de verdade importa no Natal, e que, aliás, também motivou a vinda do Salvador ao mundo: pessoas. Vamos lá?


Reúna sua família e celebre com ela a chegada dAquele que trouxe ao mundo a vida eterna. Leia o capítulo 2 do livro de Lucas e relembre, com os que ama, a história do nascimento de Jesus;

Junte todo o óleo de cozinha que usar na preparação dos alimentos. Depois de frio, coloque-o em uma garrafa pet e leve para reciclagem. Jogá-lo no ralo, contribui para a poluição dos rios;

Reserve tempo para distinguir o que é importante do que é supérfluo. Pergunte-se: é desejo ou necessidade? Gaste horas contando histórias aos seus filhos e ouvindo com eles canções de Natal;

No momento da ceia, reserve tempo para orar a Deus com sua família e agradecê-lo pelo amor que O levou a entregar Seu Filho por mim e por você;

Se você gosta de árvores de Natal, dê preferência a uma natural, com raiz para replantar (você poderá utilizá-la novamente no próximo ano). Outra opção é fazer a sua própria árvore, utilizando garrafas, embalagens, tampinhas, latas de alumínio etc.;

Reflita bem antes de comprar a prazo, ou você acha que o comércio é dado a caridades nessa época? De jeito nenhum. Os juros estão lá, embutidos, e podem criar uma bola de neve em suas contas. Ah, faça uma reserva no seu orçamento para gastos que possam ocorrer no início de ano; Escolha produtos de empresas social e ambientalmente responsáveis, de comércio justo e sem trabalho escravo. Procure na Internet sites como da Arte Sol (Artesanato Solidário). Você vai se impressionar com a qualidade e beleza do artesanato e, além disso, poderá comprar online e ajudar um tanto de gente, não é fantástico?

Reaproveite os enfeites e presépios de Natal antigos e, na compra de novos, prefira os artesanais ou feitos de materiais recicláveis. Chame seus filhos para ajudar nessa tarefa - conforme eles crescerem, cada enfeite trará lembranças das comemorações que passaram juntos;

As famílias brasileiras desperdiçam, em média, de 20% a 30% dos alimentos que compram. Para evitar desperdícios, planeje antes e compre apenas o que for usar. Coloque frutas tropicais e secas, castanhas-do-pará e de caju em potes de vidro transparentes, e decore a sua mesa e a sala de jantar. São “enfeites”, mas podem ser consumidos como sobremesa no fim da ceia;

Para presentear crianças e adultos, use a imaginação e dê presentes alternativos. Faça você mesmo alguns de seus presentes ou compre produtos artesanais, feitos por comunidades, cooperativas ou entidades do terceiro setor.

Patrícia Bezerra, psicóloga e diretora geral da Fundação Comunidade da Graça

Colaboração crescer.globo.com

dezembro 2011 | comuna | 29


Foto: Divulgação

A MARCA DA SOLIDARIEDADE ESTEVÃO CHRISTMANN E FLORA

UM CASAL QUE TRANSFORMOU O IDEAL DO NATAL EM SEU ESTILO DE VIDA

F

iquei órfão de pai aos 12 anos e tive que começar a trabalhar. Eu morava em São Paulo com minha mãe e mais 3 irmãos. Aos 22 anos viajei ao Rio de Janeiro para estudar Teologia. Flora, que seria minha esposa mais tarde, tinha 14 anos quando Deus deu uma certeza ao seu coração – ela iria cuidar de muitas crianças. Ela também foi estudar no Rio de Janeiro; e o Senhor, que conhecia o seu desafio, nos aproximou. Na época, eu dirigia uma igreja no subúrbio carioca de Cosmos, cujo trabalho começou nas favelas. Ficamos noivos em 1952, e nos casamos no ano seguinte. Ela sabia do meu chamado e eu do dela. Então tomamos o propósito de um apoiar o outro. Em 1954 nasceu nosso primeiro filho, e nos anos seguintes tivemos mais quatro filhas. Quando Flora ficou doente, foi necessário irmos a Curitiba. Junto, foi outra senhora com quatro crianças. Era uma família que precisava de muita ajuda. Não 30 | comuna | dezembro 2011

imaginávamos que Deus levantaria uma daquelas crianças para ser uma missionária. Trata-se atualmente da tia Noemi, responsável pela Igreja Sem Teto, que funciona na Praça da Sé em São Paulo. Flora ficou em tratamento médico e eu retornei para o Rio de Janeiro. Em alguns meses, deixei a igreja organizada, e retornei a Curitiba. Ali, no bairro do Ahú, começamos a fazer reuniões nas casas. Logo nos tornamos uma

congregação da igreja Batista. A obra crescia. Compramos dois lotes e começamos a construir o prédio da igreja, que permanece até hoje. Mantínhamos então uma clínica espiritual e um programa de rádio. Trabalhávamos muito. Mas o Senhor era conosco, e várias igrejas estavam nascendo desse nosso projeto. Flora cumprira sua promessa de ajudar-me no ministério. E eu, agora, faltava ajudá-la a cuidar de crianças.


