Issuu on Google+

ANO III - Nº 144 | 3 DE JANEIRO DE 2008 | www.jornalnational.com | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA


2 | 3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | www.jornalnational.com


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

editorial O que esperar de 2008?

P

ara muita gente, a mudança de um ano para outro é uma mera troca de data no calendário, além de ser uma – boa – oportunidade para rever amigos, visitar parentes – aqueles que podem, ter à disposição mesas fartas de comida e trocar presentes. Para outros, é ter de começar tudo de novo, com novo ânimo, nova perspectiva e sobretudo, novo fôlego. É também a renovação das forças e esperança de que dias melhores virão, o que na maioria das vezes é somente uma mera expectativa que logo se frustra. Sim, as coisas estão feias na América. A economia vai de mal a pior, o desemprego ameaça aqui e ali, as autoridades imigratórias apertam o cerco a cada novo dia, e quem é indocumentado já quase não pode mais dirigir sossegado pelas ruas, pois o medo de ser parado é grande. Sabe-se que, na maioria das vezes, o caso termina na corte mais próxima, e quem tem mandado de busca por não ter comparecido à corte vai ser mandao embora se for apanhado. O que fazer? Ir embora para o Brasil, e viver uma vida de privação financeira na maioria das vezes? Ficar e se submeter à privação de documentos e da liberdade de ir e vir tranquilamente? Este tem sido o dilema de muita gente que não sabe direito o que fazer. Ir ou ficar? É uma decisão difícil e complicada, que tende a piorar com o passar dos dias. No entanto, a esperança deve, sim, prevalecer. Ter a expectativa de que dias melhores virão é um direito de cada um. No final de 2008, teremos a eleição que vai apontar o novo presidente dos Estados Unidos, e é de se esperar que o debate sobre a questão imigratória domine as agendas dos pré e dos candidatos. Quem é o melhor, ou o mais apto a favorecer os imigrantes indocumentados que vivem na América? Se formos ao passado, vamos ver que tanto

OPINIÃO

www.jornalnational.com

Democratas como Republicanos já favoreceram imigrantes, e a última delas foi promulgada pelo então presidente democrata Bill Clinton, em 21 de dezembro de 2000, com a reabertura da Lei 245i. Depois disto, por mais que tentasse, George W. Bush não conseguiu absolutamente nada. Quando a maioria no Congresso era de republicanos, os imigrantes não tiveram a menor chance. Depois, quando os democratas passaram a ser maioria, continuou tudo na mesma para frustração geral de milhões de pessoas. Viver na América ainda é um bom negócio, apesar dos pesares e dos dissabores. Mesmo com as restrições impostas para se trabalhar, é de se esperar que imigrantes continuem tendo emprego, sim, porque a economia – que vai mal, repita-se, precisa girar, e isto só é possível quando o dinheiro circula e troca de mãos, num dos princípios mais antigos da história do mundo. Logo, deduz-se que tudo continuará na mesma. Dificuldades? Elas sempre existiram, e vão continuar existindo mesmo que não queiramos admitir. Por mais que as autoridades tentem, não conseguem mandar embora imigrantes indocumentados, e mesmo que conseguissem isto, o preço seria a quebra da maior economia do mundo, pois já imaginaram tirar de circulação 12 milhões de pessoas? Os reflexos seriam catastróficos em todos os sentidos. Logo, é ter a esperança de que 2008 será um ano onde as coisas boas poderão acontecer, e sobretudo, a consciência de que será um ano difícil e trabalhoso, onde as portas poderão ser fechadas. O que podemos fazer diante disto? Primeiro, não se meter em qualquer tipo de confusão – por exemplo, se oferecerem documentos “legais” não compre, pois não há mágica e muito menos qualquer esquema possível que não seja descoberto com o tempo; obedecer sempre que possível aos preceitos e parâmetros impostos, e buscar viver uma vida discreta e tranquila, pois, como diziam os antigos – não há bem que sempre dure e nem mal que nunca se acabe”. Que o trabalho e a esperança sejam as certezas de 2008.

charge www.chargedodia.com.br

índice 04 ............ PONTO DE VISTA 05 ............ BRASIL 06 ............ EUA/MUNDO 08-10 ....... COTIDIANO 11 ............ COMPORTAMENTO 12-20 ....... COMUNIDADE 21 ............ IMIGRAÇÃO 22 ............ GUIA NATIONAL

BRAZILIAN NEWSPAPER T H E

B R A Z I L I A N

N E W S P A P E R

DIRETORES | Pablo Melo, Beatriz Leitzke EDITORA | Karine Porcel JORNALISTAS | Juliana Melo, Jehozadak Pereira DIAGRAMADOR | Carlos Renato Rodrigues ARTE | Danilo Lisboa

>> SUGESTÕES E PAUTAS: news@brmedia.net DEPTO COMERCIAL Florida Artur Rodrigues New Jersey | Beatriz Leitzke Massachusetts | Fabiano Andrade, Adriele Andrade e Edson Zanetti Pennsylvania | Beatriz Leitzke

National The Brazilian Newspaper is published by BR MEDIA LLC | 720 Anderson Ave, Cliffside Park - NJ - 07010 New Jersey | 201 282 5252 Toll Free 1-866-80-27272  As opiniões expressas em artigos e colunas são

de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinão do jornal

3


4

www.jornalnational.com

PONTO DE VISTA

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Made in e os consumidores indocumentados 

 POR JEHOZADAK PEREIRA

Um garoto de sete anos, filho de um casal de amigos, outro dia ganhou da mãe um presente que prontamente recusou e o motivo provoca risos até hoje. - É made in China, mamãe! Não se sabe ainda o que o motivou a reagir daquele modo, mas vale como ilustração de como milhares de produtos made in tem invadido os Estados Unidos e o mundo de uma forma cada vez mais abrangente. Nas lojas e magazines americanos é possível comprar produtos brasileiros – roupas de cama, banho e mesa, sapatos, que rivalizam com os italianos e agora os chineses que confeccionam produtos tão bons quanto caros, que estão nas prateleiras à disposição do ávido consumidor que compra sem se dar conta de que está levando para casa uma mercadoria que gerou empregos e divisas para outro país. Somente para ficarmos com os produtos brasileiros, quanto custaria para um consumidor brasileiro o sapato que é vendido por US$ 100 no mercado americano? E os outros produtos? Mais ainda, quanto custaria o mesmo produto se fosse comercializado nos estabalecimentos brasileiros que existem às centenas na comunidade brasileira? Nestas, o acesso seria restrito somente aos brasileiros ou a poucos de diferentes nacionalidades. É de se pensar que estes produtos made in tem muito mais sorte do que pessoas, seres humanos, homens e mulheres, pois precisam somente de uma guia de importação para entrar – e

ficar por aqui. Claro que não estamos comparando pessoas com mercadorias, mas que estas tem melhor sorte, isto tem sim. Gente que imigra para a América é tratada como uma mera estatística e nada mais, e é, sim, discriminada, perseguida, desprezada, ignorada pelo sistema repressor que a obriga a ficar nas sombras e nos desvãos da vida. Este assunto vai dominar 2008, por causa da eleição americana, cujos candidatos darão tratamentos diferentes ao tema. Uns o abordarão com sensibilidade enquanto que outros o tratarão com a hipocrisia de sempre, ou seja, com um discurso idiota que visa agradar ao eleitor que é contrário ao tema. Eleitor, aliás, que precisa ser convencido a ir votar. Quem compra produtos made in desconhece o que se passa na China por exemplo, na questão dos direitos humanos que não são respeitados, ou no caso do Brasil, com a exploração do trabalho infantil e do não pagamento de impostos entre outras infrações. Não há uma consciência coletiva de como o assunto deve ser tratado, a exemplo do que fez a Levi’s, a maior fabricante de jeans do mundo, que deixou a China anos atrás por causa da violação dos direitos humanos. Não se está pregando um boicote aos produtos made in, mas sim, uma reflexão de como são tratados as mercadorias e o ser humano que um dia ousou imigrar para a América. Claro, que as fronteiras e o direito de o país receber imigrantes deve, sim, ser respeitado, inclusive de receber o que somen-

te lhe interessa, mas como fica o esforço, o sangue e o suor de quem também contribui para o fomento da economia americana? Quanto há de interferência estrangeira na vida e na sociedade americana? É possível mensurar isto? É possível sim, basta ir a qualquer supermercado, loja ou magazine para ver que produtos com a etiqueta assembled in USA são cada vez mais raros, ao passo que os made in estão cada vez onipresentes. A economia de mercado rege – e manda cada vez mais, e a globalização definitivamente tomou conta de tudo,

principalmente porque movimenta bilhões de dólares anuais, e por isto mesmo domina. Ao passo que pessoas que são muito mais importantes do que mercadorias são tratados de forma desumana e relegados a um plano inferior, ignorando-se que são eles também, mesmo indocumentados, grandes consumidores dos tais produtos made in.


