Page 1

Oficina de Formação: Biblioteca escolar, currículo e literacias Trabalho 2 (Sessão 1) Com base na documentação disponibilizada, elabore uma reflexão sobre os desafios que se colocam às BE no contexto da sociedade contemporânea e, tomando como referência o seu contexto de trabalho, identifique dificuldades em responder a esses desafios e formas de as superar.

Os desafios que se colocam às Bibliotecas Escolar (BE) no contexto da sociedade contemporânea parecem multiplicar-se dia após dia. As mudanças na nossa sociedade são caracterizadas pelo ritmo acelerado, quase alucinante com que ocorrem. Mal acabamos de ultrapassar um desafio, logo outros aparecem para enfrentar. O Professor Bibliotecário (PB) enfrenta desafios quer do foro do seu desenvolvimento pessoal, quer do contexto organizacional em que está inserido. Na esfera pessoal, um desafio que implica que ele se coloque na posição de eterno aprendiz. A formação profissional, hoje em dia, como para a maioria dos profissionais das mais diversas áreas, deve ser contínua. Além de buscar atualização e/ou especialização na sua área, o PB também deve ser capaz de desenvolver um plano de desenvolvimento pessoal onde ele próprio será o gestor do seu processo de aprendizagem, buscando em profundidade o conhecimento desejado. Essa postura, de eterno aprendiz, traz reflexos de grande impacto na sua prática beneficiando não só a sua competência profissional como também o aspeto relacional com todos os elementos da organização em que desenvolve a sua atividade (Direção, docentes, auxiliares, alunos e respetivas famílias). O PB necessita de conhecimento disponível para o desempenho de sua atividade mas deve também ser responsável por disponibilizar o conhecimento produzido pelas suas pesquisas, experiências e estudos para os outros, começando no seu contexto organizacional. A BE beneficia muito da parceria com a família pois traz à tona a necessidade que o PB tem de captar aliados para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. Ninguém educa sozinho. Está mais do que provado que a participação da família é determinante para o sucesso escolar do aluno assim como para a qualidade da escola. O desafio aí é desenvolver essa parceria de forma construtiva, estabelecendo espaços apropriados para a participação responsável dos pais, de acordo com suas possibilidades e habilidades. Entender as transformações psicológicas que ocorrem no ser humano, na família, na cultura, sociedade e economia ajudam a enfrentar o desafio no que se refere ao processo de ensino-aprendizagem. Um dos grandes desafios atuais é saber incorporar as ditas “novas tecnologias”, termos que abrangem uma infindável lista de aplicativos e programas, de forma equilibrada e inovadora. Hoje fala-se em “nativos digitais” - alunos e “imigrantes digitais” - professores, isso requer do PB um amplo conhecimento não só do que está disponível no “mercado” mas também ao que se pode aceder livremente na Web, ver e divulgar de que forma estas ferramentas se aliam à metodologia adotada pela escola e ao público-alvo, aos alunos mas também aos professores. O sucesso ou os resultados obtidos pelas escolas não são fruto do esforço de um indivíduo e sim de um trabalho colaborativo, de equipa. Os maiores desafios encontrados na estruturação de equipas partem da dificuldade que as pessoas têm em deixar de pensar no resultado individual para pensar no resultado do A Formanda: Dina Goreti Jorge Gomes

Página 1


Oficina de Formação: Biblioteca escolar, currículo e literacias todo. Antes de implementar um sistema de trabalho em equipa é necessário fazer um trabalho de mudança de paradigmas, de mentalidade e de atitudes com todos os membros escola, particularmente com o corpo docente. E esta mudança é muito lente e gradual. Nem todos a estão, ainda, disponíveis para as novas exigências educacionais apesar de a habilidade para trabalhar em equipa seja um imperativo para qualquer profissional na sociedade atual. É necessário enfrentar o desafio de preparar uma geração para a vida e para toda a vida, a UNESCO criou mesmo a “Task Force on Education for the Twenty-first Century” que definiu quatro pilares para a educação no século XXI: “learning to know, learning to do, learning to live together and learning to be” o que se coaduna com a síntese feita pelas formadoras (Maritza Dias e Rosário Caldeira) do documentário (filme) “What is 21st century education?”onde referem que: “A educação do século XXI é acerca de: Criatividade, consciência cultural, resolução de problemas, inovação, compromisso cívico, produtividade”

No meu contexto de trabalho, os desafios são os mencionados ao longo da reflexão sendo que, a pouco e pouco, se vão conquistando pequenos avanços, mais um grupo disciplinar que aceite um projeto de trabalho colaborativo, um docente que acede a uma atividade que pretende integrar a família como parceira, outro docente que acha interessante aplicar o guião de pesquisa no trabalho que propôs aos alunos e pede a colaboração da BE entre outras pequenas conquistas que, paulatinamente, fazem com que a BE se torne um espaço e um serviço ao qual vão recorrendo e reconhecendo como uma mais-valia para o Agrupamento.

Fontes consultadas Toda a bibliografia/webgrafia referida para leitura obrigatória e a sugerida como facultativa na sessão 1.

A Formanda: Dina Goreti Jorge Gomes

Página 2

Reflexão sobre os desafios que se colocam à BE  

reflexão sobre os desafios que se colocam às BE no contexto da sociedade contemporânea e, tomando como referência o seu contexto de trabalho...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you