Um fato nos impulsionou a tomar uma iniciativa. Certo dia, atendi um homem em minha casa. Ele havia sido abandonado quando criança e, mesmo buscando ajuda em algumas igrejas, nada recebeu. Começou a roubar e tornou-se um bandido. Foi preso e sofreu maus tratos. Fora da prisão, converteu-se a Cristo, mas ninguém o recebia. Fomos os primeiros a fazer isso.

Nossos filhos aprenderam a dividir o pãozinho pela metade. Ao lado da igreja que pastoreávamos havia um casarão à venda. Sentimos da parte de Deus que seria ali o início do nosso orfanato. Muitos foram contra, pois diziam que era tarefa do governo se preocupar com as crianças abandonadas. Deus nos imbuiu de uma coragem fenomenal e en-

MUITOS NOS CHAMARAM DE LOUCOS. “COMO É QUE ESSA GENTE TÃO POBRE, INTENTA REALIZAR UMA OBRA DE ASSISTÊNCIA A CRIANÇAS CARENTES?” ELES TINHAM RAZÃO. SIM E NÃO. DE FATO NÃO TÍNHAMOS DINHEIRO. MAS, TÍNHAMOS AMOR E FÉ. Ficamos pensando nas muitas crianças que, assim como esse homem, eram vítimas de uma situação de desprezo dos próprios pais. Nosso coração ardeu. Assim, trouxemos as primeiras cinco crianças sofridas para o nosso próprio lar. Muitos nos chamaram de loucos. “Como é que essa gente tão pobre, intenta realizar uma obra de assistência a crianças carentes?”, diziam. Eles tinham razão. Sim e não. De fato não tínhamos dinheiro. Mas, tínhamos amor e fé. Ao pedir a nossa ajuda, os responsáveis pelas crianças choravam, e nós também. Eles contavam os “seus casos”. Eram crianças que as mães não sabiam onde deixá-las. E ficavam em nossa casa.

caramos o desafio. Conseguimos levantar um empréstimo e compramos aquela propriedade. Todos os meses era uma luta pagar aquela prestação, mas Deus nos abençoou e quitamos a dívida. Assim nasceu o Lar Bom Pastor. Uma enfermeira voluntária ofereceu-se para ajudar. Os moradores próximos doaram camas, fogão, mesa, cadeiras, tudo. E mandavam alimento. Quando aumentavam as crianças, aumentava também o número de pessoas que trabalhavam sem serem assalariadas. As crianças foram evangelizadas e muitas mães foram salvas ali. Essa é a verdadeira religião que Jesus nos manda realizar – amparar os órfãos e as viúvas – Tiago 1:27.

Foi a força do ideal, nascido de uma chamada divina, que nos impulsionou para salvar muitas crianças. Em poucos meses havia 30 menores. Depois 50. Quanto trabalho! Conseguimos 300 contribuintes mensalistas. Contudo, ainda não era suficiente e pensávamos em desistir. A oração foi nossa solução diária, e se constituiu num poderoso recurso e refúgio seguro. Veio a resposta. A prefeitura doou um terreno de 3.600m2. Em outubro de 1986 inauguramos a nossa sede. Desde então já foram atendidas e salvas da marginalidade mais de 5.000 crianças. Muitas se tornaram professores, advogados, psicólogos, empresários e, principalmente, pais de família. Vale à pena obedecer ao chamado de Deus. Flora tinha 14 anos de idade quando ouviu a voz de Deus. Hoje ela tem 80 e diz que foi real. Eu tinha 15 anos de idade quando Deus me disse que casaria com uma professora. Hoje tenho 86 e tudo se cumpriu.