BRASIL

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

5

Brasileiros ficam 7 horas em aeroporto argentino

Após fim da CPMF, Receita cria mecanismo para fiscalizar contas de brasileiros O governo decidiu recorrer à Lei Complementar 105, de 10 de janeiro de 2001, e ao Decreto 4.489, de 28 de novembro de 2002, para continuar a receber informações das instituições financeiras sobre a movimentação dos correntistas, sejam pessoas físicas ou jurídicas. A iniciativa cobre a lacuna deixada pelo fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O imposto do cheque possibilitava automaticamente o acesso da Receita a esses dados. A identificação será feita pelo número do CPF, no caso de pessoas físicas, e do CNPJ, no caso das pessoas jurídicas.

www.jornalnational.com

Uma centena de brasileiros ficaram retidos por mais de sete horas no Aeroporto Internacional de Ezeiza, em Buenos Aires. Eles embarcaram em um vôo fretado da Aerolíneas Argentinas para passar o réveillon na capital daquele país e deveriam retornar por volta da 0h de quarta-feira, 2. O avião decolou às 3h15, mas cinco minutos

Polícia investiga causa de incêndio que matou oito em cadeia de Minas A Polícia Civil de Minas Gerais investiga o incêndio que resultou na morte de oito presos na cadeia pública do município de Rio Piracicaba (MG) na noite de 2 de janeiro. As primeiras apurações mostram que o fogo, que se concentrou na cela 1 da cadeia pública, começou pouco depois das 20h. De acordo com nota divulgada pelo governo de Minas Gerais, um policial teria advertido os presos

para que apagassem uma pequena chama próxima a uma das camas. Quando o fogo se tornou mais intenso, teria pedido reforço policial e acionado o carcereiro. O carcereiro teria levado quatro minutos para chegar ao local e conseguiu abrir três das quatro celas da cadeia. No entanto, o fogo se alastrou rapidamente e não foi possível abrir a porta da cela 1.

depois voltou ao aeroporto, e só voltaria a decolar às 7h30. Segundo brasileiros que ligaram para o Brasil para denunciar a situação, após o desembarque os passageiros foram levados a uma das salas de embarque do terminal e permaneceram sem alimentação ou esclarecimentos sobre o que teria ocorrido até o novo embarque.

Lula adia férias para discutir orçamento O presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou o ano trabalhando. Antes de tirar alguns dias de férias, na próxima semana, ele quer resolver algumas pendências com os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento). Sem a arrecadação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), governistas afirmam que será necessário fazer ajustes na proposta do Orçamento Geral da União de 2008 para cortar cerca de R$ 30 bilhões.


6

www.jornalnational.com

EUA/MUNDO

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Cidade americana muda prefixo por motivos religiosos Uma cidade no Estado americano da Louisiana recebeu permissão para mudar seu prefixo de telefone para que seus moradores possam evitar um número que muitos associam com o demônio. Cristãos de Reeves reclamam desde meados da década de 60 de terem recebido o número 666. A cidade tem menos de 500 habitantes e fica no chamado Cinturão Bíblico, na região sudeste dos Estados Unidos. Nos próximos três meses, os moradores poderão optar pela mudança dos primeiros três números de seu telefone para 749.

Cresce temor de recessão Economistas americanos apontam um aumento no temor por uma recessão na economia dos EUA em 2008. Mas não são apenas os especialistas que temem que a economia fique instável. Pesquisas realizadas nas últimas semanas apontam que os norte-americanos acreditam que já estão em recessão. O clima de insegurança é resultado da crise no mercado imobiliário.

Bin Laden pede que iraquianos impeçam americanos de controlar o petróleo

Mais de 1 milhão comemoram ano novo no Times Square As baixas temperaturas não atrapalharam o reveillon dos novaiorquinos. Mais de um milhão de pessoas acompanharam a entrada do ano novo em Times Square. Turistas estrangeiros e de outros estados, e moradores da cidade se reuniram no local para presenciar o movimento da tradicional bola sobre o edifício One Times Square. A

Disputa acirrada pela Casa Branca Os candidatos favoritos à Casa Branca estão bem próximos na preferência do eleitorado. Segundo uma pesquisa divulgada pela MSNBC, John Edwards, ex-candidato à vice-presidência, está à frente dos democratas no Iowa, com 24% das intenções de voto, na frente de Hillary (23%) e de Obama (22%). No campo republicano, o exgovernador de Massachusetts, Mitt Romney, retomou a vantagem com 27% das intenções de voto contra 23% do ex-governador do Arkansas, Mike Huckabee. Esta semana começam as primeiras consultas eleitorais para designar os candidatos de cada partido.

tradição acontece há 100 anos. Um minuto antes da meia-noite, a bola começou a descer pelo mastro de 24 metros de comprimento e nos últimos dez segundos do percurso sua trajetória foi acompanhada por uma contagem regressiva que culminou com a iluminação do número 2008, com a voz de Frank Sinatra e a tradicional New York, New York ressonando por toda a praça.

França cria polêmico arquivo de estrangeiros O governo francês anunciou a criação de um arquivo informatizado para armazenamento dos dados relativos aos estrangeiros passíveis de expulsão do país. O arquivo conterá a identidade do estrangeiro, de seus pais e filhos, sua fotografia, o nome pelo qual é conhecido, as línguas que fala, entre outros. Para associações de direitos humanos e de defesa de imigrantes, o arquivo atenta contra as liberdades individuais.

Em mensagem de voz disponibilizada na Internet, o líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden, advertiu os iraquianos de qualquer tentativa de participar em um Governo de unidade entre sunitas, xiitas e curdos que, em sua opinião, só servirá para deixar o petróleo nas mãos dos Estados Unidos. Na mensagem, que surgiu em um site que costuma ser usado pela produtora da Al Qaeda, As-Sahab, o líder da rede terrorista critica também Israel e pede que seus militantes libertem a Palestina.

Protestos e mortes marcam sepultamento de Benazir Bhutto Mais de 50 mortes foram registradas no Paquistão, durante manifestações de protesto contra o assassinato da ex-primeiraministra Benazir Bhutto, sepultada sexta, 28, em sua cidade natal, Karachi. O filho de Benazir, Bilawal Bhutto Zardari, de 19 anos, é o novo chefe do partido. Depois do assassinato, a polícia paramilitar do sul do Paquistão recebeu autorização para atirar nas pessoas que provocarem distúrbios no país. A Comissão Eleitoral realizará eleições gerais em 18 de fevereiro.


www.jornalnational.com | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | 3 DE JANEIRO DE 2008 | 7


8

COTIDIANO

www.jornalnational.com

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Começa a corrida presidencial nos EUA Até o terceiro trimestre de 2008, democratas e republicanos escolherão seus candidatos. Eleições primárias começam essa semana.

eleitos dentro do próprio estado, e cada estado tem uma maneira de eleger os seus. O que está estabelecido é que senadores e deputados são proibidos de fazer parte do Colégio Eleitoral, segundo a Constituição.

 DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

As eleições norte-americanas acontecerão no dia 4 de novembro de 2008, mas, até lá, o país vai assistir a uma corrida que poderá garantir a tão sonhada vaga na disputa presidencial. A campanha já começou. Pré-candidatos dos dois principais partidos, o Democra-

Regionalização do voto ta e o Republicano, estão trabalhando para conquistar o apoio dos partidários. Para você entender como funcionam as eleições nos Estados Unidos, reproduzimos parcialmente o guia preparado pelo site G1 (www.g1.com.br), com explicações sobre o sistema norte-americano.

Escolha dos candidatos Cada partido abre espaço para a disputa da Presidência desde que a pessoa seja americana de nascimento e residente no país há pelo menos 14 anos, e que tenha, no mínimo, 35 anos de idade. A definição do vencedor é uma eleição à parte dentro do próprio partido - chamada de primárias. As eleições primárias começam no dia 3 de janeiro, com a disputa no estado de Iowa (na região central dos Estados Unidos). Em 5 de fevereiro, os partidos, historicamente adversários, têm a principal disputa: é a ‘Super Terça’, quando praticamente a metade dos 50 estados do país (além do distrito de Colúmbia) realizará suas eleições primárias. Os votos nas primárias são dados pelos representantes de cada partido. Em cada estado a definição do grupo desses representantes pode ser diferente. Em alguns, votam apenas os filiados do partido. Em outros, votam também os cidadãos comuns. Terminada a votação em cada estado, os partidos fazem seus congressos nacionais, nos quais os candidatos são finalmente oficializados, apesar de já se saber antes o vencedor, pela soma dos delegados conquistados nos estados. O congresso democrata será realizado entre os dias 25 e 28 de agosto, em Denver, no estado do Colorado. Já o republicano está marcado para ocorrer entre os dias 1º e 4 de setembro, em St. Paul, no estado de Minnessota. Ganha quem obtiver mais votos. Podem também concorrer à Presidência dos Estados Unidos candidatos independentes. O prazo final para a inscrição dos candidatos é o dia 5 de setembro de 2008.

Colégio eleitoral

Pelo sistema norte-americano, cada eleitor dá o seu voto no estado onde mora. Ao final da apuração é que entra o papel dos “delegados”, que quase sempre seguem o voto para o candidato escolhido pela maioria da população do estado que fazem parte (em raras ocasiões, delegados individuais já se "rebelaram" e não seguiram o voto popular de seus estados). Há uma outra especificidade do Colégio Eleitoral que marca a eleição norteamericana: na maior parte dos estados, o candidato que ganhar o maior número de votos populares leva todos os delegados desse estado. Por esse sistema, mesmo que um candidato A tenha obtido, por exemplo, 30% dos votos da população de um estado, esses votos não terão nenhum peso na contagem final se o seu adversário B ganhar a maioria dos votos populares (51% ou mais).

Barack Obama e Hillary Clinton disputam a preferência dos democratas.

Definidos os candidatos de cada partido, a campanha volta seu foco para os eleitores comuns, apesar de a eleição não ser tecnicamente direta. Os mais de 200 milhões de eleitores norte-americanos darão o seu voto (que não é obrigatório) para o presidente, mas não serão eles que determinarão o resultado final. No Brasil, vence a eleição presidencial o candidato que somar mais votos em todo o país, independentemente dos resultados parciais de cada estado. Nos Estados Unidos não é assim: o resultado de cada estado é o que conta. É o chamado Colégio Eleitoral, sistema pelo qual cada estado nomeia um certo número de "delegados" que então escolhem o presidente. Esses representantes ou delegados são

Rudolph Giuliani e John McCain se enfrentam no lado republicano.

CURIOSIDADES  E se nenhum dos candidatos à Presidência ou vice-presidência receber ao menos 270 votos? Os três que receberam mais votos do Colégio Eleitoral vão para uma nova eleição. Neste caso, porém, a decisão passa do Colégio Eleitoral para a Câmara de Representantes, onde cada estado tem um voto.

 O sistema eleitoral norte-americano pode trazer resultados curiosos: nem sempre vence a eleição quem tem mais votos em todo o país. Isso aconteceu recentemente, em 2000, quando o democrata Al Gore teve mais votos entre a população do que o republicano George W. Bush, mas acabou perdendo a eleição. Esse fenômeno também aconteceu com John Quincy Adams (em 1825), com Rutherford Hayes (em 1877) e com Benjamin Harrison (em 1889).

Mais habitantes, mais poder O Colégio Eleitoral dos Estados Unidos divide o país com base em sua população. Quanto mais habitantes um estado tem, mais poderoso ele é na hora de dar seus votos a um determinado candidato. Cada estado tem um número mínimo de três delegados. É o caso de Delaware, que tem 853 mil habitantes. A Califórnia, o estado mais populoso do país, com 36 milhões de habitantes, é o que tem mais peso no colégio eleitoral: 55 votos. Já Nova York, com 19 milhões de habitantes, tem 31 votos. O colégio eleitoral norte-americano tem, ao todo, 538 representantes. Vence a eleição presidencial o candidato que conseguir pelo menos 270 votos.


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

COMUNIDADE

www.jornalnational.com

america em foco Ano Novo na Praia O

casal Joe e Olivete Costa comemorou a virada do ano na casa de praia da Flórida, em Rotonda West, rodeado de amigos. O clima quente colaborou com o jantar servido à beira da piscina. Para cumprir a tradição brasileira, depois do jantar os convidados foram para a praia de Fort Myers admirar a queima de fogos.

Ana Silva, Maria Belmira e Adelino Almeida, Victor e Natália Duarte, Joe e Olivete Costa.

Joe e Olivete Costa.

Maria Belmira e Adelino Almeida de Riverside (NJ). Olivete Costa e Ana Rodrigues festejam o aniversário.

Joe, Olivete Costa e seus amigos do Canadá, Pennsylvania e New Jersey.

Olivete Costa e amigos na praia de Fort Myers, celebrando o aniversário de Ana Rodrigues, do Canadá.

Ana e João da Silva, de Newark (NJ).

9


10

www.jornalnational.com

COTIDIANO

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Vítima de tigre na Califórnia era filho de brasileira Carlos morreu no dia de Natal, após ter sido atacado por um tigre num zoológico de São Francisco.  DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

Carlos Sousa Júnior, de 17 anos, morto por uma tigresa no dia de Natal no zoológico de São Francisco, era filho de uma brasileira e de um português que vivem nos Estados Unidos. Ele foi atacado pelo animal quando visitava o zôo com dois amigos, que também foram feridos. A polícia investiga a hipótese de os rapazes terem provocado a tigresa. Chamada Tatiana, a tigresa era separada do público por uma larga cerca de metal e um fosso de 8 metros de largura. A polícia investiga como o animal pôde fugir sozinho. Com 136 quilos de peso, o tigre já havia atacado o braço de um tratador quando era alimentado em público, no ano passado. Filho de brasileira, Carlos estava ter-

Carlos Sousa Jr. com sua mãe, Marilza Sousa em foto de arquivo de família.

minando o colégio e morava em San José. Seus dois irmãos mais velhos – Beatriz, de 28 anos, e Leonardo, de 21 anos, nasceram no Brasil. Somente ele nasceu depois que sua mãe, Marilza, já havia imigrado para os EUA. "Ele adorava rap e queria ser cantor", conta Beatriz. "Ele foi viajar com seus dois melhores amigos, com quem compunha suas músicas. Os rapazes sempre se juntavam para cantar". A família do rapaz, que só descobriu que o garoto morto era Carlos cerca de 24 horas depois do incidente, procura respostas para entender como ele foi atacado pelo tigre. “O Carlos não estava com nenhum documento. Os meus parentes do Brasil e de Portugal souberam que o Carlos era a vítima antes da gente”, afirmou Leonardo. “Fiquei sabendo pela polícia que eles provocaram o tigre, que atacou um deles primeiro e depois atacou o Carlos. Mas nessa hora eles fugiram e deixaram o meu irmão sozinho”.

lhão, cheio de vida. Isso dói ainda mais”, disse. Ela afirmou que recebeu as informações sobre como teria acontecido o ataque através de interlocutores enviados pela família para conversar com os jovens. Os pais de Carlos Júnior foram de San José para São Francisco, a fim de conseguir a liberação do corpo do adolescente. O enterro estava previsto para o início desta semana. Marilza disse que a família ainda não sabe como vai agir em relação ao zoológico e evitou questionar a segurança do parque, de onde o tigre conseguiu escapar de sua jaula. “Estamos conversando com nossos advogados. Muita gente está interessada em assumir o caso”, afirmou.