AS CRIANÇAS FORAM EVANGELIZADAS E MUITAS MÃES FORAM SALVAS ALI. ESSA É A VERDADEIRA RELIGIÃO QUE JESUS NOS MANDA REALIZAR AMPARAR OS ÓRFÃOS E AS VIÚVAS TIAGO 1:27.

dezembro 2011 | comuna | 31


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

Foto: ShutterStock

O GOVERNO MUNDIAL PARTE 1 CARLOS ALBERTO ANTUNES, PR.

N

estes dias agitados em que vivemos, três ameaças muito graves têm assombrado as nações: a crise ambiental, o terrorismo internacional e a crise econômica-financeira dos países mais desenvolvidos. Os desdobramentos de tudo isto tem afetado o mundo inteiro, fazendo surgir na mente de muitos líderes a inquietante idéia da necessidade de se estabelecer um governo mundial, que exerça um controle completo sobre as receitas e os gastos dos governos nacionais, instituições financeiras e até das famílias, para evitar as crises 32 | comuna | dezembro 2011

que afetam a todos. Este governo mundial teria também ingerência no campo político e militar das nações, para implantar paz e estabilidade no mundo. Tudo isto está perfeitamente de acordo com a Bíblia que nos fala do surgimento de um governo mundial monstruoso, durante a grande tribulação e antes da volta de Cristo, que exercerá controle total sobre nações e indivíduos, e que perseguirá a Igreja de Cristo, porque ela não se submeterá a este governo que será liderado pelo anti-Cristo.

“E vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar


igreja família

ponto de vista

capa

contra ela? E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” Apocalipse 13:1-8 Quando a Bíblia fala de um governo mundial da besta, ela está comparando este governo a um animal muito feroz, monstruoso, agressivo e violento; será então uma besta-fera, que reunirá neste governo, a agilidade e a velocidade de um leopardo, a força de um urso e a violência e ferocidade de um leão. Deus já havia revelado também a Daniel que, até o final, a história da humanidade seria marcada pela presença de grandes impérios mundiais, também comparados a animais selvagens (Daniel 7:1-8), usando exatamente a figura do leão (Babilônia), do urso (império medo-persa) e do leopardo (império da Grécia). Mas depois Daniel vê o surgimento de um quarto animal, “terrível, espantoso e muito forte” que possui todas as características do governo mundial do anti-Cristo durante a grande tribulação, que já foi pré-figurado na história pelo Império Romano.

apocalipse

saúde

aconteceu

Em vários lugares no livro do Apocalipse, como também numa referência em Daniel, fica bem claro que a existência deste governo mundial monstruoso será por um tempo muito curto, 3 anos e meio, debaixo do controle soberano de Deus para cumprir o Seu propósito. “E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.” Apocalipse 13:5 “E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses.” Apocalipse 11:2 “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo.” Daniel 7:25 A Bíblia também nos mostra que, apesar do martírio a que muitos cristãos serão submetidos por este governo mundial do anti-Cristo, por causa de sua fidelidade a Jesus, Ele vai cuidar, proteger, alimentar e esconder a sua Igreja como um todo, e ela exercerá forte oposição a este governo maligno. “E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos

e sessenta dias. (...) E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.” Apocalipse 12:6 e 14 “E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. (...) E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem. E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará. (...) E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram. E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram glória ao Deus do céu.” Apocalipse 11:3, 5-7 e 11-13 dezembro 2011 | comuna | 33


visão

liderança

Foto: ShutterStock

O

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

ESTRESSE

M A L

D O

S É C U L O DENISE QUIRINO, PSICÓLOGA

34 | comuna | dezembro 2011

especial


igreja família

ponto de vista

capa

O QUE É ESTRESSE? O estresse é a conseqüência da adaptação do nosso corpo e nossa mente às mudanças.

apocalipse

Cada pessoa reage de forma diferente a um mesmo estímulo.

Entre as principais causas podemos mencionar: •

Sobrecarga. A falta de tempo para realizar os compromissos do dia-a-dia, o excesso de atividades e de responsabilidades, a falta de apoio, expectativas exageradas, exigências excessivas – maiores do que pode assumir –, tudo isso causa uma sensação de peso difícil de suportar. A falta de adaptação, aceitação e flexibilidade para lidar com mudanças também contribuem para isso. Quando ocorre aceitação às mudanças é possível entender que existe outras maneiras para resolver situações, expandir horizontes e obter capacidade de compreensão para sobrevivermos e progredirmos nas próximas décadas.