Tigresa teria sido provocada

De acordo com o jornal San Francisco Chronicle, a polícia encontrou sangue e um sapato dentro da jaula da tigresa Tatiana, e agora investiga a possibilidade de que uma das vítimas tenha colocado uma perna dentro do fosso, "ajudando" o animal a escapar. O corpo de Carlos foi encontrado próximo ao fosso de separação. Ele foi morto por um corte da garganta. As outras duas vítimas, dois irmãos de 19 e 23 anos, que visitavam o zoológico com Carlos, estavam presentes no momento da fuga do animal. "As vítimas feridas fugiram, deixando um rastro de sangue, e a polícia acredita que a tigresa os tenha perseguido por cerca de 300 metros", diz a reportagem. "Alguém criou uma situação que a irritou muito e a motivou a escapar", observa Manuel Mollinedo, diretor do zoológico de São Francisco, em declaração ao jornal americano. Mollinedo reconheceu que a parede do recinto onde estava a tigresa era A brasileira Marilza baixa demais. A altura de Sousa, mãe de Carlos, ain3,81 metros estava abaida está em estado de choxo do estipulado pela Asque. Segundo ela, o filho sociação de Zôos e Aquáfoi morto quando tentava rios (AZA) dos Estados Unidefender um amigo, de dos, que recomenda um origem indiana, que teria mínimo de cinco metros. sido a primeira vítima do O diretor do zoológico de animal. Como foi atingido San Francisco, Manuel A reportagem também no pescoço, Carlos não re- Mollinedo, não descarta a diz que pinhas e gravetos sistiu ao ataque. Os dois hipótese de que os jovens encontrados no fosso poamigos que estavam com tenham provocado a tigresa. dem ter sido jogados conele conseguiram fugir, fotra o animal. "Esses objeram hospitalizados, mas, segundo Marilza, tos não teriam como chegar ao fosso natunão correm risco de morte. ralmente", de acordo com as fontes. “Fico orgulhosa de saber que ele tenMesmo assim, o chefe de polícia Neville tou ser um herói, mas nós ensinamos que Gittens alerta que "não havia razão para penele também tinha que se defender”, lamen- sar que as vítimas estavam provocando o titou. “Ele era um menino, uma criança, es- gre". Os dois sobreviventes se recuperam em tava começando a viver. Era muito brinca- um hospital em condição grave, mas estável.

Estado de choque


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

COMPORTAMENTO

Início do ano é momento ideal para mudar hábitos alimentares Emagrecer alguns quilos é a principal resolução de ano novo de milhares de pessoas. Confira dicas para mudar o cardápio.

taliças, cereais integrais, e dar preferências para carnes magras e laticínios desnatados", afirma Dra. Andrea Frias, phD em Nutrição e Alimentos pela ESALQ-USP e coordenadora do Centro de Pesquisa Sanavita. A especialista recomenda ainda, incluir na dieta uma quantidade significativa de fibras, que além de serem benéficas à saúde, melhoram o funcionamento intestinal e mantêm por mais tempo a sensação de saciedade. "Além de serem benéficas à

 DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

Entre as principais resoluções para o ano que se inicia está a mudança de algumas atitudes e, entre elas, a perda de peso. Para quem exagerou no fim de ano é importante começar 2008 de bem com a balança, investindo tempo e planejamento na reeducação alimentar. Depois da natural 'comilança' das festas de Natal e de Ano Novo, o importante é retomar nas primeiras semanas de janeiro as práticas alimentares saudáveis do dia a dia. "Para aqueles que sofreram com os quilos a mais em 2007, é importante começar 2008 reeducando hábitos alimentares, ou seja, evitar o consumo excessivo de gorduras e carboidratos simples (açúcar, doces, pão comum, batata, arroz branco), aumentar o consumo de frutas, hor-

www.jornalnational.com

saúde, melhorando o funcionamento intestinal, as fibras retardam de forma natural o esvaziamento gástrico", afirma. "É importante que as refeições sejam equilibradas e ofereçam todos os nutrientes indispensáveis para o bom funcionamento do organismo", explica. "Quem precisa emagrecer não pode sentir fome, pois se ficar com a sensação de estômago vazio não vai conseguir resistir à tentação de beliscar entre as refeições". Outro ponto importante é o fracionamento das refeições. "O tempo entre uma refeição e outra é muito importante, pois quanto maior o tempo, mais lento torna-se o metabolismo", explica a especialista. Isto quer dizer que o corpo passa a gastar energia (calorias) de forma mais lenta. "O ideal é não ficarmos mais do que 3 ou 4 horas sem nos alimentar", completa.

ANO NOVO, PESO NOVO! A pesquisadora dá outras dicas de como se livrar de alguns quilos e manter o novo peso em 2008:  Faça algumas trocas como laticínios integrais por desnatados/lights e queijos amarelos por queijos magros.  Prefira carnes magras (peixe e peito de

frango são os mais adequados), dando preferência aos grelhados, assados e cozidos.

Saladas, frutas e fibras auxiliam nas dietas de emagrecimento.

 Corte as frituras do cardápio.

11

 Os doces são muito calóricos, então prefira as frutas e gelatina diet na sobremesa.  Antes de devorar o prato principal, coma

um belo prato de salada, e não esqueça também de aumentar a ingestão de frutas e água (pelo menos 8 copos ao dia). Chás podem ser uma ótima opção.  Mexa-se: exercícios espontâneos (subir

escadas, por exemplo) e programados (caminhar, pedalar, nadar etc.) são fundamentais para a saúde e conquista do novo peso.


12

www.jornalnational.com

COMUNIDADE

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Rádio apresenta retrospectiva 2007 A Rádio 650AM, de Framingham (MA), sada pela não aprovação da lei de imigraapresentou na semana passada uma retros- ção, que beneficiaria milhares de brasileipectiva 2007 com três horas de duração. ros. Foi a primeira vez que uma rádio brasileira Ao final, Fausto da Rocha enfatizou as nos Estados Unidos relembrou os momen- lutas e conquistas da comunidade brasitos que marcaram o Brasil e o Mundo. leira. Todos destacaram a esperança de que O radialista Gladston Reis comandou 2008 seja um ano melhor para toda coo programa, que teve a participação es- munidade. (COLABOROU: MARA RUBIA) pecial do jornalista e escritor Jehozadak Pereira, do Diretor do Centro do Imigrante Brasileiro Fausto da Rocha, e do Pastor Maestro Wando, apresentador do programa Vem Viver. Das 5 da tarde às 8 da noite eles narraram e comentaram fatos que marcaram a história de brasileiros na América e também no Brasil. Segundo os apresentadores, os eventos que mais marcaram o ano foram a alegria do jogo Brasil e Gladston Reis, Jehozadak Pereira, México e a tristeza cau- Fausto da Rocha e Maestro Wando

Retrospectiva da rádio 650AM relembrou os momentos que marcaram 2007.