Medo. O medo faz com que as pessoas se preocupem sem necessidade, tenham pensamentos e atitudes pessimistas em relação à vida ou se lembrem de experiências desagradáveis que geram insegurança.

Trânsito. Os congestionamentos, os semáforos e a direção agressiva também contribuem para as situações estressantes nos dias atuais onde a violência aumentou significativamente, levando insegurança à população.

SINTOMAS DO ESTRESSE •

Insônia;

Cansaço físico e mental;

Ansiedade;

Agressividade;

Transtornos psíquicos

e outros.

O SALMO 91 REVELA O PODER DA ORAÇÃO PARA COMBATER O ESTRESSE, TRAZENDO PROFUNDO SENSO DE SEGURANÇA. A PESSOA QUE PROCURA SEGURANÇA NO DEUS ALTÍSSIMO E SE ABRIGA NA SOMBRA PROTETORA DO TODO-PODEROSO PODE DIZER A ELE: “Ó SENHOR DEUS, TU ÉS O MEU DEFENSOR E O MEU PROTETOR. TU ÉS O MEU DEUS; EU CONFIO EM TI”. VS.1-2, NTLH

aconteceu

CAUSAS DO ESTRESSE

Em termos mais científicos, o estresse é a resposta fisiológica e de comportamento de um indivíduo que se esforça para adaptar-se e ajustar-se a pressões internas e externas. Como a estrutura emocional necessária para esta adaptação é limitada, o organismo entra finalmente na fase de esgotamento.

saúde

COMO COMBATER O ESTRESSE É importante compreender suas causas. Partindo deste ponto, é fundamental mudar para uma atitude saudável e dinâmica frente à vida. Além disso, é preciso planejar melhor seu tempo, aumentar a capacidade de adaptação e avaliação das situações e considerá-las em suas devidas proporções. •

Encare a vida de forma mais tranqüila;

Melhore a qualidade de sua vida;

Diminua o ritmo e o número de bagagens (alivie o peso). “Não dá para abraçar o mundo com as mãos”.

Mais informações: consultorio.drv@gmail.com

dezembro 2011 | comuna | 35


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

BATISMO No dia 02 de novembro, os pastores Gilberto Dalmaso, Antonio Luis, Osmar Misael e Valmir Ventura realizaram o primeiro batismo no Vale da Graça, em Porto Feliz/SP. Foram oito pessoas batizadas em um dia de muita alegria e celebração. Cerca de 80 pessoas, entre familiares e amigos, participaram de um grande piquenique na hora do almoço,

36 | comuna | dezembro 2011

com direito a muita comunhão e descontração. E no dia 13 de novembro, aqui mesmo na Comunidade da Graça Sede, foram batizados mais 117 novos convertidos. Toda a família Comunidade da Graça estava presente nesse dia, numa grande festa por todos aqueles que o Senhor tem acrescentado entre nós.

igreja f


famĂ­lia

ponto de vista

capa

apocalipse

saĂşde

aconteceu

dezembro 2011 | comuna | 37


visão

liderança

culinária

eles andaram com Jesus

Deus agindo

fundação CG

especial

DIA DO PASTOR O domingo dia 30 de outubro, na Comunidade da Graça Sede, foi comemorado o dia do pastor, que acontece no dia 31 do mesmo mês. Todos os pastores foram presenteados com uma Bíblia, além de uma homenagem especial aos nossos principais pastores Carlos Alberto e Suely Bezerra.

38 | comuna | dezembro 2011

igreja f


família

ponto de vista

capa

apocalipse

saúde

aconteceu

FORMATURA DO CTL O Centro de Treinamento de Líderes da Comunidade da Graça Sede formou, no dia 20 de novembro, 140 novos líderes. Foi uma manhã de domingo de muita

gratidão, que contou com a participação de todos os professores e familiares dos alunos. João Pedro Micena foi o aluno que mais se destacou. Com apenas

16 anos, ele foi exemplar na entrega de todos os trabalhos e nas notas que sempre foram boas. Parabéns a todos os alunos.

dezembro 2011 | comuna | 39


fundação CG

especial

igreja família

ponto de vista

ACAMPAMENTO DE ADOLESCENTES De 11 a 15 de novembro, no Vale da Graça, aconteceu o Acampamento de Adolescentes (15 até 17 anos). Cerca de 200 adolescentes participaram do evento que teve como tema: Salve uma Vida. Oficinas relacionadas com trabalho, família, namoro, ação social e decisões foram ministradas aos adolescentes. 40 | comuna | dezembro 2011

capa

apocalipse

saúde

aconteceu


Anunciantes

dezembro 2011 | comuna | 41


Anunciantes

42 | comuna | dezembro 2011


Anunciantes

dezembro 2011 | comuna | 43


Anunciantes

Seu passaporte de compras nos USA. Tudo em moda e eletroeletrônicos, as melhores marcas, de um jeito fácil, rápido e seguro.

an. USBrasil_natal.indd 1

44 | comuna | dezembro 2011

Aproveite que o Natal está ai, dê presentes de qualidade pagando pouco. Ligue para (11) 3562-0522 ou (11) 7808-0444, com Alexandre ou Mariza.

11/17/11 1:56:08 PM


Anunciantes

dezembro 2011 | comuna | 45


Classificados DRA. SILVIA ANTONOVAS

FAZENDO MÚSICA BRINCANDO

Personalizadas, em sua residência ou trabalho, individuais ou pequenos grupos, dias e horários de sua preferência. Silvana 9757-6437 3542-8116

THOLERMAN & CONSTRUTORA REDES DE PROTEÇÃO

PNEUS REMOLD A PARTIR DE R$ 75,00

CHARME SALÃO DE BELEZA

Apto, Plays, Poliesportivas

Milton 9478 4937/3441 4564 rec. miltonpneus@live.com

Oficinas de musicalização para Educadores e Crianças. 2785 2344 Graça ou Andréia fazendomusica. bricando@yahoo.com.br

CONSARQ

DISK CLEAN LAVAGEM E IMPERMEABILIZAÇÃO Sofás, Tapetes, Carpetes, colchões, cadeiras, persianas, bancos e interna de carro, etc 11 2887-3654 www.diskclean.com.br

DRENAGEM LINFÁTICA DOMICILIAR Fisioterapeuta Danielle Barros Pós-Operatório de cirurgia plástica Linfedema, Estética 7737 7653 / 9251 9630

46 | comuna | dezembro 2011

AULAS DE INGLÊS

Crédito: R$ 100.000,00 Parcelas: R$ 826,67 Adquira imóvel comercial, residencial, terreno e construção. 11 8529 4394 MARCELARUBENS@ YAHOO.COM.BR

Nutricionista Funcional Prestação de serviços para: Psiquiatras, Endócrinos, Dermatologistas e Clínicas Tatuapé: 2676-2260 / 9941-6624

Cons. Jurídica e Arquitetura. Av. Luis Pires de MInas, 240, S. 04 Tel: 2059-2663 Arquiteta: Rosana J. Ignacio Advogado: Anderson C. Pinheiro

CONSÓRCIO DE IMÓVEIS

CONSTRUTORA

Projeto em Constr. Civil e mão de obra especializada www.tholerman.com.br 7721-8402/7734-3106

NEGREIROS EQUIP. DE PROTEÇÃO Botas, Luvas, Capacetes toda linha de epis e sinalização. 11-2869-7926 Negreiros.vendas@uol. com.br www.negreirosepis. com.br

SHALLON ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE Escrituração: Contábil, processamento de dados R. Jacirendi, 391 Tatuapé/SP 2296 4658 / 2294 4527 Contato: Clóvis

11 4036 3729 7167 7812 / 7403 7781 Com Aluguel de som p/ festas R: Joaquim A. Ferreira, 127 Jd. Alvorada Piracaia - SP

IMÓVEIS CAIXA

APTO TATUAPÉ

Oportunidade única. Consulte 9989 5086 vivo 7869 6843 nextel Id 100*114355 Vagner vagner@solucaonegocios. com.br

102m2A.U-VENDO OU PERMUTO 3qtos,1suite, sl 2 amb,copa c/arm, coz,banh social, A.S+depósito, 1vg,lazer,cond.bx, IPTU isento. Beth 11 68732886

ROBERTO AIELO SPROVIERI ADVOGADO Cível, Família Indenizações Reclamações Trabalhistas Tels. 7211 7793 / 7743 0502 ID 100*23280 robertoaielo@superig. com.br

HQ TELECOM Instalação/Manutenção de PABX, Alarmes, CFTV e Elétrica. Solicite um orçamento s/ compromisso. 2831-2834 7198-0333 www.hqtelecom.com.br


Revista Comuna 22  

Revista Comuna, noticias, artigos, estudos, reportagens e anunciantes da Comunidade da Graca no Brasil e no mundo.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you