coluna cristã

Por Pastor Generoso | pastorgeneroso@hotmail.com

Para quem só quer ser FELIZ! Aconteceu no Rio, mais precisamente na Tijuca. O cenário, uma loja de roupa social feminina. Uma jovem senhora entra e compra algumas peças boas e caras. Aparentemente, tudo às mil maravilhas. No dia seguinte, ela volta. Está deprimida. Insatisfeita. Quer desfazer o negócio. Não, não é dinheiro o motivo! Chega a dizer que prefere um câncer que a faça emagrecer do que conviver com um corpo além das medidas. Mas ela não é gorda! Seus olhos vêem no mínimo detalhe um prenúncio de desgraça corporal. Não está feliz... Cenas como esta acontecem mais vezes do que se imagina! Quando não se está bem consigo mesmo, nada presta! E quando vem a depressão, a solidão, e os porquês nunca são respondidos, então nos entregamos a sentimentos em tudo antagônicos à felicidade. A autocomiseração é um deles. Somos sempre as vítimas, os dignos de pena. Há um adesivo de carro que diz: "Não tenho tudo que quero, mas amo tudo que tenho!". Bom seria se nos comportássemos exatamente assim. Felicidade é estar satisfeito, livre de ansiedade. A ansiedade é outro sentimento que pode ser destrutivo, mas deixe o próprio Cristo apresentar algo por que vale a pena viver: "Buscai, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas" (Mateus 6.33). Não será um casamento, um emprego ou um carro novo que o farão feliz. Mas se você for feliz, poderá desfrutar dessas bençãos como ninguém! Você não dependerá delas para

sua satisfação; serão antes um conforto a mais. Jesus é o instaurador do reino de Deus entre os homens, e você precisa adentrar essa nova dimensão existencial. Na Bíblia, você descobrirá Jesus e será posto em contato com a sua mensagem, uma mensagem que revolucionou o mundo e pode mudar hoje, para melhor, a sua vida. Pense nisso e um Feliz Ano Novo para todos.

COMENJ Dia 7 de Janeiro, Segunda-Feira, às 9:30 da manhã, o COMENJ estará se reunindo na igreja do Pastor Jelson e Sisi Brown. 67 Brill st, Newark, NJ. Estamos esperando por você lá.

Momento Empresarial Ouça pela rádio 1430AM, 11:30 hrs, toda manhã, o Programa Momento Empresarial. Informações, alegria, prêmios, diversões e refrigério para sua alma. Um programa de utilidade pública. Apresentação: Pastor Antonio Generoso Imperdível! Feliz Ano Novo para Todos! Se os eventos da sua igreja não estão aparecendo nesta coluna, passe um e-mail para pastorgeneroso@hotmail.com "Pois todo o que é nascido de Deus vence o mundo. Esta é a vitória que vence o mundo: a nossa Fé." 1 João 5:4


www.jornalnational.com | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | 3 DE JANEIRO DE 2008 | 13


14

www.jornalnational.com

COMUNIDADE

reveillon 2007 Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!!! O

Reveillon organizado pelo Casa Nova no Newark Simphony Hall em Newark (NJ) foi um sucesso. Com a participação de mais de 1000 pessoas a virada do ano foi muito divertida, com muita música, comida e animação. Caso você queira comprar alguma foto da festa por favor entrar em contato através do telefone: (973) 817 8671

Moreira, dono da rede de restaurantes Casa Nova e responsável pela organização da festa de Reveillon, sua esposa e seu filho.

Joe e Olivete Costa na Praia de Fort Myers.

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

COMUNIDADE

reveillon 2007 Celebrando com muita alegria !!! U

ma outra festa também muito tradicional, foi organizada pelo restaurante Boi Na Brasa, no Robert Treat Hotel em NJ. A festa contou com a participação de bandas locais como Pimenta Malagueta que trouxe muita animação. Para adquirir fotos do evento favor contactar o telefone: (908) 8388354. Farid dono da rede de restaurantes Boi na Brasa e responsável pela organização da festa de Reveillon e sua esposa.

www.jornalnational.com

15


16 | 3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | www.jornalnational.com


COMUNIDADE

Rafaela (My Amazing Party), com todo seu talento e criatividade, faz de cada festinha um mundo encantado. Na foto, curtinho seus pimpolhinhos Samuel e Saulo.

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Ana Paula Avelar | anabellakids@hotmail.com

17

Sabrina Silva, uma bonequinha! Agende seu Book com o Jujubakids.com

A linda Júlia desejando a todos vocês um feliz 2008!

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

A madrinha coruja Gabriela com a aniversariante Agatha e suas priminhas Julia e Ashley.

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Edson e Charlene Macedo comemorando o primeiro aninho da caçulinha Agatha. Ao lado, o big brother Leonardo.

Aniversariante da semana, a princesinha Agatha completou um aninho de vida. Confiram todas as fotos no jujubakids.com

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

“Feliz 2008 a todos. Que neste ano, a sua estrelinha brilhe cada vez mais forte!”

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

estrelinhas

www.jornalnational.com

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Lara Faria, um encanto de menina. Linda!


18

www.jornalnational.com

COMUNIDADE

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Expectativas da comunidade para 2008 O ano novo chega com muitas esperanças para a comunidade. Após passar por um período econômico e profissional cheio de desafios, a maioria dos brasileiros acredita que nos

próximos meses tudo melhorará. Para saber o que os imigrantes pensam do futuro, consultamos algumas pessoas da comunidade. Confira as opiniões.

“Um novo ano é sempre de recomeço, de crescimento e de esperança. Para este ano de 2008 espero a realização de grandes projetos no âmbito pessoal e na vida profissional. (..) Perseverança, calma, união e cuidado é uma mensagem para todos! Para o nosso grupo multimídia Ponto de Partida-USA, 2008 será um ano de grande reconhecimento e valorização dos talentos brasileiros que existem nos Estados Unidos e que, tenho certeza, se destacarão em peças e filmes, nos quais já estamos trabalhando, que ajudarão a informar mais, orientar e educar a nossa comunidade. (...) Meu maior desejo para 2008? Que Deus ilumine e que o bom senso impere entre os dirigentes deste país. Que o novo a ser eleito tenha a sensibilidade e a responsabilidade de mudar esta situação atual, seguindo à risca a declaração da independência americana em que "todos somos iguais", dessa maneira buscando uma reforma imigratória justa, acabando com o suplício atual de milhões de indocumentados.”  Elisa Garibaldi, médica especializada em cirurgia geral e pediátrica, e membro do grupo Ponto de Partida-USA (MA)

“As expectativas profissionais são várias. (...) No Movimento Brasileiro Legal, quero ajudar na mobilização dos brasileiros em prol da Legalização Já. Espero que muitos brasileiros possam participar na marcha “Um Dia Sem Imigrantes” em Washington D.C no dia 1o de Maio de 2008. São esperados um milhão de pessoas em Washington e nós, brasileiros, temos que estar lá em massa vestidos com nossas camisas amarelas. O que eu mais desejo em 2008 é que Deus tenha compaixão do povo imigrante e faça com que Bush assine uma ordem executiva autorizando a legalização de todos os imigrantes atualmente no Estados Unidos. Com a legalização, muitos outros problemas serão resolvidos. Meu maior desejo para o povo imigrante é uma legalização, pois só assim as pessoas poderão ter carteira de motorista, viajar e trabalhar em paz.”  Carlos A.F. Da Silva, diretor Executivo do Escritório de Assistência Total e Diretor do Movimento Brasileiro Legal (MA)

“O Ano de 2008 se apresenta como um grande desafio em função do momento que nós, imigrantes, vivemos. Além dos problemas enfrentados pela economia americana, há ainda as eleições. O que vai acontecer em 2008 marcará a história deste país (...) Profissionalmente acredito que é o momento de buscar alternativas, inovar, valer-se da criatividade e aproveitar as oportunidades que vão surgir. Pessoalmente, quero ter certeza que estou fazendo algo de bom e construtivo. O tempo do medo já passou, agora começa o tempo da esperança. Viver nos Estados Unidos só é bom porque tem toda essa galera de brasileiros por aqui. De uma forma ou de outra buscamos sempre estar perto de outro brasileiro, nós somos assim. Meu desejo para

“As expectativas pessoais são muitas e, como todos, queremos o melhor. Não podemos nos esquecer que mesmo estando no paraíso, no oásis da democracia, vivemos dias de insegurança, pois além do país estar vivendo uma grande crise financeira, estamos todos os dias sendo atacados por vários monstros como: imigração, crime, drogas, medo e, agora, crise financeira. (...) Quanto ao meu lado profissional, só queria poder fazer mais pela nossa frágil comunidade brasileira, que tem uma parte invisível, composta por viciados, alcoólatras e prostitutas. Tenho lutado com uma única ajuda que é a de Deus e de poucas pessoas que temporariamente cruzam meu caminho. Espero que eu possa fazer muito mais para esses cidadãos brasileiros esquecidos. (...) Meu pedido para 2008 é que sejamos mais humanos, amigos e irmãos, que Deus traga mais amor em nosso coração e que respeitemos o próximo, assim, tudo ficará mais feliz. (...) Que neste ano que se inicia, vocês tenham tempo para refletir nas suas vidas, façam a diferença, ajudem a construir uma casa melhor e uma comunidade mais forte. Lembre-se: você ainda tem o coração verde e amarelo e têm irmãos precisando de sua ajuda. O pouco que você tem a oferecer é muito para aquele que nada tem.”  Marco Tulio, Fundação Rock of Faith (NJ)

2008 é que o problema dos imigrantes seja abordado de uma forma mais humana por parte dos líderes americanos e ao mesmo tempo que os brasileiros decidam fazer parte deste debate. Não basta esperar pela lei, tem que aprender inglês, pagar imposto e aprender as leis americanas. O próximo ano vai decidir o futuro dos imigrantes e seria bom que todos tomassem consciência disso.”  Luciano Braz, Equipe BiSaDo (MA)

“Tenho certeza de que 2008 consolidará a Yes Brazil TV como a principal mídia digital indoor, trazendo muito mais informação e renovando sempre a esperança da nossa comunidade. O meu desejo é que a nossa comunidade continue acreditando no seu potencial de realização e com atitude desenhe um ano espetacular para cada brasileiro nos Estados Unidos. Acredite sempre no poder dos sonhos e na sua possibilidade de realização. Sejam Felizes!  Anselmo Cassiano, CEO YesBrazil TV (MA)


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

“Espero que em 2008 os políticos norte-americanos sejam mais responsáveis em relação à política de imigração, que nossa comunidade seja mais ativa na defesa dos seus direitos imigrantes e civis, e que as eleições presidenciais coloquem um fim no período negro que estamos vivendo nos Estados Unidos. Meu maior desejo para 2008 é a aprovação de uma anistia ampla e irrestrita para todos os imigrantes vivendo sem documento nos Estados Unidos.”  Heloísa Galvão, Grupo Mulher Brasileira (MA)

COMUNIDADE

“Como empresário que sobrevive do mercado da comunidade brasileira, confesso que me preocupo um pouco, pelo número de brasileiros desistentes de seus sonhos na América. Mas, ao mesmo tempo, como residente há 24 anos neste país e tendo vivido todas as crises que aconteceram neste período, sei o quanto a realidade é outra e tento o tempo todo conscientizar a todos que aqui estão. Os EUA são um país muito bem estruturado e não podemos perder a esperança, pois sem ela não encontraremos a felicidade em lugar algum. Minha mensagem: Em uma luta, não podemos desistir; devemos enfrentar a primeira e todas as outras dificuldades. Minhas expectativas: caminhos para legalização do imigrantes, aquecimento da economia americana e, acima de tudo, muita fé e esperança para continuarmos lutando e crescendo para voltar para nossa terra natal, sendo para passar ou para ficar, tomando assim uma decisão espontânea e não sob pressão.  Miranda Barbosa, Barbtour (NJ)

“Como otimista que sou, minhas expectativas pessoais e profissionais são as melhores possíveis. Acredito muito na lei da semeadura, tenho plantado boas sementes tanto na vida pessoal como na empresarial. Se você plantar sementes boas, a colheita será boa e a contrapartida, será verdadeira. O ano de 2008 será de colheita. Meu maior desejo é crescimento espiritual. (...) na presença do Senhor existe felicidade plena. Isto que dizer, perto estamos felizes, longe não estamos felizes. E todo nós queremos e buscamos a felicidade. Com a turbulência que nos aguarda para o futuro, é bom termos a certeza de onde nos agarramos e quem tem o controle de tudo. Daí vêm o meu otimismo.”  Richard Sanchez, Moriah International (FL)

“Para o ano de 2008, minha expectativa maior é aprimorar minhas qualidades profissionais e meus estudos. Os Estados Unidos são, sim, a terra das oportunidades, para quem não fica esperando nada cair do céu. O mercado de trabalho americano está cheio de oportunidades excelentes para quem está preparado e atualizado. Meu maior desejo para o proximo ano é ver

um Democrata novamente no comando do país; os Republicanos têm mais um ano no poder e acredito que eles não vão facilitar muita coisa para nós imigrantes. Acredito que com a volta dos Democratas ao poder alguma lei será criada para nos ajudar profissionalmente, financeiramente e legalmente.”  Amanda Smiley, store manager de O Boticário (NJ)

www.jornalnational.com

“Sou um otimista por natureza, portanto, espero que em 2008 minhas expectativas profissionais possam alcançar níveis mais altos e dar continuidade ao aperfeiçoamento do meu trabalho. Que seja um ano muito positivo para cada um e que as pessoas acreditem num mundo melhor.”  Mauricio Filho, Intermidia Agency (MA)

19


20

www.jornalnational.com

COMUNIDADE

Brasileira é acusada de tentar matar companheiro Moradora de Framingham teria usado combustível para atear fogo no namorado.  DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

Uma brasileira que reside em Framingham (MA) foi presa sob acusação de ter ateado fogo em seu namorado, na quinta-feira, 27. Após o incidente, ela chamou a polícia, alegando que o companheiro estava bêbado e tinha se queimado sozinho. Rosilandy F. DeSouza, 35, morava com José dos Santos e, segundo testemunhas, tinha desentendimentos frequentes com o companheiro. O irmão da brasileira, Caciano Neto, de 41 anos, morador de Marlborough, também foi preso. Ele teria ameaçado a família do cunhado, caso eles procurassem a polícia. De acordo com a procuradora Jennifer Snook, da corte distrital de Framingham, Rosilandy jogou combustível no corpo do namorado e ateou fogo com o auxílio de um isqueiro. O juiz Douglas Stoddart determinou a prisão preventiva da brasileira, sem fiança. Uma audiência prevista para esta semana avaliará se ela poderá ter a pena minimizada. Mesmo que seja solta, Rosilandy deverá ser entregue à custódia federal, por ser imigrante ilegal.

Versões contraditórias Segundo informações do porta-voz da polícia Paul Shastany, às 2:13 a.m. de quinta-feira, 27, a brasileira discou 911 e disse que seu marido, José dos Santos, tinha bebido o dia todo e não estava bem de saúde. Quando o oficial Marty Keith chegou,

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

Rosilandy F. DeSouza está presa por tentativa de homicídio.

Rosilandy estava na companhia de seu filho de 10 anos, fora de casa. No momento que viu os oficiais, avisou que seu companheiro havia ateado fogo contra si próprio. Keith entrou na casa e viu a vítima na sala. “Ele teve queimaduras na face e nas mãos. A vítima estava pedindo ajuda. O oficial tentou perguntar a ele o que tinha acontecido, mas ele não conseguiu responder. Ele pedia ajuda pelas terríveis queimaduras”, afirmou. Uma equipe de socorro foi até o local e os médicos removeram a vítima para o UMass-Memorial Medical Center. José dos Santos sofreu queimaduras de terceiro grau no nariz e couro cabeludo, e de segundo grau na face, orelhas e mãos. “Suas cordas vocais foram prejudicadas e os pêlos do nariz foram queimados, indicando que ele aspirou as chamas”, disse o oficial. Questionada sobre o incidente, a brasileira disse a investigadores que não tem idéia de como o companheiro se queimou. Rosilandy contou que José bebeu o dia inteiro e ela foi para a cama dormir. Ela acordou porque o alarme de fogo soou e, ao levantar-se, encontrou o companheiro queimado. Ao analisar o local, a polícia observou que não havia alarme de fogo na residência e encontrou combustível no banheiro. Mais tarde, a polícia foi ao hospital e entrevistou José dos Santos. Ele não pôde falar por causa dos ferimentos em suas cordas vocais, mas conseguiu sinalizar com a cabeça, dizendo “sim” ou “não” às perguntas do oficiais. José disse “sim” quando questionado se Rosilandy tinha atea-

do fogo contra ele. Ele também respodeu “sim” quando os oficiais perguntaram se isso tinha acontecido sem motivo. A polícia tentou questionar Rosilandy mais tarde, mas teve dificuldades de obter respostas. “Ela disse que estava transtornada e não poderia prestar informações naquele momento”.

Testemunhas intimidadas Um dos irmãos de José disse que Rosilandy havia ameaçado o brasileiro recentemente com uma faca, mas ele nunca reportou o fato à polícia. O outro contou que Neto, o irmão da brasileira, havia ligado para ele pedindo que não chamasse a polícia. Para defender a irmã, ele teria ameaçado a família do cunhado, dizendo que tinha condições de prejudicá-los, pois já havia atuado como detetive no Brasil. Pressionado pelo policiais, Neto admitiu que fez a ligação. Rosilandy foi presa por tentativa de homicídio e lesão corporal, e Neto foi detido por intimidação de testemunha. O advogado da brasileira destacou que há muitas questões não respondidas neste caso, pois a vítima está muito ferida. Ele pediu que sua cliente não seja julgada antes da sentença judicial. O serviço de imigração (ICE) já entrou no caso, pelo fato de Rosilandy ser imigrante ilegal. A justiça deverá pedir a deportação da brasileira nos próximos dias.

Grupo promove oficina de teatro e expressão corporal O grupo Ponto de Partida, de Massachusetts, está com inscrições abertas para a Ciranda do Corpo, uma oficina direcionada a todos que desejam conhecer um pouco do teatro e da expressão corporal. Com direção de Robson Lemos, a iniciativa combina a essência de Boal, a visão de Martha Graham, o folclore nordestino e o espírito mambembe. O início está previsto para janeiro de 2008, com duração de 5 semanas. Sem limites de idade, a oficina será oferecida em dois níveis, com uma aula semanal de 2 horas, sendo altamente recomendada para pessoas e organizações que lidam diariamente com a população imigrante. Quarta-feira, 9 de janeiro às 7 pm inicia a turma avançada e quinta-feira, 10, às 7pm, a turma iniciante.

Inscreva-se! Local: 92 Union Square, segundo andar, Somerville, MA Turmas Limitadas Para maiores informações ou inscrições, ligar para (978) 4732329 ou ( 781) 420-4710 E-mail: pontodepartida_usa@yahoo.com


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

IMIGRAÇÃO

Leis estaduais provocam corrente migratória interna Imigrantes buscam cidades onde possam se proteger de leis que atentam contra seu bem-estar.  DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

A promulgação por parte de governos estaduais e municipais de leis para combater a imigração ilegal tem gerado uma nova corrente migratória dentro dos EUA. No último ano, milhares de indocumentados radicados em comunidades que adotaram leis e determinações hostis à imigração, têm deixado esses lugares para morar em locais onde possam sentir-se mais seguros. “Está acontecendo um novo padrão de ocupação como consequência das leis locais e estaduais de imigração”, disse Jeanne Batalova, do Instituto de Política em Imigração, com sede em Washington, que analisa o movimento de pessoas no mundo. Ainda que os especialistas não tenham dados concretos sobre a proporção desse

Miguel Rivera, diretor da Coalisão de Clérigos Latinos e Líderes Religiosos (organização que busca frear nas cortes a aplicação de leis anti-imigrantes), analisa fluxo migratório interno nos EUA. novo êxodo, existem indicadores que deixam claro essa tendência. Um exemplo é o estado de Oklahoma, onde se estima que mais de 30 mil imigrantes tenham saído nos últimos meses, como consequência da Lei de Cidadãos e

Contribuintes, conhecida também como "Lei 1804". A legislação, que entrou em vigor no dia 1o de novembro, torna crime transportar, abrigar, esconder e contratar imigrantes ilegais, e penaliza todos que alugarem um apartamento ou casa a uma pessoa indocumentada. A lei elimina também os benefícios e subsídios governamentais aos indocumentados, especialmente os referentes à assistência à saúde e bem-estar social, exceto em emergências e serviços humanitários. Miguel Rivera, diretor da Coalisão de Clérigos Latinos e Líderes Religiosos (Conlamic) – organização que busca frear nas cortes a aplicação desse tipo de lei, disse que muitas famílias de imigrantes saíram de Oklahoma e dirigiram-se para Texas e Illinois. Outros locais que aprovaram severas leis para frear a imigração ilegal, como Georgia, Colorado e Arizona, começam a registrar também uma saída em massa de ilegais. Organizações defensoras dos imigrantes relatam que centenas de famílias dei-

www.jornalnational.com

21

xaram o Estado da Georgia e se mudaram para a Flórida ou para as Carolinas, desde que foi aprovada uma lei estadual em julho passado, que nega serviços de saúde e obriga os empregadores a verificar o status migratório dos novos trabalhadores. No Colorado, onde a polícia estadual foi autorizada a prender indocumentados e os empregadores estão obrigados a verificar o status legal de seus trabalhadores, as novas leis fizeram com que os imigrantes deixassem os campos abandonados. “A saída em massa do Colorado tem consequências profundamente negativas em nossa economia e reflete em toda sociedade”, disse Julien Rossa, coordenador da Coalisão de Direitos dos Imigrantes do Colorado. Entre os lugares que estão sendo receptores da nova corrente migratória estão Texas e Illinois, estados que mantêm um clima menos adverso em relação aos imigrantes. No Texas, com uma população estimada em 1,7 milhões de indocumentados, as universidades públicas permanecem abertas para os filhos dos imigrantes, com as mesmas condições aos residentes. Em Illinois, os legisladores promulgaram leis para beneficiar os imigrantes, em especial as crianças, ao oferecer programas direcionados à assistência à saúde e ao opor-se à revisão do status migratório dos novos trabalhadores nas bases de dados do governo federal.


22

www.jornalnational.com

GERAL

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

guia national Pele exige cuidados especiais no inverno

As condições climáticas do inverno, com baixas temperaturas e ventos, agridem a camada externa da pele. Nessa época do ano, alguns cuidados são essenciais para garantir beleza, bem-estar e, principalmente, saúde. Confira, passo-a-passo, algumas dicas do dermatologista Marcelo Molinaro.

Tonificação

Ocorre como segundo passo após a limpeza, sendo importante complemento na remoção dos resíduos de maquiagens cremosas que não tenham sido retiradas pelos agentes de limpeza. Os tônicos para as pele mais secas devem apresentar formulação isenta de álcool e conter ativos hidratantes.

Hidratação

Higienização Nesse período de inverno, cuidados especiais devem ser tomados com relação à limpeza da pele. Aconselhamos utilizar sabonetes mais suaves e neutros de acordo com cada tipo de pele, preferencialmente líquidos, pois são menos agressivos que os em barra. Nas áreas mais ressecadas, principalmente na face, devemos utilizar uma loção de limpeza que, além de limpar, têm a função de hidratá-

CUIDADOS COMPLEMENTARES la. De acordo com sua formulação, essas loções devem ser retiradas com auxílio de um algodão ou com água corrente fria ou morna, pois a água quente agrava o ressecamento da pele. Aconselhamos banhos mais rápidos que no verão e com

ESFOLIAÇÃO A esfoliação visa a auxiliar na absorção dos ativos hidratantes aplicados a seguir. Em algumas peles mais sensíveis e desidratadas, devemos evitar esfoliações com agentes abrasivos grosseiros ou reduzir a freqüência de sua utilização para no máximo uma vez por semana, impedindo assim o aumento do ressecamento e reações de sensibilização.

MÁSCARA FACIAL Uma máscara facial que contenha princípios ativos hidratantes e oclusivos em sua formulação é recomendada para indivíduos de pele seca, devido à capacidade de impedir temporariamente a perda de água através da pele. Logo a seguir à sua retirada, devemos aplicar um hidratante para perpetuar os efeitos da máscara. FONTE: DR. MARCELO MOLINARO

água sempre fria ou morna. Em situações de pele extremamente ressecada, recomendamos a aplicação, ao final do banho, de um óleo emoliente com a pele ainda úmida. A seguir, faz-se a retirada de seu excesso com uma ducha morna e bem rápida. Esses óleos, preferencialmente os vegetais e que contenham vitamina E, formam uma camada oclusiva sobre a superfície da pele, retendo a água.

A seguir, teremos o terceiro passo com o uso de produtos cosméticos ou formulações de acordo com a hora do dia, como cremes leves pela manhã e emolientes mais pesados à noite. Nas peles muito ressecadas, esses emolientes devem ser usados com maior freqüência. Dentre vários ativos hidratantes (PCA-NA, uréia, ácido hialurônico, alantoína, etc.), destacamos os alfa-hidroxiácidos, em especial o lactato de amônia desodorizado. Estes não têm os inconvenientes do odor desagradável da amônia, como são excelentes para aplicação em áreas mais extensas do corpo. O tratamento da pele seca também requer o uso de cremes anti-envelhecimento que contenham antioxidantes como a vitamina C e E, e, mais recentemente, os de última geração, como o ácido alfalipóico e a idebenona, bem mais potentes na sua capacidade de retenção e neutralização dos radicais livres formados na pele. Não devemos esquecer do uso dos renovadores celulares, de acordo com cada tipo de pele, sendo que nas mais ressecadas cuidados especiais devem ser tomados, principalmente no abuso do uso dos ácidos, como retinóico e outros, devido à possibilidade de uma maior sensibilização nesse tipo cutâneo. Uma nova classe terapêutica, chamada de poli-hidroxi-ácidos, surgiu mais recentemente, com a propriedade de promover uma maior hidratação da pele, sem tantos inconvenientes como a descamação ocorrida com o uso de alguns ácidos. Ao utilizá-los, em especial no período noturno, devemos aguardar pelo menos 20 a 30 minutos após a higienização, para que não venham causar ardência ou vermelhidão excessiva após sua aplicação. Isso se deve ao fato da superfície úmida da pele realizar uma absorção maciça desses ativos, levando a processos irritativos e eczematosos. Os ácidos, se usados adequadamente e sob prescrição médica, proporcionarão uma melhora da qualidade da pele, auxiliando na redução de linhas de expressão, afinando a pele e prevenindo o envelhecimento precoce.


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

CADERNO DE IMÓVEIS

2008: Happy New Mortgage!!! O ano de 2003, quando a taxa de juros caiu para 5%, foi o ano do refinanciamento. De 2004 a 2006, tivemos a era das “mortgages “ exóticas, valor dos imóveis subindo rapidamente, todos querendo comprar de qualquer maneira antes que ficasse impossível. E aí, chegou 2007, o ano em que o sonho se tornou pesadelo, preços das casas caindo e número de pessoas perdendo suas casas aumentando. 2008 será um ano para refinanciamento novamente. Porém, por razões bem diferentes das de 2003. Desta vez não é para abaixar a taxa de juros e sim para transformála em juros fixos por 30 anos, antes que os juros ajustáveis comecem a disparar. Se você tem um financiamento com juros ajustáveis, o primeiro passo é saber qual é a data do primeiro ajustamento. O mais provável é que seja 3 ou 5 anos após a compra com reajustamentos anuais a partir daí. Para estar seguro da data de ajustamento consulte os documentos que você recebeu no dia do fechamento da compra ou último refinanciamento. Precisamente um documento chamado “note” ou “mortgage note”. No caso de um ajustamento estar programado para os próximos 18 meses, pode lhe ser muito útil descobrir para quanto irá o seu pagamento mensal, caso você não refinancie seu empréstimo. Este cálculo não é difícil, mas requer algumas informações. No próprio “mortgage note”, acima, você encontrará as palavras “index”

(índice utilizado para ajustar o seu empréstimo) e “margin” (percentual adicionado ao índice de ajustamento). Os índices mais utilizados são o “libor” (hoje está quotado em 4,3%) e o “mta” (hoje quotado em 4,66%). Exemplo: se o empréstimo está vinculado ao “Libor” (4,3%) + “Margin” (3,5%), sua nova taxa de juros será 7,8%. Essa taxa deverá ser estável por 12 meses até o novo reajuste. Lembre-se a “Margin” é sempre constante, o que varia é o valor do índice. A “Margin” acima é apenas um exemplo. Procure saber qual é a sua “Margin” examinando os documentos que lhe foram entregues no fechamento da escritura. Se estiver tendo dificuldades, entre em contato conosco e teremos prazer em orientá-lo. Para refinanciar, sua casa precisa valer mais do que a dívida que você tem nela. Essa diferença é chamada “equity”. Em outras palavras se você vendesse a casa esse seria o valor que sobraria para você após o pagamento da dívida. Se você deve $300,000 e a casa vale $500,000, sua “equity” é $200,000.Quanto maior for sua “equity” mais fácil será o seu refinanciamento. Menos risco para o banco, que também lhe proporcionará melhores juros. Como os preços estão caindo rapidamente é imprescindível que você tome pé da situação com urgência. Caso você tenha que refinanciar uma demora prolongada pode fazer desaparecer sua “equity” e impossibilitar qualquer tipo de refinanciamento. Dúvidas???? Entre em contato conosco!

www.jornalnational.com

23


24

www.jornalnational.com

CADERNO DE IMテ天EIS

3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER


3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER

CADERNO DE IMテ天EIS

www.jornalnational.com

25


classificados 26

empregos

www.jornalnational.com

veículos

VENDO

VAGAS HOUSEKEEPER – NANY – 5 Vagas em NY + NJ. Live-in or out, $300.00 a $600.00 p/ semana. IVO'S EMPLOYMENT – 383 Walnut Street – Newark, NJ – Dou assistência e acompanho nas entrevistas Tel: (973) 344-25-40 www.ivosemploymentagency.com

PARA ANUNCIAR LIGUE

1-866-802-7272 ou acesse

OFERTAS Mitsubishi Eclipse 1995 Jeep Liberty-2002 Silver Limited, banco de Verde, marcha, 2 portas couro, 4x4 - Golf GL-1999 Mini Van Ford Windstar 1996 Vermelho, automático, 2 Vermelha portas. Ótimo estado, como Venha conferir! se fosse zero !! Ligue agora mesmo Honda Civic 1996 Preto, marcha, ótimo estado para (973) 344 2851

ABARCA TRANSPORTATION LLC Companhia localizada em New Hampshire contrata motoristas com carteira comercial CDL - A - para oportunidades regionais e para outros estados também. Os candidatos precisam ter: 3 anos de experiência, carteira de motorista com histórico limpo, carteira médica em dia, e a carteira comercial CDL - A. Interessados devem contactar: Noe Abarca (617) 797-5986.

diversos SERVIÇOS ELETRICISTA BRASILEIRO - Realizo serviços elétricos, residencial e comercial. Preços competitivos, satisfação garantida. Atendemos somente New Jersey – Tel: (973) 418-77-43

ANUNCIOU? VENDEU! Ligue agora

imóveis ALUGUEL ALUGA-SE SALAS COMERCIAIS – 720 Anderson Ave – 1º andar – Cliffside Park, NJ 07010 – (Perto da Miller’s Bakery) - Ligar p/ Mr. David – Cel: 201 – 450-8086.

PROCURANDO MAIS IMÓVEIS? CONFIRA AS OFERTAS NAS PÁGINAS

24 E 25


www.jornalnational.com | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | 3 DE JANEIRO DE 2008 | 27


28 | 3 DE JANEIRO DE 2008 | NATIONAL THE BRAZILIAN NEWSPAPER | www.jornalnational.com


144